One Piece RPG
A justiça não é cega! - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Um Destino em Comum
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 06:02

» 10º Capítulo - Parabellum!
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor OverLord Hoje à(s) 02:44

» Hey Ya!
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor GM.Mirutsu Ontem à(s) 23:12

» The One Above All - Ato 2
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 22:17

» [LB] O Florescer de Utopia III
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:05

» The Hero Rises!
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:57

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 20:57

» BOOH!
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 20:20

» Garfield Henryford
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Sagashi Ontem à(s) 19:54

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 19:04

» [M.E.P] Kan Kin
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Shideras Ontem à(s) 19:03

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Shideras Ontem à(s) 18:58

» Bakemonogatari
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 18:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Furry Ontem à(s) 18:35

» [M.E.P] Albafica
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:01

» [Mini] Albafica Mino
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:00

» Cap.1 Deuses entre nós
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor Salazar Merlin Ontem à(s) 17:54

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
A justiça não é cega! - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A justiça não é cega!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyQui 30 Jan 2020, 23:32

Relembrando a primeira mensagem :

A justiça não é cega!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis IX-1 e Zahard H. Mizzu. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptySeg 01 Jun 2020, 05:33


Narração



Havia chegado o tão esperado momento de sua primeira missão, Cromwell após comer disparou para Briss Tower, para sua sorte o local era literalmente ao lado do Quartel General, então sua falta de pontualidade não tornou-se algo pior. Chegando no local Cromwell foi passando pelas pessoas, até encontrar-se com os seguranças na porta. Olhando direito percebeu que os seguranças também tinham identificações similares à dele. Após um reconhecimento mútuo através de uma breve troca de olhares, um dos homens na porta abre-a para que Cromwell entre.

Briss Tower - Entrada
Spoiler:
 

Assim que entrou no local o ex-nobre sentiu o cheiro da nobreza. Um grande corredor com diversas portas paralelas umas às outras com números de 1 à 20. Entenderia que aquele era na verdade o sistema de elevadores da Torre, afinal, nobre nenhum gostaria de dividir elevador com outros. Cada um dos elevadores tinha um estilo diferente. Cromwell foi em direção ao elevador com o número 1 na porta. Era na verdade o elevador mais comum dos que haviam lá. Assim que pôs-se de frente com a porta, ela se abriu, revelando um homem idoso, muito pequeno sentado em um pequeno banco. Assim que Cromwell entrou no elevador o velho apertou um pequeno botão com o número 1 e rapidamente subiram.

No momento em que as portas se abriram Cromwell enxergava Médico à sua frente. O homem tinha um relógio de bolso nas mãos e parecia um tanto quanto descontente..- Garoto, garoto garoto... Eu te falei 7h30 da manhã. Acho que você não entendeu que nós prezamos a pontualidade.- Médico falava num tom tranquilo, por mais que sua expressão mostrasse descontentamento. -  Para sua sorte, elas estão sempre atrasadas também. Estão saindo do banho agora mesmo. Irei te passar a missão na sala 1. Venha.- Médico então saia da frente de Cromwell e andava até uma enorme porta na esquerda. Cromwell agora via o que havia na sala após o elevador. Não condizia com o resto da estrutura, era apenas um corredor com uma porta enorme na esquerda, onde Médico entrou.

Chegando na porta Cromwell mais uma vez contemplava os exageros da riqueza. Era uma sala de estar enorme com uma grande escadaria ao fundo. Havia várias pinturas, algumas bonitas, outras pareciam apenas rabiscos feitos por crianças, até o momento o apartamento parecia vazio.

Sala de estar/espera - REFERÊNCIA.
Spoiler:
 

- Não fica olhando muito não, isso aqui é só uma entrada para nós, os exageros reais estão após a escadaria. A estrutura interna de Briss Tower é uma loucura... Enfim. Vou te explicar a missão. Esse é o andar da família Ganaru, grandes investidores de tecnologia em todos os blues. Nossa missão será proteger o Sr Routrick Ganaru durante seu "sorteio" mensal. Todo começo de mês ele vai até a entrada de Latem e joga três moedas diferentes na multidão, ele tá pagando promessa. As 3 pessoas que conseguirem pegar as moedas ganham uma boa quantia em dinheiro. Por mais que fique um pouco caótico, a chefe permite. Por isso já tem tanta gente lá fora.

Médico explicava a missão de forma tranquila, por mais que fosse um evento um tanto quanto absurdo. Ao final da explicação ambos olhavam para as escadas e viam o velho descendo. Seu cabelo branco e bigode muito bem feito chamavam bastante atenção, não mais o que seu olhar penetrante e sua postura perfeita para alguém da idade. Suas vestimentas eram das mais caras e muito minimalistas, com pequenos detalhes nos botões e um pequeno lenço no bolso em seu peito.

- Olá Ray! Hoje está um belo dia para eu fazer minha bondade mensal não é mesmo GURARARARA GURARARA.- O Velho gargalhava após falar com Ray (Médico) como se fossem bons amigos. Sua expressão mudava ao olhar para Cromwell. - Hm. Match não estava disponível, Ray? Você trouxe um amador então. Devo me preocupar?.- Ele era curto e grosso, o olhar penetrante era um pouco intimidador para o jovem rapaz.  - Match terá uma missão mais tarde, Routrick. Temos que preservar nossa máquina hahaha. Agentes livres temos só eu e o novato mesmo. Até a chefe está fora. Esse aqui é Cromwell Donovan. Você está em boas mãos, Routrick. Ray respondia com tranquilidade como se estivesse falando com um velho amigo. O homem era bom em socializar com os outros, parecia dominar a arte da conversação.

Assim que o trio desceu Cromwell percebeu que a multidão que estava nas portas se diminuiu drasticamente, provavelmente grande parte foi para o lugar onde as moedas sempre são lançadas, a divisão entre Geartrópolis e Latem. 3 Seguranças particulares de Routrick os esperavam na porta de baixo. Ray se aproximava de Cromwell -  Garoto, você vai na frente fazendo o caminho que julgar mais seguro, eu  e os seguranças vamos acompanhando alguns metros de distância. Sempre nos sinalize. Ray falava com Cromwell e logo voltava para seu posto 10 metros de distância dele juntamente com os seguranças. Eles iriam pelo caminho conversando sobre diversos assuntos e novas tecnologias.

Cromwell agora tinha 3 opções de caminhos para seguir. O primeiro (vermelho) era passando pelo centro da cidade, onde haviam diversas entradas e saídas  muitos pontos cegos e teria o maior fluxo de pessoas. Outro caminho (azul) seria indo pelo norte da cidade, andando ao pé da montanha, nesse horário é muito comum esbarrar com camponeses e algumas pessoas que moram na área rural, esse caminho pega parte da favela de Latem próximo ao ferro velho. E o último (verde) era passando pelo Porto de Geartrópolis e em seguida indo em direção ao Porto Quebrado, não passando diretamente, porém passando pela feira de comerciantes.


Mapa
Spoiler:
 

NPC - Routrick
Spoiler:
 


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyTer 02 Jun 2020, 02:08

o
A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
A entrada na Briss Tower aconteceu sem problemas. Os seguranças exibiam insígnias similares à de Cromwell mostrando o quão importante deveria ser aquela construção. Certamente a nobreza estava lá, pensou ao ver o luxo e ostentação presentes no interior. Já tinha vivido essa experiência em sua infância, logo, não sentia impacto algum, talvez uma certa frustração por não estar vivenciando esse estilo de vida atualmente, mas já viveu anos de sofrimento demais para deixar se afetar por isso. Essas lágrimas já cessaram, afirmou enquanto pegava o elevador e encontrava o Médico.

— Sorte é fundamental em nossas vidas!

Disse referente aos atrasos, tanto dele quanto do nobre. Caminharam até a próxima parte, ainda mais luxuosa e tudo que vinha na mente de Donovan era: Isso em breve será seu, apenas respire fundo e aguarde o seu tempo. Pensou também em se sentar, contudo, ao imaginar sua família vendo alguém sentado em suas acomodações, simplesmente riu e tirou essa ideia da cabeça.

O nobre era alguém bem parecido com os outros que lembrava. Tinham uma elegância misturada com petulância inconfundível. Saber que ele era do ramo de tecnologia só doía mais o coração do ex-nobre cujo pai perdeu a fortuna justamente por investir tudo nessas ideias e ser roubado pelos amigos. Engoliu em seco o passado e botou a máscara de Agente confiante. Ser subestimado era previsto, afinal era sua primeira missão. Diferente do esperado, Donovan não se apresentou nem tentou agradar o nobre, apenas permaneceu com uma expressão neutra como um bom agente deveria ser.

O trio desceu e eventualmente os seguranças particulares se juntaram formando um bom grupo. Eventualmente a responsabilidade do trajeto e da função de batedor foi passado ao agente em treinamento. Ele não tinha muita experiência, porém, conhecia alguma coisa sobre a ilha e a cidade em questão além de saber como o povo pensa em partes. Ir pelo centro, embora mais rápido, era fora de cogitação devido ao excesso de brechas e principalmente acúmulo de pessoas. A fama do nobre poderia ser conhecida e ataques visando o dinheiro já conhecido eram previsíveis. Restavam o porto e a favela. O porto era um lugar mais sujo com cheiro de peixe e maresia. Um nobre certamente odiaria aquilo, restando o menos ruim: a favela. Dentre todos os possíveis motivos para ser o escolhido, apenas um importava.

— Vamos pelo Norte!

Indicava o caminho a ser seguido e partia na frente como idealizado. Não teria problemas caso encontrassem inimigos no caminho ao passar próximo à uma favela simplesmente por ninguém ligar para esse povo. Se morressem ou vivessem não importava, eram desprezíveis e se o Governo assassinasse alguns ali, não haveria julgamentos. O pensamento era frio e pesado, mas realista. A vida era assim no mundo, anos de história e nada mudava. O que restava era uma busca incessante pelo poder, apenas isso poderia igualar o jogo, pensou Don.

Durante o trajeto, ficaria atento aos arredores e se visse alguma atitude suspeita, gastaria alguns segundos a mais parado enquanto observava, tentando assim deixar uma dica para os seguranças ficarem ligados no que poderia acontecer. Na hipótese de uma emboscada, tentaria correr para perto do nobre para ajudar no perímetro de proteção e impedir que ele seja capturado ou ferido. Utilizaria sua agilidade e destreza para mover-se com rapidez e técnica, atacando e bloqueando sempre visando a proteção da missão.

Na hipótese do caminho transcorrer sem problemas, montaria o perímetro de segurança ao redor do nobre, dando-lhe espaço para que faça sua loteria mensal, mas sem deixar-lhe desprotegido.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyQua 03 Jun 2020, 05:32


Narração


Seguindo para o caminho ao norte, Cromwell e seus 4 "companheiros" passavam primeiramente pelas belas ruas do centro de Geartrópolis, porém aos poucos as ruas iam se tornando mais estreitas, os prédios era substituídos por casebres, a vestimenta das pessoas era bem menos fina e os olhares que recebiam também não eram dos mais amigáveis. Aquele pequeno atalho tomado pelo grupo os levava diretamente para o pé da montanha, onde havia casebres e algumas casas mais simples pouco conservadas, ali era onde a área rural de um pedaço de Latem se uniam.

O grupo tornou-se o centro de atenções dos moradores da região, podendo ouvir pequenos comentários sobre suas vestimentas e sobre a presença de Routrick no local, velhos comentavam com velhos, crianças comentavam entre si, algumas corriam para longe, outras ficavam por lá mesmo observando o grupo e os seguindo para lá e pra cá de forma infantil. Caminhavam por aproximadamente 30 minutos até chegarem na metade do caminho, uma área um pouco mais aberta, bem menos casas e pessoas, mas no morro à sua direita o amontado de casas confundia, não dava para entender onde uma casa começava e a outra acaba. Routrick e Ray conversavam tranquilamente sobre algo, Cromwell não conseguia ouvir direito os detalhes do assunto, mas ouvia gargalhadas de Routrick depois de quase toda frase de Ray..

Cromwell avistaria de longe um jovem rapaz, suas roupas eram trapos velhos, uma camisa branca muito encardida e o uma bermuda cinza com vários rasgos. O jovem vinha correndo na direção deles, enquanto repetia bem alto.

- NÃO VÃO!! PERIGO!!!!NÃO VÃO PARA LÁ, PERIGO!

Ele parecia muito agitado, ao ver Cromwell e a insígnia da CP4 nele o garoto parou alguns metros antes de chegar muito próximo, ajoelhou-se enquanto muito ofegante e falou baixo para Cromwell. - Por favor... As... pessoas... expulsas... na frente... Armadilha. Segundos depois o garoto perdia a consciência. Olhando para seu corpo agora era possível ver duas grandes feridas horizontais, parecendo marcas de chicote, pelo sangue escorrendo elas pareciam recentes.

- Garoto, o que aconteceu? dizia Ray com olhar desconfiado, como estava papeando com Routrick e distante não conseguiu ouvir a mensagem do rapaz. -Tira esse lixo do caminho e vamos, não gosto de ficar tanto tempo assim fora de casa. Tenho que fazer minha boa ação GURARARARA Routrick era totalmente desligado da realidade, ele não ligava para o jovem que entrou em colapso em sua frente, apenas queria seguir seu rumo, seus seguranças apenas moviam a cabeça consentindo com as ordens do homem.

- Calma, calma. Vamos descobrir o que aconteceu primeiro? E aí, garoto? Ray mostrava novamente muita calma, ele perguntava para Cromwell, pois sabia que algo deveria ser feito, mas como não tinha toda a informação, jogava a responsabilidade para ele.

NPC - Routrick
Spoiler:
 


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyQui 04 Jun 2020, 12:37

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
O trajeto começou e seguiram a pé até o local desejado. O caminho mostrava a grande desigualdade social existente na ilha. Saíram de um ponto nobre, organizado e pomposo para um abandonado, sujo e pobre. A ilha era um reflexo do mundo atual e o sistema parecia longe de ser consertado. A única maneira de mudá-lo seria pelo topo, contudo, Donovan não tinha pretensões de mudar algo, não conscientemente, pelo menos.

Ao chegar no pé de um “morro” o batedor viu um rapaz em péssimas condições tentando passar uma mensagem. Aparentemente havia algum tipo de perigo à frente. A chegada do Médico coincidiu com a perda de consciência do rapaz, tornando Cromwell o único detentor das informações e como ele bem sabe, informação é um tipo de poder e ele se sentia poderoso com a quantidade de opções em seu leque. Respirou fundo e tentou controlar seus pensamentos que borbulhavam hipóteses sem parar.

— Nada demais… Este rapaz é apenas um homem ser sorte...

O agente em treinamento optou por esconder a informação e seguir em frente. O conceito de perigo era variável e no mundo dos negócios era visto como oportunidade. Um pouco de adrenalina faria bem para todos ali. O boxeador não se importava com a segurança do nobre, mas enquanto ninguém soubesse disso, passaria batido. Bastava manter sua atuação e não teria problemas.

Voltaria a seguir o caminho, andando na frente igual fazia antes. Seu temperamento calmo aliado à sua habilidade cênica poderia ajudá-lo a fazer uma face neutra e não deixar pistas de que havia algo de errado, deste modo aquele acontecido seria apenas um leve obstáculo de menor importância.

Durante a jornada, atentar-se-ia aos arredores e buscaria por algo suspeito. Sabia que a possibilidade de uma armadilha era enorme e ele não tinha conhecimentos na área, porém, tinha conhecimento sobre estrategias e talvez algo de comportamento humano, posto que ao juntar esses conhecimentos, teria alguma noção de comportamento suspeito ou táticas de ataque. Precisava apenas reconhecer algum elemento fora do padrão para ter uma pista de onde se precaver.

Na hipótese de haver um ataque surpresa com um ou mais inimigos, manteria a calma e recuaria para perto do nobre e tentaria fechar um perímetro ao redor dele para facilitar a proteção e consequente combate. Se atacassem diretamente o alvo da missão, isso os deixaria em posição comprometida e aproveitaria essas brechas para atacá-los enquanto efetuavam seus ataques, sempre usando socos para nocautear seus alvos (diretos e cruzados mirando queixo, estômago, nariz ou têmpora). Caso tentassem lhe atacar e não tivesse como proteger o nobre sem se colocar em perigo, tentaria esquivar com saltos e dashs, visando sempre aproximar-se dele. Sua vida era importante, mas se algo acontecesse com aquele senhor, certamente sofreria punições severas. Todas as vidas importam, mas algumas importam mais!


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptySex 05 Jun 2020, 06:39


Narração


Cromwell tomou uma decisão estratégica, guardar a informação e seguir como se nada tivesse acontecido. Ray apenas olhou para o rapaz e consentiu, seu olhar sério desapareceu assim que falou com o nobre novamente, a transição do humor de Ray era impressionante, um verdadeiro comunicador. O nobre e os seguranças não questionaram a decisão do rapaz, afinal, o que eles mais queriam era justamente ir para o seu destino final e acabar com aquilo de uma vez.

O grupo andou mais alguns minutos, estavam próximos de chegar, bastava seguir aquela rua. Cromwell percebia uma movimentação suspeita ao chegarem próximos de uma encruzilhada, parou e analisou o local, via diversas lixeiras e sacos de lixo pelo local inteiro, algumas pilhas que pareciam ter sido feitas para esconderem algo ou alguém, era tanto lixo que era quase impossível não pisar ao passar por ali, porém era o único caminho. Por estar atento conseguiu perceber que escondido atrás de uma das pilhas de lixo havia alguém perigoso, recuou ao sentir a presença de mais 3 pessoas por ali. No momento em que se uniu ao grupo, de cada canto da encruzilhada saia uma pessoa. À sua frente vinha um homem muito bem vestido, ele girava em sua frente uma corrente metálica fazendo uma grande "ventilador" à sua frente. Nos outros lados vinham homens totalmente de preto carregando versões um pouco menores da corrente que o homem bem vestido carregava e faziam também o mesmo movimento.

Routrick se preocupava com a situação, pois os homens giravam suas correntes e se aproximavam pouco à pouco, pareciam dominar a situação em que estavam. Os seguranças entravam em formação, formando um triângulo ao redor de Routrick. Ray tomava a linha de frente ficando ao lado de Cromwell, em suas mãos empunhava duas adagas pequenas, lembravam bastante o formato de um bisturi, porém um pouco maiores.- Garoto, esse homem é Earle Davies, cuidado. Ele é um mercenário novo que tem feito sua fama com sua equipe.- Ray falava em um tom sério sobre o homem que estava à sua frente.

Aaaahn?! Então eu tô ficando famoso mesmo KUKUKUKU Vou ter que cobrar mais do velhão então. Passem esse velho desumano pra cá e ninguém vai se ferir... muito Earle tinha um tom tranquilo e dominante, não parecia estar de brincadeira.  Aos poucos eles iam se aproximando mais, um de cada lado com suas correntes girando ferozmente na frente dos adversários. Era possível ouvir as correntes cortando o ar, era uma velocidade impressionante.

Garoto, temos que ser espertos, se você conseguir criar uma abertura eu vou pra cima dele, porém cuidado com as correntes ele tem um domínio absurdo delas. Ray estava focado em procurar uma abertura, estava esperando que Cromwell trabalhasse em conjunto com ele. Atrás deles protegendo Routrick mais de perto estavam os seguranças. Um deles decide usar de sua velocidade e força para atacar um dos capangas de Earle, mas assim que se move para perto, o capanga direciona a ponta da corrente para o homem, fazendo assim uma perfuração no braço esquerdo dele. Era possível ver que até mesmo os capangas tinham um bom domínio das correntes. Cromwell agora tinha que descobrir uma forma de abrir uma brecha para que seu companheiro pudesse atacar e tentar evitar ser pego pelas correntes, pois viu que o poder destrutivo delas era enorme.

Vamos vamos... Me deem o velho. Não tô sendo pago por hora não


NPC - Earle
Spoiler:
 


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptySex 05 Jun 2020, 16:15

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
A decisão do ator poderia não ser das melhores e agora ele estava pagando o preço de sua escolha. Após largar o rapaz que tentou alertar, eles foram emboscados por uma quadrilha. Todos usavam uma arma de longo alcance e grande potencial danoso. Como esperado, os seguranças protegeram bem o perímetro, mas não pareciam ser fortes o bastante para lidar com aquela ameaça. A melhor estratégia no momento era derrotar o líder falastrão e quebrar a moral do grupo para facilitar o revide. Ray não era apenas um médico, mostrou-se também um lutador nato e sugeriu um ataque em conjunto para neutralizar aquela ameaça.

— Sim, senhor!

Concordando em ser a isca, Donovan deu alguns passos à frente para chamar a atenção do adversário e uma vez que ele o focasse, o médico teria aberturas para fazer seu ataque e pela confiança, deveria ser bastante efetivo. Confiando em seu superior, Donovan colocar-se-ia em uma posição bastante perigosa ao enfrentar alguém armado enquanto ele tinha apenas seus punhos.

”Vai dar bom, tudo o que eu preciso é atacar alguém com uma foice que só o vento dela rodar já machuca. heh, o caminho para o topo é mais divertido do que eu imaginei!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Afrouxaria os botões perto do pescoço e a gravata para melhorar a respiração, não que fosse necessário, mas ele queria parecer “cool” fazendo isso. Enfrentar aquele adversário era uma tarefa árdua e perigosa posto que não havia aberturas visíveis e precisava criar uma para seu companheiro. Basicamente iria se ferrar para que outra pessoa o neutralizasse. Era o mesmo que perder um braço para salvar o corpo. Perder o braço…

— Vamos lá!

A tática já estava desenhada em sua cabeça. Avançaria com toda a velocidade possível e sem hesitar, usaria o braço esquerdo para travar a corrente e sua consequente rotação. A ideia surgiu de uma aula de boxe onde seu antigo amigo explicou que para enfrentar alguém com uma faca - normalmente um bêbado - era necessário um sacrifício para encurtar a distância e conseguir assim um golpe direto. A estratégia era praticamente a mesma. Quando a corrente batesse no antebraço do pugilista, parte dela travaria e apenas o restante dela continuaria se movendo até toda a sua extensão perder a força do efeito chicote. A dor poderia ser excruciante, porém, ser um pugilista tinha seus pontos positivos e o principal deles era membros superiores bem desenvolvidos. Na hipótese de tirar a arma do oponente, tentaria atacar com um gancho em seu estômago e nocauteá-lo sozinho. Terminaria com uma testada mirando seu nariz.

Se a tentativa falhasse e não conseguisse travar a corrente, tentaria usar de saltos laterais, ziguezagues, usando sua aceleração para confundir a velocidade de movimentação, entrando e saindo de sua área de alcance, buscando uma brecha para aplicar-lhe um direto de direita ao mesmo tempo em que estaria tão focado nisso que o faria esquecer de Ray, ou seja, fornecendo a abertura que o agente buscava. Caso tudo falhasse, iria para uma tática mais desesperada, consistindo de um dash que se transformaria em um “tackle”, uma investida na linha de cintura do alvo para restringir sua movimentação. Deixaria suas costas expostas e torceria para não sofrer danos letais enquanto prendia o alvo e deixava Ray livre para atacar como desejar.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptySab 06 Jun 2020, 23:37


Narração


Após se ajeitar lançou-se em direção à corrente e utilizando uma estratégia de combate muito arriscada, Cromwell deu seu braço para acabar com a rotação da corrente. O rapaz poderia ser considerado um louco, porém esse é o tipo de atitude que combatentes devem utilizar para desarmar adversários, um sacrifício necessário.

Assim que seu braço colidiu com a corrente, a mesma foi perdendo velocidade enquanto se enrolava no braço do rapaz. No momento em que tocou a corrente, seus músculos enrijeceram para tentar fazer com que o impacto não arrancasse seu braço. O rapaz agradeceria o tempo que passou treinando, pois se tivesse o corpo flácido de alguém que só viveu da nobreza sem passar por dificuldades, com certeza seu braço seria arrancado. A cada volta que a corrente dava em seu braço, maior era a dor que ele sentia, podia considerar a corrente parte de seu corpo já. Do outro lado da corrente, Earle olhava com incrédulo e assim que a velocidade começou a oscilar, sua mão não conseguia mais segurar a corrente, deixando-a assim pendurada no braço de Cromwell.

Focado em eliminar Cromwell e recuperar sua corrente, Earle desviou facilmente do gancho, pois com um dos braços inutilizados qualquer adversário conseguiria ver um ataque óbvio como aquele. Earle deu uma joelhada no estômago do rapaz, mas acabou levando a cabeçada no nariz, não foi muito eficaz, mas o suficiente para tirar um pouco de sangue e sua atenção. Cromwell executou seu papel com perfeição, distraiu e desarmou o adversário por tempo suficiente para que não visse o avanço de Ray.

Ele não era tão rápido, mas seus ataques foram de precisão impressionante. Suas duas adagas perfuravam o ombro e antebraço de Earle, era incrível ver a facilidade com que as adagas perfuravam o corpo dele, o fio delas era impressionante, agora fazia sentido as adagas parecerem bisturis, elas foram feitas para cortes precisos. Assim que recebeu os cortes, Earle perdeu a movimentação do braço esquerdo. Raiva era visível em seus olhos. Deu um soco em Ray e saltou para trás ficando preparado para combate corpo-a-corpo, com desvantagem igual a de Cromwell, um braço inútil.

Atrás desse trio era possível ver os seguranças sofrendo diversos golpes dos capangas de Earle, por mais fortes que fossem, os seguranças eram aptos apenas para o combate corpo-a-corpo, não conseguiam revidar os golpes e nem encurtar a distância, não eram tão destemidos como o agente em treinamento para sacrificar um braço. Aquela era uma batalha perdida. O segurança que estava com o braço inutilizado acabou recebendo diversos golpes nas aberturas que tinha em sua postura e finalmente caiu desacordado. Agora os capangas tinham como foco derrotar os outros dois seguranças e pegar Routrick. O cerco ia se fechando por lá, Routrick gritava de desespero enquanto via à sua esquerda um dos capangas chegando mais perto, porém o mesmo não o atacava, apenas se aproximava ainda com a corrente girando como um ventilador da morte em sua direção.

-Garoto? Você ainda consegue lutar?- Ray estava intacto mesmo com o soco que tomou, sua preocupação era com Cromwell e Routrick. Fala com urgência. -Garoto, me deixe com esse aqui. Corra e ajude os inúteis, sua missão continua a mesma. Depois te arrumo- Ray falava isso enquanto se preparava para atacar Earle novamente. Por mais que entendesse a dor excruciante que o rapaz estaria sentindo, não podia falhar na missão. Cromwell estava jogado no chão com um braço inutilizado e enrolado por uma corrente. Sua missão era proteger  Routrick.

Status Físico
Spoiler:
 
Off
Spoiler:
 

NPC - Earle
Spoiler:
 


Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptySeg 08 Jun 2020, 19:31

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
O preço de uma escolha ruim às vezes era caro demais e não podia ser parcelado. Colocando-se como uma verdadeira oferenda, Donovan ganhou tempo bastante para Ray ferir o oponente. De quebra, ele havia perdido aquela arma tão poderosa, o problema era a localização dela, enrolada e presa em seu braço esquerdo como uma cobra anaconda. A dor era horrível e senão fosse por sua mente resistente, certamente não seria capaz de pensar, apenas sofrer de dor.

— Ahhhhh, merda…

Cromwell não tinha conhecimentos de primeiros socorros e não sabia como funcionava um torniquete. Então, agiu como uma pessoa desesperada agiria. Tentaria tirar a corrente de seu braço, mesmo que piorasse o sangramento. Tentaria tirar o paletó e enrolaria por todo o braço, tentando diminuir o sangramento. Assim como um botijão de gás vazando fogo, ele tentou apagar diretamente no problema ao invés de ir na base. A ausência de conhecimentos poderia lhe causar danos problemáticos.

Provisoriamente remendado, tinha que continuar sua missão. Ainda tinha seu braço direito e bom para uso. Sabia do potencial de seu soco e tinha o elemento surpresa em seu auxílio. Havia acabado de aprender a mover-se furtivamente e mesmo sem dominar essa arte, tentaria usar em sua investida. Era uma aposta arriscada, porém, a possibilidade de sucesso era continuar vivo e isso o deixava esperançoso.

Tentaria atacar por trás dos bandidos, usando de Furtividade para não ser notado. Atacaria com um cruzado mirando a têmpora do primeiro alvo, tentando nocauteá-lo com um golpe só ao atingir de surpresa. A queda de um poderia dar-lhe brechas para ir atrás do segundo e tentaria derrubá-lo com um direto no estômago. Caso não consiga acertar, pelo menos criaria uma abertura para os seguranças e se eles fossem minimamente preparados, utilizariam para neutralizar as ameaças.

Na hipótese de não conseguir ser furtivo ou de ser notado, olharia para os funcionários do nobre e tentaria mostrar com olhares que ele estava junto deles e era para lutarem em equipe. Ainda estava machucado e sabia de suas limitações. Logo, se fosse atacado, tentaria desviar dentro do possível, saltando e aplicando dashs.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyTer 09 Jun 2020, 02:44


Narração


Não era recomendado retirar à corrente da forma que Cromwell fazia, porém, para sua sorte, o sangramento em seu braço era pouco devido à seus músculos e não trouxe mais problemas ao rapaz, apenas uma breve tontura. Ao enrolar o paletó em seu braço foi usando de sua resistência para entender onde apertar ou não. Fez algo mal e porcamente, não iria piorar a situação, mas com certeza não iria melhorar seu estado.

Tomou controle de sua respiração assim como havia treinado com Questão e partiu para uma investida direta no capanga que se aproximava de Routrick. Sua velocidade fora afetada pela dor, porém a precisão e força ainda estavam ao seu lado. Correu desviando dos sacos de lixo presentes na encruzilhada, sua respiração e passos eram quase inaudíveis, conseguia usar bem o elemento surpresa para atacar o primeiro, lançando-o para longe com um cruzado. Assim que ele caiu o seu parceiro percebeu a presença de Cromwell, essa mínima observação fez com que o mesmo tirasse os olhos do segurança que o atacava, tomando assim um soco na boca estômago que o lançava para longe e o desacordava também. O terceiro ainda tinha o domínio da luta e enquanto seus adversários caíam, ele derrubava também o segurança que o distanciava de seu objetivo final, Routrick. Agora eram dois contra um. Seria o momento perfeito para coordenar um ataque em conjunto, deveriam apenas tomar cuidado, pois seu protegido estava entre eles e o adversário.

Routrick parecia estar em choque, seu corpo tremia e o mesmo caia no chão com um olhar desesperado. Ele nunca havia passado por situações de perigo real, nunca teve sua vida próxima de ser tirada. Mesmo sem nenhum arranhão, o velho parecia sentir dor, uma dor imensa que o deixava imóvel. Era puro pânico.

Na outra parte do campo de batalha Earle estava ajoelhado completamente imóvel e em sua frente Ray segurando suas adagas, ambas sem nenhuma gota de sangue aparente, porém Earle estava com diversos ferimentos no corpo, seu sangramento era leve, porém o suficiente para não permitir que ele se movesse. Ray tinha um semblante calmo novamente, ele sabia que tinha vencido a luta, não tinha mais nenhuma preocupação em seu olhar.

-Infelizmente sua fama acaba hoje, Earle... O sorriso no rosto de Ray era contrastado pelo olhar de tristeza vindo de Earle, em tão pouco tempo de fama já havia sido capturado. Ray pegava um cigarro que roubara de Earle e o fumava enquanto observava despreocupadamente o desenrolar da luta.-Quando terminarem aí eu cuido dos feridos hehe.  A despreocupação de Ray era evidente, ele acreditava que seu parceiro na missão conseguiria defender seu protegido, por isso nem ao menos pensava em intervir, sem contar que sabia que se tentasse algo não iria conseguir intervir, não era rápido e nem conseguiria lançar suas adagas com precisão. Tudo dependia do novato e do segurança.

Status Físico
Spoiler:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyTer 09 Jun 2020, 11:21

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
Donovan era um rapaz problemático de origem complicada. Tais circunstâncias o fizeram ser a pessoa ambiciosa e manipuladora que é atualmente, mas não só por sua vida de merda. Sua personalidade já tinha traços de maldade e todo aquele ambiente irregular apenas aumentou o potencial destrutivo de seu caráter. Agora, ele estava em uma organização onde a ambição e o egocentrismo eram recompensados com mais poder. Quanto mais avançar, mais poderoso.

Nocautear um dos capangas e fazer com que apenas um restasse era tudo o que precisava para fazer o nobre se sentir protegido e devendo sua vida. Entretanto, o plano não aconteceu como planejado e Routrick estava imóvel. Sua mente não parecia estar funcionando e provavelmente não tinha visto o que aconteceu até agora. Maldito, pensou Cromwell ao ver seu plano escorrer abaixo assim como o sangue de seu membro superior esquerdo.

— Ei, você... vamos atacar juntos!

Antes de qualquer coisa, ficaria na frente do nobre protegendo-o de quaisquer ataques futuros. Sua prioridade era a segurança daquele inútil. Uma vez estabelecida a proteção, tentaria posicionar-se de modo a conseguir atacar sem desguarnecer a defesa. Tentando um ataque em conjunto, esperaria pelo segurança restante fazer sua ação e iria em seu embalo, buscando aplicar um soco direto no bandido sobrevivente em uma abertura.

Na hipótese do funcionário travar ou esperar pelo movimento do agente, então Don faria sua ação, usando seu bom jogo de pés para avançar em zigue zague e provocar a reação do oponente. Voltando sempre os olhos à proteção do nobre, largando tudo para defender o rapaz em choque.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 EmptyQua 10 Jun 2020, 01:31


Narração


Prontamente pôs-se em frente à Routrick e preparou-se para o pior, sua posição tinha alguma aberturas, bloquear ataques não seria o ideal, porém a esquiva poderia deixar seu protegido em situação de risco. Entretanto, assim que o capanga preparou-se para atacar Cromwell, o segurança, ainda que cambaleando saltou em sua direção dando-lhe uma cotovelada na costela esquerda, aquilo o tiraria do eixo por tempo suficiente para Cromwell dar seu ataque direto no rosto do meliante. O soco não era tão forte quanto seu normal, porém tinha o efeito necessário, desacordando o capanga.

O local parecia um campo de batalha, aquela com certeza havia sido uma das manhãs mais movimentadas da vida de Routrick... Ah Routrick continuava ali em choque, não movia músculo algum, mal piscava, se ficassem em silêncio conseguiriam até ouvir o coração dele batendo rápido. Uma manhã atípica para Routrick, porém parecia algo muito comum para os moradores da área, os quais observavam das janelas e rachaduras de seus casebres enquanto comentavam entre si.

Ray caminhava até onde Routrick estava e percebia que o estado dele era grave, uma pessoa naquela idade tomar um susto desses poderia trazer problemas, aquela situação tinha sido algo realmente inesperado. Ray passava a mão em seus bolsos à procura de algo, porém ao não encontrar nada, tragava seu cigarro mais uma vez comentava com Cromwell- Parece que deixei meu Den Den Mushi no quartel novamente. Garoto, tenho mais um favor hehe.- Ray sorria como se não tivessem passado por uma situação de risco para vida de um nobre. Caminhava até Cromwell enquanto tirava sua gravata aos poucos, ao chegar no rapaz, olhava seu braço, arrumava o paletó do rapaz e o amarrava firmemente com sua gravata. Apertava um pouco mais forte com o intuito de incomodar o rapaz mesmo.- Eu vou procurar aquele moleque que esbarramos antes, se ele te falou algo e você ignorou, teremos problemas. heheh. - Ray falava em um tom ameaçador, diferente de sua postura anterior. Mas em seguida voltava para sua forma mais comum, um ser amável.

É arriscado, mas eu ficarei aqui com Routrick e os outros. Não podemos nos dar ao luxo de sermos emboscados novamente no local do evento nem no caminho de volta. Esconderei todos em algum lugar por aqui. Precisamos de toda informação possível para evitarmos qualquer outra emboscada. Carregue Earle até o quartel. Essa hora Carolyn, ou melhor, Questão, já deve estar lá. Peça para ela fazer o processo de interrogação nele, esse ataque não me parece um acaso do destino. Eu tratarei os seguranças aqui para ter reforços e imobilizarei o resto dos capangas para quando acordarem não ficarem no meu caminho. Caso encontre algum marinheiro no caminho informe minha localização prontamente e que precisamos de um time médico para nobres urgente.

Ray tinha muita paciência e dava ordens com naturalidade, com certeza essa não era sua primeira situação de emergência. Ele carregava Routrick para um canto mais aberto, com menos lixo, desabotoava suas vestes para que ele pudesse respirar e comunicava-se com o segurança que ia para lá e pra cá ao receber as ordens.

Ray entregava seu paletó para Cromwell, para que ele não fosse visto com o braço inutilizado para lá e pra cá enquanto carregava Earle. O jovem podia ir em direção ao evento e procurar alguém lá, porém corria perigo de mais uma emboscada ou voltar seu caminho passando pelo jovem desacordado e chegar até o quartel, tudo isso carregando Earle, que agora estava inconsciente, e também com um braço à menos.

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A justiça não é cega! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A justiça não é cega!
Voltar ao Topo 
Página 4 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: