One Piece RPG
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Em busca da resistência
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 03:11

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor GM.Thomas Hoje à(s) 01:37

» Xeque - Mate - Parte 1
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 01:14

» A inconsistência do Mágico
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 00:49

» Hey Ya!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:50

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor gmasterX Ontem à(s) 22:51

» Livro Um: Graduação
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 22:48

» A Ascensão da Justiça!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 22:46

» Ato I - Antes da tempestade
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Razard Ontem à(s) 22:43

» Right Punch, Left Punch!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Razard Ontem à(s) 22:43

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Razard Ontem à(s) 22:42

» Hizumy Mizushiro Mayan
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Mizushiro Hizumy Ontem à(s) 22:36

» X - Some Kind Of Monster
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:11

» Takamoto Lisandro
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 21:44

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Madrinck Dale Ontem à(s) 21:09

» Alipheese Fateburn
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 21:02

» Alejandro Alacran
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 20:12

» Wu-HA!
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Oni Ontem à(s) 16:47

» Making Wonderful Land a Real Wonder
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Achiles Ontem à(s) 16:38

» [Mini-Saitoshiba] A Aventura está apenas começando
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Emptypor Saitoshiba Ontem à(s) 15:45



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyQua 19 Fev 2020, 17:14

Relembrando a primeira mensagem :

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Leon Ari Nefesh. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
maximo12
Civil
Civil


Data de inscrição : 06/10/2018

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 16 Mar 2020, 10:49

Bereshit
Ao entrar na loja eu me deparo com um homem jovem e de corpo musculoso, ele não me lembrava em quase nada o respeitável professor que eu havia conhecido mas o lugar apesar de humilde realmente me agradava e mais importante:
Havia realmente muitas espadas! de todos os modelos e tipos possíveis, eu me dirijo ao vendedor e ao requisitar o serviço dele recebo uma resposta rude mas decido ignorar o que ele disse afinal eu não sei o motivo dele ser tão rude comigo, aproveito para perguntar sobre o professor e a expressão de espanto e surpresa de seu primo ao me ouvir foi algo cômico tanto que eu acabaria levando a mão ao rosto para cobrir meu sorriso e mesmo ele não demonstrando arrependimento sobre o tratamento inicial decido ir olhar as espadas da loja.
Olhando com  atenção, passaria meus olhos esperando encontrar uma que realmente "me chame" e ao ver uma katana meus olhos focam nela, não era uma arma de luxo e nem muito cara mas ela me passava um sentimento  que me traz alivio, seria uma lâmina que eu poderia contar e provavelmente percebendo meu interesse o vendedor me oferece a lâmina, eu a compro sem pensar duas vezes e aceno com a cabeça para agradecer ao homem que estende sua mão até mim o que eu não entendo perfeitamente então decido sair da loja feliz apesar de tudo o homem me fez conhecer uma companheira nova nesta jornada.
Mas apesar de querer observar melhor minha nova aquisição eu decido guarda-la na bainha se eu a obtive e me apressar de volta para o campus e me dirijo rapidamente a sala do doutor com as palavras prontas a serem ditas nos lábios mas assim que eu entro me espanto o local parecia ter sido completamente destruído e havia uma xicara quebrada ao chão, eu olho para aquela cena perplexo e penso:
-Será que o Professor surtou? onde está? essa sala pode ter sido atacada? talvez alguém querendo roubar a pesquisa...Leon não adianta pensar muito e não se mover, preciso encontrar pistas, eu sai por pouco tempo o professor não deve estar longe.
Decido checar a sala procurando pistas talvez o professor tenha deixado algum rastro, se eu não encontrar nada irei procurar um segurança ou funcionário para perguntar: - Olá, você viu o professor wolfgang fora de sua sala? eu acabei de falar com ele e sair por um instante e agora a sala dele está vazia. Eu decido não falar sobre o estado da sala pois agora eu sou o primeiro suspeito se algo ocorrer com o professor, se a pessoa me der informação eu irei escutar atento mas caso a pessoa decida ir até a sala do professor eu irei junto e observarei a pessoa para ver se ela é suspeita, eu não posso deixar esse homem sumir assim sem saber o que ocorreu e ele pode estar em perigo então decido tentar esconder minha espada em minhas roupas de maneira que consiga segurar a guarda dela sem mostrar sua lâmina caso precise me defender de algo e se a pessoa se espantar ou tentar me acusar eu direi rapidamente:- O lugar estava assim quando eu voltei, podemos avisar a marinha ou policia local? tem camêras de segurança no campus? e tentaria acalmar a pessoa mostrando que não sou o causador daquilo e ficaria atento pois se isso se tornar um tumulto eu posso acabar sendo incriminado injustamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 16 Mar 2020, 15:12

~Narração~


Leon não podia acreditar na cena em frente aos seus olhos, de fato parecia que um furacão havia passado pela sala e bagunçado tudo. O jovem estava muito desconfiado de que o professor podia ter sido sequestrado e portando tomou a sensata decisão de analisar a sala a procura de algum rastro que desse uma pista de onde estava o professor. Leon começou a vasculhar a sala bagunçada, encontrou alguns livros de biologia no chão e na estante de livros, sobre a mesa encontrou somente uma caneta e um carimbo com o logo da universidade e no chão apenas a xicara quebrada, o café derramado e poeira devido ao tempo que aquele lugar não recebia faxina. Nada parecia muito revelador, não havia sangue nem janelas quebras muito menos marcas de briga, Leon não era nenhum especialista em rastreamento, mas aquilo claramente não parecia ter sido um sequestro mesmo aos olhos destreinados do rapaz.

Como não encontrou nada de revelador naquela sala ele desceu as escadas, abordou um jovem estagiário que estava andando em direção a um laboratório e perguntou - Olá, você viu o professor Wolfgang fora de sua sala? eu acabei de falar com ele e sair por um instante e agora a sala dele está vazia.- O jovem estagiário olhou confuso para Leon –Wolfgang? Sinto muito eu não o conheço...- Ele então deu de costas e estava pronto para entrar no laboratório quando deu meia volta e acrescentou –Espera! Acho que sei de quem você está falando... A uns dois minutos atrás um homem saiu do instituto correndo segurando um monte de papeis. Ele parecia agitado e estava vestindo uma roupa de campo... - O estagiário coçava o queixo intrigado pelo comportamento esquisito do homem, se despediu com um aceno de mão e finalmente entrou em seu laboratório.  

-Você pode avisar ao professor Wolfgang que ele esqueceu essa parte da pesquisa sobre aranhas dele comigo na semana passada quando ele se perdeu na floresta, fazendo o favor? - Leon ouviu a conversa paralela a poucos centímetros de distância dele. Era uma mulher baixa de cabelos rosa e voz muito bonita que estava entregando alguns papeis na mão de um outro estagiário, ela se despediu do estagiário com uma pequena reverencia, assim como Leon gostava de se despedir, e começou a andar em direção a porta de saída do instituto.

Se Wolfgang Fuk não foi sequestrado então para onde ele iria com aqueles papeis e roupas de campo? E quem era aquela garota de cabelos rosa que conhecia o professor e tinha hábitos peculiares de comportamento assim como Leon?

Histórico do player:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 16 Mar 2020, 17:32

Rastreio
A bagunça da sala não era muito reveladora, mas uma coisa clara é que isso não foi feito por nenhum sequestrador, eu respiro fundo e penso: Essa bagunça não parece nem ter tido uma luta aqui, ele deve ter realmente não aguentado toda a pressão e surtado, preciso tentar localiza-lo, vou procurar um funcionário.
Eu encontro um rapaz que parece trabalhar no campus e pergunto a ele sobre a localização do professor e ele me responde dizendo que não o conhecia mas que um homem correra segurando papéis e com roupas de campo, eu o agradeço e enquanto continuo andando pelo campus escuto uma conversa paralela citando a pesquisa do doutor e quando olho vejo uma pequena senhorita de cabelos rosas que pede para alguém entregar papéis sobre a pesquisa do professor, e antes que eu absorvesse a informação dela também poder ter visto "ele" eu noto que ela faz a mesma saudação que eu faço -Não, não tem como,ela não o conhece, ela não deveria saber disso, quem é essa mulher e como ela faz a mesma saudação de meu pai? eu não reconheço ela de Torino, ela será uma marinheira? Bom preciso ir até ela e descobrir o que ela sabe sobre aquele dia em que o professor viu a criatura.
Enquanto eu me preparava para correr até ela era inundado com memórias de infância  muito claras de todas as vezes que meu pai me pegava no colo e passeava comigo por Torino, eu era o mais novo então passava muito tempo com ele e ele sempre dizia:
Palavras não devem ser desperdiçadas Leon, se não quiser sempre repetir coisas fúteis que não servem para nada então aprenda a agradecer com gestos, você entendeu Leon? Normalmente depois disso ele me daria pequenos tapinhas nas costas e continuaríamos a caminhar;eu vejo a mulher indo em direção da saída e correria atrás dela e se a alcançasse eu diria:
Olá senhorita, você conhece o professor Wolfgang? eu gostaria de perguntar sobre as pesquisas dele porém recentemente ele desapareceu. eu a observaria com atenção por estar desconfiado pelo gesto que ela fez anteriormente mas isso não quer dizer que ela era a causadora do sumiço do doutor então manterei me relaxado e atento quanto ela e a ouvirei com atenção se a alcançar, caso não alcance eu iria parar alguém na rua e perguntar:
Olá, você viu um homem com roupas de campo? sabe para onde ele foi? e então iria ao encontro do professor.

Histórico:Nome:Leon Ari Nefesh
Posts:04
Ganhos: Katana simples
Perdas: 30 mil berris
Extras: -x-
Vantagens:
• Temperamento Calmo
• Genialidade
• Ambidestro
• Aceleração
Desvantagens:
• Trapalhão
• Distraído
• Coração Mole
Pericias:
• Doma
• Treinamento
• Zoologia
n.p.c's: Conhecida de Wolfgang
Wolfgang Fuk
Primo de Wolfgang.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por maximo12 em Seg 16 Mar 2020, 17:35, editado 1 vez(es) (Razão : errei a cor do pensamento :p)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 16 Mar 2020, 23:10

~Narração~

Leon ao encontrar aquela moça tão peculiar percebeu a singela similaridade da saudação que ela fez com a que seu pai o havia ensinado na infância.  Aquela saudação era muito importante para o passado de Leon, trazia-o lembranças de ensinamentos profundos de seu pai, a nostalgia tomava conta do jovem que conseguia até mesmo imaginar seu pai o dando algumas tapinhas de incentivo nas costas...

Leon caminhou em direção a moça e antes mesmo que ela saísse do instituto conseguiu alcança-la devido sua aceleração considerável. Ao encosta-la Leon a olhou de cima para baixo com um pouco de desconfiança por conta da saudação, mas ela interpretou aquilo como safadeza e deu dois passos para trás, colando as duas mãos ao peito e ficando corada no rosto inteiro, rebatendo a expressão de desconfiança do rapaz com uma ainda maior...

- Olá senhorita, você conhece o professor Wolfgang? eu gostaria de perguntar sobre as pesquisas dele porém recentemente ele desapareceu. - Disse Leon fazendo com que ela se acalmasse um pouco e relaxasse os braços e a expressão do rosto. A moça respirou fundo, olhou firme nos olhos do jovem com uma expressão de irritada e colocou as mãos na cintura tentando parecer maior e mais imponente. -Ta doido menino? Não pode chegar assim tão assanhado em uma dama...- A sua voz melodiosa junto com seu semblante corporal fazia aquela cena parecer estranhamente intimidadora e meiga... - O que? Você disse que o professor desapareceu? Bom, é verdade que ele anda meio sumido esses dias, ele disse ter visto um fantasma ou algo do tipo... Mas agora você me deixou preocupada... tem alguma ideia de onde ele pode ter ido?- A mulher parecia bem confusa e triste por conta do desaparecimento do professor, não estava claro ainda qual era a sua relação com ele, mas certamente ele era bem importante pra ela. -Acho que eu vou procura-lo com você... Não é por que eu quero ir com você em! Só estou preocupada com o professor...- Completou a fala novamente com sua intimidação agridoce.

Histórico do player:
 

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyTer 17 Mar 2020, 13:01

Aliança
Apesar de tudo o que pensei sobre a senhorita, eu decidi me aproximar dela e ela acabou se assustando um pouco, no fim ela parecia preocupada com o professor mesmo eu não entendendo a relação dos dois ainda decido confiar na senhorita e dizer:
-Antes de te dar qualquer informação sobre o doutor preciso saber quem é você senhorita, qual seu nome? ah e me desculpe pelo susto de antes, eu fiquei muito apreensivo e acabei agindo de maneira estranha mas enfim você conhece o professor há muito tempo?
Eu observo bem ela  para tentar saber suas intenções  e se ela parecer honesta nas suas respostas, apesar de não a conhecer,se ela me responder eu diria a ela:
Eu e o professor avistamos a mesma criatura, mas isso parece ter perturbado muito a mente dele, ele parece ter sido visto saindo aqui com roupas de campo, sabe onde ele pode ter ido? Tem alguém mais nessa cidade que pode ter visto essa criatura também?  Se ela responder sabendo uma possível localização de onde o professor pode estar eu diria:-Vamos até esse local!
Então iria atento pelo caminho, se ela não soubesse nenhuma informação eu iria sugerir:-Podemos ir até o local onde vocês realizaram a pesquisa das aranhas? talvez haja alguma pista lá.
Se ela concordar eu esperaria ela mostrar o caminho e iria segui-la e diria durante o caminho se tivéssemos tempo:
Você já foi marinheira? sua saudação me lembra alguém...
Eu interromperia a fala esperando ela dizer algo e chegando ao local se conseguíssemos chegar eu iria desembainhar minha katana e perguntá-la:Se necessário você sabe se proteger? eu não sei se algo hostil pode aparecer aqui e se possível você pode mostrar a rota que o professor fez? devemos encontrar pistas lá.
E aguardaria resposta dela ficando atento com qualquer possível perigo.
Se ela dizer que não podemos ir em nenhum destes locais ou não tiver nenhuma informação eu iria apenas sugerir -Eu irei procurar pistas pela cidade quer vim comigo? se ela aceitasse iria seguir perguntando para as pessoas Por gentileza, você teria visto alguém com roupa de campo passando por aqui?
Se a pessoa respondesse dando uma direção eu iria para a mesma e continuaria procurando ele, se não achasse nenhuma pista eu continuaria perguntando e procurando até ter uma pista do professor, caso não conseguisse fazer nenhuma dessas coisas eu apenas diria Olha vou procurar uma hospedaria para descansar por hoje e talvez treinar um pouco, se conseguir uma pista sobre ele podemos nos encontrar aqui de manhã?
Então iria procurar uma hospedagem e se conseguisse encontrar e alugar um quarto antes de descansar um pouco iria tentar me acostumar com a katana desferindo alguns golpes com ela para testar,primeiramente olharia para ela e a seguraria com as duas mãos e tentaria fazer golpes horizontais e observaria o quão forte e rápido eu conseguiria ser.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyTer 17 Mar 2020, 23:30

~Narração~


Leon não parecia querer revelar suas informações sobre Wolfgang antes de saber algo sobre a senhorita de cabelos rosa, então resolveu partir para um pequeno interrogatório antes das revelações

-Antes de te dar qualquer informação sobre o doutor preciso saber quem é você senhorita, qual seu nome? ah e me desculpe pelo susto de antes, eu fiquei muito apreensivo e acabei agindo de maneira estranha mas enfim você conhece o professor há muito tempo?- Disse Leon. A Senhorita assumiu uma posição mais confortável novamente embora seu olhar ainda estivesse implacável, ela era de fato muito temperamental –Bom... Meu nome é Anne, Anne Takamura. Eu e Wolfgang trabalhamos juntos a muito tempo, ele foi meu professor na faculdade e hoje somos parceiros nas pesquisas aqui do instituto... Ou pelo menos eramos...- Ela parecia aflita com o fato do professor estar distante nos últimos dias, certamente não parecia mentir em sua confissão. -Eu e o professor avistamos a mesma criatura, mas isso parece ter perturbado muito a mente dele, ele parece ter sido visto saindo aqui com roupas de campo, sabe onde ele pode ter ido? Tem alguém mais nessa cidade que pode ter visto essa criatura também?- Disse Leon após perceber verdade nas palavras de Anne. -O QUE? VOCÊ TAMBÉM VIU O FANTASMA?? Só tem doido nessa cidade esquisita...- Disse Anne com uma expressão de surpresa seguida de decepção, colocando a palma da mão direita sob a testa e ficando cabisbaixa.  

-Ei?! Eu não teria te perguntado aonde ele tinha ido se eu soubesse ô besta! Presta atenção!- Disse Anne se irritando novamente com Leon e batendo o pé no chão. -Bom... Você disse que ele estava com roupas de campo né? Talvez tenha ido até o lugar que viu o fantasma... Perto da parte da floresta onde realizamos a pesquisa sobre aracnídeos...- Leon imediatamente após ouvir a informação de Anne disse em exclamação –Vamos até esse local!- Anne olhou o rapaz com uma espécie de repulsa e disse – E tem gente que fala que eu que sou a caipira... Ok vamos, me siga...- E partiram rumo a floresta.

O trajeto era tedioso e o dois estavam estranhamente calados enquanto caminhavam, mas Leon quebrou aquele gelo com uma pergunta inocente. - Você já foi marinheira? sua saudação me lembra alguém...- Ela, que estava na frente do rapaz guiando o trajeto, virou somente o rosto sob os ombros, seus olhos da mesma cor do cabelo brilhavam com o sol e seu cabelo balançava com a brisa daquela tarde tranquila, ela deu um sorriso meigo para o garoto e voltou a olhar para frente. -Nunca cheguei a ser marinheira... Mas meu professor de esgrima era um marinheiro incrível... - Ela olhava para cima como se tentasse lembrar do tempo de suas aulas. Leon teria algum tempo para refletir sobre aquilo.  

Finalmente chegaram a um território rural distante da cidade onde podia se ver uma floresta densa com arvores de médio a grande porte e algumas fazendas. Anne foi até uma das fazendas que tinha entrada a uma parte da floresta e deu de cara com um menino de cabelos loiros e olhos azuis. Eles convesaram sobre algo que Leon não conseguia ouvir com clareza e depois Anne voltou a olhar para Leon como um olhar sério –Certo... O professor esteve aqui, o Taichi disse que ele pediu permissão para entrar na floresta, mas não explicou o motivo, vamos entrar e procura-lo. - A voz de Anne estava seria e seu olhar ríspido, naquele momento ela não parecia uma menina meiga e sim extremamente responsável e focada. -Se necessário você sabe se proteger? eu não sei se algo hostil pode aparecer aqui e se possível você pode mostrar a rota que o professor fez? devemos encontrar pistas lá.- Disse Leon antes de entrar, desembainhando sua espada sem um motivo aparente. - Não seja ingênuo garoto, treinei a esgrima a minha infância toda, se alguém tem que temer pela própria vida esse alguém é você...-  Ela sequer olhou nos olhos de Leon, mas mostrou que em sua cintura também havia uma espada. Não uma Katana e sim um florete, quais seriam as habilidades daquele garota com a espada?

Histórico do player:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyQua 18 Mar 2020, 12:03

Caminhos
Ao conversar com ela percebo que ela realmente se importava com o professor e algumas coisas ficam claras pra mim sobre Anne:
Primeiro que ela sabia sobre a criatura, segundo a criatura não é tão desconhecida por aqui e terceiro ela realmente mudava muito de humor em um curto período de tempo, mas logo ela fala sobre o local da pesquisa e eu proponho seguirmos até lá, ela faz uma expressão um tanto "azeda" e me chama de caipira, eu realmente não há entendo mas deixo ela me guiar.
No silêncio do caminho decido aproveitar e perguntar para ela se ela já foi marinheira e para meu espanto ela fala de um professor de esgrima e demonstra nostalgia dessa pessoa e eu não consigo deixar de pensar:
Será que meu pai deu aula a ela? melhor não perguntar sobre isso por agora mas vou perguntar depois, Eu realmente não esperava encontrar uma possível aluna dele.
Chegamos a uma zona rural que ficava na entrada da floresta e ela toma certa distância para conversar com um garoto loiro, não consigo ouvir o que eles falam mas ela volta confirmando que o professor esteve ali, percebo que ela mudou de humor novamente e agora ela tem um "ar" completamente diferente  séria e focada, decido desembainhar minha espada e questionar se ela sabia se defender e para minha surpresa sem sequer olhar para mim ela me mostra uma espada na cintura de maneira muito confiante me informando que eu deveria me cuidar pois ela treinara desde a infância.
Direi então: -Você parecia familiarizada com as pessoas vendo a criatura, ocorreram muitos casos semelhantes aqui nessa cidade? eu procurei por esse ser por um ano todo e não achei nada sobre ele em Torino.  
Enquanto falava tentaria  manter a espada na mão direita e observaria bem a floresta para ver se conseguia ver alguma criatura local, eu também ficaria atento com o caminho para não me perder e nem me separar de minha companheira nesse caminho e continuaria conversando com ela se ela me respondesse:
Então você é uma pesquisadora da universidade? Você parece muito jovem mas disse que treinava esgrima desde a infância então deve ser muito boa, você se importaria em treinar comigo depois de encontrarmos o professor?  Eu diria isso sorrindo para ela, a garota realmente me pareceu sincera então decido me abrir um pouco mais enquanto procuro sempre andar atrás dela no caminho se eu pudesse:
Meu pai é um marinheiro, eu imagino se ele foi seu professor por causa do gesto que você fez, e por falar nisso você não é daqui também né?
Ao andar na floresta se me separar dela por qualquer motivo procurarei fazer marcações nas árvores com a espada se conseguisse para não dar voltar em círculos e continuaria andando agora procurando por ela e pelo professor, caso não nos separássemos e ela tivesse me respondido as outras perguntas eu diria:
Existem seres perigosos aqui nesta floresta? ou algo que eu deveria saber?
e então a escutaria com atenção e se encontrarmos com alguma criatura e ela não percebesse eu tentaria alertá-la assobiando de maneira baixa e apontando para a criatura e então tomaria uma postura defensiva segurando a katana com a mão direita na frente de meu corpo e me concentrando nos movimentos da criatura para bloqueá-lo e tentaria contra atacar com o lado da katana que não tem fio para não ferir a criatura, tentaria dar um golpe na  cabeça com toda minha força somente após o bloqueio inicial para nocautear sem machucar o ser que me atacaria e se ele não me atacasse nem a Anne eu esperaria o movimento dela e assim seguiria atento para observar qualquer rastro que Wolfang possa ter deixado.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 23 Mar 2020, 10:50

~Narração~


Anne e Leon estavam dando primeiros passos dentro da floresta, o seu visual destoava do resto da cidade pois ela era densa e parecia ser muito escura mais ao centro, tipo de uma floresta tropical pluvial. Anne engoliu em seco por um momento, mesmo estando confiante de suas habilidades parecia aflita com algo, Leon enquanto caminhavam continuava as perguntas, tentando ao máximo extrair informações sobre a criatura -Você parecia familiarizada com as pessoas vendo a criatura, ocorreram muitos casos semelhantes aqui nessa cidade? eu procurei por esse ser por um ano todo e não achei nada sobre ele em Torino.- Disse Leon. Anne que tomava a dianteira prestando muita atenção sem desviar se olhar concentrado disse sussurrando para não chamar atenção. -Não nunca ninguém além do professor me disse uma coisa parecida sobre esses fantasmas... Ei você disse torino? Eu cresci lá...- A floresta ficava cada vez mais densa enquanto vocês seguiam para meio, passando pelo terreno úmido e cipós e palmeiras de todos os tamanhos. -Ei...Você ouviu isso??- Anne disse parando o movimento de Leon levanto a mão ao peito do garoto ainda com sussurros.

O barulho no qual Anne estava se referindo vinha de uma espécie de arbusto próximo a um lago, o arbusto se mexia muito como se uma criatura estivesse presa tentando ao máximo se libertar enquanto emitia uma vocalização aguda de choro. Anne segurava firme a sua espada e se aproximava lentamente do arbusto, colocando o dedo indicador sob os lábios e olhando para Leon exigindo que o mesmo fizesse silencio. Quando chegaram muito perto finalmente conseguiram ver a fera selvagem que se mexia no arbusto, Anne que viu primeiro levou ambas as mãos a boca e fez uma cara de espanto impressionante, enquanto ficava levemente pálida...

Ela levou ambas as mãos ao arbusto e tirou de lá a fera... Era um pequeno filhote de cabrito! A pata do bichinho estava mole e parecia quebrada, assim como um dos chifres em sua cabeça. -OLHA QUE COISA LINDA!!! OLHA OLHA!!- Anne berrava e algumas aves até saiam voando de suas arvores devido ao susto, enquanto ela esfregava o cabrito na cara de Leon, quebrando todo o clima tenso que ela havia sugerido até o momento. Ela saltava de alegria enquanto balançava o filhote de um lado para o outro em estase. -VOU TE CHAMAR DE SENHOR FOFO! Não... Alexandre! Não...- Ela poderia ficar o dia todo dando nomes ao filhote se não fosse um grito vindo de longe, bem no meio da floresta. -SOCORRO! - Dizia a voz familiar, talvez o professor, em seguida foi ouvido um guincho de algum animal na mesma direção, devido sua pericia em zoologia Leon sabia que era um som análogo ao de um porco ou um javali, alto o suficiente para ser ouvido claramente por Anne e Leon. -É o professor! Segura o senhor fofo, eu vou na frente... - Disse Anne dando o pequeno animal nas mãos de Leon e saindo em disparada na direção do grito a respiração do cabrito era fraca e falhava as vezes, seu pelo branco e macio, o machucado de sua perna parecia de uma mordida de lobo e seu chifre quebrado parecia ter sido arrancado por uma faca, provavelmente tinha sido atacado e deixado no arbusto para morrer.

O que seria o som misterioso vindo do coração da floresta? E o que Leon faria com aquele pequeno animal indefeso?

Histórico do player:
 

Off:
 

Imagem meramente ilustrativa da floresta:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptySeg 23 Mar 2020, 14:35

Akedá
Entramos na floresta e era um local que eu me sentia muito familiarizado, me lembrava a floresta de Torino, eu continuo conversando com Anne para tentar descobrir algumas pistas e tento manter me atento ao caminho enquanto ela vai a frente de maneira concentrada e sem me olhar ela responde as perguntas  que faço e ao ouvi-la eu penso:Ela foi criada em torino? mas eu conhecia quase a ilha toda e não me lembro de Anne...então o professor dela é mesmo meu pai?
Eu chego a abrir a boca para continuar meus questionamentos e então Anne leva sua mão ao meu peito e me pergunta se ouvi algo, eu consigo ouvir algo após ela me dizer, o que soava como um choro delicado, Anne sem demora vai a direção do arbusto com a espada apontada na direção dele e o dedo indicador sinalizando silêncio, o arbusto se move emitindo o som do choro, ela para e empalidece assim que vê a criatura e eu me preparo pra retalhar aquele ser e então Anne estende leva as mãos ao rosto e depois puxa a criatura, eu fico parado com cara de confuso e ela tira um lindo cabritinho do arbusto e antes que eu possa reagir ela esfrega a criatura no meu rosto, e então ela grita e saltitante começa a nomear o pequeno cabritinho que parecia ferido, tirando imediatamente Annie daquela situação um chamado alto de "socorro" faz com que ela pare e eu me concentre e em seguida um som animalesco em seguida surge e na minha mente concluo:
A voz é do professor? talvez,mas o som é de um javali ou um porco selvagem e ele pode ser perigoso.
Empunho minha lâmina e antes que eu consiga dizer algo Annie sai correndo na direção do barulho afirmando ser o professor, ela coloca o animalzinho ferido em minhas mãos e sai em disparada, tentaria gritar para ela:
Anne é um javali cuidado! tenta marcar a floresta!!!
Se ela não responder concluo que ela não me ouviu, mas não irei atrás dela imediatamente, tentarei cuidar do cabritinho usando minhas pericias, inicialmente tentarei estancar qualquer sangramento rasgando uma parte de minha roupa para parar o sangramento e observarei se consigo cuidar dele em mais alguma coisa e direi a ele:Aguenta amiguinho, eu vou cuidar de você.
independente de conseguir ou não colocarei ele perto de mim o segurando com a mão esquerda e levarei a katana na mão direita e então correrei na direção da Annie se encontrar ela sozinha e fora de perigo direi:
Annie o branquinho-chan tá ferido demais pra continuar aqui, sabe cuidar dele e cadê o professor?
Eu passaria o cabritinho pra ela e iria analisar o local mas se achasse ela lutando eu me concentraria na criatura para ver se encontro um padrão de ataque ou até mesmo um ferimento que o posso estar deixando furioso, Se Anne estivesse ferida eu saltaria na frente dele e tomaria essa postura[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Com apenas uma das mãos  e a outra seguraria o cabritinho e então tentaria bloquear os golpes da criatura e se perceber que ele é forte demais para eu bloquear o impacto eu tentaria o segurar com a katana usando toda minha força comprimindo ela contra o seu corpo assim que ele avançasse mais iria dando passos atrás para não ser empurrado e manter minha estamina e então quando a criatura usasse toda sua força eu daria um passo para o lado rapidamente para que ela passasse  por mim e assim tentaria incapacitar suas patas com um corte lateral fazendo a criatura cair.
Caso Annie não estivesse ferida eu observaria a cena procurando o professor e então esperaria a criatura atacar a Annie e então tentaria avançar na criatura assim que ela fosse para a Annie e rapidamente tentaria perfurar as patas traseiras dela para a imobilizar.
Se eu nem encontrar a Annie eu tentarei seguir cuidando do cabritinho e procurando por ela tentando não fazer barulho mas atento para encontrar qualquer rastro dela ou do professor.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro
Narrador
Narrador
Kiomaro

Créditos : 7
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyQua 25 Mar 2020, 16:54

~Narração~


Leon foi bombardeado com muitas informações ao mesmo tempo, de um lado precisava ajudar Anne a salvar o professor e de outro precisava ajudar o pequeno cabrito machucado que ele batizou carinhosamente de “branquinho-chan”. - Anne é um javali cuidado! tenta marcar a floresta!!!- Berrou Leon na tentativa de alertar Anne, mas não obteve nenhuma resposta, ela já havia se perdido por entre as arvores, porém ela mesma tinha deixado um pequeno rastro quebrando alguns galhos na direção que havia corrido, Leon poderia usar aquilo para encontra-la.

Encontra-la, porém, não era a prioridade do momento para Leon. Seu frágil coração estava comovido com os ferimentos do pobre cabritinho e ele tentava ao máximo cura-lo antes de ir atrás de Anne. - Aguenta amiguinho, eu vou cuidar de você.- Aquelas palavras de certa forma acalmavam o cabrito, sua respiração eufórica logo ficava mais relaxada, Leon era de fato muito bom em acalmar os animais. Ele era bom em muitas coisas, de fato, mas curar ferimentos não era lá sua especialidade, porém ele tentava ao máximo dar aquele animalzinho um pouco de tratamentos provisórios utilizando seu conhecimento apenas sobre anatomia animal. Rasgou um pedaço da sua camisa e levou até a pata ferida do cabrito, na tentativa de estancar o sangramento. O curativo não era dos melhores e a pata do animal ainda jorrava um pouco de sangue, mas bem menos que sem a camiseta, talvez aquilo segurasse um pouco as pontas enquanto ele não recebia um tratamento adequado.

Tento curado provisoriamente o branquinho-chan, Leon seguiu a trilha deixada por Anne até encontrar a cena assustadora... De um lado estava Anne, jogada no chão inconsciente e com um sangramento na cabeça, na frente dela estava o professor, também levemente ferido no rosto, em pé com os dois braços levantados em um formato de cruz. - Leve a minha vida, mas não encoste um dedo na minha aluna seu miserável! - Berrava o professor encarando o agressor nos olhos. Na frente do professor estava um homem gigante e gordo, de aproximadamente 2 metros e meio que vestia uma máscara de gás que mais aparentava ser um focinho de porco, ele tinha uma tatuagem no meio da barriga de um porco, vestia apenas um short e empunhava um gancho amarrado numa corrente, que poderia servir tanto para cortar quando para bater.  

Leon ao se deparar com a cena assumiu uma postura de ataque, segurando a espada na linha do pescoço enquanto segurava o cabrito com uma das mãos. -SEU IDIOTA FUJA- Gritou o professor para Leon enquanto o homem porco se aproximava dele a passos lentos e intimidadores. -Eu vou... Matar você...- O som da sua voz era abafado pela máscara deixando-o grotesco e amedrontador ele também emitia alguns grunhidos idênticos ao de porco no final da frase enquanto levantava vagarosamente o gancho acima da cabeça para descer em um ataque que Leon tinha certeza que não iria suportar.

Leon estava tão convicto que seu inimigo seria um javali que não conseguia pensar em uma forma adequada de defender aquele ataque então apenas colocou sua Katana no sentido do golpe. A defesa pouco efetiva fez Leon ser jogado contra uma arvore, deixando o branquinho-chan cair em um monte de folhas vocalizando um som fraco de dor, sua katana caiu logo aos seus pés e Leon estava um pouco tonto devido a força do golpe. -Ei! vem encarar alguém do seu tamanho seu Sus scrofa ridiculo! - Dizia o professor desviando a atenção daquele monstro, empunhando a espada de Anne com uma postura não muito adequada, provavelmente nunca tinha tido aulas de esgrima. -Você vive... Garoto e garota... Morrem... - Dizia o homem porco indo em direção ao professor provavelmente para nocauteá-lo.

Aquele se demonstrava ser um adversário formidável, Leon teria que usar sua inteligencia se quisesse encara-lo de frente...

Histórico do player:
 

Comentarios:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
maximo12
Civil
Civil
maximo12

Créditos : Zero
Warn : O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 06/10/2018
Idade : 21
Localização : torino kingdom

O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 EmptyQui 26 Mar 2020, 10:18

Confronto
Assim que Anne sai eu grito para tentar dar alguns conselhos a ela mas ela não parece ter ouvido, apesar disso eu focarei minha atenção no branquinho-chan para tentar amenizar suas feridas mas sinceramente sei que não sou bom nisso então tento acalma-lo com minhas palavras e faço um pequeno curativo improvisado e decido seguir adiante e ao observar o caminho que Anne tomou consigo perceber um rastro então sem demora pego branquinho e sigo o rastro de Anne e apenas há alguns minutos depois me deparo com a situação assustadora:
Annie estava nocauteada no chão com sangue saindo de um ferimento na cabeça, não sei dizer se é grave e o professor está intercedendo por ela na frente de um homem grande e assustador que usa uma máscara de suíno e faz grunhidos como um animal, ele está armado e ao concluir que ele feriu Anne eu salto sem calcular muito meu movimento e rapidamente o homem me ataca e minha defesa mal feita faz com que eu seja arremessado contra uma árvore derrubando a katana e o branquinho-chan e para minha sorte o homem se volta contra o professor que tenta o confrontar de maneira desajeitada, eu penso -Droga! deveria ter esperado para o atacar, branquinho deve estar bem, preciso levar isso a sério pelo bem de todos aqui.
Primeiro tentaria me acalmar e pegar a katana  e então me concentraria ao segurar ela com as duas mãos respiraria fundo e tentaria correr até ele prendendo a respiração para ser silencioso, correria o máximo que consigo e durante a corrida viraria a katana na horizontal e tentaria cortar as pernas do homem sem que ele notasse, tentaria retalhar as pernas dele para o derrubar  e se conseguir eu me afastaria e falaria com o professor mas ficaria atento ao homem e caso ele se mova eu perfuraria seu peito contra o chão o finalizando:
O que está acontecendo? Pode cuidar de Anne e quem é esse homem?
Caso ele se vire e tente me atacar com um golpe vindo de cima para baixo eu flexionaria bem as pernas e com a espada ainda de maneira lateral tentaria flexionar minhas pernas como uma mola para não se mover e tentar absorver o impacto enquanto me defendo com a katana lateralmente, se conseguir não ser arrastado e ficar próximo dele eu tentaria cortar sua barriga com um corte horizontal usando toda minha velocidade e continuaria com as pernas flexionadas para tentar me defender caso ele ataque dessa forma de novo  e se conseguisse eu contra atacaria empalando sua seu braço visando que ele não conseguisse mais se defender.
Se ele tentar me atacar de maneira lateral eu tentaria usar minha aceleração e genialidade pare que no momento em que ele for me atingir eu dê um passo para trás mudando minha katana para uma posição vertical e  então nesse momento se eu consegui me desviar do seu golpe eu tentaria decepar seu braço com um corte horizontal de cima para baixo e então ficaria pronto para qualquer contra ataque e o diria:
-Desista, eu não quero te ferir mais do que isso.
Se ocorrer que ele ataque lançando o gancho eu durante a corrida tentaria bloquear atingindo o gancho com a  katana para lançar ele para o lado e então continuaria  correndo e ao me aproximar tentaria cortar sua barriga com toda velocidade em um golpe horizontal para que ele ficasse ao menos com um sangramento profundo e então me voltaria a postura defensiva e esperaria atentoa a reação do porco homem.
Se por qualquer motivo ele conseguir impedir meu ataque ou minha corrida ou até mesmo se ele me atingir ou pegar um refém eu pararia a corrida e tentaria ficar contra o sol lentamente enquanto levanto as mãos sem soltar a katana, assim que ele fosse falar algo eu responderia:
-Não importa o que você faça com o professor, pois eu também sou um dos que viu a criatura.
Se ele demonstrar qualquer tipo de reação com essa fala eu tentaria refletir o sol com a katana para atrapalhar sua visão e então me lançaria até ele com toda velocidade tentando perfurar o focinho da mascára e consequentemente sua cabeça.
E caso  tudo falhar eu tentaria localizar se no local haviam rotas de fuga ou rastros de animais e então tentaria jogar uma pedra nele e diria:
-Vem até aqui Sr.leitão e eu mostrarei a você o que eu aprendi ao ver aquela criatura.
E então  tentarei correr até o rastro dos animais fazendo barulho para que os animais se irritem e venham sobre mim e sobre ele também ou só correria para a rota de fuga e constantemente observaria se ele estaria me seguindo.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores   O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: