One Piece RPG
III - A Tout Le Monde XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Cap. 1: Laços entrelaçados, as chamas da revolução se erguem!
III - A Tout Le Monde Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:05

» De pernas pro ar! A revolução de Yumi
III - A Tout Le Monde Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 21:28

» Ficha - Gustaf Karlsefni
III - A Tout Le Monde Emptypor West Ontem à(s) 21:23

» Kaleb Blaze
III - A Tout Le Monde Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:28

» Drakon
III - A Tout Le Monde Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:23

» [M.E.P]Tenzin
III - A Tout Le Monde Emptypor Tenzin Ontem à(s) 04:21

» here we go again
III - A Tout Le Monde Emptypor Tenzin Ontem à(s) 04:20

» M.E.P DanJo
III - A Tout Le Monde Emptypor DanJo Ontem à(s) 01:25

» Começo
III - A Tout Le Monde Emptypor TsubasaNash Ontem à(s) 00:35

» [Ficha] Pandora
III - A Tout Le Monde Emptypor Pearl' Ontem à(s) 00:31

» Cap I: Veneno de dois Gume
III - A Tout Le Monde Emptypor Punk Ontem à(s) 00:22

» O vagabundo e o aleijado
III - A Tout Le Monde Emptypor Ghastz Seg 11 Nov 2019, 23:37

» Mini - DanJo
III - A Tout Le Monde Emptypor DanJo Seg 11 Nov 2019, 23:03

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
III - A Tout Le Monde Emptypor Makei Seg 11 Nov 2019, 22:45

» Desventura 3.5: O treino para Grand Line
III - A Tout Le Monde Emptypor ZnorLAX Seg 11 Nov 2019, 21:10

» Kit - Calros Lazo
III - A Tout Le Monde Emptypor Blum Seg 11 Nov 2019, 20:49

» Ficha Serana em construção
III - A Tout Le Monde Emptypor Serana Seg 11 Nov 2019, 07:55

» MEP Serana
III - A Tout Le Monde Emptypor Serana Seg 11 Nov 2019, 07:37

» Mini - Serana
III - A Tout Le Monde Emptypor ADM.Senshi Seg 11 Nov 2019, 05:19

» Unchain Utopia
III - A Tout Le Monde Emptypor Elivelton Carneiro Dom 10 Nov 2019, 04:28



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 III - A Tout Le Monde

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 5ª Rota - Pindorama

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptySeg 25 Mar 2019, 00:04

III - A Tout Le Monde

Aqui ocorrerá a aventura do(a) caçadora de recompensas Sophia Aldebaran Rockfeller. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyTer 26 Mar 2019, 01:23


Passo 1: I Want Out

Com tudo resolvido, tratamento feito e remédio em mãos eu durante aquele momento, caminhava para a casa da garota eu assim que chegasse lá, abriria o remédio e tomaria a primeira dose, como a mulher falou, colocando na tampinha. Chegaria por ali já perguntando. -Onde eu posso dormir por aqui?- e independente de onde ela sugerisse era pra lá que iria, naquela hora eu apenas me deitaria o mais rápido possível no colchão e começaria a tentar dormir, estava cansada e queria muito algum tempo.

Dormiria por ali mesmo e ficaria pela noite tranquila, esperava quando deitava que apenas a mulher estivesse certa, que pela manhã eu tivesse melhor. Não trocaria de roupa antes de deitar, apenas tiraria as botas e meias, fora isso, só me jogaria no colchão enquanto ficaria de papo pra cima até dormir. Se conseguisse dormir, dificilmente devia sonhar ou se acontecesse eu não lembraria devido ao extremo cansaço que aquilo tivesse me causado. Assim que acordasse no outro dia, ou seja lá quanto tempo eu dormisse, sairia pra fora para olhar o sol ou lua ou qualquer coisa assim.

E desse modo me situaria mais ou menos em quanto tempo eu dormi e quantas horas tinham se passado desde então, até por que era algo natural meu sempre buscar a hora certa, sempre querer estar a par do horário. Depois desse pequeno ritual me espreguiçaria, respiraria fundo e abriria minha mochila olhando de novo os cartazes que tinha comigo. O Rei dos jogos tinha alta recompensa, mas estaria provavelmente na grand line, não iria até ele agora… Hmm… A cartomante era o mais próximo que eu tinha ali então, acho que ela é a próxima caçada, mas não agora. JÁ CHEGA POR ONTEM, FORAM DUAS IGUAIS, NÃO DÁ NÃO!!! HOJE VOU FAZER OUTRAS COISAS EU MEREÇO PORRA…

Olharia pra o cartaz e respiraria fundo, levantaria de novo jogaria a mochila nas costas e então procuraria Alexis ou a própria Kath, eu queria armas melhores, sim, eu sei o quanto isso parece problemático, mas cara… Eu tive 3 armas que foram destruídas. Um por cauda de ferro de um cara aleatório, outra por uma dentada do mesmo cara, e aí vem a terceira, na explosão… É eu não tava numa boa fase. -Eu queria saber se você sabe onde tem ferreiro por aqui. Quero fazer uma arma por encomenda, além dessa e aprender a fazer armas também… É isso ou vou a falência!! 90 mil gastos com armas, o pora… Ta foda… Quero fazer algo melhorzinho do que o que eu tenho e economizar, suponho que o preço de mercado do material seja melhor.- Diria coçando a parte de baixo do queixo pensativa, olharia para as pessoas por ali ou seja Kath e talvez Alexis. Pensando em me divertir por hoje.

Daria um leve sorriso de canto e então diria depois disso, colocando as mãos pra trás da cabeça enquanto falava. -Depois disso, tô livre, a gente podia bem sair um pouco por aí, comprar alguma coisa, comer, e tal. O dia ontem foi difícil.- Estava realmente querendo isso e seria bom pra mim ter esses momentos descontraídos com elas, e apenas esperaria por uma resposta, antes de tomar mais alguma outra decisão precipitada. Mas se soubesse algo do ferreiro eu sairia logo após tudo partindo até o local, se não soubesse, eu ficaria mais um pouco sentada por ali. Se eu chegasse no ferreiro no entanto primeiro de tudo eu checaria o local, a forma como as coisas estavam, não dá pra só chegar bicudando a porta do cara…

Eu então assim que visse que estava no lugar certo chamaria. -Alguém em casa? Eu queria comprar uma arma.- Diria isso enquanto batia na porta, isso claro se ela não tivesse aberta, se estivesse, então eu só entraria dizendo só a parte de querer comprar a arma em qualquer dos casos se eu conseguisse entrar então completaria. -Quero uma manopla mais reforçada, não uma parada que vai quebrar ali na segunda volta que eu der na esquina. To disposta a pagar mais por ela, mas eu sei que vocês ferreiros ficam escondendo o jogo, e as vezes vendendo essas… Coisas… Que quebram com um soco.- Diria olhando pra ele e mostrando a minha luva atual, que era claramente de uma baixa qualidade, apesar de ser bonita.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyTer 26 Mar 2019, 14:22

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Um novo inicio





Finalmente, quando havia chegado na casa da marinheira a caçadora simplesmente iria ceder a necessidade de descansar, sem muito mais rodeios, depois daquele dia tudo o que ela pediu naquele momento é um pouco de descanso. Quando perguntou, Cat teria um sorriso em seu rosto, deixando a mostra levemente os seus caninos pra fora, de modo que era bem bonitinha. Ela então teria dito com bastante vontade.

- Vocês podem dormir no meu quarto, eu tenho uma cama bem grandona, cabe todo mundo sem se apertar

E a garota não mentia, no momento que a caçadora chegou ao quarto, havia uma cama King Size que cabia bem mais do que as três ali. Estava coberta por um lençol da cor vinho e tinha vários travesseiros para que pudessem deitar a vontade. Todo mundo tava muito cansado e com isso, Sophia deitou ao meio e as outras duas teriam deitado uma a direita e outra a esquerda de Sophia. Quando acordou, poderia sentir duas pequenas mãos, uma de seu lado direito e outra do esquerdo e poderia notar que eram as mãos de Alexis E Catherine. Nenhuma das duas acordou de imediato, mas o abraço que tinha ali era bemgostoso.

Ainda que parecesse tentador continuar ali, a caçadora havia levantado, não sabia quanto tempo havia se passado desde que foi dormir, pelo menos não em um primeiro momento. Querendo se situar bem do quanto tempo havia passado, Sophia foi até o lado de fora, onde pela posição do sol poderia ter a noção exata de que eram exatamente 10:12 da manhã, é, todas precisaram de um tempo reforçado de sono. Se espreguiçando, pensou enquanto olhou os cartazes que haviam com ela, o Rei dos jogos chamava a sua atenção, tinha uma recompensa muito alta e com isso, era difícil pensar que ele ainda estaria por ali, junto a outros peixes pequenos. Uma ameaça como ele deveria de certo estar na Grand Line. A cartomante poderia ser uma ponte para chegar até esse homem, mas dado o stress do dia anterior, uma caçada estava fora de cogitação. Voltando ao quarto, poderia ver ambas despertando, com os pés para fora de lados opostos da cama. Estava determinada a procurar por algo que poderia salvar do seu bolso milhares de berrys em equipamento.

Catherine ainda espreguiçava-se de forma muito similar a um gato, isso mesmo, ela esticou os braços para a cama e levantou a parte de trás, era uma vista bem privilegiada. A garota então virou de barriga para cima enquanto esticou-se mais uma vez bocejando,a ntes de finalmente responder a caçadora.

- Bom dia, você dormiu bem? Eh… Ferreiro… Eu conheço um que é muito bom, ele não é só um ferreiro, ele também cozinha bem. Quando eu entrei ele quis me fazer sua nova aprendiz, parecia que a sua anterior finalmente havia encontrado o seu caminho e agora seguia em aventuras lá na Grand Line. Eu não sou muito adepta ao estilo dele mas, eu aprendi bastante coisa. Eu não entendo muito de armas mas, vamos lá, ele deve fazer um preço justo e te ajudar nesses problemas ai.

Disse a garota com um belo dialogo expositivo, com um sorriso bem grandão no rosto. Alexis então teria  virado para elas duas e dito enfim.

- Bom dia… essa ideia de ir atrás de um ferreiro parece divertida, pode ser bem legal ver o que ele tem a mostra, de repente podemos comer em um lugar legal depois ou… Até mesmo aceitar a oferta da Cat, fiquei curiosa pra saber como é a comida dela agora...

Então com o complemento que a alva fez, ambas pareciam bem animadas, não demoraram muito para vestir uma boa roupa para que pudessem sair, Cat até teria emprestado uma camisa mais justinha a Alexis, que ficava muito bem nela, visto que querendo ou não a meia mink era bem mais “ abençoada”. Com isso Catherine teria guiado o grupo, a garota parecia radiante naquele dia, como se tivesse o melhor dos sonos. Não levou muito tempo, até que já tivessem chegado a uma loja, próxima do QG, tinha a sua porta aberta.

O movimento estava bem grande naquela manhã e Sophia poderia reparar em um esquadrão que destacava-se formado por três marinheiros, que logo cedo faziam uma ronda pela região. Sem mais delongas o trio entrou e lá atrás do balcão, poderia ver um senhor, lendo uma revista de nome bem sugestivo “Playmarine: as justiceiras mais quentes dos mares”, poderiam ver na capa uma imagem bem sugestiva


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O senhor então rapidamente escondeu a revista e meio sem graça teria dito a elas.

- Olha o que o gato trouxe pra casa! O que devo a visita?

Ouviria então o que Sophia tinha a dizer e ele teria se levantado, nesse momento levantando uma aste de madeira do balcão, enquanto caminhou até a caçadora. A loja era bem humilde, tinha vários tipos de armamento em barris, mas claramente sem muita qualidade. Antes que Catherine pudesse fazer qualquer coisa ele colocou a mão sobre a cabeça de Catherine e teria feito um afago, que era rapidamente respondido com a reação inconsciente da garota de rorronar, então como se aquilo refletisse o seu estado de empolgação o senhor teria crescido em tamanho e massa muscular, como se refletisse a empolgação.

- Hoho, vejo que você é bem esperta mocinha, eu gosto de pessoas espertas. Vamos lá, você quer que eu seja bem honesto contigo, certo? Vou me apresentar primeiro, antes de perguntar o seu nome. Vocês duas devem ser amigas da minha pequena gatinha aqui, então, o mínimo que posso fazer é um ótimo trabalho hoho. Vou te fazer sim uma ótima manopla, você tem alguma ideia de como a quer? Farei algo bem caprichado pra você mas… Não vai ser barato. Serão 750.000 berrys e deve ficar pronto até a parte da tarde. Não vou esconder o jogo, os materias que pretendo usar totalizam em custo 200.000 berrys, e todo o restante será mão de obra… Vou te dar uma dica também, vê esses barris?

O homem comentou de forma empolgada então apontou para os barris, e também para a vitrine e mostruário.

- Vou te ensinar uma coisa, nunca compre essas coisas se quiser algo de boa qualidade. Estes são trabalhos de qualidade baixa usando materiais baratos para vender em lote, abastecem bem a marinha para soldaos em treinamento, mercadores que querem  equipar mercenários… Enfim, algo que possam gastar pouco e comprar muito, difícilmente um ferreiro deia exposto um trabalho autoral assim, você pode até achar mas, não te recomendo não hoho. Mas bem, você provavelmente já deve saber disso, moças com cabelo com o seu geralmente são espertas. Não é mesmo pequena?

Dizia o senhor já tirando a mão da cabeça da meio mink, esperando a resposta de Sophia, se iria querer aceitar ou não o pagamento. O senhor parecia bem simpático mas, seus preços não eram tão gentis quanto suas palavras, pelo menos não de primeira cara, em uma tentativa de negociação de Sophia para um rpeço mais acessível, ela poderia ouvir o senhor complementar.

- Gostei de você, é esse o espirito, não aceite geralmente o primeiro preço, as pessoas estão tão interessadas em vender, quanto você de comprar, é importante hoho… Vou pensar em um preço camarada pra ti, se vocês me fizerem um favor, me tragam algo gelado para beber, quando voltarem pra buscar a arma , tudo certo?

Dizia o senhor com um sorrisão no rosto, bem simpático. Era notável que quando ela o agradou ele cresceu um pouco mais. Qualquer sinal delas saindo, o voltaria para a forma magricela.

Histórico:
 

____________________________________________________


III - A Tout Le Monde >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQua 24 Abr 2019, 01:52


Passo 2: Here I go into new days

O dia começava bem como sempre, nada de muito estranho acontecia por ali, apesar de um conforto estranho concedido pelas duas que tinham dormido ali do lado. A gente saía de lá de toda forma “rápida” depois de toda a parte que compõe a manhã. O velho que encontrávamos era uma criatura claramente estranha, ou melhor… Diferente, ele era capaz de ser um balão? Algo assim… Super útil acho…

De maneira geral ele me explicava um monte de coisa, barris? Tá bom… Acho que ele quis dizer que coisas em barris são amontoados de coisas defeituosas? Será que isso se aplica a vinho e hidromel também? Hmm… Se sim, lá se vão meus planos de estoque por água abaixo… Oh porra… Eu só queria um lote grandão de vinho num barril pra beber numa torneira. É pedir demais? Claro que não é…

Além disso ele falava sobre os custos disso tudo e falava pra a gente trazer algo gelado, disconto, porra de disconto, eu quero é aprender a fazer isso, pra usar um ferreiro pela última vez. Depois vou aprender mineração, extrair ferro da terra pra ver se eu economizo com esses avarentos!!!! Povinho safado fica se esquivando. Pensava com meus olhos semi cerrados enquanto diria. -Aí seguinte, eu não quero um desconto, quero que me ensine a fazer as paradas, eu até trago uma água de coco, um martini, ou vodka, sei lá que que se bebe de preferência. Mas o que eu quero aqui é aprender a fazer minhas próprias armas.- Diria apontando pra minha mão direita com a esquerda mostrando a manopla que estava usando por hora. Enquanto mentalizava o que queria produzir, apesar de saber que isso ia demorar.

Me aproximaria mais do velho e então respiraria fundo me acalmando, afinal é um civil… Há sim… Civis… O que eu faço com eles. Colocaria as duas mãos na cintura e começaria a falar. -Que tal se você começasse me ensinando essa parada de forja, acho que é o começo pra tudo certo?- Diria coçando o queixo tirando apenas a mão direita da cintura, enquanto mantinha a esquerda lá e quebrava um pouco pra o mesmo lado.

~Aprendizado de Forja~

Se ele aceitasse me ensinar então eu daria um sorriso meio de canto de boca e então diria. -Trato feito então, a gente esquece essa parada de desconto e você me ensina o que sabe.- Diria e então começaria a prestar atenção no que ele fosse me mostrando ou falando, me ateria aos detalhes do que pudesse ser aprendido, assim como tentaria replicar o que ele me pedisse, ou fazer tarefas que fossem ordenadas, se houvesse alguma coisa mais prática ali, imaginava eu que sim, até porque forja é algo complexo ao meu ver e requer um certo tempo pra entender bem como funciona. Não pouparia esforços físicos e mentais pra entender tudo

~Fim do Aprendizado~

Quando terminasse olharia pra ele então e diria. -Então é isso? Se eu praticar consigo fazer armas melhores com o tempo né? Mas forja não é a única coisa né?- Questionaria sobre a possibilidade de existirem mais meios de produção para deixar as armas mais “resistentes” talvez leves e mais complexas, algo assim que eu esperava, uma “Técnica secreta dos ferreiros”. Seja como for algo ali me cheirava bem.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQua 24 Abr 2019, 02:23

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Um Civil...Legal?




Sophia levava os aprendizados de sua própria forma, o que qualquer um deveria saber que era algo bem único, visto que havia entendido quando o senhor havia lhe mostrado as armas armazenadas nos barris como armas mais simples, com uma qualidade menor, como se fosse ao todo o fato de armazenar-se coisas em barris. A reação da branca no entanto parecia ser algo muito mais interessante do que ele havia imaginado e era notável que havia uma certa vida no sorriso que ele deu, quando a jovem pareceu interessada não em comprar mas em aprender com ele. Ele então retirou os óculos de sol, algo que não fazia muito sentido, já que ele estava com um teto sobre a  sua cabeça mas… Como diria Sophia… Civis… Vai entender.

Quando retirou seus óculos, era notável que seus olhos negros de certa forma a delinearam, como se a tivesse medindo da cabeça aos pés, para algo que em um primeiro momento, talvez a moça não pudesse entender ou até levasse o pensamento para outras áreas diferentes daquelas que o senhor tinha em sua mente ao fazer aquilo. Deixou então os óculos fechados sobre o balcão, estralou os dedos e então teria dito.

- Catherine, pode girar a plaquinha da loja e nos apanhar algo? Faz tempo desde que eu não tenho uma aprendiz, mesmo que perca alguns clientes, não quero ensinar algo pela metade. Que mal lhe pergunte mas, posso te perguntar o que lhe trás interesse nessa área?

Teria dito de forma genuinamente curiosa, não ficando parado tempo o suficiente para que pudesse a olhar e ver suas respostas, o homem fazia um sinal para que ela esperasse um pouco com uma das mãos.

- Espere um pouco, Cat, pode fazer mais um favor a um velho? Pegue um pouco de dinheiro do caixa e traga algo? Mexer em fornalhas certamente vai deixar também sua amiga com sede, então traga algo que você saiba que ela vá gostar, pode comprar algo para você também.

Complementou o homem que agora dirigiu-se a um armário, não antes de abrir a entrada para trás do balcão para a garota, para que ela pudesse acompanhá-lo, pela porta em que ele havia entrado. Quando entrasse, a garota poderia ver alguns livros em uma estante pequena, materiais para forja dos mais diversos tipos e claro, o armário ao qual o ferreiro estava indo em direção. O armário destoava-se de todo o ambiente mais rústico, pois era de uma coloração bem próxima do rosa e tinha algumas flores, quando ele abriu, era possível ver que haviam roupas femininas do que poderia ter sido a filha dele ou algo assim. De lá, o homem havia pegado uma roupa mais larga, um par de luvas para a proteção e também um óculos, para que ela pudesse utilizar. O homem então aproximou-se com tudo em mãos.

- Ao fim do corredor, caso você quiser, pode pegar essas roupas para que a gente comece já o aprendizado pela prática, você parece alguém que pegaria isso melhor desta forma do que só pela teoria. São o que minha...  Filha adotiva utilizava, ela era menor que você em altura, mas o corpo de vocês é bem parecido, deve servir bem. Não repare na bagunça por favor, ela era bem desorganizada.

Comentou o senhor, quisesse ela aceitar a oferta para manter as roupas atuais limpas ou não, ele teria guardado tudo menos os equipamentos de segurança, caso ela recusasse.

Se tivesse ido, poderia ver que haviam alguns símbolos da marinha pela casa, indicando que ou ele já havia sido parte ou era um pai que dava um suporte grande ao sonho da filha, só saberia perguntando. A aquela altura, Cat já havia saído para comprar as coisas e com tudo resolvido, ele fazia uma pergunta antes que começassem.

- Antes de tudo, Sou Kamui… Cuidar dessa loja acabou sendo algo que eu quis fazer, depois de me aposentar, parece que não sou muito de ficar parado né? Mas e você mocinha, posso perguntar seu nome?

Teria perguntado o senhor, antes de começar a ensinar, mostraria-se super receptivo, responderia várias perguntas durante o processo e era bem cuidadoso ao ensiná-la, mostrando como manipular cada uma das ferramentas e materiais, mostrando anotações e a incentivando a fazer as próprias, até mesmo a emprestando um bloquinho de notas e caneta,  durante seu processo de aprendizado. O senhor mostraria-se bem simpático a branca e quando tivesse visto, teriam se passado pelo menos três horas, até que  dominasse por completo o que ele tinha a dizer sobre forja.

Então uma pergunta bem interessante havia vindo por parte da branca, sobre o que mais teria de aprender para que pudesse tornar-se uma ferreira completa afinal, depender de gente careira era difícil para a carteira. Ele então animado teria dito.

- hoho bem, você é realmente uma menina interessante, me lembra muito mesmo a minha filha, apesar dela não ter tido interesse nenhum pela forja e sim por outras áreas hoho. Bem, apenas conhecer como forjar não vai te dar a capacidade de criar uma boa arma, você será capaz de criar coisas de qualidade tão boas quanto as que encontra a disposição nas lojas em mostruários, ou seja serviços de qualidade não muito boa. Há mais coisas que eu posso ensinar para você, caso você tenha interesse, como engenharia mecânica, mecânica, costura ou até criação de projéteis, apesar de não achar que você use armas de fogo hoho… Quanto a cada uma,  são conhecimentos complementares para que você possa ser uma ferreira completa…

O senhor então fitaria a sua reação, a realidade as vezes não era tão mágica assim,  não havia um segredo entre ferreiros para criar as armas mais poderosas, como tudo requeria  estudo e aplicação para melhorar. Vendo que talvez a resposta não fosse a que a garota esperava, antes que ela pudesse ter uma reação que ele pensou ser desanimada logo complementou.

- Mas, posso te ensinar os meus segredos em cada uma dessas áreas, se você vai ser uma aprendiz minha, não pode ser só mediana, certo? Hoho… Mas bem, antes de continuarmos, se você não se importar… Acho que seria até mesmo legal, que pudessemos fazer uma pequena pausa, pode checar se Cat já chegou com as bebidas e esta nos esperando? Vou preparar algo para comermos antes de continuar,  mostrarei outra coisa que também sei fazer usando fogo hoho! Fiquem a vontade que logo levo o prato para vocês, depois de comermos se quiser podemos continuar.

Teria respondido o velho de forma simpática… Bem, Cat estaria esperando já a um tempo sentada com as perninhas cruzadas em um banquinho, com algo que estava em uma caixa térmica, para não esquentar, o que havia dentro? Bem, Sophia teria de abrir para descobrir.


Histórico:
 

____________________________________________________


III - A Tout Le Monde >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQua 24 Abr 2019, 02:53


Passo 3: Left behind was me

O homem era simpático, queria saber mais coisas e mostrar uma série de negócios, ele começava me perguntando por que eu queria aprender, e era uma coisa bem simples de responder. -Há isso é simples, evitar armas e trabalhos de qualidade inferior, gastar menos grana, e assim produzir coisas do meu agrado sem tantas limitações. Quando a gente vai num ferreiro, lojas de armas, as coisas que eles nos oferecem são de extremo limitadas.- Comentaria sem me alongar muito. Ele logo partia pra outros caminhos e pedia pra Kath pegar algo pra ele e fechar a loja, não ia questionar nada sobre fechar o lugar apenas ir seguindo com ele.

O velho me oferecia umas roupas e tudo mais… Ele parecia fazer do tipo um tanto quanto esquisito, ele tinha passado algum tempo me observando… O que ele tava pensando agora? Meus olhos automaticamente ficariam semi fechados com aquele olhar meio desconfiado, mas não diria nada, apenas vestiria essas coisas que ele me entregava. Daí depois ele dava umas respostas sobre de quem era aquilo, por um momento achei que ele guardava aquilo pra bem… Há deixa pra lá… Melhor que seja uma ligação nostálgica que algum fetish maluco que ele pudesse ter. -Ooook- diria indo pro local apropriado e vestindo essas roupas indicadas sem problemas, depois ele levava pra um hall de marinheiros

Isso é a melhor forma que eu conseguia imaginar explicar aquilo na real, mesmo que tivessem talvez outros meios. É não da, o segundo melhor era “Santuario de culto satânico da marinha” pensaria com os olhos semicerrados, mas de certeza “Hall Marine” é melhor mesmo. -Você era um cultista? Digo… Marinheiro? Ou algo assim?- eu deixaria o cultista escapar sem querer… Não deu pra segurar. Naquela hora seguiria com ele apenas ouvindo o que ele fosse falar, além do mais ele queria saber meu nome pouco tempo depois, esse papo ficava mais estranho a cada passo, ao menos eu sabia que ele se chamava Kamui, então podia ser menos estranho.

Apesar que conhecendo você… ESSE VELHO TA ME LEVANDO PRA ME MARCAR COM UM MARCADOR DE GADO NÃO TÁ? TÔ LIGADA NESSE SEU PLANO MALIGNO AÍ, ELE VAI PEGAR UMA PARADA QUENTE E COLOCAR NA MINHA BOCHECHA E EU VOU FAZER PARTE DO CULTO DELE… Oh god… Sabia, isso tava fácil demais… Porque não pensei isso antes de seguir o Hall do capeta… Eu vou ter um “K” marcado no rosto e vou me tornar uma escrava? SOBRE DOMÍNIO MENTAL? NÃÃÃÃÃÃAÃÃAOOOO!! Era tarde demais. Respiraria fundo falando meu nome naquela hora. -Eu me chamo Sophia, nome de nascimento, mas de trabalho me chamo Senshi, prefiro ser tratada por esse nome...- Diria com um sorriso claramente NERVOSO… Eu tava tentando ficar calma, mas só imaginava um K no meu rosto… Oh Porra… O nome dele poderia ao menos ser Santos, ou Zefiro, “S” eu podia mentir que era de Sophia, e o Z ficava estiloso na testa…

Mas pra minha surpresa não tinha marcador de gado, ao menos não aparente. Ele me ensinava tudo direitinho. Tem parada errada aí irmão!! O morro ta muito tranquilo… Mas ele realmente passou um tempão me explicando tudo, me colocando pra treinar, dava tudo certo… No fim e tinha pego as noções básicas da parada, meu corpo estaria meio suado afinal ali era bem quente. Ele então me respondia também o que eu queria saber melhor, sobre as armas, e AHA SEMPRE SOUBE, TINHA QUE TER MAIS QUE MOLDAR METAL, MEU VELHO FALAVA “É SÓ POR O FERRO DERRETIDO E METER O MARTELO BLA BLA BLA” ELE TAVA ERRADO SOBRE ISSO TAMBÉM!!! Será que meu pai acertou em alguma coisa na vida? Suponho que em errar… Mas pera, se ele acertou em errar… Porra, isso faz a cabeça doer…

Chacoalharia a cabeça então me livrando desses pensamentos malucos e então dizendo. -Eu entendi, me interessei sobre essas coisas mas por hoje com o tempo que sobra eu queria aprender mais sobre Engenharia Mecânica. Você pode me ensinar também?- Diria enquanto passava a vista por toda a sala, procurando ainda um provável marcador de gado… com os olhos semicerrados ainda meio desconfiada dessa coisa de mestre de boas me ensinando.



~Aprendizado de Engenharia Mecânica~

Eu depois de tudo se ele quisesse me ensinar essa segunda parte eu me focaria bastante, tentando aprender com calma o passo a passo do que ele me ensinasse, tanto na parte teórica quanto prática. Estaria também pronta pra fazer o que ele me pedisse para realizar, desde correções em serviços, tentativas diversas, o que fosse preciso para aprender, daria o que tinha ainda de energia naquilo.

~Fim do Aprendizado~

Quando tudo terminasse eu estaria com toda certeza meio cansada, tanto fisicamente quanto mentalmente, primeiro porque lá era bem quente… Não sou das maiores fãs de fogo… E também não tinha realizado antes coisas como forja, apenas tinha visto ferreiros trabalhando, era tudo bem novo, legal e ao mesmo tempo preocupante… Afinal, ainda não teve “K” nem nada estranho, e não faz tanto sentido, mas ao mesmo tempo, pode ser que faça.. Kath parecia conhecer ele, não vi nenhum K nela, mas pera… E se ela tem um K Na bunda? PORRA POR QUE NÃO PENSEI NISSO ANTES!!! Certeza que deve ta lá. Até por que eles são parecidos, marinheiros ou fãs de marinheiros, tem coisas da marinha, são meio insanos. Ela queria fazer uma sopa de mim no banho por exemplo… Canibalismo deve ser parte disso???!!! Caramba como as coisas estão indo longe, apesar que parece ser comum… Alexis falou que já tinha participado de algo assim… Bom ela de certo não tem um K essa eu tenho certeza, já vi tudo ali. Por algum motivo um orgulho corria pelo meu corpo, talvez fosse errado mas era uma sensação boa haha no fim vou ficar bem. Eu acho...

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQua 24 Abr 2019, 11:48

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Uma boa oferta.




Senshi estava bem desconfiada, tudo dando certo e seguindo direitinho, certamente tinha caroço nesse angu, ou ao menos era isso que se passava pela cabeça da caçadora. A razão pela qual ela dava para que pudesse aprender não só fazia muito sentido, como agradou o homem, era notável em seu rosto e pelos seus olhos negros que até brilharam um pouco, quando ela falou. Ela teria aceitado suas roupas, algo que ela poderia não ver o porque no motivo, achava bem estranho, na verdade e dada toda aquela situação, era errado achar que a caçadora não tivesse razões para desconfiar?

Diante da pergunta que era feita o homem acabou dando risada, apesar de sim ser um marinheiro, suas razões para os estandes era bem mais fácil para que Sophia se identificasse do que ela mesma pensava.

- Ah sim, já fui marinheiro, eu me aposentei a poucos meses, quando vi que  minha filha havia sido encaminhada e conseguiu um rumo, para que pudesse andar com as próprias pernas. Foram os símbolos né? Te contar um segredo, a umidade acaba com a construção, tem rachaduras que são muito feias, com o que eu recebo até poderia mandar arrumar mas, é um dinheiro que eu prefiro aplicar pra situações como esta, sabe hohoho? Eu gosto de investir um pouco na nova geração.

O homem dizia bem animado, pois ficava verdadeiramente feliz por passar o conhecimento a frente. Enquanto aprendeu a praticou ela pôde ver que haviam coisas bem mais complicadas do que ela pensou que tratava-se a forja, era mais do que apenas usar moldes de ferro,calor e dar o formato com  o martelo, haviam técnicas de tempera e trabalho com o metal, vários processos e coisas que só poderiam levar Sophia a ter mais e mais razão, se havia uma única coisa que seu pai havia feito certo na vida, talvez até discordasse mas, certamente era ela.


Ambos já estavam mais cansados, Sophia estava suada, afinal trabalhar na forja a temperaturas altas era algo que exigia bastante do corpo. Kamui parecia não soar muito, parecia bem acostumado a trabalhar na frente do fogo, mas era naquele momento que era fácil para a garota entender o motivo dele ter lhe emprestado roupas, se olhasse para si mesma poderia ver que a roupa estava bem suja, tanto pelo próprio suor, como também pelos processos que havia feito durante seu aprendizado, Kamui havia pensado assim tão a frente? Vendo a empolgação da garota, ele até mudaria os seus planos.

- Tudo bem, deixamos para comer depois, se tiver tudo bem por você mas, tudo bem se eu for apanhar algo para bebermos, Senshi?  Catherine provavelmente deve estar dormindo enquanto espera… Ela esta muito quietinha, sabe como são gatos certo? Se estão muito quietos ou estão aprontando ou dormindo, eu chuto na segunda hohoho.

Com isso o senhor teria ido buscar com Catherine  parte do que ela havia pego para que bebesssem, Kamui teria  estendido a mão segurando uma garrafa para ela, ela poderia reconhecer que era a mesma cerveja que havia bebido no dia anterior junto a Cat e Alexis, estava trincando de gelada e naquele momento desceria muito fácil.

- Não sei se você bebe, mas acredito que ela tenha comprado algo que você goste. Eu tenho refrigerante na geladeira, no mesmo quarto que você se trocou tem um frigobarzinho, caso você prefira outra coisa.

Dizia o homem já abrindo a própria garrafa na mão mesmo, teria aberto para Senshi também caso ela tivsse aceitado, o senhor daga uma grande golada e esticava-se onvamente, onde seus músculos inflavam e ele ficava ainda mais bombado, mostrando que estava animado em ensiná-la.

- Vamos lá?

Completou o homem com um sorrisão antes que começasse a ensinar. A engenharia mecânica era algo que tinha bem mais conteúdo teórico, era bem cansativo mentalmente mas, Kamui sempre resgataria a sua atenção a colocando para praticar tudo o que ele havia ensinado na teoria, a deixando bem entretida durante todo o processo, ali ela poderia aprender a manipular melhor processos de construção de armas mais avançadas e processos mecânicos, passariam-se mais 4 horas até que ela aprendesse bem o que o senhor queria passar.

Ao fim de tudo ele teria dito:

- Espere  um tempinho antes de ir.

Dizia o homem pegando um avental rosa com ursinhos, dizendo, beije o cozinheiro, onde ele logo dirigiu-se para os fundos. Caso Senshi tivesse esperado, ele teria vindo  carregado comv ários pratos, que pareciam incríveis. Entre o que mais destacava-se era um prato bem fresco e elegante, era bem colorido e chamativo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caso Sophia provasse poderia ser levada quase aos céus, era uma comida que tinha um efeito imediato sobre seu corpo,  seria uma sensação de frescor  e bem estar bem grande que espantaria a sensação que a fornalha havia le causado e até mesmo afastaria um pouco da fadiga mental e física, cada mordida que ela pudesse dar poderia a fazer desejar mais e fazer com que seu corpo se sentisse melhor, mas não apenas isso a esperava, como também havia uma bela sobremesa que só traria a tona os efeitos anteriores ainda mais intensamente, pois era bem elegante e trazia até mesmo um café junto, que seria sem dúvidas o melhor café que a garota já teria tomado.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Catherine teia sentado-se ao seu lado para comer, estava super empolgada e suas bochechas ficariam bem vemrelhas enquanto comia, caso Sophia parecesse querer ir, antes que pudesse provar ela teria dito.

- Não podemos ficar mais um pouco? Faz um tempo que não como a comida dele?

Seus olhos teriam sido perfeitamente como do gato de botas, implorando para que Sophia o fizesse, mas ela não impediria o seu caminho, caso quisesse seguir, a acompanharia inclusive,  mesmo que contráriada. Após tantas horas de trabalho, parecia que não era uma oferta ruim de aceitar mas, tudo isso dependia de quais seriam os planos para o restante do dia.



Histórico:
 

____________________________________________________


III - A Tout Le Monde >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQui 25 Abr 2019, 01:41


Passo 4: Breakfast

Todo o treino aconteceu sem problemas, ele não tinha demonstrado nenhum objetivo oculto por hora, apesar de que ele me oferecia bebida, não era algo ruim, mas era engraçado por que eu não tinha comido absolutamente nada por um dia inteiro, era com certeza mais cansativo trabalhar de barriga vazia mas era pra um bem maior.

As coisas davam certo mesmo que eu me arrependesse levemente de não ter passado em alguma barraca de comida antes de vir pra cá. Quando saísse dali eu iria me trocar no quarto e colocar minhas roupas corretas e equipar minhas manoplas novamente, visto que eu tinha tirado antes pra por as luvas de proteção. Terminando isso sairia dali indo pra ver ele novamente.

Como ele tinha comentado de Kath já sairia dali procurando ela e também caçando se Alexis estava junto dela por ali, acreditava que provavelmente ambas estivessem entediadas. Mas algo me surpreendia positivamente tinha comida boa pra gente. -É, você acertou bem na alma dessa vez, tava com uma puta fome. Além de que esse ainda é meu café da manhã, não comi antes e queria vir primeiro por aqui.- Diria respirando fundo, eu sabia que não tinha sido das minhas ideias mais geniais.

Me aproximaria da mesa e sentaria, apesar de eu não ser muito do tipo que come a mesa, eu geralmente prefiro ficar em um cantinho sozinha, talvez num local da parede que eu chamaria de Sid. Há… Saudades do Sid… Mas em geral apenas puxaria a cadeira e calmamente cortaria a parada, eu queria mesmo era meter a mão logo e colocar na boca… Mas civilização é um porre. Então vamos lá. Cortaria tudo desajeitado mesmo, sem me preocupar muito para com os resultados e colocaria o pedaço na boca.

Subestimei um pouco o gosto antes de provar, não parecia ser o tipo de coisa que eu comia com fervor, eu sou daquele tipo que curte carne ta me entendendo? Um bifão, talvez uma bisteca, bacon, todas essas coisas são legais, isso era uma coisa diferentona, no entanto eu ia comer… A surpresa que sentiria seria transmitida no olhar, apesar de eu não falar a sensação era boa, não sei se era a fome, ou se era realmente algo muito delicioso, mas de certo gostei daquilo.

Esqueceria a faca e essas porrinhas de etiqueta pegaria a parada com a mão levantando a cabeça pra cima e soltando o resto da parada dentro da minha boca, mastigando bem rápido e engolindo. Há… Isso sim é comer!! Respiraria mais aliviada e passando a mão na barriga. -Gostei, é bem suave, valeu pela comida, fazia um tempo que não pegava algo mais “suave” desse modo, geralmente eu preso fibras.- Diria após terminar de devorar aquilo, enquanto calmamente esperaria por Kath e se Alexis tivesse por ali falaria com ela também.

Eu pretendia comer mais quando saísse dali, e dessa vez uma comida pesada. -Quando a gente sair temos que ver nosso barco e ver como vamos consertar ele, mas o que acha de a gente ir naquela loja que comprei comida pra você antes?- diria com um sorriso de canto depois de pensar sobre aquilo, era legal levar ela num lugar desses, e eu queria comer coisas pesadas pra encher bem a barriga.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Tenente
Tenente
GM.Alipheese

Créditos : 30
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 25
Localização : Mawakun-3ª Rota.

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQui 25 Abr 2019, 03:49

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Uma observadora interessante.




Apesar de não ser muito verbal no começo, a alegria da caçadora logo havia se mostrado através de suas feições e reações que eram bem sinceras, era uma comida que surpreendia, afinal, quem esperaria que um prato sem carne seria possível de ser tão bom? De toda maneira havia aprendido mais uma coisa ali, e todo o ambiente mostrou-se bem amigável, diferente do que ela esperava, o que era uma coisa boa, dada a situação.

Assim como ela estava devorando a comida, ela poderia ver Catherine fazer o mesmo, de modo que se prestasse atenção, poderia até mesmo a ver contar os dedos, após acabar cedendo para o mesmo instinto primal que a comida havia despertado, de esquecer os modos e os talheres e seguir in natura, era algo bem engraçado, a depender de quem fosse o espectador. Kamui parecia bem contente, Sophia poderia jurar até mesmo o ver ruborizar e aumentar mais um pouquinho de tamanho, talvez fosse mesmo uma espécie de homem-balão, afinal de contas.

Eventualmente, teria se manifestado verbalmente e esse era o momento em que mais era possível ver como o homem sentia-se recompensado pelo trabalho, eram palavras gentis que todos que cozinham em algum momento tem vontade de ouvir, não, não que a pessoa presa por fibras mas, que gostou do que havia lhe sido servido. O clima começava a esfriar um pouco mais, assim como também era notável que a claridade que adentrava o local estava diminuindo um pouco, obrigando o homem a ligar as luzes, já que estava economizando usando a própria luz do dia ao seu favor.

Dentro da loja estavam apenas os três naquele momento, Catherine não havia entendido por completo a sugestão mas parecia ter aceitado muito bem a idéia, ela rapidamente concordava balançando a cabeça para cima e para baixo. Um barulho no entanto poderia chamar atenção, um som que fácilmente Sophia poderia entender de onde vinha e quem  estava o causando. Do lado de fora encostada com o rosto e ambas as mãos, como de alguém que tentava ver o que tinha dentro de uma janela de freezer de loja de conveniência, estava uma figura de cabelos rosados, falando com uma voz abafada.

- Hey, vocês tão ai ainda? Eu não vi ninguém sair.

Era claramente Alexis, Sophia poderia lembrar-se que Cat havia fechado a loja, para que ela pudesse treinar com Kamui mas, Alexis até então não estava junto, se perguntada sobre, Catherine, que estava bem distraída para notar por conta própria naquele momento só teria dito.

- Eu cheguei a cruzar com ela no caminho, mas esqueci de deixar a porta destrancada e acabei dormindo… Acho que a deixei pra fora sem querer.

A garota teria dito acabando mordendo a própria língua com suas  presinhas, não parecia ter feito por maldade, mas por casualidade de seu próprio comportamento meio felino.




Histórico:
 

____________________________________________________


III - A Tout Le Monde >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : III - A Tout Le Monde 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde EmptyQui 25 Abr 2019, 11:25


Passo 5: Walkthrough

Há ali as coisas eram mais estranhas ainda, aparentemente tinham deixado a porta trancada, o que não é uma surpresa a ilha é perigosa pra caralho, tem um monte de procurados… Mas portas tem se mostrado inúteis também, lembro de uma porta fechada ontem sendo partida ao meio ou algo assim… Levantaria quando ela comentasse isso indo até a porta do lugar e abrindo ela se fosse possível, acreditava que fossem ferrolhos ou trancas então só destravaria o que desse e puxaria.

Naquela hora se Alexis tivesse ali eu então convidaria ela para irmos comer ramen ou qualquer coisa que ela quisesse na loja. -O que acha de a gente ir comer naquele lugar que eu tinha trago comida pra você ontem? Eu tava pensando em comer mais alguma coisa forte antes de irmos ver o barco e o concerto.- diria com um leve sorriso de canto.

Depois disso agradeceria Kamui pelo que ele me explicou antes de partir dali e pela comida. -Obrigada por a comida, e pelos ensinamentos também, outra hora eu posso vir por aqui.- acenaria com a mão dando um tchauzinho pra ele enquanto eu sairia dali junto da pequenina, iria para a loja de antes que comprei Lamen, apesar de eu saber cozinhar agora, queria comer algo rápido e pronto.

Caminharia com calma pela rua até o local onde eu poderia me alimentar de algo de mais sustância e se estivesse aberto eu naquela hora já chegaria falando. -Boa tarde, eu quero 5 lamens por favor, de preferência daqueles simples de 20 mil berries. Vai querer o que Alexis? Pode pedir qualquer coisa que quiser.- Enquanto isso tiraria os 100 mil berries e colocaria sobre o balcão já pagando os 5 lamens que eu ia comer…

Que foi? Eu preciso de suprimentos porra, ta achando que eu sobrevivo de água e vento? É claro que não, eu preciso de comida, muita comida, pra poder manter minha forma é claro. Independente do que Alexis pedisse eu pagaria pra ela a comida, se Kath tivesse comigo eu deixaria que ela escolhesse algo também, no entanto eu não ofereceria, pois imaginava que talvez ela não quisesse que eu pagasse, poderia ofender ela ou algo assim.

Entretanto se ela demorasse e não pedisse nada, talvez por não ter dinheiro com ela, ou algo desse genero eu iria oferecer a ela por cortesia também. -Quer um lamen também?- Diria com um olhar bem tranquilo e pacífico, pensava em muitas coisas nessa hora e o final disso poderia ser muito variado, mas seja como for se ela quisesse eu pagaria também. Em geral acreditava que seria algo entre 140 a 160 mil berries mais ou menos, não pegaria descontos ou coisa do tipo, até por que isso poderia me deixar em dívida num futuro e não to afim de ter um L marcado na minha bunda… Depois de me cobrarem uns lamens gratis aí…

Depois de tudo esperaria a comida antes de fazer qualquer outra coisa por ali, estava ainda com fome, aquela comida simples tinha aberto meu apetite e como tava a horas e mais horas sem me alimentar, se eu fosse trabalhar mais ser pega com fome não é meu exemplo de diversão.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




III - A Tout Le Monde Empty
MensagemAssunto: Re: III - A Tout Le Monde   III - A Tout Le Monde Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
III - A Tout Le Monde
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Loguetown-
Ir para: