One Piece RPG
Shimizu XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Shimizu Emptypor Achiles Hoje à(s) 20:49

» Bakemonogatari
Shimizu Emptypor Milabbh Hoje à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Shimizu Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 20:25

» VIII - The Unforgiven
Shimizu Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:06

» Vol 1 - The Soul's Desires
Shimizu Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 19:55

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Shimizu Emptypor Dante Hoje à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Shimizu Emptypor Makei Hoje à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
Shimizu Emptypor Ryoma Hoje à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
Shimizu Emptypor Ryoma Hoje à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
Shimizu Emptypor Makei Hoje à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
Shimizu Emptypor Makei Hoje à(s) 19:15

» A primeira conquista
Shimizu Emptypor Rangi Hoje à(s) 18:19

» A Ascensão da Justiça!
Shimizu Emptypor K1NG Hoje à(s) 16:26

» JupaCity Adventures
Shimizu Emptypor BigDraon Hoje à(s) 16:01

» Mini-PuppetDragon JupaCity
Shimizu Emptypor BigDraon Hoje à(s) 15:58

» The Hero Rises!
Shimizu Emptypor Achiles Hoje à(s) 15:30

» [M.E.P] Koji
Shimizu Emptypor Proto_ Hoje à(s) 15:29

» A inconsistência do Mágico
Shimizu Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 15:27

» [MINI-Koji] Anjo caído
Shimizu Emptypor Proto_ Hoje à(s) 15:27

» Pirata ? quer se juntar a 2º Frota do Pandemônio ?
Shimizu Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 13:25



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Shimizu

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Senshi
Mercenário
Mercenário
ADM.Senshi

Créditos : 10
Warn : Shimizu 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 26

Shimizu Empty
MensagemAssunto: Shimizu   Shimizu EmptyDom 04 Ago 2019, 17:36

~ PESSOAL ~

Nome: Shimizu
Idade:  17
Altura: 1,59m
Peso: 47kg
Mão predominante: Ambidestro
Sexo: Feminino
Raça: Humano
Tamanho/Espécie: Normal
Origem: Yakira Town, West Blue
Localização: Yakira Town, West Blue
Grupo: Civil

~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1
EXP: 10/25
BERRIES: 50.000
BANCO: 0

HP: 44
SP: 62

DANO: 1 (+2 EDC) (+2 Racial) = 5 [NORMAL]
ACERTO: 1 [NORMAL]
PONTARIA: 6 (+2 EDC) (+3 Racial) = 11 [HABILIDOSO]
ESQUIVA: (+2 EDC) (+3 Racial) = 5 [NORMAL]
BLOQUEIO: 1 [NORMAL]
RESISTÊNCIA: 1 [NORMAL]
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

BUSOU-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
Estilo de Combate: Atirador
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~

~ Perícias ~


Citação :
• Luta de Rua
• Anatomia Humana
• Criação de Projéteis

~ Ofícios ~

Citação :

• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~


Photoplayer:
Spoiler:
 
Alcunha:
Recompensa:
Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~


Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:

~ EQUIPAMENTOS ~

• ARMA(S)
Nome:
Dano:
Requerimentos:
Custo:

• CABEÇA
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• TRONCO
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• BRAÇOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• MÃOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PERNAS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PÉS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

~ INVENTÁRIO~


(MÁXIMO DE 10W)





~ EMBARCAÇÕES ~

Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:

~ TÉCNICAS ~


• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ TÉCNICAS SUPREMAS ~


• -X-
• -X-
• -X-


~ EXTRAS ~

APARÊNCIA: A pele bronzeada dá um destaque mais do que desejável para os cabelos castanhos prorrogados até os ombros quando desirmanados, os olhos amendoados, ligeiramente puxados ao carmesim, lhe dão um aspecto quanto inofensivo, as vezes por causa da incerteza de que eles demonstram ou até mesmo pelos sentimentos que raramente transpassam. Estes fuzilam qualquer um que se pega admirado. Talvez os seus 1,59 de altura não sejam o suficiente para muita gente, mas se juntarem com a força que se esconde em seu instinto de sobrevivência mais profundo, provavelmente mudariam de ideia em relação a sua “fragilidade”.

Detém um assinalamento numérico tatuado em sua clavícula, este o de número 14, mal cicatrizado.


PERSONALIDADE: Temos que ter em conta que o aparente nunca está certo. É preciso de tempo e paciência para tentar entender a sua mente, algo que nem ela própria consegue fazer.

Tipicamente, costuma ser alguém bem comunicativa e dissimulada. Sem bravatas na língua, as pessoas ao seu redor podem pensar que ela está apática ao mundo e aos relacionamentos. Na verdade, ela simplesmente não é surpreendida ou "deixa-se" entusiasmar por muita coisa, então transmite essa sensação de desinteresse, ao menos quando não tem fins de seu interesse. Praticamente uma maquina de inteligência e encenação. Sempre que pode, tenta deixar o seu sentido de humor e ironia em qualquer conversa, mesmo que não faça muito sentido – e, na maior parte das vezes, não tem nada de humoroso. Por ter vivido  entre homens, tem algumas tendências masculinas ligeiras e violentas. Em suas veias, o fogo corre junto com o sangue quando em situações de pressão ou aversão a Marinha. Começamos assim a chegar às camadas mais profundas do seu ser.

Intimamente, é tão sensível quanto uma mimosa pudica e no mais interno do seu âmago, anseia livrar-se da depreciação de ser o que é, amar e ser amada.


HISTÓRIA: ROLETA RUSSA

Pais e filha entrecortavam os olhares. A cena ao redor parecia ser um velho e macabro quadro pintado a óleo. A humilde família de forjadores de armas de fogo, endividada com a Marinha, teria o desfecho mais cruel e irônico já prometido.

Gira, gira e atira. Mais uma alma perdida. O pai, o primeiro concedido a morte. A morte que nos faz nascer e viver em função dela, dona do começo e do fim. Gira, gira e atira. A mãe não deixava adeus, restando somente a prole em soluços. Um tiro pro alto, ninguém sabia quem deu e nem quem morreu. Um pirata. Um epopeico pirata que entabulou na mente daquela criança, o sonho de se tornar uma de sua espécie, que aliás, era eu.

***

A sorte é igual uma roleta russa; é casual, inesperada, é uma chance mínima entre outras tantas e acontece. Teria eu, agora uma criança das ruas, oportunas escolhas que me tirassem da situação em que me encontrava? Pouco provável. Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez era a desilusão de um quase. É o quase que me incomodava, que me entristecia, que me matava trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.

Para se fazer parte dos 28’s, uma afamada gangue de rua, o teste era muito entendível. O veterano lhe pergunta: “se estiver chovendo enquanto você tiver um guarda-chuva e eu não, o que você faz?”. Se responder que o convida para debaixo do guarda-chuva, você será o novo escravo sexual da gangue. Caso responda que irá tomar chuva com ele, você será “convidado” a esfaquear o interrogador e apossar-se do seu título.

De qualquer modo, a escolha do momento era tudo. E não era nada fácil. Lembra-se do "quase"? Quem quase ganhou ainda jogava, quem quase morreu estava vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escapavam pelos dedos, nas chances que se perdiam por medo, que meu estresse - resultado traumático de desejos e expectativas frustradas - vinha à tona.

Respirava.

Foi numa decisão de fúria em que me coloquei a jogar aquele objeto aos ares. Caso contrário, eu seria mais um "putinha" na estante para um pouco mais de duas dúzias de homens horrendos e cruéis. Meu rosto estava quente e minha língua amarga. Os nervos nunca estiveram tão inchados e meu corpo nunca esteve tão imóvel. O que eu tive que fazer? O que imaginou provavelmente é o que fiz. E não me orgulho. Mas para um nome escalar as montanhas da fama, um outro precisa despencar.

Foi-me feito um assinalamento numérico tatuado na clavícula, para mais exatidão o número 14, o qual antes era ocupado pelo falecido questionador. Não era minha vontade permanecer ali, mas entre ser um vira-lata de rua ou pertencer a um grupo, pior que fosse, a segunda opção me era viável para a sobrevivência. E ali eu aprendi tudo que me foi importante: à brigar; usar armas de fogo; estudar estratégias e outras particularidades que faziam melhor no que me propunha - anatomia humana e demais conhecimentos sobre os mares... -. O conjunto de habilidades que me tornou indispensável para o rebanho em anos. Todavia, não passava de um contratempo para meus anseios aos mares. E quando chegasse o momento, só os mortos conheceriam o fim da guerra.

***

Minhas sentenças morais ressoaram em minha mente como um mantra motivador. Uma garota de rua, sem ninguém, precisava precaver-se quanto as questões defensivas para tamanha traição que acabava de cometer.

O fim da esperança é o começo da morte. Eu estava em putrefação.

Uma obviedade era que se eu saísse da gangue dos 21's, eu seria considerada desertora e só havia uma pena para desertores. Mata-los? Por mais que possível, eu não teria tamanha coragem, havia vínculos com alguns membros que me impediam de tamanha chacina. Então por que não embosca-los em algum problema? Nesse meio-tempo eu já estaria anos distante.

Mas a sorte é igual uma roleta russa; é casual, inesperada, é uma chance mínima entre outras tantas e acontece. Bem, às vezes. O plano de embosca-los em dos saqueamentos que coincidia com a localização da Marinha, havia falhado. Em todo o tempo em que estive, não foi-me confiado todos os segredos. E aqueles ali, da repugnante Marinha, tinham acordos com minha ex-gangue. Nódoas. Eu tinha uma conduta que distanciava a 28’s do meu ser, na verdade, adotava muitas outras pra desvincular-me daqueles ensebados que agora andavam com aqueles responsáveis pela morte dos meus pais.

Eu precisava fugir.

Eu precisarei fugir. E eu irei até o fim com esta garganta, com estes olhos líquidos e estas mãos trêmulas. Até o fim com estes meus pés exaustos e estes lábios costurados ao pé da vida. Eu irei até o fim, resistindo e sobrevivendo.

Sobreviver é regra para pagar minha dívida com o pirata que em minha história, permitiu-a continuar.

~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~


Vantagens:
Ambidestro (Gasta 1 ponto)
Você possui um elevado nível de destreza manual, podendo executar tarefas com as duas mãos/pés sem sofrer penalidades.

Aceleração (Gasta 2 pontos)
Você consegue atingir sua velocidade máxima de forma mais rápida. Esta vantagem acrescenta vantagem em situações de perseguição, fuga e esquiva em velocidade. Isso quer dizer que você pode mover-se em velocidade máxima e agir desde início do seu movimento.

Visão na Penumbra (Gasta 1 ponto)
Você consegue enxergar em situações de pouca ou pouquíssima iluminação. O brilho da luz das estrelas ou uma tocha já é o suficiente para lhe permitir ver tão bem quanto se estivesse em um quarto com luzes acesas, no entanto há pouca distinção entre cores e sua imaginação pode acabar te enganando.

Visão Aguçada (Gasta 2 Pontos)
Sua visão é claramente superior à das outras pessoas, consegue ver mais longe e com mais detalhes que alguém normal.

Desvantagens:
Fúria (Ganha 2 pontos)
Sempre que você sofre um dano mais elevado (perdendo em apenas um turno 50% de HP restante em relação ao que você já possui - no caso de PvPs) e/ou fica irritado por algum motivo (a critério do narrador), você passa a ser mais vulnerável a provocações, atacando e agindo de forma irracional, até regenerar o HP ou permanecer o número de posts necessários para se acalmar (após o término da situação adversa que te enfureceu).

Código da Gratidão (Ganha 2 pontos) [Adquirida após ser salva da morte por um pirata ainda em sua infância]
Quando alguém salva sua vida (ou de um ente querido seu), você fica a serviço dessa pessoa, até conseguir devolver o favor (salvar sua vida).



~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

~ AVENTURAS CONCLUÍDAS ~

------------------

Link da ficha anterior ou da Mini-Aventura concluída:https://www.onepiecerpg.com/t42792-mini-shimizu-roleta-russa

____________________________________________________


Shimizu BgSDAYZ

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Shimizu Ali_e_Shi_final
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Shimizu
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: