One Piece RPG
[MINI - Viktor] A decisão XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Bluesday Hoje à(s) 20:26

» Cap. 2 - A New Day
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 18:59

» [Ficha] Song
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor MarionLRZ Hoje à(s) 18:39

» [LB] O Florescer de Utopia III
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Vincent Hoje à(s) 18:12

» Enuma Elish
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 16:57

» Seasons: Road to New World
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 15:51

» Arco North Blue: Uma Odisseia no Santuário
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 15:36

» I - As rédeas de Latem City!!
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Felix Hoje à(s) 15:18

» Akira Suzuki
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 10:58

» Lurion
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 10:57

» O Legado Bitencourt Act I
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Ineel Hoje à(s) 04:15

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 23:54

» Livro Um - Atitudes que dão poder
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:20

» Supernova
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 21:56

» Hey Ya!
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 21:55

» Cap.1 Deuses entre nós
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor Thomas Torres Ontem à(s) 21:05

» The One Above All - Ato 2
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 19:44

» A inconsistência do Mágico
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 19:27

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 18:23

» As mil espadas - As mil aranhas
[MINI - Viktor] A decisão Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 17:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 [MINI - Viktor] A decisão

Ir em baixo 
AutorMensagem
Viktor II
Membro
Membro
Viktor II

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 07/03/2020

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyDom 08 Mar 2020, 21:41

Nome: Viktor Ross
Idade: 26 anos
Sexo: Masculino
Raça: Humanao
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Boxe
Localização: West Blue - Las Camp
Grupo: Civil
Vantagens: Aceleração
Desvantagens: Vicio - Tabaco
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Kylo

Créditos : 4
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 24/12/2019

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptySeg 09 Mar 2020, 10:07

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Viktor II
Membro
Membro
Viktor II

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 07/03/2020

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyQua 11 Mar 2020, 15:38


~ Sr. Ross ~



Eu me chamo Viktor Ross, da mafiosa família Ross de Newberry City. Eu não participava dos negócios da família por ordem de meu pai, por mais que eu quisesse, ele não permitia que o caçula dos seus três filhos participasse do esquema de contrabando de tabaco, agiotagem e as manipulações de apostas em lutas de rua. Na verdade, ele não fazia ideia de que eu sabia sobre esses assuntos, eles sempre me subestimaram, talvez por ser o mais novo da família. A cinco anos atrás, meus dois irmãos voltaram da Grand Line, eles serviram ao exército revolucionário durante exatos sete anos e voltaram para ajudar meu pai em assuntos familiares. Meu pai havia servido a marinha na maior parte da sua vida, mas por algum motivo ele não apoiava a ideia dos meus dois irmãos seguirem o mesmo caminho, principalmente eu. Ele sempre foi o cabeça da família, sempre teve essa imagem inquisidora opinando nas decisões de todos na família. Quando minha hora chegou, ele preferiu me transferir para Las Camp, na época eu não entendia. Eu queria servir como meus irmãos serviram. Mas ele estava me preparando para algo maior, mas como eu disse, eu não entendia. Não naquela época.

Como um bom filho, respeitei a decisão de meu pai. Me matriculei em um dos cursos da ULC e desde então, não tive contato com eles. Passei a morar em Las Camp durante esses últimos cinco anos e recentemente me formei em relações públicas pela Universidade. Durante esse período, pude notar tremenda diferença do Viktor de antigamente para o Viktor atual. Minha convivência com a parte mais nobre de Las Camp aumentou minhas habilidades sociais, minhas vestimentas estavam melhores, meu comportamento estava mais empoderado, eu realmente havia sido transformado. Mas minha missão aqui já estaria cumprida, agora eu deveria encontra-los.

Lembro que mau pai havia dito para encontrar Ted assim que estivesse na hora de voltar pra casa. Pois bem, agora era a hora. Ted era o dono da Lanchonete Plasma, muito conhecida em Las Camp, e eu já havia trabalhado na sua filial enquanto estudava na ULC para pagar a mensalidade da faculdade. Também já havia feito alguns serviços de cobrança pessoal para ele, ele tinha muitos caloteiros de biblioteca para tomar conta sozinho. Eu estava no meu horário de treino, eu nunca gostei de atrasar e muito menos atrasar compromissos, ainda mais quando se tratava das minhas aulas de boxe, mas eu tinha deveres e o mais importante era que agora relacionados a minha família.

Segui em direção a lanchonete de Ted. De fato, eu estava impecável. Refiro-me as minhas vestimentas, que havia guardado justamente a essa ocasião. Minha camisa branca de manga longa estava perfeitamente ajustada ao meu tamanho, o colarinho rígido detalhava um bom acabamento ao colete social com listras verticais finas. A gravata lisa de cor marrom por dentro do colete me empoderava como um verdadeiro homem de negócios que eu me tornaria. A calça lisa tinha um ótimo caimento e era complementada com um sinto com a mesma cor da grava, mas com fivelas douradas que combinavam suavemente com os botões do colete. E meus sapatos negros notoriamente muito bem engraxados juntamente com um terno complementando o conjunto, deixando vazar um centímetro da camisa branca por baixo do punho. Impecável.

Chegando à Lanchonete, cruzaria o salão de festas se fosse necessário e me aproximaria de um dos funcionários menos ocupado. – Com licença, o Ted está? – Perguntaria discretamente porem de forma objetiva. – Diga que preciso falar com ele. É um assunto importante... – Com dois milímetros de sorriso continuaria. – Diga que é o Ross. – Me afastaria da pessoa e concluía o pedido acenando levemente com a cabeça. Observaria onde aquela pessoa iria e se realmente falaria com Ted. Após ter sua atenção, ajeitaria a postura abrindo o terno e pondo as mãos por dentro dos bolsos da calça, agora sorria de forma confiante ao mostrar os dentes. Eu tinha boas novas a contar a ele.


Olá:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Kylo

Créditos : 4
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 24/12/2019

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptySeg 16 Mar 2020, 15:20






Mini-Aventura

[MINI - Viktor] A decisão Giphy

O céu noturno estendia-se por todo o horizonte de Las Camp com inúmeras estrelas fúlgidas pintalgando a amplidão daquele véu negro sem nuvens à vista. A lua-cheia amarelada e diáfona tomava conta do céu com a iluminação da noite sendo fomentada por aquele alteroso corpo celeste que reinava absoluto naquela escuridão perpetrante. O farfalhar das folhas preenchia-lhes os ouvidos com um zéfiro álgido e cortante que, somado à gélida aragem oceânica da ínsula, fomentavam uma amofinação em seu âmago diante da frígida ventania que permeava sua pele. A noite em questão se encontrava bastante movimentada pelos citadinos da pequena ínsula do Blues, encorajados pela umidade trazida pela maresia e pelo engajamento comercial da cidade-universitária. A sua maioria encontrava-se representada pela classe alta da cidade, afinal, eram poucos aqueles que tinham a oportunidade de manter-se ali.

Essa era a realidade de Viktor Ross, filho mais novo de uma família poderosa e influente de Newberry City. Não muito inclinado em herdar os negócios sujos da família Ross, mas com uma forte pressão advinda de seu metodista prógono, Viktor ficou sem muitas opções e encontrou em Las Camp uma ótima oportunidade de aprimorar os seus conhecimentos e de melhorar o seu engajamento no círculo social da alta cúpula da ínsula. À procura de Teodoro, proprietário da Lanchonete Plasma, o noviço andarilhou até a rua principal que fornecia acesso para a lanchonete que era uma das maiores atrações de Las Camp. No entanto, estranhamente, a lanchonete encontrava-se fechada e, em frente à entrada, se encontrava um homem portando um sobretudo puído e um chapéu que ocultava a sua face. - Finalmente. Estávamos te esperando, vamos. - Falou de maneira ríspida, conduzindo-o até a parte de dentro do estabelecimento.

Não haviam funcionários na parte de dentro da Lanchonete Plasma e exceto pela iluminação do corredor que fornecia acesso ao escritório de Teodoro, a lanchonete encontrava-se no escuro. O homem, parrudo e de alta estatura, postou-se de frente à porta, abrindo-a para Viktor e permanecendo do lado de fora, carrancudo e de braços cruzados. - Finalmente você chegou, Ross. Vamos, sente-se! Nós temos muito para conversar. - Sibilou um homem caucasiano de camisa rosácea abotoada até o pescoço; com sua calça marrom de tafetá e sapatos sociais polidos. Para manter a calça adjunta ao quadril, o homem portava um cinto com adornos de ouro e outros apetrechos, extremamente chamativos. Mas, aquilo que mais captava a atenção do noviço, era os inúmeros anéis que adornavam suas mãos.  

- O Ted não está, mas não se preocupe, nossos assuntos são bem mais importantes. - O homem sorriu, esboçando seu sorriso esbranquiçado. Seu hálito era de menta ao passo que corpo emanava um fortíssimo perfume aromático. O homem encontrava-se sentado na poltrona de couro escurecido em frente à mesa de escritório de Teodoro. Certamente, aquilo era extremamente incomum. Com pernas cruzadas, cotovelos sobre a mesa e dedos da mão, onerado de anéis unidos à face, o homem encarava o noviço, perscrutando-o com suas íris castanhas e perpetrantes.

Orientação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Viktor II
Membro
Membro
Viktor II

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 07/03/2020

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyQua 18 Mar 2020, 13:34


Sr. Ross



Fiquei surpreso no momento que notei... – Fechado? – Essa hora seria um bom horário de pico para o Plasma, mas no momento confesso que não me dei a preocupação de pensar a respeito. Deixei pra lá. O homem ao lado de fora, o carrancudo de poucas palavras, não me era familiar, tentei reconhecer discretamente seu rosto enquanto seguíamos pelo corredor, mas a pouca iluminação e o chapéu foram culpados pelo meu insucesso.

– Buono! – Respondi encarando o homem caucasiano retrucando o sorriso. Não fazia ideia do que estava acontecendo, esse homem seria um subordinado do meu pai? Um amigo de Ted? Ciente do meu ramo familiar, eu poderia desconfiar de mil possibilidades. Naquele momento, retiraria o terno e andaria direção a cadeira observando os fundos da sala. Procurava alguma coisa para usar caso as coisas esquentassem, uma rota de fuga, talvez uma janela. – Ótimos sapatos... Corte único ou costurado? – Disfarçava. Estenderia o terno sobre a cadeira. – Antes de conversarmos... Como devo chamá-lo? – Olharia de canto, mantendo ainda o mesmo sorriso sarcástico. Daria a volta na cadeira observando de forma cautelosa, e com mais detalhes, os outros cantos da sala. Sentaria desabotoando o ultimo botão do colete; inclinaria para frente apoiando os cotovelos sobre os joelhos entrelaçando os dedos das mãos em seguida. – Estou curioso... Sou muito bom com rostos, mas não lembro do seu. – Diria esperando a resposta do homem. Tinha que coletar informações. Em que situação eu estaria? Desvantagem? Muito provável. O homem ao lado de fora poderia estar esperando apenas uma ordem.

Na cadeira, relaxo as costas repousando-as no encosto. Cruzo as pernas com elegância levando o tornozelo esquerdo para cima do joelho oposto. Pendo o corpo para a direita fazendo do cotovelo um apoio sobre os braços da cadeira. – Em que posso ser útil? – Pergunto encarando o homem a minha frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TheJoker
Agente Graduado
Agente Graduado
TheJoker

Créditos : 20
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Masculino Data de inscrição : 12/01/2017
Idade : 26

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyQui 26 Mar 2020, 17:33


[MINI - Viktor] A decisão Bermej10



Las Camp
21:00h
23°C, céu com lua cheia e nuvens esparsas

A situação deixava Viktor desconfortável, fosse pelo total desconhecimento dos dois homens no estabelecimento que havia trabalhado ou pelo semblante carrancudo e mal encarado do homem que protegia a porta, a verdade era que deveria se encontrar com Ted e encontrar dois homens que nunca vira na vida no lugar certamente lhe dava alguma inquietude.

— Certo certo, você não reconhece meu rosto pois até então eu trabalhava nas sombras para seu pai, pode me chamar de Frank — O homem fez uma longa pausa, descruzou os dedos incrustados de anéis e continuou a dizer em um tom mais apreensivo — A verdade é que sua família está em guerra com outra, uma família que se estabeleceu em Newberry e pouco a pouco vem minando e sugando parte dos negócios de seu pai. — Frank falava pausadamente com perfeita prolexia — Essa nova família quer tomar controle total dos negócios na ilha e para isso quer exterminar a família Ross... Seus irmãos estão seguros com seu pai, mas temendo pela sua vida e já sendo sabido que eles sabem sua localização, fui enviado para protegê-lo. Três assassinos da família Crisón, como ela é conhecida, já estão aqui na ilha, Ted fechou a lanchonete e saiu para traçar a localização desses assassinos... capitche?! Agora temos que nos apressar, encontrar Ted em nossa Casa sicura, eliminar esses três e voltar em segurança para junto de seu pai.

Frank encarou nos olhos de Ross e aguardou eventuais perguntas, certamente era muito conteúdo a ser absorvido pelo rapaz. Levantou-se com elegância da cadeira e abriu a porta, permitindo que o homem com o chapéu entrasse.

— Suspeitos, lado de fora, pela direita... Podem ser clientes estranhando o lugar estar fechado, mas fiquem alerta, teremos que sair sorrateiramente até o local de encontro ou então esperar e ver quem são essas pessoas.

Os dois homens agora olhavam para Viktor como se aguardassem sua confirmação para qual estratégia executar.
Dicas e Sugestões:
 

____________________________________________________

Objetivos nessa aventura::
 


A voz do Joe:
 


Aventura:
 


[MINI - Viktor] A decisão Rose

[MINI - Viktor] A decisão Empngf10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Viktor II
Membro
Membro
Viktor II

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 07/03/2020

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyDom 29 Mar 2020, 17:29


Sr. Ross



Confesso. Eu estava muito desconfiado. Desconfortável é a palavra certa. Frank se apresentou e me pôs a par das notícias. Relaxei. De certa forma. Frank ainda era um desconhecido, e até que provasse, eu ainda teria uma pulga atrás da orelha. Minha família estava em guerra? Querem exterminar os Ross? Era muita coisa pra absorver. Fiquei inquieto, ali mesmo na cadeira. Pensei sobre os motivos; que família não faria negócios? Dessa forma, assassinando membros de outra facção só iria chamar atenção das cinco maiores. E isso não era inteligente.

Espera... Espera aí... – Subitamente desencosto da cadeira sinalizando para Frank ter calma nas palavras enquanto tentava assimilar tudo que havia sido dito. – Essa guerra está acontecendo a quanto tempo? Onde estamos vulneráveis? – Pergunto. Levanto da cadeira no mesmo instante que Frank e o encaro querendo respostas. A porta da sala se abre por Frank e o homem de chapéu se pronunciava. Admito ter sentido um frio por dentro. Aquela sensação era nova. Eu era um alvo.

Minha família tinha um ramo diferente se comparado com as famílias que conheci em Las Camp. Fazia tempo, eu estava desacostumado. Mas eu sempre soube que seria assim, desde o momento que decidi voltar e tocar os negócios. Fui pego de surpresa. “Recomponha-se Viktor.” Naquele momento fechei os olhos por um instante. Um pouco mais demorado que um piscar normal. – Certo... – Falei. – Vamos sair daqui. Ted está coletando informações, não é? Vamos saber primeiro o que ele conseguiu... Você, veja se os fundos estão livres. Eu e Frank iremos logo atrás de você. – Diria pegando o terno sobre a cadeira e vestindo-o sem seguida.

Vamos!! – Apressava. Ao sair pela porta do escritório, tentaria enxergar as pessoas ao lado de fora. Escorado na parede, espiaria com um dos olhos sem me expor, usando da pouca iluminação. Tentaria descobrir quantos eram e se estavam armados. Sem demorar muito, rumaria direção ao fundo com muita cautela. – Podemos ir? – Pergunto dando uma pequena pausa para uma resposta. Seguiria Frank e seu companheiro caso a resposta fosse positiva.

Se as coisas estivessem ruins e não desse pra sair pelos fundos. Tomaria outra decisão. – Frank... Vocês estão armados? – Perguntaria já pesando no pior. “Se essas pessoas estiverem vindo atrás de mim, quer dizer que eles me seguiram até aqui. E talvez tenham me visto entrar.” Era dessa forma que eu pensava. “Se eles me viram entrar, eles também viram o cara de chapéu.” Muito provável. – Vamos espera-los aqui dentro... Frank, pegue o chapéu dele... – Diria retirando meu terno. – Vamos Frank, não temos tempo! – Jogaria meu terno para Frank. – Vista. – As roupas de Frank eram muitos chamativas, o negro do terno diminuiria bastante sua silhueta. – Se escondam. Se são mesmo clientes eu os mando em bora, se não for... A ideia aqui é vocês pegarem todos pelas costas. – Sorria sarcasticamente.

Rumei em direção ao escritório que estávamos anteriormente. No caminho até lá, arregaçaria as mangas da camisa branca enquanto procurava a vista um pano para fingir ser o garçom. Pegaria o pano caso achasse. Estacionaria em frente ao escritório com o pano em mãos e esperaria eles entrarem. Quando percebesse a movimentação deles entrando, diria. – CERTO CHEFE! TUDO LIMPO... – Pausaria virando para as pessoas que supostamente estariam entrando na lanchonete. – Desculpe, eu devo ter esquecido de fechar a porta. Mas já estamos fechados... – Diria sorridente como um bom garçom que um dia já tinha sido.

Sem me distanciar do escritório, encenava limpando as mãos com o pano esperando qual quer reação das pessoas. O escritório seria minha rota de fuga caso percebesse algum perigo. Se as coisas piorassem, entraria pela porta fechando-a em seguida. No lado de dentro, pegaria uma das cadeiras da sala e a colocaria em frente a porta forçando a maçaneta ao contrario para que dificultasse a entrada dos homens. “Vamos lá Frank...” Me posicionaria ao lado da porta, de forma que se um deles conseguissem abrir eu ficasse atrás da mesma, impedindo deles me verem em primeira instancia. Assim que conseguisse abrir, jogaria o pano no rosto do primeiro com uma das mãos. Empurraria a porta contra ele e o atacaria com um gancho de direita afim de fazê-lo cair. Meu objetivo era desarma-lo e caso meu soco fosse bem efetuado, usaria minha aceleração para avançar com rapidez em direção sua arma e chuta-la para longe caso ela estivesse no chão. Fecharia a porta posicionando outra cadeira em frente a ela. Levantaria o homem atordoado com meu soco segurando-o com as duas mãos pela gola. – O QUE VOCÊS QUEREM!? – Indagaria sacudindo-o bruscamente. Não me importaria se batesse sua cabeça, sem querer, ao chão. – FALA!! – Amaciaria seu nariz com mais um golpe. Era um cenário perfeito, mas para um plano improvisado já estaria de bom tamanho. Minha vida corria riscos aqui, eu não poderia falhar. “Um Ross nunca falha!”
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
TheJoker
Agente Graduado
Agente Graduado
TheJoker

Créditos : 20
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Masculino Data de inscrição : 12/01/2017
Idade : 26

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptyQua 01 Abr 2020, 22:42


[MINI - Viktor] A decisão Bermej10



Las Camp
21:35h
23°C, céu com lua cheia e nuvens esparsas

Frank pacientemente aguardou Ross assimilar toda a história, era certo que perguntas e mais perguntas surgiam na cabeça do jovem membro da família e pacientemente

— Humm, cerca de uns quatro meses... — Frank contava os meses em seus dedos, cada um com um tipo de anel diferente — Eles agem rápido garoto, nunca vi uma família tão ambiciosa, sem o pingo de pudor e princípios.

As dúvidas de Ross eram respondidas por Frank com certa calma e frieza, algumas cicatrizes de faca em seu pescoço e punhos davam a sensação que sua vida na máfia já era bem longeva. Os dois homens seguiram o plano proposto por Viktor, caminharam em direção a porta para se dirigir a saída dos fundos, contudo ao saírem da sala notaram três silhuetas olhando para dentro, a claridade ao abrir a porta da sala foi o suficiente para indicar que haviam pessoas no restaurante.

Para a surpresa de Viktor Ross, Frank tinha razão, as pessoas dessa família não tinham o pingo de pudor pois ao notarem a luz acesa, dois tiros eram disparados em direção a porta de vidro principal da Plasma.

O jovem não teve tempo de perguntar a respeito das armas, para sua felicidade ambos portavam um par de pistolas, Frank lançou-se para direita tombando uma mesa de madeira como escudo para os tiros. O homem maior, que Viktor ainda não sabia o nome o agarrou com grande velocidade se lançou para a esquerda tombando outra mesa.

A troca de tiros era intensa de ambos os lados, de certa forma a situação o angustiava, já que seu estilo de luta era com os punhos e para piorar não tinha uma arma. Pelo reflexo dos outros vidros da loja e pelo barulho dos disparos podia contar três homens.

— Garoto, agora seria uma boa hora para ter uma ideia... Apesar de estarmos protegidos, estamos encurralados...


[/color]
Dicas e Sugestões:
 

____________________________________________________

Objetivos nessa aventura::
 


A voz do Joe:
 


Aventura:
 


[MINI - Viktor] A decisão Rose

[MINI - Viktor] A decisão Empngf10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Viktor II
Membro
Membro
Viktor II

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Data de inscrição : 07/03/2020

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptySab 04 Abr 2020, 03:23


Sr. Ross


Quatro meses!? – Reafirmei surpreso logo após Frank. “Em quatro meses eles forçaram meu pai a jogar na defensiva?” Aquela família não era com quem pudéssemos brincar, mas isso se fez nítido no momento que abrimos a porta do escritório. Tiros eram disparados para dentro da lanchonete. Rapidamente nos abrigamos; no meu caso, fui “abrigado”. As mesas da lanchonete nos serviam de proteção contra os projeteis, mas até quando? Desengonçadamente ajeitava-me para trás da mesa, não queria levar um tiro de graça naquela circunstância. Entrincheirados e com o orifício retal nas mãos, eu tremia. Nervoso? Não nego. Lembro de olhar para minhas mãos e tentar quieta-las. – Fuuuhhh... – Suspiro. Malmente escutava o que o homem dizia, os tiros eram ensurdecedores; mas eu entendi.

Balancei a cabeça confirmando em resposta. No mesmo momento... “O que você quer que eu faça?” Pensei encarando-o enquanto engolia minha vontade exacerbada e repentina de pitar um fumo. Eu estava desarmado; e mesmo que não estivesse, não seria de grande ajuda. Aquele ambiente era diferente de uma luta mano a mano no ringue. Mas foi pensando nisso que clareou uma ideia. No boxe usamos algumas estratégias arriscadas para acertar o oponente. Uma delas é baixar a guarda deixando vulnerável a parte mais importante de um lutador; o rosto. A estratégia serviria de isca para que prevíssemos o momento certo de desviar e contra-atacar assim que percebêssemos uma brecha.

FRANK!? NÃO ACABE SUAS BALAS!! – Diria alto o suficiente para que escutasse em meio ao tiroteio. Retiraria meu terno apressadamente e procuraria uma vara. Poderia ser uma vassoura, um taco de sinuca ou até mesmo um dos pés da mesa que nos protegia. Ou das cadeiras que por ventura estariam mais acessíveis. Segurando a extremidade do pé da cadeira ou da mesa em questão, chutaria forte a outra extremidade para rompe-la, soltando-a do imóvel. – Me empresta seu chapéu? – Pediria educadamente enquanto arrancava-o de sua cabeça independente da resposta. Usaria a vara como cabide para o terno e o chapéu. A ideia era fazer uma espécie de espantalho com a vara. Essa era “a isca.”

Você percebeu também, não é? São três! – Com uma pequena pausa eu continuava. – Eles vão parar pra recarregar... aí a gente pega eles! – Encararia o homem observando se havia compreendido a estratégia. Ainda bem abrigado, levantaria o boneco expondo-me o mínimo que poderia. Eles alvejariam essa silhueta achando ser um de nós, e pelo jeito que atiraram no início, sem qualquer confirmação, acreditei não ser diferente agora. Balançaria o boneco varias vezes de um lado para o outro afim de notarem uma movimentação estranha, mesmo que com pouca iluminação, eles notariam. Fazendo isso, esperaria paciente a diminuição na frequência dos disparos, jogaria o boneco para longe assim que percebesse “a brecha” – AGORA!! – Berrei. “O contra-ataque.”

De súbito, pularia sobre a mesa tombada que nos protegia e avançaria em direção a silhueta mais próxima entre os vidros. Usufruiria de toda minha velocidade desenvolvida durante todas as mil vezes que pulei corda nos treinamentos de boxe com o mestre Bruce. E em alguns poucos impulsos eu atacaria a silhueta, mesmo que se necessário fosse atravessar um dos vidros; se já não estivessem todos estilhaçados pelo tiroteio. – AAARRGHHHH!!!!! – Rangia os dentes enquanto concentrava toda minha força no punho destro; acreditando explodir a face do homem por trás da silhueta assim que encontrasse meu soco. Logo, minha aceleração somada a potencia do meu cruzado direto, tentaria não só acertá-lo em cheio no centro do rosto, mas também transferir toda a inercia do movimento para o impacto afim de lançá-lo (o homem).

Seria muito melhor se entrássemos num acordo; Crisón... – Diria reposicionando-me após o golpe bem efetuado. Viro de frente para o outro homem mais próximo e levanto a guarda no estilo mais tradicional do boxe. – Mas ninguém ataca um Ross e sai impune! – E novamente avanço. Minha velocidade era meu atributo mais valioso e eu usaria muito. Antes que ele aprontasse sua arma, eu chegaria por baixo visando acertar um gancho canhoto de baixo pra cima visando seu estomago. Se por um acaso ele venha sacar outra arma, ou então ter dado tempo suficiente para ele recarregar. Tentaria, durante meu avanço, sair da mira de sua arma lançando meu ombro esquerdo em direção ao chão como se fosse efetuar um escorão, mas abaixaria minha silhueta para passar por baixo de sua arma. Nesta posição, firmaria os pés ao chão e rotacionaria meu corpo, levantando ao mesmo instante minha silhueta e levaria meu punho destro de encontro ao maxilar do atirador.

Se ele esquivasse de uma das minhas variações, visto que ambas eram efetuadas de baixo pra cima. Eu retornaria o braço que havia errado o golpe o mais rápido possível e ao mesmo instante, investindo em sua direção caso tentasse se afastar, atacaria com o outro diretamente em seu estomago com o intuito de atordoá-lo sem ar. Se um dos meus ganchos estivesse funcionado, daria continuidade a minha sequência com um golpe aéreo. Sempre tomando cuidado para não me distanciar do atirador, pulo em direção ao mesmo aproveitando da pequena fração de tempo que havia conseguido ao acertar o gancho, e aplico-lhe um soco em pleno ar apelidado por mim de Superman. O golpe era direcionado ao nariz do atirador. Retornando ao chão, avanço, sem perder tempo, contra este mesmo atirador. Agarro o colarinho da sua camisa com uma das mãos, e com a outra pela cinta da calça fazendo-o um escudo humano. Avanço contra o terceiro atirador escorando-o com o corpo, caso este ainda não tenha sido derrubado por Frank e seu parceiro.
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
TheJoker
Agente Graduado
Agente Graduado
TheJoker

Créditos : 20
Warn : [MINI - Viktor] A decisão 10010
Masculino Data de inscrição : 12/01/2017
Idade : 26

[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão EmptySeg 06 Abr 2020, 17:40


[MINI - Viktor] A decisão Bermej10



Las Camp
21:45h
23°C, céu com lua cheia

Ross tinha uma ideia que com sorte funcionaria. Encontrou um dos pés de uma mesa próximo o suficiente para pegar sem sair da proteção, pegou o chapéu do capanga de Frank que relutantemente o entregou.

— Espero que dê certo, esse chapéu custa o olho da cara.

Posicionou o boneco no momento propicio para executar o contra ataque logo em seguida, como imaginou, dois dos homens dispararam negligentemente contra o chapéu que agora possuia mais furos que um queijo suíço, e foi nesse momento que em um ataque coordenado, Ross, Frank e o capanga começaram a revidar.

Pulando a mesa e se aproximando com grande velocidade, Viktor desferiu um potente soco que acertou em cheio a face do primeiro bandido.
O grande problema é que agora o jovem se via com duas armas apontadas bem na sua direção, mas por sorte Frank e o capanga também não demoraram a agir. Coordenadamente dispararam uma saraivada de tiros nos dois homens que haviam se preocupado exclusivamente com Ross, abrindo espaço para o ataque.

Frank caminhou lentamente enquanto ajustava suas finas vestes, apontou a arma para o bandido que Ross havia dado o soco e disparou três vezes contra o homem, haviam vencido a batalha graças ao pensamento rápido de Viktor Ross.

~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________

Objetivos nessa aventura::
 


A voz do Joe:
 


Aventura:
 


[MINI - Viktor] A decisão Rose

[MINI - Viktor] A decisão Empngf10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[MINI - Viktor] A decisão Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Viktor] A decisão   [MINI - Viktor] A decisão Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI - Viktor] A decisão
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: