One Piece RPG
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Jack Reed
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor BlackHole99 Hoje à(s) 0:07

» Rumo à Grand Line?
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:19

» Unidos por um propósito maior
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 22:57

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 22:52

» Navegando por uma nova história. A revolução começa!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Mazino Ontem à(s) 18:17

» Um Rugido Inicial
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Graeme Ontem à(s) 16:51

» [MINI-BlackHole] Um bom malandro
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Far Ontem à(s) 16:24

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 14:36

» Faíscas da Revolução
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor ArcenioStorm Ontem à(s) 8:22

» Phantom Blood
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Licia Ontem à(s) 5:22

» [MINI - Masques] A far off dream
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Masques Ontem à(s) 2:57

» [Ficha] Jin Ryuji
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Kallieel Ontem à(s) 2:03

» O Sapo Mágico
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 2:03

» A justiça não é cega!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 0:04

» Cap.2 - O caminho de sangue
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Sex 29 Maio 2020 - 18:25

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Kiomaro Roshiro Sex 29 Maio 2020 - 17:49

» Akira Suzuki
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Ceji Sex 29 Maio 2020 - 14:53

» II - Eternas Ondas
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Mephisto Sex 29 Maio 2020 - 11:21

» Jhonathan Wolf
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Gyatho Sex 29 Maio 2020 - 11:08

» Al mare!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Emptypor Fanalis B. Ria Sex 29 Maio 2020 - 7:21



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyQui 16 Jan 2020 - 18:01

Relembrando a primeira mensagem :

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Isaac Kalidou e Samael. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Kenshin Himura
Cabo
Cabo


Data de inscrição : 22/04/2012

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySeg 23 Mar 2020 - 2:13



Samael e Isaac

Enfim, a dupla de marinheiros tinha concluído sua missão, Tomori dispensava os dois para fazerem oque quiser, Samael já tinha algo em mente, tinha conseguido o escudo no armazém, agora bastava aprender a usá-lo, mas com quem? O mesmo chamava seu companheiro Issac para acompanhá-lo, mas o mesmo recusava dizia que iria para a biblioteca pois tinha coisas para serem lida, assim o jovem boxeador saia em direção da cozinha afim de tomar um bom copo de chá.

Já Samael conseguia encontrar um marinheiro para poder treinar a arte do escudo, ambos saiam em direção ao campo de treinamento, aonde ali ficaram noite a dentro treinando e treinando ate que o celestial focasse apto a usar o escudo em batalha em extrema habilidade. Enquanto Isaac encontrava a biblioteca do quartel, era um lugar bem simples com diversas estantes com os maios variados tipos de livro. E meio as várias prateleiras uma jovem marinheira com vestes totalmente diferentes das outras pessoas do lugar aparecia. - Bem-vindo a biblioteca, sou a bibliotecária Yuie, oque posso ajudar?

Isaac pedia par um livro de veterinária, a menina ia ate uma estante ao fim da biblioteca entregando o livro para marinheiro, na capa estava. “Guia pratico para tratar seu animal!” A menina sorria e falava . - Bom já esta tarde, estou saindo, pode ficar à vontade quando sair só fechar a porta! Assim a garota saia da biblioteca deixando Isaac sozinho para sua leitura.

Horas se passavam noite a dentro, Issac terminava sua leitura indo até aonde Samael estava treinando, o jovem via o celestial suado treinando técnicas de bloqueio com o outro marinheiro, assim sem atrapalhar o boxeador saia ate o dormitório que tinha sido designado para o mesmo.

Amanhecia, Samael finalmente tinha completado seu treinamento, mas não dava mais tempo para descansar, fadigado com o treino, o mesmo só tinha tempo de se lavar e encontrar com a sargento para sua nova missão, o contrário de Isaac que estava com suas energias recarregado para mais um dia.

Passava algumas horas da manha, para ambos ficarem prontos, quando era por volta das 7 horas da manha, encontrava com a sargento, a mesma sempre com aquele sorriso simpático em seu rosto. -bom dia garotos! Tenho uma nova missão para você! Ela falava cruzando os braços. - Parece que a fábrica Ithürzburger Stein foi assaltada. E fui convocada para investigar, a missão de vocês e me acompanhar e me auxiliar na minha investigação! Ela terminava de falar indo em direção ao balcão do salão do quartel. - Sairemos em quinze minutos, podem ir no armazem pegar um par de algemas cada, creio que iremos precisar! Assim a sargento liberava eles por esse pequeno breve momento.


Personalidades:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyTer 24 Mar 2020 - 18:40

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


Samael estava cansado, até demais, tinha passado a noite inteira treinando o manejo do escudo e por isso estava praticamente sucumbindo ao sono. Todavia o dever de um marinheiro não era apenas as glorias, mas todo o caminho para chegar ao posto que desejava. Sorria, depois de tanto tempo ao menos tinha confiança para utilizar do escudo em uma próxima batalha, embora ainda não tivesse de fato uma habilidade considerada como perfeita, não obstante iria trabalhar isso no futuro “Ainda um amador... faz sentido” Lembrava-se das palavras do homem que o treinava enquanto via o raiar do sol dizendo que era o fim da noite e era o começo de um novo dia que esperava cheio de emoção. - Não posso chegar assim... - Falava consigo cheirando suas axilas e sentindo o fedor azedo fazendo sua cabeça ser jogada para o lado contrario. Suspirava, com passos lentos ele caminhava em direção a um local onde pudesse tomar um banho ou melhor, se molhar um pouco, chegar apresentável mesmo com aquelas olheiras era melhor do que aparecer fedendo a um macaco. Antes que saísse do local de treino ele iria procurar uma torneira ou algo parecido, era o suficiente, passaria a água sobre a cabeça para tirar um pouco do sono e lavar um pouco o suor de sua face e em suas axilas retirando sua camisa antes do processo revelando suas longas asas. “Vai servir...” vestia novamente suas vestes da marinha e sem perder tempo iria em direção ao ponto de encontro. Sentia seu corpo refrescado depois daquilo, contudo nesse momento vinha outra preocupação “Faz tempo que não como alguma coisa... será que aquele polvo ainda está gostoso?” Ele retirava de seu bolso o espeto de polvo que tinha comprado no dia anterior, tinha comido um, mas ainda restava alguma coisa ali em seus bolsos ainda sem o famoso palito espetado, apenas o polvo. - Perfeito! -

Ele passava o polvo em suas calças tentando limpar possíveis sujeiras e colocava dentro de sua boca e guardava alguns para o futuro, era apenas para matar seu desejo momentâneo, quando tivesse mais tempo iria ter uma bela refeição de polvo com tudo que tinha direito, mas agora iria se manter focado em encontrar-se com sua superior e provavelmente com isaac, mesmo que tenha o visto durante seu treino, parecia ter a muito ido descansar. “Espero que ele já esteja acordado... não quero que as pessoas tenham má impressão.” Ele dava um pequeno sorriso enquanto adentraria nos corredores do quartel. Ele se perdia um pouco, porem logo pegava o jeito e percebia o caminho que deveria seguir, entretanto algo que ele não sabia, ou melhor, não conseguia fazer desaparecer era aquele cheiro de polvo que tinha em seu corpo, agora até mesmo suas roupas fediam a polvo, contudo ele mesmo não sentia aquilo, já estava tão acostumado que sua mente simplesmente apagava o cheiro de seu nariz, contudo as pessoas que estivessem por perto não teriam essa mesma sorte, sentindo aquela aura de polvo como se um verdadeiro tritão polvo estivesse andando naquelas instalações. - Bom dia! - Samael falava animado para com sua superior exalando aquele odor forte. - Fabrica... Entendo, se esse é o caso acho que não teremos problemas em investigar. - Com confiança atestava que não iria falhar naquela missão, ao contrário do passado onde tinha sido surpreendido por Metatron, esperava o encontrar dessa vez, desejava o encontrar, estava preparado e não seria mais uma vez enganado por sua velocidade, se ele ou aquele bando de marginais estivessem por trás do roubo da fábrica eles teriam que se virar com a fúria angelical. - Sem problemas, chegarei em dez! - Afirmava o espadachim correndo em direção ao armazém, depois de passar tempo andando sem rumo pela manhã ele agora parecia entender como funcionava a arquitetura e poderia sem problemas chegar ao armazém sem se perder no caminho – Um par de algemas por favor! - Chegava gritando para quem estivesse lá, ao contrário da sua espada e escudo onde teve um trabalho maior para decidir qual levar, algemas eram algemas, qualquer uma que estivesse funcionando estava bom o suficiente. - Obrigado! Farei questão de as trazer em perfeitas condições! - Falava com exatidão enquanto guardava as mesmas ainda abertas em seu bolso esquerdo, junto do restante de polvo fazendo que as próprias algemas agora estivessem com aquele mesmo fedor de polvo. Metia as chaves no bolso direito para não se confundir na hora de algemar qualquer maldito que estivesse para ser preso “Espero que seja Metatron, ele me paga.” Voltaria correndo tentando estabelecer e cumprir a meta de voltar nos dez minutos programados por ele mesmo. - Marinheiro Samael de volta! Quando estiver preparada podemos partir! - Anunciaria sua chegada com velocidade arrastando os pés para parar e não se chocar com quem estivesse lá o esperando. Agora era questão de esperar por seu parceiro de equipe e todos partirem em direção a fábrica que tinha sido assaltada, era uma nova missão e uma incrível aventura que o estava aguardando mais uma vez.


Citação :
Nome: Samael
Posts: 14
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyQui 26 Mar 2020 - 17:06

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

O descansar de Isaac era revigorante e as luzes do amanhecer incidam em seu rosto e assim o artista abriu os olhos e se dirigiu até o banheiro para tomar um banho, se higienizar e despertar completamente. Em seguida foi até o refeitório tomar seu café da manhã. - Bom dia, pessoas. A fala era para todos que estavam no local no momento em que Isaac entrasse no local. - Bom dia seus merdas. A ave do moreno dizia de uma forma provocativa, Isaac não se importava com as ações da sua ave, se manteve focado em comer seu café da manhã e ou se servir de acordo com o café da manhã dos outros soldados.

Em seguida seu foco seria se movimentar em direção a sargento Pollyana que dava bom dia ao 2 novos marinheiros e sem perder muito tempo explicava a nova missão. - Sim senhora e bom dia senhora. Após a explicação da missão Isaac fazia uma continência e de forma respeitosa desejava bom dia para a sargento. Seguidamente iria até o armazém para se equipar com um par de algemas que nem foi sugerido pela sargento. - Gostaria de um par de algemas, por favor. Isaac fazia o pedido para o marinheiro que cuida do armazém e sem perder tempo iria até a entrada do Q.G. para aguardar a sargento e caso a mesma já estivesse preparada e a espera do marinheiro. - Aqui estou minha senhora. O artista então diria já se prontificando para começar a missão.    






Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 9
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySex 27 Mar 2020 - 21:00



Samael e Isaac

A dupla de marinheiros tinham uma nova missão, ajudar a sargento a investigar uma cena de crime em uma das fábricas mais importantes da ilha, foram designados a buscarem ao menos algemas para que caso encontrarem o suposto criminoso possa imobilizá-lo sem correr o risco do mesmo se soltar. Cada um buscava um par de algemas cada, o marinheiro que cuidava do armazém sorria para os jovens marinheiros e desejava sorte em sua nova missão.

Ao retornarem ao salão do quartel já viam a sargento pronta para sair, em sua cintura estava sua espada, e aquele sorriso confiante em seu rosto. - A tarefe é simples, chegaremos lá encontraremos com o gerente da fábrica, enquanto eu estiver o interrogando, vocês ficaram de buscar informações com outros funcionários! Assim o grupo saia em direção as montanhas aonde se encontrava a fábrica de vinhos.

O trio saia tranquilamente rumo as partes mais geladas da ilha, conforme adentravam no campo rural, o clima ia se diminuindo, a sargento parecia estar preparada colocava um par de luvas para que assim não sentisse frio nas mãos. Após mais ou menos uma hora de caminhada chegavam na fazenda Ithürzburger Stein, o local estava cheio de trabalhadores que carregavam barris e mais barris, tanto do produto finalizado quanto da matéria prima adentrando na fábrica. Mais a direita da grande fabrica conseguiam ver o casarão, aonde vivia o dono do vinhedo, a sargento se aproximava da entrada aonde estava um jovem de cabelos encaracolados. - Que bom que puderam vir, estou abismado com a grande falta do nosso estoque! O garoto falava para a sargento que rapidamente perguntava seu nome. - Sou Harry Smiles! O gerente desse vinhedo! Ele terminava de falar dando um belo sorriso.

- Certo garotos, investiguem por ai, os funcionários e o estoque da fabrica, enquanto converso com o senhor Smiles! Assim as tarefas foram dadas.


Personalidades:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySab 28 Mar 2020 - 16:42

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


O angelical começava a acompanhar o bonde da marinha que ia em direção ao que parecia ser a zona montanhosa da ilha. Por algum tempo caminhavam enquanto viam o clima mudar drasticamente enquanto movimentavam-se e por isso achava que estava indo mais longe do que esperava, ou melhor, mais alto. Suspirava, alturas não eram um problema para o angelical, afinal, nada era mais alto do que o lugar de onde ele mesmo tinha se originado, apesar de ele não ter qualquer lembrança sobre esse passado. Depois de algum tempo andando finalmente chegavam a zona rural onde uma fazenda, seu destino, se fazia presente à sua frente. Observava ele o grande número de funcionários que se faziam presentes mesmo após toda essa história de roubo, provavelmente era algum tipo de fábrica que nutria de grandes recursos “São abastados... faz sentido.” Ele pensava já analisando a primeira coisa que vinha a sua mente. Quanto mais andava ele analisaria o local, procurando noções estratégicas por onde poderia tal grupo, caso fossem realmente um grupo, invadido e roubado o que quer que tivessem roubado. “São realmente abastados...” Pensava consigo ao ver o casarão que os esperava logo quando sua tenente caminhava chegando ao destino desejado. - Entendido! - Falava firmemente ouvindo as ordens de sua superiora, mas a verdade é que nunca foi alguem muito ligado em investigações e por isso talvez ate achasse um pouco complicado participar daquilo, porem, se seu trabalho envolvesse falar com as pessoas, talvez tivesse um pouco de espaço para trabalhar, as pessoas diziam que ele falava como um anjo com a lingua de um demonio.  

- Com licença, Soldado Samael, Marinha, posso tomar seu tempo por um segundo? - Falaria ele calmamente para a primeira pessoa que ele encontrasse que estivesse carregando aqueles barris de um lado para o outro. Caso o entrevistado simplesmente parasse o que estava fazendo e desse ouvidos para o marinheiro que ao seu lado fazia as perguntas ele abriria um sorriso para melhorar a imagem de si e conseguir ganhar ao menos um pouco de confiança para com o funcionário. Porém, caso estivessem em um rush e não tivessem nem mesmo tempo para parar e ouvir suas palavras o marinheiro determinado o seguiria enquanto continuaria a fazer sua entrevista andando junto com o empregado. - Certo, obrigado pela compreensão, poderia me informar o que foi roubado de fato? Não precisa ser uma quantidade exata, apenas informações dos itens gerais e uma noção da quantidade será suficiente. - Ele escolhia deixar aquele pseudo interrogatório mais simples para o funcionário e além do que, procurar e localizar esses itens seria outra coisa, caso ele conseguisse identificar o que foi roubado poderia traçar um perfil de quem ao menos poderia ter cometido o delito, afinal, caso fosse algo que apenas um homem faria seria algo mais simples e de pequena quantidade, porém, se o objeto roubado foi “Todo o estoque?” Lembrava-se das palavras do homem logo quando chegava, então imaginava consigo se tinha sido realmente o estoque daqueles barris o que era um trabalho para muito mais do que um pequeno grupo.  

O marinheiro continuaria a pressionar quem estivesse conversando por informações - Até que horas essa fábrica fica aberta?  Eles arrombaram ou quebraram algo para entrar? - Tentava se lembrar de qualquer tipo de portão de entrada ou algo parecido que tivesse passado em sua subida até aquela fazenda. - Alguma noção de que horário o crime foi cometido? Ou melhor, existem concorrentes que gostariam que isso acontecesse? - Pensava ele que geralmente algo assim era feito por empresas rivais que buscam por meio da vida do crime prejudicar a concorrência para ter uma vantagem, se fosse o caso seria mais fácil ainda traçar um perfil, quem estivesse no mesmo ramo de negócios era um possível suspeito.  


Citação :
Nome: Samael
Posts: 15
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyTer 31 Mar 2020 - 17:30

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

A missão foi passada para os meros soldados que se encaminharam para o local indicado pela sargento. O caminho era sossegado e o clima foi esfriando causando desconforto na ave. - Frio da desgraça. Isaac estava calmo e mesmo sentido frio e suportava a sua burrice de não ser se preparado. -Ta vendo não trouxe o casaco. O moreno esboçava um sorriso debochado e provocava a cacatua de forma leviana, a ave ficava com uma expressão séria e não dava muita bola para a provocação e assim o trio continuou com a sua trajetória até o local do roubo, ao chegar no vinhedo poderá ver muitos funcionários trabalhando e o casarão onde se encontrava o dono do vinhedo. ’Por que esse cara tá sorrindo tanto?’ Isaac estranhava a felicidade incompreendida e aparente que demonstrava o dono mesmo após ser roubado, sendo que seguia as ordens da sargento e foi até o local que ocorreu o delito.

Isaac somente observou o local com atenção enquanto Samael buscou informações sobre o funcionamento da fábrica com os trabalhadores da mesma. ’Que tipo de danos a fábrica sofreu.’ Calmo e analista o moreno se focava na quantidade de dano que a fábrica e que o vinhedo havia sofrido buscando analisar somente o que havia sido roubado e quanto iria custar o reparo.






Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 9
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyQui 2 Abr 2020 - 8:17



Samael e Isaac

A investigação na fábrica se dava início pelo trio de marinheiros, a sargento ficava conversando com o gerente da fábrica, enquanto a dupla ia atrás de informação. O céu estava limpo e o sol aparecendo, mas pelo clima do lugar que a fábrica se encontrava estava bastante frio, Isaac observava os trabalhadores, talvez em busca de comportamentos estranhos perante os trabalhadores, todos eles trabalhavam incansavelmente, carregando barris e mais barris, seja colocando em carruagens para serem enviadas ao porto, ou levando matéria prima para a fábrica, ainda nada suspeito.

Já Samael seguia para o interior da fábrica, ele via diversos maquinários de destilação, máquinas para amassar as uvas e etc. O jovem celestial parava um dos funcionários da fábrica, o mesmo parecia um tanto nervoso, e logo respondia as perguntas do marinheiro. - O barril do nosso vinho mais velho e subsequente mais caro, fora roubado ontem a noite! Ele falava olhando para os lados. - Não confie em ninguém senhor! Assim saia em direção oposta de Samael.

Enquanto isso do lado de fora da fábrica, Isaac continuava a caminhar pelas propriedades quando avistava um trabalhador um tanto rechonchudo o encarando, quando o mesmo percebeu que o marinheiro havia o notado saia a passos largos para os fundos da propriedade, um movimento suspeito diria, custava o marinheiro investigar e fazer seu pequeno interrogatório.

Enquanto isso na parte de dentro da fábrica, Samael continuava andando pela mesma, até chegar ao principal depósito, uma placa escrita “apenas pessoal autorizado” estava estampada na porta, ao abri-la via um gigantesco estoque com diversas prateleiras com garrafas e barris. O lugar era imenso, com uma mercadoria que valeria milhões, chegando ao fim da galeria ele via o lugar aonde deveria se encontrar o tal barril com a bebida mais cara do vinhedo.

O lugar estava vazio ninguém entrava ali, a não ser pelo jovem marinheiro, talvez pela politica de isolamento da cena do crime, andando pela galeria, Samael encontrava uma das grandes janelas completamente destruída. Mas oque impressionava não era a janela, e sim que não havia uma sujeira sequer no lugar, nem caco de vidro nem madeira muito menos pedra, apenas uma pena, negra como a noite, talvez de algum corvo? Samael não sabia, mas era a única pista que havia naquele lugar.


Personalidades:
 

Histórico:
 
[/quote]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySex 3 Abr 2020 - 0:50

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


O maquinário de destilação demonstrava que era obviamente uma bebida, se ele fosse apostar provavelmente seria vinho. A ilha era conhecida por ter um vinho delicioso e apesar de gostar de polvo e as pessoas falarem que polvo era um ótimo aperitivo para se comer tomando vinho ele não gostava. Não era algo tampouco relacionado ao próprio vinho, mas bebidas alcoólicas em geral, o cheiro de álcool o fazia lembrar de Hastur, quando ainda jovem, apanhava do mesmo enquanto sentia o odor forte de bebida que ele exalava e só de relembrar esses momentos negros de sua história, sentia-se um pouco nauseado. - Vinho mais velho? E um barril inteiro? - Então realmente não poderia ter sido um trabalho feito por qualquer pessoa entusiasta, a realidade é que provavelmente tinha sido um grupo visto que entrar, levar um barril e sair por aí carregando isso não seria fácil. “Não confiar em ninguém...” as palavras do funcionário deixavam certas duvidas na cabeça do angelical, ele tinha suspeitas perante a obviamente alguém de dentro estar envolvido no crime, o histórico de crimes onde envolve ao menos um funcionário era maior do que as pessoas esperariam. Quando estava nas ruas ele costumava ouvir diversas conversas suspeitas “Tem um amigo meu lá dentro, ele consegue fazer a gente entrar...” lembrava-se claramente dessas palavras que não foram ditas apenas uma vez. - Certo, irei prestar atenção. - Falava calmamente para o homem nervoso. O espadachim questionava-se por algum tempo se poderia até mesmo duvidar da índole desse mesmo homem, porem achava pouco provável, geralmente esse tipo de ladrão tinha confiança demais e não estaria tão nervoso assim.

Samael continuava a entrar na fábrica em diversos ambientes que não tinha passado ainda, tinha que ver a fundo de onde diabos tinham tirado o barril e como o tinham feito. - Com licença... - Com uma cara seria ele entrava no local anunciando sua chegada. “Somente pessoas autorizadas? Bem... não mais.” com a ponta dos dedos da mão direita empurrava vagarosamente a porta para a frente logo após verificar-se de que tinha aberto o trinco. - Isso é certamente um bom estoque... - via o montante de garrafas e imaginava-se o quanto de dinheiro tinha ali, porem mantinha-se no foco de que o ladrão sabia exatamente onde encontrar, o horário certo para realizar o crime e acima de tudo “Sério? Você só pode estar brincando...” com passos lentos ele caminhava em direção a uma janela quebrada vendo uma maldita pena de coloração negra. “Com certeza um corvo perdido se chocou com força contra essa janel...” ele interrompia seus próprios pensamentos. - A quem estou querendo enganar? Foi você não foi maldito? Metatron! - Estava furioso. Não só tinha cometido um assassinado a sangue frio no bar e agora estava roubando vinho, um verdadeiro criminoso, da pior espécie. - A próxima vez que eu te pegar... - novamente era interrompido por si mesmo ao perceber algo estranho, não existia qualquer tipo de estilhaço de vidro no chão e ao dar mais destaque para todo o ambiente era óbvio ao perceber que estava tudo muito arrumado, tudo muito perfeito.

O angelical iria sair extremamente irritado, não só aquele local tinha sido invadido por Metatron, como os malditos donos daquele local infernal tinham simplesmente limpado a cena do crime. “O que eles pensam que estão fazendo?!” furioso ele iria procurar um dos funcionários que estivesse mais próximo. - Quem foi o maldito que limpou a cena do crime? - perguntaria utilizando de toda sua habilidade de intimidação que aprendera nas ruas. Deixava suas sobrancelhas arqueadas e utilizava um tom de voz diferente do habitual. Tirando a possível ideia de que as pessoas apenas eram burras demais para limpar a cena do crime, ainda existia a possibilidade de que o crime tenha sido cometido por alguém que supostamente trabalharia ali. O fato é que não existia arma do crime, nem mesmo uma pedra que fosse jogada para quebrar o vidro, tampouco pegadas ou algo do tipo. Ele se sentia como um verdadeiro idiota, ou melhor, sentia que as pessoas daquela loja achassem que ele era um completo idiota. Em ambos os casos ele estava furioso por isso estar acontecendo. Conseguindo ou não a resposta que desejava iria sair de dentro da fábrica, no final de tudo tinha que esfriar um pouco a cabeça ou iria simplesmente sacar sua espada e começar uma guerra ali mesmo. “Calma... Calma...” Inspirava e respirava tentando manter as aparências. Comia o ultimo restante de espeto de polvo que restava em seus bolsos, fazendo com que o fedor de polvo que rodeava seu corpo ficasse ainda mais forte, precisava se acalmar um pouco. - Metatron, esse nome lhe é familiar? - Iria perguntar para o funcionário que passasse ao menos perto do mesmo, iria procurar por qualquer nervosismo, gaguejo ou olhar preocupado que indicasse que ele sabia do que o marinheiro estava procurando – Se sabe é melhor dizer logo... - Ele em uma tentativa de ao mesmo tempo intimidar ou simplesmente blefar iria colocar a mão sobre o cabo de sua katana. Ele repetiria o processo até achar alguém que soubesse de algo ou que alguma coisa a mais chamasse sua atenção.  


Citação :
Nome: Samael
Posts: 16
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas: • 15.000 Berries
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySex 3 Abr 2020 - 19:50

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

A investigação dava um elemento suspeito, ao avistar o marinheiro um funcionário se afastou em passos largos em direção ao fundo da fábrica. Isaac se prontificou em acompanhar e segui-lo visando se aproximar do homem. - Senhor, posso lhe fazer umas perguntas? A primeira instância de aproximação o artista faria um pedido em tom firme e não usando nenhum tipo de agressão, caso o homem parar e atender ao pedido de perguntas do marinheiro então prosseguia. - Existe algum tipo de ameaça contra o dono ou falência do vinhedo? Isaac suspeitava de uma possível fraude naquele roubo e fazia uma pergunta bem sugestiva para o homem. Caso não houvesse uma para Isaac iria fazer uma disparada em direção do funcionário e visaria imobilizá-lo. - Por que está correndo? Caso conseguir imobilizar, seguidamente já iria perguntar com um tom intimidador.






Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 9
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptySeg 6 Abr 2020 - 7:12



Samael e Isaac

Samael encontrava a única pista que poderia ser vista naquele lugar, definitivamente parecia ser algo cirúrgico, a não ser pela janela quebrada parecia que ninguém tinha realmente invadido o lugar, e um nome vinha a mente do jovem marinheiro. “Metatron” será que mais uma vez o celestial de asas negras havia interferido nos negócios do jovem marinheiro?

Ao pegar a pena no chão. Samael a levava para fora do depósito, indo em direção ao primeiro trabalhador que aparecia a sua frente, um jovem garoto que não deveria ter mais do que dezenove anos, o marinheiro ia em sua direção rapidamente agarrando o jovem pelos ombros e perguntando o nome de seu algoz, o jovem trabalhado estava assustado, era nitido em seu olhar que não fazia ideia de quem o marinheiro estava se referindo. -Me..metatron!? Nunca ouvi falar senhor, sou apenas um trabalhador raso aqui! Samael soltava o jovem empregado e seguia para fora da fábrica.

Do lado de fora Isaac encontrava um homem suspeito, que se afastava ao perceber o marinheiro, Isaac e sua ave corriam em direção do mesmo, seguindo para o lado de trás da mansão, Isaac conseguia encurralar o trabalhador na parte de traz da casa, o homem que deveria ter uma idade por volta dos quarenta e poucos anos, estava assustado. Isaac perguntava porque o mesmo tinha corrido, o homem se mantinha calado perante o oficial da lei.

- Ele está calado porque provavelmente e um dos culpados, ou no mínimo cúmplice! Dizia a sargento se aproximando por trás de Isaac. - Segundo os relatórios da gerência, ele era um dos poucos funcionários no turno da noite! A mesma indagava se aproximando do homem. - Certamente ele sabe quem esta por trás disso tudo, algeme ele, vamos levá-lo para o QG para uma conversa! A garota terminava de falar olhando para o jovem marinheiro. - Bom trabalho, encontre Samael, veja se ele encontrou mais alguma pista espero vocês na frente da casa.

A sargento saia com o homem algemado em direção a frente da propriedade deixando Isaac sozinho, o garoto poderia continuar a investigar o local, ou somente seguir as ordens e encontrar seu companheiro.


Personalidades:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 EmptyQua 8 Abr 2020 - 15:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


O celestial sentia que as palavras do sujeito parecia ser verdadeiras, porem não colocaria a mão no fogo pelo mesmo – É tudo que tem para falar? Então está certo... – Terminava falando com um tom de suspeita. Ao sair da residência conseguia avistar uma certa aglomeração de pessoas, pelo jeito a sargento tinha prendido o dito cujo suspeito de invadir, ou melhor, ajudar na invasão daquela fabrica. – Parece que ela foi mais rápido... mas... – Ele ainda estava encucado com a possibilidade de Metatron estar envolvido naquilo, afinal, aquela pena de coloração negra não era algo que pudesse encontrar em qualquer lugar, naquelas mesmas condições de ambiente e situação. “Ele tem que estar envolvido nisso, eu sei que ele está.” Suspirava, deixaria um pouco sua birra de lado com tal pessoa e se concentraria em seu principal objetivo, acompanhar sua superior assim como o prisioneiro, provavelmente encontraria respostas que desejava com ele. Ele se aproximaria de ambos, tentaria manter contato visual com seu alvo ignorando tentativas do mesmo em virar seu rosto, continuaria com seu rosto imóvel – Metatron. Você conhece esse nome? – Samael seria direto, não tinha tempo a perder e o que quer que aquele homem soubesse ele iria descobrir, ali e agora. – Tenho fortes evidencias que ligam esse crime ao dito cujo. – Ele puxaria a pena negra de suas coisas e entregaria com sua mão direita para sua superior. – Acho que deve se recordar do nome, lhe falei ontem, o maldito de asas negras que assassinou alguns homens no bar. – Ele continuava a encarar o suspeito enquanto falava com a sargento – O local estava limpo demais, janelas quebradas mas nenhum vestígio do vidro ou algo parecido lá dentro, apenas essa maldita pena negra. O que me leva a questionar se ele não esteve por aqui.

O celestial puxaria sua espada do local onde estava acoplada e colocaria a ponta da mesma, ainda com sua proteção, não literalmente com a lamina, sobre o peito do suspeito para tentar intimidar e conseguir as respostas que desejava – Metatron, não irei perguntar uma outra vez, conhece esse nome? Se ele esta envolvido nisso e não ouse mentir para mim, é melhor que comece a cantar como um galo ou terei que retirar alguns ovos e te transformar em uma galinha. – Talvez tivesse passado um pouco do tom em suas ameaçadas, mas ele estava completamente irritado com a possibilidade do asas negras estar envolvido naquele caso, por mais que gostasse de se controlar nesse tipo de situação, as vezes se deixava levar pela fúria e isso não era lá seu lado mais bonito de se ver. Caso causasse qualquer tipo de impressão ruim para com sua superior ele teria tempo de sobra no futuro para se desculpar e explicar o porque de estar reagindo assim ao caso, mas naquele momento ele só tinha um alvo, o suspeito que estaria algemado logo a sua frente.

Conseguindo ou não as respostas desejadas ele seguiria com seu comboio em direção a provavelmente o quartel general, afinal, tinham um prisioneiro em suas mãos e não poderia sair com ele por ai como se não fosse nada. Provavelmente fariam um interrogatório mais eficiente assim que estivesse em posse de marinheiros mais experientes, nada tão informal como o que o próprio novato tinha feito a poucos instantes. – Estou cansado disso... – Cansado de todo aquele trabalho mental ele resolvia que talvez fosse melhor relaxar um pouco, lembrava-se agora que tinha passado a noite acordado treinando com aquele escudo de madeira que não tinha sido útil ate o momento, mas esperava que no futuro fosse ser. – Precisam de mais alguma coisa? Sinto que todo aquele momento de fúria foi devido a cansaço acumulado, peço perdão pelo ocorrido. – Ele tentava se desculpar enquanto baixava sua cabeça em reverencia a sua líder. – Se não tiver mais nada que precisasse de minha atenção gostaria de ir a biblioteca, preciso pesquisar sobre alguns assuntos antes, isso me ajuda a relaxar... quem sabe um pouco de polvo. – Ele falava tentando conseguir um pouco de descanso depois daquela possível missão ter sido um sucesso, ao menos tinham encontrado um suspeito. Conseguindo a folga que desejava ele iria andar vagarosamente pelos corredores do quartel general, seu rosto era de alguém que não dormia fazia algum tempo e precisava de um pouco de descanso “Mas antes...” ele iria procurar pela cantina do local, sabia pelo que tinha ouvido que o ambiente tinha ótimos cozinheiros e se tivesse a oportunidade conseguiria um pouco de polvo para comer naquela noite – Posso conseguir uma porção de polvo? Cru mesmo já serve. – Ele falaria para qualquer pessoa que estivesse atendendo. Com o restante do dinheiro que estivesse em seus bolsos ele procuraria pagar pela alimentação e se dirigiria em direção a biblioteca, ele iria procurar por livros interessantes que o pudessem ter uma boa noite de sono.



Citação :
Nome: Samael
Posts: 17
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas: • 15.000 Berries
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Voltar ao Topo 
Página 5 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: