One Piece RPG
I - The Cat with no Hat - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phantom Blood
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 21:29

» [Ficha] Kiryu Yamamura
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:00

» Kiryu Yamamura
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:59

» For Whom the Bell Tolls
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 15:25

» Gato de Convês
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Oni Hoje à(s) 15:19

» Apresentação - 2: Falência ambígua
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 14:55

» V - Into The Void
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 01:15

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 00:56

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 22:53

» Prólogo - A primeira perna é a direita
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:43

» Timbre Mudo
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Oni Ontem à(s) 13:33

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Jabuloso Ontem à(s) 10:07

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Kylo Ontem à(s) 05:55

» O Legado Bitencourt Act I
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:42

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Kylo Ontem à(s) 02:57

» I - Dançando No Campo Minado
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Achiles Ontem à(s) 00:52

» Conto I: O que Dizem as Raposas?
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 18:58

» The New Terror of Pirates
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 17:07

» Apresentação \o/
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor GM.Kekzy Sex 21 Fev 2020, 15:33

» I - A Match Made In Heaven
I - The Cat with no Hat - Página 3 Emptypor Teo Sex 21 Fev 2020, 14:33



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 I - The Cat with no Hat

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySex 01 Mar 2019, 18:43

Relembrando a primeira mensagem :

I - The Cat with no Hat

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Blair L'Aubespine. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
War
Civil
Civil


Data de inscrição : 04/02/2015

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySex 24 Maio 2019, 00:53

I - The Cat with no Hat



Pelo jeito o Sr. Grilo não seria o único companheiro de Blair naquela noite. O cansaço e a exaustão não demoravam em se apresentar à medida em que a adrenalina se exauria do corpo da felina. Músculos doloridos - assim como o seu pobre nariz - também não se mostravam raros. Realmente, sessões de treinamento pareciam ser desgastantes, mas agora que, finalmente, havia se juntado ao Governo Mundial, seria melhor me acostumar. A fadiga não poupava seus avanços mesmo em relação a Atreu, que parecia estar bastante satisfeito com a peleia "Acho que agora somos amigos de verdade, shishishi..." pensava a felina zombeteiramente diante do elogio do menino - mesmo que não fosse, entendia o comentário como um -.

Falando em Sr. Grilo, parecia que já havia passado a sua hora de dormir. A gatuna se levantava vagarosamente, preparando-se para ir ao encontro de seu amigo, ao passo que tentava limpar o máximo possível o seu novo uniforme, procurando deixá-lo nos trinques. Observando o grilo repousando, tentaria segurá-lo de maneira cuidadosa para não acordá-lo e, então, deixar que continuasse seu sono em seu ombro "Será que existe roupinha do tamanho dele?..." estudava a possibilidade, ligeiramente preocupada com a possibilidade dele pegar um resfriado.

De qualquer forma, a presença de Redwyn no campo de treinamento era substituída pelo breu da noite, demonstrando que a hora de dormir não havia passado apenas para o grilo. Solucionado o problema de sua garganta seca, era a hora de solucionar o problema de seu corpo sujo. Chegando no seu quarto a gatuna cuidadosamente acomodaria o Sr. Grilo na melhor “cama” que encontrasse para ele "Agora sim..." e seguiria para o tão esperado banho, pronta para lavar todo o cansaço e exaustão - e a sujeira - de seu corpo, já sonhando com uma cama quentinha, bem abafada e confortável.

Assim que a água atingisse uma temperatura agradável a gatuna se colocaria debaixo do chuveiro - ♫ Tchau preguiça, tchau sujeira, adeus cheirinho de suooor… lava lava laaava… ♫ - cantava inocentemente, deixando que a água corrente fluísse de seus cabelos por todo o seu corpo à medida em que ensaboava delicadamente seus pelos. Entretanto, a cantoria da felina logo era interrompida "Gero… será que a Frogina veio me visitar?" era a primeira coisa que passava pela mente de Blair, não demorando para ver sua teoria ser refutada.

- KYAAA!1!1 - reagiria a felina diante da invasão inesperada de Redwyn, que ainda por cima estava praticamente desnudo - UM PERVERTIDOO!11!1 SR. GRILO PEGA ELE!1! - continuaria bradando sem perceber que era, de fato, Redwyn, e atirando o primeiro objeto que estivesse em seu alcance na direção do invasor. Em seguida procuraria por algo com o qual pudesse se tapar, tentando esconder seus principais atributos com as mãos e a cauda - Vá embora!! Eu tenho garras e não tenho medo de usá-las - advertia enquanto isso, não prestando atenção na acusação do menino, de que ela estaria no quarto errado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Na busca por proteção contra sua nudez manteria-se atenta ao invasor, caso ainda estivesse presente, de maneira que finalmente poderia notar se tratar de Redwyn - Hey! O que está fazendo aqui? Saia logo! E FECHE OS OLHOS!1! - criticaria o jovem, certa de estar coberta de razão - ainda que não pudesse dizer o mesmo sobre roupas -. Assim que encontrasse algo para se vestir, ou ao menos cobrir seu corpo, sairia do banheiro e iria enfrentar o voyeur de uma vez por todas.

- O que pensa que está fazendo? - diria assim que avistasse Redwyn. Seu tom não era de uma pessoa nervosa, pois na verdade estava mais confusa e desconfiada do que exaltada - Não deveria entrar assim no quarto dos outros... - informaria por fim ao rapaz, como se estivesse lhe dando uma dica para a vida.

- Quarto errado?... eu?... gerooo - comentaria mais para si mesma do que qualquer outra coisa, caso Redwyn novamente lhe advertisse de que aquele quarto pertencia a ele - Gero… acho que pode ser possível… - mencionaria com um sorriso maroto, lembrando-se de como havia escolhido o quarto na sorte horas mais cedo "Talvez eu devesse ter perguntado pra alguém..." refletiria, imaginando que isso teria sido o suficiente para evitar aquela situação. - Bom, nesse caso… me desculpa, shishishi… - expressaria seu arrependimento, mesmo que seu humor já parecesse estar de volta ao normal, como se a sua parcela de culpa não lhe afetasse nem um pouco.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Então… agora que foi tudo resolvido… pode me ajudar a encontrar o meu quarto? Shishishi - pediria enquanto arrumava as suas coisas para mudança - se vestia, longe dos olhos de Redwyn, caso ainda fosse preciso - e recolhia o Sr. Grilo de volta para seu ombro. - Mas me diz… você conseguiu ver alguma coisa?... - perguntaria durante a busca por seu dormitório, caso o jovem concordasse em lhe amparar, ligeiramente envergonhada pela possibilidade de um homem tê-la visto naquela situação - Gero… se puder deixar isso entre nós… - concluiria por fim, acompanhando o jovem de perto e lhe lançando um olhar que poderia derreter até mesmo um coração de gelo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se por algum motivo Redwyn não a ajudasse, Blair teria que se arriscar novamente e sair em busca de um quarto vago na tentativa e erro "Essa hora a maioria já deve estar em seus quartos… se estiver desocupado deve ser porque não tem dono, shishishi..." concluiria em uma demonstração de lógica e pensamento crítico de dar inveja no maior dos intelectuais. E assim, voltaria a sua tarefa de procurar um quarto vago, no que parecia uma criança repetindo a mesma brincadeira que havia lhe causado problemas antes.

Independente de como houvesse encontrado seu quarto, colocaria suas coisas em um canto qualquer, sem se preocupar com organização. Deixaria o Sr. Grilo normindo em algum lugar confortável que encontrasse e então, finalmente, se jogaria em sua cama para apreciar uma boa noite de sono - Boa noite, Sr. Grilo… - comentaria por fim, para enfim se entregar ao mundo dos sonhos.

Se o amanhã chegasse sem novos problemas ou acontecimentos, levantaria-se para realizar todos os seu afazeres - que são privados e não importam à terceiros - e então, ostentando seu uniforme, sairia para seu primeiro dia como agente. "Gero, onde será que devo ir primeiro?..." pensaria sem saber se deveria se apresentar em algum lugar. De qualquer forma, agora era uma agente, se precisassem dela alguém mandaria chamá-la - ou ao menos assim acreditava -, por isso seu destino seria o refeitório. Assim que chegasse - se chegasse - se serviria um café da manhã bem leve, observando as opções e escolhendo, preferencialmente, algumas frutas e um café. Mesmo que não sentisse gosto - ou aromas -, gostava da sensação que uma bebida quente lhe trazia. Em último caso pegaria qualquer outra coisa que não fosse carne.

Com seu café da manhã servido faria uma rápida varredura dos presentes no refeitório. Caso encontrasse alguns de seus conhecidos se juntaria na mesa à eles - Yo… quais as novidades? Shishishi... - comentaria aos presentes enquanto iniciava seu desjejum. Caso não encontrasse ninguém escolheria um lugar qualquer para sentar e comer despreocupadamente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life



Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyTer 28 Maio 2019, 00:33

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 10 (WEST: 6)



O choque inicial era de espanto, o jovem ruivo não entendia o que estava acontecendo, só sentia o sabonete bater em seu peito, jogado pela mink que estava no seu chuveiro desnuda, contudo, suas partes intimas estavam cobertas por suas mãos e cauda. Rapidamente atendia a ordem da felina e cobria seu rosto, até mesmo saindo do quarto. Enquanto isso Blair se vestia novamente, ainda levemente molhada vestia seu terno novo, o rapaz no outro quarto vestia sua bermuda, mas ainda ficava sem camisa.

Depois de conversarem, ficava claro que era a mink que havia entrado no quarto errado, mesmo tendo uma placa dizendo “Dormitório Masculino”, mas aqueles sinais não significavam nada para Blair, que se desculpava pelo equivoco, arrancando um riso alto do rapaz, que parecia tão constrangido quanto a felina. Rapidamente o garoto se dispunha em levar a recruta até o seu quarto, e quanto respondia balançando a cabeça negativamente, sinal da pergunta que não havia visto nada demais, talvez fosse mentira, pois, suas bochechas estavam rosadas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... "Não contarei a ninguém, eu prometo"

O verdadeiro quarto ficava alguns metros a frente, e após Blair fazer cara de cachorro sem dono, pedindo para não contar a ninguém, o ruivo respondia olhando para os lados, e com um fio de suor escorrendo da sua testa – Não contarei a ninguém, eu prometo – e então saia assoviando de volta para tomar seu banho. Sua cama ficava ao lado de Frogina, que já estava dormindo profundamente. Blair então se despedia do seu novo amigo inseto e rapidamente pegava no sono.

O raiar de um novo dia começava, um clima quente e agradável, o sol já saia das montanhas e iluminava a grande e bela cidade de Micqueot, lugar de belos vinhedos. Blair e Frogina levantavam quase ao mesmo tempo, a mink sapo estava com o cabelo bagunçado e o rosto inchado pela soneca, mal dava um bom dia. Após fazer as necessidades básicas, ambas vestiam seus trajes e iam para o refeitório, tomar o café da manhã.

O refeitório estava praticamente vazio, sentado em umas das mesas Redwyn e Atreu, comendo pão e tomando uma jarra de leite. Para comer havia pães, biscoitos e bolo de cenoura, para beber chá de erva doce e leite fresco. Frogina ainda sonolenta ia pegar a comida para se sentar, e esperava que Blair a seguisse. Quando os quatro estivessem sentados, um som vindo do lado de fora era escutado, uma batida, que ia ficando mais alto, ate que na porta aparecia um homem.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
..."Eu sou Billy"

Loiro, vestia um terno preto e usa óculos estilosos da lente laranja – Então esses são meus novos recrutas, Eu sou Billy – dava um giro em seu próprio calcanhar – Mas me chamam de Rei do Pop – Dava uma piscadela para a mesa. Se aproximando do grupo, Billy se sentava, agora com o rosto fechado, e então começava uma batucada na mesa – Me chamo Billy, o famoso Billy Jin, o terror dos bandidos, aquele que mata com apenas um 1 tiro – fazia o sinal de uma arma e apontava para Atreu, que apenas revirava os olhos.

Redwyn olhava para o homem com a boca aberta, o homem reluzia e brilhava como um popstar – Sou o agente que ira lidera-los, o famoso Billy Jin, rei dos teclados – Todas as palavras que saiam, eram como uma canção, rimavam com a batida que ele emitia com o bater de suas mãos – Iremos cobrar impostos de um sujeito, lá eu sei o rei do terreiro, e vocês meus amigos, me ajudaram nesse feito – Sorrindo e dando uma piscada para Blair, o homem não parecia um agente que conseguia comandar – Terminem de comer e depois sigam o Billy, ele mesmo, O Billy Jin, o homem que derrotou o rei do picadin – O agente cantante, se levanta, pegava um pão da mesa de Frogina, que babava pelo canto da boca enquanto olhava para o grilo no ombro de Blair.



Artreu:
 
Frogina:
 
Redwyn:
 
Billy Jin:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyDom 02 Jun 2019, 18:22

I - The Cat with no Hat


Um novo e belo dia se iniciava na cidade de Micqueotville!  A cidadezinha mais feliz, mais limpa, mais segura do mundo. Lar das minks superpoderosas - Blair e Frogina -, que acordavam em grande sincronia, animadas para um grande dia de novas aventuras - ao menos era assim que Blair se sentia.

"Gero… acho que ela não é uma pessoa matutina..." pensava a gatuna enquanto observava Frogina e sua aparente falta de empolgação na medida em que se arrumavam para sair. Poucos eram agraciados com a mesma disposição que Blair continha, razão pela qual a felina evitou de importunar a menina sapo até que esta estivesse com todas suas energias - se é que isso um dia ocorreria.

No refeitório, para a surpresa de ninguém, se encontravam os mesmos suspeitos de sempre. De pronto a gatuna avistava Atreu e Redwyn. A visão deste último, por um instante, despertava uma pequena vermelhidão nas bochechas da felina, mas sua atenção não se demorava a se direcionar ao banquete exposto para o café da manhã. Seguindo o ritmo de Frogina, Blair perambulava pela mesa - *Snif! Snif!* - falsamente farejando os alimentos, se divertindo com sua piada interna enquanto apanhava uma fatia de bolo, uns biscoitinhos e um pouco de chá para acompanhar, e então se juntando aos demais na mesa.

Sem que a gatuna soubesse, o café da manhã naquele refeitório estava prestes a se tornar mais agitado. A prova disso era a melodia que se fazia mais presente a cada segundo. Blair inconscientemente se agitava no ritmo da harmonia, até que a repentina aparição na porta do salão chamava sua atenção "Geroo… um loiro invadindo o refeitório e chamando a atenção… que deja vu… i just been in this place before" divagava a gata enquanto admirava a entrada triunfal do Rei do Pop.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~Pensamentos da Blair durante a música~

De todas as pessoas com quem já havia se deparado em sua vida, Billy Jin certamente se encontrava entre as mais exóticas. A gatuna observava o loiro se aproximando com a atenção de um grilo lutando por sua vida contra um mar de formigas. Sua aparência, sua voz, o jeito de falar - que confirmava ainda mais sua teoria de que todos naquele QG possuíam alguma condição de fala -, nada era igual ao que já havia visto antes, e tudo isso só fazia com que Blair se encantasse ainda mais.

Sentando-se junto ao pequeno grupo, o homem se apresentava no ritmo do batuque que emitia através da mesa "Geroo… ele é bom..." ruminava prestando atenção no ritmo constante entre as rimas e as batidas do Rei do Pop, em sequência lançando-lhe uma piscadela em retribuição à que recebera. Em meio aos versos uma nova missão era passada, igualmente, a função de Billy Jin, o mais novo líder do grupo, era revelada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O Rei do Pop, enquanto afanava a comida de Frogina, iniciava sua saída. Blair, determinada a seguí-lo, terminaria o que ainda havia em seu prato e se levantaria para retirar-se em seguida, percebendo a expressão de Frogina de soslaio - Nada disso… ele é meu, shishishi... - retrucaria com um sorriso malicioso no rosto - estaria se referindo ao Sr. Grilo? Estaria se referindo ao Billy Jin? Aos dois? Sabe-se lá - e seguiria pelo menos caminho do homem, aumentando seu ritmo até que o alcançasse.

- Oi, Pop-sensei… eu sou a Blair, shishishi - se apresentaria para Billy, sem imaginar que provavelmente o homem já conhecesse todos os membros do grupo - De quem vamos pegar os impostos? - perguntaria como forma de puxar conversa e também entender melhor a missão, fingindo saber o que cobrar impostos realmente significava.

Seguindo Billy Jin, caso partissem pelas ruas para a coleta de impostos, Blair se manteria atenta aos arredores enquanto andassem pela cidade, aproveitando novamente para se familiarizar com as características daquela ilha e de seus habitantes, sem prestar muita atenção no caminho que traçavam ou no seu grupo, a menos que alguém falasse algo que lhe chamasse a atenção.

- Gero… o que precisamos fazer? - perguntaria para o Rei do Pop, caso chegassem no seu destino sem grande acontecimentos, com o que parecia ser um certo ar de confiança, de modo a aparentar estar preparada para a sua primeira missão oficial, embora fosse apenas seu jeito despreocupado de sempre impedindo que ela ficasse nervosa. Enquanto nenhuma ordem lhe fosse dada aproveitaria para examinar o local que estava prestes a ficar mais pobre.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyTer 04 Jun 2019, 11:42

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 11 (WEST: 7)



O quinteto se punha a caminhar pelas ruas de Micqueot, Atreus seguia com o rosto fechado e carrancudo atrás, Frogina e Blair iam a frente, próxima do líder da missão e Redwyn seguia cabisbaixo com as bochechas rosadas, todos olhavam para eles, alguns acenavam, outros viraram a cara, ser do Governo era sempre uma moeda de dois lados. Billy seguia sorridente e cumprimentava as pessoas apontando os dedos e abaixando os óculos para dar uma piscadela, foi então que Blair se aproximou se apresentando e perguntando quem seria o alvo da missão, Billy deu uma gargalhada – Iremos na fazenda de um sujeito rico e famoso, seus vinhos são bons, mas não para o meu bolso – suas mãos gesticulavam a cada palavra, que saia ritmicamente da sua boca – Escoltamos seus navios pelo mar com gloria, mas ele não pagou a última viagem da bendita hora, vamos agora cobrar com educação e amor haha – Atreus escutava e virava a cara, afrouxando sua gravata, que parecia incomodar o rapaz.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A manhã estava bela, o sol radiante e o clima agradável, pessoas andavam pelas ruas com cestas de comidas que cheiravam tão bom quanto o perfume de uma amante, ou de livro novo, as ruas pavimentadas eram rodeadas de bares e lojas chiques de roupas finas e caras, damas e cavaleiros andavam de braços dados e quando passavam ao lado dos jovens, sorriam para eles amigavelmente. Ao fundo as belas montanhas que cercava a cidade, com todo seu glamour e gracejo.

Caminharam por 30 minutos, um bom exercício matinal, no fim, Atreus havia arregaçado as mangas do terno e tirado a gravata, Redwyn seguia o exemplo do seu amigo e desabotoava um ou dois botões, deixando seu peitoral a mostra, nada que Blair não tivesse visto. Frogina prendia seu cabelo, deixando seu pescoço a mostra. Ao fundo conseguiam ver uma bela fazenda, um portão de metal podia ver dois sujeitos de guarda, toda a extensão era cercado por paus de madeiras com fios de metal entre eles, delimitando o território.

Mesmo sem entrar, podia ver grandes plantações de uvas, o cheiro era sentido até mesmo na pele, podia ver pessoas colhendo as uvas e colocando em cestas, mas era longe para saber mais coisas. Ao se aproximar, Blair questionava o que eles precisavam fazer, O Rei do Pop deu sorriso para a menina, mostrando seus dentes brancos como uma nuvem – Façam aquilo que eu mandar, e assim, cumpriremos a missão sem merda dar – virando para frente, erguia os braços como se mostrasse que estava chegando amigavelmente – Bom Dia flores do dia, vim ver o Sr. Sadyr Platina, diga que o Rei do Pop chegou e esta pronto para vê-lo – os guardas se olhavam, vestiam roupas simples, mas portavam uma espada na cintura.

Tirando um den den mushi do bolso, um mini caracol, faziam algo que Blair não entendia, mas saia uma voz do pequeno animal – Mande entrar, MAS ELES ESPERAM NA VARANDA – era notável a frase final saindo raivosa, os guardas ate se assustavam e abriam um sorriso amarelo – Espero na varanda Sr. Billy – o Loiro apontava para os homens e dava uma piscadela. Os portões se abriam.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
...chegariam num grande casarão branca

Se seguissem caminhando, chegariam num grande casarão branco, com pilastras de mármore que eram impossível abraça-las e tocar as mãos, o caminho era estreito, pois aos lados haviam grandes plantações de uvas, agora era visível as pessoas que ali trabalhavam, mulheres, idosos e crianças, todos com rostos sofridos e feridas nas costas e nos braços, alguns tinham um olhar tão vazio que nem pareciam ter consciência, outros tinham os olhos vermelhos, suas roupas eram velhas e sujas, todos descalços e o cheiro de podridão se perdia pelo aroma das uvas.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... Trabalhadores



Mapa da Fazenda:
 

Artreu:
 
Frogina:
 
Redwyn:
 
Billy Jin:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyTer 11 Jun 2019, 23:52

I - The Cat with no Hat


Billy Jin cantarolava uma resposta à Blair, que ouvia admirada com a excentricidade que o homem exibia a cada palavra cantada. O destino revelado não parecia ser de grande interesse para a gatuna, que, sem poder apreciar o sabor de um bom vinho, logo deixou o assunto de lado, voltando a sua atenção às ruas pelas quais andavam.

Diferente dos incontáveis aromas, que passavam despercebidos, os olhares e cumprimentos dos cidadãos rapidamente capturavam a atenção da gata. Todo aquele reconhecimento, que bem em verdade não tinha nada a ver com a Blair, deixava-a se sentindo como parte de um grupo musical famoso. Cada “olá” ou sorriso era correspondido por um aceno de Blair, e cada cara feia também, afinal, nem todos possuíam a sorte de ter uma beleza como a dela - Acene também, Sr. Grilo, shishishi...- comentava risonhamente para seu parceiro, esperando que ele entrasse no ritmo.

O desfile do grupo, apesar de não ser demorado, levava mais tempo do que se esperava. Quando finalmente avistaram a fazenda, a maior parte do quinteto já não apresentava a mesma pompa de antes, Redwyn já até estava começando a tirar a roupa - Hey, hey… olha ali, shishishi - cochichava em meio a risadinhas, cutucando Frogina e indicando, não tão discretamente quanto se esperaria, o ruivo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Em frente aos portões da fazenda, Billy Jin respondia a indagação de Blair, revelando o grande papel que eles deveriam seguir "Gero… simples e fácil, menos mal..." pensava enquanto Billy se apresentava para o guardas. "Ohhh..." o rosto da felina se iluminava de repente. O motivo? Um pequeno caracol falante e engraçado - Hey, hey... - comentaria com quem estivesse mais próximo, cutucando a pessoa da mesma maneira que havia feito antes com a Frogina - Onde será que a gente consegue um desses? Shishishi - diria por fim, enquanto começavam a seguir pelo caminho através dos portões.

Ao fim do caminho encontrava-se uma mansão, sendo impossível não admirar aquela construção "Geroo… quantos quartos será que tem?..." imaginaria despreocupadamente enquanto seguia junto ao grupo. Por todo o trajeto o grupo era flanqueado pelas plantações de uvas e pelas pessoas que nelas trabalhavam. A diversidade dos trabalhadores chamava a atenção da felina "Gero… será que hoje é dia de levar os filhos pro trabalho?..." pensaria casualmente, observando aquelas pessoas, percebendo os machucados - Hmm… será que eles não precisam de um médico?... - comentaria aos seus colegas - Trabalhar com vinho parece ser perigoso... - expressaria por fim, não em tom de preocupação, mas realmente acreditando se tratar de um trabalho arriscado.

- Gero… o que fazemos agora?... - diria assim que chegassem na varanda, sabendo que Billy havia concordado em esperar naquele local. Se fosse apenas para esperar, aproveitaria para observar um pouco mais da fazenda, procurando por algo de interessante na varanda ou nos arredores.

- Geroo… só vamos pegar os tais impostos e ir embora?... - perguntaria casualmente, não necessariamente a Billy, mas a qualquer um do grupo, apenas para passar o tempo enquanto enquanto permaneciam esperando a aparição do misterioso Sr. Sadir Plantinha - sim, este é o nome que a Blair lembra Billy Jin ter dito -.

Assim que o homem aparecesse, Blair se manteria atrás de Billy Jin, escutando e observando atentamente, procurando aprender como era feita a cobrança de impostos. Caso fosse dito para entrarem, seguiria com o grupo para o interior da mansão, finalmente matando parte de sua curiosidade quanto ao interior do recinto. Se Billy Jin falasse para que esperassem do lado de fora, na varanda, aproveitaria o breve momento livre para procurar uma janela ou algo parecido, na esperança de conseguir bisbilhotar o interior da casa e, de repente, ver ou escutar algo interessante.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyQua 19 Jun 2019, 16:23

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 12 (WEST: 8)



O pequeno grupo chegava na varanda da grande mansão de mármore branco em meio a um grande serrado em volto de montanhas. O sol reluzia nas colunas e cegava os desavisados e curiosos que fitavam por muito tempo aquela beleza de obra – Vamos esperar pelo Sr. Platina hey, aquele que fez essa enorme casa que brilha – falava o loiro respondendo a pergunta da gatinha curiosa que se esgueirava entre seus colegas para ter uma melhor visão da construção. A varanda era aberta, com pisos de madeira que trepidavam um sobre o outro, não se via uma ponta de prego solta, as tabuas eram encaixadas uma na outra, a cada passo podia sentir que as madeiras rangiam com os mais pesados, um sinal de que abaixo era oco? Ou eles estavam gordos demais? Não podia ter certeza.

Da varanda podia ver pequenas casas do lado direito e do lado esquerdo, pequenos casebres de barro com teto de palha que mais parecia uma grande oca, entre as casas havia uma grande tora de madeira fincada no chão, de ambos os lados duas grandes arvores, provavelmente mangueiras pelo cheiro que o vento trazia para as narinas, onde havia um grande laço pendurado em um dos galhos.  De dentro da casa, podia sentir o cheiro de algo no forno, não podia dizer o que seria, mas o aroma era maravilhoso, e então a porta principal abria, uma mulher loira e levemente gorda, olhava para o grupo que estava a sua frente – Sr. Platina está vindo, ele teve um leve imprevisto, aceitam algo para beber? – um sorriso se formava no rosto da loira, que olhava principalmente para Billy – Aceitamos água – falava o líder do grupo, agora mais sério que sempre, como se tentasse parecer sereno com a situação.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Deixando a porta aberta, a mulher entrava pela casa, seguindo até a cozinha. O grupo podia ver o hall de entrada no casarão, havia uma grande escada com um tapete vermelho que levava para o segundo andar, as paredes continham diversas cabeças de animais, Urso, Leão, Tigre e uma delas chamava mais atenção, era a cabeça de um Tritão. Ninguém ousava dizer nada e preferiam ignorar, Redwyn forçava as vistas e parecia não acreditar naquilo que via, mas os olhos não estavam pregando uma peça, pois todos viam a mesma coisa.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... Sr. Platina

Entre uma fileira da plantação, saia alguns lacaios, todos armados com espingardas e facões, usavam uma roupa de couro e botas, roupas sujas e mal lavadas, mas entre eles, um sujeito chamava atenção, usava um terno branco como as nuvens, usava uma camisa de linho roxa que estava grudada em seu peito, o sujeito era obeso de grande, usava um chapéu branco e acima da sua boca, um grande bigode escondia o nariz, nas suas mãos um leque e um pedaço de coxa de galinha.

Ao ver o grupo na varanda, o homem jogou a comida fora, todos seus lacaios o olhavam, boquiabertos até ouvirem a ordem – Podem pegar – dos 8 homens, três saltaram na coxa suja de poeira e grama e comiam até o osso, arrancando um sorriso largo do sujeito, que parava em frente a varanda – Governo Mundial – cuspia no chão um trago verde – O que querem comigo? – abrindo seus braços, dois homens passava os braços gordos do sujeito em seus ombros e o levantavam pelas escadas, até que Platina ficava frente a frente com Billy, que parecia tranquilo, uma pessoa diferente daquela de antes, cantarolante e feliz – Sabe o que queremos Senhor, vim cobrar o imposto que não nos pagou mês passado – o homem ria alto e engasgava e tossia nesse meio – Imposto? HAHAHAHAH – ria mais alto agora.

Os 8 sujeitos ficavam no sol, um ao lado do outro, sem se importar, um pouco atrás deles, havia um sujeito que usava uma roupa um pouco melhor, botas de couro e um chapéu preto, na sua cintura um chicote com a ponta de ferro, mastigava tabaco puro, de modo que seus dentes estavam pretos e sua saliva negra como o sangue de corvo, um de seus olhos era todo branco, com uma cicatriz que passava da sua testa até seu queixo. Mas a atenção agora era dividido entre Platina e a loira que trazia os copos de agua, mas antes de distribuir, o balofo pegava um copo – Não dê nada para essas pessoas Matilda, são lixos do Governo, jogue a agua fora – empurrando a mulher para dentro a pontapés, a loira seguia as ordens do seu senhorio.

Platina não havia prestado atenção no grupo, quando seus olhos famintos passaram por uma mink felina, sua língua passou por seus lábios e no canto da boca começou a acumular saliva – O que temos aqui? – dando um passo para frente, o homem tentava tocar no rosto de Blair, mas nesse momento Billy sacou uma de suas armas – Tire suas mãos imundas dela – Nesse momento, todos os oito homens sacaram seus revolvers, e apontaram para o Rei do Pop, que não vacilava – Ela não liga, não é? – Todas as atenções eram postas em Blair, que estava bem próxima de Platina.




Mapa da Fazenda:
 

Artreu:
 
Frogina:
 
Redwyn:
 
Billy Jin:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptyQui 20 Jun 2019, 22:56

I - The Cat with no Hat


"Pelo jeito alguém precisa fazer uma dieta..." divagava ao som dos pequenos rangidos que o piso de madeira soltava conforme o grupo se movimentava. Esperar pelo Sr. Plantinha era a única coisa que o grupo planejava fazer, o que deixava Blair com um pouco de tempo para explorar a fazenda, mesmo que apenas através do olhar. "Gero… que lugar curioso..." admirava observando as construções incomuns que ladeavam a mansão.

A espera não se mostrava longa, ou quem sabe Blair houvesse se perdido no tempo em sua curiosa busca pelos campos da fazenda. De qualquer forma, a mansão se abria e revelava uma mulher simpática que dava ao grupo a notícia de que logo o anfitrião se apresentaria "Gero… ela com certeza precisa fazer uma dieta, shishishi..." se divertia enquanto a mulher conversava com Billy.

Pela porta da mansão não se via apenas a senhora rechonchuda, mas também o interior do recinto, que se mostrava, no mínimo, bastante exótico. Os “troféus” na parede pegavam a gatuna de surpresa, que estreitava os olhos como se para ter certeza de que sua visão não a enganava, sentimento que parecia ser compartilhado por todos do grupo - Fique atento Sr. Grilo… - advertia a seu companheiro, considerando que nem mesmo peixes estavam a salvo de acabarem pendurados.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aquela decoração não agradava Blair nem um pouco. Considerando ser uma mink, não há surpresas nisso. Mesmo assim, a sua missão não era avaliar o interior da mansão, mas sim coletar impostos "Só espero que ‘imposto’ não seja o nome de uma cabeça... " ponderava, deixando de observar a mansão e voltando seu olhar para as belas montanhas que se mostravam além da fazenda.

A concentração da gatuna logo era redirecionada para a plantação, de onde saia um grupo que, pelas roupas e apetrechos, pareciam ser guardas daquele que só poderia ser o Sr. Plantinha. Terno branco, camisa fina e um fedora - que servia apenas para comprovar o mau gosto do anfitrião - diferenciava o homem, mas o seu formato roliço era o que mais chamava a atenção da felina, que não podia evitar de pensar se já havia visto alguém mais balofo.

A rolha de poço parecia conhecer Billy Jin, ou talvez os uniformes entregassem, de qualquer jeito o homem não parecia feliz com a aparição do grupo. Aquele momento poderia até ter sido mais tenso, não fosse o fato do homem precisar de ajuda pra subir as escadas da varanda, fazendo com que Blair se esforçasse para segurar o riso e evitar chamar a atenção ou piorar a situação, que já não parecia ser das melhores.

Não bastasse o gorducho se negar a entregar os impostos e a água, ainda era mal educado com a pobre empregada rechonchuda, que não podia fazer nada se não aceitar as ordens "Gero... além de dieta, também precisa aprender a ter respeito..." ponderava observando aquela cena. Logo o homem deixava a empregada de lado e mudava o foco de sua atenção. Para o azar de Blair, o novo foco era ela. Para piorar, a situação parecia piorar em questão de segundos.

O cenário na varanda agora se mostrava completamente diferente daquele de um minuto atrás. Billy Jin apontava sua arma para o Sr. Plantinha. Os guardas apontavam suas armas para Billy Jin. O Sr. Plantinha apontava outra coisa para Blair. Blair apontava suas patas para o Sr. Plantinha, mesmo que sem nenhuma intenção em particular, apenas reagindo as ações dos demais.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Gero… prefiro que não… não quero ficar imunda também... - responderia suavemente, falando inocentemente e com sinceridade, embora pudesse soar como um insulto - Se puder só entregar o imposto, seria melhor… sem deixá-lo imundo também, imagino, shishishi… - completaria calmamente mantendo o ar de descontração, esperando que o mal-entendido se resolvesse e a missão pudesse seguir.

Durante o impasse se manteria vigilante. Qualquer sinal de ação por parte do balofo com a intenção de alcançá-la seria contraposto por um movimento de esquiva por parte da gatuna, procurando se esgueirar para longe do homem e evitar contato com o mesmo - Sr. Plantinha… se não tomar cuidado, acabará sendo podado, shishishi... - diria diante da possível tentativa de aproximação do homem, agora de forma mais incisiva, mas ainda de maneira sossegada.

De qualquer forma, seguiria a deixa de Billy Jin, fosse para dar fim aquele pequeno impasse mexicano - no qual estavam em aparente desvantagem -, fosse para dar início a algo um pouco menos civilizado. Embora a última opção não fosse a que mais lhe agradava, não hesitaria em agir se a situação assim exigisse, afinal, a primeira vez, digo, missão, de uma garota não é algo a ser tratado com leviandade.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySeg 24 Jun 2019, 13:55

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 13 (WEST: 9)



O vento varria a poeira da estrada subindo num pequeno redemoinho que fazia as folhas secas dos pés de uvas voarem pela bela paisagem da fazenda, onde na casa principal a tensão estava a flor da pele, Blair recusava com sinceridade a proposta do Sr. Platina, dizendo que so queria o imposto e não queria ficar suja, as palavras da menina podiam ser comuns para ela, mas para um dos homens mais rico da ilha, era um grande insulto – Ora sua pirralha, eu faço o que quis.. – as palavras do homem obeso, que estava ficando vermelho de raiva e com as veias do pescoço saltando sobre pele ouvia um chicote batendo contra o assoalho – Ela é do Governo Senhor, porque não resolvemos isso de forma civilizada – as sensatas palavras era do homem que estava mais recuado com seu chicote de couro com a ponta de metal, cuspia um liquido preto no chão, era o tabaco que mascava.

Quando Billy Jin colocou suas armas no coldre novamente, que todos repetiram o movimento e o Dono do local ajeitou seu paletó, cheio de gordura sobre a caminha de linho roxa – Muito bem, venha até meu escritório – Platina falava com Billy, que concordava com a cabeça – Apenas você, o resto fique aqui – Os capangas soltava finalmente o oxigênio dos pulmões e olhavam para o líder deles aparentemente – Senhor, as crianças podem pegar um dos baús no deposito, os “Platinados” irão verificar como estão os escr..., digo, serviçais nas plantações – O homem parava de rolar, quer dizer, andar, olhando com certa duvida para o sujeito de chicote – Mas não temo... ahh sim, pode leva-los até o deposito, entregue o pagamento de duas viagens – terminava a frase entrando na sua casa, onde Billy o seguia, virando por fim para o grupo – Fiquem atentos, voltem para cá depois que pegarem o dinheiro – dessa vez não tinha rima, palavras cantadas, era um aviso serio que devia ser seguido, estavam num ambiente hostil, a primeira missão de um bando de jovens.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Com todos indo para suas tarefas, sobrava apenas o sujeito de chicote e grupo na varanda – Vamos, me chamo Diamantino – falava o sujeito, pegando outra quantidade de tabaco no bolso e jogando para dentro da boca, onde era possível ver seus dentes pretos e sua saliva escura, uma cena horrível. Diamantino tinha um porte comum, um rosto queimado pelo sol, vestia roupas de couro e usava um chapéu, nada que chamasse muita atenção, exceto pelas cicatrizes em seu antebraço, onde podia ver vários pequenos cortes. Entre o grupo, Artreu seguia a frente, seguido por Redwyn, ambos caminhavam com o queixo erguido e com o peito estufado, Frogina por sua vez esperava por Blair – Isso não está me cheirando bem, irmãzinha – Depois de ficar muito tempo calada, a mink sapo ficava feliz pelo Platina não gostar de anfíbios, ou poderia ser ela a desejada para ir parar na panela do gordo.

Seguindo pelo lado direito do casarão, podia ver as plantações mais de perto, via-se alguns sujeitos trabalhando, todos vigiados pelo “Platinados”, armados e prontos para matar. O caminho que seguiam levavam até onde os casebres antigos ficavam, rapidamente o cheiro gostoso do almoço, dava lugar ao fedor de esgoto, não sabia da onde vinha e o que era, mas o vento do meio dia trazia esse cheiro, fazendo com Redwyn cobrisse seu rosto com sua mão. A frente Diamantino caminha tranquilo, como se fosse um dia normal, então, mais a frente conseguiam ver uma grande arvore, o barulho de galhos se mexendo e o balanço da arvore, fazia com que os passarinhos saíssem voando do local, e se aproximando mais, conseguiam ver uma cena um tanto quanto incomum.

Pendurado na arvore, estava um sujeito de cabelos brancos, devia ter uns 60 anos, apenas a ponta dos seus pés tocava no chão, seus olhos estavam vermelhos, ninguém estava ao seu lado, apenas o homem pendurado ali, lutando para não morrer, o grupo parava rapidamente – MAS QUE MERDA É ESSA? – a voz elevada era de Atreu, que já começava a caminhar rumo ao velho – Se der outro passo jovem, irei te machucar – novamente, uma tensão tomava conta do ar, Redwyn parecia mal pelo cheiro, e mal entendia o que estava funcionando, Blair e Frogina lado-a-lado viam a cena, Atreu virava e olhava para o grupo, como se tivesse falando “foda-se, eu vou matar esse sujeito do chicote”, mas podia ser um impressão, afinal, ele não tinha dito nada.



Mapa da Fazenda:
 

Artreu:
 
Frogina:
 
Redwyn:
 
Billy Jin:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySex 28 Jun 2019, 00:56

I - The Cat with no Hat


As palavras de Blair se mostravam venenosas aos ouvidos do fazendeiro, que logo se exaltava com a gata. A felina, por sua vez, não havia qualquer intenção de ofender o Sr. Pig, de maneira que acabava se espantando com a reação do rolha de poço, "Gero!!… ele vai explodir!..." pensava enquanto recuava um pouco ao por conta da mudança na aparência do balofo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Os ânimos aumentavam rapidamente e algo desastroso parecia estar próximo de acontecer, mas o stand off logo era interrompido sem que algo ocorresse de fato. O responsável pela interrupção era um dos subordinados do Sr. Pança, e pelo jeito tinha o respeito do fazendeiro. ”Tenho a impressão de que já vi esse homem em algum lugar…" pensava enquanto observava o sujeito, mas logo perdia o interesse ao ver o estado de sua boca "Gero… devo ter confundido...".

Billy Jin parecia finalmente se acertar com o barrigudo, chegando a um acordo de como deveriam proceder. Todos falavam alguma coisa, e Blair não se dava ao trabalho de prestar atenção a metade do que era, mas o aviso de Billy chamava a sua atenção "Gero… dinheiro?... mas e o imposto?..." ponderava a gatuna de maneira distraída, sem se ater ao aviso de cuidado implícito na fala.

Billy Jin seguia para o interior da mansão com o pançudo, restando aos demais membros do grupo seguir o Diamantinho até o dinheiro. O homem realmente tinha um costume estranho, o que de certa forma deixava Blair intrigada, sem entender o que leva alguém a fazer aquilo com os dentes. Enquanto seguiam o homem, Frogina surpreendia Blair ao puxar assunto - Gero… melhor ficar atenta… - respondia genericamente, sem entender bem o que ela queria dizer com isso.

Seguindo pelo caminho a gatuna percebia Redwyn aparentemente escondendo o rosto, como se não suportasse o odor do local "Pelo jeito também não está cheirando bem pra ele... " matutava, se perguntando se era disso que Frogina estava falando, - É melhor ficar atento… - diria se aproximando do ruivo, para que ele escutasse o seu conselho.

O cheiro pútrido passava despercebido por Blair, mas a cena que se apresentava um pouco mais à frente não. Assim como os demais a felina se deparava com um cenário completamente inesperado, mas que, de alguma forma, até fazia sentido, caso parassem para analisar todas as coisas que já haviam vistos naquela fazenda.

Um homem com ao menos quatro vezes a idade de Blair se debatia pendurado debaixo de uma árvore, numa espécie de apresentação de ballet que se encerraria com a chegada de seu último suspiro. Atreu era o primeiro a reagir, mas não sem sofrer ameaças por parte do Diamantinho. O jovem parecia buscar apoio do grupo, ou ao menos era essa a impressão que a felina tinha. Infelizmente a gata não estava em posição para aconselhar ninguém naquele momento. Sem entender aquela situação ou saber o que fazer, simplesmente daria de ombros e deixaria que o seu professor de outrora seguisse os seus instintos, ou então que outro falasse em seu lugar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caso Atreu permanecesse parado e mais ninguém fizesse nada, possivelmente ainda havia algum modo de resolver aquela situação, desde que as coisas fossem esclarecidas - Gero… por que aquele velhinho ta pendurado?... - perguntaria ao boca podre, buscando entender o que estava acontecendo - E onde está o dinheiro?... e o imposto também… - completaria, se mantendo atenta a reação do homem e de seus companheiros.

Caso a impressão de Blair estivesse correta e Atreu realmente entrasse em combate com o Diamantinho, a gata assumiria o lugar de seu companheiro em rumo ao velho e seguiria correndo na direção da árvore. O homem portava um chicote, então Blair se manteria atenta para algum ataque a distância em sua direção, concentrada para conseguir escutar o menor som da ponta metálica do chicote rasgando o ar e indo ao seu encontro, para que então pudesse se esquivar saltando adiante, tentando se distanciar do ataque e se aproximar da árvore no mesmo movimento.

Caso fosse atingida, se levantaria, caso caísse, o mais rápido que conseguisse para que logo voltasse ao seu avanço em direção ao velhote. Se o ataque a aprisionasse, tentaria soltar o chicote utilizando as suas garras ou presas, o que fosse mais fácil e rápido.

Se conseguisse alcançar o homem pendurado, tentaria soltá-lo da árvore e deixá-lo que finalmente pudesse descansar, mesmo que por um breve momento - Tudo bem com o senhor?... - perguntaria, tentando garantir que os seus esforços não haviam sido em vão. Se por algum motivo não conseguisse soltá-lo, tentaria ao menos encontrar algo para que pudesse colar debaixo de seus pés e lhe servisse de apoio, deixando-o relativamente a salvo e então voltando a sua atenção para os seus parceiros de equipe e o Diamantinho.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySeg 01 Jul 2019, 11:41

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 14 (WEST: 10)



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Atreu estava fora de si, uma veia sobressalente pulsava em sua testa quando o garoto mostrava os dentes de irritação para o capataz chefe da plantação, este, já segurava no cabo do chicote pronto para levar o castigo aos merecedores – Que se foda – as palavras do “amigo” de Blair eram mais para ele mesmo, que se virou dando as costas ao grupo, Frogina dava de ombros como a felina – Dinheiro e imposto é a mesma coisa – os olhos da mink sapo pousavam no grilo no ombro da menina, o pequeno inseto parecia sentir o perigo, pois saltava para dentro do decote da sua dona, se escondendo entre seus pequenos seios. Redwyn colocava as mãos na cabeça – Puta que pariu – batendo rapidamente os pés no solo poeirento, saia em disparada saltando sobre as costas do seu amigo – Para de fazer merda – uma mão estava sobre a cabeça do garoto, que caia de cara no chão, a outra já segurava um dos braços, imobilizando o agente esquentadinho – Ganhamos uma segunda chance, não vamos por tudo a perder, você é um Agente do Governo agora, aja como um – as palavras de Red eram verdadeiras e fortes, nada parecia com aquele garoto meio tímido, ao que parece, ele e Atreus eram amigos de longa data.

Diamantino ria da situação – Escute seu amigo garoto, ele parece saber mais das coisas que você – o homem então cuspia um pouco da substancia que mascava e seguia para o deposito, que parecia ficar mais a frente. Atreu se levantava irritado, limpando a poeira do seu terno – Seu pedaço de merda – suas mãos pegavam o ruivo pelo colarinho levantando seu corpo – Eu ... Eu – o olhar de ambos dizia tudo e nada aos mesmo tempo, se conheciam e algo aconteceu no passado para a cena marcar tanto os dois – Vamos seguir – quem falava era Atreu, com o rosto serio e a voz forte, erguia seu queixo e não olhava mais para o velho, que se debatia para não morrer.

A dupla de garotos seguia a frente, e as garotas vinham um pouco atrás, Frogina falava mais baixo, de modo que apenas Blair escutava – Aquele velho é um escravo do Sr. Platina, você é meio burrinha né? – um leve tapinha era sentido nas costas na mink, que não parecia conhecer muito do mundo, enquanto isso, Froginha olhava descaradamente para os seios de Blair, a procura do grilo, que se encolhia para sair dos olhos da sua predadora.

Enquanto caminhavam com os ânimos aflorados, podiam ver com mais clareza as cabanas, estas ficavam do lado esquerdo, enquanto que do lado direito ficava a plantação de uvas. O cheiro de uva fresca se misturava com o odor ruim que vinha dos casebres, estes feitos de barro, com uma porta de entrada e nenhuma janela, o telhado era feito de palha seca, que de nada parecia servir, pois havia mais buraco ali do que na própria lua. Entre as cabanas, conseguia ver alguns troncos com marcas de chicotes e manchas vermelhas, algumas secas, outras ainda pareciam frescas e recentes, mas não podia ter certeza, ninguém ali conhecia muito das coisas.

Passando pelo caminho, algumas cabeças curiosas saiam do meio da plantação, e olhavam com curiosidade para o grupo, seres de várias raças, Humanos, alguns com quatro cotovelos, Mink de varias raças, Tritões, todos usando trapos e no rosto um olhar sofrido, alguns vestiam um chapéu de palha, outros não tinham sequer cabelo, mas nenhuma palavra era dita, pelo menos não por parte dos trabalhadores. Diamantino liderava mastigando e assoviando uma musica desconhecida, a dupla de rapazes iam sem olhar um para o outro, com os braços cruzados, era uma caminhada tranquila, com uma bela paisagem de um dos lados, tudo parecia calmo e sereno novamente, e Blair podia sentir o vento fresco passando pelas suas orelhas, e se pudesse sentir algo pelo olfato, ficaria maravilhada com o cheiro das uvas.



Mapa da Fazenda:
 

Artreu:
 
Frogina:
 
Redwyn:
 
Billy Jin:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 EmptySex 05 Jul 2019, 00:04

I - The Cat with no Hat


Dessa vez quem parecia estar prestes a explodir era o jovem Atreu, mas pelo menos neste caso Blair não era a responsável, mesmo que a sua inércia pudesse levar certo crédito. Na verdade a felina sequer prestava muita atenção nas ações do seu parceiro de equipe, completamente abismada pela epifania que Frogina lhe ocasionava "Gerooo… imposto é dinheiro… e dinheiro é imposto… quem diria!1!" pensava ao olhar para a outra mink, com a expressão de quem havia encontrado o próprio One Piece.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A agitação continuava a medida em que Redwyn impedia Atreu de avançar, mas a gatuna estava preocupada mesmo era com os olhares que Frogina lançava em direção seu pequeno companheiro - Hoy! Nada de implicar com o Sr. Grilo!1 - retrucava a mulher sapo, substituindo seu semblante surpreso por um olhar de desconfiança, virando levemente o seu corpo para esconder o Sr. Grilo.

Enquanto a felina se preocupava com a sua própria batalha, Redwyn seguia seu confronto com Atreu, e mesmo que Blair não prestasse muita atenção, não precisava de muito para perceber que aqueles dois já haviam algumas histórias juntas antes mesmo de entrarem para aquele grupo. Ainda atenta aos olhares de Frogina, a gatuna esperava pelo desenrolar daquela situação. Felizmente Redwyn não demorava para mudar a atitude de Atreu e logo o grupo estava em movimento novamente.

O grupo seguia em frente, o velho seguia pendurado e Blair seguia alheia à realidade do mundo além de sua pequena ilha natal - Gero… isso é permitido?... - perguntava genuinamente curiosa, só tendo ouvido falar em escravos em histórias de antigamente - Não sou bur… - a gata começava a contestar a alegação da mulher sapo, mas se auto interrompia ao sentir Frogina lhe fazer um carinho nas costas e perceber para onde a mulher estava olhando - F-Frogina-chan… - falava ao passo em que seus pelos brancos na bochecha rapidamente enrubesciam, se é que isso era possível, - N-não temos tempo pra isso agora… - continuava enquanto olhava para longe da mink, obviamente encabulada. Obviamente tudo não passava de uma confusão feita pela felina, que ocorria por um pequeno e simples fato: Blair havia esquecido do Sr. Grilo no seu decote.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se afastando da árvore e do velho pendurado, que já não ocupava mais os pensamentos de Blair, a gatuna percebia melhor os inúmeros casebres presentes na fazenda, que agora assumia pertencerem aos escravos. De fato se encontravam numa situação difícil, não parecendo ser algo que alguém merecesse passar, mas ainda era nova naquele mundo, e se o Governo Mundial permitia, não seria ela quem tentaria mudar, muito menos agora que havia encontrado um jeito de saciar seu desejo pelo desconhecido.

Blair queria conhecer coisas novas e extraordinárias, por isso deixou sua ilha e partiu para explorar o mundo. Aquele rancho, por pior que fosse a situação de quem nele se encontrasse, ostentava várias coisas novas e extraordinárias "Ohh… quatro cotovelos… será que eles conseguem lamber? Shishishi" pensava enquanto passavam pelos operários "Gero!1 Um homem peixe..." continuava se distraindo com as diversas espécies que descobria ao longo da caminhada, fazendo breves acenos para aqueles que olhavam em sua direção. Aquele não era o jeito que esperava conhecer o inexplorado, mas se esse era o único modo, ao menos se divertiria enquanto isso.

- Sr. Diamantinho… onde estamos indo, afinal? - perguntaria para o homem enquanto seguiam perambulando pela fazenda - Ainda vai demorar muito pra chegar? Gero... - continuaria suas indagações, mesmo que a primeira não obtivesse resposta. A caminhada não era ruim e a brisa presente não era de todo mal, mas ficar marchando no sol não era a sua atividade favorita.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Recebendo alguma resposta ou não, a gatuna se aproximaria de Frogina para que pudessem conversar sem que os demais se intrometessem - O que há entre esses dois? Gero… - fofocaria da forma mais discreta que conseguia - o que não necessariamente seria discreto o suficiente - se referindo a Atreu e Redwyn, que pareciam ter iniciado uma guerra fria - Ah… isso ainda não tá cheirando bem pra ti?... - perguntaria relembrando a fala de Frogina, ao mesmo tempo em que esquecia a sua timidez de momentos atrás.

Continuaria seguindo com o grupo até que finalmente chegassem ao seu destino - O dinheiro… o imposto está aqui?... - confirmaria assim que se aproximassem do local, mantendo-se atenta para qualquer movimentação suspeita do chicoteador ou de terceiros e observando com cuidado o lugar onde se encontravam, esperando que o pagamento finalmente fosse feito e a sua missão começasse a rumar para o fim.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - The Cat with no Hat
Voltar ao Topo 
Página 3 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: