One Piece RPG
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» John Flint
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor crazyclown Hoje à(s) 13:38

» Ficha da velha gagá
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Hermínia Hetelvine
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:34

» [Ficha] Roxas
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:29

» Roxas
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:28

» Todo dia um meme educativo do Furry diferente
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 18:21

» Suzuk Hamada
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 18:00

» Glitzky Platzken
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 17:47

» [MINI-JIN WOO] Ocioso de mão cheia
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor Jin Woo Ontem à(s) 15:30

» [M.E.P.] Jin Woo
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor Khrono Ontem à(s) 00:47

» Kroft
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Qui 22 Ago 2019, 22:07

» Hizumy Mizushiro Mayan
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Qui 22 Ago 2019, 22:07

» Henry Meursault
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Qui 22 Ago 2019, 22:07

» [Mini - Nine}
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor Roy Collins Qui 22 Ago 2019, 02:17

» Kit - Ninja mais bonito de Konoha
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor West Qua 21 Ago 2019, 09:59

» [FICHA] Akito Wanijima
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Qua 21 Ago 2019, 00:25

» [FICHA] Bóris Ivanenko
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Qua 21 Ago 2019, 00:10

» Bóris Ivanenko
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Qua 21 Ago 2019, 00:09

» [Mini-Haqim] Maelstrom
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor Khrono Dom 18 Ago 2019, 21:15

» [Kit - Rikan Motsai]
[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Emptypor Blum Dom 18 Ago 2019, 17:04



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [MINI - Gust ] O Início do fim

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ReiDela*
Orientador
Orientador


Data de inscrição : 13/08/2015

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyQui 27 Jun 2019, 14:28

Ao colocar seus pés sobre o assoalho limpo e bem cuidado do bar, Jhin consegue avistar, no balcão que recepcionava os clientes, o velhinho que deveria ser o marido de Ermengarda; usava um cavanhaque branquinho e um corte de cabelo social, bem feitinho. Com isso, era visível uma característica do homem; detalhismo.

O bar, apesar de não ser nada extravagante, era um ambiente higiênico e aconchegante. Com tons de azul ciano e preto para mascarar as luzes da cidade de dia, um local de distração e descanso dos pesos e pressas da sociedade sobre os homens. Na verdade, era isso que estava escrito numa placa perto da entrada.

Ao pedir seu rum, Jhin procurou em seus bolsos por seu dinheiro, e encontrou, num dos largos e esquecíveis bolsos de seus trajes longos e vermelhos, cerca de 50.000 bellies; mas não os tiraria do bolso para pagar pela garrafa. Surge um silêncio constrangedor, enquanto o velhote espera o pagamento, olhando tranquilamente nos olhos de Coldsworth, e ele também o olha de volta, com o semblante de quem ainda estava procurando dinheiro. — ...?

Consideração:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptySab 06 Jul 2019, 12:14

Mini-Aventura CANCELADA...


Mini-aventura cancelada por inatividade. Caso queira reabrir sua mini mande PM para algum orientador, GM ou ADM.

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyQua 10 Jul 2019, 22:25

Mini-Aventura Reaberta!


Mini-aventura reaberta a pedido do player, caso não possua mais um Orientador, deverá refazer uma MEP e aguardar para voltar a ser orientado.

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GustCodsworth
Membro
Membro
GustCodsworth

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/06/2019
Idade : 19

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyQui 11 Jul 2019, 08:28

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 HcZO81X

Percebendo o olhar congelado do velho ao meu semblante esquecido, logo tiraria o dinheiro de meu bolso, estendendo-o ao bancão e procurando algum lugar para me sentar frente ao mesmo, como algum banco qualquer.

- Não lembrava onde deixei meu dinheiro, caro senhor... a propósito, qual seu nome? - Diria com um tom amistoso com o intuito de quebrar o silêncio constrangedor no ar. Atentando sempre ao redor no bar, buscaria reconhecer algum marinheiro em seu tempo de descanso, para assim acabar com o que prometi que faria, vingando a angustia que fizeram-me passar noite passada, relembrando de meus familiares.

Se em meu campo de visão, houvesse algum marinheiro, fecharia logo o semblante para um olhar sério, e deslocaria meus cotolevos para o balcão, encarando-o o máximo possível, vestindo um olhar sanguinário. Me atentaria ao redor no bar novamente, buscando outros semelhantes, para não ser pego desprevenido, caso viesse a acontecer algo, posicionando a perna direita sobre a esquerda com o intuito de aproximar a arma alojada na bota.

Não percebendo outro marinheiro no local, chamaria sua atenção com a voz - EI, marinheiro - levantando meu punho esquerdo em sua direção, e fazendo uma simbologia com o dedo, imitando uma arma, puxando o ''gatilho'' em sua testa.

No evento em que ele reaja de forma agressiva, tentando se aproximar, com a mão esquerda jogaria meu caneco de Rum em sua direção, no intuito de obstruir sua visão, aproveitando minha ambidestria, empunharia com a outra mão minha arma alojada em minha bota, engatilhando-a ao que efetuaria dois disparos buscando seu coração. Sabendo de seu treinamento de soldado, guardaria o restante das balas no pente, para caso ele viesse a desviar dos disparos, ou algo parecido que o desvie da morte. Se ele vier a faze-lo, moveria a arma para seu peito, atirando o restante do pente, já buscando com a mão esquerda Yasha na cintura. Enquanto efetuando os movimentos de mãos, levantaria do provável banco, buscando me mover para a direita, saindo de sua reta, para caso o mesmo tente algo contra mim.

Se ele conseguir uma aproximação antes de minha fuga, e viesse a aplicar um golpe horizontal, saltaria para trás, após flexionar o joelho, tentando talvez  passar para trás do balcão, tomando o mesmo como cobertura, caso já tivesse com Yasha na mão esquerda, efetuaria todos os disparos possíveis contra o marinheiro. No entanto, no caso de um golpe vertical ou perfuração, saltaria pra direita, flexionando o joelho da mesma direção, com o intuito de cair de barriga pra cima, como uma possível posição para efetuar disparos com Sange e Yasha no marinheiro, visando suas pernas, para imobilizá-lo. Se a arma que este empunhasse viesse ficar presa no balcão, melhor ainda para mim.

No caso do marinheiro portar uma arma de fogo, e viesse a empunhar a arma, antes mesmo de meus primeiros disparos, empunharia Sange, que estava em minha bota , com o intuito de efetuar disparos em seu peito, na mesma hora, ou até mesmo antes do marinheiro, confiando em meu manejo e velocidade, visto que já tinha em mente matá-lo ali mesmo e ele poderia estar pensando apenas em me apreender. Contudo, me moveria para a direita apenas por precaução, tentando ao menos evitar que os disparos que provavelmente receberia não fossem tão graves.

Se eu errar meus disparos, e o marinheiro tirar a sorte grande de me acertar todos, e eu estivesse ainda consciente, fingiria uma redenção: - CALMA CALMA, já chega - diria eufórico, me ajoelhando e jogando Sange e Yasha no chão. caso o mesmo viesse a abaixar a guarda, ou a arma, tiraria a velha arma empoeirada, dada por Ermengarda, e efetuaria todos os disparos possíveis ao marinheiro, e que se for o caso de minha morte, eu descanse em paz eu descanse em paz com meus irmão.

Caso não houvessem marinheiros dentro da loja, nem chegasse algum, depois de longas horas de espera, iria pedir o último caneco de Rum, virando-o em meus lábios, buscando uma embriaguez não muito pesada, e sairia em busca de um marinheiro nas ruas da cidade.
Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptySex 12 Jul 2019, 09:20

Jhin paga o velho, que solta uma risadinha simpática, seca e baixa. — Hihihi, eu que sou velho e você quem tá caducando! — Voltou a fazer seus deveres, mas estava visivelmente disponível caso Jhin precisasse prosear ou comprar mais algo no bar.

Entretanto, tudo que o atirador fez foi beber seu rum em paz. Gole após gole, sentado no banquinho de ébano ante o balcão. Em alguns minutos, encerrou seu copo, e através da janela próxima ao balcão, podia notar o crepúsculo. Em pouco tempo, estaria escuro.

O velho voltou com uma bandeja pequena de alumínio, com finas fatias de carne cozida e bem temperada, e palitinhos de madeira para fisgá-las. — Cortesia da casa, por ter ajudado minha esposa. — E diante do golo e do tiragosto, Jhin se viu beirando a embriaguez.

Ao que acabou de comer e beber, saiu do estabelecimento. Os céus já estavam escuros, e as patrulhas em duplas da Marinha agora eram em trios. Os coturnos em uníssono, audíveis enquanto marcham pelos ladrilhos. Por ventura do destino, pura sorte ou azar, Coldsworth avistava, enfim, uma dupla de Marinheiros, começando a virar a rua, de sentido a ele.

Era chegada a hora, enfim.

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GustCodsworth
Membro
Membro
GustCodsworth

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/06/2019
Idade : 19

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptySex 12 Jul 2019, 16:36


[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Tumblr_mp6ulxG5Ys1rqr3wpo1_500

O Devaneio.



Quase havia me esquecido do terror que foi a noite passada, após o acolhimento desse casal de anciões, que conheci neste dia, onde ambos me trataram tão bem. ''Caramba, isso aqui tá muito bão.'' Pensaria enquanto degustando do tiragosto do Senhor. Após boas horas de descanso, visto que havia saido da loja de armas cansado, e agora tive um tempo de paz, saio do Bar ávido para continuar com meu rumo, tendo que deixar o Rum e a boa comida para trás.

Avistando os colarinhos brancos cruzando a rua para minha direção, um mix de sentimentos começa a queimar meu peitoral.  manteria minha calma, olhando para a direção dos soldados com o intuito de analisar suas armas e equipamentos. porém não mostrando minha intenção de acabar com suas vidas, embora a mesma esteja transbordando em minha mente.  
em uma tentativa de enganar os soldados, ficaria de joelhos, fingindo uma mexida na bota direita, e aguardaria uma breve aproximação dos mesmos, alguns poucos passos, que me dariam uma maior chance de acerto, mas também uma boa distância para não ser pego em um ataque corpo a corpo. Assim que eles se aproximassem o suficiente, manteria a mão direita na parte de fora da bota, e colocaria a mão esquerda na coluna, fingindo um alongamento. Com ambas as mãos posicionadas, ao som da batida do meu coração, arrancaria ambos os revólveres ao mesmo tempo. E efetuaria disparos com Sange e Yasha.

Caso ambos os soldados tivessem armas de fogo, focaria uma arma no peito de cada soldado, descarregando ambos os pentes, mantendo o joelho flexionado para não desviar a mira do alvo. Porém, se percebendo a falta de arma de fogo em algum dos soldados, e não em ambos, focaria meus disparos no portador da arma de fogo, efetuando oito tiros no mesmo, pois assim conseguiria eliminar o maior perigo momentâneo, e ganharia alguns segundos de vantagem contra o portador da arma branca.

No caso de que algum ou ambos os marinheiros estivessem vivos após a rajada, entraria novamente no Bar, buscando cobertura. tiraria dois pentes do jaleco e recarregaria ambas as armas, não pensando nas balas desperdiçadas no chão, pelo fato de estar em uma situação de risco. ''Odeio desperdicio, depois eu pego isso aqui no chão.'' Me ajeitaria na direita da porta, distorcendo o tronco para fora, mirando com ambos os revólveres. Caso encontrasse algum dos soldados, efetuaria quatro disparos com ambas no mesmo, buscando uma finalização rápida, para voltar a cobertura.
-SAIAM PELA PORTA DOS FUNDOS E NADA ACONTECE!!!!. - Gritaria em voz alta com o intuito de esvaziar o estabelecimento e não colocando a vida de inocentes em risco.

''Agora é pra valer, JHIN CODSWORTH, EL BABA YAGA''

Recarregaria ambos os revólveres pela última vez, afinal meus pentes se esgotariam nessa última rodada. Daria uma boa e longa respirada, olhando em volta no bar, e soltando gargalhadas. ''Onde é que eu vim parar caralho?.'' Pegaria impulso em ambas as pernas, apertando com toda a força os punhos de meus revólveres e saltaria pela porta da frente, saltando com o corpo virado na direção dos marinheiros, de forma em que eu conseguiria fazer rápidos disparos em alta velocidade. - MORRAM, ESCÓRIA!! - Colocaria toda minha raiva em cada bala que saisse daquele revólver, efetuando disparos a qualquer marinheiro em pé que estivesse em minha frente.

Se meu pulo fosse bem efetuado, terminaria com um rolamento ainda pra esquerda, e ajoelharia com os revólveres em direção aos marinheiros, para caso algo viesse me atacar ainda.

Caso eu tomasse algum tiro nessa ação gritaria eufórico e ainda assim anestesiado de ânimo e gratidão pelo momento. - Vocês não podem me matar, simplesmente não conseguiriam.-
Me ajoelhando e continuando com meus resquíscios de força a atirar com as balas restantes no peito dos marinheiros restantes, de preferência o que estivesse mais próximo nessa ocasião de último movimento.

Legenda:
 

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyQui 18 Jul 2019, 14:42

Tomando a iniciativa e obtendo vantagem por isso, Jhin faz chover balas sobre a dupla de marinheiros; entretanto, seu foco momentâneo estava no oficial que empunhava um rifle. De seus oito tiros, apenas três acertavam o marinheiro e dois eram de raspão, e o terceiro se alojando na perna direita. Por outro lado, o oficial também preparava seu contra-ataque, e disparava um único tiro que zunia pelos ares e atingia Jhin pouco acima da bacia, mas a bala atravessava.

O marinheiro com um sabre avançava aos poucos, usando postes de luz, muretas e divisórias como barricadas. Coldsworth fazia seu caminho de volta ao interior do bar, e com um brado, deixava claras suas intenções: não haveriam mortes inocentes. Os clientes saíam às pressas pelos fundos, enquanto o velho esposo de Ermengarda mudava sua opinião sobre Jhin e se escondia debaixo do balcão.

Pouco depois, ele salta novamente para fora do bar, num ímpeto frenético, pronto para saraivar dezenas de projéteis em seus inimigos. Seus dedos já iam apertando o gatilho assim que seu corpo deixou o estabelecimento, mas para sua surpresa e tristeza, o marinheiro espadachim estava bem ao lado da porta, e lhe desce um corte de espada bem na mão direita, forçando-o a largar um de seus revólveres e vacilar pelo chão. Por sorte, caiu atrás de alguns caixotes do estabelecimento do outro lado da rua, e não podia ser alvejado pelo atirador.

O espadachim se aproxima a passos lentos, limpando o sangue na espada com um swing. O líquido vermelho ia ter com o chão, esparramando-se. O marinheiro alinhava a ponta de sua espada com Coldsworth, que sangrava no chão com duas feridas abertas e apenas um revólver utilizável, e estava prestes a estocá-lo na barriga.

Spoiler:
 

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GustCodsworth
Membro
Membro
GustCodsworth

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/06/2019
Idade : 19

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptySab 20 Jul 2019, 02:28

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Giphy

Final

  "Droga!" Sua mente praguejava, ao mesmo tempo em que a ardência em sua mão atingia os limites de sua resistência, forçando-o a espelir da boca as lamúrias cheias de dor. Podia sentir o sangue escorrer livremente para fora do ferimento, deixando sua mão completamente dormente em seguida, e enviando uma sensação gélida por todo o restante de seu corpo. Suas costas também partilhavam da ardência por terem colidido violentamente contra aqueles caixotes- esses que ao menos poderiam servir de proteção contra o atirador. "Mas não por muito tempo... tenho que agir e já!"

Mas agora possuía apenas uma mão, uma arma. As balas restantes eram tão escassas quanto os segundos até que aquele sabre da justiça encontrasse sua carne novamente."e algo me diz que ele não vai errar dessa vez.... mas ainda assim, eu tenho a vantagem aqui. Ele não pode mais se esconder agora, está completamente exposto! No máximo pode bloquear um disparo com sorte, mais que isso..." Tinha que tentar, e assim logo buscaria encaixar o cano da pistola em meio a qualquer espaçamento pequeno que pudesse existir ali em meio aos caixotes, lutando ao máximo para se manter escondido em meio a eles e, assim, ficando longe da vista e mira do atirador.... tentaria assim focar sua mira primeiramente contra a coxa direita do espadachim, apertando o gatilho com raiva recordando-me do pesadelo da noite passada e assim encarregando minha angústia e vingança naquela primeira bala. Obtendo sucesso ou não com ela, flexionaria o pulso da canhota a fim de elevar minha mira acima, para seu peito. Com a mesma travada ali, apertaria no gatilho duas vezes, de modo a enviar duas balas vingativas até o peito do guerreiro. Não obstante, por fim, acertando ou não os disparos anteriores moveria a mira por fim a sua cabeça. Ali, enviaria o último disparo, tentando com isso acabar com sua vida de uma vez.

Caso o espadachim viesse a tentar uma esquiva em zigzag- essa que poderia ser sua única chance de escapar da morte, buscaria se concentrar naquele momento importante.. fixaria a mira num ponto a direita do soldado fardado, aguardando no instante preciso em que ele saltaria da esquerda para aquela direita e, assim, apertaria no gatilho. O posicionamento da arma estaria ajeitado de modo a atingir o sujeito no peito. Se errasse o disparo, tentaria focar a mira no homem a qualquer custo, deixando ele se aproximar um pouco mais. O risco seria maior assim, mas também suas chances de acertá-lo e, assim que a distância fosse encurtada um pouco mais, tentaria enterrar dois disparos no coração dele, flexionando os joelhos para se mover para a direita- tentando sair de perto se ele viesse a tombar em sua direção. Não tinha nenhum segundo a perder...


Se viesse a errar todos os disparos, ou se aqueles acertados nele não fossem o suficiente para matá-lo, provavelmente estaria em risco de receber mais um ataque do soldado. - Porra!! Caia morto de uma vez, seu marinheiro desgraçado e imundo! -cuspiria as palavras em seu ódio profundo, e então aplicaria suas forças nos joelhos para se levantar, tentando correr o mais rápido possível para trás e dali para atrás de algum pilar próximo- de quaisquer construções na vizinhança. Na ausência disso, procuraria qualquer poste mais avantajado em sua espessura, o tempo todo tentando recarregar o mais rápido possível com sua única mão restante, apanhando o revólver com a mão ensanguentada o melhor que pudesse. Manteria a cabeça abaixada no percurso para evitar ser atingido por disparos do atirador. Uma vez com a arma recarregada, tentaria me mover na direção oposta ao espadachim, buscando manter ele entre eu e o atirador... "Não pode mais atirar agora, pode, seu fodidinho?? Atira e mata seu parceiro pra mim, vai." Assim, visto que não possuía nenhum problema ocular ou cerebral, provavelmente não erraria seus disparos novamente "Pelo amor de Deus", e com isso em mente moveria a pistola novamente até o espadachim, e descarregaria três disparos diretamente contra o peito deste.

Se ele se provasse o maior corredor da face da terra, conseguindo se aproximar metros mais rápido do que eu podia mover a porcaria de um braço para mirar, não tinha outra escolha a não ser me esquivar. Focaria a atenção unicamente no gume de sua espada- se ela viesse em um corte vertical da esquerda para a direita, não tão baixa, flexionaria os joelhos com agilidade e desespero, abaixando a cabeça para evitar o golpe e, em seguida, aproveitaria da curta distância para simplesmente flexionar o pulso, mirando assim em seu peito e apertando o gatilho. Se o corte viesse da direita para a esquerda, flexionaria apenas o joelho direito, abaixando o torso e a cabeça junto a esse movimento e esticando a outra perna. Assim, depois que o corte provavelmente passasse por cima de mim, aproveitando o joelho flexionado, tomaria impulso e saltaria subitamente em direção a ele. Um atirador se aproximando de um espadachim dessa forma provavelmente o tomaria de surpresa, e com isso, apenas moveria o revolver contra o peito do homem, atirando apenas duas vezes à queima-roupa contra ele. Tão próximo do homem, sussurraria para ele, semicerrando meus olhos: - Logo os garis passam aqui na rua pra tirar o lixo do seu corpo, seu cocozinho fedido.

No caso de ser um corte vertical, por outro lado... não possuía tempo para flexionar joelho algum para um impulso, e apenas efetuaria um passo para à esquerda, movendo a mira da pistola para o peito do espadachim enquanto se movia em provavel segurança. Efetuando o disparo em seguida, este seria visando a cabeça do sujeito. Se errasse, tentaria um segundo, terceiro, quarto disparo, esvaziando a porcaria do pente inteiro. Se acertasse, enfeitaria um sorriso vitorioso nos lábios e jogaria uma risada contra os ares, tentando efetuar uma corrida para a esquerda de modo a encontrar qualquer construção no caminho para se esconder. Pilares, postes, árvores, caixotes. Tentaria se esconder no primeiro e mais adequado que encontrasse. Não tinha tempo a perder, o atirador estaria em seu caminho.

- Larápio filho duma égua velha - Xingaria o ordinário enquanto buscaria se esconder no local adequado. O faria mesmo se tivesse matado o espadachim a princípio, com os primeiros disparos enquanto ainda estava escondido ali dentro. Fosse o caixote em que estivesse se escondendo, se abaixaria de joelhos flexionados se sentando brevemente no solo para que pudesse recarregar o restante de suas balas, caso ainda possuísse munição adicional. Sabendo que o sujeito até então teria se mantido afastado, provavelmente, estava ciente que o primeiro movimento seria dele.assimse manteria calmo, o melhor que fosse possível, respirando profundamente ao inalar o ar ensanguentado enquanto tentava captar os passos dele. Se estivesse gritando alguma coisa ou correndo, melhor para mim. Se ele viesse a me surpreender, no entanto, surgindo de um dos lados do local em que estava escondido com a arma mirada para onde estava localizado, não tinha tempo a perder, de modo que rolaria o corpo para a esquerda tentando ainda usar o suposto esconderijo como obstáculo para que não recebesse nenhum tiro. Fosse o poste, rodopiaria este, deixando-o entre si e o inimigo. O Mesmo seria feito se fosse o caixote, mas nesse caso se manteria abaixado... tentando cobrir até mesmo sua cabeça.

Mas não por muito tempo.

Logo que teria organizado seus pensamentos, flexionaria os joelhos e correria rapidamente para o outro lado, tentando assim apanhar o atirador pela retaguarda. Se fosse possível, acabaria com aquele embate o mais rápido possível ao mirar a arma até a cabeça dele, ao que descarregaria todas as balas naquele local. Se ele me percebesse, contudo... tentaria usar qualquer obstáculo a sua frente- poste, árvore ou caixas como barreira, ainda levando o revólver e parte da cabeça para fora para que pudesse mirar no peito do atirador e disparar apenas dois disparos nele. Se esses o atingissem, tentaria chutar os caixotes, se estes estivessem frente a si, contra ele. Tomaria esse tempo para correr até o bar novamente e ali se esconder. As balas que teriam acertado em seu peito logo o matariam com o sangramento, de modo que não precisava ter pressa. Se esconderia logo atrás de uma mesa qualquer ao deixar essa deitada frente a porta, ajeitando a arma sobre a madeira e aguardando a aproximação do atirador. Assim que esse surgisse pela porta, atiraria o restante das balas contra seu peito.

Caso seus disparos contra ele errassem- e também se viesse a ser atingido por disparos em locais não vitais e ainda estivesse em capacidade de se movimentar, tentaria chutar os caixotes contra o homem mesmo assim, mas ao invés de fugir, buscaria ficar sobre ele por sobre a madeira e atirar através da mesma contra o peito dele, descarregando assim todas as suas balas.

No pior dos casos- se fosse gravemente ferido pelo espadachim ou o atirador e não conseguisse finalizar nenhum dos dois, simplesmente utilizaria do restante de sua força- se ainda possuísse resquícios de energia para fugir pelas ruas, mas não imaginava que conseguisse ir longe. Contudo, se matasse todos os seus inimigos faria o mesmo, ja que não podia ficar próximo ao local do crime caso as autoridades chegassem, e assim tentaria virar a primeira esquina que aparecesse para me esconder em um beco qualquer atrás da mesma, se existisse um ali. Caso contrário, seguiria pelo mesmo caminho, mas me contentaria em me esconder atrás de qualquer muro distante da rua, tentando recobrar minha respiração acelerada.
Legenda:
 

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyDom 21 Jul 2019, 21:00

Enfim, com dores percorrendo o corpo e sangue pingando, Jhin obtinha sucesso em eliminar seus agressores com seus projéteis. O atirador caia com um tiro na testa e o espadachim parecia expelir sangue de diversos furos em seu corpo, já que os recebera à queima roupa.

Vitorioso, Coldsworth se ergue, e ouve outros passos pesados de coturnos em marcha aproximando-se do local; esse som parece revelar apenas uma escolha sábia o suficiente para salvar sua vida, a opção de fugir.

Pelo barulho, era um esquadrão de pelo menos dez. As silhuetas e sombras deles podiam ser vislumbradas através das luzes dos postes, e apenas uma rua era viável para fugir, e ela levava diretamente para o porto. Nos deques, navios mercantes e até de passageiros esperavam o horário bater para içarem velas e erguerem suas âncoras.

Considerações:
 

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
GustCodsworth
Membro
Membro
GustCodsworth

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/06/2019
Idade : 19

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptyQua 24 Jul 2019, 18:35

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Tumblr_orj0ngs3BZ1tvso1qo1_500


Enfim havia completado meu desejo - SEUS VERMES IMUNDOS, NUNCA ME PEGARAM- Gritaria cuspindo sangue de meu diafragma, enquanto batendo com minha mão esquerda em meu peito, mostrando o orgulho de minha vitória sobre esses imundos. Contudo não poderia saboreá-la por muito tempo, se quisesse viver para repeti-la, tenho que fugir rapidamente desses soldados que estão por vir. Com isso em mente, rodopiaria em meus calcanhares, e partiria em disparada até o porto, onde pude avistar vários navios diversos. Em direção ao porto, arrancaria meu jaleco, e deixaria ele cair no chão, com o intuito de me disfarçar na multidão, e com isso ganhar mais alguns dias em meu calendário.

''Caramba cara, isso aqui tá doendo demais'' Olharia para minha mão direita toda detonada. ''vai demorar um tempo pra concertar isso aqui...'' Pensaria, E uma vez próximo do porto, reduziria a velocidade para uma caminhada que não me incriminasse, colocaria minha mão ferida no bolso direito, segurando o máximo possível a cara de dor que viria em seguida, mantendo sempre a boa postura e respiração normal. Assim, manteria uma cara de que pertencia a alguma das tripulações. Me aproximaria a alguém que aparentasse estar no comando, e diria: - Ei cara, faz a boa pra mim ai, to atrasadasso e preciso entrar nesse navio urgente, esqueci meu passe, pega esse dinheiro ai, não vai fazer falta mesmo - Diria fingindo um maior nível econômico do que realmente tenho, afinal acabei de entrega-lo todo meu dinheiro.

Ele aceitando ou não, adentraria no navio, exalando confiança, me deslocando para o interior do navio. Utilizaria ele para seguir minhas aventuras futuras, seja lá onde elas forem.



FEEDBACK:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDela*
Orientador
Orientador
ReiDela*

Créditos : 4
Warn : [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 20
Localização : Hospício

[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 EmptySab 27 Jul 2019, 17:16

~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________

Ficha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Gust ] O Início do fim   [MINI - Gust ] O Início do fim - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI - Gust ] O Início do fim
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: