One Piece RPG
O que vamos fazer hoje?  XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Um Destino em Comum
O que vamos fazer hoje?  Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 06:02

» 10º Capítulo - Parabellum!
O que vamos fazer hoje?  Emptypor OverLord Hoje à(s) 02:44

» Hey Ya!
O que vamos fazer hoje?  Emptypor GM.Mirutsu Ontem à(s) 23:12

» The One Above All - Ato 2
O que vamos fazer hoje?  Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 22:17

» [LB] O Florescer de Utopia III
O que vamos fazer hoje?  Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:05

» The Hero Rises!
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:57

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Oni Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Oni Ontem à(s) 20:57

» BOOH!
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Oni Ontem à(s) 20:20

» Garfield Henryford
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Sagashi Ontem à(s) 19:54

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 19:04

» [M.E.P] Kan Kin
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Shideras Ontem à(s) 19:03

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Shideras Ontem à(s) 18:58

» Bakemonogatari
O que vamos fazer hoje?  Emptypor yaTTo Ontem à(s) 18:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Furry Ontem à(s) 18:35

» [M.E.P] Albafica
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:01

» [Mini] Albafica Mino
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:00

» Cap.1 Deuses entre nós
O que vamos fazer hoje?  Emptypor Salazar Merlin Ontem à(s) 17:54

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
O que vamos fazer hoje?  Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
O que vamos fazer hoje?  Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O que vamos fazer hoje?

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : O que vamos fazer hoje?  10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptySeg 27 Maio 2019, 01:00

O que vamos fazer hoje?

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Macu. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptySeg 27 Maio 2019, 19:26

O que macaco quer
O que vamos fazer hoje?  Macaco10

Finalmente, depois de tanto tempo, pela primeira vez em minha vida eu estava livre. O que faria com toda aquela liberdade? Sempre tive toda minha vida esquematizada. Horários, de quando fazer, o que fazer e pra que fazer, nunca tive um leque de escolhas tão grande quanto agora. E mesmo com todo esse poder de escolha em minhas mãos eu ainda não tinha ideia de por onde começar. ' O que eu quero fazer?" Esta era a pergunta que sondava minha mente. tinha meu objetivo principal definido, dominar o mundo pela força. Algo claro e de fácil visualização, mas não tinha ideia de por onde começar. O que poderia me levar ao topo? Qual deveria ser meu primeiro passo? -Por onde devo começar? - Pensava em voz alta e seguido pelo som da minha voz vinham outras.

-Mokey Boy está perdido? Você podia fazer uma bagunça nessa cidade, isso com certeza seria um grande passo hihihihihihihihihih- Esse era ELE, o okama caminhava lado a lado de Macu e carregava consigo um largo e malicioso sorriso. Estava claro que ele ansiava pelo caos, agora que eu estava afastado das lutas intermináveis, o ser ambíguo parecia extremamente entediado e era visível seu desejo por algum tipo de ação. -Ninguém te perguntou nada. - Respondia rispidamente sem ao menos direcionar meus olhos a ELE. -Você devia ir atras de tesouros brother. Dinheiro é sempre um objetivo valido. Deve ter vários otários com grana nessa ilha- Mais uma voz surgia. Esta por sua vez era a de Ace, um ser difícil de descrever. Algo como um adolescente gangster/punk de pele verde que acha que tem estilo. Se Ace não fosse apenas um fruto de minha mente quebrada, provavelmente estaria chamando atenção das pessoas da ilha.

-Eu o Macaco Louco, não pedi a opinião de vocês. - Falava em um tom de voz levemente alterado em resposta as ideias que o estavam propondo. "Será que algum dia vou conseguir me livrar dessas pestes? " Este era um pensamento recorrente em minha vida. Com eles ao meu lado parecia que eu nunca iria ter um segundo de paz em minha existência. -Essa ilha tem uma bela universidade Caco. Você devia esquecer suas ideias malucas e ficar aqui. Você poderia aprender muito, e sabe alguns dizem que conhecimento é poder. Devia pensar nisso.- Mais um pitaco era jogado para Macu. Este vinha de uma figura respeitável, um homem alto e gracioso vestindo um jaleco. Esse era Toni ou Professor Toni, uma figura querida de meu passado sombrio. Uma vez ja foram um refúgio para mim, mas nos dias atuais era apenas uma lembrança dolorosa. Não era que não gostasse mais do Professor, mas eu sabia que aquele não era o verdadeiro e eu apenas desejava que ele fosse embora.

Eu não respondia ao Professor como fizera com os outros dois pois tinha esperança que se o ignorasse por tempo o suficiente, ele iria embora e a lembrança finalmente poderia sumir. A presença dele me abalava ligeiramente, mas não o suficiente para que perdesse minha linha de raciocínio. " Ficar na ilha. Se tem algo que não desejo é ficar no mesmo lugar onde passei a vida toda " Com uma bufada eu tomava minha decisão. O primeiro caminho que iria trilhar em busca de meu objetivo seria sair daquele lugar, no entanto esta decisão levava a outra dúvida, como? Eu não tinha meios para sair da ilha por conta própria, em meus bolsos tinha apenas alguns trocados que adquiri nesse breve período desde minha libertação até agora. Como eu sairia daquela ilha? Bem, um bom lugar para ter uma ideia sobre o assunto seria o porto e assim caminharia em direção ao mesmo. Já estava solto a alguns dias e me habituara a forma da ilha logo acreditava que não seria uma tarefa difícil chegar ao meu destino.

Conseguindo chegar as margens da ilha, inspecionaria o local. Quais eram as minhas opções? Procuraria por navios de viagem que anunciassem partida para outra ilha e estivessem em busca de passageiros, navios mercantes que precisassem de mão de obra para a tripulação ou qualquer pessoa que anunciassem partida da ilha e estivesse disposto a aceitar a mim em seu barco. Encontrando algo neste aspecto me iria ao encontro da pessoa em questão e falaria -Eu, o macaco Louco, gostaria de subir abordo. O que preciso fazer? - tentaria ser o mais simpático possível, mesmo que socializar não fosse uma de minhas melhores habilidades ainda tentaria ao máximo forçar carisma em minha fala e por fim aguardaria uma resposta.




Histórico:
 

Objetivos:
 

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Bruno XVIII
Membro
Membro
Paulo Bruno XVIII

Créditos : Zero
Warn : O que vamos fazer hoje?  9010
Data de inscrição : 02/04/2019
Idade : 19
Localização : Organ Island

O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQua 29 Maio 2019, 01:00


O que vamos fazer hoje?



Macu finalmente havia conseguido a liberdade que almejava. O mink do tipo gorila, poderia agora, optar pelo seu futuro de forma arbitraria, sem ter ninguém o limitando a horários ou ações controladas. Sua atual localização era Las Camp, no West blue, uma cidade com uma flora quase que nula. O dia não apresentava nenhuma característica em especial, o sol estava irradiantes mas não o suficiente para se tronar um problema, poucas nuvens estavam no céu e o vento estava agradável.

O objetivo primordial do humanoide agora possuindo sua liberdade seria sair daquela ilha que havia passado muito de sua vida. Mesmo que na teoria Macu fosse livre, aparentemente ele não conseguia sentir-se assim, é por isso que seu trajeto era traçado em direção a encosta da ilha, algum cais que pudesse apresentar meios de transporte marítimos que o tirassem daquele lugar o quanto antes. Macu prestaria seus serviços braçais para conquistar um espaço no barco de alguém desposto a cede-lo.

Cerca de uns 10 minutos de caminhada realizadas pelo mink foram o necessário para transitar de sua antiga posição até o porto, na primeira visão não havia quaisquer pessoas ancoradas no cais da ilha o que podia ser uma surpresa para qualquer um pelo fato de não ser algo comum. Em contra partida, havia cerca de 4 pessoas ao longo da encosta carregando caixas de um lado para o outro, retirando-as de solo firme e as posicionando em cima do cais; deduzindo o que estava acontecendo, aparentemente eles estavam se preparando para partir.

Embora Macu não tivesse encontrado o que procurava, ele tinha achado possíveis futuros tripulantes de algum barco. Quiçá fosse a chance de ele conseguir impressiona-los descendo outras 5 caixas que estavam empilhadas em um monte do qual eles estavam retirando até então, colocando-os no cais. Quem sabe assim ele tivesse a opção de pegar carona com eles, ou então ele ainda poderia escolher ir até outro porto em outra encosta da ilha que talvez já tivessem outros barcos a espera. Seu livre arbítrio novamente seria colocado a prova.


Observação:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQua 29 Maio 2019, 15:47

Pagando de bom moço
O que vamos fazer hoje?  Maxresdefault

"Vazio" O porto estava praticamente deserto, coisa que me causava estranhamento. Uma ilha tão populada e requisitada como Las Camp deveria de ter uma grande circulação em minha opinião. A universidade de fato atraia diversos membros, tal qual um mercado de importação para suprir suas necessidades, claramente meu conhecimento sobre ilha ainda deixava a desejar. - Se isso aqui fosse uma festa com certeza estaria flopada - Falava Ace constatando a situação. " Flopada?!? Eu juro que não entendo metade das coisas que esse sujeito fala "  Encarando o porto sem navios eu me via sem opções, é claro que poderia ir em busca de outro porto da ilha, não era como se eu estivesse com pressa. Passei uma vida nessa ilha o que seriam mais alguns minutos? - Talvez isso seja um sinal Caco. Fique aqui. O mar pode ser um lugar muito perigoso sabia?- ouvindo aquele comentário a única coisa que fazia era careta de descontentamento. Um sinal, até parece. Eu não acreditava em coisas como essa. Eu iria partir daquele lugar nem que tivesse que ir nadando.

Antes que eu pulasse no mar, algo me chamava a atenção era um grupo de pessoas transportando algum tipo de caixa para o porto. Era um quarteto e eles organizavam os objetos de forma que dava a entender que esperavam partir da ilha em algum futuro próximo. - O que será que tem naquelas caixas? Nós poderíamos roubar, já to de saco cheio dessa vida de pobretão - Roubar? Dinheiro não era minha prioridade naquele momento, e também não tinha certeza que conseguiria lidar com quatro pessoas enquanto levava embora as caixas. - Concordo com o garoto verde, você devia roubar.- ELE aparecia ao lado de Ace e colocava seu braço sobre os ombros do mesmo. Coisa que deixava o jovem levemente desconcertado e um pouco aflito.  

- Você devia roubar e matar esses caras, isso com certeza agitaria as coisas por aqui hihihihihihihihihih- Completava o okama com um sorriso malicioso em seus lábios. Causar confusão não estava em meus planos, aqueles dois eram uma dupla de idiotas, eu acabara de ficar livre. Se atacasse outras pessoas era muito provável que fosse preso e eu não abdicaria de minha liberdade apenas por um punhado de caixas que nem ao menos sabia o que guardavam. -Apenas fiquem quietos- Falava rispidamente para a dupla enquanto caminharia em direção dos trabalhadores. Me aproximando iria então me apresentar -Olá companheiros, eu o Macaco Louco queria ajudar. - Falaria em um tom cortes e moderando minha voz -Parece que os senhores estão para deixar a ilha. Poderiam me aceitar na tripulação? - Perguntaria aos mesmos -Eu posso trabalhar por isso - me colocaria então de pé, diferente da posição em que estava até o presente momento, apoiado em minha mão para caminhar. endireitaria minha coluna alcançando então meus ligeiramente altos 2 metros, me aproximaria das caixas e pegarias tantas quantos pudesse aguentar. Caso percebesse uma atitude positiva do grupo, levaria os objetos para o porto junto aos outros que os sujeitos ja haviam transportado, voltando então a minha posição original onde me apoiava em meus braços.

Realizando tal ação com sucesso, então viraria para o grupo e faria algumas perguntas. -Então senhores, vocês são comerciantes? - Esperaria por uma respostas, positiva ou negativa continuaria - Enfim..., para onde estamos indo? Eu só desejo deixar a ilha, mas saber pra onde seria legal - Terminaria com uma curta risada. Porém, se quando me aproximasse dos caixotes para pegar ou até mesmo quando me apresentasse, o grupo mostrasse uma atitude negativa e/ou agressiva, me afastaria dando alguns passos para trás - Perdão, tem algo de errado? Juro que não apresento ameaça - Diria colocando minhas mãos para cima, tentando transparecer inocência.


Histórico:
 

OFF:
 


Última edição por Chang em Qua 29 Maio 2019, 20:11, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Bruno XVIII
Membro
Membro
Paulo Bruno XVIII

Créditos : Zero
Warn : O que vamos fazer hoje?  9010
Data de inscrição : 02/04/2019
Idade : 19
Localização : Organ Island

O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQua 29 Maio 2019, 18:58


O que vamos fazer hoje?



A princípio Macu não apresentava nenhuma malícia no seu ato de querer ajudar os homens com suas tralhas, na verdade ele buscava uma troca que favoreceria ambos os lados. Era então que de forma educada o mink se apresentava para os quatro trabalhadores seguido de sua proposta. – Sinceramente, uma ajuda cairia bem... Essas caixas que deixamos por último são as mais pesadas, acredito que você não terá problemas em levanta-las devido ao seu porte físico. – Um dos homens do quarteto dizia então ao Macu.

Realmente esse homem tinha razão, parecia que ele estava levantando luvas de tão fácil que tinha sido, em um curto espaço de tempo o humanoide já teria completado sua ação. O mink após o termino do auxílio, questionava-os acerca de suas profissões; sua dedução era que se tratava de comerciantes. – Olha... Na verdade somos... – Antes que pudesse terminar sua frase, o homem que havia aceitado anteriormente a ajuda do mink era cortado por um de seus companheiros. – Olha lá Leonard. O capitão já está chegando, temos que ser rápidos agora. – um dos outros desconhecidos dizia apontando a um barco que estava vindo na direção deles.

Era um barco de porte pequeno, possuía apenas um mastro com uma vela e uma pequena cabana na parte de trás, pelo tamanho do casco era quase impossível que houvesse acesso a parte de baixo. Como primeira impressão era teoricamente impossível caber os 5 homens, todas as caixas que estavam no porto e o enorme gorila naquele barco, talvez isso viesse a se tornar um problema para Macu que só almejava sair da ilha o quanto antes.

– Ei rapazes! – Gritou o navegador daquele barco visando chamar a atenção do quarteto. – Fico feliz que estejam bem, agora vamos ir embora dessa ilha. Tenho tantas novidades para contar a vocês que nem sei por onde começar. – Sua frase começava em um tom mais alto devido a sua distância, conforme ele ia se aproximando até estar perto o suficiente para ancorar, o homem ia proporcionalmente baixando o tom de voz conforme ia se aproximando. – Finalmente capitão! – Retrucou um dos homens que demonstrava estar animado pela chegada do homem.

– E quem é esse animal? Vai me dizer que vocês domesticaram um gorila para fazer parte do bando? Hahaha – Com um nítido tom de deboche, o recém chegado analisava o mink e falava terminando sua frase rindo dando mais ênfase ainda em seu deboche. – Na verdade ele é um mink, igual o Theodor... Porém esse é um hibrido de gorila, estou certo né? Ele quer uma carona para onde formos, em troca ele ajudou a descer todas essas caixas. – Leonard que até então era o mais “intimo” de Macu e o único que ele sabia o nome até agora, falava com certa seriedade cortando o clima que o homem havia criado.

– Aah, mil desculpas... – Arremessando a ancora no porto para evitar movimentos da caravela, o homem falava mostrando não ligar muito para se o mink tinha ou não sentimentos. – Sinceramente não tem espaço no barco para nós todos, agradeço a ajuda mas não posso fazer nada. – O homem falava enquanto baixava uma pequena ponte para que pudessem carregar as caixas a bordo e então embarcarem somente os que já estavam programados a entrarem. Isso era algo ruim para o Macu que havia perdido tempo atoa fazendo isso então.

Era então que os membros desse bando começavam simplesmente a carregar as caixas para o barco, sem questionar o que havia sido dito pelo homem. – Me desculpa... – Leonard falava antes de começar a carregar os caixotes. Macu não teria muito o que fazer, talvez isso desse mais ênfase ao fato de que ele não devesse sair da ilha agora. Talvez ele pudesse tomar a força o barco e seguir com o navegador sendo seu refém, o que julgando pela aparência deles e suas dificuldades carregando as caixas ditas por eles como as mais leves, seria uma tarefa fácil. Ou então o mink poderia ir checar em outro porto se havia barco maiores para o acomodar, uma placa apontando para o norte dizia “porto 1”, dando a ideia de que aquele seria o porto principal.



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQua 29 Maio 2019, 22:20

Sorria e acene
O que vamos fazer hoje?  550px-Macacotristefeliz



"Isso que eu ganho por interagir com pessoas" Dava então algumas bufadas enquanto tentava me acalmar. -Eu falei que você tinha que mata-los. Deveria me ouvir mais mokey boy- ELE dizia, parecendo estar tirando sarro de minha atual situação. - Pelo menos você fez uma boa ação Caco. Ajudar as pessoas nunca é ruim. Você dever ajudar alguém sem olhar a quem. Acredite em mim isso foi uma boa coisa- Eu então olhava para a figura de professor e dava outra bufada, alargando minhas narinas. Aqueles dois estavam me tirando do sério e eu já não estava muito feliz com o ocorrido. Havia trabalhado de graça, e eu não sou o tipo de pessoa caridosa. Um dos homens, aquele chamado Leonard, havia pelo menos se desculpado pela situação. Rapaz simpático, parecia querer ajudar, mas seu grupo não, bem, o que poderia fazer? Mesmo estando irritado, não iria me exaltar.

Assim me afastava e enquanto observava aqueles que achava que seriam meus companheiros de viagem, via também uma placa que indicava a direção de outro porto. "Talvez lá eu tenha mais chances" O fato de ter feito esforço para nada ainda sondava minha cabeça, o insulto do homem também, no entanto eu tinha um plano e não o arriscaria por tão pouco. - Olha aquele barco brother. Ele podia ser seu, tenho certeza que você limparia o chão com esses panacas- Falava Ace logo ao meu lado, tentando me instigar a brigar. -EU JA MANDEI VOCÊS CALAREM A BOCA- Com um grito respondia. Aquilo servia mais para extravasar meus sentimentos do que reprimir as figuras imaginarias. Por mais calmo que fosse, eles ainda conseguiam me tirar do serio."Voltamos à estaca zero, é melhor eu ir andando" Depois de algum tempo observado Leonard e seus companheiros carregarem o navio, partiria na direção indicada pela placa.

Caminharia sem pressa e com movimentos vagarosos. Observaria a cidade e as pessoas que porventura estivesse circulando por lá. Conseguindo chegar ao Porto 1 agiria tal qual agi ao chegar no porto anterior. Procuraria por navios de viagem que anunciassem partida para outra ilha e estivessem em busca de passageiros, navios mercantes que precisassem de mão de obra para a tripulação ou qualquer pessoa que anunciassem partida da ilha e estivesse disposto a aceitar a mim em seu barco. Encontrando algo neste aspecto iria ao encontro da pessoa em questão e falaria -Eu, o macaco Louco, gostaria de subir abordo. O que preciso fazer? - tentaria ser o mais simpático possível, mesmo que socializar não fosse uma de minhas melhores habilidades ainda tentaria ao máximo forçar carisma em minha fala e por fim aguardaria uma resposta.

Porem desta vez me certificaria  de que a pessoa realmente possuísse um barco, assim como espaço no mesmo para que eu fosse capaz de viajar.Encontrando mais de uma opção, optaria por navios de passageiros que anunciassem passagens  e estivessem o mais próximo de partir. Presaria é claro por valores que meu atual capital pudesse pagar. No caso de encontrar no porto uma situação parecida com o anterior, sem pessoas ou embarcações a vista, me direcionaria para a cidade. Lá procuraria por lojas de armas,ferreiros e afins.Utilizaria disso para matar o tempo, era possivel que quando voltasse ao porto mais tarde encontrasse algum barco, talvez o horario não estivesse a seu favor e com a passagem do tempo mais pessoas chegassem.

Claro que não estaria feliz com isso, porem não tinha opção. Meu pensamento anterior de sair da ilha a nado era suicida e havia surgido o calor do momento, eu não era estupido para tentar algo assim. Enfim, se me visse obrigado a matar o tempo, procuraria pelos os estabelecimentos citados anteriormente. Encontrando algum entraria e iria me dirigir a algum responsavel ou funcionario do local -Eu o Macaco Louco- Falaria como se o titulo carregasse poder consigo - gostaria de ver algumas manoplas- Diria em um tom sereno quase como se contrapondo a minhas primeiras palavras e esperaria uma resposta.



Histórico:
 
Objetivos:
 

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Bruno XVIII
Membro
Membro
Paulo Bruno XVIII

Créditos : Zero
Warn : O que vamos fazer hoje?  9010
Data de inscrição : 02/04/2019
Idade : 19
Localização : Organ Island

O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQui 30 Maio 2019, 19:27


O que vamos fazer hoje?



Macu havia se encaminhado em direção a o tal “porto 1” que a placa indicava, percorrendo cerca de 15 minutos caminhado até chegar no seu objetivo. Após sua chegada, nenhuma única pessoa podia ser avistada no píer, em contra partida cerca de 10 barcos estavam ancorados aparentemente vazios. Por mais que o mink caminhasse ao longo do porto, a única coisa que poderia ver lá era resquícios de seres humanos, tais quais como pacotes de balas, cigarros já fumados e garrafas com possível mijo dentro, todas atiradas pelo chão trazendo um ar repugnante ao ambiente.

O fato de não haver nem sequer uma pessoa lá devia frustrar muito Macu que só queria fugir de seu passado, era sua segunda tentativa de sair da ilha que seria falha. Porém antes mesmo que ele pudesse sair de lá em busca de outras coisas para fazer ou tentar olhar em outro porto, de um dos barcos ancorados por meio de uma ponte um simplório senhor descia portando uma vara de pesca, ele estava a trajar uma roupa impermeável genérica de pescador amarela dando a ideia de que realmente ele era um pescador.

Macu então se aproximava dele acreditando que aquele era o barco dele, por que se não fosse, não teria mais ninguém lá que tivesse. Era então que conforme o enorme de gorila se aproximava do homem, parecia que ele ia encolhendo; o homem e questão que era questionado por Macu possuía uma cara expressiva enrugada, enormes sobrancelhas brancas. Aparentemente ele possuía menos de um metro e meio de altura. – Claro que podemos ir juntos, porém acabei de chegar na ilha e já estou um pouco velho, vou tirar um cochilo aqui no porto mesmo para repor minhas energias, após eu me acordar podemos ir. – O senhor dizia lentamente devido à dificuldade que a velhice traz.

Então o velho aproximou-se de um banco qualquer de pedra que havia no porto e deitou-se, quase que instantaneamente ele começou a roncar, dando a entender que já estava dormindo. Tal ação teve duração aproximada de 10 segundos, a única certeza que alguém poderia ter naquele momento era de que ele não estava morto devido ao fato de estar roncando tão alto. Agora dependeria de Macu se aceitaria ou não a proposta um tanto arriscada, talvez ele devesse ir a outro porto checar ou esperar um pouco ali, mas essa poderia ser a única chance de alguém lhe ceder carona de graça com um barco grande igual ao dele.

Aparentemente o jovem havia resolvido de que para comer tempo, que também o ajudaria a pensar se aceitaria a proposta ou não, era ir atrás de uma manopla para ele. Seguindo em direção a cidade, uma das primeiras lojas era uma com nome de “Sword and more” com alguns exemplários expostos, dentre eles espadas, adagas, shurikens e algumas manoplas, era o lugar que ele buscava. Entrando no estabelecimento havia apenas um homem forte que aparentava ter entre 30 a 35 anos sentado apenas olhando o mink; logo após entrar, de forma educada o gorila perguntava acerca do que buscava. – Tenho apenas um par para venda, está custando 30.000 berries. – Ainda sentado o homem respondia a Macu esperando uma decisão por parte do mink.




legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptySex 07 Jun 2019, 00:09

COMPRAS

"Finalmente" Após o desastre no porto anterior desta vez parecia que conseguiria um transporte para fora da ilha, um senhor de estatura abaixo da média dizia que iria me ajudar. Ele não se assustava com minha aparência e tão pouco se intimidava por minha altura, não me perguntava meus motivos para querer sair e também não me pedia nada em troca. Tal situação me deixava um pouco intrigado, mas não o suficiente para desenvolver uma conversa naquele momento. Queria deixar aquele lugar e o homem se propusera a isso, ao menos era o que parecia. Afinal de contas não havia expressado meu desejo de ir a outra ilha, apenas o de subir em seu barco. "Depois me preocupo com isso" Sempre fui um ser racional, procurar ajuda daquele jeito não era de meu feitio, porem era o único jeito que achara de partir. Na pior das hipoteses podia sequestrar seu barco para ir, devido ao pequeno porte do homem acreditava que não teria problemas em fazê-lo. Isso, no entanto era algo a ser pensado mais tarde, o senhor dissera que queria descansar antes da partida e visto que não tinha controle sobre isso só me restava esperar pela soneca do velhote.

-E ala, qual é a do velho. Camarão que dorme a onda leva- Ace dizia, -Pra que esperar brother, chuta a bunda desse velho e vamos embora- Não sabia se se a figura verde ansiava tanto quanto eu por sair da ilha ou se apenas queria que eu cometesse algum tipo de delito, mas em todo caso ignorava o jovem punk. -Ace, você devia parar de ter esses tipos de pensamento, eles não caem bem em um jovem.- Professor intervinha -Tão pouco essas gírias estapafúrdias- Dizia reprendendo Ace. " Um minuto, tudo o que eu queria era um minuto sem seres imaginários na minha cabeça. É pedir muito?" Esses tipos de discussão eram recorrentes e sempre me davam nos nervos, alias a presença dessas criaturas me dava nos nervos. Essa era minha sina e aparentemente nada podia ser feito.  

Tendo tempo para matar ia em busca de armamento e não me demorava a encontrar. Assim que pedia por uma arma me assustava com o preço proposto "30.000?!? Isso é mais da metade do que tenho" Não esperava tal preço por um simples par de manoplas, aparentemente ainda não estava acostumado a lidar com dinheiro e nem mesmo mensurar seu real valor. Nunca precisei comprar nada antes em minha vida, tudo era me dado de graça ou pelo menos quase de graça, mas isso não vem ao caso. -Para que pagar se você pode pegar de graça? Mate-o e leve tudo Monkey Boy - ELE surgia mais uma vez dando ideias erradas, ja sofrera muito devido aos péssimos conselhos do okama e aprendera a não dar ouvidos a suas tolices.-Você é um imbecil- respondia a figura ambígua "Como eu iria roubar uma loja de armas ?É claro que homem estaria armado." Aquele era um pensamento estupido. Me daria então conta que não estava sozinho, o vendedor provavelmente acharia estranho eu falar com o vento ou até mesmo poderia pensar que o insulto se direcionava a ele, sendo assim agiria rápido para contornar a embaraçosa situação. -Me desculpe, eu estava falando sozinho.- Daria um sorriso embaraçoso  torcendo para que o ocorrido não me prejudicasse.  

-Eu vou levar- Diria pagando o homem com o dinheiro que tinha e tomaria posse do par de manoplas se assim fosse possível. Tendo sucesso na transação sairia dali o mais rápido possível afim de fugir de uma possível confusão. Iria em direção ao Porto 1 e procuraria o pequeno velhinho que decidira me ajudar. No caso do vendedor não querer mais me vender ou se até mesmo se tornasse hostil, levantaria as mãos e falaria -Eu não quis ser grosso. Vou me retirar- E assim partiria da loja em direção ao porto com as mãos abanando. Por grande parte da minha vida não tive que me preocupar com interações sociais, todos meus problemas eram resolvidos a base de violência, mas não era um tolo sabia que no mundo real não podia agir sempre deste jeito e decidira por ações diplomáticas ao menos por hora. Sair da ilha era meu objetivo e criar conflitos não seria o melhor caminho.
Histórico:
 
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Bruno XVIII
Membro
Membro
Paulo Bruno XVIII

Créditos : Zero
Warn : O que vamos fazer hoje?  9010
Data de inscrição : 02/04/2019
Idade : 19
Localização : Organ Island

O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyTer 11 Jun 2019, 21:28


O que vamos fazer hoje?



– Que gorila estanho. – Era dito pelo mercante enquanto posicionava sua mãe esquerda atrás de seu crânio passando a mão lentamente de cima para baixo em um curto espaço. Macu poderia ficar feliz agora, ele havia conseguido possivelmente a manopla da qual estava almejando e também tinha conseguido uma possível carona para fora da ilha, estava tudo se encaminhando para o objetivo do enorme mink conseguir o que queria. Agora armado, ele não teria que temer mais nada, com sua força sobre-humana e porte extraordinário, ele agora poderia se sentir “protegido” além de só livre.

Agora tentando retornar para o porto 1 onde aquele pequeno senhor o aguardava com o barco que o tiraria da ilha, o Macu durante o percurso não poderia deixar de escutar. Algumas pessoas aleatórias que estavam em um bolinho começavam a falar, sobre ele. – Aquele lá não é macaco louco? – Um dele cochichava enquanto olhava para os outros que encaravam diretamente o mink. – Ouvi dizer que ele vale um dinheiro no mercado negro e que ele está livre agora, fora dos combates organizado. – O outro retrucava cochichando de volata para o que havia falado primeiro. – Nós devíamos ataca-lo, somos em maior quantidade e temos mais chance de vencer Luke e Barry. – O homem de nome desconhecido falava para os outros dois homens.

Macu poderia possuía uma má fama de certa forma, aqueles três homens estavam todos a portar uma espada amarrada a suas cinturas, talvez se tratasse de caçadores de recompensas pelo fato de saberem quem era o humanoide; talvez Macu fosse forçado a agir para evitar receber qualquer ataque provindo deles, ou então ele simplesmente poderia ignorar e seguir em frente acelerando seus passos tentando evitar um confronto e assim, averiguar se o homem do barco já havia acordado ou não para poderem talvez sair logo da ilha e tentar se livrar do passado que o persegue.




legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  EmptyQui 13 Jun 2019, 14:54


-Ainda acho que você deveria ter roubado- Falava ace conforme eu caminhava para fora da loja.- PELA ULTIMA VEZ. FICA QUIETO!!!- Berrava em resposta ao homem verde. Sinceramente ter vozes na cabeça além da minha era desgastante, por mais que tivesse seus momentos na maior parte do tempo apenas me atrapalhava. Tentava então me recompor após a breve explosão e então vestiria minhas recém adquiridas manoplas. abrindo e fechando minhas me certificaria que estavam justas e prontas para uso. Já vestido, continuava meu caminho para o porto, mas como em minha vida nada é fácil ouvia murmúrios atrás de minha pessoa. Olhando sobre os ombros avistava um trio de espadachim, os mesmos comentavam sobre mim e pareciam conhecer meu passado e ao que tudo indicava tinham intenções de me atacar. "Por quê Deus?" Eu só queria deixar a ilha, mas meu passado parecia estar me perseguindo. Eu sabia que não era o mais santo dos homens, porem tinha certeza de que não era o pior deles. Por que os céus pareciam ir contra mim? Não podia o mundo pelo menos uma vez girar ao meu favor? A situação que me encontrava era de fato problemática. Havia decidido sair da ilha sem causar qualquer alarde, mas o destino parecia querer me sabotar, primeiro um porto vazio, segundo um velho dorminhoco e por fim aquilo.

Com meus instintos podia sentir que a situação não se resolveria sozinha, se continuasse meu caminho até o porto provavelmente seria seguido. E se fosse era possível que o pequeno ancião que prometera prestar ajuda acabasse machucado ou até mesmo morto. É claro não ligava para o velho em si, mas sem ele teria que novamente buscar meios para deixar esse pedaço de terra infeliz. -E então Mokey Boy, matar ou morrer?- O okama demonico aparecia mais uma vez com tantas outras ao meu lado. "Quem falou em matar?" A mente da figura ambígua era extremamente deturpada, nem tudo se resumia a brigas. -Você tem problemas- respondia rispidamente a figura ambígua. Resolvia por fim tomar uma atitude para com o trio hostil, mas não partiria para briga de inicio. Me viraria para encarar os estranho grupo, me colocaria de pé sobre minha duas patas estendendo minha coluna para que alcançar minha estatura máxima e falaria - Eu, o Macaco Louco ouço suas palavras- Apontaria para o trio com o indicador - E ,eu, o Macaco Louco, queria saber se vocês ousam tentar alguma coisa . -Terminaria batendo meus punhos um contra o outro. -Mando bem- ouviria Ace falando e se escondendo por trás de minha figura, tal qual o covarde que era. É claro que tais ações visariam intimidar o trio, queria que vissem que eu não tinha medo deles e ao mesmo tempo expor o corpo robusto que possuía.

Conseguindo desencorajar e afugentar os estranhos, voltaria a minha posição de caminhada habitual e seguiria para de encontro o bom velhinho. Caso não conseguisse e os homens partissem para cima de mim com a intenção de me atacar ficaria de prontidão com os punhos levantados. Sabia que estava em desvantagem, logo realizar o primeiro movimento não seria uma ação sabia. Com os punhos fechado ergueria minhas mãos a altura do nariz e esperaria pelo primeiro movimento dos agressores. Os três usavam espadas, logo o combate de médio alcance era o que lhes era familiar ou ao menos era o que eu esperava. Teria de me defender e esperar por momentos propícios para revidar ao me aproximar.

Se os três viessem em minha direção com estocadas ou com cortes verticais desviaria com um rolamento para o lado, visaria o lado que tivesse mais espaço para que não me encurralar. Após um rolamento bem-sucedido, contra-atacaria com um soco na região do tronco do inimigo que estivesse mais próximo. Usaria de usaria de toda minha força para desta maneira derrubar o inimigo, e visto que todos realizavam o ataque em conjunto o provável era que estivessem um ao lado do outro. Desta forma meu poderoso soco teria como objetivo jogar o alvo acertado para cima de seus companheiros, a fim de os derrubar devido ao peso. Se visse que uma esquiva lateral não era possível devido ao ambiente ou qualquer outro fator, tentaria pular para tras com o impulso de minhas pernas me posicionando longe do alcance das espadas.

Na possibilidade de o trio agir separadamente, tentando um combate um-a-um, a minha estratégia seria diferente. Tinha confiança em um duelo justo, meu grande porte era minha vantagem e tinha ciência disso. Se apenas um inimigo viesse em minha direção usando de estocadas ou golpes verticais, desviaria com um pequeno salto para os lados, mais uma vez visaria o lado que se encontrasse com maior espaço para agir, sendo este a esquerda ou à direita. Tendo efetuado a esquiva com sucesso emendaria com um soco rápido em direção a face do agressor, colocaria todo meu peso no golpe com o objetivo de o mandar "voando" para trás. sendo bem sucedido nestas ações berraria para o trio -EU, O MACACO LOUCO, PERGUNTO SE VOCÊS AINDA QUEREM TENTAR - Tentaria soar ameaçador e novamente dissuadir o grupo de suas intenções.

Em todos os cenários tentaria ao máximo me posicionar de forma que não me encontrasse sem saída ou encurralado. Evitaria me colocar de costas para paredes ou qualquer tipo de estrutura que me impossibilitasse uma fuga para trás. Olharia o ambiente e analisaria os detalhes presentes no mesmo, para que tivesse uma ideia melhor dos meus arredores e assim conseguisse estabelecer um plano de ação eficiente. prestaria atenção as estruturas a minha volta, assim como as possíveis pessoas ali presente e montaria um mapa mental da situação. Se constatasse que o trio estava tentando me cercar iria recuar a passos rápidos para trás tentando não deixar que fechassem um triângulo a minha volta.

Histórico:
 
OFF:
 


Última edição por Chang em Sab 15 Jun 2019, 18:27, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O que vamos fazer hoje?  Empty
MensagemAssunto: Re: O que vamos fazer hoje?    O que vamos fazer hoje?  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que vamos fazer hoje?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: