One Piece RPG
I - Desvanecer do findado - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:43

» [Mini-Aventura] A volta para casa
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» [ficha] Arthur D.
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:13

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Os 12 Escolhidos, O Filme
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Jade Blair
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» II - Growing Bonds
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
I - Desvanecer do findado - Página 2 Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - Desvanecer do findado

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : I - Desvanecer do findado - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 EmptySab 02 Mar 2019, 22:45

Relembrando a primeira mensagem :

I - Desvanecer do findado

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Andris Nemeth. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Nemeth
Membro
Membro


Data de inscrição : 05/02/2019

I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 EmptySex 08 Mar 2019, 11:31

5
Desvanecer do Findado
Capítulo I
O singelo prólogo de Andris

Uma quietude e silêncio dilapidaram-me no decorrer do enunciado de Rick, exauria uma feição acentuadamente lastimável, tanto eu quanto, aparentemente, Rick, contudo a compleição vinda de minha parte dava-se não por me simpatizar com sua história, mas sim por um ato de respeito com tudo que ele tivera de afrontar. — Não existe desonra alguma em serviços honestos, e pelo que me permitiu escutar de você, seu pai fora um homem de honra até sua morte. Meus pêsames. —, dizia em um tom penoso, não conhecia seu pai, contudo, compreendia a perda de um ente querido, um vasto amargor cobre-se dentro de si, vários porfiam em dizem que o tempo se cabe de resolver até mesmo isto, entretanto, ele apenas encarrega de te forçar a seguir sua vida, ainda que, todos no fundo saibam, que ele apenas torna suportável, tirando-o de um vasto oceano de lamentações para um salseiro, um eterno salseiro que terá que afrontar até o fim de seus dias.

Passaram-se uns bons minutos para que Rick pronunciasse novamente, ainda demonstrando uma tonalidade melancólica, contudo, desta vez um pouco mais conforme com o que já houvera passado. — Não precisas desculpar-se, lembrar-me do passado dar-me forças para levantar-me e afrontar o que esta por vir, imagino que seja o mesmo com você. Temos que tornar nossas tristezas em nossas motivações para continuarmos vivendo. —, olhava diretamente para Rick, transparecendo, no máximo que me era permitido, um ar fidedigno para com sua pessoa.

Pela primeira vez daria um débil sorriso de canto de boca, quase que imperceptível, não por estar contente com a situação, mas por ter-se oferecido a pagar-me a recreação que optasse, mas logo o sorriso se desvaneceria lentamente, como se nunca antes tivesse ocorrido, claramente não abusaria de alguém que tivera feito para mim o que Rick fizera, contudo, assim me seria possível não somente comprar meu desejado maço de cigarros como também desfrutar de um bom prato de comida, abatendo a fome que começava a despontar desde a saída da casa do nobre. Remanso, ergueria minha mão, apontando-a na direção do restaurante, enquanto lhe diria, — Já que faz tanta questão, por que não nos paga algo para comer!? —, diria, esperando que como antes houvera oferecido, aceitasse sem problemas, enunciando-me novamente — Vá na frente para fazer o pedido, irei comprar um maço de cigarros, se não se importa.—, mal dando tempo para que Rick respondesse, seguindo na direção da loja enquanto deixaria Rick. Procurando ser desenvolto, iria pontualmente ao balcão me dirigindo ao responsável, — Um maço de cigarros, por favor! —, arrojando o dinheiro correspondente em cima do balcão, não dando tempo para que percebesse quem era, “o matricida”. Pegaria meu tão aclamado maço e iria ao restaurante que antes tivera apontado para Rick.

Adentrando o restaurante, daria uma breve olhada em torno da entrada, não apenas para consentir que não haveria nada de errado mas como também seria um efêmero ato de vislumbre ao local que nunca antes tivera entrado. Se avistasse problemas, olharia na direção de Rick, fazendo apenas um gesto com a cabeça, assentindo-a para o lado de fora, tentando-lhe passar que não seria de nosso conforto permanecer ali, procurando outro local para podermos comer sossegados, contudo, se não pudesse ver nada de errado, como pensara que seria, iria em direção de Rick, sentando-me na mesma mesa que este estivera. — Tudo pronto! O que pediu para nós? —, diria enquanto traria a cadeira para trás, o suficiente para que pudesse sentar. Independente do que houvesse pedido, comeria de bom grado, permanecendo-me calado durante a refeição, e ao seu término, — Obrigado pela refeição. O que faremos agora? Tem algum lugar para esperarmos até o amanhecer? —, dirigir-me-ia a Rick, não possuía um recinto, muito menos uma casa para que pudéssemos repousar até o nascer do dia seguinte, se me fosse dito que possuía um local o seguiria, apenas adentrando e deitando-me onde me fosse permitido, descansando para ao amanhecer nos dirigirmos a casa do nobre. Contudo, se não possuísse, diria-lhe, — Não há problemas, não deve faltar muito para o amanhecer, vamos ficar aqui mais um tempo. —, esperando que realmente não houvesse muito tempo para o amanhecer, tentando matar o máximo de tempo possível no restaurante, permanecendo até que fosse fechar, talvez, até o amanhecer.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Flame Spearrow
Membro
Membro
Flame Spearrow

Créditos : 14
Warn : I - Desvanecer do findado - Página 2 10010
Data de inscrição : 31/10/2018
Idade : 17

I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 EmptySex 08 Mar 2019, 22:58

“Uma belíssima escolha Andris” dizia o loiro ao observar o restaurante “Dizem que o cordeiro de lá é maravilhoso” era perceptível que Rick começava a babar somente de pensar no prato “Há? Cigarros? Eu acho que eles não vedem cigarros lá” sem pensar duas vezes Rick começava a andar para o restaurante sem nem prestar atenção no que o matricida havia falado talvez a única coisa que passasse em sua cabeça no momento fosse apenas a comida que logo estaria devorando.

Andris seguiu na direção de uma loja chamada Everything or nothing ao entrar um vendedor que parecia estar quase dormindo se levantou de sua cadeira para atendê-lo “Bem vindo a Everything or nothing aqui nós vendemos tudo que você imaginar, desde roupas até animais, inclusive estamos fazendo uma oferta especial de explosivos são 35.000 para cada explosivo.” O vendedor parecia se espantar ao ouvir a voz de Andris “Um maço de cigarro com um isqueiro? Só isso? Não gostaria de mais nada não? Estamos fazendo uma oferta de 3 maços de cigarro, uma garrafa de saque e 3 explosivos tudo por 135.000 o que acha senhor?” como se não ouvisse o vendedor Andris deixava o dinheiro no balcão pegava seus cigarros e saia da loja antes que o reconhecessem.

Saindo da loja Andris podia perceber que a rua já estava bem mais vazia que o normal provavelmente as pessoas deveriam estar em suas casas, assim que o jovem entrou no restaurante ele olhou de um lado para o outro observando o local e as pessoas que estavam nele, o restaurante era extremamente luxuoso com vários candelabros no teto as mesas eram de uma madeira escura com uma toalha de mesa acima delas, as cadeiras eram feitas do mesmo material que as mesas e os clientes eram dos mais variados ricos desde nobres até simples donos de loja, vendo que não havia com o que se preocupar Andris seguiu na direção de Rick que olhava o cardápio.

“Andris você chegou, aonde você foi?” o garoto olhava Andris de uma forma bem curiosa “Tudo pronto? Ahh você disse algo sobre comprar cigarros né? Acho que entendi” nesse momento um garçom chegava à mesa com um vinho em sua mão “Aqui esta senhor, o melhor vinho que podemos vender, venho diretamente de Micqueot. Já decidiram o que vão comer?”  o loiro com um sorriso gritava em plenos pulmões no restaurante “Queremos o melhor Cordeiro!!”  o garçom fazia um aceno com a cabeça demonstrando que tinha entendido o pedido, cerca de 10 minutos se passaram até que a comida finalmente chegou. Sem delongas a dupla começou a comer, o vinho era o mais doce e saboroso que Andris poderia ter provado, já o cordeiro era extremamente macio e saboroso possivelmente um dos senão o melhor prato que Andris já comeu em sua vida.

Após o termino da refeição Rick se comportava como um adulto elegante como se tivesse sido educado daquela maneira desde o seu nascimento. “Um lugar pra descansar? Bem eu tive que vender minha casa para quitar algumas dívidas que eu tinha, geralmente eu durmo em hotéis, mas agora eu estou meio quebrado.” O loiro consentia com a proposta de Andris, algumas horas se passaram até que o garçom pedia para que os dois se retirassem. Rick sem nem mesmo consultar seu amigo apenas começou a andar, Andris pode perceber que ele estava indo para a mansão dos Bherlocks e foi forçado a segui-lo. Quando chegaram à mansão o Sol começava a nascer e no lado de fora da tal havia apenas uma carroça e Locus estava parado ao lado dela, Larry ao ver os dois começava a acenar. Conforme Andris observava ele podia ver que não havia mais nenhuma carroça e somente Locus estava nela, ninguém mais ninguém menos. “Hey Andris, está preparado para caçar?”

Explicações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nemeth
Membro
Membro
Nemeth

Créditos : 6
Warn : I - Desvanecer do findado - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2019
Idade : 20
Localização : Vila Velha - ES

I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 EmptyDom 10 Mar 2019, 14:30

6
Desvanecer do Findado
Capítulo I
O singelo prólogo de Andris

Injúrias e falsidades, palavras que ressoavam em minha mente, haviam-me transparecido a noção de que iriamos nos juntar a um conglomerado de outros caçadores, obviamente uma fábula contada para com minha pessoa, a primeira de muitas a se expor, pessoas desonradas não lorotam apenas uma vez, iriam continuar dizendo-me inverdades, uma atrás da outra, contudo suas palavras já não possuiriam o menor valor vindo de mim. Terminaria o trabalho que outrora havia firmado acordo, pois, diferentemente destes imundos, sou uma pessoa de palavra e pretendo continuar seguindo meus ideais, ideais visivelmente mais valorosos que destes que ofereceram-me serviço, como antes imaginara, tratava-se de apenas mais um trabalho sujo para um outro nobre qualquer.

Ainda afastado, o suficiente para permitir-me vislumbrar a cena de Locus ao lado da falsa mentira que me contaram, reduziria os passares de minhas pernas, criando-se uma ilusória perspectiva acerca da caminhada até as margens da carroça, tornando-a aparentemente mais longínqua do que realmente era, tudo devido ao descontentamento que antes demonstrara. Cabisbaixo, manter-me-ia em uma quieta plenitude até que alcançasse Locus, encaminhando-me em direção da carroça, contudo, ao aproximar-me desta, pararia ao lado de Locus levantando minha cabeça, desta vez não dirigindo-lhe o olhar, não era mais um possuidor de meu apreço para que julgasse necessário olhar diretamente em seus olhos ao dirigir-lhe a palavra, — Acredito que sabe o motivo de meu descontentamento. Não abandonarei o serviço, por hora, mas se ao meu julgamento, acreditar que será melhor abandoná-lo, não hesitarei. Minha palavra tem valor, por este motivo ainda estou aqui, contudo, se abandona-lo estaremos quites, entretanto, se ainda sim cumprirmos a missão, farei questão de uma compensação pelas suas mentiras. —, diria, em um tom calmo, com breves pausas entre uma frase e outra, em um ar de suspense, passando a sutil impressão de uma pessoa que não estava apenas dizendo mentiras, como estes fizeram, e provavelmente, ainda farão.

Adentrar-me-ia na carroça, de semblante descontente devido a tudo que estava ocorrendo, mantendo-me calado durante o percurso, imaginando que estes fizessem o mesmo, afinal, não apenas eu que seria prejudicado, Rick estava no mesmo barco que eu, indo ao fundo e sentando-me, procurando algo para que pudesse apoiar a cabeça ou até mesmo deitar-me durante o percurso, visto que a carroça encontrava-se vazia imaginava que fosse possível ambas possibilidades, optando, se me fosse permitido, pela primeira. Se passando algum tempo, ainda de olhar fechado e apoiando a cabeça em algo, soltaria ao ar, sem dirigir a palavra diretamente a alguém, — Quantos teremos de enfrentar, e como, ao certo planeja fazer isto!? Diga sem tentar enrolar-me, fale logo tudo que estiver nas entrelinhas! —, esperando que dessa vez fosse realmente dito o iriamos fazer, sem mais mentiras, pelo menos por hora, escutaria tudo sem pronunciar-me, esperando finalmente chegar no local para enfim começar o serviço.


____________________________________________________

Andris Nemeth

Voltar ao Topo Ir em baixo
Flame Spearrow
Membro
Membro
Flame Spearrow

Créditos : 14
Warn : I - Desvanecer do findado - Página 2 10010
Data de inscrição : 31/10/2018
Idade : 17

I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 EmptyDom 10 Mar 2019, 19:00

Lentamente Andris se aproximava da carroça, ao chegar suas palavras surpreenderam a todos no local “Andris? Do que você tá falando?” “Penso que desconheço o motivo de suas palavras Sr. Andris, como estava prometido no anúncio daremos uma carroça para a viagem”. O mordomo mesmo sem entender as palavras de Andris continuou conduzindo a missão “Bem, eu irei dirigir, deve demorar cerca de um dia para chegarmos ao monte, iremos acampar no pé dela e no dia seguinte iremos caçar” era perceptível que Larry se incomodava ao falar da caça como se não quisesse faze-la.

Imediatamente todos entraram na carroça, Locus ficou a frente para controlar os cavalos, dentro da carroça existiam algumas caixas e duas barracas, mas nenhum sinal de comida. Milagrosamente Rick estava calado mais precisamente concentrado, quase como se estivesse se preparando para algo grande. Durante quatro horas o silêncio predominava até que Andris começou a questionar, Rick nem se deu conta das palavras já Locus respondeu “Como já citei iremos acampar no pé da montanha, nós iremos acordar oficialmente às cinco da manhã e entraremos na floresta. Os Brahkas se dividem em vários grupos, um deles tem que caçar, geralmente os grupos de caça se dividem em quatro a cinco Brahkas no máximo, então vocês dois terão de enfrentar dois e eu irei enfrentar de dois a três”.

Durante o resto da viajem ninguém disse mais nada, quando finalmente chegaram Rick e Locus montaram as barracas rapidamente como se fizessem isso por anos. Ainda sem dizer nada Rick acendeu uma fogueira usando matérias que estavam na caixa, Locus começou a olhar para os lados e adentrou na floresta, cerca de dois minutos se passaram e ele carregava um tigre com cerca de dois metros. Aproveitando o fogo Locus começou a cozinhar o tigre “Bem Sr. Andris, peço desculpas por qualquer mal entendido, se houver algo que queira basta pedir que te ajudarei” O tigre já estava pronto e Locus começou a corta-lo e coloca-lo em pratos que estavam dentro da caixa.

Antes de começar a refeição Locus começou a falar seriamente “Bem, senhores precisaremos fazer rondas durante a noite, se por algum motivo os Brahkas atacarem me acordem o mais rápido possível” Rick olhava o homem seriamente até que suas risadas começaram a quebrar o clima “HAHAHAHA, do jeito que você fala parece que os Brahkas são realmente fortes, de qualquer forma Andris fique tranquilo, eu irei cuidar de dois deles e Locus de mais dois, se você tiver sorte poderá enfrentar alguém”. O céu já estava com varias estrelas e a lua estava a iluminar o local completamente quando Locus dirigiu a palavra novamente a Andris “Pois bem, Sr. Andris você tem algum plano para o futuro? Planeja virar um guarda da cidade? vai viajar?”

Explicações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Desvanecer do findado   I - Desvanecer do findado - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - Desvanecer do findado
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: