One Piece RPG
Do ferro ao aço - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [ficha] Arthur D.
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:13

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 5:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Wesker Hoje à(s) 3:53

» Jade Blair
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Kylo Hoje à(s) 3:42

» Seasons: Road to New World
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 2:26

» The Victory Promise
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Akise Hoje à(s) 0:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Fukai Hoje à(s) 0:27

» Kit Phil Magestic
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» Hey Ya!
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
Do ferro ao aço - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Do ferro ao aço

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptyTer 21 Abr 2020 - 19:07

Relembrando a primeira mensagem :

Do ferro ao aço

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Solomon Dias. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Anjodk
Membro
Membro


Data de inscrição : 08/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySex 1 Maio 2020 - 17:51

Um pirata comandando o lixão? Merda! Claro que teria o dedo desse tipo de gente. Mas uma coisa que piratas tem que eu não tenho é um bando. Piratas ganham pelo, além de sua força, o seu número. Eu teria problemas em enfrentá-los sozinho.  Como eu gostaria de ter feito mais amigos antes!. Enfim, eu nem sei se eu teria que enfrentar piratas, antes preciso saber melhor o que estaria realmente por trás de tudo isso.

Após sair da casa de Myamoto, que nem me deixou agradece-lo dignamente, eu iria na loja de armas à frente e procuraria por uma arma que tenho certo carinho, um machado. Claro que precisaria ser um machado para o meu tamanho, uma arma humana nem palitaria meus dentes, mas gosto de machados por serem precisos, e  não existe maior prazer do afiar um afiar um machado ouvindo as ondas do mar. Um golpe de um machado sempre depende de quem o impunha, por que uma vez que ele começa o movimento só para com o choque, ou quando mal empunhado quando erra o alvo. Eu não gosto de conflitos que não sejam necessários, mas não exitaria caso fosse.

Ao entrar na loja eu diria:-Bom dia meu senhor(a), eu gostaria de saber por favor, se o senhor souber, sobre o que aconteceu no lixão da cidade, por que que ele sumiu do nada, eu soube que tem piratas envolvidos....posso trocar essa informação pela comprar de um machado para o meu tamanho. Todos nos ajudamos.-
Eu aguardaria pela resposta do lojista e se ele não estivesse aberto a querer falar eu acrescentaria:
-As vezes é preciso que façamos algo quando queremos algo, e se o senhor estiver precisando de algo, talvez possamos fazer uma troca de favores.-

Caso, conseguisse a informação eu tentaria encontrar o rapaz no lixão de novo, por que se ele também tivesse sido afetado pela situação talvez eu poderia conseguir convencê-lo a se tornar um aliado na busca e numa possível luta a diante, e caso ele conhecesse mais outras pessoas nós poderíamos talvez nos aliar nessa empreitada.

Off:
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lawrence
Membro
Membro
Lawrence

Créditos : Zero
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySeg 4 Maio 2020 - 19:47


– Opa opa, muita informação... – Dizia espantando enquanto sacudia suas duas mãos apontando a palma para Solomon. – Antes de tudo, Bem-vindo a Purge Point, uma loja de reaproveitamento de matéria. Me chamo Kiiro Yamagi, sou o filho do fundador dessa loja e estou completamente ao seu dispor para lhe ceder armas de qualidade impressionante que não prejudicam mais o planeta. – Era dito com um sorriso de canto a canto com uma entonação de voz encantadora. – Agora... Sobre quaisquer informações que envolvem política local eu não sou a pessoa ideal para conversar ainda mais no meu horário de trabalho. – Com uma entonação mais séria Kiiro complementava colocando ambas das suas mãos sobre o balcão a sua frente.

Salomon se via nesse momento desnorteado, o mesmo não havia conseguido o que queria quando veio a loja, entretanto aquela caminho não havia sido em vão já que agora o mesmo se encontrava em uma loja de armamentos que por sinal era muito rica em suas mercadoria que o cercavam de canto a canto, naquela mercearia se encontravam espadas, shurikens, armas de fogo e todo tipo de outras armas que se pudesse imaginar naquele momento, inclusive machados que aparentavam ser de extrema qualidade com seus gumes aparentemente muito afiados. O tritão poderia aproveitar aquela viagem para adquirir um armamento para que caso a hipótese dos piratas se fizesse concreta ele pudesse prestar ajuda na causa, mesmo que fosse a base da violência.

– Compre uma arma... Talvez possamos conversar no final do expediente. – Era dito com uma voz muito desgastada por um individuo previamente não notado por Salomon em um dos cantos, essa pessoa misteriosa trajava um chapéu de arroz que tapava seu rosto graças a um breu causado pelo mesmo junto a iluminação arejada do local. Essa fala direcionada a Salomon soava como uma proposta, se o mesmo gastasse o dinheiro comprando uma das armas recicladas disponibilizadas pelos Yamagi ele poderia vir a receber a resposta do que procurava, porém o dinheiro que o homem-peixe possuía talvez não fosse o suficiente para aquisição de um armamento, cabia a ele decidir se perguntaria ou não ao comerciante Kiiro e se ele aguardaria até o final do expediente para poder ou não descobrir sobre possíveis piratas.





PPs:
 

Considerações:
 

Legenda:
 


Citação :
Clima: Bastante nuvens com pouca irradiação solar.
Temperatura: 26,8ºc
Local: Purge Point
Horário: 15:50

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anjodk
Membro
Membro
Anjodk

Créditos : 5
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/04/2020
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySeg 4 Maio 2020 - 23:50

Aquela loja era realmente muito bonita, um trabalho realmente magnífico mesmo com pessoas recicladas. Este era o espírito de um verdadeiro ferreiro, aquele que molda o aço independente da sua origem. Aquele é um homem que eu respeitaria, e se possível ainda pediria em algum momento se ele me ensinaria alguma coisa que poderia me ser útil.

-Peço perdão se cheguei com muita informação amigo, estou muito preocupado com a situação que está acontecendo que posso ter me exaltado. Primeiramente eu sou Solomon Dias, também ferreiro, muito prazer. E obrigado por me receber aqui, não é todo mundo que me recebe, então é um honra conhecê-lo. Eu gostaria de saber se você poderia me vender um machado de cabeça dupla, o mais afiado que você tiver, tenho um pouco de dinheiro e espero que valha o seu trabalho companheiro.

A voz daquele senhor me dizia que não era alguém a baixar a guarda então eu acrescentaria:
Comprarei pelo preço justo, e se o que tiver a me oferecer também for algo justo aceitarei de bom grado pelo fim do expediente, me diga a hora que ele encerrará e estaria aqui pontualmente, preciso ainda resolver alguns assuntos. Como os instrumentos dessa loja são de material usado, acredito que a matéria prima venha do grande lixão da cidade, e se o lixão estiver vazio sei que essa loja também uma hora ficará vazia... talvez um conversa possa fazer com que esse homens me ajudem!

Se eu recebesse a arma em minhas mãos eu diria:
-Um trabalho bem feito só podem vir de homens bons, o que me entristece é pensar que outros podem não receber mais maravilhas como essa, sem o lixão pode faltar material não?

Caso, o senhor me dissesse o horário eu tentaria voltar no rapaz que encontrei no lixão, para pelo menos tentar saber o seu nome e se ele fosse um homem são, eu tentaria convencê-lo a se aliar a minha nessa busca. Caso conseguisse esta empreitaria eu tentaria voltar pontualmente no horário me indicado pelo homem na loja.

Uma coisa é um homem ser atingido moralmente, mas um humano ser atingido talvez financeiramente as vezes é muito pior. Aquele rapaz um dia também ficaria sem ter com o que trabalhar, então com o estímulo certo eu poderia convencê-lo a me ajudar a buscar respostas sobre o que aconteceu e encontrar os culpados disso e poder de alguma forma ajudar os que precisam, e os que irão precisar algum dia.




Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

-Comprar uma arma
-Aprender perícia "Costura"
-Aprender Perícia "Engenharia Mecânica"
-Conhecer Charles Kim
-Comprar um Barco
-Conseguir um NPC companheiro
-Conseguir um amigo duo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lawrence
Membro
Membro
Lawrence

Créditos : Zero
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySex 8 Maio 2020 - 13:15


– Certo, só um segundo. – Era dito com sorriso enorme por Kiiro que sem delongas adentrava uma porta nos fundos onde provavelmente deveria ser o centro de produção ou deposito do armamento, o senhor também se movimentava levantando seu chapéu que tapava sua cara mostrando seu rosto por completo a Solomon, ele estava a sorrir também enquanto acariciava sua barba longa com sua mão direita.  – Ocê está jogando no time certo rapaz. – Era dito pelo senhor que permanecia sorrindo.



Kiiro logo retornava com um machado de dois gumes com uma empunhadura de madeira, à primeira vista se tratava de um machado muito bem produzido, o machado tinha um acabamento impecável sem deixar nada a desejar. – Fica 50.000 berries meu bom senhor. – Era proferido pelo mercante com um sorriso enquanto o mesmo enrolava a lâmina do machado com um cobertorzinho simples, para que o tritão pudesse porta-lo com cuidado, era mais um complemento que não fazia diferença alguma.



O homem-peixe possuía o exato valor e pela qualidade notada não hesitava em pagar pela arma. O senhor começava logo após Solomon pegar o machado em mãos, cutucar a perna dele cerca de 3 vezes. – Fechamos às 17:45, retorne aqui para uma conversa melhor... Me chamo Kuro, é um prazer conhece-lo. – O senhor dizia enquanto se distanciava do tritão. Agora armado Solomon poderia retornar ao lixão em busca do possível guarda que lá vivia por lá mesmo, aquele do odor insuportável.



Cerca de 12 minutos até o lixão era percorrido pelo homem-peixe, o mesmo já tinha noção de para onde ir o que encurtava e muito o tempo de procura. Chegando lá o lixão permanecia vazio, entretanto não calmo...  – Me dá a... – Antes que o guarda pudesse terminar sua fala um soco direto vindo de muito longe atingia sua cara em cheio jogando cerca de 2 metros, o soco fora tão forte que após ele o agressor balançava sua mão aberta mostrando que doeu tanto nele quanto no homem. – Nossa Thresh, que soco lindo meu consagrado. – O possível companheiro do agora conhecido Thresh, dizia enquanto sorria mostrando afeição a violencia.



Em seguida os dois acendiam uma espécie de coquetel molotov que encontrava amarrado em suas respectivas cinturar pronto para incendiar tudo que tinha lá, como por exemplo um galpão de mais ou menos 5 metros completamente feito de madeira cheio de musgo e a guarita do guarda que fedia abeça. – Por favor... Minha filha precisa de um teto... Não façam isso... asa – O guarda que se debatia no chão falava para eles esperando que eles o poupassem, entretanto não parecia ser o que aconteceria, ambos avançavam lentamente até os aposentos totalmente de costas para o Tritão.





PPs:
 

Considerações:
 

Legenda:
 


Citação :
Clima: Bastante nuvens com pouca irradiação solar.
Temperatura: 26,5ºc
Local: Lixão de Spider Miles
Horário: 16:07

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anjodk
Membro
Membro
Anjodk

Créditos : 5
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/04/2020
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySex 8 Maio 2020 - 14:21

Aquele machado era realmente uma maravilha, eu sabia que aquele trabalho era realmente de um ferreiro amante do ferro e do aço e pelo menos agora eu teria um companheiro, um companheiro de metal. O que melhor pra um ferreiro do que um amigo assim? Synodós seria o seu nome, companheiro, em um língua antiga.

Eu ainda tenho cerca de uma hora até horário combinado com Kuro para conversarmos, então espero não me atrasar.
Ao ver aqueles homens atacando um homem da Marinha, algo muito no meu interior até dizia que eram só mais alguns humanos se destruindo, mas algo maior me dizia que assim como eu tive uma família aquele homem também teria, então eu ali naquele momento tentaria ajudá-lo.

Acho que aquele momento seria uma boa hora para que eu Sýnodos firmássemos nossa amizade.
Eu gritaria para aquele homens:
-EI SEUS DESGRAÇADOS, DEIXEM ESSE HOMEM EM PAZ!
Sempre disseram que minha voz surtia algum efeito nas pessoas, então esperaria que pudesse ao menos fazer os homens se afastarem do guarda e no susto esperaria que eles acabassem soltando os molotov nos próprios pés o que poderia ao menos atrasá-los e diminuiria sua munição.
O que vieram fazer aqui? Não tem mais o que fazer?
Eu não esperaria que aqueles homens estivessem ali para conversar, mas eu ainda precisaria de respostas, ao menos de um deles eu precisaria.
Eu sacaria meu machado com ambas as mãos,manteria distância dos homens e esperaria pelo sinal de ataque deles, calcularia o seu tempo de corrida para assim saber a sua distância o que me permitiria saber quando eles chegariam até mim, e sabendo pelo menos metade do tempo, eu impulsionaria o machado em diagonal e acertaria algum deles não com a lâmina, mas com a lateral do machado, por que não procuraria matar seu assim pudesse.

Eu acreditaria que se algum deles tivesse alguma arma de fogo, ou coisa do tipo, eu tentaria buscar algum lugar onde eu poderia me esconder e procuraria o tempo de cadência de cada tiro, onde tentaria me aproximar no tempo de recarga, onde eu me arremessaria pra cima dos dois e seguraria a cabeça deles, e os levantaria do chão. A camada entre os meus dedos os faria sufocar e mesmo se debater, então eu os prenderia no chão usando o meu peso e sentaria literalmente em cima dos dois, onde os interrogaria procurando respostas sobre o lixão e do por que eles atacaram o guarda se assim conseguisse exito no conflito.



Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

-Comprar uma arma
-Aprender perícia "Costura"
-Aprender Perícia "Engenharia Mecânica"
-Conhecer Charles Kim
-Comprar um Barco
-Conseguir um NPC companheiro
-Conseguir um amigo duo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lawrence
Membro
Membro
Lawrence

Créditos : Zero
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySex 8 Maio 2020 - 23:56


– Olha só, sushi. – Era dito por Thresh que arremessava seu coquetel molotov na guarita do homem que vivia no lixão enquanto encarava o Solomon. – Nãão! Minha casa! – O homem no chão esticava sua mão em direção a cabana que ardia em chamas. – Calado. – Com um disparo na perna esquerda do homem que trajava roupas de lenhador, o malfeitor em seguida apontava a arma para o homem-peixe que se assustava e procurava abrigo em uma arvoro próxima.

– Qual foi? Vamos brincar! – O homem armado dizia enquanto se aproximava guardando sua arma na cintura e sacando outro coquetel molotov lhe deixando com apenas um preso a cintura, Solomon devido a voz do homem conseguia mais ou menos ter noção de quantos metros de distância aquele homem se encontrava dele. Eram cerca de 12 metros que seriam cedidos para o bárbaro planejar o que faria já que o homem se encontrava armado, embora não estivesse mais empunhando ela.

O homem ao chegar cerca de 9 metros parava, sacava um isqueiro de um de seus bolsos e acendia-o arremessando de cima para baixo em uma parábola que derrubava aquela utilitária logo ao lado de Solomon que tinha parte da sua perna queimada por respingos de álcool que haviam o atingido e as labaredas que rapidamente se espalhavam no álcool rico em oxigênio. O tritão rapidamente batia com sua mão esquerda na perna esquerda apagando o fogo enquanto ia de encontro ao chão graças a um salto realizado com seu reflexo para se afastar das chamas.

– Não se esconda, assim não tem graça. – O possível pirata dizia enquanto se aproximava sem temer Solomon que se encontrava no chão com dores na região afetada pelas chamas. – Vá com calma Derek, eu quero dar uns socos nesse aí também. – Thresh dizia sorrindo enquanto chutava o homem ainda no chão sem motivos aparente, apenas por gostar de violência. Solomon entretanto aproveitava a brecha da conversa e ignorando a dor da queimadura batia com a lateral da lamina não visando matar o homem porém o jogando contra uma arvora não muito longe.

O homem era praticamente nocauteado, mas poderia a qualquer momento levantar ou então pegar sua arma e disparar contra o tritão, por isso ele ainda seria uma preocupação. – Derek seu idiota! – Thresh parava de chutar o homem que já havia desmaiado devido a repetição constante de chutes em sua cabeça e corria em direção ao Solomon para lutar com ele; Thresh em momento algum não havia apresentando nenhuma arma junto a si, além dos coquetéis molotov que possuía amarrados em sua cintura que no caso eram dois.

O Derek se rebatia dando leves gemidos junto a aproximação de Thresh que se encontrava a mais ou menos 18 metros de Solomon, o homem aparentemente seguia com sua mão esquerda em direção a arma presa na cintura com a sua mão direita em sua testa pois estava com dor graças ao impacto com a arvore. O tritão não tinha tempo a perder, ele precisava decidir o que faria naquela situação, escolher qual dos dois atacaria primeiro já que dependendo da sua escolha o outro poderia lhe atacar machucando-o mais.





PPs:
 

Considerações:
 

Legenda:
 


Citação :
Clima: Bastante nuvens com pouca irradiação solar.
Temperatura: 26,5ºc
Local: Lixão de Spider Miles
Horário: 16:11

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anjodk
Membro
Membro
Anjodk

Créditos : 5
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/04/2020
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySab 9 Maio 2020 - 0:58

Algo que a minha espécie tem e que alguns acham feio, é o nosso peso. Eu sei que peso quase 300 kílos e sinceramente eu não tenho o menor problema com isso. Humanos com 300 kílos não conseguem andar, tritões tubarão baleia, com 300 kílos, só demonstram a boa quantidade de músculos que possuem, por que cabe lembrar, eu nunca pude comer muito, então a minha massa não tem espaço pra gordura.

Aquele desgraçado me machucou, e eu ainda não consegui salvar a casa do homem. Espero que ele ainda esteja vivo. Eu o ajudaria a reconstruir se ele ainda fosse viver. Acho que precisaria fazer uma visita a Myamoto se saísse vivo daqui, explicaria tudo para Kuro quando salvasse o homem.

Naquele momento de escolha entre o homem que consegui golpear perto da árvore e o outro, eu sei que minha vida dependeria da minha escolha, então, eu disse que não mataria,sem necessidade, mas não que não machuraria o máximo que eu poderia. Eu primeiro jogaria o meu machado para perto das pernas do homem perto da árvore. Então, tentaria me arremessar usando a parte lateral do meu corpo para cima dele o que eu esperaria que pelo menos o desmaiasse ou pudesse quebrar alguns ossos, então rolaria para o lado e iria de encontro ao meu machado antes jogado para perto dele, então eu me levantaria e colocaria o corpo do homem eu me atirei na frente do meu com o machado em seu pescoço e diria:
-Espero que entenda que eu não tenho pena em machucar ninguém aqui. Então se não quiser que o seu amigo ganhe um beijo no pescoço do meu machado você vai ficar quietinho e vai me dizer o que que tá acontecendo aqui, se não.... Eu apertaria o machado em direção ao pescoço do homem que estaria usando de escudo.

Caso o homem acordasse no meio do meu pulo e de desviasse usaria o meu braço direito e a parte  lateral do meu corpo exatamente para essas situações, por que eu poderia levantar o braço e protegeria meu rosto e mesmo acertando o chão, usaria a lateral do corpo para me proteger, e com isso levaria minha mão esquerda ao machado e o impulsionaria em direção ao pescoço do homem, onde esperaria que ele não reagiria buscando algo para me atacar, por que se fosse o caso, não hesitaria e cortaria o seu pescoço. Estando ele agonizando, eu me levantaria, levaria a minha mão direita livre ao pescoço dele, e pressionaria para para o sangramento não, o levantaria do chão e mostraria ao amigo e repetiria o que disse caso conseguisse somente machuca-lo com a força do meu peso, sendo que neste caso acrescentaria:
-Espero que entenda que a vida do seu amigo está literalmente nas minhas mãos, eu conheço alguém que pode salvá-lo e se tiver amor pela vida, ou pelo seu amigo, vai me dizer o que tá acontecendo aqui e por que atacou esse homem. Se não quiser, eu espero que tenha balas o suficiente pra descarregar no seu amigo antes que eu chegue até você!

Eu sou bom, busco nunca matar, tirei vidas? Sim. Quando era eu, ou o outro. Nesse momento, sou eu, ou eles e eu não hesitaria em me escolher.



Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

-Comprar uma arma
-Aprender perícia "Costura"
-Aprender Perícia "Engenharia Mecânica"
-Conhecer Charles Kim
-Comprar um Barco
-Conseguir um NPC companheiro
-Conseguir um amigo duo


Última edição por Anjodk em Sab 9 Maio 2020 - 16:39, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lawrence
Membro
Membro
Lawrence

Créditos : Zero
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySab 9 Maio 2020 - 13:53


A tentativa de Solomon em arremessar seu machado para o oponente deitado era meio impulsiva e insensata, naquele momento o homem que se encontrava previamente desmaiado com o barulho que o machado provocava no chão próximo a ele era mais do que o suficiente para assusta-lo e faze-lo rolar para sua esquerda, lado oposto que o machado havia caído. O tritão sincronizado com o arremesso do machado, se atirava na direção de Derek visando esmaga-lo e possivelmente causar uma lesão que o debilitasse por completo, que devido a situação, era falha.

Imediatamente o tritão procurava se proteger com seu braço de qualquer golpe, quase que de reflexo, o que havia sido de suma importância já que Derek havia se levantado e executado um chute de sola de pé na direção do homem-peixe que recebia um golpe muito fraco, nada além do contato era sentido.– Sai da frente Derek! – Thresh gritava enquanto seu companheiro movia seu corpo para direita saindo da frente do possível boxeador. Era então que Thresh realizava um salto com seu pulso fechado atrás de seu corpo que seguia um movimento corporal por inteiro, um giro com sua cintura, que visava tornar o golpe ainda mais forte.

Solomon por sua vez conseguia se desviar jogando seu corpo para trás, devido a velocidade do homem que não era tão surreal; para a sorte do tritão ele havia caído logo ao lado de seu machado, o mesmo então pegava-o se preparando para qualquer golpe, tomando sua posição base em pé. Entretanto os dois homens não eram a única preocupação que Solomon deveria ter, o fogo acesso pelo coquetel molotov arremessado pelo Derek anteriormente começava a espalhar-se pelas folhas e galhos secos, gerando um incêndio que tomava a proporção de duas enormes arvores. – O que foi? Tem medo de fogo? – Thresh sorrindo enquanto ao lado de Derek que pressionava sua cabeça com ambas as mãos que possivelmente ainda doía do impacto com a arvore previamente.

O tritão precisava ser ligeiro, Derek não estava 100% o que poderia ser uma vantagem, não seria propriamente um confronto de 2 contra 1, seria mais um combate de 1 contra 1 e meio. Todavia o atordoamento de Derek não duraria para sempre assim como o fogo provavelmente não ficaria estático apenas naquelas duas arvores que estavam a arder, uma decisão que não excedesse os limites do enorme homem-peixe deveria ser tomada e logo, já que o cenário não estava propriamente ao seu favor, mas poderia estar pior...






PPs:
 

Ferimento:
 

Considerações:
 

Legenda:
 


Citação :
Clima: Bastante nuvens com pouca irradiação solar.
Temperatura: 26,5ºc
Local: Lixão de Spider Miles
Horário: 16:18

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anjodk
Membro
Membro
Anjodk

Créditos : 5
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/04/2020
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySab 9 Maio 2020 - 15:25

Pelo visto eu não devia ter pensado que jogando o machado antes de me jogar funcionaria. Não queria me machucar, nem ferir mortalmente o homem, então foi pura burrice, a ainda havia o ferimento que agora me causava uma dor incômoda, que mais pra frente me causaria problemas.

Eu precisaria ao menos tornar aquela luta um contra um, mas preferiria que fosse contra um contra meio mesmo. Então naquele momento eu empunharia fortemente meu machado com a minha mão direita e diria:
-Eu sou um ferreiro seu desgraçado, o fogo é o que me alimenta!
Eu tentaria me aproximar dos homens até uma distância de uns 3,5 metros dos homens, então, como estaria mancado, eu precisaria tentar resolver tudo com um passo de manco, e para isso com um passo longo da minha perna queimada, eu com meu machado, o ergueria diagonalmente atrás do meu copo como se mostrasse que atacaria usando o machado com a mão direita, porém eu faria escorregar pelas minhas costas e com um movimento do meu braço esquerdo pegaria machado com a minha mão esquerda e manteria o movimento, de golpea-lo, mas agora somente com um soco mirando Greg, o que esperaria que ele ou esquivasse, ou que seu amigo o protegeria de alguma maneira. Caso ele se desviasse ou Thresh o protegesse ai que daria um passo usando a perna machucada Por que o passo lateral dela serviria como forma de dar impulso ao meu grande corpo por que nesse momento eu usaria o machado na minha mão esquerda e daria um giro usando as minhas costas e a lateral do corpo para me proteger, e com o machado na outra mão, eu completaria o giro com o machado em  mãos num movimento circular em diagonal, levando em conta que eu seria mais alto que eles, e um golpe horizontal passaria por cima da cabeça deles, segurando com a máxima força o machado e abriria o máximo possível a extensão dos meus braços para aumentar o máximo que puderia do meu alcance, tentando acertar agora os dois com a lâmina do meu machado, mas miraria a principio não no homem atordoado, e sim em Thresh que antes não havia sofrido nenhum ataque tentando cortar pelo menos um deles usando toda a minha força ou os dois se o machado conseguisse atravessar os ossos.  

Caso o meu ataque falhasse, talvez por ter calculado mão a distância, eu continuaria girando como um pião segurando o machado na mesma posição com o máximo de alcance possível para buscar acertar algum deles, porém a cada giro marcaria um ponto fixo, que seria uma técnica para eu mesmo não ficar tonto.

E caso ainda assim eles por algum motivo escapassem eu miraria o homem mais incapacitado e com um golpo frontal em diagonal, levantaria meu machado acima da minha cabeça, o golpearia buscando a parte aberta entre o pescoço e o ombro para assim ao menos tentar eliminar um deles, e do outro eu cuidaria depois.  

Caso tivesse hésito em acertar Thresh, eu mais uma vez acertaria Greg com a parte lateral do meu machado para derrubá-lo com um golpe lateral e o interrogaria depois.

Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

-Comprar uma arma
-Aprender perícia "Costura"
-Aprender Perícia "Engenharia Mecânica"
-Conhecer Charles Kim
-Comprar um Barco
-Conseguir um NPC companheiro
-Conseguir um amigo duo


Última edição por Anjodk em Ter 12 Maio 2020 - 18:29, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lawrence
Membro
Membro
Lawrence

Créditos : Zero
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptySeg 11 Maio 2020 - 20:26


Solomon com seu machado tinha sucesso em um golpe giratório acertando em cheio o peito de Derek de maneira não profunda para matar, porém o suficiente para desmaiar. O sucesso de seu ataque se devia a “tentativa” de atingir Thresh com o machado em sua mão direita, que fora esquivado com enorme facilidade, aparentemente Solomon que urrava de dor em sua perna poderia enfim ter uma luta de um contra um, entretanto não tendo seu estado 100%.

No momento em que se colidia seu machado no peito de Derek, uma brecha enorme era deixada pelo tritão, o corte na horizontal realizado por Solomon deixava parte de sua lateral bastante exposta, mais do que o suficiente para que Thresh realizasse um soco direto com seu punho direito direto na costela do mesmo. – Você é meu sushi! – Gritava Thresh que se mostrava eufórico com a situação de seu companheiro.

O soco era mais do que o suficiente para fazer Solomon se contrair, aparentemente aquele homem não era um pirata qualquer e os socos previamente realizados por ele deixavam isso claro, afinal, ele havia praticamente quebrado o crânio de um homem com um soco anteriormente, a base utilizada por ele, a velocidade e seus golpes não eram tão simples para que se fosse executado por um qualquer.

Solomon devido ao seu peso acabava por não recuar para trás com o impacto, o que fazia que ele absorvesse mais o impacto do soco; um observação quanto a Thresh poderia ser feito naquele momento, o golpe em questão realizado por ele havia sido um contra-ataque, não um golpe com preparo, e se mesmo assim o dano havia sido surreal levando em questão o tamanho dele e a sua raça, não seria um oponente para se derrotar em uma única luta.

Thresh logo corria em direção ao seu companheiro e o pegava no colo com ambas as mãos, em seguida corria para direção contrária do lixão sem nem mesmo olhar para Solomon que não conseguia se mexer devido ao golpe; talvez o possível pirata estivesse com medo ou pressa, medo do fogo que já tomava a proporção de 5 arvores inteiras ou pressa devido a situação que seu companheiro se encontrava.

Solomon após um curto período de tempo caia de joelhos com uma dor enorme em seu tórax, entretanto não aparentava ser uma dor de ruptura óssea, apenas de seu corpo ter absorvido todo o dano e não ter sido movimentado. Outro ponto era a dor provocada pela sua perna queimada, aquilo precisava ser tratado e logo, naquele cenário Solomon estava exposto a possíveis infecções na área ou de se queimar mais naquela perna já sensível.

As arvores que ardiam em chamas formavam quase uma letra “L” ao redor do tritão que se levantava lentamente, a arvore mais próxima que estava queimando estava a cerca de 3 metros de distância. Já dentro do lixão a situação não diferia muito, a guarita da guardinha queimava junto a um galpão não muito longe, a diferença era que na floresta o fogo poderia se espalhar mais, dentro do lixão não havia essa possibilidade. O proprietário da guarita continuava no chão desmaiado.






PPs:
 

Ferimento:
 

Considerações:
 

Legenda:
 


Citação :
Clima: Bastante nuvens com pouca irradiação solar.
Temperatura: 26,5ºc
Local: Lixão de Spider Miles
Horário: 16:25

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anjodk
Membro
Membro
Anjodk

Créditos : 5
Warn : Do ferro ao aço - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/04/2020
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro

Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 EmptyTer 12 Maio 2020 - 19:19

Meu ataque, apesar de bem sucedido só demonstra que sou bom fazendo machados, mas ainda muito ruim os usando. Precisaria encontrar alguém num futuro que poderia me ensinar alguma coisa se eu quisesse continuar vivo. Aquele cretino não era alguém qualquer e pra enfrentá-lo eu precisaria melhorar e muito se o encontrasse novamente.

Eu tentaria, mesmo com toda dor da perna machucada, e forte dor nas costelas, ir na direção do homem que antes havia sido atacado e o colocaria em meu ombro usando meu braço esquerdo e com o direito carregaria meu machado, mas antes disso, eu gritaria:
-EI, FILHA DO PESCADOR, SE VOCÊ ESTIVER EM ALGUM LUGAR, EU TO LEVANDO SEU PAI ATÉ O VELHO MYAMOTO, SE QUISER ME ACOMPANHE OU ME ENCONTRE LÁ!
Então, mesmo se ouvesse algum risco de me queimar, ou piorar a minha situação, eu tentaria levar aquele homem até a casa do velho Myamoto, que me ajudou antes, e pediria a sua ajuda. Mesmo mancando, eu esperaria que conseguisse ter forças para chegar na casa do velho e pediria a ajuda dele:
-O senhor me disse que se eu precisasse de você, você estaria aqui, então agora eu preciso. Me ajuda! Eu colocaria na mesa que antes havia visto. E diria:
Cuida da cabeça dele, se ele ainda estiver vivo, os desgraçados estavam com muita vontade de matar esse homem. Eu esperaria que ele pudesse me ajudar a pelo menos fazer alguns curativos básicos, mas que priorizasse tentar salvar a vida do homem. Afinal, ele ainda tinha uma filha, que eu precisaria achar depois, caso já não a tivesse encontrado antes. Crianças não devem ficar sozinhas nesse mundo, ou viram desgraçados igual aqueles dois.

Se tivesse conseguido a devida ajuda de Myamoto, após feito os curativos me encaminharia à loja de armas esperando que não tivesse demorado muito tempo e procuraria chegar no horário marcado com o dono onde iniciariamos nossa conversa.

Caso os curativos tivessem demorado muito e adentrassem a noite, eu pediria a Myamoto:
Posso dormir aqui? Só até amanhã pra eu achar a filha desse cara.
Então, se ele tivesse concordado, eu dormiria e ao amanhecer voltaria ao lixão para perto da cabana que foi atacada e procuraria a filha do homem, se já não a tivesse encontrado na noite anterior. Então, a procuraria ao longo do dia, caso a encontrasse a levaria até onde o pai estava e diria:
-Seu pai é um homem corajoso, ele pensou muito em você antes dos homens maus o atacarem ele quis proteger a sua casa e lutou bravamente contra eles. Ele foi(se tivesse morrido)/Ele é (se ainda sobrevivesse) um herói.
Então a deixaria sob os cuidados de Myamoto, por enquanto,e iria até a loja encontrar com Kuuro para que conversássemos.
Me desculpe não ter vindo ontem, tive problemas com uns desgraçados, me diga o que tem a me dizer.



Off:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

-Comprar uma arma
-Aprender perícia "Costura"
-Aprender Perícia "Engenharia Mecânica"
-Conhecer Charles Kim
-Comprar um Barco
-Conseguir um NPC companheiro
-Conseguir um amigo duo


Última edição por Anjodk em Sex 15 Maio 2020 - 8:50, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Do ferro ao aço - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Do ferro ao aço   Do ferro ao aço - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Do ferro ao aço
Voltar ao Topo 
Página 2 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Wars Island-
Ir para: