One Piece RPG
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capítulo I - Despedida
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 21:04

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 20:53

» Cap.1 - O primeiro passo!
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Kallieel Hoje à(s) 20:27

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor DJ GBR Hoje à(s) 20:00

» The Victory Promise
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Alê Hoje à(s) 18:22

» Escuridão total sem estrelas
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 18:21

» Garfield Henryford
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:19

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 15:26

» Contrato de Sangue
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Coldraz Hoje à(s) 14:47

» Tyrael Silverfang
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:13

» Akira Suzuki
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:10

» O início de uma aventura. Em busca do topo!
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 13:58

» Leon Ari Nefesh
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:52

» Jhonathan Wolf
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:42

» Daniel Fried Hanz Von Joseph
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:35

» O início da pesquisa.
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:22

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:12

» II - Eternas Ondas
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 12:28

» II - Aliados
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor Hunson Hoje à(s) 09:05

» Vermelho
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Emptypor annavitoria Hoje à(s) 08:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Red Albarn e o Alvorecer de um Herói

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 50
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptySex 24 Jan 2020, 01:52

Relembrando a primeira mensagem :

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Red Albarn. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
GM.Doodles
Game Master
Game Master


Data de inscrição : 08/08/2017

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyQui 30 Jan 2020, 13:04



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 5 - Confiança


Para Red, o humano era muito menos ameaçador que o lobo, desde sempre ele teve talento em conquistar pessoas, mas animais ele não chegou a testar muito para saber se era bem visto por eles também. Se os boatos e lendas forem verdadeiros e lobos são capazes de sentir o cheiro das verdadeiras intenções de alguém, então Red não teria com que se preocupar, afinal ele mais do que ninguém sabe que está ali falando a verdade e não tem qualquer intenção de fazer mal a esse povo.

De fato o homem à sua frente era Jon Snow, e repetindo algo semelhante do que Magnus disse há pouco, ele perguntou se Red pode falar pelo seu povo, e não, ele não pode. Filho de uma mulher considerada louca, por mais que tenha conseguido ao longo dos anos conquistar a simpatia das pessoas de Vintarion, ele ainda está longe de conseguir ser alguém respeitado desse jeito. Aparentemente o responsável por Minion Island está bem longe daqui, o que levou Red a pensar em quão grande essa ilha era, e também em que tipo de pessoa era esse rei.

- Quem é esse soberano? E que tipo de rei ele é? - Por mais que não tinha sido citada a palavra “rei”, era assim que Red assimilava os líderes das ilhas do sul, pois foi como sua mãe contou as histórias a respeito delas.

Independente da resposta de Jon Snow a respeito desse tal soberano, era do interesse dele que Red o acompanhasse até o acampamento de seus aliados, o que o garoto não podia negar ser um tanto quanto assustador, afinal, Jon lhe recebeu muito bem nessa conversa, mas teriam todos outros companheiros dele a mesma personalidade e índole do rapaz? Após respirar fundo para controlar a ansiedade, Red se deixou levar pelo “corvo” e pelo seu lobo branco, desejando aos deuses do norte que não complicassem sua vida agora.

- Você me falou seu nome… Mas o lobo, como se chama? - Perguntou Red olhando para o grande animal caminhando próximo a ele. Se sentisse que havia confiança o bastante entre eles, Red esticaria a mão até o topo da cabeça do lobo branco e tentaria fazer uma carícia, afinal, ele não queria fazer mal a ele, e esperava que isso fosse fácil do animal identificar. - Ele é muito bonito… Tem muitos lobos por aqui? Eles são difíceis de domesticar? - Continuou o garoto fazendo perguntas, dessa vez mostrando um certo interesse na ideia de ter um animal acompanhante, porém não fazia a menor ideia de como isso seria possível.

"Uma vez quando você era bem pequeno fomos até a floresta perto de nossa casa para pegar algumas frutas, lhe deixei um minutinho sozinho e quando me virei, lá estava você brincando com aquele lobo selvagem como se fossem amigos de longa data. Como mãe não pensei duas vezes e corri até você para afastar o animal que saiu correndo para dentro da floresta. Quando o peguei no colo, meus olhos estavam cheios de lágrimas por conta do medo, o completo oposto da expressão alegre em seu rosto por ter feito o seu primeiro amigo." - Ouviu Red a voz de May contar, o que poderia ser tanto a alma de sua mãe surgindo ao seu redor, como também uma lembrança antiga das histórias que eram contadas para ele antes de dormir.

“E após a voz de sua mãe desaparecer de sua cabeça, Red sorriu ao olhar para o lobo… Mas essa expressão alegre em seu rosto não iria durar por muito tempo, e é fácil imaginar o porquê, não acha? Assim que botou os pés no acampamento dos ‘corvos’, a recepção que teve não foi nem um pouco amigável.”

A menos que na cultura de Minion Island receber alguém com uma martelada seja normal… E não era. Red sequer teve tempo de se apresentar ou dizer os motivos para estar ali, para os homens vestindo o negro um “selvagem” era algo inaceitável em suas terras e não havia tolerância alguma para a presença deles. Mesmo que seu comportamento seja completamente diferente dos demais homens de sua terra natal, aquele homem carregando um martelo de guerra não queria nem saber e avançou para cima de Red pronto para golpeá-lo com tudo que tinha.

Pelo visto Jon Snow e seu lobo não iriam fazer nada a respeito, portanto o jovem Albarn precisava agir por conta própria para escapar dessa. Sacar sua espada estava fora de cogitação, além de não saber de fato como usá-la, seria uma atitude muito mal vista pelos homens que o rodeia. Poderia ainda usar o escudo em sua mão esquerda, mas assim como a espada, ele não sabia quais eram as formas mais eficientes de usá-lo e colocá-lo de qualquer jeito na frente do martelo poderia ser pior do que fazer aquilo que já era bom em fazer… Se esquivar.

Por isso, abusando da sua capacidade de alcançar rapidamente o pico de sua velocidade, Red saltaria para trás para tentar evitar o ataque desferido contra ele e em seguida continuaria tentando se esquivar com saltos para direções opostas aos golpes. Se mais pessoas começassem a vir na sua direção para fazer o mesmo, o garoto sabia que não teria a menor chance, por isso antes que algo assim pudesse começar a acontecer, Red já se adiantou para tentar se comunicar com esses homens.

- Espera! Espera! Eu não estou aqui para lutar! Não sou uma ameaça para vocês, confiem em mim! - Tentou Red desesperadamente convencer o homem que o atacava e também os demais de que não era alguém perigoso. - Não sou como os homens de minha terra, não vim aqui para derramar o sangue do seu povo. Por favor, me deixem provar quem sou!

Se mesmo assim Red continuasse sendo alvo de ataques, principalmente desse que empunhava o martelo de guerra, então só restaria uma opção a se fazer para conseguir convencê-los… Parando de tentar se esquivar, abaixando o escudo e sequer tocando em sua espada, o jovem vintariano iria se deixar ser atingido pelo golpe… E fechando os olhos para não ver a arma se aproximando, Red pediria a sua mãe Kemya e todos os outros deuses que lhe dessem forças para sobreviver a esse ataque.

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 54
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyQui 30 Jan 2020, 23:02


Red acabava por não responder a pergunta de Jon e isso não havia passado desapercebido, entretanto Snow olhou o jovem com curiosidade quando perguntou sobre o rei, o que tirou do homem de preto um sorriso de canto da boca.

- Como é o rei? – Jon Snow se perguntava preparando a resposta que Albarn queria ouvir. – Ele é alguém que você não tem a capacidade de se apresentar ou mesmo mencionar.

Sendo levado então pela fera e o homem até o acampamento “inimigo”, Red só poderia rezar aos deuses por sua proteção, mas usando suas habilidades de fala o garoto aproveita o momento para criar algum laço com Jon, como ponte usa o animal.

- Spirit. – Disse o “corvo” com calma. - Esse tipo de lobo é o símbolo da minha família, apenas eu e meus irmãos temos, mas acho que deve ser possível domar caso encontre um, entretanto não acredito que terá essa oportunidade.

Um dos homem vestidos de preto se aproximava rapidamente de Red com o martelo na mão e quando ele foi golpear o jovem conseguiria se esquivar perfeitamente do golpe direcionado ao seu estômago se Jon por trás não tivesse impedido seu movimento. Albarn só não vomitou porque estava já um bom tempo sem comer nada, mas sentiu as forças de sua perna sumirem assim como o ar fugiu de seus pulmões.

Com as pernas fracas e sem conseguir reagir seu brutal adversário, que ignorava totalmente as palavras do jovem, deu um novo golpe no rosto de Red com o cabo do martelo fazendo o jovem de Vinterion Island dar um giro antes de cair.

Tonto e tentando suplicar a mãe ele via então o homem erguer o martelo para um golpe forte direcionado a sua cabeça, um golpe que sem dúvida ceifaria a vida de Red, mas que foi parado pela mão de Jon.

- Chega! – Disse Snow ao homem. - Você já extravasou a raiva, agora deixe ele comigo. Talvez tenhamos uma chance de acabar com todos nossos problemas, esse jovem veio propondo paz e vamos ver aonde isso nos leva.

- Esses animais de Vinterion mataram meu irmão! – Disse o homem com muita raiva na voz. - É meu direito me vingar, quando matar todos essas bestas então poderei sussegar.

Pare nesse momento Tyron! – Uma voz forte e cheia de energia veio de trás nas barracas. - Jon Snow, por que nos trouxe esse homem e já não o matou rapidamente.

- Ele veio com uma proposta de paz senhor. - Disse Snow claramente para seu superior. - Pelo menos podemos ouvir o que ele tem a dizer. Não há mal nenhum. Se de nada servir podemos matá-lo e enviar para os homens dele.

- Esta certo! – Disse o homem que agora Red poderia ver melhor. Era um homem grande já com alguma idade, mas seus olhos ainda eram cheios de vida e energia. - Levem ele a minha tenda, Snow venha junto, vamos ouvir o que ele tem a dizer.
Dois homens então levantavam Red e buscariam desarmar o mesmo, tirando-lhe a espada e o escudo. Não reagindo a isso o protagonista então era levado a barraca central e jogado ali no chão. Tanto o homem de barba branca como Snow estavam ali esperando ele falar.


FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS
Jon Snow
Tyron
Jonas Mormont

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 76
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptySab 01 Fev 2020, 20:59



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 6 - O que eu tenho para dizer


Apesar de não ter respostas sobre quem era o rei desta ilha, Red conseguiu descobrir o nome do lobo de Jon, chamava-se Spirit, e quem sabe ele e o animal estivessem mais próximos de uma amizade do que ele e o humano de traje negro, o que começava a fazer o jovem vinteriano pensar que poderia não ter sido uma boa ideia ter vindo atrás desse tal Snow. Ainda assim, Red mantinha-se firme na escolha e por mais difícil que seja, acredita sim que conseguirá alcançar seu objetivo… Ou ao menos parte dele.

Jon citou que o lobo é o símbolo de sua família e que todos os seus irmãos também possuem um lobo como este de estimação, o que serviu apenas para aumentar o interesse de Red em ter um animal companheiro para sua jornada. Entretanto, o “corvo” não ajudou muito a aumentar as esperanças de Red, visto que as palavras ditas por ele davam a entender que sendo agora um prisioneiro, não terá oportunidade de tentar domar alguma coisa.

A situação de Red ficou ainda pior quando ele chegou no acampamento e recebeu uma bela de uma surra como boas vindas. A martelada na barriga quase o fez vomitar, o que não aconteceu justamente por não ter comido nada já há um certo tempo, mas mesmo sem isso, a dor da pancada já era suficiente para causar um grande incômodo e ainda trazer falta de ar para o garoto de olhos escarlates. Por mais que Jon tenha sido responsável por ele ter recebido o primeiro golpe, foi ele que impediu que Red fosse morto por mais golpes do homem e seu martelo. Aparentemente Snow queria ouvir o que o jovem selvagem tinha para dizer.

- Eu… Eu não sou como eles. - Respondeu Red para Tyron forçando o máximo da sua voz que conseguia, pois a falta de ar dava uma atrapalhada nisso.

Aparentemente as batalhas contra o povo de Vinterion haviam tirado a vida de um familiar de Tyron, e por isso ele tinha tanta raiva de Red mesmo que nunca tenham se visto antes. Motivado pelo ódio e pelo desejo de vingança, este homem queria matar não apenas um vinteriano, mas todos, pois na cabeça dele todos eram culpados e compactuam da mesma maneira de pensar. Aumentando um pouco mais a sorte de Red, surgiu entre eles um homem mais velho que parecia se portar como o líder desse grupo e ele queria levá-lo para sua tenda onde poderiam conversar melhor.

- Obrigado. - Agradeceu Red a Jon com toda a sinceridade que conseguia transparecer, pois se não fosse por ele, estaria morto nesse momento… E aparentemente se tivesse encontrado primeiro qualquer outro desse bando, o resultado teria sido bem diferente, ao menos é o que concluiu Red ao ouvir o líder do grupo perguntar porque ele ainda estava vivo.

Mesmo se pudesse, Red não iria relutar na hora que homens vieram retirar sua espada e escudo e carregá-lo para dentro da tenda do tal velho onde este estaria esperando por ele junto com Jon Snow. Logo após ser jogado no chão, Red se levantou batendo nas roupas para tirar parte da possível sujeira e olhou firme para aqueles que estavam ali para ouvir suas palavras.

“Vá com calma, Red, esses homens não são seus amigos e nem tem intenção de ser.” - Disse a voz de Chessy em sua cabeça.

- Olá, é um prazer conhecer a ilha de vocês, é bem diferente de Vinterion, pois é maior e sinto que a terra é um pouco mais fértil e o clima um pouco mais frio. - Começou o garoto a dizer, mas certamente nada disso importava para os seus ouvintes. - Meu nome é Red Albarn e eu decidi sair da minha ilha natal porque eu tenho uma missão para cumprir. A deusa Kemya me escolheu para ser O Herói Que Foi Prometido, ela que me colocou no ventre de minha mãe May e desde então eu venho vivendo com esse objetivo de me tornar um herói. Eu não tenho certeza se a minha jornada inclui salvar esse país ou impedir uma grande guerra entre Minion e Vinterion, mas eu sei que um dia eu serei conhecido no mundo todo como um grande herói!

“Red, isso não é do interesse deles, fale algo que eles querem ouvir ou vão achar que você está contando uma piada.” - Falou a alma de May ao seu lado nesse momento de tensão.

- “Mas eu não estou contando nenhuma mentira… Droga!” - Pensou ele antes de continuar, mesmo que risadas e deboches já estivessem rolando. - Bem, eu não faço parte do exército de Vinterion e sequer sei usar uma espada, nunca lutei em guerras antes e muito menos matei alguém, meu objetivo aqui é outro, na verdade, passar por Minion Island é apenas um degrau para a minha aventura. Eu sei que seria melhor para vocês que eu fosse um soldado influente para ser usado a favor de vocês, mas infelizmente eu não sou e muitos lá nem sequer devem saber quem sou eu… Porém se for do interesse de vocês eu posso sim tentar criar uma negociação, mas eu não falo pelo meu povo e não posso prometer nada, pois não sei se sou capaz de cumprir. Nosso povo não é tão bárbaro quanto vocês pensam, eles apenas querem um pouco de terra para conseguir plantações de melhor qualidade e áreas com climas mais agradáveis para passar o grande inverno. Vocês podem atacá-los quantas vezes quiserem, mas eles sempre vão voltar e continuar matando seus homens… Por quantos anos querem viver desse jeito? No caminho até aqui reparei que existem muitas terras paradas que poderiam muito bem ser doadas para o meu povo.

E por enquanto isso é tudo que por enquanto Red Albarn, O Herói Que Foi Prometido, pode oferecer… Seria seu carisma e sinceridade suficientes para conseguir convencer Jon Snow e o velho barbudo a sua frente?

OFF:
 

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 54
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyDom 02 Fev 2020, 15:29




Red, o vinteriano que buscava a paz para seu povo parecia de princípio se arrepender do que estava por acontecer, o caminho da paz nunca era o mais simples e sempre estava cheio de riscos, algumas pessoas tinham a suas próprios filosóficas para encontrar a paz. Tyron, por exemplo, achava que paz era o extermínio dos vintorianos, já Albarn em uma convivência mútua e em harmonia.

Mas depois de Tyron extravasar um pouco de sua raiva no corpo do jovem Red, o herói foi levado para a barraca principal tendo tanto escudo como a arma retirada dele. Claro que conseguiu agradecer a Jon pelo “favor” de não deixar matarem ele, Snow apenas assentiu com a cabeça mas nada disse.

Chessy parecia querer colocar um pouco de juízo em Red antes dele começar a falar, mas logo que ele começou a abrir a boa e coisas como “Kemya” e “O Herói Que Foi Prometido” o rosto de Jonas Mormont parecia de pura incredulidade.

- Uma fanático religioso! – Olhava incrédulo para Jon. - Você me traz aqui a porra de um mother f*ckier religiodo de m*erd@!? – Então olhava bravo para Red. - Se não tiver nada melhor do que isso eu mesmo vou te matar com as minhas mãos e essa vai ser a maior honra que vai ganhar na sua vida.

A fala de Jonas parecia vir em direção ao que May dizia a Red em sua cabeça, eles não estavam ali para saber de crenças ou profecias, mas queriam saber de solução, havia um problema e ele precisava ser resolvido.

Então Red com toda a sinceridade fala da sua incompetência com armas, sua falta de influência entre seu povo e por fim, de uma proposta para um futuro harmônico, onde os dois poderiam se juntar e ter um fim de conflito que existe a séculos.

- Os deuses não estão a nosso favor. – Dizia Mormont olhando para cima. - Nem se quer como refém esse homem nos serve, ele mesmo concorda que é um nada com um sonho ridículo.

- Podemos dar uma chance a ele. – Disse Jon. - Se ele conseguir um encontro entre nós dois e aquela mulher podemos ambos nos beneficiar. – Jon parecia ter um plano na cabeça. - Eles precisam de comida e nós de nos livrarmos do clã Barion. Eles tem força, com nossa ajuda e vitória não será difícil e eles poderiam ficar com o alimento.

- Faz sentido! – Disse Jonas para Snow. - O que você acha de ir lá esse garoto e falar com os bárbaros. Você é mais polido e ligado versão nossa de resolver os problemas com diálogo.

- Posso tentar, sairei ainda hoje então. – Então se virava para Red e dizia. - Vamos comer alguma coisa e logo vamos partir.

Então Jon conduzia o jovem Albarn para uma das barracas que tinha uma comida simples, pouca carne e muito caldo, mas estava quente. Algumas pessoas olhavam feio e outras até gostariam de fazer algo a mais do que olhar, mas a presença de Jon bastava para acalmar os ânimos.

- Terminando de comer e você me conduz até seu povo. – Dizia Jon com segurança. - Vamos ver se existe um caminho de paz a ser perseguido.

FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS
Jon Snow
Tyron
Jonas Mormont

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Bijin em Qui 05 Mar 2020, 22:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 76
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyQua 04 Mar 2020, 19:58



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 7 - Red e Jon


De início Jonas não gostou de ouvir o que Red tinha a dizer sobre ele mesmo, o que levou o rapaz a mudar de assunto e falar sobre o que aqueles homens realmente queriam saber. Se não fosse novamente pela ajuda de Jon, provavelmente o jovem Albarn não teria conseguido convencer os patrulheiros a fazer o que ele estava pedindo. Por mais que criar a paz entre os dois povos não fosse o objetivo de Red quando saiu de Vinterion Island, agora que estava diante desse conflito ele não poderia simplesmente ignorar e seguir seu caminho como se não soubesse de nada… Pois isso não é algo que um verdadeiro herói faria.

- Obrigado senhores, muito obrigado. - Agradeceu o garoto depois de ver que tudo dera certo e Jon iria levá-lo para comer… E de fato estava precisando comer alguma coisa, mas só foi perceber o quão vazio estava o seu estômago quando o assunto comida foi citado. - Arrrr, minha barriga tá mais vazia que minha bolsa de moedas! - Reclamou de dor levando ambas as mãos ao abdômen e fazendo uma careta de fome.

Assim que fosse levado por Jon para a barraca onde era servida a comida, Red tentaria usar do seu simples olfato para tentar identificar a qualidade do que estava sendo preparado aqui pelos homens de preto. Se percebesse que era uma comida de boa qualidade, não teria nenhuma reação, mas se por acaso acontecesse o contrário, então o aspirante a cozinheiro se aproximaria das refeições para uma análise mais detalhada do que havia sido feito ali.

Eram algumas carnes e um caldo cujos ingredientes não foi capaz de identificar ainda, apesar da proximidade das terras, Red não podia afirmar que a cultura culinária de Minion Island era igual a de Vinterion, e talvez houvesse aqui ingredientes que ele nunca havia visto antes. Como um teste, o jovem de olhos vermelhos pegou um pedaço da carne oferecida e uma colher do caldo, provando-os separadamente para analisar o que poderia estar faltando nessa comida.

Se a equipe de patrulheiros já contasse com um bom cozinheiro e o sabor da comida estivesse impecável, então Red ergueria as sobrancelhas e sorriria de maneira empolgada para pegar mais dessa deliciosa comida. Por outro lado, se estivesse faltando algum tempero ou sabor, ele tentaria olhar o que havia ao seu redor para ajustar um pouco o sabor dessas comidas, fosse um pouco mais de sal, algum condimento, erva ou qualquer tipo de tempero que existisse por perto para ajudar.

O melhor de tudo é que Red faria isso calado, não tentando se vangloriar por saber mais que o cozinheiro local ou então puxando o saco deste caso tivesse gostado do sabor desde o início. As pessoas daqui não eram muito receptivas para alguém de terras distantes do norte como ele, e sabendo disso, nosso herói preferiu evitar maiores problemas, mesmo que talvez o fato de estar alterando o sabor da comida do grupo pudesse incomodar alguns que estivessem vendo ele fazer isso.

- Ah, desculpe, achei que poderia ficar mais gostoso assim. Pode experimentar se quiser, eu peço desculpas de novo se achar que ficou pior. - Seria o que Red falaria para quem viesse tirar satisfações. E para não levantar suspeitas, ele comeria na frente destes a carne e o caldo que ajustou o sabor, assim tentando provar que não havia envenenado nada ou coisa do tipo.

Com sorte, nenhum conflito seria gerado e o rapaz poderia comer em paz junto de Jon, que caso lhe desse a confirmação, Red jogaria os ossos da carne para Spirit poder comer. Se era difícil fazer amizade com os humanos daqui, quem sabe com o lobo as coisas sejam diferentes. No fim da refeição ele limparia a boca no cachecol vermelho que Chessy havia deixado para ele e levantaria de onde estivesse para seguir junto de Jon em direção ao acampamento dos vinterianos, mas antes de tudo, ele não poderia sair dali sem suas armas.

- Bem, não sei usar essas armas direito, acho que me garanto mais no soso, mas talvez seja mais seguro para nós que eu esteja com elas ao andar por essas florestas… - Disse Red tentando convencer Jon a pegar de volta sua espada e seu escudo, porém como eram de uma qualidade de forja bem inferior (e escudos no estilo viking são de madeira), quem sabe o patrulheiro não lhe entregue alguma arma melhorzinha. De qualquer forma, tivesse Red continuado de mãos vazias ou recebido algo pior do que já tinha antes, ele não se deixaria abalar, ficando no máximo mais feliz por ter ganhado algum voto de confiança de Jon.

Estivessem eles livres para prosseguir, Red tentaria guiá-los de volta pelo caminho de onde viera, porém não tinha tanta certeza assim se iria saber fazer isso, pois quando saiu andando em direção ao sul ele não se preocupou tanto assim em marcar o caminho. Somente a sorte ou um milagre da sua memória fotográfica lhe faria acertar a trilha para o acampamento de seu povo, por isso Red tentaria disfarçar o fato de estar perdido puxando assuntos com o patrulheiro.

- O que tem para o sul? Digo, não apenas no sul de Minion Island, mas no sul do mundo? É verdade que se eu navegar demais o mar acaba e você cai em um abismo infinito? - Perguntou ele a Jon com toda a sua ignorância em navegação, geografia e história básica. Independente da conversa que isso fosse gerar entre os dois, Red teria ainda algo mais importante para falar depois que isso fosse concluído. - Hey, Jon, você está voltando comigo para o acampamento de meu povo, mas tem algo que seria importante que você soubesse… Eu acho que muitos lá sabem quem é você e não garanto que a recepção deles vá ser tão boa quanto a minha foi para o seu povo. Seria bom que você tomasse cuidado, pois eu não sou capaz de protegê-lo sozinho. - E falando agora com um tom mais sério, Red esperava para ouvir a resposta de Jon.

OFF:
 

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 54
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyQui 05 Mar 2020, 23:46


Red, um garoto simpático, de certa maneira honesto de mais, agradecia a Jon pela comida que logo receberia, a fome já havia apresentado seu sinais, não só para o jovem protagonista, como para todo o acampamento.

Assim que entrou no barraco de comida viu que a coisa era muito mais simples do que ele poderia imaginar, na verdade não parecia ter nenhum chefe de cozinha ali, a comida era literalmente um sopão com muitos pedaços de carne cozidos em um caldeirão.

- Não temos um cozinheiro aqui conosco. – Disse Jon percebendo a reação de Albarn diante da comida. - Na verdade temos apenas o Sam... – Jon apontava para um dos homens mais gordinho. - ... que foi levemente instruído para saber pelo menos o tempo que a carne precisa para cozinhar. Mas a comida é boa para nós. – Dizia Jon colocando o sopão de carne em seu prato e mostrando para Red onde pegar um. - Tudo o que temos é aquela garrafa com um tempero do nosso chef na nossa base.

Ao provar o caldo o gosto não era ruim, mas também não era bom. Era algo novo, diferente e caloroso. Red podia sentir seu corpo se esquentar levemente com apenas aquela colher, se comesse tudo ficaria com certeza com uma bela sensação de calor. Red levantou então a sobrancelha, não pelo gosto, mas pelo efeito da comida.

Sem opção de “melhorar” a comida, Red teve que comer o que lhe foi servido, e ele então sentia como o calor se espalhava pelo seu corpo. Era como se ele estivesse debaixo do sol, uma alegria tomava conta do jovem que logo tinha suas bochechas todas avermelhadas pelo prazer que a comida lhe havia proporcionado.

Acabado de comer Red pensava em jogar os ossos para o lobo, mas esse já estava ocupado com o animal que ele havia caçado anteriormente, dar um osso, naquela ocasião, era sem sentido, por isso colocou junto com o lixo dos outros. Limpou a boca e logo estava pronto para sair. Jon também terminava de se arrumar e com sua espada na cintura, com o lobo ao seu lado, estava também pronto para a partida.

Naquele mesmo momento quem saia do acampamento também era Jonas Mormont, que montava no seu cavalo e disparava com o animal na direção sul junto com seu escudeiro, que também estava montado no cavalo.

- Pegue suas armas! – Disse Jon com calma. - JSe vamos fazer um acordo de paz você pelo menos precisa voltar com o que saiu. – Então ele faz uma pausa e pensa um pouco no que Red havia dito. - Se não sabe usar uma espada então nunca saque ela, a espada vai ser mais perigosa para você em suas mãos do que na sua bainha.

Então ambos começaram a ir para o norte mas indo mais para o sentido do litoral, embora Red não soubesse exatamente onde estava o acampamento, o fato é que os vintorianos estavam se arrumando na encosta para acampar. A caminhada não era fácil, mas estava melhor agora que estava quente e de barriga cheia.

- Não há nenhum segredo. – Disse Jon para o jovem Red. - Há uma grande muralha lá, tão alta e grossa que é praticamente intransponível, apenas uma forte porta de ferro pode dar passagem. Mesmo que tivessem mil homens, com animais e armamento muito melhores do que estes... – Jon apontava para o escudo de Albarn. - ... vocês morreriam antes mesmo de tocarem na muralha. Sem nossa autorização ninguém passa pelas muralhas.

Então Red agora toca em um assunto sério, ele começa a falar sobre os cuidados que ele deveria ter ao chegar ao acampamento dos vintorianos, mas Jon apenas sorriu. Sabia que Red não havia percebido alguns detalhes que o soldado de preto já havia notado.

- Fale menos e ouça mais. – Disse Jon para Red.  Logo o jovem percebeu que havia alguns passos sendo dados pelos lados, não poderia ver quem era, mas tinha a certeza de que havia pelo menos duas pessoas seguindo-os. - Já fomos vistos, imagino que seu comandante já tenha sido avisado de que estamos chegando e provavelmente ele virá pessoalmente ao nosso encontro.

E passado mais alguns minutos havia cinco homens na frente da dupla com o lobo. Dois deles estavam com arcos, no meio estava Sonja, a direita dela estava Magnus, todos com olhares frios, atentos e pensativos, esse era o momento que qualquer movimento errado poderia terminar em morte.

- Chegamos onde queria jovem Red. – Disse Jon pacificamente levantando as mão enquanto Spirit ficava atrás dele sentado. - Agora é o seu momento de conseguir que eles me ouçam ou tudo vai estar perdido.

FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS
Jon Snow
Tyron
Jonas Mormont

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 76
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyDom 15 Mar 2020, 18:38



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 8 - Pedido de Paz


A comida do acampamento dos patrulheiros era simples de sabor, mas suficiente para saciar a fome de Red e mantê-lo aquecido. O garoto do extremo norte não teve problemas durante a refeição, tirando o fato de que não teve nenhuma opção disponível para melhorar o sabor da comida do acampamento, porém isso não o abalou, comeu como se fosse a coisa mais gostosa do mundo, pois ele sequer sabe quando poderia comer novamente. Dar os restos para Spirit também não aconteceu, já que o lobo estava no momento desfrutando de um alimento muito melhor que o que ele tinha para oferecer. Ao final da refeição, Red foi de encontro as armas que trouxe do seu acampamento e as colocou de volta em sua cintura (a espada) e costas (o escuro).

- Entendo… - Respondeu Red ao ouvir Jon falar sobre ele não sacar uma espada se não sabe usá-la. De início ele estava pensativo a respeito disso, mas sua teimosia logo o fez abrir um leve sorriso e ignorar o conselho do patrulheiro. - Mas se eu nunca sacá-la da minha bainha, jamais aprenderei a usá-la. É melhor arriscar e errar do que sequer tentar. - Então antes de começar a andar para longe do acampamento, o aspirante a herói passou a mão sobre o cabo da sua espada vinteriana de baixa qualidade e seguiu andando confiante de suas palavras.

O caminho seguido por Red usava o litoral da ilha como uma garantia de que estaria indo para o lugar certo. Durante o trajeto, o garoto tentou puxar assunto com Jon sobre algumas de suas dúvida sobre o mundo, porém o patrulheiro deu uma resposta confusa sobre uma tal muralha que ele e os outros homens de preto guardavam e não deixavam ninguém passar.

“Mas que porra de muralha é essa? No fim do mundo tem uma muralha? Nossa… Que sem graça, achei que o mundo era maior, mas pelo visto acaba aqui em Minion Island mesmo.” - Pensou Red saindo com mais dúvidas agora do que quando fez a pergunta a Jon.

Sua cabeça confusa junto a sua preocupação com a segurança de Jon quando encontrassem o restante do povo de Vinterion acabou fazendo com que Red não percebesse que eles haviam sido encontrados primeiro. O patrulheiro mostrava nesse momento uma certa tranquilidade que beirava a um excesso de confiança, já que o número não estava nem um pouco favorável para ele… A não ser que ele e Spirit fossem realmente muito poderosos para lidar com cinco guerreiros vinterianos, entre eles Sonja e Magnus.

- Sonja… Magnus… Pessoal… Hehe, devem estar se perguntando "o que caralhos esse menino tá fazendo?" Bem, eu não traí meu povo, caso seja isso que estejam pensando. - Disse Red de maneira sorridente após cumprimentar com a cabeça seus conterrâneos que talvez de vista conhecesse todos, quem sabe até lembrasse o nome de algum dos outros três se tivesse em algum momento se apresentado a eles. - Enfim, deixem-me explicar, eu preciso falar com vocês, por favor me escutem. Eu não trouxe Jon aqui para brigarmos ou criar qualquer confusão. - Completou ele rapidamente antes que um desentendimento fosse gerado e a situação saísse do seu controle.

“Red, tenha calma, você conhece essas pessoas, sabe como lidar com elas. Use as palavras certas.” - Ouviu ele a voz de sua mãe dizer em sua cabeça. Para o garoto, era como se ela estivesse ao seu lado, apoiando a mão em seu ombro para lhe dar apoio nesse momento.

Mesmo sentindo a presença de sua mãe lhe apoiando, Red estava muito nervoso e por isso suava por debaixo de seus agasalhos ainda que o frio do norte pudesse congelá-lo vivo se resolvesse tirar algumas de suas vestes. Esse era o momento que ele precisava usar todo o seu carisma e habilidade natural de conquistar as pessoas para fazer o discurso que poderia mudar a história de seu povo e também dos patrulheiros de Minion Island. Red então respirou fundo, segurou o cachecol vermelho de Chessy que cobria o seu pescoço e falou com toda a confiança que poderia tirar de dentro de si:

- Durante anos, nós, o povo de Vinterion, tentamos navegar para as terras do sul em busca de um lugar que nos forneça uma condição melhor de vida, porém tudo que conseguimos foi causar a morte dos nossos ou até mesmo a dos homens da patrulha que vivem para defender essas terras. Eu conheço nossos deuses e sei que vocês também fazem isso para agradá-los, porém não precisamos dessa agressividade… Muito pelo contrário, essa atitude apenas atrapalha a conseguirmos o que queremos. Eu falei com Jon e também com o líder dos homens de preto, e eles concordaram comigo que um acordo entre os dois povos é muito mais vantajoso para ambos. Ao invés de continuar essa guerra infinita, podemos viver em harmonia e compartilhar nossas conquistas. Eu sou o escolhido de Kemya para ser o Herói Que Foi Prometido, e acredito que criar a paz entre Minion e Vinterion é o primeiro dever que eu devo concluir para alcançar o fim pelo qual eu estou destinado. - Por mais que tenha sido sincero em suas palavras e bastante confiante de que o seu destino como herói será suficiente para fazer o trabalho mais difícil... A verdade é que a grande maioria dos seus conterrâneos sequer acreditam nessa história de Herói Que Foi Prometido, afinal, Red Albarn é filho de May, a louca.

Ainda assim podemos dizer que no meio de todo esse longo discurso havia uma coisa que Red inegavelmente estava certo... É aqui em Minion Island que a sua jornada heroica de fato começa."

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 54
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptySeg 16 Mar 2020, 16:48


Narração

Céu Limpo
Tarde - -15°C
Localização: Minion Island - North Blue



O Alvorecer de um Herói



Durante a caminhada antes do encontro com os companheiros de Red, o herói conversava com Jon sobre espadas, o corvo aconselhava o jovem Red a não sacar espadas uma vez que não sabe usar, mas Albarn questionava de que maneira ele iria aprender a usar a arma sem sacar.

- Com treinamento! – Disse o Snow sem nem pensar. - Usar uma espada em uma batalha sem saber o mínimo só vai causar suas próprias feridas e dar armas ao oponentes. Campod e batalha são para soldados, soldados são treinados, os treinos nos dão experiência mínima para sobreviver.

Mas como foi anteriormente dito, a conversa tinha que se encerrar, ambos estavam cercados e Jon com certa tranquilidade esperava o jovem ao seu lado fazer a sua parte. Red tomou a frente e começou então seu pequeno discurso sobre um acordo de paz, claro que Sonja e Magnus reviraram os olhos quando reviraram os olhos quando o falso espadachim dizia “Eu sou o escolhido de Kemya para ser o Herói Que Foi Prometido, e acredito que criar a paz entre Minion e Vinterion é o primeiro dever que eu devo concluir para alcançar o fim pelo qual eu estou destinado.”

- Jon Snow, grande guerreiro da Grande Muralha. – Dizia Sonja dando um leve sorriso enquanto dava alguns passos a frente. - O que esse jovem diz é verdade? Quer mesmo fazer um acordo?

- Você não mudou nada em um ano Sonja. – Dizia Snow com certa familiaridade. - Quando permiti que você e Magnus com alguns homens retornassem a terra natal de vocês ano passado era para não mais voltarem. Salvar vocês uma vez já foi uma grande cortesia.

- Salvar!? – Sonja parecia indignada. - Nos enviou de volta a nossa terra com escassos alimentos, quase que o povo morre de fome. – Ela parecia nervosa.

- Então deveria ter deixado as feras daqui comerem vocês? – Dizia Snow ainda calmo, sua mão nem se quer chegava perto da espada. - Mas hoje vim aqui com esse jovem embaixador de vocês. Ele acredita que podemos fazer um acordo, o que acham?

- Não conhecemos os termos. – Disse a líder querendo ouvir a proposta. - Qual é o acordo?

- Um pouco mais ao norte a uma pequena aldeia. – Disse Jon Snow apontando a direção. - Eles possuem mais ou menos uns 50 homens, causam muitos problemas para nós. Entretanto enviar um exército para cá, por menos que seja, ainda custa muito. Ali moram ladrões, estupradores e genocidas. Temos aqui na região apenas 14 homens, seu amiguinho viu nosso acampamento. – Magnus e Sonja olharam para Red esperando uma confirmação. - Minha proposta é juntarmos as forças, eliminarmos esses bandidos. A cidade é de vocês e podem usufruir a terra até um raio de 10 quilômetros do centre da aldeia. Entretanto a população da pequena cidade não pode ultrapassar de 100 pessoas, caso o número aumente podemos entender como uma declaração de guerra.

Sonja e Magnus começam a conversar particularmente e Magnus então chama dois homens e parte com eles para o norte na direção em que Jon apontou onde estaria o suposto alvo. Sonja então se aproximava dando sinal aos soldados a volta e apareceram.

- Vamos para nosso acampamento. – Disse Sonja para Jon. - Vamos esperar Magnus chegar lá. – Então ela se virava para o pequeno Red. - Se tudo sair como você diz, então creio que Kemya realmente o escolheu para coisas grandes. Agora sua tarefa é ficar de olho no seu convidado, se ele aprontar você será o responsável e nem os deuses daqui te salvarão de mim.

Então todos caminharam até o improvisado acampamento, já tinha uma cara bem melhor do que o Albarn tinha visto quando saiu, mas ainda havia coisas a serem feitas. Jon caminhava com tranquilidade e olhava para o seu companheiro.

- Imagino que você não sabia que eu e Sonja já nos conhecíamos. – Disse Snow rindo. - O que acha de treinar então um pouco do manuseio de espadas?



Legendas:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 76
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyDom 05 Abr 2020, 19:23



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 9 - O escolhido


No fim, o encontro de Red e Jon com seus conterrâneos de Vinterion Island foi mais inesperado do que ele jamais poderia ter imaginado. Aparentemente o patrulheiro já possuía uma relação amistosa com Sonja e Magnus, o que deixava o jovem Albarn ainda mais confuso com tudo isso. Enquanto permanecia com uma expressão cômica que deixava bem clara a sua dificuldade em entender o que estava acontecendo aqui, Jon Snow e os vinterianos conversavam sobre uma aliança e onde uniriam forças para derrotar um grupo de bandidos que dominavam uma aldeia próxima da região.

Red podia ouvir as risadas abafadas de Chessy ao seu lado, pois ela sabia que o garoto queria ser o herói da vez, mas acabou que esse momento foi mais uma vez adiado. Irritado com as risadas da amiga, o Albarn empurrou o ombro dela e a sua alma se “dissipou” desaparecendo de sua visão. Foi pouco depois disso que Sonja veio até ele para convidá-los até o acampamento vinteriano e também avisar a Red que Jon agora era responsabilidade dele e se o corvo fizesse algo de errado a responsabilidade seria dele.

- Não se preocupe, eu sei que Jon é uma boa pessoa, assim como também tenho certeza que Kemya sabe o que está fazendo e se eu ou você estamos aqui hoje é por um motivo. Eu sou o escolhido e ainda irei provar isso para vocês. - Respondeu Red ajeitando o cachecol ao redor do pescoço, pois não estava cobrindo adequadamente a região e sentia a brisa gelada do norte atingir sua pele e arrepiar os pelos de seu braço.

Seria nesse exato momento que os acontecimentos da Olimpíadas do Milênio aconteceriam. Meio segundo no mundo real e longos minutos no mundo de Ramsés onde Red teve uma experiência incrível e foi até reconhecido pelo homem com poderes que beiram ao divino, e por isso o jovem Albarn concluía que de fato ele era um deus, afinal o garoto não possui muito conhecimento sobre o mundo e essa era a única explicação que sua mente conseguia chegar.

Aparentemente ao voltar da dimensão de Ramsés, este presenteou Red com um valioso rubi, porém tal joia não estava solta na palma de sua mão, mas sim presa ao dorso dela, como se agora fosse parte do seu corpo. O surgimento repentino desse rubi poderia chocar aqueles que viam a brilhante joia vermelha aparecer na mão de Red como se fosse mágica… Ou quem sabe interpretem isso dando uma resposta mais religiosa. Levou um tempo para Red se tocar que voltou a sua realidade, mas ao notar o rubi em seu punho ele sorriu e mostrou este para Sonja, Magnus e os demais.

- E aqui está a prova. - Concluiu Red convencido de que Ramsés e Kemya eram parte de um mesmo grupo de deuses que estavam do seu lado na jornada para se tornar um grande herói.

Spoiler:
 

Depois da conclusão da reação da aparição do rubi eles então seguiram o grupo de Sonja e Magnus até o acampamento deles e lá se acomodaram. Pouco tempo havia se passado desde que Red deixara o local, mas era notável que já haviam avançado bastante na organização do lugar. Aproveitando que não estavam com fome e nem eram necessários para nenhuma outra atividade, Jon chamou Red para ajudá-lo no treinamento com a espada, algo que provavelmente ele já havia notado que o rapaz queria aprender e não fazia a menor ideia de sequer como deveria se segurar uma espada.

- Haha, fiquei um pouco confuso… Ainda estou para falar a verdade. Enfim, seria uma honra poder treinar com você, corvo. - Respondeu Red sorrindo e dando um ênfase na última palavra para dar uma provocada amigável no patrulheiro. Ele então segurou firme a sua espada em uma mão e o escudo no outro, talvez já sendo necessário aqui a primeira aula de Jon a respeito do uso dessas armas.

Red ouviria com atenção tudo que o aliado estaria disposto a ensinar sobre o combate com espadas, e por isso poderia até deixar o escudo de lado se o patrulheiro achasse que seria mais fácil para um novato aprender dessa forma ou se os conhecimentos do mesmo não incluírem o uso desse tipo de arma. Por hora, será melhor que o garoto espere por mais instruções de Jon antes de começar a agitar sua espada por aí, e caso o corvo sugira um combate entre eles, então Red iria se preparar para avançar, hesitando um pouco por conta das armas não serem apropriadas para treinamento.

- Não seria melhor usarmos espadas sem corte para treinar? - Sugeriria Red caso isso já não fosse proposto por Jon, que provavelmente seria capaz de identificar a qualidade inferior da forja vinteriana se comparada a que é feita em Minion Island.

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiomaro Roshiro
Narrador
Narrador
Kiomaro Roshiro

Créditos : 2
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/02/2015
Idade : 21
Localização : brasilia

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptySeg 06 Abr 2020, 23:17

O acordo estava praticamente firmado entre os vinterianos e os minionianos. Eles andaram até o acampamento vinterianos mas Magnus ainda não havia retornado, só restava esperar Magnus retornar ao acampamento para oficializar a aliança inusitada entre aquelas duas nações tão conflitantes e partirem para a aldeia onde estavam aqueles malfeitores. Havia um clima de desconfiança geral em torno dos aliados de Red e de Snow, alguns se encaravam com um olhar rancoroso e outros até mesmo mantinham a guarda bem fechada, esperando um ataque sorrateiro de algum dos lados, o sentimento geral era "onde será que está Magnus?".


Os dois lados esperavam e esperavam mas não havia nenhum sinal de que Magnus estava por vir, a desconfiança crescia entre os dois lados e começava a sair do controle, Tyron foi o primeiro a se queixar… -Ja chega Snow! Tentar fazer acordos com esses animais é um erro, vamos embora e reunir tropas aliada estou começando a feder igual esse imundos…- Disse Tyron batendo seu martelo no chão com força que emitia um ruído metálico abafado pela maciez da neve ao entrar em contato com o solo e erguia uma espécie de fumaça formada por pequenas goticulas de água fazendo todos prestarem atenção nele.

Jon se enfureceu com aquele comentário que era além de desrespeitoso uma espécie de ofensa ao seu plano, Spirit sentia o ódio de seu dono e rosnava na direção de Tyron e assumia uma pose ofensiva, mas Snow apontou a palma de sua mão em direção ao lobo ordenando que ele se acalmasse sem desviar o olhar que fuzilava Tyron enquanto se aproximavam cada vez mais  até ficarem a poucos centímetros de distância um do outro.-O que foi bastardo? Quer tanto defender seus amigos animais? Talvez você seja tão lixo quanto eles!- Tyron zombava de Snow e em seguida empurrava o bastardo para longe  fazendo-o tombar levemente para trás e sacar sua espada assim que se recompôs, Tyron ria e balançava seu martelo, aquele era o princípio de uma briga, todos prestavam muita atenção naquele duelo e inflamavam o rancor entre os dois, com excessão de duas pessoas… Red e Sonja.

-o que diabos é essa pedra na sua mão?- Sonja disse olhando fixamente para o rubi acoplado a mão de Red como um presente divino e chamativo, a luz incidia diretamente no cristal fazendo-o brilhar de uma forma ofuscante. Aquele brilho chegou até os olhos de Jonas Mormont que estava prestes a intervir no conflito de Tyron com Snow, mas deixou que eles se matassem um pouco mais para analisar aquela pedra na mão de Red. -Garoto… isso é fantástico! Isso não estava aqui a um segundo atrás, precisamos levar você para Brandon…- O velho segurou a mão do garoto enquanto dizia aquelas palavras com um tom calmo e a analítico, em seguida interviu na briga de dos seus subordinados. -ESCUTEM AQUI SEUS MERDAS! Se vocês brigarem mais uma vez sobre a minha supervisão eu prometo empalar vocês em praça pública e então eu irei até o inferno e empalarei novamente as almas miseráveis de vocês… Fui claro?!- O grito seguido da ameaça fez os dois homens ficarem paralisados de medo e se afastarem um do outro imediatamente, todos que assistiam a briga viravam como se nada tivesse acontecido e o lobo de Snow que rosnava furiosamente para Tyron sentia o medo de seu mestre e encolhia o rabo entre as pernas enquanto chorava baixinho… O capitão da patrulha do norte era de fato uma figura de autoridade máxima e irrefutável. - E quanto a vocês outros… O próximo que fizer um comentário infeliz como o de Tyron terá um destino ainda mais cruel, não me façam repetir a mesma ordem duas vezes no mesmo dia…. Fui claro?!- todos repetiam em unissono um grandioso "Sim senhor".
Jon Snow após a bronca se aproximou de Red um pouco cabisbaixo, coçando a cabeça um pouco envergonhado. -Bem…Magnus não chega… acho que podemos treinar, está preparado?- disse Jon Snow tentando esconder sua vergonha e alterando para uma pose valente, enquanto sacava sua espada. Red questionou sobre o uso de armas de verdade fazendo Snow sorrir um tanto quanto sarcasticamente. - Não e não insista… Só assim você sentirá o peso de um combate verdadeiro, mas não se preocupe, vou tentar não te machucar tanto haha.- Disse Snow que havia pego uma espada de qualidade inferior na pilha de armas do seu grupo, ele assumiu uma guarda segurando a espada com as duas mãos e a ponta da espada mirava a cabeça de Red, ele poderia tentar copiar aquela guarda e aprender algumas coisas com a surra que levaria de Snow…

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 76
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 EmptyQua 08 Abr 2020, 17:48



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 10 - Treinamento


[spoler=OFF]Na mudança de narradores acredito que ocorreu uma confusão na localização dos personagens, então segui sem mencioná-los nesse post, pois assim mantenho o que narrei no meu post anterior. Daqui pra frente acho que tudo volta ao normal, trocas de narradores costumam ser sujeitas a esse tipo de acontecimento mesmo kkkk[/spoiler]

De acordo com Jon, seria melhor se eles treinassem com as espadas reais, pois somente assim Red sentiria o peso de uma luta de verdade, e ouvir isso fazia o jovem vinteriano tremer, seja por medo do excelente espadachim a sua frente, como também de empolgação por estar prestes a trocar golpes com alguém desse nível. Nervoso e ansioso com a situação, Red abriu um largo sorriso enquanto seu suor escorria pela sua têmpora e seus dedos formigavam forçando-o a segurar firme a espada e o escudo.

Apesar de ver Jon assumindo uma postura de combate, o Albarn avançou para o combate “de qualquer jeito”, correndo com a espada caída na diagonal para já descer um corte de cima para baixo nessa direção. Red estava confiante que seu oponente seria capaz de desviar ou defender, por isso não hesitou na força do ataque, portanto se ele estivesse certo e Jon não fosse atingido, o garoto continuaria a avançar nesse ritmo, tentando acertá-lo com cortes aleatórios sem fazer a menor ideia do que estava fazendo.

Nas situações de defesa, por mais que estivesse segurando um escudo, Red sabia que este era mais um enfeite do que uma arma, visto que seus talentos para esquiva eram mais apurados do que os de bloqueio, portanto para evitar ser atingido, o garoto tentaria jogar seu corpo para trás ou para o lado para evitar a lâmina do patrulheiro. Se percebesse que estaria começando a ser pressionado demais por Jon e acabaria sendo atingido, então Red usaria o escudo para arremessá-lo na direção do corvo, não fazendo diferença de onde iria atingir.

Esse movimento nada mais era do que uma distração para em seguida avançar na direção de Jon e tentar lhe cortar o peito. Quem sabe houvesse alguma vestimenta resistente por baixo de todo esse agasalho negro que diminuísse o dano sofrido, porém é bem mais provável que Red falhe miseravelmente no ataque, a menos que faça parte do plano de Jon se deixar ser atingido. Se tivesse sucesso, então Red ajudaria o patrulheiro a se levantar ou o que fosse preciso, entretanto não conseguiria esconder o sorriso no rosto.

- Hehe, acho que eu fui bem, não é? - Comentaria Red nesse cenário bem sucedido.

De todo modo, se a situação fosse contrária e tudo que o Albarn fizesse fosse um fracasso total, afinal sequer faz ideia de como se empunha uma espada, sua expectativa seria de tentar se esquivar o máximo possível e esperava o apoio do patrulheiro caso acabasse sendo atingido, desarmado ou simplesmente caísse no chão, todos casos onde a derrota de Red seriam claras.

- Aff, ainda preciso de muita prática, me ensine como segurar uma espada e como me mover usando uma. - Comentaria Red no cenário onde fosse derrotado.

Com a batalha tendo fim, o garoto ouviria os conselhos de Jon e tentaria replicá-los ali mesmo na frente do professor, podendo assim saber logo de cara o que estava fazendo de errado. Sua intenção era memorizar os ensinamentos para continuar treinando sozinho depois até conseguir fazer do jeito certo, por isso prestaria bastante atenção em todos os detalhes falados pelo patrulheiro.

- Não existem outras posturas ou maneiras de se usar uma espada? - Perguntaria Red caso tivesse dificuldade em aprender a postura ensinada por Jon, então se outras fossem ensinadas tentaria escolher a que melhor se encaixasse ao seu estilo. Porém se o espadachim só soubesse lhe ensinar essa, então faria o possível para aprender o que tinha a sua disposição, independente da dificuldade.

De início, Red usaria ambas as mãos para manusear a espada, deixando o escudo de lado para ter mais controle sobre a arma que estava segurando. Talvez a espada que lhe deram fosse grande demais ou quem sabe de menos, por isso se Jon sugerisse uma espada melhor para o tamanho e força dele, Red ouviria e daria um jeito de trocar de arma. Para praticar, o Albarn atacaria árvores ou pedras que haviam na região, tentando primeiro pegar o jeito na força do movimento e depois praticando um pouco sua agilidade enquanto se move e ataca, sempre, é claro, ouvindo os conselhos de Jon.

Durante o treinamento, Red acabaria percebendo que a força de seus braços não era o mais importante e que o seu “jogo de cintura” também era essencial para se tornar um bom espadachim, por isso investiu em tentar aprender a fazer bons movimentos com os pés ao mesmo tempo que atacava os alvos imóveis. No futuro, quem sabe, estivesse pronto para treinar em alvos um pouco mais agitados. Todo esse treinamento seria feito com a mão direita, afinal, se mal sabe usar a espada na sua mão dominante, não faz sentido algum tentar usar na esquerda.

- Arff… Arfff… - Após o tempo gasto treinando, seja este qual for, Red estaria exausto, ofegante e acima de tudo suado, o que em locais frios como Minion ou Vinterion acabavam sendo algo ruim, já que o suor esfriava o seu corpo e já estando em baixas temperaturas isso poderia lhe levar a ter uma hipotermia. Claro, Red não sabia perfeitamente esses termos técnicos, mas a convivência e a vida em sua terra natal lhe ensinaram isso mesmo que ele não soubesse explicar exatamente os detalhes. - Talvez seja melhor parar por aqui. Já deve estar na hora de irmos para a tal missão que você quer a ajuda do meu povo, não? - Falou Red indo de encontro a algum cantil de água, e se não houvesse nenhum ali, então iria até o acampamento buscar um. Também é possível que estivesse começando a voltar a ter fome, por isso se houvesse comida disponível por perto ele iria pegar uma pequena quantia apenas para encher novamente o estômago antes de sair para o combate.

Apesar do acordo ter sido feito entre os patrulheiros e os Vinterianos, o plano de Red não era seguir esse caminho de seus companheiros, seu objetivo era continuar descendo para o sul e sair em viagem pelo mundo para completar a missão que os deuses lhe deram. Ainda assim, quem sabe ajudar seu povo nessa batalha fosse o seu primeiro trabalho como herói, por isso, novamente Red estaria esperando as palavras de Jon para saber o que fazer em seguida.


Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: