One Piece RPG
II - Will the Cat ever get a Hat? XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phantom Blood
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 21:29

» [Ficha] Kiryu Yamamura
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:00

» Kiryu Yamamura
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:59

» For Whom the Bell Tolls
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor PepePepi Hoje à(s) 15:25

» Gato de Convês
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Oni Hoje à(s) 15:19

» Apresentação - 2: Falência ambígua
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 14:55

» V - Into The Void
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 01:15

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 00:56

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 22:53

» Prólogo - A primeira perna é a direita
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:43

» Timbre Mudo
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Oni Ontem à(s) 13:33

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Jabuloso Ontem à(s) 10:07

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Kylo Ontem à(s) 05:55

» O Legado Bitencourt Act I
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:42

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Kylo Ontem à(s) 02:57

» I - Dançando No Campo Minado
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Achiles Ontem à(s) 00:52

» Conto I: O que Dizem as Raposas?
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 18:58

» The New Terror of Pirates
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 17:07

» Apresentação \o/
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor GM.Kekzy Sex 21 Fev 2020, 15:33

» I - A Match Made In Heaven
II - Will the Cat ever get a Hat? Emptypor Teo Sex 21 Fev 2020, 14:33



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 II - Will the Cat ever get a Hat?

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptySeg 23 Set 2019, 20:58

II - Will the Cat ever get a Hat?

Aqui ocorrerá a aventura do(a) agente Blair L'Aubespine. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptyQua 25 Set 2019, 23:12

II - Will the Cat ever get a Hat?


A escolha de almoço de Blair poderia ser considerada, no mínimo, polêmica. Em verdade a felina não tinha culpa. Simplesmente havia sido tomada pela sua curiosidade e falta de atenção, sequer percebendo que os pobres camarões estavam fora de sua pirâmide alimentar, ficando extasiada com a extravagância de seu prato. De qualquer forma o almoço estava delicioso - psych! - e Blair comeu sem se sentir culpada.

A verdade é que a gata não demorava muito para mudar o seu foco, logo deixando o entusiasmo pelo almoço de lado e o substituindo pela admiração ao Sr. Grilo - BUAHAHAH!11! - lançava aos ventos sua risada pouco contida, observando o grilo entrando na xícara como quem aproveita uma jacuzzi - Sr. Grilo, shishishi… você não tem jeito, shishishi… - soltava em meio às risadas, se divertindo com aquela cena, comprovando que o Sr. Grilo realmente era digno de ser amigo de Blair, ou vice-versa.

Sem demorar muito, Klay retornava ao refeitório e, como de costume, iniciava um de seus longos monólogos diante da gata "Gero… será que essa é a surpresa?..." divagava enquanto o homem continuava com suas explicações, as quais, em grande parte, sequer eram absorvidas pela gata, que se continha para não rir a cada olhar lançado em direção ao Sr. Grilo - Sim, sim… essa juventude… - concordava de maneira compreensiva, sem compreender do que falavam.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Ainda assim, a atenção da gata era, inevitavelmente, capturada pelas palavras “chapéu estiloso”, afinal, finalmente parecia que a conversa ficaria interessante "Geroo… diga mais..." pensava animadamente, voltando completamente sua atenção ao homem, apenas para se decepcionar diante das palavras proferidas em seguida "Ugh… era bom demais pra ser verdade..." concluía um tanto quanto cabisbaixa, claramente perdendo o interesse no que estava para ser dito.

No fim das contas Blair assimilava o panorama geral do que havia sido dito. Sairia de manhã cedo, havia ganho um envelope com dinheiro, outro com nada de útil - não que o dinheiro fosse -, caçaria uma tal de Midiática e estava com o resto do dia livre. Enquanto saía o velho Klay ainda soltava um comentário bastante capcioso, mas Blair,  que estava completamente distraída guardando os envelopes nos bolsos, acabava por não entender nada.

- Gero… o que devemos fazer?... - perguntaria ao seu fiel escudeiro, matutando sobre todas as possibilidades e qual seria a mais divertida. Não sabia de muitas maneiras de passar o tempo naquela ilha, mas já tinha uma pequena noção de como era a cidade - leia-se pequena mesmo, muito, muito pequena -. Na verdade, a lembrança de quando havia encontrado o seu primeiro professor a.k.a. Caolho-Sensei, era algo presente - Aquela tenda parecia interessante, shishishi… - diria de maneira abstraída, relembrando a pequena tenda roxa próxima a fonte da cidade - Está decidido… é pra lá que vamos, shishishi… - concluiria determinada como nunca.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Com a comida em sua barriga e o Sr. Grilo em seu ombro, nada abalaria a decisão de passear pela cidade. O seu destino era a fonte que havia encontrado logo quando chegou na cidade. Restava descobrir se a gata conseguiria chegar sem se perder ou algo lhe tirar a atenção. Mas de qualquer forma, tentaria aproveitar ao máximo o caminho, observando as lojas e vitrines que passasse.

Caso conseguisse encontrar a tenda roxa, dessa vez tentaria entrar para descobrir do que se tratava - Yo… o que tem de interessante ai? Shishishi... - diria caso houvesse alguém do lado de fora, ou para quem estivesse do lado de dentro, se pudesse entrar livremente. Não encontrando a tenda, apenas andaria sem rumo pela cidade, até que começasse a escurecer, momento em que retornaria para o QG.

Se Blair acabasse por retornar ao QG, tentaria perguntar onde havia um quarto para que pudesse passar a noite. Caso encontrasse, aproveitaria para tomar um banho antes de dormir, para então finalmente aproveitar seu merecido sono de beleza. Não encontrando um quarto, recorreria a sua já conhecida maca na enfermaria, "Quem sabe eu ganhe café na cama, shishishi…." pensaria se dirigindo para o seu quarto improvisado. Assim, se nada fora do comum acontecesse e Blair acordasse normalmente no outro dia, tentaria encontrar algum responsável que pudesse lhe dar direções do que fazer ou para onde ir.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


Who Let the Cats Out?




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 




Última edição por War em Ter 01 Out 2019, 20:08, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptySeg 30 Set 2019, 08:59

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - NORTH BLUE - 01



Terminando o almoço, seu superior deixa o refeitório para resolver coisas de adulto. Blair se encontrava num empasse, e com seu fiel escudeiro, decidia voltar a uma tenda que ela havia visto assim que chegou na ilha, quem sabe ele até encontre um amigo que tinha feito. O dia estava perfeito para uma caminhada, ouvia-se os passarinhos cantando e o sol aquecendo a pele, misturando com o cheiro de uva se espalhando pela cidade. A Agente deixava o complexo rumando para o pequeno vilarejo, onde podia notar uma certa movimentação, afinal, aquele era o horário de almoço dos funcionários e quando os restaurantes ficavam mais movimentados.

Antes uma completa desconhecida, agora podia notar pessoas acenando para a mesma e olhares capciosos de alguns sujeitos. Sentia que o centro estava bem movimentado, talvez por isso, ou por simplesmente não se lembrar do local, Blair infelizmente não achava a tal tenda roxa. Já sentia suas pernas doendo de tanto andar, notava que a noite já estava para chegar, assim, resolvia voltar para o complexo e descansar para o próximo dia, que ao que parece, seria bastante turbulento.

Chegava no local com a lua acima da sua cabeça, sentia seu corpo doendo, ainda resquícios da penúltima missão. Havia uma porta com seu nome escrito, lá dentro tinha uma cama arrumada e pronta para ser usada, doravante, Blair não entendia aquilo e seguia para a enfermaria, se ajeitando no local onde havia acordado dias atrás. Ali, se cobriu do melhor jeito, e adormeceu sem sonhos ou pesadelos. Acordou com alguém lhe cutucando, era a enfermeira gorda, que parecia não entender o porque da menina estar ali – Seu quarto estava arrumado la embaixo, sua roupa está passada sobre a cama – indicaria a mulher, que praticamente tirava Blair da cama a força.

A felina podia descer as escadas e encontrar a porta que havia sido dito, havia três quartos la embaixo, o do meio era a porta desejada, o outro era o arsenal e por último, um local onde guardavam arquivos. Encontrando a porta, veria um terno novo a sua espera; indo para o refeitório, poderia notar Klay esperando por ela, assim que a visse, levaria a garota para o porto, onde a colocaria no barco que iria levar ela até sua missão no mar, a caçada ao pirata Ragnar iria começar.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptyTer 01 Out 2019, 21:28

II - Will the Cat ever get a Hat?


Com sua missão de escolta finalizada, com sua barriga abastecida e com seu leal comparsa a acompanhando, Blair agora estava em busca da cabana perdida. Busca que, infelizmente, resultou em nada. Certamente Deus não tinha a intenção de deixar a felina fazer o que bem entendia. O motivo? Não há como saber, mas eu arriscaria em “preguiça de ler”. Ao menos a gata pode aproveitar o clima ensolarado e o movimento da cidade para se distrair durante o passeio.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Melhor voltarmos… já está escurecendo… - comentava para o Sr. Grilo enquanto tomava o rumo do QG, como se esquecesse o fato de que o escuro pouco lhe atrapalhava. O percurso de volta não animava tanto a gata, em grande parte por não ter descoberto o motivo daquela tenda sequer existir - Aposto que ela era maior por dentro, gero... - comentava em tom desapontado.

De volta no QG a gata bisbilhotava por um quarto onde pudesse dormir, mas por resolvia ir para onde já conhecia e havia dormido na noite anterior "Pena que não vou poder tomar banho… quem sabe é até melhor..." matutava seguindo para a enfermaria, lembrando do que havia acontecido na primeira noite como alistada e ficando ainda mais cabisbaixa com a memória do ruivo - mesmo que não conseguisse recordar o nome dele -.

- Pronto… boa noite, Sr. Grilo...- cochichava enquanto se ajeitava na cama improvisada e se lançava ao mundo dos sonhos. Assim como na busca pela cabana, Blair falhava em encontrar o mundo dos sonhos, acordando repentinamente com inúmeras pauladas e se lançando de pé com o susto - EU TENHO UM CHAPÉU E NÃO TENHO MEDO DE USÁ-LO!!11! - gritava ainda sonolenta enquanto saía às pressas da cama, se preparando para o duelo, mesmo que não tivesse um chapéu e, provavelmente, tivesse medo de usá-lo - afinal, não é algo que combine com qualquer um -.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Oh… tá bom… vou ir me trocar, gero… - comentava casualmente ao processar o que a enfermeira havia dito, apanhando o Sr. Grilo e saindo como se nada de estranho tivesse acontecido. Assim que encontrasse o quarto mencionado pela mulher, faria questão de tomar um banho antes de trocar as roupas - desde que houvesse um banheiro, é claro -, esfregando bem atrás das orelhas pra tirar a sujeira.

Após tomar o banho e se trocar, ou se abrir a porta errada sem querer, daria uma rápida olhada no que havia nas salas do lado, mas não sem antes escutar com cuidado e garantir que não havia ninguém dentro. Não estava atrás de nada em particular, apenas buscava matar sua curiosidade - que um dia ainda seria a morte da gata -. Feitas as devidas inspeções, e sem nada lhe chamar a atenção, restaria seguir para a cantina, já se mostrando bem mais animada do que quando foi dormir.

- Yo…shishishi - comprimentaria sorridente o velho Klay assim que o visse, acenando em direção ao mesmo - Gero… só um minutinho… - diria rapidamente caso o homem quisesse partir imediatamente, troteando ligeiramente para buscar um pãozinho doce ou algo do tipo para comer no caminho - Agora sim… tudo pronto, shishishi… - comentaria por fim, assim que tivesse seu desjejum em mãos, ou após comê-lo, caso não partissem de imediato.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

No caminho a gata seguiria cumprimentando qualquer um que lhe dirigisse a palavra. Estava animada. A única vez em que andou de navio foi para deixar a sua ilha natal e atracar na cidade onde agora estava, o que sequer podia considerar como uma viagem naval - Gero… pra onde a gente vai ir?... - perguntaria despreocupadamente ao velho Klay, deduzindo que o homem também participaria da caça à Midiática.

Chegando no porto, não faria cerimônia para embarcar no navio - Sr. Grilo… essa vai ser uma viagem animada, shishishishi... - diria em um mero sussurro ao grilo, observando tudo ao seu redor. De proa a popa - nomes que sequer conhecia -. Sapateando pelo convés, buscando saciar sua curiosidade com os menores detalhes - OHHH!11! - exclamaria caso visse o leme do navio - Deixa eu usar? Deixa? Shishishishi… - indagaria ansiosamente, caso houvesse alguém presente. Caso deixassem, ou não houvesse ninguém, começaria a girar de um lado para o outro o leme - VRUUM!1!1 - soltaria enquanto “brincava”, mesmo que o som sequer fizesse sentido naquele contexto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por fim, após a agitação diminuir, ou alguém chamar a sua atenção, Blair se reportaria ao supervisor responsável, caso soubesse quem era, ou então perguntaria para alguém com quem deveria falar sobre a sua admissão como nova integrante da tripulação.


Histórico:
 

Personagem:
 


Who Let the Cats Out?




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptyQui 03 Out 2019, 10:22

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - NORTH BLUE - 02



Descendo para o local indicado, Blair acertava o quarto de primeira, quem diria, o dia havia começado muito bem para a felina, mas será que terminaria assim? Acho que não. Tomando seu banho matinal, ficava limpa e pronta para partir de uma vez por todas daquela ilha dos vinhos. Vestindo seu terno, ficava devidamente trajada, exceto pelo chapéu. Indo para o refeitório, Klay parecia feliz e sorria para a garota, que passava direto para o refeitório e pegava um pão doce para matar sua fome.

Por fim, a dupla mais estranha dos mares partia para o porto de Micqueot, onde o navio estaria esperando pela menina. O dia estava ensolarado e quente, perfeito para uma caminhada. O ceu azul anil deixava tudo mais belo, ouvia-se o cantarolar dos pássaros e conforme se aproximavam do centro, o cheiro de pão fresco e uva amassada inundava o ambiente, Klay estava certo, aquela ilha era o melhor lugar para se aposentar depois de uma vida de intriga e solidão, o velho já havia aceita, iria morrer ali, com a barriga cheia de vinho e queijo, um fim perfeito para um grande nome.

As pessoas cumprimentavam a Mink e ela retribuía gentilmente, arrancando sorriso das crianças, que a adoravam. Enquanto rumavam, Blair tinha o interesse de saber para onde iam, mesmo Klay já explicando – Não tem um destino, vocês vão caçar Ragnar, ele quer ir para a Grand Line, então só deus sabe onde você irá parar – dizia o senhor, um pouco mais preocupado que o normal. Assim, finalmente viam o porto, estava meio vazio, via-se apenas alguns sujeitos de terno e alguns marinheiros, atracado ali, um barco com a bandeira do Governo Mundial.

Ao se aproximar, um dos soldados se aproximava – Estávamos esperando lhes esperando, o Tenente quer vê-la – era sua deixa, ele voltava para o navio, onde na proa, via-se um homem de cabelos loiros olhando para a dupla. Klay se agachava e tirava um broche do seu bolso – Antes que eu me esqueça, tome seu broche de Agente Graduada – colocava na lapela do terno – Agora você irá navegar por aguas perigosas, não seja tão curiosa – dizia o velhote, alisando sua expeça barba – Parabéns pela promoção, o Governo espera muito de você – finaliza, acariciando a cabeça da menina.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Blair não escondia a felicidade ao entrar no barco, dos doze homens que ali estavam, todos riam da menina falando com um pequeno inseto em seu ombro, todos menos um deles – Que grilo é esse? – esse era o tal tenente – Meu nome é Snabb ... – estendia a mão para cumprimentar a gata, mas ela passava direto, ignorando o rapaz. Snabb era um sujeito novo, devia ter uns vinte e cinco anos, tinha um rosto belo, muito acima dos homens normais, usava uma roupa branca e uma capa com detalhes flamejantes nas costas. Todos riam da situação, principalmente da menina brincando com o timão – HAHAHA, VAMOS ZARPAR HOMENS! – ordenava Snabb, não ligando muito para a ação de Blair, contudo, um dos homens se aproximava – Essa é a menina que ajudou a destruir a fazenda de escravos? Estamos fudidos – quem dizia, era um homem robusto e mal-encarado.

Com tudo pronto, um dos marinheiros tirava Blair do “volante” e tomava conta da direção, afinal, o barco já começava a sair, o vento estava bom e as velas se enchiam. O barco rangia, mas saia com facilidade. Nas costas, ficava a cidade de Micqueot, lugar que trouxe novas experiencias para Blair e principalmente, um grande aliado. No barco havia doze pessoas, três usavam ternos e estavam conversando entre si, o restante pareciam ser marinheiros.




Quantidade aleatória (1,7) :
1

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptySeg 07 Out 2019, 22:32

II - Will the Cat ever get a Hat?


Ao chegar no navio o velho Klay iniciava a sua despedida - Oh… perfeito… obrigada, shishishi… - replicava alegremente ao receber o novo pingente de seu cargo, instantaneamente o colocando em um dos furos que tinha na orelha, ignorando completamente o conselho que o Klay lhe dava - Gero… até a próxima… não deixe de escrever e mandar notícias, shishishi... - dizia de maneira zombeteira enquanto subia até o convés do navio e acenava em despedida.

Já no convés, o entusiasmo de Blair tomava conta. Palavras ditas eram ignoradas. Cumprimentos passavam despercebidos. Aquele momento se resumia em uma única coisa: o leme. Brincando no timão, a gata não continha suas gargalhadas, se imaginando uma pirata destemida viajando pelos sete mares ao som de Raising Fighting Spirit na flauta doce - um cenário duvidoso para se imaginar, dado o seu atual emprego, mas não menos divertido -. A gatuna sentia uma canção se aproximando, mas antes que pudesse dar início ao cântico era interrompida por um marinheiro - Gero… desculpa… - falava enquanto dava espaço para o marinheiro tomar o posto, desanimada por ter que interromper a aventura.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O navio começava a se movimentar, finalmente deixando a cidade de Micqueot para trás. Blair não havia permanecido muito tempo naquela ilha, mas foi o suficiente para aprender muitas coisas novas - na verdade, aprender é uma palavra forte… vivenciar é melhor -. Ainda assim, sua atenção não estava na ilha que a cada momento se distanciava mais, mas sim no que os marinheiros faziam no convés. Caso encontrasse o homem loiro que antes havia tentado se apresentar, seguiria em direção a ele - Yo… eu sou a Blair… você é o dono? Shishishi... - diria espontaneamente, sem o mínimo decoro - É um belo barco… - completaria alisando os pelos do queixo, como se fosse versada no assunto e não tivesse confundido o navio com um barco.

- Gero… qual o nosso destino?... - tentaria perguntar ao homem - ou qualquer outro, caso não o encontrasse -, já que Klay não havia lhe dito. - E o que vocês fazem durante a viagem?... - perguntaria, curiosa sobre o que teria para fazer - Quem pode nos mostrar os aposentos? Shishishi... - terminaria, animada para conhecer o interior do navio e, quem sabe, onde ela e o Sr. Grilo ficariam.

Se no fim Blair fosse deixada sozinha no convés - para fazer o que quisesse -, tentaria escutar discretamente alguma conversa interessante entre os marinheiros que estivessem presente, ou quem sabe dos homens de terno. Se nada de interessante lhe chamasse a atenção, seguiria para o interior do navio, perambulando pelos corredores e observando os cômodos na tentativa não só de encontrar algo divertido, mas de conhecer melhor a sua moradia momentânea.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Então, shishishi… alguma história interessante que possa me contar? Shishishi… - perguntaria de maneira xereta, caso alguém se prontificasse a lhe apresentar o navio, prestando atenção tanto na história, caso houvesse alguma, quanto nas área que lhe eram apresentadas - de novo, prestar atenção é algo forte… melhor dizer que tentaria não ignorar -, até que a tour chegasse ao fim.

Histórico:
 

Personagem:
 


Who Let the Cats Out?




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptySeg 14 Out 2019, 00:18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - NORTH BLUE - 03



O barco zarpava da ilha dos vinhos e Blair provavelmente jamais iria pisar ali novamente, era uma chance única de se despedir, mas a meninota não ligava para sentimentos e coisas simplórias como aquela, sua mente era muito mais avançada que aquilo. Logo depois de ser excluída do controle do timão, se desculpava por educação, não escondendo o seu leve descontentamento. As velas se abriam e o símbolo da Marinha aparecia nas velas brancas. Uma gaivota pintada de azul com o símbolo do governo embaixo. O barco era grande, um brigue com dois mastros, possuía cinco canhões e uma velocidade maior, devido a missão de caçada em alto mar, o barco devia ser forte e veloz.

Perambulando como uma alma penada pelo convés, a mink trombava novamente com o Snabb, que sorria para a garota – Sou o dono sim, por assim dizer – afirmava meio confuso – Sim, eu o chamo de Zangão Voador hehe – ao dizer o nome, parecia orgulhoso, seus olhos brilhavam ao dizer o apelido que havia inventando e logicamente, ele não perderia a chance de explicar o motivo – Sabe porque esse nome? – a pergunta era retorica, nem esperava Blair dizer algo – Porque ele ferroa como um zangão é e veloz hehe – ao lado de Snabb, um homem forte revirava os olhos, envergonhado pela cena.

Depois de se apresentarem “formalmente”, Blair estava curiosa quanto ao destino, mas até mesmo o Tenente parecia não saber – Vamos atrás do Pirata Ragnar, só Deus sabe onde vamos parar, não é? Heheh – ria descontraído, parecendo não se importar – Vamos te levar até o barco do Governo, ali iremos nos separar para encurralarmos aquele maldito – Snabb agora se abaixava, próximo da orelha da menina – Dizem que Ragnar tem um martelo que faz chover raios dos céus, eu sugiro você arrumar um guarda-chu... – o homem grande puxava a orelha do loiro – Pare de contar mentiras Tenente, já é a segunda vez hoje – ao soltar a cabeça do rapaz de rosto belo, ele franzia a testa e entortava os lábios – Mas é verdade hehe – terminava, coçando a barriga, não ligando para o puxão.

Os dois se distanciavam de Blair, afinal, tinham que cuidar de um pequeno batalhão e deixar as coisas em ordem. Aquele belo tenente tinha uma personalidade descontraída, possuía pouca idade e mesmo assim, já tinha uma posição de destaque na corporação. Era visível o respeito de todos para consigo, riam e acenavam a cada ordem dada, era incomum aquele tido de atitude. O barco ganhava velocidade conforme adentrava no grande mar, as gaivotas ficavam para trás, indicando que estariam entrando de uma vez no mar aberto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O tempo estava tranquilo, o cheiro da água salgada respingando pelo vento era agradável, num geral, não havia muito o que fazer. Alguns marinheiros estavam lendo o jornal do dia e comentava sobre alguns piratas novatos que haviam chegado na Grand Line, um capitão com olhos de sangue e um infame tritão de pele vermelha, riam falando que poderiam prende-los a qualquer momento, como se a vida deles estivessem fáceis. No fim, havia dois homens de ternos, eram exatamente iguais, como reflexo no espelho, usavam um terno preto, óculos escuros, possuíam a pele clara. Ao ver a felina, se aproximavam, sem demonstrar qualquer emoção – EuSouQuer dizer NósSomos OsAgentesDAMAZOM! – era algo diferente, cada um deles falavam uma palavra, e por fim, diziam juntos o sobrenome, agora eles olhavam para Blair, aproximando até o rosto dela – SeuNome éBlairLapeisne – eles se olhavam, vendo que algo estava errado – L’AubosponeL’auponine ... – repetiam o sobrenome errado, vários e vários vezes – LoposponeLauponie ... – se possível, iriam ficar ali a manhã inteira.



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptyQui 17 Out 2019, 17:25

II - Will the Cat ever get a Hat?


- Zangão Voador? Gero… - questionava em um sussurro - Eu pensava que todos os zangões voassem… - murmurava para o Sr. Grilo, intrigada com a escolha do nome. O homem continuava sua explicação, mas isso não trazia grandes esclarecimentos para a pobre felina, que continuava tão confusa quanto sempre "Ferroa como zangão?..." matutava diante da fala de Snabb - Eu nem sabia que zangão tinha ferrão… você sabia?... - indagava ao Sr. Grilo em um mero cochicho, alisando os pelos do queixo como se tentasse se concentrar.

Enquanto Blair refletia, Snabb revelava saber tanto quanto ela sobre o destino da tripulação, mas chamava a atenção da gata ao mencionar que a levaria até um barco do Governo "Governo?... mas esse não é um barco do Governo?..." questionava genuinamente confusa, observando os símbolos nas velas do barco. Tudo indicava que a viagem seria um teste às aptidões intelectuais da gata, que parecia ficar mais perdida a cada minuto. Ainda assim, logo a confusão dava espaço para entusiasmo - Martelo que faz chover raios? Shishishi - retrucava com um sorriso travesso - Pode deixar que não vou esquecer!1! Shishishi - exclamava enquanto via o tenente se afastando.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Blair passa um pouco do tempo transitando pelo convés, observando a vastidão do oceano, trocando - embora ela fosse a única a falar - palavras com o Sr. Grilo e bisbilhotando a conversa dos marinheiros - Eww!… olhos de sangue?... tomara que a gente não vá atrás dele… vai que é contagioso... - comentava para o grilo, com a expressão de quem havia comido algo estragado.

Em seu passeio pelo navio a gatuna acabava sendo abordada por uma dupla bastante inusitada, ao menos para a menina do interior - Olha, Sr. Grilo!1!… já ouvi falar de gente assim… - murmurava para o seu colega - São clones, shishishi… - comentava enquanto os dois agentes faziam sua apresentação. A dupla seguia tagarelando sobre o sobrenome da gata, que era tão incomum quanto aqueles dois, mas isso pouco importava - Sim, sim, assim mesmo… - responderia interrompendo as inúmeras pronúncias da dupla - Mais importante… esse é o Sr. Grilo, shishishi… - apresentaria o seu amigo, apontando para o mesmo.

- Então… vocês são da mazom? Onde fica?... acho que nunca ouvi falar, gero… - comentaria inocentemente - A minha ilha natal não tem nome, mas sou agente de Micqueot, shishishi… - continuaria de maneira confiante e indicando o pingente preso em sua orelha - Vocês também vão caçar o Ragnor? - indagaria curiosa com a presença daqueles dois no navio. Independentemente da resposta, seguiria a conversa casualmente - Gero, como vocês passam o tempo durante a viagem?... - perguntaria de modo despreocupado, procurando algo que lhe chamasse a atenção - Espero que eu possa dirigir o barco de novo, shishishi... - terminaria de maneira alheia, absorta nos próprios pensamentos - ou ausência deles -.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se nada lhe chamasse a atenção, nem ordem alguma lhe fosse dada, voltaria a perâmbular pelo convés. Entretanto, dessa vez teria um objetivo: escalar até o cesto da gávea. A melhor parte de um navio - ou assim lhe disseram -. Era uma tarefa difícil, um tanto quanto arriscada e completamente desnecessária para a gatuna, o que deixava aquela situação ainda melhor - Sr. Grilo… está na hora de um exercício, shishishi… - zombaria com seu amigo. Se esgueirando até o mastro, tomaria cuidado para não chamar a atenção "E lá vamos nós, shishishi..." com suas garras à mostra, iniciaria a escalada. O tempo estava bom, então não imaginava que teria grandes problemas. Além disso, ser gata talvez lhe traria uma certa vantagem, já que além de facilidade em escalar, se caísse provavelmente conseguiria pousar em pé.

- Gero… só estava checando se estão todos atentos, shishishi… - diria caso alguém lhe xingasse e/ou mandasse descer, obviamente disfarçando a sua travessura. Caso contrário, seguiria firme em sua ascensão ao cesto, tomando cuidado para se segurar nos lugares certos e não escorregar ou pegar em algo solto. Percebendo que o navio estava chacoalhando demais, faria uma pequena pausa na subida, para não correr o risco de se soltar por conta do balanço. Não havendo qualquer outro empecilho, seguiria rumo ao topo.

Se por algum motivo se soltasse e começasse a cair, tentaria agarrar qualquer corda ou borda do que fosse para tentar evitar a queda. Se mesmo assim não conseguisse, somente uma ação lhe restaria - OLHA A CABEEEÇA!1!! SHISHISHI!1 - gritaria à quem estivesse no convés, tentando assumir uma posição em quatro patas, para amenizar o impacto.

Por outro lado, caso conseguisse alcançar seu objetivo de subir até o cesto da gávea, se sentaria com calma - caso houvesse espaço - e permaneceria observando o mar, o horizonte e tudo mais - Isso compensa pelas brigas e machucados, não acha? Shishishi… - diria alegremente ao Sr. Grilo, com uma expressão de satisfação tomando seu rosto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Assim permaneceria até que alguém, ou algo, lhe fizesse descer. Fosse alguém lhe chamando, o tempo virando ou, quem sabe, a fome chegando. Na descida tomaria o mesmo cuidado de quando havia subido. Quem sabe mais. O que menos desejava era terminar aquela experiência com um baita tombo.

Histórico:
 

Personagem:
 


Who Let the Cats Out?




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptySeg 28 Out 2019, 09:38

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - NORTH BLUE - 04



Blair parecia tranquila, mais experiente com o passar do tempo, quem via de longe podia pensar que a menina era realmente um prodígio que subiria até os mais altos escalões do Governo. Depois de trocar algumas palavras com o responsável do barco, adquiria novas informações sobre o inimigo, deixando-a curiosa quanto a arma do inimigo, um famigerado martelo de raios. Caminhando sem rumo pelo barco, se deparou com uma dupla no mínimo exótica de agentes.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A dupla se apresentava, dizendo as palavras ao mesmo tempo de forma sincronizada. Blair por sua vez, de forma educada mostrava seus peitos, opa, quer dizer, mostrava o grilo que se escondia entre seus seios poucos volumosos. Os agentes se olhavam, coravam suas bochechas, mas riam descontraídos ao ver o inseto verde raspando as patas uma na outra, como se estivesse maquinando o plano para dominar o mundo.  Posteriormente, Blair não parecia entender direito e perguntava como o mazom e começava a falar sobre sua terra natal – Que?! – diziam os dois, até que o da direita retrucava – Nosso nome é DA-MA-ZOM – dizia, pausadamente, enquanto o da esquerda ficava levemente irritado – Sou Bollu e ele é Mollu – ambos ficavam de costas um para o outro, erguendo os braços numa pose digna de um anime japonês sem graça – SOMOS OS AGENTES DAMAZON *explosão de papel picado no fundo* - voltando ao normal, ambos esperava pela reação de Blair, mas ela perguntavam como eles passavam o tempo na viagem.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ambos caiam de joelhos, com uma aura negativa em volta – Ela não acha a gente esbeltos Mollu? – questionava um deles – Ela deve ser gay Bollu, fêmea nenhum resiste a nós – falava o outro, enquanto se erguia arrumando seu cabelo e mostrando seu sorriso branco como papel – Somos belos, caminhamos pelo barco para todos nós observarem – dizia Bollu, ou seria Mollu? Difícil dizer, eram quase idênticos. Os rapazes eram magros, vestiam ternos pretos, tinham um rosto liso, sem pelo algum, com traços levemente femininos, o cabelo era liso e penteado para o lado.

A dupla, vendo que não teria sucesso na conquista da mink, davam as costas – A líder da missão “caça ao relâmpago” é uma mulher famosa, vamos conquistar ela hehe – dizia a dupla deixando Blair sozinha. Como dizem, cabeça vazia é oficina do diabo, Blair não podia simplesmente observar o mar azul que a cercava, sentir o vento fresco em seu rosto, mas não, claro que não. Com um sorriso no mínimo ambicioso, matutava com seu parceiro inseto um modo de se exercitar, assim, se esgueirava até o mastro principal do Zangão Voador, logicamente, ninguém prestava muita atenção na meninota, todos tinham o que fazer ali, cordas para esticar, sujeira para limpar e até mesmo procurar por inimigos no horizonte.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Confiante, Blair saltava no mastro e começava a escalar. A menina era ligeira, possuía garras, por isso, seu avanço era fácil. O mastro principal era grande, no meio dele ela já estava a 6 metros do chão, abaixo dela, o sujeito enorme que sempre caminha ao lado de Snabb, ele estava parado olhando para cima. Blair, no meio do mastro, conseguiria ver algo no mínimo inusitado, se olhasse para o lado, conseguiria ver uma tartaruga nadando com um coelho em suas costas, ou isso seria uma alucinação, quem sabe o sol na cabeça a tinha deixado louca, o que se sabe, que o coelho fumava um cachimbo e a tartaruga usava um chapéu preto. Um pouco mais acima, os braços começaram a doer, a gravidade fazia seu papel, as garras se soltaram da madeira, como esperado, a gata caia de cima do mastro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ao notar que estava caindo, ela avisava de forma histérica para cuidar da cabeça, mas o grandão continuava a olhar para cima. Blair batia no sujeito e caia aos seus pés. Um fio de sangue escorria da testa do grandão, que agora olhava para baixo, Blair sentia uma dor em suas costas e via sangue em sua garra da mão da direita, ao cair, sem querer, ela havia riscado a cara do sujeito. O homenzarrão bufava, um vapor começava a sair de sua cabeça. Seus olhos estavam tampados pela sombra da sua testa, o barco parava, alguns sussurros e orações eram feitos para Blair, que agora podia ter arrumado uma confusão maior do que imaginava.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : II - Will the Cat ever get a Hat? 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? EmptyQua 06 Nov 2019, 20:51

II - Will the Cat ever get a Hat?


Os gêmeos seguiam na busca pela reação de Blair, mas essa poderia ser a missão mais difícil que aqueles dois já haviam feito. A felina percebia que havia se confundido quanto a ilha dos dois, mas isso pouco preocupava a gatuna, que permanecia assistindo e escutando com meia atenção o show da dupla. Ao menos no fim descobria o nome da missão. Não que isso fosse muito importante, mas por algum motivo divertia a menina "...katchau!11! Shishishi..." pensava com um sorriso travesso no rosto.

Com os gêmeos não mais tomando seu tempo, Blair estava livre para fazer o que bem entendia - ou ao menos imaginava -, e assim faria. Não demorava muito para a gata elaborar um plano mirabolante e demorava menos ainda para que ele fosse posto em prática.

A menina mostrava maestria ao subir no mastro...
( ͡° ͜ʖ ͡°)
... não encontrando grandes obstáculos no caminho. Todas aquelas vezes presa no topo das árvores finalmente serviam para algo. Ainda assim, mesmo com facilidade, por um momento Blair precisava imterromper a escalada para ter certeza de que não estava enxergando errado - Sr. Grilo!1! Olha lá... - exclamava para o colega - Também tá vendo eles? Shishishi… - continuava com tom de animação, como se nunca tivesse visto um coelho navegando em uma tartaruga - HEEY!!1! ONDE VOCÊS VÃO?!? SHISHISHI!1! - berrava na direção da tartaruga e do coelho, tentando chamar a atenção dos dois - Oh!! Se eu subir mais talvez me enxerguem, shishishi… - concluía enquanto retornava à escalada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Dessa vez a felina encontrava obstáculos no caminho e inevitavelmente começava o longo trajeto até o chão do convés "Eita..." era o único pensamento que cruzava a mente da menina, que disparava avisos para que saíssem de baixo. A gata tentava assumir uma posição melhor, buscando evitar se machucar, mas qualquer tentativa se mostrava inútil ao esbarrar contra um brutamontes que pouco fazia para segurá-la, ou ao menos desviar.

A sua velha dor na coluna dava sinal de querer fazer uma nova aparição, mas o que mais lhe chamava atenção era o sangue em sua pata - KYAA!1! - gritaria ao olhar o sangue, passando a conferir de perto a parta - Oh… não é meu… ufa, shishishi… - concluiria em um suspiro, começando a se levantar para encarar o brutamontes que havia lhe derrubado - ? -.

- Yo… porque não saiu do caminho? - diria com a voz de quem estava pouco impressionada, cutucando o nariz e encarando o homem - Mas não se preocupa... não vou ficar braba, shishishi... - diria voltando para o seu tom de voz usual de animação - É melhor ir cuidar disso aí, gero... - diria por fim apontando para o sangue que escorria na testa do homem, completamente alheia para a atmosfera que havia tomado conta do convés.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Quer que eu te acompanhe?... - perguntaria para o sujeito, caso ele não falasse nada - Assim já conheço o resto do navio, shishishi… - concluiria, passando a acompanhar o homem, se esse fosse  caso. - Sabe… você precisa tomar mais cuidado, gero… mas de qualquer forma, qual o teu nome? O meu é Blair, shishishi… - se apresentaria após a breve - e equivocada - lição de moral - Você também faz parte da missão katchau? Gero… - perguntaria durante o caminho.

Se o homem não quisesse a companhia de Blair, ou seguisse sem falar nada, a gata partiria sozinha para a sua próxima empreitada - Gero… tudo isso me deu fome… boa sorte, até depois... - diria em despedida, partindo em busca de sua próxima refeição. Talvez um bolinho de chocolate. Ou quem sabe uma panqueca com marshmallow. Isso somente o tempo diria.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


Who Let the Cats Out?




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




II - Will the Cat ever get a Hat? Empty
MensagemAssunto: Re: II - Will the Cat ever get a Hat?   II - Will the Cat ever get a Hat? Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
II - Will the Cat ever get a Hat?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: