One Piece RPG
Red Albarn XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Le voleur de coeurs - Un conte
Red Albarn Emptypor Jin Hoje à(s) 03:01

» [MINI-Ichizu] O Aprendiz de ferreiro
Red Albarn Emptypor TheJoker Hoje à(s) 02:20

» Bastardos Inglórios
Red Albarn Emptypor Sunken Hoje à(s) 01:38

» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
Red Albarn Emptypor Sagashi Hoje à(s) 01:01

» Gato de Convês
Red Albarn Emptypor SraVanuza Hoje à(s) 00:52

» Construindo o Começo
Red Albarn Emptypor Graeme Hoje à(s) 00:25

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Red Albarn Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 23:38

» Unbreakable
Red Albarn Emptypor Ainz Ontem à(s) 22:12

» Asger
Red Albarn Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:20

» Untraveled Road
Red Albarn Emptypor Layla Morningstar Ontem à(s) 21:09

» Teleton Chronicles I: Retaliação
Red Albarn Emptypor Midnight Ontem à(s) 20:32

» I - Pseudopredadores
Red Albarn Emptypor Lurion Ontem à(s) 20:15

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Red Albarn Emptypor Homero Ontem à(s) 19:24

» Rumo aos novos mares ! Grandline me espera
Red Albarn Emptypor Midnight Ontem à(s) 19:16

» De pernas pro ar! A revolução de Yumi
Red Albarn Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 17:54

» Procura-se piratas no East Blue
Red Albarn Emptypor Van Ontem à(s) 17:18

» Desventura 3.5: O treino para Grand Line
Red Albarn Emptypor Bijin Ontem à(s) 16:27

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Red Albarn Emptypor Bijin Ontem à(s) 15:59

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Red Albarn Emptypor TheJoker Ontem à(s) 15:48

» O Ronco do Bárbaro
Red Albarn Emptypor West Ontem à(s) 15:41



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Red Albarn

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 40
Warn : Red Albarn 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Red Albarn Empty
MensagemAssunto: Red Albarn   Red Albarn EmptySab 20 Jul 2019, 04:15

~ PESSOAL ~

Nome: Red Albarn.
Idade: 18 anos.
Altura: 1,75m.
Peso: 65kg.
Mão predominante: Direita.
Sexo: Masculino.
Raça: Humano.
Tamanho/Espécie: Normal.
Origem: Fernand Ice (North Blue).
Localização: Malkiham Island (North Blue).
Grupo: Civil.

~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1
EXP: 10/25
BERRIES: 0
BANCO: 0

HP: 44
SP: 62

DANO: 7 + 2 (Racial) + 2 (EDC) = 11 (Habilidoso)
ACERTO: 1 + 3 (Racial) + 2 (EDC) = 6 (Normal)
PONTARIA: 0 (Inábil)
ESQUIVA: 1 + 3 (Racial) + 2 (EDC) = 6 (Normal)
BLOQUEIO: 0 (Inábil)
RESISTÊNCIA: 1 (Normal)
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

BUSOU-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
Estilo de Combate: Boxeador.
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~

~ Perícias ~


Citação :
• Culinária
• Nutrição
• Luta de Rua

~ Ofícios ~

Citação :

• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~


Photoplayer:
Spoiler:
 
Alcunha:
Recompensa:
Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~


Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:

~ EQUIPAMENTOS ~

• ARMA(S)
Nome:
Dano:
Requerimentos:
Custo:

• CABEÇA
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• TRONCO
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• BRAÇOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• MÃOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PERNAS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PÉS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

~ INVENTÁRIO~


(MÁXIMO DE 10W)





~ EMBARCAÇÕES ~

Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:

~ TÉCNICAS ~


Punishment Crash:
 
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

[b]~ TÉCNICAS PASSIVAS ~


• -X-
• -X-
• -X-


~ EXTRAS ~

APARÊNCIA: “Essa é fácil de responder, quantas fotos de Red Albarn não existem por aí, não é? Infelizmente não tenho nenhuma aqui para te mostrar, então vou ter que te explicar. Red nasceu em uma região bastante fria do North Blue onde o sol tinha pouca força, por isso ele era dono de uma pele bastante clara, mas bem, isso talvez não seja a verdadeira justificativa para sua palidez, muitos acreditam que ele poderia carregar os genes do albinismo, visto que seus cabelos eram brancos como a neve e seus olhos vermelhos como o mais intenso fogo.

Ele nunca foi um rapaz de muitos pelos, apesar de sua origem genética do extremo norte, seu rosto sempre foi livre de pelos, bastante liso e “limpo”, há quem diga que nunca uma espinha teve a ousadia de aparecer em sua pele de porcelana. Apesar de nunca ter tido uma barba, Red ainda tinha o restante dos pelos faciais, inclusive seus cabelos alvos eram naturalmente sedosos e mantidos durante toda a sua adolescência cortados em um estilo mais curto.

Vejamos… Ele não era muito alto e nem tinha músculos que se destacavam, podemos dizer que por muito pouco a sua aparência não beirava ao inofensivo, minto, usei a palavra errada, sua aparência era na verdade era bastante subestimada, afinal, quem iria ter medo de um garoto magricela de altura média, não é mesmo? Suas roupas comuns também não ajudaram muito na imagem ameaçadora, eram sempre vestimentas simples e no estilo do inverno. Há quem diga que ele era muito friorento e não conseguia ficar muito tempo com o corpo descoberto, é, há uma certa parcela de verdade nisso, mas eu acredito que talvez fosse uma forma dele continuar se sentindo em casa.

Ah, e claro, o cachecol vermelho, sua característica física mais marcante durante boa parte da sua história, “o garoto do cachecol vermelho” era como o chamavam no início de tudo. Bem, a origem desse cachecol é interessante, mas se eu fosse explicar ela para você agora não sairíamos daqui tão cedo, mas é um fato de que Red era muito ligado a esse cachecol e não se separava nunca dele. Hmmm, é, acho que expliquei tudo sobre a aparência dele… Pera aí, você já tinha visto uma foto dele antes? Então pra que eu precisei explicar tudo isso pra você???!!!”


PERSONALIDADE: “Ahh, ele não tinha uma personalidade muito complexa, mas o que o torna diferente dos demais é a maneira como ele tratava as pessoas ao seu redor. Por mais que aos olhos de alguns ele pudesse ser visto como alguém perigoso, a verdade é que Red tinha um coração bom e sempre estava disposto a ajudar os inocentes, pois seu desejo em se tornar um herói era sua maior motivação… Não, ele nunca precisou se tornar um herói, no fundo ele sempre foi um.

Red nunca se importou com títulos, hierarquias ou qualquer tipo de baboseira que possa ser usado para nomear alguém, para ele tudo que importava era como você era por dentro, e ele tinha o talento natural para ver a pureza do coração de alguém, por isso sempre foi muito difícil associá-lo à algum dos grandes grupos que dominam os mares, digamos que sua rebeldia e amor pela liberdade algumas vezes lhe colocaram contra a lei e sabemos que a mídia e o Governo Mundial costumam não passar pano para as ações de qualquer um. Pirata? Revolucionário? Caçador de Recompensa? Não, se houvesse um grupo para classificar Red Albarn esse grupo certamente se chamaria “heróis”.

Não, se tornar um marinheiro e um agente nunca passou pela cabeça dele, por mais que a massa da sociedade enxergue esses grupos como os “mocinhos”, Red tinha uma visão que ia além do pensamento popular e ele sabia dos possíveis esquemas de corrupção que envolvem essas organizações, portanto ele sempre soube que não conseguiria se dar bem no meio dessa gente. Red seguia seu próprio senso de justiça, uma justiça que não era dominada pelos ideais do Governo ou de qualquer tipo de organização como por exemplo a do Exército Revolucionário.

Ah, ele não era exatamente o tipo de pessoa que gostava de uma briga, mas nunca soube de uma vez sequer que ele se recusou a entrar em uma para ajudar alguém que estivesse correndo perigo. Óbvio, ele sabia identificar quando o lado “certo” estava vencendo, não era como se ele fosse um doido que ajudava qualquer um que estivesse gritando por socorro, ainda que seus ouvidos fossem bons o bastante para ouvir isso a uma boa distância. Mas Red era a favor da vida, independente de quem fosse, todos tinham uma chance de redenção, matar era contra os seus princípios e sempre que havia a oportunidade de salvar a vida de alguém, seja aos seus olhos um herói ou um vilão, ele optaria pela salvação. Muitos diziam que era ótimo ter Red Albarn como um amigo, pois ele faria de tudo para te proteger e te ajudar, mas era inacreditável aqueles que o tiveram como inimigo… Se eu te contar a quantidade de gente mal caráter que esse rapaz conseguiu mudar você ficaria surpreso. Por onde passou Red Albarn conquistou pessoas, alguns até chegaram a chamá-lo de o amigão da Grand Line, haha, é um bom nome, não acha?

Claro, haviam maneiras de deixá-lo bastante irritado, a mais comum delas era quando ele presenciava atitudes desonestas, a privação da liberdade de alguém ou injustiças no geral, talvez nunca houve uma vez onde ele conseguiu se segurar diante de cenas como essa, e nossa, se eu fosse contar a quantidade de vezes que isso lhe meteu em problemas ficaríamos aqui boas horas, tem certeza que quer ouvir? Haha. E claro, outra coisa que deixava o Red muito puto era tirar seu cachecol vermelho, algo que ele protegia com unhas e dentes e para ele era inadmissível qualquer tentativa de danificá-lo… Se havia um momento onde seu coração de herói podia ser abalado, esse momento era quando envolviam seu cachecol na história.

Uh, doido? É, tem quem diga que o rapaz era meio biruta das ideias, alguns especialistas no assunto diziam que a vontade dele em se tornar um herói ia além do “saudável”, pois Red acreditava realmente ser um escolhido pelo destino para se tornar o “Grande Salvador”. Desde o início de sua história há indícios de que talvez exista um gene defeituoso no DNA dele, mas isso realmente muda a importância de suas ações pelo mundo? Bem, eu acredito que não. O que alguns chamam de loucura, eu chamo de benção, pois por mais estranho que fosse, sua capacidade de ouvir as vozes das almas ao seu redor já lhe ajudou a salvar muitas pessoas. Sim, de acordo com o próprio Red, as almas gritavam ao seu redor por ajuda, vozes que ele ouvia constantemente e às vezes até conversava com elas… Coisa de doido? Talvez, depende do ponto de vista, alguns acreditam que é realmente loucura da cabeça dele, já outros nunca duvidaram do que o garoto era capaz. Mas qual é a parte verdadeira dessa história? Bem, isso cabe a você decidir.”


HISTÓRIA: “Ahhhh, a história de Red Albarn começa ainda antes do seu nascimento. Foi em uma fria ilha do North Blue, a Fernand Ice Island, onde o nosso herói nasceu. Nunca ouviu falar de lá? Pois é, não é um lugar muito conhecido e muito menos rico, nem sei se podemos realmente chamá-la de ilha, naquela época sua extensão de terra não chegava nem a 3km². Próximo dessa ilhota também existiam vários blocos de gelo flutuando e era onde algumas pessoas corajosas se aventuravam a tentar viver, algo bastante perigoso visto que eles rachavam com frequência e sobreviver a uma queda naquelas águas geladas não era para qualquer um.

O frio intenso da região e a pequena quantidade de terras férteis nunca deixaram a população local prosperar devidamente, o que fizeram os moradores de lá criarem adoração por uma deusa da fertilidade chamada por eles de Freya… E de acordo com a história da vida de Red, Freya é ninguém menos do que a sua mãe.

Hahaha! Calma, calma, não fique chocado ainda, na verdade Red possui uma outra mãe, aquela que lhe deu a luz se chama May Albarn, ou “a virgem May” como alguns nativos começaram a chamá-la… Ao menos os mais educados. Esse nome foi dado porque a própria dizia que nunca havia se relacionado com homem nenhum, mas mesmo assim apareceu grávida. Qualquer um diria que isso é impossível, certo? Mas May alegava ter tido contato com a deusa Freya e que ela lhe passou a missão de gerar o seu filho, “O Herói Que Foi Prometido”, um menino que estava destinado a se tornar um, se não o, maior herói que o mundo já viu.

Sendo uma deusa da fertilidade, as mulheres de Fernand Ice frequentemente rezavam para ela pedindo filhos e gestações saudáveis, porém nunca antes apareceu alguém dizendo ter sido escolhida para carregar o filho da própria deusa. É claro que poucos acreditaram em uma história absurda como essa e praticamente todos os nativos da ilha passaram a enxergar May Albarn como uma grande louca promíscua.

‘Sequer se lembra para quem abriu as pernas’

‘O pai sou eu, tenho certeza que já peguei essa vagabunda loira quando estava bêbado’

‘É difícil mesmo uma prostituta alcoólatra se lembrar de todos os caras que já dormiu’

‘May Albarn? Não é aquela vadia que transou com um urso e engravidou?’


Os boatos a respeito dela se espalharam rápido pela ilha e a grande maioria deles eram comentários maldosos a seu respeito. É realmente difícil acreditar que uma mulher teria engravidado sem praticar relações sexuais com um homem, mas May realmente acreditava naquilo que estava dizendo. E você, o que acha que realmente aconteceu? Ela sofria de algum tipo de amnésia? Era realmente alcoólatra? Seria apenas uma louca que ouvia vozes e enxergava a realidade de outra maneira? Ou teria ela realmente carregado o filho de uma deusa dentro do seu ventre? De qualquer forma, seja lá o que você acredite, a resposta para isso nunca foi dada e se Red Albarn realmente possui um pai biológico, eles jamais foram apresentados.

O fato dessa história é que May precisou encarar os nove meses de gestação sozinha, sendo rejeitada pelos nativos de Fernand Ice e sendo frequentemente abusada psicologicamente por eles e às vezes até agredida. Quando Red finalmente nasceu, muitos acreditavam que ele teria cara de urso e seria peludo como uma besta selvagem, mas o garoto nasceu completamente normal e saudável. Sendo que as suas características físicas não o ajudaram muito a defender a história contada por sua mãe, já que cabelos brancos e pele clara eram genes comuns entre as famílias de Fernand Ice. Entretanto, o garoto tinha algo que poucos, ou talvez nenhum morador da ilha possuía… O seu famoso par de olhos vermelhos.

Red cresceu, mas o preconceito com ele e sua mãe continuaram durante toda a sua infância e adolescência. Para os nativos ele era “o menino com o pai urso”, algo bem distante daquilo que sua mãe acreditava que seu filho nasceu para ser. Infelizmente May acabou desenvolvendo uma depressão severa por conta de todo o dano psicológico que sofreu durante esses anos e o pequeno Red passou boa parte da sua infância tendo que cuidar de sua mãe doente que mal era capaz de levantar da cama para preparar a própria comida. Dizem que foi isso que o fez se tornar um excelente cozinheiro, precisando desde pequeno aprender o máximo possível sobre culinária e nutrição para poder ajudar o corpo fraco da sua mãe a ter a saúde mínima necessária para sobreviver.

É uma pena que mesmo com muito esforço, o pequeno Red não tenha conseguido conviver muitos anos com a sua mãe, mas é inegável a importância e influência que ela teve em sua vida. Diferente de May que ficou bastante afetada pelos xingamentos que eram feitos para ela e seu filho, Red não se deixou abalar por isso, na verdade sua personalidade forte lhe trouxe bastante brigas na ilha por sempre arrumar confusão quando ouvia alguém falando dele ou de sua mãe, principalmente dela… E olha que a audição do garoto era boa, mesmo quando sussurravam ele era capaz de ouvir.

As ‘brigas de ruas’ ajudaram a moldar seu estilo de combate e também sua astúcia na hora de se virar em uma batalha usando o pouco que tinha, muitas vezes ele quando seus socos não eram suficiente ele ia para cima com galhos de árvores… Mas na maioria das vezes ele só apanhava mesmo, bem, ao menos serviu para ele aprender alguma coisa. Mesmo tomando uma coça de todo mundo que comprava briga, pelo menos o primeiro soco sempre era dele, já que desde moleque ele tinha talento para dar a largada com uma ótima aceleração.

Mesmo com todos tirando sarro da sua cara e ironizando a história que May contava a respeito do seu nascimento, Red era diferente deles, e claro, cresceu acreditando naquilo que ouviu sua mãe lhe dizer. Para o garoto, ele era realmente o filho de Freya destinado a ser um herói e isso muitas vezes o fez se colocar em situações onde ele claramente ainda não era capaz de enfrentar, afinal, que mal poderia acontecer ao “Herói Que Foi Prometido”?

Enquanto esse objetivo não fosse cumprido, Red acreditava estar protegido pela força divina de Freya, protegido pelo destino, mas muitas vezes isso não se mostrou tão verdade assim… Como na vez que decidiu enfrentar um urso que queria roubar sua bacia de peixes, mas para a sua sorte, o regente da ilha lhe salvou antes que fosse completamente devorado. Mas agora eu te faço uma pergunta… O que teria feito aquele homem estar passando por ali justamente nessa hora? Coincidência ou intervenção divina? Novamente fica a seu critério decidir.

Quando o tempo foi passando, não demorou muito para que os moradores de Fernand Ice começarem a achar que Red Albarn também não batia muito bem das ideias, ‘tal mãe, tal filho’, era o que eles diziam. Se enxergando como um herói predestinado a ser o salvador do mundo, todos os nativos de sua pequena ilha passaram a tratá-lo como motivo de piada, mas de fato, qualquer um que ouvisse um desconhecido falando aquelas bobagens poderia pensar o mesmo… E infelizmente nenhum deles era capaz de enxergar o futuro.

Ah, falando em enxergar, já comentei que o Red era capaz de ver e ouvir almas? Hmmm, acho que em algum momento dessa conversa eu cheguei a falar disso, mas enfim, seja isso parte da sua loucura ou uma bênção, o fato é que o garoto realmente era capaz de enxergar alguma coisa nas pessoas e através disso ele julgava quem precisava de ajuda ou não. De certa forma, no fundo todos nós precisamos de ajuda com alguma coisa, não é? Então não era difícil para um jovem ingênuo se iludir achando que de fato aquelas almas estavam pedindo pela sua ajuda.

Desde sempre Red estava disposto a ajudar aqueles que estavam pedindo por ajuda, no início foi difícil para ele conseguir diferenciar quando a pessoa pedindo ajuda era um “vilão” e quando essa era uma vítima, mas depois de dominar a sua “visão de almas” ficou mais fácil para ele atender aos pedidos de socorro das pessoas certas… Ok, às vezes isso não dava tão certo… Muitas vezes. Hahaha! Mas tudo bem, toda vez que Red ajudava a pessoa errada e ela se revelava um mau caráter, ele mesmo fazia questão de resolver esse problema. É, não achou que ele ia passar a vida inteira apanhando, achou?

As piadas a respeito de Red nunca pararam de circular entre os habitantes de Fernand Ice, mas ele nunca parou de se esforçar para ser visto por eles como um herói, mesmo que para isso tivesse que fazer pequenas tarefas como lavar as roupas de uma idosa ou ajudar pescadores a carregar baldes de peixes. Para Red, ser um herói ia além de salvar pessoas de situação de risco, algo que ele também costumava fazer em sua ilha natal por conta dos inúmeros perigos que os moradores precisavam enfrentar todos os dias para conseguir sobreviver. É quase como se ele tivesse nascido na ilha certa para iniciar o seu treinamento como herói.

Além de Red e a sua própria mãe, havia em Fernand Ice mais uma pessoa que sempre o enxergou como um herói, uma garota da sua faixa etária, seu nome era Chessy. Não se sabe exatamente quando ela passou a admirá-lo, alguns acreditam que ele teria a salvado de um ataque de ursos, outros dizem que ela estava se afogando no mar gelado e ele pulou para salvá-la, há até quem diga que Red derrotou cinco homens que estavam tentando abusar dela. Enfim, apenas histórias contadas ao longo dos anos, o que importa é que Chessy nunca duvidou daquilo que Red Albarn nasceu para ser, inclusive há quem diga que os dois tiveram um relacionamento amoroso, pois ela era extremamente apaixonada por ele… Mas olha só, pelo o que eu conheço dele, apostaria todas as minhas fichas que, para a tristeza de Chessy, os dois sempre foram apenas bons amigos.

Após a morte de sua mãe, foi ela a pessoa que esteve ao seu lado nos momentos difíceis, ajudando-o quando necessário assim como ele também sempre fazia por ela. A amizade dos dois era tão forte que Chessy já havia prometido que iria junto com ele em sua jornada pelos mares para se tornar um herói… Mas infelizmente antes desse dia chegar, a garota foi diagnosticada pelos médicos de Fernand Ice como portadora de uma rara e letal doença cuja cura parecia ainda não existir naquela época ou que até então era desconhecida na medicina do North Blue, principalmente na precária ilha de Fernand Ice.

Claro que Red não ficaria parado vendo sua melhor amiga morrer e não tentar fazer nada para ajudá-la. Medicina ainda não fazia parte do seu conhecimento, mas se fosse necessário ele iria atrás do melhor médico do mundo para aprender com ele um jeito de produzir a cura para todas as doenças. Ver a preocupação do seu amigo foi tocante para Chessy, mas não era o que ela queria ver ele fazer, não queria vê-lo gastar seu tempo com ela quando na verdade deveria estar indo atrás do seu sonho de ser um grande herói… Até porque naquele dia em que tiveram essa conversa, ela já sabia que esse seria o momento em que trocariam suas últimas palavras.

‘Como eu posso ser o Herói Prometido se não consigo nem salvar a minha melhor amiga?’ Disse Red enquanto Chessy estava deitada em uma cama já com o seu corpo extremamente fraco.

‘Não, Red, para mim, você já é o maior herói de todos. Você sempre foi e sempre será.’ Respondeu ela tocando o rosto do menino com sua magra mãozinha trêmula.

Foi nesse dia que a garota lhe presenteou com o próprio cachecol vermelho que sempre carregou ao redor do pescoço, um presente que o próprio pai dela havia lhe dado na infância e desde então nunca se separou dele. Tal atitude emocionou bastante o Red, que sabia o grande significado que aquele cachecol tinha para a amiga, mas ela queria que o garoto ficasse com ele, pois dessa maneira poderia de alguma forma continuar ao seu lado durante toda a sua jornada do herói, assim como anos atrás havia prometido que faria.

Sim, essa é a origem do cachecol vermelho de Red Albarn, um presente dado pela sua amiga de infância e é por isso que ele não deixa que nada aconteça a essa simples peça de roupa que é carregada de boas lembranças e também uma promessa… Chessy sabia que iria morrer em breve e por isso fez Red prometer que não iria desistir de se tornar um herói, nunca, não importa o quão dura seja a sua jornada, ele tinha que fazer isso não apenas por ele, e não apenas por ela, mas também pela sua mãe que deu a própria vida para dar a ele essa chance. Foi difícil para ele imaginar que teria que partir sozinho de Fernand Ice, mas Chessy também não poderia partir em paz se não ouvisse ele prometer para ela.

‘Prometa-me, Red…’

E após prometer para ela, a garota sorriu, segurou a sua mão, e deu seu último suspiro, podendo finalmente descansar.

Foi necessário um certo tempo para Red lidar com mais uma perda e dessa vez ele não tinha ninguém ao seu lado para apoiá-lo, por mais que os moradores de Fernand Ice tivessem começado a criar um certo respeito por ele, ninguém ali era de fato um grande amigo que poderia lhe motivar em uma situação como essa. Mas ele tinha feito uma promessa, não é? E ele não poderia se tornar “O Herói Que Foi Prometido” se continuasse o resto da vida preso em uma ilha com cinquenta habitantes.

Red não sabia pilotar barcos ou navegar pelos mares, mas ele era bom em outra coisa: conquistar pessoas. Desde sempre, mesmo quando riam dele e o chamavam de louco, ele sempre conseguiu de algum jeito encantar aqueles à sua volta, talvez fosse o seu carisma ou até quem sabe algo a mais… Algo como um talento natural para a liderança. Red se esforçava para fazer atitudes que o fizessem ser visto como um herói, mas ele nunca precisou se esforçar para fazer as pessoas gostarem dele, isso sempre aconteceu naturalmente. Sim, as piadas e as zoeiras continuaram existindo e ninguém parou de achá-lo louco, mas mesmo assim todos de sua ilha agora gostavam dele. Da mesma forma, Red não guardava rancor ou sentimentos ruins por aqueles que fizeram da vida de sua mãe um inferno, pois isso não fazia parte da sua personalidade.

Foi com esse talento para conquistar a confiança das pessoas que ao completar 18 anos ele decidiu entrar em um navio de seus conhecidos de Fernand Ice e navegar com eles até Malkiham Island, onde ali daria início a sua jornada para se tornar um herói.

É, acho que de forma resumida, essa é a história de origem de Red Albarn. Ao menos alguma coisa aqui você já tinha ouvido falar, não é? Hahaha. Mas eu não fico surpreso caso você não saiba, afinal esse é apenas o começo da história do maior herói de todos os tempos.

Ooooh, quer que eu te conte mais? Hahaha, tudo bem, eu te entendo, também gostaria de saber mais se estivesse no seu lugar. Deixe eu ver se ainda me lembro de como foi em Malkiham… Ah é, lembrei! Sente-se aí, se quer realmente saber tudo, isso pode demorar um pouco...”


~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~


Vantagens:

• Aceleração
• Audição Aguçada
• Líder Nato

Desvantagens:

• Código do Herói
Explicado:
 
• Esquizofrenia
Explicado:
 
• Fantasia
Explicado:
 


~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 


~ AVENTURAS CONCLUÍDAS ~


------------------

Link da ficha anterior ou da Mini-Aventura concluída: Zed

____________________________________________________


Red Albarn QR95F9t

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Soldado
Soldado
GM.Doodles

Créditos : 56
Warn : Red Albarn 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 24

Red Albarn Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn   Red Albarn EmptyTer 03 Set 2019, 22:45

Pode tirar todo meu dinheiro por conta do calote do Trêsze...  Bit Triste

Se possível muda o nome da perícia "Briga de Rua" para "Luta de Rua", não sei porque diabos tá Briga sendo que o nome na página de perícias tá Luta kkkkk

E o mais importante, adicionar essa técnica linda:

Código:
[spoiler=Punishment Crash][b]Level:[/b] 1           [b]Números de Técnicas:[/b] 0
[b]Nome:[/b] Punishment Crash!
[b]Descrição:[/b] Por ser destro, Red concentra a sua força no braço direito para executar um soco contra o seu alvo. Para melhor execução da técnica, Red pode se aproximar correndo daquilo que deseja atingir ou também pode fazer isso mesmo já estando à uma curta distância do seu alvo, o que importa é que tenha firme no chão o seu pé esquerdo para gerar apoio depois de usar o direito para ganhar um impulso. O que diferencia a técnica de um soco comum é justamente o uso das pernas e do tronco para gerar uma movimentação que acumula força para produzir um maior impacto, e consequentemente mais dano ao atingir o alvo. A região que deseja atingir no inimigo deve ser decidida por Red no momento que ele for aplicar a técnica, não existindo um padrão para isso.

[spoiler=Imagem Ilustrativa][img]https://thumbs.gfycat.com/EnergeticWarlikeAmberpenshell-size_restricted.gif[/img]
A força do impacto que o gif mostra não necessariamente representa a consequência do acerto dessa técnica, pois isso é exclusivo da narração do narrador que levará em conta os atributos do personagem no momento de sucesso do soco.[/spoiler]

[b]O que usa:[/b] EdC Boxeador.
[b]Restrição:[/b]
> Red precisa estar com ambos os pés firmes no chão na hora de executar a técnica, caso contrário será apenas um soco básico (isso se ainda tiver condição de mover o braço).
> A técnica só pode ser utilizada pelo braço dominante (direito).
> O soco pode ser frontal ou de baixo para cima, mas nunca de cima para baixo.
> Se conseguir aplicar o soco, mas errar por algum motivo, o SP é gasto mesmo assim.
> Cinco segundos é o máximo de tempo que Red consegue manter toda a força de seus músculos depois de contrair o braço para utilizar a técnica. Após esse tempo ele precisa socar alguma coisa (mesmo que o ar) ou o movimento irá falhar e o SP será gasto mesmo assim.
> É necessário uma pausa de um post para ser usado novamente.

[b]Efeito:[/b] N/A.
[b]Dano ou Bônus:[/b] Dano + 5% do Dano.
[b]Gasto: 18 SP.[/spoiler]

____________________________________________________

Red Albarn A2vZRAf
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : Red Albarn 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 19
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

Red Albarn Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn   Red Albarn EmptySab 07 Set 2019, 22:27

~Atualizado~

____________________________________________________

Red Albarn B9fzGji
Red Albarn 9YSRQC2Red Albarn Rfe2wza


Red Albarn QKBJs1B

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Red Albarn Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn   Red Albarn Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Red Albarn
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: