One Piece RPG
Hello darkness my old friend... - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Xeque - Mate - Parte 1
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Ceji Hoje à(s) 19:35

» A Ascensão da Justiça!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 17:33

» Wu-HA!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Oni Hoje à(s) 16:47

» Making Wonderful Land a Real Wonder
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:38

» [Mini-Saitoshiba] A Aventura está apenas começando
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Saitoshiba Hoje à(s) 15:45

» Caçadoras Eternas: Pesar Crescente!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Alek Hoje à(s) 15:08

» Cap. 2 - The Enemy Within
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 14:21

» [Mini-Cadmo] Prelúdio
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Kiyomi1 Hoje à(s) 14:08

» [Mini - Moonchild] As a living shadow
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 13:01

» Hey Ya!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 12:06

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 10:50

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 08:54

» Em busca da resistência
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:30

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:09

» I - Vós que entrais, abandonai toda a esperança
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Meursault Hoje à(s) 04:53

» X - Some Kind Of Monster
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:59

» Primeiros Passos
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:09

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:07

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 21:19

» Alejandro Alacran
Hello darkness my old friend... - Página 5 Emptypor Buggy Ontem à(s) 20:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Hello darkness my old friend...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : Hello darkness my old friend... - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 EmptyTer 26 Maio 2020, 19:57

Relembrando a primeira mensagem :

Hello darkness my old friend...

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Sidney Thompson. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Zed
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 18/08/2011

Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 EmptyQua 06 Jan 2021, 00:25

Sidney ouvia com estranheza, observava o circulo giratório e começava a sentir os efeitos na vista. Não soube dizer se estava adormecendo ou ficando cego, mas permaneceu calmo, tentando compreender o fenômeno a sua volta. Estava completamente perdido naquele breu de escuridão, mas ainda conseguia ver, ao menos a iluminação em seus pés. E seus outros sentidos pareciam ainda estarem funcionando, o que o levava a crer que era realmente algum tipo de sonho ou mágica.

Deixou-se guiar pelas palavras e conselhos da velha. Tentou sentir as coisas que não via, a movimentação do próprio vento, os sons, cheiros e sabores. Mas não fechou os olhos, continuou vendo, as marcas no chão que suas pisadas produziam, e qualquer outro fenômeno que fosse visível naquela escuridão.

Não era nada parecido com seu primeiro aprendizado, naquela ocasião tudo fora intuitivo e direto, eram práticas de combate, e que jeito melhor de aprender? Já as viagens aos planos astrais e irreais de Coco não eram tão simples, não imaginava que fosse realmente entender tudo o que precisava no decorrer de uma semana ou duas, já imaginava que pudesse gastar alguns meses ali, o que não era tão diferente dos planos que tinha em mente, e não se importaria em voltar toda noite até aquele barco para ter sessões como aquela até ter o domínio que necessitava.

Pelos meses que se seguissem, Sidney usaria suas noites para ficar a bordo do estranho navio de Coco, com suas sessões privadas de treino, mas também para extrair da senhora sua sabedoria e vivencia dos eventos do mar além. Tentaria descobrir tudo o que precisaria para seguir até o novo mundo, afinal, em suas próprias palavras: - Eu vim até a Grand Line sem saber de nada, aí logo na entrada me falaram que a gente ia ter que subir uma cachoeira que subia por uma montanha.... Então se eu tiver que tomar uma rota aloprada dessas, seria bom saber com antecedência... Sabe como é. – Não só sobre a rota de entrada, mas também queria ouvir genuínas histórias sobre o que veria por lá, o que era tão atrativo para tantos navegantes. Seria bom ouvir do restante dos tripulantes o que eles próprios podiam dizer, mas apenas caso conseguisse aprender aquele idioma que falavam, o que passou a ser um pequeno hobby.

Ao amanhecer provavelmente estaria dormindo, era preguiçoso quando podia e gostava de acordar só na hora do almoço, e costumava comer em tavernas e bares, normalmente levando suas acompanhantes ou mais raramente algum de seus subordinados visto que não queria gastar o seu dinheiro pagando os luxos de marmanjos (Álcool e drogas não luxos já que considerava essenciais para uma viagem, e quanto a isso não haveria reclamação.)

Gastou seu tempo conhecendo a cidade, explorando os estabelecimentos, encontrando as pessoas que deviam ter destaque no cenário local, queria fazer conexões e contatos por ali. Era um grande farol para a pirataria, e queria ir conhecendo aspirantes de potencial, que poderia recrutar para seu grupo, como fizera com a dupla de músicos e pretendia fazer muito mais, carpinteiros, médicos ou apenas bons combatentes, em especial aqueles que já tivessem barcos e acompanhantes. Quanto maiores os números maiores as chances de encontrar alguém capaz de superar suas expectativas, que eram bem baixas.

Tentou chamar sua dose de atenção pela ilha, não pelos assassinatos em massa, como costumava fazer, mas por dar seguimento à ideia de seu bar móvel. Precisaria de alguma reforma... Talvez até mais apropriadamente fosse construir um projeto do zero, um barco que realmente fosse capaz de ter um largo espaço para qualquer visitante do porto subir a bordo, comer, beber, conversar, usar diferentes tipos de substancias que faria muita questão de procurar e diversificar, e não mais importante, ser atendido por moças belas vestida com uniformes sensuais.

Uma demanda longa provavelmente, precisaria de dinheiro para arcar com os custos, recrutar profissionais para projetar as roupas, decoração, mobília e outros pormenores. Recrutar mais atendentes para servir aos clientes, e quando tudo estivesse pronto, administrar as finanças, garantir que a tripulação não consumisse com todo o estoque e que houvesse uma clientela. A parte que preocupava Thompson mais que as outras eram as finanças, que embora tivesse seu bom estoque, não pareciam nem pertos do suficiente para grandes viagens que planejava fazer, principalmente se planejasse pagar ao invés de saquear. Para custear suas expedições, e aproveitar para se divertir e explorar, acho que seria uma boa ideia investir tempo procurando por tesouros. Reunindo mapas que pudessem “discretamente roubáveis” ou que fossem entregues de malgrado por outros piratas mais fracos.

Boa parte das tarefas mais simplórias iria delegar aos seus subordinados, antigos ou novos, eram oportunidades de ver os que eram realmente mais eficientes e traziam melhores resultados, seriam candidatos a posições de destaque e liderança na pequena pirâmide que planejava montar, mas antes de decidir quais seriam seus generais e capitães, precisa também saber quais seriam leais e quais eram espiões ou infiltrados esperando o momento mais propício para fazer seu ataque ou revolta.

Investiria seu longo e precioso tempo, supervisionando e montando aquela base de piratas que seriam seus serviçais nos perigos mais adiante, não faria amizade nem desenvolveria grande afeto por ninguém, não podia humanizar seus lacaios, ou talvez simplesmente não conseguisse. Afinal ele não queria pessoas a bordo, queria maquinas que fossem eficientes e estivessem em sintonia que realizasse seus desejos e servisse ao seu proposito e fosse capaz de agir com independência e propósito mesmo sem a presença constante de seu capitão. E esta grande maquina seria empacotada em um bar-navio, e seria preciosa, defendida e carregada por todos os mares e ilhas a frente, mesmo que para a simples construção fossem necessários dois longos anos de sua vida.


OFF: Pode pular pra minha festa de 18, agora sou de maior e posso ser preso.




Historico:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : Hello darkness my old friend... - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 EmptyQui 07 Jan 2021, 16:00




Hello darkness my old friend...

Mock Town (Jaya) - 25º - Noite



Os dois anos de treinamento intensivo foram bem árduos. Sofrimentos, perdas, angústias e ansiedades pairaram pela cabine em que Sidney e a Velha Coco se dispunham a desenvolver ainda mais a “observação ilimitada”, como intitulava a idosa. O progresso também era muito visível, além de habilidades que se desenvolveram a certos níveis que faziam Sid se sentir diferente a cada semana.

- Você tem um potencial imenso, garoto. – Coco comentava em uma noite de treino ou outra. A tripulação dela ficava cada vez mais próxima de Sid, porém eles pareciam não querer se envolver com o que estava acontecendo. A tripulação do jovem pirata também parecia se distribuir, conquistar e se dividir. Eles evoluíam junto com seu capitão, porém não tanto quanto o próprio.

Era fato que a cada mês ele sentia que suas habilidades estavam mais naturais, e era até engraçado lembrar das primeiras semanas em que o esforço para realizar ações simples era imenso. – Atenção! Foco! – A velha orientava. Sid sentia muita dificuldade no início, porém conforme os empecilhos iam se aglomerando ele também construía capacidades para superá-los.

Era curioso o apresso e esforço que Sidney delegava às tarefas que ele precisava realizar caso quisesse que o plano do barco móvel fosse posto em prática. Não obstante ele também indicava que queria criar laços importantes, ou pelo menos contatos profissionais na ilha. Destes a maioria relutava em entrar em mais uma tripulação pirata, não por conta do crime em si, mas sim por suas tarefas serem feitas com mais praticidade em terra firme. Alguns até aceitavam, mas desistiam de última hora, outros... bem, odiavam esta vida, mas não conseguiam sair, logo aceitavam com angústia. Havia alguns que estavam só pelo dinheiro, o que era mais simples, e haviam outros que queriam dar uma diversificada em sua vida.

No fim das contas o pirata e futuro dono de um bar-restaurante móvel tinha uma pequena tripulação de novos subordinados, todos de cara limpa e prontos para serviço. Ele também conseguira um excelente contato para a embarcação, que após meses de serviço lhe deu uma resposta maios do que suficiente perante o que ele procurava. – Me dê alguns dias e consigo alguma coisa pra você trabalhar..., mas não vai ser nem um pouco barato. – Era um pirata que aparentava ser experiente. Era conhecido por muitos dos tripulantes que Sidney contratou como funcionários do barco. – É o Narhut! Trabalhava para a base de reforma de navios da marinha a muitos anos atrás. - É um maluco que ama dinheiro mais do que qualquer um.

Ele conseguia também direções por mapas velhos e sujos, a maioria aos pedaços, que levavam a locais desejados por piratas menores. Ele era recebido à socos e se despedia com sangue inimigo. Conseguiu três mapas distintos, com pequenas similaridades, mas eram distantes o suficiente para não serem localizados em Jaya.

O fim do treinamento se aproximava, o último dia era marcado alguns dias após o garoto, ou melhor, o jovem adulto completar seus dezoito anos.

Fora do navio da Coco, que tinha o nome de Boca do Pântano, ele tinha novidades a cada dia. Seus projetos eram desenvolvidos e ações para crescer e tornar o objetivo realidade eram tomadas. Por meses seus esforços, e também os de seus tripulantes, foram grandes em se fazerem notáveis em Mock Town. Pequenos roubos, alguns contrabandos, trabalhos para o mercado negro e até mesmo influências sinistras. Ganhos desonestos e perdas lamentáveis. Era uma montanha russa a cada semana naquela cidade, ele nunca sabia quando seria sua próxima bonança assim como não sabia quando seria seu próprio decesso. – Interessante, conseguimos arrecadar uma graninha gorda, seu Sid. – Um dos tripulantes comentou, guardando o dinheiro em um local combinado. – Também conseguimos alguns malucos que toparam trabalhar no barco. – Ele apontava para quatro ou cinco, duas mulheres entre eles. – Mas parece que ainda falta algumas coisas... Huh. Que chato.

Dois anos de muitas mudanças aconteceram. Eles pareciam preparar algo especial para Sid. Uma festa. – Aeee! – Comemoravam em uníssono os dezoito anos de vida do rapaz. Era algo animado, fazia a noite no porto de Loguetown bem diferente. Eles preparavam e organizaram para que houvesse muita comida, bebida e mulheres. Alguns rapazes aqui e ali, mas a maioria eram mulheres. Inclusive alguns membros da tripulação da Dama Vermelha apareceram, como Ahab e Noverl. Eles se divertiram, Ahab e Sidney disputaram na queda de braço, ao qual o javali venceu, e também apostaram quem bebe mais, ao qual Sid venceu de Noverl, que caiu do barco completamente bêbado.

O porto parecia vazio naquela noite, o que seria normal, mas o barco de Coco estava ali. “O último dia.” Comentou a velha, ela se preparava para partir no próximo amanhecer.




+ 630 mil berries
+ 7 Funcionários (Civil lv.1)
+ Treinamento de Haki da Observação

- 290 mil berries

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - 9C7079

NARRAÇÃO - XI
☠

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 44
Warn : Hello darkness my old friend... - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 25
Localização : Chaos

Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 EmptySeg 11 Jan 2021, 15:32

O tempo voou e rapidamente dois anos se passavam. O treino com a velha tinha rendido seus resultados e agora ele sabia ao menos o básico daquele novo truque, o Haki da Observação. Ainda não tinha completo domínio, mas já notava as estranhezas que sentia de tempos em tempos, as vezes até de forma instintiva e não desejada. Por outro lado, não ouviu tanto quanto gostaria sobre o novo mundo. Nem mesmo chegou a ter uma plena ideia de como o faria. Mas deixou a ideia dormir, por mais que a ajuda da velha fosse ser útil, não era completamente necessária.

Seu grupo aumentou discretamente com o tempo, poucos aparentaram ser adequados ou empolgantes o suficiente para receber o convite e mesmo aqueles que receberam com o tempo se mostram abaixo das mais baixas de suas expectativas. – Só isso? – Ficou olhando deprimidamente para a “graninha gorda”, mas não viu muita gordura naquela pequeneza. – Bom, pelo menos vocês conseguiram alguma coisa.... Parabéns, podem tomar UMA cervejinha e das mais baratas por minha conta. – Dando um joinha com o dedão foi logo dispensando o mensageiro.

Mesmo a festa de seu décimo oitavo aniversário pareceu bem decepcionante. Alguns bêbados e gostosinhas, bebida... Simplesmente o esperado, nada de surpreendente ou realmente chamativo. Mesmo vencer Noverl na competição de bebida teve um gosto amargo, que não era de cerveja. – Eu realmente esperava mais de vocês pessoal... Cadê as strippers? Onde estão as carreiras de metro de cocaína?.... Não tá tendo nem body shot... – Suspirando em tédio e desgosto resolveu só se afastar um pouco. Sair do barco, ficar em uma esquina sozinho com uma garrafa de whisky e fumando um cigarro, sentando em um caixote de madeira em um canto escuro.

Olhava desanimadamente os mapas de tesouro que não pareciam ser em nenhum lugar próximo, mas tentava analisar aonde ficavam, fosse pela paisagem da ilha, alguma escrita no próprio mapa. Em ultimo caso poderia ir procurar informações em tavernas ou com especialistas antes de partir. Mas que precisavam partir era algo certo, aquela ilha começava a sugar seu ânimo nos últimos tempos, e pensou que era hora de seguir com sua viagem. “Eu definitivamente não acho que o pessoal está pronto pro novo mundo. Eu sei que eu sim, mas eles ainda são um caso perdido.” Precisava dar um jeito de conduzir seus soldados sem que eles fossem exterminados no caminho, e ficar como uma babá vigilante não era uma opção. “Um pouco de prática talvez, um perigo controlado pra fazê-los crescerem?” Imaginou consigo mesmo. – Ou matar eles no processo... Mas e de qualquer forma, já sabe como ir ao novo mundo? Aproveita e cobra o Orelha. Se quiser confirmar com a velha é bom, mas não precisa depender só dela. – E para variar Jamal tinha um bom conselho, que deixou Sidney pasmo.

- Boa... – Sem se mover do canto escuro e triste, manifestou seu clone de sombra e deu a ordem. – Só traga o Orelhudo pra cá. – Imaginava que só fosse coloca-lo no ombro, ou que ele não resistiria muito ao chamado. – Então Orelhudo, conta o que foi que andaram fazendo nos últimos anos, voltaram pro Novo Mundo? – Estava curioso em ouvir as novas e qualquer noticia que Coco não dera. – Sem querer ser invasivo nem nada do tipo, mas que rota que vocês usam... Ou que pelo menos costumam usar pra chegar até lá? – Era o que realmente queria perguntar, mas aguardaria o momento apropriado para fazê-la após algumas historias.


Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : Hello darkness my old friend... - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 EmptyTer 12 Jan 2021, 20:19




Hello darkness my old friend...

Mock Town (Jaya) - 25º - Noite



A vida do jovem adulto era refletida em várias formas, prazeres e gostos. Simples comemorações não agradavam o pirata que apenas se afastava de sua tripulação, que aproveitava cada instante da festança. Bebida já preparada e algumas mulheres se jogavam na farra enquanto o capitão reservava sua mente para assuntos futuros. Sid tinha um mapa e também tinha uma vontade, mas algumas coisas o impediam de fazê-lo agora.

O mapa, primeiramente, tinha inscrições que apreciam ser antigas, não por grafia, mas sim por idade. Era de um tempo distante onde os locais indicados pareciam não existir mais. Um crânio gigante era desenhado sobre o mapa e alguns outros desenhos brutos. Pareciam dinossauros? Poderia ser infantil, mas os mapas se conectavam de um jeito ou de outro em ângulos e rotações diferentes, todos formavam uma ilha como um todo: Little Garden.

Noverl se aproximava após o chamado. Ele parecia já esperar que aquilo iria acontecer pois vinha de forma simples e descontraída. Um caneco de cerveja em uma mão e um envelope gordo em outra. – Diz aí, idoso, o que tu manda agora? – Ele perguntou. O sorriso indomável não saía de seu rosto como a dois anos atrás. – Então a ideia do Novo Mundo não saiu de sua cabeça? – Sorriu. – Tivemos algumas aventuras legais lá. Conhecemos um pirata perigoso até. Heheh. – Ele puxava um barril qualquer despejado no porto, dava um longo gole na cerveja e voltava a falar. – Você tem dois caminhos: ir pela Red Line ou ir por debaixo da Red Line. – O dedo apontava para entre os olhos de Sidney. – É uma aventura e tanto. Huhuhehh.

O mar estava tranquilo, a maré ia e vinha com paz e a ilha parecia silenciosa. O sussurrar do vento acompanhava as palavras de Noverl, que tomava mais um gole da cerveja. O barco de Coco também estava no porto no mesmo lugar de antes, porém este se preparava para sair, as velas levantadas e algumas pessoas carregando caixas e barris para dentro dele. A festa na embarcação de Sidney continuava com pompa. Ahab carregava duas mulheres nos braços como se não fosse nada, ele gargalhava com aquilo. – A Dama planeja voltar lá mais uma vez, a última antes de parar com tudo... – Pela primeira vez Noverl estava sério. Ele jogava o caneco no chão e abria o envelope, que tinha várias cartas dentro. Ele relutava em lê-las, relutava até mesmo em abri-las, mas por fim o fazia. – Ela já perdeu muita coisa nisso tudo e acho que vai perder ainda mais nessa última viagem. – O semblante passava desde a raiva e ódio até a calma e tranquilidade. Parecia falar como se também estivesse íntimo de tudo aquilo que o envolvia e permeiava. Sid, Ahab, a Dama, Duque, Coco... eram todos soldados em um campo de batalha longínquo. As palavras pareciam sair de sua boca com tanto sentimento que ele parecia se arrepender de dizê-las. – Enfim, a viagem é boa pra caramba! Você vai gostar de visitar a ilha de baixo d’água! Tem um pessoal diferente lá e eles são muito gente fina. – Sorriu, ele voltava a abrir o semblante em alegria. – Só tome cuidado com os territórios dos imperadores, huh, eles não gostam quando garotos enxeridos colocam o nariz onde não foram chamados. Huhuhuhahahahahah! – A gargalhada era alta.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - FF0000

NARRAÇÃO - XI
☠

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Hello darkness my old friend...   Hello darkness my old friend... - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hello darkness my old friend...
Voltar ao Topo 
Página 5 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Utopia-
Ir para: