One Piece RPG
Untraveled Road XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capítulo VI - Por onde começar?
Untraveled Road Emptypor KingSalazar Hoje à(s) 13:15

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Untraveled Road Emptypor KingSalazar Hoje à(s) 11:17

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
Untraveled Road Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 10:09

» O Ronco do Bárbaro
Untraveled Road Emptypor West Hoje à(s) 09:39

» Sette Bello
Untraveled Road Emptypor Pippos Hoje à(s) 09:20

» [Ficha] Kauwela Honua
Untraveled Road Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 08:54

» Conto I: O que Dizem as Raposas?
Untraveled Road Emptypor Ghast Hoje à(s) 04:37

» Sombras do Passado
Untraveled Road Emptypor Kylo Ren Hoje à(s) 04:31

» Shiro Borsalino (le macaco)
Untraveled Road Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 03:41

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 00:53

» Masimos Titã Howker
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:33

» Drake
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:28

» Ur Kleiner Bär
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:28

» Shimizzu Price
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:27

» Red Albarn
Untraveled Road Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:27

» [Mini Aventura] Agnar
Untraveled Road Emptypor Agnar Ontem à(s) 23:14

» Inicio das caçadas
Untraveled Road Emptypor Flame Spearrow Ontem à(s) 22:45

» Rumo à Grand Line?
Untraveled Road Emptypor GM.Kekzy Ontem à(s) 22:35

» I - Conhecendo o mundo
Untraveled Road Emptypor GM.Kekzy Ontem à(s) 22:03

» On The Top Of The World
Untraveled Road Emptypor GM.Kekzy Ontem à(s) 21:43



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Untraveled Road

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 70
Warn : Untraveled Road 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQua 25 Set 2019, 17:14

Untraveled Road

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Miyuki Morningstar. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Layla Morningstar
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Layla Morningstar

Créditos : 15
Warn : Untraveled Road 10010
Feminino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 22
Localização : Conomi Island - East Blue

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQui 26 Set 2019, 05:35

Post 1 - Whiskey

Shells town era um lugar interessante, que por vezes despertava sensações controvérsias, para alguns é apenas um lugar pacato, talvez pequeno, ou mesmo seguro. Para Miyuki isso era algo diferente, aquele lugar foi o que a fez pensar se existiria de fato algum lugar no mundo seguro, ela viveu parte de sua vida presa aquela ilha, e foi ali que aprendeu sobre a vida e sobre como o mundo pode ser cruel também.

Mas isso no momento atual pouco importava, por que ela sentia sede, não de água, mas ela estava nesse momento pensando que precisava beber algo alcoólico, pensava em um pouco de vinho ou talvez Whiskey pra começar o dia. Sendo assim ela começaria a caminhar, seu olhar estaria ali demonstrando um pouco de sua timidez, que seria claro pelo modo como ela tentaria evitar cruzar olhares diretos com possíveis transeuntes.

Sempre que ela visse uma pessoa seu olhar seria de canto, onde ela demonstraria clara curiosidade de querer ver a pessoa, mas não desejar manter contato visual. Ao olhar pro seu rosto poderiam ver que ela tinha certa vergonha de ser vista ou observada, ela não gostava de atrair olhares. Mas além disso tudo sua postura, um pouco corcunda de começo como se tentasse esconder um pouco de seu físico.

Sempre tranquila apesar de tímida, ela caminharia pela rua, saindo do lugar onde estava, procurando por algum ambiente que vendessem bebidas alcoólicas, ela se lambia o tempo todo inconscientemente umedecendo os lábios enquanto sua imaginação voava longe, pensando nas mais deliciosas bebidas que poderia tomar. Como tentaria evitar o contato social antes da taverna nesse primeiro momento ela não falaria com as pessoas ela apenas iria olhando as placas e as vitrines dos lugares como seu método mais comum de procura, além de se atentar ao cheiro é claro.

Ela acreditava que poderia talvez reconhecer o ambiente além de pela visão como um todo pelo cheiro, afinal álcool tem um cheiro bem forte e característico normalmente ou ao menos era o que ela pensava.

"Hmm... Eu só quero beber algo... Onde será que ta a taberna... Definitivamente eu não quero perguntar sobre isso...

Ela sempre parecia ter certo receio de interagir pois o mais comum era que as pessoas não ficassem muito animadas quando ela tentava ter uma interação… Mas de todo modo ela não podia abrir mão de sua bebedeira diária, assim se ela encontrasse um lugar que vendesse bebidas, ela tentaria adentrar naquele ambiente com uma certa tranquilidade, agora se esforçaria um pouco mais.

Mudaria a postura que tinha adotado no caminho e ficaria erguida, enquanto olhava pra frente e logo se dirigiria a pessoa que ela acreditasse ser a responsável pelo lugar falando com ela.

-Há… É.. Oi… Olá… Digo… Hehe, é eu… Gostaria de pedir um Whiskey por favor. Eu gostaria de uma garrafa inteira… Se possível é claro.-

Ela se embananaria no começo da interação como era de praste, soando com uma voz de certo um pouco tímida, sem muita força na pronúncia das palavras. Algo que demonstra sua clara auto estima um pouco prejudicada. Ela apenas esperava para ver o que iria receber sem prestar muita atenção, nem se sentar, pois logo assim que terminasse de falar ela abaixaria mais a cabeça ficando um pouco quieta.

Entretanto para um caso de ela não ter achado o lugar que ela desejava por conta própria, então um ar um pouco mais depressivo se abateria sobre Miyuki, no momento em que percebesse que teria de fazer mais interações, seria possível ver um semblante sombrio no seu rosto que claramente expressava o desconforto que ela sentia por ter de agir desse modo. Então ela respirava puxando o ar e o soltando calmamente enquanto fechava os olhos com o rosto virado para o chão, como se tentasse se acalmar.

Assim, ela levantaria a cabeça e com certo cuidado tentaria se aproximar de algum transeunte que estivesse pela região. Tentaria ser o mais direta possível na sua pergunta assim que conseguisse ver alguém.

-é… oi eu estou… É, procurando um bar e… queria um pouco de Whiskey, sabe onde posso conseguir?-

Caso a pessoa se assustasse, saísse correndo, ou apenas a ignorasse, ela levantaria a mão de forma como se estivesse pedindo para a pessoa esperar, com uma expressão clara de culpa na cara, com a boca ainda meio aberta como se estivesse tentando se comunicar mas não conseguisse direito.

"Droga… Eu nunca consigo falar com eles… Merda...”

Pensaria ela se abaixando enquanto demonstrava claro desapontamento, e um pouco de raiva de si mesma, ela apenas ficará por algum tempo de cócoras, mexendo no chão com o dedo, enquanto repensar sobre toda a sua trajetória. E depois disso ela voltaria a procurar por conta própria por algum tempo, até criar coragem e novamente perguntar. E assim ela ficaria sucessivamente.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Furry Family:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Untraveled Road 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQui 26 Set 2019, 17:43




Aquela não era exatamente uma busca estranha, não chegava nem perto de ser uma novidade. Uma demanda constante tal como um ritual sagrado para esta pessoa. Seus passos eram tímidos em direção ao centro daquele lugar, sua sombra estendia-se a sua frente devido ao sol que despontava suas costas.

O cheiro de álcool certamente não se fazia presente, em seu lugar era possível sentir a maresia, o cheiro de peixe, cavalos e em alguns pontos um odor mais agradável de pão fresco ou mesmo da fumaça emanada por chaminés que despontavam acima de muitas casas em seu campo de visão. A rua não estava tão cheia naquela, a qual mais precisamente podemos tratar como 6:00 da manhã. Via cortinas sendo abertas e pessoas sentadas à mesa para a refeição sempre que passa junto a alguma janela.

O ar estava fresco, quase frio, mas não chegava a incomodá-la mesmo em suas parcas vestes, não ao menos ao ponto de desviar sua atenção daquela sede terrível que assolava-a, soprava em uma intensidade moderada que ajudou a logo dispersar o cheiro de peixe fresco que anteriormente impregnava o seu redor.

Uma porta se abria e dela um trabalhador acessava a rua cruzando o seu caminho sem lhe dirigir o olhar. Era um homem de aparência "surrada", provavelmente um trabalhador do porto, mais a frente, onde o cheiro de pão era mais intenso, havia uma padaria de onde via naquele momento uma mulher com um lenço branco na cabeça sair com uma sacola cheia de frescos e perfumados pães. No interior havia um homem com um grosso bigode negro e olhos estreitos que vestia um chapéu igualmente branco e muito alto, mas ali não havia bebidas… Não, não era aquele lugar que queria e rapidamente desviou o olhar quando percebeu que o dono havia mudado sua linha de visão para ela.


Talvez fosse cedo de mais? O que haviam feito com os bares desta ilha? Bom… na verdade havia, mas este era uma situação um pouco mais complexa visto que o dono daquele não era alguém muito gentil para a concorrência.

Figurava no centro da cidade,um conhecido estabelecimento local, conhecido até mesmo para a garota de pele azulada. Seu dono… bom, talvez fosse o sujeito mais carrancudo e mal amado da ilha toda, mas ainda assim talvez pudesse se tornar o seu melhor amigo devido ao produto que comercializava. O Grand Drinks se fez a vista após uns 40 minutos de caminhada do porto, claro que haviam sido passos vagarosos de alguém que procurava timidamente algo sem encontrar.

Mas… ele não estava aberto. Bom… Considerando que era um bar talvez fosse o esperado não fosse? Começar a funcionar em algum horário mais próximo ao meio dia e encerrar só no meio da madrugada? Bom, sim… Talvez fosse isso o comum não? Talvez com sorte em umas 3h o local abrisse, mas sua sede seria suportável a tanto?

Myu poderia sim continuar procurando se quisesse, mas como residente logo se lembraria que o Grande Tom era alguém que não aceitava muito amigavelmente a concorrência.

Ali mais pessoas começavam a sair para a rua, chegamos próximo às sete da manhã agora e o movimento começava a crescer. A grande maioria eram homens, mas Myu também via algumas mulheres com cestos de roupas. Havia ausência de crianças naquela hora, talvez essas fossem permitidas por seus pais a dormirem um pouco mais.

A uns 200m dali vinha um trio de marinheiros em sua ronda,e ao seu entorno havia ao menos uma dúzia de diferentes pessoas sendo cerca de 10 destes homens. Algumas lojas começavam a abrir e dentre seu campo de visão havia a loja de armas, roupas e uma que parecia vender um pouco de tudo chamada: Um pouco de tudo do Josh.




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Layla Morningstar
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Layla Morningstar

Créditos : 15
Warn : Untraveled Road 10010
Feminino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 22
Localização : Conomi Island - East Blue

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyTer 01 Out 2019, 03:47

Post 2 - Arma

A caminhada de Myu fazia ela perceber até que rapidamente sua situação, o que por si só já lhe despertava breve desconforto, era cedo demais… E isso lhe traria consequências, mas ainda assim ela andou pelo pequeno fio de esperança que fazia acreditar que talvez tivesse alguma chance, mesmo que pequena de encontrar o lugar.

“Eu devia ter dormido mais… Droga… Agora vou ter de esperar muito talvez…”

E seus medos se concretizaram, aos poucos sua caminhada lhe mostrava que as lojas em volta ainda estavam por abrir, o que apenas gelava ainda mais seu estômago. Pois ver pessoas ainda saindo era mal sinal. O longo tempo que levou caminhando não era nada recompensador ao chegar no local podia notar que estava completamente fechado.

“Definitivamente é cedo demais… Será que… Tem outro lugar?”

Ela pensava por alguns instantes e lembrava de já ter visitado um ambiente noturno que se chamava de “Lar das Queixas” entretanto, lá definitivamente só era animado a noite, vendia-se tecidos durante o dia pelo que ela lembra ou talvez, estivesse errada mas não queria arriscar uma caminhada perdida, sendo que poderia esperar abrir ali.

Ela ficava por a região mas de certo modo o tempo que se passava era suficiente para concretizar um pouco de seus piores pesadelos, a possível interação social iminente, era assustadora, já que pessoas pareciam cada vez mais surgirem. Além disso o grupo de marinheiros chamavam bastante a atenção dela.


“Será que é uma ronda? Ou eles estão vindo procurar alguém?”


Apesar de tudo seu olhar não seria muito diretivo, ela olharia de maneira tímida para o grupo apenas passando o olhar e depois voltando o rosto mais para o chão enquanto segurava o braço ali próximo do cotovelo. Decidia por vez se retirar dali e vendo as possibilidades de lojas à sua frente ela decidiu seguir para a loja que vendia armas primariamente.

Ela pretendia de todo modo iniciar seus trabalhos como caçadora quando pudesse e esse fato por si a fazia necessitar de uma arma, mas não apenas isso, ela não iria caçar sem antes ter suas bebidas, porém, uma coisa não exclui a necessidade da outra.

Premeditando a inevitável interação com o vendedor, ela soltava um pouco de ar pela boca de uma vez só que poderia deixar um certo tom de aflição, caminharia vagarosamente, mas suas pernas estavam um pouco trêmulas, o que a fazia dar passos extremamente curtos e lentos, enquanto parecia quase arrastar uma das pernas que desejava ficar ali, enquanto a outra dava passos a puxando.

Assim que ela estivesse na porta da loja, respiraria fundo, como se tentasse se preparar mentalmente para uma guerra… E então com a cabeça meio abaixada de começo iria entrando, enquanto aos poucos levantaria o olhar para quem estivesse atendendo os clientes e diria.

-Olá… Eu.. É queria saber se é… Você… Saberia, me dizer é… se aqui tem luvas ou manoplas…

Dizia de maneira bem calma, apesar de bastante embananada com uma voz um pouco tímida, mas num som audível. Seu olhar apesar de fixo no homem, demonstrava certo desconforto leve em relação a situação. Se o homem dissesse que sim, ela então mais uma vez juntaria suas forças para voltar a falar. Dava pra ver que a situação era desconfortável, de modo que ela estava sempre com a mão direita segurando ali no esquerdo pouco acima do cotovelo, e toda a sua postura corporal também davam leves indícios.

-Eu poderia ver as manoplas? Digo… Eu… Queria ver a qualidade e… Quais são os preços… digo é… isso mesmo… É quanto que custa?

Dizia ainda com aquela mesma maneira mas um pouco perdida em pensamentos afinal aquela situação não era lá das melhores entre todas.

“Droga. Por que toda vez é isso? Nem sei por que ainda vou atrás dessas coisas.”

Por fim, respiraria um pouco mais aliviada por ter ao menos tentado ir até aquele ponto e por fim, se a manopla estivesse em um preço acessível, indo ao menos em um preço que fosse proximo do que ela acreditava ser justo, algo como trinta mil berries ou coisas assim ela compraria dizendo:

-Ce-cer-Certo, eu quero… V-Vou levar uma.

E pegaria o dinheiro pagando ao homem antes de se retirar do local, equipando as luvas ou manoplas na mão, antes de qualquer coisa.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Furry Family:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Untraveled Road 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQua 02 Out 2019, 16:59




Com uma postura defensiva fechada para se proteger dos olhares a azulada começava a avançar, ainda que penosamente em direção da loja de armas. Bom, ao menos aventureiros começavam a vida cedo visto que essa loja prezou por abrir aquele horário.

Era uma loja simples, construída sobre alicerces de pedras encaixados. Suas paredes eram tábuas de madeiras largas encaixadas na vertical pintadas em um marrom escuro já desbotado.

A porta era de madeira sólida, mas haviam dois recortes na parede onde janelas davam visão ao interior da loja e permitiam que o ambiente fosse iluminado pelo sol matinal. Um homem magro varria o chão se aproximando da porta para jogar a poeira para fora no exato instante que Myu chegava a soleira.

A poeira flutuou descendo sobre seus pés, uma clara falta de atenção e educação do senhor, pedrinhas varridas do interior quicaram sobre seu calçado fazendo-lhe ficar encarando o chão por um tempo.

Também não houveram palavras vindas do homem, mas Myu percebeu que o mesmo havia parado após a primeira "vassourada". Descobria ao erguer o rosto que o homem havia parado em meio ao movimento com seus olhos arregalados e com sua pele tendo abandonado toda e qualquer cor.

- DeDeDeDe..DE….De...De… - talvez ele planejasse dizer algo, mas fosse o que fosse parecia estar com problemas para dizer, ou talvez fosse gago?

Sua falta de atitude, fez até mesmo a jovem conseguir falar primeiro.

- OOOOOO….OOO q? - dizia ainda com a voz tremula. - Vooce qu...quer compar?

Um mínimo de cor voltou ao rosto do homem, talvez estivesse imaginando que jogar poeira em uma tritã teria sido sua última ação em vida, mas ao ver aquela garota de colorações inusual falar tão docemente o fez relaxar.

Então a jovem lhe confirmou e ele piscando como se para crer começou a concordar avidamente com cada sacudida de cabeça trazendo-lhe um pouco mais de cor ao rosto.

- Sim. Você pode ver sim.

Dentro da loja havia vários tipos de armas, e em uma seção mais ao canto era possível encontrar soqueiras e manoplas. Cada qual possuía uma placa atrás com seu preço escrito. Ali era possível encontrar algumas muito acima dos valores possuídos pela garota, como também outros dentro do seu orçamento.

O velho ainda mantinha-se um pouco desconfortável, mas em certo momento conseguiu falar. - Ta tudo bem garota? - a postura tímida e travada da jovem quase lhe fazia perder completamente o aspecto animalesco da sua espécie levando o velho a lhe tratar como uma jovem moçoila com algum problema.

- Vai ser essa então? - ele pegava o dinheiro da jovem e lhe entregava o par escolhido. - Você não parece bem… quer se sentar? - disse um pouco preocupado.





____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Layla Morningstar
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Layla Morningstar

Créditos : 15
Warn : Untraveled Road 10010
Feminino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 22
Localização : Conomi Island - East Blue

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptySeg 09 Dez 2019, 04:01

Post 3 - Pagamento


O local pelo qual Miyuki adentrava parecia minimamente interessante, entretanto apesar disso, a garota pela forma tímida a qual seus olhos percorriam toda a extensão do lugar, apenas fazendo pequenas observações leves. Ela só realmente sentia algo diferente quando a poeira tinha tocado os seus pés. Algo completamente estranho para ela.

Não sabia o que tinha acontecido, mas o acaso podia ser cruel as vezes e bem, talvez fosse apenas algo como isso. Sua timidez inicial como sempre parecia lhe atrapalhar, ou ao menos era assim que ela tinha interpretado a reação do vendedor. Talvez a forma preocupada como ele falou fosse devido a incapacidade comunicativa, ter contagiado o homem.

“Será que ele ficou preocupado com eu não ter dito nada? E acha que eu vou assaltar ele?”

Era a primeira coisa que se passava na mente dela, até que pensando inocentemente no começo desse modo, ela lembrava um pouco melhor do que já havia lhe acontecido, talvez o homem estivesse com algum tipo de medo? Por conta de sua raça? Era pensavel, mas desde que ele não fizesse nada, ela poderia ficar escolhendo sua arma. Assim, ela timidamente caminhava até mais perto das soqueiras e manoplas.

Os passos dela seriam bem lentos, e tímidos, ela segurava o cotovelo trazendo o braço para mais perto do centro do corpo e de cabeça abaixada ia até o local. Observaria melhor por algum tempo todas as que estavam lá. Algumas lhe chamavam atenção a fazendo levantar o olhar, mas algumas delas eram caras demais, e umas poucas entravam dentro do seu orçamento.

E por tempos seus olhos ignoravam todo o resto da loja, até que ouvindo o homem falar ela saia do seu estado paralisado que apenas olhava fixamente aquele ponto pensativa. E logo ela virando o rosto ainda que lentamente, tentava parecer olhar para ele, mas claro sem olhar nos olhos do vendedor ela falaria.

-E… E-e… É… Está tudo… Acho que sim… Eu só quero é... aquela, manopla...

As palavras sairiam ainda um pouco emboladas, mas ela claramente se esforçava para tornar compreensível, o tom era doce, senão fofo, pois poderia se perceber que apesar de tudo, havia uma enorme sensibilidade imposta na voz.  Assim logo depois que terminasse de falar a azulada apontaria para a manopla que poderia pagar, levantando o apenas  o antebraço e usando o indicador, que apesar de parecer firme, se prestasse atenção seria possível que notassem que ele tinha leves tremores pelo braço.

A garota estava quase esgotada pela longa exposição ao contato com as outras pessoas. Ela era plenamente capaz de interagir mas nem sempre era o mais confortável é claro… Afinal todo o processo era exaustivo. Depois de tudo ela entregou o dinheiro pelas manoplas acenando positivamente com a cabeça quando era questionada se aqueles eram os pares. E por fim, respondia quando era questionada se queria sentar, balançando a cabeça de um lado para o outro em negação. Assim agradecia pelo serviço do homem e se movia para fora do lugar.

-Obrigada…

Falando pela primeira vez em um tom medianamente firme, ela viraria de costas e caminharia para fora do lugar, com calma em seus passos, apesar de ser possível notar seu ainda nervosismos por seus dedos, ela tocava a ponta de cada um deles, desde o indicador até o mindinho passando o polegar de um por um.

Assim que estivesse lá fora sua primeira reação seria se encostar na parede e puxaria o ar com toda a força para dentro dos pulmões de certo olhando apenas para os próprios pés nesse momento, em seguida ficaria de cócoras mais uma vez. Brincando de novo com o dedo no chão, como se ficasse fazendo riscos sem qualquer forma.

Depois de tudo isso, ela caminharia mais um pouco ainda de cabeça baixa, visando evitar o contato visual, como anteriormente, agora ela queria visitar a loja do “Um pouco de tudo Josh” lá parecia um local possivelmente interessante, pelo simples fato de que ela imaginava que talvez tivesse vinho lacrado lá.

Miyuki então após se acalmar por alguns minutos respirando o ar puro da sua solidão frente a loja, ela finalmente iria passo a passo tentando chegar a outra loja, e quando chegasse na porta, ela respiraria ainda mais fundo antes de entrar para a segunda interação complicada.

“Calma… Não é hora de surtar, respira… inspira… Respira…. Inspira… Não surta…”

Daria dois tapinhas de cada lado do rosto e então após esse pequeno momento entrava, agora tentando manter a cabeça erguida e… Não daria muito certo, apesar de querer entrar lá gloriosamente, ela apenas dava seu primeiro passo pra dentro com o peito estufado, assim que pisava lá dentro, dava um sorrisinho sem graça e abaixava a cabeça caminhando para dentro… Seus passos até ficavam desajeitados, pois havia perdido um pouco do impeto em andar.

Ela praticamente arrastaria as pernas pelo chão quase que evitando dar passos, que no caso dela eram tão lentos e demorados entre si quanto os de uma tartaruga… E assim ficaria por algum tempo se não se dirigissem a ela. Mas tanto após criar coragem, ou se alguém falasse com ela, sua reação pura seria tentar automaticamente realizar o planejado.

-Há… é… Digo… Oi… Vocês tem Álcool? Digo… É bebidas alcoólicas… Vinho ou algo do tipo? É não… Digo… Não… É… Na verdade é isso mesmo...

Suas palavras sairiam igualmente atrapalhadas, como das outras vezes, e até se contradizendo. Suas bochechas quase de instantâneo ficariam coradas, consumidas pela vergonha que sentiu depois de notar que tinha completamente ferrado com a pergunta… Estava um pouco agoniada com tudo, e ao mesmo tempo so estava ali por desejar bastante ter acesso a algo do gênero, seus pensamentos eram no mínimo os mais simples em relação ao seu objetivo, mesmo que já tivesse notado não ser assim tão fácil realizar eles..


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Furry Family:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Untraveled Road 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyTer 10 Dez 2019, 12:31




O chamado do velho se perdeu aos ouvidos da tritã que quase corria para fora do lugar após pagar pelas armas. Sua bolsa se encontrava mais leve, mas ao menos em suas mãos havia agora um peso reconfortante do metal acolchoado com couro, mas não que qualquer uma dessas coisas importassem para a jovem que precisava reter toda a sua força de vontade apenas para respirar adequadamente.

O velho chamou mais uma vez, parecia ter realmente se preocupado se aquela jovem que acabava de deixar seu estabelecimento estaria realmente bem.

Encostada na parede ficou por um bom tempo, afastada alguns poucos metros da porta do local e ali sem que ela percebesse a rua começou a se tornar mais movimentada. Crianças saiam de suas casas para a escola, muitas acompanhadas por um de seus pais. Estes afastaram-se alguns passos da figura agachada que abraçava com força os próprios joelhos.

Havia comentários, curiosos por parte das crianças e cruéis por parte dos adultos. Alguns no entanto abstinham-se completamente de nota-la. Já outros detinham-se em dúvida sobre prestar ou não prestar ajuda. Fosse para bem ou para o mal, ninguém se aproximou dela.

A respiração se acalmou,mas ainda tremia. Ensaiou alguns passos, bambos, mas logo mais firmes. Pessoas saíram do caminho dela, ela prosseguiu em uma linha reta vendo apenas o chão e seus pés. O mundo se resumia a apenas aquela pequena área de visão e em seu nervosismo até mesmo sua audição parecia ter-se retraído ao ponto de nada escutar.

>><<

- Vai ficar o dia todo ai? - Diferente do esperado a voz que a abordou não era masculina. Uma jovem de pele escura e cabelos ainda mais escuros estava de braços cruzados em frente a porta da loja de Josh. Tinha um busto farto que tornava-se ainda mais proeminente devido a posição de seus braços, seus cabelos chegavam aos ombros e eram volumosos com cachos finos e apertados, sua boca era ampla e rosa com uma pinta ao lado esquerdo próximo ao nariz. Seus olhos pareciam ser verdes completavam seu rosto de formato mais arredondado. Vestia um colete de couro marrom por cima de uma camisa branca que era completada por calças de cor azul escuro em um tecido grosso e desbotado em alguns lugares.

Sua voz foi firme, mas sem malícia, ainda que isso acabasse por não importar já que em todo caso era suficientemente poderosa para assustar a jovem e tímida tritã. - Eu já te vi por aqui. - continuou a negra. - Mas nunca tão cedo.

Demorou um tempo, mas Yuki conseguiu erguer o olhar até o busto da mulher a sua frente enquanto gagamente informava o que queria. Estava ainda fora da loja, visto que a mulher estava na frente da porta como uma muralha negra intransponível.

A vendedora olhou para o final da rua antes de dizer. - É cedo demais pro Tom estar aberto. - então virando novamente o olhar para a tritã completou. - Entre. E ergue essa cabeça que já ta me irritando.

Sem esperar a reação a mulher se virou adentrando o estabelecimento que combinava realmente com o nome, embora Josh não parecesse estar presente.

Mochilas, frascos, fogos de artifício, chaveiros, desentupidores, vassouras, velas, corda, arame, material de pesca e mais uma infinidade de quinquilharias. A loja era estreita, porém profunda. Os produtos cobriam completamente as paredes laterais, alguns estavam no centro em estantes que quase alcançava o teto enquanto outros estavam até mesmo pendurado no teto. Labirinto também seria um bom nome para o local.

- Não vou ter garrafas. Mas tenho essas aqui. - Disse a Negra quando Yuki houvesse finalmente alcançado-a. A vendedora mostrava a jovem alguns pequenos frasquinhos com cerca de 50mls cada. Havia wisques, rum, cachaças e até mesmo uma bebida bonita de cor azul. - São 1000 cada. - informou mesmo antes que a tritã perguntasse.

Cada garrafinha era igual a uma dose, mas acabavam por ser bastante volumosas se fosse comprar o suficiente para dar uma grande garrafa, embora fossem talvez mais práticas de beber e ainda colaborassem com a variedade de sabores.



____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Layla Morningstar
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Layla Morningstar

Créditos : 15
Warn : Untraveled Road 10010
Feminino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 22
Localização : Conomi Island - East Blue

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyTer 10 Dez 2019, 19:07

Post 4 - Preparação


O silêncio dos pensamentos que levavam a azulada para seu próprio mundo eram reconfortante a sensação de estar no seu próprio mundo a fazia ter maior tranquilidade. Até o momento em que a voz da moça chamava sua atenção, ela fazia uma pergunta simples, mas um tanto talvez cruel para a forma como Miyu era.

Ela ouvindo aquilo voltava a si e respondia um pouco atrapalhada levemente, mesmo que no fim não tenha realmente se movido para fora de onde estava. -Eu vou...- eram as poucas palavras que ela dirigia a moça, pois não conseguia realmente falar nada do que tinha sentido vontade, ela tinha pensado em respostas que talvez fossem até grosseiras, mas apenas dizia isso.

Com o tempo depois de adentrar na loja os olhos da tritã percorriam timidamente o local, avaliando quantas coisas tinham por ali. De certo ela gostaria de voltar naquele lugar mais vezes. Afinal o nome realmente não estava mentindo sobre aquele ambiente. E apesar de abrir a boca surpresa com o que via, ela continha qualquer empolgação mesmo que visse tantas coisas que desejava levar.

E ironicamente a mulher parecia saber bem o que ela desejava? Miyuki por alguns instantes estranhava aquele comportamento, mas não se atinha a perguntar sobre aquilo, até porque poderia ser uma situação desconfortável… Talvez ela tivesse brigado com o marido da mulher quem sabe, ou feito algo desagradável, não saber era mais seguro para a sanidade dela.

Desse modo vendo as bebidas era possível notar leve diferença, os olhos da garota perdiam um pouco da timidez, apesar da cabeça levemente abaixada ainda, ela faria com que as pupilas percorrerssem cada uma das bebidas de uma forma ágil, o que demonstrava muita vida vindo dela. Assim, ela respirava tentando criar coragem para dialogar. Não que naquele ponto estivesse bem, mas precisava dos itens.

-É… E-e-eu vou q-querer… 10.000 b-berries de-de-delas de forma sortida… Em principal aquela azulzinha… parece… é… bem... diferente... se possivel quero elas.

Diria sem olhar nos olhos da mulher enquanto esperava que ela entregasse as bebidas, sua voz era bem fraca e saia em um tom audível, mas claramente não estava confortável ao proferir as palavras. Se a mulher trouxesse a bebida, ela então pegaria uma das coisinhas, e viraria no gargalo, pra deixar descer todo o conteúdo queimando a garganta.

Ela literalmente não ligaria para o sabor apesar de tentar apreciar o máximo que pudesse dele. Em seguida, ainda sem falar nada pegaria a segunda garrafinha pequena e viraria sem exitação mais uma vez. Sentindo o gosto, ela limpava a boca passando o braço sobre os lábios.

“É disso que eu to falando… Isso é o gosto da força”

Seu olhar depois daqueles dois grandes goles parecia mais firme, ela ainda esboçava certa timidez no olhar, mas conseguia ao menos focar onde desejava, seus olhos estavam abertos, mesmo que mantivessem aquele tom de gentileza. Seu corpo ainda estava um pouco retraído, o que deixava claro que apesar de passar uma aura diferente, ela ainda tinha era um pouquinho hesitante.

-A bebida é boa… Mas me diga, quanto custam as mochilas e também cordas?

Naquele momento sua voz assumiria mais firmeza, diminuindo a timidez que ela exibia, parando de ter pequenos gaguejos, apesar de uma maior firmeza, o tom ainda não era muito expressivo, demonstrando que apesar de ela sentir sua confiança aumentar levemente, aquilo não tinha tirado ela da bolha em que ela estava, ao menos não ainda. Dava pra perceber apesar de tudo em sua postura pessoal, que ela estaria um pouco melhor também, mesmo que mantivesse seu braço segurando o outro na zona do cotovelo, e as pernas meio juntas. Entretanto não exibia algo como pequenos tremores, ou sinais parecidos com os de antes.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Furry Family:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Untraveled Road 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQui 12 Dez 2019, 18:10




- Ela é um pouco forte. - Avisou a vendedora, mas já pegando as garrafinhas em mãos. - Mas você já é grandinha. - Terminou com 3 garrafinhas azul, 3 de uísque, 3 de cachaça e uma outra que pegou com um sorriso. - Chamam essa aqui de duende verde. Acho que você vai gostar. - Ao ler o rótulo veria nele também desenhada a forma de uma duende assim como a mulher havia descrito.

>><<

- Ei, Ei. Vai com calma. Não quero ter que chutar nenhum bêbado pra fora da loja. - exclamou ao ver a azulada virando rapidamente o Wisque e um curaçau, vulgo, bebiddinha azul.

O Uísque foi um velho conhecido, mas a garrafa azul foi uma forte surpresa que fez quase que imediatamente um arrepio percorrer por todo o seu corpo… Esta talvez fosse algum tipo de sinergia entre as cores? Quem sabe… Seu sabor era seco, ardente e vibrante e mesmo para alguém acostumada como ela foi um choque inesperado que a fez tossir para aliviar a garganta.

- Eu já tinha ouvido do Tom, mas não tinha acreditado. - Comentou a mulher ao ver os olhos de Yuki se firmarem nela com maior intensidade. - Sessenta e vinte. - respondeu debruçando-se sobre o balcão com ambos os braços salientando um pouco seu busto que agora era visível pelo decote circular da camisa branca.


A sensação de ''queimação'' percorria agora o exófago da tritã chegando rapidamente ao seu estômago provocando quase que de forma imediata um certo calorzinho em seu corpo. - Mas se beber outras 3 incluindo o duende eu te repondo as garrafas e dou um desconto de 10. - Concluiu com um sorriso um tantinho maléfico. Para alguém que olhasse poderia talvez associar a mulher a uma gata curiosa que adoraria ver onde aquilo poderia parar.






Adiciona gasto de 10k, aquisição das bebidas restantes no histórico, possivelmente já descontando as outras caso você beba. Vamos dizer que cada garrafa adiciona 10% de embriaguez. Em 100% você dura um post e depois cai no sono.

50% você está praticamente no Apice da coragem. Acima de 70% já é aquela bêbada que acha que pode tudo, mas que acaba estando já um pouco defasada.

A cada 2 posts sem beber reduz 10% a cada post.

Até 30% você é um pouquinho tímida.

No 100% te darei momentaneamente um Buff, mas na condição de você cair no sono no próximo.

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Layla Morningstar
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Layla Morningstar

Créditos : 15
Warn : Untraveled Road 10010
Feminino Data de inscrição : 21/03/2017
Idade : 22
Localização : Conomi Island - East Blue

Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road EmptyQui 12 Dez 2019, 21:09

Post 5 - Prelúdio do Apocalipse Parte 1


Os goles desciam pela garganta da garota, e uma das garrafas era diferente no fim das contas, algo que a fazia observar melhor o sabor e perceber que era uma bebida diferente, ela por alguns segundos apreciava aquilo ouvindo a mulher e pensando sobre os comentários, desde os primeiro sobre ela ficar bebada, mas o que mais a chamava atenção era sobre o Tom..

“O que será que o Tom falou pra ela? Será que eu bati mesmo no marido dela depois de bebada”

Entretanto agora sua coragem e seus ânimos estavam um pouco melhores, ainda havia uma certa timidez mas ela ainda assim interagia com a mulher falando um pouco mais com ela. Seu olhar agora parecia focar bem no rosto da moça, ela ainda olhava um pouco desconfiada, mas conseguia focar bem na hora de falar.

-Bom… Eu não costumo cair fácil com essas coisas… haha

Diria rindo meio sem graça ainda e um pouco sem jeito pela forma que colocava as coisas. Ela não tinha lá uma grande forma de fazer piada ali, mas imaginava que fosse minimamente o correto rir? Bem, ela não era a pessoa mais social do mundo então… Não era algo a ser julgado, e ouvindo a proposta da mulher ela aproveitava o momento para perguntar algo antes de aceitar o desafio de forma propriamente dita..

-Você ouviu o que sobre mim do Tom? Que eu bebo muito?

Questionava como quem não queria nada naquele ponto. E assim esperaria que ela dissesse algo antes de então pedir pela mochila. Ela escutaria tudo enquanto virava mais outra garrafinha. Dessa vez ela pegaria uma das cachaças, sendo a terceira dose. E então diria sobre a proposta irrecusável que ela tinha feito.

-Bom, seja como for eu aceito. Bebo 3 incluindo o Duende

Sem pensar duas vezes Miyuki rapidamente pegava as garrafas e virava uma a uma. Primeiro as normais e por último o duende, bebendo as 3 como a mulher tinha dito e no final, passaria o antebraço sobre a boca a limpando ela com um sorrisão sendo exibido em seguida. Naquele ponto a confiança da jovem estava no máximo o que existia de timidez na tritã era encoberto.

-Hahaha você viu só, a bebida é minha companheira. Aliás, eu quero minha reposição de bebidas e pagarei pela Mochila e pelas cordas. Me diz uma coisa quanto você ganha nessa loja?

E agora seu modo falastrona começava a surgir, além do mais é claro que talvez ela se tornasse medianamente invasiva naquele ponto. Ela puxava o dinheiro que foi combinado e colocaria sobre o balcão lembrando que ela tinha falado 60 e 20 assim colocando mais 80 sobre a mesa.

Em seguida ela se recostaria no balcão colocando o cotovelo bem apoiado de modo que a mão fechada apoiava a cabeça dela meio de lado, onde ela parecia completamente a vontade para com o lugar, seu olhar? Era completamente vivido, e tinha uma felicidade imensa no rosto dela, algo como um sorrisão enorme no rosto.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Furry Family:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Untraveled Road Empty
MensagemAssunto: Re: Untraveled Road   Untraveled Road Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Untraveled Road
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: