One Piece RPG
Unbreakable - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» I - Conhecendo o mundo
Unbreakable - Página 3 Emptypor Bijin Hoje à(s) 22:58

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Unbreakable - Página 3 Emptypor Gina Hoje à(s) 22:51

» [KIT] Slade Wilson
Unbreakable - Página 3 Emptypor Achiles Hoje à(s) 22:22

» O vagabundo e o aleijado
Unbreakable - Página 3 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 20:15

» [FP] Kozuki Orochi
Unbreakable - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:34

» Kozuki Orochi
Unbreakable - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:34

» (Mini) Gyatho
Unbreakable - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:30

» [Mini-Theodore]
Unbreakable - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 16:26

» Sette Bello
Unbreakable - Página 3 Emptypor Pippos Hoje à(s) 14:38

» I - Pseudopredadores
Unbreakable - Página 3 Emptypor Megalinho Hoje à(s) 13:39

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Unbreakable - Página 3 Emptypor Midnight Hoje à(s) 13:16

» Drake
Unbreakable - Página 3 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 13:15

» Unbreakable
Unbreakable - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 12:20

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
Unbreakable - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 12:05

» Shaanti Mochan
Unbreakable - Página 3 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 08:21

» Alipheese Fateburn
Unbreakable - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 07:59

» Nox I - Loucura
Unbreakable - Página 3 Emptypor Jin Hoje à(s) 03:32

» Kime's here
Unbreakable - Página 3 Emptypor Kimerado Hoje à(s) 01:35

» あんみつ - Anmitsu
Unbreakable - Página 3 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 21:27

» [ficha] Hinata Bijin
Unbreakable - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 20:02



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Unbreakable

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Ainz
Civil
Civil


Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyTer 26 Nov 2019, 13:30




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Unbreakable.


Julius acatava o pedido do rapaz, deixando-o livre para cuidar de seus assuntos pessoais. "Hora da caça!" Um leve sorriso malicioso abriu o semblante do boxeador, que partiu em busca de seu alvo. Nem os obstáculos à sua frente, nem as chamas ou as balas rasgando os ares o interromperam, somente uma dor aguda em suas panturrilhas o incomodava ao ponto de ranger os dentes com uma expressão amarga. — Tsc! — Mas suportava heroicamente para realizar sua vingança.

Alguns momentos de perseguição ao encalço do sequestrador e agora ele se via encurralado, restando a ele somente gritar em fúria e avançar contra Levy sem qualquer planejamento. "Heh, ele caiu" Seu sorriso resplandeceu outra vez, um sorriso de predador. — O único que vai para o inferno é você! — O combate iniciou e Levy conseguia prever com certa facilidade os movimentos desesperados de seu oponente, esquivando-se e contra-atacando ferozmente sua face. Um aglomerado de saliva, sangue e dentes voou no impacto e o homem recuou alguns metros, outra provocação do boxeador fizeram o homem avançar novamente, desta vez em lágrimas. Seu golpe fora tão desesperado quanto o primeiro, mas Levy não barateou sua inocência e – depois de esquivar – cobriu seu corpo com uma “chuva” de golpes. — ORA ORA ORA ORA ORA! — Estava em puro êxtase, coberto de adrenalina e sede por sangue. O massacre foi encerrado quando o homem tentou segurar as mãos de seu agressor na fútil tentativa de pará-lo, mas Levy impiedosamente recuou e o finalizou com uma solada aérea em seu rosto que o mandou diretamente para o chão, completamente inerte.

Levy agora contemplava suas próprias mãos, encobertas de sangue assim como suas roupas e rosto. Havia tornado outra pessoa? Era seu questionamento interno, talvez a empolgação houvera mudado seu cerne naquele momento, ou talvez essa fosse a verdadeira face do rapaz. Poderia finalizar aquele homem ali e agora, mas optou por ficar parado simplesmente observando-o. "Se ficar aqui irá morrer de qualquer forma..." Pensou. Mas não seria ele a dar o golpe final, não era de seu interesse.

Outros dois indivíduos chegaram à cena, indagando o albino com uma pergunta óbvia. — E se foi? — O rapaz virou seu rosto para encará-los, mantendo-se de lado para ambos durante sua resposta firme e sem remorso, estava mais calmo depois de descarregar sua fúria, até um pouco cansado, mas a luta não parecia tão perto de acabar. Um dos homens puxou sua espada e se colocou em guarda, o outro simplesmente partiu em direção de Levy. "Um espadachim e outro lutador" Pensou, visualizando a arma de ambos. Armou sua guarda também, pés bem separados e firmes com os joelhos um pouco flexionados, mãos à altura do queixo com os cotovelos protegendo seu peito e abdômen. — Venham!

Esperaria o primeiro movimento do lutador, uma vez que ele tomara a iniciativa. Seu foco era esquivar-se do primeiro golpe e realizar um contra-ataque que o colocaria em vantagem em um instante e para isso fixou bem seu olhar no homem, aguçando seus sentidos em sua direção para desvendar suas intenções. Se fosse um ataque frontal desviaria para os lados, se fosse um ataque lateral desviaria para baixo e se fosse diagonal, encurvaria seu corpo em um ângulo possível para desviar-se da linha do golpe. Imediatamente após desviar, se o fizesse, encaixaria uma sequência limpa de dois golpes: um soco canhoto mirando as costelas lateralmente e um destro mirando o queixo de baixo para cima, impondo sua aceleração à prova. Cerraria os dentes, suportando o cansaço e a dor em suas pernas, mentalizando uma única frase. "Aguente... Aguente... Eles são só degraus em sua escalada para o topo!" Repetia isso em sua mente para lhe dar forças para continuar mesmo mediante todas as dificuldades, era como uma determinação de aço.

Se o espadachim juntasse-se a luta, tentaria mover-se pelo solo de modo que nunca ficasse cercado e sempre com seus inimigos “alinhados”, isto é, um cobrindo o outro para que impedisse ao menos um de atacar; obviamente isso não seria necessário caso o lutador fosse incapacitado, algo provável caso ele recebesse diretamente a sequência anterior com o peso das luvas de ferro. Mas, caso não pudesse evitar os ataques do espadachim/lutador de o mirarem, faria seu possível para esquivar-se com movimentos pendulares do tronco somados com impulsos de seus pés para os lados e esquivas para baixo – cada tipo de esquiva batendo com o tipo de golpe, todos visando esquivar-se mais dos ataques mirados a ele. Ao menor sinal de que poderia contra-atacar rapidamente o espadachim/lutador, buscaria encaixar um soco em seu diafragma para roubar-lhe estamina ao dificultar sua respiração, repetindo isso quantas vezes pudesse.

Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : Zero
Warn : Unbreakable - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20
Localização : East Blue - Shells Tow

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyQui 28 Nov 2019, 03:38

O pequeno duelo anterior durava cerca de minutos, o nível de habilidade do lutador sobre seu oponente era notável e rapidamente levy derrotava o sequestrador de helena, um verdadeiro massacre em pura frenesi tendo as mãos cobertas de sangue proveniente do espancamento, e por fim consentia em não realizar o golpe de misericórdia pois provavelmente o barrigudo morreria ali mesmo, inerte naquele mato, com costelas fraturadas e dentes quebrados que formavam lentamente uma maior poça de sangue envolta do corpo. Em pouco tempo novos inimigos chegavam, questionavam quem havia ferido o sequestrador já estirado ao chão, quando enfim eram retrucados  pelo jovem lutador que se preparava para o combate, levy observava e aguardava pacientemente o avanço do lutador inimigo que chegando a uma certa distância saltava contra o albino realizando um golpe aéreo com o punho direito rumo ao seu rosto, que era prontamente respondido por uma rápida esquiva pela lateral fazendo-lhe golpear o ar, e então o lutador albino rapidamente contra-atacava buscando desferir uma sequência de dois golpes visando as costelas e o queixo de seu alvo, que demonstrando uma boa velocidade e um conhecimento prévio de artes marciais, conseguira bloquear os golpes do albino nas costelas deslizando seus antebraços e empurrando a trajetória dos golpes pela parte não revestida em metal das soqueiras em quanto se curvava pela direita e esquerda revesando e bloqueando e redirecionando, e quando percebeu que seria golpeado no queixo se esquivou realizando dois saltos para trás. - Você não é ruim, mas também não é tão bom hehehe. - Diria o lutador para levy, em um tom provocativo.

Na medida em que levy percebera que o espadachim estava se movendo, optou por não se manter fixo no terreno para não ser cercado, embora provavelmente tenha acreditado que conseguiria nocautear o lutador com facilidade, o mesmo demonstrava algum conhecimento de artes marciais e mais uma vez avançava, colocando os dois punhos a frente da mandíbula revelando certa habilidade em boxe a julgar pelos seus movimentos. O espadachim aproveitando da situação, agora avançava em conjunto com seu parceiro e desferia uma estocada rumo ao peito de levy, que conseguia se esquivar pelo lado com destreza e se preparava para revidar mas era surpreendido com o espadachim cedendo o espaço, saltando para o lado, e deixando a investida do lutador frente a frente com um forte soco potencializado contra levy, que por seu reflexo bloqueava o golpe espelhando o movimento e chocando os punhos com seu inimigo, sentindo o ferro apertar suas mãos com o impacto, que igualmente era percebido de seu oponente que recuava mais uma vez e preparava algo em conjunto com seu parceiro.

Em quanto isso, a perseguição dos revolucionários aos remanescentes do bando de traficantes cessava mais uma vez, e agora um combate descentralizado se iniciava pela floresta, com duplas de resguardando em troncos caídos, se camuflando em matas ou se protegendo atrás de árvores atirando um ao outro a uma certa distância. Levy e seus novos oponentes começavam a ouvir os disparos mais uma vez da onde estavam e também a sentir o cheiro de pólvora queimada mais uma vez em quanto reformulavam suas estratégias. - Então começaram de novo... Que droga! - Resmungava o espadachim, olhando de vislumbre para uma posição próxima onde uma dupla de revolucionários e traficantes trocavam tiros amontoados em árvores.  

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Civil
Civil
Ainz

Créditos : 2
Warn : Unbreakable - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyQui 28 Nov 2019, 12:22







Hunting Time


Enquanto a poça de sangue se formava sob as costas do sequestrador rechonchudo, a dupla recém-chegada preparava-se para o combate. Levy encarava a situação com calma, ainda que medianamente fadigado pelos acontecimentos anteriores. O suor escorria pelo rosto do boxeador e suas roupas estavam visivelmente mais úmidas, sinal de seu longo período de combate. Ainda assim, ele se recusava a debandar de uma luta, mesmo que desfavorável para ele.

Assumindo todos suas respectivas posturas de combate, o lutador antagonista fez o primeiro movimento com um soco aéreo, habilmente esquivado por nosso protagonista com um balanço lateral do corpo seguido de uma tentativa de contra golpe; o lutador demonstrou algum conhecimento acerca de combates e, diferente do último duelo, esse não seria tão fácil uma vez que o contra -ataque de Levy foi interceptado e desviado. O rapaz soltou uma provocação no ar, claramente tentando provocar o albino. — Heh... Você também dá pro gasto, talvez. — Retrucou a provocação com um sorriso no rosto.

O espadachim se moveu, e com ele Levy não permitiu-se ser cercado, mas deparou-se com uma estratégia em dupla de seus oponentes. "Então eles são acostumados a lutarem juntos, tsc, isso vai ser problemático!" Analisou rapidamente sua situação, movendo-se para esquivar da estocada de seu oponente e buscando atingi-lo em resposta, mas seu aliado apareceu em seu resgate e bloqueou o golpe com um choque de punhos que faiscou num rangido metálico, submetendo ambos à uma pressão em suas mãos. Levy enrijeceu seus músculos faciais, amargurando seu semblante com o golpe e recuando ao mesmo tempo que seu oponente.

O tiroteio começou outra vez, e agora tanto Levy quanto a dupla que ele enfrentava percebiam que as disputas não eram mais dos traficantes e revolucionários, mas sim combates em duplas ou grupos menores. O espadachim resmungou algo que Levy não deu tanta importância, seu foco era totalmente voltado para sua própria batalha, e sua distração inata não o permitia se focar em outras coisas irrelevantes para o momento, então ignorou os outros combates. — Digam, agora que trocamos golpes... Quais seus nomes? Lembrarei deles quando estiverem caídos. — Seu tom era um pouco mais sério do que a primeira provocação, realizou uma pausa de instantes e retomou a fala. — Eu me chamo Levy, a propósito.

"Eles irão buscar sempre um ataque em conjunto, um cobrindo as brechas do outro" Pensou, ainda parado em sua postura de combate. "Nesse caso vou deixar o mínimo de tempo de reação possível!" Tinha um esboço de plano em mente, e com ele encararia seus dois inimigos. Desvantagem era habitual para Levy, nunca esperou que a vida facilitasse qualquer coisa para ele, bastava superar todos seus obstáculos se quisesse chegar em seu objetivo. "Eu serei o mais forte!" Investiria na direção de ambos e quando chegasse a uma distância menor, chutaria a terra e a poeira com o bico do sapato para cima mirando os olhos de ambos com um movimento meio circular do pé, com objetivo de atrapalhar sua reação ou até mesmo cegá-los por um momento caso atingisse os olhos e se necessário, desviaria sua rota com saltos para o lado ou um recuo para trás caso estivesse à eminência de um golpe e assim pudesse esquivar-se.

Se sua estratégia de cegá-los falhasse ou fosse bem sucedida, ainda assim daria sequência: daria um salto para o lado em que estivesse o lutador e tentaria atingir seu joelho lateralmente com a sola de seu pé, com objetivo de forçar sua articulação do joelho e desloca-lo no impacto. Caso não obtivesse sucesso, seu punho esquerdo estaria em curso junto com a pisada e no momento do erro/acerto, iria de encontro à mandíbula do indivíduo – como se o golpe no joelho fosse somente uma distração, uma vez que ambos aconteceriam quase simultaneamente. Fixaria o pé do golpe no joelho no chão e rodaria todo seu corpo apoiado somente nele, erguendo o pé oposto para atingir um chute no espadachim (prioritariamente) ou no lutador (caso o espadachim estivesse fora de alcance). Ao momento em que sua perna do chute abaixasse, a usaria como apoio para um salto visando atingir uma joelhada no queixo do boxeador ao mesmo tempo que tentaria agarrar sua cabeça com as mãos para evitar uma fuga. "Não pare! Você tem que vencer, é por isso que luta!" Seus pensamentos reforçavam sua mente para que não fraquejasse mesmo que falhasse.

"Ganhe!"

Sua respiração estava constante e ritmada, visando um desgaste menor do seu físico, poupando sua energia e mantendo o cérebro e os músculos oxigenados. Não havia intervalo entre seus golpes, sendo todos em sequência. Quando terminasse de executar sua joelhada aérea, abaixaria seu centro de gravidade enquanto girasse para executar uma rasteira com uma das pernas estendidas, visando ao menos um dos oponentes ou ambos caso estivesse próximos. A expressão séria do lutador indicava seu foco total em vencer os dois que estavam a sua frente, ignorando o cenário de guerra que cercava-o e a troca de tiros intensa entre os dois grupos rivais. Tudo que importava era o agora, tudo que importava era vencer, seus olhos brilhavam e seu semblante era intenso e rígido, lábios levemente curvados para baixo e veias dilatadas pulsando por todo seu corpo.

— Tsc!

Após a rasteira, usaria um rolamento de recuo e ergueria seu corpo outra vez em uma postura de luta, dessa vez com o punho esquerdo um pouco mais adiantado, com o ombro esquerdo cobrindo seu queixo no lugar do punho. Caso fosse alvejado por golpes visando sua linha de cintura ou abaixo, esquivaria com um salto para trás caso o golpe fosse horizontal ou para o lado caso fosse frontal/vertical, se fosse visado na parte do tronco ou acima balançaria seu corpo como um pêndulo para os lados sempre para o lado contrário dos golpes fugindo da rota de colisão. Se não tivesse espaço para esquivar-se ou estivesse incapaz de mover seu corpo (por exemplo, no ar) tentaria um embate de forças entre suas luvas de ferro e os ataques, espalmando o golpe para fora da trajetória de risco, usando o dorso da luva de ferro ou o palmo em si.

Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : Zero
Warn : Unbreakable - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20
Localização : East Blue - Shells Tow

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptySex 29 Nov 2019, 05:10

O combate não se demonstrava fácil para levy, que até então parecia encontrar oponentes fortes o suficiente para despertar a curiosidade sobre seus nomes, o lutador perguntava em meio ao calor da batalha e era respondido com um escarro de cuspe que por pouco não acertava seu rosto, o espadachim com uma feição de desdenho retrucava. - Não é da sua conta palhaço! - E logo cuspia também, mas diferente de seu parceiro, cuspira no chão verde e coberto por uma grama bastante tonificada que logo absorvia a saliva dos porcos.

O Albino lutador tinha em mente que a dupla usaria do trabalho em grupo para vencer e observava pelos movimentos que já poderiam estar acostumados com a dinâmica em grupo, e para isso levy concluia que precisava diminuir o tempo de reação entre os dois, a velocidade e agilidade seria a chave para derrota-los e com isso rapidamente repensa sua estratégia. O jovem lutador avançava contra seus oponentes e chutava levemente o solo buscando espalhar um pouco de terra rumo a visão de seus inimigos, arremessando com o bico do sapato um punhado de terra e grama obstruindo a visão do espadachim e do traficante lutador por alguns instantes e com isso levy saltava próximo a ele, centralizando um forte golpe rumo ao joelho do coitado lateralmente com a sola de seu pé que atingia em cheio, pego de surpresa com o impacto, o homem cambaleava e não aguentava sustentar a perna de apoio atingida pelo golpe, mas já atento conseguia antecipar o segundo golpe de levy que poderia ser fatal, realizando dois pequenos saltos para trás com apenas uma perna demonstrando um bom equilíbrio ao não cair. Aproveitando que o lutador se distanciava, quase que no mesmo instante levy usava ainda o pé que usara para golpear o lutador como apoio e tentava rodopiar um golpe erguendo o pé oposto para atingir um chute no espadachim que atingia o peitoral, fazendo-lhe recuar.

Mas não parava por ai, levy se aproveitava do momento em que sua perna retornava do golpe para usa-la como apoio para um salto até o traficante manco, que pretendia atingir em seguida uma joelhada em seu queixo, que era rapidamente bloqueada com um forte soco na coxa potencializado ainda com o revestimento das soqueiras do inimigo, o impacto fazia levy sentir uma dor aguda o suficiente para recuar cedendo espaço, por alguns momentos usar a mesma perna para um golpe seria praticamente impossível pela dor sofrida. Vendo a oportunidade de ouro que seu parceiro acaba de abrir o espadachim aproveita o momento e avança até levy com a espada pronta para corta-lo e neste momento o jovem albino teria que inovar para se safar dessa. - TOMEEEEEEEEEE!!!! - Gritava o espadachim.





Histórico do narrador : 12 posts.


____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Civil
Civil
Ainz

Créditos : 2
Warn : Unbreakable - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptySex 29 Nov 2019, 09:03







Hunting Time


Quando questionados sobre seus nomes, ambos cuspiram no relento e escarneceram Levy. — Tudo bem, eu arranco o nome dos seus corpos. — Retrucou sorridente, não levando as provocações pro lado pessoal.

Avançando com seu plano em mente, o boxeador conseguia pôr em prática seu plano de “cegar” ambos os antagonistas, mas pelo visto não durou tanto, uma vez que após o primeiro golpe visando o lutador opositor no joelho ser bem sucedido, o segundo foi prontamente esquivado com saltos de uma única perna. "Droga!" Resmungou em seu pensamento, mas continuou a sequência de ataques e atingiu também o Espadachim inimigo em seu peito. O terceiro ataque não teve tanta sorte assim, uma vez que o lutador estava pronto para revidar e assim o fez, encaixando um soco em sua coxa no momento da joelhada aérea que alavancou sua perna de volta para baixo e o forçou a recuar. — Argh! — Rangeu os dentes, segurando a região atingida com a mão e apoiando-se na outra perna.

Mas não havia tempo para massagem, pois o espadachim queria aproveitar a chance criada por seu parceiro e avançava gritando. "Ei, ei!" Infelizmente para ele, essa também era uma chance de ouro para Levy. "Não dói! Não dói! Não dói!" A expressão repetida em sua mente, quase como um mantra, tinha o objetivo de convencer seu mente de que não tinha com o que se preocupar. Levy sabia que seu corpo aguentava mais do que aquilo, então tinha que convencer sua mente a não fraquejar. — AAAAA! — Gritou em resposta, se preparando para a colisão de forças enquanto colocou a perna machucada para frente e apoiou-se inteiramente na perna de trás que servia como uma base sólida.

Uma esquiva agora seria quase impossível, então focaria inteiramente no bloqueio mesmo que fosse sua pior habilidade. Indiferente de qual ângulo fosse realizado o ataque, Levy buscaria contrapor o revestimento das palmas das luvas de ferro contra a espada de seu antagonista, entrelaçando os dedos na lâmina e segurando-a firme com ambas as mãos. Deslizaria uma das mãos até origem da lâmina próxima ao cabo enquanto a mão oposta ficaria na outra extremidade do artefato. Tendo posicionado os punhos, faria duas forças em direções contrárias, puxando o cabo e empurrando a lâmina para desarmar o espadachim num único impulso; caso o espadachim resistisse e não fosse desarmado de imediato, deslizaria o pé para frente e avançaria com uma cabeçada em seu nariz com objetivo de força-lo a soltar sua arma. — Rá! — A sonoplastia acompanharia a cabeçada. Se fosse alvo de algum tipo de chute ou soco por parte do espadachim, contrairia os músculos da região alvo para aguentar o tranco e aproveitaria o desequilíbrio dele para puxar a espada.

Se conseguisse desarmá-lo, recuaria e arremessaria a espada em cima de uma árvore na distância máxima que conseguisse, dizendo: — Agora sem seu brinquedinho, não é? — Obviamente a frase sairia meio pausada pelo ritmo acelerado de sua respiração e seu cansaço. Assim, se prepararia para outro embate enquanto sua perna recuperava-se lentamente.

Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : Zero
Warn : Unbreakable - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20
Localização : East Blue - Shells Tow

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyDom 01 Dez 2019, 03:32

O jovem albino não se encontrava nas melhores condições, a dor do golpe anterior atrelado também as dores que havia sofrido com a fricção das correntes impedia levy de utilizar cem por cento seu membro com uma forte dor localizada, em quanto que rangia os dentes buscando suportar a dor e se concentrar em seus próximos movimentos que poderiam ser decisivos, porém o espadachim aproveitava da situação e não tinha pena, se aproximando rapidamente e desferindo um golpe cortante horizontal rumo ao peitoral de levy que colocava em prática seu audacioso plano elaborado em tão pouco tempo de reação, contrapondo o revestimento metálico de suas soqueiras contra a lamina da espada e bloqueando com sucesso o golpe antes que cortasse sua pele e logo partia para seu contra ataque entrelaçando os dedos de sua mão livre na parte cega da espada do inimigo, pressionando dos dois lados para desarma-lo, contudo o espadachim não se dava por derrotado e disputava forças com o albino em uma verdadeira competição de cabo de guerra. Levy enxergava uma clara vantagem no momento e reunia todas as suas forças para um pequeno avanço sentindo em peso a dor em sua perna atingida, mas com bastante esforço conseguia armar uma cabeçada contra seu alvo, que atingia em cheio a região nasal fazendo o maldito dar algumas cambalhotas para trás em quanto que largava a espada.

Levy via sua chance perfeita para enfim desarmar de vez o espadachim, porém talvez por descuido,  ou por subestimar o lutador logo atrás que estava manco de uma perna, o jovem albino era surpreendido com um forte soco em suas costas quando se preparava para jogar a espada longe dali. O golpe, também revestido com soqueiras metálicas atingia em cheio, fazendo levy cambalear por alguns segundos buscando se equilibrar e se manter em pé mas a fisgada em sua perna o derrubava de bruços direto ao chão, a parte metálica da soqueira inimiga acabava por rasgar os tecidos de roupa da região atingida, que logo revelava a pele do jovem albino com uma tonalidade roxeada na parte atingida indicando um possível hematoma, o lutador manco ainda permanecia logo atrás, se equilibrando em uma só perna em quanto mantinha a outra dobrada dando alguns pulinhos para se reequilibrar quando estava prestes a perder a estabilidade, ele novamente cuspia no chão e encarava levy com um olhar bastante feroz. - Ei... VOCÊ ESTÁ ME DESPREZANDO???!!! - Gritava, com bastante raiva. E neste momento o espadachim começava a se levantar e via que sua espada estava no chão, ao lado de levy.

O Cenário de guerra ainda se prolongava perto ao isolado combate de levy, a dupla próxima do jovem era baleada e se estirava ao chão, mortos ou não estavam cobertos de sangue e aproveitando disso mais dois traficantes vinham em direção a levy para auxiliar seus companheiros, mas para a alegria do jovem albino eles eram interrompidos por uma repentina barragem de disparos vinda de um matagal que forçava o mesmos a procurarem abrigo atrás de uma árvore, e a medida que a pessoa saia do embaralhado de mato e galhos era possível identificar que era o cabo julius. - Tsc.. Essas pragas não morrem. - Dizia, com bastante desanimo em quanto recarregava suas pistolas.   



Histórico : Correção, este é o 12° post do narrador.

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Civil
Civil
Ainz

Créditos : 2
Warn : Unbreakable - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyDom 01 Dez 2019, 10:20







Hunting Time


O lutador de cabelos brancos conseguia dar cabo do espadachim, bloqueando seu golpe e habilmente golpeando-o com uma cabeçada forte o suficiente para fazê-lo largar a própria arma, que ficou nas mãos de Levy. Preparando-se para arremessar a arma para longe, no entanto, o boxeador foi surpreendido pelo inimigo de outrora. "Droga! Tinha esquecido desse desgraçado!" Pensou enquanto sentia o impacto penetrar em suas costas e empurrá-lo cambaleante. O rapaz por pouco se manteve de pé, ainda segurando a espada furtada, mas um lampejo de dor em sua coxa o fez debruçar-se no chão. A face de Levy agora expressava pura dor, seu olhar esbranquiçou-se por um momento como se tivesse perdido a consciência, e em sua mente tudo escureceu.

Ele não havia de fato ficado inconsciente, mas sua mente mergulhou em seu interior enquanto seu corpo agia por impulso. Dentro de sua mente, podia ver várias velas em um ambiente completamente escuro, seus pés pareciam estar emergidos em água e não havia ninguém mais ali além dele. "Entendo." Sua voz ecoou em sua própria mente, à sua frente pôde ler os inscritos em lápides e as velas iluminavam os nomes de seus amigos falecidos, lutadores excepcionais que conviveu em sua vila natal. "Eu não os envergonharei." Sua mente “retornou” à realidade, tudo aquilo não havia passado de um lampejo que durou apenas um instante.

Ouviu a voz do Cabo Julius soar não muito distante dali, talvez Levy tivesse uma ajuda no fim das contas, mas para ele não importava. Sua face era coberta por uma sombra enquanto tentava se erguer, apoiou-se nos cotovelos e usou a perna saudável para apoiar-se na subida. Viraria seu rosto ainda de costas para encarar o lutador, com veias saltando por sua face, dentes cerrados e um olhar assassino.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

— Isso doeu, seu merdinha. — Embora furioso, suas palavras não soavam como um grito, e sim como uma raiva silenciosa que corroía por dentro. Rapidamente cravaria a espada roubada no chão o tanto que pudesse, penetrando o solo com sua ponta e em seguida forçando o cabo para os lados até conseguir quebrar a lâmina e inutilizar a arma, tudo em questão de instantes. Se necessário, recuaria em saltos usando a perna menos ferida para aumentar a distância – caso fosse pouca – e assim evitar um ataque durante a quebra da espada, abusando de seu equilíbrio acrobático. Podia sentir suas costas doerem, mas a adrenalina do calor do momento amenizava a forte dor que com certeza viria quando seu corpo esfriasse.

Sua expressão amansou, mas seu coração não. Preenchido com pura sede por vingança, estava mais concentrado do que nunca e almejava a vitória de corpo e alma. Não podia decepcionar aqueles que depositaram seus desejos à ele, e nem iria. Contraiu seus músculos do abdômen, braços e pernas e adotou uma postura mais fixa – como uma torre, pés bem separados da linha do quadril, punho direito na lateral do queixo e o esquerdo um pouco mais adiantado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

— Venha! — Dividiria seus sentidos para seus dois oponentes, focando sua visão no lutador e a audição ao seu redor para identificar os movimentos do espadachim através dos sons produzidos por seus passos, respiração, batidas do coração, atentando-se aos detalhes que pudesse captar. Esperaria a iniciativa por parte dos seus antagonistas, uma vez que sua perna não o permitiria atacar com eficácia e provavelmente o deixaria em desvantagem durante uma investida, optando por uma estratégia de postura semi-fixa.

Seu punho esquerdo estaria adiantado, com um ângulo do cotovelo superior à 90 graus e portanto, chegaria com facilidade ao oponente no caso de uma investida. Caso ambos viessem juntos, usaria saltos curtos laterais para encurtar a distância com o lutador e aumentar a distância com o espadachim. Caso viesse somente um deles e o outro mantivesse certa distância, focaria sua visão no oponente à sua frente e a audição ao oponente distante. Feito os preparos, era hora do ataque.

Buscaria evadir-se do primeiro golpe, diferindo para cada tipo de situação: golpes laterais usaria um salto curto para trás movimentando o tronco em conjunto e no meio do salto apoiaria sua perna boa para trás e retornaria após o golpe errar, contra atacando com uma sequência de dois jabs canhotos seguidos no nariz e um soco cruzado na mandíbula vindo pela horizontal com o punho direito. Contra golpes diretos acima da linha do tronco, inclinaria sua perna enquanto abaixasse o quadril apoiando seu peso na perna menos ferida para distanciar seu tronco da linha de impacto e simultaneamente atingir uma sequência limpa de um soco canhoto no queixo e um direito nas costelas seguido de outro direito de baixo para cima visando a mandíbula. Contra golpes verticais ou diagonais buscaria evitá-los deslizando seu corpo para o lado e abaixando seu centro de gravidade, e assim desferiria um soco diretamente na boca do estômago do sujeito, obrigando-o a soltar o ar graças à pressão exercida em seu diafragma, além de dificultar sua respiração pelos próximos momentos, aproveitando disso para buscar os próximos golpes: um soco com o punho oposto visando as costelas, finalizando com outro golpe no queixo com o mesmo punho que visou o diafragma – um poderoso uppercut capaz de nocautear um homem comum.

Caso o segundo oponente juntasse-se à festa, buscaria executar a estratégia que buscava executar antes, impulsionando seu corpo para o lado de modo que seus oponentes estivesse sempre alinhados em fileira do seu ponto de vista, executando um jogo de pés hábil e mantendo uma distância que favorecesse sua esquiva (aproveitando os casos já citados anteriormente). Caso buscassem um golpe em conjunto, deslizaria seus pés e impulsionaria seu corpo com a perna boa em diagonal para o lado do lutador contraindo sua musculatura contra um possível golpe e colocando seu antebraço como um escudo para em seguida executar um poderoso golpe com o punho livre visando a têmpora de seu oponente extraindo a força de toda a contração e extensão de sua musculatura superior. — Assault Blow! — Caso fosse visado por um golpe abaixo da linha de cintura, equilibraria seu corpo na perna mais hábil e saltaria para evitar golpe ao mesmo tempo que jogaria ambos os pés contra a face de seu oponente, usando-o de trampolim para impulsionar seu corpo para trás e equilibrar-se com as mãos no chão para ficar de pé outra vez, e caso errasse inclinaria seu tronco para trás e faria o mesmo movimento de apoio com as mãos para ficar ereto outra vez.

Após concretizar todas suas possibilidades de ataques, recuaria em saltos e procuraria manter sempre a distância de ambos. Concentrando-se em sua respiração para poupar fôlego.

Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 

Assault Blow:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : Zero
Warn : Unbreakable - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20
Localização : East Blue - Shells Tow

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptySeg 02 Dez 2019, 13:31

A fúria silenciosa de levy não deixava de se ocultar, em quanto centralizava o olhar frio e encarava o homem que lhe havia golpeado, dizia algumas palavras que por um breve momento dava certo desconforto e calafrios para o lutador inimigo. - Tenho que admitir que você é o mais durão que enfrentei, meu nome é Jason... - Contava para levy, em quanto tentava manter o equilíbrio com uma perna ao mesmo tempo que demonstrava preocupação com seus outros companheiros em combate com julius nas proximidades que por sua vez, ouvira os incessantes disparos feitos por ambos e alguns gritos.

Levy não demorava e partia para seu próximo plano, se esforçava para se levantar e com um pouco de dificuldade conseguia se manter em pé, logo fincando a espada o mais fundo possível no gramado natural e forçando para os lados para quebra-la e inutilizar a arma ali mesmo, porém mesmo exercendo bastante força e usando do terreno como um contra ponto o jovem albino conseguia apenas entorta-la criando uma curvatura em forma de banana na lamina, e quando viu que não conseguiria mais do que isso decidia por se distanciar, contraindo seus músculos do abdômen, braços e pernas e adotando uma postura mais rente e sólida como uma clássica pose de boxe. Dividindo sua atenção para ambos oponentes, focando sua visão aguçada no lutador e a audição para o espadachim, levando em consideração o estado de sua perna ele aguardava pela iniciativa inimiga que não perdia tempo e avançavam contra o albino, o espadachim gritava em ódio quando via sua espada e armava um soco desesperado em quanto que o lutador saltava em direção a levy, que optava por se distanciar do espadachim e se aproximar do lutador com pequenos saltos que o surpreendia, fazendo o traficante desferir um soco já antecipado por levy, que se esquivava habilmente e contra atacava com dois rápidos jabs canhotos em direção ao nariz do infeliz que se esquivava movendo o pescoço pelas laterais, mas era pego em cheio por um golpe na mandíbula feito com o punho direito de levy, em seguida fazendo o homem perder o equilíbrio e ir ao chão praticamente desacordado.  

Tendo um a menos no combate o albino focava na investida do espadachim, com um rapido avanço, assustando o homem desarmado por um breve momento que encarava as feições de levy, vendo através de seus olhos enraivecidos que não teria chances de ganhar um corpo a corpo desarmado e logo exitava em atacar, deixando o cenário livre para o golpe final do albino. - Assault Blow! - Gritava, executando sua técnica de combate que visava um avanço súbito com um impulso realizado com uma das pernas do usuário em sua velocidade máxima na direção de seu alvo acompanhado com um potente golpe vindo pela lateral mirando a têmpora de seu oponente próxima de sua orelha, uma combinação de conhecimentos marciais com anatomia humana, que nocauteava por completo seu último inimigo, que já iria para o chão elevando as mãos sobre o ouvido atingido em quanto esperneava como um bebê com o sangue escorrendo.

Agora caberia a levy decidir se realizaria o golpe final em ambos os derrotados, ou se partiria em auxilio de julius que ainda trocava disparos com uma dupla nas proximidades, abrigado por uma árvore grande, e além disso respingos do céu começavam a cair naquela hora indicando uma chuva que por sorte poderia apagar o incêndio causado na floresta.

Histórico do narrador : 13 posts.
Espadachim :
Spoiler:
 
Lutador :
Spoiler:
 
 

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Civil
Civil
Ainz

Créditos : 2
Warn : Unbreakable - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptySeg 02 Dez 2019, 16:30




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Asura!


O lutador antagonista revelou seu nome, sendo completamente ignorado por Levy que erguia seu corpo do chão e cravava a espada no solo para em seguida entorna-la com a força dos punhos. "Hã.. Achei que pudesse quebra-la, bem, tanto faz, está inútil agora." Embora não houvesse saído conforme seus planos, estava tudo bem e o boxeador distanciou-se um pouco para assumir sua postura de batalha.

O espadachim estava visivelmente irritado com a atrocidade cometida com sua arma, e tanto ele quanto o boxeador avançaram em conjunto, um cenário previsto por nosso albino que avançou na diagonal e criou proximidade com o lutador ao mesmo tempo que distância do espadachim. O avanço pareceu surpreender Jason, que desesperadamente socou o ar na esperança de atingir seu inimigo, mas Levy esquivou-se com destreza e direcionou dois jabs com sua canhota mirando a face de seu oponente, que esquivou-se com balanços do pescoço para os lados mas foi incapaz de prever o cruzado direito que o acertou em cheio na mandíbula e o derrubou quase inconsciente no chão. "Um a menos!" Os olhos de Levy continham um brilho feroz que o cercava com uma certa aura invisível e ameaçadora.

Era a vez do espadachim, e nosso boxeador avançou brutalmente contra sua presa rapidamente, ignorando tudo ao seu redor e se focando em abater sua caça com seu golpe final, Assault Blow. O ataque atingiu em cheio a têmpora do espadachim que sequer reagiu graças ao seu momento de hesitação, sendo levado ao chão com uma aparente dor intensa no crânio. A feição do albino ainda demonstrava irritação, mas as rugas haviam minimamente diminuído em sua face, talvez pela descarga de raiva. — Então? Quem é o palhaço agora. — Bateu os punhos frente ao seu peitoral ao dizer a frase, encarando o espadachim caído.

— Hora de dormir. — Seu oponente havia sido derrotado, mas ainda estava consciente e podia trazê-lo aborrecimentos futuros, portanto decidiu que o desacordaria ali. — Lembre-se disso e conte aos seus colegas um dia. Hoje nasceu Asura, aquele que se tornará o homem mais forte! — Neste momento, Levy decidiu assumir um novo nome, um nome que segundo algumas mitologias simbolizava os antideuses, ou os demônios de outras religiões. Havia escutado isso de seu mestre, a muito tempo atrás, e decidiu adotar o nome para criar sua fama.

Tendo dito isso, Levy acometeria um forte pisão contra seu oponente caído, atingindo a sola de seu sapato na parte frontal ou lateral de seu crânio – a depender de qual face estivesse voltada para cima no momento do golpe. Naturalmente, utilizaria sua perna menos danificada para o golpe e caso seu oponente esquivasse do primeiro golpe, fixaria o pé do golpe no chão e imediatamente o chutaria no pescoço ou nuca com o pé oposto. Se não fosse esquivado, e sim bloqueado, puxaria seu pé para trás bruscamente ao mesmo tempo que despencaria todo seu corpo e cairia com o cotovelo no nariz do espadachim. Se ergueria do chão em seguida e iria até o lutador quase inconsciente e pararia a poucos centímetros de sua cabeça, despencando seu corpo enquanto mirava o joelho em sua boca carregando todo o peso do seu corpo no impacto. — Foi uma boa luta, Jason! — Ironicamente, parecia agora mais calmo, não demonstrando muitos resquícios de raiva a não ser pela expressão avermelhada pelo longo período de esforço. Igualmente, se Jason demonstrasse resistência ao esquivar-se, forçaria o pé do joelho usado no golpe para criar uma força contrária e assim amenizar o impacto da queda, seguidamente direcionando o punho direito contra a face do rapaz quantas vezes fosse preciso até que ele desacordasse completamente. — Ei, ei! Não resista! — Diria quase rindo, caso tivesse alguma dificuldade em finalizá-lo.

Conseguindo desacordar seus inimigos, vasculharia os bolsos de suas roupas, tateando suas vestes e os revistando em busca de algo de valor – joias, dinheiro, objetos de valor, roubando tudo que pudesse e inclusive o par de luvas de Jason e até mesmo o primeiro sequestrador que desacordou, totalizando três pessoas roubadas. Feito isso, chegaria ao pensamento: — Ah, onde eu vou levar isso? — E assim retornaria ao espadachim, buscando remover sua camisa para em seguida colocar os bens roubados e amarrá-la como uma “trouxinha”, usando-a de sacola para os bens adquiridos. — Nem só de pão vive o homem. — Daria de ombros e encostaria seus pertences em uma árvore, estralaria o pescoço e diria: — Hora de ajudar Julius. — Seria impossível não notar a troca de tiros que acontecia, e era uma benção que os atiradores não incomodaram Levy em sua luta, e Levy sequer sabia que isso foi graças a ajuda de Julius.

O boxeador buscaria dar a volta no aglomerado de traficantes, protegendo-se atrás das árvores. Gotas de chuva começaram a despencar dos céus e a molhar o rosto de Levy, ou melhor, Asura. — Tsc, vamos acabar com isso logo pra eu poder ir comer. — Murmurou para si, tentando cercar seus oponentes. A exaustão estava atingindo o boxeador, mas faltava tão pouco para terminar sua luta que ele simplesmente se recusava a cair. Respirou fundo e expirou lentamente, concentrando-se. "Agora." Partiria contra o oponente mais afastado do grupo de traficantes em sua máxima velocidade, buscando atingir um golpe simultâneo com ambos os seus punhos mirando a cervical e a lombar do sujeito no ato aplicando a força da investida de seu corpo para brevemente adormecer seus movimentos com os danos à coluna vertebral, e assim acompanharia o movimento de sua presa buscando segurá-lo pelos ombros passando suas mãos por debaixo de suas axilas e assim usando-o de escudo humano em uma investida contra os atiradores. — Vamos, Julius! — Rugia em ímpeto contra seus adversários, encorajando seu aliado ao mesmo tempo. Como uma locomotiva, tentaria atropelar seus inimigos usando o corpo de um dos seus como escudo anti-balas, mas caso não conseguisse chegar muito longe arremessaria o corpo do sujeito contra outro inimigo ao mesmo tempo que saltaria para abrigar-se atrás de uma árvore; o momento de distração criado deveria ser suficiente para que os revolucionários os pegassem de surpresa com seus disparos uma vez que os traficantes se distrairiam com a presença do boxeador.

Se durante sua investida tivesse algum problema, como se alvejado por um ataque físico, buscaria esquivar jogando o corpo para o lado contrário ao golpe e concluiria seu ataque anterior; se fosse alvo por balas, jogaria seu corpo para trás de uma árvore caso houvesse uma próxima ou simplesmente se jogaria no chão pouco antes do disparo – ficando atento aos atiradores antes que ocorressem, para assim rolar agilmente até uma árvore ou pedra que pudesse se abrigar. Contra golpes corporais abaixo de sua cintura, tentaria saltar e encaixar uma joelhada como “counter” mirando o queixo do atacante ao mesmo tempo em que esquivava-se do golpe, e caso fosse possível saltaria para usar uma árvore de base para um dos seus pés e assim tomar impulso para um chute rodado visando o queixo do oponente para dar continuidade nas ações planejadas.


Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : Zero
Warn : Unbreakable - Página 3 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 20
Localização : East Blue - Shells Tow

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyTer 03 Dez 2019, 05:29

O pequeno combate pessoal de levy se encerrava, os derrotados agora agonizavam e lamentavam o resultado, vitorioso portanto, o albino não perdia a chance de criar uma chacota com seus inimigos relembrando todos os acontecimentos até então embora  se demonstrasse visivelmente mais calmo, acabava por adotar um novo nome... Uma alcunha propriamente dita com base em uma lenda pouco conhecida de antideuses e demônios. Ele então se aproximava do espadachim e optava por finalizar por completo, em quanto dava seus passos o derrotado fitava levy com seus olhos claramente com expressões de medo profundo, e quando percebera que seria apagado entrou em um profundo estado de choque não se mexendo mais, com um olhar vidrado e medonho, encarando o destino. - M..M...Mons..Tro! - Dizia a levy, totalmente cabisbaixo e sem forças quando logo recebia o golpe e se estirava ao chão de uma vez porém agora desacordado. Logo depois era a vez do remanescente da dupla, que se esforçava a todo custo se levantar mas não encontrava forças, na medida em que levy se aproximava o homem também começava a entrar em pânico não aceitando o resultado. - VÁ PARA O INFERNO!!!! - Gritava em ódio para o albino, com as pálpebras sonolentas e o sangue ainda escorrendo de sua boca o homem em um último desespero conseguia se manter em pé, mesmo com levy instruindo para que não resistisse, o teimoso não aceitava o desfecho e neste momento um rápido estrondo era ouvido, e com um piscar de olhos o lutador inimigo agora se tornava um cadáver estirado ao chão com um belo buraco no crânio, levy olhava para trás e encontrava os revolucionários sobreviventes acompanhados por helena sã e salva, vitoriosos dos conflitos espalhados pela floresta restando apenas o combate separado de julius, eles logo partiam em auxilio do companheiro em quanto que um deles iria até levy dando dois tapinhas em seus ombros. - Você derrotou 3 de uma vez?! Incrível... Pode deixar o resto conosco a partir de agora. - Contava a levy.

O Grupo de revolucionários cercavam os traficantes que restavam e aniquilavam por completo suas forças, na medida em que o tempo passava a chuva despencava por completo dos céus e agora todos estavam molhados, o cheiro de umidade aliviava o odor de pólvora queimada recorrente dos conflitos e todos se reuniam em volta de julius para criarem um relatório detalhado dos conflitos na floresta. Em quanto isso levy não se importava em revirar os corpos dos derrotados, saqueando um valor de 35,000 Berries e um par de soqueiras, para seu azar os traficantes não levavam muito dinheiro porém ouvia da pequena reunião que alguns deles haviam conseguido escapar pelo arquipélago e voltando para Hirotown onde provavelmente estaria sua base principal, e tudo rapidamente fora confirmado por helena. - Eles me mantinham em cativeiro lá, é uma grande cabana de madeira pouco afastada da cidade... Eles tem alguns postos de vigia ao redor. - Dizia ainda emocionada.

Dado o tempo de todos checarem suas perdas e de se organizarem, os revolucionários optavam por seguir a trilha dos traficantes mais uma vez com o objetivo de desmantelar de vez por todas o tráfico de órgãos presente na região, contabilizando as pernas e as munições, julius e os revolucionários ficavam alguns minutos ocupados e aproveitando este espaço de tempo helena se aproximava de levy e agradecia, ainda em lágrimas de gratidão pelo ato em que o jovem albino fizera por um estranho. - Eu não acreditei que fosse dar certo, eu tive muito medo!!! E sabia que estavam atrás de mim, por isso quando vi você no caís eu achei que pudesse evitar que me capturassem, mas tive medo de contar tudo... Por favor me desculpe! - Confessava, se curvando em sinal de arrependimento.

Após a conversa, o grupo de revolucionários acompanhado por julius se aproximaria de levy e faria a proposta de descansar e tratar os sintomas deixados pelo combate em uma base avançada em hirotown, que ao momento as dores musculares nas pernas de levy evoluíam para hematomas que tinham de ser tratados por cuidados médicos especiais para não piorar a situação, assim como o roxeado em suas costas, e como forma de gratidão pelo auxilio no combate os revolucionários queriam contribuir com a hospitalidade, caso levy aceite ambos se preparariam para a pequena viagem até as margens do arquipélago vizinho.


Histórico do narrador: 14 posts.
Considerações para o player: Adicionar os seguintes efeitos ''Hematomas leves nas coxas [0/5] ''  e ''Hematomas leves nas costas [0/5] '' O post de recuperação será contabilizado apenas com tratamento médico ou com atividades leves que não envolva esforço físico.

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Civil
Civil
Ainz

Créditos : 2
Warn : Unbreakable - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 EmptyTer 03 Dez 2019, 09:17




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Asura!


Nocauteando o espadachim com certa facilidade enquanto ele exclamava seus últimos murmúrios desesperados, dirigi-me para o lutador que se erguia com certas dificuldades. — Ho... Ainda quer brigar? — Comecei a armar uma postura de combate, mas sequer tive chance de completa-la e o lutador à minha frente caiu sem vida nos olhos, com uma bala alojada no crânio. — Ei, ei... Que sem graça! — Suspirei, chateado. Olhando por cima do ombro, pude ver a tropa revolucionária vitoriosa – ou quase, Julius ainda lutava. Um dos homens aproximou-se e me elogiou com dois tapas nas costas. — Ér, bem. Eles eram fracos. — Disse sem um pingo de hesitação, embora minha mente me dissesse coisas piores. "Você também é fraco, olhe o estado em que ficou lutando com esses merdinhas." E infelizmente tive que concordar.

Abaixei-me para saquear os corpos dos derrotados por mim, totalizando um acúmulo de 35.000 Berries e um par de soqueiras, furtada do falecido lutador. — Que seu julgamento seja justo. — Juntei as palmas das mãos frente ao peito antes de tomar seus pertences, murmurando a frase religiosa. O embate teve fim com a vitória revolucionária em cima dos traficantes de órgãos, mas não liguei muito para isso, estava distraído em pensar o que faria a seguir, afinal estava machucado e não tinha onde ficar. Helena se aproximou de mim quando tudo acabou, e em lágrimas me agradeceu enquanto se curvava. Aproximei-me lentamente da jovem e tentei a envolve-la em um abraço firme, demonstrando uma personalidade muito diferente de quando estava em combate. — Não se preocupe com isso, eu só queria lutar, nada mais. — Me afastaria um passo da jovem em seguida, lamentando minhas dores. — Tsc! — Apalparia minha coxa e costas doloridas, me encurvando levemente.

O grupo de revolucionários aproximou-se e fez uma proposta de conceder hospitalidade a mim, em troca da ajuda com os traficantes. — Ah, claro! Adoraria! — E assim os seguiria pelo caminho que traçassem. Havia ouvido por acaso que um dos traficantes escapou para Hirotown, a cidade vizinha de Shirotown, onde era a base dos meliantes. "Não é da minha conta agora, eu acho." Concluí. Estava satisfeito, havia treinado o bastante em uma situação real e conseguido tirar um lucro em cima disso, talvez vendesse as manoplas depois.

Chegando ao tal hospital, procuraria uma maca e o atendimento médico de que falaram – perguntando a direção para os próprios revolucionários. Sendo atendido, realizaria os procedimentos indicados pelos médicos e procuraria repousar com uma boa soneca, mas antes pediria: — Tem comida aí? Nem almocei. — E se tivesse, pediria gentilmente por um prato, mas caso não pudesse comer naquela hora, iria atrás da sua refeição após ser devidamente tratado/enfaixado/cuidado pelos médicos.

Histórico:
 

Inventário:
 

Informações do Personagem:
 

Objetivos:
 

OFF:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Unbreakable - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Unbreakable   Unbreakable - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Unbreakable
Voltar ao Topo 
Página 3 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: