One Piece RPG
Capítulo I - Despedida - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The Hero Rises!
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Achiles Hoje à(s) 12:10

» Nova Ficha - Regina "Gina" Drake
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Gina Hoje à(s) 09:51

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 06:47

» Que tal um truque de mágica?
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:17

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:32

» Seasons: Road to New World
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Volker Ontem à(s) 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 22:08

» VIII - The Unforgiven
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:00

» The One Above All - Ato 2
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:53

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:49

» Bakemonogatari
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:25

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:15

» A primeira conquista
Capítulo I - Despedida - Página 4 Emptypor Rangi Ontem à(s) 18:19



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Capítulo I - Despedida

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySex 27 Mar 2020, 19:32

Relembrando a primeira mensagem :

Capítulo I - Despedida

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Pepino Legrant. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Palitinho
Civil
Civil


Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySex 08 Maio 2020, 00:11

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Finalmente começava a ouvir as explicações do senhor e da garota, que em sintonia pareciam estar dados os momentos em que cada um completavam o que o outro dizia. O que eu entendia até o momento era que existiam muitas escolas diferentes que misturavam princípios do taoísmo. Quando Zhang mencionava yin-yang, cinco elementos, exorcismo, meus olhos brilhavam, mas antes que eu pudesse comentar a respeito, o monge já cortava esse caminho da conversa e prosseguia.

Continuava a  receber os ensinamentos da dupla e então refletia a respeito das perguntas que eles faziam.  Certamente quais ganhos eu teria se me tornasse o melhor espadachim do mundo? Bom, segurança e liberdade poderiam ser listadas. Assim eu não teria medo de andar por aí e me deparar com um psicopata assassino, além de ter o poder para proteger tudo com que eu me importasse. Nesse momento, quando via os dois darem risadas, fechava um pouco a cara e perguntava com seriedade.

Legrant - Eu não acredito que essa passividade toda possa garantir minha sobrevivência... viver sem ambição.. sem ter força para defender o que você aprecia.. não me parece algo muito sábio, com todo respeito! Claro que eu concordo com isso de evitar conflitos desnecessários, mas quando for preciso e eu tiver que lutar para viver, ser forte será essencial!

Senhor Zhang, qual dessas escolas você segue? Eu preciso despertar toda energia que há em mim.. acho que essa conversa com vocês está me ajudando a ampliar minha visão sobre o mundo...
, mantinha meus olhos atentos aos dois. Completamente focado eu estava e até mesmo curioso para ouvir o que eles tinham a dizer. Talvez eu fosse linchado dali depois de proferir tais palavras e questionamentos, talvez não. Me esquecia por alguns minutos que Reina e Kou me esperavam na entrada do templo.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Noskire
Civil
Civil
ADM.Noskire

Créditos : 62
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySex 08 Maio 2020, 21:10



Cap. I - Despedida — 015

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os dois recebiam a resposta e crítica do jovem com serenidade. Em momento algum eles demonstravam raiva ou mesmo pena por ele não entender o caminho do taoísmo. O mais velho ainda acenava com a cabeça, concordando com a conclusão do espadachim, embora o corrigisse logo em seguida. — Mas é claro! Idealmente, não se deve desejar nada, mas também não se deve desejar não desejar. — O homem pronunciava as últimas palavras com um tom diferente, tentando destacá-las do texto e tornar-se compreensível para Pepino.



A garota, no entanto, mais uma vez tomou a voz e exemplificou os dizeres do monge: — Se a correnteza me levar em direção à uma queda que resultaria em minha morte, obviamente que nadaria contra ela. Ainda assim, nadaria perpendicular à correnteza, em direção à margem. Nunca cem por cento contra ela, pois eu cansaria e a natureza não. — Gesticulava, simbolizando a direção da corrente com uma das mãos e a direção do seu nado com a outra. — Ou seja, você não deve desejar derrotar alguém apenas para se provar ser o mais forte, porque sempre haverá alguém mais forte. Mas treinar seu corpo e mente para ser mais apto, mais sábio, para que possa proteger aqueles que ama, isso é perfeitamente compreensível e incentivado por nós.



O idoso sorria ao passar os olhos da garotinha para o jovem Legrant. Apesar dela aparentar ser um pouco ríspida em alguns momentos, o velho realmente parecia apreciar a forma como ela explicava a filosofia de ambos para um leigo. — Há muitas pessoas que nasceram na pobreza e trabalham exaustivamente, dia após dia, sem descanso, sem férias, na esperança de um dia ser rico. Você acha que se essa pessoa conseguir se assentar aos sessenta anos, com um dinheirinho guardado, ela vai ser feliz? Ficar parado após quase cinquenta anos de trabalho incessante? São coisas desse tipo que abominamos e tentamos evitar ao máximo que nossos seguidores cometam. É óbvio que é necessário trabalhar e ganhar dinheiro para se alimentar e para sustentar a si e a sua família. Necessário. Mas também é importante aproveitar a vida, sair com sua mulher, brincar com seus filhos...Então, se você possui um problema maior do que você, apenas aceite e aprenda a conviver com ele ao invés de perder sua vida tentando mudar algo imutável. — Mei concluia.



Em relação à escola que o monge seguia, a resposta foi a seguinte: — Oh… Não, acho que posso ter explicado de forma dúbia. — Dizia, alisando sua barba enquanto ponderava sobre suas próximas palavras. — Como disse antes, o Taoísmo tem como base diversos textos, como os de Zhuangzi. Os textos mais antigos foram escritos à séculos! Então, infelizmente, quando lemos e possuímos uma dúvida, não podemos perguntar diretamente ao filósofo responsável por sua escrita. — A garotinha prontamente emendava: — Ainda bem! Imagine você conversando com uma múmia decrépita falando de forma enigmática. — Sua expressão azeda demonstrava toda a sua repulsa a imagem criada em sua mente. Jiao apenas a ignorava, no entanto.



Continuando: — Sendo assim, nós levamos nossos questionamentos à outros monges, em busca daqueles mais sábios que possam nos esclarecer. Todavia, somos uma comunidade espalhada, não temos acesso a todos os outros monges e, mesmo entre aqueles que temos acessos, há divergência de pensamento de um para o outro. Destarte, quando me referi a diferentes escolas, quis me referir ao fato de que um taoísta aqui e um taoísta em Shengtzen provavelmente vão ter alguns pensamentos divergentes. — Mei, ao ouvir o idoso se referir à Shengtzen, cuspiu no chão, demonstrando seu respeito — ou falta dele! — para com a outra província. A mão do monge se moveu rápida e puxou a garotinha pela orelha, forçando-a a ficar nas pontas dos pés enquanto sua orelha adquiria um tom avermelhado. — Ai ai!



Com um leve sorriso no rosto e a garota ainda refém de sua mão hábil, Jiao continuava: — Fico imensamente feliz de poder compartilhar o pouco que sei com um jovem tão promissor. Ainda mais por você ter a paciência de me ouvir e a sabedoria de escutar! — O homem ria com o próprio uso de palavras, resolvendo explicar para esclarecer possíveis dúvidas. — Muitos não têm a paciência de ouvir e simplesmente vão, desistindo de adquirir conhecimento conosco. Outros têm a paciência de ouvir, mas não escutam, pois mesmo que passem horas aqui, saem tão ineptos como quando chegam. — Um longo suspiro escapava de seus lábios, triste por haver tão poucos interessados em sua filosofia. Mei também era liberada do seu aperto, alisando à orelha com lágrimas nos olhos e um biquinho de raiva. — Você, apesar de jovem, os quais costumam ser imperativos e donos da verdade, ouve e escuta. — Mais um sorriso, com sua destra voltando à sua barba. — Há algo mais em que possa lhe ajudar, meu jovem?



Legendas:
  • Civil
  • Reina Izumi
  • Koushaku Izumi
  • Zhang Jiao
  • Lao Mei


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pepino Legrant:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySeg 18 Maio 2020, 11:50

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Eu terminava de ouvir as respostas dadas pela dupla de monges  taoistas e ficava ainda relutante em aceitar seus ensinamentos. Talvez aquela filosofia realmente não se enquadrasse muito no jeito q ue eu pensava. Por isso resolvia encerrar o papo por ali. No entanto, não posso negar que fiquei curioso a respeito do que a garotinha havia feito quando era mencionada a província de Shengtzen e após a conversa eu optava por perguntar.

Legrant - Qual o problema de Shengtzen?, colheria tais informações, tentando demonstrar um pouco de neutralidade e imparcialidade. Em seguida, me curvaria em respeito aos monges e me despediria com um aceno, agradecendo as respostas.

Me unindo a Kou e Reina, estufaria o peito e então diria.

Legrant - Desculpe fazê-los esperar! Bom.. se não tiverem compromissos agora.. poderiam me guiar para algum dojo de taekwondo? Só me deixar na porta já ajuda.. hehe!, sorriria encabulado e um tanto envergonhado. Caminhando com ambos enquanto continuava a refletir sobre  tudo que havia escutado até então.

Quando finalmente chegasse no dojo, procuraria retirar meus sapatos, deixando-os próximo a entrada e ali permaneceria parado para não interromper uma eventual prática ou treinamento. Quando alguém viesse  me perguntar algo, me apresentaria e então esclareceria minhas intenções.

Legrant - Prazer, me chamo Legrant! Gostaria de aprender taekwondo!, reverenciaria então o possível mestre do local.




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Noskire
Civil
Civil
ADM.Noskire

Créditos : 62
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyQua 20 Maio 2020, 20:18



Cap. I - Despedida — 016

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Jiao se apressou para responder a última pergunta do jovem, antes que a garotinha pudesse falar alguma besteira, atropelando as primeiras palavras antes de ritmar sua fala no seu tom suave. — Nãohánada de errado com a província de Shengtzen. Nós, de uma forma geral, apenas pensamos um pouco diferente. — O idoso pensou por alguns segundos, formulando a melhor forma de explicar aquilo para o forasteiro. — Temos a vontade do Tigre e eles a vontade do Dragão. Basicamente, tendemos a ser mais cautelosos, esperando pelo momento correto para agir. Eles já são mais explosivos, impacientes. — A garotinha abriu a boca para complementar com suas próprias palavras, mas o senhor a cortou novamente. — Enãohánada de errado nisso, são apenas formas distintas de se pensar. — Concluiu, alisando sua longa barba com sua destra.



Após se curvar para o monge e sua pupilo, recebendo o mesmo gesto em resposta, Legrant foi guiado pelos irmãos para longe dali. — Eu preciso passar nas minas, então é aqui que me despeço de vocês. — Sua irmã consentiu com um gesto de cabeça. — Eu também preciso resolver umas coisinhas, então te deixo lá e volto após uma hora, no máximo. Ok? — Indagou ao espadachim, com um sorriso no rosto. Já na entrada do dojo, Legrant viu enquanto os irmãos se afastaram com um aceno, cada qual seguindo um caminho distinto.



Dentro do dojo, Legrant se portou de forma exemplar, retirando seus sapatos e aguardando pacientemente enquanto o professor terminava de tutelar seus alunos, ensinando-os uma sequência de três chutes giratórios. Os alunos eram todas crianças, na casa dos 7 aos 9 anos, uma leve maioria sendo de garotos. Após mostra-los o movimento meticulosamente algumas vezes, o homem deixou as crianças treinando em pares e foi até o espadachim na beira do seu tatame. — Pois não?



O professor ouviu o mais jovem e ponderou por alguns instantes antes de lhe responder. — Prazer, Legrant, me chamo Zhao Yong. — Após uma mesura bem similar a realizada pelos monges, ele continuava. — Como pode ver, ensino o básico da arte para crianças. — Afirmou, gesticulando para os pequenos atrás de si, tentando replicar a sequência de três chutes, alguns caindo sozinho com a tentativa. — E você me parece já ter um conhecimento na área do combate. — Desta vez ele apontou para a katana presa à cintura do espadachim. — Tem certeza que há algo que eu possa lhe ensinar? — Perguntou, olhando para um relógio próximo antes de informar: — Você tem quarenta segundos para responder, preciso voltar à ensiná-las.



Legendas:
  • Civil
  • Reina Izumi
  • Koushaku Izumi
  • Zhang Jiao
  • Lao Mei
  • Zhao Yong


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pepino Legrant:
 
Histórico:
 

Zhao Yong:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySeg 01 Jun 2020, 17:11

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Me despedindo da dupla de monges eu seguia meus companheiros rumo a seu próximo destino. Embora eu ainda ficasse confuso a respeito disso, optava por dar tempo a toda  informação absorvida.

Ouvindo que tanto Reina quanto Kou tinham compromissos e não poderiam me acompanhar, me entristecia, mas nem por isso perdia o ânimo para continuar com minha jornada. E assim eu acabava por encontrar um dojo. Entrando no local era recebido pelo que parecia ser o sensei e quando indagado, respondia.

Legrant - Sim.. sou um espadachim que busca expandir seus conhecimentos  e formar seu próprio estilo de combate! Não sou muito bom em utilizar minhas pernas para dar golpes.. mas sei dar mortal e correr! , falando isso ele se preparava  para virar um mortal e exibir sua destreza. Peço  que me ensine a chutar, mestre Zhao Yong! , o reverenciava e aguardava.

Caso fosse aceito, começaria a seguir suas instruções, fazendo o que ele mandasse para controlar melhor meu corpo e então aprender esse novo estilo de luta. Ficaria ali pelo tempo que fosse necessário e me juntando as crianças procuraria imitá-las, sem mostrar uma feição intimidadora para não assustá-las e tampouco procurando confusão com elas. Antes de tudo, com a resposta positiva para o ensinamento, alongaria meus músculos, me esticando e segurando meus membros para que não me lesionasse durante as práticas.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Noskire
Civil
Civil
ADM.Noskire

Créditos : 62
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyTer 02 Jun 2020, 21:04



Cap. I - Despedida — 017

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O sensei observava o mais jovem dar um mortal, mantendo sua expressão neutra. — É, ao menos você tem um bom equilíbrio… Ok, entre, vamos, vamos! — Com seu aval e seus comandos, o espadachim começou o aquecimento, obviamente após deixar seus chinelos e sua katana no lado de fora do tatame. Enquanto as crianças permaneciam treinando combinações, Legrant ficou no cantinho, fazendo polichinelos, saltos e sprawls.



Após o fim da aula dos pequenos, com o mais recente estudante mais do que aquecido, Yong chamou-o e lhe explicou a base do Taekwondo, partindo dos princípios mais básicos como base e guarda e seguindo com golpes e movimentos simples, apesar de obrigá-lo a executar cada golpe ao menos 100 vezes, para que seu corpo aprendesse o movimento.



Por fim, o professor lhe disse: — Por agora, é o que eu posso lhe ensinar. Descanse e mantenha-se praticando! — Ordenou, fazendo um sinal de Lótus com as mãos e curvando-se levemente para o seu pupilo. Após a saudação, o sensei saiu do tatame e se foi, enquanto que Legrant encontrava-se livre para ir e vir.



Legendas:
  • Civil
  • Reina Izumi
  • Koushaku Izumi
  • Zhang Jiao
  • Lao Mei
  • Zhao Yong


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pepino Legrant:
 
Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyQui 04 Jun 2020, 13:37

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Terminava meu aquecimento um tanto quanto isolado do grupo de crianças que ali estavam e após uma breve explicação a respeito da arte marcial que eu pretendia aprender iniciava o treinamento após responder a saudação que o sensei havia me feito de igual modo.

Espaçando minhas pernas e olhando para frente com os punhos erguidos em noventa graus na mesma direção de meu olhar eu me concentrava. Erguendo a perna direita e  mantendo o joelho flexionado, abaixava um dos braços e o colocava próximo de minha barriga totalmente esticado para permanecer em equilíbrio. Em seguida, esticava a perna já erguida para frente e inclinava meu tronco na direção contrária para me manter de pé e por fim recuaria a perna, ainda erguida. Descobria assim que não só atento às pernas eu deveria estar. Era essencial se mover em harmonia, de modo que um movimento fosse compensado com outro para que o equilíbrio fosse mantido. Realizaria então esse chute em câmera lenta por algumas vezes até que ficar acostumado para que pudesse utilizar minha velocidade máxima. Repetiria esse treino com a outra perna.

Estando com o corpo coberto de suor, realizaria uma pausa para secar minha testa e pés a fim de que não pudesse correr o risco de me ferir com escorregões. Eu tinha de me manter concentrado e atento para continuar a aprender.

Eu sabia que no momento o essencial era que eu dominasse o básico e por isso não tinha muitos motivos para tentar manobras mais complexas. Por isso a segunda manobra a ser escolhida por mim envolveria um dos outros princípios dessa arte marcial, que era o uso de giros corporais para a realização de movimentos. Voltando para a postura inicial eu procuraria virar meu tronco e mover o pé que estava posicionado atrás para frente. Com ele erguido aproveitaria minha rotação para erguê-lo e esticá-lo ao máximo, inclinando meu tronco para trás para compensar o movimento. No momento em que meu pé atingisse a máxima altura, flexionaria o joelho de modo a recuá-lo para próximo de mim já me preparando para uma descida suave e sem impactar muito meu joelho. Nas primeiras vezes seria normal eu exagerar um pouco na movimentação, mas aos poucos controlaria meu corpo até me acostumar com isso. Descobrindo o quanto eu deveria utilizar de força, começaria a repetir, e só depois mudar de perna. Mesmo que essas duas técnicas não fossem muito complexas, me dedicaria e manteria focado para dominá-las. Pois acredito que será útil assim.

Olharia as vezes de relance para o professor e procuraria seguir suas dicas. Quando terminasse esse exercício, aguardaria um pouco, recuperando o fôlego.

Feito isso, era hora de partir e após pegar meus pertences rumaria em direção à casa de Reina e Kou, onde eu procuraria reencontrar o pato selvagem e algum dos irmãos. Minha presença em Kano Country havia sido breve, mas bastante produtiva, no entanto, ainda não era o que eu estava procurando e por isso deveria seguir viagem para criação de meu próprio estilo de combate. Assim, ao chegar na casa, me encontraria com o pato e aguardaria alguém na entrada. Quando Kou ou Reina chegassem, perguntaria quando partiriam e pediria por uma sugestão de lugar para aprimorar minhas habilidades. No fim eu acreditava que a Grand Line seria a melhor escolha, mas conhecendo os mitos e ouvindo perigos a seu respeito, talvez não fosse um destino da próxima viagem da família que havia me ajudado. Então, se por acaso eles não fossem para o farol, me despediria, e rumaria ao porto, para que pudesse perguntar a alguém ali se aceitavam me dar carona para o farol.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Noskire
Civil
Civil
ADM.Noskire

Créditos : 62
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptySeg 08 Jun 2020, 19:19



Cap. I - Despedida — 018

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Uma pressa exacerbada parecia tomar conta do jovem, como se sua vida dependesse que ele saísse daquela ilha o quanto antes! Será que algum mal cairia por sobre os habitantes de Kano Country? Seria um sexto sentido avisando o espadachim que sua vida estava em perigo?



Independente do motivo, o espadachim voltava para a casa de Reina e sua família, se perdendo algumas vezes, mas conseguindo encontrar seu destino após uma hora ou duas. A navegadora estava na rua, acariciando o pato estranho. Legrant anunciava a sua partida abrupta e a garota exclamava: — M-Mas já?! — Sem resposta ou demora, Pepino pegava o pato sem dono e partia rumo ao porto, já que a próxima partida de Reina e seu irmão seriam apenas dentre alguns dias e de volta para Las Camp.



Já no porto, ele passeava observando os navios, em busca de um que pudesse levá-lo à Grand Line. Havia um navio da Marinha, dois da Marinha Happo, três grandes navios Comerciantes e uma pequena escuna, tripulada por cinco homens parrudos. Legrant foi até esses últimos. O Capitão, um homem na faixa dos 35 anos, desdentado e fedorento, cuspiu aos pés do espadachim ao ouvir sua intenção. — Mermão, primeiro nóis tem que dá uma passada em Elúsia, mano! Se quiser é Vintão a viagem até lá, tá ligado?! — Dizia, esperando ser pago antes do acordo. Caso o espadachim não tivesse o dinheiro, o homem parecia disposto a aceitar algo de mesmo — ou maior! — valor.



Legendas:
  • Civil
  • Reina Izumi
  • Koushaku Izumi
  • Zhang Jiao
  • Lao Mei
  • Zhao Yong


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pepino Legrant:
 
Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyQua 10 Jun 2020, 09:58

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Ainda perdido quanto ao que eu realmente queria e indeciso sobre meus próximos passos, eu deixava meu corpo ser levado por uma incerta e vaga ideia de me deslocar rumo ao farol. Sentia um quê de tristeza por parte de Reina e aquilo doía meu coração. Não posso negar que de fato havia me sentido atraído pelo charme da moça e que talvez me estabelecer naquela ilha pudesse sim ser uma ótima escolha de vida. Mas, estaria eu satisfeito completamente com isso? Bom,  eu não tinha a resposta na hora e talvez isso pudesse  provocar arrependimentos num futuro próximo...

Não tardava a chegar  ao porto e diante de tantas embarcações acabava me  dirigindo à mais estranha, com a tripulação um tanto quanto incomum. Eu sabia que não tinha muito dinheiro para embarcar junto a comerciantes e tampouco gostaria de ingressar em um navio da marinha, por isso ao receber uma proposta do desdentado fedorento, eu retirava minha garrafa de sakê da bolsa e a balançava suavamente enquanto dizia.

Legrant - O que posso te oferecer é isso aqui!

Caso o rapaz não aceitasse o negócio, oferecia minha mão de obra como ingresso para o navio de comerciantes. Se não desse certo, iria até um dos navios da Marinha Happo, também oferecendo minha força bruta para tarefas domésticas.

Embarcaria junto do pato e ficaria ali no convés esperando a partida. De meu rosto uma única lágrima escorreria, como sinal de relutância à minha despedida.

Legrant - Me desculpe, Reina! Mas acho que não estou pronto para me estabelecer em uma ilha ainda e não posso atrapalhar os negócios da sua filha ou te fazer abandonar Kou, não quando ele precisa de você!, diria baixinho e me curvaria para o porto, para que então voltasse minha atenção ao horizonte azul.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Noskire
Civil
Civil
ADM.Noskire

Créditos : 62
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyQua 10 Jun 2020, 18:21



Cap. I - Despedida — 019

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os olhos do velho passeavam pelo jovem, em busca de qualquer coisa de valor que pudesse tirar dele, parando momentaneamente em sua katana e indo até mesmo para o pato mais atrás, o qual estava mal humorado. O que não era de se espantar, visto que havia sido tirado das mãos de uma bela e carinhosa moça e puxado por meia ilha por um homem que sequer dirigiu a palavra para si.



Legrant, no entanto, ofereceu uma garrafa de Sake, quase cheia, e o desdentado ponderou por longos segundos antes de tirar a garrafa da mão do garoto e provar o líquido direto do gargalo. — BWAH! Essédabraba! — Atropelou as palavras, dando dois passos para a direita e quase caindo no mar. — Mas num é u suficiente, mermão. Também vai ter qui trabaiá! — Disse, olhando rapidamente para a katana do espadachim.



Após uns vinte minutos, todos — Pepino, o Capitão desdentado e mais 4 marujos. — já estavam no navio e este começava seu trajeto para a ilha conhecida como Ilusia Kingdom. O jovem quase-marinheiro olhava para a ilha que se afastava lentamente, pensando em tudo o que poderia conseguir lá, se ficasse, e tudo o que perderia, ao partir. O velho, emburrado, se aproximou e gritou a centímetros de sua orelha: — MARUJO! IÇAR CORDAS NO ESTIBORDO! — Apontou para o lado direito do navio com a destra, enquanto dava um tapa com a esquerda na cabeça do passageiro. — AGORA!



Enquanto o pato corria de um lado para o outro, saindo do caminho dos marujos que mal pareciam vê-lo, Pepino era ordenado sem descanso a puxar tal corda, içar tal vela, ou carregar isso ou aquilo para cá ou para lá. Após meia hora, já estavam em alto mar, talvez na metade da viagem? E o jovem espadachim finalmente tinha alguns momentos para descansar ou fazer o que mais desejasse, já que mais nenhuma ordem vinha do capitão do navio. O pato estranho encontrava-se deitado, encostado na amurada do navio, cochilando. Sua cela ainda atraia a atenção do jovem Pepino devido ao compartimento volumoso na lateral. Será que havia algo ali? O mar estava calmo e alguns pelicanos sobrevoavam o navio.



Legendas:
  • Civil
  • Reina Izumi
  • Koushaku Izumi
  • Zhang Jiao
  • Lao Mei
  • Zhao Yong


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Pepino Legrant:
 
Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Capítulo I - Despedida - Página 4 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 EmptyQua 10 Jun 2020, 18:50

CAP. I - DESPEDIDA
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


A princípio eu conseguia pagar minha passagem de ida à Ilusia com a garrafa de sakê. No entanto, me era ordenado trabalhar para complementar o valor. Não posso negar que a companhia daquele banguela era nada agradável e quando olhava para o pato, percebia que ele concordava comigo.

Correndo para a direção que  me era apontada eu começava a içar a vela, puxando a corda referente a ela com toda minha força. Em seguida, ajudava a subir a âncora e quando recebia os momentos de desacanso, me aproximava  do pato.

Legrant - Pois é, pato! Talvez em Ilusia nós consigamos trocar de navio e tripulação.. não sei.. em comparação com a Reina, esse cara não é muito confiável e agradável de conviver.. Pelo menos você consegue dormir calmamente... terei que ficar em alerta..., e dando um suspiro após falar baixinho com o pato, eu notava um compartimento volumoso na lateral do mesmo.

Curioso eu procuraria ver seu conteúdo. Fazia tempo que eu não havia tido uma refeição e com fome estava. Caso fosse algum alimento, procuraria prová-lo, para que em seguida pudesse compartihar com o pato, se bom fosse seu sabor. Caso contrário, guardaria de volta no compartimento e ficaria ali esperando pelo término da viagem. Parecia que mais um capítulo de minha jornada parecia chegar a um fim, não era o esperado por mim, mas o escolhido. Em minha cabeça apenas imagens de Reina, Kou e de meu pai. Já sentia saudades dos três e quem sabe em breve eu não voltasse a vê-los...


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo I - Despedida   Capítulo I - Despedida - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo I - Despedida
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: