One Piece RPG
Mini Zayel XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Lind] Testando novas águas
Mini Zayel Emptypor Lind Hoje à(s) 01:38

» [Ficha] Song Jun Wang
Mini Zayel Emptypor Visastre Hoje à(s) 00:53

» [Mini - Inim] O errante
Mini Zayel Emptypor Khrono Ontem à(s) 23:25

» [Ficha] Miyamoto Ryuma
Mini Zayel Emptypor Miyamoto Ontem à(s) 22:52

» [Mini - Van] Seguindo conselhos
Mini Zayel Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 21:12

» [MINI-*JAUM11*] *O INÍCIO*
Mini Zayel Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 20:19

» Anitha Degar
Mini Zayel Emptypor Degar Ontem à(s) 19:34

» [Ficha] Boney Pepino
Mini Zayel Emptypor Pepino, o Breve Ontem à(s) 14:44

» Alipheese Fateburn
Mini Zayel Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 13:46

» [Kit - Gyro Zeppeli] Blum vai pegar
Mini Zayel Emptypor Blum Ontem à(s) 13:25

» Ficha~Pierce~
Mini Zayel Emptypor Pierce Ontem à(s) 09:58

» [Mini - Kyoki] Uma Jornada Inesperada.
Mini Zayel Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 02:20

» [Ficha] Violet
Mini Zayel Emptypor Nana. Dom 21 Jul 2019, 22:17

» [Mini-SWGSwordWarrior]O Começo
Mini Zayel Emptypor Khrono Dom 21 Jul 2019, 21:56

» [MINI - Gust ] O Início do fim
Mini Zayel Emptypor ReiDelas Dom 21 Jul 2019, 21:00

» [MINI - Pepino, o Breve] Rascunho
Mini Zayel Emptypor ReiDelas Dom 21 Jul 2019, 20:54

» Maya Snow
Mini Zayel Emptypor ADM.Hoyu Dom 21 Jul 2019, 20:14

» [Mini - Chikara] - Vamos para algum lado ?
Mini Zayel Emptypor Chikara Dom 21 Jul 2019, 19:03

» Meu perfil / mini-aventura
Mini Zayel Emptypor ReiDelas Dom 21 Jul 2019, 14:41

» [MINI-JuninhoSiq1997] O Inicio
Mini Zayel Emptypor JuninhoSiq1997 Dom 21 Jul 2019, 12:49



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Mini Zayel

Ir em baixo 
AutorMensagem
Zayel
Membro
Membro
Zayel

Créditos : Zero
Warn : Mini Zayel 10010
Data de inscrição : 12/07/2018

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Mini Zayel   Mini Zayel EmptySab 06 Jul 2019, 21:36

Nome: Zay
Idade: 18
Sexo: Masculno
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Gatuno
Localização: Shells Town
Grupo: Civil
Vantagens: Aceleração
Desvantagens: Vício - Nicotina
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Hisoka
Cabo
Cabo
GM.Hisoka

Créditos : 22
Warn : Mini Zayel 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel EmptySeg 08 Jul 2019, 17:27

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

Mini Zayel His

Mini Zayel Rose
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zayel
Membro
Membro
Zayel

Créditos : Zero
Warn : Mini Zayel 10010
Data de inscrição : 12/07/2018

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel EmptyQua 10 Jul 2019, 23:32


- Vamos começar... – Dizia retoricamente enquanto apanhava e vestia meu casaco negro. Levantaria de onde estivesse e por reflexo enfiava uma das mãos no bolso esquerdo do casaco. Talvez eu tivesse esquecido algum cigarro no maço. Improvável. Um viciado sempre se lembra de usar, mas também sempre se surpreende quando termina. Pegaria o maço checando se havia algum resto ali. Com a outra mão pegaria o fósforo no bolso direito, onde costumeiramente se encontrava. De súbito lembrava-me que meu ultimo fumo havia sido há duas horas, e me recordo também de ter jogado fora a caixa do fósforo. Maldito vicio. Preciso parar de fumar. – Amassaria o maço com as mãos e jogaria a caixinha do cigarro para longe. Mesmo que há pouco tempo, meus pulmões pediam mais. Precisava fumar, meu plano de ir para a grande rota me enchia de ansiedade, o pior gatilho para o vicio.

Decidi ir a algum mercador, revirei a memória para tentar lembrar algum pela redondeza. – No caminho, compro. – Pronunciei a mim mesmo desistindo de tentar lembrar.  Arrumei os cabelos e os cobri com o capuz do casaco. Enfiei as mãos no bolso e me pus a caminhar. Meu plano na verdade era ir a Loguetown, mas sem dinheiro para o navio não havia jeito. Precisava achar sócios. Toda vida fui cercado de pessoas que, não eram comuns. Meu circulo social, se é que posso chamar assim, eram bandidos, trapaceiros, prostitutas, alcoólatras, viciados em jogos... Alguns com dinheiro, outros não. Era um ambiente perigoso, mas já estava familiarizado e já fazia parte. Eu só precisava achar a pessoa certa. Minha ideia era em um bar. Se não me engano havia alguns por perto. Um lugar divertido com mulheres bonitas. Ali talvez pudesse encontrar alguém ou até mesmo saber de alguma coisa relevante. E ainda me divertiria como todas as noites. – Quem sabe o dono também venda cigarros... –

Ao chegar, caso estivesse aberto, entraria pela porta e no mesmo instante tiraria o capuz da cabeça. Direcionaria-me ao balcão e chamaria a pessoa que estivesse servindo os drinks. Nesse momento observaria como estava a movimentação do bar. De qualquer forma, pediria uma bebida pra começar. – Rum! – Diria ao barman enfatizando a quantidade com os dedos. Um. Voltava a observar o que acontecia ali e esperava a bebida. – Você vende cigarro também? – Perguntaria assim que a pessoa trouxesse a bebida. – Quero um, por favor. – Diria se a resposta fosse positiva. Enquanto isso abriria a garrafa e tomaria um bom gole sem a necessidade de um copo. Se o cigarro chegasse, acenderia ainda no balcão, devolveria o fósforo ou o isqueiro e tragaria em seguida. – Agora sim. – Respondia aliviado.
Demorou mas saiu :
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Hisoka
Cabo
Cabo
GM.Hisoka

Créditos : 22
Warn : Mini Zayel 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel EmptySex 12 Jul 2019, 20:06



Mini-Aventura

Mini Zayel 5fa4648860b7bab90bdea5b446f70c6a_original.jpg?ixlib=rb-2.1




Era noite em Shells Town. As ruas estavam vazias, engolidas pela quietude caliginosa. O cricrilar dos grilos e o coaxar dos sapos compunham a sinfonia notívaga, cadenciada pelos passos ansiosos de Zay na ladrilha tal como os tempos de um compasso. A iluminação era parca pelas alamedas, oriunda somente das lamparinas hasteadas nos postes, que situavam-se aqui e acolá. A lua estava amorada pelas nuvens, que, de tão próximas, pareciam que iam desabar sobre a cidade a qualquer instante. Elas anunciavam o prelúdio da bátega, corroborada pelo zéfiro álgido, tão seco que aparentava arrancar a umidade dos lábios de Zay como se fosse uma navalha.

O rapaz remexeu os bolsos de seu casaco em busca de um cigarro derradeiro, mas já havia consumido todos pela manhã. Sentiu as borboletas digladiando em seu estômago e os pulmões tremendo, como se ansiassem pelo trago da nicotina, e decidiu ir a uma taverna, fáceis de serem encontradas naquele horário – são os poucos recintos que abrem as portas na madrugada. De quebra, poderia fazer negócios para arrecadar dinheiro suficiente para sua viagem.

As primeiras gotas da borrasca enfim deram as caras. Vieram grossas e impetuosas, como chumbo de carabina. Chegavam a doer à pele, mas o martírio durou pouco. Zay dobrou à primeira esquina e caminhou viela adentro, adentrando numa taverna famosa dos subúrbios de Shells Town. Era conhecida como "A Senzala". O nome provinha de sua origem. Seus fundadores eram escravos que fugiram do regime de Ilusia Kingdom, West Blue, e se refugiaram no leste. Uma viagem e tanto; mas valera a pena. Hoje o recinto recebe centenas de clientes diariamente, das mais diversas classes e empregos. Evidentemente, poucos piratas se dão o luxo do risco, porém há corajosos.

A música de bar ao vivo, anteriormente abafada, acresceu aos ouvidos de Zay junto ao alarido da clientela assim que ele cruzou a porta dupla. As luzes amareladas inundaram suas retinas, que contemplaram um montante de mesas de madeira redondas espalhadas pelo salão. O lugar parecia estremecer de alegria. Havia gargalhadas para todos os lados, risos estampados nos rostos jubilosos e cerveja manando pelos corpos suados. Um completo contraste à atmosfera do lado de fora.

Zay cruzou o recinto sem falar com ninguém, desviando ora ou outra dos bêbados que tropeçavam destrambelhados até se apropinquar do balcão, localizado ao fundo. Era uma construção simples de madeira, com um guichê que separava o cliente do barmaid, na altura do abdômen. Ao fundo, inúmeras bebidas enfileiradas, dos mais diversos tipos e sabores, vindas de todos os mares do mundo. Havia, ainda, dois galões de lenho, um de cada lado da estrutura, com bicas acopladas para que os clientes se servissem diretamente com a cerveja da casa.

– Um minuto! – Disse a balconista. Uma mulher por volta de seus vinte e cinco anos. Cabelos flavos presos num penteado rústico com presilhas de ferro. Pele branca que contrastava perfeitamente com as tatuagens espalhadas pelo corpo. E, claro, curvas exuberantes. Talvez Zay nunca tivesse visto uma dama tão linda, de seios tão perfeitamente volumosos, barriga definida e largo quadril. Ela trajava uma camisa de alça branca que deixava seu encantador abdômen exposto, sem falar no decote majestoso. – Aqui está! – Quando retornou, deslizou um copo de vidro pelo balcão de madeira em direção do rapaz. A bebida amarronzada dançou perfeitamente no interior da peça, sem derramar uma única gota, até aquietar. Ela expôs seus dentes impecavelmente alinhados num sorriso encantador, realçando os traços delicados de seu rosto fascinante. Até mesmo seu nariz avantajado, fino como uma flecha, parecia ter sido primorosamente lapidado em sua face. – Claro! – Ela acentuou os cantos dos lábios, hasteando as sobrancelhas. Então, outra vez virou de costas, tateando a infinidade de mercadorias com os dedos até exibir o cigarro com seus dígitos em forma de pinça. Suas unhas estavam magnificamente alinhadas, avultadas como garras de um felídeo e tingidas em carmesim. Radiantes, como tudo em sua aparência.

A primeira sorvida no tabaco após tanto tempo é sempre espetacular. Traz uma sensação única à mente. Ela parece que vai explodir de tanta excitação, como se tivesse sido ligada a cabos de energia. Zay estava num mundo só dele, apreciando as maravilhas da nicotina. Um verdadeiro sonho, talvez imaginando-se num quarto a sós com aquela deusa poucos metros a sua frente. A fantasia até pareceria real, como se pudesse senti-la em seus braços. Seus dedos delgados deslizando pelo seu corpo. Aquelas unhas majestosas rasgando suavemente sua pele. Então, uma portentosa agarrada em suas nádegas. Daquelas que fazem sua espinha arrepiar. De esguelha, notaria as madeixas áureas esvoaçando ao vento. Sentiria-se completamente imerso no sonho com aquela palma recheada em seus glúteos, apalpando-os como uma carne de primeira. Entretanto, o comentário que sucederia o toque paradisíaco provavelmente o faria voltar a realidade. Aliás, talvez fizessem-no se sentir num pesadelo.

– Oi, gatinho. – Não era a sua deusa monumental. Na verdade, a voz era tão grave e roufenha que fazia suas cordas vocais desgastadas pelo tabaco parecerem de criança. Ela realmente tinha longos cabelos loiros, tão sedosos que eram facilmente carregados pela aragem. Mas também tinha uma barba. Uma barba por fazer encrostada em sua rústica face morena, perfeitamente circundante aos lábios corpulentos pintados em vermelho-vivo. Eles estavam extremamente apertados, como um peixe, e pareciam se esforçar ao extremo para simular um beijo a Zay. Seus olhos ornados com os cílios postiços mais falsos que ele já vira piscavam repetidamente. E, se porventura ainda não tivesse sido convencido da veracidade do sexo daquela moça, os músculos mastodônticos, nitidamente definidos dos ombros proeminentes às panturrilhas duras como pedra, nus como todo o resto do corpo, senão pelas partes íntimas recônditas numa cueca preta tão entesada que, o que quer que estivesse concebendo aquele estranho volume, aparentava estar para explodir, certamente teriam papel notório no veredito.

Dicas e Orientações:
 


____________________________________________________

Mini Zayel His

Mini Zayel Rose
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zayel
Membro
Membro
Zayel

Créditos : Zero
Warn : Mini Zayel 10010
Data de inscrição : 12/07/2018

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel EmptyQua 17 Jul 2019, 14:11


Que mulher! Pensei enquanto admirava aquela estonteante beleza. Estava em transi... Apaixonado. Como aquilo poderia existir aqui nesse lugar? Não conseguia parar de olhar. Às vezes disfarçadamente para que não se assustasse, mas ela era como um imã para meus olhos. Estava extasiado com a exuberância de suas curvas, era lindo. Sua voz mansa cativava-me por completo, mas o “KO” de tudo havia sido seu sorriso perfeitamente modelado. Um nocaute deveras, agradável. Em fim o trago na nicotina. Meus pulmões agradeciam. A substancia subia a cabeça e me fazia transitar em um mundo paralelo aonde vinham à tona todos os meus verdadeiros pensamentos. Tão reais. Até me fazia sentir cada toque e cada movimento. Uma fantasia erótica que atiçava muito meus hormônios.

De súbito, uma voz. Fui pego de surpresa. A voz roufenha trocava os arrepios por um sentimento repugnante. Ao acordar e voltar ao mundo real percebo que já não era a bela moça do bar. Ao notar as características daquela... Coisa. Tentaria agoniadamente afastar-me e evitaria ao máximo o contato com aquilo. Aqueles lábios me davam mais calafrios do que a morte propriamente dita. Sem soltar o rum e o cigarro, tomaria distancia. – Sai pra lá coisa feia! – Diria tomando em seguida um bom gole de rum. Enquanto virava o restante que ainda sobrava no copo, mantinha o contato visual com um olhar que mesclava desconfiança e impaciência. Se ele viesse mais uma vez, colocaria o copo de volta ao balcão o qualquer uma daquelas mesas redondas perto de mim, levaria o cigarro até os lábios e diria. – Chega de brincadeiras, não estou pra isso hoje... – Se ainda sim continuasse com essa ideia errada para cima de mim, tragaria o cigarro e prenderia a fumaça como se estivesse segurando o ar. Com a mão que a pouco deixara o copo sobre mesa, a mesma a apanharia novamente o objeto. Voltaria a olhar ao estranho okama e quando chegasse mais próximo de mim; e quando eu tivesse certeza de que ele iria tentar novamente algo estranho, sopraria a fumaça que sustentava em meus pulmões bem no seu rosto. Nesse mesmo momento, com a mão que segurava o copo, empurraria o objeto contra sua boca de modo que aqueles seus lábios horrendos avermelhados entrassem copo adentro. Se bem sucedido, afastaria-me um passo e diria alimentando meu vicio mais uma vez. – Acho que você não me entendeu... –


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GM.Hisoka
Cabo
Cabo
GM.Hisoka

Créditos : 22
Warn : Mini Zayel 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel EmptySex 19 Jul 2019, 03:58



Mini-Aventura

Mini Zayel 519052-pointed_ears-fantasy_art-tavern-candles




– Ohh... Que cruel... – Disse o travesti debochadamente, massageando seu volumoso lábio com o indicador. Não desviava seu olhar de Zay por nada, quase como se estivesse analisando cada poro de sua pele. – Não quer me dar uma chance...? Prometo que não vai se arrepender. – Ele deslizou o dedo até o queixo lascivamente. Suas mãos, então, foram entrelaçadas à coxa pouco antes de arrebitar suas nádegas. Um gemido escapou entre os dentes, instigando uma risada abafada da barmaid; bem tímida, mas audível.

O travesti aparentava ter certo senso de respeito, pois não pressionou Zay depois de ter seu convite recusado. Enquanto recuava, todavia, não deixou sua postura voluptuosa, enviando-lhe um beijo acalorado à distância, guiado pela sua mão calejada. Segundos depois, amorou-se em meio à multidão, talvez em busca de outra vítima. O fumante foi, enfim, deixado a sós com a belíssima barmaid. Ela limpava o interior de um copo de vidro com uma flanela laranja. Movimentos suaves, em círculos. Parecia concentrada em sua atividade, mas ora ou outra erguia o mento para averiguar os arredores. Provavelmente a melhor chance que Zay teria naquela noite.

Dicas e Orientações:
 


____________________________________________________

Mini Zayel His

Mini Zayel Rose
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




Mini Zayel Empty
MensagemAssunto: Re: Mini Zayel   Mini Zayel Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mini Zayel
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura-
Ir para: