One Piece RPG
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» I - Vós que entrais, abandonai toda a esperança
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Achiles Hoje à(s) 0:28

» Cap. 2 - The Enemy Within
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:53

» X - Some Kind Of Monster
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:59

» [Mini-Cadmo] Prelúdio
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:23

» Primeiros Passos
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:09

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:07

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 21:19

» Alejandro Alacran
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Buggy Ontem à(s) 20:27

» A inconsistência do Mágico
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 19:42

» Ep 1: O médico e o marinheiro
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 19:30

» Onde terra e mar se encontram, o início da jornada!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 19:29

» Vol 1 - The Soul's Desires
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor GM.Milabbh Ontem à(s) 18:29

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Dogsofain Ontem à(s) 16:57

» Battle Tendency
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Rimuru Ontem à(s) 16:45

» Making Wonderful Land a Real Wonder
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Achiles Ontem à(s) 16:35

» Contrato de Sangue
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Greny Ontem à(s) 16:12

» The One Above All - Ato 2
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 13:18

» Mini - Casslol
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor casslol Ontem à(s) 9:54

» Cap.1 Deuses entre nós
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Gin Yamazaki Ontem à(s) 7:44

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Emptypor Kyo Ontem à(s) 6:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptyQua 19 Fev 2020 - 17:14

Relembrando a primeira mensagem :

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Leon Ari Nefesh. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
maximo12
Civil
Civil


Data de inscrição : 06/10/2018

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptyQui 26 Mar 2020 - 10:18

Confronto
Assim que Anne sai eu grito para tentar dar alguns conselhos a ela mas ela não parece ter ouvido, apesar disso eu focarei minha atenção no branquinho-chan para tentar amenizar suas feridas mas sinceramente sei que não sou bom nisso então tento acalma-lo com minhas palavras e faço um pequeno curativo improvisado e decido seguir adiante e ao observar o caminho que Anne tomou consigo perceber um rastro então sem demora pego branquinho e sigo o rastro de Anne e apenas há alguns minutos depois me deparo com a situação assustadora:
Annie estava nocauteada no chão com sangue saindo de um ferimento na cabeça, não sei dizer se é grave e o professor está intercedendo por ela na frente de um homem grande e assustador que usa uma máscara de suíno e faz grunhidos como um animal, ele está armado e ao concluir que ele feriu Anne eu salto sem calcular muito meu movimento e rapidamente o homem me ataca e minha defesa mal feita faz com que eu seja arremessado contra uma árvore derrubando a katana e o branquinho-chan e para minha sorte o homem se volta contra o professor que tenta o confrontar de maneira desajeitada, eu penso -Droga! deveria ter esperado para o atacar, branquinho deve estar bem, preciso levar isso a sério pelo bem de todos aqui.
Primeiro tentaria me acalmar e pegar a katana  e então me concentraria ao segurar ela com as duas mãos respiraria fundo e tentaria correr até ele prendendo a respiração para ser silencioso, correria o máximo que consigo e durante a corrida viraria a katana na horizontal e tentaria cortar as pernas do homem sem que ele notasse, tentaria retalhar as pernas dele para o derrubar  e se conseguir eu me afastaria e falaria com o professor mas ficaria atento ao homem e caso ele se mova eu perfuraria seu peito contra o chão o finalizando:
O que está acontecendo? Pode cuidar de Anne e quem é esse homem?
Caso ele se vire e tente me atacar com um golpe vindo de cima para baixo eu flexionaria bem as pernas e com a espada ainda de maneira lateral tentaria flexionar minhas pernas como uma mola para não se mover e tentar absorver o impacto enquanto me defendo com a katana lateralmente, se conseguir não ser arrastado e ficar próximo dele eu tentaria cortar sua barriga com um corte horizontal usando toda minha velocidade e continuaria com as pernas flexionadas para tentar me defender caso ele ataque dessa forma de novo  e se conseguisse eu contra atacaria empalando sua seu braço visando que ele não conseguisse mais se defender.
Se ele tentar me atacar de maneira lateral eu tentaria usar minha aceleração e genialidade pare que no momento em que ele for me atingir eu dê um passo para trás mudando minha katana para uma posição vertical e  então nesse momento se eu consegui me desviar do seu golpe eu tentaria decepar seu braço com um corte horizontal de cima para baixo e então ficaria pronto para qualquer contra ataque e o diria:
-Desista, eu não quero te ferir mais do que isso.
Se ocorrer que ele ataque lançando o gancho eu durante a corrida tentaria bloquear atingindo o gancho com a  katana para lançar ele para o lado e então continuaria  correndo e ao me aproximar tentaria cortar sua barriga com toda velocidade em um golpe horizontal para que ele ficasse ao menos com um sangramento profundo e então me voltaria a postura defensiva e esperaria atentoa a reação do porco homem.
Se por qualquer motivo ele conseguir impedir meu ataque ou minha corrida ou até mesmo se ele me atingir ou pegar um refém eu pararia a corrida e tentaria ficar contra o sol lentamente enquanto levanto as mãos sem soltar a katana, assim que ele fosse falar algo eu responderia:
-Não importa o que você faça com o professor, pois eu também sou um dos que viu a criatura.
Se ele demonstrar qualquer tipo de reação com essa fala eu tentaria refletir o sol com a katana para atrapalhar sua visão e então me lançaria até ele com toda velocidade tentando perfurar o focinho da mascára e consequentemente sua cabeça.
E caso  tudo falhar eu tentaria localizar se no local haviam rotas de fuga ou rastros de animais e então tentaria jogar uma pedra nele e diria:
-Vem até aqui Sr.leitão e eu mostrarei a você o que eu aprendi ao ver aquela criatura.
E então  tentarei correr até o rastro dos animais fazendo barulho para que os animais se irritem e venham sobre mim e sobre ele também ou só correria para a rota de fuga e constantemente observaria se ele estaria me seguindo.
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySab 28 Mar 2020 - 1:18

~Narração~

Leon estava caindo, a floresta úmida e abafada fazia-o transpirar enquanto aos poucos ele retomava a visão do campo de batalha e catava sua katana do chão, aquela batalha estava apenas prestes a começar. Visão travada nas costas do porco, respiração profunda silenciosa e postura de ataque, aquela era a preparação para o ataque furtivo de Leon, aproveitando a distração do homem porco. O golpe teria sido simples, direto e certeiro se não fosse pelo fato de o homem porco ter ouvido a aproximação do garoto devido o barulho metálico de sua espada sendo apanhada do chão. Antes de conseguir alvejar as costas da criatura ele se virou com fúria estufando o peito e grunhindo muito alto de uma forma bizarra e assustadora e, para a surpresa de Leon, não atacando em nenhum ângulo com seu gancho ou corrente, mas sim aproveitando da abertura e do embalo de Leon na sua direção para desferir um chute reto em cheio na boca do estomago do garoto, fazendo-o retroceder cerca de um metro, com uma força esmagadora que era claramente a única coisa que aquele brutamontes tinha de sobra.  

A visão de Leon embasava, a ânsia de vomito o dominava enquanto um gosto de sangue amargo subia sua garganta de forma quase sufocante. Muitos com a resistência frágil como Leon estariam se dando por vencido com tamanha a força daquele ataque, mas o sol que quase não aparecia naquela área fechada de florestas surgia como um milagre, de um pequeno buraco deixado pelas folhas no alto das arvores, no meio da testa de Leon que estava empalecido devido ao impacto. O garoto levantava as mãos no que foi entendido como pedido de misericórdia pelo homem porco, mas logo abriu a boca revelando justamente o contrário, uma provocação! -Não importa o que você faça com o professor, pois eu também sou um dos que viu a criatura. - O porco ficou extremamente raivoso e largou seu gancho e corrente no chão, emitindo um grito de histeria, aquela era a forma mais raivosa dele até o momento, uma forma que fazia sua outro forma sinistra parecer até meiga e gentil. Ele levou uma das mãos a face, apertou a máscara com força em seguida a puxou fazendo-a sair de rosto, revelando sua verdadeira face... O homem era de fato um porco, um “mink” para ser mais exato, mas aquele era excepcionalmente grotesco, seu rosto parecia ter sido moldado por inúmeras brigas e golpes tendo um aspecto deformado e maligno, os olhos da fera mink pareciam negros de tão fundos e sua boca era levemente cortada nas laterais. -Cansei de vocês todos... Vão todos morrer aqui!- A voz do mink sem a mascara era igualmente grave, porém continha um profundidade ainda mais acentuada, dando uma espécie de frio na barriga de quem a ouvia. O professor poderia estar finalizando a criatura naquele exato momento, mas logo após o suíno revelar o rosto o professor sofreu um desmaio caindo ao lado de Anne, apenas Leon estava consciente para lutar.

O porco avançava furioso com ambas as mãos esticadas em frente ao corpo visando estrangular o garoto, Leon sabiamente utilizou o sol que estava em sua testa para cegar temporariamente o bizarro mink, dando uma leve passada para trás e ajustando um ângulo com sua katana que refletisse a luz diretamente aos olhos do Mink. A técnica de Leon foi um sucesso, a luz do sol estava excepcionalmente forte no momento, fazendo o mink guinchar de dor porém não retroceder, errando o pescoço de Leon mas esbarrando nele e caindo logo em seguida junto com o garoto, ambos estava caidos a pouco menos de 20 centimetros um do outro, as opções de Leon haviam se esgotado e só sobrava uma opção... Fugir! Ele tentava se arrastar para longe do mink para ir em direção a uma rota de fuga, mas sua perna foi agarrada com muita firmeza pelo mink ainda caido. Aquela batalha ainda iria se estender e Leon não haviam pensando em como se defender de uma cena tão improvável, então tudo que lhe restava era aceitar o que estaria por vir, era um fim trágico para o recém aventureiro...  

- SOLTA O MOLEQUE SEU FILHO DA PUTA! - Uma voz familiar ecoava algum canto da floresta e se aproximava com muita agilidade, em menos de um segundo uma sombra saltava entre galhos e pedras e desferia um chute com toda a energia potencial acumulada da aceleração na mandíbula do porco, o mesmo não foi capaz nem de sequer guinchar, o único som emitido foi o da ponta do pé encontrando com a face bizarra do porco e o barulho de ossos sendo partidos, talvez da coluna, do pescoço ou da mandíbula, ou talvez de ambos, tamanha a força do chute desferido. -Moleque! Quando você me disse que o meu primo estava estranho eu fui correndo na sala dele da faculdade entregar um presente pra ele se sentir melhor... Mas quando eu cheguei lá só tinha um estagiário pateta falando que a Anne queria entregar uns papeis pro meu primo sobre uma pesquisa, bom eu segui as coordenadas ouvi uns guinchos e gritos e... Pow, Achei vocês! Que sorte a sua em garotão? - Era é claro a única pessoa possível... O primo do professor! Leon provavelmente estaria sentindo muitas coisas naquele exato momento, mas tudo que ele conseguia sentir era uma sensação de sonolência profunda, enquanto a visão repentinamente se tornava cada vez mais escura. - Garoto? Cê ta legal?- Foi a última coisa que Leon ouviu daquele instante, caiu em um sono profundo logo em seguida.  

O aventureiro “Leon ari Nefesh” após a batalha com um oponente muito mais forte que ele acabou ferido e nocauteado, porém a vitória estava ao lado dos biólogos e a verdade sobre a criatura estava começando a vir à tona!

Histórico do player:
 

Cara do porco feio(credo q bicho feio):
 

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySab 28 Mar 2020 - 10:35

Bara
A tontura era horrível mas não tenho tempo perder, tento pegar minha katana e me preparar para um único ataque furtivo em suas pernas mas assim que chego perto dele ele se vira e dentro de mim me sinto confiante pois esperava por isso mas o que me surpreende é que ao invés de atacar ele somente deu um grunhido alto e assustador.
Eu paro atônito e nesse momento sinto o pé dele contra minha barriga o que é agoniante, sinto uma ânsia e o gosto do sangue vem até mim e não consigo evitar de pensar:
Ele é forte, muito forte mas preciso dar um jeito de tirar ele daqui.
Eu levanto as mãos esperando enganá-lo e para minha surpresa ele enlouquece de preocupação com minha frase, não sei o porque mas não tenho tempo de pensar ele tira a máscara se revelando um mink, uma criatura que eu amaria conversar e conhecer mais isso se ele não tivesse vindo me enforcar e provavelmente acabar comigo, decido usar um truque novo e ele funciona bem,o sol refletido na katana faz com que ele fique cego mas ele não para o avanço e cai junto comigo, lutar agora é impossível e concluo: Preciso fugir! Me arrastar, levar ele para longe.
tento usar minha força restante e consigo inicialmente mas sinto algo segurando meus pés, ele estava consciente e nesse momento eu sou tomado pelo medo, ele simplesmente é mais forte que eu e eu não tenho mais planos e então para meu espanto um pé atinge o rosto do Mink com força o barulho de ossos quebrando ecoa e eu vejo o primo do Professor, eu gostaria de agradecer mas sou tomado por um sono incrível e acabo desacordado.
Assim que acordasse observaria o local e tentaria falar com quem estivesse por perto se fosse o primo do professor eu diria enquanto aceno com a cabeça:
Muito obrigado, você salvou minha vida, foi um belo chute o professor e Anne estão bem?
Se fosse Anne ou o professor eu perguntaria:
-O que houve? o branquinho está bem? Professor o que você estava fazendo e Anne você não sabia se proteger? diria isso sobre Anne com um sorriso provocativo no rosto.
Caso eu acorde sozinho procuraria minha espada e iria buscar os outros observando o local e procurando também Branquinho-chan.
Se possível iria pedir essa informação para alguém quando acordasse:
O que houve com o Mink?
E tentaria me levantar após os diálogos e olharia o local, ouviria os outros se estivessem por perto e checaria meu corpo para ver se estava ferido.
Também se possível pegaria branquinho no colo e pediria a Anne se ela estivesse por perto:
-Anne posso ficar com ele? Eu seria insistente no pedido me aproximando dela com ele bem perto do rosto se ela permitisse eu olharia o rosto dele e diria:
Agora somos nós dois nessa aventura branquinho-chan.
e então se possível também perguntaria a Anne: Anne o homem que te treinou era um velho marinheiro né? acho que ele era meu pai, eu também vivi em Torino mas não lembro de você, acho que isso nos torna quase amigos de infância, embora eu seja mais forte. riria dela novamente mas observaria bem sua reação e depois por fim pararia na frente do professor e o diria:
O que você está escondendo e quem era aquele Mink? preciso que seja honesto comigo, eu também vi aquele ser misterioso na minha ilha e só estou aqui por isso.
O observaria bem depois de falar isso esperando algumas pistas e depois olharia pra ver se ainda estamos na floresta pois eu gostaria de andar por ela se ainda estivesse lá mas aguardaria informações.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptyDom 29 Mar 2020 - 19:55

~Narração~


Leon acordava de de sonhos intranquilos... Aos poucos seus olhos iam revelando a imagem de um rosto logo acima do seu... Um cabritinho lambendo sua testa. -Senho fofo! Deixa o garoto em paz... -Ei! Gente ele acordou!- Dizia a voz feminina e doce de Anne aliviada por Leon estar consciente novamente. Os quatro (Leon, Anne, professor e primo do professor) estavam na floresta, a diferença é que agora era final de tarde em centaurea e o primo do professor preparava uma fogueira. - -O que houve? o branquinho está bem? Professor o que você estava fazendo e Anne você não sabia se proteger?- Anne segurava o cabrito na mão e balançava ele levemente como um bebezinho – Ele esta bem... Acabei não te dizendo mas sou especialista em veterinaria e sei cuidar um pouco de humanos também...- Ela olhava para o cabrito com um sorriso gentil e calmo, mas logo em seguida ao perceber a segunda parte da fala de Leon e seu sorriso sarcástico se irritou, afinal aquela era Anne –EI! EU SEI ME DEFENDER SEU IMBECIL, AQUELE PORCO ME PEGOU DESPREVENIDA E QUEM É VOCE PRA FALAR ALGUMA COISA EM?? EM?? PELO MENOS EU ACORDEI PRIMEIRO SEU PREGUIÇOSO! ALEM DISSO QUEM TE DEU DIREITO DE BATIZAR MEU BEBÊ! É SENHOR FOFO! REPITA COMIGO, S-E-N-H-O-R.....- Ela arremessou o cabrito para tras que foi rapidamente pego pelo primo do professor e avançava em cima de Leon, desferindo alguns socos e chutes leves no recem acordado. -Anne! Deixa ele em paz, ele acabou de acordar...- O professor ia em socorro do jovem e segurava os braços de Anne por tras que se debatia como um animal feroz.

Após acalmar os animos, Leon tentava se levantar enquanto lembrava da cena do mink diabolico - O que houve com o Mink?- O primo de Wolfgang dava um passo confiante para frente e batia com a mão fechada no peito enquanto a outra segurava o cabrito e dava um sorriso confiante. - Eu acabei com a raça dele!-. Leon se aproximava do primo de Wolfgang para pegar Branquinho-chan no colo. -Anne posso ficar com ele?- Anne olhava absurdamente indignada para Leon. -QUEEE! Claro que não ele é meu! Eu achei primeiro!- Ignorando totalmente Anne, o distraído Leon olhava para o cabrito e dizia. - Agora somos nós dois nessa aventura branquinho-chan.- Era possivel notar uma fumaça saindo da cabeça de Anne de tanta raiva, enquanto ela lentamente sacava a espada da cintura. -ANNEE NAOOO!- gritava o professor segurando ela com um abraço, temendo pela vida do inconsequente e distraído aventureiro. O cabritinho parecia feliz com a ideia e vocalizava um ~beeeh, ele tinha criado um vínculo por algum motivo com Leon.  Anne notou aquele vinculo forte e logo se acalmou, ela parecia um pouco triste pois havia se apaixonado pelo cabrito, mas mesmo assim entendeu a situação. -Ei... Vocês formam uma bela dupla... Acho que não tenho escolha senão aceitar a parceria de vocês droga... Mas você vai ter que aprender algumas coisas sobre como cuidar de um animal pois aquele seu curativo estava terrível! Se quiser eu te ensino quando voltarmos a cidade...- Anne até dava um sorriso de leve, mesmo odiando Leon ela entendia que o cabritinho havia se apegado ao rapaz. Assim que Leon percebeu a calma na situação resolveu revelar algumas coisas sobre seu passado. -Anne o homem que te treinou era um velho marinheiro né? acho que ele era meu pai, eu também vivi em Torino mas não lembro de você, acho que isso nos torna quase amigos de infância, embora eu seja mais forte.- A fumaça novamente subia da cabeça de Anne, e ela tomava a pose agressiva e sacava a espada enquanto emanava a aura de uma assassina de elite. -ANNEEEEE!- o professor gritava novamente e saltava sob a garota para impedi-la de cometer um homicídio.  

Após muito se debater para se soltar e matar Leon ela respirou fundo e olhou nos olhos do garoto aparentemente mais calma. - Você fala do tio Nefesh? Sim ele me ensinou o básico de esgrima no tempo que eu morava em torino... Mas ele nunca falou que tinha um filho da minha idade, agora que você comentou até que vocês são um pouco parecidos... Mas isso não te torna menos babaca!-Anne apontava o dedo em direção a face de Leon enquanto o professor a segurava firme, o garoto não conseguia não achar hilaria aquela situação riu de tudo aquilo junto com o primo de Wolfgang.  

Após varias risadas Leon voltava a falar serio, indo até o professor que soltou a Anne para ouvi-lo. - O que você está escondendo e quem era aquele Mink? preciso que seja honesto comigo, eu também vi aquele ser misterioso na minha ilha e só estou aqui por isso.- O professor olhou perplexo para Leon após ele dizer aquelas palavras. -Você também viu! Por que não me disse antes, teria tornado tudo tão mais simples... Eu vou te contar tudo que descobri antes de ser atacado, quero que todos prestem atenção...- Leon, Anne, o primo de Wolfgang e até mesmo Branquinho-chan olhavam com muita atenção para o professor que respirava fundo para fazer a maior revelação cientifica de sua carreira. - Aquela criatura... Ela não é um fantasma.... Quando eu a vi eu pensei que estivesse maluco, passei dias em claro lendo até que encontrei uma pequena informação em um livro antigo que eu jamais tinha aberto na vida, pois foi escrito por um homem dito como maluco pela academia cientifica... - Ele tirava do bolso um pequeno livreto, com algumas palavras escritas em uma linguagem indecifrável. Na capa havia uma espécie de desenho de um mink cabrito e um nome de autor: “Logan Elford”. - Quando eu vi esse livro eu sequer achei que pudesse conter informações sobre a criatura que eu vi... Ele é cheio de rabiscos animais que não pertencem a esse mundo e letras sem sentido que eu nunca tive contato, mas eu mudei de ideia quando vi isso...- Ele abriu em um pagina onde havia a imagem de um borrão de fumaça com olhos depressivos, em uma planice repleta de arvores caidas, onde a única coisa de pé era a criatura esfumaçada. Anne e o primo olhavam perplexos para o livro. -Em... então... é real?- Dizia Anne, enquanto o professor apenas concordava com a cabeça. -Quando eu entrei na floresta com o livro para tentar encontrar a criatura novamente eu tive a sensação de estar sendo seguido por alguém... Foi quando encontrei aquele porco... Acho que estamos nos metendo em algo muito arriscado, algo que não pertence a esse mundo, por favor, peço que não me sigam nessa estupidez... Eu vou sozinho.- Dizia o professor em tom de tristeza. -TA MALUCO SEU IDIOTA! Você é sangue do meu sangue... Irei te ajudar nem que eu morra tentando...- Dizia o primo de Wolfgang avançado contra ele e dando-lhe um soco no meio do rosto, fazendo-o cair no chão e seu nariz sangrar... Uma péssima forma de demonstrar afeto.  

A noite começava a ficar cada vez mais intensa e melancólica o único barulho possível de se escutar era o dos insetos noturnos e do choro fraco do professor. - Sinto muito Sasaki... A quem eu estou tentando enganar? Eu sou um medroso! Dediquei minha vida inteira à universidade pois não tive coragem de me expor as lutas como você... Eu não tenho força para fazer isso sozinho, mas também não tenho força para colocar a vida das pessoas que eu amo em risco...- Sasaki agachava próximo de seu primo caído em prantos e encostava a testa na testa dele em um gesto de irmandade. -Seu idiota, não devia ter faltado todas as aulas de luta lendo aqueles livros ridículos... Se tivesse visto ao menos uma com atenção saberia que força não se trata de derrotar qualquer inimigo e sim fazer o necessário para proteger quem se ama e isso você tem de sobra... Você é forte primo! Agora deixe os outros cuidarem de você também!- Dizia Sasaki com confiança e uma liderança nata que inspirava a todos. - É! Eu to contigo também professor!- Dizia Anne levantando uma das mãos.

Leon por outro lado... Acabou perdendo o rumo da conversa um pouco depois do soco que o professor levou, ele estava ocupado demais se distraindo olhando as arvores observando se aquela era mesma floresta e realmente era.

Aquele era o grupo! Sasaki era o valente, Wolfgang o inteligente, Anne era a medica veterinária irritada e Leon... Bem, ele era o distraído! Revelações chocante eram postas em jogo, como Leon iria lidar com todas aquelas informações?!

Histórico do player:
 
Capa do livro :
 

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptyDom 29 Mar 2020 - 21:20

Novos caminhos
Eu acordei ainda assustado mas senti algo quente em meu rosto e dei de cara com Anne segurando o branquinho-chan, eu fico aliviado ao ver todos bem e então começo minhas brincadeiras e conversas com Annie e todos os outros, de inicio Anne fica zangada mas decido ignorar ela e ir até o branquinho, ele seria meu companheiro e eu sinto algo nele que me diz que vamos ir longe juntos e então eu peço pra Annie pra ficar com ele e nem ouvi o que ela disse pois peguei meu amigo nas mãos e confimei ele como meu novo nakama, ele era o primeiro amigo que faço desde que sai da ilha.
Annie estava sendo segurada pelo professor para meu alivio, mas logo que o Branquinho me responde ela cede e até me oferece ajuda e assim que eu pudesse a agradeceria de bom grado por isso, se ela não me matasse pois depois que falei que era mais forte que ela um monstro terrível nasceu daquele corpo minúsculo.
Para meu espanto assim que ela se acalma ela confirma que foi aluna do meu pai
- Estranho... entendo ele não falar de mim  por ser um bom profissional mas por qual motivo não falar da Anne em casa? até do pirata estranho de 11 dedos ele falava, meu pai é uma caixinha de surpresas.
Nem eu que sou um tanto quanto cabeça de vento consigo me distrair daquela pessoinha me ameaçando então dou risada com o primo do Professor, decido ir falar com o professor e todos escutamos a história com muita atenção e eu não esperava um evento como aquele -Um mink registrou isso, então aquele porco deve ter pistas... Preciso voltar para encontrar ele de novo, ao menos seu cadáver.
Pouco depois da narrativa do professor o seu primo lhe dá um belo soco no rosto, mas nesse o momento já estou distraído demais com esse local lindo para dar atenção a família dos outros, minha mãe sempre dizia em tom cauteloso:
Se alguma família tem problemas? Bom! mascuide da sua vida Leon!
eu sorrio lembrando disso afinal ela era uma mulher simplista, Annie disse algo para o professor e eu decidiria falar calmamente após ela:
Ok o livro sinistro tem pistas, mas não sabemos como o professor foi seguido né? e para onde iremos agora? ah e eu gostaria muito de vasculhar o corpo daquele mink em busca de pistas se ninguém fez isso.
Esperaria a resposta deles e se possível depois levaria o branquinho até a Annie e pediria a ela sorrindo :
-Annie me desculpe por pegar no seu pé o tempo todo, no fim acho que tenho você como família agora e eu gostaria muito de aprender a diagnosticar e cuidar de animais, pode me ensinar por favor? Eu abaixaria minha cabeça em reconhecimento de Annie e após isso iria procurar escutar tudo o que ela dissesse, se alguém sugerir sairmos da floresta eu iria  propor:
Porque não fazermos um acampamento hoje aqui? eu posso vigiar a noite com o Primo do professor enquanto Anne e o professor podem descansar.
Esperaria respostas sobre isso e se alguém sugerir tarefas levantarei minha mão como voluntário pois que explorar a floresta  e mesmo se ninguém sugerir eu iria tentar escalar uma árvore para dar uma olhada no local e ficaria atento caso escute algum outro animal e também iria observar como estava o branquinho e perguntaria para o Sasaki se conseguisse  em tom amigável :
O dono da loja de armas luta com os punhos? tem algum motivo para isso?
Apesar de apreciar o silêncio da floresta eu me sinto feliz com eles, me lembram meus irmãos sempre brigando e sorrindo e tentaria ouvir tudo o que o professor dissesse e se conseguir pediria com olhar determinado:
Posso ver o livro professor? eu gostaria que o senhor me ensinasse o que sabe sobre ele, o autor tem mais alguma obra?
Folearia o livro atento a cada página enquanto tento escutar o professor.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySeg 30 Mar 2020 - 10:58

~Narração~



A relação simples e descontraída daqueles amigos fazia Leon se sentir estranhamente em casa. Todos olhavam para Leon sorrindo abobalhado enquanto observava algumas arvores e pareciam todos igualmente irritados – EI VOCE PELO MENOS OUVIU A DISCUSSÃO EMOCIONANTE AQUI!- gritaram em uníssono para o garoto que piscava normalmente e mudava de assunto completamente, com uma voz calma e despreocupada. - Ok o livro sinistro tem pistas, mas não sabemos como o professor foi seguido né? e para onde iremos agora? ah e eu gostaria muito de vasculhar o corpo daquele mink em busca de pistas se ninguém fez isso.- todos abaixaram a cabeça decepcionados com a falta de atenção na última parte do diálogo – Eu posso ir com você até o gordinho amanhã de manhã agora é um pouco arriscado... Por hora vamos acampar aqui!- Dizia Sasaki heroicamente levantando um dedão em sinal de confiança.  

Em seguida Leon foi com branquinho-chan no colo até o Anne, vestindo um sorriso simpático. -Annie me desculpe por pegar no seu pé o tempo todo, no fim acho que tenho você como família agora e eu gostaria muito de aprender a diagnosticar e cuidar de animais, pode me ensinar por favor? - Anne olhava de soslaio para Leon. - Ei manera na intimidade ai seu caipira! Se bem que você é filho do tio Nefesh então acho que posso te considerar como familia sim... Mas como irmão casula Hihihi... quanto a aprender a diagnosticar animais posso tentar te ajudar também, mas uma coisa de cada vez, acho que não cabe tanta informação nessa sua cabeça oca...- Naquele momento Leon talvez se arrependesse de tentar estabelecer paz... Anne estava em pé firme de guerra ainda, e Sasaki rolava de rir enquanto o professor disfarçava a risada encostado em uma arvore.  

Sasaki se ofereceu para armar a barraca e Leon queria explorar a floresta, mas foi proibido pelo professor devido ao fato de que poderiam ter mais minks como aquele porco os caçando por ai. Começavam a armar a barraca que o professor tinha trazido, ela era espaçosa o suficiente para os 4, embora não fosse lá muito confortável, era apenas pratica. Branquinho-chan se recuperava bem da perna e conseguia até andar de um lado para o outro rodeando Leon, enquanto o mesmo subia uma arvore para obter visão periférica da floresta. Na copa da arvore havia um ninho de passaros com alguns ovos ainda não chocados. Ele olhou em volta mas nada, até que ouviu um guincho de porco.... Alerta ao olhar na direção do guincho viu que era realmente só um porco se espreguiçando para dormir, após o susto desceu da arvore e foi se preparar para ir a barraca.  

Ele entrou por uma especie de porta da frente e sasaki foi o ultimo a entrar, fechando o buraco da entrada. O professor estava num canto minúsculo foleando o livro que havia mostrado para todos. -Posso ver o livro professor? eu gostaria que o senhor me ensinasse o que sabe sobre ele, o autor tem mais alguma obra?- Wolfgang abriu um sorriso gentil, fechou o livro e deu-o na mão de Leon. - É mais fácil você me ensinar alguma coisa sobre esse livro... Ele não faz sentido nenhum, não tem nada legível nele a não ser o nome do autor que por sinal nunca publicou mais nada além disso....- Leon pegava o livro e em seguida foleava mal conseguindo prestar atenção no professor. Leon passava por cada página sem entender absolutamente nada daquilo, havia uma ilustração mal feita a cada página junto com um pequeno texto ilegível, cada animal rabiscado tinha uma aparência exótica que lembrava algum animal já existente, como macacos, girafas e pássaros, exceto aquele ser esfumaçado...

A noite caia ainda mais enquanto Leon se aprofundava na leitura, o garoto estava sem sono, provavelmente por ter dormido bastante devido ao desmaio. A madrugada era fria e silenciosa, mas o silencio foi interrompido de súbito com um som de tambores vindo sabe-se lá de onde...~TUN-TUN-TUN~ O som imitava as batidas de um coração e uma luz de fogo era percebida pelo garoto do lado de fora da barraca.

Histórico do player:
 

Barraca:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySeg 30 Mar 2020 - 20:05

Heart beat
Após a discussão ter terminado eu decido falar sobre o mink e questionar algumas coisas, não imaginava que ia infurecer os três afinal era uma discussão de familia e eu não faço parte disso então... Bom enfim eu apenas escuto o que sasaki me diz levantando um polegar e me dizendo que me faria companhia amanhã para ver o mink e eu penso:
O que será que esse dedo pra cima quer dizer? acho que  vou aderir isso.
Sem escolhas decido pegar o branquinho e enfrentar minha batalha pessoal com Anne, peço pra ela sorrindo e tento não ser ofensivo e nitidamente ela era rancorosa, após me chamar de caipiria e de cabeça oca até o professor riu mas para mim foi uma vitória pois ela não negou meu pedido e então eu decido que vou me vingar dela mas eu respeito a Anne e estou grato, o que ela não saberá tão cedo pois essa pequena guerra era divertida.
O professor não me deixou explorar a floresta e já que ele e sasaki iam montar a barraca eu aproveito e vejo que Branquinho tá se recuperando bem, ele vive me seguindo o que é bem agradável, decidio subir em uma árvore e dar uma olhada no local e percebo alguns ovos de pássaro que não eclodiram eu começo a apreciar a visão quando escuto um guicho de porco e quase desço para alertar o  pessoal mas vejo que é só um suíno indo dormir, eu suspiro mas ainda tenho a sensação de que a batalha com aquele Mink não acabou - se  não estiver lá de manhã vai ser bem difícil derrotar um cara desses
Descido ir para a barraca e Sasaki entra atrás fechando ela, vejo o professor olhando o livro e ele me deixa ver quando eu peço a ele e então a noite se vai lenta e fria.
O silêncio é interrompido quando escuto um som similar a batidas de coração, eu não consegui dormir então fiquei folheando o livro sem sucesso em decifrar ele só haviam gravuras e letras estranhas e uma única da tal criatura que eu vi, realmente era o mesmo ser mas ao escutar esse barulho e ver uma espécie de luz eu pegaria minha katana e chamaria sasaki para tentar acordá-lo eu diria mexendo em seu corpo para o despertar:
Diálogo: Ei sasaki tem alguma coisa lá fora!!
Se ele não despertar eu tentaria deixar um bilhete e sairia tentando ser silencioso, se não desse para ver nada inicialmente tentaria olhar de cima de uma árvore para tentar descobrir o que era aquele som e se eu conseguir ver que era algo perigoso ou outros minks eu correria e pularia na barraca mexendo com todos e pedindo silêncio eu diria:
Shhhhhh tem vários Minks lá fora!!!
Eu apontaria para a luz e esperaria a reação deles.
Se de cima da árvore não desse para ver nada eu tentaria me aproximar furtivamente e lentamente para tentar ver e escutar algo e se eu for descoberto eu levantarei minha mão sem soltar a katana e direi:
Ei galera, tudo bem? viram meus amigos por ai? um homem porco mascarado?
Eu observaria a reação deles e se vissem que eram hostis eu tentaria correr de volta para o acampamento e gritaria  para que me ajudassem e me prepararia para o combate,
caso não consiga fugir eu ficaria em guarda e me defenderia de golpes laterais com as pernas bem fixas e um pouco flexionadas para resistir aos golpes, tentaria contra atacar esses golpes usando minha aceleração nos braços e cortar meu oponente do quadril para cima em um único golpe
se o golpe viesse na vertical eu defenderia segurando a katana com as duas mãos e pernas flexionadas e firme e então contra atacaria com um corte ágil na barriga de meu oponente
se me atacassem a longa distância eu tentaria bloquear com a katana e me esconder atrás das árvores se possivel, de qualquer forma eu faria barulhos gritando o nome de meus companheiros e diria:
Galera o homem porco tem amigos!!! ele precisa ficar bem preso.
O intuíto disso era deixá-los nervoso e também observar como eles reagiam ao falar do mink porco
Caso algum deles rugisse ou fosse fazer algum barulho animalesco dessa vez eu seria precavido e tentaria cortar a garganta de meu oponente assim que ele parecesse que iria fazer esse tipo de movimento.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySab 4 Abr 2020 - 13:28

~Narração~

Os barulhos da madrugada na floresta faziam Leon ficar inquieta, movido pelo seu instinto de aventureiro o jovem decidiu averiguar a origem daquele barulho, porém não queria fazer aquilo sozinho e achou melhor acordar Sasaki, o mais valente do grupo até então. Ele deu alguma cutucadas no ombro de Sasaki que rapidamente despertou. -SIM CAPITÃO! ACABO DE IMOBILIZAR O ESPIÃO- Disse Sasaki em um salto repentino imobilizando Leon com uma chave de braço, aquele deveria ter sido um sonho curioso… -Garoto é você! Sinto muito…- disse Sasaki imediatamente soltando o jovem que sentia algumas dores devido ao ataque. -Ei Sasaki, tem alguma coisa lá fora!!- disse Leon após ser solto da chave de braço. -hã? Credo que barulho esquisito…- disse Sasaki ao ouvir as batidas de coração dos tambores que ecoavam cada vez mais alto, parecendo estarem se aproximando. -Droga! Eu ja sei o que é isso… temos que sair daqui imediatamente! GALERA ACORDA!!!!!- gritou Sasaki fazendo Anne e o professor pularem e acordar imediatamente. - É aquela tribo… O menino não deve saber nada sobre eles.- Disse o professor ao coçar o olho e vestir seu óculos, ainda um pouco sonolento devido ao despertar repentino. - Eles se intitulam "omirawawa". A poquissimo tempo atrás um navio da marinha de centaurea desembarcou em uma ilha da grand line foi saqueado por esses selvagens. Eles foram guiados até aqui por alguns dos marinheiros feitos de refém e se encolheram na floresta… A marinha vem desde então tentando captura-los mas não obteve nenhum sucesso.- disse o professor novamente com seu tom de voz didático e claro. -merda… eu tenho algumas informações sobre eles,eles não são tão fortes mas são muito numerosos, não temos chance alguma em um combate direto, temos que fugir imediatamente!-  Disse Anne com um ar autoritario

Todos se apressaram em guardar suas tralhas e ir embora imediatamente, estavam todos apreensivos. -Garoto, vamos nos abrigar na casa do Sasaki, amanhã posso te ensinar algumas coisas sobre a medicina quando acordarmos…- Disse Anne catando o Branquinho-chan nós braços e saindo da barraca para que pudessem a recolher

Explicações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptyDom 5 Abr 2020 - 0:38

Tribo
Ao chamar Sasaki eu levo um golpe e ele grita algumas coisas bem estranhas e me dá um único golpe, eu sequer tenho tempo de me explicar mas quando consigo ele ouve os tambores e me alerta sobre uma tribo que eu nunca ouvi falar os outros são acordados por Sasaki aos berros e o barulho somente aumenta.
O professor explica o nome dos tribais e alerta do nível deles por roubarem a até mesmo na grand line e ao ouvir que eles assaltam até mesmo piratas percebo que esses indígenas devem ser do nível de um capitão da marinha e antes que eu começasse a pensar nisso Anne revela que é uma marinheira e esclarece que na verdade o problema da tribo são os números e não o seu poder mas  eu olho espantado para ela enquanto todos se arrumam e ela pega o Branquinho e nos dá instruções para irmos até a casa do Sasaki sem tempo para questionar Anne ali eu faria o seguinte:
Eu arrumaria minhas coisas e ficaria com a Katana em mãos e próximo ao professor caso alguém nos atacasse inicialmente eu apenas tentaria bloquear e aguardaria instruções de Annie e dos outros, caso eles ferissem algum de nós eu tentaria dizer:
Basta! enfrentem a mim!
e me posicionaria a frente dos feridos tentando ao menos ganhar um tempo, olharia para Anne piscando para ela entender que eu seria uma distração.
se sairmos pacificamente eu tentarei conversar com Annie e direi com seriedade e olhando nos olhos dela:
Annie você pode me contar como se tornou marinheira??
Eu esperaria para ver se ela foi convencida por meu pai, se sim eu gostaria de entender o quão importante ele era na marinha e mais uma coisa me passaria na cabeça:
O sasaki disse capitão quando acordou... todos aqui são marinheiros?
Caso nos separemos eu tentarei ser furtivo e buscar pistas dos que sumiram sempre em postura de defesa, eu não atacaria um ser sem ele me atacar primeiro e depois do mink eu realmente não gostaria de ferir alguém sem sequer entender o motivo de estar fazendo aquilo então se um dos tribais surgir eu só contra atacaria se minha defesa fosse transpassada e eu faria o contra ataque usando minha aceleração para correr lateralmente e com a katana debaixo para cima eu tentaria cortar com um único golpe todo o tórax do oponente e após isso apontaria para seu pescoço para tentar fazer ele de refém e diria a outro tribal se estivar próximo: Eu não quero lutar, pode me deixar passar e cuidar de seu amigo?
Se o que eu estou tentando fazer de refém reagir eu finalizaria ele estocando seu toráx, caso o outro/outros tentassem algo eu chutaria o refém na direção deles e correria pela floresta buscando o máximo de distância possível, se eles tentarem me atacar para liberar o refém eu usaria o corpo dele pra me defender e o chutaria e levantaria as mãos usando a katana mostrando que não gostaria mais de lutar, se eles pararem tentarei sinalizar que quero sair mas caso sejam hostis eu tomarei postura defensiva e focarei meus golpes em seus braços tentando cortar seus dedos e mãos para desarmar eles e após isso seguiria tomando distância se conseguir e fugiria buscando pistas dos outros.
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySeg 6 Abr 2020 - 13:35

~Narração~



Com agilidade o grupo guardava a barraca que era retrátil enquanto o barulho ficava cada vez mais proximo e mais próximo... Até cessar brevemente. Sasaki soltou o ar de uma só vez em alivio. -Ufa galera, acho que eles for...- Disse com vigor e confiança acreditando estar livre da tribo, mas antes de conseguir completar as batidas voltaram, dessa vez em ritmo muito mais acelerado, fazendo ele pular de susto. -AH SEUS FILHOS DA PUTA! QUE SUSTO DA PORRA!!!- Gritou sasaki em direção ao barulho, Anne correu em sua direção e tapou a boca dele com suas duas mãos, jogando novamente Branquinho-chan para cima que era rapidamente pego por Wolfgang... -Seu idiota! Quer matar a gente!?- Gritou Anne na mesma intensidade de Sasaki. Leon estava prestes a perguntar a Anne sobre a marinha até que viu uma sombra no meio do mato.... Uma mascara aterrorizante surgiu no meio das plantas junto com um tocha que iluminava sua face de forma diabólica, a criatura olhou fundo para Leon e apontou para sua mão direita, que segurava o livro do professor e murmurou algumas palavras incompreensíveis. Sasaki deu um grito agudo de medo –CREEEDO! MORRE SEU DEMONIOOOO!- Em seguida deu um ponta pé com uma força avassaladora no rosto do aterrorizante membro da tribo, em seguida segurou no braço de Leon e de Anne e saiu correndo em uma velocidade incrível em direção a saída da floresta gritando de medo, enquanto o professor corria um pouco mais lentamente com o branquinho nas mãos. - Gente me espera!- Disse o professor esbaforido acompanhando os três um pouco mais de longe.

Após muita correria e medo eles sairam da floresta e pararam de ouvir os barulhos de tambor, por fim estavam livres da tribo... -Annie você pode me contar como se tornou marinheira??- Disse Leon assim que tiveram um pouco de paz. Anne olhou assustada para o garoto,  mas tentou disfarçar e fingir que não tinha entendido o por que ele falava sobre aquilo. -Em? Marinha? Eu não...- Sasaki começava a rir e interrompia Anne. - Anne por que você nunca conta pra ninguem que é marinheira que besteira hahahaha.- Anne olhou furiosa para Sasaki por revelar sua identidade. - Sasaki seu infeliz.... Ta! Eu sou marinheira... Entrei assim que cheguei em centaurea por recomendação do tio Nefesh, não gosto de falar pra todo mundo sobre isso por que muita gente não gosta da marinha e podem vir atrás de mim... Satisfeito Sasaki?- As palavras saiam de sua boca com um certo desgosto, Sasaki chegava perto de Anne e fazia um pequeno cafune na cabeça dela. -Ei! Nós já conversamos sobre isso pequena, se alguem te encher o saco eu quebro os dentes do infeliz HAHAHA!- Disse Sasaki com sua coragem e confiança de sempre, Anne apenas permanecia de cara fechada e braços cruzados, fazendo um pequeno bico com a boca de emburrada. -Eu sou superior dela... To sempre vigiando os passos dessa jovenzinha... Chega de enrolação! Vamos lá pra minha casa descansar... Você podia se alistar na marinha jovem! Posso me encarregar de fazer sua recomendação e agendar seu teste caso você tenha interesse hehehe!- Ele olhava para leon com um olhar destemido e apontava o dedo no seu rosto (tal qual os cartazes de alistamento do exército dos estados unidos). - Eu vou guiar o caminho! Aproveita e me fala seu nome...- Disse Sasaki indo na frente em direção a sua casa.  



Era fato que Leon era filho de marinheiro, mas iria ele seguir os mesmo passos de seu pai?


Histórico do player:
 

Mascara feia da tribo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 EmptySeg 6 Abr 2020 - 23:01

Escolhas
Tudo estava tomando uma rumo agitado, eu sou o tipo de pessoa que se adapta com facilidade mas essa situação era demais até para mim, ao sairmos com velocidade da barraca o som parece ter sumido mas assim que Sasaki iria expressar nosso alivio os tambores retornam e Sasaki berra de susto, decido tapar os ouvidos e fico meio atordoado mas tudo piora com Annie gritando para ele se silenciar, isso era tão irônico que eu sorriria espontaneamente como quando algo naturalmente cômico ocorre.
Deixando os altos falantes humanos de lado eu decido perguntar para Annie sobre a marinha mas de um arbusto próximo a mim sai uma figura demoníaca, eu fico com a boca aperta e penso:
Que droga é essa?
Sasaki dá um chute xingando aquele ser, acredito que era um membro da tribo mas antes de ter certeza Sasaki me arrasta junto com a Anne, fico com pena do professor que nos segue de longe de maneira bem lenta mas assim que saímos da floresta eu pergunto a Annie sobre a marinha e ela parece ficar desconcertada mas ao ouvir que meu pai a influenciou e ela revelar que Sakai era seu superior sinto um calafrio na espinha e penso:
Ah sim, esse é o tipo de louco que meu pai iria amar ter como meu treinador... cara eu tentei fugir mas parece que eu atraio mais marinheiros que um pirata.
Sasaki aponta para mim e me oferece um  teste da marinha e então ele toma a frente para irmos até sua casa e eu fico pensativo, levo minha mão ao queixo e continuaria andando reflexivo, guardaria a katana por um momento para repousar Seria uma ótima chance de ir para Baterilla ver meus irmão mais rápido...Mas e meu sonho? bom de qualquer forma eu preciso de dinheiro e sempre posso fugir da marinha, o mais importante no momento é ficar mais forte para poder tomar mais decisões.
Eu olharia para Annie e diria - Annie obrigado por ter contado eu vou tentar manter isso em segredo, na verdade meu pai me mandou se juntar a marinha também então acho que ele realmente tem esse poder de convencer as pessoas, mas então você e Sasaki estão aqui para pegar algum pirata? se não puder falar eu vou entender que sim eu sorriria após dizer isso pois me lembro da história de meu pai quando capturou piratas e ele sempre tratava os piratas com muita bondade depois de socar eles o que tornava tudo mais engraçado aos meus olhos.
Independente do que Anne me responder eu tentarei dizer a Sasaki:
- Sasaki você conhece meu pai também? eu gostaria sim de me alistar mas eu não faço idéia de como fazer isso, eu poderia levar o branquinho?
Pai você conseguiu, eu irei ser um marinheiro mas isso não vai ser o mais importante pra mim; Eu sorriria pensando isso sozinho e observaria a casa de Sasaki quando chegarmos e esperaria para ver qual nosso objetivo e diria mais uma coisa a todos quando entrarmos na casa:
Gente antes que eu me esqueça, aquela pessoa mascarada me olhou por causa do livro, acho que precisamos de um plano contra a tribo agora?
Imagino que Anne vai me xingar por falar isso mas mesmo assim antes de me tornar marinheiro eu quero saber mais da criatura misteriosa
E também aproveitaria a possível paz para pegar branquinho e ver como ele está, olharia a Anne enquanto pego ele para ver se ela se toca de que eu realmente quero aprender o que ele havia dito.
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: