One Piece RPG
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Oni Hoje à(s) 13:44

» The Hero Rises!
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Achiles Hoje à(s) 12:10

» Nova Ficha - Regina "Gina" Drake
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Gina Hoje à(s) 09:51

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Ryoma Hoje à(s) 06:47

» Que tal um truque de mágica?
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:17

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Licia Ontem à(s) 23:32

» Seasons: Road to New World
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Volker Ontem à(s) 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 22:08

» VIII - The Unforgiven
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:00

» The One Above All - Ato 2
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:53

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:49

» Bakemonogatari
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:25

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Makei Ontem à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Makei Ontem à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Emptypor Makei Ontem à(s) 19:15



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Prólogo - Boney, a celestial nos Blues

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Prólogo - Boney, a celestial nos Blues 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptyQua 24 Jul 2019, 14:18

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Boney Pepino. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por ADM.Tidus em Qui 25 Jul 2019, 16:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Prólogo - Boney, a celestial nos Blues 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptyQua 24 Jul 2019, 15:34


Boney Pepino havia crescido em Britania Island, uma ilha do céu onde clãs de guerreiros disputavam a posição de rei. Para tanto, enaltecer o nome de sua família, espalhando a grandeza e obtendo fama eram requisitos indispensáveis. Dessa maneira, a celestial de curtos cabelos loiros recebia tal missão e iniciava sua jornada nos Blues.

~ FLASHBACK ~
Era uma noite estrelada e a lua resplandecia em seu máximo estado de iluminação. Próximos à uma lareira a família Pepino discutia os planos que deveriam traçar para terem chances de assumir o trono de sua ilha natal.

Pai Artorius - Os preparativos já estão prontos! Seus irmãos já iniciaram as próprias jornadas pela Grand Line e pelo Novo Mundo! Eu e seu primo ficaremos aqui para participar de demonstrações de combate! Os guerreiros mais fortes não podem demonstrar fraqueza nessa luta de sucessão.. a família Hood de arqueiros ficou em muita desvantagem quando Robin decidiu partir para capturar malfeitores.. não posso deixar Britania! Por isso eu conto com você, Boney!, dizia um senhor bastante musculoso com cabelos e barba loiros.

Mãe Diana - Filha, tome cuidado! Você já leu muitas histórias na sua infância! Não pense que tudo se trate de mito! Muitas coisas são reais! Cuidado ao confiar nos outros, mas esteja aberta a fazer novas amizades independente da aparência! Elas costumam nos enganar! Antes de partir eu fiz esse chá! Tome-o! Te ajudará a ter uma viagem tranquila!!, agora uma celestial de longos cabelos pretos e olhos verdes encerrava seu discurso com um amoroso abraço na moça até então intitulada como filha.

Boney - Pai, Mãe! Não irei desapontá-los! Os Blues serão um bom começo para alguém como eu, que não teve muitas aventuras! Mas tirarei bom proveito! O nome Pepino se espalhará por todos os mares e chegarão aos seus ouvidos! Estou muito curiosa e ansiosa com as coisas que me aguardam! , e então a moça abraçava a ambos com um largo sorriso, deixando lágrimas de saudades escorrem de seus olhos e gotejarem timidamente no chão.

Feita a despedida, a jovem tomava o chá e adentrava uma espécie de barco, até que finalmente caía em profundo sono.

~ FIM DO FLASHBACK ~

Finalmente Boney era capaz de abrir os olhos e bocejando ela os esfregava com as mãos. Vestindo seu adorado uniforme vermelho ela notava que como posses apenas algumas poucas moedas se faziam presente em seu bolso. Levantando-se ela procuraria olhar ao seu redor, e independente do que visse, sua reação seria a mesma: arregalando os olhos e segurando a boca em admiração a jovem sentiria o coração palpitar mais forte e mais rápido, representação a excitação pelo desconhecido.

Boney - Finalmente minha jornada vai começar!  Me aguarde, mundo! A senhorita Pepino chegou!

Personagem:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 



Última edição por Pepino, o Breve em Sab 27 Jul 2019, 00:05, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptySex 26 Jul 2019, 15:35

O sol da manhã iluminava a margem da ilha e trazia junto a luz seu calor. Aquecia a relva e fazia com que um cheiro característico de grama perfumasse o ar. Os raios de tocavam a face da jovem sonolenta e refletiam em seus cabelos dando a menina um ar angelical. O despertar de Boney era vagaroso, aos poucos a jovem se dava conta da realidade e começava lentamente a se familiarizar  com  seus arredores e situação. O primeiro fato do qual tomava ciencia era o de que estava dormindo no chão, porem não qualquer chão, mas sim o chão de uma imensa floresta. Abaixo de seu corpo terra e grama se estendiam, acima de sua cabeça arvores se erguiam e quanto mais olhava mas certeza tinha de que se encontrava em uma densa floresta. É claro ainda estava na borda do estranho lugar , mas era possível enxergar a imensidão verde à sua frente.

O segundo fato era a presença e um pequeno pedaço de papel com a seguinte frase “Estávamos com pressa e você não acordou. Enfim, boa sorte” O recado aparentemente fora deixado por aqueles que a transportaram até ali. Um pouco estranho talvez mas era o que estava aparente. E por fim o terceiro fato era um trio de olhos a observar sua pessoa. As três figuras eram baixas  e tinham um olhar de curiosidade e conversavam entre si.

-Não sabia que existiam minks águias- Dizia uma das pequenas figuras , o qual tinham feições bovinas assim como um par de chifres. - Não seja idiota. É uma mink galinha, apenas olhe o tamanho das asas- contra-argumentava uma garota miúda com orelhas de lebre.- Mas onde está o bico?- Rebatia o terceiro membro do trio enquanto abraçava sua calda felpuda e coçava suas orelhas pontudas. Enquanto viam Boney despertar, aquele com chifres se aproximava e perguntava – O que é você?- Seu rosto mostrava sua curiosidade e a total falta de medo do desconhecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Prólogo - Boney, a celestial nos Blues 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptySex 26 Jul 2019, 17:55


A habitante da ilha do céu ficava estupefata com a imensidão verde à sua frente e iluminada pelo sol percebia a presença de três criaturas. Suas asas se mexiam como se tentasse alçar vôo em excitação em resposta ao seu primeiro encontro com os habitantes do Mar Azul.

Procurando se recordar sobre todas as histórias que lera a respeito das demais raças presentes no mundo, Boney cruzava os braços e colocava uma de suas mãos no queixo. E olhando para cima enquanto balançava um dos pés ela esperava que a resposta surgisse. Se ela tivesse alguma palavra para tentar acionar tal lembrança... MINK! Isso! Mink era algo que ela já havia lido antes, mas como fora um simples livro, nenhuma ilustração se fazia presente. "Lembro que dizia algo sobre humanóides animais, ou animóides humanos.. droga! Mas...", e sem muito espaço para reflexão ela optava por ouvir atentamente o que os três à sua frente falavam.

Boney - Meodeos! Vocês três são uma gracinha!!, com os olhos brilhantes e arregalados e bochechas coradas ela ocultaria a boca com as mãos, Não, não! Eu não sou uma mink! Moro nas nuvens, em uma das inúmeras ilhas do céu, em Britania Island! Muuuuuuito prazer pequeninos aventureiros! Me chamo Boney, Boney Pepino, da família Pepino! E vocês??

Cheguei nessa ilha agora há pouco.. eu acho.. estava dormindo! Meus companheiros me deixaram aqui para iniciar uma aventura nos Blues!

Tenho muita sorte em conhecer três fofurinhas como primeiros habitantes do Mar Azul! Iti malia!

Posso tocar no seu chifre??? E na sua orelha?? E no seu rabo??? Por favoooooooooor??
, e demonstrando sua sinceridade e bastante entusiasmo ela  se deixaria levar pelo momento. Pelo menos por alguns instantes.

Percebendo seu comportamento nada disciplinado, Boney forçaria uma tossida para limpar a garganta enquanto fechasse os olhos e então, com postura ereta, curvaria a cabeça levemente para dizer.

Boney - Desculpe meu comportamento, jovens habitantes do Mar Azul! Me chamo Boney Pepino e não conheço muito sobre o mundo da superfície.. cresci minha vida inteira em uma ilha do céu! Poderiam me contar mais a respeito de onde estou? E seus nomes? Meus companheiros me largaram aqui... e até onde vejo, só existe floresta!

Bom. Agora sim agindo como uma dama de uma família tradicional de guerreiros. No entanto, se as criaturas lhe dessem permissão para tocá-las, a senhorita Pepino se aproximaria e gentilmente colocaria suas mãos nas regiões que dissera anteriormente, elogiando a ambos e aguardando por mais informações.

Personagem:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptySeg 29 Jul 2019, 14:37

Ao encarar as pequenas e inocentes criaturas em sua frente Boney explodia em animação. E como as crianças que estavam a sua frente duvidas surgiam e eram disparadas, sua boca se movia quase como se tivesse vontade própria e metralhava diversas palavras em poucos segundos. Com os olhos vidrados nas 3 figuras, seus pensamentos eram apenas de conseguir tocar nos mesmos e entender um pouco mais sobre esse exótica especie. Diante do animo e das palavras da jovem gatuna os três minks se assustavam e davam alguns passos para tras com um leve receio da figura angelical. Quase como se notasse a situação Boney se recompunha e tomava uma postura diferente de aproximação. Com um ar elegante e um pouco mais formal a jovem se apresentava novamente. As três crianças a sua frente a encaravam e soltavam algumas risadas diante daquela cena.

-Eu sou Toni- dizia Aquele com aparência bovina [color=#66ff00]- Essa é Sabrina - Apontava para a menina de longas orelhas.- Esse é Chester- Falava direcionando um dedo para o pequeno felino.-Uma ilha nós céus? Acho que a senhora bateu a cabeça. Não existe nada no céu alem de nuvens- Completava Toni, suas narinas se alargavam conforme uma alta ecoava de sua boca. -Ela tem asas Toni.Ela pode ser um anjo que caiu -Falava Chester ainda abraçado com sua cauda, seus grandes olhos admiravam Boney como se ela fosse um verdadeiro anjo.- Chega vocês dois.- Cortava Sabrina -Oi Boney-chan, bem essa é a ilha Kyanon do West Blue.Uma ilha de minks.- A miuda lebre se aproximava de Boney e continuava - Na verdade nos temos uma grande vila no centro da ilha, mas nos seriamos castigados pela senhora Shizuka se a levássemos para lá- terminava a jovem com uma feição triste em seu rosto.

-Nos podemos levar ela para o velho Joe. Ele gosta de outras especies, talvez ele possa abrigar-la- O felino falava timidamente.- A casa dele fica do outro lado da ilha. Vai demorar o dia inteiro. Eu queria ir brincar de esconde-esconde.- Aparentemente o grupo estava ali para se divertir e fazer algumas brincadeiras pela floresta. E a aparição da celestial parecia estar atrapalhando aqueles planos.- Você é muito egoísta Toni- Falava Sabrina mostrando a lingua para o bovino. - Se Boney-chan quiser nos podemos mostrar o caminho, é facil se perder por aqui- Com um sorriso a mink oferecia sua ajuda a jovem celestial
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Prólogo - Boney, a celestial nos Blues 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptySeg 29 Jul 2019, 18:23


Inicialmente a habitante do céu acabava por assustar os minks com seu comportamento, mas ao se recompor conseguia conquistar simpatia e até mesmo elogios ao ser chamada de anja. Dessa maneira ela obtinha algumas respostas e informações a respeito de seu atual paradeiro.

Sim. Agora ela podia refletir sobre o que ouvira para começar a planejar suas primeiras ações no mar da superfície. "Toni/Touro, Sabrina/Coelha, Chester/Cheetos! Pelo que falaram, eu realmente estou nos Blues... especificamente no West Blue, em uma ilha de Minks! Dois nomes parecem ser fortes por aqui: Shizuka e Joe! Para os três serem castigados... certamente forasteiros não devem ser bem vindos... eles falaram abrigar.. a ilha deve ser perigosa.. se fosse pacífica e o problema fosse comum, acho que os pequeninos diriam acolher... parece que me encontro em um lugar bastante hostil! Pelo menos é minha primeira percepção com esse breve diálogo.. preciso de mais!"

Então a moça continuava a ouvir os minks e pelos planos iniciais que possuíam, tirava mais conclusões. " Toni está tomando as rédeas da conversa.. ele deve ser o líder desse grupo! E para quererem apenas brincar.. os três devem ser crianças! Isso explicaria o fato de estarem sendo bons comigo embora tenham falado dessa Shizuka.. geralmente adultos acabam tendo os ideais já formados com preconceitos, enquanto crianças ainda permanecem de certa forma puras..."

Pensativa, Boney recebia uma oferta de ajuda e colocando o indicador de uma das mãos em seu queixo, refletia mais uma vez. " Uma ilha de animais humanóides.. e só floresta para todo lado! Acredito que como primeiro destino eu acabei tirando a má sorte! Toni tem chifres.. Chester, garras... Aposto que Sabrina deve ter uma audição fora do normal com essas orelhas... praticamente eles não precisam de armas para lutar! Então a chance de eu encontrar alguma loja para me equipar é quase mínima... e eu não sou nada sem minhas adagas! É muito arriscado eu andar por esse matagal sozinha! Não posso subestimar essa ilha, senão minha jornada será breve e falharei com minha família! Acredito que minha melhor opção seja...", e terminando ela diria.

Boney - Fico muito agradecida pela ajuda que estão me oferecendo! Não sei como agradecê-los! Hmmm se puderem me levar até esse tal velho Joe, ficarei bem feliz! Quem sabe não me ensinam algum jogo para brincarmos juntos por lá? Ou eu mesma posso contar histórias de onde vim! Sobre os feitos da minha família, Pepino!

Para vocês decidirem brincar de esconde-esconde na floresta.. não deve ter muito perigo, certo?


E confiando em suas deduções ela estava decidida a seguí-los. No entanto, se os pequenos precisassem de sua ajuda para escapar de algum ataque, a moça procuraria atrair a atenção do adversário, para ganhar tempo de fuga para os pequenos e confiando em sua agilidade iniciaria corrida em zigue-zague com a intenção de se afastar do perigo.

Durante o caminho, procuraria puxar mais assunto com os minks.

Boney - Outras raças costumam se aventurar por aqui? É comum vocês verem embarcações saindo ou chegando da ilha? E sobre mistérios da ilha? Sou fascinada por história! Costumam ter guerras por aqui? Qual o maior perigo dessa ilha? Desculpem-me a enxurrada de perguntas.. mas nada conheço! Prometo contar sobre minha terra natal também! Embora eu não consiga voar.. posso mexer minhas asas, olha!, e  assim ela procuraria demonstrar empatia pelos presentes para que não a vissem como uma inimiga.

Personagem:
 

Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptySab 03 Ago 2019, 06:06

A celestial começava a entender o que acontecia ali. Seus pensamentos corriam por sua cabeça dissecando e absorvendo todo conhecimento que haviam lhe passado e que podia observar. Talvez devido a sua criação ou por dom natural, sua mente funcionava  de maneira agil e ordenada. JUntando todas as peças a jovem chegava a uma conclusão sobre sua atual situação. E com algumas palavras aceitava a ajuda das três crianças e as mesmas ficavam animadas com a ideia de brincar com Boney. -Existem algums animais perigosos por aqui, mas com nos três juntos, nada pode nos para- Respondia Toni a pergunta da celestial e estufava seu peito em orgulho. - Melhor irmos andando, se formos rapidos chegamos antes do almoço- A mink coelho falava liderando o caminho rumo  a densa floresta. O quarteto caminhava pela mata, passando por varios tipos de arvores.Barulhos de animais eram ouvidos ao longe coisas como passaros cantarolando, arbustos se mexendo e seres rastejando eram os soms mais comums na densa mata.

O grupo caminhava por algumas horas e em meio a elas Boney expunha algumas de suas duvidas. Proferia tantas palavras que era até mesmo de se estranhar que não ficasse se folego, as crianças achavam certa graça no jeito da gatuna. -Algumas pessoas da vila não gostam de outras raças, é dificil alguem vir ate a ilha e se vem não costuma ficar muito- Respodia Chester a uma da muitas duvidas de Boney, falava em voz baixa e timidamente -As pessoas da ilha não saem e como ninguem vem, normalmente não existem navios pelas margems de Kyanon.- Concluia o felino. -O velho Joe  tem um barco, ele costuma sair da ilha constantemente- Acrecentava sabrina -Sobre guerras. Somos um povo pacifico, bem ao menos entre nós. Eu nunca soube de nada desse tipo.- Com suas duvidas respondidas Boney mostrava suas as e maravilhavas as jovems figuras, Chester era o mais encantado, o felino ficava admirado pela figura da celestial cada vez mais.

O quarteto se movia vagarosamente pela imensidão verde da ilha até que se deparavam com um riacho. A agua cristalina corria a em uma velocidade constante e parecia forte o suficiente para levar um pequeno bote. Com uma largura de 4 metros, aquele rio parecia cortar o pequeno trecho da floresta pela qual transitavam. As suas margems a floresta se abria levemente e formava uma pequena clareira. Ao redor era possivel se avistar 3 tipos de arvores bem distintas, Macieiras com algums frutos a pender de seus galhos, arvores roxas com seiva a escorre de seus troncos e arvores cobertas por cogumelos verdes. Era uma cena estranha, porem diante de uma ilha onde os habitantes possuem caracteristicas animalescas  qualquer coisa era aceitavel. COmforme Boney se aproximava do riacho ela podia ver seu fundo levemente embaçado e podia constatar uma profundidade de pouco mais de dois metros. Enquanto observava o fundo , um brilho dourado ofuscava momentaneamente a vista da jovem arqueologa, Mas antes que la pudesse indentificar do que se tratava as crianças chamavam sua atenção.

- Boney-chan, depois que atraversarmos so temos que andar mais um pouco e chegamos na casa do Velho Joe- A jovem de longas orelhas orientava Boney. Dito isso as três pequenas figuras começavam a se preparar para cruzar o obstaculo a sua frente. Chester e Toni usavam de pequenos saltos por cima de  de algumas pedras espalhadas de maneira desordenada pela superficie do rio. Faziam isso com maestria e precisão, tais pedras não eram maiores que seus pés e exigiam equilibrio em cada pulo. Logo as duas figuras se encontravam do outro lado das aguas.Sabrina por sua vez, tomava alguma distancia da borda do rio e coeçava a correr em direção ao mesmo. Com o impulso da corrida e a força de suas pernas a pequena lebre saltava por  cima do rio, pousando calmamente do outro lado. -Você é incrivel sabrina - Elogiava Chester pela bela performace de sua companheira -Exibida- grunhia Toni. As três figuras então se viravam para Boney e pareciam aguardar por suas ações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Palitinho
Civil
Civil
Palitinho

Créditos : Zero
Warn : Prólogo - Boney, a celestial nos Blues 2010
Data de inscrição : 05/07/2019

Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues EmptyQua 07 Ago 2019, 13:28


Boney conversava com os pequenos e não tardava a obter respostas às suas indagações. E embora lhe informavam que havia sim perigos pela ilha, medo não era transmitido por parte dos minks. Ou eles eram muito habilidosos, ou a ignorantes devido à pouca experiência de vida. Além disso, as suspeitas a respeito da hostilidade da ilha eram confirmadas, mas para alívio da moça, a solução para seus problemas tinha nome: Joe.

E andando vagarosamente pela ilha eles se deparavam com o primeiro obstáculo da celestial. Um largo rio deveria ser atravessado para que pudesse seguir seu caminho, mas ao aproximar do rio ela notava um rápido brilho dourado. Não só isso, ao redor também via exóticas árvores e curiosa resolvia chamar os pequenos.

Boney - Esse rio parece fundo! Acho que eu vi um brilho por aqui! É comum encontrarmos criaturas perigosas nas águas dessa ilha?? E aquelas árvores ali! Possuem cores chamativas... seria bom levar umas maçãs para o velho Joe, não? Para não chegarmos de mãos vazias? Não sou tão ágil igual vocês para cruzar esse riacho...

Toni, Chester, poderiam me ensinar a saltar do jeito que fazem?
, e mais uma vez com muitas perguntas sendo ditas ela aguardaria pelos companheiros.

Recebendo instruções acerca de habilidades acrobáticas, Boney obedeceria. Mas primeiro iria se aquecer um pouco com alguns saltos e agachamentos.

Off:
 

Personagem:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

PLANOS:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - Boney, a celestial nos Blues   Prólogo - Boney, a celestial nos Blues Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Prólogo - Boney, a celestial nos Blues
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Kano Country-
Ir para: