One Piece RPG
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Enuma Elish
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 04:13

» Um Rugido Inicial
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Graeme Hoje à(s) 00:12

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Kekzy Ontem à(s) 21:42

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Skÿller Ontem à(s) 21:14

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor PepePepi Ontem à(s) 20:02

» [M.E.P.] Keke
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Keke Ontem à(s) 19:14

» [Mini - Keke] Entre o aço e o açúcar.
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Keke Ontem à(s) 19:12

» [LB] O Florescer de Utopia III
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Kekzy Ontem à(s) 19:11

» III - Grand Line
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Bijin Ontem à(s) 19:04

» The One Above All - Ato 2
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 18:50

» [Mini - Cass Sabach] A fumaça cresce no horizonte
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:50

» [M.E.P - Cass Sabach] A fumaça cresce no horizonte.
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:49

» ZoukTamachiroo
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:48

» ZoukTamachiroo
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:47

» Aldo Rahner
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Shogo Ontem à(s) 16:55

» The Victory Promise
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Akise Ontem à(s) 15:11

» 10º Capítulo - Parabellum!
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Marciano Ontem à(s) 14:09

» As mil espadas - As mil aranhas
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Noelle Ontem à(s) 11:43

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor Furry Ontem à(s) 10:32

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Emptypor K1NG Ontem à(s) 08:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySeg 06 Jan 2020, 22:57

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Sidney Thompson. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 42
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 24
Localização : Chaos

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySeg 13 Jan 2020, 22:39


Amanhecia com uma chuva relaxante. Sid acordava passando do meio dia e começava a exigir comida para alguma das garotas que estivesse saudável para isso. Ainda sentia que não devia forçar Mikayla, mesmo que ela fingisse estar recuperada.

- Os zumbis vão ficar de guarda durante o dia. – Discutia o planejamento com Iesuke enquanto fazia sua refeição. – Você protege a base, e eu saio procurando o resto do pessoal para nos reunirmos aqui. Vou preparar mais alguns zumbis. E em breve você vai poder se juntar na batalha de verdade. – Sorriu, imaginando que o espadachim precisasse de algum ânimo. Provavelmente devia ser desagradável ficar esperando enquanto os outros faziam o trabalho duro.... Ou não. – Ele vai ficar descansando com um bando de garotas. Eu não vejo nada de ruim nisso. – Comentou Jamal.

- E um velho sujo e feio. – Argumentou Lucrécia. E tentando ignorar as vozes, Sid prosseguiu. – Eh... Então, se ficar muito entediado. Pode sair à noite e ir atrás de alguns bundões da marinha. Só tome cuidado pra não ser pego nem denunciar o esconderijo. Fique livre pra usar os zumbis, mas não deixe o local completamente desprotegido. Reúna o maior numero de corpos que conseguir que eu me encarrego de fazer a mágica. – Acenou com a mão em direção a um dos zumbis recém-criados.

Encaminhando-se para a saída, o garoto ainda parou para sussurrar a Naevys. – Fique de olho na novata. Ela pode tentar fazer alguma coisa idiota enquanto eu estou fora. E claro, cuide do cachorro. – E após estapear a bunda da moça, se colocou para fora vestindo o capuz e começando a caminhada pela chuva. – O que vamos fazer? – Perguntou Jamal com certo interesse na voz.

“O que fazemos todo dia, Jamal. Matar marinheiro dando bobeira, fazer zumbis, recrutar gente ruim... A vida de pirata é meio monótona nesse quesito. As vezes a gente fica meio que preso nesse ciclo, sabe?” E distraidamente prosseguiu conversando mentalmente com seu amigo imaginário. Explicando sobre as partes desagradáveis de ser um fora da lei. Para uma melhor vista da cidade, preferiu por tomar os telhados dos prédios como caminho. Utilizando de algumas acrobacias para isso. Lá imaginou ter uma melhor visão sobre as ruas e possíveis aliados escondidos, com medo dos marinheiros em becos escuros, ou tentando tirar proveito da chuva para fazer sua movimentação. Da mesma forma, procurava por ruas isoladas onde alguns soldados passassem em baixo número.

O plano era agir furtivamente. Descendo dos prédios rapidamente e pelas costas, derrubando e matando os marinheiros antes que pudessem reagir. Imaginava que conseguiria matar metade dos números e nocautear apenas os restantes para roubar as sombras e já alocar nos corpos mortos. Por segurança, apenas checaria a presença do sol no céu. Teria de esconder os corpos sem sombras em cantos onde a luz não os atingisse. Um beco bastava, porém imaginou que talvez tivesse de arrombar alguma casa para despejar os inconscientes.


Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghast
Narrador
Narrador
Ghast

Créditos : 20
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2018
Idade : 18

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptyQui 16 Jan 2020, 23:26


Narração

Céu nublado, 26 graus
Dia, chuva moderada e vento intenso
Localização: Utopia



De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia
- 01


Sid



Tardiamente acordado, o estômago de Sid roncava. Mesmo tendo passado a noite anterior fora e estando ciente de que não havia ingerido nada dela até a madrugada, ele não pestanejou em dormir assim que tinha terminado seus estudos. Por conta disso, começava seu dia pedindo algo para comer de antemão. De toda suas garotas — não que tenham restado muitas — a mais ilesa de feridas ou quaisquer condições desestabilizantes era Naevys — ainda que houvessem constantes faíscas entre eles, Iesuke tomou conta bem da loira — visto isso, ela trazia um enlatado de salsichas e uma garrafa de água. A expressão facial de seu rosto indicava que até mesmo ela estava cabisbaixa pela qualidade de comidas que podia oferecer

— Sinto muito, querido, é vergonhoso servir algo assim, mas não há nem utensílios nem ingredientes para fazer algo decente. —

Enquanto “degustava” a ração que era lhe dada, o garoto ia até Iesuke e enunciava as ordens dos rapaz, que as acatava sem protesto, levantando-se do chão o qual estava sentado, pegando sua espada pelo cabo e dirigindo-se até o andar superior

— Está certo. Vou fazer a vigília de cima, quem entrar vai morrer antes de descobrir o esconderijo. —

Ouvindo as ordens quanto às possíveis caçadas noturnas e a permissão para tomar alguns zumbis, ele continuava

— Levarei um e trarei o máximo de corpos que pudermos aguentar no braço. —

Assim, o espadachim tomava o cabo de sua lâmina à boca e subia as escadas, desaparecendo ao passar pelo alçapão. Antes de sair para suas próprias caçadas, Sid dava alguns avisos para Naevys, que respondia segurando o braço do garoto e guiando-o de forma sensual de suas copiosas coxas até própria cintura, onde podia-se sentir um relevo a mais e notar uma arma caso observado

— Pode deixar. —

Respondia a loira com um sorriso de canto de boca e uma piscadela dignos de uma Femme Fatale. Dessarte, o garoto enfim saia do esconderijo e — com certa dificuldade por conta da chuva — escalava alguns telhados para ter uma melhor visão de seus futuros alvos e adquirir fator surpresa em seus próprios ataques.

A habitual correria do meio dia de Utopia havia sido triplicado desde o incidente de Fish, o paradeiro do ex-shichibukai ainda era incerto, então a Marinha tinha que dividir a força de seus homens entre a contenção de desastres e os times de busca. Isso ficou claro nessa passada pelos telhados, muitos marinheiros eram vistos transportando caixas, equipamentos de construção e suprimentos médicos; Enquanto outros eram avistados interrogando civis e revistando a maioria das casas pelas ruas.

Não demorou até que o pirata conseguisse avistar 3 homens carregando algumas caixas por 1 viela. Sendo naturalmente soldados rasos, Sid conseguia finalizar dois deles com golpes na nuca — mesmo com uma mão esquerda ainda inábil, a diferença de poder ainda era demais para isso realmente importar — todavia, antes que o terceiro fosse eliminado ao ter uma faca arremessada em suas costas pelo Doppelman do pequeno demônio, ele conseguia pegar um Den Den Mushi de bolso e fazer contanto. Antes mesmo que pudesse falar uma palavra, já estava morto, mas o silêncio súbito e o eventual berro de dor por parte dele fez com que o outro lado da ligação mostrasse certa preocupação, podendo-se ouvir por pouco — visto a baixa voz daquele que atendia a chamada — um comando de alerta sendo dado para, possivelmente algumas tropas da região.

— Redobrem os cuidados e intensifiquem as buscas! Um de nossos homens foi incapacitado pela ilha. Ainda é incerto quem fez o crime e quem foi a vítima, mas não é possível descartar possíveis ligações com Fish! —

off:
 
Legendas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 42
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 24
Localização : Chaos

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySex 17 Jan 2020, 00:35


Sid sabia que não haviam muitos recursos naquele local. E sequer se importou em comer enlatados, era simples e prático, não havia o que reclamar. – Valeu. – Agradeceu de boca cheia distraidamente e então se voltou para a conversa com o espadachim que concordou prontamente com a ideia. Terminados todos os assuntos no esconderijo, pode-se dirigir até as ruas e ao topo dos prédios.

Do alto podia ver grande movimentação por parte dos marinheiros. Que circulavam a torto e a direito. “Os malditos se organizaram bem rápido.... Complicado quando eles têm uma base pra se esconder e salários fixos. Como competir com esses caras?” Se permitiu a cair em devaneios, até ser desperto para a realidade por uma voz imaginaria. – Ei, olha ali! – E instintivamente sabia para onde direcionar a visão, o trio de marinheiros distraídos.

Não tardou para abater o trio que teve apenas a chance de tentar comunicar seus superiores, a mensagem parecia ter sido entregue, ainda que de que diferente do que o pobre coitado imaginava. – Bem, não da pra sobreviver a todas. – Disse sem muito animo ao se abaixar para recolher o caracol e guarda-lo em seu bolso. “Dá pra tentar ouvir as comunicações deles por aqui?” Imaginou para si mesmo tentando checar esse tipo de recurso.

Sem perder muito tempo, olhou em volta a procura da casa mais próxima, de preferencia de aspecto abandonado, para menores transtornos. Transformaria a sombra em uma chave, caso houvesse necessidade de destrancar o local. E então adentraria para explorar, enquanto esperava que os marinheiros viessem para checar os corpos caídos na rua. Uma vez se certificando de que não houvesse ninguém no local. Ou eliminando qualquer habitante prévio. Procuraria um assento próximo a janela, para melhor observar a rua, e então ascenderia um cigarro enquanto esperava. – Você vai só esperar eles se agruparem aqui na frente? – Perguntou Jamal completamente incrédulo.

- É. – Respondeu com simplicidade, se aconchegando da melhor forma que pudesse, esticando as pernas e apreciando o tabaco, ainda que não fosse sua maior preferência.


Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghast
Narrador
Narrador
Ghast

Créditos : 20
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2018
Idade : 18

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptyTer 21 Jan 2020, 02:10


Narração

Céu nublado, 26 graus
Dia, chuva moderada e vento intenso
Localização: Utopia



De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia
- 02


Sid



Tendo furtado o Den Den Mushi do marinheiro recém assassinado, Sidney tentava usá-lo para interceptar conversas. Não precisou nem sequer mexer nas funcionalidades do aparelho, ele já estava conectado com o rapaz anterior, esse que parecia deter certa autoridade, visto que constantemente repassava as ordens de busca na região. Entretanto, ainda é incerto para o garoto se ele conseguiria retornar para esse canal caso fechasse a chamada.


Feito isso, o filho do demônio começava a procurar nas casas próximas um esconderijo temporário. Não conseguiu achar uma de fato com os aspectos de uma abandonada, as aparentemente destruídas eram as que mais reuniam pessoas próximas, a maioria trabalhando ou dando apoio de alguma forma em sua construção. Todavia, conseguiu achar sim um local para esconder-se, mesmo que não tenha sido algo que essencialmente buscou, algumas residências perto da cena do crime estavam vazias. Mesmo que seja indefinido o horário que os donos voltariam para ela, o garoto decidiu usá-la para seu plano.

Materializando uma chave com sua sombra, ele adentrava no local. Era uma casa comum com 4 cômodos, o pirata chegava por uma sala bem arrumada, detendo tudo que um quarto do tipo prevê, mas podia ver também mais 3 portas espalhadas pelo ambiente, sendo ainda incerto para onde cada uma delas dava — embora que o característico cheiro de fossa à sua direito e o convidativo odor de frutas à sua esquerda pudessem indicar algo. Assim — puxando um de seus baseados e acendendo-o —  Sidney sentava-se próximo a uma janela e aguardando mais vítimas aparecerem frente a sua isca.

A espera era longa e tediosa —  dificilmente o pirata poderia ter saco para ela caso não fossem suas drogas — entretanto, eram recompensado quando um esquadrão de 4 soldados apareciam e tomavam conhecimento dos cadáveres. Logo, alguém que ainda não era visto por Sid — pela voz, estava próximo a porta, onde a visão do delinquente não alcançava —  começava a dar informações para o outro lado da linha por um Den Den Mushi

— Câmbio. 3 mortes confirmados na área residencial cinco, solicitando um médico para reunir maiores informações e um time de apoio para seguir com a procura. O local do crime é próximo de onde 3 soldados e um tenente desapareceram ontem à noite —

Aparentemente aguardando respostas, nenhum dos homens pareciam ir embora, mas ainda assim, permaneciam com a guarda atenta a quaisquer ataques.

Legendas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 42
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 24
Localização : Chaos

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySex 31 Jan 2020, 20:52


Sidney invadia a casa, e então vasculhava brevemente para ter certeza de que estava sozinho com seus pensamentos e vozes. Logo então puxou uma cadeira para perto da janela e esperou. A fumaça já preenchia o interior encerrado quando os marinheiros foram notados a caminho dos corpos. Um sorriso surgiu na face do garoto de olhos avermelhados e então sua sombra começou a metamorfosear em dezenas de pequenos vultos negros, semelhante a pássaros.

Sid liderou o caminho e abriu a porta, ao mesmo tempo que liberando as criaturas negras para voar no entorno dos soldados como distração e também atacando agressivamente quando pudessem. Enquanto isso, o garoto aproveitava o clima para fazer gracejos. – Quem puxar arma é viadão.

Avançaria primeiramente contra o mais próximo da porta, que parecia usar o comunicador. Tentaria uma aproximação rápida pela frente por um ângulo baixo. Socando o estomago com a destra e então erguendo-se num salto para alcançar e atingir a lateral do rosto com a mão canhota tentando arremessa-lo ao encontro de uma parede.

Assim que os pés pousassem no chão, iria deslocar-se rapidamente com o Soru em direção ao meio do grupo, mas já chegando com uma voadora em quem estivesse mais próximo. Também tentando arremessar contra a parede ou qualquer outro adversário próximo.

O momento não pareceu requerer nenhum planejamento, esperava simplesmente abrir caminho com uma aproximação direta com foco apenas na força bruta. Cobria apenas os braços com Haki para tentar aparar qualquer arremesso ou golpe em uma zona já protegida, e então com o braço disponível iria socar o rosto ou região do estomago e costelas. O que tivesse de disponível no momento. Não queria matar nenhum deles, controlaria a força apenas a esse ponto. E uma vez que conseguisse apagar um oponente, iria para o próximo, sem demora. Abusando de sua habilidade de movimentação rápida, e então golpeando uma ou duas vezes. Utilizando a direita como principal bloqueadora, e a esquerda para finalizar as sequencias.

Uma vez que conseguisse derrota-los, iria até o caracol e tentaria passar pistas falsas em busca de ganhar algum tempo. – Sidney Thompson, o “Lorde das Trevas” foi visto correndo para o norte do porto, solicitamos reforços. Câmbio. – E uma vez que encerrasse a comunicação diria para como si mesmo. – Nunca gostei do nome que me deram. – Voltando então sua atenção para os corpos caídos, reuniria sua sombra em uno, assumindo a aparência do rapaz. Juntos, iria carregar os corpos inconscientes para o interior da casa, escolhendo um cômodo escuro que pudesse obstruir qualquer luz solar. Ali poderia começar a remoção das sombras dos vivos e ir até os corpos mortos para reanima-los. – Levantem, seus zumbis fudidos. Vocês obedecem a mim agora!

- Isso, pede com jeitinho. A população se amarra ditadores, nunca teve nenhuma revolta por causa disso. – Provocava uma das vozes, mas o garoto apenas se ria. Era quase como se esperasse por aquele tipo de comentário. – Vocês têm uma ordem. Saiam por aí matando o máximo de marinheiros que puderem... Eu vou ficar por cima observando. – E então procuraria com o olhar atento na paisagem um bom ponto para subir com saltos acrobáticos e observar o caos que aqueles zumbis podiam causar.


Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghast
Narrador
Narrador
Ghast

Créditos : 20
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2018
Idade : 18

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptyQui 06 Fev 2020, 04:15


Narração

Céu nublado, 26 graus
Dia, chuva moderada e vento intenso
Localização: Utopia



De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia
- 03


Sid



Um sádico sorriso formado no rosto de Sid dava partido a seu ataque, esse que tinha a preparação iniciada com a transformação de sua sombra em vis pássaros negros. O pirata então caminhava até a porta e abria-a, dando largada ao avanço das criaturas contra o marinheiros que — além de agonizarem com as bicadas poderosas o suficiente para arrancarem pequenos pedaços de pele — ainda tinha que aguentar as típicas zombarias do pequeno.

Sem dar chance ao azar, o Filho do Demônio implacavelmente golpeava o rapaz ao Den Den Mushi, arremessando tanto ele quanto o aparelho ao chão. O garoto até foi alvejado por ataques de dois rapazes próximos a si, mas os desafortunados cortaram apenas o ar, visto que ele emendou ao seu avanço um chute contra outro marinheiro da cena, esse que também já caia por conta da disparidade de poder. Restavam apenas 2 homens, mas eles também não deram muito trabalho, alguns socos imbuídos de Haki dados foram mais que o suficiente para jogá-los ao chão. Dessarte, Sid terminava mais uma arremetida contra peixes pequenos de Utopia, lutas como essa não possuem o menor risco de trazer consequências imediatas a ele, mas é sabido que a baixa de recrutas e soldados definitivamente alertará a Marinha. Tais consequências tornaram-se evidentes quando o garoto passou-se por um marinheiro e deu conhecimento em falso para quem quer que estava do outro lado da linha, visto que — mesmo mandando um esquadrão para o ponto indicado pelo pirata — o sujeito mandava mais 3 grupos para os diferentes pontos cardeais da ilha, todos eles com pelo menos 1 tenente

Após ter feito sua sabotagem, Sidney arrastava todos até o interior da casa, fazendo a permuta de sombras e corpos entre os vivos e o mortos, sobrando apenas 1 homem inconsciente e sem recipiente para ter sua sombra depositada. Assim — em resposta aos comandos do garoto — os três marinheiros assassinados levantavam-se com um expressão de horror em face, mas antes que pudessem fazer ou falar qualquer coisa, involuntariamente acatavam as ordens de Sid e corriam até as ruas com suas espadas em punho.

Para ter uma melhor visão da situação, o Filho do Demônio escalava o telhado da residência na qual estava e, de lá, pôde ver o início e ver o fim do curto massacre. Em síntese, os três marinheiros não eram muito habilidosos, mas a inumana resiliência fornecida pelos seus novos corpos fez com que eles pudessem matar — ou pelo menos ferir gravemente — 12 soldados da área. Isso não aconteceu a custo de nada, o corpo dos zumbis já está repleto de cortes e dilacerações, é nítido que não aguentarão muito mais, mesmo que não sintam dor. Agora, seguem — em ritmo mais lento — para mais uma empreitada.

Legendas:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 42
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 24
Localização : Chaos

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySeg 09 Mar 2020, 01:57


Sid liderava o rebanho de corvos na investida contra os marinheiros impotentes que rapidamente encontravam o seu fim. Tentou confundir a marinha com instruções falsas, mas o clima de paranoia fazia com que aparentemente os grupos fossem mandados para todos os cantos da ilha. – Quanto mais marinheiros eles mandam, mais soldados nós ganhamos. – Pontuava Jamal, causando no rapaz um sorriso involuntário enquanto terminava o trabalho com os corpos e fazia a primeira remessa de zumbis se levantarem.

Um único corpo inconsciente restava com sombra naquela casa. O jovem de olhos avermelhados observava com uma expressão ansiosa e procurava nervosamente na mochila por uma garrafa vazia que lembrava de ter colocado ali. “Não quero desperdiçar, pode ser importante depois.” Pensou enquanto tentou armazenar a sombra no pequeno recipiente, imaginando que poderia tomar certas liberdades com a sombra desconhecida e manipular discretamente sua forma para caber no pequeno recinto que seria fechado com a tampa. “E aproveitando a oportunidade...” Imaginou que já que estava mexendo na mochila, poderia muito bem pegar uma garrafa de água e molhar a plantinha em seu pescoço.

De volta as ruas, Thompson procurou um ponto elevado, para melhor observar o terreno, e o combate que tão logo se formou entre os recém criados zumbis e um novo grupo de soldados uniformizados que não tardavam a ser dizimados, mas não sem deixar marcas permanentes nos corpos reanimados. – Vocês tão na capa da gaita.... – Comentou o garoto ao se aproximar e reunir os zumbis em uma pequena roda de conversas. Não se importou em mostrar a clara expressão de nojo e desgosto com as feridas abertas e expostas que apresentavam. – Assim não vão ir muito longe... O plano não deu muito certo, esqueçam a matança por hora... – E então Sid voltou sua atenção aos corpos recém abatidos.

Prestou-se a procurar por algum deles que estivesse vivo e relativamente bem. Se pudesse sobreviver tempo o suficiente para receber auxilio de seus camaradas, poderia coletar mais uma sombra. No caso de haver sombras coletáveis, procuraria uma nova casa e seguiria com o mesmo esquema de moldar uma chave e procurar um cômodo escuro para deixar os corpos vazios.

Tendo coletado ou não novas sombras, retornaria até o amontoado de corpos de marinheiros. Com um gesto teatral ao erguer os braços, comandou as sombras dos zumbis a deixarem seus corpos despedaçados e procurassem recipientes mais adequados entre os mortos. Os que estivessem com feridas mortais, mas ainda se mantivessem milagrosamente vivos seriam poupados do tormento e da dor com um golpe final antes de se juntarem a horda dos mortos. Aproveitaria para usar a sombra engarrafada e qualquer outra que tivesse pego recentemente para criar ainda mais soldados mortos-vivos.

- Bom... É o melhor que da pra fazer por hora. – Deu-se por conformado enquanto agitou os ombros e seguiu com novas ordens. – Cada um de vocês, carregue um corpo. – Apontaria os soldados mortos empilhados. – Eles serão uteis quando houverem novas sombras. Até lá apenas se mantenham perto de mim, ataquem qualquer agressor e obedeçam imediatamente a qualquer nova ordem! – Dito isto tomaria a liderança na caminhada.

Agora toda a furtividade tinha sido abandonada. “Deixe que me encontrem, e eu também tenho que chamar a atenção, se não meus antigos companheiros não vão poder me ver... Mas se eu puder apressar a coisa...” Imaginando meios de entrar em contato com seus colegas, imaginou apenas uma alternativa, um tanto quanto chamativa, diga-se de passagem. – Isso não vai dar certo. – Falou de imediato. “Claro que vai, se liga, invadir um centro de comunicação e mandar uma mensagem pelos autofalantes da ilha toda! Vai ser perfeito, se eles estão por perto vão ouvir.” Eles e todos os marinheiros na região. – Contrapôs instantaneamente, porém o garoto não demonstrou preocupação alguma. – Mais zumbis pro nosso lado. – Jamal respondeu por Sid.

Liderando os zumbis pela rua, o novo objetivo era encontrar uma central rádio ou algo do gênero. No caminho imaginou que acompanhado de um bando de zumbis carregando corpos mortos veria bastante correria por parte da população, e muitos inimigos que os detectariam de imediato. – Soltem os corpos e ao ataque! Evitem decepar os membros, quero mortes limpas e corpos intactos! – Anunciando o ataque, iria se adiantar para o combate com translocações de alta velocidade e a nuvem de corvos para distração e irritação. Com o auxilio e a cooperação com os zumbis, o trabalho de matança devia ser drasticamente facilitado, ainda que os grupos inimigos pudessem estar em maior numero e com homens mais bem preparados. Mas dificilmente esperava ter problemas, mesmo contra tenentes.


Historico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptySeg 23 Mar 2020, 22:45

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia
Post: 04 (01) | Localização: Utopia - Grand Line | Clima: Pré-Tempestuoso


Capítulo 4: O Inevitável Encontro

Tenente Desconhecido ~ #0099ff
Marinheiro Desconhecido 01 ~ #0099cc
Marinheiro Desconhecido 02 ~ #9999ff


A chuva matinal em Utopia deixava aquela comédia nada romântica com teor dramático. Talvez tal coisa já tivesse ocorrido desde o início de Sid e suas aventuras caóticas, porém, por mais que o rapaz vagasse “sem rumo”, o ambiente aparentava estar relutando ao sucesso do rapaz. O que já era repetitivo ainda se mostrava eficaz. Invadindo os cômodos da ilha, o rapaz conseguia improvisar armazéns para depositar corpos em estado deplorável, assim como sem almas em seu recipiente, e nas vielas o mesmo orquestrava um baile de espectros vagando a procura de novos hospedeiros. O “baile demoníaco” prosseguia.

O comandante dos mortos ordenava e conduzia seu exército morto-vivo a seguir suas ordens e carregar os demais corpos. Recipientes vazios não eram de todo mal ou inutilizáveis, em sua maioria podiam muito bem calhar com a alma certa. No pior dos casos seria um peão de ótimo sacrifício. Ao som de passadas pesadas em meio as poças de água que ficavam das chuvas, o caos era abafado pelo som da precipitação que aumentava sua intensidade. A população evacuava o local de tanto temor do que via ali, em contrapartida, os marinheiros que trafegavam no local tinham sua atenção chamada e logo tentavam combater aquele mal.

— Atenção! Reforços necessários na área 4, setor 1. Atividade suspeita. Um garotinho com um grupo... Não, um exército de... Marinheiros? — confuso ele parou — Marinheiros seriamente feridos! Aparentemente apresentam movimentação suspeita. Estão seguindo o moleque a sua frente! — bradou um dos marinheiros, o que também pode ser ouvido pelo Den Den Mushi obtido por Sid anteriormente.

O jovem pirata então começava a ordem de ataque. Os zumbis de seu grupo, ou melhor, o seu grupo de zumbis então largou os corpos dos oficiais mortos que carregaram até então e partiram para o ataque. A maioria era clara para os guerreiros do protagonista, ainda mais pela relutante atitude dos marinheiros ainda vivos, que não sabiam o que acontecia e evitavam atacar seriamente os seus antigos colegas.

— Marinheiros! Ataquem qualquer pessoa que se oponha a lei! — bradou uma foz robusta, ouvida em meio aquela densa chuva que se iniciava. Do alto de uma das casas havia um marinheiro diferente dos demais e talvez só Sid pode notar isso. A aura que o mesmo emanava era diferente. Sua influência começava a virar o jogo para os marinheiros, aliado também a chegada de oficiais reforçando o chamado. — Você! — bradou com certa surpresa — Sidney Thompson! Declaro aqui o fim de seus atos de tirania pelos mares!

A distancia entre os mesmos era cerca de 8 metros. A altura do casebre beirava os três metros. Sid pôde ver claramente o oficial que o ameaçava sacando um par de Jittes e preparando-se para o combate. Sua estatura beirava os três metros e aparentemente era pesado, devido à robustez de seus músculos. — Tenente! O garoto está na mira. Esperando ordens de disparo! — ouviu Sid, tal áudio vindo novamente do Den Den Mushi roubado.


Considerações:
1. O Tenente apresenta um semblante desgastado;
2. Sid consegue sentir, após ouvir, a presença de algum atirador, porém, não sabe onde;
3. Por mais que tente esconder, o inimigo sentiu uma intimidação por se tratar de Sidney Thompson

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed
Pirata
Pirata
Zed

Créditos : 42
Warn : De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia 10010
Masculino Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 24
Localização : Chaos

De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia EmptyQua 29 Abr 2020, 19:24

Sid seguia liderando o grupo de marinheiros mortos pelas ruas de Utopia. O garoto ia atrás de um centro de comunicação, no qual pudesse dar um aviso para a ilha em sua totalidade, mas era abordado no caminho por um novo batalhão de soldados uniformizados em azul. Os zumbis se preparavam pro combate, mas o Sidney tomou-se por uma benevolência atípica. Ergueu a mão em sinal para que os zumbis se detivessem e deu um passo à frente.

- Ow, seu merdinha! – Dirigiu-se ao tenente que parecia na liderança do grupo. – Eu VOU até a torre de rádio mais próxima dar um anuncio pra ilha. Ou você pode ajudar no caminho, sair da frente. Ou vai se juntar aos outros. – E gesticulou com a cabeça, sinalizando os zumbis que lhe acompanhavam.

Em uma recusa em ceder, como previsto dos íntegros homens da lei, apenas daria o comando para o avanço das tropas. – Você fique de prontidão. Espere o atirador, e vá atrás dele. – Desta vez suas ordens foram para a própria sombra, que se agitava disforme no chão, mas sem se manifestar fisicamente. Ela iria permanecer naquele mesmo local, se agitando a espera da movimentação do adversário, e então ir atrás dele uma vez que soubesse onde estava. Sozinha ela devia lidar com um atirador sem maiores problemas. Sidney, por outro lado, iria dirigir-se ao Tenente. “Ele pode ser o mais problemático... pros Zumbis, claro.” Racionalizou antes de ir atrás de seu alvo, usando Sorus para diminuir a distancia rapidamente e tentar pegá-lo de guarda baixa com estocadas com as adagas congeladas. Iria direcionar seus ataques contra o tronco, evitando despedaçar os corpos que lhe seriam uteis mais tarde.

Uma vez que terminasse com o massacre, voltaria a dar ordem dos zumbis carregarem os corpos mortos em bom estado, e os sobreviventes feridos seriam despidos de suas sombras e jogados em um local escuro, apenas apropriados para mantê-los vivos.

Em um raro cenário onde concordassem em dar passagem antes de serem exterminados, o garoto abriria um sorriso de genuína surpresa. – Boa decisão companheiro. A torre de rádio mais próxima, onde fica? – Independente de ganhar ou não direções, deixar ou não os marinheiros vivos, era para lá que se direcionaria tão logo aquele confronto terminasse.


Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty
MensagemAssunto: Re: De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia   De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
De volta ao roteiro: O peixe Willian de Distopia
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Utopia-
Ir para: