One Piece RPG
Timbre Mudo - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Mao di Lut Ima
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Alek Hoje à(s) 04:24

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor K1NG Hoje à(s) 04:18

» [Mini] Albafica Mino
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Albafica Mino Hoje à(s) 03:42

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Dante Hoje à(s) 02:53

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 00:30

» One Piece RPG Awards 2020
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 00:00

» Vol 1 - The Soul's Desires
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:55

» VIII - The Unforgiven
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:31

» BOOH!
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:06

» [LB] O Florescer de Utopia III
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:56

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Revescream Ontem à(s) 22:33

» O Samurai
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor K1NG Ontem à(s) 21:30

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:28

» Cap.1 Deuses entre nós
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Tensei Ontem à(s) 20:00

» Julian D'Capri, das Mil Espadas
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:55

» Carregada de Culpa / Amanhecer em Prata
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Adrian/Vampiro Ontem à(s) 19:28

» The One Above All - Ato 2
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 19:01

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 17:47

» Cap IX ~ Esperança ~
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 16:34

» A Ascensão da Justiça!
Timbre Mudo - Página 7 Emptypor K1NG Ontem à(s) 16:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Timbre Mudo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Timbre Mudo - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptySab 25 Jan 2020, 21:32

Relembrando a primeira mensagem :

Timbre Mudo

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Cindy Vallar. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Wesker
Major
Major


Data de inscrição : 29/04/2012

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptyTer 28 Abr 2020, 01:18


Noite
Tempo: Nublado
Temperatura: Frio


Mesmo que o narrador tenha dito que as dores não fossem tão fortes, Cindy pedia apoio além de seu bastão para ir até a oficina. Uma pena que a única pessoa que iria com ela era uma criança com praticamente metade de seu tamanho, o que fazia com que fosse inviável o apoio que a mulher tanto desejava.

Escorada apenas em seu bastão, Cindy saía da pensão sem se despedir após ouvir de Dan que suas roupas haviam ficado para trás, mas quem sabe o próprio Vergil não a tivesse encontrado e recolhido. Em todo caso, ela finalmente conseguia o apoio que tanto queria quando o estranho pato vinha a seu encontro assim que saía da casa. A passos lentos para acompanhar os movimentos de Cindy, o grupo começava a andar pacientemente até a oficina de Kelvin, dando tempo para que as mentes agitadas de Cindy e de Dan pensassem em como poderia ser o processo de montagem do robô, e se empolgassem cada vez mais com a ideia.

Enquanto caminhavam, o cheiro de comida pronta alcançava o nariz de Cindy, indicando que provavelmente era hora do jantar naquelas casas pelas quais o grupo passava. Sua audição aguçada a permitia ouvir algumas famílias conversando alegremente em suas humildes residências. Era de fato bem diferente do ambiente de treinamento militar ao qual estava acostumada em zomana. Nesse meio tempo ela inclusive percebia que Dan carregava consigo uma sacolinha bem cheia sabe-se lá de quê.

Era então que finalmente chegavam à oficina, onde do lado de dentro viam a carroça roubada parada aos fundos, ainda cheia, e os cavalos do lado de fora pastando. Ali dentro também estavam Vergil e o próprio Kelvin, que pareciam conversar amigavelmente até verem a chegada do resto do grupo - Ahh, finalmente chegaram! - Dizia Kelvin que já mostrava um sorriso em seu rosto - Roubar o lixo, que ideia! Só precisavam procurar no ferro velho, com certeza achariam alguma coisa. Mas gostei da iniciativa, garota. Vocês três… Quatro... - Dizia olhando para o pato que havia entrado com Cindy - Se saíram muito bem! - O orgulho era evidente em sua voz.

Logo, Vergil finalmente se movia e abraçava Cindy com bastante força, o que chegava até a fazer seus machucados doerem um pouco - Opa, foi mal! - Dizia ele meio sem jeito - Que bom que você tá bem, sério! Me desculpa por não poder te ajudar a ir pra pensão aquela hora, eu tava no comando e precisava orientar o pessoal. Muita coisa pra lidar - Enquanto tentava se explicar, o alívio era visível na voz de Vergil - E você também foi demais Dan! - Ele passava a mão na cabeça do garotinho, bagunçando seus cabelos.

O garotinho sorria com tantos elogios, já era possível perceber que toda aquela postura de zangado e independente era apenas um mecanismo de defesa que ele havia abandonado assim que se tornou mais íntimo daquelas pessoas. No fim, era apenas uma criança precisando de carinho como qualquer outra - Valeu gente, isso foi muito legal! Sério! Espera só até eu contar pro pessoal amanhã - Ele parecia realmente se divertir com essa ideia.

Era então que ele olhava para baixo e se lembrava da sacola que trazia - Ah, a Dona Neiva mandou umas marmitas pra gente. Disse que é feijoada. Também te mandou um beijo seu Kelvin! Hahaha! - Terminava com uma risadinha ao perceber que Kelvin havia ficado meio desconcertado com aquilo. Não dava para saber se havia gostado ou não, o homem apenas não respondia.

Dan então tirava quatro marmitas da sacola e dava uma para um dos seres humanos ali. Após receber a sua, Kelvin começava a falar - Perfeito! Depois agradeça ela por mim. Eu não vou poder ir lá! Fala que tô doente! - Kelvin ria com sua própria desculpa, mas logo voltava a falar um tanto animado - Então vamos jantar agora. Depois, vocês buscam as peças na pilha de ferro velho que trouxeram e me entregam. Tá quase na hora de fazermos o Droid Sucata!

Peças:
 


Legendas:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 16
Warn : Timbre Mudo - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptySex 01 Maio 2020, 10:37

Timbre Mudo
 




- Ahh, finalmente chegaram! - Cindy desceria do seu pato ao ouvir Kelvin, dando um largo sorriso e mantendo a postura bastante ereta enquanto o cumprimentava orgulhosa, estufando o peito e apoiando-se no bastão. - Roubar o lixo, que ideia! Só precisavam procurar no ferro velho, com certeza achariam alguma coisa. Mas gostei da iniciativa, garota. Vocês três… Quatro... - Se agacharia quebrando a postura caso tivesse alguma pontada de dor, tentando manter-se ereta para não parecer dolorida. - Se saíram muito bem! - Forçaria um sorriso para Kelvin, e se deslocaria o mais rápido possível na direção do primeiro local em que pudesse se recostar para fingir que não sentia dor alguma.

Uma careta terrível se formaria no rosto de Cindy, que esticaria o pescoço com toda a força para cima e retorceria toda a pele do próprio rosto como se se tornasse um espiral. - Opa, foi mal! - Apertando os olhos e comprimindo os lábios, faria uma expressão de desprezo. Chacoalharia as mãos em frente ao rosto. O desprezo viria para a dor, como se ela sequer tivesse sentido algo, e as mãos seriam para indicar que ele não se preocupasse. Uma grande mentira. - Que bom que você tá bem, sério! Me desculpa por não poder te ajudar a ir pra pensão aquela hora, eu tava no comando e precisava orientar o pessoal. Muita coisa pra lidar - Nunca havia passado sequer por um momento na cabeça de Cindy a importância do que o companheiro fizera. Queria poder dizê-lo isso. Tentaria ao encará-lo com um olhar distante e um sorriso de lábios. - E você também foi demais Dan! - Algo a ocorreria neste momento. Onde estavam os agentes, seus adversários?

Cindy caminharia devagar na direção da janela enquanto seguiria ouvindo Dan, com um sorriso secreto no rosto. Afinal de contas, ela havia mesmo explorado aquela ilha em diversos aspectos e se explorado. Sem sombras de dúvidas ela havia conseguido encaminhar o garoto na direção que ela queria, bem como Vergil, e cumprir todos os seus objetivos. Várias hipóteses haviam sido assassinadas e substituídas pela realidade, que não precisa de dublês metafísicos. E a história foi contada: Agora ela sabia como reagiria diante de diversos extremos, e se conhecia um pouquinho melhor.

Fecharia os olhos e sentiria o próprio corpo. Para quem havia tomado tantos danos, era estranho como aquele momento simples a tocava com tamanha intensidade. Seus companheiros reunidos, vivos e conversando eram como uma pequena baqueta, se aproximando com leveza das fronteiras douradas de um pequeno sino, e seu som ressoava vibrante e poderoso apesar da pouca força. Lágrimas desceriam do rosto da jovem Amazona, e ela buscaria o mais forte possível secá-las antes que qualquer um deles visse. Caso alguém a visse, encararia a pessoa como se dissesse ''você não viu nada.'' e seguiria em direção à feijoada.

Se possuísse algum momento enquanto comeria, tentaria fazer um gesto de mímica para Vergil. Imitaria uma gravata no pescoço com as duas mãos, a posicionando elas em torno da gravata imaginária, e então levantaria as duas mãos com as palmas para cima na horizontal junto com os ombros em um gesto de quem tem uma dúvida. Seria sua forma de perguntar o que aconteceu com os agentes.

Após comer, seguiria os pedidos de Kelvin com atenção, tentando segui-los dentro dos próprios limites, e ajudando-os ao máximo. Buscaria as peças que ele havia solicitado na pilha de lixo que tinha roubado, tentando encontrar uma por uma e levando-as até ele com calma. Precisava participar dos últimos momentos com os companheiros.





objetivos escreveu:

[X] Conseguir um robozin/ Marquei pois caso não consiga nem vou mais atrás hehehe
[X] Perícia Mecânica
[X] Perícia Engenharia Mecânica
[X] Perícia Arrombamento
[XXXXXX] Me divertir

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wesker
Major
Major
Wesker

Créditos : 14
Warn : Timbre Mudo - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 22

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptySex 01 Maio 2020, 19:56


Noite
Tempo: Nublado
Temperatura: Frio


Naquela noite, mesmo em meio a toda a dor, a lembrança que ficaria guardada no coração de Cindy não tinha nada a ver com isso. A garota se lembraria dos bons momentos, daquele jantar bem preparado e daqueles que provavelmente eram os primeiros amigos que fez não só desde que saiu de Zomana mas quem sabe na vida.

Durante o jantar, entretanto, ela se lembrava de algo. Nunca havia ouvido falar no fim que haviam tido os guardas e os agentes que havia enfrentado mais cedo naquele dia. Estava decidida a questionar Vergil sobre isso quando tivesse a chance, mas agora preferia apenas aproveitar o momento. Por sorte, as pessoas pareciam muito concentradas na comida realmente muito boa de Dona Neiva e acabavam não reparando quando ela deixava afrouxar sua postura militar ao escapar uma lágrima de alegria ao ver seus companheiros daquela forma.

Finalmente, quando todos estavam quase acabando suas comidas e menos concentrados que anteriormente a garota tinha uma brecha para fazer sua pergunta sobre o paradeiro dos agentes. Vergil já estava acostumado o suficiente com Cindy para entender seus gestos sem muitos problemas - Os agentes? O de cabelos brancos foi levado ao Zeph junto dos guardas, mas um deles acabou morrendo. Acabei descobrindo que o cara da foice tava dando muito problema para os negócios ultimamente, por isso mesmo o Zeph pediu para que fosse levado pra ele pessoalmente - Ao terminar de falar, dava uma das últimas garfadas em sua marmita - Já que você enfrentou, pegamos ele depois. Tá preso ainda, o Zeph falou que não se importa do que acontecer com ele, só sabemos que não pode continuar circulando em Briss Kingdon pra não xisnovar nosso esquema com o Kelvin ou onde mantemos nossos prisioneiros - Ele por fim voltava a comer sem falar mais nada.

Quando todos finalmente terminaram de se alimentar, o grupo aos poucos ia se levantando preguiçosamente até que estavam dispostos a começar o trabalho - Pois bem! - Gritava Kelvin com um súbito ânimo - Se lembra das peças que pedi né? Acho que ainda tem a lista. Hora de pular aí dentro da sua pilha de ferro velho e ver se acha tudo garota! - Ele dava uma risada, provavelmente imaginando que seria algo engraçado.

E era assim que acontecia, Cindy começava a fuçar o entulho e era logo seguida por Dan que também parecia bem empolgado. Vergil, por sua vez, apenas se sentava e ficava olhando enquanto achava graça da situação. Aos poucos, enquanto entregava os itens, a garota podia ver o corpo do droid se formando e seus circuitos sendo ligados. O que antes era apenas uma caixa quadrada de metal agora tinha braços e até lentes que se assemelhavam a olhos, além de esteiras que provavelmente funcionam como seu meio de locomoção no lugar das pernas. O chip era o mais difícil de encontrar, mas por fim o próprio Dan conseguia realizar essa tarefa e parecia bem satisfeito consigo mesmo por isso.

- Perfeito! - Ele dizia quando por fim aquele monte de metal poderia ser considerado um robô - Agora eu só preciso de fazer uns ajustes elétricos aqui, pra tudo funcionar direitinho. Tenho que testar esse chip também. Enquanto isso, eu preciso também que o Dan me ajude a pintar o robô de uma cor que ele acha legal, tenho umas latas de spray ali no fundo - Ele então se desvencilhava do robô e olhava para Cindy - Ah, e veja bem garota, eu preciso de mais uma coisinha de você. O robô precisa de combustível, eu desenvolvi uma forma de usar como combustível qualquer líquido que não seja água. Preciso que você escolha e já vá buscar o que achar melhor, vai precisar reabastecê-lo aproximadamente uma vez por dia para funcionar direito. - Após dar sua última instrução, ele voltava a mexer nos circuitos do robô.

Peças:
 


Legendas:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Timbre Mudo - Página 7 >

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Em homenagem aos que se foram::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 16
Warn : Timbre Mudo - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptySeg 04 Maio 2020, 18:32

Estrelas
 




Assistiu admirada à criação do droid.

Teve de se lembrar de respirar e também de fechar a sua boca para manter a pose. Extasiada, observava enquanto sua curiosidade era dissecada conforme as peças se juntavam, e ela finalmente compreendia os mistérios por trás dos mecanismos semoventes e de como sucata podia se ressignificar.

Aquilo representava um grande fechamento de ciclo para a garota na ilha, o que a deixava com apenas uma ponta solta.

- Perfeito! - Se impressionava ao assistir tudo montado. - Agora eu só preciso de fazer uns ajustes elétricos aqui, pra tudo funcionar direitinho. Tenho que testar esse chip também. Enquanto isso, eu preciso também que o Dan me ajude a pintar o robô de uma cor que ele acha legal, tenho umas latas de spray ali no fundo - Deixaria a escolha da cor para o próprio Dan, talvez uma forma de se lembrar do garoto em outros mares. Comprimiria os lábios em um sorriso para ele para demonstrar a ele que ficasse à vontade. - Ah, e veja bem garota, eu preciso de mais uma coisinha de você. O robô precisa de combustível, eu desenvolvi uma forma de usar como combustível qualquer líquido que não seja água. Preciso que você escolha e já vá buscar o que achar melhor, vai precisar reabastecê-lo aproximadamente uma vez por dia para funcionar direito.

E assim Cindy seguiria.

Mas, um pouco antes, escreveria duas cartas em seu caderno e as entregaria para Vergil, deixando-as em suas mãos e rememorando a carta conforme andejaria em direção à pensão da Dona Neiva.

''Vergil,

Eu irei embora em breve. O meu estilo de vida não comporta vocês dois. Nunca pude te dizer antes, mas eu sou uma amazona. Vim de um reino distante, chamado Zomana, e perdi a minha voz no dia em que meu reino foi destruído. O Governo Mundial amarrou uma corda em meu pescoço para me ter enforcada como meus companheiros, mas o destino pôs fogo na corda, fazendo com que eu não morresse mas perdesse minha voz.

Durante o período com vocês eu pude aprender sobre muitas coisas. Diversos significados do que significa amar, cuidar e perspectivas. Vocês foram o mais próximo que eu tive de uma família, e meus verdadeiros primeiros companheiros de campo de combate... Mas não é o suficiente.

Eu preciso descobrir o que eu quero e, a essa altura, eu já não sei se é explorar o mundo livre ou destruir Governo Mundial. Eu preciso entender o que aconteceu com Zomana, eu preciso entender sobre mim mesma e, acima de tudo, eu preciso de desafios cada vez maiores até sentir que posso descansar. Vocês mudaram minhas perspectivas, e eu preciso que elas mudem no máximo de horizontes. Um dia eu volto por vocês e espero que fiquem bem até lá... Mas, por enquanto, sem fazer muitas perguntas, eu preciso que você dê um jeito de libertar o agente que continuou vivo. Talvez eu seja a vilã, talvez eu seja a hipócrita, pode ser que Zomana tenha estado errada desde o começo, e eu preciso do meu contraponto. Um rival para purificar minhas farsas e me ajudar a me encontrar, alguém que me tire do eixo e me faça me reavaliar constantemente. Um verdadeiro desafio à minha personalidade e um impulso à minha auto-descoberta... Alguém tão diametralmente longe do que eu acredite que me faça conferir minhas convicções. Vocês foram muito doces comigo. Mas existe um mar de amargura pela frente antes que eu possa dizer que sei algo.

Com carinho, Cindy Vallar.

Espero que você aprenda a ler e guarde esta carta...''


Entregaria a carta para Vergil esperando que ele pedisse para alguém lê-la.

Enquanto caminharia se apoiando com o bastão até a pensão de Dona Neiva, olharia por cima do ombro na direção da casa de Kelvin, como se para ver se o amigo já havia lido a carta. E, deste ponto em diante, começaria a pensar no conteúdo da segunda carta que já havia escrito e entregue para ele.

'' Venha me pegar se puder.''

E nada além disto. Sorriria para si mesma, encarando o céu. Saberia que o Agente a entenderia apenas pela forma como haviam trocado ataques. Sem assinatura ou qualquer explicação.

Chegando na casa de Dona Neiva sorriria para a recepcionista e se curvaria diante dela com todo o cuidado, pedindo licença para entrar em sua cozinha.

Entrando nela, procuraria por uma chaleira e apontaria para a mesma, perguntando se poderia pegá-la. Uma vez com ela em mãos, a balançaria com um sorriso convidativo, como se pedisse que ela lhe fizesse um chá.

Aquela seria a sua única opção já que não tinha mais nenhum dinheiro...

Caso conseguisse o chá, tomaria apenas uma xícara e o levaria de volta para Kelvin.

Observaria o céu estrelado no caminho de volta, tentando contar as estrelas. Observando o contraste entre as luzes e as sombras. Tentando imaginar o disparate que seria uma sem as outras.





objetivos escreveu:

[X] Conseguir um robozin/ Marquei pois caso não consiga nem vou mais atrás hehehe
[X] Perícia Mecânica
[X] Perícia Engenharia Mecânica
[X] Perícia Arrombamento
[XXXXXX] Me divertir

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wesker
Major
Major
Wesker

Créditos : 14
Warn : Timbre Mudo - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 22

Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 EmptyQua 06 Maio 2020, 14:04


Noite
Tempo: Nublado
Temperatura: Frio


Enquanto a carta era lida por Kelvin para os outros dois amigos, a amazona se apoiava em seu bastão para voltar a pensão. Dona Neiva, como sempre, era bem receptiva com a garota e mesmo que nenhum chá estivesse pronto, ela não demorava para fazer com a maior satisfação do mundo. O fato de Cindy tomar uma xícara e ainda levar o resto consigo parecia também deixá-la muito satisfeita ao imaginar que havia feito um bom trabalho.

Ao retornar, a garota via seus amigos ali sentados observando atentamente enquanto Kelvin parecia fazer os últimos ajustes no Droid -Chá, é? Há, é a sua cara garota! - Kelvin parecia achar engraçado a escolha, mas começava a trabalhar assim que Cindy lhe entregava o combustível. O robô havia sido pintado de preto, e estava bem bonito. Ao percebê-la entrando, Vergil se levantava da cadeira e ia falar com a garota. O jovem mais uma vez parecia bem confiante:

- Olha, eu achei seu pedido estranho mas um dos meus parças veio aqui e eu dei um jeito. Ele não pode ficar na ilha, com certeza, ainda precisamos sumir com as coisas que ligam nossas ações ao Kelvin e também um agente a menos é sempre bom. Vamos tentar convencer o Zeph a mandá-lo pra outra ilha preso em um… Carregamento. Ele tá de bom humor comigo por causa do que aconteceu mais cedo, então deve aceitar. Relaxe. Mas não vacila com esse cara a solta por aí! - Apesar de tudo, ele ainda parecia preocupado com a amazona.

As estrelas brilhavam, Dan parecia totalmente focado na confecção do Droid e o pássaro agora parecia começar novamente a ir na direção de Cindy. No fim, tudo estava terminando bem. Era então que um forte estalo era ouvido, e a amazona via o pequeno chip voar para muito longe do Droid - Eita porra! - Gritava Kelvin após o susto - Garota… eu acho que esse chip não serve…

Peças:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Aval Relâmpago do Oni-chan

Perdas:
● 50 mil berries (OK!)
● Nariz deslocado - Tratados - Voltou pro lugar mas só para de doer em 4 posts (Por que isso tá em perdas? Apenas continue narrando as dores no início da aventura seguinte e tá de boas.)
● Perfurações de bala nas costas - Tratadas - Ardência leve por mais 4 posts (Por que isso tá em perdas? Apenas continue narrando as dores no início da aventura seguinte e tá de boas.)

Ganhos:
● Bastão lvl 1 (OK!)
● Caderno Velho [13 usos - Muitas páginas rasgadas ou sujas] (OK!)
● Caneta [34 usos] (OK!)
● Super Pato Selvagem (Evento) (OK!)
● Perícias: Mecânica, Engenharia Mecânica, Arrombamento (OK!)
● Quest Concluída: Adquirindo um Droid-Sucata. (Negado - Calma! Ainda há um jeito de corrigir, explico no feedback.)
● Droid-Sucata [Sem Chip] (Ajustado - Você ainda pode tentar completar a quest e assim fazê-lo funcionar na aventura seguinte, mas se preferir desistir e não quer nem guardar a carcaça, apenas retire isso dos ganhos na hora de pedir att da ficha.)
● Recompensa: B$3.750.000 (Adicionado por: roubo, invasão de propriedade, agressão a agentes do governo, agressão a civis e sequestro.)

Relação de personagens:
● Ele faz

Exp: 10 Exp.
EdC: 10 Exp.

Localização: Briss Kingdon (OK!)

Quantidade de posts do(s) Narrador(es): Wesker - 31 (OK! - 5 Créditos)

Feedback da Quest:
 

Feedback Player:
 

Feedback Narrador:
 

____________________________________________________

Timbre Mudo - Página 7 >

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Em homenagem aos que se foram::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Timbre Mudo - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Timbre Mudo   Timbre Mudo - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Timbre Mudo
Voltar ao Topo 
Página 7 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: