One Piece RPG
The Victory Promise - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Seasons: Road to New World
The Victory Promise - Página 4 Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 14:46

» Revan Yamamoto
The Victory Promise - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:29

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 13:57

» Um Destino em Comum
The Victory Promise - Página 4 Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 13:26

» Supernova
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Shroud Hoje à(s) 13:09

» [Kit] Broly - DragonBall Super
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Teo Hoje à(s) 12:59

» Meu nome é Mike Brigss
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Shiro Hoje à(s) 11:42

» Phill Magestic
The Victory Promise - Página 4 Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 11:33

» The One Above All - Ato 2
The Victory Promise - Página 4 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 00:49

» Primum non nocere
The Victory Promise - Página 4 Emptypor John Knudarr Hoje à(s) 00:18

» Tidus Belmont
The Victory Promise - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 23:48

» Cap.1 Deuses entre nós
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Thomas Torres Ontem à(s) 22:52

» Blue Guardian! Luca o soldado da justiça!
The Victory Promise - Página 4 Emptypor K1NG Ontem à(s) 22:25

» Cap. 2 - The Enemy Within
The Victory Promise - Página 4 Emptypor King Ontem à(s) 22:19

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Madrinck Dale Ontem à(s) 21:56

» Enuma Elish
The Victory Promise - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 21:50

» BOOH!
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:41

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Furry Ontem à(s) 21:34

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
The Victory Promise - Página 4 Emptypor Pippos Ontem à(s) 21:31

» [Kit] Kat
The Victory Promise - Página 4 Emptypor gmasterX Ontem à(s) 21:13



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 The Victory Promise

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyQua 18 Mar 2020, 22:19

Relembrando a primeira mensagem :

The Victory Promise

Aqui ocorrerá a aventura do(a) agente do governo Orochi Kozuki. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Hooligan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 28/03/2013

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyTer 05 Maio 2020, 16:17


A taverna do Grande Joe Caolho, estranha mas confortável e um bom lugar para não se incomodado, bem...para ir incomodar alguém também. Em pouco tempo da minha estadia já conseguia observar algo interessante, mesmo que de relance, um mulher retirava de seus pertences um livro com o título de “A arte da Diagnose: a investigação vital”, no mesmo instante meu lado médico ficava intrigado. ─ Me desculpe, eu estava apenas observando o seu livro. Responderia seu questionamento, ignorando os anteriores e levando o assunto para outro lado.

─ Por acaso você é médico? Este é um assunto que me intriga demais... Complementaria minha frase. ─ Você se importaria em me emprestá-lo, após a sua leitura? Daria continuidade antes que deixasse ela com sua obra. Caso ela concordasse, ficaria muito feliz em aguardar minha vez, a taverna por ser discreta me trazia um certo conforte em permanecer mais tempo na ilha. ─ Caolho, me alcance uma bebida! Indagaria, em seguida daria a quantidade de dinheiro necessário para o consumo.

Permaneceria sentado no mesmo local, assim que a moça terminasse, se estivesse disposta a emprestar-me, pegaria o objeto e iria me dirigir para a parte mais iluminada do estabelecimento. Não iria forçar a visão do único olho que me restava. Atentamente leria as páginas do livro sobre diagnose para que futuramente torna-se uma das minhas habilidades como médico. ─ Será que este momento de calma é normal? Perguntaria-me antes de começar.

Assim que tivesse aprendido tudo que o livro pudesse me oferecer, procuraria a mulher que disponibilizou o exemplar. ─ Aqui está, muito obrigado! Por acaso você teria outros conteúdos relacionados a medicina? Eu sou um médico muito curioso... Perguntaria caso encontrasse-a e iria com ela onde fosse - com exceção do quartel general - para aprender mais. ─ Devo confessar que cirurgia é um assunto que sempre quis aperfeiçoar, porém não tive muitas oportunidades ainda.

No caso da moça não estar mais pelas redondezas, iria diretamente ao atendente do bar. ─ Você conhece alguém que poderia me dar uma carona até as próximas ilhas? Aguardaria. ─ Qual o valor? Onde o encontro? Questionaria. Se houvesse respostas para tais perguntas, começaria a investigar a partir das dicas do homem, do contrário, dirigiria-me para o porto da ilha.

─ Preciso de uma carona para a próxima ilha, ofereço dez mil berries e serviços médicos para a tripulação que me levar. Se conseguisse chegar ao local, começaria a andarilhas e a abordar os viajantes presentes, passaria por cada embarcação oferecendo algo em troca. Imediatamente daria a minha atenção para aquele que aceitasse o valor oferecido ou ficasse curioso com minha proposta, nada que uma boa conversa não pudesse resolver.


Objetivos:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySex 08 Maio 2020, 19:50



The Victory Promise
Post: 1  |  Localização: Polestar Islands - East Blue  |  Clima: Ameno


Capítulo XIV: Megane

Marinheira Lars Xerben ~ #ff9966
Patriarca da Família ~ #cc0033
Filha mais velha ~ #cc99cc
Agente Wolvehamptom~ #0099ff
Ruiva Dona do Red Pub ~ #ff3300


A briga havia acabado. Orochi, sofrendo por seus próprios erros em combate, terminava aquela peleja com certo cansaço. Orochi buscava resolver as coisas da maneira mais rápida, porém, contrariando tal ideia, a loira relutava em realizar tal ligação naquele momento.

— Acredito que não seja o ideal fazer isso uma hora dessas! — afirmou.

Puxando os desconhecidos para o lado externo do local, a loira buscou em suas coisas uma corda e amarrou ambos os homens, sendo que o que permaneceu acordado não relutou em nada durante o processo.

— Acho melhor resolver tudo isso pela manhã. Vá se lavar! — completou.

Antes que desse conta, o jovem agente era surpreendido com a presença da garota mais velha da família protegida. Portando uma pequena maleta de cor clara, a jovem indicava para que o agente a seguisse. Questionando a garota, na ausência do patriarca ali, a mesma titubeou alguns instantes antes de responder.

— Não sei, mas o papai está cuidando da Melory. Deixa-me tratar esses seus ferimentos — mencionou, puxando o agente para certo cômodo da casa. — E para de ser sem noção de comer essa barrinha!

A garota buscava em seus aparelhos o que era necessário para cumprir os primeiros socorros naqueles ferimentos bem suscintos. Na ausência de algum objeto em seu humilde arsenal, a garota complementava a grade de objetos presentes no Kit fornecido pelo Governo ao agente.

— Meu nome é Negame. Muito prazer...

Tensa, a garota tentava recomeçar seu convívio com o homem que havia salvado sua família. Neste momento a garota aparentava estar mais honesta na tentativa de diálogo, ao mesmo tempo que, cuidadosa, tratava os ferimentos do rapaz de maneira superficial.

— Desculpe pelo ocorrido. Eu lamento que você foi fraco o bastante para não conseguir dar cabo daqueles dois paspalhos. Eu superestimei você...

Com uma reação sincera o bastante para demonstrar toda a ironia que exalava, a garota prosseguiu o tratamento do homem até que a garota loira chegou. Vendo aquela cena, ela estranhava um pouco, até mesmo se incomodava com tal coisa e isso ficava claro em sua maneira de falar.

— O que você está fazendo?! — bradou surpresa.

— Estou realizando os primeir....

— Não estou falando com você! E-Estou falando com ele! Temos que ter uma conversa! — bradou a agente Wolve.

— Entendo. Deixarei vocês a sós. Cuidado para não morrerem da próxima vez... “agentes”.

Após a Negame sair do recinto, Wolve prosseguiu no que tinha de falar ainda no mesmo tom, agressivo, de antes.

— Levei uma bronca do Quartel. Nossa missão se encerra até a data estabelecida! —bradou ela, revoltada com o acontecido.

— E a data estabelecida é amanhã, no comício em praça pública. Correto? — comentou o marinheiro, adentrando no recinto.

O homem vinha com uma xícara que, pelo odor, era chá. Intercalando goles em sua bebida, o homem prosseguiu seu pensamento.

— A nossa missão é proteger esta família até amanhã. Eu serei a parte ativa da missão e vocês... — olhando para ambos, analisando-os — Nos protegerão...

Dando meia volta, o homem caminhou em direção ao seu posto, no jardim da casa, onde sentado, aproveitou a calmaria que havia ficado para admirar o amanhecer que não demoraria muito.

— Vamos descansar ou fazer essas malditas rondas noturnas? — questionou a loira, incomodada com o acontecido como um todo.

O amanhecer já chegava, e na taverna do Caolho, o Grande Joe ainda persistia em sua animada recepção aos poucos que adentrava em seu empreendimento. A taberna tinha uma peculiaridade de funcionar apenas no período noturno e isso agradava a parcela que frequentava. Naquele prelúdio do amanhecer, o jovem aspirante a pirataria já havia devorado o livro com seus olhos. As horas haviam passado como segundos durante o seu aprendizado da perícia desejada. Quando mal se deu conta, já era manhã.

— Você com certeza irá conseguir a carona que deseja no porto. Siga a brisa e se falhar, permaneça ao sul. No mais, até breve, jovem leitor.

Dando um leve beijo no canto da boca do rapaz, como de costume, a mulher se despediu, assim como acenou para Joe, que admirado com sua beleza, apenas reagiu como um bobo fanfarrão. Não demoraria muito para o rapaz chegar. No momento não teriam muitos barcos sendo preparados, apenas alguns pescadores que se preparavam para lançar-se ao mar em busca de seu sustento.

— Com toda certeza partirei com um pessoal daqui há uma hora, amigo, porém, sua oferta está muito fraca. Levo você onde desejar ir por cinquenta mil berries. Seus serviços são dispensáveis e — olhando para o ambiente, ele buscou algo antes de prosseguir — Pelo que vejo, serei a sua única alternativa para zarpar. Se não quiser, não tem problema, fique a vontade para procurar mais alguém.


Considerações:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akise
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Akise

Créditos : 6
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/11/2014

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySab 09 Maio 2020, 22:15

IMPACTO DRAGÔNICO

O jovem pensava muito no que tinha feito e o que tinha acabado de fazer na luta, poderia estar um pouco esgotado por causa da batalha que tinha feito vários ferimentos em seu corpo e que a filha mais velha tinha falado para ele junto com a bronca que a sua parceira de missão tinha falado para ele.

Estenderia sua mão em direção a sua parceira de missão e pegaria a mão dela e pediria desculpa para a moça por aquilo que tinha acontecido com ela na ligação que tinha feito para o QG do Governo e tudo que eles falaram para ela falaria:

- Me desculpe assim que voltarmos para o QG pedirei desculpa para o capitão e assumirei toda responsabilidade da missão mesmo que tenha que punição para fazer. Vamos fazer uma ronda eu irei por fora e se você puder de uma ronda por dentro da casa para ver as coisas. Falaria para a sua parceira enquanto se levantaria para caminhar um pouco para fora da casa e fazer a ronda.

Caminharia para fora da casa lentamente com suas duas espadas guardadas com ele, não ficaria para baixo por causa dos ferimentos que tinha em seu corpo, já que a filha mais velha tinha feitos os primeiros socorros nele para fechar e enfaixar nos lugares que tinha feito mais profundo os cortes ficaria feliz com aquela situação.

Caminhando lentamente ao redor da casa ficaria atento para qualquer coisa que pudesse acontecer ou fazer barulho, tentaria usar seu melhor para não abrir tanto os ferimentos até que ficasse normalmente para lutar com tudo que tinha novamente. Depois que fizesse uma ronda por volta da casa voltaria para a porta central e pensaria em algumas coisas por lá, mesmo assim com sua atenção redobrada para ouvir e ver tudo que não estaria de acordo com aquilo.

" Eu tenho que fazer algo para não prejudicar o governo tenho que ficar forte até amanhã para o término da missão e cumprir ela com sucesso, sem nenhum prejuízo. " Pensaria enquanto estaria na porta central da casa da família e com sua atenção em tudo ao seu redor.

Depois de um tempo ali na porta entraria para na casa para sentar-se um pouco em algum lugar para relaxar seus músculos mesmo que fosse lentamente a recuperação, mesmo que estivesse sentado não fecharia seus olhos para nada para o que pudesse ouvir e ver o que tinha naquele local. Colocaria sua espada em cima de seu colo para usar a qualquer momento que colocasse ele em alerta geral.


Histórico de Orochi:
 

OBJETIVOS:
 


FALA 1 - PENSAMENTO

Orochi Kozuki, O Dragão Verde

♦ The White Swan ♦ @CG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hooligan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Hooligan

Créditos : Zero
Warn : The Victory Promise - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 23

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyDom 10 Maio 2020, 23:29


─ Agradecido! Por ter me disponibilizado uma bela leitura e um beijo ao se despedir, sem dúvidas Samantha era uma mulher muito intrigante. Com uma bela companhia - livros interessantes, mulheres bonitas e bebida - mal pude ver o raiar do sol, quando percebi a taverna estava prestes a fechar, por sorte o bom samaritano me indicava um caminho para os barcos e para lá eu seguiria. Não demorou para que uma tripulação demonstrasse interesse em me dar uma carona, obviamente pelo preço certo. Era uma quantia que não tinha no momento, entretanto era uma oportunidade única e eu não iria desperdiçá-la de maneira alguma.

─ Realmente, vocês são a minha única opção nesse momento... Daria uma bela olhada em volta. ─ Eu tenho apenas vinte mil berries no momento posso lhe dar como adiantamento, ao chegar na ilha vou pagar o restante! Responderia-o diretamente e observando seus olhos diretamente, procuraria demonstrar toda minha confiança para que aceitasse minha proposta. ─ Até que eu pague minha dívida, fico sobre seu comando como qualquer outro tripulante da embarcação. Complementaria minhas palavras.

─ Temos um acordo? Questionaria o homem, seria um homem de palavra e manteria o acordo no caso de ele aceitar. Subiria na embarcação e com ele velejaria e como estaria sob suas ordens, realizaria os seus pedidos caso não denegrissem minha imagem, me colocassem em risco ou fossem improváveis de serem realizadas. Se a viagem fosse meu único passa-tempo, começaria a investigar o barco e os seus cômodos apenas para me familiarizar caso precisasse procurar por algo. O convés da embarcação seria onde eu mais passaria o meu tempo, observaria o mar que de certa forma me passava uma sensação nostálgica e aguardaria orientações ou a chegada no próximo destino.

Começaria a imaginar as maneiras de como conseguir o dinheiro que faltava para pagar o indivíduo, não sabia dizer se era bom ou ruim o fato da próxima ilha ser desconhecida, não que fosse familiarizado com as últimas. ─ Qual o destino dessa embarcação? O que vocês fazer para sobreviver? Indagaria ao tripulante mais próximo, daria prioridade ao capitão, mas qualquer resposta seria bem vinda. Estava curioso para saber a origem dos homens que me acompanhavam.

Todavia se ele não aceitasse a oferta, não teria outra escolha a não ser dar meia volta e me retirar. ─ Se você aguardar um pouco, vou atrás do seu dinheiro... Rapidamente partiria de volta aos locais mais movimentados da cidade. Começaria a procurar por bares e estabelecimentos comerciais. ─ Quem aqui oferece trinta mil berries em troca de trabalho? Sairia inquieto atrás de um patrão temporário que me permitisse alcançar a quantia de dinheiro necessária para a viagem. Se alguém estivesse disposto a contratar o meu serviço iria me disponibilizar para fazer qualquer coisa.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyTer 12 Maio 2020, 20:38



The Victory Promise
Post: 15  |  Localização: Polestar Islands - East Blue  |  Clima: Ameno


Capítulo XV: Dia D

Marinheira Lars Xerben ~ #ff9966
Patriarca da Família ~ #cc0033
Filha mais velha ~ #cc99cc
Agente Wolvehamptom~ #0099ff
Ruiva Dona do Red Pub ~ #ff3300


Olhando para o rapaz que ali ansiava por uma passagem até a Grand Line, o capitão daquela embarcação de viagem cedia perante a proposta do rapaz. Pensativo, o homem recolheu o dinheiro oferecido pelo protagonista e indicou que o mesmo entrasse na embarcação. Esta não era tão sofisticada, porém, o agente fugitivo podia perceber que o casco do barco era revestido por algum motivo.

— Muito bem. Você não ficará parado. Pegue aquelas cordas e as amarre no mastro! — ordenou o homem, indicando o mastro que Reisi deveria ir. — Após isso solte as velas e levante a âncora. Iremos zarpar!

Terminando sua ordem de maneira que todos ali ouvissem, os quais não eram muitos, sete a nove pessoas, excluindo a equipe da embarcação. A brisa marítima, naquela manhã, soprava as velas e fazia o barco ganhar velocidade. Os passageiros já estavam alocados da melhor maneira para a viagem. Os bancos da embarcação aparentavam ter alguns cintos de segurança e boias de segurança.

— Muito bem, seus lixos. Meu nome é Alexa Boldstream. Agora ire lhes passar as instruções do Expresso Caçador! — afirmou a mulher, ruiva e de alta estatura, que surgiu ali. — Este é o nosso logotipo, lembre-se dele! — afirmou apontando para o símbolo no centro de um dos mastros principais, em uma bandeira verde.

Seguindo com as instruções, a mulher se colocava a frente de todos e prosseguia bradando com os passageiros, que claramente estavam acuados pela maneira que a mesma prosseguia aquela conversa “amigável”.

— Vocês estão na embarcação mais prática em caça de inimigos procurados deste blue, então sintam-se honrados. Nas horas vagas, arrecadamos alguns fundos levado pessoas como vocês até a Grand Line. Iremos subir à Reverse Mountain. Segurem-se, tomem os cuidados que já oferecemos e uma viagem repleta de riscos de vida, pois assim crescemos!
Terminando o que havia para dizer, a mulher se retirou e a equipe da embarcação prosseguiu a trabalhar.

— Ei novato! Solte as velas daquele mastro! — bradou o capitão, indicando o local onde Reisi devia ir.

Enquanto isso, no palacete, Orochi despertava de um breve descanso tido. O restante da noite havia sido em paz e sem muitos problemas. Pela manhã, uma estranha tensão no local já estava instaurada. O patriarca da família já se encontrava incomodado com algo e não conseguia se tranquilizar. A mesa do café da manhã já estava pronta e a família estava reunida ali, na mesa principal.

No lado externo, estava o marinheiro, tranquilo, tomando uma bebida quente naquele início de manhã. Os serviçais que trabalhavam para a família, naquele momento, limpavam a bagunça. Com uma vassoura, uma garota limpava os resquícios de tecido rasgados e algumas flores amassadas que não podia ser vista durante a noite. O outro, com um trapo, limpava o piso com alguma combinação de líquidos.

— Dormiu bem? — questionou Wolve, se aproximando de Orochi enquanto amarrava seu cabelo. — Vá tomar um banho e vamos comer algo. Sinto que o dia será corrido. Após isso vamos nos dirigir para a praça pública, mas antes podemos traçar um plano para contenção.

Pegando um mapa do local, a garota indicava uma área aberta que facilmente cabia as centenas de pessoas que a mesma esperava ter. O palco se localizava mais ao norte do centro, dando uma ampla visão para todo que fossem. A entrada para o mesmo estava situada no lado posterior do mesmo, onde havia uma escada com cinco degraus e não muito larga.


Considerações:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hooligan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Hooligan

Créditos : Zero
Warn : The Victory Promise - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 23

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyQua 13 Maio 2020, 12:54


─ Obrigado... Responderia, enquanto adentraria na embarcação. Minha proposta tinha sido aceita, por ora, eu fazia parte daquela tripulação que até então tinha suas finalidades desconhecidas por mim. Não demorou muito para que as ordens começassem a ser dadas e conforme o capitão indicava, soltava as velas e levantava âncora para que pudéssemos zarpar imediatamente. Devia confessar que não estava chateado de receber ordens, aquela gritaria e movimentação no barco era acolhedora e trazia inúmeras sensações que confortavam a alma.

Achei que iria curtir uma boa viagem até o local desejado, porém Alexa Boldstream, ruiva e intimidadora surgia no convés para tocar o terror. Uma mulher rígida e aparentemente com muita presença na embarcação, minha atenção se voltou totalmente para ela no momento em que chegou. Eu estava navegando no "Expresso Caçador", não podia negar que ao ouvir o nome minha barriga começou a formigar, algo que durou poucos instantes, mas me fez cair na real. Além de caçarem criminosos, eles lucravam com caronas até a Grand Line, provavelmente o meu próximo destino. Seria cômico se não fosse trágico, confesso que por um instante segurei uma risada, eu um aspirante a criminoso no barco de caçadores, não podia estar em mãos melhores.

Como diria o velho ditado, "o local mais seguro, é perto do inimigo", ou qualquer coisa do gênero. A ruiva nos deixava cientes do quão perigosa seria a viagem, eu absorvia essas informações e reforçava a minha atenção aos acontecimentos em torno de mim. Novamente a movimentação começava, e ordens eram dadas. Rapidamente iria me posicionar próximo ao mastro indicado pelo capitão e soltaria as velas imediatamente, prenderia-as firmemente e ficaria próximo do local até segunda ordem, segurando em algum objeto fixo para que pudesse permanecer firme no chão. ─ Aqui está feito! Vociferaria em um som audível ao capitão.

─ O que é essa tal de Reverse Mountain? Indagaria para a ruiva se ela ainda estivesse pelas redondezas ou então para o capitão, isso tudo sem sair do meu posto. Se me fosse solicitado, realizaria outras ações nos equipamentos do barco, tudo para que a navegação ocorresse com êxito. A todo instante teria cautela ao me movimentar na embarcação, procuraria estar sempre próximo de algo para agarrar-me, mesmo nas ações que ordenarem realizar, qualquer movimentação do mastro, velas e até mesmo timão se necessário.

Haviam outras coisas para me preocupar também, não saberia dizer onde minha aventura com os caçadores encerraria, porém no momento não tinha a intenção de revelar as minhas reais intenções. Em minha mente mil planos se passavam, ignorar a existência deles ao chegar no meu objetivo, até mesmo tomar a embarcação para mim, porém não saberia dizer qual onde e quando seria o momento certo para isso. Tinha certeza que um feito desses tornaria famoso, algo que afrontaria diretamente o Governo, se já não soubesse da minha deserção. Por ora manteria-me como um civil que pagaria sua promessa ao chegar na Grand Line.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akise
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Akise

Créditos : 6
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/11/2014

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptyQua 13 Maio 2020, 13:13

IMPACTO DRAGÔNICO

O jovem amanhecia muito melhor que no dia anterior, não precisa de muita preocupação apenas a missão que tinha pela frente, que agora era uma área aberta para o público e que poderia acontecer algo naquele instante. Sua parceira e ele começavam a traçar um plano do lugar onde eles estariam de ficar para o posicionamento.

- Eu acho até melhor ficarmos ao lado deles quando for falar em público, e você como é uma ótima atiradora poderia ficar de distância ou mais ou menos perto para verificar se à algum suspeito por perto ou mirando na cabeça deles. Diria falando um otimismo para sua parceira de missão junto com ele.

Se estivesse quase na hora de partir já se prepararia para sair ao lado daquela família para proteger eles. Arrumaria suas coisas, colocaria suas espadas em seu devido lugar uma em sua cintura e outra na mochila que estaria ali com ele, junto com suas coisas que tinha ganho no QG.

Assim que saíssem na rua para ir direto para a praça ficaria com mais atenção que o normal até chegar no local, quando chegasse ao local prepararia a família e o local onde deveriam ficar, principalmente o patriarca da família que iria falar para centenas de pessoas que estariam ouvindo ele sobre a candidatura dele naquela ilha.

- Eu irei ficar atrás um pouco do senhor para qualquer caso de alguém chegar próximo e tentar um golpe contra ele. Falaria enquanto sua parceira estaria se posicionando para atirar no patriarca, enquanto ele se prepararia atrás do homem sendo um tipo de sombra para o homem.

Ficaria ali com sua mão na bainha de sua espada pronto para usar em alguma ação do público contra o candidato. Ficaria o mais próximo do homem para defesa e ataque contra alguém que estivesse desferindo o ataque, se caso alguém tentasse algo, tentaria usar o mínimo movimentos para que seus ferimentos não abrisse novamente.

Procuraria desferir um golpe em forma horizontal e outro vertical se preparando para um corte rápido na pessoa, se tentasse um contra golpe tentaria um bloqueio com sua espada visando defender e não se machucar.



Histórico de Orochi:
 

OBJETIVOS:
 


FALA 1 - PENSAMENTO

Orochi Kozuki, O Dragão Verde

♦ The White Swan ♦ @CG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySeg 18 Maio 2020, 02:03



The Victory Promise
Post: 16  |  Localização: Polestar Islands - East Blue  |  Clima: Ameno


Capítulo XVI: Montanha Reversa

Marinheira Lars Xerben ~ #ff9966
Patriarca da Família ~ #cc0033
Filha mais velha ~ #cc99cc
Agente Wolvehamptom~ #0099ff
Ruiva Dona do Red Pub ~ #ff3300


A missão então dava prosseguimento. O tempo já estava prestes a terminar, assim como a missão dada aos agentes do Governo. Orochi e Wolve encaminhavam os seus protegidos em segurança em meio e novamente a olhares sedentos por fúria daqueles mais bravos. O plano já estava traçado e a dupla seguia conforme o combinado. O caminho até a praça da ilha era tenso, como sempre foi desde o início da missão.

A dupla de agentes havia combinado o andamento da missão antes de saírem do palacete. Tudo já estava definido nos planos dos mesmos. A família não havia sido informada de detalhes, porém, como deviam agir, a mesma mascarou seu medo e, naquele cenário caótico de rejeição, acenavam para o público de maneira um tanto quanto forçada, coisa comum na vida de políticos.

— Odeio! — comentou a filha mais velha.

Desde o início a pessoa que mais se mostrava insatisfeita em como as coisas andavam era ela. Engolindo a seco os desgostos e a vergonha, o restante tentava aparentar estar calmos e gostando daquelas vaias que surgiam. Era um completo show de resiliência mental. O marinheiro, sereno como sempre, apresentando a mesma cara de paisagem de costume, ao menos desde que Kozuki havia o conhecido, seguia calado, apenas observando tudo.

Não demorou muito fisicamente, porém, mentalmente, aquela caminhada havia sido a tortura necessária para que pudessem perceber o que aguardavam eles daqui para a frente. O comitê de organização que, por mais que tivesse esse nome, eram apenas alguns organizadores do comício, já estava à espera dos mesmos.

— Senhor Leopoldo! Ainda bem que o senhor chegou! — afirmou um dos homens. — Já estamos quase começando, vamos, vamos, me sigam todos!

O homem então encaminhou todos em direção aos bastidores que se localizavam atrás do palco. Sabendo de tal tensão, o local havia uma segurança privada, composta por alguns homens estranhos e fardados de vestes padrão, azulados. Os agentes seguiam com a família, enquanto o marinheiro apenas parou sua movimentação e seguiu sozinho para outro local sem dar aviso ou informação alguma, dificilmente percebido por Orochi e Wolve.

— Muito bem. Agora, senhores, me deem licença, temos que cuidar da aparência do pessoal. Podem nos esperar lá fora? — questionou o homem, encaminhando a família para dentro de uma tenda.

O interior da mesma, ao adentrar, podia se notar uma tenda normal, com seus dois metros e alguns centímetros de altura, nada exato, e aparelhos de estética presentes, onde alguns retoques poderiam ser feitos de última hora. Além deles, haviam algumas outras pessoas conversando. Homens influentes, talvez, devido a proteção que aparentavam ter de outros agentes, oficiais e mercenários.

— Acho que todos aqui precisam ser protegidos — concluiu Wolve, olhando para todos. — A questão é: quem nos protege quando somos prejudicados por eles?

Pensativa, Wolve ficava observando a movimentação do local. De vista, ambos viram quatro grupos distintos e de reações diferentes. O primeiro, mais a nordeste da localização da tenda, estavam quatro homens gargalhando em meio a debates de barganhas feitas em comemorações recentes. Três conversavam diretamente, enquanto o quarto demonstrava preocupação em proteger um deles, talvez.

O segundo “grupo”, mais ao sul, era composto por duas mulheres — que não sei porque chamei de grupo — bem vestidas com trajes sociais, provocantes, volumes adequados para chamar a atenção, facilmente, e conversavam em um tom menos audível, comum entre mulheres de alto escalão da sociedade.

O terceiro grupo era composto por três homens, acompanhados por suas esposas. Conversando a respeito da produção deste ano e o que esperavam para o futuro, aparentavam ser fazendeiros, o que talvez, para os mais acostumados, ficava claro com o alto tom de voz e os modos um tanto quanto exagerados.

O quarto grupo era composto por homens que usavam longos casacos de gola alta. Não conversavam muito. Calados, apenas observavam tudo em um local perto, afastado, a noroeste dali. A presença de Orochi e Wolve ali claramente chamava a atenção deles, que sem evitar, olhavam diretamente para ambos.

— Acha que devemos nos misturar? Ou ficamos por aqui mesmo? — questionou a loira.

Enquanto isso, no mar, a embarcação se aproximava de um enorme colosso da natureza. Era um fato que assustava os novos navegantes. A frente de todos havia uma gigantesca montanha em que a água seguia em sentido aos céus. Esta era a Montanha Reversa.

— Que gigantesca! — bradou um dos tripulantes.

— Acho que já tem a resposta à sua frente. Segure-se que o show vai começar! — informou a loira, adentrando na cabine.

O tempo mudava. Os fortes ventos atraíram a chuva iminente. As ondas estavam mais selvagens e imprevisíveis. O vai e vem de pessoas ali começava a todo vapor. Inatamente eles já sabiam o que fazer. Preparando as velas para o que vinha pela frente, os homens preparavam o barco para mais uma árdua batalha.

— Maldição! Eles novamente! — bradou o capitão, olhando em seu monóculo em uma direção paralela a que seguiam.

Ao longe podiam observar a presença de mais uma embarcação, indo na direção da Montanha Reversa. Uma não, duas. Na verdade, algumas seguiam ao mesmo destino que o protagonista. Isso alarmava os responsáveis pelos canhões, que começavam a carrega-los. Os pagantes, sem entender o que acontecia, apenas ficavam atônitos e quietos, vendo o vai e vem de enormes esferas de pólvora.

— Segurem-se! — bradou o capitão. — Vamos subir a montanha! Novato, segure as cordas da vela principal e assegure que elas não se soltem!

O barco então se encaminhava a passar por um portal de pedras em direção ao topo da gigantesca formação rochosa de sentido curioso e questionável.


Considerações:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hooligan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Hooligan

Créditos : Zero
Warn : The Victory Promise - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 23

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySeg 18 Maio 2020, 10:41


Montanha Reversa, ao perceber essa obra da natureza pude entender o porque do seu nome. Uma montanha gigantesca que aparentemente sugava a água do mar. Já estava quase implícito que aquele corredor que subia a rocha seria parte da nossa viagem. O clima da viagem mudou, todos estavam eufóricos, a adrenalina atingia a todos e eu não poderia ser um espectador durante o trajeto, já que estava sob o comando do capitão. ─ Mãos a obra! O clima estava ficando caótico, o mar não obedecia ninguém e os céus só estavam dificultando nossa passagem, entretanto sabia que as orientações da tripulação deveriam ser seguidas, bem, este era o ganha pão deles, já deveriam estar acostumados.

De toda forma lutaria para permanecer com os pés firmes no convés, o balanço das ondas era perigoso e não gostaria de ir para em alto mar numa situação dessas. Como se nada pudesse
piorar, o capitão soltava uma insegurança no ar, aparentemente uma companhia não desejada. Outras tripulações pareciam cobiçar a Grande Linha tanto quanto nós. Obviamente em um momento de risco como esse eu gostaria de me sair melhor que os outros e ao perceber a hostilidade dos barcos, quando nossos homens tomaram posição de batalha, sabia que se eles passassem conosco uma batalha seria travada, entretanto meu nosso foco seria subir antes que eles.

─ É pra já! Responderia o capitão e partiria em direção a vela principal. Minha função nesta empreitada seria segura-las e garantir que permanecessem assim até o fim. Enquanto estivesse correndo observaria locais próximos do mastro onde as cordas da vela pudessem ser amarradas, aberturas no casco da altura do convés, hastes fixas, qualquer coisa que garantisse estabilidade e elas seguras até nossa passagem. Se houvesse algo assim, utilizaria toda minha velocidade para alcançá-lo e posteriormente amarraria as cordas neles. Como se não fosse o suficiente, teria de ser algo para manter o ângulo atual da vela se o objeto mudasse sua posição, não iria prendê-la. Na pior das hipóteses restaria utilizar minha força bruta, agarraria as cordas com as mãos e lutaria para manter a vela firme.

Uma volta, duas voltas em torno dos meus braços, e muito, mas muito força aplicada àquele objeto, como se o sucesso da passagem dependesse de mim. Além disso, procuraria algo para apoiar os meus pés, seria melhor do que ficar deslizando por ai. Se necessário tiraria meus pés firmes do convés e colocaria-os sob o próprio mastro, mesmo que saísse do chão, a força que estaria fazendo e contrapeso com os pés me manteria firme e seguro, o importante seria permanecer assim.

─ VAMOS ACABAR LOGO COM ESSA MERDA!!! Exclamaria sempre que necessitasse recarregar as energias - por assim dizer -, uma descarga que me permitiria fica um pouco mais no jogo ao mesmo tempo que ansiava pelo pico da montanha. Não queria nem saber o que estivesse por vir, só implorava aos céus uma decida mais tranquila. Meus braços por mais que implorassem, não soltaria, minhas mãos ficariam presas mesmo que a corda as queimasse com o atrito. Minha cabeça apenas vislumbraria uma liberdade nostálgica, sensação de vento no rosto, medicina e uma espada poderosa no fim da colina, minhas motivações. Se conseguíssemos ultrapassar este obstáculo, ficaria a merce das ordens do capitão, aproveitando pra descansar os meus músculos se tivesse mesmo míseros segundos para isso, todavia sempre pronto para me segurar firmemente em qualquer coisa que não me deixasse sair voando pela Montanha Reversa.


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akise
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Akise

Créditos : 6
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 04/11/2014

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySeg 18 Maio 2020, 12:49

IMPACTO DRAGÔNICO

Observaria aquela multidão toda andando pelo local esperando o candidato começar a falar, algumas coisas de suspeita passava pela cabeça do jovem Kozuki com aquela multidão e grupos que formava aquele local. Para ele nada era muito impressionante, pois já estava acostumado com aquele tipo de lugar.

- Se puder ficar aqui protegendo a família se possível, eu irei dar uma volta de inspeção por aqui mesmo para dar uma olhada na distância e nos grupos que estão formados por aqui. Falaria para sua parceira enquanto caminharia lentamente sem chamar muita atenção naquele local e sem muito chamar a atenção.

O que chamava mais a atenção do jovem era o quarto grupo composto por aqueles homens com casacos longos e de gola alta, mas também se fosse apenas homens ricos querendo disfarçar as coisas não iria fazer muita coisa para entrar em ação.

Apenas os observaria já que daria para ver que os outros grupo não eram muito de sinal de perigo que eram composto de homens gargalhando e mulheres bem vestidas querendo chamar a atenção. Observando eles e por um tempo necessário para fazer reconhecimento voltaria logo a seguir para onde sua parceira estaria.

" É difícil de ver alguém matando os políticos daqui, mesmo assim tenho que ficar com atenção para qualquer detalhe. " Pensaria o jovem Orochi enquanto estivesse voltando para onde a família que tinha a missão de proteger estaria, não iria parar por nada e nem pelas mulheres que estariam ali.

De volta ao local ficaria esperando até tudo estar pronto para o debate, relataria o que tinha visto enquanto estaria caminhando para sua parceira e ficaria com atenção redobrada e pediria para a sua companheira ficar de atenção também para não machucar a família e ficar calmo.

Qualquer coisa que tentassem acertar nele assim que começasse o debate o jovem defenderia a família de qualquer produto que arremessassem nele com sua espada que estaria em sua cintura. E voltaria para o lugar de olhar para a multidão escondido para trás do patriarca para entrar em ação rápida de qualquer coisa.


Histórico de Orochi:
 

OBJETIVOS:
 


FALA 1 - PENSAMENTO

Orochi Kozuki, O Dragão Verde

♦ The White Swan ♦ @CG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : The Victory Promise - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 EmptySab 23 Maio 2020, 01:13



The Victory Promise
Post: 17  |  Localização: Polestar Islands - East Blue  |  Clima: Ameno


Capítulo XVII: Montanha Reversa

Marinheira Lars Xerben ~ [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Patriarca da Família ~ [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Filha mais velha ~ [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Agente Wolvehamptom~ [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ruiva Dona do Red Pub ~ [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Orochi vasculhava o local em busca de possíveis coisa que chamassem sua atenção, porém, o cenário que o mesmo viu no início se prosseguiu. O tempo passou e a família estava pronta para continuar a agenda planejada. Todos arrumados como deviam, coisa que destacou a beleza antes escondida da filha mais velha, talvez por não gostar tanto de se arrumar como queriam dela, os mesmos prosseguiram.

— Pare de olhar pra mim...! — bradou ela, vendo que Orochi poderia estar a olhando.

— Todos prontos? — questionou o organizador — Agora vamos todos subir ao palco. Seguranças, vocês, infelizmente, não poderão seguir, porém, podem ficar o mais próximo do stage. Entendidos? Vamos! Vamos!

Ao mesmo tempo que uma a um dos escolhidos subiam ao palco, as vaias, assim como elogios, começavam a surgir em meio a população que assistia. A movimentação polvorosa dos ouvintes era a máscara ideal para que um possível assassino se camuflasse e essa era a preocupação de Wolve, que buscando a posição certa para ter uma boa visão do local, andava pelos arredores.

— Um lugar algo. Um lugar seguro. Um lugar... Ali! — afirmou avistando o teto de uma das casas dos arredores.

Usando as latas de lixo de metal a mesma saltou e conseguiu se posicionar. A mesma tinha uma ampla visão do que acontecia. Os seus protegidos não estavam sob os holofotes, não ainda, porém, além disso, a movimentação da população começava a acontecer. Na diagonal direita da garota, algumas pessoas estavam mais afastadas da população, talvez seguranças, porém, também estava lá o marinheiro que sentado, como sempre, tomava alguma bebida, calmamente, enquanto assistia o espetáculo.

— Ali não tem nada de alarmante, vamos ver no outro lado... — comentou a loira.

Ao rotacionar sua mira, a garota começaram a avisar alguma parcela da população que preparavam frutas podres para serem lançadas. Além disso, ao fundo do local, alguns seguranças estavam a postos, mas acima do teto do local havia um objeto estranho. Um fio preso em um arpão de pequeno tamanho, preso no topo e sendo ligado ao um dos prédios.

— Mas o que... Uma armadilha! — surpresa, a garota tentou posicionar sua mira em direção ao final do cabo estendido.

Os discursos haviam iniciado, os primeiros palestrantes já haviam acabado ou estavam em meio aos seus dizeres até aquele fatídico dia.

— Agora com vocês... Os...

Antes que pudesse terminar, o organizador do evento sentia uma dor subida em seu tronco. Era um arpão. Preso no corpo, o homem servia de exemplo para o que esperava todos ali. Caindo lentamente no solo, o ataque começava. Homens surgindo em meio a corda definida se aproximavam do palco de tirolesa em direção aos potenciais avos.

— Droga! — bradou Wolve, disparando em alguns inimigos, fazendo-os cair no piso, mesmo que sem jeito.

Na embarcação mercenária, o protagonista via o cenário do caos instaurado. Com uma grande pancada da embarcação causou ao entrar de encontro com a água, que partia em outro sentido, as cordas se entrelaçaram nos braços daqueles que as seguravam. Era normal tal coisa acontecer, porém, como o antes agente viajava pela primeira vez até a Grand Line, seus braços sofreram um tanto severamente, talvez aquilo deixassem algumas marcas momentâneas, mas o arrocho no membro era tamanho que a sensação de perder o braço poderia ser comum.

— Segurem-se! — bradou o capitão durante o inclinar da embarcação.

Em meio ao arqueamento do barco ao subir aquele caminho coberto por um portal de pedra inicial, o capitão observava se era o momento certo. Reisi cumpria o que havia sido mandado e isso era visto com bons olhos para o líder daquele grupo, este que acenando, dava permissão para ação de seus homens.

— A confiança, no mundo, não pode ser comprada, muito longe disso, ela é conquistada! — afirmou o homem, iniciando um discurso estranho para o momento. — Vocês compraram a confiança de viajar com pessoas desconhecidas, como avisados, e ainda seguiram por ser mais baratos. Vocês são lixos burgueses mesquinhos!

Erguendo o braço, o homem deu o sinal para seus tripulantes. Naquele momento, acostumados com o balançar de embarcações em alto mar, apenas cortaram duas cordas, específicas, uma do lado direito, outra do lado esquerdo. Não demorou muito para que o banco que as pessoas estavam sentadas se soltasse e as mesmas saíssem voando em direção ao início daquela cachoeira invertida.

A cena era feia e mais caótica quando o jovem protagonistas via as mesmas chocando-se com a embarcação de qualquer jeito e padecendo ali mesmo ao cair no mar. Algumas conseguiam se segurar, clamavam por ajuda, os gritos por socorro era a melodia caótica que aquele momento se dava. Os respingos do mar e do novo clima que temperava aquele local eram a cereja do bolo daquela cerimônia mortal.

— Precisávamos de dinheiro! Vocês foram nossa mina de ouro! — bradou o líder, encostado em uma das “grades” de apoio perto do mastro. — Segurem-se! Estamos chegando a Grand Line, senhores! O nosso bando irá, enfim, pousar em águas misteriosas!

As velas estavam posicionadas de maneira diferentes, algumas fechadas e outras usadas para direcionar a embarcação naquele momento, porém, quanto mais se subia, mas as cordas arrochavam os membros daqueles que eram responsáveis pelas mesmas. Quando mais subiam, os respingos diminuíam, exponencialmente era como se tivessem chegado em um ponto tão alto que as nuvens de chuva estavam abaixo, como a imensidão de terra das ilhas e de todo o mundo.

— Observem! Estamos chegando ao topo do mundo! — bradou o capitão pirata.

Totalmente diferente do clima tempestuoso anterior, lá não se via gotículas de água, nem clima denso, o que havia para ser visto era a imensidão que aquele mundo tinha para mostrar. Era uma cena muito bonita e inesquecível, como o desconhecido e a surpresa agiam esperando os novatos chegarem na terra sem lei do mundo. A Grand Line.

— Segurem-se! Vamos descer e certamente será pior! Abram as velas! Precisaremos de um controle de velocidade! Novato! Afrouxe suas cordas e as segure para não penderem! —bradou o líder.

Considerações:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




The Victory Promise - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: The Victory Promise   The Victory Promise - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The Victory Promise
Voltar ao Topo 
Página 4 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: