One Piece RPG
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Enuma Elish
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 04:13

» Um Rugido Inicial
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Graeme Hoje à(s) 00:12

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Kekzy Ontem à(s) 21:42

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 21:14

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 20:02

» [M.E.P.] Keke
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Keke Ontem à(s) 19:14

» [Mini - Keke] Entre o aço e o açúcar.
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Keke Ontem à(s) 19:12

» [LB] O Florescer de Utopia III
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Kekzy Ontem à(s) 19:11

» III - Grand Line
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 19:04

» The One Above All - Ato 2
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 18:50

» [Mini - Cass Sabach] A fumaça cresce no horizonte
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:50

» [M.E.P - Cass Sabach] A fumaça cresce no horizonte.
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:49

» ZoukTamachiroo
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:48

» ZoukTamachiroo
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Jinne Ontem à(s) 17:47

» Aldo Rahner
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Shogo Ontem à(s) 16:55

» The Victory Promise
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Akise Ontem à(s) 15:11

» 10º Capítulo - Parabellum!
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Marciano Ontem à(s) 14:09

» As mil espadas - As mil aranhas
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Noelle Ontem à(s) 11:43

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor Furry Ontem à(s) 10:32

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 08:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 The Chosen One! Looking For Bear!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptySab 10 Ago 2019, 23:56

Relembrando a primeira mensagem :

The Chosen One! Looking For Bear!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Fanalis B. Ria. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Fran B. Air
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 30/11/2017

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyDom 01 Set 2019, 13:33

Urso Recuperado! Fim De Utopia!


Eu queria muito acabar de vez com aqueles encapuzados, mas algo ainda maior que eles ou alguma confusão qualquer causada por piratas na ilha parecia estar acontecendo, como se fosse o apocalipse ou algo parecido. Mais uma vez a Grand Line me surpreendia com algo absurdo, dessa vez eram buracos negros surgindo no céu seguidos por disparos de raios estranhos, o que me fazia observar pasma o que estava acontecendo, já pensando em como dar um jeito para proteger meus companheiros.

“Agora não tem jeito. O que será isso? Algum tipo de mudança climática maluca? É o mais lógico, mas nunca tinha ouvido falar nisso, o subsolo certamente é o lugar mais seguro.”

Quando o raio de luz caiu em cima do lugar, o destruindo completamente, tudo que pude fazer foi o encarar por alguns segundos ao dar algumas leves piscadas, enquanto uma gota de suor começou a escorreu por trás de minha cabeça ao perceber que aquele lugar já era, ainda mais tão facilmente. Vendo que a nossa única pista havia sido destruída e sem todo o tempo do mundo para ficar por ali, não tinha outras alternativas, a não ser falar de forma irônica.

- Tá bom então... – Para então completar determinada para meus companheiros. - Vocês estão certos, não temos mais porque ficar nessa ilha, vamos voltar para Dream Whater e recuperar o nosso navio, Rimuru e os outros já devem estar lá. Vamos sair logo daqui! –

Já em minha mente, o Mordomo que estava sentado em minha frente, dentro de min há mente me olhava nos olhos e começava a falar coisas, me assombrando como sempre ao ir contra as minhas decisões. – Vai mesmo deixar para lá os encapuzados? A senhorita tinha até me convencido de que poderia ser perigoso deixar eles a solta. – Mas apenas o respondi, sem ficar com muita enrolação.

“Eles já tiveram um bom troco e também, a nossa única pista acabou de explodir, sem falar que o Urso parece bem, apesar de tudo. Temos que dar um jeito é naquele quartel da marinha de Dream Whater agora, já se esqueceu do que fizeram com a Sabrina? Não quero saber de outras piratas sofrendo nas mãos deles.”

Ele se levantou e desapareceu por alguns segundos, mas logo reapareceu atrás de mim, colocando uma me e servindo café em algumas xícaras, para logo dizer. – Acho que você pode estar certa, aqui, vou a servir um pouco de café. – O que fez com que eu fosse até lá e me sentasse com ele bebendo do saboroso café do Mordomo, enquanto o caos estava instaurado na realidade.

Olhava para o Macaco, já que era o único que conhecia bem aquela ilha, sem temer os vários raios que caiam ao nosso redor, ainda mais porque naquela situação, não tinha o que fazer, além de contar com a sorte. Adrenalina corria por meu corpo, era ele gritando para que eu corresse e saísse daquele lugar o mais rápido possível, o que fazia com que as brânquias externas advindas de minha transformação se mexessem sem parar para cima e para baixo. Mesmo assim, quando olhasse para o Mink primata, pediria pela informação rapidamente, mas sem perder o tom confiante e determinado, a informação que mais precisava naquele momento, afinal, sair correndo aleatoriamente por uma ilha que parecia que deixaria de existir não era o mais sensato a se fazer, ao menos precisávamos de um objetivo.

- Macaco, rápido, só você já esteve aqui antes, nos mostre o caminho para onde fica o trem do oceano, não tem como ir de navio já que estamos sem um log ou eternal pose. – Apontaria para o braço, mostrando que estava apenas com um relógio de ouro, já aproveitando para ver que horas eram, para completar. – A marinha apreendeu o log pose quando me prenderam e iam me levar pra Enies Lobby... –

Com isso, sairia correndo na direção que fosse indicada, de forma que caso ele não soubesse, perguntaria para qualquer pessoa na rua, sem parar com a correria, ainda mais porque a pessoa provavelmente estaria fazendo o mesmo, ao dizer rapidamente, demonstrando alguma afobação com o que acontecia.

– Ei, onde fica o trem do oceano? Vamos sair dessa ilha, ela já era! – Fazendo o mesmo com outras pessoas se necessário, até que conseguisse a informação.

Durante a correria, olharia para o céu para analisar se havia algum padrão no jeito que os raios caiam, se eles davam algum sinal de que iam cair ou se intercalavam na forma que iam cair, inclusive se seria possível de realizar uma esquiva deles na velocidade em que caiam do céu ou se era algo totalmente aleatório onde apenas a sorte pudesse falar. Caso desse para se esquivar, rolaria para os lados, para frente ou para trás para pegar impulso com velocidade de forma, tentando não deixar que me atingissem e fazendo o mesmo com meus companheiros ao puxá-los com o braço ou a minha musculosa cauda se achasse que fossem ser atingidos.

Caso fosse atingida, mas ainda conseguisse me mover, tentaria resistir aos danos que me fossem afligidos e continuaria correndo na direção da estação ferroviária, fazendo o mesmo para o ferimento no abdômen que já havia sofrido, sem olhar para trás, apenas fazendo o necessário para sobreviver.

Caso conseguisse alcançar a estação do expresso oceânico, voltaria para minha forma humana para não chamar atenção, permitindo que minha cauda, juntamente com as brânquias adentrassem em minha pele e desaparecessem, sem falar na cor de minha pele, olhos e cabelo que retornariam ao normal. Então começaria a analisar o lugar para entender como funcionava, se havia algum controle das pessoas que embarcavam nele ou coisa parecida, de forma que se não houvesse, apenas adentraria o expresso, mas se tivesse, observaria possíveis formas para que embarcássemos sem que tivéssemos que passar por isso.

Seja subindo no trem enquanto ele estivesse parado para adentrar depois quando em movimento ou mesmo se desse para subir nele pela sua traseira quando já estivesse em movimento, deixando a ilha para trás. Talvez pudéssemos o entrar de forma furtiva por alguma janela ou porta que estivesse abertas. O importante seria perceber se havia alguma forma para que pudéssemos a executar e sair daquela ilha.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Crescent Rose:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyDom 08 Set 2019, 17:48


O mundo estava em caos, essa era a impressão que Sche tinha. Correndo pelas ruas, ele se lembrava da chegada da capitã e do líder na linha de batalha, assim como a ordem que recebera de recuar e estabilizar a situação. - Soru -  ele não se lembrava de quantas vezes havia utilizado essa tecnica nos ultimos minutos e sabia que mesmo com suas habilidades, estava se excedendo e sobrecarregando suas pernas, mas ainda assim não podia parar. Por onde quer que ele passasse as pessoas estavam ensandecidas, lutando uma com as outras, lutando e saqueando, suas emoções em descontrole, pensamentos perversos e cheios de sede de sangue. Por onde quer que ele passasse, uma especie de energia intangível saía dessas mesmas pessoas e era absorvida por ele, e então como se por milagre, elas se acalmavam, olhando confusas para os lados, e então para os céus com portais gigantes jogando raios.

O medo surgia, o desespero, e essas emoções podres também eram absorvidas por ele, e então as pessoas se acalmavam e procuravam abrigo de forma ordenada. O utoporto aos poucos se acalmava, tirando a área onde o combate entre agentes e marinheiros ainda corria contra os inimigos. “Enquanto minhas habilidades são o suficiente para neutralizar as de Fish, quem imaginaria que ele teria alguns monstros juntos a si, se Ukyo e Katt não tivessem chegado a tempo...” Olhando de relance para o braço onde uma ferida gigante se fazia presente, ele tremeu ao lembrar do homem que o ferira. De início a ferida era minúscula, nada mais que um arranhão, mas agora era um rasgo profundo onde o osso já aparecia, e mesmo absorvendo todas aquelas emoções para frear o avanço e reverter o processo, ele sabia que não era o suficiente. “Nesse ritmo vou perder o braço!” Pensou com pessimismo - Soru- correndo enquanto tentava achar uma solução.

Um raio caiu ao seu lado, outro mais a frente destruiu uma casa, e uma onda invisível de poder vinda de longe passava por si, fazendo com que suas emoções flutuassem erraticamente e uma fúria insana se abatesse sobre si, mas logo seus poderes eram ativados e essa insanidade era transformada em poder e enviada para suas pernas o ajudando a manter o soru por mais algum tempo. “Merda, como ele foi capaz de me atingir tão de longe??” pensou o agente se lembrando de Fish, e logo percebeu algo ainda mais horrendo, todo o trabalho que tivera para acalmar as pessoas até então, tinha ido por ralo abaixo. O caos retornava, as pessoas voltavam a lutar e saquear com olhos vermelhos, ignorando a chuva de raio que caía a sua volta e os lugares destruídos. “Ele é poderoso demais… poderoso demais… nesse ritmo a ilha inteira vai ser destruída!!” Sentindo um certo desespero, ele trincou os dentes e mudou de direção, sentindo o coração pesado por abandonar essas pessoas e desobedecer à ordem que havia recebido.

A situação o lembrava de Terralegre, dos cidadãos insanos por conta da droga que assolava a ilha. Da matança indistinta. Ele não pôde fazer nada lá, e agora também não podia fazer nada aqui. A situação não podia ser revertida, todos que permanecessem na ilha estavam fadados a morte. Ele fugira lá, e fugiria aqui novamente. Mudando de direção, usou o soru mais uma vez enquanto recitava:

Dito e feito! Ele foge ligeiro
para trás das portas sagradas.
A Lua ainda brilha num luzeiro
e anima as danças desconjuntadas.
Um ou outro, por fim, resolvem dar uma parada
e, vestidos, em fila, batem em retirada.
Logo, vupt, já estão ensanguentados.


Saindo daquela zona, ele ia para a periferia da cidade, chegando a uma área longe dos olhos dos nobres. O braço pendendo ao lado parecia prestes a cair no chão, mas assim que ele passava pelas bordas do lixão e exalava fundo, era como se fosse uma baleia inspirando. De imediato o local inteiro estremecia e começava a se mover como se estivesse vivo, pilhas e pequenos morros de lixo se moviam numa mesma direção, se reunindo em torno de Sche e o envolvendo. A ferida no braço começava a sarar em uma velocidade visível ao olho nu, e ele sentia seu corpo começar a ficar cada vez mais poderoso, cada vez maior, mas, ainda assim o pessimismo não o abandonava.

Que exilado – de si pode fugir?
Mesmo nas zonas mais e mais distantes,
Sempre me caça a praga da existência,
O Pensamento, que é um demônio, antes.

Mas os outros parecem transportar-se
De prazer e, o que eu deixo, apreciar;
Possam sempre sonhar com esses arroubos
E como acordo nunca despertar!

Por muitos climas o meu fado é ir-me,
Ir-se com um recordar amaldiçoado;
Meu consolo é saber que ocorra embora
O que ocorrer, o pior já me foi dado.

Qual foi esse pior? Não me perguntes,
Não pesquises por que é que consterno!
Sorri! não sofras risco em desvendar
O coração de um homem: dentro é o Inferno.

Humanidade!

Da putridão do lixão, uma criatura com mais de nove metros de altura surgia, olhando atentamente para o pequeno grupo que surgia à sua frente.

---

Com a situação piorando drasticamente, Ria percebia que o melhor eram sair daquela ilha já que seu objetivo principal naquele lugar havia sido alcançado. Com o urso ao seu lado, assim como o macaco e a médica, eles começavam a se dirigir para fora do lixão a passos rápidos. Olhando para os portais, ela podia ver que eles eram grandes e apenas um raio saía por vez de cada um deles, e nunca simultaneamente. Assim, ao ver um ponto vermelho surgindo no portal logo acima de si, ela conseguiu desviar com sucesso de um raio que caía logo onde ela estava a um segundo atrás, quase como se estivesse mirando nela. Questionando em seguída o caminho para o mink Macaco, ele acenava e respondia – Fica no utraporto, é uma região cheia de marinheiros então se preparem para lutar, mas talvez em meio a esse caos seja nossa melhor oportunidade!! - Erguendo a voz para se fazer ouvir, ele gritava e tomava a frente para guiar o grupo.

Infelizmente quando os homens planejam, os deuses desdenham. A medida que corriam, eles sentiam  o chão cheio de lixo abaixo de si começar a se mover em uma direção específica, os carregando como se estivessem sobre uma esteira. Não apenas o chão, mas as montanhas de lixo desmoronavam ameaçando soterra-los enquanto também “escorregavam” naquela direção.

- KYYYAHHH!! -

- MAS O QUE?? -

- EITA PORRA! -


Três gritos diferentes, três reações diferentes. Os companheiros de Ria tentavam se segurar, e aos poucos ficava claro para eles o que estava causando aquela comoção. Em meio ao lixo, no ponto em que esse se reunia e praticamente desaparecia como se tivessem entrado em algum tipo de buraco, uma sombra surgia e se erguia, uma criatura enorme e horrenda que ainda estava absorvendo o lixão, com tudo que estava nele. E a criatura estava olhando diretamente para eles.


Humanidade:
 

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyDom 22 Set 2019, 12:13

Aberração! Desespero No Lixão!


Quando aquele ser apareceu, tudo que fez foi me surpreender, quer dizer, não é todo dia que aparece uma criatura daquelas em nosso caminho, mas não sentia medo ou coisa parecida, era apenas uma criatura diferenciada. Já transformada em minha forma híbrida, o encarava esperando para ver o que faria sem nem piscar, já sacando a Crescent Rose e pressionando seu botão para que se armasse em sua forma de foice-rifle.

Nesse instante, o Mordomo que estava ao meu lado, por mais que os outros não conseguissem o ver ou escutar já que teoricamente não passava de um fruto de minha imaginação começou a falar mantendo a sua seriedade enquanto encarava aquele monstro. – O que está fazendo? Você vai ter que matar esse bicho se quisermos sair daqui. Olha a cara dele, ele com certeza não vai nos deixar passar! – E mesmo em meio ao caos, eu o respondia tentando manter a calma, também sem desviar o olhar da criatura já que ela poderia fazer algo para nos atacar.

“Sim, talvez ele seja algum inimigo, mas não fez nada ainda, não tem porque atacar ele!”

Rotacionaria minha foice acima de minha cabeça cinco vezes rapidamente e cortaria o ar duas vezes para então finalizar batendo com a ponta de seu cabo no chão enquanto encarava a criatura, tentando demonstrar que eu poderia ser uma ameaça para ela e diria normalmente, ainda sem parecer que iria para cima daquele monstro a qualquer momento sem um claro motivo para isso.

- Quem é você? O que quer conosco para aparecer de uma forma tão estranha do nada? –

Começaria a pensar com essa fala, ainda mantendo minha atenção na criatura e tentando entender o que ela queria. “O ideal seria sairmos logo daqui, mas não sei se esse bicho vai deixar, talvez ele seja algum companheiro dos caras do governo ou da marinha que comeu uma akuma no mi... Isso seria problemático.”

Se ela não fizesse ou falasse nada, diria determinada para os outros. – Vamos sair daqui e ir logo para o utraporto, esses raios caindo do céu estão muito estranhos. – Com isso, sem desviar minha atenção daquele monstro para caso tentasse nos atacar, começaria a correr para fora do lixão em direção ao utraporto, passando ao lado da aberração, mas sem soltar minha arma ou me destransformar nem por um segundo.

É claro que muito provavelmente aquele ser não nos deixaria passar assim tão facilmente, então se ele fosse me atacar, eu pularia para o lado já dando uma cambalhota e me posicionando para a luta ao ficar de pé assim que parasse de rolar. Se nesse ataque algum de meus aliados fosse ser atingido, tentaria o puxar comigo ao utilizar de minha cauda para segurar em sua cintura e o trazer comigo.

Se percebesse que não teria jeito e precisaríamos lutar com a criatura por sua hostilidade ou por ter sido mandada para nos parar, pressionaria o botão de mudança de forma e a rotacionaria a manuseando para que fosse para sua forma de rifle ao dizer irritada. – Aco que não tem jeito... - Quando o falasse, começaria a contornar o monstro realizando vários disparos em sua direção, tentando atingir principalmente sua cabeça, barriga e costas. Se parecesse que estava sendo efetivo, me manteria fazendo isso, mas caso não parecesse, sem demorar, retornaria a arma para sua forma de foice e partiria para cima da criatura pela sua lateral ao gritar para os outros.

- ME DEEM COBERTURA! -

Assim que me aproximasse, pularia em sua coxa onde tentaria cravar a lâmina de minha arma e correria na direção de seu pescoço com a lâmina cravada, tentando causar um grande corte pelo percurso que estivesse fazendo naquele monstro. Quando estivesse me aproximando de sua cintura, saltaria na direção de seu pescoço já rotacionando meu corpo para desferir um corte horizontal com toda minha força no mesmo o mais profundamente que conseguisse. Outra coisa é que no momento em que a parte traseira da lâmina da foice, por onde as balas saem, estivesse na mira do pescoço da criatura com o corte sendo feito ou não, mas durante seu movimento, realizaria um disparo tentando a atingir em cheio.

Se enquanto estivesse no ar eu fosse ser atacada em algum momento, utilizaria de minha cauda para me esquivar ao me agarrar em alguma parte da criatura e conseguir desviar do que quer que ela fosse utilizar para me atacar de seu corpo ou alguma arma que tirasse de algum lugar ao tentar puxar meu corpo para baixo e sair do caminho.

Meu próximo movimento seria voltar para o chão se já não estivesse nele e pular na direção do ombro do monstro, mas dessa vez, com a parte cortante da lâmina de minha foice voltada para cima, onde com a ponta dela, tentaria causar um corte diagonal indo do lado esquerdo da cintura do monstro até o seu ombro direito, tentando mais uma vez o ferir gravemente e já me posicionar acima de seu ombro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caso conseguisse me posicionar em cima do ombro dele, correria na direção de sua cabeça ao utilizar de seus ombros como piso, já realizando vários disparos na mesma, mas assim que me aproximasse, tentaria dar um corte horizontal na parte de trás de seu pescoço com bastante violência, para então pular de volta ao chão por trás da criatura ao cravar no topo de suas costas a minha arma e com o peso de meu próprio corpo ir puxando e descendo ao chão, tentando causar um corte vertical nas costas do monstro.

Se em qualquer momento durante a luta, ele fosse tentar me atingir com algum golpe horizontal, rolaria em sua direção dando uma cambalhota para me esquivar ao passar por baixo do ataque caso tivesse espaço para isso. Se não tivesse, rolaria para trás, tentando ainda sim me esquivar da mesma forma, mas dessa vez, saindo do trajeto ao me direcionar para o lado e não passando por baixo do ataque.

No caso de algum ataque vertical, pela frente ou diagonal, pularia para algum dos lados, indo sempre para o lado mais propício para que eu conseguisse desviar do ataque sem que fosse atingida pela criatura.

Outra coisa que me atentaria, seria ao céu já que a qualquer momento um raio poderia me atingir, então ficaria de olho a qualquer sinal de que um raio cairia no lugar onde estava, me esquivando ao avançar e sair da área onde ele cairia e até mesmo tentando atrair a criatura para essa área caso percebesse que ela viria correndo em minha direção em algum momento e as coisas fossem dar certo com alguma sincronia.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Crescent Rose:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptySab 28 Set 2019, 23:15


Aquela sensação de poder fluindo por seu corpo misturada com a podridão da qual ele surgia fazia com que Sche jogasse a cabeça para trás e soltasse um rugido fétido para o céu distorcido com os portais. – GWWWOOOOOAAAAAAAAAAARRR!! – Sua ferida havia sido curada, todo o medo que ele sentira antes, todo o desespero, haviam desaparecido, e com eles também grande parte da racionalidade do homem. Seu grito era um desafio aos raios vermelhos que caíam pela cidade, assim como para o inimigo ao longe que ele não lembrava direito mais quem era, mas sabia que estava lá.

E quase como se tivessem consciência própria e estivessem aterrorizados, os portais começavam a se fechar e desaparecer, mas não antes de três raios vindos de portais diferentes caírem sobre o monstro. O cheiro insuportável ficava ainda pior graças às partes queimadas que apareciam pelo corpo do agente, mas a criatura mal parecia perceber que havia sido ferida, ou se importava com isso. Levantando um pé, ele começava a se mover.

Quanto aos pequeninos à sua frente? Ele nem mesmo os considerava dignos de atenção ou uma ameaça, e como um humano comum esmaga qualquer formiga que estiver no seu caminho sem considerar o bem-estar dos insetos, Humanidade deu um passo à frente, prestes a pisar e esmagar o grupo. No entanto se para ele aquilo era apenas um passo normal, para Fanalis e cia certamente parecia com um ataque, afinal de contas, o “pisão” de uma criatura de quase dez metros era o suficiente para causar sérios problemas para eles.

Fanalis foi a única a reagir a tempo, se jogando para o lado e fazendo um rolamento para sair da reta. A pergunta da capitã havia sido claramente ignorada pelo monstro, mas ela estava preparada para qualquer movimento hostil dele. Não apenas isso, ela conseguiu também usar seu rabo para puxar a medica consigo, a tirando do caminho do perigo. Os dois minks pelo outro lado, não conseguiram desviar, optando por erguerem os braços para tentar segurar o pé gigante e impedir que os esmagassem.

O esforço feito pela dupla era obvio, e momentaneamente eles conseguiam impedir o inimigo, mas a terra abaixo dos dois começava a rachar e a situação ainda era perigosa. – Hmm? – Finalmente Humanidade reparava realmente no grupo e parecia surpreso ao notar a resistência imposta. Sem pensar duas vezes, ele colocou mais força na perna fazendo com que os dois Minks imediatamente fossem forçados a ficar sobre um dos joelhos, e barulho de ossos se quebrando fossem ouvidos.

E como Fanalis poderia permitir isso? Usando sua arma, a ruiva começou a disparar contra o inimigo o rodeando. BANG! BANG! BANG! Cada tiro acertava seu alvo, mas nenhuma das balas conseguia penetrar a pele resistente do ser, apenas amassando a região. Para Humanidade, era como se várias formigas o estivessem picando, e apesar de não ser ferido, uma certa dor e incomodo o faziam retrair a perna com que estava tentando pisar e prestar atençao na pessoa que estava lhe provocando.

- ROOOOOOOOOOOAAAAARRR!! – Rugindo de forma furiosa para Ria, ele abaixava o corpo e estendia o braço direito em um movimento de arco visando acertar um tapão na mulher, que por sua vez ao ver que tiros não estavam sendo eficientes, fazia um rolamento para trás para evitar o golpe do inimigo e depois de se erguer avançava correndo em frente enquanto pedia para os companheiros a cobrirem. A medica era a primeira a responder ao chamado, avançando por trás do monstro com uma adaga em mãos, e logo o urso também se erguia e partia para a luta, apenas o gorila não conseguia fazer nada. Um de seus joelhos haviam sido quebrados.

Quando Fanalis conseguiu chegar perto o suficiente para saltar sobre a coxa do monstro, ele já estava retraindo o braço e se erguendo novamente, no entanto a mão esquerda do homem se fechara com o indicador apontando para frente e avançava contra a mulher. Por isso, enquanto ainda estava em meio ao salto, um dedo gigante vinha em sua direção, a forçando a usar sua cauda para agarrar no braço direito da criatura que estava recuando e sair da reta do dedo.

Distante demais para conseguir realizar um corte contra o seu pescoço, ela atirava contra ele, ao mesmo tempo em que soltava o rabo e aproveitava o impulso para avançar todo caminho até em cima do ombro direito do inimigo. Ela não conseguira realizar nenhum dos cortes no torso do inimigo como queria por conta da situação, mas a posição em que estava agora era uma boa, a permitindo atirar contra ele de perto. BANG! BANG! BANG! Novamente seus tiros o acertavam, mas assim como os anteriores, nenhum penetrava a pele dele.

Ao se aproximar o suficiente, a mulher pela primeira vez conseguia realizar um corte nele, logo atrás do pescoço, e depois de pular fincava a foice na pele dele e se jogava, abrindo outro corte, agora nas costas, antes de aterrissar no chão. Uma fumaça pútrida saía dos lugares em que ela o atingira ao invés de sangue, e era difícil enxergar a extensão do dano provocado. Furioso com os ataques recebidos, não apenas de Ria mas também da medica e do urso, a criatura erguia a perna e pisava no chão com todas as forças.

O chão tremia intensamente com o impacto, fazendo com que aqueles a sua volta sentissem que estavam em um terremoto e perdessem o equilíbrio, e era nesse momento que Humanidade dava um chute no Urso, fazendo com que o mesmo saísse “voando” e se chocasse com algo ao longe, seu estado de vida desconhecido. O próximo alvo era a medica, e um soco vinha na direção dela a uma velocidade surpreendente. Estava claro que não conseguiria se esquivar.

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyTer 01 Out 2019, 20:05

Inovando! A Criadora de Oportunidades!


O cheiro de podridão da criatura cheia de lixo pegando fogo não era o que me incomodava, é claro que eu não gostava de toda aquela sujeira, mas o que realmente fazia com que eu abrisse os olhos naquele momento era o fato de que meus companheiros estavam correndo perigo enquanto lutávamos com aquela coisa. Quando o Urso foi lançado para longe, não tive nem tempo de pensar, apenas gritava seu nome ao ver o seu corpo sumindo de vista com velocidade.

- UUUURSO! – Já olhando para aquele monstro com desgosto por aquela atitude com o meu amigo ao completar com um grito, estando totalmente furiosa com um olhar penetrante. – Desgraçado! Você vai me pagar! –

"Droga, eu mal encontrei ele e já... Tudo bem, ele é forte!"

Eu sabia que o Urso provavelmente ficaria bem, o problema é que antes que pudesse reagir, vi praticamente em câmera lenta o braço enorme daquela criatura indo em direção a Yue. Não era como se eu fosse ter tempo de a ajudar, mas de toda forma, analisaria a situação já correndo em sua direção, se achasse que daria tempo de a tirar da frente do ataque do monstro tranquilamente, forçaria minhas pernas juntamente com minha musculosa cauda que serviria como um terceiro membro para pegar impulso naquela situação e alcançar Yue a tempo a puxando mais uma vez com a minha cauda juntamente com meu corpo e a salvando de ser atingida.

A segunda alternativa se já estivesse a uma distância não muito grande da minha amiga, seria sacar rapidamente o meu chicote e o lançar em sua direção, tentando fazer com que se prendesse em sua cintura ou alguma parte qualquer de seu corpo. Se fosse possível naquela situação, o faria e a puxaria com força, tentando a tirar da direção do ataque daquele monstro já guardando o chicote em seguida se houvesse êxito em a salvar para me preparar para o próximo ataque.

Agora se achasse que seria impossível de a tirar da frente do ataque a tempo ou caso tivesse conseguido a salvar, iria realizar um poderoso ataque em seu braço, meu impulso seria na direção da mão da criatura a atingindo pela lateral ou de frente, tentando desviar seu trajeto e salvar minha companheira de ser atingida. Pequenos raios vermelhos começariam a sair de meu corpo enquanto pegasse impulso com as pernas e minha cauda, assim como descrito anteriormente, se direcionando para o interior do cano de minha arma, que utilizaria para dar um violento disparo para trás, partindo com tudo na direção do braço daquele ser ao deixar um rastro de pequenos raios vermelhos por onde passasse como se fosse uma projeção de meus movimentos.

Quando me aproximasse o suficiente, daria mais um salto sendo que mais uma vez os raios se direcionariam para a Crescent Rose e daria mais um disparo, de forma que tentaria fazer com que esse disparo atingisse o corpo da criatura para a incomodar ou a distrair, embora seu intuito principal fosse que fizesse com que meu corpo pudesse ser direcionado e rotacionado a uma alta velocidade em pleno ar, onde gritaria ainda em pleno ar.

– SHINIGAMI... – Para então completar no instante em que a minha avançada arma tecnológica tocasse com sua lâmina na pele daquela coisa. – REAPING OF THE THOUSAND SOULS! –

Se tivesse conseguido salvar Yue de receber esse ataque avassalador, obviamente que o Mordomo não deixaria barato. Ele estaria lá parado com os braços cruzados ao meu lado, enquanto eu estaria ofegante me ajoelhando com o joelho direito por ter feito tanto esforço de uma só vez com a mão sobre o abdômen machucado que havia sido ferido pelo agente já pensando em como derrotar aquela coisa, embora ele se mantivesse calmo apenas observando e falando com sua voz serena.

- Desse jeito, vai acabar perdendo mais de seus companheiros, Senhorita Ria... –

O que faria com que eu o respondesse falando na realidade mesmo, já que nem podia parar para pensar em manter as aparências, ainda ofegante e levemente preocupada. – Eu sei... Eu sei... Hanfp... Hanfp... Mas ele é forte! Hanfp... Hanfp... –

Ele então desviaria o olhar para mim e completaria com um sorriso. – Mas você também é forte! – O que faria com que eu sorrisse de volta e olhasse para o Macaco, depois o lugar onde o Urso foi lançado, Yue e por fim aquela coisa, para então finalmente, sem desviar o olhar da criatura, dar as instruções para Yue em um tom tão preocupado quanto meu semblante.

- Yue, pegue o Macaco e leve ele até o Urso, cuide dos dois lá! Pode deixar que eu cuido dessa coisa! –

Utilizaria o cabo de minha foice para me levantar juntamente com o apoio de minha cauda já franzindo minhas sobrancelhas, aquela coisa tinha machucado seriamente os membros de minha tripulação e aquilo não podia ficar assim, sendo que faria esse movimento com Yue tendo sido salva ou não. Utilizaria do chicote que possuía para o lançar já o prendendo em seu ombro ao passa-lo por baixo do braço daquela coisa e o utilizar como guia juntamente com algum impulso que desse com as pernas após esticar ao máximo o chicote, me aproveitando das propriedades daquela arma elástica para passar ao lado de seu tronco por baixo de seu braço e conseguir chegar em cima daquela coisa o mais alto possível já tentando fazer com que o chicote se soltasse.

Se conseguisse o fazer, lançaria para baixo o chicote tentando fazer com que ele se prendesse em qualquer lugar daquela coisa, mas de preferência em sua cabeça. Se conseguisse fazer com que ele se prendesse, o puxaria com força, tentando fazer com que eu fosse lançada com alguma velocidade a mais além da queda na direção da cabeça daquele monstro, rotacionando meu corpo na vertical com a foice e tentando a fincar com toda a minha força no momento do impacto ao me aproveitar da rotação centrípeta para realizar o maior impacto possível do choque entre a ponta de minha lâmina e o topo do crânio daquele monstro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Durante meus ataques, talvez aquela coisa tentasse me atacar, sendo que quando estivesse no chão, tentaria sair da direção dos membros daquela monstruosidade ao saltar para os lados, para frente ou para trás e utilizar de elaboradas acrobacias como mortais e cambalhotas, sempre evitando qualquer contato direto do monstro com meu corpo ou minha arma. Agora se estivesse no ar, a princípio, utilizaria de minha cauda para tocar em qualquer que fosse o membro da criatura próximo para me direcionar e sair do rumo de qualquer ataque, mas se não fosse ter alcance com a cauda, utilizaria do chicote que possuía para me direcionar ao prendê-lo em algum membro qualquer daquela coisa.

Em último caso, caso não houvesse chance de sair da direção de algum possível impacto, utilizaria de um ataque como defesa, onde ergueria minha arma acima de meu ombro direito e realizaria um corte diagonal onde tentaria fincar a lâmina dela na pele da criatura, evitando que fosse lançada para longe já que me seguraria na arma fincada e amortecendo completamente o impacto do poderoso golpe.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Shinigami - Reaping Of The Thousand Souls (Ceifamento Das Mil Almas Pela Deusa da Morte):
 

Crescent Rose:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyQua 02 Out 2019, 22:32


Ver seu recém encontrado companheiro tomando um golpe daqueles enfureceu a menina que gritava pelo amigo. No entanto com a criatura pressionando no ataque, e com Yue prestes a ser atingida também, Ria rapidamente partia em socorro da mulher. Sabendo que a distância em que estavam não a permitiria tirar a medica do caminho do ataque do monstro antes que ele a acertasse, a única opção viável era realizar um ataque próprio contra o membro da criatura, torcendo para que fosse o suficiente para desvia-lo de seu alvo. Obviamente um ataque comum não seria suficiente, ela precisava de velocidade, precisava de força.

– SHINIGAMI... REAPING OF THE THOUSAND SOULS! –

A técnica que a capitã optava por usar a fazia disparar em frente e saltar de uma forma que a fazia parecer estar voando. Girando o corpo, ela sentia o impacto que a foice fazia ao acertar o antebraço de Humanidade. Primeiro giro, o braço não era parado nem desviado. Segundo giro, o corte era aprofundado, e a sensação de dor fazia com que o inimigo instintivamente tentasse afastar o braço o levando para baixo, mas isso ainda não era o suficiente para salvar Yue. Terceiro, quarto, e quinto giros, o dano causado aumentava exponencialmente e finalmente o golpe do agente era desviado do caminho, acertando o chão em frente à medica ao invés da mulher em si.

O impacto era o suficiente para que o chão rachasse e tremesse, fazendo a loira cair, mas Ria não tinha mais como prestar atenção nela, e o motivo era simples. Ela próprio se tornara alvo de um novo ataque enfurecido do adversário. Antes mesmo que a ruiva pudesse aterrissar no chão após seu ataque bem sucedido, a outra mão da criatura vinha aberta em alta velocidade na sua direção, e mesmo se ela usasse sua cauda para tentar sair da direção não seria possível escapar e por isso a ruiva fez algo que impediu que ela caísse completamente nas mãos do inimigo. Literalmente.

Erguendo a foice acima da cabeça, ela viu a mão se aproximar e chocar em seu corpo. A força era tamanha que foi suficiente para fazer com que tudo ficasse preto por um instante, e mesmo quando começou a clarear, ela estava vendo estrelas. Ainda assim, mesmo com tudo ficando preto, ela baixou a foice a fincando na mão do inimigo. E então veio um apertão e a sensação de estar sendo esmagada. Infelizmente Humanidade a havia agarrado, envolvendo o tronco de Fanalis em sua mão e apertado mesmo após ter a foice fincada em sua pele.

- ROOOOOOOOOAAAAAAARRRR!!! – Como se para descarregar a raiva que estava sentindo por conta dos ataques recebidos por aquele inseto, a criatura a ergueu até a altura dos olhos e deu um longo rugido, fazendo com que o ar pútrido que expirava atingisse Fanalis em cheio, sendo forte o suficiente para deixar a menina tonta por um instante, instante esse em que o Mordomo aparecia. Após uma rápida interação mental com ele, ela gritava para Yue se afastar e ir ajudar os outros, mas será que o ser gigantesco permitiria que a medica se afastasse tão facilmente assim agora que já havia chamado sua atenção?

O aperto em Fanalis era forte e ela sentia como se suas costelas estivessem todos prestes a serem quebradas. O ar escapava do pulmão da ruiva e era difícil inspirar de volta. Não obstante, Yue ao ver a situação de Ria hesitava por apenas um segundo antes de começar a recuar, mas a capitã podia ver que o olhar da criatura estava na sua companheira. A luta mal começara, mas o estado do bando já era critico. Haveria alguma forma de reverter aquela situação?

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptySab 05 Out 2019, 15:35

Saída Forçada! Tecnologia Em Ação!


Naquele momento, eu sabia que meus companheiros ficariam bem de alguma forma, só de serem da minha tripulação, sabia que eles eram fortes, afinal, tinham sido escolhidos a dedo por mim, o que mais me incomodava era o odor que aquela coisa exalava em minha cara, algo que me deixava sem reação, estava presa, não podia fazer nada além de fechar os olhos enquanto meu cabelo era lançado para trás até que ele parava com aquele urro e começava a encarar Yue, o que fazia com que eu piscasse algumas vezes antes de tomar alguma reação ao dizer levemente tonta.

- Então tá... – Mas logo levantando a voz furiosa, continuaria. – TIRA O OLHO DELA SUA COISA FEIA, SEU PROBLEMA AQUI É COMIGO! –

“Droga, eu preciso proteger Yue, se ela não chegar nos outros, já era...”

Diante daquela situação desesperadora, foi quando eu vi ele, lá estava o Mordomo, ele bebia um chá sentado calmamente em cima da mão do monstro, como se me desafiasse pelas coisas serem muito fáceis para ele. Mas como poderiam ser difíceis? Quer dizer, ele já está morto, esse sempre é o caminho mais fácil, estava longe de ser o caminho que eu queria tomar, eu ainda tinha muito para viver. De toda forma, para me provocar ou vai saber o quê, calmamente meu companheiro morto foi falando com o seu tom relaxado de sempre.

- Precisa correr, essa coisa não vai se matar sozinha, não deixe seus outros amigos morrerem Senhorita Ria... –

- Eu já sei, Mordomo... Não é como se eu não estivesse fazendo nada. Sabia? EU... JÁ... SEI! –

Conforme eu fosse falando, aumentaria o tom de voz e começaria a fazer força tentando abrir a mão da criatura com tudo que tinha, talvez não fosse o bastante ou nem sequer chegasse perto, mas eu não desistiria, forçaria ao máximo e se percebesse que não seria suficiente, seria a hora de utilizar uma das armas que eu mesma tinha projetado, mas sem soltar minha foice fincada naquele monstro. Faria algum esforço para fechar as mãos, deixando que meus dedos tocassem em suas palmas, ou mais especificamente, nas palmas das manoplas que estava utilizando, as Infinity Gauntlets Scythes.

Se conseguisse o fazer, o mecanismo projetado por mim faria com que as lâminas presentes acima das manoplas fossem liberadas ao serem pressionadas com violência pelas molas, saindo pela lateral de cada uma das manoplas. Talvez pela pressão exercida pela mão da criatura, elas não saíssem completamente, mas se mesmo que apenas a ponta que ficaria apontada para cima se não tivesse potência para formar o ângulo de 90 graus básico da arma, já seria suficiente. Se isso acontecesse, forçaria para cima meus braços, tentando rasgar a pele ou pelo menos arranhar ao causar algum corte para incomodar a criatura, a forçando a abrir as mãos e destravar completamente a arma para que atinja a sua posição acionada completamente.

Se conseguisse abrir a mão daquele monstro, seja pela própria força, seja pelo corte causado pela manopla, colocaria os pés na base da palma de sua mão e forçaria para que conseguisse soltar a Crescent Rose que estava fincada em sua mão.

No caso de eu me livrar de alguma forma daquele monstro, faria uma acrobacia ao utilizar de minha cauda como um pequeno cipó para me balançar e pegar altura até que ficasse nivelada na altura do pescoço daquela coisa de forma que meu corpo ficasse deitado e paralelo ao peitoral daquela aberração. Se obtivesse sucesso, rotacionaria meu corpo juntamente com a minha foice que estaria perpendicular tanto a criatura, quanto meu próprio corpo, almejando causar um corte vertical que se estendesse do alto do peito daquela coisa até o fim de sua cintura da forma mais profunda que conseguisse. Quando chegasse na altura de sua cintura, utilizaria de minha foice ao fincar sua lâmina na perna do monstro e deslizar de forma espiral por ela até que alcançasse o chão.

No instante que pusesse os pés no chão, meu foco seria outro, seria basicamente de derrubar aquela coisa para a finalizar da melhor forma possível. Correria a rodeando de forma que conseguisse me posicionar atrás dela, então com a minha Crescent Rose, realizaria um corte horizontal, tentando atingir sua perna direita por trás um pouco acima de seu pé da forma mais profunda possível, sendo que se não fosse  bastante, rotacionaria meu corpo algumas vezes realizando mais cortes até que notasse algum impacto, se conseguisse isso, correria e faria o mesmo na outra perna para ver se isso derrubaria aquela coisa ou ela se manteria em pé.

Caso fizesse com que ela se ajoelhasse de forma curvada, caísse ou qualquer coisa do tipo, subiria em seu corpo pela perna e correria com a ponta da foice fincada no mesmo para ir o cortando por onde passasse, isso indo na direção de sua cabeça. Se conseguisse o fazer, pularia e cravaria minha lâmina com toda a minha força bem no topo de sua cabeça. Se ela não entrasse ou qualquer coisa do tipo, cortaria o pano que a encobria para procurar qualquer que fosse seu ponto fraco, como um olho ou coisa parecida, de forma que fincaria com a foice nesse lugar.

Aquela coisa era forte e qualquer dano que me causasse poderia ser perigoso, ainda assim, qualquer segundo que eu ficasse parada por me ferir, seria ainda mais perigoso, então, se fosse atingida, resistiria a dor, a ignorando ao máximo e continuaria me movendo para fazer meus movimentos e vencer aquela coisa. Mas também tentaria evitar ao máximo que a monstruosidade me acertasse, sendo assim, não pararia de me mover nem por um segundo, sempre esperta para pular, dar um mortal ou uma cambalhota na direção mais propícia de sair do caminho de seu ataque.

Em nenhum momento soltaria minha foice, então, se eu fosse arremessada de alguma forma, ela provavelmente se soltaria do monstro de forma que enquanto ainda estivesse no ar, a jogaria na frente, realizando uma manobra para que ela se fincasse no chão e servisse como um apoio onde eu conseguisse evitar de sofre o dano da que. Já se me jogasse em alguma parede ou para cima, rapidamente sacaria o chicote e o utilizaria para me segurar em qualquer objeto que estivesse por perto antes que sofresse do impacto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Poderia ser que aquele monstro me ignorasse e continuasse indo focar Yue depois que eu me libertasse, o que faria com que eu mais uma vez fosse atrás do membro que fosse utilizar para atacar minha amiga, de forma que mais uma vez usaria de uma de minha incríveis técnicas. Dessa vez, começaria dizendo bem alto - SHINIGAMI... – Já começando a fazer vários movimentos acrobáticos indo na direção do membro, sejam mortais ou piruetas de forma aleatória, onde quando me aproximasse, coma  parte traseira a lâmina de minha foice, bateria com tudo no membro da criatura, tentando o rebater e desviar de minha companheira ao finalizar a técnica com o grito de seu nome. – MOW! -

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Shinigami - Mow:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Crescent Rose:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptyQua 09 Out 2019, 22:24


Fanalis gritava com a criatura tentando chamar sua atenção, mas de pouco adiantava. Vendo que um dos insetos que lhe machucara estava tentando fugir, Humanidade erguia a perna e dava um passo à frente e depois mais outro perseguindo Yue que por sua vez sentia que estava prestes a ser esmagada a qualquer momento. A loira corria com todas suas forças, mudando de direção assim que percebia que a besta estava na sua cola, de forma a não acabar levando o inimigo até o Mink Gorila que estava com dificuldades até para se manter em pé, quem dirá correr e fugir.

Enquanto a criatura dava um passo após outro em perseguição, a capitã do grupo ainda em sua mão tentava fazer forças para se livrar, mas assim como ela mesma já esperava era em vão. O que ela conseguia, no entanto, era abrir a palma da própria mão e deixar a superfície da manopla utilizada em contato com a palma do oponente, fazendo com que o botão ali existente fosse pressionado e uma lamina surgisse. A pele resistente e grossa da criatura não permitia que um corte muito profundo fosse causado, mas Humanidade ainda sentia como se tivesse sido picado por uma vespa, e sem pensar duas vezes, abriu a mão ao mesmo tempo em que arremessava para longe a ruiva.

Infelizmente para o agente sem controle, a ponta da foice que ainda estava cravada em sua mão anulava em grande parte a força do arremesso, além de abrir um corte piorando um pouco a ferida no local. Graças a isso, ao invés de sair voando para o “infinito e além”, Fanalis conseguia aterrissar com sucesso a uma distância não tão grande após um incrível movimento acrobático, sem sofrer dano algum. Por outro lado, Humanidade ainda estava prestes a dar mais um passo em direção a Yue, pronta para pisar na garota.

Correndo em direção ao inimigo, Ria mais uma vez realizava uma de suas técnicas de forma a tentar evitar a morte da medica. – SHINIGAMI MOW! – Gritava ela ao mesmo tempo em que agia, realizando um golpe na horizontal e posicionando a lamina da foice logo a frente da perna do adversário, bem acima do pé, no tornozelo. Assim, a ruiva fez um disparo de forma que o recuo da foice somada à própria força dela fizessem que a lamina entrasse com tudo no membro.

- UAAAAAAHHHHH!!! – Foi a primeira vez que o urro de Humanidade não foi um de raiva, mas sim de dor. Para piorar as coisas, foi como se houvesse tropeçado, e ao invés de conseguir realizar o passo, ele acabou caindo com um joelho no chão. A situação de Fanalis também não era lá das melhores. Apesar de estar posicionada agora atrás do ser ajoelhado, a foice havia ficado agarrada no meio do membro do inimigo, após encontrar o osso, e tirar a arma do local não seria uma tarefa simples. Não apenas isso, mas como ao se ajoelhar o tornozelo do inimigo ficou apontado para baixo, agora o cabo da foice estava apontando para cima, dificultando o manueseio da arma.

A única a realmente ter escapado completamente na vantagem foi Yue, que após alguns saltos para os lados quando a criatura tentou segura-la com uma mão, conseguiu sair do alcance da mesma e ficar momentaneamente a salvo, tentando achar a melhor forma de obedecer as ordens da sua capitã. Sem ter conseguido agarrar a loira, Humanidade virou com tudo para trás (cintura para cima, torcendo a coluna) usando a costa da mão para tentar acertar a responsável pela grande dor que estava sentindo. Yue fora “resgatada”, o golpe inimigo estava vindo, a foice estava travada, o que Fanalis iria fazer?

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptySeg 18 Nov 2019, 22:19

Conflito Prolongado! Morra Humanidade!


Não era como se eu tivesse uma infinidade de opções, quer dizer, o que você faz se sua arma está encravada e uma mão gigante está vindo em uma direção para te enviar para as estrelas? Você se esquiva, é claro! Eu é que não ficaria lá parada para gritar algo como “Fanalis B. Ria decolando de novo... *tink*” ou coisa parecida. Daria um salto para trás ou para frente, indo na direção mais propícia para sair da direção do ataque daquela coisa, deixando minha arma para trás, afinal, o que não me faltavam eram foices, depois eu podia recuperar aquela que havia ficado presa, quer dizer, ela era minha arma favorita, a abandonar está completamente fora de cogitação, o que me levaria a pensar enquanto o fizesse.

"Não tem jeito, eu já pego você de volta Crescent Rose!"

Se tivesse conseguido me esquivar, faria força para resistir ao vento e tentaria me manter em pé para continuar com a luta sem problemas. Caso tivesse saltado para trás, assim que a mão passasse, pularia novamente na perna do monstro e começaria a correr por ela em direção ao seu tronco, já se tivesse ido para frente na direção do monstro, apenas continuaria avançando para conseguir o atingir.

No caso, meu alvo eram seus pontos vitais, então ativaria minhas infinity gauntlets scythes e começaria a fazer acrobacias entre os membros da criatura enquanto utilizaria das manoplas com as lâminas de foice afiadas para me auxiliar ao ir as ficando na pele e roupa da criatura sempre que fosse necessário para manter meu equilíbrio e ajudar a subir por seu corpo já que dessa vez eu almejava acertar sua cabeça.

Se conseguisse alcançar sua cabeça ao escalar o monstro, me agacharia já levantando os braços com as lâminas das manoplas saltando para fora e os abaixaria com tudo almejando fincar bem na região onde ficavam os olhos daquela coisa, tentando causar algum dano sério. Caso desse certo de fincar, forçaria as pernas para frente como se fosse pular para que as lâminas viessem junto e causassem um corte ascendente na direção de seu bico, boca ou o que quer que fosse aquela coisa em sua face, fazendo isso até que o corte atingisse o máximo e meu corpo fosse lançado para frente pela minha própria força.

É claro que durante esse esforço, o Mordomo não me deixaria em paz, conforme eu fosse puxando, ele estaria lá, sentado na testa daquela coisa de pernas cruzadas, tomando uma xícara de chá, apenas olhando para mim com o seu sorriso sarcásticos, por mais que não fosse o que ele queria passar, ele tinha um tom sério, por isso seu sorriso sempre tinha um ar irônico quando dado. Ele diria de forma séria, por mais que soasse como algo irônico dada a sua pose naquela situação.

- Você tem que forçar mais senhorita Ria. Força! Ffffff... – Terminaria dando uma bicada em sua xícara.

- Ahhhh. Cala a boca e vem me ajudar. AAAAAAAAH. – O responderia enquanto forçasse as lâminas contra a pele daquela coisa, já olhando para ela que estava abaixo de mim ao dizer. – Você não pode comigo... NÃO COM A MULHER QUE VAI SE TORNAR A RAINHA DOS PIRATAS. AAAAAAAAAAAAH. – Dando mais um grito ao utilizar 100% de minha força.


Para que não me machucasse ao cair, tanto nesse momento após o corte ou qualquer outro momento, estaria esperta para utilizar do chicote que possuía para prender em algum dos membros da própria criatura e me balançar de forma suave até o chão onde me prepararia para meu próximo ataque.

Assim que alcançasse o chão, não pararia nem por um segundo, com meu golpe dando certo ou não, pularia na direção do peito daquela coisa com toda minha força já dando uma pirueta para rotacionar o meu corpo deixando que as lâminas das manoplas que eu mesma tinha projetado acompanhassem meu corpo como uma espécie de peão com as extremidades afiadas onde tentaria causar um profundo corte no que parecia ser o peito daquele monstro que havia surgido do nada, almejando dilacerar sua pele a fazer com que suas tripas caíssem no chão.

A todo momento aquele ser mitológico poderia tentar me atacar com seus membros gigantes, o que não me daria alternativas além de tentar dar mortais para trás caso fosse possível para sair do alcance dos golpes. É claro que se não fosse ter como, buscaria outros métodos para sair do caminho dos ataques como pular por cima dos membros ou dar uma cambalhota para a direção que me desse a oportunidade de sair do caminho sem ser atingida.

Quando estivesse tentando subir pelas costas daquela coisa, ele poderia tentar me matar como um humano mata um inseto ao esmaga-lo contra o próprio corpo, nesse caso, pararia minha movimentação ao fincar a lâmina de minha manopla em seu corpo ou tentaria avançar ainda mais rápido com um pulo se fosse possível, qualquer coisa que permitisse que eu evitasse o golpe para me esquivar.

Já se o monstro ficasse inquieto se balançando para tentar me derrubar, tentaria fincar minha arma se possível em sua pele, mas no pior dos casos, se não houvesse tempo, tentaria me segurar em seus trajes com toda a força de meus dedos, me mantendo parada, mas firme para não cair de seu corpo e poder continuar avançando.

Já havia enfrentado gigantes no passado e um deles me raspou para longe como se fosse uma formiga ao passar sua mão esquerda pelo braço direito onde eu estava, então já estava esperta. Caso tentasse me raspar e jogar para longe, tentaria pular por cima do membro que fosse me acertar enquanto continuaria avançando e se necessário, utilizaria de meu chicote para voltar para onde estava e me auxiliar na direção do lugar que queria chegar, no caso, sua cabeça.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Infinity Gauntlets Scythe:
 

Crescent Rose:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 EmptySab 23 Nov 2019, 21:14

Já que você não tem narrador, deixar aqui a sua aval pra que você possa concluir os demais processos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Aval Ria

Perdas:

• N/A.

Ganhos:

• Aumento de recompensa: B$0 (Não vou aumentar sua recompensa por uma aventura de 8 posts onde só ouve agressão entre pirata e marinheiros. Sinto muito, mas quem sabe isso seja levado em consideração quando a recompensa for pra avaliação.)

Relação de personagens:
● Player faz.

Exp: 2 exp.
EdC: 2 exp.
Akuma no Mi: 2 exp.

Localização: Utopia (OK!)

Quantidade de posts do(s) Narrador(es):

Ragnar: 5 posts
Faktor: 2 posts

Feedback:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: The Chosen One! Looking For Bear!   The Chosen One! Looking For Bear! - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The Chosen One! Looking For Bear!
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Utopia-
Ir para: