One Piece RPG
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI- Rmz'] Renegado
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Rmz' Hoje à(s) 21:53

» Timbre Mudo
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Wesker Hoje à(s) 21:29

» [MINI- Kiryu] Cumprindo uma promessa.
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Kiryu Hoje à(s) 21:17

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Ripper Hoje à(s) 20:37

» ~ Mudanças Importantes ~
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor DEV.Ryan Hoje à(s) 18:28

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 17:48

» Phantom Blood
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 12:12

» [Kit - MINK (Dramatical Murders)]
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Blum Hoje à(s) 11:58

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 04:42

» Apresentação - 2: Falência ambígua
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor love.licia Hoje à(s) 02:21

» Fogo e Sangue
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Shroud Ontem à(s) 23:52

» [M.E.P] Rmz'
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Kylo Ontem à(s) 23:49

» Sem rumo definido
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 23:13

» Deus não me ama
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 20:46

» A justiça não é cega!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 20:00

» Stage 1 - Uma nova vida
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 17:25

» ☆☆I'm a motherf#$%in' starboy!☆☆
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 15:31

» Cap. 1 - Abrindo caminho
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 14:34

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor Hooligan Ontem à(s) 14:04

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 07:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyQui 16 Jan 2020, 18:01

Relembrando a primeira mensagem :

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Isaac Kalidou e Samael. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário


Data de inscrição : 16/12/2010

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptySex 31 Jan 2020, 13:54

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

Os jovens marinheiros se equiparam e se organizaram devidamente até chegarem a recepção, Tomori fazia um singelo elogio ao ver ambos uniformizados. - Bonitas são vocês, esses dois aqui parecem que foram atropelados por um caminhão de tão feio. Hector zombava de Isaac e Samael enquanto elogiava a beleza das marinheiras, a tenente fazia uma breve saudação pela ingressão a marinha e depois pressionou a escolha da Tomori pelas escolhas dos dois estarem ingressando na marinha. ’No último teste não fez nada... Deve ser o ponto fraco dele, nada que um bom treinamento não melhore.’ Pensava Isaac relembrando sobre os testes de alistamento, ouvindo atentamente sobre a missão no qual havia sido designado por Pollyana. ’Evitar confusões em um bar deve ser relativamente tranquilo.’ Isaac expressava uma postura confiante. - Sim senhora! Em um tom calmo e enérgico o homem batia uma continuação no momento que ouvia que estavam dispensados.

Isaac seguiria em direção ao Reds Pub com um caminhar vigoroso mantendo sua postura. - Vamos ficar cada um em uma extremidade do bar, qualquer princípio de confusão nós agimos para tentar apartar. Isaac direcionava a sua voz para Samael e fazia a sugestão para ter um campo de visão maior e mais completo possível do bar, chegando no local devido Isaac buscaria o melhor ponto da extremidade direita que possa manter o maior campo de visão do bar possível. - Ficarei daquele lado. Apontava para o lado direito e dizia em um tom singelo com a intenção de avisar ao espadachim, no momento em que estiver posicionado no local escolhido iria ficar atento a qualquer princípio de tumulto e caso notar que esteja ocorrendo algum começo de confusão iria intervir a primeiro momento de forma pacífica porém firme. - O que está acontecendo aqui senhores? Vamos resolver isso de forma pacífica. Naquele ponto estaria escutando atentamente o princípio de discussão buscando resolver de uma forma pacífica, apenas em último caso se não houver nenhuma maneira possível no qual o tumulto já venha ter ganho alguma proporção de violência Isaac então iria a luta para que não tornasse a confusão generalizada e iria focar em aplicar soco sempre visando atingir o queixo do adversário pois sabia que era um ponto de possível desmaio do adversário por um período de tempo médio e sua defesa seria sempre visando esquivar de qualquer golpe ou objeto que possa vir em sua direção.










Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : 2
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptySex 31 Jan 2020, 15:27

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


Conseguia o que desejava e estava feliz por isso. Pegava sua espada em conjunto com sua bainha e colocava ao lado direito de seu corpo, mais próximo de sua cintura. No escudo de madeira procurava qualquer tipo de corda, tecido ou couro que pudesse acoplar o mesmo em seu braço esquerdo para que não tivesse que sair o carregado por ai segurando em suas extremidades, esperava que tivesse esse tipo de aparato, se não tivesse teria que improvisar alguma coisa as pressas. Vagarosamente saía do local onde estava junto de seu parceiro e resolvia ignorar completamente o que o papagaio estava falando, palavras vindas de um animal eram algo que o mesmo não poderia simplesmente compreender como algo são. - Obrigado, fico feliz com isso. - Tinha encontrado alguém que poderia contar por algum tempo, certamente seria útil ter ele, Isaac, por perto, ao menos enquanto ainda estavam naquele estagio de simples novatos na marinha. Porém, se ambos continuassem a evoluir não seria de todo mal afinal, Wild tinha uma grande tripulação cheia de pessoas divertidas, quem sabe o próprio angelical não poderia ter o mesmo? Deixava isso para o futuro decidir quando encontrava a responsável pelas missões “Outra mulher, todas as pessoas que trabalham aqui são mulheres? Por acaso entramos em um quartel exclusivo para mulheres?” Perguntava-se sem desferir qualquer palavra, ele ainda não tinha jeito para com elas, seu passado rodeado de homens o tinha deixado assim. - Obrigado pelo elogio. - Ajeitava o boné em sua cabeça ao ouvir as palavras da sargento, não gostava de ter aquilo em sua cabeça, porém não estava em posição de reclamar no momento, quem sabe quando tivesse alguma influência poderia negociar aquela regra sobre uniforme completo. - Red Pub... acho que já vi o local. - Falava ao ouvir o nome mencionado.

Por anos viveu naquela ilha então o nome não lhe era estranho, porem nunca teve a oportunidade de frequentar os mesmos, estava ocupado demais tentando sobreviver sozinho. “Trabalho de assegurar a segurança do local, deve ser fácil lidar com alguns bêbados.” Matutava sozinho enquanto com a mão direita coçava sua bochecha esquerda. Esperava ele grandes aventuras, grandes batalhas, desafios que pudessem o levar a evolução não apenas como marinheiro mas como individuo, estava naquele caminho para conseguir atingir seu objetivo, chegar a Wild na Grand Line, seu salvador e mentor, mas pelo jeito tinha que começar de baixo, baixo o suficiente para sentir o fedor de mijo e as risadas embriagadas de baderneiros naquela ilha do North Blue. - Parece um bom plano. - Respondia a sugestão do boxeador enquanto se mantinha a caminhar em direção ao bar. Estar fora do Quartel General era certamente uma sensação totalmente diferente da quando tinha entrado e não fazia muito tempo desde que isso tinha ocorrido “Será que é essa roupa?” Questionava-se a razão, mas não chegava a uma conclusão que pudesse agradar a ele mesmo, por isso apenas deixava ser como estava, ou melhor, não ligaria para isso. Chegando nas proximidades do bar fintaria a entrada do estabelecimento procurando qualquer indicio de briga que pudesse estar acontecendo. Seus ouvidos atentos também buscavam gritos ou palavras de baixo calão, esse era o clichê que geralmente acontecia nesse tipo de local, escutava de Wild histórias sobre isso o tempo todo, apesar de ser da marinha ele certamente gostava de beber e se meter em brigas de bar. “Isso é nostálgico.” com um sorriso no rosto lembrava-se do passado enquanto ainda era um jovem sonhador em busca de um proposito na vida, mas também o lembrava da época em que ainda era uma criança que vivia na noite roubando dos outros, uma mistura de emoções que se desfaziam pouco a pouco quando chegavam a seu destino. Segundo as palavras de pollyana uma confusão já deveria estar ocorrendo no ambiente, por isso iria se preocupar em apenas entender ambos os lados e procurar uma solução para que o conflito tivesse um fim, a resolução da peleja.

Se tivesse uma notável briga onde uma parte ou ambas estivessem recorrendo a agressão física aproximar-se-ia vagarosamente de quem estivesse mais próximo de seu ponto inicial – Pois bem... - Com seu pé direito mais à frente de seu corpo jogar-se-ia para frente em sua máxima velocidade para ficar bem no centro do conflito. Ficaria exatamente no meio entre ambos combatentes tentando amparar ambos golpes que estivessem sendo desferidos, com seu braço esquerdo utilizaria do escudo para bloquear qualquer soco ou até mesmo armas reais, ou pior, armas improvisadas como cacos de garrafas de vidro quebradas. Com o braço direito utilizaria de sua espada em um saque rápido onde iria defender o golpe utilizando da parte cega de sua lâmina impedindo assim a concretização do golpe e não ferindo quem quer que fosse. - Quem foi que deu o primeiro soco? - Falava de forma calma, porem de uma forma intimidadora onde a calmaria de sua voz era o que mais assustaria aqueles que estivessem envolvidos na disputa. Com a resposta ou não de sua pergunta jogaria quem estivesse brigando para trás para tentar fazer uma separação daquilo e para mostrar que a marinha tinha chegado para resolver aquele conflito. - O que falarem a partir de agora poderá e será usado contra você, espero que saibam o que isso significa. - Encarava todos que estivessem ali com uma ferocidade horrenda em seus olhos.


Citação :
Nome: Samael
Posts: 07
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 7
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptySab 01 Fev 2020, 15:21



Samael e Isaac



Enfim missão passada para a dupla de novatos, as suas superiores saiam da recepção deixando os mesmos livres para seguirem para a primeira tarefa. Saindo do QG eles viam que já era fim da tarde, todo aquele teste para entrar na marinha tinha tomado quase o dia inteiro para eles, mas fora recompensador pois Samael tinha conseguido de fato entrar na marinha como seu salvador, quanto para Isaac que enfim tinha conseguido um emprego digno que pudesse vir a dar orgulho a seus familiares.

Andando pelas ruas da cidade, ambos os marinheiros viam diversas pessoas bastante arrumadas, indo tanto na direção do QG, quanto para diversos outros restaurantes da ilha, basicamente era a quase a hora da janta, então os habitantes gostavam de degustar uma boa comida e uma boa bebida. Logo os jovens chegavam no estabelecimento no qual deveriam ser seguranças, ao adentrar via que o lugar estava bastante cheio com garçonetes por todos os cantos do bar, quase todas as mesas ocupadas, mais ao canto um grande balcão vermelho, logo atrás um homem de meia idade, que parecia ser o dono do lugar.

Assim que o homem via os dois marinheiros entrando no lugar ele suspirava de alívio, fazendo sinal para que ambos se aproximassem. Assim que encostaram no balcão o homem começava a falar. - Que bom que chegaram, achei que esse lugar ia pelos ares! Ele dava uma pequena pausa olhando para o salão. - Até agora pouco estava tendo um bate boca acalorado entre os sujeitos no fundo do bar, e uns homens que estavam qui ate agora a pouco. O homem falava apontando a direção com a cabeça para não chamar tanta atenção, ao olharem para o fundo, Samael e Isaac viam um grupo de baderneiros mais ou menos quatro pessoas, o mais chamativo era o que tinha a risada alta, um homem corpulento de cabelos vermelhos.

- Temo que aqueles outros possam voltar e acabar com meu estabelecimento! O homem falava suspirando, mas assim ambos os marinheiros tomavam as posições para poder ter uma cobertura maior do bar, Samael mais perto do balcão e Isaac no lado oposto do bar. Os garotos percebiam que o grupo que tinha causado problemas estava direto olhando para os marinheiros, zombando e rindo deles, agora a decisão era dos soldados se levariam o grupo preso ou esperariam que o outro grupo retornasse ao local.
Personalidades:
 

Histórico:
 
[/quote]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : 2
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptySab 01 Fev 2020, 19:34

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


Samael aproximava-se do estabelecimento e logo percebia que as coisas estavam mais calmas do que ele imaginava, não sabia se isso era bom ou ruim, poderia ter chegado atrasado e a desgraça já ter acontecido, se culparia por andar tão devagar e despretensiosamente. Suspirava, conversando com o dono do bar notava que um dos baderneiros, ou melhor, um dos grupos de baderneiros ainda estava no bar “Muita audácia...” Pensava enquanto fintava ele com seus olhos frios no canto mais distante do bar. - Qual foi a razão dessa baderna? Briga de bar? Ou teve algo mais? - Gostaria ele de entender a situação mais a fundo antes de simplesmente chegar dando porrada e algemando tais pessoas “Bem... se precisar algemar vai ser complicado, não tenho nenhuma comigo.” - Tsc - Coçava sua cabeça com a mão esquerda enquanto pensava em sua situação, em sua primeira missão e já tinha esquecido de levar consigo as algemas para prender qualquer tipo de baderneiro que estivesse fazendo confusão, o jeito, caso fosse necessário, seria improvisar com alguma corda ou algo do tipo. - Certo, não precisa temer, pode deixar com a marinha a partir de agora. - Ajeitava o boné em sua cabeça o deixando mais firme enquanto caminhava em direção ao grupo que estava reunido e que parecia ter algum tipo de piada acontecendo, pois estavam sorrindo e Samael com certeza não era nenhum palhaço. “São eles.” Pensava enquanto virava os olhos para Isaac e os voltava em direção aos baderneiros, esperava que seu colega entendesse o sinal e o acompanha-se em direção ao bando. Chegando próximo o suficiente ele analisaria quantos estavam ali, procuraria identificar qualquer rosto conhecido, no passado e em grande parte de sua vida tinha sido nas sombras da sociedade onde sobrevivera por todo esse tempo e não era incomum ele conhecer diversos tipos de criminosos, porem aqueles que não tinham de fato cometido qualquer crime muito sério, apenas que decidiam não seguir as regras impostas e faziam de sua vida negra como a noite. "O cabelo vermelho parece o mais falastrão. Deve ser o mais fácil de conversar... ou o mais difícil, vamos ver."

Ficava próximo o suficiente para que uma conversação pudesse ser realizada sem alertar muito as pessoas do bar o angelical preservava sua espada relaxada dentro de sua bainha, mostrar qualquer tipo de agressividade no começo seria um tiro no pé, ele sabia lidar com aquele tipo de gente, afinal, a maior parte de sua infância foi entre eles “Malgrado que muitos obedecem somente a força...” se questionava de suas próprias intenções, não obstante resolvia seguir com suas novas convicções - Marinheiro Samael, soldado encarregado no momento. - Apresentava-se de forma calma com um pequeno sorriso falso no rosto. - Recebemos um chamado sobre um grupo... desculpe, dois grupos de pessoas que pareciam estar causando confusão no estabelecimento. - Seus olhos se serravam um pouco dando um tom passivo agressivo – Por acaso você seria um deles, ruivo que fala gritando? - A entonação de suas palavras era certamente ríspido, mas ele desejava fazer assim para tentar tirar algo do mesmo, uma falsa demonstração de compreensão a fim de que uma conversação pudesse ser possível ao mesmo tempo demonstrava quem estava no poder ali. Com uma confirmação ou negação ele continuava a fazer seu interrogatório - Por acaso, com quem estou conversando? Seria educado ao menos me dizer seu nome, não acha? - Ter uma confirmação de identidade era necessário, caso precisasse poderia o procurar depois ou quem sabe até reconheceria o homem por seu nome. Muitas das pessoas que tinha conhecimento no mercado negro utilizavam nomes falsos e até mesmo apelidos, caso encontrasse ali um familiar poderia deduzir com quem estava lidando ou se era apenas um civil embriagado junto com seus amigos, em ambos os casos se utilizar da força fosse necessário ele o faria. - E o outro grupo? Conhece os indivíduos de algum lugar? - Ele acusando-se ou não do ocorrido o espadachim mantinha-se fazendo perguntas praticamente afirmando que ele e sua facção eram os culpados, tentava tirar qualquer tipo de irritação ou fúria do corpulento ruivo que para ele de nenhuma forma era intimidador. Caso continuasse a se defender e dizer coisas que tentassem jogar sua culpa para qualquer outra pessoa ou tivessem um comportamento agressivo para com o angelical, ele ainda iria manter aquele sorriso no rosto, porem sua feição fácil se tornaria ainda mais passiva, ao contrário do que as pessoas normalmente eram, Samael quando ficava mais sério não ficava realmente sério, ele relaxava e exteriorizava uma calma perfeita, apesar de furioso por dentro.

- Enfim, apesar de ouvir sua... - Olhava para os demais membros que estavam ali – Suas histórias, receio que terei que pedir para que me acompanhem calmamente para fora do estabelecimento, pois estão incomodando os outros clientes. - Pousava nesse momento sua mão direito sobre o cabo de sua espada que estava por sua vez na cintura, sem qualquer tipo de intenção realmente de a sacar naquele instante, no entanto tinha aprendido em sua vida pirata blefar em algumas situações, mesmo que não tivesse intenção de fazer algo, tinha que roborar que não estava brincando quando vestia aquele uniforme branco e azul, não estavam falando com um palhaço de circo mas com um oficial da marinha, um recém integrante da organização, todavia ainda assim um marinheiro.


Citação :
Nome: Samael
Posts: 08
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyTer 04 Fev 2020, 16:41

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

Chegando ao Pub o dono do estabelecimento demonstrava uma certa preocupação com uma discussão acalorada que acabava de haver no bar. Samael assumia uma liderança e Isaac ficava quieto e deixava o mesmo tomar um certo controle emocional da situação. ’Já houve confusão antes de chegar…’ O boxeador se manteve focado e atento a conversa, já observando a sua volta para ver possíveis indícios de suspeitos dessa confusão, conforme o marinheiro se posicionava notava um grupo rindo e debochando dos marinheiros. - Quebra esses merdas na porrada. Hector dizia para o jovem pardo se referindo ao grupo que zombava dos marinheiros. - Resolvo isso depois, desacato a autoridade é um problema menor agora. A postura inabalável e a calma imensurável do marinheiro pardo era admirável, continuava em alerta a qualquer princípio de confusão.

Caso a confusão esteja sendo iniciada pelo grupo que estava rindo e zombando anteriormente do marinheiro, Isaac não teria nenhuma atitude de conversa iria por uma linha mais extrema e brutal, começando instantaneamente um combate visando avançar rapidamente em direção ao grupo tirando proveito da velocidade do avanço para aplicar fortes socos alvejando o queixo dos adversários, seja com ganchos, cruzados ou direto usaria aquele que mais fosse apto de usar no momento. Caso sofra qualquer tipo de ataque buscaria esquivar usando fintas corporais, seja para lateral ou para baixo a que mais fosse propícia de utilizar naquele momento.

Caso a confusão seja começada por algum outro grupo que não tenha desacatado ou zombado das ordens e da postura de justiça dos marinheiros, calmamente Isaac se intrometeria e então com uma voz firme bradava. - O que está acontecendo aqui? Iria olhar fixamente para os possíveis baderneiros. - Não quero confusão no meu turno, podemos resolver isso agora na conversa. Apesar de sua postura calma, o tom de voz era firme pois Isaac sempre manteve seus sentimentos inabaláveis.










Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 7
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyQua 05 Fev 2020, 16:14



Samael e Isaac


A situação do bar parecia tranquila, o motivo deles terem sido chamados ali aparentemente já tinha acabado, a não ser pelo grupo no fundo do estabelecimento que conversavam gritando, isso incomodava o dono do bar e os clientes, percebendo isso ambos os marinheiros se aproximavam da mesa, conforme chegavam perto o ruivo musculoso fechava a cara próximo a eles o ruivo falava.

- Oque cãezinhos do governo querem aqui! Assim que o homem falava Samael se pronunciava sobre receberem o chamado, enquanto Isaac falava para resolverem tudo pacificamente.

O home se levantava da cadeira empurrando a mesma. - Sou o grande Hans Gruber o bandido de mais de mais de 5.000.000 pela minha cabeça e mandam dois guardinhas de esquina? Hans gargalhava na cara dos dois marinheiros seus subordinados se levantavam retirando suas espadas, as pessoas no bar corriam do lugar deixando apenas o dono que murmurava para não quebrarem o seu estabelecimento, as garçonetes corriam para dentro da cozinha ao lado do balcão. - Mostrarei vocês que não se devem mexer nos meus negócios!

Quando o homem terminava de falar a porta da frente do bar se abria, aparecendo mais uma pessoa, um homem de vestes negras e asas que lembravam a de Samael, a única diferença era que as mesmas eram escuras como a noite, o homem olhava em volta, ambos os marinheiros percebiam que o dono do bar congelava de medo. - Hans, por ordens do chefe, você esta desligado! Vim para fazer isso pessoalmente! Os subordinados do ruivo ficavam assustados com a presença do homem misterioso, o ruivo pelo contrário vociferava. - Cuidar de dois soldadinhos e de você Metatron!

- Marinheiros fiquem longe disso, o chefe não quer envolver a marinha em seus assuntos! Se recusarem serei obrigado a eliminá-los! O homem retirava uma espada negra como suas asas, as coisas no bar estavam para ficar serias, Samael e Isaac poderiam deixar isso nas mãos do homem misterioso ou intervir e preder os dois.

Personalidades:
 

Histórico:
 
[/quote]
[/quote]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : 2
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyTer 11 Fev 2020, 19:11

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


O espadachim continuava parado na frente do homem enquanto escutava suas falácias sobre ser um grande pirata ou algo do tipo. – Mas bem... é como você mesmo falou. - Mantinha um sorriso sincero em seu rosto – Se mandaram apenas dois soldados para intervir nisso... Você afinal não é grande coisa. Acho que talvez lhe falte um pouco de auto consciência. - Terminava suas palavras com um pequeno toque de desprezo facilmente perceptível em suas fala, iria fazer com que o mesmo ficasse furioso, só assim poderia agir com veracidade, se o homem tivesse uma ação primeiro não seria o novato soldado quem teria começado tudo aquilo, afinal, quem deu o primeiro soco que deve se responsabilizar por tudo aquilo. Porem antes que pudesse ter qualquer outro trabalho em sua tentativa de enfurecer o homem ele já se levantava bruscamente e sacava sua espada e assim seus subordinados o acompanhavam “Perfeito! Não poderia ter uma situação melhor!” Antes que pudesse terminar de concluir seus pensamentos alguém entrava pela porta da frente batendo com força, ou assim entendia o angelical, porem a visão que ele tinha era algo certamente interessante. “Asas Negras? É a primeira vez que eu vejo isso...” com passos lentos Samael largava o pé do pirata que nem mesmo lembrava o nome naquele momento e dirigia-se ao outro angelical, estava muito mais interessado nele do que naquele ruivo que apenas gritava alto. - Isaac, cuide do ruivo que grita... - Praticamente ordenava que o outro marinheiro fizesse isso, se no momento parecesse brusco ele pediria desculpa depois, mas enquanto estivesse ali, nem se preocupava muito com isso.

Com uma expressão clara de surpresa e de curiosidade para com o dito metatron Samael procurava ficar de frente, cara a cara, com ele. - Metatron? É esse seu nome, certo? - Agora sim exibia suas expressões normais enquanto com passos lentos ficava a frente do homem. - Samael, é um prazer. - Estendia sua mão direita, a que não estava com o escudo para o mesmo. No momento que fazia isso liberava suas asas, grandes e rosas asas, que faziam uma sombra sobre as costas do marinheiro deixando tudo a sua frente engolido na mesma. - Acredito que não nos conhecemos, apesar de nossas características... Porém, antes disso... - Com seus olhos fintava o angelical, por um segundo olhava para ver como Isaac e o pirata estavam e imediatamente os voltava para quem estava a sua frente – Quando fala por ordens do chefe... A quem você está se referindo? - Suas palavras eram calmas, mas impregnada de uma forma de falar que pretendia intimidar. O ruivo era com certeza apenas um peão, sem importância, mas se ele em sua primeira missão conseguisse por fim a uma organização e encontrar um chefe? Sabe-se lá do que, com certeza seria um grande feito para ele, estaria excedendo as expectativas e quem sabe poderia um dia enfim fazer com que Wild soubesse de seus feitos, seu maior objetivo. Suspirava, as palavras do homem pareciam ásperas e sua atitude não parecia com a de quem seria fácil conseguir qualquer informação que não fosses pela força. Puxava sua mão de volta sem a retribuição do cumprimento. Porém Samael estava determinado em conseguir o convencer a falar sem precisar colocar algemas em suas mãos, mesmo que não tivesse nenhuma consigo, por isso não sacava sua espada, ao contrário, puxava ela junto de sua bainha ainda dentro da mesma. - Bem, não é que eu desejasse de fato me meter nisso tudo, porem a marinha não pode simplesmente ignorar tais afirmações e sair como se nada tivesse acontecido... - Levantava seu braço esquerdo e com sua mão coçava a parte de trás de sua cabeça. - Tem o jeito fácil e o difícil de resolver isso, espero que entenda do que estou falando. - Com a sua espada em sua mão direita ele a deixava ainda próxima a seu corpo enquanto apontava a ponta invisível da mesma para o homem.

Caso o mesmo de alguma maneira tentasse ir em direção em um ataque utilizando de sua espada o angelical não iria se conter, abriria um sorriso em seu rosto demonstrando sua animação, porém ainda não iria sacar sua espada, não agora. Iria bloquear os possíveis ataques do angelical utilizando de sua arma na vertical para cortes na horizontal e mudaria sua posição para horizontal para golpes na vertical. Se ele viesse em busca de uma estocada Samael mudaria o ângulo de sua espada a deixando de lado fazendo com que a ponta da lâmina do mesmo acertasse a lateral mais expeça assim impedindo o golpe. O trabalho de pernas nesse momento era fundamental, a cada golpe que pretendia bloquear precisava deixar sua perna esquerda mais a frente enquanto a direita atrás amortecendo o golpe para não ser jogado para longe e enquanto o mesmo avançasse o espadachim continuaria a recuar seus passos sempre procurando defender os golpes trocando suas pernas de posição, estava procurando um padrão para enfim conseguir bolar a melhor estratégia para um contra ataque mais efetível. “O escudo... ainda não...” Sem perder muito a atenção do combate com seu olho esquerdo olhava velozmente o escudo em sua mão esquerda mas entendia que ainda não tinha habilidade para o utilizar em combate, por isso apenas o deixava lá, utilizar de algo que não entendia bem poderia ser muito pior do que não usar. - Vamos, você tem uma bela espada, pelo jeito sua organização é bem rica certo? É tão difícil assim dizer um nome? É tudo que preciso, um nome. - Continuava a falar enquanto tentaria bloquear os golpes do mesmo. Conseguindo com exatidão recuaria por alguns segundos procurando entender como seu companheiro estava lidando com o restante dos piratas, ele parecia ter força, mas com certeza estava contra um maior número de inimigos.


Citação :
Nome: Samael
Posts: 09
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyQua 12 Fev 2020, 14:05

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - Fala Isaac (#EE9570) - Fala Hector (#CD7055) ’Pensamento’ (#FFA55F)
Horn X Hunter!

A situação ficava um pouco tensa e Samael agiu primeiro que o boxeador quando houve a aparição de um ser com asas negras, chutando o ruivo. O espadachim celestial encarava o Metatron que mediante a palavras de ordens para os dois marinheiros deixava Isaac incomodado como se estivesse sendo desrespeitado. - Chefe? Assunto? Indagava sobre a fala daquele misterioso celestial, o boxeador ficava frustrado ao notar que alguém desrespeitasse dessa maneira. - Hector vaza. O semblante calmo se manteve só que a voz estava em um tom que já apresentava uma raiva mediante aqueles seres. - A sua única merda do seu assunto é não perturbar a paz daqui e a minha paz. Enquanto o pássaro saia dos ombros de Isaac o palavriar áspero não demonstrado antes, apresentava de onde a cacatua aprendeu. - Já que vocês são amebas sem neurônios que apenas me atrapalham. É hora de me livrar de vermes de merdas como você. O boxeador estalava seu pescoço balançando a cabeça de um lado e depois para o outro, seu semblante mudou e seu olhar ficava mais sério e o homem assumiu a posição ortodoxa de boxe.

Isaac não disse mais nenhuma palavra e simplesmente avançou em direção do ruivo e caso o mesmo já tenha se levantado, iria tentar da um soco de esquerda e em seguida de direita rapidamente visando atingir o rosto do adversário e se receber algum tipo de ataque durante o processo iria buscar dar uma esquiva de corpo buscando desviar do golpe jogando seu corpo para direita e com a mão direita contra-atacaria com um soco almejando a costela. Caso o ruivo ainda esteja caído, o boxeador iria controlar seu avanço idealizando uma estratégia rápida para que no momento que o ruivo estiver se levantando. Isaac visava aplicar um soco de cima para baixo almejando atingir um soco de direita na cabeça do adversário para deixa-lo desnorteado.










Objetivos:
 


Histórico:
 

Informações:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 7
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 23

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptySex 14 Fev 2020, 13:01



Samael e Isaac




A tensão no bar ficava cada vez maior, oque antes eram apenas alguns baderneiros, agora parecia que estavam lidando com algo muito maior do que uma simples briga de bar. Os marinheiros se encontravam e meio a uma briga de facção, um celestial de asas negras de um lado, cujo a única coisa que sabiam era seu nome, e do outro quatro ladrões. Samael rapidamente se posicionava a frente do celestial misterioso, e convicto de que conseguiria fazer um grande feito em sua primeira missão, disparava algumas perguntas junto de uma singela ameaça.

- Para singelos soldados vocês fazem muitas perguntas! O homem falava calmamente balançando a espada lentamente. - Pelo estado atual de suas vestes e da sua medalinha, parecem recém formados, crianças fedendo a leite, a marinha dessa ilha certamente é uma piada! O homem sorria olhando para ambos os garotos que se posicionavam escolhendo seus oponentes.

- Garoto não irei falar novamente, saia da minha frente, meu assunto e com o idiota ali atrás! O mesmo apontava a espada em direção ao ruivo, que estava com um sorriso estampado em seu rosto enquanto Isaac se preparava para atacar.

Hector pousava em uma viga de madeira acima de Isaac, observando o garoto prestes a começar a lutar, o jovem artista partia em direção do ruivo que conseguia bloquear o golpe do jovem com seu antebraço. - Nada mal! O homem falava contra atacando Isaac com um poderoso golpe de esquerda no peito do garoto, que fazia o mesmo dar alguns passos para trás. - Esse fedelho é meu! Cuidem do de cabelos rosa e do idiota do Metatron. Mostrarei que esse merdinha deveria tá lavando cuecas no quartel! O ruivo terminava de falar partindo com um gancho de direita, Isaac desviava do golpe e em sequência desferia um contra ataque nas costelas do grandão, o mesmo conseguia ver que o ruivo sentia o golpe mas não recuava o brutamontes era bastante resistente. Em seguida o bandido dava um soco na cabeça do jovem Isaac o fazendo ficar um pouco zonzo, nada demais, mas que se continuasse levando golpes ali certamente iria desmaiar. - Vamos garoto me mostre a força de seus punhos! O homem gritava levantando os dois braços em forma de deboche.


Enquanto isso Samael estava ficando cercado, três bandidos em suas costas e Metatron, a verdadeira ameaça a sua frente, o garoto tinha uma escolha, deixar o celestial fazer seu trabalho, ou lutar contra ambos os lados e exercer seu dever para com a paz do estabelecimento.

Personalidades:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
yaTTo
Civil
Civil
yaTTo

Créditos : 2
Warn : 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 22

1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 EmptyOntem à(s) 07:50

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game own and wash it all away Come and take me over Welcome to the game Will the current drag me down and carry me away Suddenly the light begins to fade


Samael escutava as palavras do homem a sua frente sentindo que ele falava e falava, mas nada dizia. O angelical apenas queria um nome, era tão difícil assim? Conseguir um nome? Mas ele não tinha entrado na marinha e tampouco naquele bar para simplesmente desistir do que estava atrás, ele iria sair dali em apenas duas situações, com as informações que desejava ou em uma maca sendo carregado para o hospital mais próximo. - Isso não vai dar... além de insultar a paz neste estabelecimento ainda vai além. - Puxava a espada ainda embainhada a apontando para frente. - Consegue no mesmo momento falar contra a honra da marinha. Um péssimo movimento devo dizer... matatoin. - Exaltava seu nome de forma errônea de proposito continuando suas provocações afim de desestabilizar o malfeitor. Estando naquela batalha de ideais via que Isaac partia para algo mais prático, porrada.

Não sabia quem estava ganhando, mas parecia uma luta entre dois sacos de farinha, um batendo no outro – Ouch! Hahaha - Reagia ao ver a troca de golpes entre eles. - Vai perder para o falastrão? O que o papagaio irá falar de você? - Soltava a frase em tom de brincadeira para amenizar um pouco a situação, quebrar o gelo daquele iceberg de tensão no ar tão palpável que poderia praticamente ser cortado com uma faca. - Quatro contra um? Não acha isso desvantajoso, uma covardia? - Virava sua cabeça para trás analisando os homens que surgiam por suas costas, aproveitava aquela oportunidade para ver que tipo de arma carregavam consigo, logo voltando sua atenção para metatron – Tivesse trazido mais uns cinco. Talvez aí quem sabe tivessem alguma chance hehe. - Abria um sorriso de orelha a orelha enquanto com suas palavras tentava intimidar o grupo. Era obviamente um blefe, um blefe mal feito diga-se por sinal, porem era tudo que ele tinha para apresentar ali, se a situação continuasse fugindo do controle as coisas poderiam ir de mal a pior e era com isso que ele estava preocupado. “Isaac está em uma batalha acirrada, porém não o vejo perdendo... porem o espada negra aqui...” sentia que o homem que tinha acabado de chegar estava em um nível obviamente superior ao falastrão, não sabia o quanto, mas já tinha alguma ideia em sua cabeça. - Vou lhe dar uma opção Metatru... - Coçava sua cabeça com a mão esquerda enquanto fazia uma expressão de confusão - Seja qual for seu nome. - Mantinha aquele tom de arrogância - Vocês podem simplesmente largar suas armas e irem prestar esclarecimentos no Quartel General, o que seria a opção mais fácil, simples e tranquila de todas. - Dessa vez ele demonstrava certa seriedade em suas palavras, Samael realmente acreditava naquilo – Ou, podemos fazer do jeito difícil e eu acabar conseguindo um novo casaco de penas negras para fugir do frio. - Agora era certamente uma mentira, porem falava de um jeito que poderia convencer aqueles de mente mais fraca, ainda mais quando com sua boca retirava calmamente a bainha de sua espada jogando o compartimento no chão.

Toda uma atuação para tentar enganar não apenas o principal adversário, metatron, mas também os três homens que se encontravam em suas costas. - E aí, o que você decidiu? Vamos agir como seres civilizados ou optaremos pela brutalidade que está acontecendo ali? - Apontava para a luta corporal de Isaac e do ruivo. Sendo sua resposta positiva ou não o marinheiro iria agir para sair daquela situação em que estava preso, sem perder muito tempo daria um impulso para trás com velocidade tentando abrir um pouco de distância. Com sua última olhada para os três e identificando o tipo de arma que tinham em mãos procurava qualquer um dos três que tivesse uma arma de longa distância, seria seu primeiro alvo, o mais problemático dentro de um espaço fechado como aquele bar. “Desculpe dono do bar... parece que teremos mais uma confusão acontecendo aqui.” Em saltos alternados diagonalmente o espadachim continuaria a avançar em direção a seu adversário procurando esquivar o máximo que conseguisse de possíveis tiros.

Não conseguindo essa esquiva ele procuraria com sua espada rebater as balas com a parte mais expeça da lamina apenas bloqueando de possíveis golpes mais fortes para consigo não tendo intenção de rebater para alvos específicos esses disparos. Conseguindo chegar a aproximadamente o limite de alcance de sua espada ele iria procurar acertar um golpe primariamente na mão que segurava qualquer tipo de armamento, sendo o inimigo que estivesse com uma pistola como esperado ou caso esse primeiro adversário sequer existisse e fossem todos usuários de armas brancas. Não acertando essa primeira tentativa não importava, ele procurava focar-se em atravessar o grupo dos três por qualquer abertura entre eles ou pelas laterais, durante o processo tentaria passar a lâmina de sua espada na lateral do corpo de quem estivesse mais próximo aproveitando o movimento, caso fosse possível.

Desejava ficar em uma posição em que não estivesse cercado e com todos seus inimigos a sua frente. Exercendo aquela função com maestria procurava intimidar o angelical de asas negras para que desconfiasse ao menos um pouco da habilidade com a espada do marinheiro novato. “Mais rápido!” Pensava consigo enquanto se voltaria a enfrentar os três bandidos que mantinham de certa forma uma aura menos ameaçadora, não poderia dar tempo dos mesmos pensarem em contra atacar. O primeiro passo seria continua sua investida, porem seu objetivo maior não era derrotar por meio da morte de nenhuma daquelas pessoas, mas desarmar os mesmos. Avançaria com velocidade de volta e com sua espada tentaria bloquear qualquer tipo de arma branca girando seu braço em um movimento angular onde aproveitaria da velocidade para fazer com que a ponta da mesma girasse na extremidade da arma inimiga e com um impulso forte e com uma sorte de surpreender seu adversário fazer com que jogasse sua arma contra o chão devido a falta de apoio.

Conseguindo isso procuraria abaixar-se com velocidade e recolher o armamento do chão o jogando com velocidade para longe do combate. Tentaria fazer o mesmo com os outros dois homens. Se eles não tivessem qualquer tipo de armamento consigo seria ainda mais fácil, apenas os ameaçaria com tentativas rápidas de investidas onde procurava fazer estocadas em pontos não vitais de seus corpos como braços, direito e esquerdo. Após tudo isso saltaria para trás para analisar melhor tanto a sua situação como a de seu parceiro que parecia lutar ao lado, de qualquer maneira tinha que recuperar um pouco seu folego para voltar e enfrentar o verdadeiro inimigo ali, o angelical de espada negra.  


Citação :
Nome: Samael
Posts: 10
Ganhos: Espetos de Polvo, Espada Simples e Escudo Simples.
Perdas:
Berries: • 35.000 Berries
Vantagens: Aceleração | Lider Nato | Voz Encantadora | Aerodinamicidade
Desvantagens: Furia | Codigo dos Herois
NPCs:
Extra:-x-

Objetivos:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!   1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo! - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: