One Piece RPG
For Whom the Bell Tolls XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ain't No Rest For The Wicked
For Whom the Bell Tolls Emptypor Milabbh Hoje à(s) 14:56

» Cap. 2 - The Enemy Within
For Whom the Bell Tolls Emptypor King Hoje à(s) 14:38

» Unidos por um propósito maior
For Whom the Bell Tolls Emptypor AoYume Hoje à(s) 11:42

» Art. 3 - Our memories
For Whom the Bell Tolls Emptypor Ryoma Hoje à(s) 11:07

» 1° Act - It's Navy Time
For Whom the Bell Tolls Emptypor PepePepi Hoje à(s) 09:00

» The One Above All
For Whom the Bell Tolls Emptypor Achiles Hoje à(s) 07:10

» [LB] O Florescer de Utopia III
For Whom the Bell Tolls Emptypor PepePepi Hoje à(s) 07:00

» O Regresso do Anjo Torto
For Whom the Bell Tolls Emptypor DanJo Hoje à(s) 06:34

» Azura V. Pendragon
For Whom the Bell Tolls Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 06:17

» [Ficha] Fenrir Seawolf
For Whom the Bell Tolls Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 06:09

» Fenrir Seawolf
For Whom the Bell Tolls Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 06:05

» Sádica em construção
For Whom the Bell Tolls Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 06:03

» VI - Seek & Destroy
For Whom the Bell Tolls Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 05:54

» Una Regazza Chiamata Pericolo
For Whom the Bell Tolls Emptypor Milabbh Hoje à(s) 05:34

» [MINI-Fenrisulfr] Começo
For Whom the Bell Tolls Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 05:19

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
For Whom the Bell Tolls Emptypor Wesker Hoje à(s) 02:58

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
For Whom the Bell Tolls Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 02:21

» I - As rédeas de Latem City!!
For Whom the Bell Tolls Emptypor Kyoji Hoje à(s) 01:35

» The Lost Boy
For Whom the Bell Tolls Emptypor Madrinck Dale Hoje à(s) 01:11

» Unidos por um propósito menor
For Whom the Bell Tolls Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 00:18



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 For Whom the Bell Tolls

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptySab 23 Nov 2019, 16:11

For Whom the Bell Tolls

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Bellamy Navarro. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Greny
Civil
Civil
Greny

Créditos : Zero
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 31/08/2012
Idade : 20
Localização : No seu coração

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptySeg 25 Nov 2019, 23:13

Andava pelas ruas de Malkiham pensativo, como sempre, durante minha caminhada matinal para comprar cigarros. Não havia um dia sequer nas últimas semanas em que eu pensasse em outra coisa além de ir embora. Eu não tinha nenhum motivo pra permanecer naquele lugar, afinal, não tinha nascido ali e muito menos tinha boas lembranças. Eu separava os lugares de quatro formas: os que eu briguei, os que eu treinei, os que eu já taquei fogo e os que eu ainda não tinha feito nada.

Então, o que é que me prendia ali? Estava relativamente curioso para saber que tipo de problema meu avô havia arrumado em suas viagens na Grand Line. Ele era velho, mas um velho extremamente forte e inteligente. Além disso, ele estava fora há quase dois anos. Ele nunca demorara tanto tempo. Mas era só sair da ilha? Pra isso, eu precisaria renegar tudo na minha vida. Foi quando eu me dei conta de uma coisa: “Eu não tenho nada” – concluí.

Pensava tanto em como sair ou quando sair, que eu me esqueci do principal: simplesmente sair. Para que ficar calculando? Eu realmente não tinha nada que me segurasse na ilha, talvez estivesse na hora de parar de protelar e finalmente fazer algo. Afinal, o que me avô faria? Me daria um baita de um chute na cabeça e diria que eu estou seguindo o caminho mais fácil. E o pior, é que ele estaria certo. Bom, estava decidido. Eu iria sair da ilha naquele dia, ou melhor: “Agora.” – pensei.
Com isso em mente, eu pararia para me situar na rua, visto que eu estava apenas andando há algum tempo sem nem prestar atenção no caminho, e iria na direção do primeiro estabelecimento que vendesse cigarros, entraria e diria – Olá, boa tarde. Gostaria de comprar um maço de cigarros e uma caixa de fósforos, por favor – e, se tivesse o dinheiro suficiente, pagaria e iria embora. Caso passasse certo tempo procurando e mesmo assim não conseguisse achar, abordaria alguém na rua e diria – Boa tarde, sabe onde eu consigo comprar cigarros por aqui? – e seguiria o caminho indicado pela pessoa, agradecendo-a. Se ela não soubesse, continuaria procurando e perguntando para quem achasse, até conseguir encontrar o estabelecimento.

Off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Falas (#ff6633) | Pensamento (#993300)

Objetivos:
 

R.I.P:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 136
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Data de inscrição : 16/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptyTer 26 Nov 2019, 05:19


Narração
Dia - Manhã
Tempo fechado, provável neve caindo ao mais tardar do dia
Localização: Malkiham Island - North Blue

Bellamy Gimenez Navarro
Bellamy finalmente havia tomado alguma atitude em sua vida e decidiu que iria partir daquela ilha que simplesmente nunca lhe agradou. E isso levando em conta que passou mais da metade de seus dias nesse local. Mesmo com algumas memórias boas, as ruins facilmente se sobrepunham e assim Gimenez não tinha dúvidas de que desejava simplesmente sair daquele local.

Porém, antes de começar essa jornada o viciado tinha que fazer o que um viciado faria. No caso em questão, comprar cigarros. Por viver naquela ilha a onze anos e nos últimos ser um completo fumante, Bellamy sabia de cor onde ficava a loja de cigarros mais próxima da casa de seu avô. Não foi difícil partir em direção a ela. Enquanto isso observava como o dia estava feio, talvez fosse esse um dos motivos de querer sair daquela ilha, a maior parte do tempo fazia frio.

Chegando na loja, foi educado e prontamente foi atendido pelo vendedor que lhe passou seus cigarros e seus fósforos. Aquilo era até algo "rotineiro", Bellamy já era viciado a um tempo. O valor de trinta mil berries foram pagos por Navarro que via suas poucas economias acabando. Possuía agora meros vinte mil berries para partir daquela ilha que tanto odiava.

Ao sair da loja via que do céu aos poucos começava a cair alguns flocos de neve, simbolizando o inverno que era quase constante naquela pequena ilha. Como partiria daquela ilha com tão pouco dinheiro era o primeiro desafio de Gimenez, o que era muito bom, pois o jovem queria desafios em sua vida.


off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Greny
Civil
Civil
Greny

Créditos : Zero
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 31/08/2012
Idade : 20
Localização : No seu coração

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptyQua 27 Nov 2019, 04:36

A cordialidade diária do velho Tom era tocante, mas ele me conhecia há algum tempo, afinal, eu frequentava sua loja quase que todos os dias nos últimos anos. Embora eu o chamasse de “velho Tom”, ele não era necessariamente velho. E também não se chamava “Tom”. A verdade é que eu nem sabia o nome dele, mas muito possivelmente não era esse. Mas essa era uma forma mais fácil de me referir a ele, que me ajudava a sustentar meu vício, então não podia considera-lo como “inútil” ou “sem importância” na minha vida. A cada dia ele me provia de vinte novos amigos em formato cilíndrico, os quais não costumavam sobreviver até o dia seguinte, mas me ajudavam muito com seu sacrifício. Sim, os cigarros eram meus únicos amigos. Será que isso é tão solitário quanto soa?

Enfim, dito isso, eu permaneceria parado momentaneamente na frente da loja e levaria um cigarro até a minha boca. Então o acenderia com um fósforo, daria uma tragada e soltaria a fumaça, olhando para o céu e tirando o cigarro da boca com meus dedos indicador e médio da mão direita. Observaria a neve caindo com seus flocos tímidos pelo chão, o que não era nenhuma novidade, visto que Malkiham Island só tinha duas estações: o “inverno está chegando” e “o inverno chegou”. Dava até para ser o cenário de algum livro de ficção com reinos, mortes, sexo e dragões. E esse clima era uma coisa que eu definitivamente não sentiria falta depois que fosse embora.

Daria mais uma tragada no cigarro e começaria a pensar no que fazer, afinal, precisava sair da ilha e, consequentemente, precisava de dinheiro. Agora, como arrumar esse dinheiro? Poderia trabalhar para conseguir, passar no restaurante e ver se teria como eu pegar outro bico. Mas não iria. ”Muito fácil” – pensaria. Outra opção seria assaltar um banco... ”Muito arriscado e desnecessário...” – concluiria, mentalmente. Mais alguns segundos pensando e chegaria, finalmente, em uma resposta que talvez deixasse meu coroa orgulhoso: ”Vou falar com os caçadores de recompensa.”

Terminado meu cigarro, olharia ao meu redor procurando uma lixeira ou qualquer lugar no qual pudesse depositar a bituca. Não achando, ficaria com ela na mão até achar. Eu já poluía demais o meio ambiente com minhas emissões de dióxido de carbono, não precisava poluir mais. Certificaria-me que havia guardado o maço de cigarros e os fósforos em meus bolsos e começaria a andar procurando a sede de algum clã de caçadores. Se não achasse ou não lembrasse o caminho, procuraria alguém na rua para pedir informação, dizendo: - Boa tarde, como eu faço pra chegar no prédio de algum dos clãs da ilha? De preferência, o com os caçadores mais simpáticos – e esperaria uma resposta. Perguntaria até encontrar alguém que soubesse, agradecendo a pessoa.

Quando e se chegasse no prédio, tentaria entrar e me apresentaria dizendo - Olá, me chamo Bellamy. Queria saber se vocês tem vaga pra mais alguém aqui ou se tem algum procurado que eu possa ajudar a capturar - e esperaria uma resposta. Em caso de uma negativa, me desculparia pelo incomodo e sairia do lugar, procurando outro clã. Tentara repetir o processo com todos os clãs da ilha, até ter uma resposta positiva ou acabarem as minhas opções. Se eu ainda estivesse com a bituca de cigarro quando chegasse ao prédio, perguntaria ainda se eles tinham algum espaço no qual eu pudesse descarta-la.

Off¹:
 
Off²:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Falas (#ff6633) | Pensamento (#993300)

Objetivos:
 

R.I.P:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 136
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Data de inscrição : 16/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptySex 29 Nov 2019, 07:49


Narração
Dia - Manhã
Tempo fechado, provável neve caindo ao mais tardar do dia
Localização: Malkiham Island - North Blue

Bellamy Gimenez Navarro
Bellamy fumava seu cigarro em paz ao sair da loja. Ainda refletia sobre dificuldade em sua vida, queria um desafio e percebia que suas opções eram limitadas naquela pequena ilha que só nevava por boa parte do ano. Graças a isso acabou pensando em somente uma única opção para resolver seu dilema de conseguir dinheiro para partir daquela ilha. Era na verdade alguém bem óbvio sendo que estava em Malkiham, iria conversar com caçadores de recompensas.

A história da cidade sondava caçadores de recompensa, a falta da marinha na ilha fazia caçadores ali serem comuns, pois também não era incomum ver diversos piratas passando por ali ao saberem que a ilha não possuía marinheiros. Todos sempre pensando que era simples se livrar dos caçadores que ali haviam e viverem em paz saqueando a ilha, mas isso nunca dera certo.

Até um tempo atrás havia um clã proeminente, mas desde uma confusão que ocorrera na cidade o clã Copas se tornou mais proeminente. E foi para a sede deste clã que Bellamy se dirigiu. Não era difícil saber onde era tal sede. Era a maior casa que havia na ilha, e sendo uma ilha tão pequena, tal construção chamava bastante a atenção de todos que viviam ali. Não que ela fosse totalmente gigantesca, mas para os padrões de Malkiham, aquele local era realmente diferente.

Somente quando chegou por lá que viu um local para jogar seu cigarro fora, Bellamy apesar de pensar até mesmo em assaltar bancos e não o fazer por ser "muito arriscado e desnecessário", ao mesmo tempo pensava em não jogar lixo na rua. No mínimo uma faceta interessante. Com essa personalidade tão diferenciada, não foi difícil para ele entrar na construção do Clã Copas e se apresentou para as primeiras pessoas que encontrava por ali.

Eram quatro pessoas. Três homens e uma mulher. Todos possuíam o cabelo escuro, mas a pele era bem clara, perderia por pouco da neve que caía do lado de fora da construção. Um dos homens começou a resposta, e sinceramente, era difícil definir a diferença dos três. Provavelmente acabaria confundindo-os. - O mesmo nome do nosso prefeito, que coincidência. - O prefeito Bellamy havia assumido a pouco tempo. - Bem, não temos nenhum procurado realmente em busca. Mas pelo que fiquei sabendo na floresta começaram a soar rumores de alguns piratas estarem se aproveitando dos animais que lá estão para se esconderem. - Falou o homem. - Se quiser averiguar com a gente, estávamos nos reunindo justamente para isso. Não acho que exista muito o que fazer até irmos para Wars Island e renovar nossos "cartazes" de menores impactos... - Ele deu uma pequena pausa, algo no tom da palavra cartazes parecia estranho, mas o motivo veio logo em seguida. - Os piratas que o jornal distribui o cartaz geralmente vão para Lvneel... então aqui é muito difícil de acharmos um pirata com cartaz, temos sempre que ir até Wars Island, ou Micqueot, ou para Lvneel, só para conseguirmos descrições dos procurados de menor impacto que podem passar por aqui. - Informou o homem. Ele parecia bem seguro do que falava, não parecia que seria fácil simplesmente um procurado com cartaz cair em seu colo. Mas desafio era justamente o que Bellamy desejava.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Greny
Civil
Civil
Greny

Créditos : Zero
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 31/08/2012
Idade : 20
Localização : No seu coração

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptyQua 04 Dez 2019, 01:53

Eu nunca me interessara muito pela política da ilha, a verdade é essa. Lembro de relance dos escândalos envolvendo o antigo prefeito, que os fizeram ser substituído pelo meu xará. Também sabia que o clã que regia era o Ant-Bullet, mas não acompanhei aqueles que vieram após eles. Na verdade, eu não tinha certeza se sabia o nome de todos. Talvez, eu não lembrasse nem o nome da casa que eu estivesse agora. Sabia que era algo que remetesse aos naipes do baralho. ”Pensa, Bell…” - ecoou em minha cabeça, enquanto eu tentava me recordar - ”Espadas? Ouros? Não, acho que é Copas...” – chutei, sem muita certeza.

Outro ponto é que, se era dificuldade que eu queria, ela não tardou a aparecer para mim. Admito que foi um pouco broxante saber que não haviam piratas notórios na ilha que eu pudesse enfrentar, mas talvez fosse um pouco de pretensão demais da minha parte achar que um psicopata sedento por sangue fosse cair no meu colo só pelo fato de eu querer. Mas a fala dele não foi de todo mal, afinal, ele deu a entender que iam com certa frequência para fora da ilha, o que me deixou com a esperança de conseguir uma carona no barco deles.

Mas isso ficaria pra depois. Focando apenas naquele momento, eu deveria pensar no objetivo: averiguar os piratas que estavam se escondendo na floresta, aproveitando-se dos animais. Agora, o quão infantil eu era por ter pensando em um troglodita musculoso fantasiado de urso no meio da selva? Muito, talvez. Mas esse pensamento foram muito melhor do que aquele que veio em sequência, dos piratas que me emboscaram anos atrás poderem estar lá. Eu tinha certeza que era pura ilusão da minha mente e que ainda tinha chance de rachar a cara de uma maneira bem rude, mas... ”Vai que...” – eu pensava.

Abrindo um sorriso leve no canto da boca, responderia: - Certo, podem contar comigo! – da maneira mais firme e determinada que pudesse, e concluiria perguntando: - O que precisam que eu faça? - e esperaria por uma resposta, que se fosse algo que eu pudesse fazer, eu tentaria. Não tendo nada, ou com tudo já tendo sido feito, esperaria pelo momento da saída em direção à floresta. Também olharia ao meu redor, tentando observar os detalhes do lugar, afinal, queria saber como era uma casa de caçadores de recompensa.

Off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Falas (#ff6633) | Pensamento (#993300)

Objetivos:
 

R.I.P:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 136
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Data de inscrição : 16/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptyQua 04 Dez 2019, 06:16


Narração
Dia - Manhã
Tempo fechado, provável neve caindo ao mais tardar do dia
Localização: Malkiham Island - North Blue

Bellamy Gimenez Navarro
O local dos caçadores era bem simples. Parecia uma gigantesca taverna, havia um mural onde provavelmente existiriam cartazes de recompensas, mas como o homem a sua frente havia falado, não havia nenhum ali. O local em si não estava cheio, na verdade eles eram os únicos ali. Será que o resto estava aproveitando a vida naquele momento mais calmo? Difícil saber, mas também não importava muito para Bellamy. Que não só conseguiria partir em busca de um pirata, como também provavelmente conseguiria carona para sair daquela ilha.

- Bom, já que você vai vir com a gente. - Começou a falar o homem.  - Deixe-me apresentar. Eu me chamo Hugo. - Falou.  - Estes são José e Luís. - Complementou apontando para os outros homens em sequência. Como eles eram parecidos seria necessária uma grande atenção de Bellamy para não confundi-los em algum momento. - E esta é a Patrícia. - Falou por mim, fechando assim o grupo com o único nome que não tinha como Gimenez confundir.

Bellamy perguntou então sobre ter algo para fazer, mas a resposta indicava claramente que não, pois Hugo só falava o básico: - Bem, a única coisa que precisa fazer é ir com a gente e ajudar a encontrar os possíveis piratas. E claro, na luta que pode ocorrer. Tanto com eles quanto com os animais. - Com isso, Navarro esperou enquanto eles pegavam água para a caminhada na floresta. A vegetação ocupava a maior parte da ilha, então água era algo bem vindo. Uma ou outra pessoa chegaram no estabelecimento enquanto isso. Cumprimentavam os quatros e olhavam para o jovem Gimenez, não de forma grosseira, só com aquele leve tom de curiosidade de o que o jovem estaria fazendo por ali.

Com isso tudo resolvido, Bellamy se via andando com os outros quatros a caminho da floresta. Como agiria nela e como procuraria por pistas seria algo vital para seu possível sucesso. Isso, claro, se houvesse realmente piratas se escondendo por lá.


Legendas:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Greny
Civil
Civil
Greny

Créditos : Zero
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 31/08/2012
Idade : 20
Localização : No seu coração

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptySeg 09 Dez 2019, 02:22

Eu era um pouco reticente com a ideia de ir para a floresta. Sempre fui, desde o acontecido de anos atrás. É verdade que eu voltara lá diversas vezes depois disso, principalmente para treinar, mas o lugar sempre me trouxera uma péssima sensação. Um misto de culpa com impotência. Afinal, Brody era como um irmão para mim e, se ele morreu, foi tentando me proteger. Aqueles sentimentos eram algo que eu não seria capaz de desejar pra alguém e, não importa quanto tempo passasse, o pressentimento era de que aquela sensação duraria, ao menos, até eu fazer alguma coisa. E Deus era testemunha de que eu tentaria.

Logo, estava rumando para a maldita floresta junto com os quatro: Luís, José, Patrícia e Hugo. Uma coisa que chamava muita atenção era a clara diferença entre os rapazes, afinal, um era branco; o segundo era caucasiano e o terceiro era desprovido de melanina. O que isso queria dizer? Nada. Eles eram a cópia um do outro. Mas, pensando melhor, seria incoerente da minha parte esperar alguém capaz de cultivar um bronzeado em uma ilha quase desprovida de verão. Mesmo assim, achava realmente curioso a maneira como Hugo havia apresentado a equipe, como se esperasse que eu fosse capaz de diferencia-lo de seus colegas. Restava a mim tentar achar alguma diferença neles, a mais mínima que fosse, ou apenas tratar todos como “cara”.

Continuaria seguindo-os até a floresta. Chegando lá, perguntaria à Hugo -Então, qual é o plano? - e esperaria uma resposta. Como ele foi quem falou mais, presumi que fosse o líder. Caso não houvesse um, eu iria sugerir - O que acham de nos separarmos? - e esperaria por uma resposta do grupo. Além disso, ficaria atento aos meus sentidos aguçados desde o momento que entrasse na floresta, tentando identificar algum som ou odor estranho, ou que não deveria estar ali.


Off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Falas (#ff6633) | Pensamento (#993300)

Objetivos:
 

R.I.P:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 136
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Data de inscrição : 16/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptyQua 11 Dez 2019, 20:05


Narração
Dia - Manhã
Tempo fechado, provável neve caindo ao mais tardar do dia
Localização: Malkiham Island - North Blue

Bellamy Gimenez Navarro
Bellamy não acreditava muito que Hugo realmente achasse que seria possível notar alguma diferença entre eles. O que não percebia é que com o tempo acabava por notar algo que realmente diferenciava cada um deles. Hugo usava uma pulseira vermelha, Luis usava uma pulseira verde e José uma pulseira azul. Além disso Patrícia usava uma pulseira rosa.

Eles conversavam durante o caminho, enquanto isso Bellamy lembrava de seu triste passado envolvendo a floresta. Precisava ser mais forte e esperto naquele momento para que não ocorresse outra possível tragédia naquele local.

Aos poucos ia vendo a floresta crescendo, a vegetação tomava a maior parte da ilha e por isso chegar nela era uma tarefa bem simples. Algo interessante era o fato deles só terem fofocado, falaram de algumas mulheres, ignorando o fato da Patrícia se importar ou não, falaram sobre trabalhos antigos, sobre beber depois, mas nada sobre um plano para o que viria a seguir. Com isso em mente, Bellamy acabou indagando Hugo sobre isso, e este respondeu quase com um dar de ombros. - Vamos simplesmente procurar por pistas, não tem muito que um plano ou algo assim.

Com a falta de planejamento destes, Navarro acabava por sugerir que se separassem. Ao terminar de indicar a ideia viu uma semi careta partindo de seus novos colegas. - A floresta é gigantesca... e mesmo sem a garantia de piratas, ainda existem os animais que são perigosos. - Falou Hugo começando a justificar porque a ideia não lhe agradava. - Se nos separarmos viramos presa fácil e ficará muito mais difícil de reunir qualquer tipo de informação que consigamos. - O tom de voz era meio contraditório, Hugo não parecia cem por cento contra a ideia de Bellamy, mas apresentara bons argumentos ali, Gimenez teria que contra-argumentar muito bem ou simplesmente aceitar que andariam juntos a procura de pistas enquanto entravam na floresta.


off:
 

Legendas:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Greny
Civil
Civil
Greny

Créditos : Zero
Warn : For Whom the Bell Tolls 10010
Masculino Data de inscrição : 31/08/2012
Idade : 20
Localização : No seu coração

For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls EmptySeg 16 Dez 2019, 00:21

Eu dera minha ideia com a melhor das intenções, apenas tentando  cooperar com a missão. O que eu não esperava era a negativa dos meus colegas. E, o pior: era uma negativa completamente válida e fundamentada. Por mais que fosse bastante plausível que nos separássemos para aumentar as chances de acharmos pistas, era igualmente plausível permanecermos juntos, por não sabermos quantos piratas haviam ali, isto é, se fosse realmente esse o caso. Era o enigma do gato de Schroedinger – apenas um dos conhecimentos que eu adquirira na faculdade e gostava de aplicar só para não parecer um período inútil na minha vida –, nos separarmos ou não era, ao mesmo tempo, uma ótima ideia e uma péssima ideia, igual ao gato que, enquanto a caixa não fosse aberta, estava vivo e morto.

Outro ponto que eu considerava, por mais que evitasse, era que dá última vez que eu fora imprudente naquela mesma floresta, meu amigo fora assassinado. Não tinha jeito, tudo naquele dia estava me dando algum gatilho. ”Impressionante” - eu pensava. Não imaginava, mesmo, que seria tão difícil pra mim superar. Talvez fosse melhor seguir o que Hugo dizia. ”Pelo menos, por enquanto...” - concluía, mentalmente. Se em algum momento eu achasse que estava na hora de abrir a caixa, eu o faria, mas julgava mais vantagem deixar o gato quieto na dele. Mas, assim, eu não precisei pensar muito pra perceber que havia uma diferença gritante entre dois adolescentes em uma floresta e quatro caçadores em uma floresta, afinal, eles ganhavam a vida lutando contra criminosos e, com certeza, foram para um lugar na iminência de uma luta devidamente armados. ”Certo?” - ecoou a dúvida na minha cabeça. Essa pergunta me deixou realmente preocupado.

Primeiramente, eu olharia meus colegas, visando me certificar que eles estavam armados, apenas para me certificar que era tudo paranoia da minha cabeça. Como eu, por hora, concordava com Hugo, diria - Bom, eu acho que você está certo. Vamos juntos e, se for necessário, nos separamos - diria, tentando aparentar firmeza - Vamos prosseguir? - perguntaria, caso ninguém mais se manifestasse, e seguiria andando.  Tentaria me manter atento o tempo inteiro aos meus sentidos, buscando captar algum odor ou som diferente. Caso percebesse algo, pararia e aguardaria por um momento, tentando me concentrar no som ou no cheiro, para ter certeza que se tratava realmente de algo. Em um caso positivo, avisaria meus companheiros. Em um caso negativo, seguiria atento.


Off:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Falas (#ff6633) | Pensamento (#993300)

Objetivos:
 

R.I.P:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




For Whom the Bell Tolls Empty
MensagemAssunto: Re: For Whom the Bell Tolls   For Whom the Bell Tolls Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
For Whom the Bell Tolls
Voltar ao Topo 
Página 1 de 7Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: