One Piece RPG
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Evento Natalino - Amigo Secreto
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Blum Hoje à(s) 20:15

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Alek Hoje à(s) 20:08

» Wu-HA!
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 19:36

» Vol 1 - The Soul's Desires
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 18:59

» [MINI-Koji] Anjo caído
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 17:39

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 17:12

» The Hero Rises!
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:09

» VIII - The Unforgiven
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 16:37

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 15:54

» A primeira conquista
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 15:42

» 10º Capítulo - Parabellum!
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Marciano Hoje à(s) 14:09

» Blues, Bourbon e balas
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 13:35

» II - Growing Bonds
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Teo Hoje à(s) 13:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Akise Hoje à(s) 11:57

» Meu nome é Mike Brigss
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Oni Hoje à(s) 10:37

» Cindy Vallar
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Oni Hoje à(s) 8:56

» Que tal um truque de mágica?
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Veruir Hoje à(s) 8:56

» Mao di Lut Ima
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Alek Hoje à(s) 4:24

» [Mini] Albafica Mino
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor Albafica Mino Hoje à(s) 3:42

» One Piece RPG Awards 2020
Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 0:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Everybody Ye Ye Ye

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptyDom 23 Dez 2018 - 4:14

Relembrando a primeira mensagem :

Everybody Ye Ye Ye

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Asger e Henry Meursault. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Achiles
Sargento
Sargento


Data de inscrição : 01/09/2017

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptyTer 19 Fev 2019 - 23:50




XVII – Wait


Os homens eram poderosos e era algo mais do que óbvio perceber isso ao ver o estilo dos quais haviam lutado contra mim, a forma que seus recursos tinham se apresentado e a maneira que estavam agindo, ás escuras e sem que ninguém os conhecesse que continuasse por tanto tempo não estando preso ou sendo uma cobaia. As nossas provisões estavam para acabar recentemente e precisávamos invadir aquele depósito de uma maneira rápida para que possamos fugir daquela ilha o mais rápido possível, era claro que todos estavam mais calmos e não se desesperavam, tinha curiosidade sobre como era a planta do local e Envy havia dito que passaria mais informações antes de sairmos, acenaria com a cabeça um “entendido”.

Eles se lembravam de algo, bem leve, mas se lembravam. Existia um ser em cada um deles e um pensamento, pensava se alguma vez acabasse por topar com eles novamente, não conseguiria reaver essas lembranças e fazer que a lavagem cerebral se virasse contra eles, os mais jovens não eram possíveis de fazer tal ato por terem passado a infância toda nessa máquina e não ter lembranças fortes para que possam sair desse transe. Os nomes estavam escondidos e apenas tínhamos a alcunha do homem mascarado. “Vento Celeste”, justo, o homem era rápido, quero saber logo quais os nomes daqueles que lutamos mais cedo, quanto mais nomes, mais informações conseguiremos adquirir. Envy comentava sobre o ferreiro e que ele estava logo atrás, pensava mais sobre como estava sendo a noite e o horário que poderia ser e imaginava que o homem a essa hora estaria dormindo e acabaria sendo um empecilho se fosse atrás de um aprendizado a essa hora, preferia ir de tarde quando estivéssemos escondidos para que possa passar o tempo fazendo algo e conseguir aproveitar melhor o tempo. – Agradeço Envy, bom descanso. Deixarei para ir no ferreiro amanhã de tarde enquanto estivermos escondidos após o roubo, quando tudo der certo.

Assim que ela saísse da minha vista, olharia para Saulo. – Você também está cansado, vá descansar que eu cuido das coisas por aqui, daqui algumas horas eu chamo vocês. – A partir desse tempo, começaria a agir como um cronômetro em minha mente, tentando perceber conforme o tempo ia passando e quanto tempo daria para conseguir dormir até que o sol nascesse, passando em minha mente o horário de costume que o sol nascia e tentando fazer aquela matemática simples para saber quantas horas restavam e como daria para dividir os turnos de forma igualitária. Sistematicamente, me posicionaria no local mais alto para que pudesse observar o lugar de uma maneira mais sentinela e não deixar que nada passasse sem que eu conseguisse ver.

Manteria a minha atenção a todo momento, um único barulho e começaria a desconfiar até ter certeza do que era, investigando de onde estava vindo aquele problema, tentando me esquivar se viesse algum ataque para ver qual era a ameaça antes de tomar qualquer decisão. Se percebesse que era um ataque, gritaria bem alto para alertar os meus companheiros. – INVASÃO! – Torcendo para que ouvissem da melhor forma possível. A cada trinta minutos, começaria uma ronda, tentando caminhar lentamente por tudo para observar melhor sobre onde estava andando e ver se tinha algo fora do local da última vez que vi. Também me certificaria de deixar todas as portas e janelas trancadas para que não tivessem facilidade para entrarem, tentando entender melhor sobre o sistema de trancas que a porta estaria usando. Outra coisa da qual tentaria melhor perceber seriam rotas de fugas e por onde seria a mais rápida, tentando realizar um cronômetro secundário para ver quanto tempo conseguiria fazer aquele trajeto e assim achando a rota mais rápida e segura.

Quando desse meu horário, primeiro acordaria Envy, tocando levemente em seu ombro para que não acordasse em susto. – Peço perdão, mas o seu horário de vigia é agora. – Daria algum tempo para que conseguisse se levantar, não retirando a minha atenção a todo momento sobre tudo, quando viesse a se levantar, comentaria sobre a rota de fuga, passando todas as informações que havia obtido para ela. Após isso, me deitaria e respiraria fundo para que o meu corpo pudesse se acostumar com a cama, fechando os olhos com a barriga para cima e tentando encontrar o sono da forma mais rápida possível e descansar o máximo de tempo. Ao ser chamado, me levantaria e tentaria ver o motivo, se fosse para começar a nos preparamos para o roubo, começaria então a aprontar as minhas coisas, tentando arrumar corretamente a mochila para que não incomodasse em meio ao caminho, me pondo perto de uma mesa, começaria as perguntas. – Como começaremos o roubo? O que devemos saber e como é o local? – E esperaria a sua resposta.


Objetivos:
 
Histórico:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptyQua 20 Fev 2019 - 23:28

Após tudo, Asger falava com a garota sobre ela poder ir descansar, em seguida falava com Saulo sobre o mesmo caso. Após tudo ele usava ali de sua noção exata do tempo para estipular o que faria, ele sabia que eram exatas 20:20 e assim que o sol nasceria as 5 da manhã. De tal modo ele poderia calcular perfeitas 8 horas e 40 minutos para eles, dando em media 2 horas e 50 minutos de vigia pra cada um, sendo assim, todos dormiriam, quase 5 horas de sono. Ele ficava no lugar alerta durante todo o tempo observando o que se passava e assim, acordava Envy, que assumia o posto logo após ele, a garota não demorava a acordar e na verdade apenas o som dos passos do tritão eram suficientes para deixar ela em alerta.

A noite inteira era tranquila e finalmente o sol nascia, sendo Saulo o último vigia e aquele que estava já acordado. O homem tinha uma feição tranquila e finalmente o baiacu se aproximava deles perguntando sobre o local que invadiriam. A moça então puxava consigo um caderno no qual ela decidia mostrar o que estava acontecendo na prática. Porem ao mesmo tempo que desenhava ela explicava. -Certo, muito bem, o lugar é o seguinte, tem 4 postas no térreo, uma na frente, uma na parte de trás, e dois portões grandes um na lateral direita e outro na esquerda. Os guardas trocam de turno a cada meia a hora. E demora cerca de 3 minutos para os que assumiram o posto se reposicionarem. Porem o melhor que podemos fazer é ir pelo esgoto, eles tem uma saída de água que dá no esgoto, ela é bem grande e da na parte lateral direita do armazém. O problema é que esse lugar pertence a um dos membros da sol nascente, e após tal roubo se vistos, perdemos o privilegio da dúvida, no caso, de eles não terem certeza se sequer estamos na ilha.- ela daria um sorriso e mostraria o desenho para Asger.

Porem ele perceberia que ela não é boa em falar e desenhar, era apenas um emaranhado de linhas sem significado que talvez pra ela tivessem, mas ele poderia ver uma gota de suor escorrendo da testa de Saulo. Que apenas falava baixo. -Você deve estar pensando o mesmo que eu… Mas ela é temperamental e sensível, então só sorria e acene, como se desse pra entender alguma coisa.- era o comentário do sireno sobre a obra de arte da irmã dele, que talvez para algum pudesse ser chamada de arte abstrata… Ou não… Mas seja como for, ele estava também 100% pronto para a invasão mas existia um ponto complicado entre tudo aquilo o humano Henry, ambos os sirenos tinham evitado esse assunto mas a hora era chegada. -Bem, não queríamos falar sobre isso, sabemos que ele é seu amigo. Mas ele está em péssimas condições levar ele, é como condenar ele a morte, eu sugeriria de deixarmos ele na casa do ferreiro quando formos realmente partir, não se sabe quando a consciência dele vai voltar, e carregar tal homem poderia nos matar e matar ele.- Comentava o homem com palavras sensatas em relação ao estado deplorável do humano que poderia não acordar tão cedo e essa possibilidade por si só incomodava.

Envy não se opunha a ele e seu rosto mostrava preocupação com o mesmo problema, na verdade ela completaria. - O ferreiro é de confiança e não entregaria ele pra ninguém, além de que é seguro lá, a casa é grande e ele tem lugares secretos ao subsolo, é um homem visado por a marinha então sabe dar seus pulos, nunca conseguiram incriminar ele até hoje.- falava ela complementando essa ideia. Tudo era complicado e Asger não precisaria tomar essa decisão agora, mas talvez, fosse esse o momento certo pra isso.

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySab 23 Fev 2019 - 10:49




XVIII – The lull is over...


Os meus planos estavam corretamente, tínhamos uma grande quantidade de tempo para descanso e nós todos revezávamos durante a noite para que não sofrêssemos uma emboscada surpresa, quando percebíamos, era manhã e todos estavam descansados e não tínhamos sido atacados. Envy começava as preparações, explicando melhor sobre como invadiríamos o armazém e sobre acabarmos com as dúvidas deles de podermos ter escapado da ilha, uma coisa da qual me deixava pensativo era que o lugar pertencia a um dos membros do clã do sol nascente. A garota não era das melhores pessoas explicativas e muito menos desenhando, seu mapa estava mais confuso do que poderia imaginar e Saulo apenas me pedia para sorrir e acenar. – Ok, Envy, agradeço pelo desenho. – Não estava pronto para ficar me divertindo naquela hora, então não soltaria um sorriso para ela e voltaria a minha atenção para Saulo que começava a fazer sobre Henry.

Os sirenos estavam mais do que corretos em relação ao humano, leva-lo o deixaria em problemas e acabaria também nos prejudicando em nossa missão, era uma incógnita saber qual era o destino daquele ser, mesmo eu tendo gostado e respeitado o homem, estava começando a me incomodar o nível de fraqueza do mesmo, sequer havíamos tentado sair das celas e o mesmo já estava mais caído do que banana podre. – Nós os levaremos para o ferreiro e partiremos para o esgoto, Envy, você será a nossa guia. Saulo, quero você ao meu lado, estaremos bem próximos um do outro para que não consigam nos separar em uma emboscada, devemos nos manter juntos e lutarmos juntos independente da quantidade de inimigos. – Daria poucas palavras em relação ao Henry, mas abriria os meus sentimentos. – É sempre comum eu me decepcionar com esses humanos... Ele só dará mais trabalho, se o ferreiro quiser cuidar dele, partiremos sem ele. – Eu não tinha remorso algum em fazer aquilo, apenas por ele ter sido um amigo estava fazendo algo que pudesse deixa-lo vivo, mas fora isso, não teria pensado duas vezes em deixa-lo caído no chão sem cuidados médicos.

Com todas as minhas coisas arrumadas, então daria o sinal para sairmos daquele local em direção ao ferreiro, colocaria Henry novamente em meu ombro enquanto colocaria o capuz do sobretudo negro. – Vamos, pessoal. – Deixaria que Envy guiasse o caminho a frente, estaria atento a qualquer coisa, pronto para me esquivar ou tentar deixar a área mais resistente na frente para que não tivesse maiores problemas e contra-atacando com algum soco aleatório em sua direção. Não era como se precisasse dizer, mas comentaria mesmo assim. – Os becos são os melhores lugares para passarmos despercebidos, podemos acabar entrando em uma emboscada, mas seria uma emboscada ainda maior se encontrássemos com eles no meio da rua, pois não só eles, como a população e a marinha entrariam em conflito contra nós. – Falaria em um tom baixo que apenas eles pudessem estar escutando e continuaria o caminho sem dizer mais nada.

Ao chegarmos no ferreiro, analisaria todo o ambiente como a pessoa em si das cabeças aos pés, procurando verificar todas as suas características físicas e o ambiente todo em si, perceber se a qualidade de seus materiais e armamentos eram bons. Pensava em futuramente estar criando as minhas próprias armas, mas me faltava conhecimento e poder, um tritão tinha que conhecer sobre tudo e um soberano deve criar as suas próprias armas! Olhando tudo ao meu redor, daria a minha primeira fala após os cumprimentos de Envy que reconheceria o ferreiro e provavelmente trocariam algumas palavras antes. – E qual o seu nome, ferreiro? – Retiraria o meu capuz em seguida. – Envy comentou que você era um homem de segurança e o único capaz para esconder ele. – Colocaria Henry no chão logo a minha frente. – Vejo que fez boas armas, a quanto tempo está na profissão? – Um pouco de bajulação acariciaria os egos, tentando amassar a carne para ele ser meu futuro professor ao tardar do dia.

Deixando Henry ali no chão, colocaria o capuz novamente. – Faça esse trabalho e esteja aqui quando voltarmos com ele escondido, após isso, lhe pagarei se for necessário. – Viraria de costas para o homem em meio a minha fala, mexendo a minha mão em um sinal de: Vamos, Envy, guie-nos. – E esperaria mais uma vez que a garota viesse a frente da formação em direção ao esgoto que ela havia dito anteriormente, em meio ao caminho, se não tivesse ninguém aos arredores, perguntaria. – Você disse que o local pertence a um membro do sol nascente mais cedo, você sabe alguma característica dele? Um nome? – Aguardaria pela sua resposta enquanto continuaria o caminho atento a tudo, torcendo para que tudo estivesse indo bem até então.

Se chegássemos ao esgoto sem maiores problemas, olharia para tudo ao redor e a iluminação que deveria estar aquele local, olharia para Saulo que havia feito uma descarga elétrica anteriormente e então perguntaria para ele enquanto retiraria o meu sobretudo e começaria a guarda-lo na mochila. – Você consegue provocar leves descargas durante o caminho para iluminar ou vocês tem alguma tocha ou iluminação? – Olharia novamente para dentro do esgoto e tentaria notar alguma coisa do lado de dentro, alguma característica ou qualquer outra coisa que me chamasse a atenção.



Objetivos:
 
Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySab 23 Fev 2019 - 23:16

Asger dava as ordens para que pudessem seguir em frente avisando como seria o ritmo, ele concordava que o rapaz só iria atrasar tudo e apenas que era melhor ajustar as coisas. Após o momento que tudo estava pronto, eles partiam do lugar carregando Henry até o ferreiro. Eles eram cuidadosos durante o caminho inteiro pois ainda eram alvos. Eles iam sempre pelos becos já que todos assentiram com a cabeça sobre a afirmação do tritão, ele estava correto e eles sabiam disso.

Não demorava muito até que eles chegassem no ferreiro, porém a surpresa seria que quando o baiacu visse o homem, era um tritão, um tubarão branco, sim isso mesmo, era um majestoso homem de 3 metros de altura, completamente bombado, cabelos grisalhos e com uma aparência já velha, como que ele tivesse em média 40/50 anos de idade. Ele olhava para eles e perguntava. -O que procuram por aqui hoje, armas?- falava o velho homem que prestava atenção de cima a baixo em todos ali presentes, reconhecia os sirenos mas não Asger.

No entanto assim que tudo era esclarecido, ele deixava que entrassem e repousassem o garoto, porem o tritão ainda tinha perguntas pra ele além de apenas deixar o amigo ali, quantos anos era ferreiro e tudo mais. -Eu sou ferreiro a mais de 40 anos, trabalhei por todo o mundo, mas acabei voltando pra cá, por uma questão de segurança. Quanto a cobrar por a estadia do seu amigo, eu não vou cobrar, mas ele não pode morar aqui, quando ele ficar bem ele vai ser chutado CHAUCHAUCHAU- falava rindo logo após falar isso, a risada dele era diferente, ainda mais com aquele tom de voz grosso.

Era curioso ele não ter dito o próprio nome ainda, talvez por simples motivo de não ter lembrado de cara de falar, acabava por só quando o rapaz estava saindo dizer. -Eu me chamo Gorbek, Alguns me chamam de Godo, mas hoje em dia é um pouco raro, poucos que sabem meu apelido estão por aqui. - comentava sutilmente deixando que eles saíssem aliviados. Nada era tão distante por ali, ao menos não parecia, esses encontros estranhos fazem a gente lembrar como o mundo é pequeno, ou talvez, Envy fosse muito próxima de seus semelhantes e apenas isso.

Então finalmente chegava a hora de ir para o esgoto, eles desciam para o lugar que era gigantesco, os túneis não eram nada pequenos, porém a iluminação do sol ainda era suficiente para andar, mas caberia um crocodilo gigante lá dentro, com toda certeza… Em um leve momento eles precisavam atravessar para o outro lado e não havia ponte por onde a água corria, eles adentravam e precisavam nadar, era realmente fundo e seus pés nem tocavam o fundo.

Então finalmente chegavam numa zona mais escura, onde era notável que precisariam de uma espécie de tocha, ele então perguntava algo a sirena, que tinha uma tocha consigo. -Há sim, trouxe uma tocha comigo.- falava puxando da mochila e acendendo. O lugar estava incrivelmente estranho e era necessário agora que eles se limpassem depois que aquilo terminasse. Eles podiam ver que o caminho até o ponto duraria mais alguns minutos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptyDom 24 Fev 2019 - 11:44




XIX– Darkness


A primeira surpresa do dia era uma coisa boa, o ferreiro era um tritão tubarão, alguém de nossa espécie, não poderia estar mais feliz, a forma que os sirenos tinham dito tudo parecia que o homem era um simples humano criminoso, mas agora tudo fazia mais sentido. O homem não cobraria nada pela estadia de Henry junto a eles, devido a tal, expulsaria quando ele estivesse bem, não poderia negar que isso era um alívio para o meu bolso e não tinha objeções a quanto a expulsão do humano, que ele se vire quando estiver bem. Gorbek ou Godo, o homem havia sido devidamente apresentado e logo nós saímos dali.

A iluminação do sol nos levara até uma grande parte adentro daqueles túneis, seu tamanho era bom para caber vários animais ali dentro e chegava a ser um pouco preocupante trombar com eles em uma surpresa quando não estiver a surpresa deles, mas claro, nada que vá realmente me ferir, um tritão majestoso daria de conta facilmente de um crocodilo inútil. Havia tempo que meu corpo tinha encontrado com água onde meus pés não tocassem mais o chão e nadar por ali chegava a ser nojento e revigorante em outras partes, a sujeira incomodava minhas narinas e guelras, todas as minhas vestes estando molhadas por aquela poluição era ainda pior, tinha certeza que o cheiro não sairia tão cedo. Para nossa alegria, Envy havia trazido uma tocha e conseguiríamos caminhar até o ponto do qual desejávamos.

- Ótimo, então, continuemos. – E olharia para frente, estando atento a qualquer sinal de movimentação, meus ouvidos estariam sempre acima da água para escutar melhor sons que dentro da água não poderiam ser ouvidos. Tentaria também sentir as vibrações na água para que funcionassem como uma espécie de radar, sensível ao toque. Não precisávamos acelerar a não ser que encontrássemos um inimigo, a velocidade dentro da água nos ajudaria em combate, principalmente contra os humanos que são lentos na água. Se percebesse qualquer coisa, tocaria nos ombros dos meus colegas e frearia ambos, tentando ver o que estava a nossa frente de uma melhor maneira. – Senti alguma coisa estranha vindo daquela direção. – Apontaria com o dedo indicador. Caso escutássemos vozes ou alguém se aproximando, também realizaria o mesmo procedimento, pedindo para que ficássemos quieto com um gesto. – Apague a tocha, espere eles se aproximarem de nós. – Falaria em um tom baixo e por assim faria, procuraria deixar a minha cabeça e corpo debaixo da água e tentar ver pelas refrações na água, mas não basearia na minha visão para efetuar o movimento, ainda mais que com aquela água suja seria difícil enxergar qualquer coisa.

Se sentisse que seus pés ou corpo estivessem próximos o bastante para conseguirmos agarrá-los, levantaria com toda a velocidade que pudesse, utilizando o impulso na água para potencializar o meu golpe, seria um soco na forma de seiken diretamente em seu plexo solar ou na altura do tórax dependendo da posição que se encontrasse, procurando empurrá-lo até bater contra o teto do local ou alto o suficiente para que pudesse agarrá-lo pela camisa e usar todo o meu peso para baixo, tentando segurá-lo pelo pescoço abaixo da água e segurá-lo até que a água adentrasse os seus pulmões. – Está faltando ar aí?! HAHAHA! – Diria enquanto tentaria afoga-lo. Caso tudo estivesse indo tranquilamente, apenas continuaria atento a todas as coisas anteriormente, tentando observar detalhadamente todo o local do qual passávamos, tentando ver se haviam marcações das quais poderiam ajudar em um caminho de volta.


Objetivos:
 
Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySeg 25 Fev 2019 - 0:08


Eles caminhavam cada vez mais a fundo, e finalmente estavam se aproximando do local, o cuidado de Asger naquela hora, era simplesmente alto, ele estava sempre vendo o que poderia ou não vir. Ele finalmente escutava um barulho era um forte rugido, e ele se espalhava pelas paredes, não bem um rugido, era o barulho como o de um crocodilo.

Mas aquilo ainda estava longe, eles podia avançar rapido e apenas ignorar, a garota apertava o passo questionando. -Vocês ouviram isso? É a segunda vez que venho no esgoto e ouço esse barulho, tem algo muito errado aqui.- diria ela preocupada e caminhando cada vez mais rápido.

Saulo ascentia com a cabeça mas logo eles estavam de frente a escada que dava para a zona que eles queriam subir, o baiacu, por mais que não tivesse pego todos os detalhes, compreendia só de ver que estavam abaixo do lugar. Envy subia primeiro e tirava levemente a tampa olhando se não havia guardas, ela subia e adentrava.

Saulo era o segundo e ambos estavam agora dentro do galpão. Ela sabia que teriam de ser rápidos, e ambos só esperavam que asger subisse. Quando chegasse lá em cima o tritão finalmente poderia ver a pequena sala, que tinha um corredor livre a sua frente. Era cheio de lixo por toda a parte, e parecia abandonado naquele lugar.

Ela olhava então para as possibilidade e observando falava. -Os mantimentos ficam a esquerda depois desse corredor.- Falava em um tom baixo para que não chamasse muita atenção de guardas ou qualquer coisa assim. Agora sim estava começando a caçada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySab 2 Mar 2019 - 11:42




XX– Close


O esgoto bem... era um esgoto como todos nós já sabemos, sujo, fedorento e com barulhos estranhos, talvez este fosse mais estranho do que todos os outros, era como um rugido de um crocodilo, mas, não um simples, pois era mais alto do que qualquer outro que já ouvira antes. Mesmo tendo em mente que o barulho do esgoto aumentaria por estarmos em um lugar fechado e devido ao eco, ainda era estranho estar ouvindo um barulho tão alto. Por fim, ignoraria este som no momento, embora também tenha espantado os irmãos.

O lugar dava as suas caras, subiria pelas escadas até alcançar o galpão e começar a ver todos os seus detalhes, um lugar luxoso, mas sujo pelo abandono, a poeira começando a se acumular em meio as paredes. A caçada tinha dado o seu início, teria que ser mais cuidado ainda a partir daqui. Tentar realizar o roubo da forma mais silenciosa possível e não chamar tanto a atenção dos guardas e do membro do clã. – Certo, manteremos a formação, caminharemos em passos lentos, não vamos apressar. Caso ouvirmos algo, tentaremos nos esconder ou se estiver muito perto e forem poucos, tentaremos surpreendê-los com golpes rápidos e que levem a morte ou nocaute. – Falaria em um tom baixo o suficiente para que apenas eles ouvissem.

Meus movimentos seriam lentos e cuidados, tomaria cuidado para não esbarrar em algo, procurando andar de lado em grande parte das vezes para que o meu corpo não se esbarrasse em algum móvel velho ou pisasse em algo errado por perder o equilíbrio, tentaria calcular a distância de uma parede a outra e também ver como que eram os tamanhos dos móveis daquele lugar. Meus olhos estariam sempre atentos para tudo e como havia dito antes, se alguém estivesse vindo de muito longe, tentaria olhar o maior móvel do local e me esconder atrás dele tentando passar despercebido e sem me mover nem um centímetro. Se ele estivesse mais próximo, agiria de modo diferente, tentaria rapidamente sair da cobertura e agarrar o seu pescoço com uma mão enquanto que a outra rapidamente buscaria as suas duas pernas, procuraria com um mão forçar o pescoço o suficiente para que o meu aperto com a outra fizesse que seu corpo desabasse sobre o chão com eu por cima e segurando o seu pescoço. Se isso acontecesse, apertaria com toda força em seu pescoço procurando aplicar todo o meu peso encima dele, com a outra mão tentando segurar uma de suas outras mãos e meus joelhos procurando estar com eles em cima de suas pernas.

Se houvessem mais do que um para cada um de nós, tentaria invés de enforca-lo, pisar com toda a força em cima de seu pescoço ou cabeça e sair para cima do segundo alvo, tentaria posicioná-lo contra a parede, quando tivesse essa posição, fosse rodando por ele ou simplesmente no avanço já estivesse, daria um grande dash para frente, meu ombro a frente e mirando o seu corpo com toda a força e impulso que conseguisse tentando esmaga-lo contra a mesma. E olharia por todo o redor para ver se restava algum inimigo. No caso de alguma das estratégias de combate rápido falhassem e viessem a me atacar, tentaria agir de forma agressiva, não recuaria nenhum passo, movendo o meu corpo para que seus corpos acertassem áreas mais resistentes e caso isso acontecesse, partiria para uma série de ataques destinados ao seu maxilar, no intuito de acertar dois ganchos e um uppercut, sendo o último mais demorado e mais fortalecido que os dois primeiros golpes.



Objetivos:
 
Ombrada:
 
Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySeg 4 Mar 2019 - 6:38

Por dentro do local esperado eles mantinham a formação assim como o tritão sugeria. Era comum que pudessem ter problemas, mesmo que já estivesse pela troca de turnos dos guardas. Eles avançavam inicialmente sem problemas até que o primeiro humano aparecia pela lateral. Vendo ele asger sem pensar duas vezes avançava contra tal criatura e com apenas uma mão o levantava do chão pegando pelo pescoço. Naquele momento o segurança agonizava engasgando com o pedaço de taco apimentado que estava na boca. Ele automaticamente cuspia aquilo nos olhos do tritão e acabava por conseguir ainda a tempo apertar o botão que estava no seu bolso.

Era algo como um tipo de alerta, não tinha feito barulho, mas umas luzes se acendiam. O negócio ficava a mostra e Envy pegava do bolso dele. -Eu não sei desativar isso. Tem muitos botões e um deles pode soar o alarme de som, esse apenas ligou a luz vermelha de alerta, poderia ter sido pior. Temos que ser mais rápidos- eles avançavam com cuidado para dentro da sala que finalmente dava onde tinham os mantimentos, haviam coisas diversas, ração para um dia de viagem não seria problema ali. No entanto por onde sair? O esgoto não era viável para se carregar comida, teriam de escolher uma das portas.

Bem, vendo pelo lado bom eles eram ladrões roubando de ladrões, então ao menos não teriam de lidar com a marinha. Porém eles tinham visto a algum tempo o poder de alguns afiliados a essa organização, e se vacilasse acabariam nessa situação novamente. Saulo então vendo as coisas ali na sua frente colocava dentro da mochila e falava. - Certo, acho que podemos começar a correr por aqui.- No entanto assim que se viravam para voltar ao serviço, dois homens surgiam ali naquele corredor, esses vendo as luzes estavam já muito avisados, usando duas carabinas. O tritão avançava rapidamente contra um deles, porém tomava um tiro bem no meio do peito. Por conta de sua resistência acima do normal, aquilo não causava grandes danos que não fossem uma dor após a pancada.

No entanto o retardava o suficiente para que o homem tocasse o alarme finalmente quebrando um vidro que estava na parede e ativando tal coisa na base do tiro. Porém era tempo que o tritão já estava derrubando o segurança com uma manobra rápida que consistia em segurar o pescoço do inimigo e desestabilizar as pernas dele com um chute, derrubando o alvo e atacando seu pescoço com todo o peso. Aquilo era rápido, e assim o outro homem apenas corria dali. No entanto, eles estavam com uma sorte questionável, afinal, mesmo que fosse um roubo semi-inútil e de poucos ganhos. Eles tinham de sair dali voando, ou seriam alvos fáceis para muitos homens.

Envy sabia o que poderia acontecer se eles não se apressassem e assim alertava. - É melhor sairmos pela primeira porta ou janela que consigamos passar, ou a coisa vai ficar feia pra gente. Esses guardas eram nadas, mas os próximos que virão podem ser bem treinados.- eles tinham uma média de 1 a 2 minutos para sair dali e o que mais precisavam era de uma corrida implacável até a saída mais próxima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySeg 4 Mar 2019 - 20:56




XXI– And Let’s Go Start The Party!


Esses dois dias agitados começavam a perceber como que o mundo estava bem louco, nunca tinha passado por um problema relacionado a pimenta e hoje foi a primeira vez, pois assim que agarrei o primeiro humano que apareceu, o mesmo cuspiu seu taco apimentado em direção aos meus olhos, conseguindo ter tempo para apertar o sinal luminoso antes que o homem sumisse das minhas vistas. Conseguíamos avançar até a sala de suprimentos e as coisas estavam mais fáceis que tirar pirulito de criança, conseguindo uma ração para um dia de viagem sem maiores problemas, mas a nossa rota de fuga não poderia ser novamente pelo esgoto, estragaria toda a comida se fossemos por aquele local.

Bom, Saulo tomava a iniciativa e colocava tudo dentro da mochila e quando estávamos prontos para sair, apareciam dois guardas armados de carabinas, não tinha tempo para pensar em uma estratégia firme e não deu outra, um avanço contra os homens, um deles disparou contra meu peito, apenas um formigamento e uma dor da pancada, mas não sentia que havia provocado um ferimento além daquilo. Infelizmente, não havia sido rápido o suficiente para impedir que tocassem alarme e assim começando a soar, felizmente, um deles havia morrido como o ser humano bosta que ele era, com o seu pescoço quebrado em meus pés, o outro fugia. Envy alertava que deveríamos sair rápido dali o roubo não era dos melhores, apenas um dia de viagem não sobraria nada para futuramente, esperava por algo como uma semana, havia sido uma droga.

- Você tem razão, devemos correr o mais rápido possível para fora daqui. Deixem que eu vou abrindo caminho a frente, pularei pela primeira janela que vier. – E deixaria isso como uma forma literal, correria empurrando portas e dando ombradas em quaisquer que fossem elas, tentando encontrar placas como “Saída” ou simplesmente janelas que dessem para a saída daquela prédio. Pelos conhecimentos de Envy, também deixaria que ela desse as ordens de direções, seguindo por onde ela fosse. Não pararia para lutar contra ninguém, tentando servir como escudo para os meus companheiros e tentando investir contra eles para sair daquele local o mais rápido possível.

Apenas pararia para enfrentar alguém se este fosse um perigo em potencial, ou seja, um membro do clã, mas também apenas se não houvesse uma saída próxima, se não tentaria investir contra ele ou ganhar tempo para que meus companheiros passassem, como? Tentaria fazer um avanço correndo contra ele, esperando estar dois metros para dar um grande salto em sua direção, tentando agarrá-lo ou empurrá-lo para trás e assim liberar um espaço para que os outros passassem. Tentaria me defender utilizando das partes mais resistentes do corpo e colocando elas na frente dos golpes independente do tipo que fosse vir e tentando contra-atacá-lo com golpes rápidos direcionados ao seu pescoço ou maxilar. Se conseguisse realizar o que pensava e Envy com Samuel tivessem passado, tentaria empurrá-lo novamente, dando um chute ou algum impulso que me jogasse para trás em direção a porta e tentaria correr o mais rápido possível.

Independente da forma, se conseguíssemos voltar para as ruas novamente, tentaria me esgueirar para algum beco com meus companheiros e traçar novamente o plano de seguir até o ferreiro da mesma forma que antes. – Devemos correr, não podemos ficar perto daqui. – E novamente tomaria a dianteira, não descansaria e não pararia de correr em direção a casa do ferreiro, ficaria atento com as palavras de Envy caso ela dissesse que algum outro caminho era mais fácil ou sorrateiro e por assim, seguiria junto a ela em direção a casa do ferreiro.


Objetivos:
 
Ombrada:
 
Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptyTer 5 Mar 2019 - 18:03

Asger naquele momento, concordava com a sirena, ele dava as cartas avisando que pularia na primeira oportunidade. Nada mal, afinal estavam no térreo, assustador seria se tivessem no segundo ou terceiro andar. E era provável que ele sobrevivesse fácil a queda, ainda mais com sua capacidade de inflar. No entanto, esse não era o momento para pensar em possíveis enredos diferentes do que se fazia presente ali.

Ele começava a correr pelos corredores coincidência? Eu acho que não... indo de frente com qualquer coisa que aparecesse em seu caminho, primeiro, ele dava uma ombrada numa mesa de bonsais. Como um jogador maluco de futebol americano, jogava ela no teto, fazendo que chovesse terra e raízes, e ainda quebrando ela ao meio. Depois disso a primeira porta. Ela estava aberta, mas por fins de tempo, ele só arrancava ela com o ombro e saia correndo reto, com a porta grudada nele.

Os outros dois iam cobrindo a retaguarda e assim o primeiro guarda aparecia, e com a porta no ombro ele se jogava em cima do atirador que nem sabia como foi atingido. Apenas via a porta e caia desacordado após o impacto. Depois disso mais 5 ou 6 portas e finalmente!!! UMA JANELA!!! Era pra glorificar de pé. O tritão ia com todo o gás saltava e… ficava preso. A janela por algum motivo era pequena demais. Algo que ele teria percebido normalmente, mas de alguma forma ela parecia ter o tamanho certo quando não tinha.

Preso levemente na janela ele apenas ouvia Envy dizendo. -Me desculpe mas… Essa é a única maneira.- e então sentiu as mãos dela empurrando ele pra fora, mas com elas postas sobre as nádegas do marombeiro. Ela forçava o suficiente pra saulo não precisar interferir e assim ele passava. A fuga tinha dado medianamente certo, salvo alguns imprevistos, afinal, não era um lugar muito protegido nem com nada de valor, eles estavam roubando comida.

Porém os guardas avistaram eles lá fora e um deles gritava. -Por ali, eles saíram do compartimento, estão a esquerda do galpão.- eles teriam de despistar esses homens antes de poder seguir para a casa, ou de volta no ferreiro, e imaginar que seria fácil podia ser um erro. Bem… Não era também tão difícil, mas fácil que não ia ser. Lá fora eles poderiam ver que estavam num beco reto, os homens vinham da esquerda, o corredor era medianamente longo. Eles poderiam avançar por ele e mais a frente tem uma encruzilhada.

Na encruzilhada a rota da direita leva para próximo de onde fica o ferreiro, a da esquerda vai pra o porto, claro que este estando muito longe dali. Seguir em frente colocaria eles para a zona mais horrenda de Las Camp, próxima de onde o tritão havia conseguido seu sobretudo. Cabia a ele decidir que rota tomar e tentar despistar seus inimigos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Everybody Ye Ye Ye - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 EmptySab 9 Mar 2019 - 23:07




XXII– Highway to hell!



Imaginava que quando os alarmes soassem os homens teriam aparecido com maior velocidade e o que me deixava surpreso era que isso não acontecia, várias portas a frente sendo derrubadas e sequer havia visto, tinha ouvido o grito de algum, mas não tinha percebido quem fosse que estava gritando. Ao achar uma janela, era surpreendido novamente pelo tamanho dela que parecia ser maior, só que quando pulava, acabava entalado e deixando uma cena embaraçosa, com Envy tendo que empurrar a minha bunda para desentalar e cair por ela. Quando olhávamos para trás, conseguíamos ouvir os homens gritando que haviam nos encontrado, estávamos em beco com algumas saídas logo a frente, deveríamos sermos rápidos para sair daquele lugar sem que fossemos seguidos.

- Vamos pela direita, direita sempre! – Falaria em um tom alto o bastante para que os meus companheiros ouvissem e os outros não e então voltaria a correr pelo beco, procurando manter-me atento para emboscadas ou coisas que pudessem ser jogadas por cima para nós, tentando defender os meus companheiros colocando o meu corpo na frente do objeto que apresentasse a queda. Em outro caso, tentaria também me manter atento ao que estivesse a frente, tentando deixar um rastro de destruição para que os que viessem atrás tivessem maiores complicações como jogar barris para trás, mesas ou o que fosse e assim conseguíssemos uma maior distância deles.

Se notasse algum inimigo em nossa frente, usaria a mesma tática da ombrada que havia utilizado antes nos corredores, não me importando quem fosse ou com que arma estivesse, apenas tentando proteger os meus olhos com o outros braço para que não viesse a ser acertado em um ponto frágil e assim conseguisse aplicar a ombrada. Caso os meus companheiros tivessem alguma dificuldade em estar me acompanhando, seja pelo menos rastro ou inimigos, tentaria agarrá-los rapidamente e jogá-los para a frente, tentando manter eu como o alvo principal.

Das mesmas formas que antes, se viesse a ser acertado de alguma maneira, apenas tentaria esquivar o meu corpo para a área mais resistente e tentar contra-golpeá-lo com um soco ou golpe que tirasse o da minha frente ou empurrasse para que pudéssemos continuar sem grandes problemas a nossa fuga. Notaria também se os meus companheiros sabiam algum atrapalho ou caminho mais estratégico ou o que fosse que nos pouparia tempo e conseguiríamos sair daquele local despistando os nossos inimigos. Se tivéssemos a sorte para tal, me encaminharia direto para o ferreiro, esperando encontra-lo em sua forja, ou caso Envy tivesse uma ideia melhor, seguiria ela.


Objetivos:
 
Ombrada:
 
Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Everybody Ye Ye Ye   Everybody Ye Ye Ye - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Everybody Ye Ye Ye
Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: