One Piece RPG
I - The Cat with no Hat - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI- Kiryu] Cumprindo uma promessa.
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Kiryu Hoje à(s) 21:17

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Ripper Hoje à(s) 20:37

» Timbre Mudo
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Oni Hoje à(s) 20:20

» [MINI- Rmz'] Renegado
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Kylo Hoje à(s) 19:23

» ~ Mudanças Importantes ~
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor DEV.Ryan Hoje à(s) 18:28

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Kylo Hoje à(s) 17:48

» Phantom Blood
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 12:12

» [Kit - MINK (Dramatical Murders)]
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Blum Hoje à(s) 11:58

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Kylo Hoje à(s) 04:42

» Apresentação - 2: Falência ambígua
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor love.licia Hoje à(s) 02:21

» Fogo e Sangue
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Shroud Ontem à(s) 23:52

» [M.E.P] Rmz'
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Kylo Ontem à(s) 23:49

» Sem rumo definido
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 23:13

» Deus não me ama
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 20:46

» A justiça não é cega!
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 20:00

» Stage 1 - Uma nova vida
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 17:25

» ☆☆I'm a motherf#$%in' starboy!☆☆
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 15:31

» Cap. 1 - Abrindo caminho
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 14:34

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor Hooligan Ontem à(s) 14:04

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
I - The Cat with no Hat - Página 2 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 07:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 I - The Cat with no Hat

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptySex 01 Mar 2019, 18:43

Relembrando a primeira mensagem :

I - The Cat with no Hat

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Blair L'Aubespine. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
War
Civil
Civil


Data de inscrição : 04/02/2015

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQua 01 Maio 2019, 16:40

I - The Cat with no Hat


Tão logo recebia sua missão, Blair partia em uma nova aventura pelo QG, agora atrás de produtos e apetrechos de limpeza. No fim a aventura se mostrava tão rápida e fácil que dava mais a impressão de ser uma sidequest do que qualquer outra coisa. Em sua busca logo encontrava uma sala com a porta entreaberta, onde havia uma figura suspeita a espreita - ou assim imaginava, para fins de entretenimento -, e obviamente não se demorava para investigar bisbilhotar. A entonação na voz daquela figura confirmava as suspeitas de Blair "Realmente… todos aqui possuem problemas de fala… essa parece precisar de um pouco de animação..." pensava enquanto tentava observar pela fresta da porta. Suas tentativas logo se mostravam desnecessárias, já que a própria mulher escancarava a porta e a surpreendia, fazendo a mink dar um salto para trás com o susto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A mulher da sala não demonstrava se espantar com a presença da felina, na verdade parecia ganhar certo ânimo em encontrá-la, não demorando em concluir que a gata estava ali para se alistar e, sem mesmo esperar por uma resposta, logo buscava tudo que Blair precisava para realizar suas tarefas. "Gero… isto que é agilidade..." pensava a gata enquanto recebia todos os equipamentos da mulher, que novamente se retirava sem esperar uma resposta de Blair, deixando a gata sozinha a observando ir embora, com o que parecia ser uma mistura de interesse e confusão - o que sinceramente pode ser descrito como o modo default da gata, mas enfim… -.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Propriamente equipada a felina finalmente começava suas tarefas e, para a felicidade de todos, não encontrava problemas enquanto as realizava. Embora sem problemas, o trabalho de Blair não foi sem surpresas. Assim que se dirigia para o jardim se deparava novamente com a loira da sala entreaberta, que agora estava bem bela sentada no gramado, admirando um grupo de marinheiro que passava marchando, "Oh… ela de novo...", o pensamento de gata parecia ser o mesmo da loira, que ainda brincava com Blair por conta do reencontro - Shishishi… e eu sinto muito em ouvir isso, Blue-chan… - gracejava em resposta enquanto ia apanhar os equipamentos de jardinagem, não demorando para apelidar sua mais nova colega - pelo menos assim a imaginava -, levando em conta a cor de seus olhos. Aproveitando a calmaria daquele momento, Blair se distraía com os sons feitos pelos marinheiros, que ainda continuavam em sua marcha, e cantarolava despreocupadamente no mesmo ritmo das botas que batiam no chão "♫ Hum hum hum ♫".

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Como sempre, depois da calmaria vem a tempestade. Neste caso a tempestade era feita de privadas e pias. Não era a parte favorita de Blair, mas era algo que precisava ser feito, e assim o fez. Com tudo concluído saía em busca do mink leão, mas o destino parecia estar disposto a juntar Blair com a loira da sala entreaberta - seria este o mais novo shipp do forum QG? Veremos -, sendo ela quem a felina encontrava, e não o leão, - Yup, um chuchuzinho, Blue-chan, shishishishi - respondia sorrindo diante da nova brincadeira que a loira fazia - Gero… acho que entendi tudo… muito obrigada… - diria por fim, fazendo um breve aceno de despedida e então partindo pelo caminho indicado - Ahh, Blue-chan… como se chama? Eu sou a Blair, shishishi - falaria por fim, interrompendo brevemente sua caminhada, para que finalmente houvesse uma apresentação entre as duas, e então retomando seu rumo assim que recebesse sua resposta - ou ficasse no vácuo… -.

Seguiria despreocupadamente pelo caminho indicado pela Blue-chan, observando as coisas em seu caminho, já que portas entreabertas pareciam ser uma fonte de acontecimentos interessantes naquele QG. Finalmente encontrava seu superior - algo que a gata ainda não parecia ter compreendido -, que não parecia estar nem um pouco tranquilo, ficando claro até mesmo para a cabeça de vento que era a Blair "Geroo… será que o leito dele ficou azedo?... " pensava inocentemente, se lembrando de quando era ela naquela situação. De qualquer modo, Caim - se é que Blair havia entendido certo o nome dele - guiava a gata para sua próxima tarefa. Sua nova missão se passaria no pátio do QG, onde há pouco tempo havia avistado os marinheiros marchando - o que lhe rendera até mesmo um momento musical -, e seria um teste físico, não parecendo ser muito complexo, mas provavelmente bem desgastante "Espero que depois tenha lanche, shishishi..." divagava enquanto Caim explicava os exercícios.

Estava na hora de mostrar todo o seu porte físico, adquirido em longos anos de corrida atrás de sapo e escalada de árvore - se bem que nesse último caso sempre acabava presa e precisando de ajuda para descer -. De início farias os abdominais, ajeitando assim o colchonete que o mink havia mostrado e se deitando nele de barriga para cima. Em tese não havia muito de diferente para fazer, então somente realizaria o básico. Com as mãos cruzadas atrás da nuca e os pés apoiados no chão, tentaria fazer as vinte repetições com calma e cuidando para manter a respiração normal. Finalizando todas repetições, passaria para as flexões, apoiando as duas mãos em forma de punho no colchonete, alinhadas com os ombros, e cuidando para que a coluna ficasse reta, para então começar a baixar o corpo até aproximadamente um palmo do chão e logo em seguida voltar à posição inicial, tentando realizar este mesmo movimento até que todas as repetições estivessem completas. Feito isso, Blair se levantaria e faria um breve alongamento, seguido de uma pausa, se fosse necessário, para descansar um pouco. Agora seguiria para o agachamento, e deixando os pés afastados na largura dos ombros e os braços esticados à sua frente, desceria até que o seu quadril ultrapassasse a altura dos joelhos, e então deixaria novamente as pernas retas para que retornasse a sua posição inicial "Espero que ninguém fique encarando o meu rabo... " pensaria de forma descontraída sobre sua causa, que ficava se balançando incessantemente. Em seguida iria para a barra, provavelmente seu ponto fraco - considerando as varetas que apresentava no lugar dos braços -. Ainda assim, não demonstraria estar menos determinada e logo se posicionaria na barra, com as mãos ultrapassando um pouco a linha dos ombros e com os tornozelos cruzados, tentaria levantar o corpo até que a barra ficasse na altura do peito, e então esticaria os braços para que descesse até o final, tentando aproveitar esse breve momento com os braços esticados para relaxar um pouco, fazendo isso até completar as repetições, fazendo um pequeno intervalo se visse que não ser possível fazer tudo de uma vez só. Com exceção da corrida, somente pular corda estava faltando, e era esse exercício que faria a seguir. Com a corda que Caim havia mostrado, Blair faria as repetições necessárias, não havendo muita técnica que pudesse aplicar aqui - ou pelo menos que soubesse -, somente tomando cuidado ao girar a corda para que não acertasse sua cauda e nem para que tropeçasse, algo não incomum.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por fim era chegada a hora da corrida, e não havia deixado por último por acaso. Na verdade este era o momento pelo qual estava esperando, parte pela qual mais estava animada. Antes de correr realizaria mais alguns alongamentos, só para garantir. Com tudo preparado, faltava só uma coisa para que começasse a correr, mas nisso a felina logo daria um jeito - ♫ Dudu Duu Dudu Duu ♫ - a gata começaria a cantarolar, e então daria início a sua corrida, ainda sem parar sua música - que por sinal era extremamente parecida com uma outra muito famosa, mas que para fins de copyrights será chamada de Eye of the Cat - e com um sorriso no rosto, se divertindo com a cena que ela mesmo fazia, mesmo que o cansaço pudesse começar, ou já estivesse, a se manifestar. Não pretendia se desgastar muito, então se sentisse que estava começando a ficar exausta, aproveitaria que Caim havia deixado dividir em duas partes para fazer um breve descanso, retomando assim que estivesse descansada, sem deixar a música de lado, claro.

Assim que terminasse a corrida, finalmente tentaria relaxar um pouco, procurando algum lugar que pudesse tomar água - e o tão esperando lanche que havia posto na cabeça que receberia, sabe-se lá porquê -. Caso encontrasse, aproveitaria para se refrescar, se não, iria falar com Caim sobre o fim do treino, se este ainda não houvesse vindo falar com ela - Caim-sensei, terminei tudo… como que eu fui? shishishi - perguntaria para o leão, curiosa sobre o próprio desempenho, observando com cuidado as feições do leão, para ver se revelava algo, e já aproveitando para observar se havia mais alguém no pátio, possivelmente que tenha chego enquanto estava ocupada com seus exercícios - Então… passei para o próximo teste? Geroo… existe um próximo teste? shishishi - perguntaria por fim, sem saber o que vinha a seguir.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life





Última edição por War em Sex 24 Maio 2019, 00:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQui 09 Maio 2019, 11:36

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 5 (WEST-1)



A pequena mink corria como havia sido ordenado, o sol iluminava o céu de Micqueot e um cheiro de comida vinha de algum lugar da instalação, mas isso não impediu a garota de cumprir com seu sonho de se tornar um agente do Governo, por isso, ou talvez pelo fato de não ter olfato tenha ajudado, pois, após completar as voltas necessárias a pequena estava com o corpo suado e procurava algum lugar para descansar, por sorte, havia uma arvore ali no local com uma sombra fresca.

De longe, da esquina de um corredores, o Leão via a cena enquanto tentava se esconder da mink, mas sua juba era enorme e era facilmente visível, e foi so sentir que estava sendo observado que o mesmo saia do seu “esconderijo” e ia ate a garota, que questionava sobre como ela havia ido no treino – Você bem, ..., acho que foi bem, mas não sei, me desculpe – sua voz era baixa e seu olhar para o chão, aquele corpo musculoso, garras afiadas e uma juba exuberante não combinava com aquela atitude.

Naquele momento não havia mais ninguém no pátio, o vento estava fresco e passava pelas orelhas dos dois mink refrescando a pele e a alma, a poeira do campo de treinamento girava e formava um pequeno redemoinho, perto da arvore onde estava escodara, via-se uma pequena aglomeração de formigas em volta de um grilo, que lutava ferozmente para se safar daquelas assassinas. O Leão parecia querer falar algo, e quando ouviu a pergunta da menina, suspirou fundo – O próximo passo e o combate, infelizmente – sua ultima palavra foi sussurrada tão baixa que não era audível – Você não foi a primeira a querer entrar para o Governo hoje, tem um garoto problemático ai também – Caim olhava para os lados, verificando que não tinha ninguém – Eu tenho medo dele – seus ombros curvados para frente, demonstrava que ele falava sério – Eu vou pedir para a faxineira chamar ele, e depois passarei as informações – e foi dito e feito, o Mink saiu a atrás da loira, e poucos minutos depois, o Leão chegava com outra sujeito.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... Atreu

O garoto ao lado do leão era forte, devia ter quase 1,80 mts, seu rosto carrancudo continha um olhar diabólico, além de uma cicatriz na sobrancelha, sua pele morena queimada pelo sol mostrava que diferente da mink, aquele sujeito era das ruas, suas roupas eram simples e empoeiradas, de fato, ele era intimidador. A dupla foi até Blair – Esse é Atreu – apontava para o garoto, que cuspia no chão ao ver a menina – Essa é Blair – uma apresentação comum e simples – Agora, a ultima missão para virar agente ... – o leão dava um passo para o lado, ao sentir o olhar de Atreu nele – Um combate entre os dois, aquele que vencer poderá almoçar e dormira na casa, o perdedor ficara sem comer e irá ficar com o saco de dormir aqui fora – Um desafio em tanto para a pequena Blair, seu inimigo agora dava um soco na sua mão e estralava seu pescoço – Finalmente irei bater em alguém hoje hahaha, ta morta menina – a voz era grossa e firme, mas foi interrompido por Caim – Não precisa matar, aquele que cair duas vezes, ou sangrar primeiro, perde a luta – as regras estavam na mesa.

O leão então levava os dois ate o campo aberto, um solo seco, não havia nada ao ali, a não ser um pequena quantidade de areia no solo, o sol estava a pique, a frente de Blair, seu desafio – Vai morrer pequena – falava o garoto lambendo os beiços – Não e pra matar – alertava o leão, mas, tudo que via-se era o dedo do meio de Atreu para o felino, que se assustava e dava um passo para trás.



Dicas e Observações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQui 09 Maio 2019, 17:00

I - The Cat with no Hat


Blair terminava sua corrida sem grandes problemas, exceto o fato de que agora, por sua própria culpa, estava com uma música que não saía mais de sua cabeça - o que sinceramente não deveria atrapalhar as ações da felina, já que estas raramente eram baseadas em pensamentos… -, música que seguia cantarolando enquanto rumava à sombra fresca decorrente de uma árvore, agora só lhe faltando a guerra e a água para completar a trindade.

"Fuuu… como é bom tirar um tempo para relaxar... " pensava despreocupadamente enquanto descansava e procurava Caim para dar seguimento no alistamento. Se havia um momento em que a visão aguçada de Blair faria diferença, o momento certamente não seria esse, já que a maestria em se esconder demonstrada por Caim se equiparava aquela demonstrada por Blair em leitura de livros - zero, para caso alguém fique com dúvidas -. Tão logo era avistado o leão começava a se aproximar de Blair, que observava aquela cena como se assistisse um bom filme de comédia durante a madrugada, segurando os risos para não acordar ninguém.

O leão, que parecia ter sido tão confiante antes, agora retornava ao padrão de quando Blair havia lhe encontrado pela primeira vez "Geroo… será que são gêmeos me pregando uma peça?..." ponderava a felina enquanto Caim lhe dava o feedback mais animado e complexo da história do Governo Mundial. - Desculpas? shishishi… não precisa pedir desculpas… eu sei que sou impressionante e as vezes posso intimidar, não se preocupe… BWAHAHAHAHA!1!11 - retrucava a mink enquanto soltava uma clássica pose de vitória, em proporções iguais de ânimo por ter ido bem e ignorância quanto a todos os protocolos hierárquicos que já havia quebrado desde o começo de seu alistamento.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Enquanto Blair comemorava sua vitória - em uma disputa contra ninguém - o cenário parecia ser bem calmo, exceto, é claro, pelo corajoso grilo que parecia estar travando uma batalha mortal contra - continue a leitura por sua própria conta e risco - um exército de formigas. Caim começava a explicar a próxima fase do alistamento para Blair, mas agora já era tarde demais. A gata havia sua atenção dirigida ao duelo que passava despercebido pelo leão, quem continuava a explicação. Blair ainda tentava focar no leão, podendo pegar fragmentos do assunto como: combates, a primeira vez de um garoto com uma faxineira, que ele tinha medo, coisas assim. O fato era que a gata simplesmente não se aguentaria e iria em socorro do grilo, tentando tirá-lo do alcance das formigas para então lhe soltar onde pudesse seguir seu rumo em paz, evitando o trabalho do grilo de matar todas as formigas e gritar “are you not entertained?” para Blair.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Seja qual for o resultado do resgate de Blair, com tudo terminado voltaria para Caim, agora sim pronta para seguir à próxima fase. Enfim, com tudo resolvido o leão logo retornava, agora acompanhado de um rapaz que parecia ser facilmente uns 15 sapos de altura mais alto que a gata, sem falar de sua aparência que poderia ser usada como antônimo se comparado à de Blair, que por sinal não parecia dar importância para isso, que acenava risonhamente para os dois enquanto eles faziam sua entrada. O nome do menino era Atreu - e com um nome desse, não me admira a aparência e atitude do coitado - e sua personalidade parecia estar em sincronia com sua aparência, tanto no fato de ser intimidadora, quanto no fato de ser completamente ignorada por Blair, que parecia estar mais sorridente que antes - Gero… Atreu? Muito prazer… - cumprimentaria o rapaz, ignorando os seus maus modos ao cuspir no chão - Qualquer coisas que precisar, só me avisar… vou estar Atreu dispor, shishishi...- terminaria a gata, finalmente revelando o motivo de estar tão sorridente, evitando ao máximo gargalhar, ainda que por dentro estivesse se acabando com a própria piada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caim continuava a explicar como seria a próxima etapa, como os dois deveriam lutar e o que implicaria se perdesse aquele duelo "Geroo… combate não é o meu forte… mas ficar sem comer também não é legal..." se perdia em pensamentos, já imaginando todas as comidas que não aproveitaria se perdesse aquela luta, mas logo era trazida ao presente com a fala de Atreu, não demorando para que Caim o interrompesse e passasse as regras para decidir o ganhador.

Acompanhados por Caim os dois se dirigiam ao “campo de batalha”, onde, para a sorte de Blair, não parecia haver mais nenhum grilo em perigo, deixando que a felina se concentrasse exclusivamente no seu adversário, que não demorava muito para lhe ameaçar de novo - Shishi… você é engraçado, gero... - retrucava sorridente - E um pouco mal educado, gero… que feio... - terminava com uma expressão de reprovação enquanto observava o gesto do rapaz para Caim.

Blair nem se lembrava mais da última vez que se encontrou em uma situação parecida, principalmente porque vivia evitando confrontos com os outros. Entretanto, não sendo esta uma situação em poderia se livrar apenas com palavras, começaria assumindo uma posição de combate, mantendo as duas patas a frente do corpo com as palmas retas e os dedos juntos, como se cada pata fosse a ponta de uma lança, deixando a pata esquerda mais próxima ao corpo, enquanto o braço direito se mantinha esticado, dando destaque às garras que se apresentavam em seus dedos "Gero… acho que assim está bom…" pensaria enquanto observava com cuidado Atreu, como se pela primeira vez realmente prestasse atenção no jovem.

A felina não sabia como Atreu pretendia lutar, mas se fosse com as mãos limpas, imaginava que teria a vantagem, já que suas garras não deveriam encontrar dificuldades em causar um pequeno sangramento. Sabendo disso, sem demorar muito tentaria fazer a primeira investida, se lançando diretamente na direção do rapaz. Sabia, também, que quando o assunto era altura e alcance a desvantagem era sua, por isso pretendia usar a investida direta mais como uma isca do que como um ataque, mantendo seu centro de gravidade baixo, tentando se tornar um alvo ainda mais difícil de alcançar. A medida em que se aproximasse de Atreu, tentaria se focar na reação do rapaz, esperando por um movimento que indicasse qualquer intenção de lhe golpear, sendo esta a deixa para o seu verdadeiro ataque.

Blair não havia nenhuma expectativa de bloquear qualquer ataque que lhe fosse desferido. Na verdade, sua intenção era evitar o máximo possível qualquer contato com Atreu. Caso percebesse algum golpe vindo diretamente ou verticalmente em sua direção, se manteria avançando, porém tentaria se esquivar com um giro lateral para passar pelo golpe e se posicionar no lado do corpo em que o membro para golpear foi utilizado, na tentativa de encontrar uma brecha para um contra-ataque, visando principalmente a região inferior do corpo, por conta da altura - mas com cuidado para não acertar as jóias do menino, obviamente -, e então desferir uma sequência de golpes perfurantes como se houvesse uma faca no lugar das patas, tentando cortar tudo que entrasse em contato com suas garras. Se o golpe de Atreu fosse desferido na horizontal, tentaria se esquivar com um pequeno salto por baixo do golpe, caso houvesse espaço, aproveitando também para tentar cortá-lo com suas garras durante a esquiva.

Se de algum modo Blair sofresse algum golpe que a acabasse por lhe arremessar longe, faria o máximo possível para aterrizar no mínimo em suas quatro patas, esperando que isso não contasse como uma queda e ficasse ainda mais na desvantagem.

Qualquer que fosse o resultado, Blair tentaria tomar espaço de Atreu, fosse para se recuperar do golpe sofrido, fosse para recuperar o fôlego gasto em seu ataque. Agora que já havia sondado não só a força de Atreu, como a sua própria, a felina deixaria para o menino a tarefa de encurtar a distância, se esta houvesse sido criado, e mesmo que não, esperaria que Atreu lhe atacasse primeiro.

Retomando sua posição inicial, Blair esperaria até que Atreu se aproximasse para golpeá-la. A felina estava se sentindo ousada - o motivo ninguém sabe, quem sabe fosse o calor do momento ou sua inata falta de preocupação - e assim que Atreu começasse seu movimento de ataque, tentaria se para trás dele com uma clássica cambalhota - no melhor estilo Dark Souls - e, se mantendo ainda agachada, tentaria perfurar a parte traseira das duas coxas do menino ao mesmo tempo, cada uma com uma das patas, para que então se levantasse em um salto para longe, tentando mais uma vez aumentar a distância com seu oponente.

Se durante a sua tentativa de esquiva ou ataque o garoto lhe atacasse com um chute ou algum soco não previsto, e Blair percebesse o inevitável golpe a ser sofrido, tentaria ao máximo utilizar suas garras para que, enquanto sofresse o golpe, alcançasse longe o suficiente para causar algum corte no membro utilizado para golpeá-la, logo voltando sua atenção para que não fosse arremessada e sofresse uma queda, cuidando para que se mantivesse equilibrada o suficiente para “cair” em pé - como todo gato deveria saber fazer -.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 




Última edição por War em Sex 24 Maio 2019, 00:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptySeg 13 Maio 2019, 08:09

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 6 (WEST: 2)




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O vento varria o campo de batalha, ao fundo um grilo feliz pulava e fazia seu barulho característico, feliz por ter sido salvo por alguma pata divina. Atreu estava firme a frente da pequena, seu tamanho e postura era imponente, mas não intimidava Blair, que parecia desconfortável com a situação, mas logo tomava uma postura de combate, como esperado iria usar suas garras para ganhar o duelo.

Atreu parecia relaxado, confiante que nocautearia a felina rapidamente, um rapaz da rua, acostumado com combates, seus punhos eram forjados no sangue, o olhar do garoto fulminava a menina, que tentando surpreender tomava a iniciativa e como um gato saltava para frente pronta para cumprir com o que fora ordenado. Sua defesa estava aberta, a intenção da menina não passava pela intenção de bloquear e foi nesse intento que Atreu recuou seu braço direito, flexionando levemente seu joelho, a menina era 20 centímetros mais baixa que o garoto, e foi assim que seu soco foi em encontro a menina como um bote de uma cobra, apesar da altura, o rapaz era rápido.

O soco era um simples e potente jab direto, seu punho fechado acertou em cheio ... o vento, a mink se esquivava de forma perfeita com um giro lateral perfeito, usando seus pés para sair da frente do golpe, uma leve rajada de ar passava perto do seu rosto, balançando seu cabelo como um sopro de uma pessoa, o sol batia nas garras da menina que mais parecia pequenas adagas, e isso era seu forte, usando sua velocidade tentava fazer cortes na região baixa do garoto, com cuidado para não acertar as partes mais intimas do rapaz -Que merda é essa? – exclamava o garoto ao ver seu soco acertando o nada, mas o garoto era mais experiente em combate que a pequena, assim que ela entrou em sua zona combate, Atreu esticou sua perna num adjacente, uma poderosa joelhada acertou no peito da menina.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O golpe havia sido perfeito, uma joelhada tirada do bolso, sua defesa parecia aberta mas era tudo movimentos num campo de xadrez, o corpo da garota tinha sido jogado para trás como uma boneca de pano, mas um gato nunca cai de costas, e essa teoria ainda estava de pé, como um gato a menina girou seu corpo no ar e pousava plasticamente em pé, a plateia ia ao delírio, com o canto do grilo que agora olhava para sua heroína.

Caim olhava atento para o que vira, abrindo a boca em sinal de surpresa pelo movimento, realmente fora belíssimo. O pouso havia sido próximo o suficiente para Atreu avançar como um lobo, sedento por sangue, seus olhos brilhavam de fúria, seu punho cerrado pronto para quebrar o crânio da pequena e inocente mink, seus passos largos eram como o trote de um cavalo de guerra, seu peito estufado pronto para soltar o ar no primeiro golpe, e foi dito e feito, ao se aproximar Blair tentava se safar novamente com uma esquiva, mas o efeito não seria o mesmo.

Saltando para frente, a felina tentava uma cambalhota para o lado, com finalidade de termina-la na retaguarda de Atreu, mas como dito, um bobo não cai duas vezes no mesmo truque, assim que seu joelho se firmou no solo terminando o giro ao solo, o rapaz no melhor estilo jogador de futebol, levantava seu pé esquerdo, a menina encolhida no chão parecia uma bola para Roberto Carlos, e foi assim que usando a força da sua coxa efetuou um chute poderoso, sem chance de esquiva, acertou em cheio na mink, que saiu voando caindo no solo, derrotada aparentemente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caim levava a mão aos cabelos, quer dizer, a juba e saia correndo para socorrer a mink, a cena era parecida com um inseto verde e saltitante que saltava em ajuda a sua dona. Atreu ria de satisfação pelo poder exercido, um chute digno de final de copa do mundo. O Leão ao se aproximar notava que Blair estava desacordada com o nariz quebrado e o rosto levemente avermelhado, sua testa um galo de 3 centímetros saltava para fora, mas não havia sinal de sangue.

O Leão virava para finalizar o combate por vitória por T.K.O, mas seu olfato sentia o cheiro de sangue a distância *snif snif*, seu focinho estava atiçado e ao se virar, conseguia ver o garoto coçando o nariz e sorrindo de felicidade por poder comer e dormir no lugar quente, mas na sua canela, aquela mesma que havia acertado em cheio a menina, um risco mínimo, dificil de se visto, havia uma gota de sangue descendo pelos emaranhado de pelo e pele – Você... perdeu, sua perna está sangrando – falava o leão com calma, não queria tirar o garoto do sério pelo visto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Ahhhh, que porra é essa? Isso aqui nem conta, uma gota de sangue – exclamava o rapaz levantando sua perna próxima aos seus olhos, uma veia já era visível em seu pescoço, e um olhar feroz era lançado a Caim, que agora recuava um pouco – Na vida real, eu teria ganho essa merda – virava o rosto, mostrando uma cicatriz em seu pescoço, aparentemente advindo de uma facada – Eu não preciso comer mesmo, estou acostumado com essa merda já – dando as costas, o rapaz buscava um lugar a sombra da arvore.

Após alguns segundos desacordada, a mink acordava, com muita dor em seu rosto – Você ganhou menina – falava seu primo de raça, com um sorriso amigável, segurando seu pescoço – Consegue levantar? – a voz doce e calma do Leão poderia ajudar, mas a figura de Atreu carrancudo ao fundo não ajudava em nada. A menina estava um pouco tonta ainda pelo golpe, mas sua missão estava feita – Vou te levar até a enfermaria e depois oficializaremos sua admissão no Governo Mundial – uma vitória na conta da menina, que conseguia ver um novo admirador saltando em seu colo.




Dicas e Observações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptySeg 13 Maio 2019, 23:12

I - The Cat with no Hat


No canto azul, uma gata de corpo mirrado que aparentava estar no auge de seus 48 quilos. No canto vermelho, Atreu, um jovem que parecia ter mais experiência em combates do que em conversas casuais. Ambos a 80 km/h, quem venceria? O público estava ansioso por esta resposta. Blair, que não possuía experiência no ramo do entretenimento, ao invés de deixar todos no suspense, prontamente iniciava sua investida contra Atreu.

Como a felina havia imaginado, Atreu lhe atacava diretamente, facilitando que sua esquiva se completasse como havia planejado. Para o azar da gata, nesse momento a experiência superior do garoto se mostrava o diferencial, golpeando a felina antes que ela pudesse efetuar o seu ataque final - e pior, acertando a coitada nos peitos, realmente um golpe baixo pelo qual não esperava -.

De qualquer modo, mesmo com o golpe desleal, Blair ainda conseguiu aterrissar em pé "Ohhh… não é que deu certo..." pensava animadamente após seu pequeno show de contorcionismo, mas sem muito tempo para continuar sua linha de pensamento, haja vista que agora Atreu era quem avançava - e não demonstrava o menor sinal de estar em busca de um abraço -. Blair estava preparada para aquele momento, ou pelo menos assim imaginava.

O plano da gatuna era simples e, se executado com maestria, eficiente. Para a sua infelicidade, o plano só funcionava até o momento da simplicidade. No momento em que efetuou a sua cambalhota - no pior estilo Dark Souls - foi que o barraco desabou. A plateia parecia finalmente estar prestes a receber a sua resposta. Blair, parecendo não haver qualquer possibilidade de reação, era arremessada por conta do chute de Atreu. Chute que deixaria qualquer francês com um gosto amargo na boca - uma comparação bastante pertinente, considerando o sobrenome da gata -.

Blair acabava desmaiando por conta do chute e, por isso, perdendo a melhor parte do espetáculo, a parte em que Caim comunicava uma dura notícia à Atreu. Não demorava muito para que sua consciência retornasse - isso em termos de despertar, já que ser consciente nunca foi o forte da gatuna - e logo ela se fazia presente no mundo dos vivos novamente. Presença que não veio sem suas desvantagens. Como se não bastasse seus humildes peitos já terem sofrido, agora o seu pequeno e delicado rosto também havia sido castigado, fazendo com que rajadas de dores se espalhassem de nariz pelo resto de seu rosto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Ouuuuuchh!1!1 - exclamava em umas de suas primeiras ações após acordar, reagindo ao lindo trabalho de nariz que havia recebido e ao elegante galo que ornava sua testa - Alguém anotou a placa do sapo que passou por cima de mim? - prosseguia, exibindo o que poderia ser visto como um indício de um sorriso, finalmente percebendo que Caim lhe dando auxílio e revelando o resultado da batalha. Para a plateia o resultado já havia sido divulgado - implicando no maior plot twist desde o final de O Império Contra-Ataca -. Blair, por outro lado, sabia apenas o que havia planejado, mas depois do chute que havia recebido, não sabia dizer se havia conseguido pôr em prática ou não.

- Shishishi - ria a gata com certa discrição, tentando evitar que a dor em seu rosto se ampliasse - É claro que eu ganhei… foi tudo conforme o planejado, gero... - retrucava de modo brincalhão, mesmo que há poucos segundos atrás não tivesse ideia do que havia acontecido no final da luta. - Se consigo me levantar? Mas é claro… acha que o chão estar balançando será o suficiente para me impedir? - respondia à preocupação de Caim, que já revelava a próxima parada da gatuna: a enfermaria. Apesar das palavras confiantes, Blair tentaria se levantar com a ajuda do leão, utilizando-o como uma forma de apoio, mas não sem antes receber o seu torcedor mais assíduo e vibrante, Sr. Grilo.

- Geroo… resolveu voltar? - conversaria com o grilo enquanto tentava se levantar, buscando apoio em Caim com uma pata, deixando a outra livre para servir de palanque ao grilo - Quer me acompanhar? Shishishi… oh, Caim-san, estou pronta... - comentaria assim que estivesse de pé e preparada para ir até a enfermaria, "Será que ele vai ficar bem? Gero..." pensaria por um instante sobre Atreu, que não parecia estar contente com aquela situação, mas logo dirigia sua atenção ao Sr. Grilo, caso ainda estivesse lhe acompanhando - Sabe… eu queria perguntar… porque aquela luta contra as formigas?... ah sim, e qual o teu nome? Shishishi… - continuaria sua conversa, mesmo que o grilo não a respondesse - correndo o risco de parecer ainda mais como uma esquizofrênica -.

Enquanto seguia para a enfermaria, tentaria cuidar o trajeto que fariam até que chegassem em seu destino. Se a vida de agente fosse seguir o mesmo ritmo de sua admissão, Blair pressentia que ainda precisaria fazer mais algumas visitas ao local no futuro. - Uhh… então essa é a enfermaria… - comentaria assim que chegasse no local, observando todos os cantos do recinto e, principalmente, os equipamentos ali presentes - Eu sou a Blair, prazer, shishi... - se apresentaria a quem estivesse na sala, se houvesse alguém - Estou com dor aqui, gero… - continuaria falando enquanto apontava e fazia círculos ao redor de todo o rosto, sem indicar uma região específica - Eu tomei um chute, shishishi... - diria de forma descontraída como se aquilo fosse só mais uma terça-feira normal, mesmo que sua risada continuasse contida, evitando maiores dores.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Ninguém tem nada de comer ai?... uma cenourinha agora cairia bem… - comentaria enquanto recebesse o tratamento se pudesse falar, caso contrário esperaria até que o mesmo fosse finalizado para falar - Você quer alguma coisa também? Gero... - perguntaria ao Sr. Grilo caso ainda estivesse por perto, parecendo com alguém que se encontrava em um hotel cinco estrelas, escolhendo refeições no menu do quarto.

Resolvido os assuntos na enfermaria, Caim havia mencionado que seria a hora de oficializar a admissão de Blair no Governo Mundial. O que isso significava? A gata podia apenas imaginar "Será que vou ganhar aquelas roupinhas legais que Rudi-sensei me mostrou? Shishishi" pensaria já se imaginando de uniforme, naquela que seria a roupa de melhor qualidade que já vestira - ou pelo menos assim acreditava -, lhe deixando com uma certa aura de gente grande. Claro. Tudo isso era imaginação, coisa que não faltava à gatuna, e justamente por isso que não lhe deixava de ser menos animador.

- Então, Caim-san… já está na hora de oficializar? Gero... - indagaria de forma descontraída, caso o leão ainda estivesse presente. Caso contrário, perguntaria a quem ali estivesse para onde deveria seguir, ou onde encontrar Caim, empreendendo novamente uma busca pelo leão. Fosse seguindo as orientações de Caim, fosse as de qualquer outro, Blair partiria em busca da oficialização de sua admissão. Em último caso, se não conseguisse encontrar Caim ou, por qualquer razão que fosse, acabasse se perdendo no QG, aproveitaria para procurar por um refeitório, mesmo se já houvesse comido antes.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 




Última edição por War em Sex 24 Maio 2019, 00:59, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyTer 14 Maio 2019, 10:25

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 7 (WEST: 3)



A campeã se levantava ainda sentindo o abalo do golpe recebido, o mundo girava lentamente como se estivesse embriagada, mas a vitória veio com gosto de mel, poder comer e dormir tranquilamente era um ganho que nem todos podiam ter, no caso Atreu estava cabisbaixo, fumando um cigarro embaixo da arvore, seus olhos focados na mink que havia ganhado o desafio, parecia que uma rivalidade estava brotando entre os dois, pelo menos por parte do garoto.

Blair segurava na mão de Caim e usava a mão livre para que o grilinho tivesse onde ficar, o pequeno inseto estava tranquilo na palma da menina. A felina ate tentava falar com o inseto, que respondia em alto e bom tom – Voltei sim, irei lhe acompanha agora – contudo, isso não aconteceria, o grilo apenas esfregava as patas e queria um lugar aconchegante para ficar, ou teria algum outro interesse, impossível dizer.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
...  onde havia um sujeito sentado

Caim guiava a garota até a enfermaria, ficava no fundo do complexo, uma sala de madeira com janela para um vinhedo que havia no terreno ao lado, o cheiro de uva fresca inundava o local, dando um aspecto maravilhoso. Na sala, não tinha muito o que observar, havia duas camas, uma pratileira com livros e uma escrivaninha, onde havia um sujeito sentado – Bom Dia, vejo que temos uma novata aqui – levantava o sujeito, que tinha um rosto amigável, usava óculos e um cabelo castanho cortado curto, sua postura era magra e usava um jaleco branco – Sou o Dr. Reiko, vamos cuidar disso rapidinho docinho – falava o médico, dando um sorriso para o Leão, que retribuía, o mink parecia tranquilo naquele local, diferente do que se passava no local de treinamento de combate.

A menina apontava os locais doloridos – Que pancada hein – Dr. Reiko limpava o rosto e passava uma pomada no galo, depois num ato rápido colocava o nariz de volta no lugar com um estalo repentino, a dor passava por todo o corpo da mink, indo do fio de cabelo até a ponta do pé. Ao que parece, Blair estava faminta, pois comentava sobre receber uma cenoura, mas recebia algo melhor, um pirulito – Por ter sido corajosa – o medico afagava a mão na cabeça da menina, um carinho de leve – Vamos almoçar, te vejo depois Doutor – Caim se despedia e puxava a mink para o refeitório agora.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... Refeitório

Agora os dois mink caminhavam rumando ao refeitório, passando pelo local de treinamentos, onde não se via mais Atreu, o grilo cantava no ombro da felina, até que chegavam na porta onde havia um sinal de dois garfos cruzados, sinal referente ao refeitório aparentemente. Abrindo, podia ver varias mesas preenchidas por varias pessoas, de todas as raças possíveis, humanos, mink e dois tritões, sentados ao fundo, carrancudos e nada amigáveis.

Quando a novata entrou, atraiu a atenção de todos, alguns paravam a colher cheia de comida perto da boca, e observavam a menina, uma presa fácil no local, Caim caminhava de modo estranho repentinamente, o Leão parecia não gostar de ser o alvo das atenções, e assim ele levou a menina até onde havia três crianças sentadas, Atreu um deles – Esses são os novos recrutas, daqui a pouco o Líder do complexo irã chama-los, mas antes se alimentem – falava com a voz fina, evitando contato direto com quem estava próximo e assim o Leão saia do local e ia para a fila pegar o alimento, deixando Blair sozinha com seus novos colegas.

Atreu comia um pedaço de carne olhando furioso para a mink, os outros dois eram menos intimidadores, um deles uma mink sapo e um garoto ruivo que comia como se não houvesse amanhã, seu rosto estava sujo de comida e na mesa próxima ao seu prato, era um esfomeado, mas eles nem ligavam para Blair. Havia um self-service ali, era levantar e por o que queria, havia arroz, feijão, carne, verduras, para beber uma garrafinha de água. O refeitório estava em silencio, alguma conversa aqui, outra acola, devia ter umas quarenta pessoas no local.




Dicas e Observações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQua 15 Maio 2019, 00:43

I - The Cat with no Hat


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Após o frio e cruel vácuo que o Sr. Grilo dava na felina, a sua comitiva - que mais parecia um grupo fugitivo do zoológico - não demorava a chegar na enfermaria, sendo prontamente recebida pelo doutor ali presente. Sua apresentação era de certa forma calorosa, de modo que até mesmo Caim demonstrava um certo conforto naquele ambiente "Será que ele tem medo de locais abertos?" especulava a gatuna diante da reação do leão, ignorante à recepção proporcionada pelo requintado perfume de uvas que rodeava o recinto.

O médico não demorava em tratar os ferimentos da gata e, com bastante maestria, recolocava o nariz da coitada no lugar, que fazia uma careta de dor por conta da sensação que atravessava todo seu corpo. Até mesmo líquidos salíneos pequenas lágrimas escapuliam dos olhos da gata, que fazia o melhor para aguentar como uma mulher forte e independente. De qualquer forma, nem mesmo a dor era o suficiente para inibir o apetite de Blair, que, apesar de não receber a cenoura que pedira, era presenteada com um belo pirulito - o que bem em verdade não faria muita diferença, considerando a sua incapacidade de distinguir sabores - e, também, um belo afago na cabeça acompanhado de um elogio, deixando Blair bastante orgulhosa de si mesma - Desse jeito vou me machucar mais vezes, shishishi... - caçoava, já aproveitando o seu mais novo presente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Com os ferimentos tratados e os afagos afagados, Caim começava a conduzir Blair para onde iriam almoçar - Tchaau!1! - exclamava ao mesmo tempo que acenava em despedida para o doutor. Durante o caminho compartilharia o pirulito com o Sr. Grilo, caso este quisesse, que seguia cantando em seu ombro e se mostrando o mais novo diretor musical da aventura que era a vida de Blair.

Os desenhos na porta do refeitório não poderiam deixar mais fácil a sua identificação, mesmo para Blair que não sabia ler. Do outro lado da porta a gatuna era recebida por uma diversidade de pessoas que jamais vira em sua vida "Aqueles dois são… peixes…? Gero…" rapidamente se perguntava, observando os dois estranhos ao fundo da sala, não se lembrando de já ter visto qualquer pessoa parecida com eles. Da mesma forma que a gata se admirava com aqueles ali presente, parecia que estes também voltavam a sua atenção para Blair que não falhava em perceber.

- Sr. Grilo, toca alguma coisa pra nossa entrada triunfal, shishi... - cochichava para o grilo em seu ombro. Sabia que a primeira impressão era a mais importante, por isso caminhava do modo mais confiante que sabia junto de Caim - que nem de longe parecia ser a melhor companhia para essas situações - até a sua mesa.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Na mesa o leão apresentava Blair a mais três recrutas, embora um deles já conhecesse: Atreu. - Gero… no fim você pode comer… que bom, assim não preciso me sentir culpada, shishishi - diria com o que parecia ser um certo alívio, ao perceber o rapaz devorando sua refeição. Os outros dois estavam comendo também, de modo que Blair planejava deixá-los em paz - ao menos por ora - e ir buscar comida para si.

Entrando na fila, caso houvesse, Blair esperaria sua vez para se servir, cada vez mais próxima de encher sua barriga - o que na verdade não requer muita comida não, basta olhar o tamanho da gata -. Assim que pudesse pegaria um pouco de arroz, não mais que duas colheres, com um pouco feijão ao lado - sabendo que tanto quem discute sobre por em cima, quanto por embaixo está errado -  e algumas verduras para complementar o prato, apanhando uma garrafa d’água antes de voltar à mesa.

Agora, de volta em seu lugar, e enquanto comia - tudinho - o que havia servido, a hora de interação finalmente pairava sobre os membros presentes naquela mesa, quisessem eles ou não - até porque falar sozinha nunca foi um problema para Blair -, pois assim a gata decidiria - Sabe... depois que parei de comer carne comecei a me sentir muito melhor… - começaria a falar genericamente entre uma garfada e outra, sempre garantindo que engolisse antes de falar - Ah… eu sou a Blair… e como eles já sabem… - diria fazendo um sinal indicando Caim e Atreu - Estou Atreu dispor… shishishi.. - novamente a gata guardaria o riso para não gargalhar - e dizem que piada repetida não tem graça… -, preparada para tomar um gole d’água caso acabasse se engasgando com a própria piada - E esse é o Sr. Grilo… se quiser pegar algo do prato não tem problema... - apresentaria seu companheiro, abaixando um pouco o tom na última parte, se dirigindo exclusivamente a ele - E vocês… quem são… de onde são… spill the tea, shishishi - diria por fim, esperando que aquilo não acabasse sendo apenas mais um de seus monólogos.

À parte a refeição, não havia muito que Blair pudesse fazer, afinal, estava apenas sendo guiada por Caim. Dessa forma apenas seguiria prestando atenção na conversa com os integrantes da mesa, caso houvesse uma, e/ou nos demais figurantes que ocupavam espaço no refeitório, admirando a diversidade e peculiaridade de cada um, como se observasse um filme sobre criaturas desconhecidas. E se por fim Caim decidisse que estava na hora de se retirar e ir para outro lugar, dando, assim, seguimento no alistamento da gatuna, a jovem acompanharia o leão em sua retirada, mas não sem antes se despedir de seus mais novos amigos - ? -.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 




Última edição por War em Sex 24 Maio 2019, 00:59, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQui 16 Maio 2019, 09:31

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 8 (WEST: 4)



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... Frogina

Após se servir, a mink retornava para a mesa que Caim havia lhe deixado, Atreu comia como um louco sabendo que não teria chance de encher a barriga na janta, o ruivo estava suando por lutar com uma montanha de alimento a sua frente, até mesmo a mink parecia faminta, o que teria de estranho nisso? Provavelmente nada, pois quando Blair se apresentou, chamando atenção da Mink sapo – Sou Frogina, eu costumo comer grilos também – falava a garota olhando fixamente para o grilo de Blair que não entendia a ameaça, do outro lado o ruivo engasgava com a comida e ficava completamente vermelho – HAHA, TU PERDEU PRA ESSA PIRRALHA? VOCÊ E UM BOSTA ATREU – o jovem quase gritava cuspindo pequenos pedaços de comida pela mesa, caindo alguns farelos no rosto da mink felina – SOU REDWIN – falava o garoto com o peito estufado e de novo voltava para sua grandiosa luta contra o feijão por cima do arroz.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... um sujeito alto, forte e loiro, seus músculos eram imensos

O barulho de garfo batendo no fundo do prato já estava ficando mais alto, sinal que a comida estava boa e acabando provavelmente, e foi então que a porta do refeitório se abriu, e ali entrou um sujeito alto, forte e loiro, seus músculos eram imensos e usava um terno escuro lhe dando ainda um estilo galanteador, seu sorriso era carismático e todos paravam para vê-lo, o musculoso cumprimentava todos com acenos e sorrisos, mas sua caminhada era até a mesa de Blair e os demais, que observavam com atenção – Recrutas, sou o líder do complexo e o homem mais forte da ilha, superior e encarregado de lhes dar a promoção, me chamo Alexander, o que temos aqui? – o homem fitava as quatro crianças a sua frente, curioso com os novos recrutas.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
... "Isso aqui, qual o nome? Biscoito ou Bolacha?"

- Muito bem, Caim me falou que os quatro são aptos a ingressarem, mas eu tenho uma pergunta – o sujeito metia a mão no bolso e tirava algo – Isso aqui, qual o nome? Biscoito ou Bolacha? – seu olhar penetrante parecia fazer um raio x nos quatro a mesa, até mesmo Atreu que antes parecia despojado, agora ficava quieto – Brincadeira hahah, sabemos que é bolacha, NÃO É MESMO? – virava então para um rapaz que estava sentando próximo a mesa – Arhh, Sim Senhor, completamente verdade – falava enquanto olhava para os lados tentando disfarçar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Levantem os quatro, pelo poder que foi a mim confiado, eu declaro que vocês são oficialmente membros do Governo Mundial – metia a mão no lado de dentro do paletó e tirava quatro insígnias – Agora são agentes em treinamento e membros da CP2 do North Blue, agora eu tenho duas palavras para isso, Para Bens – e assim, ele começava a bater palmas, sendo seguido por todo o complexo que aplaudia os quatro novatos que agora faziam parte da maior organização do mundo, o Governo Mundial.

Com a insígnia em mão e agora oficialmente membro do Governo, so faltava uma coisa: Roupas de marca. E assim, Alexander não decepcionava – Vamos trocar essas roupas imundas por ternos limpos, agora precisam passar seriedade, sigam-me os bons – dando as costas, o musculoso esperava que os quatro o seguissem, tendo ou não terminado o almoço.

Se seguirem o sujeito, iriam caminhar até uma sala onde havia uma plaquinha *Alexander – Coordenador Geral*, entrando, poderiam ver que era uma sala grande, com uma mesa para seis pessoas com cadeiras perfeitamente distribuída, dois grandes guardas roupar ficavam nas extremidades da sala – Vamos ver – metendo a mão no guarda roupa tirava os ternos e começava a jogar para os quatro, que poderiam ver que se tratava de um terno comum preto, gravata e camisa social branca, um sapato fosco também preto – Peguem suas roupas e vão para seus quartos, amanhã logo cedo saíram para uma missão, até lá, podem aproveitar o complexo para fazer o que quiserem – assim, o quarteto agora estava dispensado e com tempo para travessuras.



Dicas e Observações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptySex 17 Maio 2019, 15:05

I - The Cat with no Hat


O pequeno grupo que se formava na mesa de Blair parecia ser bastante simpático com a gata - ao menos era o que pensava -, fazendo a gata se divertir com cada uma das apresentações "Gero… que povo mais engraçado…" pensava enquanto seguia com sua refeição "Será que a Frogina é parente dos sapos lá da ilha?... acho que depois vou perguntar..." imaginava olhando de relances para a sapa, de certa forma encantada por nunca ter visto alguém parecido.

A sinfonia dos talheres envolvia todo o refeitório como se uma canção estivesse pronta a ser iniciada por Zac Efron e seus amigos, mas antes que isso pudesse acontecer todos eram interrompidos pela figura que agora adentrava e chamava a atenção daqueles presentes - Blair inclusiva - "Ohhh… será que esta é a mesa dos populares?..." se indagava com certa surpresa no olhar enquanto observava o recém chegado, que Blair julgava ser benquisto por conta da sua interação com todos, se aproximar de sua mesa.

A apresentação do homem, que revelava se chamar Alexander, não era algo inesperado, mas a gatuna não conseguia deixar de achar engraçado a adição que havia feito sobre ser o homem mais forte da ilha, sorrindo em resposta a autopropaganda de seu superior - Eu sou a Blair, prazer, shishishi...- diria rapidamente ainda sentada à mesa e levantando o braço como se fosse um aluno pedindo permissão para falar, ainda que sequer esperasse por tal.

A excentricidade de Alexander parecia estar em par de igualdade com a de Blair, senão maior. Como em uma espécie de prova surpresa, Alexander interrogava o pequeno grupo quanto a identidade daquilo que lhes apresentava. Seria um biscoito? Talvez uma bolacha? Isso cabia aos recrutas responderem. E assim Blair faria - Bola… - ou ao menos tentaria. Antes que pudesse concluir, a gatuna era interrompida pelo homem mais forte da ilha que, apesar da interrupção, parecia estar de acordo com a felina "Isso!11!" comemorava internamente ao ver que a sua resposta seria a correta, mas não demorando a se perder em pensamentos sobre que tipo de pessoa seria capaz de falar que aquilo era um biscoito.

A avaliação chegava ao fim e com ela vinha, finalmente, a nomeação de Blair como um membro oficial do Governo Mundial, agora pertencendo ao alto cargo de agente em treinamento "Geroo... membro da North Blue do CP2 … não entendi nada, mas soa legal, shishishi..." refletia enquanto sorria em agradecimento e observava a sua mais nova insígnia, falhando em associar o termo Cipher Pol, que havia exclamado aos sete ventos durante a sua inscrição mais cedo - mas não sem dificuldades -, ao nome da insígnia.

O próximo passo em sua nomeação era o tão esperado banho de loja. Bom, não exatamente, mas nem por isso a felina deixava de se animar. Cumprindo uma de suas primeiras ordens, embora não fosse uma exatamente, Blair acompanhava o seu superior até a sala dele. O fato de Alexander ser o dono daquela sala era completamente alheio à gata, que acreditava se tratar de uma mistura de quarto com sala de jantar, por conta dos móveis que se encontravam no local. De qualquer forma o seu novo uniforme lhe era passado. Agora, como uma representante do Governo Mundial, somente andaria de Gucci, Armani, Hugo Boss e coisas do tipo. Ao menos assim parecia. Suas roupas nunca foram de qualidade e, em verdade, isso não era um problema, mas não podia negar que, se comparado a elas, aquele terno poderia muito bem ser visto como haute couture.

Com suas novas roupas em mãos a gatuna era dispensada pelo resto do dia. Primeiro dia e já ganhava um descanso. Talvez essa vida não fosse ser tão ruim no fim das contas. De qualquer forma, a gata precisava se trocar, algo que não poderia ser feito na frente de todos - ao menos não com meninos presentes -, de modo que sairia à procura de seu quarto "Gero… onde será que fica?..." tentaria se lembrar enquanto se retirava da sala de Alexander, sem ter certeza de que sequer haviam lhe dito onde era.

Independentemente, entraria no primeiro quarto vazio que encontrasse - Esse vai servir… - diria a si mesma ao adentrar o recinto, observando todo o cômodo para se certificar de que não havia ninguém, para que então pudesse se trocar - Melhor fechar os olhos, hein, Sr. Grilo... - diria zombeteiramente ao seu companheiro, sucessivamente deixando suas roupas velhas em qualquer bancada, cadeira ou cesta que se fizesse presente. Se não encontrasse qualquer quarto que lhe servisse, além de se desculpar por uma possível intromissão nos aposentos alheios, tentaria se trocar em algum banheiro, sabendo que ao menos aquele que havia limpado mais cedo deveria servir.

Trajando seu uniforme, o próximo passo não deveria ser uma surpresa a ninguém: se admirar em um espelho. Estava de roupa nova, emprego novo, companheiro novo e, aparentemente, muito tempo livre. Não iria deixar essa oportunidade passar, logo saindo em busca de um espelho, caso não houvesse um onde estivesse - Geroo… o que acha Sr. Grilo?... - perguntaria de maneira não tão retórica quanto, a essa altura, se imaginaria - Eu acho que estou demais, shishishi… - concluiria enquanto observava cada canto de si mesma, em uma sequência de poses que daria a qualquer transeunte a impressão de ter entrado em uma sessão de fotos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Uma vez saciado seu lado narcisista a mink sairia pelos corredores do QG, andando sem um rumo definido, cantarolando de maneira casual enquanto descobria e/ou revia os points da quartel "Gero… o que será que devo fazer?..." ponderava enquanto perambulava - O que acha Sr. Grilo? - perguntaria de maneira distante, ignorando que o grilo, provavelmente, não sabia ler pensamentos e não teria ideia do que estava falando - fora o fato dele não conversar, óbvio -.

- Gero… talvez agora que virei agente seja melhor praticar um pouco de luta...  - sussurraria à si mesma, lembrando da luta de antes, da qual saíra vencedora por um pequeno detalhe e não sem seus machucados para contar história - Quem sabe, shishishi… - diria com um olhar travesso no rosto, aparentando estar com uma ideia mirabolante em mente.

Blair finalmente deixaria sua vida de andarilho e dava um objetivo à sua marcha. Seu destino era a árvore no campo de treinamento, onde outrora havia duelado. Lá esperava encontrar Atreu, sabendo que o menino estava fadado a dormir sob o relento naquela noite. Se ele não estivesse lá, esperaria alguns minutos para então, caso ele não aparecesse, ir em busca dele nos corredores do QG - Oie... - o cumprimentaria assim que o visse - Sabe… quem sabe você não me ensina um pouco os movimentos que mostrou hoje mais cedo? Shishishi… - proporia animadamente ao garoto. Blair não havia problema algum com o rapaz, mas ele já havia demonstrado que o mesmo não podia ser dito sobre ele com a gatuna, não sendo estranho que a sua resposta fosse negativa - Será que isso é medo? Shishishi - diria em resposta, diante de uma possível recusa por parte de Atreu - E eu pensando que fosse querer uma revanche... - completaria fingindo sarcasticamente uma decepção, no que poderia ser uma demonstração de que não apenas suas garras eram afiadas. Se falhasse em convencê-lo, somente lhe restaria seguir em frente e procurar outra coisa para fazer, agora verdadeiramente decepcionada. Entretanto, se isso se provasse o suficiente para convencer o garoto, se prepararia para suas lições, e possivelmente novos machucados.

Início da aula: Luta de Rua

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Blair aproveitaria esse momento para prestar atenção o máximo que conseguisse em todas as explicações dadas por Atreu. Ou quem sabe o garoto preferisse ensinar diretamente na prática, situação em que a gatuna tentaria observar e analisar todos os seus movimentos da melhor forma que conseguisse, para posteriormente tentar reproduzi-los, em uma espécie de aprendizagem através de tentativa de erro.

Em um de seus raros momentos a gatuna levaria aquele treino a sério - mesmo considerando um treino, não se daria o luxo de relaxar contra Atreu, sabendo como havia terminado da última vez -, não se importando com o tempo que levasse até que conseguisse dominar ao menos o básico. Possivelmente pediria por alguns momentos de pausa, se fosse necessário, mas não se daria por satisfeita até que tivesse ido até o fim.

Fim da aula

- Oof!1! - suspiraria como um sinal de que o treino havia chego ao fim, provavelmente por estar cansada e/ou dolorida, mas também no que podia ser entendido como exaustão por bancar a gata séria por mais tempo do que gostaria - Vou ir pegar um pouco d’água… melhor se hidratar também, shishishi… e valeu a ajuda… - diria já em despedida, com seu jeito simpático e travesso de sempre, mesmo que Atreu não viesse a lhe corresponder "Hmm… será que agora preciso chamar ele de sensei também?..." cogitaria enquanto se retirava para o refeitório, indo atrás de uma garrafa d’água.

Durante a caminhada manteria-se atenta para a presença de algum relógio, procurando saber quanto tempo havia se passado desde que saíra para treinar. Caso já fosse tarde pegaria a sua água e depois iria direto para o chuveiro, se livrando de todo suor e se preparando para ir dormir no seu quarto, ou, caso não o tenha encontrado antes, no primeiro aposento vazio que se deparasse - Boa noite Sr. Grilo - diria por fim antes de se lançar aos braços de Morfeu.

Se ainda fosse relativamente cedo aproveitaria para, antes de ir tomar seu banho e dormir, explorar ainda mais o QG. Espiar entre as frestas das portas já havia se provado uma tarefa divertida, então porque não repetir? "Shishishi… aposto que há diversos segredos em um lugar como esse... " pensaria animada com as tramas que ainda nem havia desvendado, parecendo uma criança que acabara de ter uma epifania sobre a melhor peça a ser pregada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

No melhor estilo gatuno, procurando caminhar sem emitir qualquer som de sua presença e se mantendo atenta para o sinal de algo ou conversa interessantes ao seu redor, Blair se evadiria pelos corredores do QG em busca da conversa mais proibida, da fofoca mais quente, do segredo mais íntimo que o Governo Mundial havia a lhe oferecer. Se alguém se aproximasse ou a avistasse, tornaria a agir de maneira comum, buscando disfarçar a sua travessura, evitando chamar atenção para si, mas tão logo se encontrasse sozinha, voltaria à sua missão autoimposta, que, ironicamente, consistia em uma agente secreta procurando segredos de seu empregador, ainda que para a gatuna não passasse de uma brincadeira, um passatempo - não confundir com a bolacha -.

Com sua curiosidade satisfeita, fosse por descobrir algo - possivelmente que não deveria? -, fosse por ter sido pega com a mão no pote de cookies, fosse por ter ficado tarde e estar cansada, Blair finalmente iria para os seus aposentos - confira o parágrafo sobre tomar banho e procurar um quarto - para que pudesse dar boa noite ao seu companheiro e então embarcar na jornada ao desconhecido mundo dos sonhos, já animada com o que o próximo dia havia lhe reservado.

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 




Última edição por War em Sex 24 Maio 2019, 01:00, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptyQua 22 Maio 2019, 00:45

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MICQUEOT - POST 9 (WEST: 5)



Saindo da sala, o pequeno grupo se separava, Redwyn e Atreu seguia para o treinamento, ambos se olhavam furiosamente, como se trocassem insultos silenciosos, Frogina os acompanhava de longe, olhando para Blair de rabo de olho, como se julgasse a pequena felina com seu grilo no seu ombro, ou será que a mink sapo só queria saborear o pequeno antes da janta? Logo saberemos.

A menina saia no maior estilo “o que está acontecendo aqui?” procurando por seu quarto, afinal, ela não conseguia entender as plaquinhas nas portas, e sem saber, entrava em um dos quartos que estavam vazios, ali mesmo se despiu e vestiu seu mais novo uniforme. A vestimenta ficava perfeito no corpo esguio da menina, que parava em frente a um espelho que ficava pendurado no canto, perto da cama, que por sua vez estava abaixo de uma das janelas, onde o sol iluminava uma grande campina com pássaros voando para longe daquele local.

Agora sim, vestida para matar, literalmente, a menina saia do quarto como se tivesse conquistado o mundo, pomposa e bem-vestida. Com a tarde livre, a pergunta feita para o grilinho era respondida com um barulho que mais parecia um pequeno choro, afinal, ela não fala “griles”, e assim ficava difícil entender. Pensando num futuro que certamente chegaria, Blair tinha em mente melhorar seu combate, e assim, seguia para o campo de treinamento para encontrar seu algoz.

Chegando la o que se via era um combate, Redwyn x Atreu, os dois garotos sangravam e lutavam, pontapés, cabeçada, socos, tudo que a rua tinha ensinado para os garotos estavam sendo usado, até que de repente um deles cai, era o ruivo. Atreu coçava o nariz, e limpava a sujeira da bochecha, local onde um soco havia acertado. Nesse ato, o garoto notou a presença de Blair e rapidamente cuspiu no chão, virando as costas sem ajudar o derrotado que ficava estirado no chão, deitado sem camisa e todo sujo.

Blair caminhava ate o garoto usando todo seu charme felino, sua pergunta era tímida, mas o rapaz parecia entender como um insulto – Não, tenho outras coisas para fazer – respondia o garoto carrancudo, apenas a menina vestia seu terno, os demais ainda usavam seus trajes sujos da rua, e foi quando a menina falou que o medo podia estar atrapalhando o garoto, que o sangue dele subiu – OLHA AQUI SUA PIRRALHA – respirava fundo – Eu vou te ensinar porque eu não tenho medo dessa merda – Atreu se levantava furioso, bufando como um touro na arena e ia para o centro da arena – Vem aqui, deixa eu mostrar meu medo – um sorriso malicioso formava no rosto do rapaz, que fechava os punhos e contraia os músculos.

E ali ficaram até o sol se esconder nas colinas e o cansaço tomasse conta dos dois que caiam no chão exausto pelo treinamento. Frogina e Redwyn já haviam ido para seus quartos, ficando apenas os dois – Até que você vale a comida que come – eram as ultimas palavras de Atreu, que nem sequer respondia a pergunta sobre a agua. Blair estava suja e com sede, o grilo já estava dormindo aparentemente, pois não fazia nenhum barulho, ele tinha esperado pacientemente o desenrolar do ocorrido.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
...tentando entender o que estava acontecendo

Sabendo para onde deveria ir, e vendo o céu escuro, era fácil entender que já era tarde e o dia começaria cedo, então passando pela cozinha, pegava uma garrafa de água e ia para o seu quarto, direto para o chuveiro, onde ali iria limpar seu corpo. Quando a menina entrou no chuveiro, foi possível escutar barulhos no quarto, passos que iam ate o banheiro e então um grito – AHHHHHH – Era Redwyn, seus olhos arregalados e o garoto apenas de cueca tentando entender o que estava acontecendo – Sai do meu quarto sua doida – o garoto conseguia ver perfeitamente o corpo nu da mink, que aparentemente havia entrado no quarto errado.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
War
Civil
Civil
War

Créditos : 1
Warn : I - The Cat with no Hat - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2015
Idade : 25
Localização : Newberry City

I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 EmptySex 24 Maio 2019, 00:53

I - The Cat with no Hat



Pelo jeito o Sr. Grilo não seria o único companheiro de Blair naquela noite. O cansaço e a exaustão não demoravam em se apresentar à medida em que a adrenalina se exauria do corpo da felina. Músculos doloridos - assim como o seu pobre nariz - também não se mostravam raros. Realmente, sessões de treinamento pareciam ser desgastantes, mas agora que, finalmente, havia se juntado ao Governo Mundial, seria melhor me acostumar. A fadiga não poupava seus avanços mesmo em relação a Atreu, que parecia estar bastante satisfeito com a peleia "Acho que agora somos amigos de verdade, shishishi..." pensava a felina zombeteiramente diante do elogio do menino - mesmo que não fosse, entendia o comentário como um -.

Falando em Sr. Grilo, parecia que já havia passado a sua hora de dormir. A gatuna se levantava vagarosamente, preparando-se para ir ao encontro de seu amigo, ao passo que tentava limpar o máximo possível o seu novo uniforme, procurando deixá-lo nos trinques. Observando o grilo repousando, tentaria segurá-lo de maneira cuidadosa para não acordá-lo e, então, deixar que continuasse seu sono em seu ombro "Será que existe roupinha do tamanho dele?..." estudava a possibilidade, ligeiramente preocupada com a possibilidade dele pegar um resfriado.

De qualquer forma, a presença de Redwyn no campo de treinamento era substituída pelo breu da noite, demonstrando que a hora de dormir não havia passado apenas para o grilo. Solucionado o problema de sua garganta seca, era a hora de solucionar o problema de seu corpo sujo. Chegando no seu quarto a gatuna cuidadosamente acomodaria o Sr. Grilo na melhor “cama” que encontrasse para ele "Agora sim..." e seguiria para o tão esperado banho, pronta para lavar todo o cansaço e exaustão - e a sujeira - de seu corpo, já sonhando com uma cama quentinha, bem abafada e confortável.

Assim que a água atingisse uma temperatura agradável a gatuna se colocaria debaixo do chuveiro - ♫ Tchau preguiça, tchau sujeira, adeus cheirinho de suooor… lava lava laaava… ♫ - cantava inocentemente, deixando que a água corrente fluísse de seus cabelos por todo o seu corpo à medida em que ensaboava delicadamente seus pelos. Entretanto, a cantoria da felina logo era interrompida "Gero… será que a Frogina veio me visitar?" era a primeira coisa que passava pela mente de Blair, não demorando para ver sua teoria ser refutada.

- KYAAA!1!1 - reagiria a felina diante da invasão inesperada de Redwyn, que ainda por cima estava praticamente desnudo - UM PERVERTIDOO!11!1 SR. GRILO PEGA ELE!1! - continuaria bradando sem perceber que era, de fato, Redwyn, e atirando o primeiro objeto que estivesse em seu alcance na direção do invasor. Em seguida procuraria por algo com o qual pudesse se tapar, tentando esconder seus principais atributos com as mãos e a cauda - Vá embora!! Eu tenho garras e não tenho medo de usá-las - advertia enquanto isso, não prestando atenção na acusação do menino, de que ela estaria no quarto errado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Na busca por proteção contra sua nudez manteria-se atenta ao invasor, caso ainda estivesse presente, de maneira que finalmente poderia notar se tratar de Redwyn - Hey! O que está fazendo aqui? Saia logo! E FECHE OS OLHOS!1! - criticaria o jovem, certa de estar coberta de razão - ainda que não pudesse dizer o mesmo sobre roupas -. Assim que encontrasse algo para se vestir, ou ao menos cobrir seu corpo, sairia do banheiro e iria enfrentar o voyeur de uma vez por todas.

- O que pensa que está fazendo? - diria assim que avistasse Redwyn. Seu tom não era de uma pessoa nervosa, pois na verdade estava mais confusa e desconfiada do que exaltada - Não deveria entrar assim no quarto dos outros... - informaria por fim ao rapaz, como se estivesse lhe dando uma dica para a vida.

- Quarto errado?... eu?... gerooo - comentaria mais para si mesma do que qualquer outra coisa, caso Redwyn novamente lhe advertisse de que aquele quarto pertencia a ele - Gero… acho que pode ser possível… - mencionaria com um sorriso maroto, lembrando-se de como havia escolhido o quarto na sorte horas mais cedo "Talvez eu devesse ter perguntado pra alguém..." refletiria, imaginando que isso teria sido o suficiente para evitar aquela situação. - Bom, nesse caso… me desculpa, shishishi… - expressaria seu arrependimento, mesmo que seu humor já parecesse estar de volta ao normal, como se a sua parcela de culpa não lhe afetasse nem um pouco.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Então… agora que foi tudo resolvido… pode me ajudar a encontrar o meu quarto? Shishishi - pediria enquanto arrumava as suas coisas para mudança - se vestia, longe dos olhos de Redwyn, caso ainda fosse preciso - e recolhia o Sr. Grilo de volta para seu ombro. - Mas me diz… você conseguiu ver alguma coisa?... - perguntaria durante a busca por seu dormitório, caso o jovem concordasse em lhe amparar, ligeiramente envergonhada pela possibilidade de um homem tê-la visto naquela situação - Gero… se puder deixar isso entre nós… - concluiria por fim, acompanhando o jovem de perto e lhe lançando um olhar que poderia derreter até mesmo um coração de gelo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se por algum motivo Redwyn não a ajudasse, Blair teria que se arriscar novamente e sair em busca de um quarto vago na tentativa e erro "Essa hora a maioria já deve estar em seus quartos… se estiver desocupado deve ser porque não tem dono, shishishi..." concluiria em uma demonstração de lógica e pensamento crítico de dar inveja no maior dos intelectuais. E assim, voltaria a sua tarefa de procurar um quarto vago, no que parecia uma criança repetindo a mesma brincadeira que havia lhe causado problemas antes.

Independente de como houvesse encontrado seu quarto, colocaria suas coisas em um canto qualquer, sem se preocupar com organização. Deixaria o Sr. Grilo normindo em algum lugar confortável que encontrasse e então, finalmente, se jogaria em sua cama para apreciar uma boa noite de sono - Boa noite, Sr. Grilo… - comentaria por fim, para enfim se entregar ao mundo dos sonhos.

Se o amanhã chegasse sem novos problemas ou acontecimentos, levantaria-se para realizar todos os seu afazeres - que são privados e não importam à terceiros - e então, ostentando seu uniforme, sairia para seu primeiro dia como agente. "Gero, onde será que devo ir primeiro?..." pensaria sem saber se deveria se apresentar em algum lugar. De qualquer forma, agora era uma agente, se precisassem dela alguém mandaria chamá-la - ou ao menos assim acreditava -, por isso seu destino seria o refeitório. Assim que chegasse - se chegasse - se serviria um café da manhã bem leve, observando as opções e escolhendo, preferencialmente, algumas frutas e um café. Mesmo que não sentisse gosto - ou aromas -, gostava da sensação que uma bebida quente lhe trazia. Em último caso pegaria qualquer outra coisa que não fosse carne.

Com seu café da manhã servido faria uma rápida varredura dos presentes no refeitório. Caso encontrasse alguns de seus conhecidos se juntaria na mesa à eles - Yo… quais as novidades? Shishishi... - comentaria aos presentes enquanto iniciava seu desjejum. Caso não encontrasse ninguém escolheria um lugar qualquer para sentar e comer despreocupadamente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Histórico:
 

Personagem:
 


It's a Cat's Life




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]              [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


R.I.P. in Peace:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - The Cat with no Hat   I - The Cat with no Hat - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - The Cat with no Hat
Voltar ao Topo 
Página 2 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: