One Piece RPG
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P] Nash
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor TsubasaNash Hoje à(s) 13:40

» ~ RESET ~
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Jin Hoje à(s) 13:35

» [Kit - Garou]
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Ainz Hoje à(s) 12:06

» V - Into The Void
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:03

» Mini - DanJo
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor DanJo Hoje à(s) 02:51

» Crisbella Rhode
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 02:48

» A Aparição de Mais Um Meio a Tantos
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Wave Hoje à(s) 00:53

» O vagabundo e o aleijado
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 00:40

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:16

» O Legado Bitencourt Act I
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Faktor Ontem à(s) 22:16

» Apenas UMA Aventura
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Van Ontem à(s) 17:49

» Bellamy Navarro
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Greny Ontem à(s) 12:43

» Unbreakable
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor Ainz Ontem à(s) 11:55

» (Mini) Gyatho
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Bizarre Adventure: Black Dog

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Ventus
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 15/12/2013

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyDom 06 Jan 2019, 21:48

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sweet Dreams (Funk remix!)

- SrSider -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O trajeto tinha sido tranquilo mesmo levando Vince conosco não parecia ter mais ninguém suspeito na nossa cola e ao mesmo tempo o gangster não parecia tentar nada naquele momento para fugir, talvez ele já tivesse desistido de lutar contra nós e agora apenas seguia com a maré aceitando as consequências de suas escolhas mas ainda assim não era bom baixar a nossa guarda, a qualquer momento ele poderia tentar da uma de esperto e escorregar por nossas mãos. Enquanto seguimos o caminho para as docas eu e Shantall conversamos sobre coisas que poderiam parecer bobas mas que na verdade eram muito importantes, pelo menos para mim, por fim das dúvidas era bom saber que a mulher compartilhava da minha visão otimista sobre a minha aparência, já podia sentir as minhas bochechas ficando mais coradas, quando ouvi ela falar sobre o meu estilo eu apenas levei uma das minhas mãos para o meu peito e a olhei de uma maneira dramática.  - Um nobre como eu sendo visto como um criminoso… Como ousa! - Diria de uma forma completamente melodramática antes de deixar escapar uma gargalhada travessa, momentos assim de descontração eram importantes mesmo que breves, eu poderia estar me fazendo de bobo mas valia o risco para lembrá-la que eu estava do seu lado e que nem tudo tinha que ser sombrio e tenso.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Nossa caminhada se estendeu mais e mais até chegarmos ao nosso destino, a chuva ainda caía forte mas não era aquele temporal que iria nos impedir, estávamos prontos para a nossa incursão e para nossa sorte o porto naquele momento não parecia estar tão protegido assim, talvez fosse pelo temporal ou pelo horário mas não parecia ter guardas ali ou algo no gênero pelo menos não que eu tenha percebido, Akoh seguiu na frente farejando enquanto deixávamos o nosso guia ir logo atrás do cão para nos certificarmos que não cairíamos em uma armadilha ou que fossemos pelo caminho errado. A iluminação no interior do túnel era um tanto precária, mesmo com as tochas acesas o local só possuía iluminação o bastante para evitar o total breu naquele ambiente. ~ O lugar é mesmo perfeito para armadilhas... ~ Pensava eu já bem mais sério do que durante a caminhada até ali, o território inimigo era traiçoeiro e se não tivesse cuidado nós podíamos acabar emboscados, não queria esse peso em minha consciência.

Seguimos mais adentro naquela DUNGEON até eu notar que o local mudava aos poucos parecendo uma pouco mais largo que quando entramos e mesmo com a iluminação decadente que tínhamos a disposição fomos  capazes de notar o buraco no chão, eu obviamente fiquei surpreso ao ver aquilo. ~ Só pode ser sacanagem... ~ Franzindo as minhas sobrancelhas eu demonstrava um pouco do meu espanto e da minha surpresa ao ver aquilo, imaginava sobre como passariamos por aquela buraco mas foi quando ouvi o comentário de Shantall que eu realmente fiquei desacreditado. - Er… Eu não tenho certeza se é assim que geologia funciona… Pera a quanto tempo explora cavernas, não, esquece vamos focar... - Respirei fundo tentando recuperar a minha calma já que aquele não era o momento para tais perguntas e comentários, eu encarei o buraco tentando enxergar o seu fundo digerindo a ideia de pular dentro dele, sinceramente a cada segundo que eu passava encarando a ideia me parecia cada vez mais válida, era como se fosse um daqueles momentos em que você olha para o precipício e ele te olha de volta em uma disputa para ver quem pisca primeiro, a ideia de Shantall era tentadora mas quando ela me olhasse só me veria encarando o buraco com as estrelas brilhando em meus olhos, como eu tinha sido burro em pensar que poderíamos contornar o buraco… A solução era bem mais simples, bem mais divertida.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Me viraria com um sorriso malicioso fitando Shantall demonstrando um pouco de um olhar com segundas intenções, um olhar repleto de luxúria mas com um fundo de travesso como de alguém prestes a executar uma pegadinha após muita provocação. - Yare yare dawa… Você confia em mim? - Diria de uma maneira máscula e antes de ouvir a resposta dela eu já pegaria Akoh o colocando no colo dela, com um braço eu seguraria o ombro de Vince enquanto o outro rapidamente iria passar pela cintura da loira e a puxaria em minha direção de uma forma que nossos corpos ficassem colados um no outro. - Seguresse firme... - A mão no ombro de Vince o empurraria de uma forma que ele caísse no buraco de barriga para baixo. - Essa é a hora que você grita Vince! AHAHAHAHAHA - Vociferava ainda o segurando e seguindo logo atrás dele, a mão que antes estava no ombro dele agora seguraria no colarinho do homem ou na coleira, Shantall que estaria sendo segurada com o outro braço seria posicionada sentada no meu colo e no colo dela estaria Akoh, o plano era usar o nosso prisioneiro como trenó em queda livre e tentar conduzir ele pela coleira ou pelo colarinho. - SENHORAS E SENHORES MANTENHAM AS PERNAS E BRAÇOS DENTRO DO VEÍCULO DURANTE A VIAGEM AHAHAHAHAAAAAA! - Gritei enquanto dava uma grande gargalhada daquela situação, se aquilo era um escorregador então agora estávamos em uma montanha russa e aquela parecia a forma perfeita de eu não zoar com as minhas roupas ou com as da Shantall.

Lembra quando mencionei que os pequenos momentos de distração eram importantes para a sanidade humana? Aquele momento era um desses, continuaria rindo com todo o ar de meus pulmões enquanto meus braços seguravam os demais, um deles serviria como um cinto de segurança na cintura de Shantall a colando comigo para impedir que ela caísse, o outro braço seria utilizado para puxar a coleira de Vince de uma lado para o outro como um volante enquanto direcionava o peso do meu corpo para o lado proporcional àquele puxado na coleira, a intenção era manter o nosso trenó humano afastado de rochas e qualquer outro obstáculo que pudesse aparecer em nosso caminho, a não ser que fossem inimigos aí nós passaríamos com tudo por eles, sendo possível uma queda do trenó eu ainda tentaria segurar todos e os puxaria para próximos do meu corpo para tentar impedir que fôssemos jogados para longe um dos outros, em casos de curvas eu tentaria não só direcionar o meu peso como também o peso da Shantall sobre mim para facilitar as nossas manobras puxadas no “volante”, de resto eu tentaria fazer com que fôssemos o mais rápido possível para o nosso destino inclinando um pouco do meu corpo para frente. Era possível que eu não enxergasse nada naquele buraco por falta de alguma fonte de iluminação, neste caso eu não podia fazer nada se não rir e gritar o mais alto que pudéssemos porque agora estaríamos na mão de Deus. - HAHAHAHAHAAA A GENTE VAI MORRER KKKKKKKK - Gritaria já sentindo a adrenalina em meu peito enquanto já começava a chorar de tanto rir, não acreditava de fato que iríamos morrer ali daquela forma, ia ser uma morte estúpida e guardo para mim a crença que estava destinado a coisas grandiosas demais para morrer em Shells Town.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Quando e se chegássemos no fim daquela montanha russa natural eu provavelmente ainda estaria com a adrenalina correndo em minhas veias e graça da minha gargalhada divertindo a minha mente com aquela situação, uma risada infantil e jovial enquanto ainda estaria sentado em cima de Vince e com Shantall em meu colo a esquecendo por um breve momento que era eu aquele que a segurava junto a mim, a risada iria morrendo aos poucos e meus olhos se encontrariam com os da loira por um momento a encarando por alguns segundos antes de eu lembrar que tinha soltar ela, limparia a minha garganta quase como se tivesse um pigarro em minha garganta, vamos dizer que eu poderia ficar um pouco envergonhado em perceber que tinha deixado ela sentada no meu colo mais do que era necessário e por isso temia ter passado uma mensagem errada para a mulher, não queria ser confundido com um pervertido - Foi mal… - Soltaria ela deixando que ela se levantasse e então me viraria para o Vince que provavelmente poderia ter sido o nosso trenó por toda a viagem. - Isso foi divertido, espero que não tenha se machucado... - Após me levantar ajudaria o criminoso a ficar de pé já que ele estava preso, não sabia o que exatamente ele já tinha feito servindo o Capra e o que ele poderia ter feito para a cidade mas ele estava me ajudando agora então eu não tinha motivos para ser um completo babaca com o prisioneiro.

Me agacharia por um momento para acariciar Akoh e aproveitar do momento para ver se ele estava bem. - E ae meu garoto, você está bem? Aquilo foi bem louco né… Essa é a nossa vida de aventuras amigão... - Diria enquanto acariciava abaixo do queixo do cãozinho e lentamente seguiria descendo com a minha mão até a barriga dele onde eu continuaria com as carícias, eu parava de gargalhar mas ainda teria um sorriso em meus lábios, podíamos estar ali em meio do território do inimigo mas no fundo eu sabia que iriamos ficar bem, EU me certificaria de que todos iriam ficar bem nem que eu tivesse que me sacrificar por isso. - Todos estão bem? Podemos continuar? - Me levantaria parando com o carinho e olharia para o Vince e Shantall me certificando pela última vez de que ambos estavam bem ou pelo menos inteiros antes de continuarmos com o nosso avanço.



- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyQua 09 Jan 2019, 21:10


Snowboard Humano, sem neve.

Ao ver o grande buraco, o garoto estava de inicio pensativo, geologia? Não isso não existe aqui… Mas seja como for, ele aos poucos sentia o quão divertida a ideia poderia ser, a ideia de escorregar por as paredes daquela fenda era simplesmente incrível. Ele claramente excitado com a ideia já aceitava prontamente começar. Porém seu olhar malicioso se colocava olhando a loira, ele tinha aquela cara de quem vai fazer algo muito errado. -Que cara é essa Jojo? Eu conheço esse tipo de sorriso, tá pensando em que agora?- Falava ela com um jeito meio desconfiado, porém as palavras do rapaz pareciam sérias, coisas sobre confiança, talvez ele planejasse algo estranho.

Pra ela o pensamento era simples, uma caverna escura, uma moça bonita… Um presidiário… Não pera, esquece essa parte do meliante… Era um pensamento divertido. Jones então entregava o cachorro para a moça, e a puxava pela cintura, a fazendo corar na hora. - [color=violet] Nossa é… Você pensa nisso aqui? E com o floco de neve olhando?- sim ela já tinha colocado um apelido no cachorro que agora lambia a bochecha dela. Porém não demorava muito até que ele pegasse o homem e dissesse essa é a hora que você grita. Ela ficava confusa, ao ver que ele empurrava o cara de barriga, porém a ideia é… Ele devia estar se livrando dos empecilhos.

No entanto, ele simplesmente pulava começando a usar o homem de Snowboard, prancha de surf, ou qualquer coisa assim. Subindo na cacunda dele enquanto se segurava na moça e com o cachorro, ele começava a gritar, e a moça surpresa com aquilo tinha um grito inevitavel.-HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA- Ela com toda certeza tinha sido pega completamente sem preparação, e a queda livre a fazia ter um choque. O meliante no entanto, estava desmaiado, ele nem sequer gritou, apenas desmaiou de medo quando entrou em queda livre.

Jones no entanto agora segurava a coleira que tinham colocado no homem para poder se manter firme sobre ele, enquanto que o cachorro latia lambendo a moça, Jones se divertia mais que tudo, tratando aquilo realmente como um veículo, a velocidade ia aumentando enquanto, o circuito ficava mais complicado. E curvas apareciam e também giros que praticamente colocavam eles de cabeça pra baixo quando começavam a fazer o percurso. Era interessante pois ele brincava com o conceito da possibilidade de morrer, ele gritava eu iriam, mas não acreditava nisso. Aquela bela proeza de morrer nos blues que todo mundo sempre sonha? Não pera.... Eram quase 3 minutos sem parar por um segundo descendo, subindo, girando, fazendo curvas, em um percurso absurdamente louco, até que no fim, vinha o momento mais emocionante…

Naquela hora, era possível ver a saída, em uma subida grande que provavelmente os lançaria pra cima alguns metros. A velocidade que eles escorregaram era suficiente e não só isso, ela claramente fazia eles serem lançados para cima. Caindo a mais ou menos um metro e meio da entrada. Shantall estava incrédula ainda, e gritava durante todo o salto, apesar de ter feito aquilo várias vezes, era a primeira vez que ela se divertia. A loira jamais tinha pensado que poderia sentir prazer em uma cena como aquela, a jovem ainda estava sentada no colo de Jones e bem nenhum dos dois notava isso naquela hora, até que o clima de risadas ia diminuindo até ele ver ela ali ainda. Ele então ficava corado naquele momento falando um tranquilo “Foi mal”, ela parecia não se importar, mas evitava entrar em detalhes e se levantava tirando a poeira que tinha acumulado nas roupas.

O cãozinho pulava nos braços dele e começava a lamber seu rosto e estava muito feliz abanando o rabo todo o tempo. Já quando ele checava o vilão… Ele estava com os olhos brancos e sem vida, enquanto babava pela boca. Nesse momento ele acordava gritando. -haaaaaaaaaaaa satan por favor, me deixe voltar, eu fui mal mas mereço segunda chance, eu prometo que não vou mais sair com moças que tem namorado. EU JURO!!!- O homem claramente devia ter um histórico horrível com isso, afinal esse parecia ser o maior problema da vida dele. Fosse como planejado ou não a camisa dele estava rasgada, e tinha diversos arranhões pelo bucho todo. Mas estava em condições de seguir. Desse modo todos de pé, a ordem de marcha era restabelecida por Jojo.

Porém o que ninguém saberia é que o motivo do grande ódio dele estava logo à frente, um homem gordo de em média 3 metros, mas isso era irrelevante… Ele vestia as mesmas roupas que Jojo, sim exatamente as mesmas, porém com um tamanho maior, era esse o motivo de ele ser confundido? Seja como for o inimigo parecia forte, e não tinha só ele, haviam mais 3 ou quatro homens ali, os outros vestidos como gangsters mais comuns. - Porra, aquele cara ali ta vestido igualzinho a você e tá olhando pra cá. Eu cuido dos outros punks magrelas ali, e você acerta as contas com o cara “estiloso” ali que acha?- alava Shantall claramente segurando o riso para com a situação.

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 74
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 24

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyTer 15 Jan 2019, 22:39

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mother fucker, don’t play with me!

- Halsey -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Era possível perceber uma breve surpresa ou talvez dúvida no olhar de Shantall, não entendi muito bem o que ela imaginou o que fosse acontecer mas ignorei os comentários dela citando o novo apelido de Akoh e segui nós jogando buraco abaixo, a melhor ideia que tive neste dia, nossos gritos ecoavam quase com uma sincronia bizarra e uma mistura de timbres engraçada, estranhamente o Vince não gritava, não reagia e nem nada, acho que estava errado sobre ele já que o cara desceu ladeira abaixo como uma prancha sem dar um PIU. - MUITO BOM VINCE! VELOCIDADE TODA A FRENTE! - Eu estava quase sendo obrigado a elogiar ele já que estava desempenhando um ótimo papel de prancha ou snowboard. ~ Está tão fácil de conduzir que parece até que ele está inconsciente! ~ Um hora estávamos descendo, outra subindo, quando demos conta estávamos em um loop, era uma montanha russa repleta de emoções, gritos e latidos.

Chegou certo momento em que era possível ver uma luz no fim daquele túnel, o fim de nossa jornada pelo buraco, de acordo com que a luz ia crescendo com a nossa proximidade um certo sentimento de ansiedade iria crescendo com expectativa do que poderíamos encontrar ali, inimigos, armadilhas, um labirinto, não era como se ansiasse por algo do gênero, não nego meu gosto por aventuras mas longe de mim querer arrastar Shantall e Akoh para o meio do perigo comigo. Quando me dei conta ainda naquela incrível velocidade em que havíamos deslizado agora estávamos suspensos no ar caindo e logo em seguida quicando na terra, era divertido passar por aquele momento sentindo a adrenalina correr em minhas veias, imaginava a história que aquilo daria e se algum dos meus irmãos sequer conseguiam experienciar tal sentimento em uma mesa de escritório, para minha alegria estavam todos bem e Akoh pareceu especialmente animado com a brincadeira de surfe no vagabundo, o cachorro pulava em meus braços e lambia o meu rosto me enchendo com seus beijos que só me faziam rir mais só que dessa vez de uma maneira mais suave e relaxa, quase como uma risada infantil. - Ok rapaz vai com calma hahaha… Pera, Shantall vai ficar com ciúmes assim. - Terminava o segurando e o colocando de volta no chão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ao checar o Vince eu finalmente entendi que na verdade ele tinha ficado inconsciente durante a nossa viagem devido a maneira que ele despertava naquele momento, ele era o único que tinha se ralado entre nós, suas vestes tinham sido destruídas mas ele não parecia muito mal ou pelo menos não comparado ao estado que Shantall planejava deixá-lo antes dele concordar em nos ajudar.. - Satan? Você ficaria feliz se eu fosse ele, não meu amigo, eu sou Johnny Jones e você está sendo castigado pela sua filiação com esses criminosos... - Dizia com uma das minhas mãos sobre o ombro de Vince, com um sorriso eu faria uma pausa em minhas palavras e começaria a tirar a poeira sobre as roupas do meu prisioneiro com tapas leves. - Fica calmo, amigo… Seu papel aqui está quase acabando, só mais um pouco e você vai estar livre como um pássaro, ou não, vai depender do seu desempenho aqui. - Pararia de tirar a poeira sobre ele mas não executaria mais nenhuma ação de apoio para com o Vince se não empurrá-lo para o forçar a andar.

Era então que eu ouvia a loira falando algo sobre alguém se vestir igual a mim, de primeira eu não entendia muito bem o que ela queria dizer ou talvez subconscientemente eu não queria entender aquilo, me virando em direção a loira comigo já esquecendo sobre o prisioneiro eu olhava para onde ela mirava e lá eu vi aquela monstruosidade. - Você só pode estar brincando! - A indignação era quase palpável em minha voz, começava a dar passos à frente do grupo começando a caminhar na direção dos inimigos. - Não, não, não, não! Isso tá errado, porra! - Eu não podia acreditar naquilo, era por causa daquilo que  eu estava sendo confundido como membro da gangue? - EI VOCÊ, O GÊMEO DO MAL, OLHA EU AQUI! - Começaria a abanar os braços chamando a atenção para mim que naquele momento estaria mais avançado que o restante do grupo que com alguma sorte eles talvez não teriam sido notados ainda. - Você não tem o direito de usar essas estrelas, seu cuzão! Essa banana é personalizada, onde você arranjou uma? Essas roupas só podem ser falsas! - Parte da minha indignação era o fato de eu tentar me expressar não só com palavras mas como também no meu visual, cabelo e etc, as roupas que eu vestia naquele momento eram parte da minha ID, uma maneira de expressar o meu atual eu e aquele filho de uma copiadora estava roubando parte dessa ID e fazendo atos hediondos com os quais eu não concordava, era quase como ver um roqueiro assassino e satanista que suja a imagem de todo um grupo de pessoas satanistas de bem, outra parte da minha reação era chamar atenção, talvez abrir uma janela para furtividade de meus colegas apesar de não ter esperanças da Shantall pegar tal mensagem já que não combinei nada com ela previamente por culpa da minha irritação.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Os quatro VAGABUNDOS ai podem se poupar da surra que eu vou dar em vocês, é só se renderem e falar onde está o Capra! - Minha voz em todo o diálogo até então soaria como uma clara ameaça e repúdio pelo grupo em um tom mais alto buscando sempre chamar atenção para mim, apesar das palavras eu já imaginava que não teria rendição e no fundo eu também não queria que se eles rendessem só com aquilo, Shantall tinha falado que eu poderia pegar o meu gêmeo malvado então era isso que eu iria fazer, ignorando os demais, eu avançaria o resto do trajeto correndo em direção ao grandão, se alguém tentasse me acertar durante a corrida eu buscaria saltar para o lado oposto a origem do ataque mas não iria parar de correr, naquele momento eu seria um Pokémon utilizando o ataque rápido, indo para um lado e depois para o outro mas manteria o alvo em vista pois era para frente que eu deveria ir, se preciso eu abaixaria meu tronco buscando reduzir o alvo de meus oponentes ao perceber que eles miravam em mim.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se eles não quisessem se render então a única opção era o combate e o único resultado aceitável era a minha vitória, alcançando contra o grandão eu já me preparava para um pequeno salto que o intuito seria apenas levantar o meu corpo quando estivesse na frente de meu oponente para ser capaz de alcançar a cara do meu doppelganger mirando acerta um jab de esquerda no rosto dele, nesse golpe eu também tentava jogar o meu peso contra o oponente durante o salto de uma forma que eu caísse pudesse cair em cima dele, caso eu conseguisse fazer o meu oponente cair então eu tentaria ficar em cima dele em uma postura montada para que assim eu fosse capaz de transferir mais alguns golpes contra ele, se porventura o meu gêmeo maligno não fosse derrubado então eu tentaria abraçá-lo passando o meu braço não utilizado por cima da clavícula do meu oponente enquanto as pernas iriam buscar se prender ao redor do tronco do mesmo, sim eu queria grudar nele igual um carrapato tendo eu acertado ou não o primeiro jab! Golpear de perto e manter a luta entre eu e ele, isso evitaria dele mirar em outras pessoas e talvez evitar que demais oponentes mirassem em mim podendo temer acertar o colega. ~ É ASSIM QUE EU ESPERO PELO MENOS! ~ Se tivesse sucesso em me manter preso ao vilão seja da maneira que fosse eu tentaria descer cotoveladas contra a cabeça do meu oponente, se ele bloqueasse então eu tentaria mirar na clavícula enquanto eu praguejava a cada ataque. - Copia…. Isso! - Cada cotovelada era acompanhada de uma ofensa. - Toma…. Filho…. Duma… Cadela…. Cadê o Capra… Teu amante! - O esquema era abalar o psicológico assim como o físico.

Contra um oponente grande como aqueles eu não tinha muita confiança em meu bloqueio e por isso eu focaria em táticas evasivas caso ele contra atacasse, como ainda não sabia muito bem o estilo de luta de cada um dos oponentes eu precisava ficar atento e aberto a qualquer possibilidade, se o grandão copycat tentasse me alvejar do tronco para cima eu ficaria com o básico tentando movimentar o tronco com um certo gingado de boxeador, movimentando o meu centro de gravidade para longe do perigo mirando ir para o lado oposto ao ataque para que assim eu pudesse me aproveitar de uma possível abertura gerada pelo meu oponente com um jab utilizando da minha mão que tivesse melhor alcance no momento, se ele tentasse mirar algum golpe do tronco para baixo então eu tentaria dar alguns passos o mais rápido que eu pudesse para trás buscando logo em seguida avançar contra o oponente na maior velocidade possível e executar dois jab sendo o primeiro um de esquerda no peito e o segundo de direita no rosto.

Se eu não tivesse conseguido me manter sobre o oponente então eu tentaria ficar de pé na frente dele para poder bolar um novo plano de ataque, mas se tivesse sido ele que me pegou ao em vez do contrário devido ao tamanho colossal de meu oponente então eu tentaria chutar, socar, espernear aleatoriamente mirando golpes randômicos contra o meu clone, não era o plano mais belo e mirabolante do meu baralho mas umas dedadas no olho, soco nos dentes, chute no saco e torção de mamilos ainda poderiam ser movimentos efetivos contra uma possível captura. - Por essa você não esperava né!? Isso é briga de rua, bitch! - Diria caso fosse obrigado a utilizar de tais recursos e claro tivesse obtido sucesso em me desvincular de meu oponente.


- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptySab 19 Jan 2019, 19:37


Um grande inimigo.


Graças ao vilão que haviam prendido a pouco tempo atrás, tudo parecia muito mais tranquilo e fácil, afinal apesar de todo o tobogã de terra por qual tinham de passar, não teriam eles nenhum arranhão ou machucado, graças a idéia do snowboard humano e bem, o mesmo não poderia ser dito de Vince que havia sofrido uma pelo grupo, o homem certamente estava dolorido, era expressado fácilmente pelo seu olhar, seu rosto e claro... Pelos seus ferimentos e roupas rasgadas, seu bucho deveria estar mais vermelho do que marte naquele momento e estar em carne viva não seria surpreendente, o homem olhou para Jones, quase como se o próprio diabo lhe fosse misericordioso, ou quase como se pedisse por isso com seus olhos, que pareciam dizer" Por favor cara, eu já tou todo ferrado, não me ferra mais não." ou algo do tipo, o homem recuava um pouco com os tapas leves, por mais que fossem para ajudá-lo, em um clara expressão de dor. O homem pareceu mais colaborativo depois das palavras de Jones, poderia recusar tal oferta?

O grupo de mal encarados que se colocava a frente deles tinha um destaque e esse era o doppelganger de jojo, em uma versão gorda, parruda  e de próporções de tamanho enorme, o homem olhava para jojo e quase como se retribuísse as provocações ou a indignação o homem retrucava - Como assim fizeram uma versão minha desnutrida? Essas roupas não deveriam ser feitas pra qualquer um, vou quebrar a loja daquele velho quando ele falar que é exclusiva...- Dizia o homem encarando jogo, onde abriria ambas as pernas e braços de modo que poderia ocupar uma área enorme com suas proporções  Como em um simultâneo, Shaantal teria avançado contra o grupo, junto ao rapaz e com isso dividia a atenção dos outros três punks magricelos que pareciam tentar focá-la, acima do rapaz, enquanto ela teria se afastado da luta que os dois poderiam ter, levando para longe também os homens que a perseguiam como mobs de um Ai muito porco levando taunt. O movimento de JOnes então se resolvia, em um primeiro momento parecia que sua aceleração era mais  veloz que a do seu gêmeo maligno, pelo menos quanto a sua defesa e com isso o jab teria encaixado perfeitamente o fazendo dar um ou dois passos para trás, mas mantendo-se firme e naquele momento, não deixando que Jojo pudesse cair o homem fechou ambos os braços como em um abraço de urso, fazendo com que Jones pudesse sentir uma imensa pressão vinda por part dos braços do homem que o pressionava contra o próprio corpo.

O que o homem não poderia esperar no entanto era a reação do rapaz, que se rebatia e tentava alcançar  golpes baixos diversos, seus braços eram apertados e suas pernas estavam longe de acertarem as bolas de ouro da sua versão supernutrida, mas havia ali um erro mortal, as mãos de Jones estavam próximas dos mamilos do homem que dada sua proporção tinha quase o tamanho de tomates, para que ele torcesse e com um giro um grito teria vindo, antes que o grandão jogasse para longe Jones, que poderia cair muito bem em pé.- FILHO DA P***- Dizia o homem sem classe nenhuma em relação a ação que havia sido feita a ele. Vince parecia bem quieto, não parecia que atrapalhar seria a melhor opção para ele, não queria apanhar mais e sua situação era uma boa desculpa para que não o acusassem de traição, caso o seu lado vencesse, era como se o diabo lhe sorrisse de algum modo. O Grandão assumia então uma postura onde ele arqueava as pernas em formato de arco e flecha e mantinha a palma aberta a frente de seu corpo, em uma postura que parecia muito ser a de sumo ou um estilo parecido. O homem não era rapido para defender, mas era pra atacar, algo que deveria atentar-se.

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 


Última edição por Senshi Akuma Yundi em Qua 23 Jan 2019, 04:45, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 74
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 24

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyQua 23 Jan 2019, 00:57

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Vamos agarrar!

- Gorila & Preto -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O meu desgosto por aquela situação estava mais que claro, para minha surpresa o grandalhão insistia em fingir uma surpresa ao me ver vestindo de tais roupas, afinal era como se ele não soubesse que estava roubando o meu visual, a minha marca e tentando ser eu. ~ Uma versão desnutrida!? Já chega… Esse cara vai cair e vai ser agora! ~ Deixando a irritação evidente em meu olhar eu avancei contra o doppelganger já me preparando para saltar em sua direção, talvez pelo seu grande tamanho o meu oponente não pareceu ser capaz de me alcançar em quesito de velocidade o que me deu a iniciativa de movimento, saltando alto o suficiente para alcançar o seu rosto eu conseguia acertar um jab no grandão o que já era o suficiente para fazer florescer uma certa confiança sobre aquela luta. ~ Esse cara não é oponente para mim, pode fingir que sou eu mas nunca vai alcançar o original... ~ Antes mesmo de concluir o pensamento e seguir com a sequência de movimentos eu pude perceber os braços do meu gêmeo do mau se aproximando. - .... Oh-ou.. - Quando dava por mim estava sendo envolvido em um abraço e não aqueles do tipo carinhoso que eu gosto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Desgraçado me solta! Eu não tô aqui para abraços! - Comecei a gritar enquanto me debatia e tentava morder alguma coisa mas acabava apenas fechando meus dentes contra o vento enquanto eu continuava a praguejar. - Nhac* nhac* Foi chutar a tua bunda colossal e a do Capra para o mesmo buraco! Nhac* nhac* - Me debatia e movia quase como uma enguia tentando morder alguma coisa, minhas pernas chutavam o nada e a pressão exercida sobre o meu corpo era grande, a dor gerada era nauseante criando a sensação de impotência, precisava me desvincular daquele abraço antes que perdesse todo o ar de meus pulmões ou fosse partido em dois. ~ Não… Eu não posso perder aqui, mal cheguei na porta do covil desses caras… Meu objetivo é derrubar o chefão, não posso perder aqui! ~ A região das minhas bochechas e a ponta de meu nariz começava a corar mas não pelo sentimento de constrangimento ou de lisonjeio mas sim pela dor, foi quando em minhas mãos eu comecei a sentir algo mais chamativo. ~ Hm… Isso é? ~ Antes de ter certeza dava uma leve apertada até notar que estava segurando um mamilo do tamanho família. ~ Sem chances que isso é… Meu Deus, é isso mesmo! ~ Com um estalo em minha mente um sorriso maléfico surgiu em minha face.

Respirando com dificuldade devido a grande pressão eu torci os imensos mamilos do homem colossal que imediatamente praguejou em meio a sua dor, obviamente a sua dor era o meu prazer o que me fez continuar com a fala que já tinha planejado. - Por essa você não esperava né!? Isso é briga de rua, bitch! - O sorriso provocativo continuava em meu rosto enquanto o oponente assumia sua postura de luta, algo marcial e disciplinado para alguém de seu porte, como o sumo aparentemente, o meu no entanto era algo mais rústico e livre, meus antebraços estariam posicionados na altura do rosto enquanto uma perna estava levemente a frente da outra enquanto ambas estariam flexionadas para uma melhor aceleração, por um momento com o meu punho direito eu apontaria o dedo polegar em minha direção. - Eu sou Johnny Jones, grave esse nome pois é o nome do cara que vai te fazer ver estrelas! - Voltando a minha postura eu começaria a correr contra meu oponente mas não avançaria com toda a minha velocidade, se fosse possível quantificar o nível de uma corrida eu diria que estava dando ali apenas cinquenta por cento do meu potencial naquela disparada, isso porque meu oponente também podia tentar disparar contra mim e como ele era maior que eu e seu estilo era propenso a isso eu não queria arriscar um bloqueio contra um golpe de corpo e sim uma esquiva, percebendo que ele avançaria contra mim eu tentaria usar minha noção de tempo para usar o restante do meu foco e de minha stamina para disparar para a esquerda tentando deixar espaço para que meu oponente siga o caminho acertando o nada.

Caso eu fosse o primeiro a chegar nele antes do homem tentar disparar contra mim eu ainda assim buscaria ficar atento a um movimento de resposta contra a minha investida, nesse momento seria quando eu iria voltar a focar em minha esquiva mas não desistiria do espaço conquistado entre eu e meu inimigo, como esquiva eu tentaria me abaixar o mais rápido que pudesse flexionando um de meus joelhos enquanto a outra perna deslizaria para o lado buscando uma resposta de esquiva mais veloz (algo como  isso) o contra ataque dependia do meu joelho flexionado pois caso eu fosse capaz de desviar do golpe de meu oponente eu tentaria rapidamente inalar o máximo de ar que eu fosse capaz para conseguir forças e me levantar com a perna do joelho que tinha sido flexionado em um grande supetão enquanto o meu punho direito alvejaria em um gancho de baixo para cima mirando o queixo de meu oponente com um grande “ORA!” sendo brandido durante o movimento.

Na conjuntura do meu oponente ter avançado contra mim durante a investida e eu ter conseguido desviar do mesmo, eu tentaria me manter próximo da minha cópia para pelo menos tê-lo em meu alcance, meu primeiro movimento seria pular contra as costas do meu oponente assim que ele passasse por mim e tentar prendê-lo em um mata leão envolvendo o pescoço dele com um dos meus braço enquanto o outro apertava e prenderia o primeiro braço, a intenção ali era asfixiar o oponente ao ponto que ele desmaiasse, com as minhas pernas eu tentaria envolver o corpo do meu doppelganger para ganhar mais estabilidade e me fixar bem no corpo dele, tentaria resistir qualquer impacto contra a parede ou solo, como um cowboy no rodeio eu tentaria resistir o tempo necessário enquanto tentava desmaiar o meu oponente no mata leão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Não podia descartar também a possibilidade do meu clone ser capaz de interceptar a minha investida de alguma forma, o importar era realçar que meu objetivo contra ele não era arriscar um bloqueio, o homem era bem maior que eu e logo possivelmente mais forte no quesito de força bruta, com isso em vista eu buscaria me focar na esquiva sempre tentando dar passos em direção oposto a direção de origem do ataque do inimigo, assim como os passos que ainda não seriam de um bailarino eu também tentaria mover o meu corpo de acordo com o ritmo do combate para evitar possíveis ataques gingando o corpo para a esquerda, direita, para baixo, qualquer direção que pudesse indicar um boa esquiva, nessa movimentação eu buscaria sempre utilizar da minha noção de tempo para encontrar o ritmo do meu oponente tentando contar o tempo que ele levaria para atacar e se recompor almejando assim encontrar uma janela de tempo para os meus contra ataques. Nesta situação os meus ataques seriam executados apenas durante as janelas de tempo caso as mesmas fossem encontradas, um jab de esquerda nas costelas, um gancho de direito no rosto, uma joelhada na cintura, os golpes seriam apenas pingados sem nenhuma sequência certa já que iria apenas explorar as aberturas que eu conseguisse no tempo certo.




- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyDom 27 Jan 2019, 17:37


A queda?


Para  jojo aquele era o cumulo do desrespeito a sua versão muito mais alimentada ousava lhe chamar de uma versão desnutrida de si, como se ele fosse o clone, era uma audacia que em muito poderia irritar o jovem de cabelos loiros, talvez o parrudo até tivesse técnica, mas foi no momento em que aplicou o seu golpe mortal da torção de mamilo que ele poderia perceber, lhe faltava a malandragem e isso sobrava para  o rapaz, percebendo isso o rapaz teria analisado a situação e mediante a isso tentaria ser aquele a tomar a ofensiva, o homem no entanto mantinha-se na mesma postura como uma montanha que apenas  esperava que o rapaz pudesse se chocar, ou ao menos poderia ser isso que a maior parte das pessoas pensaria, em meio ao seu avanço no entando o homem dava várias espalmadas no ar de modo que seus braços pareciam até mesmo dar a ilusão de que eram vários, o mostrando versado em um estilo de luta pesado, porém muito ágil para alguém de seu tamanho, poderia até talvez mentalmente ouvido vários "ORA"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mas novamente, o que sobrava de técnica no homem, faltava em malandragem e com isso o jovem em seu avanço, teria driblado os vários golpes  do grandão ao abaixar a sua postura ficando extremamente rente ao chão, o grandalhão não parava a sua sequência, mas a direcionava na direção do loiro que acabaria em uma troca de golpes dado umf orte soco no queixo, enquanto três espalmadas o teriam jogado um pouco longe, as três eram na parte central do peito, o que deixaria o rapaz levemente sem fôlego, com o peito ardendo pela espalmada ter uma grande força o homem no entanto? Parecia bem mais abalado e demoraria mais para se recuperar, e com isso era possível encaixar o seu mata leão, após uma perfeita joelhada na cintura que havia sido possível encaixar,  o homem inclinava-se para frente e com ambas as mãos segurava o braço de  jones, previnindo que ali fosse possível cortar totalmente a sua respiração, mas certamente ele precisava de bem menos força para manter o homem a se debater do que o seu oponente para evitar a própria queda, o homem não desistia fácil e não parecia que iria cair ali ainda, pelo menos não só com o mata leão, talvez não fosse neceszário muito para desestabiliza-lo de vez e por fim vencê-lo. O grandalhão não deixava por menos como um touro jogava o próprio peso com o estrelado às costas de modo que ainda que não soltasse ele pudesse perceber, se continuassem nessa disputa era possível que ele caisse primeiro que seu doppelganger, no entanto se fosse esperto, poderia melhorar a sua posição e derrubá-lo de vez. Shantal enquanto isso havia derrubado dois dos quatro inimigos que ela atraia, ela parecia quase como dançar ao  conduzi-los para a derrota.

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 74
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 24

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyQua 30 Jan 2019, 17:18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fiz na correria e esqueci de pensar no título!

- Gorila & Preto -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O colossal oponente não tinha escrúpulos, até mesmo o meu “ora” o homem tinha copiado! Apesar dele não vociferar assim como eu costumo fazer no fundo eu entendia que ele estava gritando oras e mais oras em sua cabeça. ~ Desgraçado... ~ / - PARA DE ME COPIAAAAAR! - Brandia durante o meu avanço percebendo rajada de golpes que meu oponente distribuiu, conseguindo evitar os ataques do grandão eu mais uma vez o tive ao meu alcance e assim obtive a oportunidade de encaixar os meus golpes contra o mesmo. A oportunidade faz o ladrão, ou pelo menos é isso que dizem, no meu caso a oportunidade me fez possível estrangulador, nocauteador e um pouco de trepador… na melhor das intenções claro, tudo que eu queria era desmaiar o desgraçado mas claro ele não iria facilitar o meu trabalho.

O pegando pelo pescoço e me fazendo de mochila eu tentava com todas as minhas forças dar fim àquele conflito mas parece que eu tinha subestimado a resistência de meu oponente. - ROOOOOAAARR! - Aguentando aqueles balanços e solavancos eu buscava forçar mais o meu aperto em volta do pescoço do grandão mas ainda assim eu não conseguia o resultado desejado. - CAI LOGO, MALDITOOO! - Praguejei na vã expectativa de derrubá-lo apenas com aquela movimentação mas claramente aquilo não era o bastante, estava na hora de… ~ Go big or go home... ~ Com o apoio dos braços que estariam envolvendo o pescoço de meu oponente eu tentaria conseguir impulso para subir pelo corpo do meu doppelganger, subindo tentando executar alguns passos ligeiros eu buscaria posicionar minhas pernas por cima dos ombros de meu oponente as entrelaçando no pescoço do mesmo, como uma chave de perna, em caso de sucesso então eu estaria sob os ombros de meu oponente, estava ciente que a resistência do mesmo ao balançar o corpo e coisas do gênero poderiam gerar um grande desafio nessa minha movimentação mas eu tinha que arriscar, sentado nos ombros eu estenderia meu braço direito para os céus e em um supetão desceria uma cotovelada contra a cabeça de meu oponente. - ORAORAORAORAORA…. - Sem um número certo de golpes eu continuaria repetindo o movimento buscando sempre usar de toda a minha força e velocidade, minhas pernas envolverias o pescoço de meu oponente com mais força enquanto a minha mão livre seguraria na testa do meu oponente para mais suporta. - ORAORAORAORAORORAORAAAA…. - Repetiria os golpes mais e mais enquanto continuava a vociferar o meu grito de guerra, aquele era a minha cartada final e por isso continuaria com os golpes até que meu Golias fosse derrubado.

As chances de eu ser derrubado eram grandes não vou mentir, meu bloqueio era quase nulo então ainda não tinha nenhuma esperança de suportar um impacto de seus golpes, ao primeiro sinal de que estaria caindo eu simples tentaria girar o meu corpo no momento em que colidisse contra o solo para me afastar de meu oponente e esperar evitar qualquer ataque nessa movimentação, com uma distância do mesmo eu voltaria a me levantar e o encararia para mais uma vez para pensar em um novo plano de ação. Shantall parecia estar conseguindo lidar bem com os seus oponentes então precisava terminar logo com o meu, na conjuntura da minha movimentação anterior ter sido o bastante para derrubar meu oponente então eu tentaria pular de cima dele antes que o corpo colidisse com o solo. - Yare yare dawa… Acho que uma cópia nunca vai superar o original de verdade. - Diria antes de me virar e checar se a loira tinha conseguido lidar bem com os oponentes, qualquer coisa eu já correria em seus auxílio, sabia que ela podia se cuidar mas ela não estava sozinha naquela missão, eu tinha que apoiar ela e apenas esperar que ela me apoie da mesma forma.


- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptySex 08 Fev 2019, 00:30


ORA ORA TIME.

Jones aguentava o aperto do grandão e aproveitava aquele momento para estrangular ele. Se a vida te dá limões, esprema eles nos olhos dos seus inimigos… Arde pra caralho, tô dizendo… E era isso que ele fazia, a força do estrangulamento aos poucos fazia o maior soltar ele, e aproveitando disso, ele se engalfinhava ainda mais no grandalhão. Rapidamente o rapaz deslizava pela gordura saliente de seu sósia, que a nível de detalhe estava todo suado, e claramente fedia a peixe podre de 7 dias atrás. Pasando por meio das tetas ele conseguia atingir o nirvana? Nem perto disso, convenhamos, ele só se esgueirou por um cara suado. Mas a posição mais alta.

Porém mesmo que no salto ele pisasse contra a cabeça dele antes de se estabelecer por cima, o resistente inimigo sequer pendia para o lado, ele rapidamente entrelaçou as pernas com braço, cabeça aplicando uma chave no homem, o que o dava uma breve vantagem naquele lugar, após estar plenamente seguro e entrelaçado, ele claramente começava a descer o cotovelo com toda a força que tinha batendo contra a cara do grandalhão, que não encontrava posição para atacar Jojo. Ele gritava “Ora Ora” seguidamente enquanto golpeava diversas e diversas vezes o mastodonte gigantesco. Os golpes seguidos demoravam 10 minutos. Sim, ele batia por 10 FUCKING MINUTOS SEGUIDOS em seu grande momento gritando seu grito de guerra. Até finalmente, a criatura ceder.

O grandalhão fechava os olhos e caía de frente, indo de peito no chão, porém ele não estava completamente sem recursos. Ele apesar de desmaiado, logo provaria ser ainda mais perigoso. Descendo dali Jones batia a poeira, falando as palavras necessárias para ele, as que diziam que uma cópia não pode superar o original Metal Gear feelings <3 Porém o último ataque daquela criatura, vinha depois da morte, um que era pior que qualquer coisa, um gás verde saia da traseira dele, sim, eram gases… O cheiro putrefato penetrava as narinas de Jones e impregnaram na sua roupa, pois ele era o que estava mais perto dali, o cheiro tinha impregnado em tudo que ele carregava, até mesmo o cachorro tinha se afastado na hora que ouviu o barulho que mais lembrava uma super hiper explosão de uma bomba atômica.

Alguns poderiam talvez ouvir uma voz, lá ao fundo, como se gritasse em eco na caverna “Ass GUNNN!!!!!!” algo assim, o poder era forte o suficiente para afastar um pouco a moça, que agora ficava uns dois passos pro lado. -É… Essa foi bem difícil, quase que você não sai vivo… Saiu ao menos inteiro… Fedendo a esgoto… Mas inteiro.- Falava Shantall começando a rir em seguida do que tinha acontecido… Mas não acabava por aí o azar… Era possível ver algo brilhante saindo da parte da frente da calça do rapaz, aparentemente presa entre o cós e a cueca. Era uma chave, talvez da primeira porta… ou mais de uma, dava pra ver apenas a ponta. A mulher via também logo depois de Jones, e então ela explanava. - Aí, tem uma chave com ele ali ô, ta bem no coz dele… Da uma olhada lá- Falava ela dando dois passos pra trás, e o cachorro a seguia, dando dois latidos como se concordasse com ela naquele momento… É o trabalho sujo ia ficar pra ele talvez.

Naquele momento, as coisas tinham de ser rápidas, pois eles começavam a ouvir barulhos de passos mais ao fundo da caverna, vindos lá de trás, provavelmente ainda muito longe, mas ter de lutar em dois flancos? Não ia ser fácil, principalmente com poucos soldados, eles teriam de seguir para frente o mais rápido se quisessem chegar em segurança.

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 74
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 24

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptySex 08 Fev 2019, 02:15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

It’s okay if u touch my dick, cause this is the security check

- LEFT BOY -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Escalando aquele corpo sarado, suado e fedido eu conseguia me reposicionar em meio da possível resistência de meu oponente, seu corpo tinha se mostrado resistente então tinha que apelar para uma das partes mais sensíveis do corpo humano, não o escroto, já tinha chutado muitas virilhas para um dia só, estava me referindo a cabeça. Vamos fazer apenas uma pausa para visualizar e imaginar essa cena bizarra onde eu Johnny Jones se posiciona sobre os ombros de uma versão colossal e gorda dele, mesmo que a semelhança fosse apenas nas vestes não tinha como eu não sentir certa empatia por aquele cara né? Será que nossos gostos também seriam similares em outros pontos além do estilo? ~ Que bagulho bizarro, se fosse em outra situação eu estaria morrendo de rir dessa cena… Talvez em outra situação até poderíamos ser amigos... ~ Você poderia pensar que tal pensamento me faria hesitar na decisão de atacar aquele cara mas a verdade é que tal pensamento acabou mostrando uma grande diferença entre mim e o meu socia, uma mais importante que o aspecto de beleza. ~ NÃO! Nós somos diferentes demais, você escolheu tirar proveito dos mais fracos e eu… eu decidi lutar por eles! ~ Os oras eram proferidos e os golpes executados, logo o meu grito de guerra ficaria gravado na mente de meu oponente como um lembrete para nunca mexer com Johnny Jones.

- ... Yare yare dawa… -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O gigante caiu e claro comigo já em solo eu só via aquela cena do meu oponente finalmente derrubado com uma pose de orgulho, nenhum obstáculo ficaria entre mim e os meus objetivos não importava o quão grande fosse o inimigo, como aquele ali no chão todos iriam cair. ~ Rummm… Eu sou bom pra caralh…. Que…? Mas que cheiro é…. AH MAS QUE SONNNUVABITC... ~ Indignado eu olhei para o corpo do filho da mãe e pelo o que é sagrado aquele desgraçado era um péssimo perdedor! - ARGH!* Que nojo! Filho da puta! - Fazendo caretas e cuspindo no chão eu começaria a chutar o corpo do filho da mãe e a pisar em seus membros, o maravilhoso gosto daquela vitória agora tinha sabor de merda. - Eu não acredito nisso seu desgraçado, aceita a derrota com alguma dignidade teu vacilão! Gosta disso? Ein... - Os palavrões continuariam junto de toda aquela forma berserk e se não fosse impedido por alguém eu começaria a pisar e a chutar a cabeça do filho da mãe, estava puto demais e tinha que extravasar aquela raiva de alguma forma então porque não a violência?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Se o filho da mãe soltasse outro torpedo daquele eu desistiria daquilo, tamparia meu nariz e aceitando a minha derrota eu me afastaria do corpo na cara mais incrédula que eu poderia expressar naquele momento com o suor escorrendo em minha face e com passos vagarosos sendo dados para trás. - Que cara terrivel! - Diria antes de Shantall se pronunciar já estando ao meu lado. - Mas a que preço veio essa vitória…. A que preço... - Cairia de joelhos no chão evitando o contato visual com a mulher. - Estou fedendo mais que perfume pirata fora da validade. - Diante de tal sentimento de derrota e humilhação eu ainda tinha uma tarefa importante a cumprir e por isso não podia ignorar as palavras de meus companheiros. ~ Hmmmm? Uma chave onde? ~ Ao levantar minha cabeça e olhar na direção indicava eu via muito bem o que ela queria dizer.

- Nani... -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Tentando forçar um sorriso eu olhei para os lados esperando pedir apoio dos meus AMIGOS mas onde ele estavam, olhando para um lado e para o outro eu vi que tanto Shantall quanto Akoh, the dog, estavam passos atrás de mim fingindo estarem de boa na lagoa, tranquilos no mamilo, suave na neve e outras combinações que eu pensava só para enrolar e evitar o que estava por vir. ~ Ah mas que bando de safados! ~ Mas eu não ia desistir, não ia me submeter aquilo de forma alguma! Já estava sofrendo demais fedendo igual a um gambá francês famoso que dá em cima de tudo que é mulher. - VIIIIIIIINNNNNNCEEEEEEEEE!!!!!!! - Me levantaria P da vida procurando o gângster por todos os lados, lembrava que ele tinha ficado em um canto durante toda a luta torcendo pela nossa derrota, estava na hora daquele desgraçado pagar a dívida que ele tinha comigo e não me guiar até ali e servir como prancha não tinha quitado o débito dele perante a justiça divina. - VINCE! MUAHAHAHAHHA EI VIIIIIINCEEEEEE! KKKKKKKKKKKKK VEM CÁ SEU DESGRAÇADO GUASHAUDGDUASDUAHSGD MUAHAHAHAH AISHAUIHDIAHSHASHAHA!!!!! - Estava tão nervoso que tinha perdido as estribeiras, estava tão puto que a minha risada era pior que a de qualquer vilão. - VEM CÁ VINCE… CHEGUE MAIS PERTO… NÃO CORRE DE MIM NÃO. - Eu posso não ser a pessoa mais intimidadora do mundo - pela falta da perícia - mas por tudo que é sagrado eu iria perseguir o Vince, correndo ou não, até os portões do inferno para fazer ele pegar aquelas chaves.

Quando o tivesse em minhas mãos eu apontaria para o homem caído e iria aproximar o meu rosto de uma das orelhas de Vince. - Vai lá vai… Pega as chaves que estão no pau fedido daquele cara, faz esse favor para o seu AMIGÃO ein Vince! - Meu semblante não mudava nem um pouco e minha voz ainda era proferida de uma maneira alta, muito alta para quem estaria tão próximo de uma das orelhas do prisioneiro. - Bora logo antes que esse “favor” vire uma “obrigação” e por obrigação eu digo te forçar a pegar aquela merda com a boca! - Completaria empurrando o criminoso em direção do meu sócia caído.



- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Senshi
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
ADM.Senshi

Créditos : 37
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 25

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptySex 08 Fev 2019, 04:16


Punição Continua.

O Gosto da vitória não era bom, ele tinha sido destruído, o rapaz não demorou a notar isso após realizar sua pose para a vitória. Ele naquela hora sentiu ódio, os xingamentos iam se alastrando até que finalmente ele começava a chutar o homem de forma agressiva, sua raiva se alastrava até que o segundo torpedo era disparado. Shantall não se aguentava de pé naquela hora, ela simplesmente caia no chão rindo - HAHAHAHAHAHAHAHAAHHA cara HAHAHAHAA eu não consigo acreditar HAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAAHAHAH EU posso rir o dia todo HAHAHAHAHAAHAHA- Ela aos poucos ia se controlando, enquanto jojo mostrava sua indignação com o que tinha acontecido depois de todo o drama do pobre Jones, ele ainda percebia o pior, a chave e sua localização… Aquilo com toda certeza era um problema.

Ver que os dois estavam afastados simplesmente fazia com que Jones trouxesse seu lado maligno para fora, aquele que faria o grande Vince, pagar ainda mais pelos seus pecados, daqueles que ele com toda certeza poderia sentir que teve a penitência do inferno paga na terra… Talvez ele fosse pro céu depois de tudo que sofreu na mão daqueles dois. No momento em que ouvia seu nome o homem alí se levantava do canto em que tinha se encostado ainda meio sem movimentar se muito apenas movendo o dorso, as palavras do rapaz faziam ele já começar dizendo. - HÁ NÃO, EU JÁ NÃO FIZ TUDO CARA? NÃO NÃO NÃÃÃÃÃÃAÃÃÃÃÃÃ~~AAÃÃÃÃA~~AÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO- Gritava ele em desespero começando a correr, ele via por trás das palavras e risadas assustadoras.

Porém Jones começava a perseguir ele naquele momento, Shantall ainda não tinha se recomposto e seguia em seu momento, ela não estava mais rindo mas ainda estava pelo chão. Ele eventualmente conseguia finalmente pegar o homem e trazer ele até perto do gordo, onde ele simplesmente via o cara mais uma vez desesperado. - NÃO CARA, POR FAVOR CARA, EU TENHO ENJOO FÁCIL CARA, EU VOU ACABAR TENDO PROBLEMAS, ESSE CHEIRO NÃO VAI ME AJUDAR.- Falava ele inutilmente antes que Jones o empurrasse contra o gordo. Ele fazia uma ameaça grande, uma que eventualmente deixava ele mais assustado ainda, usar a boca pra pegar a chave não seria lá muito confortável… Então ele simplesmente ia lentamente tentando pegar movendo as mãos e engolindo no seco enquanto segurava o vômito.

Porém a chave estava realmente presa… À argola bem… A esse ponto, era difícil tirar pois estava enroscada em tudo, ele demorou mas finalmente ele conseguiu… A chave estava completamente cheia de pentelhos, e o cheiro… bem ele era pior que o da flatulência anterior, elevada ao quíntuplo. Não só isso, mas a bola de pelos na argola, poderia até ser chamada de Steve se quisesse nomear aquela criatura. Naquele momento ele chegava próximo de Jones falando. - Consegui, tá aqui a porra da sua BLERGHE- Isso mesmo… Ele vomitava completamente na camisa de Jones… E estamos falando de um almoço de 8 dias preso, comido por um elefante, era mais uma prova de que se você acha que o dia não vai piorar? Ele piora e de forma que você preferia não ter sequer pensado nessa frase. Por o lado bom, tinha uma tira grande de queijo ainda inteira, com cheiro de merda do lado direito de Jojo mais especificamente no ombro.

Shantall que tinha se recomposto agora depois do fedor, era incapaz de não voltar a rir novamente, pois aquele não era o dia do garoto, com toda certeza não era… No entanto eles ao menos tinham a chave do portão mais a frente que iria se mostrar um grande desafio. Se fossem até lá seria possível ver uma construção metálica de 10 metros de puro aço… Quebrar ele era fora de cogitação. Além disso aparentemente a trava inicial tinha uma armadilha para quem chutasse ou socasse o portão, seria perceptível pela arma na lateral, uma besta carregada, isso com certeza mostraria que o resto do caminho não seria seguro.

Além disso assim que aberto, se abrissem veriam um hall de entrada enorme, estranhamente sem sequer um guarda… Bem… Quando você chega em um forte e não tem guardas, você sabe que pode chorar e implorar a Deus para que os guardas venham, só estivessem trocando de turno, pois cara… Tem coisa pior que eles lá. Se todo modo o ambiente não deveria ser nenhum pouco seguro, e os problemas deles estavam só começando.

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Best Gang:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Pirata
Pirata
ADM.Ventus

Créditos : 74
Warn : Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 24

Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 EmptyQua 20 Fev 2019, 14:20

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

I’ts a Trap!

- Admiral Ackbar -

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Vince estava quase tão indisposto a seguir até a chave quanto eu mas no fim o homem voltou a sua razão, e quando digo voltou a sua razão quero dizer. ~ Lembre-se que graças a mim você não está em uma cela da marinha removendo os cacos de vidro do seu ânus com a tua própria escova de dentes, desgraçado! ~ Entre gargalhadas e risos Shantall também me ajudava a pegar o homem e o forçar a coletar a chave. ~ Tsc* Esses desgraçados não tem um pingo de decência! ~ Refletia uma última vez diante da repulsa de tal cena que sequer vale a pena ser descrita aqui.

O gângster pegava a chave e pareceu seguir até mim, o caralho que eu iria tocar naquele treco, ainda era possível perceber alguns pentelhos enroscado ali, o cheiro era uma merda, a situação toda era uma merda! Ele começou a falar mas eu já ia interrompendo. - Nem fodendo eu vou tocar nisso, vai você abrir aquela... - Eu sequer tive a oportunidade de terminar a fala quando ouvi o *blergh* e vi o homem se curvando. ~ Ele não fez isso... ~ / - Tu não fez isso... - Ninguém precisava me responder pois eu já sabia a resposta, a bile descia pelo meu peito, aquela sensação de nojo ardente e a grande vontade de se coçar, pular e se livrar da blusa corria por todos os meus nervos. ~ É… Ele fez isso. ~ Iria pensar junto à uma possível resposta.

Indo contra ao instinto natural de pular e espernear eu tentava me manter sereno, porra eu respirei tão fundo que parecia até a primeira vez. ~ 1, 2, 3... ~ Começava essa contagem mental tentando não só me acalmar mas também todos aqueles que tinham presenciado a cena esperando que a minha reação trouxesse algum alívio para a situação, não estava nervoso, imagina… Estava tranquilão, eu nervoso por algo como aquilo? Nada… Expirei o ar que sequer percebia ter prendido após inalar em meio a contagem. - ... Tudo bem, eu não estou nervoso... - Colocava uma mão sobre o ombro de Vince. - ...Eu tô é puto pra caralho. - Diria quase cantando em uma falsa tranquilidade enquanto um gancho com a mão oposta aquela no ombro de Vince mirava um gancho na virilha do desgraçado e se pensa que eu pararia por aí então é melhor pensar de novo.

ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORAAAA!!!!


Em um rompante de raiva eu buscaria começar uma sequência de socos com ambas as mãos, os golpes seriam desorganizados sacrificando da precisão para focar em um dano massivo e por isso a região mirada era tronco por ser uma área larga com maior chances de acerto e na cabeça por ser uma área sensível, qualquer parte mais específica ou outra região do tronco para baixo era lucro, naquele momento eu só queria era socar tanto o Vince para deixá-lo em coma por sei lá... o resto de sua vida miserável?

OOoOoOOORRRAAA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORA ORAAAA!!!!


Se ninguém me parasse eu ia continuar socando até ele ficar parecendo aquelas figuras de game over do Street Fighter 2, se ele tinha mesmo o hábito de ficar com mulheres então agora eu adicionava o maior desafio para tal hobbie, um rosto desfigurado. - É bom que se lembre do nome Johnny Jones quando acordar. - Diria terminando com a sequência de golpes o esperando que fosse o bastante para o K.O. Sendo impedido de continuar com agressão ou finalizando com o peso morto eu finalmente tiraria a blusa pesteada com o vômito de Vince tentando ser cuidadoso para o líquido não respingar em meu corpo ou nas demais peças de roupa, tirando a blusa eu já tentaria virar a mesma do avesso, segurando a roupa por um ponta em que o vômito não escorresse eu pegaria a chave usando da blusa como um pano para evitar o contato direto com a chave cheia de pentelhos. - Mas que bando de desgraçado… Quando eu pegar esse Capra... - Me calava antes de concluir o raciocínio já que nem mesmo eu queria imaginar do que seria capaz de fazer com o verdadeiro responsável por aquela confusão.

- Vamos logo acabar com isso! Tsc* - Praguejava caminhando todo emburrado em direção a porta com o peito desnudo e a argola da chave embrulhada na minha blusa imunda. - Agora é pessoal! - Okay, talvez não fosse realmente PESSOAL, não teria sido o Capra que fudeu com a minha camisa favorita mas ele estava envolvido naquele desastre, mesmo que indiretamente, antes eu estava apenas buscando por justiça em pró de Shells Town e cuidar zelar por Shantall em sua vendetta mas agora a luta também era minha, ferre comigo que eu te mostro o que é dor.

Os piratas tinham feito um bom trabalho com instalando aquela porta de ferro ali, imaginava quanto tempo eles já estariam instalados na ilha e causando problemas, com a chave em mãos eu não via o por que ficar parado igual um bocó na frente da porta já ia quase metendo a chave na fechadura até que por um mero vislumbre pude notar algo que me incomodou. - Porra meu sapato desamarrou... - Talvez tinha sido durante a luta ou sei lá, já me abaixava enquanto nesse movimento ia encaixando a chave na fechadura, a mesma estaria encaixada como apoio provavelmente quando eu já estivesse agachado sobre um dos joelhos começando a amarrar o cadarço. Se porventura eu percebesse algum zumbido suspeito passando por cima de mim eu só olharia a minha volta tentando desvendar o mistério por trás de tal som, se a situação fosse diferente e no fim teria sido eu aquele alvejado pelo dardo então eu não teria muito que fazer senão. - AARGH… Merda, armadilhas! - Os desgraçados são um gênio por conseguir ocultar algo assim de mim, cairia no chão mas eu imediatamente tentaria rolar para um canto do corredor e dar umas cambalhotas desajeitadas para trás esperando evitar demais projéteis caso percebesse a necessidade.

Caso a porta fosse aberta, comigo ou um dos meus companheiros com um dardo alvejado no corpo ou não, eu daria mais alguns passos vagarosos até o hall a minha frente tentando ser mais cauteloso que anteriormente. ~ Porra, depois de tudo aquilo eu não esperava encontrar uma armadilha no fucking corredor... ~ Me esgueirando próximo a parede eu chegaria na porta que agora estava aberta e de leve eu passaria minha cabeça pela passagem apenas o suficiente para olhar o interior daquele hall, ignorando decoração e qualquer adorno eu focava apenas na segurança do local, o lugar estava vazio. ~ Suspeito? Talvez. ~ Já dava um passo mais confiante para o interior da sala, estava mais confiante, o que tinha enfrentado até agora? Vince um idiota que dava em cima de mulheres aleatórias e mal sabia se defender, um fã meu que fazia questão de se vestir igual a mim e uma besta escondida na porta. - QUE TAL ACABARMOS COM OS JOGUINHOS EIN!? - Parado do lado de dentro do hall eu ficava em frente a porta desafiando seja lá qual fosse o desafio. - QUANTOS MAIS IDIOTAS EU VOU SOCAR ANTES DO CHEFÃO COVARDE APARECER? CANSEI DO PIQUE E ESCONDE VAMOS TERMINAR LOGO COM ISSO, VAMOS ME MOSTRE O QUE TEM PIOR! - No começo eu até tinha o interesse em bancar o furtivo mas agora a paciência tinha acabado, seja lá o que fosse vir agora eu estaria pronto.

Se notasse algum movimento suspeito em algum canto das salas ou até mesmo do teto - já que eu ficaria igual um maluco gritando de um lado para o outro - eu imediatamente buscaria rolar para um dos lados que me fosse conveniente naquele momento, tentaria então voltar minha atenção para o ponto de origem de tal movimento buscando encontrar o motivo do mesmo, talvez fosse uma pessoa ou uma outra armadilha. - Para trás! - Gritaria para Shantall e Akoh tentando alertá-los de um possível perigo.



- Falas -
~ Pensamento & Notas do personagem ~
Objetivos:
 
Histórico:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por GM.Ventus em Qui 14 Mar 2019, 00:10, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bizarre Adventure: Black Dog   Bizarre Adventure: Black Dog - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Bizarre Adventure: Black Dog
Voltar ao Topo 
Página 4 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: