One Piece RPG
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini-aventura] Virtuous
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Virtuous Ontem à(s) 23:46

» [Ficha] Kageyama Hiro
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor ZnorLAX Ontem à(s) 22:40

» Sette Bello
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Pippos Ontem à(s) 10:18

» Galeria Volker ~
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 06:48

» Asger
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 06:18

» Lunafreya Lovegood
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Alcione Sab 14 Set 2019, 18:45

» Kaleb Blaze
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor West Sab 14 Set 2019, 18:24

» [MINI-BURA] Recomeço
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Fanalis B. Ria Sab 14 Set 2019, 14:48

» [MINI-Minerd] Albino Rouxinol
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Minerd Sab 14 Set 2019, 14:41

» ~ Mudanças Importantes ~
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor ADM.Tonikbelo Sab 14 Set 2019, 14:03

» [MINI - Belial Sonme*] New Dawn
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Fanalis B. Ria Sab 14 Set 2019, 13:27

» [M.E.P] Belial Sonme
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Belial Sonme Sab 14 Set 2019, 11:44

» [MEP] Virtuous
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor GM.Furry Sab 14 Set 2019, 10:45

» [MINI-JIN WOO] Ocioso de mão cheia
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Light Sab 14 Set 2019, 10:37

» [MINI-Katrielle] Uma coelha perdida.
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Light Sab 14 Set 2019, 09:31

» [M.E.P.] Minerd
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Light Sab 14 Set 2019, 09:25

» [M.E.P]-Katrielle
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Light Sab 14 Set 2019, 09:24

» [MINI-JIN WOO] Ocioso de mão cheia
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor Light Sab 14 Set 2019, 09:24

» [Ficha] - Nine
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Sab 14 Set 2019, 08:38

» Nine Knifes
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Sab 14 Set 2019, 08:37



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [E.M.] - 13 da sorte

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Noah
Civil
Civil


Data de inscrição : 12/04/2014

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptyDom 01 Set 2019, 18:17

Divino Encontro



[justify] 

No banco de Ilusia kingdom, O então marinheiro formado e sua melhor amiga, allana, estão fazendo uma gorda retirada..., tudo um plano ardiloso do costurado para piratear. Sentia aquele clima pesado de preocupação com as contas rondar o ar, o cheiro de suor proveniente do nervosismo era uma coisa que o doutor já adiantava e se preparava para sentir, entretanto não parecia sentir nada, se não as palavras sonoras do funcionário.

Um piscar de olhos. Era o tempo do marinheiro formular seus pensamentos e responder ao trabalhador honesto. -bem e que... - suas palavras se detiveram involuntariamente. Havia se encontrado com um tipo de , deus. Rapidamente se voltava ao lado mais racional de si mesmo, e meus amigos, tudo ao seu temperamento super calmo, pois eu que voz narro , já estou molhado de medo.

O mesmo explicava do seu joguinho e de onde foram provenientes seus poderes quase divinos se não são. A falta de sua companheira era muito sentida, entretanto ele não daria nada a ela afinal o que e dele e dele. Se animou já pegando a quantia no bolso. – acho muito interessante sua proposta, muito bem serei seu joguete, sua peça, a faca que matara e ira dilacerar seu tédio, foi um prazer conhecê-lo tresze-

Maxell soltava corajosamente seus poucos berris na mão do celestial, com um raro sorriso em seu rosto . – que comecem os jogos..- abaixaria o boné da marinha sobre seus olhos “daqui pode vir a ajuda que preciso para derrotar aquele homem.”






FICHA https://www.onepiecerpg.com/t42638-alexander-maxell#378495[/url
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 34
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 19

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptyDom 01 Set 2019, 19:05


13

Aconteceu tudo em um instante. De repente, no meio da luta contra Roy e sua cadela infernal, eu senti minha mente ir pra outro lugar, mais distante do que eu sequer podia compreender. A sensação foi enjoante por um momento, e então, estranhamente familiar, apesar de eu não conseguir me lembrar bem por quê. – Mas o que...wow... – eu olhei em volta confuso, e imediatamente arregalei os olhos, maravilhado com os meus arredores. Era como se eu estivesse flutuando em meio a milhões de estrelas e galáxias, cercado por um espaço vasto e infinito.

E foi aí que ele apareceu. Um homem alto e que mais parecia uma figura do tipo que você só veria em livros de contos de fadas, e que de novo, me era estranhamente familiar. Foi só quando ele disse o seu nome que eu consegui me lembrar, como se uma chave tivesse destrancado algo escondido no fundo das minhas memórias. – Trêsze! Há quanto tempo! Eu não te vejo desde que...hã...? Quando foi mesmo? – eu ainda não conseguia me lembrar muito bem. Talvez eu só estivesse ficando louco mesmo.

"Será que ele mexeu com a minha cabeça ou alguma coisa assim? Bem, não que eu possa fazer muita coisa a respeito." – dei de ombros, figurativamente, já que eu não conseguia exatamente me mexer naquele momento. Quando ele terminou de contar a história, que eu podia jurar já ter ouvido da última vez, Trêsze me deixou diante de uma proposta interessante: a troco de apenas cinquenta mil Berries, eu teria a chance de ganhar um presente ou alguma coisa do tipo. Eu nunca tinha sido muito bom nessas coisas que precisavam de sorte, mas também não tinha motivo pra não participar. – Sem problemas. Ah, e não esqueça de me chamar se for fazer algo assim outra vez. Talvez eu tenha uma lembrancinha melhor do que dinheiro pra te deixar na próxima. – sorri, me despedindo com um aceno antes de voltar à realidade, onde ainda lutava com o velho. Agora, era hora de resolver as coisas desse lado.



____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EWGJquI

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 TidusP

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wesker
Revolucionário
Revolucionário
Wesker

Créditos : 7
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 21

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptyDom 01 Set 2019, 19:53


-Mas… O que... - Com o coração acelerado e a adrenalina ainda fluindo pelo meu corpo, me pegava flutuando entre uma infinidade de estrelas “Eu… Morri?” Minha mente era tomada por uma grande confusão. Minha última lembrança era de ter finalmente cedido àquela fúria animal que constantemente tentava tomar o controle do meu corpo, e agora eu estava ali. Como se aquela fúria nunca sequer tivesse existido. Duvidava que alguém como eu poderia ir para o paraíso, tampouco aquele lugar me parecia o inferno… Seria esse o lugar que as pessoas chamam de limbo?

Meus questionamentos quase filosóficos eram interrompidos quando eu finalmente notava a silhueta de uma pessoa vindo em minha direção. Magro, alto e de aparência suspeita, mas não havia nada que eu conseguisse fazer contra ele, isso por que meu corpo sequer se movia. Sua voz ressoava naquele local de forma quase divina, aquilo tudo era muito estranho e era alarmante perceber que eu provavelmente não teria respostas para a infinidade de perguntas que surgiam na minha cabeça.

Em um toque, tudo parecia fazer mais sentido. Aquele pobre homem, podia ter tudo sem nenhum esforço e, justamente por isso, nada lhe era o suficiente. Estava condenado a uma eternidade tendo como companhia apenas uma infinidade de sonhos, insignificantes quando não se tem ninguém para partilhar destes. Logo, antes que eu pudesse me perder totalmente em pensamentos filosóficos sobre a vida, amizade e onipotência, aquele estranho ser fazia uma proposta um tanto quanto tentadora.

Um sorriso, por fim, surgia em meu rosto. Diferente de pensamentos complicados e filosóficos, apostas eram algo em que eu não precisava pensar muito. 50 mil berries pela oportunidade de ganhar um bom tesouro não me parecia grande coisa e, além do mais, tudo aquilo havia me lembrado que M-4 ainda não havia pago meu salário que seria o suficiente para repor este gasto.

- Pois bem, Treze. Aqui está - Dizia tirando a quantia exata de dinheiro de meu bolso e mostrando para aquele homem - Apesar disso, não deixe de me assistir, vai poder se divertir bastante com o que está por vir. Estou para espancar um velhote vendedor de escravos - Dito isso, soltava finalmente o dinheiro e sentia o meu mundo começar a girar novamente, como quando entrei naquela dimensão - Não é querendo influenciar nem nada, mas uma lança viria a calhar agora! - Dizia em tom de brincadeira. Aos poucos, sentia novamente o controle de meu corpo se esvair e a fúria tomar conta novamente. Será que me lembraria de Treze quando tudo aquilo acabasse?


Link da Ficha: https://www.onepiecerpg.com/t42725-duncan-dellumiere#400265

____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Qq4ZZNq

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Kenshinp

Em homenagem aos que se foram::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 71
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptyDom 01 Set 2019, 22:31

Akumas existem
Minha mente entrou em parafuso com tanta coisa nova que tinha acontecido naquele instante, o homem até parecia gente boa, mas era tanta informação que eu acabei sem retribuir e não falei meu nome. Bem, ele provavelmente já sabia meu nome, afinal, ele tinha comido a Akuma dos Sonhos. Nem sabia que elas existiam e agora descubro que o ser pode virar um Deus comendo elas.

Quando ele me falou tudo aquilo, achei interessante e tals, acho que pediria algo diferente de uma arma. Já que ele possuía a akuma dos Sonhos com certeza eu já tinha o pedido que iria realizar na ponta da língua. Retirei os cinquenta mil berries, entreguei e quando ia falar o que desejava me vi voltando ao inferno que estava.

Agora era torcer pra ele ler a minha mente e saber o que eu desejava.




Ficha


____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Pepe_c11


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Noskire
Soldado
Soldado
Noskire

Créditos : 7
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 2010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 27
Localização : Limbo

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptyDom 01 Set 2019, 23:14


TrêsZe da Sorte

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXAndava pelos corredores do QG de Lvneel quando tudo pareceu girar e escurecer. Sentiu como se suas entranhas tivessem se dobrando e encolhendo e logo a sensação passou para todo o corpo. Cerrou os dentes — Ou, ao menos, tentou. Era difícil entender o que estava acontecendo com o seu corpo naquele momento. — e logo tudo passou.

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXAbriu os olhos, temeroso, e se viu no céu? Era isso? Sabe quando a noite, você olha para o céu e vê incontáveis estrelas? Cada uma parecendo brilhar com uma luz própria? Era tipo isso, sendo que em todas as direções. Não havia terra abaixo dos pés, árvores às suas costas ou o mar à sua frente, havia apenas estrelas e mais estrelas em todas as direções.

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXSentiu vertigem, como se fosse cair infinitamente, mas não saiu do lugar. Na verdade, nem mesmo conseguia se mover. Ao longe, via um cometa — ? — vindo em sua direção e imaginou se havia sido teleportado para o céu apenas para ser atropelado por um cometa. "Devo ter emputecido alguém muito foda, porque para ter uma morte tragicômica como essa..."

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXNo entanto, o cometa era, na verdade, uma pessoa. Ou, ao menos, algo que parecia uma pessoa. — Você está precisando tomar um solzinho... — O outro o ignorou habilmente e começou um monólogo. Hughes manteve uma expressão focada, embora tenha esquecido o nome do desconhecido antes mesmo dele dizer "trêsdê".

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXNoskire Maes Hughes, o antes soldado, agora sargento, sempre foi um marinheiro dedicado. Alguém que luta pela justiça, que tenta ao máximo proteger os mais fracos, que não sabe o significado da palavra desistir… Mas sua mente nunca foi uma das mais afiadas. Sendo assim, permaneceu ouvindo, sem compreender muita coisa, mas sem interromper o falador em seu sonho esquisito. Foi aí que ele o tocou. senpai

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXImagens fluiram em sua mente e tudo pareceu se encaixar. Percebeu que prendia a respiração e deixou o ar sair pesadamente. Obedientemente, retirou o dinheiro do bolso e entregou ao desconhecido. Se interessou pelo possível prêmio e também pela história daquele ser, tão poderoso e, aparentemente, tão prisioneiro de si próprio. Contudo, o que mais chamou sua atenção foi a segunda voz que pareceu responder ao tal "tresdê". Seria uma espécie de segunda personalidade ou mais alguém estava preso com ele naquele céu infinito?

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 PNpiptXAntes que pudesse concluir seu pensamento ou até mesmo indagar sobre ao esquisito, sentiu aquela sensação estranha percorrer seu corpo e logo se viu novamente no QG de Lvneel. Normalmente pensaria que tudo havia sido imaginação, um sonho e nada mais. Havia perdido muito sangue em seu último combate, isso explicaria tudo. No entanto, seu bolso mais leve provava o contrário!



Legenda:
Narração (#FFFFFF)
"Pensamento (#FF970B)"
Fala (#3399FF)
Fala da Elicia (#C7B299)



Créditos: Julian D'Capri e Noskire



____________________________________________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Grim
Pirata
Pirata
Grim

Créditos : Zero
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Localização : North Blue - Lvneel

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 10:03



Luck


[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 QbmLbje





 — ...corvo — invocaria o timbre recheado de desconfiança.

Sim? — responderia a ave, sua voz recheada de falta-de-vontade-de-responder-seu-mestre.

Ano passado, n' Natal... eu pedi p'deixar d'ter alucinações? Digo, nóis' nem fumamo' mais Narguilé c'farinha.

Não, e você nem acredita em Natal. E muito menos temos farofa.

Bem, isso explica muita coisa — satisfeito, simplesmente daria de ombros, conforme a própria fábrica da realidade se moldava entorno de si.

Tudo ocorrera em um único e singelo instante, quando a realidade se distorcia de uma forma inacreditável ao redor de ambos. As estrelas, antes longínquas e remotas agora se mostravam evidentes, tão infinitas quanto o horizonte pomposo e rico das mais diversas colorações distintas. De fato, tão chamativas eram os temas coloridos que o único olho azul-marinho precisou de um certo tempo para se ajustar, mergulhando o estômago e a garganta com o sabor de seu jantar.

Ali provavelmente se encontrariam as respostas de muitos estudiosos, pensava ele. O limite das estrelas, a resposta para a existência humana. Do mais profundo tema ao tópico mais sutil, com toda certeza poderiam extrair as soluções de uma realidade tão bela e harmoniosa. O caolho, contudo, ainda permanecia certo da teoria do narguilé e farofa.

"Eis um mar digno de ser conquistado, também" viu-se pensando, ruminando a possibilidade de tomar tudo aquilo para si, ambicioso como era. Cobiçoso, vasculharia o perímetro com o olhar atencioso de um predador, apenas para descobrir que, ali, poderia ser apenas a presa. Não tardou para que o arquiteto daquela espelunca surgisse diante de si— alto, esguio, desumano e com a maior cara-de-pau que o caolho já encontrara. Quando tentaria se posicionar em uma posição defensiva, perceberia que tampouco conseguia mover um músculo sequer, fato este que trouxe a seriedade do moreno à tona.

Assim que a criatura se apresentara, isto é— quando as próprias estrelas entorno de si emitiram uma voz enigmática e apinhada de poder, viu-se moldando o mais diabólico e convidativo sorriso nos lábios cicatrizados. Não dando ao sujeito nem mesmo o luxo de terminar de falar em sua própria casa, deixaria soar a voz trovejante em meio à frase do mesmo: — Grim! — dito aquilo, permitiria que um silêncio vergonhoso e confuso se seguisse, caso o homem não começasse ou continuasse a falar de imediato. Fosse o primeiro caso, limparia a garganta, dando continuidade: — Esse é o meu nome. E por sinal, um bilhetinho' na frente das nossas portas seria bacana, sabe? Um convite, talvez com um perfume de vó, bem convidativo, já pensou ni— espera, tu falou em prêmios?

 Quando o indivíduo citou a possibilidade de presenteá-lo com iguarias jamais antes vistas pelo caolho, a chama da cobiça ardeu dentro de si. Não era o caminho pirata pagar por aquilo que desejava, mas o que eram alguns poucos trocados por uma chance para a fortuna? Com isso em mente, e também tentando ignorar o dedo invasivo do sujeito em sua testa, enfiaria a destra nos bolsos à fim de apanhar a quantidade exata de dinheiro. Ao que deixaria os berries no "solo", enfiou novamente os dígitos no bolso à fim de apanhar mais uma moeda, atirando-a abaixo dos pés de Zycaro.

Quer uma dica? Contrata uns empregados com esse din' din'. Umas putas, sabe? E uns móveis seriam bacana por aqui, também. Um sofázinho ali, uma mesa de sinuca, tá ligado?' Um café pras' visitas também não atrapalha, enfim.

Após o ocorrido, contudo, os temas coloridos moldariam-se na realidade de sempre em um piscar de olhos, empurrando-o de volta para sua cama. Reconheceria o teto e seus arredores, mas apalparia os lençóis gélidos do colchão apenas para se certificar de que havia retornado- ou talvez jamais tivesse saído dali.

Poderia ter comprado uma geladinha com aquela grana, sabia? — dissera a ave, dona da razão.



> Ficha.

◦◦◦


____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 JzFTL0p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Axell
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Axell

Créditos : 33
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 14/05/2011
Idade : 23
Localização : 5ª Rota - Pindorama

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 12:06


Com os punhos arqueados como um pugilista eu encarava o vazio. Toda a excitação que dominava meu corpo se dissipava gradualmente, os músculos enrijecidos, amolecendo. O sorriso de empolgação de um soldado de linha de frente que finalmente iria enfrentar um inimigo que valia a pena e, que até isto, tinha perdido.

Merda. - Aceitava, enfim.

Já conhecia esse lugar, sabia aonde estava e o provável motivo. Só me restava ouvir todo o monólogo do estranho homem e admirar mais uma vez o uso de seus poderes. Dessa vez eu também tinha os meus, muito menos chamativos, mas nem por isso com menos potencial. ~ Eu preciso lutar com ele um dia. ~ A ideia surgia em minha mente com um estalo e parecia extremamente convidativa, quase sedutora. Nada depois disso parecia muito relevante. ~ Quanto tempo eu ainda preciso pra conseguir chutar essa bunda azul até abrir um buraco negro no universo? ~

Ãhnn… - Ele me encarava como se esperasse uma resposta. - Ta, pode ser. - Jogaria o trocado que faria uma parábola no ar até encontrar seus dedos finos. Caminharia alguns metros com confiança para qualquer direção, dando as costas para o anfitrião e então pararia. - Da próxima vez eu é que vou te fazer uma proposta. - Sorriria, branco e pontiagudo. - Pode me mandar de volta, tenho que surrar mais um homem do governo.




Ficha

____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 VNo6qbK

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 TidusP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Doodles
Soldado
Soldado
Doodles

Créditos : 32
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 24

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 13:29



"O DIA DO TRÊSZE"


“Ahh, me lembrei de uma boa para contar antes de começar a falar sobre a passagem dele por Malkiham! Dentre todas as histórias de Red Albarn, essa é sem dúvidas uma das mais esquisitas. Chamo-a de “O dia do Trêsze”. Não, não é três ou treze, é Trêsze, ok, deixe-me explicar como aconteceu…”

Nosso herói ainda estava navegando para Malkiham alguns dias depois de sair de Fernand Ice para dar início a sua jornada, era noite naquele momento e ele dormia tranquilamente em sua cama de palha quando percebeu que já não estava mais dentro do navio de seus conterrâneos. Red disse que a sensação que teve naquele instante foi a de ter seu corpo inteiro sugado para dentro do próprio umbigo, chegou a achar que era um enjoo marítimo e que iria vomitar logo em seguida, por isso acordou bastante assustado… Mas nem de perto esse susto se comparou com o que ele teve em seguida.

Ele já não estava mais no quartinho do navio ou deitado em palha, Red se viu flutuando entre estrelas em uma imensidão brilhante que nem no seu mais belo sonho ele conseguiria imaginar algo tão magnífico. Obviamente que essa bizarrice fez ele acreditar ainda estar sonhando, qualquer outra coisa diferente disso seria inacreditável demais, e por mais assustador que isso pudesse ser para alguns, Red sorriu e tentou se mover ou “nadar” entre as luzes, tentando alcançar as estrelas, ou seja lá o que era aquilo ao redor dele.

Porém, nosso herói não estava sozinho, havia mais alguém com ele dentro desse espaço, um homem, ou pelo menos era o que parecia, ele de alguma forma levou Red para esse lugar e queria conversar com ele a respeito do próprio poder e da sua vida solitária. Esse homem se chamava... “Pera aí, era um nome complicado, mas eu tenho anotado aqui em algum lugar… Ah! Zaphod Zotac Zycaro, mas ainda bem que ele achava melhor ser chamado de Trêsze. Ok, continuando:” Aparentemente ele se considerava algum tipo de deus e chegou a menosprezar Red dizendo que poderia ser perigoso para ele pensar demais com um cérebro tão pequeno.

- Hahaha, é verdade, pensar demais às vezes não é o meu forte. - E Red concordou… - Prazer, Trêsze, meu nome é um pouco mais simples que o seu, me chamo Red Albarn, e você certamente ouvirá esse nome de novo, pois eu sou o Herói Que Foi Prometido e serei conhecido como o maior herói de todos os tempos! Só ainda não sei como… Por acaso é por isso que me trouxe aqui? Você é o deus dos heróis?

Não, não era nada disso que Red estava pensando, na verdade Trêsze não teve dificuldade alguma em mostrar ao garoto o que ou quem ele era, bastou se aproximar e tocar um dedo na testa do nosso herói que todo o conhecimento necessário foi transferido para ele. De início foi um choque para a mente simplória de Red, mas ele logo conseguiu absorver corretamente toda essa informação e compreendeu o que provavelmente estava fazendo ali. Trêsze havia comido uma Akuma no Mi que lhe concedia um poder parecido com o dos sonhos, mas acabou ficando preso dentro da sua própria realidade e para lidar com a sua solidão, o homem decidiu compartilhar seu poder com os demais.

- Oh, entendo, então me escolheu porque eu sou o Herói Que Foi Prometido? - Achou Red convencido de que era alguém especial para estar ali, mas estava enganado, Trêsze havia feito o mesmo com outras várias pessoas ao redor do mundo e aparentemente não havia critério para sua seleção.

A intenção do misterioso homem era fazer todos esses selecionados concorrerem aos seus prêmios, para isso bastaria aceitar participar e entregar uma quantia de 50 mil berries, valor que de acordo com ele não lhe era necessário, mas ele gostava de guardar para recordação.

- Entendi… Mas pode ter certeza que não foi por acaso que eu vim parar aqui, ganharei esse prêmio, pois eu sou O Escolhido! Buahahaha! Um herói precisa de uma boa arma, certamente os deuses que me escolheram para ser o herói da humanidade me presentearão logo no início da minha jornada com algo poderoso. - Era difícil para Red não acreditar que era diferente dos demais, mesmo que Trêsze tenha deixado claro que não via qualquer diferença entre os demais da sua “espécie”. - Ok, tome, cinquenta mil é tudo que eu tenho, mas tenho certeza que serei recompensado… Mesmo que eu venha a não ganhar nada e perca todo meu dinheiro, será uma boa maneira de começar minha aventura do jeito que eu gosto… O mais difícil possível! Hehehe. - E tirando do bolso sua sacola de dinheiro, Red entregou para Trêsze, como ele mesmo disse, todo o dinheiro que trouxera de casa.

No instante que o dinheiro caiu nas mãos daquele homem, nosso herói foi automaticamente mandando de volta para a sua realidade, levantando assustado da sua cama de palha. Ele havia aceitado a proposta de Trêsze e quando checou os bolsos percebeu que o dinheiro que entregou para ele não estava mais consigo… Teria tudo aquilo sido real ou era uma maneira dos deuses lhe mostrarem que havia sido roubado e precisava ficar mais esperto?

“Oh, você quer saber se Red ganhou alguma coisa com isso? Hahaha, ok, voltamos então a história principal, aquela de quando nosso herói chegou na ilha Malkiham…”



____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 A2vZRAf
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakuma Teo
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Sakuma Teo

Créditos : 6
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 20
Localização : West Blue - Ilusia Kingdom

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 14:11



Outra Dimensão




Tudo finalmente havia acabado. O maldito traficante tinha quase virado churrasco, mas graças aos meus esforços, e algumas queimaduras, ele estava vivo e poderia pagar pelos seus crimes da maneira correta, e se este não fosse o caso, as queimaduras por todo o corpo dele o fariam lembrar a não mexer mais com gente do governo. De toda forma, lá estava eu, sendo arrastado por Aaron pela gola de minha camisa social, quando subitamente sentia uma pontada no meu estômago, como se tivesse sido jogado rapidamente de um lugar pra outro e meu corpo não ficasse satisfeito com a inércia de tal movimento. Quando me dava conta, estava nessa... dimensão? buraco? Sei lá o que é esse lugar... Era como se algum artista tivesse pintado um quadro abstrato e eu tivesse sido puxado para tal. "Santo Arcanjo, além de ferido e cansado, agora eu estou alucinando... Perfeito...!" pensaria com ironia.

Uma figura então aparecia, e começava então a se explicar, pois aparentemente ele era a causa da minha presença neste lugar. Ele demonstrava o seu poder, e aos poucos ia reproduzindo imagens nesta tal dimensão para representar o que ele dizia. - Sou Sakuma Teo, mas pode chamar-me de Teo, por gentileza. Seu conto é de fato interessante, mas não consegues mesmo sair deste lugar? - "Deve ser bem triste ter que ficar sozinho..." acabava por pensar, ainda com a imagem de Lizandra em minha mente "Este ser tem tudo, e nada ao mesmo tempo..." eu criava certa simpatia por ele, mesmo ele não parecendo precisar de tal sentimento.

No fim de sua explicação ele pedia 50.000 Berries quais podiam ou não ser transformados em algo valioso para mim. "Bom, este sujeito podia me atacar ou tentar fazer qualquer coisa comigo, mas apenas está pedindo alguns berries para que possa se divertir..." eu colocava minha mãos em minha bolsa, e entre remédios e outros itens, eu tiraria a quantia por ele pedida, e então dizia. - Aqui senhor Treze. Ouça, sei que não é muito, vindo de alguém como eu mas... Se estiver entediado novamente, e precisar de alguém pra conversar... Eu não me incomodaria de voltar aqui de novo para conversarmos, ok? - Eu não esperava uma resposta, era um simples ato de gentileza para alguém que talvez necessitasse disso. Quando me dava conta, estava de volta em Ilusia... Aaron continuava me puxando e parecia não notar o que tinha acabado de acontecer comigo. Minha bolsa estava aberta, confirmando que o que eu tinha acabado de presenciar tinha de fato acontecido.

Link da Ficha: Sakuma Teo

Coded By @Lilah!

____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 FEiT117
"A violência, seja qual for a maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota."
-Jean-Paul Sartre

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pepefilho Pepino
Civil
Civil
Pepefilho Pepino

Créditos : Zero
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 5010
Data de inscrição : 05/07/2019

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 14:19

13 DA SORTE
-FALA: 00ccff "PENSAMENTO": 3399cc TÉCNICA: blur


Legrant estava a limpar uma das salas da marinha para seu processo de admissão e quando levava sua mão esquerda à cabeça para limpar o suor que vinha de seu couro cabeludo ele se surpreendia com a súbita mudança de cenário. Aquilo poderia simplesmente se comparado a um sonho, se ele estivesse dormindo, claro, mas como não estava, sua reação era outra.

-Caramba!! Que briza doida!, e pensando ter sido drogado ele olhava para sua frente e via um ser mais estranho ainda.

Antes que pudesse esboçar qualquer reação ele começava a ouvir um demorado discurso e enquanto isso olhava para si e percebia que não estava com sua espada, pois não tivera tempo de gastar suas economias comprando uma. Sendo assim, apenas com esfregão em mãos ele recebia um convite para concorrer a prêmios. Franzia a sobrancelha em sinal de confusão, mas não ligando muito para isso, dizia.

Cara.. não sei se estou alucinando.. mas se você é tão poderoso assim... usou seu poder para mendigar dinheiro? Não precisava ter enrolado tanto.. pode ficar com meus berries.. depois eu recupero com meu trabalho como marinheiro! Tá tranquilo tá favorável!, e concordando com os termos do estranho, Legrant finalizaria seu encontro com um simples movimento:

Spoiler:
 

Antes que pudesse visualizar um semblante de gratidão pelo estranho, ele seria sugado para sua realidade em um piscar de olhos, e aparentando estar meio tonto, colocaria as mãos na cabeça e verificaria seus pertences. O esfregão ainda estava ali, mas seu dinheiro havia sumido. É... Legrant havia sido vítima de um golpe interdimensional.


Ficha: Link


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 T210


____________________________________________________

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Zzkm4ik

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 11
Warn : [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 21
Localização : Não sei :D

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 EmptySeg 02 Set 2019, 17:36

Depois de uma fuga intensa em meio a floresta e no tempo de um piscar de olhos, eu avistei aquela imensidão repleta de cores e brilhos. No susto, tentei parar minha corrida e busquei algum apoio mas minhas pernas e braços encontraram apenas o vazio. Toda essa situação me trazia uma sensação de déjà vu, principalmente ao notar que aquela figura humanoide acompanhava minha visão para onde quer que eu olhasse. Inicialmente, só pude constatar que esse cara me era familiar. Depois de ouvir seu discurso e acompanhar suas ações, tive certeza que já havia passado por isso no passado mas que havia deixado tais lembranças de lado por achar que não passavam de um sonho.

Eu lembro que da última vez esse momento incomum acabou quanto eu mostrei o dinheiro e ele deixou de tocar minha pele. Com isso em mente, tive uma ideia que despertou minha curiosidade.

- Certo, eu aceito participar dessa brincadeira. - E coloquei minha mão destra em meu bolso, tateando meus berries lenta e cuidadosamente tentando separar exatos cinquenta mil. - Deixa só... Eu... Pegar a grana aqui... O negócio ta complicado, as notas tão meio grudentas... - Enquanto eu separava a quantia, usaria meus poderes para desacoplar minha mão esquerda e então a conduziria até a lateral do torso do Treszê e então pressionaria usando meus dedos. Com isso, buscaria entender se ele era real ou se era apenas uma imagem em minha mente.

Após esse pequeno teste, tiraria o dinheiro do bolso e por fim entregaria ao habitante do espaço.

FICHA: https://www.onepiecerpg.com/t37193-gregory-ross#327660

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

Ficha | Sétima Aventura |Bando
[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 2OPfT53

RIP:
 

Titulo Internacional:
 

[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 RZDpxev
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: [E.M.] - 13 da sorte   [E.M.] - 13 da sorte - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[E.M.] - 13 da sorte
Voltar ao Topo 
Página 4 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Eventos :: Médios Eventos-
Ir para: