One Piece RPG
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The One Above All
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 13:08

» Cap. 2 - What if...
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Jinne Hoje à(s) 12:26

» Escuridão total sem estrelas
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Handa Hoje à(s) 08:08

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor John Knudarr Hoje à(s) 07:15

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 02:04

» The Lost Boy
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Handa Hoje à(s) 01:19

» VI - Seek & Destroy
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:17

» II - Aliados
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Bijin Hoje à(s) 01:13

» Kizumonogatari
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 00:40

» [MINI-ANDERSON PALLADIUM] O LUGAR ONDE TUDO COMEÇA
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor palladium_jo Hoje à(s) 00:29

» Dirty Deeds Done Dirt Cheap
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Jin Ontem à(s) 23:27

» Enuma Elish
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:09

» Island End! Goodbye Utopia!
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Wander Ontem à(s) 23:04

» Arco North Blue: Uma Odisseia no Santuário
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Alê Ontem à(s) 23:01

» Supernova
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:47

» Cap.1 - O primeiro passo!
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Kallieel Ontem à(s) 22:44

» Gorousagi Raijin
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 19:38

» Draguren Hynno
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 19:37

» キャラクターシート • Mizuki Ryūjin
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Lancelot Ontem à(s) 19:06

» Cap. 2 - The Enemy Within
O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 18:43



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O Legado Bitencourt Act I

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyTer 16 Jul 2019, 02:21

Relembrando a primeira mensagem :

O Legado Bitencourt Act I

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Ineel Von Ritter Bitencourt. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ineel
Membro
Membro


Data de inscrição : 13/06/2012

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyDom 29 Dez 2019, 18:39

A experiência meta-física na qual acabava de presenciar me intrigava totalmente, em um único momento sentia como se o fluxo temporal das coisas tivesse sido alterado, não conseguia ver e ouvir nada durante o fenômeno e meus olhos ainda se recuperavam daquilo que não consigo explicar, seria algum tipo de intervenção divina ou apenas loucuras da minha mente? A estranheza no olhar de lucy e pieck demonstravam que não fora uma alucinação, mas aparentemente só havia acontecido comigo e certamente será algo que buscaria maior conhecimento ao mais tardar, por hora tenho que me concentrar no velho jimmy.

A mudança do cenário era de total estranheza, outrora em questão de segundos o ambiente estava lotado e agora estava praticamente vazio, pieck pela primeira vez demonstrava se preocupar com o jovem soldado, o que já deixava explícito que os problemas sociais da garota poderiam de certa forma serem amenizados para desenvolver uma relação saudável com a mesma. - Eu estou bem, obrigado pieck! - Agradeceria, com um grande sorriso em retribuição. Vendo a situação, o dono do estabelecimento, aparentemente o próprio velho jimmy me indagava da minha imobilidade que de fato poderia ser pouco suspeita, para minha surpresa lucy havia dado uma carta verde para iniciar um dialogo com aquela figura peculiar, e então me aproximaria sem delongas.- Encontrei um homem nas ruas que me disse que o grande velho jimmy sabe de um tesouro escondido neste lugar, eu tenho total capacidade para encontra-lo... Quais informações você tem sobre esta lenda? - - Diria, com o máximo de sutileza possível ao mesmo tempo que esbanjaria uma certa determinação e foco nas palavras passando um tom de seriedade e logo ouviria tudo que o homem teria para falar, prestando atenção em todos detalhes.

Porém, caso jimmy se negasse em compartilhar as informações, imediatamente retrucaria. - Há algo que eu possa fazer por essas informações? - Questionava, aguardando a resposta bastante apreensivo e então complementaria. - Está bem, irei providenciar! - Responderia bastante eufórico. E então voltaria para suas companheiras onde explicaria toda a situação e informações passadas. - E então? O quê acham? - Diria deixando a dúvida no ar.


Histórico de posts do player: 25 posts.
Ganhos e perdas
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyQui 02 Jan 2020, 22:41



Story Telling



O jovem tentava entender o que diabos havia acontecido, sua percepção clara de que foi algo apenas com ele deixou tudo ainda mais confuso, afinal suas companheiras não faziam ideia do que havia acabado de acontecer, apenas pareciam inseridas em ambas as realidades de forma adaptada, o jovem aparentemente conseguia processar rápido, afinal não interferiu diretamente em seu objetivo, o qual estava completamente focado.

As mulheres que lhe acompanhavam estavam um pouco preocupadas em todos os aspectos, sobre a sanidade de Ineel ou se algo havia causado aquilo, mas o seguiram até o balcão, onde sua abordagem foi bem direta, apresenta se Lucy deixava tudo mais intenso, afinal ela fitava o barman de forma pesada.

-Eu… Quem foi o boca grande que saiu falando.. Malditos bêbados! - Ele travava um pouco, era bem claro que havia ficado intimidado com a presença da mulher, então mentir ou ser muito agressivo ficava fora de mão - Eu tenho o mapa desse tesouro! Mas não vou dar de graça! 40 mil! É o preço dele! Humph Humph! Duvido que você tenha esse dinheiro assim de mão! Haha

-Ele pode não ter, mas eu tenho! Então abaixe sua bola! - Falava Lucy, brava  - Ineel, todos nós estamos nessa, acho que seria justo se o que quer que seja que encontrarmos seja dividido, porém tenho uma ideia - Ela dava uma pausa.

-Acredito que não tenha todo esse dinheiro, eu possuo esse valor, mas… Se eu pagar pelo mapa, quero 50% de tudo que encontrarmos, os outros 50% serão divididos entre vocês dois de acordo com o quão úteis forem no caminho.. Mas acho que não seria isso que você deseja, afinal você que fez todo o trabalho. Então proponho o seguinte, eu pago pelo mapa, mas quero um valor de volta, só pra me ressarcir… Tipo uns 200 mil… E aí vocês podem ver como irão dividir.. O que acham disso?

Pieck parece concordar, por algum motivo parece não se importar tanto com o tesouro ou dinheiro, mas sim com as descobertas e pela aventura, de certa forma, todos ali esperavam a resposta de Ineel, sua decisão seria decisiva para como continuariam.

Se o jovem aceitasse, a mulher iria pagar Jimmy e Ineel pegaria o mapa,, dando tempo para que possa observar bem ele e ver onde está localizado o tal tesouro voltariam para o navio de forma rapido, já que sabiam o caminho, mas para Ineel tudo havia mudado um pouco, a cidade estava muito bem dividida em setores socioeconômicos, pessoas ricas e influentes em certa direção e pessoas carentes e pobres em outra, tudo ficou muito mais separado, o que poderia deixar aquele amargo na boca, de como tudo aquilo soava injusto, como situações passadas.

-Eu acho que vocês deveriam conferir se possuem tudo que é necessário para irem, afinal está ficando de noite, vocês tem pouco mais de um dia para conseguirem voltar, então fiquem atentos nisso! - Diria Lucy mandona como sempre.

-Eu vou pegar algumas coisas lá dentro e já volto, acho que ficou pronta bem rápido! Uma aventura! Estou animada! Vamos partir agora mesmo Ineel? - Pela primeira vez legitimamente Pieck parecia viva, sua expressão e movimentação estava mais aceleradas, iria até seu quarto pegar algumas coisas que estavam dentro de uma bolsa, o mesmo para Lucy.

-Mas por onde irão começar? Onde o mapa indica? - Lucy questionando sobre o início da aventura.

Mapa do Tesouro:
 

Legendas escreveu:

-Yami- Imagem
-Lucy- Imagem
-Sam- Imagem
-Pieck
-Velho Jimmy

Status:
 


valeu @ carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : 2
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 21
Localização : East Blue - Shells Tow

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyQui 09 Jan 2020, 08:53

Depois de uma boa conversa com o velhote havia conseguido as informações que precisava, com a ajuda financeira de lucy a oportunidade de adquirir aquele mapa não poderia ser desperdiçada, embora a superior requisitasse de imediato metade da fortuna, logo voltava atrás e pedia apenas um ressarcimento pelo pequeno empréstimo, o fervor aventureiro neste momento tomava conta de meu corpo que se segurava para não saltar aos prantos de alegria, tudo estava se saindo como o conforme e ao menos um sorriso eufórico não poderia deixar de escapar. - Está feito! - Diria, sorridente o suficiente para apostar na sorte de encontrar a fortuna, caso contrário ficaria em divida com a mulher.

Pieck aprovava a aventura, por algum motivo se mostrava mais solta e alegre com a odisseia arqueológica, sua face estava mais corada e vivida e tendo já o mapa em mãos, ineel se aproximaria, convidando para se sentarem na mesa mais reservada do local, em quanto abria o conteúdo do papel aos olhos das companheiras de trabalho. - Vejam, estamos na porte portuária do reino, vamos ter que contornar aqui para seguir caminho até o monte colubo onde há uma mina aparentemente abandona marcada com o X em seu interior, provavelmente lá está o tesouro! - Diria, cautelosamente em preocupação de não ser ouvido, usando do dedo indicador para mostrar o trajeto para pieck e para lucy caso se interessasse em seguir na aventura. Sem delongas, o jovem soldado optaria por retornar ao navio juntamente de pieck e lucy, o trajeto estava notavelmente diferenciado e o flash daquela experiência se voltava contra a mente do marinheiro em um breve momento. ''Mas o quê diabos é isto?! Depois de irmos embora daqui marcarei uma consulta no médico do quartel general..'' - Indagava para si mesmo, porém não poderia deixar de notar a situação em que se encontrava o local, dividida em classes, o ar de pobre e injustiça atiçava a mente de ineel a ponto de questionar se tudo aquilo realmente era necessário, uma vez que havia muitos se esbanjando na fartura. - Por quê tem que ser assim?... - Faria um breve comentário, em quanto seguia as mulheres até o navio.

Chegando ao navio, imediatamente partiria para os aposentos onde procuraria por todo tipo de material em que poderia vir a calhar na empreitada, lanternas, lenços/panos, algum lanche para passar a madrugada e se possível algum emaranhado de cordas que talvez poderia ser útil para escalar algo, mesmo não contando com habilidades de alpinismo tudo poderia ser mais fácil caso tenha um apoio para manter as bases. Colocaria tudo calmamente e organizado dentro da mochila, testando as lanternas ou a lanterna antes e checando todo o material mais uma vez e caso não encontrasse qualquer equipamento se quer para iluminação, pediria o mais educadamente e formalmente possível para a sargento lucy. - Sargento, como provavelmente vamos ficar no escuro seria possível a senhora arranjar algumas lanternas para nós? - Diria sutilmente. Logo após tentaria arrumar uma gambiarra onde amarraria a lanterna no cano do rifle no qual carrego, permitindo que empregasse a arma de fogo em quanto iluminava o ambiente. Com tudo pronto, finalmente me voltaria a pieck e anunciaria o começo da caça ao tesouro. - Vamos lá hihihi, me sinto como um pirata! - Diria a marinheira, em um tom alegre de camaradagem e diversão.

Saindo da embarcação militar, colocaria o rifle as costas com a bandoleira traçada no tronco e olharia calmamente o mapa mais uma vez, indicando para pieck e para a sargento lucy caso viesse também o trajeto que tínhamos que seguir, aproveitando do conhecimento de geografia que possuía tentaria ao máximo não confundir a paisagem que o mapa demonstrava, se guiando corretamente pelos relevos e árvores mostradas, seguiria com atenção até o monte indicado nas imagens desenhadas e de lá buscaria pela entrada da mina demarcada. - Temos que encontrar a mina. - Indicaria o próximo passo, caso encontrássemos analisaria antes sua entrada, alertando pieck para não adentrar de primeira. - Ilumine as entradas antes, não sabemos se há alguém ou algum animal perigoso ali dentro, vamos com calma. - Instruiria, e na medida em que fossemos aproximando ficaria com o rifle a postos em condições de disparo, em quanto iluminava a frente com passos lentos e cautelosos até que por fim começando a explorar o interior do local.
   


Histórico de posts do player: 26 posts.
Ganhos e perdas
Spoiler:
 

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptySab 11 Jan 2020, 06:31



Story Telling



Ineel buscava algo para iluminar seu caminho de noite, o que de fato era um pensamento sensato visto que poderiam passar a noite toda buscando pelo tesouro. Chegou até a abordar Lucy, que se vira por um instante até a parte interna e volta com uma lamparina velha, era evidente que não iria durar muito tempo, mas seria pelo menos útil nos momentos de aperto nessa busca pelo tesouro.

Estando tudo pronto, Ineel sai acompanhado de Pieck. Ambos observam bastante o mapa, para saberem onde devem começar e a jovem deixa claro sua dúvida em um ponto específico.

-Você notou isso? O início do caminho? Ele demonstra um desenho de porta.. Mas a saída central está mais ao lado.. O que será que isso significa? - Ela parava por um instante, sua expressão parecia pensativa, o que poderia ser raro, já que sempre buscava as respostas mais fáceis e óbvias, talvez o jovem já até tivesse solucionado o mistério, mas ela ainda perdurava - AHH… Acho que foi aquela porta fechado, onde passamos quando chegamos aqui… Onde aquele homem tentou roubar a estátua!

Aparentemente aquela entrada não era tão popular quanto a outra, nem todos sabiam de sua existência, mas como os dois já sabiam que ela estava lacrada, seria usada apenas como ponto de referência para o início da jornada. Tendo ciencia do caminho, eles chegam rapido na mesma porta, mas para Ineel ela estaria diferente da ultima vez, estava claramente bloqueada com concreto e madeira, tornando a parte interna um completo misterio, mas algo que naquele momento poderia não se prender muito em sua mente, estava ansioso demais para prestar atenção nessas coisas.

O caminho pela vegetação inicialmente era bem simples e intuitivo, mesmo que não possuisse um trilha muito bem delimiatada, era possivel ver pela vegetação o caminho mais facil de se passar, onde a vegetação estava levemente falha, o que dava a enteder que outras pessoas ja haviam feito aquele caminho.

O cheiro de terra e natureza era bem evidente, o arroma das folhas verdes saudaveis que vinham com as fortes brisas do mar, que também deixava o cheiro agradavel para qualquer um que passasse por ali. Conforme andavam Pieck parecia incomodada com algo, mas nada que fosse verbalizar de imediato, ela estava atenta a algumas coisas pelo caminho, discretas demais para alguem comum.

-Eu to vendo algumas coisas estranhas… Esse cheiro de vegetação não deveria estar tão intenso assim.. A maior parte das plantas daqui não são de emitir um cheiro tão forte… Fique atento… Já vi isso antes! - Ela falava com certa propriedade, o que parecia até estranho para a imagem que todos tinham dela naquele momento.

-Algumas vezes usam plantas com cheiros fortes para distrair.. Ficamos tão maravilhados com esse cheiro e não prestamos atenção nas coisas… - Depois de ela fazer esse alerta, até mesmo Ineel que não possuía nenhum conhecimento sobre plantar, conseguiria perceber que o cheiro possuíam uma aromatização não tão natural e cabível com aquele ambiente, não tinham flores muito chamativas que pudessem trazer um aroma tão agradável.

Dito isso ambos continuariam seguindo o mapa de forma atenta. O caminho permanecia estranhamente pacato, até chegarem próximo da primeira montanha, que estava indicada no mapa. Tudo parecia calmo demais, o que poderia dar uma sensação de aflição ou perigo escondido para ambos, Pieck fica mais alerta e visualmente preocupada, algo parecia estar muito errado.

-Não vimos nada… Nem uma armadilha se quer, para um caminho tão bem delimitado.. Estou meio preocupada.. O que acha? - A jovem trás a questão para Ineel, que poderia não compreender de imediato o que ela estava querendo dizer, poderia estar emergindo tanto na busca que não havia prestado atenção nesse detalhe.

Os dois seguiam mais em frente, onde por sorte foram capaz de vez algo que poderia lhes causar grande problema, em uma das árvores de trilha possuía um sinal, feito por uma faca simples, eram três cortes na diagonal, um do lado do outro e mais em frente, o terreno estaria alterado por ações humanas, onde deveria ter vegetação estava sem nada, só terra, folhas posicionadas estrategicamente para tentar tapar o vazio e algumas plantas caídas no chão, como se fossem arrancadas de terra, ao lado uma rede rasgada jogada no chão e um pouco mais pra cima uma estaca de ferro presa em uma árvore, com cordar que a fixaram nas copas das árvores, não era possível dizer se aquilo havia acontecido tão recentemente, a terra já parecia estar cuidando daquilo, como se já tivesse passado algum tempo, mas sem saber exatamente quanto.

-Isso definitivamente é um sinal, temos que ficar atentos… Achei que poderia ser algo da minha cabeça… Mas.. Definitivamente têm armadilhas no local! - Pieck falava com um misto de preocupação e animação, aquilo a deixava excitada, afinal era uma aventura de verdade. O caminho pela frente, visualmente falando, parecia inalterado, o que deixava tudo ainda mais suspeito, nenhum marca de pegada, sangue ou passagem humana, era claro a existência  de mais armadilhas pelo caminho.

A noite já predominava, porém a lua estava muito brilhante, o que deixava o caminho mais iluminado, mesmo que não tanto quanto a luz do dia, podendo disfarçar alguma coisa na escuridão de forma bem fácil, o que prejudicaria o caminho dos aventureiros.

Mapa do Tesouro:
 

Legendas escreveu:

-Yami- Imagem
-Lucy- Imagem
-Sam- Imagem
-Pieck
-Velho Jimmy

Status:
 


valeu @ carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : 2
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 21
Localização : East Blue - Shells Tow

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptySab 22 Fev 2020, 05:42

O caminho se mostrava bastante suspeito a medida em que andávamos pela trilha, o soldado analisava intensamente cada detalha do papel barganhado com o velho jimmy, comparando cada palmo de terra com as ilustrações para corrigir a rota caso necessário. '' Provavelmente fui tapeado afinal de contas tsc...'' - Resmungava Ineel em seu subconsciente. Em um momento havia notado a calmaria do percurso graças as observações de pieck, logo em seguida descobrindo novos traços no ambiente completamente alterados podendo indicar armadilhas para nós, não sendo uma pessoa orgulhosa, o marinheiro não se importava em revisar as palavras de sua companheira concordando com a mesma. - Você está certa! Há algo deveras estranho por aqui.. Calmo de mais, e ali atrás vimos alterações no terreno, juntando tudo acredito que já seja o suficiente para dobrarmos a guarda! - Concluiria.

A alvorada da exploração fornecia a frenesi necessária para avançar, o medo era subjugado pela adrenalina e dava forças para seguir adiante para o desconhecido que aguardava além, a todo momento iluminando cada passo executado com extrema atenção buscando ao máximo não ser pego de surpresa por uma armadilha. - Pieck, vamos andar em fila! Acredito que teremos uma vantagem melhor contra armadilhas, eu irei iluminar a frente e guiarei o caminho, se eu parar você para imediatamente para analisarmos a situação, em quanto isso você poderia tentar iluminar nossos flancos para evitar sermos pegos por algum animal ou alguém desconhecido. - Diria, sugerindo o novo formato da expedição, que caso a moça aceitasse logo seria posto em prática. E logo mais a alvorada da exploração não cederia descanso com a atenção dobrada pelo caminho que se seguia abordado no mapa do velho jimmy, caso conseguisse enxergar alguma armadilha ou presumir algum obstáculo, calmamente informaria pieck que pare e se ajuste para o contorno que seria realizado, em qualquer momento entraríamos na mina demonstrada nas gravuras e caso nossa iluminação não fosse suficiente para nos garantir, pediria a pieck para apertar uma das alças de minha mochila com sua mão livre impedindo que o grupo se separe em alguma situação de imprevisto.

Caso Ineel notasse a presença de um inimigo a frente, rapidamente informaria pieck para que se prepare para o confronto, e em seguida flexionando os joelhos e dobrando minha panturrilha esquerda como apoio ao chão, para sacar meu rifle e deixa-lo em mira do meu alvo da forma mais fidelista possível com a iluminação que tenhamos, aguardaria a aproximação da ameaça até uma posição em que a precisão seria elevada e pediria uma identificação. - Alto lá! Se identifique! - Gritaria em alerta, caso não houvesse identificação e o alvo se mantiver em avanço até nós, não exitaria em abrir fogo, contando com pieck para me proteger nos intervalos de meus disparos.  


Histórico de posts do player: 27 posts.
Ganhos e perdas
Spoiler:
 

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyDom 01 Mar 2020, 19:38



Story Telling



Ambos já estavam alerta, sabiam que alguma coisa poderia habitar na escuridão e que nem mesmo o chão que pisavam era seguro, tudo ali poderia deixar o caminho mais perigoso e letal. Ela acena com a cabeça positivamente para a ideia de Ineel, o que poderia facilitar a caminhada por aquela trilha estreita. O caminho continuaria sem grandes problemas, porém de vez em quando era possível ouvir barulhos vindos do escuro, onde estava fora do campo de visão de ambos, poderia ser simplesmente esquilos andando pelas árvores e arbustos ou algo mais problemático.

-Ouviu isso? - Disse Pieck logo após um som de folhas se mexendo, ela parecia preocupada, mas nada que deixasse sua expressão muito modificada - Acho que devemos nos apressar…

Mais na frente a escuridão ficava ainda mais intensa nos arredores, afinal a luz vinha única e exclusivamente dos dois, eram capazes de ver poucos metros ao redor, o que poderia deixá-los ainda mais tensos Mas ninguém iria aparecer, apenas ouviam periodicamente esse som das folhas sendo agitadas, podendo ser pelo vento ou qualquer ser vivo se locomovendo na noite.

Era possível notar novamente um local alterado, com alguns dardos afiados nos troncos das árvores, alguns estavam ensanguentadas, ou seja, novamente quem quer que seja que passou por ali, foi ferido no caminho, o bom é que parte das armadilhas já teriam sido acionadas, deixando o caminho mais seguro.

-Isso de novo, eu acho que logo mais vamos dar de cara com quem passou por aqui… - Nesse momento era possível sentir uma certa animação vindo da garota - Têm alguns rastros de sangue para lá! Estamos indo para o lugar certo!

O rastro de sangue aos poucos ia sumindo, mas ele já dava uma ideia da direção foi percorrida, algumas folhas sujas com sangue, alguma pegadas ensanguentadas também, algumas marcas nas árvores, tudo isso de forma bem  sutil estava pelo caminho. Guiando a dupla até o “fim” da floresta, que se dava para um “corredor” sem vegetação, entre as montanhas, igual era indicado no mapa, a trilha de sangue pelo chão aparecia novamente e sons poderiam ser ouvidos dali, aço e gritos.

Era como um vale em meio às montanhas, que ao poucos iam se estreitando,  deixando algumas áreas fora da visão, tendo que andar até a curva para conseguir enxergar o que estava adiante, isso deixava o tempo de reação muito curto já que era preciso se aproximar de certas extremidades para conseguir ter acesso ao caminho, mas o som ficava muito alto.

-Matem essas coisas, não temos tempo! - Dizia a voz de um homem, junto a isso alguns rosnados altos, era possível entender que possuía mais de uma pessoa ali e ao mesmo tempo mais de um adversário.

-Socorro! Socorro!! ARRRGHHH! - Um forte grito de socorro vinha em seguida, parecia ser de uma pessoa diferente da que havia falado anteriormente, mas aquele grito teve um final bem desesperador, até sumir, alguém foi abatido. E os rosnados continuaram.

Mesmo sem se aproximar muito era possível ver luz vindo de lá, aqueles caras poderiam ter alguma fonte de luz também, então era fácil identificar de onde estavam vindo.

-E então? Vamos lá ajudar? Esses caras podem ser problema… - Pieck sussurrava buscando alguma orientação vinda de Ineel, afinal não sabiam o que eles estavam enfrentando ali.


Mapa do Tesouro:
 

Legendas escreveu:

-Yami- Imagem
-Lucy- Imagem
-Sam- Imagem
-Pieck
-Velho Jimmy
-Voz 1
-Voz 2

Status:
 


valeu @ carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : 2
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 21
Localização : East Blue - Shells Tow

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyQui 05 Mar 2020, 16:09

A caçada pelo tesouro chegava ao momento, talvez, decisivo da jornada até então, todo o rastro e as pistas apontavam para a situação que nossos olhos deslumbravam e se tornava cada vez mais nítido, a voz temerosa revoava nos ouvidos com um pedido de socorro, por ironia do destino dois marinheiros uniformizados testemunhavam, algo que não poderia de certa forma deixar passar por seguir os credos da organização pois afinal estando eu uniformizado ainda estaria de serviço com minhas obrigações como militar. Sendo assim, não teria outra resposta a pieck que me questionava duvidosa se prestaríamos socorro ou não. - Veja bem, temos que prestar o socorro pois afinal estamos uniformizados e fizemos votos com a justiça, não podemos virar as costas para o nosso trabalho! - Argumentaria, na tentativa de convence-la a ajudar a voz dissidente.

Com certa confiança no ar de liderança que passava para pieck, o jovem soldado esperaria por uma resposta positiva e logo anunciaria o plano diante o imprevisto, realizando passos atentos ainda em fila indiana porém mais agilizados para chegar a tempo do socorro, municiando por completo o rifle e deixando tudo em condições de ser empregado para o combate. - Fique pronta para reagir, eles citaram ''coisas'' pode ser que há animais perigosos aqui, quando tivermos contato com algum inimigo eu ficarei em posição de tiro e efetuarei os disparos, você protege nossos flancos e me dê cobertura quando eu precisar recarregar meu rifle. - Explicaria calmamente. Se guiando pelo eco da voz, ineel liderando a dupla buscaria se aproximar do epicentro da inquietação e do pedido, tendo se aproximando o suficiente para analisar a pessoa que gritava rapidamente diria. - EI VOCÊ CONSEGUE SE MOVER?! VENHA ATÉ NÓS RÁPIDO!!! - Instruiria a vitima iluminando o caminho para a mesma, no mesmo momento em que se colocaria em posição de tiro, abaixado e com os joelhos flexionados para maior estabilidade de terreno e pontaria, caso a vítima consiga se mover o soldado cobriria seus passos com a mira do rifle disparando contra qualquer coisa que atacasse a pobre alma, afugentando e permitindo que a vítima continue a se aproximar para nossa segurança.

Porém, caso a vítima não consiga se mover restaria apenas a opção de ir até seu encontro, instruindo pieck para cuidadosamente guardar nossos flancos e nossa retaguarda em quanto que ineel avançaria cobrindo o frente da dupla com o rifle municiado e pronto para o disparo, não hesitando em efetuar disparos contra ameaças que surjam do desconhecido para ataca-los, se aproximando da vítima o jovem buscaria imediatamente apoia-la aos ombros, pedindo que segurasse com calma em seu pescoço para não atrapalhar a posição de tiro do rifle e então se distanciaria do local até um melhor iluminado onde poderiam conversar sobre o ocorrido.

Independente do plano utilizado, ao final ineel questionaria a pessoa ali encontrada como autoridade, deixando-a a par que mentir não era uma opção. - Sou o soldado Bitencourt da marinha, e esta é a soldado Pieck, ouvimos seus gritos e fomos averiguar o quê estava acontecendo, primeiro quero que informe calmamente e com o máximo de detalhes possíveis todos os eventos que se passaram aqui, espero que entenda que mentir para uma autoridade é passível de punição. - Concluiria.

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptySab 07 Mar 2020, 01:56



Story Telling



Um bravo marinheiro, era essa a conclusão inicial desse momento de bravura. Ineel sempre apto a servir de forma adequada e nem ao menos hesitar em situações como essa. Pieck concorda com o rapaz e seguiria todas as instruções passadas. Ambos avançam pelo “corredor” de pedra e se surpreendem com o que conseguem ver.

O corredor que possuía cerca de 2,5m de largura se expandia se tornando uma abertura bem maior,  ficando com cerca de 12m, porém suas extremidades eram as inclinações das montanhas, suas bases, não era como se fossem paredes, era possível subir e descer por ali se possuísse habilidade para isso, e nas encostas das montanhas possuíam trilhas, a pelo menos uns 15m de altura dali.

Mas o motivo do choque, era que as pessoas que estariam pedindo por ajuda na verdade era a aparência dos homens, todos pareciam minimamente suspeitos, pelas vestes, armas e postura, três, um gravemente ferido no chão caído, aparentemente morto, e outros dois com tochas e espadas lutando com dois lobos selvagens, os animais pareciam meio magros, possuíam o pelo amarronzado e seus olhos pareciam estar sedentos de fome.  

-Eles me parecem piratas! - Dizia a garota de forma reflexiva e baixa - Iremos ajudar mesmo assim? - Mesmo com suas dúvidas iria seguir as instruções de Ineel.

-Senhor, dois marinheiros ali! - Dizia um dos homens preocupado, afinal já estava em uma situação bem tensa.

-Hey, vocês! Nós ajudem! Essas coisas vão nos matar! - O homem dizia com certo desespero, sua voz era rouca e grossa, ele falava com certa ignorância e nervosismo, tanto pela situação tanto pela raiva.

Quando ambos se viram falando com os marinheiros um dos lobos que cercavam os piratas foi correndo na direção de Pieck. Mesmo que o plano inicial de Ineel fosse ajudar e proteger, ele estaria pronto para disparar, como possuía certa distância dos dois grupos, o marinheiro teve um tempo razoável para se preparar para o disparo, já que o animal avançava em frenesi sem muita estratégia, apenas um ataque direito.

-Ineel ele está vindo! - Dizia Pieck meio tensa, sacando duas adagas de suas vestimentas. Nesse mesmo instante, Ineel dispara, não era muito difícil de acertar um alvo andando em linha reta na sua direção, o animal nem ao menos teve chance de desviar, já que estava relativamente próximo demais de uma arma de fogo.

~BOOM~

O tiro acerta em cheio o olhos esquerdo do animal fazendo com que ele caísse no chão, levantando certa poeira, mas nada exagerado, o outro animal rosnava para o grupo, porém em menor número, ele corre para as montanhas, com suas garras se prendendo a terra e as pedras, ele conseguiria escalar, já que não era uma subida tão íngreme no início, até uma faixa de terra, onde sumiu de vista.

-Valeu mesmo garoto! Se vocês não tivessem aparecidos, estaríamos mortos agora! Me chamo Bennet e ele é o Furão- Disse o homem com barba e expressão forte, ele parecia bem menos estressado agora, porém permanecia armado. O clima ficava estranho, afinal eram dois marinheiros - O que dois jovens fazem por aqui numa hora dessas? - Questionava o homem, deixando o clima um pouco mais estranho do que antes, ambos ainda permaneciam armados com suas espadas e com as tochas.

Furão e Bennet:
 

Mapa do Tesouro:
 

Legendas escreveu:

-Yami- Imagem
-Lucy- Imagem
-Sam- Imagem
-Pieck
-Velho Jimmy
-Bennet
-Furão

Status:
 


valeu @ carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : 2
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 21
Localização : East Blue - Shells Tow

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyDom 08 Mar 2020, 02:21

O estopim do meu rifle ribombava meus ouvidos, o leve odor de pólvora queimada com a fumaça que subia acabava por denunciar a decisão drástica que fora utilizada, pois não hesitei em disparar contra o animal que atormentava o local para preservar a vida de minha companheira pieck e das pessoas não identificadas que pediam pela ajuda. O lobo jaz ali sem vida atingido em cheio, orgulhosamente um leve sorriso debochado tomaria minhas expressões em comemoração. '' Isso foi mais fácil do que pensei hehe '' - Pensava, tomado pela adrenalina do momento. No entanto, não havia analisado corretamente a situação adiante tendo em vista dois meliantes, armados e pouco suspeitos pela ocasião... A princípio seria impossível não associa-los a piratas julgando por seus nomes e vestes. '' Afinal de contas quem corre atrás de tesouros escondidos são piratas! tsc..'' - Concluiria.

Ambos os meliantes se apresentavam, mas não respondiam os questionamentos anteriores ou fingiam não ter ouvido reforçando assim o ar de estranheza entre o grupo de ineel e os desconhecidos, atento aos estranhos em todo momento, o jovem soldado mais uma vez ergueria a voz. - Irei repetir mais uma vez, informem detalhadamente por quê estão aqui e oquê são todos estes corpos que encontramos lá trás, tenham em mente que somos autoridades aqui e mentir para nós poderá ser passível de punição... Vocês estão compreendendo?! - Exclamaria Ineel para os desconhecidos, já abrangendo uma guarda de desconfiança e deixando o rifle apontado para os suspeitos, que caso tentem algum movimento brusco seriam alertados para não se aproximarem e caso insistissem seria realizado um disparo de advertência próximo a eles, porém caso ineel perceba que tenham a intenção de atacar não hesitaria em disparar nas pernas dos suspeitos visando primeiramente incapacita-los, atirando em pontos vitais apenas como último recurso de defesa. Em algum momento caso seja perceptível que o grupo de suspeitos venham sacar armamentos de fogo Ineel não hesitaria em efetuar os disparos primeiro, realizando um disparo ainda em pé e alternando o segundo flexionando a perna de apoio para trás e dobrando o joelho esquerdo para se agachar rapidamente efetuando o segundo disparo, e por fim se esquivando com pequenos saltos para trás contra golpes físicos ou pelas laterais que vier com mais facilidade criando assim uma cadência de tiro em movimento, esperando que pieck cubra seus movimentos.

Caso os suspeitos piratas decidam pelo dialogo e venham a tocar no assunto do tesouro, ineel rapidamente atentaria a cada palavra para analisar o quanto teriam progredido além de checar se estavam trilhando o caminho certo comparando os dados mentalmente e então mais uma vez brandaria a voz. - Havíamos suspeitado que vocês seriam piratas afinal seria o mais racional que gente assim estaria atrás do tesouro, nós também estamos a procura do tesouro e não permitiremos que caia em mãos erradas, com isso gostaria de pedir com sutileza que voltem para suas casas antes que fique provado que vocês realmente sejam piratas ou bandidos... Não é mesmo pieck? - Concluiria, indagando uma resposta a moça, mantendo o rifle em postos para reagir a qualquer movimento brusco dos suspeitos em quanto o dialogo perdurasse.


Histórico de posts do player: 29 posts.
Ganhos e perdas
Spoiler:
 

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
SraVanuza
Narrador
Narrador
SraVanuza

Créditos : 12
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 10010
Data de inscrição : 14/12/2017
Idade : 22

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptySab 14 Mar 2020, 23:25



Story Telling



Uma situação perfeita para dar problemas. Dois suspeitos em frente a dois integrantes da marinha, autoridades. Porém a vantagem era de Ineel e Pieck, afinal ambos os possíveis piratas já possuíam algumas feridas e sangramentos de leve devido a luta corpo-a-corpo com os animais, mas mesmo assim demoraram um pouco para responder.

Deixando claro que estariam recuando, ambos guardam suas armas rapidamente depois de uma rápida olhada um para o outro. Bennet levanta suas mãos de forma moderada curvando um pouco os cotovelos, sua expressão parecia bem sutil, mas era fácil compreendê-lo como um pilantra de primeira.

-Calma, calma chefia! Não nos entenda mal! Somos comerciantes! Ficamos sabendo de um tesouro pelas redondezas e decidimos averiguar! Não temos nada contra as autoridades não, fica tranquilo! - Dizia o homem, naquele momento era impossível dizer se ele estaria dizendo a verdade ou não, afinal ele poderia ser simplesmente um mal encarado, mas isso não o tornaria um criminoso.

-Isso mesmo, isso mesmo! - Dizia furão concordando firmemente com Bennet.

-Eu não.. Eu não to caindo nessa Ineel! - Pieck diria baixo para o rapaz, porém Furão parecia conseguir ouvir o que ela disse, afinal sua expressão deu uma leve mudada, parecia um pouco mais preocupado do que Bennet.

-Chefia, o que você me diz de irmos todos juntos e dividirmos o tesouro que acharmos?  Eu acho isso uma boa, afinal ficaremos seguros tendo mais cabeças para lutar! - Dizi Bennet de forma gananciosa e bem descontraída. Sua postura mesmo que suspeita não dava sinal de perigo iminente, parecia até bem calmo com aquela negociação, porém o clima permanecia estranho.

Ventos frios rondavam o local, algumas brisas faziam barulhos quando passavam por locais fechados, podendo deixar o clima mais assustador, o céu voltava a ficar mais iluminado devido a lua, então o ambiente poderia ficar mais visível,existiria mais alguns “corredores” na frente, mas já era possível pressentir a entrada da caverna da mina, devido aos sons do vento e da base da montanha.

Mapa do Tesouro:
 

Legendas escreveu:

-Yami- Imagem
-Lucy- Imagem
-Sam- Imagem
-Pieck
-Velho Jimmy
-Bennet
-Furão

Status:
 


valeu @ carol!


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ineel
Membro
Membro
Ineel

Créditos : 2
Warn : O Legado Bitencourt Act I - Página 6 8010
Masculino Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 21
Localização : East Blue - Shells Tow

O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 EmptyDom 15 Mar 2020, 00:11

Em primeira vista, os meliantes não se mostravam nada confiáveis, falavam de mais e não conseguiam se explicar como pedido além de estarem armados e neste caso claramente não eram confiáveis. '' Mas que infernos é isto?! Comerciantes não se portariam assim, e estas vestes obviamente são das classes sociais mais baixas, estes homens estão há reincarnações de serem comerciantes!''- Retrucaria em pensamento, confrontando os desconhecidos em olhares suspeitos que até então eram duplicados por pieck que demonstrava a mesma preocupação, ouvindo de supetão sua indagação de pouca confiança e percebendo a mudança no semblante de um dos homens ao perceber a cena. '' Você está certa pieck!'' - Afirmava o soldado em seu subconsciente.

Com uma tonalidade autoritária e nítida, Ineel rapidamente empunharia o rifle para o meliante mais próximo, alertando-lhe para não se mexer em quanto indagava uma mescla de perguntas com o objetivo de pega-los em contradição. - Vocês são comerciantes de onde?? Como chegaram aqui? Quantos vieram? Por quê há todos estes corpos pelo caminho? - Pressionaria, analisando a pausa entre as respostas que caso fossem longas o soldado responderia com um disparo de advertência próximo ao pé de um dos desconhecidos. - Vocês estão mentindo! Digam a verdade agora ou serão detidos! - Retrucaria, enraivecido.

Caso se revelem piratas ou bandidos, Ineel não exitaria em ordenar que jogassem suas armas ao chão e em seguida erguer as mãos até a cabeça para uma voz de prisão com procedimento padrão de abordagem. - Joguem sua armas e coloquem as mãos na cabeça, vocês estão presos! Qualquer gracinha eu irei atirar como medida preventiva! - Anunciaria, rapidamente alertando para que pieck entrasse em posição de combate. Caso realizassem o ordenado muito improvavelmente, instruiria para que virassem de costas com as mãos mantidas para o alto para que fosse checado uma última vez se não estariam portando mais armas, em seguida pediria para que pieck com bastante cautela se aproximasse e checasse seus pertences pessoais a procura de informações e quem sabe mais pistas sobre o tesouro que afirmaram estar atrás. Em seguida, ordenaria que o grupo de meliantes fossem a frente para nos acompanhar até o fim da aventura pelo tesouro, onde no final seriam conduzidos até o QG, a todo momento com o rifle a postos para efetuar disparos certeiros caso os meliantes tentem fugir. - Ao menos eles irão na frente.. - Diria discretamente para pieck.

Porém, caso os meliantes resistam a voz de prisão, rapidamente ineel efetuaria um disparo visando as pernas do desconhecido mais próximo buscando neutraliza-lo, em seguida se agachando para municiar seu rifle e prepara-lo para outro disparo, em quanto flexionaria a perna de apoio e os joelhos para encontrar uma posição de tiro confortável para efetuar mais disparos, contando com pieck para me cobrir neste pequeno intervalo, porém caso perceba que seria atingido por algum golpe inimigo ou até mesmo um disparo de uma surpresa, rapidamente tentaria me jogar as laterais, realizando pequenos rolamentos empunhando o rifle mais uma vez e efetuando contra disparos, contra golpes que visam me acertar por distância como por exemplo estocadas ou chutes, realizaria pequenos saltos pra trás e revidaria com disparos focados no peitoral e no tórax dos agressores buscando também cobrir pieck em sua investida.   - NÃO PODEMOS PERMITIR QUE CRIMINOSOS SE FINANCIEM! - Gritaria, bastante eufórico em determinação.


Histórico de posts do player: 30 posts.
Ganhos e perdas
Spoiler:
 

____________________________________________________

Ficha :
Spoiler:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: O Legado Bitencourt Act I   O Legado Bitencourt Act I - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Legado Bitencourt Act I
Voltar ao Topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: