One Piece RPG
I - A Match Made In Heaven - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phill Magestic
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 10:17

» Proteus Matchinglines
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Gaiden Hoje à(s) 10:10

» [Mini-Dori] Antes do começo
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Dori Hoje à(s) 09:30

» Sette Bello
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Pippos Hoje à(s) 06:36

» 10 Anos de OPRPG - Olimpíadas
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 05:40

» Timbre Mudo
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Wesker Hoje à(s) 04:16

» There's no good man in the west
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:01

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 03:43

» Contos lunares - O Mercador e o Ifrit
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:24

» II - Aliados
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:17

» I - Pseudopredadores
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Lurion Hoje à(s) 01:16

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:38

» Galeria Volker ~
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Axell Ontem à(s) 22:45

» Bastardos Inglórios
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 21:35

» O bando nasce! Nobreza contra ralé!
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Aesop Ontem à(s) 21:10

» Capítulo I - Despedida
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 19:28

» CAP. 2 - Preparação para a escalada
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor Palitinho Ontem à(s) 18:00

» Cap. 2 - The Enemy Within
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor King Ontem à(s) 17:56

» Tidus Belmont
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 17:40

» Fanalis B. Ria
I - A Match Made In Heaven - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 17:30



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - A Match Made In Heaven

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 44
Warn : I - A Match Made In Heaven - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 EmptySex 27 Dez 2019, 16:25

Relembrando a primeira mensagem :

I - A Match Made In Heaven

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Giannina Salieri. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Teo
Civil
Civil


Data de inscrição : 09/10/2012

I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 EmptySeg 17 Fev 2020, 12:22

Merus

I - A Match Made In Heaven


O cheiro de lixo no meio do caminho me fazia ter um pressentimento de que quem quer que fosse meu alvo, era alguém familiarizado com a sujeira, isso ia se confirmando cada vez mais quando chegavamos em um pântano. “Parece que essa ilha toda é bem nojenta, não dá pra encontrar ninguém remotamente limpo aqui...” eu pensava, fazendo uma expressão de nojo inconscientemente. “Ele disse com restos mortais debaixo de seus pés...” era um argumento válido, mas mesmo assim... “Por que ele me atacou primeiro, insetos burros que nem aquele merecem morrer daquele jeito pra pior...” pensava com convicção. “Por mim, se ocorrer a morte de alguém, já estarei satisfeito.” Ele concluía em um tom cómico. Tentava ignorar o maldito cheiro e a situação dessa região enquanto seguia até uma espécie de pântano, onde haviam canos indo para dentro do zoológico. Havia um barulho mecânico dentro daquilo, e eu tinha minhas suspeitas de que poderia ser aquele maldito procurado.

Não querendo ficar muito tempo por ali, eu primeiro observaria a parte adiante, em busca de rastros que indicassem que quem quer que tenha estado ali havia parado nessa agua suja ou ido adiante. Também procuraria indícios do tal poste, fosse uma confirmação visual ou um rastro do mesmo. Caso não encontrasse nada, minhas suspeitas seriam que talvez meu alvo era o responsável pelo barulho do cano.

No caso do rastro continuar adiante, contornaria o “pântano” e seguiria adiante rumo aos rastros, mas caso o rastro realmente parasse ali, decidia que seria melhor confinar quem quer que fosse ali. Caso não fosse quem eu estava procurando, a pessoa de qualquer forma estava invadindo parte do zoológico sem permissão, talvez ganhasse alguns pontos com o dono do zoológico por capturar um invasor.

Com isso em mente, pegaria uma arvore que parecesse ser fácil de levantar, e usaria minha força pra arrancar ela do chão. Não tinha problema se isso demorasse, e se enfim conseguisse, levaria ela até aquela abertura, usando-a como um bloqueio.

Assim que terminasse todo esse trabalho, ficaria por alguns minutos esperando alguma reação, e se nada fosse dito ou feito, retornaria para onde tinha deixado anã.
Dados:
 

Objetivos:
 




Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny Bear
Pirata
Pirata
Johnny Bear

Créditos : 17
Warn : I - A Match Made In Heaven - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 19

I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 EmptyQui 20 Fev 2020, 11:14


Ringue do Rakkan

A situação encontrava controle sem nem ao menos que Jeje precisasse intervir de alguma forma, estava claro que a sua presença passava à pequenina uma sensação de conforto, mesmo na toca do Rato onde tudo por ali parecia propositalmente feito para causar repúdio aos que não estavam acostumados a viver na sarjeta. Nina tinha então seu momento desejado de atenção, o pequeno desentendimento parecia ter sido esquecido rápido pelo roedor, diferente do grande Polar Urso que ainda estava confuso sobre tudo o que ocorrera diante dos seus olhos, ou talvez apenas perplexo por ver a vida passar diante deles sob o cano da metralhadora.

Acusar homens era um crime grave, Genovra sabia disso, mas a natureza daqueles dois sujeitos ele as conhecia bem em si, lúcido o bastante para ser capaz de apontá-los em uma multidão, embora não quisesse enaltecer a figura dos contrabandistas, ainda sim tinha fúria ao dizer como se frustrara nas vezes em que tentou capturá-los
– Capazes? Esses peixes da sarjeta não são capazes de muitas coisas, vivem se escondendo em buracos por lá, mas eles pegaram umas mercadorias minhas, adoraria muito se pudesse pegá-las de volta, pago um extra, o que seria obtido com a venda da sua … Ahm… Lhama, o que acha? -

Assinar um acordo com um chefão do crime poderia culminar em resultados catastróficos, mas com bons resultados, talvez em breve pudesse nadar em piscinas de moedas douradas e notas verdes com o dinheiro que conseguira das caçadas, Jeje se mostrou relutante e até um pouco contrária com relação àquele acordo, mas parecia de bom tamanho já que estavam, agora, isentas do serviço de coletar mais informações sobre o caso, tinham aliados fortes e influentes por toda ilha, ainda mais, que teriam, supostamente, se encontrado em uma outra ocasião importuna no passado. O Urso que tentava sair de fininho, sem que pudesse ser notado, era logo puxado uma outra vez para serviço
– Doddles! -- Nod […] -
- NODDLES! Acompanhe a senhorita e a Lhama dela até o Rakkan -

Diferente de compartilhar um local apertado, Merus parecia brincar de pega-pega com seu alvo, já que ainda incerto, não poderia julgar abertamente sobre as intenções do fugitivo, apenas sabia que ele era um, carregando um poste enorme no ombro direito. Com uma certa dificuldade as raízes rangeram saindo do solo com mais uns punhados de terra e pedras, além, é claro, das grossas raízes puxadas pra fora. Os indícios apontavam que o desconhecido teria avançado pelo esgoto, além é claro dos barulhos que ali faziam, distinguira pegadas pelo caminho que não continuavam pântano adentro, mesmo que a água cobrisse a altura dos pés, remexendo a água, o solo abaixo não afundava com a formação dos pés, pondo Merus À mercê de duas deduções mais objetivas, além é claro das secundárias que ele poderia chegar, mas as principais talvez pudessem ser: O homem teria continuado caminho pelo esgoto ou nadando.

Depois de emperrar e quase quebrar o cano (Que cano?) usando a árvore, o buraco apesar de não perfeitamente tapado era suficientemente fechado impedindo que qualquer pessoa que viesse de dentro conseguisse empurrar árvore para fora, já que agora estava entalada. O resultado não fora imediato, tampouco alguém ali dentro parecia se incomodar com a passagem fechada, mas aos poucos, a água que antes corria para fora começava a acumular na parte de dentro, uns poucos filetes escapavam pelas pequenas frestas deixadas pelo tronco, talvez em algumas horas aquilo fosse virar uma bomba de merda e fedor. Só restando para o gigante Merus voltar à entrada da base do senhor Genovra, foi de lá em poucos passos chegando outra vez à jaula dos tigres, agora sem a presença dos seguranças dentro da jaula, os animais ouriçados tinham um minuto de atenção analisando aquele gigante, pareciam discutir entre si se era muita a pretensão em tentar atacar tamanho saco de carne.

Eles rodeavam-no, ao todo três daquelas feras ronronavam e, em questão de segundos, soltavam um rugido fraco insinuando o avanço. Apesar de serem tigres, podiam ser considerados espécimes “raros” já que tinham em média quatro metros, uma pelugem maltês na parte superior do corpo, além de um volume excedente de pelos brancos na parte inferior do focinho, imitando uma barba branca. Agora com os homens de Genovra longe, os animais entendiam que aquele poderia ser um possível invasor, um problema a ser lidado e, com sorte, poderiam ficar com a carne e os ossos no fim das contas. O que parecia comandar era o mais alto de todos, mas seus pelos no rosto eram mais sutis, uma tigresa (não a vip) provavelmente.

Dentro dos buracos de Genovra, o caminho até o Rakkan se tornava mais barulhento a cada passe, Jeje ainda vinha por trás acompanhando com passos moderados da pequena nina, por tubulações e largos canos, até mesmo de esgoto, passavam no teto disparando e, conforme chegavam mais fundo passando por uma rampa que descia, se aproximavam de um arco rochoso que dava passagem para um grande salão, o esgoto principal, também aumentando os gritos e alvoroço do povo, revelando ser uma enorme arquibancada no momento em que passaram pela grade usada como porta.

Era um salão retangular, enorme pela profundidade, as arquibancadas dividiam-se em cinco níveis que iam descendo, também enunciando os desníveis das classes sociais, já que os mais próximos do térreo estavam mais a mercê de sofrerem respingos da carnificina resultante do que os ricos na ala superior, justamente onde Nina tinha sido encaminhada, já que por hora, o senhor Rakkan estava sentado em seu trono no canto daquele retângulo, posto em um desnível na parede, onde outros guardas, minks gorilas, faziam a proteção e vigilância com lanças.

As lutas no momento estavam pausadas, mas, pelo movimento da torcida, parecia que em breve teriam outro espetáculo acontecendo. As pessoas comentavam sobre um grisalho que apelidava a si mesmo como “O Bruxo” e estava lá para uma batalha querendo provar alguma coisa, isto fora o pouco que Nina conseguiu ouvir enquanto passava pelos ricos e afortunados – Sim? - Perguntava Rakkan, um homem pálido com o rosto fino e um cabelo grande que caia penteado para trás até a altura do pescoço, ele tinha um nariz longo e os olhos enfurecidos, embora não estivesse franzino, como se o tempo todo ostentasse aquele olhar furioso mesmo quando não quisesse, os dentes amarelados e claro, ostentava uma enorme cicatriz que ia da testa, passando pelo olho direito e ia até a bochecha.

Bear narrado pelo Bear:
 
Sr Genovra:
 
Controle:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Teo
Civil
Civil
Teo

Créditos : 7
Warn : I - A Match Made In Heaven - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 20
Localização : Newberry City - West Blue

I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 EmptySex 21 Fev 2020, 14:33

Merus

I - A Match Made In Heaven


Quando voltava para o lugar de onde tinha vindo, era recebido não por uma bolinha laranja e sua mascote, mas pelos tigres que pareciam decidir que era uma ótima ideia me atacar, agora que estava sozinho. Eu sorria com o canto da boca, afinal era um tanto engraçado que criaturas tão pequenas achando que dão conta de algo tão maior do que elas. “Eles são predadores, Merus. Tais criaturas naturalmente caçam e matam criaturas com 3 medidas maiores que eles.” eu deixava escapar um estalar de lingua e “respondia” para a voz “As criaturas com três vezes o tamanho delas não esmagam elas no chão com um soco, esmagam?”. Pra mim, era claro que eu era superior a estes animais malditos, mas aquele maldito na minha cabeça patéticamente achava que eu tinha que me preocupar com algo.

Eu não precisava de muito pra mostrar minha superioridade para aqueles seres inferiores, levantaria minha perna, movendo ela para frente, e colocando a maior quantidade de ar na em meus pulmões que conseguisse, pisaria com força no chão, e movendo o meu corpo para frente, mostrando agressividade, soltaria um urro gigantesco em direção àquelas estúpidas criaturas.

URRRHHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Manteria aquele urro até que meus pulmões não tivessem mais ar. Acreditava que conseguiria me livrar daqueles tigres apenas com o poder da intimidação. Afinal, não era todo dia que aqueles gatinhos enjaulados recebiam tamanho desafio.

De qualquer forma, eles ainda poderiam ser burros o suficiente para avançar contra mim, afinal, se humanos não conseguiam enxergar a diferença de poder entre eu e eles, os pobres animais poderiam certamente achar que haveria alguma chance de me derrotarem. Se esse fosse o caso, tinha consciência que felinos selvagens eram rápidos, devido ao tempo que passei na floresta com o velho Erick. Aproveitaria minha perna inclinada e avançada anteriormente com o urro, e abaixaria a parte superior do meu corpo, usando um de meus braços como apoio, e dando um forte chute horizontal, para pegar todos os tigres de uma vez, quando eles estivessem próximos o suficiente.

Se isso não fosse o suficiente, e algum deles conseguisse desviar, usaria a mão livre para esmaga-lo no chão quando estivesse próximo da minha parte frontal, ou apenas deitaria o esmagando no chão caso se aproximasse pelas minhas costas.

Em nenhum momento acharia que aqueles tigres me dariam algum trabalho, e se conseguisse terminar tudo de forma tranquila como estava imaginando, aguardaria até que visse a anã, ou achasse alguém que me pudesse informar sobre seu paradeiro.

Dados:
 

Objetivos:
 





____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dialogo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - A Match Made In Heaven - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 EmptyTer 25 Fev 2020, 13:24



Nothing Personal



"Estranho. Não me parece ser o suficiente pra ganhar tanta recompensa." ponderava a anã diante da colocação do Sr. Genovra, imaginando se os dois realmente não eram grande coisa ou se era apenas a implicância do rato que estava falando mais alto.

Qualquer que fosse o motivo, ao menos o mink aparentava estar mais inclinado a fazer um acordo - Recuperar mercadorias? Se for pagar, não vejo problemas gihahaha!! - gargalhava ao aceitar a proposta do rato, imaginando ter feito o acordo mais fácil de sua vida, sem pensar na personalidade com que havia feito o pacto - Mas preciso que me descrevam essas mercadorias, pra eu poder procurar. - completaria, finalmente encerrando as negociações.

Embora fossem encontrar outra pessoa, o caminho que percorriam não apresentava nada que já não tivesse visto. Canos e tubulações montavam boa parte do cenário, embora a pequena mulher conseguisse ouvir sons mais distintos, que antes não estavam presentes - Noddles. - exclamava buscando a atenção do mink - Quem é esse Rakkan? - perguntaria em seguida, procurando evitar ser pega de surpresa por outra personalidade inusitada.

No fim do percurso Nina se deparava com um cenário inesperado - Oho!! - soltava com um ar de espanto - Are you not entertained?! GIHAHAHAHA!! - berrava aos quatro ventos enquanto levantava os braços e se virava para Jeje, caindo em gargalhada com a sua amiga por conta de uma história antiga - Por essa eu não esperava, hah! - comentava limpando um princípio de lágrima em um de seus olhos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Brincadeiras à parte, Nina seguia com Noddles até o mencionado Rakkan - Eu sou Nina e essa é a Jeje. - diria casualmente em resposta ao homem, sem dar espaço para que Noddles falasse - Noddles, explica pra ele. - completaria como se estivesse no controle da situação. Não tinha intenção de descrever tudo que havia feito para que chegasse ali, mas se fosse necessário o faria, mesmo que contrariada.

- Agora que tudo foi esclarecido, o que você tem pra mim? Gihahaha! - pronunciaria como se pedisse um suborno ou algo igualmente suspeito. - Quanto às mercadorias que pediram pra eu recuperar, preciso que me descreva como elas são, caso contrário não vou conseguir identificá-las. - concluiria, caso ainda não houvesse recebido as informações necessárias para distinguir as mercadorias a serem recuperadas.

Se por fim recebesse todas as informações necessárias para recomeçar a sua caçada, tomaria o rumo da superfície, onde tentaria encontrar Merus para que pudesse compartilhar as novas descobertas. Por outro lado, se até o fim da conversa com Rakkan uma nova luta tivesse tomado início, aproveitaria para observá-la até o seu desfecho - Quer apostar quem vai ganhar? Gihahaha! - comentaria despretensiosamente para Jeje, se ajeitando para assistir o combate e procurando por alguém que vendesse algo para comer, decidindo que somente sairia do covil do Sr. Genovra após o resultado do confronto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

P.S.:
 

Histórico:
 

Personagem:
 


It's Just Business



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Match Made In Heaven   I - A Match Made In Heaven - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - A Match Made In Heaven
Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Newberry City-
Ir para: