One Piece RPG
Tem gente forte na Marinha?  XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Narrador de Evento Hoje à(s) 19:06

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Kekzy Hoje à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Shiro Hoje à(s) 17:46

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 16:50

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Ceji Hoje à(s) 16:14

» Kit - Ceji
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:23

» [ficha] Arthur D.
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 15:15

» Mini-Aventura
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Jade Blair
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Tem gente forte na Marinha?  Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Tem gente forte na Marinha?

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tonikbelo
Civil
Civil
ADM.Tonikbelo

Créditos : 74
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 24/11/2011

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptyTer 04 Jun 2019, 13:13

Tem gente forte na Marinha?

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Kamui Rose. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kijartan7
Membro
Membro
Kijartan7

Créditos : 6
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 06/05/2019
Idade : 22

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptyQua 05 Jun 2019, 19:56

O dia havia chegado, depois de anos vivendo e aprimorando suas habilidades em Karatê Island, o jovem Kamui decidiu sair de sua antiga rotina baseada em treinos no dojo e espetáculos com sua família, para se alistar na marinha. Sempre em busca de diversão, o rapaz pretende entrar para os marinheiros com o intuito de encontrar adversários mais fortes do que jamais viu e conseguir ter as melhores lutas de sua vida, com um sentimento de euforia, o menino pensaria:

- Será que vou encontrar gente forte lá? Se encontrar, o qual forte eles devem ser? Hummmmm, só de pensar em lutar com esses caras, eu não consigo parar de sorrir.

Enquanto tentaria acalmar a si mesmo e disfarçar seu sorriso, Kamui caminharia por algum local da ilha, no qual, imaginaria encontrar alguma autoridade local ou até mesmo alguém da marinha na região, pois, como ele nunca foi alfabetizado, o rapaz saberia que qualquer tipo de cartaz seria inútil para si, com isso, perguntar a alguém relacionado a seu objetivo de alistamento, seria o caminho mais rápido. Caso encontrasse qualquer pessoa com o perfil que parecesse ao menino ser aquilo que ele estava procurando, Kamui iria diretamente até onde este indivíduo estivesse, com seu tom pacifico e calmo, além de seu sorriso costumeiro, ele perguntaria:

- Olá, desculpe atrapalhar seu trabalho, mas eu gostaria de fazer uma pergunta. Você saberia me dizer de que forma eu posso me alistar na marinha?

O jovem escutaria atentamente a resposta da figura e logo em sequência, executaria aquilo que viria a ser dito a ele sobre a maneira que deveria fazer para conseguir seu alistamento. Porém, se depois de caminhar muito, o rapaz não encontrasse ninguém com as características que esperava, ele iria até o cidadão mais próximo dele e utilizaria do mesmo padrão de tom, mantendo um sorriso no rosto, ele perguntaria:

- Olá, desculpe incomodar, mas eu queria saber se você sabe onde eu posso encontrar algum marinheiro ou qualquer tipo de autoridade por aqui?

Kamui ouviria a resposta da pessoa e se encaminharia ao possível local em que encontraria os indivíduos com o perfil que procura para fazer sua pergunta e descobrir a maneira correta para conseguir se alistar.



Legenda::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptySeg 10 Jun 2019, 20:14



Narração - Post 01


Tratáva-se de uma manhã coberta de um raio solar intenso, um céu azul evidentemente claro e púrpuro à estremecedora visão de um mar límpido e azul. Se por um lado o dia mantinha-se bem uma iluminação diurna bem aberta, era evidente que sua temperatura não seria tão baixa, claro. Todavia, uma forte e aconchegante brisa acabava por percorrer pelo corpo do jovem Kamui, ventania essa que acabava por esfriar um pouco toda aquela imensidão calorosa e momentânea que por ali o púbere podia sentir.

A vontade de lutar e melhorar suas habilidades era bem perpétua, o pequeno taekwodoca mantinha viva a vontade de crescer e, inclusive, entrar na marinha. Algo justo pelo qual a sua sociedade realmente precisava. Sim! Mais justiça! O dever de um marinheiro era este, enfrentar problemas de uma sociedade problemática e cheia de piratas ou quaisquer indivíduos que mal o cometem. Lógico que não apenas piratas, afinal, eles são sim problemáticos, mas não são os únicos que o fazem.

Todavia, o interesse apenas de Kamui, não era o suficiente, apesar de ter crescido naquela cidade, parecia estar realmente disposto a procurar alguma espécie de Quartel General, o qual tinha certeza que por ali não havia. Acabou primeiramente indo perguntar a um jovem com barba que próximo a ao seu lado ali estava, este parecia estar conversando com alguns colegas. Óbvio que seria a melhor opção de pergunta, caso o tal 'barbudo' não soubesse, algum de seus amigos talvez o soubesse. E assim o fizera, mas fora rapidamente respondido: - Ué?! Não existe um QG por aqui, cidadão. Você é novo na cidade? - De fato tal resposta retratava a verdade, e o taekwondoca o sabia, afinal, tratava-se da cidade que nasceu e cresceu, ou seja, conhecia bem as coisas por aquele âmbito.

Ainda insatisfeito, o jovem de madeixas alaranjadas não se contentava com apenas uma única resposta, precisava perguntar para mais alguém. Próximo também, por ali, havia uma mulher, esta que se mantinha na calma com uma criança de colo em seus braços. A criança parecia estar a dormir, mas Kamui não perdia tempo, afinal, sua intenção era demasiada e sua vontade de encontrar alguém que soubesse de algo referente à marinha não era pouca. - Olá, senhor. Err... Perdão, mas nessa ilha não existe nenhum QG. Se estiver procurando algo referente à luta, temos os grandes dojos da cidade. Afinal, essa ilha cresceu a partir de um estilo de vida em que cada um tem que aprender a se proteger. Meu marido, inclusive, está treinando em um deles. Esles são logo ali. - Apontou com dificuldade, afinal, tinha uma criança em seu colo. Mas realmente, estavam bem próximos a uma grande mansão, esta o qual abrigava três dojos, um de Karate, um de Boxe e um de Taekwondo, o qual Kamui conhecia bem. - Desculpa por não poder ajudar, mas tenho que ir. Xau xau. - Partiu a tal donzela de madeixas negras.

Caso Kamui desejasse entrar na grande mansão que por ali havia, poderia fitar ao longe três dojos dentro do tal âmbito. Cada um seria responsável por um tipo diferente de estilo de luta. Mas o que agora Kamui faria?

Dica:
 


Histórico Kamui:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kijartan7
Membro
Membro
Kijartan7

Créditos : 6
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 06/05/2019
Idade : 22

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptyTer 11 Jun 2019, 12:18

Em uma manhã bela e calorosa, na qual, quase não se via nuvens no céu, além de um mar limpo e azul, Kamui caminhava pela ilha, o jovem carregava consigo o proposito de se alistar na marinha, embora soubesse que na ilha não havia nenhum quartel general da marinha, pois passou sua vida inteira nesta região, ele buscava encontrar algum marinheiro perambulando pela área, pois tinha esperança que assim, ele não precisasse sair da ilha em busca de um quartel general, já que não possuía muito dinheiro no momento e muito menos experiência de navegação.

A partir disso, o rapaz ouviu algumas pessoas pela ilha, sobre o que elas sabiam em relação a existência de algum marinheiro na região, com isso, Kamui chegaria a conclusão de que encontrar alguém da marinha em sua ilha seria muito difícil ou até mesmo impossível, desistiria então desta ideia a principio. Depois de suspirar um pouco, o menino analisaria a situação: - É, acho que não tem jeito. - Começaria então a caminhar em direção de um local onde pretenderia buscar informação sobre como poderia ir a ilha em que tivesse um quartel general da marinha e o que seria necessário para conseguir um barco que o levasse até lá.

Porém, talvez pela adrenalina de encontrar rapidamente os marinheiros e já conseguir lutar com alguém teriam diminuído, um pensamento viria a mente de Kamui, ele se lembraria que recebeu uma quantidade de dinheiro dos seus pais, antes de sair de casa, no qual deveria comprar algo novo para si mesmo, fato este faria o jovem refletir: - Caraca, já tinha esquecido desse dinheiro, se meus pais estivessem aqui eu já teria recebido uma bronca, odeio o quanto eu sou distraído. Mas, com o que eu posso gastar isso? - O rapaz pensaria, ao mesmo tempo em que olharia para suas roupas. - Acho que vou comprar um novo par de botas, é bom que eu já posso amaciar elas na cara de algum pirata quando eu entrar na Marinha.

O menino terminaria sua reflexão, sorridente, estaria alegre mais uma vez com a ideia de chutar alguém com suas futuras botas, ele mudaria sua direção, caminharia rumo a uma loja na qual venderia botas parecidas com as que usa para lutar, mais próxima de onde ele estaria. Kamui assim, chegaria ao vendedor da loja e falaria, com seu tom calmo, enquanto demonstraria seu alegre sorriso: - Bom dia, você teria algum par de botas com um preço até cinquenta mil berries? O tamanho seria igual a este aqui. - Ele mostraria as botas que está usando, enquanto esperaria a resposta do vendedor.

Com uma resposta positiva, o jovem compraria seu novo par de botas, agradeceria o comerciante e logo em sequência partiria a algum local em que soubesse que poderia encontrar informações sobre seu desejo de chegar a um quartel general da marinha, caso o vendedor não tivesse o produto, Kamui iria até outra loja próxima, até que conseguisse comprar suas botas, para em sequência seguir buscando informações sobre seu destino.


Legenda:
 

Objetivos:
 

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptyTer 11 Jun 2019, 16:48



Narração - Post 02


Vendo que sua humilde tentativa de ingressar na marinha por agora parecia fula, o jovem parecia abrir mão dessa vontade momentaneamente, mas apenas por enquanto. Por enquanto parecia sequer ter visto alguma espécie de marinheiros pela redondeza, e, talvez, realmente não parecia encontrar ninguém fardado ou cumprindo esse papel pelas redondezas. Era justo, tratava-se de uma ilha o qual havia fielmente aberto mão de uma segurança da marinha, e que cada um treinasse para defender-se sem medo. Parecia algo, por um lado justo e com um certo censo, mas quem defenderia os cidadãos mais velhos ou mais desprivilegiados? Era esse um questionamento que até então não sabia-se responder, mas, de qualquer modo, assim a vida seguia pelas redondezas na ilha.

O rapaz mantinha-se desapontado, talvez fosse realmente um sonho entrar na marinha? Quem sabe... todavia, o Taekwondoca ainda sentia a necessidade de se esforçar para garantir ainda mais as melhorias de seus chutes, se não fosse pelo treinamento, seria pelo uso de uma bota mais apropriada para tal. Refletindo um pouco, logo lembrou-se que ainda tinha uma boa quantia em seu bolso, 50.000 berris, para ser exato. O astuto de madeixas alaranjadas sequer pensou duas vezes e logo mediu suas rédeas e iniciou uma caminhada até a loja de armas mais próxima de sua recente localização. Tratava-se da banquinha do Ferdinando. Não era uma grande loja física, mas uma longa mesa pelo qual o pequeno fazia suas eventuais negociações. Tratava-se de um pequeno velho e magro senhor. Sua cabeça era calva e os poucos fios de cabelo que nela haviam tinha uma mixagem de cor entre preto e branco. Tal senhor usava óculos, mas parecia observar muito bem quando os usava.

Em frente à longa mesa, haviam diversos tipos de equipamentos... desde botas a luvas, machados, martelos, e por aí vai. - Err.. o-olá, senhor. Q-Que tipo de arma v-você procura? - Era uma voz fina e lenta, realmente parecia habituar à de um velho que parecia não estar muito acostumado a lutar. - Hmm... então você quer uma bota, não é? Deixe-me te mostrar um modelo mais simples que eu acho que você vai se interessar. - O homem se abaixava para tentar dar uma olhada em um material que podia estar embaixo da mesa também. Nesse momento, jovem em questão pôde fitar a chegada de um homem alto e musculoso se aproximando e aproveitando o rápido momento o qual o velho havia se abaixado para procurar algum item abaixo de sua mesa. Dessa forma, o tal homem sequer perdeu tempo, logo puxou um dos machados que na mesa estava e rapidamente iniciou uma correria para fugir numa espécie de roubo. É dura essa vida numa ilha sem segurança, mas assim que o raquítico senhor levantou-se e organizou seus óculos para fitar o que havia acontecido... uma pistola foi sacada pelo tal velho. Sim, uma pistola que parecia estar carregada, mas a distância parecia bem grande para que o tal velho acertasse. Mas um - POW - era escutado e o tal grandalhão ao longe caía no chão. Kamui podia ver bem.

- Err.. aonde estávamos? Ah, sim, sua bota está aqui. - O idoso colocava uma bota de couro e aparência rústica, mas parecia bem mais forte do que o que o mesmo utilizava por agora. Mas a situação que acontecera no momento mostrava bem o que a criação de uma ilha sem marinha havia feito. Cada um parecia ter a sua própria forma de justiça e respeito. - Ah, custam apenas 30.000 berris, senhor. - Depois de efetuar o pagamento, o tal velho ficava agradecido e, em pouco, mais um estranho se aproximava, agora este com o tal machado o qual o outro homem que agora parecia morto estava. Ele parecia estar devolvendo a mercadoria que o ladrão havia pego. Sim, essa parecia ser a justiça que a ilha até então conhecia. Mas depois de comprar suas botas novas, o jovem ainda as tinha em mãos e não as calçava ainda. Mas depois de comprá-las ficou refletindo bem a respeito do que deveria fazer.


Dica:
 


Histórico Kamui:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kijartan7
Membro
Membro
Kijartan7

Créditos : 6
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 06/05/2019
Idade : 22

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptySex 14 Jun 2019, 16:39

Kamui conseguiu encontrar a loja que procurava com sucesso, era fisicamente pequena, baseada apenas em uma longa mesa, na qual, um pequeno senhor fazia sua negociações, o rapaz não é do tipo de pessoa que se incomoda com detalhes de luxo ou simplicidade, ele apenas quer encontrar aquilo que procura. Fato esse, que faz o jovem se aproximar do senhor e pedir a ele seu tão esperado par de botas novos, enquanto observa o senhor procurando suas botas, Kamui percebe um homem alto e musculoso se aproximar da loja, pegar um machado que estava em cima da mesa e começar a correr.

Porém, antes que o menino pudesse fazer algo, ele apenas presenciou aquele que parecia ser um senhor indefeso em sua humilde loja, sacar uma pistola e de uma longa distância até o homem, acertar um tiro certeiro no bandido, chegando até mesmo a derruba-lo. Ao analisar a cena, o rapaz ficou impressionado com o ato do senhor, levando ele a sentir um rápido sentimento de diversão, misturado com um pouco de inveja, pois, mesmo que tenha achado incrível o movimento de alguém tão velho, ele mesmo queria ter parado o ladrão.

Assim, como se nada tivesse acontecido, o dono da loja volta a negociar com Kamui, eles chegam a um acordo de que o jovem poderia levar as botas por um preço de 30.000 berris, com o valor estando dentro do pedido previamente pelo menino, ele leva as botas sem hesitar. Antes de sair do local, Kamui observa outro homem chegar a loja, porém, ele parece apenas devolver o machado que o homem havia acabado de tentar roubar, acontecimento este que faria o rapaz pensar: - Acho que é por ter muita gente como esse senhor aqui na ilha, que os marinheiros não precisam vir, nos conseguimos lutar por conta própria, acho que esse deve ser realmente um lugar único no mundo.

O menino sairia da loja e iniciaria a caminha pela ilha, ao mesmo tempo em que começaria a refletir em seus pensamentos sobre aquilo que realmente desejaria fazer para seu futuro de vida: - Hmm... será que os marinheiros são realmente necessários por ai? O que será que eles fazem afinal? Protegem o mar? - enquanto faria várias expressões de dúvida. Kamui então, chegaria a conclusão que a única forma de encontrar respostas para suas perguntas, seria perguntando diretamente a alguém da profissão, com isso, o jovem voltaria a seu intuito de encontrar alguém da marinha.

No entanto, antes que pudesse iniciar sua busca novamente, o rapaz perceberia que no momento, ele se encontra com pouco dinheiro, assim deixaria sua ideia de buscar os marinheiros mais uma vez parada, com o proposito de coletar mais dinheiro, pois, seus pais sempre o orientavam a nunca ficar muito tempo quase sem dinheiro. A partir disso, Kamui procuraria um lugar com muita gente ao ar livre e faria aquilo que mais fez em sua vida para conseguir dinheiro, uma apresentação, ele procuraria por algum pequeno espaço livre, mas próximo as pessoas e lá ele iniciaria seu show.

Calçaria suas botas novas e deixaria as antigas a sua frente para que o dinheiro seria colocado nelas, ele então usaria todas suas habilidades de artista para atrair a atenção do público, utilizando de cambalhotas, saltos e giros, ao mesmo em que falaria, utilizando de seu carisma e atuação: - Cheguem mais, cheguem mais pessoal, hoje, eu vou contar uma história para vocês, não vão querer perder! - Iniciaria então a contar uma história de algum folclore local, no qual conheceria por seus anos de apresentações, enquanto combinaria a história com seus movimentos artísticos unidos a seus golpes de Taekwondo.

Com isso, Kamui faria seu espetáculo mais curto, para que próximo a uma hora de apresentação ele conseguiria encerrar, com o encerramento, o jovem analisaria seus ganhos, ao mesmo tempo em que descansaria, para assim, pensaria em seus próximos passos.



Legenda:
 

Objetivos:
 

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptySeg 17 Jun 2019, 17:07



Narração - Post 03


Em meio à duras análises e teorias do jovem de madeixas ruivas, era possível entender que, supostamente, a cidade onde nascera e sempre vivera até então relamente não se importava muito com a marinha. Talvez algum evento na história da cidade houvesse causado uma raiva de tal grupo, mas não se sabia ao certo o verdadeiro motivo de tal situação, todavia, a vida por lá parecia seguir onde cada um era responsável pelo que era seu e fazia seu negócio como bem entendesse ou quisesse, sem faltar a analise de que a força parecia ser a moral naquele âmbito. Todavia, o dinheiro parecia o necessário para muitas coisas, ao ver do tekwondoca. De qualquer modo, logo se direcionava a um espaço com um bom amontoado de pessoas, o centro da cidade, especificamente, haviam vendedores para todos os lados.

O clima parecia bem neutro, nem frio, tampouco quente. A brisa também mantinha quieta momentaneamente. De qualquer modo, o ruivo sequer perdia tempo, alvejava logo vestir suas novas botas e colocar as antigas à sua frente. Almejava merecer um pouco do dinheiro que por ali havia merecido através de um básico espetáculo. Afinal, já estava um pouco acostumado com tais feitos ao longo de sua vida. Seu espetáculo parecia começar tranquilo, sem muitas pessoas por perto mas algumas começavam a assistir. Em meio a giros e acrobacias, infelizmente, Kamui acabava girando demais e fazendo uma acrobacia mal feita, acabando por se acidentar levemente e machucar um pouco a cabeça, mas nada demais, o jovem logo se levantou e começou a dar alguns rodopios desengonçados, ficando um pouco tonto e caindo. A paritr daí risadas começaram a ser ouvidas e, aos poucos, começaram a encher sua antiga bota com alguns berries, aos poucos alguém colocava 1.000 ou 2.000 berris, mas uma bela donzela logo se aproximava e colocava na bota cerca de 5.000 berris.

Cerca de três homens se aproximavam da tal mulher, mas não faziam nada, apenas se aproximavam até que esta saía um pouco de perto de onde Rose se situava. Mas, ao longe, ainda pôde perceber que os tais indivíduos estavam assaltando a tal donzela, afinal, pareciam estar de olho naquelas bandas quem possía dinheiro. A partir daí, eles pareciam estar sussurrando para a mulher em questão algumas palavras, mas Kamui podia entender bem devido à sua desenvolvida audição. - Bora, dona. Eu e meus amigos aqui já estávamos de olho em você alguns metros atrás, mas agora pudemos ter certeza. Você tem um dinheiro bom por aí, acho que estamos aqui para cobrar pela sua segurança, afinal, ninguém quer se machucar... Passa TUDO! - Nesse instante, era possível visualizar um homem encapuzado se aproximando do grupo em questão e ao poucos o menor dos três homens era empurrado por ele - não era o homem que falava - e a jovem mulher se assustava um pouco mas o homem logo: - Fuja! Eu dou um jeito por aqui! Rápido! - E assim a dama em questão logo começava a correr, mas quando os tais criminosos iriam atrás dela, encontravam o tal encapuzado à sua frente. Algo que não resultava em muita coisa, pois o antes 'empurrado' logo devovia um soco no rosto do tal sujeito, fazendo-o rapidamente cair. Mas nada demais, este logo se erguia novamente e agora sacava uma espada.

- Olha olha o que temos aqui... Você acha que sozinho vai conseguir parar nós três? HAHAHA. Nós também temos armas. e o mais baixinho logo pegava uma soqueira para colocar em suas mãos. Por outro lado, o maior pegava uma espécie de porrete, mas o tal homem que falava parecia ter uma adaga em suas mãos. - E agora, conringão? O que acha que vai conseguir fazer? Seu merda. Estávamos de olho naquela mulher já tem um tempo. Você vai pagar com sua vida, maldito! - Parecia uma espécie de confronto desfavorável, mas o que Kamui faria nessa situação? E a sua antiga bota que ainda tinha dinheiro? Isso era algo que apenas ele saberia responder.


Dica:
 

Histórico Kamui:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kijartan7
Membro
Membro
Kijartan7

Créditos : 6
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 06/05/2019
Idade : 22

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptyQui 20 Jun 2019, 18:19

Kamui começava a atrair algumas pessoas para seu espetáculo, durante algumas acrobacias e giros, o jovem pôde notar uma quantidade de dinheiro um pouco maior que o normal sendo colocado em sua antiga bota, a pessoa responsável por esse ato, era uma linda mulher. Um gesto diferenciado como este, logo chamou a atenção do rapaz, no qual continuava normalmente seu show, porém, observava o caminho da gentil moça.

Com isso, Rose conseguiu perceber que três homens haviam seguido a mulher, esses nos quais, iniciavam um assalto sobre a mesma, distraído com a situação que ocorria um pouco distante de onde se encontrava, o menino acaba esquecendo do espetáculo que protagonizava, para correr em direção ao auxílio da dama.

No entanto, no momento em que iniciaria sua corrida até a mulher, Kamui conseguiu ver um homem encapuzado se aproximando da cena, o menino notou que ele afastou a moça do perigo e estava segurando os três homens de irem atrás da mesma. Enquanto se aproximava, o rapaz conseguiu reparar que o homem encapuzado havia puxado uma espada, logo em sequência, os três outros homens também sacavam suas armas, situação esta, faria Rose pensar, enquanto começava a demonstrar um leve sorriso de empolgação: - Isso vai ser divertido.

Ele adaptaria a direção em que estava correndo até o grupo, o jovem tem como plano surpreender o trio de homens, ele viria correndo pelas costas do trio e chegaria próximo o suficiente das costas do homem com adagas nas mãos, assim, acertaria um poderoso voleio com seu pé direito, bem na altura da mandíbula do mesmo, utilizando de toda sua aceleração natural e do fator surpresa, ele tentaria desmaiar o adversário.

Caso sua aproximação fosse percebida por algum dos três homens, ele mudaria o alvo de seu golpe para acertar aquele mais próximo de si. Em sequência de seu ataque, Kamui se afastaria um pouco do grupo, com o intuito de evitar algum tipo de contra-ataque rápido, ele manteria seu sorriso, utilizaria de um tom sádico e sarcástico, falaria: - Ei, ei, vocês sabiam que não chamar os amigos é feio? Assim, o rapaz mudaria rapidamente sua postura para uma atuação de choro, colocaria o braço esquerdo cobrindo seus olhos e falaria, com um tom de tristeza, enquanto imita soluços: - Vocês não tem coração mesmo não é? Eu estava aqui do lado e nem para me chamar.

Ele então, subitamente esfregaria um pouco o braço em seus olhos, "limparia" as lágrimas e encerraria sua pequena atuação, mantendo seu tom "triste", diria: - Tudo bem, podem relaxar, eu sou um cara legal, vou deixar essa passar. Como se essa pequena brincadeira nunca tivesse existido, Rose voltaria a sua posição de batalha padrão do taekwondo, com um olhar afilado, utilizaria de um tom firme e um sorriso mais uma vez sádico em seu rosto, ele diria: - Mas em troca, eu quero ouvir o som do sangue de vocês pingar.

A partir disso, Kamui esperaria pela ação dos homens que estavam assaltando a mulher, caso eles continuassem a querer lutar ali, ele esperaria seus movimentos para contra atacar. Porém, caso eles recuassem do local, o jovem sairia da sua pose de batalha e com uma cara decepcionado daria um suspiro de mesmo tom, ao mesmo tempo em que pensaria: - Que droga, queria tanto testar minhas botas novas. É, mas fazer o que. Ele deixaria o trio fugir e logo em sequência andaria até mais próximo do homem encapuzado, simultaneamente, retomaria seu semblante sorridente que usa durante seu cotidiano.

Ele se aproximaria do homem e falaria, com um tom alegre e agradecido: - Olá, você esta bem? Eu ouvi tudo que você fez para defender aquela mulher, obrigado por isso, eu poderia não ter chegado a tempo de ajuda-lá se você não tivesse aparecido. Kamui observaria mais detalhadamente o homem encapuzado e juntamente com seu olhar, ele lançaria uma pergunta, com seu tom normal, mas faria uma cara de dúvida: - Então, senhor? O que você faz por aqui? Pela roupa, suponho que não seja da ilha. O jovem esperaria pela resposta do misterioso homem, porém, independentemente da resposta, ele perguntaria se teria algo que poderia fazer pela ajuda do homem em defender a mulher.



Legenda:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"O ser Humano só mostra sua Verdadeira Face, quando se encontra a Beira da Morte"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptySex 21 Jun 2019, 09:56



Narração - Post 04


Diante da habilidosa percepção do garoto de madeixas ruivas, pôde-se notar que a gentil donzela que antes o oferecia uma boa quantia em dinheiro acabara de ser atacada por uma quantidade de sujeitos - um trio para ser exato - problemáticos. Sem muito pestanejar, Kamui logo decidira se aproximar aproveitando a distração do tal encapuzado para pegar um dos inimigos desprevinidamente. Dito e feito, o taekwondoca caminhava aceleradamente para mais perto, mas os tais homens sequer lhe davam muita atenção, afinal, parecia ser parte do show. Por trás do falastrão, Kamui saltava e dava uma espécie de combinação entre salto e chute horizontal. Alvejava acertar a mandíbula do homem, mas, já que acabou indo por trás do homem, apenas conseguiu atingir fortemente sua nuca.

Todavia, o homem caía de cara com o chão, o ataque parecia ter feito um efeito muito bom, apagando já um dos três. Tal feito acabou chamando atenção dos outros dois, afinal, o tal falastrão parecia ser o líder dos três, ou seja, logo notariam tal feito. O mais alto dos três logo posicionou o seu porrete na direção de Kamui, o taekwondoca logo tentou saltar para trás, mas o porreta acabava por pegar levemente em seu braço no meio da esquiva, mas antes mesmo que o ataque do inimigo mais alto pudesse ser cumprido, o tal encapuzado logo efetuou um corte horizontal, este da esquerda para a direita, cortando fora o braço que não tinha a clava em mãos e levemente atingindo as costelas do mesmo. Tal homem apenas caía no chão e começava a se contorcer de dor enquanto o sangue do braço cortado jorrava.

O menor dos três parecia ficar bem confuso, não sabia o que fazer, correr? Atacar? Em meio a tais devaneios, ficou parado sem fazer nada, enquanto o espdachim agora cravava um furo frontal em seu peito, fazendo o menor cair no chão. Diante de tal distração, sequer haviam percebido bem, mas aquele falastrão já estava de pé, mas sequer estava próximo, estava a alguns metros de distância e se distanciando cada vez mais. - VOCÊS VÃO VER, MALDITOS! VOU CONTAR TUDO PARA O RAIJIN! VOCÊS CONHECERÃO A FÚRIA DO CHEFE DA MÁFIA NESTA ILHA. - Falava enquanto continuava a correr e aos poucos sequer pôde mais ser visto ou a direção o qual fugira. Todavia o ataque de sua nova bota havia sido bem sucedido, de fato apagou um dos inimigos, mas em meio Às distrações, deu tempo do mesmo se levantar e fugir, era o típico homem que parece gostar mais de trabalhar com vantagem numérica.

O homem logo tirava o capuz que parecia cobrir parcialmente sua face. - Eu te agradeço, cidadão. Como se chama? Eu sou o sargento Tora. Tudo bem que não sou dessa cidade mesmo, mas eu vim investigar alguma informações por aqui e fazer uma análise por essa ilha. Mas, de fato, é isso. Esta ilha está pedindo por socorro. Uma localidade assim sem sequer haver segurança está tornando tudo um enorme desastre. Pode não ser nada de minha patente, mas preciso informar tudo isso a meus superiores. Por sorte, eu estava por perto quando vi esta senhorita sendo atacada. - Falava o homem, ainda abismado com tudo aquilo, onde tudo parecia girar em torno da força de cada um. Parecia uma ilha bem individualista, mas era assim que as coisas pareciam seguir bem para cada um por ali. Estranho mas, desde novas, as crianças pareciam ser treinadas para se desenvolver na luta. O homem tinha madeixas negras, olhos castanhos e uma estatura mediana, nem tão alto, nem tão baixo. Finalmente Kamui havia encontrado um marinheiro, mas e agora? Como ele reagiria?


Dica:
 

Feridas:
 
Histórico Kamui:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kijartan7
Membro
Membro
Kijartan7

Créditos : 6
Warn : Tem gente forte na Marinha?  10010
Masculino Data de inscrição : 06/05/2019
Idade : 22

Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  EmptySeg 24 Jun 2019, 17:42

O plano de Kamui havia funcionado, ele conseguiu correr sem ser percebido em direção ao trio de sujeitos que, no momento, estavam ameaçando atacar o homem encapuzado, movido pelo desejo de ajuda-ló e de finalmente estrear suas botas novas em uma luta, o rapaz chegou pelas costas daquele que parecia ser o líder do grupo e logo em sequência, aplicou um poderoso chute horizontal bem na área de sua nuca, levando o tal homem a cair com seu rosto contra o chão e desmaiar.

Porém, mesmo com seu líder caído, os outros dois homens não se assustaram, vendo que o jovem estava a seu alcance, o mais alto dos três logo posicionou o seu porrete na direção de Rose. Mesmo com suas habilidades de esquiva, o menino acabou sendo atingido levemente pela arma de seu oponente, porém, antes que pudesse sofrer um dano maior, o homem encapuzado cortou fora o braço do inimigo que não tinha a clava em mãos e levemente atingindo as costelas do mesmo, Kamui ficava impressionado com a cena, enquanto o enorme homem caía no chão e se contorcia de dor com o sangue de seu braço jorrando.

Simultaneamente ao combate, o terceiro homem acabava por ficar sem saber o que fazer, vendo seus companheiros derrotados, ele acaba ficando "paralisado", com isso, o homem encapuzado atravessa a espada em seu peito e derruba o último do trio no chão. Porém, distraído com as habilidades do espadachim, Rose não percebeu que o homem que ele mesmo havia derrubado, já estava de pé, só o notou quando ele fugiu os ameaçando que o chefe da máfia na ilha iria atrás dele e do homem encapuzado, no entanto, o rapaz não se sentiria ameaçado, na verdade se sentiria ansioso, pois para ele, seria só um adversário realmente forte com quem poderia lutar.

Ao fim do combate, o homem encapuzado retirava seu capuz e revelava sua identidade, ele é um sargento da marinha, no qual se chama Tora e veio analisar a ilha, observar como um lugar sem marinheiros vem se desenvolvendo. Para Kamui, era a chance perfeita de descobrir as coisas que gostaria sobre como é ser um marinheiro, assim, ele pensaria: - Sargento? Acho que ele pode ajudar a responder minhas perguntas e talvez até me alistar.

Com um plano em mente, o rapaz falaria, com seu tom cotidiano e um sorriso alegre: - Não foi problema senhor, eu estava me apresentando aqui perto e quando vi a confusão tive que ajudar, sabe como é. O jovem então estenderia sua mão para cumprimentar o homem e mantendo seu tom, ele continuaria falando: - Eu me chamo Kamui Rose, sou um morador aqui da ilha, eu vivo por aqui e por ali, me apresentando pela região, mas recentemente eu estava interessado em me alistar na marinha, mas eu não sei muito o que um marinheiro faz e nem o que preciso fazer para entrar na marinha. Então gostaria de fazer uma proposta ao senhor, você poderia me contar o que faz um marinheiro? Em troca, eu poderia guiar o senhor pela ilha, o que acha? Tem algum lugar especifico que o senhor queira ir?

Caso o sargento aceitasse a proposta de Kamui, ele guiaria o militar pela ilha ou ao local em que queira ir, ao mesmo tempo em que perguntaria a ele coisas como: - E o que vocês fazem na marinha? Tem muita gente forte lá? Existem muitos marinheiros? Porém, se Tora perguntasse algo sobre a ilha, o rapaz responderia o que soubesse sobre o assunto. No entanto, caso tivesse sua proposta negada, Rose pediria ao sargento para acompanha-lo em sua missão, pois ele gostaria muito de ver um marinheiro em ação.

O menino tentaria de tudo para que o sargento deixasse que ele fosse com ele, assim, acabaria esquecendo de suas botas antigas e em consequência do dinheiro que estaria nelas, porém, caso o sargento falasse algo a respeito do espetáculo que estava fazendo, o jovem lembraria de suas botas antigas e com isso, pediria ao homem que esperasse um momento, para que assim, Kamui pegaria suas botas antigas, conferiria rapidamente o dinheiro e logo iria de encontro a Tora.

Na situação de chegar ao local de onde as botas estavam e não encontrar nada lá, Kamui ficaria triste com a situação, mas desistiria de suas botas por enquanto e voltaria até o sargento.


Legenda:
 

Objetivos:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"O ser Humano só mostra sua Verdadeira Face, quando se encontra a Beira da Morte"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Tem gente forte na Marinha?  Empty
MensagemAssunto: Re: Tem gente forte na Marinha?    Tem gente forte na Marinha?  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tem gente forte na Marinha?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Arquipélago Wushu-
Ir para: