One Piece RPG
Illusia, We Are Coming! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Bell Farest
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:25

» Helves
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:22

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Illusia, We Are Coming! Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 18:53

» O Segredo de Um Ladrão
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 18:11

» Art. 5 - The hunt is on
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 18:10

» Cap.1 Deuses entre nós
Illusia, We Are Coming! Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 18:09

» The Hero Rises!
Illusia, We Are Coming! Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:21

» VIII - The Unforgiven
Illusia, We Are Coming! Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:10

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
Illusia, We Are Coming! Emptypor Far Hoje à(s) 16:17

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Illusia, We Are Coming! Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:52

» Vol 1 - The Soul's Desires
Illusia, We Are Coming! Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 15:41

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Illusia, We Are Coming! Emptypor Furry Hoje à(s) 13:22

» Seasons: Road to New World
Illusia, We Are Coming! Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 10:55

» [FICHA] Sonny Delahunt
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 10:10

» Sonny Delahunt
Illusia, We Are Coming! Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 10:09

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Illusia, We Are Coming! Emptypor Oni Hoje à(s) 08:33

» Meu nome é Mike Brigss
Illusia, We Are Coming! Emptypor Oni Hoje à(s) 08:18

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Illusia, We Are Coming! Emptypor Hisoka Hoje à(s) 03:24

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Illusia, We Are Coming! Emptypor Fukai Hoje à(s) 01:54

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
Illusia, We Are Coming! Emptypor Makei Hoje à(s) 01:53



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Illusia, We Are Coming!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 68
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptySab 30 Mar 2019, 13:21

Illusia, We Are Coming!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Asger. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyTer 02 Abr 2019, 15:57




I – Illusia Kingdom! We Are Coming!


Me lembro quando sai para a minha primeira aventura dentro dos mares, era inacreditável a sensação que sentia quando o vento batia sobre o meu rosto e as velas sacudiam conforme era empurrada para frente, o barulho do barco e a água espirrando para dentro, refrescando a nossa pele. Éramos novatos em meio a um mundo cheio de perigos, embora tenhamos tido grandes lutas em nossos passados, nada se comparava com a primeira vez declarando-nos como piratas, aquela sensação é inesquecível.

O nosso caminho até o porto também havia sido trilhado com bastante luta e estávamos perto de estarmos no mar, sorria pela vontade que estava e a saudade do mar. Um tritão de pele vermelha estava em uma luta contra alguns marinheiros, Envy, Samuel e eu estávamos perto e correndo na direção deles. – Preparem-se! O Apocalipse chegou! – Não poderia conter a minha empolgação naquela cena, mas falaria apenas quando estaria bem próximo deles, esperando não ter chamado a atenção dos seres antes de chegar.

Meu primeiro movimento seria um agarre, procuraria passar os meus dois braços ao redor e acertá-lo com um abraço de urso, tentaria prendê-lo com o máximo de força disponível e levantá-lo do chão para que não tivesse um impulso de suas pernas e minimizasse as suas tentativas de sair do golpe. Minha tentativa era de forçar o máximo possível dos seus músculos em um grande aperto e quando percebesse que ele estaria quase que se sufocando, soltá-lo, agachando e ajeitando a minha postura de karatê, tentando acertá-lo com um soco no formado de Seiken diretamente no seu plexo solar, esperando que com aquele golpe conseguisse atordoa-lo ou finalizá-lo em um tempo mínimo. Nessa transição de golpes, contaria o tempo para tentar descobrir para onde ele tentaria se movimentar e quanto levaria até que conseguisse ajeitar a minha postura para o golpe, tentando encontrar o ponto ideal e preciso para que não errasse o golpe.

Em seguida, independente do resultado, movimentaria meu corpo para evitar um golpe de algum terceiro, tentando calcular quanto tempo estaria vindo tal golpe e consequentemente a sua velocidade. Caso não houvesse uma escapatória, movimentaria meu corpo de maneira a deixar as partes mais musculosas e resistentes na frente, enquanto que me aproximaria do homem com um passo para frente, apenas tentando ignorar a dor, onde assumiria uma postura de preparação de golpe, tentando manter a minha mão esquerda mais a gente com a palma aberta como se fosse uma mira de uma arma e a outra mais atrás com o braço em “L” e o punho fechado, trazendo toda a força do golpe para a frente e daria um passo para a frente junto com o movimento do golpe para que obtivesse um maior alcance e impacto, mirando diretamente em sua traqueia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- [color:816a=6495ED]Envy, Samuel, ajudem o vermelho. Mantenham-se ao lado dele! Formemos uma linha e não deixemos ninguém passar! – Começava a preparar esforços para se houvessem reforços dos inimigos ou não conseguíssemos derrota-los com tanta facilidade em um ataque surpresa. Para tal, tentaria investir contra os marinheiros de maneira desordenada para que se assustassem e abrissem, minha ideia não era acertá-los e sim conseguir um caminho para manter ao lado dos meus companheiros e o vermelho, tinha um pensamento que poderia ajudar naquele momento que éramos de fugir daquela ilha o mais rápido possível e se conseguíssemos manter uma linha, poderíamos recuar e quebrar a rampa, tendo uma maior facilidade para zarparmos.

Tendo sucesso no plano, explicaria para os meus companheiros, manteria uma voz firme e aguda. – Agora recuemos! Vamos até a ponta do convés e depois empurraremos a ponte! – Tinha uma grande certeza que descobririam isso de uma forma ou outra então não me importaria em revelar, não havíamos tempo para desperdiçar e era necessário contermos aquela ameaça fora do barco. Claramente, não era a melhor maneira de se roubar um barco, mas nunca deixaria um companheiro tritão para trás, nós devemos nos manter unidos, não devemos ser iguais os humanos e abandonar um de raça igual! – Força! – Gritaria caso percebesse que algum do nosso grupo estivesse começando a fraquejar.

Nessa linha de frente do qual estaria montando, procuraria me manter aos empurrões dos meus inimigos, mantendo a mesma estratégia de esquivar dos golpes apenas até uma área mais resistente do meu corpo, mas ao invés de preparar uma postura, abusaria de uma luta de rua mais suja, procurando agarrá-lo através de suas vestes e empurrá-lo para o mar com um impulso. Também não pouparia esforços ao ver alguma brecha na defesa dos inimigos, procurando agarrar algum dos inimigos e empurrá-los um contra os outros para o mais perto do alcance de meus companheiros para que pudessem golpeá-los ou para o mar.

Em caso de não conseguir abrir um caminho até o barco, tentaria me manter na linha de frente ou fazer uma abertura para que Envy e Samuel pudessem passar sem maiores problemas, para isso, começaria a chamar a atenção dos homens. – Um de vocês não será o suficiente para me deter! HAHAHA! Venham, inúteis e fracos! – O ego de cada um poderia ser influenciado e uma irritação causada nos corações dos seres humanos, era claro que teriam alguns deles assim e também poderia começar a causar um certo medo neles devido a minha altura e peso e com tudo isso junto e misturado, também abriria um sorriso confiante. – Meu nome é Asger, bostanos! – Gritaria e daria uma outra gargalhada.

Quando percebesse que havia chamado bastante atenção e eles estivessem mais focados em mim, encheria meus pulmões com todo o ar que pudesse puxar, procurando inflar de uma vez em uma grande surpresa para os meus inimigos, procuraria ficar com tamanho o suficiente para que tivessem que se afastar, tentando estar com quase cinco metros de altura quando tivesse o máximo de tamanho. Eu não ficaria parado dando oportunidade para que me espetassem ou atirassem com facilidade devido a ser um grande alvo inflado e para isso, me impulsionaria um pouco para trás e com toda a velocidade para frente, procurando imitar uma bola.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Tendo uma oportunidade para derrubar a rampa após estarmos todos dentro do barco aproveitaria, empurrando os meus companheiros para dentro do convés e tentando golpear com força de maneira que fosse de forma súbita aquela rampa para dentro do mar ou para o porto. – Estendam as velas, alguém vá para o timão! Mantenham-se firme e tomem cuidado com disparos! – Procuraria ajudar puxando a âncora ou a soltando a corda que ficava preso no porto, esperando que fosse se desenrolar de uma maneira fácil, caso contrário, olharia para o vermelho. – Vermelho! Corte essa corda! – Em caso da âncora, tentaria operar da maneira que ela estava, seja puxando ela completamente na mão ou por alguma manivela.


Objetivos:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyTer 09 Abr 2019, 16:31


O tritão vermelho estava cercado por aparentemente dez marinheiros. Distante como estavam, o grupo de Asger não conseguia ouvir o que estava sendo discutido ali, apenas notava que o tritão apontava para o navio e quando os marinheiros tomavam uma postura ofensiva, sacava duas adagas.

Não seria possível chegar até eles antes do embate começar, já estavam correndo a um minuto e ainda faltava outro de distância, e com três espadachins desembainhando suas armas e partindo para o ataque, além de outros três marinheiros que sacavam armas de fogo enquanto os últimos quatro bloqueavam rotas de saída, as coisas pareciam ir de mal a pior.

O plano de Asger de se aproximar sorrateiramente poderia até funcionar, mas será que o tritão vermelho sobreviveria até lá? Envy achava que não. – Se não fizermos algo logo ele não vai aguentar!! – Exclamava a menina sacando um par de pistolas e apontando para frente, abrindo fogo em plena corrida. Nenhum dos marinheiros era atingido de fato, mas ao menos eles eram jogados em caos.

Os atiradores saíam correndo e buscavam abrigo, revidando fogo em seguida. Os três espadachins se distraíam momentaneamente, e um deles tinha a garganta cortada pela adaga do oponente. Os quatro que haviam bloqueado quaisquer rotas de fuga desembainhavam as próprias armas e focavam no trio que vinha.

Frente aos tiros dos marinheiros, cada um do trio tinha uma reação. Envy se escondia atrás e Asger e atirava pelas laterais dele sem nem mesmo mirar. Era um milagre que ela não acertava o tritão que buscavam salvar. Já Samuel movia as mãos de forma circular um pouco acima da cabeça e de forma quase que mágica água da carabina que ele carregava em suas costas envolvia suas mãos e braços. Parando de correr, ele dobrava os joelhos e dava passos firmes a frente, a cada passo dando um golpe de palma com a mão, e a cada golpe desses, um jato de água atingia uma bala inimiga.

Seis disparos atingiam Asger antes que o mesmo alcançasse o primeiro inimigo, mas nenhum penetrava sua pele, causando meros roxões nos lugares que atingiam. Assim, ele avançava contra um marinheiro que tinha uma ninjaken consigo e assim que o tritão abria seus braços para aplicar um “abraço de urso”, o humano dava uma estocada. Infelizmente para o marine, a arma não penetrava no corpo do inimigo quando esperado, e quando ele era pego entre os braços de Asger, a arma apenas escorregava inutilmente pela lateral do corpo do peixão.

Algo batia atrás do Baiacu Tigre e ele ouvia a voz feminina de Envy – Ouch!! Da próxima vez avisa quando for parar! – Mais dois tiros acertavam o azulão, além de dois ataques vindos de outros marinheiros, mas nada funcionava. Rapidamente o homem começava a ficar sem ar e se sentir esmagado, de forma que quando era solto, ele cambaleava e inspirava fundo aliviado, apenas para ser atingido na traqueia e cair ajoelhado tentando respirar e se sentindo sufocar mais uma vez.

Mais dois ataques vinham contra o tritão, e ele meramente ajeitava a posição do corpo para recebe-los em cheio, sem sofrer dano algum. Samuel chegava e juntamente a Envy, que já tinha guardado as pistolas e agora lutava de forma similar ao irmão, ocupavam os três atiradores.

– Um de vocês não será o suficiente para me deter! HAHAHA! Venham, inúteis e fracos! – Vendo que não seria possível para todos passarem pelos marinheiros rapidamente antes que mais reforços chegassem, ele tentava atrair atenção dos outros para dar uma brecha para seus dois companheiros, que prontamente a aproveitavam e alcançavam o tritão vermelho, revertendo sua situação de dois contra um para dois contra três.

Usando uma vantagem da sua raça, Asger começava a inchar, mas antes que atingisse seu tamanho máximo, sentia algo batendo na parte de trás da sua cabeça, e dessa vez, ele sentia dor. Meio rolando, meio capotando para frente, ele acabava por alcançar os outros três seres da sua raça na borda do cais, começando a desinchar estirado ali no chão.

- CHHHHHHHHEEEEEEEEGUEEEEI!!! CHEGUEI CHEGANDO BAGUNÇANDO A ZORRA TODA!! GAGAGAAGAGAGA! – Um outro marinheiro havia praticamente caído dos céus e dado um chute na cabeça do tritão que ficava a visão turva e um pouco tonto. O [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] loiro tinha óculos escuros em forma de estrela e um microfone com sigo onde ele cantava anunciando sua chegada. No peito, uma insígnia de sargento.

Os marinheiros se organizavam atrás dele, que olhava para as baixas da luta, um defunto e um ferido, ambos marinheiros. – Ora, ora, ora! O que temos aqui? Vilões!! Piratas!! Homens, peguem eles!! – Enquanto eles estavam na frente prestes a investir, atrás dos quatro tritões o navio já havia recolhido a rampa de embarque, erguido ancora e içado velas. A dois metros do cais, ele começava a se afastar.

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyTer 09 Abr 2019, 23:51




II – Danger! A Sargent With A Cool Outfit!


A nossa investida havia sido um sucesso, havíamos conseguido chamar a atenção dos marinheiros após surpreendermos e acertar dois, ferindo um e deixando um morto pelo caminho, o vermelho havia se juntado a nós, infelizmente o barco havia partido há alguns metros de nós sem que estivéssemos embarcados. – Vermelho, qual seu nome? – Sorriria para ele, estava em uma situação um pouco crítica após ter recebido um golpe forte do que era um sargento, o marinheiro estava comandando os outros e tinha uma aparência incomum aos meus olhos, não estava acostumado a ver humanos utilizando óculos estrelados e um microfone para anunciar a sua chegada, além disso, ele tinha sido o único a me afetar, as balas haviam apenas deixado algumas vermelhidões das quais não apresentavam o menor perigo.

A vantagem da minha raça havia sido interrompida por este homem, acabando saindo pior do que havia planejado, infelizmente tinha que prosseguir da maneira que estava. Cercados e a única escapatória era o mar, queria lutar contra aqueles vários marinheiros, mas alguma coisa me dizia que não era bom continuar aquela luta daquela maneira, com uma vantagem numérica menor, um sargento enfeitado e sem muito espaço para batalharmos. Em minha cabeça, começaria a calcular uma velocidade mínima para chegarmos ao barco através do tempo, olharia rapidamente para os meus companheiros imaginando que estavam tendo a mesma ideia que eu. – Gostei dessas suas armas, Envy. Samuel, gostei da maneira que moldou a água. Vermelho, as adagas estão bem afiadas. – Respiraria fundo olhando para os homens que estavam em minha frente, começando um discurso.

- Humanos inúteis, armados até os dentes e conseguiram tomar um ataque surpresa dessa maneira. HAHAHA! – Minha gargalhada soaria como uma provocação, estava querendo chamar a atenção deles. – Ao meu sinal, pularemos para trás e mergulharemos o mais fundo que pudermos, tentaremos escapar das balas das suas armas de fogo com a água. – Cochicharia em um tom o suficiente para que apenas os meus companheiros pudessem ouvir. – Meu nome é Asger! Ouçam-me! Olhem para os seus colegas! É justo julgá-lo apenas pela sua aparência?! Pela sua cor?! Pelo modo que veste?! – Daria uma pausa. – Vocês, humanos, descriminam sem sequer saber quem é a outra pessoa! Não olham para o que há dentro de cada ser! É por isso que o futuro de vocês está à beira de uma extinção! – Sorriria, mostrando-me firme em minhas palavras. – Lembrem-se de minhas palavras! O Apocalipse está chegando! AGORA – No momento final de minha palavra, pularia para trás, esperando que o vermelho viesse conosco e procurando mergulhar o mais fundo possível dentro da água, tentando alcançar o máximo de velocidade possível no maior tempo.

Na base dos meus cálculos anteriores, tentaria chegar o máximo possível na distância, procurando seguir até a embarcação naquele tempo, guiando os meus companheiros ou seguindo também as suas indicações de onde estaria o barco ou alguma coisa de que deveria me alertar.

Também estaria pronto para revidar se alguém viesse tentar cortar as minhas palavras, tentaria assumir a [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] do karatê com as pernas bem mais abertas e uma mão esticada com a palma aberta e a outra curvada em “L” e fechada. Assumindo essa posição, estaria pronto para tentar dar uma esquivada para o lado mais propício, a esquiva não era das melhores, por isso, não me atentaria a desviar 100% do ataque para contra-atacar em seguida, impulsionando através das minhas pernas um golpe direcionado ao plexo solar do meu inimigo utilizando toda a força do meu punho fechado e mirando com o esquerdo, quando estivesse próximo o bastante para acertar o golpe, a mão esquerda seria jogada com tudo para trás e assim conseguiria um maior alcance com a mão efetiva.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Como outra alternativa para o golpe, procuraria tentar novamente me esquivar do golpe da mesma maneira para o lado mais propício, mas tentando fazer com que o marinheiro passasse mais por mim, com isso, daria um passo para o lado cego do meu inimigo e tentaria golpeá-lo com as minhas duas mãos juntas como uma marretada em suas costas, forçando todo o meu peso no golpe para derrubá-lo. Caso acontecesse do inimigo cair, tentaria subir em seu pescoço e depositar todo o meu peso sobre a minha perna e consequentemente sobre o inimigo para tentar finalizá-lo o mais rápido possível.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caso conseguíssemos escapar com sucesso e estivéssemos para embarcar, tentaria ser o primeiro a subir na embarcação, subindo com toda a velocidade da água para a superfície como um grande salto para tentar alcançar o convés sem que tivesse que escalar, estaria atento a atividades inimigas procurando esquivar para o lado mais resistente do meu corpo e contra-atacá-lo da mesma forma de antes. Mas caso os inimigos desembarcassem ou saltassem para o mar, daria uma risada. – Barra tá limpa! – E aguardaria os meus companheiros.


Objetivos:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyQua 10 Abr 2019, 22:05


- Leazar. Muito grato pelo auxílio prestado amigos. – A resposta do tritão de terno deixava claro que o ato de Asger e seu grupo haviam feito com que o vermelho lhes considerasse desde já como amigos. Ele respirava de forma pesada mostrando que estava cansado, mas ainda se posicionava pronto para o combate.

Ouvindo o cochicho de Asger para saltarem para trás, eles acenavam levemente, ouvindo em seguida a declaração do Tritão Baiaku para os humanos, assim como a resposta do sargento pelo microfone, primeiro normalmente, mas no fim de forma cantada. – Não me importo com a raça de vocês. Mataram um marinheiro e agrediram outro. São criminosos e devem ser levados a justiça! Se rendam ou nós...



Os caçaremos sem piedade
Os caçaremos por todo o pesadelo
Sinta-nos respirar sobre seus rostos
Sinta-nos ajustar a cada movimento que rastrearmos
Os caçamos sem piedade
Os caçamos por todo o pesadelo...



Os marinheiros avançavam e Asger dava seu próprio comando, de forma que antes que o combate pudesse recomeçar eles pulavam para trás. Assim como esperado os três atiradores começavam a disparar, mas nenhuma mancha de sangue na água podia ser vista.

- Ohh droga... esqueci que eles podiam fazer isso...- Dizia o sargento surpreendido. – Homens, levem o ferido para o quartel e chamem alguém para buscar o falecido, mandem um aviso ao quartel de Ilusia que talvez um grupo de tritões encrenqueiros e perigosos apareça por lá, para ficarem atentos.

Dando as costas o homem começava a se afastar ainda cantarolando aquela música. Agora que tinha um alvo, apenas pararia quando estivessem presos ou mortos. Isso é, se conseguisse permissão do capitão para persegui-los.

Enquanto isso Asger avançava com os outros debaixo d’água acompanhando a movimentação do navio que se afastava, passando por corais e conjuntos de algas. Peixes passavam aqui e ali, e até mesmo algumas tartarugas e cavalos marinhos quando eles se afastavam mais da ilha. – Acho que é seguro subirmos agora. – Dizia Envy que era quem estava na frente. Imediatamente Asger acelerava rapidamente e subia em disparada, saindo da água como se fosse um golfinho e aterrissando no convés.

Ali, ele podia ver cerca de três tripulantes, todos armados com espadas ou adagas, e até mesmo uma pistola. Outro homem pilotava o navio enquanto outras pessoas que pareciam ser passageiros das mais variadas idades estavam sentadas em bancos aproveitando o sol gentil da manhã e a brisa do mar.

- KYYYYYYYYYAAAAAAAAAAAAHHHH!!! – Gritou uma mulher que percebera a invasão do tritão. A tranquilidade do momento era quebrada dessa forma, com todos se erguendo e se afastando desesperados. Logo, Samuel, Envy e Leazar também embarcavam da mesma forma, aterrissando ao lado de Asger.

- H... hey!! O que estão fazendo?? Não podem fazer isso!! – Dizia um dos tripulantes apontando um dedo. Outro ainda sacava sua espada, enquanto o terceiro recuava dois passos e depois que via Leazar, tentava correr para o interior do navio. Infelizmente para ele, uma adaga rodopiava pelo ar e o atingia nas costas.

- Seu amigo ali me roubou. Vim recuperar os itens que ele pegou da minha pessoa, será que o senhor poderia me mostrar os aposentos dele. – Dizia o tritão vermelho com uma voz educada, completamente ignorando o fato de que havia acabado de matar alguém e que um novo combate parecia prestes a começar.

Do interior do navio alguns passos podiam ser ouvidos assim como alguém questionando – Mas o que ta acontecendo aí em cima?? -

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptySab 13 Abr 2019, 12:50




III –Alright, Get The Fuck Off My Boat!


Leazar era o nome do nosso mais novo companheiro, aquele tritão estava agradecido por termos ajudado e uma sensação de gratidão começava a entrar dentro do meu peito, mais um tritão recrutado, pensava eu. O tritão parecia estar cansado devido a sua respiração e o sargento não queria deixar que fugíssemos, mas por algum milagre, parecia ter esquecido de uma das habilidades especiais de nós tritões, a água é o nosso principal meio de vida! HAHAHA! Fica para trás, otário!

Algo começava a me martelar na cabeça como se tivesse uma sensação de que aquela briga contra aquele sargento não ficaria apenas por Las Camp, ignorando este fato, continuávamos até subir a escuna e éramos recepcionados por um grito de uma mulher anunciando a nossa chegada, havíamos dois assustados e um metido a corajoso. Um dos assustados tentava correr e era recepcionado por uma adaga em suas costas que girava com sutileza e fazendo-o perder a vida nos seus olhos. – Gostei da pontaria, senhor. – Tentava me comportar da mesma maneira que ele, mas minha formalidade não existia, da rua fui criado e da rua serei, por isso, acabaria saindo de uma maneira “forçada”. – Humanos desprezíveis! Vocês acabaram de entrarem no pior pesadelo que conhecerão! – Era inevitável que as minhas lembranças começavam a vir em tona.

~~ Flashback ~~

- Jonas! Pegue a moça e amarre-a no mastro! – Minha ordem era clara para o meu antigo companheiro, Jonas era um tritão tubarão-martelo de dois metros e músculos mais fortes do que quaisquer outro tripulante daquele navio, era fielmente leal a mim e executava a ordem sem sequer pestanejar. – Vocês tem duas opções! Por não terem atacado ainda, vocês irão escolher uma delas! – Meu sorriso de convencido era facilmente percebido por qualquer um que olhasse. – ENTREGUEM TODA A SUA FORTUNA OU SUCUBAM! – Era incrível como que as baratas saiam do bolso com velocidade, estavam todos assustados diante de nossa presença e o dinheiro se concentrava no meio do convés.

- Incrível! Quanta quantia! Obrigado! Agora SUCUBAM! – Não tinha tolerância alguma com humanos, esses seres desprezíveis sempre subestimaram a nossa raça e nos fizeram como escravos, INÚTEIS! ORDINÁRIOS! Deveriam estar todos mortos! Esse pensamento não mudou conforme o tempo passou, mas percebi que também há como fazê-los se virarem um contra o outro, humanos são fáceis de se manipular, uma simples moeda e eles fazem o que você quiser. – Mas senhor! Você nos disse que tínhamos duas opções! – Gritava o capitão dos tripulantes, assustados após a moça ao seu lado ter sua cabeça decepada por uma espada. – Disse, é?! Tudo bem! Então dê o fora do meu barco!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

E o homem sequer pensou duas vezes antes de se jogar dentro do mar. Para minha alegria, era inocente demais para perceber que só cavou a sua cova em uma morte lenta e dolorosa, pois segundos depois que ele pulou acenei para Jonas.

~~Fim do Flashback ~~

- Leazar, recupere o que é seu! – Diria sorrindo apenas esperando que o mesmo mostrasse mais das suas habilidades, sabia que ele estava cansado e estaria de prontidão para ajuda-lo se fosse necessário, mas como todos os outros tripulantes, queria selecionar apenas os mais fortes. – Envy & Samuel, cuidem da porta, qualquer um que tente subir, mate-o ou incapacite! – E meus olhos se voltariam para a tripulação. – Caros humanos! Vocês tem três opções que eu estou bonzinho hoje! Aqueles que cederem suas riquezas, poderão sair do navio depois de termos todos aqui no convés reunidos! Aqueles que decidirem resistir, morrerão! E aqueles que se juntarem para manter a paz e desarmar os seus companheiros, poderão ficar com suas riquezas e sair do navio com os outros! – Daria um sorriso mais do que confiante, sabia que grande parte daqueles mais ricos ou que vissem uma oportunidade desarmariam os seus companheiros, humanos eram previsíveis e não duvidava que isso geraria um furdunço.

Estaria esperto para partir para a agressividade contra qualquer um que tentasse resistir, em uma rápida velocidade flexionaria os meus joelhos e inclinaria o meu corpo para frente, adquirindo um pulso através das forças das pernas para a frente, avançaria com um dash na direção dele. Meu primeiro movimento seria tentar acertá-lo com a palma aberta de uma das minhas mãos, a outra estaria mais próxima do meu corpo com o punho fechado adquirindo uma postura de karatê em meio ao ar, quando a distância fosse menor que um metro, calcularia o tempo de velocidade que estava e o tempo de reação que ele teria, tentando achar um médio entre os dois para ser o máximo preciso no golpe, tentando acertar bem em seu plexo-solar com a palma da minha mão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se percebesse qualquer inimigo se aproximando de Leazar pelas costas, rapidamente me moveria para executar o mesmo golpe contra ele, não contando que havia tido um sucesso. Se também notasse que Envy & Samuel não estivesse dando conta de segurar as pessoas, gritaria para eles. – Recuem! – E quando os mesmos estivessem recuando, correria na direção daqueles que estavam na porta, tentando atingi-los de surpresa com um golpe mirado no estômago do primeiro que tentasse sair, minhas duas mãos estariam fechadas e esticadas para frente, um punho paralelo ao outro em vertical.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sabia que estaria subestimando aqueles meus inimigos a sequer tentar esquivar de qualquer coisa, por isso, apenas tentaria me mover igual das últimas vezes, tentando apenas mover o suficiente para que acertasse uma área mais resistente e musculosa como ombro, tórax, etc. Se por algum motivo, viesse a cair, tentaria me levantar o mais rápido possível com um “Kip-up” e assumir a posição para combate. Se os humanos se reunissem no centro do convés com todas as suas riquezas e a situação estivesse controlada, sorriria para eles, esperando ouvir seus lamentos antes de falar qualquer outra coisa. Caso notasse algum fugitivo pulando para dentro do mar, tentaria olhar para Leazar. – Leazar! Alcance-o e traga-o a bordo! Consegue?! – Era um outro tipo de teste, mas também era uma tarefa importante, não queríamos perder dinheiro ou um futuro refém.


Objetivos:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyQua 17 Abr 2019, 15:58

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]  


 Escutando o elogio de Asger, Laezar meramente acenava a cabeça de forma educada. Andando calmamente, o vermelho se esquivava para o lado de um golpe de espada e com um leve impulso a frente enterrava a adaga no pescoço do espadachim. Limpando a adaga na roupa do adversário morto, ele olhava para o único que ainda restava. – Por favor, não há necessidade de seguir seus companheiros para o pós morte. Apenas me mostre onde ele dormia.

Ao mesmo tempo Samuel e Envy haviam ido até a porta e quando um homem portando duas machadinhas aparecia, de imediato era atacado na cabeça pelos dois lados e caía para trás, escada abaixo inconsciente. Vendo que tudo corria de forma tranquila, Asger começava um discurso e dava as opções que restavam para os humanos ali presentes. De início ninguém fazia nada, apenas olhando abobalhados, até que de repente “BANG!!” o piloto da escuna rapidamente sacava um revolver e atirava contra Asger. Apenas para ver que não havia ferimento algum no tritão.

Frente a essa ofensa, claro que o homem baiacu avançava rapidamente contra o agressor e o colocava em seu devido lugar. Um ataque era o que bastava para o homem sair voando e bater contra um dos mastros, caindo com sangue escorrendo pela boca. Com essa demonstração de poder, não demorava para os humanos se encolherem ainda mais, e após alguns instantes três dos passageiros baterem em um outro. – Vocês o ouviram!! Entreguem suas coisas e ficarão bem!!  - Um quarto homem percebia o que eles estavam fazendo e resolvia fazer o mesmo, indo até uma pessoa que estava meio sentada meio deitada em um banco, recostada contra a amurada, usando um chapéu de palha para bloquear a luz do sol.

- Hey, vamos lá... – Dizia o homem que avançava, erguendo uma mão para bater no chapéu do outro, mas antes que pudesse faze-lo, uma dor intensa em seu punho o abatia. Olhando para baixo, ele via um filete de sangue aparecendo, e então sua mão caía. – GUUUUAAAAHHHHH!!! – Gritava ele. Havia acontecido tão rápido que ele nem mesmo vira como. Na verdade ninguém vira.

- Eu não me importo com os outros. Mas quem se aproximar, da próxima vez não vai perder apenas uma mão, mas sim a cabeça. – Dizia o homem com o chapéu de palha, sem nem mesmo mudar de posição. Em suas mãos uma espada embainhada agora podia ser vista.

Todos passageiros olhavam preocupados e se afastavam do homem instintivamente, sem saber mais como agir. O único barulho naquele momento era o vento e o soluçar do homem que perdera a mão, agora ajoelhado e segurando o toco do braço de forma protetora.


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptySex 19 Abr 2019, 14:20




IV – A mysterious man appears!


Leazar era um assassino nato, a calma para desferir um golpe certeiro no pescoço de seu inimigo após uma esquiva bem-sucedida era um feito para poucos, estava certo de que havia encontrado um tritão que nos ajudaria e muito no futuro. Um homem que havia tentado subir pelas escadas caia para trás pela mesma após receber um golpe da dupla dinâmica e em seguida alguém atirava contra o meu corpo, percebendo que a bala sequer havia feito cócegas em minha pele. A desavença contra minha pessoa não seria tolerada e pouco tempo depois o homem estava com o sangue escorrendo de sua boca após um golpe que lhe levara ao mastro.

Ver os humanos recuando daquela maneira era simplesmente ótimo, trazia a felicidade de dentro para fora e um sorriso convencido não conseguiria disfarçar o prazer que sentia. Os humanos começavam a seguir o que havia dito, alguns deles batiam em um outro para que se rendesse, mas o que mais estranhava era quando um deles ia até um homem que estava na amurada e antes que percebesse, sua mão estava caída no chão com um grito surgindo. O movimento fora tão rápido que sequer percebi a velocidade. Ele se pronunciava que não se importava com os outros, mas não queria que ninguém se aproximasse, ameaçando de decepar a cabeça do próximo que fizesse. Era claramente perceptível a sua espada embainhada em suas mãos.

- Bravo! Simplesmente incrível, espadachim! – A maneira que ele havia efetuado o golpe sem que ninguém percebesse era simplesmente incrível, aplaudiria tal ação do homem enquanto quebrava o silêncio daquele local com as minhas palmas. – O humano tem um nome? – Estaria dizendo de forma calma enquanto daria alguns passos para me aproximar e olhar olho-a-olho com o homem. – Então, me diga. Para onde você vai? – Meu desprezo com os humanos vinha de muito tempo atrás, mas estava com um pé atrás antes de seguir com qualquer outro combate, o homem aparentava ser forte e ainda não havia provado de sua espada.

Não abaixaria a minha guarda, tinha alguma impressão que o homem apenas atacaria se violassem o seu perímetro e não estava pensando em realizar tal ato naquele exato momento, queria estudar mais sobre o ser. – Vocês foram bem obedientes depois de presenciarem a força, não é mesmo?! Por isso, quero que todos aqueles que entregaram seus pertences fiquem apenas com as roupas íntimas. Sinto muito, mas não confio em nenhum humano, a ganância de vocês é maior que a própria vida. – Era quase que certo que causariam uma comoção, mas contava com aqueles que haviam seguido as ordens antes para seguir novamente com elas. – Quanto mais rápido vocês entregarem, mais rápido vocês estão livres! – Olharia para Leazar para que ele entendesse que era para vigiar a todos e não deixar que houvessem fugitivos, meus olhos se voltariam até Envy & Samuel. – Agarrem o piloto e façam-no guiar até Illusia.

Voltando-me ao homem de espada, estaria disposto a conceder a viagem até onde ele estaria a ir se este local fosse Illusia. – Então, *(diria o nome dele se o mesmo tivesse dito)*, não nos incomode ou interfira e acredito que não teremos nenhum problema quando você desembarcar em Illusia. – Se ele nos desafiasse, daria um passo a frente. – Então, infelizmente, o mar lhe dará boas-vindas. – E com isso, concluiria a ameaça.

Preparado para qualquer combate que viesse independente da maneira, me atentaria aos passos que seriam dados a partir dali, tentaria utilizar a mesma estratégia de esquiva que estava fazendo anteriormente, me movendo até o suficiente para que o golpe atingisse uma área mais dura do meu corpo e a resistência absorvesse todo o golpe, em seguida, assumiria da maneira mais veloz a posição do karatê, flexionando os meus joelhos e mantendo uma das minhas mãos em minha cintura com a outra indo em direção ao estômago do meu inimigo. Se percebesse que o homem estaria a se movimentar no momento do meu golpe, impulsionaria os meus joelhos para a direção que ele estaria indo tentando acompanhar o seu movimento e acertá-lo em meio ao seu passo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Conseguindo acertá-lo, não recuaria, tentaria agarrá-lo nos seus ombros e puxando para perto enquanto que minha cabeça iria agir como um estilingue, puxando para trás e depois para frente com toda força que conseguisse reunir, tentando dar uma cabeçada em sua testa. Independente do efeito causado, tentaria continuar a golpeá-lo, desta vez, com golpe em direção ao seu rosto até meus braços se cansarem.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Em caso de ter errado o golpe, procuraria me posicionar de frente para ele, tentando agir da mesma forma que antes, mas desta vez procurando golpeá-lo em seu braço ou no lado de sua arma, tentando enfraquece-lo e assim continuando com a sequência antes descrita. Tomaria cuidado se viesse a ser acertado por um golpe muito forte que conseguisse burlar a minha resistência, tentando dar continuidade ao golpe antes de recuar e analisar os meus danos, procurando olhar para a ferida e depois olhar para o inimigo. – Estranho, depois de tanto tempo sem sentir dor, dois homens em um dia conseguiram me surpreender. HAHA! – Daria uma boa gargalhada antes de sorrir, amava as lutas.



Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vincent
Soldado
Soldado
Vincent

Créditos : 46
Warn : Illusia, We Are Coming! 9010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2017

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyQua 01 Maio 2019, 14:36

Asger
Asger havia se impressionando com tamanha habilidade do espadachim e isso fazia com que ele elogiasse o homem, enquanto aplaudia - Poupe-me dessas palavras soltou um suspiro de desinteresse diante da fala do Tritão, mas ainda assim se prestou a ouvir o que o homem-peixe tinha a dizer. Em poucos passos eles estavam cara a cara, a poucos centímetros de distância o que seria suficiente para o homem realizar algum ataque com sua katana, porém manteve-se apenas com sua mão sobre a bainha assim como o Tritão em alerta para qualquer movimentação que julgasse ofensiva - Kyou limitou-se em apenas a dizer seu nome sem nada mais a falar. Quanto a outra pergunta ele permaneceu quieto por algum tempo até que finalmente se decidiu a responder - Estou indo para Ilusia finalizou seu momento de fala.

Após a conversa com Kyou, o tritão passava a falar com todos os outros que estavam ali sobre serem obedientes e por isso mandava que ficassem apenas com suas roupas íntimas, já que ele simplesmente não confiava em humanos. Os mais velhos obedeciam, não tinham nem sequer um pingo de coragem para desafiar os tritões, enquanto que os jovens demonstravam alguma resistência e principalmente as mulheres - Não me olhem seus abutres! dizia um pouco irritada, procurando ocultar seu corpo com ambas as mãos para que nenhum “engraçadinho” ficasse a analisando de cima a baixo. Em seguida, o homem-peixe passava a olhar para Leazar que rapidamente entendia o que tinha de fazer - Entendido, manterei meus olhos neles disse de forma calma, demonstrando a sua cordialidade de sempre. O espadachim se mostrava indiferente diante de tudo aquilo, mesmo com os sons de choro provindo das pessoas seu interesse estava apenas em chegar até a ilha - Espero conseguir chegar a tempo para me encontrar com os outros disse para si mesmo em um tom baixo.

A outra ordem dada pelo tritão era que Envy e Samuel fizessem o  piloto os guiar até Ilusia Kingdom - Pode deixar com a gente! disse a sirena indo na direção do timão. Nem precisaram de muito esforço, já que o homem evitará demonstrar resistência havendo percebido que não poderia derrotar a dupla, ainda mais estando sozinho e sem nenhuma arma cortante por perto - Vamos com calma, sim? levantou as mãos mostrando a sua rendição e logo as abaixou para movimentar o timão, mudando a direção que estavam seguindo para poderem chegar na ilha desejada pelos tritões. Não estavam muito distantes, na verdade até muito próximos do reino e assim, podiam ver o porto cada vez mais próximo deles - Terra à vista! gritou se empolgando com o que estava visualizando a sua frente. Nesse momento, Asger se aproximava mais uma vez de Kyou que novamente se colocava em alerta com a mão sobre o cabo da Katana - O que quer? perguntou sem rodeios e pronto para atacar a qualquer momento como estava antes. Depois de ouvir o que o homem-peixe tinha a dizer o homem sorriu achando aquilo engraçado - Eu não quero nada com vocês, peixinhos aquilo podia ser algum tipo de provocação, mas o espadachim apenas deu com a sua mão e saiu andando pelo convés.

Quando chegaram ao porto de Ilusia, a primeira coisa que podiam ver era um trio composto por 2 mulheres e um homem - Finalmente chegou Kyou! uma loira sorria na direção do espadachim. A outra era uma ruiva vestida com uma roupa preta, que carregava consigo um fuzil de longo alcance e o homem, possuía a verdadeira aparência de um bárbaro, com uma armadura feita de couro misturando com algumas peles de animal, o cabelo era branco num moicano e sua barba negra, estavam em suas mãos dois machados. Ele nem se preocupava com o companheiro, apenas observava a grande quantidade de pessoas despidas - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] perguntou com um sorriso no rosto - Vocês estavam numa orgia ou algo assim? parecia que iria gargalhar a qualquer momento - Posso participar? ele se preparou para fazer uma movimentação, indicando que iria pular no navio independente da resposta dita. Antes que pudesse qualquer coisa sentiu uma mão sobre seu ombro - Nem pense nisso Ulf seu olhar era sério, indicando que não estava de brincadeira - Vamos logo falou se preparando para deixar a embarcação - Não encontrou ninguém para o trabalho? foi a vez da ruiva se manifestar - Não, ninguém aqui é muito forte para sobreviver a missão nem precisou de rampa, já que simplesmente saltou até a plataforma feita de madeira.
”Offzão”:
 
”Loira”:
 
”Ulf”:
 
”Ruiva”:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ato IV: Aranhas e mais aranhas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Illusia, We Are Coming! 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! EmptyQua 01 Maio 2019, 15:31




V – Time To Make The Humans Run!


Kyou era o nome do espadachim, suas ações refletiam em uma personalidade calma e que não nos daria problema, pois assim que percebia as nossas intenções de apenas deixá-lo de lado, refletiu as ações. Os tripulantes ficaram despidos e não muito tempo depois o nosso barco estava em Illusia. - Vamos, saiam! Deixem o meu barco! - Gritaria para todos os humanos que estavam ali. - Leazar, vigie os pertences. - Olharia para a dupla sirena. - O navegador fica! - Em qualquer movimentação suspeita daqueles tripulantes para tentar conseguir alguma coisa, me moveria na maior velocidade que conseguisse, tentando chegar em um salto e diminuir a distância entre nós. - Dinheiro é maior que a própria vida, não é mesmo? - Diria ao estar próximo dele, meu punho direito se moveria tentando acertar o seu peito com toda a força que conseguisse exercer, tentando empurrá-lo para fora do meu barco e fazê-lo soltar aquilo que estaria a segurar.

Sabia que o tumulto por estarem correndo poderia começar a complicar as coisas devido a ter alguns bens que furtariam, mas olhando tudo, apenas estava tendo lucro naquela viagem e só de ter o barco para nós, já era um baita de um lucro. Ajudaria a Leazar com os fujões vigiando aqueles que tentavam roubar os nossos pertences e tentando acertá-los da maneira que melhor achasse, fosse com um chute, uma ombrada, uma cabeçada ou um soco em uma postura karateca estando pronto para o combate que estaria a originar se fosse o caso. As minhas defesas continuariam sendo as esquivas simples para tentar colocar o meu membro mais potente ou parte do corpo mais resistente no local do golpe e contra-atacar com um golpe simples em direção a pessoa, confiando em forçar o meu peso em cima do golpe para que saísse com uma potência maior.

Conseguindo retirar todos de cima do barco, menos o navegador, não me preocuparia em olhar para a ilha por enquanto, meus olhos voltariam aos meus companheiros. - Ainda não comemorem! Vamos achar um lugar melhor para aportar!  - Tendo em mente que o nosso roubo poderia ter sido alertado pelo sargento em Las Camp, não era seguro lançar a ancora em qualquer local, a minha experiência me guiava nessas situações e conseguiria enxergar um melhor lugar para parar o barco. - Piloto, siga a oeste rodeando a ilha! - E com isso em mente, esperava que os meus companheiros fossem espertos para manter a vigia.

- Leazar, ajude-me a juntar o nosso tesouro, colocaremos ele ali naquele canto perto da porta. - Apontaria para o canto. - Envy & Samuel, vocês estão responsáveis por vigiarem se não há ninguém perto para nos atacar. - Começaria a usar das minhas mãos para recolher aqueles bens largados no chão, tentando encontrar o que era mais valioso e o que não valia porcaria nenhuma, o que era valioso eu colocaria em um segundo canto e o que não prestava para nada deixaria no outro lado.

Tendo isso terminado, me restava o tempo para uma reflexão, começava a me perguntar quem eram os companheiros de Kyou? O que eles eram? E o que buscavam? Me lembro de ter ouvido ele mencionar que não havia encontrado ninguém forte o bastante para sobreviver a uma missão, eram agentes do governo? Marinheiros? Talvez Leazar conhecesse o homem devido a estar mais próximo daqueles do que nós antes. - Leazar, você conhecia aquele homem ou o que ele era? - Colocaria a minha mão em meu queixo para pensar um pouco mais a respeito e esperaria a resposta do meu companheiro. - Ulf, Kyou e duas moças. Peculiar. Bom, não nos interessa agora. - Concluiria. - Creio que tenhamos nos conhecidos em tempos turbulentos, vermelho. Agradeço por ter colaborado conosco para conquistar esse barco. - Acenaria com a cabeça em sinal de agradecimento. - O que lhe fez ser seguido por aqueles marinheiros? - Perguntaria, esperando não incomodá-lo com tal.

Independente da resposta, tendo um local para desembarcar, olharia para todos ali enquanto empurraria a âncora para baixo esperando ela prender o barco contra alguma coisa e não deixá-lo livre. - Bom, eu gostaria de comprar uma bigorna e tentarei forjar uma coisa para mim, vocês virão comigo ou devemos nos encontrar aqui quando a noite vier? Temos também que arranjar alguns suprimentos, talvez comprando ao invés de roubá-los desta vez, o dinheiro está logo ali. - Apontaria para o tesouro e esperaria uma resposta deles, claramente eu não havia me esquecido do piloto. - Creio que tenhamos uma boca a mais aqui e esta mesma boca sabe onde estamos desembarcando. Acho que você ficará mais tempo por aqui então, piloto. - Olharia diretamente para ele, esperando que Envy & Samuel entendessem, mas caso não entendessem, diria. - Há cordões em meio as vestimentas daqueles, prenda-o em algum pilar do lado de dentro da embarcação.

Tendo um consenso entre o bando, me prepararia para partir, arrumando as minhas coisas e ensacando todo o tesouro, dividindo-o se fossemos nos separar para que todos tivessem uma parte. Com tudo pronto para partir, ainda faria uma última coisa, começaria a olhar por todo o barco, tentando analisar qualquer defeito dentro do mesmo e ter uma análise mais profunda, olhando o interior e quaisquer bens que o mesmo tivesse para tentar encontrar mais algum tesouro ou um tripulante perdido em meio, se fosse o caso de encontrar esse tripulante, ameaçá-lo-ia. - Deveria ter subido com os outros quando foi dado a ordem, infelizmente, minha tolerância está zero no momento para invasores. - Como havia declarado o barco meu, qualquer pessoa não permitida era um invasor, assim sendo, tentaria nocauteá-lo colocando todo o meu peso sobre um forte direto de direita e caso ele tentasse esquivar do golpe, trocaria para a minha outra mão em um agarrão direcionado ao seu pescoço, tendo sucesso no agarre, tentaria empurrá-lo para o chão, jogando todo o meu peso sobre o seu corpo e tentando asfixiliá-lo. No caso do nocaute, realizaria a mesma coisa final.

Completando a análise sem novos problemas, procuraria pelo caminho mais fácil até a cidade, uma rota ou uma trilha que estivesse desenhada na ilha. Me manteria atento para não ser pego de surpresa, tentando encontrar pegadas no chão ou movimentações nos arbustos. Reagindo da mesma forma que reagiria caso encontrasse algum invasor e me defendendo da mesma coisa que havia feito caso fosse atacado anteriormente por algum dos tripulantes.


Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Illusia, We Are Coming! Empty
MensagemAssunto: Re: Illusia, We Are Coming!   Illusia, We Are Coming! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Illusia, We Are Coming!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 6Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: