One Piece RPG
Stairway to Heaven - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» VIII - The Unforgiven
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:06

» Vol 1 - The Soul's Desires
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 19:55

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Dante Hoje à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Makei Hoje à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Makei Hoje à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Makei Hoje à(s) 19:15

» A primeira conquista
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Rangi Hoje à(s) 18:19

» A Ascensão da Justiça!
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 16:26

» JupaCity Adventures
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor BigDraon Hoje à(s) 16:01

» Mini-PuppetDragon JupaCity
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor BigDraon Hoje à(s) 15:58

» The Hero Rises!
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Achiles Hoje à(s) 15:30

» [M.E.P] Koji
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 15:29

» A inconsistência do Mágico
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 15:27

» [MINI-Koji] Anjo caído
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 15:27

» Pirata ? quer se juntar a 2º Frota do Pandemônio ?
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 13:25

» Seagull Newspaper - Tragédia
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 13:22

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 13:01

» Meu nome é Mike Brigss
Stairway to Heaven - Página 2 Emptypor Shiro Hoje à(s) 11:59



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Stairway to Heaven

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyDom 03 Maio 2020, 15:06

Relembrando a primeira mensagem :

Stairway to Heaven

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) revolucionários Tidus Belmont, Frisk Dreemurr e Helves. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ryoma
Super Nova
Super Nova


Data de inscrição : 04/06/2011

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyTer 12 Maio 2020, 20:58

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Observar a sirena tão feliz daquele jeito acalmava o coração de Helves, sentindo que aos poucos sua companheira estava relaxando na situação atual que as duas viviam. "Espero que todos saiam bem desse lugar, mas somente depois de terminarmos de entender os experimentos que esses monstros fizeram." Parecia até estranho ter aqueles momentos tranquilos enquanto resolvia uma missão com conteúdo tão horrível como aquele. Experimentos em celestiais, além de envolver Frisk, também tinha algo com Andrew e uma tal de Madeleine. "Vou ter que pesquisar melhor sobre essas coisas, quero entender tudo, só não posso arriscar a segurança de todos... Terei cuidado, é o certo." A vontade de explodir tudo permanecia ali, como se fosse algo bem simples de ser feito. Os poderes tinham mudado a celestial, estava um pouco mais confiante em sua força e no que poderia fazer com tudo isto. Ainda não sentia estar perto do nível de poder que a Seasons tinha, só que parecia se aproximar conforme andava perto de todos eles. Era como se observar de perto as ações de seus superiores fosse uma aula, evoluindo em uma velocidade anormal ao lado deles.

As duas seguiam andando pela região, encontrando tudo que já havia sido observado anteriormente por Helves. "Nada de estranho... É, acho que meu tempo está acabando. Preciso fazer algo enquanto ninguém está querendo me matar." Ainda existia algo a ser feito, mas focar na missão e em sua evolução parecia melhor do que simplesmente andar por aí sem encontrar nada. – Ter uma aula sua? É claro que vou aceitar. – falava com um sorriso, seguindo sua companheira sem se importar tanto com o restante das coisas por hora. Aprender coisas esteve sempre em seus objetivos, principalmente algo que Aya pudesse ensinar. "Kami-e? Não sei se conheço..." Inicialmente ela estava um pouco preocupada com a situação. Segurava aquela adaga com um olhar confuso, sabia como usar aquele tipo de arma, mas era estranho atacar sua amada daquele jeito. Confiar na sirena pareceu a melhor opção aos olhos da pirata, resolvendo simplesmente realizar uma estocada com a adaga sem colocar muita força ou velocidade no golpe.

Os movimentos de Aya se mostravam suaves, ela realizava uma esquiva tão absurda que nem mesmo parecia real para Helves. "Papel? Então era isso..." Era óbvio de onde aquilo tinha surgido. De todos os agentes que a garota já enfrentou, alguns dos mais poderosos tinam poderes parecidos. Até mesmo a comodoro Amber conseguia realizar movimentos daquele tipo, isso só mostrava o quão complicado tinha sido o treinamento da sereia. – Isso... – murmurava, recuando um pouco a adaga e entregando esta de volta para sua companheira. – Fiquei mesmo pra trás, foquei tanto em avançar que esqueci de treinar. – comentava um pouco desapontada consigo mesma. – Ao menos tenho você, posso finalmente aprender isso. – por um momento ela desviava o olhar, observando suas próprias mãos, pensando no quanto poderia ter aprendido se tivesse dado espaço aos superiores. Sentir-se forte e melhor do que os outros não era o estilo dela, mas até mesmo Helves se achava superior depois de tudo que passou.
Aprendizado: Kami-e
Agora que o treinamento estava ali para ser feito não restava muito a se preocupar, Helves respirava fundo e voltava seu olhar para Aya. – Podemos começar? – questionaria, relaxando o corpo, além de checar bem os arredores antes de deixar de prestar atenção no resto e manter o foco completo nos ensinamentos da sirena. Como de costume quando se vai aprender algo, Helves estaria atenta para escutar todas as instruções que sua professora pudesse dar. "É uma habilidade defensiva, não entendo ela completamente... Apenas me parece boa para evitar ataques e isso será importante quando não puder usar minha magia." Mover-se como um papel, parecia até estranho ter seu corpo fazendo este tipo de movimento, mas depois de ver como Aya teve sucesso em executar aquilo não existia qualquer dúvida de que teria sucesso na cabeça da celestial. O foco total no aprendizado duraria o tempo necessário, ficando ali até ter dominado o poder ao ponto de usar este sem problemas para uma iniciante, buscando aprender todos os detalhes e reproduzir a técnica sempre que fosse preciso. Poderia demorar, seria complicado, mas ao menos depois de tudo aquilo a jovem pirata se imaginava mais preparada para tudo que encontraria na mansão de Andrew e também o restante da missão.


Histórico:
 
Informações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyTer 12 Maio 2020, 23:48


Stairway to Heaven

Uma conversa bem estranha - para dizer o mínimo - tinha inicio entre Frisk e a mulher misteriosa. - “Então esse tipo de coisa aconteceu com Frisk?” - Por mais que estivéssemos juntos a muito tempo ali me tocava que não sabíamos muito um sobre o outro, na verdade acho que nunca tivemos muito tempo para conversar sobre família ou passado, estávamos sempre focados no trabalho, trabalho e mais trabalho! Ao ponto de utilizarmos os poucos intervalos que tínhamos entre uma missão e outra para descansar ou treinar. - “No fim acho que realmente terminei como ele.” - Um sorriso fraco se formou em meu rosto, no passado havia criticado meu pai por fazer a exata mesma coisa, colocar o trabalho acima de todo o resto, hipocrisia? Talvez, mas também podia ser chamado de amadurecimento, quem sabe? Novamente; talvez, talvez eu estivesse apenas procurando uma desculpa.

Durante a conversa algo me chamou a atenção, um nome para ser mais específico. - “Espera, piratas a mando de Marshall?” - Arregalei os olhos e levei uma das mãos até o queixo, Marshall… Esse tempo todo aquele sujeito estava ligado ao sequestro dos celestiais? Horace e Marshall estavam trabalhando juntos todo esse tempo? Ou pelo menos o fizeram em algum momento no passado? Se sim… Por que ele entregaria o cientista? - Merda… - Murmurei comigo mesmo, todo esse tempo estivemos olhando na direção errada.

Enquanto refletia sobre a possibilidade de termos caído em uma armadilha, Ivnya se aproximou apresentando-se apropriadamente. - O prazer é todo meu. srt. Ivnya. - Esbocei um leve sorriso assentindo a cabeça. - Eu sou Jecht, mas acho que você pode me chamar de Tidus. - Deixei escapar um riso. - Agradeço o convite e ficaria honrado em aceitá-lo. - Me levantei e olhei na direção de Frisk, apontando na direção da mulher com a cabeça. - Temos de levar Missu para um lugar aquecido. - Aproveitaria a deixa e guardaria o Flame Dial novamente em meu bolso e pegaria Missu nos braços, deixando meu sobretudo sobre seu corpo. - Mostre o caminho.

Chegando a residência da jovem mulher a primeira coisa que faria seria levar a garota para o leito onde pudesse descansar, novamente pegaria o Dial e o colocaria acesso em um local seguro, regulando a intensidade para que a temperatura não ficasse alta demais. - Não se incomode, você já ofereceu mais do que o suficiente. - Puxaria uma cadeira e me sentaria à mesa. - Eu tenho apenas uma pergunta, Srta. Ivnya, você sabe algo sobre um cientista chamado Horace? Se ele tem algum amigo ou aliado nesse lugar? - Removi o chapéu e o coloquei sobre o colo. - Vou ser direto com você, estamos aqui exatamente para investigar o sequestro de crianças que aconteceu no passado e que ainda pode estar acontecendo nos dias atuais. Temos evidências de que Horace estava sequestrando crianças e os utilizando em um experimento chamado de Lost Children. E pelo o que nos disse antes, Marshall também deve estar envolvido. - Levei a mão direita até o rosto, respirando profundamente. - Frisk. - Baixei a mão, parando-a no queixo. - É possível que Marshall tenha armado para nós, se ele realmente estava trabalhando com Horace todo esse tempo, então fomos vendidos. - Era uma possibilidade bem palpável a essa altura, as pistas apontavam para essa aliança, contudo ainda não sabíamos se ela perdurava até os dias atuais. - É claro que ainda existem outras possibilidades, Marshall pode estar querendo vingança ou quem sabe esteja planejando trair Horace, o fato é que ele nos escondeu essa informação e não podemos mais tratá-lo com neutralidade. - As coisas só iam se complicando cada vez mais e mais, confiar naquele pirata tão facilmente havia sido um erro desde o começo, mas agora esse erro parecia ainda maior.

De qualquer forma ainda tínhamos de aguardar a recuperação de Missu, por hora tudo que podíamos fazer era confiar em Helves e Aya. - Aaarg, mas por hora vamos esperar, ainda não temos pistas de por onde começar. Você deveria ficar com ela. - Olharia na direção do jovem celestial indicando que deveria fazer companhia a sua amiga. - Eu vou ficar de guarda, então pode descansar se quiser. - Dito isso me levantaria e carregaria a cadeira até próximo a parede mais próxima da porta e me sentaria, como se estivesse montando uma tocaia, manteria meu haki da observação totalmente atendo as redondezas, se Marshall fosse realmente um inimigo nossa atenção tinha de ser redobrada, deste modo se notasse alguma aproximação hostil em direção a residência onde estávamos tentaria avisar Frisk de um possível ataque inimigo, aguardando que como resposta o garoto abrisse uma porta para sua dimensão de bolso, nesse momento correria na direção de Ivnya com Soru, lhe agarraria e correria para dentro da dimensão de bolso, se a deixássemos ali provavelmente seria pior para ela.



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 29
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 20

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyQui 14 Maio 2020, 01:03



STAIRWAY TO HEAVEN

A conversa com Ivnya seguia, e pela primeira vez eu tive a chance de ouvir diretamente um pouquinho mais sobre o meu passado. Infelizmente, não foi nenhuma história feliz de quando eu era mais novo e brincava por aí, e sim de quando tudo realmente começou: um ataque pirata que resultou no sequestro de muitas crianças da ilha. Mas a essa altura, eu já sabia muito bem da motivação por trás de tudo aquilo. A surpresa veio quando ela citou o nome de Marshall, e eu imediatamente troquei olhares com Tidus-san ao perceber como aquilo mudava as coisas. Agora, ele não era mais só um aspirante a sultão com um gosto estranho por corujas mecânicas - Marshall já tinha trabalhado junto de Horace, e sequestrado aquelas crianças.

"Pelo menos a gente tem mais um motivo pra chutar a bunda dele agora, fora ser chato pra caramba." – eu não sei se concordava que ser chato era motivo pra levar uma surra, mas ao menos nesse caso, Chara tinha razão. Eu já não tinha ido muito com a cara dele quando o encontrei antes, e agora é que não me faltava razão pra odiá-lo. Depois disso, então, nós acabamos seguindo Ivnya até a sua casa, onde Missu poderia descansar um pouquinho melhor. O lugar era...acabado, eu acho. Dava pra notar só de olhar que a situação dela não era das melhores, e eu me senti um pouco mal quando tudo que ela pôde nos oferecer foram dois pães. Fiz uma nota mental para lembrar de lhe deixar algum dinheiro antes de irmos.

Uma vez que Missu estivesse deitada e descansando, eu me sentaria junto com o restante do pessoal, e escutaria Tidus-san falar e fazer as perguntas que precisasse. Como já era de se esperar, o objetivo era tentar descobrir mais alguma coisa sobre o Horace. Eu honestamente não tinha tantas esperanças de encontrar alguma pista por ali, mas depois de ouvir sobre Marshall, talvez Ivnya também soubesse dizer alguma coisa sobre o cientista misterioso. Além disso, o Duque Azul também tocou num ponto interessante: a possibilidade de Marshall ter armado pra gente. – Com ou sem armadilha, o fato dele ter feito o que fez é mais que o suficiente pra eu não confiar nem um pouco nele. Se bem que, se eu tivesse de escolher, preferia que ele estivesse contra o Horace, e não contra a gente. Quanto menos dor de cabeça melhor. – suspirei. Essa primeira visita à ilha dos céus estava conturbada até demais.

Terminada a conversa, eu seguiria o conselho de Tidus-san, e iria até o quarto de Missu pra ficar ao seu lado até que acordasse. Antes de ir, pegaria um dos pães, partindo-o em dois pedaços: o primeiro eu deixaria pra ela comer quando acordasse, e no segundo, daria uma mordida, oferecendo um pedacinho a Banchou também. – Ela vai ficar bem, amigão. Só tem que descansar um pouquinho. – e assim, junto do grande e peludo cachorro, eu ficaria sentado ao lado da cama dela, pra lhe fazer companhia. Podia ser numa cadeira ou até mesmo no chão, desde que eu conseguisse ficar de olho em Missu, pra caso ela precisasse de alguma coisa. E por hora, só restava esperar. A batalha de verdade ainda estava pra começar.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Gracias Sr. Volker pelo Tutorial

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 64
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptySab 16 Maio 2020, 15:04

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Heaven Season

#3





~ Tidus e Frisk~

Já dentro da humilde residência, Frisk e Tidus sentavam-se a mesa junto de Ivnya. Tidus era o primeiro que iniciava a conversa, falava sobre as reais intenções deles ali e ao mesmo tempo a relação de Horace e Marshall com isso tudo. A moça pegava algumas xícaras de chá e servia aos convidados, sentava-se e trançava os dedos na porcelana trincada, sentindo o calor daquela bebida a aquecer. - Infelizmente não posso te ajudar muito com isso. Nunca ouvi falar desse tal Horace, e desse "Lost Children". O que eu sei, de fato, é que um grupo de piratas atacou a nossa ilha, sob a bandeira desse tal Marshall. Não sabemos como eles conseguiram subir até o céu, mas depois deles, mais pessoas começaram a chegar até Stanford. Então, um tal de Governo Mundial prometeu proteção e prosperidade para nós, já que piratas haviam violado a nossa paz, eles pareciam querer recompensar de alguma forma.

- Andrew não assume isso, mas acho que existem acordos de troca entre esse Governo Mundial e ele, só isso pode explicar como essa ilha progrediu tanto em pouco tempo. De fato, quando fomos atacados, não sabíamos muito sobre lutas, ou armas, vivíamos de forma pacífica, quase como um vilarejo, e por isso nunca pensaríamos que pessoas tão fortes poderiam atacar Aluminia. Na verdade, esse era o nome dela. Depois, Andrew foi eleito como chefe, por conseguir conversar com o tal Governo Mundial. Então, em coisa de 5 anos essa ilha mudou 100%, riquezas apareceram, os Dials começaram a ser parte de uma indústria, outras pessoas ficaram muito ricas como Sulivan, mas uma boa parte das pessoas foi marginalizada, como vocês podem ver.

- Nunca encontramos nada que incriminasse Andrew, e bem, quando tentamos foi no mínimo...constrangedor. Uma vez, invadiram a mansão dele em busca de pistas sobre o sequestro, mas encontramos somente a filha dele. Eu nunca vi uma criança tão angelical, mas que me desse tanta pena. Uma criança, deitada em sua cama, claramente doente, mas que parecia ficar feliz de ver que havia mais pessoas na casa, mesmo que eles não estivessem ali para serem amigos. Quando perguntado sobre isso, o prefeito só explicou que sua filha, Madeleine, sofre de uma doença rara e sua imunidade é muito fraca, por isso ela vive isolada na mansão. Para evitar novos ataques, ele levantou a sua mansão, e ela flutua através da tecnologia dos Dials. Além disso, buscando prevenir que fôssemos capturados em outro ataque, ele implementou a cultura de usarmos as roupas "da terra firme" e escondermos nossas asas.


A anfitriã se levantava e pegava mais água quente, colocando-a numa bacia e colocando alguns panos ali dentro. - Vou cuidar da menina também. Nisso, ela e Frisk iam para o pequeno quarto, levando duas cadeiras da sala, o Anjo Caído levava um pedaço de pão para a amiga, enquanto que após mordiscar a outra metade, oferecia-a a Bancho, que abocanhava toda a metade em uma só mordida(inocente). - Teu bichinho é uma graça, o que é ele? Perguntava Invya pegando um pano e colocando-o sobre a testa de Missu, verificando a temperatura do corpo dela e vendo que começava a ficar mais aquecida. Frisk começava a sentir o cansaço da aventura, seus olhos começavam a pesar e ele já sentia o sono ameaçar. - Pode dormir se quiser.

Enquanto isso, o sub-general ficava de guarda, e ao olhar pela janela poderia ver que já era noite, uma lua cheia, que parecia bem maior do que olhada lá de baixo, estampava o céu e ao contrário de seus instintos, tudo ali parecia calmo, mas agora ele sabia por que estavam ali e mais uma peça do quebra-cabeça era encaixada.

~ Helves & Aya ~

Aprendizado Rokushiki

Ao ver Helves avançar contra si, o corpo da sirena simplesmente desviada daquela faca em um movimento quase imaginário, parecia que a faca deslizava para a direção em que não havia nada, mas a revolucionária tinha certeza que tinha avançado contra ela de forma correta, ou seja, não fora um erro seu, de fato seu corpo havia "desviado no ar" como se fosse um papel caindo do alto.

- Viu? É tipo assim..o golpe vem e você faz "swoosh" com o seu corpo, depois "vap", e volta ao normal. O tom da Sirena era de naturalidade, de certa forma ela parecia até se divertir explicando aquilo, já que usava até as mãos para tentar ilustrar o que queria dizer com aquelas onomatopeias. - É como..dançar! Você dança de acordo com o ar! Ela então segurava na mão de Helves e puxava-a para dançar, começava a movimentar o corpo de um lado para o outro, de forma ritmado, e de certa forma ia mostrando uma espécie de padrão.

O corpo de Helves começava a ficar um pouco mais mole e "flexível" com aqueles movimentos, e na sequencia ela ia mostrando como tal prática podia permitir que se esquivasse de alguns golpes.

O tempo passava, a tarde tinha sido gasta naquele treinamento e a noite já dava sinais de estar chegando, então, para testar o resultado daquela aula, a Sirena subitamente pegava a adaga e em surpresa avançava contra a pirata buscando acertá-la na lateral do corpo. Quase que involuntariamente, Helves sentia seu corpo indo para o lado, de uma forma suave que não conseguia explicar se não fosse pelo papel. - Viu, você aprendeu!

~ Fim do Aprendizado ~

A noite já dava seus sinais e junto dela uma linda lua cheia tomava o céu, as estrelas começavam a dar a cara e a Sirena por um momento parava para observar aquele espetáculo. - Que lindo. Dizia ela guardando a arma e a ocarina, em seguida colocava uma mão sobre a outra e continuava a olhar o corpo celeste. - Esse seria um ótimo lugar para visitar se não estivéssemos em guerra, não é ? Será que as estrelas ficam mais perto daqui? Então, ela acabava por dar uma leve risada, cobrindo a boca como um ato de charme.

Nisso, ela virava para olhar Helves, e seu rosto era iluminado pela lua, formando uma paisagem belíssima, quase uma deusa. A mesma sorria e olhava para a pirata. - Está ficando tarde já, vamos achar algum lugar para passar a noite? Ou vamos procurar o senhor Tidus ?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

~ Em algum lugar ~

A luz da lua invadia aquele quarto, móveis de escritório estavam por todo lado, em uma das mesas principais sentava-se Andrew, deixando com que uma densa fumaça de charuto escapasse. O prefeito olhava pela janela e via a lua, em todo seu esplendor. A sua direita, um homem coberto por um manto estava sentado, com as mãos cruzadas e cobertas por luvas. Seu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] era escondido por uma máscara, mas era possível ouvir sua respiração pesada. Ambos permaneciam em um ténue silencioso.

Então, a porta era aberta e de lá saia outra figura encapuzada, mas que rapidamente tirava a manta, caminhando até uma das cadeiras, pegando um sobretudo e passando-o por cima dos ombros, deixando a luz lunar iluminar as inscrições sobre suas costas "justiça". O homem, ou melhor,  o [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], logo sentava-se na cadeira e olhava diretamente para o mascarado do outro lado da sala. - E então, conseguiu? Perguntava o homem de luvas. - Sim, eles estão aqui. Ou melhor, a criança está na ilha. Dei um susto neles, mas ele é melhor do que eu pensava, aquele poder dele, é interessante. Respondia o marinheiro.

O homem desconhecido logo levantava e deixava com que uma risada maniaca rompesse com o clima daquela sala, ele andava até que a luz da lua iluminava-o sobre o capuz, deixando seus olhos azuis serem marcados, atrás do vidro da máscara. - Finalmente vou terminar meu projeto! Sim! O ser perfeito vai nascer! Ele abria as mãos, como se estivesse se deleitando nessa ideia, e enquanto ouvia-o, Andrew apenas deixava mais uma densa fumaça do charuto, enquanto olhava a lua.


Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyDom 17 Maio 2020, 13:02

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


O movimento era incrível, além de ser explicado de maneira interessante por Aya. Helves se focava no aprendizado, tendo atenção aos detalhes e movimentos da companheira. Felizmente a garota tinha sucesso depois de algum tempo, algo que antes poderia ser complicado, mostrava-se mais fácil do que a celestial imaginava. O tempo preciso para aprender técnicas do tipo era longo, conseguindo notar a escuridão da noite somente quando reproduzia com sucesso o Kami-e. "Então é assim..." Tinha sido uma reação bem esquisita, escapando do ataque surpresa da sirena para finalmente completar o aprendizado. – É, parece que sim. – era um pouco inacreditável conseguir se mover daquele modo, mesmo depois de tudo ela ainda achava aquele poder meio bizarro. "Cada vez mais as magias se tornam poderosas, me pergunto o quanto mais eu desconheço." Todo o processo tinha sido divertido, fechando perfeitamente quando usou corretamente a técnica aprendida.

A noite se mostrava linda, tendo a bela lua cheia num céu que acabava revelando as estrelas também. – Sim, é uma beleza imensurável. – dizia com os olhos focados em Aya, deixando o céu de lado já que tinha algo mais belo para se ver. – Quando tudo isto acabar, se sairmos por cima nesta guerra... Eu te levarei para ver as estrelas de perto. – um sorriso brotava nos lábios da celestial, sendo bem séria no que falava, algo que mostrava em sua expressão também. – É uma promessa. – por fim restava para Helves apenas observar sua bela companheira, aproveitando a vista inacreditável que tinha na sua frente. "Espero terminar todos os problemas com ela do meu lado, não vai fazer sentido vencermos se não sobrar alguém para comemorar comigo." O caminho que estava seguindo era bem perigoso, provavelmente não teria como sair dele sem perdas, mas ao menos uma pessoa ela protegeria até o fim. – Viu algum lugar para nos hospedarmos? Não podemos andar com aqueles dois, só vai chamar atenção e eu não quero que vejam a pirata Helves como aliada da revolução... Tenho planos para ela. – comentaria baixinho, apenas para Aya escutar.

Com a conversa definida, se levantaria- e começaria a procurar alguma pousada, estalagem, hotel ou coisa do tipo. Achar isso apenas com os olhos seria complicado, ainda mais quando não se conhecia a língua local. Helves apenas focaria em procurar qualquer lugar parecido, seja pelos símbolos na frente das construções ou apenas perguntando para pessoas aleatórias nas ruas. – Sabe me dizer onde posso encontrar algum lugar para passar a noite? – com a resposta da pessoa ou então seguindo as indicações de Aya, seguiria então até o local, indo diretamente até o possível funcionário que poderia dar mais informações para ela. – Quero um quarto para nós duas passarmos a noite, algo na média local. Uma cama grande será o bastante. – diria para quem estivesse atendendo ali, entregando a quantia necessária a ser paga assim que esta fosse dita, seguindo então ao quarto junto da sirena. Helves apenas trancaria a porta do quarto, sentando-se na cama com o olhar pro teto. – Haah... – de forma preguiçosa ela retirava os pertences, jogando sua mochila de lado enquanto deitava-se na cama com os pés ainda para fora desta, tocando o chão.

E ainda nem fizemos progresso... Acho que estou ficando cansada, achei que teríamos férias, mas se tornou num inferno. Não consigo nem sair na rua sem ser observada por uma coruja. – com calma ela fechava os olhos, cobrindo estes com o braço direito enquanto falava. – Sabe... – lentamente ela se sentava novamente, passando ambas as mãos no rosto em um suspiro. – Logo vou ter que seguir um caminho diferente, não acho que andar com eles está dando certo. É um estilo muto diferente de abordagem. – Helves já tinha pensado nisso antes, era óbvio que não encaixaria num grupo tão conhecido e que sempre estava no centro de grandes lutas. E ela, mesmo com poderes que ajudavam neste lado, acabava não sendo uma grande lutadora e preferia continuar do seu jeito. Alcançar um posto onde pudesse ajudar a revolução da sua forma era o melhor, como já havia pensado em Chaos uma vez. – Ainda preciso falar algumas coisas com certas pessoas, mas quero que você já fique preparada. E se não quiser me seguir, não tem problema. – explicar detalhadamente tudo que faria não parecia bom ali. Principalmente com tantas pessoas problemáticas a seguindo, poderia deixar escapar algo complicado e ainda não era hora disso. – Por hora vamos descansar, tudo bem? – assim a celestial retiraria as roupas que pudessem atrapalhar o descanso, deixando-as de lado, penduradas em algum lugar do quarto. Descansaria pela noite, esperando que o próximo dia fosse melhor para a missão.


Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyDom 17 Maio 2020, 21:16


Stairway to Heaven

A situação que já era complicada havia acabado de se complicar ainda mais, mas como mencionado por Frisk ter Marshall contra Horace seria mais interessante do que ter os dois trabalhando juntos, mas a essa altura essa possibilidade parecia distante. - “Claro, ele não nos deu a informação de graça, Marshall queria que viéssemos para cá.” - Levei a mão até o rosto e deixei um suspiro escapar, confiar em piratas era sempre a mesma história, criminosos eram apenas criminosos no fim das contas. - “Malditos piratas, se a marinha faz algo de bom é acabando com essa escoria.” - Me inclinei um pouco para trás acomodando-me melhor sobre a cadeira.

Infelizmente não conseguimos mais informações a respeito de Horace ou do tal projeto que estavam realizando em crianças, mas o discurso da celestial era no mínimo interessante. - O governo mundial ofereceu ajuda? - Franzi as sobrancelhas, isso ajudava a entender o motivo daquela ilha são tão avançada tecnologicamente, talvez até mais do que Karakui, mas se o governo mundial estava investindo tanto naquele lugar certamente estava recebendo algo de igual valor em troca. - Entendo, o governo mundial nunca ofereceria ajuda se não pudesse ganhar algo em troca, principalmente para uma ilha que não faz parte do conselho mundial. - O fato do governo mundial teoricamente ter salvo os habitantes do céu do ataque pirata respondia algumas questões ao mesmo tempo em que levantava outras. - Tudo parece bem conveniente. Primeiro os piratas de Marshall atacaram, depois o governo mundial surgiu como o grande salvador da pátria, algo que sinceramente não me parece do feitio deles dado seu histórico, e de repente Stanford se tornou uma ilha extremamente rica. - Um riso quase que involuntário escapou entre os lábios. - Não me faça rir. - Murmurei comigo mesmo.

Quanto mais avançávamos, mais confuso tudo ficava! Qual era a relação entre Horace, Marshall e o Governo Mundial? E ainda existia um novo elemento, uma garota doente. - Uma filha doente? - Parecia uma informação trivial a um primeiro momento, mas se existia algo nesse mundo com a capacidade de transformar um homem em um monstro, isso sem dúvidas era a necessidade de salvar sua família. - “Uma criança doente, experimentos realizados apenas com crianças celestiais… Será que…” - Era uma mera especulação, mas e se Andrew não passasse de um pai disposto a qualquer coisa para salvar sua filha? Um motivo nobre, mas que obviamente não justificava os meios, crianças inocentes ainda estavam sendo raptadas de suas famílias e utilizadas em experimentos de meios duvidosos, além de claro existir dedo do governo mundial envolvido, o que só piorava tudo já que eles nunca ofereceriam ajuda apenas para um pai encontrar a cura para a doença da sua filha. - “O mundo seria um lugar melhor se o governo mundial fosse tão nobre assim, mas com certeza eles esperam obter alguma vantagem com o resultado dessa pesquisa. A questão é: o que é tão importante ao ponto de fazê-los financiar tal pesquisa e ainda oferecer proteção?” - Sequer conseguia pensar em alguma coisa, na verdade algumas opções me vinham à mente mas para ser sincero esperava estar enganado.

O tempo passou e mesmo a lua já estando bem vivida no céu não conseguia dormir, existiam muitas perguntas sem respostas me incomodando no momento, além das perguntas com respostas que tirariam o sono de qualquer um. - “Me pergunto quando as coisas ficaram assim?“ - Um olhar que carregava um pouco de tristeza e melancolia fintou o luar, um dos mais belos que já havia tido a oportunidade de observar, talvez se comparado apenas com o presenciado em Little Garden. - “Quanto mais avançamos mais percebo que não há limites para a crueldade, quando o mundo ficou assim?” - As vezes eu me assustava comigo mesmo, em um mundo cruel a bondade havia se transformado em motivo de desconfiança aos meus olhos, aos olhos de todos eu acho.

No fim só me restava manter guarda na porta, observando o mundo lá fora pela janela e através da leitura de aura ao redor, se notasse uma aproximação hostil avisaria aos demais para que pudéssemos recuar para a dimensão esverdeada de Frisk, mas se percebesse a presença de uma das corujas de Marshall partiria para a ofensiva, sairia da casa e avançando pela rua com Soru, utilizando as paredes para tomar impulso e sumir na vertical até onde a coruja estivesse, uma combinação entre habilidades acrobáticas e a fruta da leveza. Se conseguisse alcançar o animal robótico tentaria lhe agarrar com uma das minhas mãos e assim que a tocasse o jogo teria acabado. - Vamos conversar. - Comentaria olhando-a com uma expressão séria enquanto com os poderes da Fuwa Fuwa manteria a coruja presa contra o chão, quase como se a gravidade estivesse lhe empurrando com mais intensidade.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 29
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 20

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyTer 19 Maio 2020, 23:29



STAIRWAY TO HEAVEN

Apesar de Ivnya não saber nada sobre Horace, a história que ela contou acabou revelando um tantinho de coisas interessantes sobre Marshall, Andrew e o passado da ilha. – Isso pode não explicar tudo, mas ajuda a entender muita coisa. Horace é um cientista do governo mundial, e ele era o responsável pelo projeto. Se Marshall sequestrou as crianças pra entregá-las a ele, é fácil ver que a coisa toda foi feita pelo governo. A pergunta é se o Andrew estava com eles também ou não... – eu me reclinei um pouco na cadeira, pensando. Eu ainda sabia muito pouco pra tentar adivinhar a verdade por trás de tudo aquilo, mas se ele tinha relações com o Governo Mundial, eu duvidava que o regente da ilha fosse inocente.

Depois, veio a parte sobre a filha dele, que me deixou preso em pensamentos outra vez, mas por um motivo claramente diferente. Independentemente do que o pai dela tinha feito ou não, ainda era triste imaginar uma garota que nem sequer podia sair de casa por causa de uma doença, e ninguém merecia viver assim. No fim das contas, depois da conversa, eu acabei indo até o quarto onde Missu estava descansando, junto com Ivnya e Banchou. O guloso do cachorro acabou levando o pedaço inteiro do pão que eu tinha partido quando eu o ofereci, o que me deixou apenas com o que eu tinha separado pra quando a Missu acordasse. – Você não tem pena de mim não? Podia ter deixado um pouquinho... – resmunguei, mas acabei deixando de lado com um sorriso, afagando-o na cabeça. Ivnya parecia curiosa quanto a ele.

O que ele é? Hmm... – eu olhei pro teto e franzi o cenho, um pouco incerto, já que nem mesmo eu sabia a resposta direito – Bem, ele é um cachorro, eu acho. Um cachorro bem grande, mas ainda um cachorro, haha. – eu deixei uma risada escapar, me aproximando um pouquinho mais daquela bola de pelos enorme e lhe dando um abraço. Não sei se era impressão ou o que, mas ele parecia ainda maior do que a um ou dois dias atrás. Nem parecia mais um filhote. – Eu encontrei o Banchou numa ilha chamada Chaos, depois de uma luta bem complicada. Eu não sei se ele tinha sido abandonado ou se fugiu de algum lugar, mas eu o peguei e levei até um médico junto comigo. Ele ainda era bem pequenininho, e nem faz tanto tempo assim! – eu fui contando a história com animação, mas o sono que vinha batendo na porta já tinha um tempo fez com que meus olhos fossem ficando mais e mais pesados. Juntando isso àquele monte de pelo fofinho, eu não demorei muito pra pegar no sono.

Geralmente é nessas horas que eu tenho algum tipo de sonho estranho, ou que eu me vejo na Mansão de novo, contando apenas com a companhia de Chara num pequeno mundo só nosso. Mas dessa vez, eu não me lembro de ter sonhado com nada em particular. Talvez fosse a preocupação com Missu, ou talvez toda aquela coisa das Lost Children mexendo com a minha cabeça. Céus, talvez fosse só o sono acumulado, já que eu não tinha tido a chance de dormir direito por passar a madrugada traduzindo aqueles documentos. Independentemente da causa, esse sono calmo veio em boa hora. Eu não sabia bem o que exatamente viria pela frente, mas se eu fosse lutar pra proteger o pessoal, era melhor fazer isso descansado.

Afinal de contas, aquela ilha ainda tinha mistérios de sobra pra descobrirmos.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Gracias Sr. Volker pelo Tutorial

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 64
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyQui 21 Maio 2020, 20:39

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Heaven Season

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]





~ Tidus e Frisk~

Os dois revolucionários, após ouvirem as palavras de Invya, começavam a refletir acerca do que descobriram, Lost Children, Marshall, Horace, todas as peças pareciam estar muito ligadas, mas havia um detalhe, algo que ainda não deixava exatamente claro a participação de cada um naquele teatro. Todavia, a dupla ainda era humana, além disso, precisavam descansar e cuidar de Missu, e assim o faziam.

A anfitriã, ao ouvir sobre Bancho, acabava por dar uma risada e só concordava, pensando no quão legal deveria ser aquilo, e por tudo que Altair, ou melhor, Frisk, deveria ter passado. Sete anos haviam se passado, mas ele já transmitia a aura de alguém muito mais velho, seria isso que chamavam de envelhecimento precoce? Por outro lado, isso era muito cruel, exigir de uma criança que tornasse adulto antes da hora, era cruel, que infância ele teria tido? Será que ainda sabia do idioma dos céus? Tantas perguntas passavam na mente da moça, porém, ela compreendia que aquele mundo não pertencia mais ao garoto e ele não pertencia mais ao mundo dela.

Então, o Anjo Caído era o primeiro a dormir, o sono o arrebanhava de uma vez e a moça, vendo que o outro já estava desacordado, secava suas lágrimas com o vestido, enquanto cuidava de Missu. Do outro lado da casa, o Duque Azul continuava sua guarda, não conseguia ouvir as lágrimas da mulher, e a lua cobria-o com seus raios de nostalgia e melancolia, fora sua beleza, enquanto deixava que ele se perdesse em seus pensamentos. A noite ia tranquila, nenhuma presença estranha, nada.

O dia dava seus primeiros sinais, os raios solares já despontavam sobre a ilha do céu e será que ela amanhecia primeiro do que a terra firme? Bom, apesar do questionamento, o fato era que Missu acordava, a garota levantava-se e caminhava, apoiando-se em alguns objetos e depois na parede, sua mão estava sobre a testa, mostrando sinais de uma enxaqueca. - Bom dia Tidus-san...o que aconteceu? Só lembro de sentir um baita frio e depois eu cair.

Logo depois de responder a garota, Tidus ouvia um barulho já conhecido, o bicar de uma coruja, e em um movimento de caçador dava o bote contra o animal mecânico, alcançando-o e colocando-o contra a parede, a maquina só piscava os olhos amarelos falsos e continuava na mesma expressão. - Mas que agradável surpresa, até agora tinha me ignorado, estava triste porque achava que já tinham me esquecido. A que devo a honra ? A voz de Marshall saia do animal, com um tom de felicidade e sarcasmo.

~ Helves & Aya ~

- Mal posso esperar por isso! Falava Aya ao ouvir sobre a proposta de se divertir com a celestial e ver as estrelas, de fato, para quem estava habituada ao mundo do mar, ver as estrelas era quase o paraíso, tais coisas eram noções distante deles, apenas contos, florestas, as nuvens, tudo isso era só uma grande lenda, e imaginar que ela tinha chegado no céu. Um ser do mar, no céu! O quão curioso e irônico isso poderia ser quando contasse para seus descendentes tal epopeia ?

A sirena acabava por responder negativamente com a cabeça quando perguntada sobre alguma pousada, então só restava a dupla perguntar aos habitantes dali. Sendo assim, não demorava muito para que achassem alguém e logo perguntavam sobre uma pousada, a resposta era dada e pouco tempo depois chegavam ao local, uma pousada de não muito luxo, mas era o suficiente para as duas. Desse modo, Helves era a primeira a tirar suas roupas e deitar na cama, a sirena repetia o mesmo, e quando deitava, aproximava a celestial de seu peito e começava a passar a mão sobre as mechas verdes da outra, acariciando sua cabeça para que pudesse dormir, e assim se sucedia.

No outro dia, Helves acordava sem a sirena ao seu lado, seus olhos logo poderiam percorrer aquele ambiente, talvez em medo, todavia poderia ficar feliz ao ver que a companheira estava sentada sobre uma cadeira, olhando alguns papeis e comendo algo. Ao ouvir a movimentação da amiga, virava-se e olhava para a mesma com um sorriso. - Bom dia. Tem café da manhã, venha ! Ao se aproximar a pirata poderia ver uma tigela com biscoitos, um pão e além disso tinha uma caneca com um pouco de leite quente. - Foi cortesia da casa. Mas, acho que não uma cortesia tão boa. Dizia a moça, entregando para a outra um papel que era facilmente reconhecível como um cartaz de procurado, com uma recompensa nada boa. - A proprietária disse que a secretária de Andrew passou aqui e informou que somos convidados dele, nos entregou essa edição do SeaGull, a dona da hospedaria nos deu essa café de graça pois deve achar que estamos ligados a ele, além disso, a secretária deixou o recado de que o prefeito quer nos encontrar. A grande questão é, por que ele decidiu tomar a iniciativa agora, por que esse jornal, e o melhor, como ele tem acesso fácil a uma edição do SeaGull recente ? Dizia a sirena mostrando agora todo o jornal, inclusive na data e a matéria que tratava sobre o evento no Laboratório K.


Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptySab 23 Maio 2020, 20:31


Stairway to Heaven

Já havia perdido toda noção de tempo e só fui perceber quanto tempo realmente havia passado quando a lua já não mais brilhava no céu, em seu lugar estava seu completo oposto. - “Ahn? O sol?” - Dei um pequeno tranco para trás com os olhos arregalados, quando a lua havia deixado o céu? - “Eu cochilei?” - Esfreguei os olhos ainda um pouco desnorteado com a passagem de tempo. O tempo de paz e tranquilidade que passamos em Karakui talvez estivesse me feito enferrujar. - “Aarg, que seja.” - Balancei a cabeça em meio a um suspiro.

As surpresas não terminaram por ali e desta vez éramos agraciados com uma boa! - Missu! - Exclamei ao ver a garota acordada. - Que bom que está bem, mas se quer saber o que realmente aconteceu é melhor perguntar a Frisk, foi ele quem viu tudo. - Me levantei com um leve sorriso no rosto e me aproximei da garota, colocando as costas da mão direita contra sua testa para verificar sua temperatura de forma superficial. - Se estiver sentindo alguma coisa me avise.

Quando tudo parecia bem, nossa querida amiga inconveniente finalmente dava as caras. -  “Então você finalmente deu as caras.” - A expressão leve de outrora dava lugar a um olhar frio. - Eu já volto. - Comentava antes de sair e agarrar a coruja robótica. - Partimos seu coração? Desculpe, eu costumo causar esse efeito. - Respondia em meio a um tom irônico. - A verdade é que eu ouvi uma história engraçada e queria compartilhar com você. - Por mais minha voz estivesse transmitindo ironia e sarcasmo, a expressão em meu rosto não se alterava em momento algum. - Ouvi dizer que antes de toda essa riqueza, governo mundial ou Horace chegarem aqui, essa ilha se chamava Aluminia, um local pacífico e arcaico, isso claro até que em um belo dia piratas sob o nome de seu temível capitão Marshall invadiram! E adivinha? Começaram a sequestrar crianças celestiais, não é engraçado? Porque Horace utilizava esse mesmo grupo específico de pessoas em seus experimentos, não parece uma coincidência incrível?

Minhas vestes lentamente começaram a balançar em resposta do poder do demônio que residia dentro do meu corpo. - Então me diga, Marshall, por que nos entregou a suposta localização de Horace se vocês eram cúmplices? Estão trabalhando com Andrew? E por favor me poupe de seus joguinhos, já ficou bem claro que existe ou existiu alguma relação entre vocês três e o governo mundial, o que não entendi ainda é porque nos ajudou. Ah, e antes de responder pense direito em sua resposta, não sou o único do alto escalão por aqui. - Uma ameaça? Ele podia entender assim, mas na verdade era um simples aviso, um aviso de que aquilo era uma briga de peixe grande que podia terminar com o fim das duas ilhas se preciso. - Na verdade estou começando a achar que você nos enviou para cá para ganhar tempo, já que ninguém nesse lugar parece sequer ter ouvido o nome de Horace antes, ele é um fantasma. Enfim, Horace sequer está aqui? - Um último questionamento, já que até agora parecíamos estar dando voltas em círculo, não existia um único rastro que pudesse ser rastreado até o cientista, no fim só estávamos perdendo tempo precioso. - Eu sou uma pessoa ocupada então por que não me diz de uma vez onde ele está? Ou devo descer até aí e procurar debaixo do seu colchão?

Continuaria atento as redondezas, principalmente se Marshall fosse um traidor, o Haki da Observação seria minha principal arma naquele momento, monitorando as auras e intenções próximas, se algo desse errado e um inimigo surgisse tentaria me esquivar de um possivel ataque avançando para a direção mais propicia a escapar do seu movimento utilizando o Soru, seja recuando ou avançando para as laterais dependendo do angulo do seu ataque, também puxaria minha espada lendária da bainha e me prepararia para o combate. Se mais ataques fossem realizados em sequencia continua tentando evita-los com a combinação entre o kenbunshoku, soru e o poder da leveza, flutuando e utilizando os predios para pegar impulso e me distanciar, mas sem perde-lo de vista.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyTer 26 Maio 2020, 00:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


A noite passou tão rápido nos braços de Aya, algo que Helves estava realmente querendo naquele momento complicado. Assim que os olhos da garota se abriam ela notava a falta de sua companheira, dando uma rápida olhada no quarto inteiro até pousar seus olhos na sirena, sentada em uma cadeira enquanto comia o café da manhã. – Bom diaa... – dizia ainda um pouco sonolenta e levemente cansada, esfregando os olhos durante sua saída da cama. A aproximação da celestial era feita de forma tranquila, pousando ambas as mãos nos ombros de Aya enquanto realizava uma mordida suave no pescoço da sereia. Helves ficava ali algum tempo, afastando-se em uma lambida, deslizando para mais perto dos alimentos. – Parece bom, mas... – com o olhar nos biscoitos a felicidade ainda estava ali, só que quando passou para os papeis se mostrou um pouco assustada, resolvendo retirar esse semblante para um mais tranquilo, já que sua companheira poderia se preocupar um pouco.

Oh, isso era esperado. Falei bastante e ainda fiz aquele estrago, bem... Acho que não posso mais abusar desse rostinho, é uma pena. – seria um completo desastre se aquilo não fizesse parte de algo que Helves já havia pensado antes. – É o desespero. Saber que alguém desse tipo está na ilha e provavelmente está indo atrás dele, imagino que não vai ser um encontro muito amigável. – o jornal ainda dizia tudo sobre o ocorrido. Era improvável que Andrew soubesse do disfarce da celestial, mas ficava um pouco obvio que ela havia subido depois do que fez em Karakui. – Alguma relação com a marinha ou o governo devem trazer essas coisas, é impossível que uma ilha aqui em cima não tenha contato com os marinheiros lá pra baixo. – encontrar o homem sem medo a faria uma tola, não fazia sentido ir até lá sem intenção de o capturar e receber as respostas. "Esse vai ser o momento." Os outros deviam se mover logo, estava na hora de receber as respostas e partir daquele lugar antes do tal perigo dito por Marshal chegar.

Helves pegava um biscoito, comendo durante seus pensamentos sobre a missão. "Colocar ela em perigo não vai dar certo, só capturar ele não é o melhor também. Acho que perguntar faz sentido e a qualquer sinal de perigo eu explodo tudo para fugirmos." Não era um plano, mas resolvia os problemas que ela estava tendo para decidir como prosseguir. – Vamos encontrar ele, se quiser sugerir algo acredito que este é o momento. – sem se preocupar muito ela continuava comendo, se fortalecer para tudo que aconteceria era a melhor opção ali. Helves também iria beber um pouco do leite quando estivesse cheia dos biscoitos e partiria para o banheiro, lavando o rosto, além de começar a colocar o disfarce mais uma vez para encontrar Andrew. Seguir até o prefeito fazia muito sentido enquanto estivesse com o disfarce, só daria problema se ele soubesse de tudo ou apenas caso a garota resolva revelar tudo. De resto ela podia ficar tranquila, reunir todos os pertences na mochila após fazer a maquiagem simples e então partir até onde Ford pudesse estar. – Não se preocupe muito, consigo nos tirar dos problemas se necessário. – comentaria sorrindo, olhando a sirena algumas vezes pela caminhada.


Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 29
Warn : Stairway to Heaven - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 20

Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 EmptyTer 26 Maio 2020, 10:02



STAIRWAY TO HEAVEN

Me remexendo ao lado de Banchou conforme despertava, eu abri os olhos ainda meio sonolento, sem conseguir lembrar se tinha sonhado com alguma coisa. Me levantei meio desconfortável, já que pelo visto não tinha dormido na melhor posição do mundo, mas pelo menos o monte de pelos do cachorro tinha servido de cama. – Dormiu bem, amigão? – eu deslizei a mão pelo corpo dele, fazendo carinho, até que a minha mente finalmente desanuviou um pouco e eu me lembrei do motivo de estar dormindo ali. – Missu! – eu olhei pra cama logo ao lado, percebendo que estava vazia. Ela já tinha acordado, então?

Eu me coloquei de pé às pressas, não me dando o trabalho de tentar não acordar Banchou - até porque se ele quisesse mesmo, voltava a dormir no mesmo instante. Saindo do quarto, que dava diretamente na sala já que a casa era bem pequena, eu só tive tempo de ver Tidus-san disparando pra fora da casa com rapidez, deixando uma Missu confusa pra trás. Eu com certeza estava curioso pra descobrir o que o tinha feito sair tão apressado, mas no momento a minha preocupação era outra: – Missu, você tá bem!? – eu corri até ela e a segurei pelos ombros, tocando a pele pra ver se ainda não estava fria, e a olhando da cabeça aos pés pra ver se não tinha algo de errado. – Sigh...ainda bem que você acordou. – eu sorri, aliviado.

Uma vez que confirmasse que ela estava mesmo melhor, eu finalmente relaxaria um pouco, puxando uma cadeira e ajudando-a a sentar-se à mesa na que tinha conversado com Ivnya mais cedo. Procuraria também alguma coisinha pra ela beber, nem que fosse só um copo d'água - e se achasse, pegaria um pouco pra mim também, já que não tinha bebido nada ainda. – Por sinal, chegou a ver o pedaço de pão que eu tinha deixado do lado da cama? Espero que o Banchou não tenha abocanhado sem eu ver... – comentaria meio que brincando, apesar da possibilidade real dele ter sim feito algo parecido. – Aqui. – entregaria o copo a Missu, me sentando também. Algo pra comer seria ótimo também, mas eu não podia abusar da hospitalidade de Ivnya quando sabia que ela passava por dificuldades ali.

E aliás...onde ela foi? Você viu aquela moça de antes quando acordou, Missu? O nome dela é Ivnya e...bem, aparentemente ela é minha prima, haha. Ela explicou muita coisa pra gente enquanto você tava desacordada. Deixa eu te contar do começo... – e daí, eu começaria a explicar tudo o que tinha acontecido desde que aquela figura misteriosa a tinha atacado. Sobre como eu não consegui encontrá-lo, mas pude libertá-la do cristal com os meus poderes, sobre as histórias que Ivnya tinha contado do meu passado e do daquela ilha, e sobre como ela tinha ficado de cama até então. – Eu fiquei muito preocupado, mas o Tidus-san chegou bem rápido e a Ivnya nos trouxe até aqui pra cuidar de você. Sigh...só fico feliz que esteja tudo bem agora. – tudo, exceto o fato de não sabermos onde Horace estava e nem quem foi o atacante misterioso. Ainda tínhamos bastante trabalho a fazer ali em Stanford.

Me pergunto se tá tudo bem do lado da Helves, a gente ainda não se falou depois que nos separamos na entrada. – só podia torcer pra que as coisas estivessem mais tranquilas pra elas duas. Ainda estava curioso por Tidus-san ter saído daquele jeito, mas poderia sentir pela sua aura que ainda estava perto, e pelo menos por hora, não parecia haver problema nenhum.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Gracias Sr. Volker pelo Tutorial

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Stairway to Heaven - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Stairway to Heaven   Stairway to Heaven - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Stairway to Heaven
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Karakui :: StanFord-
Ir para: