One Piece RPG
Along Comes A Spider - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os 12 Escolhidos, O Filme
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:53

» Jade Blair
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Blum Ontem à(s) 17:48

» Hey Ya!
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 16:07

» Mini-Aventura
Along Comes A Spider - Página 3 Emptypor Akaza Ontem à(s) 16:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Along Comes A Spider

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptySex 29 Maio 2020, 18:25

Relembrando a primeira mensagem :

Along Comes A Spider

Aqui ocorrerá a aventura do(a) caçador de recompensas Akira Suzuki. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas


Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyQui 06 Ago 2020, 21:40

Floresta Selvagem - Parte II

Sozinho com Kai, finalmente podendo falar com o jovem sobre o que diabos havia acontecido no bar, eu ficava sem palavras. É claro, se eu havia entendido correto, certamente admirava a coragem e audácia dele, mas também sentia uma enorme vontade de o repreender com um murro, vontade essa que feliz ou infelizmente guardava pra mim - "Ele trapaceou?!? Isso explica algumas coisas, especialmente como juntou tanto dinheiro, mas..." - Aquilo era algo que eu não acho que conseguiria fazer, ao menos não naquelas... condições - Kai, é sério, não se compra brigas que não pode vencer. Por favor, não se esqueça disso - Dizia, com um olhar sério, de alguém com quase nenhuma paciência para salvar o traseiro dos outros por problemas que eles mesmos criaram. Quanto a mãozinha dele esperando o "toca aqui", bom, ir na onda dele não era meu objetivo. Com o dedo indicador, tocaria no topo de seu punho e o abaixaria, pra deixar claro que não "tocaria" - Olha Kai, eu não sou seu responsável, então não vou te repreender. Se prefere só ficar calado, tudo bem. Só tenta não passar dos limites, no final quem vai se arrepender é você - Dizia, recolhendo a mão e indo até onde Bolton havia ido.

Eu estaria mentindo se dissesse que aquele questão de Kai não havia matado meu ânimo ali. Eu sinceramente esperava um pouco mais de noção dele, e esperava do fundo do meu coração não ter que lidar com problemas por causa dele. Infelizmente eu não conseguiria deixar o rapaz sozinho se algo ocorresse, então me restava apenas torcer. Ao menos Bolton parecia estar se divertindo enquanto dividia histórias com um homem sem uma das mãos, e eu o entendia perfeitamente. Ouvir eles contando momentos de pequenas glórias me lembrava dos dias pacíficos na minha ilha natal, Budou Island, ouvindo os contos de Leroy nas ruas de Micqueot. Era estranho pensar como haviam sido essas histórias que me motivaram pela primeira vez a ir ao mar, especialmente hoje em dia que eu tinha objetivos tão diferentes. Atualmente, com mais maturidade, eu sabia que boa parte das histórias de Leroy provavelmente eram exageradas; eu conseguiria perfeitamente o imaginar dizendo que lutou contra uma feroz aranha gigante se houvesse vindo a Aracne, mas eu sinceramente duvidava que alguém conseguisse engalfinhar-se com aquela monstruosidade que havia visto de relance no dia anterior...

Como sempre perdido em pensamentos, mal percebia o andamento da conversa de Bolton e do homem até voltar de supetão à terra ao ouvir "invasão à Cidadela", e o resto da duvidosa frase do homem. Não era possível que ele realmente acreditava que conseguiria matar aquela besta de oito patas juntando um punhado de homens... Não, não, aquilo lá nem dava pra chamar de aranha. Porém, o que mais me assustou não foi sequer a ideia absurda daquelas pessoas, mas sim o olhar sugestivo de Bolton - "Não me diga que ele comprou a ideia...!" - Bolton, o mesmo havia me impedido de perseguir as aranhas ladras quando chegamos na ilha, que havia posto bom senso na minha cabeça diversas vezes no farol, havia comprado a ideia?!?! Eu torcia pra estar errado, mas minha boca se moveu contra minha vontade, antes que percebesse - Não. Não, não, e não. Por favor, me diz que você não cogitou isso de verdade...! - Dizia, com um misto de raiva e súplica. Se eu tivesse entendido errado, ou se ele voltasse atrás ou se tocasse do perigo, eu soltaria um suspiro - Olha Bolton, eu acho que nós já tivemos nossa dose de aranhas nessa ilha, se for por mim eu prefiro evitar aumentar ainda mais... - Dizia, meio apático. Enquanto falava com Bolton, ajeitava minhas roupas novamente, pra ter certeza que não estavam tortas nem nada, sei lá, e em seguida iria até o homem - S-senhor, sem querer desmerecer n-nem nada, mas... O que te faz pensar que consegue conquistar a tal Cidadela? Quer dizer, nós passamos próximo de lá quando atracamos pela primeira vez, e não vimos coisas muito agradáveis...

Porem, caso Bolton estivesse sério, se ele insistisse naquilo, se ele realmente achasse que podia dar certo, a situação seria completamente outra. A súplica sumiria da minha voz, dando lugar à revolta - Bolton, você viu também aquela sombra quando chegamos na ilha, não é? Você ouviu o relato do Cave no farol sobre a aranha gigante! Inferno, você viu a carcaça daquele caranguejo gigante!! Aquela aranha provavelmente matou aquilo, e você acha que enfrentar ela tem uma mínima chance de dar certo?!?! - Com a mão no rosto, massageava a tempora, incrédulo - Não importa o quão forte você acha que seja, nenhum de nós tem um minimo de chance de sobrevivência contra aquila coisa. Eu já vi pessoas fortes, com poderes inimagináveis; pessoas que controlavam os elementos, pessoas que manipulavam o corpo humano como se brincassem de deus, pessoas que curvavam montanhas e criavam tormentas... Essas pessoas talvez tivessem uma chance, não nós - Terminando, com tom seco, viraria se costas, sem paciência, e sairia. Após um último olhar para Kai, sairia em busca de Sam.

Independente se saísse de lá puto, ou se saísse após averiguar a insanidade do mercenário, buscaria por Sam naquele lugar. Evitaria entrar nas barracas ou fosse lá o que tivessem lá, e se demorasse a encontrá-la, a chamaria - Sam? Sam? - A encontrando, esperaria não estar mais ocupada e me aproximaria - Sam, eu sinceramente não acho que vamos conseguir muita coisa aqui. Parece ser uma expedição que acha que consegue fazer uma cruzada à Cidadela... - E, caso Bolton houvesse comprado a ideia, completaria - ...E Bolton foi na onda deles! - Diria, revirando os olhos, falando sempre não muito alto, tentando não ser ouvido pelos membros da expedição - Eu sinceramente não acho uma boa nos vincularmos demais com eles. Mas de qualquer forma, o que você achou? Isso é se houver achado algo - Perguntaria, esperando que ela tivesse tido um tempo melhor, na tentativa de acalmar aquela vontade gigantesca de dar as costas e voltar para a Estalagem antes que nos misturassemos demais com aquelas gentalhas.
Histórico do Ceji:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptySab 15 Ago 2020, 14:47



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Vilarejo - 10:30h

Após se decepcionar com a atitude de seu companheiro Kai, além de tomar um tempo para repreendê-lo, Akira adentra o vilarejo, se encontrando com Bolton dentro de uma das casas. O rapaz conversava animado sobre aventuras, fazendo o ninja se lembrar de um passado distante e saudoso, em que ele também se divertia com tais histórias.

Sua viagem pelo passado, porém, foi encurtada ao ouvir sobre a missão que o grupo de pessoas ali tinha em mente, e o pior, eles tentavam arrastar Akira e seus companheiros junto! O ninja se pronuncia contra aquilo, recebendo um olhar desanimado de Bolton, e uma resposta logo em seguida.

- Olha, eu já tive que ignorar aquelas pessoas que estavam pedindo ajuda perto da carcaça do caranguejo, não posso virar minhas costas para esse pessoal também! - Ele exclamava um pouco chateado com a reação de Akira, enquanto o assistia ajeitando suas roupas, ouvindo o que o ninja falava.

O homem sem braço, que antes contava sua história, olhava a cena, e quando indagado, ele apenas dá um sorriso que continha um misto de raiva e tristeza e dizia.

- Sim, as coisas que aparecem por lá são assustadoras e horrendas, mas não temos nada mais a perder.

Agora Akira se voltava novamente para Bolton, que ouvia suas palavras injuriadas, e cruzando os braços ele diz.

- Eu vi o que a aranha fez, é por isso mesmo que não posso abandonar essas pessoas. - Ele parecia ter chegado a um veredito, e nada que ouvisse mudaria sua opinião. Com isso, o ninja se vira de costas e vai embora, deixando seu companheiro dentro da casa com os outros homens que planejavam o ataque.

Em busca de uma saída, ou pelo menos uma mente sensata, Akira tenta localizar Sam, que se encontrava perto de uma das casas, quando ela vê seu amigo se aproximando, responde.

- O que foi, aconteceu alguma coisa Akira? - Ela pergunta preocupada e ouve o que o rapaz tem a dizer antes de continuar. - O Bolton vai atacar a aranha gigante?! - Ela exclama incrédula, mas logo leva a mão ao queixo, ponderando sobre algo e diz. - Bom, talvez eu tenha descobrido algo que nos ajude. A regente da ilha, uma tal de Sapphira, tem problemas com a aranha gigantesca, talvez se conseguirmos falar com ela, podemos organizar um grupo de resgate e salvar esses sem noção antes que o pior aconteça... O que acha?

A situação não parecia favorável para Akira. Bolton estava decidido a se unir com os cidadãos de Aracne para atacar a cidadela. Kai estava sumido pelo vilarejo, será que também teria ido na onda do pequeno exército? Pelo menos Sam parecia ter sua cabeça em ordem, mas o que fariam agora?


POST 01

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptySab 15 Ago 2020, 18:31

Floresta Selvagem - Parte III

O meu alívio ao ver Sam concordando comigo era indescritível. Mesmo antes da saida de Cave, Beyond e Parklife do grupo, Sam e Bolton sempre tiveram um ar mais sensato, e isso sempre me ajudou a confiar nas decisões de ambos, e eu não fazia ideia de como lidar com aquilo se Sam também quisesse cair de cabeça naquela ideia idiota. Quer dizer, eu entendia os motivos de Bolton, mas eu certamente não considerava um motivo bom o bastante para embarcar em uma missão suicida. Nem todas as pessoas podem ser salvas, e tentar ajudar quem está fora do seu patamar apenas resulta em falhas e consequências miseráveis. Do que adianta, no final, se você perder a vida? Essa ideia de altruísmo sempre me pareceu idiota, porque não dá pra salvar mais pessoas se você mesmo pereceu em um desafio maior que podia enfrentar, e era exatamente esse destino que parecia esperar por Bolton.

Nós precisávamos de uma forma de evitar aquele desastre iminente, mas conhecendo Bolton, e sabendo da forma com que ele estava tratando aquilo, eu já havia aceitado que não conseguiríamos o convencer com palavras, não se não convencessemos as pessoas daquele acampamento antes, e eu sabia que palavras de um desconhecido forasteiro deviam valer tanto quanto nada... Fora que eu sabia bem até demais como era "não ter nada a perder", e por experiência própria sabia que não haveria perigo algum que amedrontaria quem pensava assim. Na verdade, isso só deixava tudo mais perigoso - A... Regente da ilha? - Me supreendia, ao ouvir a sugestão de Sam - Eu não tinha parado para pensar sobre um líder da ilha, já que parecia ser só floresta, a estalagem e... Isso - Dizia, quase como uma confissão, já tendo noção que boa parte do que eu havia pressuposto sobre Aracne antes já havia sido desmentido a essa altura - Infelizmente parece ser nossa única opção. Só tenho medo dela na verdade ficar do lado deles e os deixar ir, seja qual for o resultado, mas... Se ela tem problemas com a Aranha, deve saber que algo assim não tem chances de vitória, né? - No final, precisávamos confiar no bom senso alheio, e depois de demonstração de Bolton, ou falta dela, não estava mais tão confiante quando à capacidade de terceiros.

Aquela situação toda era problemática demais pro meu gosto, e abandonar Bolton estava fora de cogitação; ele já havia nos ajudado tanto, e a culpa dele estar e Aracne pra começo de conversa era minha! Se ele morresse enfrentando aquela aranha gigante, eu sabia que um novo grupo de pesadelos entraria pra lista, e isso era a última coisa que eu queria - De qualquer forma, melhor agirmos o quanto antes. Eu até diria agora, se fosse possível. Nós já vimos que esse lugar é todo para a expedição, então duvido que tenha mais muito aqui - Dizia, percorrendo o local com meus olhos, e, a não ser que Sam dissesse que havia coisas a tratar ali ainda, declararia - Você já havia conseguido algo, se importa em tentar ver com eles sobre quando o ataque ocorrerá? Seria bom termos esse tipo de informação, e, bom, eu prefiro n-não cuidar do c-contato humano - Diria, mesmo sabendo que essa não era a primeira vez que agia estranho com Sam, só esperava que ela deixasse passar - Eu vou procurar Kai e tentar convencer Bolton uma última vez. Nós reunimos em dez minutos, tudo bem? - E assim, iria em busca do rapaz.

Eu sabia que Kai era entusiasmado, e tinha certeza absoluta que ele adoraria interagir com aquele local e as pessoas, mas quando enfrentar ele mesmo uma aranha gigante? Kai era um jovem marceneiro, não um guerreiro. Assim que o encontrasse, chamaria - Kai, nós precisamos ir, vem para a trilha em cinco minutos, ok? - Mas, se por um acaso ele quisesse ficar para "presenciar história" ou qualquer ideia idiota que ele tivesse após ouvir aquelas pessoas malucas, retrucaria - Garoto, você mal consegue se defender sozinho, acha mesmo que consegue ficar no fogo cruzado contra uma aranha do tamanho de um navio?! - E esperava que ele se tocasse com isso. Em seguida, retornaria até onde Bolton estava, ou para qualquer outro lugar aonde ele houvesse ido - Bolton, nós vamos retornar. Vem conosco? - E, em caso negativo - Você tem certeza? Isso aqui não é responsabilidade sua. Ia acontecer com ou sem você! - Dizia, mas sabia que não adiantaria insistir mais que isso.

Finalmente quando me reunisse com os outros, sejam quantos fossem, retornaria à trilha para voltar à Estalagem, e a primeira coisa que perguntaria a Sam seria sobre a informação - Descobriu quando o ataque vai ocorrer? - Questionaria, desejando ao menos dois dias de preparo, mas preparado para algo pior. Independente de quanto tempo tivéssemos, tentaria ficar focado adiante - Bom, primeiro de tudo precisamos entrar em contato com Sapphira. Não sei se a regente ficaria na Estalagem, mas sei que perguntar por lá deve ser nossa melhor jogada, concorda? - Declararia até que com um bocado de confiança. Chegando lá novamente, após a caminhada na floresta, seria na verdade a primeira coisa que faria. Retornando à taverna, já esperando que algum tempo houvesse passado, pediria um lanche, provavelmente um sanduíche, e uma xícara de café para por os pés no chão. Após o pedido, ou se fosse atendido pela mesma mink do dia anterior, puxaria o assunto com a pergunta - V-vem cá, essa ilha tinha uma regente, né? Como as pessoas f-fazem quando precisam falar com ela? - Perguntava, bastante retraído, mas motivado sabendo que não podia perder tempo se quisesse salvar Bolton. Fazia tanto tempo, mas eu ainda não conseguia me acostumar àquilo, ao medo de alguém me olhar melhor e ver alguma curva ou algo do gênero; mesmo nunca tendo acontecido (até onde eu sabia, ao menos), não conseguia deixar de lado a ansiedade sempre que falava com alguma pessoa nova, e as vezes até com quem eu já conhecia e sabia que tinha um olhar mais afiado. Ao menos, se falasse com F, eu conseguiria me soltar mais, pois sabia que a mink atendente difícilmente veria através do gênero de um humano.
Histórico do Ceji:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyDom 16 Ago 2020, 11:54



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estalagem - 11:00h

Aliviado, Akira ponderava ainda sobre a situação em que se encontrava, o poder do protagonismo tinha um limite, e bancar o herói sem ter a força para tal, com certeza não levaria a um resultado positivo. Com isso em mente, ele pensa no melhor plano de ação, mas suas opções ficavam cada vez mais escassas, não fosse pela sugestão de Sam, que o deixava levemente confuso.

- Sim, ela não é bem regente. Parece que chegou aqui com um pessoal e expulsou a aranha gigante, ai fez a ilha funcionar e os moradores deixaram por isso mesmo, mas parece que é o máximo que conseguiremos de político por aqui... - Ela dizia olhando em volta, passando a mão no braço, como se tentasse controlar os calafrios e arrepios ao pensar nas aranhas. - Ela parece meio estranha, mas dizem ser uma pessoa boa, só acho que seria melhor termos algo para barganhar, agora o que?

A dupla teria um tempo para pensar sobre o assunto, ao menos até que conseguissem uma audiência com a suposta regente da ilha. Akira não estava disposto a desistir, por mais que não concordasse com as ações de Bolton, ele não poderia ser simplesmente deixado para trás, não depois de tudo o que havia feito. Ao ouvir as palavras do ninja, Sam olha em volta e fala.

- Eu concordo, já vimos tudo aqui. - Ela acompanhava os olhares de Akira pelo local antes de completar. - Claro, verei o que descubro sobre. OK, até mais! - Ela dizia se virando e correndo em direção à uma casa maior, provavelmente de alguém importante no vilarejo.

Em busca de Kai, o ninja passa por entre as casas do vilarejo, e acha o rapaz, que estava com um grupo de pescadores, eles falavam entusiasmados sobre navios. Quando Akira fala, ele se vira e diz.

- Ok, já estou indo! - Aparentemente, nem os pescadores, tampouco o garoto pareciam saber sobre o que estava prestes a acontecer, com isso, ele segue para a trilha, enquanto Akira vai novamente falar com Bolton, que olhando seriamente para o ninja respondia.

- Ficarei. Tenho certeza. - Suas palavras são poucas, ele afiava uma faca, se preparando para a batalha condenada.

Agora os 3 que não foram coniventes com a missão suicida se encontram na trilha para a Estalagem, Akira não perde tempo e já pergunta para Sam sobre suas descobertas, a mulher a olha e responde.

- Eles vão atacar depois de amanhã, assim que o sol nascer. - Ela dizia suspirando com a mão na testa, enquanto ouvia as palavras do ninja. - É, eu acho que é o local mais civilizado por aqui, devem saber algo.

Eles seguem até a estalagem novamente, passando por caminhos tortuosos, abastados de folhagens, árvores e aranhas... muitas aranhas! Uma vez protegidos das intempéries da ilha, Akira decide comer algo, seu pedido resulta em 10 mil Berries, e para sua sorte, F o serve.

- Tem 4 regentes, inclusive kkkkk. - Ela sorri e escuta o que o rapaz tem a dizer, antes de completar. - Bom, como você disse uma regente, suponho que se refira à Sapphira, coincidentemente, ela mora em uma mansão grande a uns 10 minutos de caminhada daqui. Ao sair da estalagem, vire a direita e siga pela costa, vai encontrar a casa la.

Por mais que o tempo passasse, o jovem não conseguia deixar de lado suas inseguranças, principalmente as relacionadas ao seu corpo, por isso, se mantinha tenso na conversa com a mink, que gentilmente o olhava e dizia.

- Não fique nervoso, dizem que ela é uma pessoa boa. - Para o alívio do caçador, F havia pensado que seu nervosismo se devia ao futuro encontro com a regente.

Agora ele estava munido com novas informações, só precisava pensar em como convencer Sapphira a intervir por seu amigo inconsequente.

POST 02

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyDom 16 Ago 2020, 21:34

Contagem Regressiva - Parte I

Ter saído do acampamento sem Bolton não era realmente o que eu esperava quando decidirmos ir lá pela primeira vez, e eu tinha certeza que evitaria ir se soubesse que isso ia ocorrer. Bolton era um homem forte e inteligente, eu sabia que se eu não houvesse sido apontado como líder do grupo pelo próprio patrocinador da expedição, ele teria sido o candidato mais adequado de longe; e isso apenas me deixava mais preocupado ao retornaremos à Estalagem sem ele. Mesmo sabendo que era pra salva-lo, eu hesitava em me opor a ele, porque sabia que a chance de termos que entrar em confronto direto existia, e lutar contra um companheiro era a última coisa que eu queria, mesmo que fosse com boas intenções - "Urgh, quem me dera ter força e convicção pra poder ter simplesmente arrastado ele se volta... Se fosse Kai o cabeça dura isso tudo seria mais facil" - Pensava, tentando não cogitar demais o que aconteceria se eu efetivamente tivesse tentado fazer isso.

Feliz ou infelizmente, não tínhamos força em mente quanto a método de resolvermos aquilo, ao menos não muita, e o objetivo da vez era uma mansão a dez minutos de caminhada da Estalagem - "Esse dia vai se resumir a andar de um lado pro outro, né?" - Pensava comigo mesmo, com um pouco de ansiedade sobre como seria a tal Sapphira. Haviam me dito que ela era uma boa pessoa, mas, sinceramente, pra uma pessoa querer ativamente morar naquela ilha infestada, no mínimo possuía alguns parafusos a menos. Além do mais, ela supostamente havia sido quem deu origem à parte civilizada da ilha, e somente a ambição faria alguém desbravar uma ilha isolada, deserta e infestada de aranhas, seja ela desejo por grandeza ou dinheiro. Eu já havia tido contato o suficiente com regentes de ilhas pra saber que boas ações e uma cara bonita eram apenas recursos políticos para esse tipo de gente, mas infelizmente eu nunca tive muita moral pra criticar esse tipo de gente. Apenas torcia para que o bom senso dela falasse mais alto que a ambição, e pudéssemos dialogar de forma civilizada.

Andando pela costa com bastante cuidado pelas más experiências que tive quando cheguei na ilha, seguida o caminho indicado por F para a mansão de Sapphira, e, imaginando que a caminhada durava alguns minutos, aproveitava para puxar um papo com Sam - Sam, você havia dito mais cedo sobre "ser bom termos algo pra barganhar", o que exatamente quis dizer? Acha que ela não vai cooperar se não dermos algo em troca? Ou... Acha que sequer vai nos receber? - Dizia, parcialmente pra mim mesmo, com a boca torta agora pensando na possibilidade. Quer dizer, aquilo provavelmente era um assunto que dizia respeito a ela, duvidava que Sapphira preferisse não ficar sabendo de um ocorrido desses, mas pessoas políticas nem sempre eram de fácil acesso. Ainda assim, só saberíamos quando chegássemos lá, então prosseguiria seguindo as direções que F havia dado até avistamos a tal mansão. Com a ansiedade crescente, ajeitaria mais uma vez a roupa e, após uma olhada para Sam quase como se esperando que ela tomasse a dianteira, me aproximaria da enorme casa.

Caso houvesse porteiro(s) ou guarda(s), iria até eles - C-com licença. S-Sapphira está? Nós, err, queríamos tratar com ela um assunto que provavelmente é de s-seu interesse - Dizia, não tentando parecer suspeito, mas tendo noção que alguém gaguejante e evitando contato visual era no mínimo estranho - C-como podemos fazer para falar com ela? - Perguntava, na esperança de o próprio poder ir avisar de nossa presença. Caso perguntasse se tínhamos marcado horário, responderia - N-não, mas... É urgente, é se ela ficar sabendo tarde demais poderá virar um problema...! - Diria, me sentindo com cara de idiota por insistir naquilo como se fosse um camponês desesperado. A parte do desesperado talvez fosse real, mas o que eu falava não deixava de ser verdade! Caso não houvesse ninguém guardando a entrada, bateria três vezes nos portões para anunciar nossa presença. Caso 30 segundos se passassem sem resposta, bateria mais três vezes, na possibilidade de não termos sido ouvidos. Caso ainda assim nada ocorresse, me viraria para Sam - Será que ela não está? Ou só não quer atender?

Caso fossemos deixados entrar, iria para onde me guiassem ou onde dissessem para eu ir, afim de me encontrar com Sapphira. Andaria respirando fundo e apertando tanto o punho que as dobras dos dedos chegavam a esbranquiçar, na tentativa de conter a ansiedade e timidez. Sabia que eu precisava fazer aquilo, e a última coisa que queria era estragar tudo. Finalmente encontrando a dita cuja, seja dentro da mansão ou na porta mesmo, esperaria ela dar a permissão de falar e, já tendo me preparado mentalmente e revisto o que falaria na cabeça, me pronunciaria - S-senhorita Sapphira, peço perdão por tomar seu tempo, mas temos um assunto que suponho ser de seu interesse. Eu sou Akira Suzuki, e esses são meus companheiros de viajem - Diria, deixando Kai e Sam se apresentarem eles mesmos, antes de prosseguir - Err... Nós chegamos de viajem a p-pouco tempo na ilha, e já havíamos ouvido histórias sobre a aranha gigante que vive nas profundezas da floresta, a tal Cidadela - Dizia, antes de respirar fundo, mais uma vez buscando coragem pra falar a par te seguinte - Éééé... A-acontece que, quando estávamos explorando uma trilha nas p-proximidades da Estalagem, nos deparamos com um grupo peculiar, armado. Aparentemente, o grupo se uniu com o intuito de fazer uma incursão contra a Cidadela, matar a aranha gigante e tomar no lugar. -

Inicialmente não iria mencionar o fato de que eu achava que tinham chances quase nulas de sucesso, pois ter a outra parte da ilha tomada com certeza seria problemático para Sapphira, mas eu mesmo sabia que havia grandes chances dela simplesmente pressupor que falhariam, pois eu faria o mesmo. Caso isso ocorresse, e ela fizesse pouco caso, dizendo que iam simplesmente morrer tentando, travaria, mas em seguida retrucaria - Mas...! Não corre risco de irritarem a aranha gigante? E se ela retaliar a atacar esse lado da ilha? - Diria, mais uma vez apelando para os domínios dela, na esperança de que quisesse preservar o local. Caso ainda assim fizesse pouco caso, dizendo que poderia só espantar ela de volta, ou achando que isso sequer ocorreria, suspiraria - O-olha... Eu serei sincero. Um companheiro meu se juntou a eles, achando que sua presença diminuiria as chances deles morrerem. Mas eu sei que se isso continuar todos morrerão, inclusive ele. Tem algo, qualquer coisa, que eu possa fazer para ter seu apoio afim de impedir esse ataque? - Eu perguntaria, com um misto de súplica e determinação. Eu não podia deixar Bolton morrer daquele jeito, É faria tudo o que estivesse no meu alcance pra isso.
Histórico do Ceji:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptySeg 17 Ago 2020, 14:35



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Mansão de Sapphira - 11:20h

Após uma reviravolta inesperada e decepcionante, Akira tentava descobrir a melhor forma de lidar com a situação e, aparentemente, o meio para isso era um passeio pela ilha "paradisíaca". Seu destino final seria a mansão de Sapphira, que convenhamos, era no mínimo estranha.

Em um passeio agradável pela orla da praia, não fossem as teias de aranha e o bichos mortos que se prendiam nelas. Durante a caminhada, o ninja decide puxar assunto com sua companheira, que olhava distraída para o mar, mas ao ouvir, se volta para ele e diz.

- Ahh, acho que quando queremos alguma coisa, é sempre bom termos algo para dar em troca, como uma barganha... Espero que ela nos receba, e que nos ajude. - Ela ficava com um olhar distante, como se estivesse pensando sobre a situação. Kai por sua vez olhava os arredores, preocupado com a possibilidade de ser atacado, e com razão, todo lugar parecia ser vigiado por 8 olhos ou mais.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Ao alcançarem o local indicado, percebem que não haviam errado, uma vez que aquela era a única construção que viram desde que saíram da estalagem, e o ar aterrorizante dava a entender que a regente de tal ilha deveria morar por ali. A casa era toda feita de madeira, que um dia deve ter sido marrom, mas por conta da maresia, já estava desgastada, e suas cores puxavam mais para um tom cinza, com algumas partes enegrecidas. Uma luz cálida indicava que tinha alguém ali.

Akira se aproxima da porta enorme e escura, pegando uma argola de ferro pesado e enferrujado e batendo com ela. Quase que imediatamente ela se abre, produzindo um rangido estridente, revelando um mordomo alto e careca, suas roupas estavam poidas, mas não deixavam de ser elegantes.

- Pois não? - Ele olhava para os visitantes analisando e continuava. - Há tempos que a Senhora não recebe visitas, entrem. - Sua fala era lenta e arrastada, como se estivesse cansado, mas se portava como um mordomo comum.

Eles seguem o homem até uma sala, e se sentam, ele se retira e deixa o trio sozinho. Akira repassava todos os cenários possíveis em sua cabeça, ficando cada vez mais ansioso, e apertando suas pobres mãos. Mas seu transe foi interrompido por Sam, que soltava um grito espremido e dizia.

- AhHhhHH!! - Ela caía do sofá e colocava a mão nas costas. - Tá de sacanagem Kai?!

- Hehehehe, você deveria ter visto sua cara!! - Ele falava enquanto largava uma aranha que tinha nas mãos.

- Mas será possível que em TODOS os lugares dessa ilha tem aranhas?! - Sam falava indignada dando ênfase no todos. O momento divertido, porém, foi interrompido com uma figura que surgia na escada. Seu cabelo e pele eram alvos, contrastando com suas vestes negras, o que lhe conferia uma aura etérea. Seus olhos tinham cor de rubi, bem como seu pingente de aranha, que prendia sua gola.

- Sim, elas estão em TODOS os lugares, o nome da ilha é Aracne, afinal. - Ela dizia com um sorriso simpático para Sam, e depois se voltava para os outros dois. - Pois bem, o que desejam? - Ouvindo as palavras de Akira, que surpreendentemente tomava a liderança dessa vez, ela diz. - Viajantes não é? Interessante... - Ela terminava de descer as escadas e agora estava frente a frente com os 3. - Não vejo como esse grupo pode ser assunto seu? Eles já tentaram e falharam diversas vezes, me surpreende que ainda estejam vivos.

Sapphira não parecia se importar muito, isso e, até Akira falar sobre uma possível retaliação por parte da aranha, fazendo a mulher pensar, se eles tivessem poder de fogo suficiente, talvez realmente conseguiriam tirá-la do sério dessa vez, mas a resposta só veio depois que o ninja falou sobre seu companheiro.

- Companheiro? Bem, agora entendo seu desespero. Acho que podemos nos ajudar, caro Akira, uma missão de resgate não é nada que 10 de meus homens não consigam aguentar. - Ela diz e logo em seguida faz um movimento para o mordomo, que se retira. - Disse que são viajantes não? Então, aquela ali na escada é minha filha, Ruby. - Ela dizia apontando para uma menina de cabelos azuis, parada ao lado do mordomo nos degraus. - O pai dela se chama Jacob Allan, um pirata, talvez o reconheça como O Touro. Gostaria que você o encontrasse e transmitisse uma mensagem minha. Diga apenas "Cadê minha pensão?", ele certamente irá entender, e fale para vir visitar a filha, que pai desnaturado. - Ela ri de maneira descontraída e estende a mão, finalizando. - Temos um trato?

Agora eles tinham ajuda, ou quase, e mais uma reviravolta estranha e inesperada. Qual seria o próximo movimento de Akira?

POST 03

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptySeg 17 Ago 2020, 17:14

Contagem Regressiva - Parte II

- S-sim, temos um trato! - Respondia, até um pouco impulsivamente à proposta de Sapphira, curvando minha cabeça em agradecimento. Eu sabia que que não podíamos simplesmente deixar a ajuda dela passar, independente do pedido, especialmente por ela já ser experiente em lidar com aquele tipo de problema. Ainda assim, não podia dizer que ficava confortável com aquele tipo de pedido - "Um pirata? Eu não tenho um bom pressentimento quanto a isso, mas... Se ele se relacionou com ela, até tiveram uma filha, de todo mal ele não deve ser, não é? Ao menos não como os outros que já encontrei, espero..." - Pensava, por causa das minhas más experiências com piratas. Ainda assim, o problema maior era nosso trajeto; eu e Sam já tínhamos planos de ir a Bingo Bingo, e termos que procurar um pirata por aqueles mares poderia atrapalhar os planos. Assim, não podia deixar de olhar de soslaio para minha companheira, vendo se ela não cismaria com aquilo, já que era pra salvar Bolton.

Ainda assim, saber que aquele grupo de malucos já havia tentado mais de uma vez invadir a Cidadela era um tanto impactante pra mim. Como diabos alguém presenciava aquelas coisas, aquela monstruosidade, e continuava tentando? Se havia um lado bom, porém, era que isso confirmava que as chances de morte não eram 100%, o que não tornava aquilo menos perigoso. Eles haviam voltado vivos, mas os danos colaterais haviam sido claros quando os vi pela primeira vez, o que me fazia pensar se o homem sem braço não havia o perdido para a tal Aranha gigante. Mas, apesar de tudo, eles haviam voltado com vida porque conheciam aquela ilha, eram experientes, experiência essa que Bolton não possuía, o que tornava ele um alvo fácil - "Me pergunto se saber disso fosse fazer diferença antes... Bolton ficou com eles pra reduzir os riscos, mas e se ele soubesse que eles já haviam tentado vezes antes e voltado vivos...?" - Pensava, mas logo deixava a ideia de lado - "Talvez fosse funcionar antes, mas agora aquele cabeça dura já se decidiu faz tempo. Urgh, isso que dá sair por aí igual baratas tontas..." - Percebia um pouco frustrado, por saber que antes aquilo tudo poderia ter sido desnecessário. Agora, porém, não havia o que fazer, porque, mesmo que Bolton voltasse vivo sozinho, voltar inteiro eu ja duvidava...

Independente do que eu tivesse em mente, porém, ainda havia coisas a serem tratadas com Sapphira, uma vez que nem eu havia dado todas as informações sobre o tal ataque, como ela também havia apenas concordado em ajudar. E só um idiota agiria nessas circunstâncias - Bom, se o resgate vai acontecer, acho importante que saiba que o ataque ocorrerá depois de amanhã, ao amanhecer. Não sei exatamente o motivo exato dessa escolha de data, mas acho que seja irrelevante pra nós - Dizia, um pouco mais confortável agora que a negociação havia dado certo. Porém, pedir mais coisa não era lá minha zona de conforto, e logo custava a prosseguir - E, erm... Se importa de eu fazer um pedido...? Você disse que o resgate seria algo fácil para dez dos seus homens, mas haveria problema em eu participar também? Sob as suas ordens e do seu pessoal, claro, não quero ser presunçoso. Apenas... Não sei se conseguiria apenas esperar sabendo que meu companheiro estaria lá em perigo - Pediria, um pouco receoso, por saber que as tais homens dela deveriam ser bem mais treinados pra aquele tipo de situação que eu. Mesmo com minha preocupação, pediria apenas por mim, pois não queria envolver Sam e Kai nas minhas maluquices. Se Sam pedisse para ir também, não impediria, mas se Kai o fizesse... - Ah, não, dessa vez não, Kai! Olha, eu sei que você deve estar preocupado, mas você sabe bem que o treino que fez com Bolton nas últimas semanas não são nem de perto o bastante pra te proteger lá! Eu mesmo não sei o quão útil vou ser lá, e me viro sozinho a anos! Por favor, seja sensato.

Após aquilo tudo, se ainda houvessem coisas para resolvermos no dia com Sapphira, ficaria lá e seguiria todas as instruções da moça. Não queria cometer erros se pudesse ir junto no resgate, mas sabia que conter a ansiedade fazia parte de uma boa preparação. Porém, se naquele dia não houvesse mais muito o que fazer, e/ou fosse marcado algo para o dia seguinte, pediria licença para a anfitriã e retornaria para a Estalagem, com Sam e Kai. Se já estivesse em horário avançado, jantadia na taverna ou talvez apenas lancharia, sempre com uma famigerada xícara de café que não conseguia resistir nem em altas horas da noite, e em seguida iria para meu quarto tentar desvirtuar a cabeça, cheia de preocupações. Caso ainda houvesse tempo, ou caso o sono não viesse mesmo em pleno horário noturno, pegaria alguns dos jornais que eu tinha, adquiridos graças a Bolton cerca de uma semana atrás, mas que age agora não havia tido a oportunidade de ler. Logo iria conferir as notícias, a maioria um tanto atrasada, com uma tênue esperança de ler algo sobre o tal Jacob lá, quem sabe não havia sido folheando-a antes que lembrava daquele nome?
Histórico do Ceji:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyTer 18 Ago 2020, 12:07



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estalagem- 21:00h

Com a resposta de Akira, o sorriso da mulher passava de descontraído para malicioso. Fazendo o ninja se perguntar se aquilo seria uma boa ideia, até porque, lidar com piratas não é uma das tarefas mais prazerosas que se pode imaginar.

Olhando para sua companheira, que já tinha seus próprios planos, ele vê que ela parecia um pouco contrariada, mas conformada. Por mais que quisesse continuar seu caminho sem interrupções, Bolton era um aliado, e seria imprudente deixá-lo para morrer, além de uma tremenda falta de cortesia.

As pessoas da ilha não eram muitas, talvez todas já tivessem morrido nessas investidas? Ou eles eram incrivelmente sortudos? Também poderia ser um blefe da regente. De qualquer forma, era difícil imaginar alguém tendo sucesso ao enfrentar aquele monstro hediondo, principalmente Bolton, que era completamente inexperiente se tratando de ilhas paradisíacas infestadas de aranhas.

Eles então continuam seus assuntos, tentando decidir qual seria próximo passo.

- Depois de amanhã pela manhã? Imagino que isso signifique de madrugada. - Ela ouvia o estranho pedido de Akira e um sorriso largo e levemente estranho surgia em seu rosto. - Claro que pode acompanhá-los, com isso, diminuiremos meus homens para... 3. Sabe, quanto menos eu perder, melhor para mim. E não existe garantia que você irá cumprir sua parte da barganha. - A resposta é recebida com choque por todos os presentes. De 10 homens agora restavam 3, a mulher era ardilosa e ao que parecia, completamente indiferente à situação. - Podem ir embora para se preparar, estejam prontos no caminho para a cidadela na madrugada do ataque.

Sem dar chance de protestos ou qualquer continuidade ao assunto, ela faz um movimento de "xispa" com a mão, interpretado pelo mordomo. Que escoltava os "convidados" para fora. Uma pessoa ruim era forte para descrevê-la, mas tampouco era boa como haviam dito. No caminho de volta à estalagem Sam se pronuncia.

- É, isso não foi bem como o esperado né... - Ela parecia mais relaxada agora que a noite caía, pela informação que haviam recebido ainda no navio, as aranhas ficavam menos ativas durante a noite. Por isso, todos caminhavam tranquilamente aproveitando a maresia. - Eu vou com você! Agora temos pouca vantagem, quase zero.

Ao alcançarem a estalagem, os 3 comem, Akira pede o usual, um jantar simples e uma boa xícara de café, resultando em 15.000 Berries. Eles comiam em silêncio, até Kai se manifestar do nada.

- Eu também vou! - Dizia animado, mas logo era cortado por Akira. - Mas o Bolton é meu amigo, ele faria o mesmo por mim! - O rapaz parecia determinado, mas claramente nervoso depois das palavras do ninja. O que era perceptível pelo tremor de suas pernas. - P-posso fazer outra coisa para ajudar, só quero ser útil também.

Depois de uma conversa profunda com seu companheiro, que aceitava ficar para trás, aparentemente. Akira se retira para seu quarto. Onde se deita na cama e se põe a ler notícias de jornais velhos. E enquanto lia, lá estava em uma matéria mais antiga, um clã de caçadores tentava capturar um temível bando pirata em Cactus Island, denominado "Notabilli", cujo nome do capitão era Jacob Allan, ou O Touro, que teria seguido em direção à Bingo Bingo Island!

Com isso na cabeça, Akira pensava em sua suposição anterior, será mesmo que esse homem não era de todo mal? E Sapphira que se relacionou com um "temível pirata", o que isso dizia sobre ela? As perguntas pairavam na cabeça do ninja, mantendo-o acordado, pelo menos até que seu corpo cedesse à exaustão.

Ele só levantaria com a luz do sol entrando por entre a janela de seu quarto, esquentando levemente sua pele. O dia era de preparação, como iriam proceder?

POST 04

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyTer 18 Ago 2020, 17:40

Contagem Regressiva - Parte III

Eu mentira se dissesse que não havia ficado incomodado com Sapphira. A verdadeira era muito diferente do que haviam me dito, e... Eu não sabia ao acerto, mas algo nela me dava calafrios. Era como se tentasse nos fazer dançar na palma de suas mãos. Especialmente quando reduziu o número do grupo de resgate para menos da metade, grande parte de mim queria me levantar de supetão e expressar minha indignação, mas meu bom senso me impedia. Ela podia a qualquer momento cessar a ajuda caso se sentisse incomodada, e isso era o que eu não podia deixar acontecer de forma nenhuma; mesmo três dos homens dela já seriam uma ajuda tremenda, uma ajuda melhor foque nenhum ao menos. No pior dos casos, eu podia pelo menos ter certeza que ela ia fazer sua parte e não nos deixar pra morrer, porque se morreressemos não haveria forma de fazer nossa parte do trato, e isso significaria que ela teria feito aquela auxílio para nada. Assim, mesmo relutante, aceitava aquela situação, e ia embora antes de ser posto pra fora.

No meu quarto, já no final do dia, os jornais ao mesmo tempo me distraiam daquela situação toda, mas também me lembravam de Bolton, que havia sido quem os deu a mim. Folheando dias páginas, me surpreendia com uma matéria que não imaginava que estava lá - "Uma... Matéria sobre mim?!" - Me surpreendia. Aparentemente, meu resgate à Yohan em Baterilla havia sido maior do que eu imaginava, e, mesmo sem foto, o que era um alívio, eu havia aparecido nos jornais. Na verdade, aquilo sequer era pra ser tão inesperado, já que alguém havia de fato comentado sobre aquilo fora de Baterilla - "Parando pra pensar, Karthus havia me agradecido por salvar Yohan lá no Farol, por serem amigos. Acho que eu nem dei muita bola na época..." - Talvez tivesse achado que Karthus tinha boas conexões de informação? Fazia tanto tempo que nem me lembrava, mas olhando em retrospectiva era bem provável que houvesse ficado sabendo pelo jornal. Ficar famoso nunca tinha sido algo que eu houvesse cogitado, mas em uma outra época talvez tivesse gostado daquilo; hoje em dia, porém, me parecia apenas exposição desnecessária, mas felizmente suportável enquanto não tivesse foto e se referissem a mim no gênero masculino...

Mais importante que isso nos jornais, porém, era justamente o que eu esperava encontrar - "Aqui esta, duas materias sobre o tal Jacob Allan" - Era impossível não ter receio e ansiedade lendo aquelas matérias, especialmente sabendo que eu teria que encontrá-lo em pessoa. Saber de ataques e vítimas seus não era o mais tranquilizador, mas havia algo que me chamava atenção naquelas notícias. Mesmo na tentativa jornalística de por ele como vilão, o próprio jornal dizia de forma implícita que em momento algum ele atacou a população da ilha, apenas retaliou ao ataque de um clã de caçadores. Bom, não é como se eu ficasse tranquilo com isso, já que eu mesmo era tecnicamente um caçador de recompensas, mas retaliar uma agressão não parecia tão ruim. Além do mais, aquilo parecia ter começado quando ele tentou proteger uma garota, que estava sendo perseguida por possuir habilidades especiais, e isso nem de longe parecia um ponto negativo pra ele. Ao menos sabia que ele parecia ter honra, então atacado após dar a mensagem eu não parecia que seria. Ainda assim, mesmo apenas protegendo e retaliando, eu tinha que ter em mente que se ele havia virado pirata, havia cometido crimes antes, e nada mudava isso.

Mesmo tarde após ler os jornais, o sono custava a vir, pois a preocupação falava mais alto. Felizmente, quando meus olhos finalmente se fecharam, abriram denovo apenas com o raiar do dia seguinte. Sem demorar muito, me arrumava e descia para tomar um café da manhã, com ênfase no café, e possivelmente encontrar meus companheiros lá também. Infelizmente apenas parte deles. Eu pediria um sanduíche simples e café, mas, dessa vez, aproveitando que o horário da manhã tinha um pouco mais de gente e café era mais comum, tentaria aproveitar para encher minha garrafa térmica novamente, além de beber um pouco também, nem que pra isso tivesse que pedir café umas cinco vezes com intervalos. Encontrando Sam e Kai, me juntaria a eles, ou os chamaria para se juntar a mim, e iria direto dar a informação a Sam - Sam, boas notícias. Não vamos precisar mudar o destino para a nossa parte do acordo. Eu fui dar uma olhada nos jornais que não tinha lido, e o tal Jacob Allan foi visto pela última vez indo em direção a Bingo Bingo. Mesmo que ele não esteja mais lá, Bingo Bingo ainda seria nossa melhor pista pelo paradeiro dele, então estamos com sorte! - Dizia, com convicção, e satisfação por aquilo no final sequer nos prejudicar tanto. Parecia até que realmente tudo nos levava a Bingo Bingo.

Após aquilo resolvido, porém, havia algo que eu precisava discutir com eles, especialmente com Sam - Mas, sobre o resgate... Posso expor alguns pensamentos? É só que... Não dá pra tirarmos eles de lá antes de começarem, eles iriam apenas nos expulsar e continuar adiante. Isso significa que nossa única chance seria depois deles começarem o embate com a aranha gigante. Literalmente tirar de lá antes que sejam mortos. Vocês têm noção de que isso significa? No melhor dos casos, vamos ter que correr o risco de chegarmos perigosamente perto daquele monstro, e no pior talvez tenhamos até que a espantar... Eu só... Não sei, queria que houvesse outro modo, queria ouvir o que acham - Diria, claramente com um pouco de medo, mesmo que tivéssemos a ajuda de três pessoas de confiança de Sapphira. Após os ouvir, suspiraria em derrota se concordassem comigo, mas não esperava nada muito diferente. Apos isso, ainda possuia uma pergunta - E, bom, se vamos participar do resgate, acham que devemos ir até Sapphira denovo hoje pra nós prepararmos com o pessoal dela? Ou...? - Dava uma pausa, um pouco descontente - Eu sei lá, só estava com receio de ir lá e ser posto pra fora, ou não ir quando deveria e ter o acordo desfeito... O que acham? - Questionaria, e, se achassem que deveríamos ir, eu não seria contra, e assim faríamos, nos dirigindo mais uma vez à tenebrosa mansão de Sapphira.
OFF:
 

Histórico do Ceji:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyQua 19 Ago 2020, 11:25



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estalagem- 09:00h

Aparentemente o sexto sentido de Akira não havia falhado, o sentimento incomodo com relação à Sapphira não vinha à toa. Com a reviravolta nos planos, o ninja se sente irritado, e com razão, mas seu bom senso fala mais alto, para sua sorte, uma vez que pelo menos eles teriam algum tipo de ajuda. Percebendo que não eram mais bem vindos ali, o grupo sai antes que o mordomo "gentilmente" os escoltasse.

Ultimamente tudo parecia fazer lembrar de Bolton, talvez fosse a aflição de saber que o homem estava indo para uma missão suicida. Mas mesmo assim, a surpresa da matéria fez com que Akira esquecesse um pouco da situação. Tecnicamente ele era famoso, mesmo que não conhecessem seu rosto, sabiam de seus feitos.

Depois de avaliar seu caminho pelo estrelato, Akira acha o que procurava, o infame pirata conhecido como O Touro, que cá entre nós, não parecia ser a melhor companhia para um caçador de recompensas. Mas o jovem não deixava de pensar que alguns fatos descritos ali não pareciam atitudes vis, pelo menos não morreria imediatamente no encontro, uma vez que a mensagem seria do interesse do pirata.

Durante o dejejum, Akira aproveita para encher sua garrafa, o que a garçonete faz de bom grado, apenas cobrando um pouco a mais pela quantidade gasta, totalizando 12.000 Berries em toda a alimentação. Enquanto terminava de comer, ele avista seus companheiros, que se sentam na mesa também.

- Isso é ótimo Akira!! Não, pera... - Ela parecia animada, mas aparentemente, ao pensar melhor sobre a situação em que se meteriam acabava se preocupando um pouco. - Depois me conte mais sobre ele, espero que não seja tão ruim assim, para um pirata.

O assunto se extendia, até que o ninja resolve trazer à tona o elefante na sala, o assunto do resgate. Seus pontos tinham fundamento, e Sam pensava com a mão no queixo, enquanto Kai olhava esperançoso para a janela.

- Eu concordo em esperarmos o ataque iniciar, talvez não o embate com a aranha gigante, mas com as filhas dela. Eles sentiriam um gostinho do que vêm pela frente, e talvez conseguíssemos convencê-los. Sobre Sapphira... Não sei, ela me assusta. - Sam dizia olhando para Akira, mas logo se voltava para Kai, que dava sua opinião.

- Não sou muito bom em lutas, mas sobre a Sapphira, não tem porque voltarmos lá, ela ia expulsar a gente, e outra, ela não mandou esperarmos no caminho para cidadela antes do ataque? - Ele se lembrava do dia anterior.

Então o plano estava traçado, Kai ficaria na estalagem cuidando dos assuntos do grupo, enquanto Sam e Akira iriam até a cidadela com os homens de Sapphira e agiriam no momento oportuno, tudo o que restava era esperar pelo melhor.

POST 05

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 EmptyQua 19 Ago 2020, 17:09

Contagem Regressiva - Parte IV

Mesmo com alguns assuntos não tão agradáveis, eu sinceramente não queria que aquele café da manhã acabasse. Sim, a falta da presença de Bolton era grande; sim, era impossível esquecer aquilo e achabavamos comentando, mas ainda assim era um momento coletivo. Ali, eu podia botar pra fora a preocupação em vez de guardar pra mim, e mesmo que não falaremos nada, saber que não era o único com a cabeça bagunçada daquele jeito causava um alívio... No final, acho que tudo o que eu queria é que pudéssemos aproveitar o tempo que ainda estávamos unidos antes de cada um seguir seu caminho, mas Bolton acabou se separando antes do esperado; apenas esperava que não por mais muito tempo... - "Para de melancolia, ainda vamos ter tempo de nos despedir direito depois que Bolton voltar!" - Me convencia, certamente esperando por aquilo.

Como estávamos juntos, aquela era uma ótima oportunidade de discutir meu outro assunto com Sam. Esperava que aquilo ajudasse a desvirtuar a cabeça, uma vez que ninguém pesava direito com a cabeça cheia. Assim, vendo que o assunto de Sapphira havia se encerrado, conosco decidindo em não retornar lá, voltava a falar com Sam - Bom, sobre nosso outro assunto... - Chamava a atenção, antes de puxar os jornais com as matérias sobre Jacob Allan. Aproveitando um espaço vazio na mesa, posicionava os papéis, e nem precisava procurar já que havia dobrado para as respectivas páginas ficarem na frente - Eu achei essas duas matérias, são tudo que houve sobre eles nos últimos meses. Primeiro um confronto armado com Caçadores de Recompensa, e depois a fuga dele para Bingo Bingo. Não achei nada quanto a saques, roubos, extorsões ou assassinatos, então ou ele faz as coisas dele na surdina, o que eu acho menos provável porque ele não teria virado pirata se soubesse esconder tão bem seus esquemas, ou simplesmente não faz nenhum ataque direto a um bom tempo - Dizia, deixando ela ler as materiais se quisesse, e guardando os jornais depois - Se tudo der certo e ele ainda estiver em Bingo Bingo, então acho que nem será um trabalho tão difícil. Já íamos pra lá, então seria apenas questão de achar ele passar o recado. Ele não parece alguém que atacaria tão fácil.

Após o fim do café da manhã, retornaria ao meu quarto para guardar minhas coisas. Eu sinceramente não sabia o que fazer naquele dia, especialmente sabendo que o resgate seria na madrugada seguinte. Aracne era uma ilha sem muito o que fazer, e a falta de disposição pra procurar algo só piorava aquilo. Antes eu esperava receber instruções de Sapphira quando a floresta, para estão preparado como os seus homens, mas feliz ou infelizmente fui lembrado por Kai que isso não seria possível. Sem outra opção, e sem querer perturbar meus outros companheiros pelo meu próprio problema, lembrava da época que eu ainda não havia saído em viajem, quando acordava logo cedo para correr pela cidade, e treinava em todo tempo que não estava trabalhando pra juntar dinheiro pro dia que finalmente pudesse sair daquela ilha... No final acho que o melhor seria limpar a cabeça me exercitando, só não podia passar dos limites logo hoje. Assim, saia da Estalagem e retornava a costa/praia, onde havia bem menos aranhas, e começaria uma longa corrida.

Ficaria sempre na praia/costa, mas eu sabia que aquele lugar não era 100% seguro de aracnídeos, ainda mais se me distanciasse demais. Daria meia volta e seguiria para o outro lado sempre que percebesse estar me distanciando demais da Estalagem. Vez ou outra reduziria o passo pra uma caminhada, pra retomar o fôlego, mas não demoraria para retomar o ritmo. Aquele não era um dia particularmente quente, mas eu sabia que não precisa de calor pra sobreaquecer com uma corrida prolongada, e por isso ao menos minha jaqueta eu deixava para trás. Felizmente ela não era tão necessária naquela área da ilha, mas infelizmente eu só tinha força mental ficar sem porque tinha uma camisa de manga cumprida embaixo, o que ainda era um pouquinho ruim. Após algum tempo ali, provavelmente pensando mais na corrida, cansaço e talvez suor do que meus problemas futuros, decidiria retornar à Estalagem, sem tanta noção de quando tempo havia passado lá. Independente se estivesse com fome ou não, o cansaço nublava minha mente o bastante para o ignorar, e seguiria para meu quarto para, após trancar a porta, tirar aquela roupa e tomar um belo banho quente para relaxar a musculatura. Ficaria um bom tempo no banho, ao qual, após algum tempo, lentamente iria diminuindo a temperatura até a água morna pra não sair dali com calor.

Após sair do banho que lavava até minha alma, me enrolaria na toalha e iria até minha cama, finalmente aproveitando a chance de me sentar depois da corrida. Infelizmente a essa altura só possuía uma muda de roupa, já que a minha outra havia sido danificada em Baterilla e não me deixava confortável, então não me restava outra escolha além daquela, que eu ainda tinha um pouco de receio de estar com um pouco de suor. Assim ficava só com a toalha mesmo, esperando mais algum tempo pra ter certeza que estava ao menos mais seca. Aproveitaria pra reler novamente as duas matérias sobre o pirata, vendo senão havia nada que tinha deixado passar. Quando a fome finalmente batesse, ou finalmente a percebesse, me vestiria novamente, mas dessa vez sem a camisa e só com a jaqueta, e iria descer novamente até a Taverna para comer algo, uma refeição decente e mais um pouco de café pra alimentar o vício, na esperança de não haver mais muito do dia que tivesse que aguentar.
Histórico do Ceji:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Along Comes A Spider - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Along Comes A Spider
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Ilha Aracne-
Ir para: