One Piece RPG
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Henry Meursault
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Meursault Hoje à(s) 20:42

» [FICHA] Akito Wanijima
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Lind Hoje à(s) 17:07

» Glitzky Platzken
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Pierce Hoje à(s) 15:35

» Suzuk Hamada
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Faktor Ontem à(s) 20:10

» [Mini-Haqim] Maelstrom
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Khrono Dom 18 Ago 2019, 21:15

» [Ficha] Roxas
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Mashx Dom 18 Ago 2019, 19:55

» [Mini - Nine}
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Nine Dom 18 Ago 2019, 19:40

» Todo dia um meme educativo do Furry diferente
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Johnny Bear Dom 18 Ago 2019, 18:02

» [Kit - Rikan Motsai]
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Blum Dom 18 Ago 2019, 17:04

» Hizumy Mizushiro Mayan
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Mizushiro Hizumy Dom 18 Ago 2019, 16:31

» [FICHA] Bóris Ivanenko
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Capato Dom 18 Ago 2019, 14:32

» Karyo Shen
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Dom 18 Ago 2019, 12:38

» Fanalis B. Ria
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Dom 18 Ago 2019, 12:08

» Kaleb Blaze
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Dom 18 Ago 2019, 11:19

» Doppio Pannacotta
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Dom 18 Ago 2019, 11:17

» ||NPC|| Jack e Mari - Lvneel - North Blue
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor PepePepi Dom 18 Ago 2019, 00:46

» Mini-aventura Shironi
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Khrono Sab 17 Ago 2019, 22:17

» [Kit - Ken Rock]
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor Ken Rock Sab 17 Ago 2019, 18:03

» Meng Hao
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Sab 17 Ago 2019, 11:09

» Meng Hao
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Sab 17 Ago 2019, 11:07



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [Mini-Jean-Claude] Prólogo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Rimuru
Orientador
Orientador


Data de inscrição : 20/03/2018

[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini-Jean-Claude] Prólogo   [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 EmptySab 08 Dez 2018, 11:01


Ninguém queria ter acordado pela manhã e em meio a seu lazer cotidiano se deparar com mutilações e batimentos cardíacos decorrentes de adrenalina, mas como todos sabem eram os riscos estabelecidos para aqueles que ousavam desafiar o ambiente gélido conhecido como Fernand Ice Island.Cada um deles parecia aflito e seus olhos não ousavam se afastar de sua pressa, hora ou outra intimidando a com a lança como medida de fazê-la recuar ao invés de avançar contra todos os demais, o urso todavia estava com um completo mal humor retribuindo a todas as atitudes postas contra ele com um grunhido estrondoso que podia ser sentido na vibração do gelo, um  sinal de que as coisas não poderiam se desenrolar muito mais ou todos ali dormiram em sacos funerários  e jogados ao mar.

Jean havia tido uma ideia em meio a toda essa confusão, se ela fosse boa ou não era necessário descobrir em prática mas seus riscos e perigos se faziam claros como o sol antes mesmo de ser efetuada. Não tendo muitas outras escolhas sem ao menos tentar para resgatar suas próprias vidas o jovem disparava contra o líquido inflamável buscando saber sua reação.Era evidente que fogo não seria proporcionado, ao menos não é longa escala, o frio era estupidamente forte e as labaredas decorrentes eram fracas o suficiente para queimar o animal que apenas se afastava um pouco contra a parede com medo das chamas.Quando as mesmas se encerravam um alívio podia ser presenciado na expressão do polar que decidirá se por avançar rumo aos sobreviventes fazendo o cérebro de Jean disparar  em um segundo esquema envolvente.

Um que acabara não sendo necessário,tão pouco suas patas haviam se apoiado contra o solo,o mesmo trincava e estalava até que partia em milhares de pedaços,como o urso era muito pesado logo a gravidade o puxava para baixo caindo sobre a água gelada de um abismo profundo.Os homens cientes da oportunidade começavam a atacá-lo impedindo que ele saísse do local, as pontas das lanças se alojaram por toda sua plumagem e disparos eram feitos em direção da sua cabeça,até que a besta não tivesse forças em seus músculos e cedia ao banho eterno se afundando nas profundezas.Todos pareciam olhar entre si como se duvidando de tamanha realização até que por fim um grito de vitória ecoava da boca de um dos indivíduos,sendo acompanhado pelos demais que se deixavam se jogar ao chão,sentando se ofegantes diante de uma tremenda conquista, a sobrevivência dos mais fortes.

A comemoração era precedente e cheia de entusiasmo,embora feridos e com sangue escorrendo pelo corpo,todos pareciam animados com a resolução dos fatos, um deles até mesmo ia até o galpão e abria um dos Barris despejando o líquido espumante em diversos copos para todos os presentes,erguendo seu recipiente de vidro bem alto acima de sua cabeça como se brindando por mais um dia que se era permitido viver:

-Saúde o irmãos e irmãs por aqueles que desafiaram o demônio de branco e reinaram sobre as terras congeladas sem fim.Ergam se em seu triunfo e compartilhem do néctar dos deuses ao meu lado!

Muitos pareciam concorda e pegavam seus respectivos copos saudando um aos outros e virando o conteúdo em apenas um ou dois goles prontos para repetirem a dose.Assim que os estômagos estivessem satisfeitos o menos ferido com exceção de Jean fora encarregado de chamar pelo socorro e em menos de uma hora uma equipe médica bem trajada com roupas de leão marinho adentravam recinto,abrindo suas maletas e realizando os primeiros socorros.A maior parte deles focados na garota ruiva deitada sobre o chão que começava agora a recobrar as consciências por completo :

-Onde estou? O que aconteceu? Cadê meus amigos? Perguntava a garota assustada,tendo como resposta apenas um carinho moderado em seus ombros que a fazia chorar em mágoas.

Um gesto que era repetido no corpo de Jean mas apenas para chamar lhe a atenção,sendo sua fonte um homem barbudo e com uma cicatriz no canto no olho, musculoso e firme com os cabelos completamente raspados,em baixo de seus braços estava a caixa onde se encontravam as armas que lhe foram utilizadas:

-Um grande espetáculo foi aquele, até parece que você e um exterminador de ursos profissional, riororiorororororo.Quem sabe podemos contar contigo para nos proteger dessas pragas ao lado de nossa jovem garotinha.Talvez ela tenha se descuidado sem querer e um deles passou despercebido,então seria bom ter homens qualificados como medidas preventivas. Suas mãos batiam na caixa e a abria revelando mais uma vez seu conteúdo assim como um espaço vazio.Mas independente de sua escolha eu quero o que é meu de volta,se eu tivesse caído em combate poderia muito bem ficar com elas mas como não foi esse o caso gostaria de recuperar meus pertences se não for de incômodo.

Antes mesmo que pudesse responder a garota que o atenderá retornava ao bar,junto do pinguim de estimação,que parecia não entender nada da situação mas vendo o sangue e sujeira esparramado pelo chão começava a deslizar para limpar tudo aquilo, até que o chão estivesse completamente reluzente com exceção de alguns destroços que o fizeram desistir do método tradicional,obrigando o a se levantar e varrer a tudo com uma vassoura personalizada escrita “Minha outra ferramenta e minha própria auto estima”.A garota por outro lado dirigia se até Jean o abraçando de maneira calorosa em seguida dê um tapa direcionado em seu rosto:

-Porque não fugiu como os outros e se algo tivesse acontecido com você? Francamente eu fiquei preocupada.Seu rosto se virava para o lado por breves momentos até que retornavam a fitá-lo diretamente em seus olhos.Então o que vai fazer agora?
Dicas e Orientações:
 

~FEEDBACK~

Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."
Opinião:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Strauss
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Strauss

Créditos : 8
Warn : [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini-Jean-Claude] Prólogo   [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 EmptySeg 10 Dez 2018, 10:15

Ficaria abismado, arrepiado e com os olhos arregalados ao ver que o plano mirabolante e criado instantaneamente, como miojo, havia dado erradamente certa. A principio não era minha intenção fazê-lo cair dentro d'água, ao contrário, era fazê-lo arder em chamas — Deu certo! — Indagaria gaguejando, olhando para os lados, enquanto ficaria em pé e saindo de trás do local de apoio. Vou fingir que eu fiz isso, claro que ninguém vai perceber que foi coisa do acaso. Aproveitaria mais uma vez da situação ao ver todos unidos disparando contra a mini cratera gelada, esperaria todos realizarem seus ataques e por fim dispararia o último tiro, para frisar que também estava participando da batalha, mas com aquele leve toquinho de último tiro. Olharia com um tom dramático, esperando que todos ficassem em silencio e não realizasse nenhum movimento ou ataque contra o animal, olharia para os lados e enxeria o pulmão de ar ficando em uma postura e semblante imponente e ameaçador com os olhos vidrados na cratera Hasta la vista, baby, sivuple!

Depois de uma longa pausa dramática e ver todos os companheiros de batalha assutados e pasmos, olharia ao redor e quando visse todos comemorando e gritando, apenas respiraria fundo e limparia o suor que escorreria pela minha testa, ficaria pálido e sentiria a pressão baixar, finalmente estaria aliviado por aquilo realmente tivesse acabado, mas por via das dúvidas, só para comopravar que estava tudo bem, daria um último tirozinho só para conferir.  — Só pra dar aquele confere, sabem como é né?!

Brindaria com os rapazes, esperançoso e gratificado por ter conseguindo vencer aqueles adversários que até agora eu não havia entendido do por quê eles estariam chegado no bar, e do por quê me deram roupas de urso polar sendo que era possível ataque de FUCKING URSOS POLARES, mas estaria feliz por sair da mesmice do dia-a-dia, mesmo ainda não lembrando completamente de quem eu era, pude realizar uma das vontades perdidas dentro do meu eu. Tomaria um gole servido, caso me dessem um copo, deixaria que escorresse pelos lados da minha boca e beberia como se não houvesse amanhã, com coração acelerado e a mente fermentando a milhão, sentiria um êxtase por estar finalmente tudo bem. — Saúde, sivuple Responderia a celebração.

Ignoraria todo incidente que estaria acontecendo ao redor, pessoas machucadas, pessoas com mal-estar, um pêsame por bebidas derramadas e a destruição parcial daquele bar, mas quando pude ver minha amada acordando senti um alívio, e logo meu sentindo de gentleman havia voltado com toda força. — Você está bem? Eu te salvei, fique tranquila! E seus amigos morreram — Diria se abaixando para ficar na altura da garota, e poder ficar mais próxima dela respeitando seu espaço pessoal, mas com atitudes repletas de charme e encanto.

 Ficaria um pouco assustado e incomodado com o toque daquele homem estranho, olharia meio assutado e confuso do por quê ele estava me tocando, e um tanto irritado, apenas mulheres belas e maiores de idade podiam me tocar e tirar minha atenção, e justamente, aquele homem velho barbudo do sovaco raspado estava tirando minha atenção, que era de uma bela moça.

Oh... — Diria sorrindo — Muito obrigado, eu normalmente não faço essas coisas, na verdade, possivelmente deve ser a primeira vez que havia matado um urso polar, e bem... — Olharia para uma das armas em minha mão, e puxaria a atenção do homem para aquela mão, com a outra guardaria a pistola atrás da minha cintura — É... Eu realmente precisava me proteger, e proteger a todos, perdão! Sivuple, fiquei com uma de suas armas, mas pois bem... — Entregaria uma das pistolas na mão do sujeito — Aqui estão!

Afastaria-se do homem lentamente e viraria em direção a garota, que logo me daria um caloroso abraço e retribuiria com a mesma intensidade, estava feliz e levemente atraído, não perderia tempo e antes de respondê-la a pegaria no colo e olharia no fundo dos olhos dela — O que eu vou fazer? — Olharia para o horizonte em uma cena dramática novamente — Levar você para o paraíso, sivuple!

Caminharia com minha amada em meu colo rumo ao horizonte, feliz e andando como se o mundo estivesse em câmera lenta, com um longa metragem romântico, rumo ao infinito.


~FEEDBACK~




Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."
Opinião: Rimuru é um ótimo orientador, me ajudou no que eu precisava e me divertiu com sua ótima narração e introdução da história, me senti imerso no universo que nós mesmos criamos, ele é atencioso, simpático e bem simples que me fez entender bem os sistemas desse fórum. Não tenho muito o quê falar pois não tivemos muitas dificuldades, e sim, apenas facilidades, um ótimo orientador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn : [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 10010
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 21

[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini-Jean-Claude] Prólogo   [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 EmptySab 15 Dez 2018, 19:41


Um desfecho digno para um nobre homem podia se dizer embora um fim muito longe de acontecer, Jean estava apenas começando sua breve jornada ao desconhecido e uma das fortes referências a tamanha reflexão dava se através de suas própria atitudes, sem querer se dar por acabado mesmo a pedido de retorno, em meio a uma comunicação e bajulação centrada e alguns truques com as palmas das mãos, uma das armas era depositada de volta a seu alojamento enquanto a outra encantadora como sempre foi era levemente armazenada em um dos bolsos de trás sobre a macia pele de urso polar, um traje que não importa o quanto seja coincidente ao animal responsável por tamanha desordem, não tinha nenhuma relação com os acontecimentos decorrentes sendo apenas um mero acaso do destino que adorava pregar peça nos residentes.O homem fechava a caixa e acenava com uma das mãos se distanciando com certa monotonia indo se juntar aos demais participantes,virando canecos de hidromel e cantando músicas sobre matadores de ursos em terras distantes atravessando os mares longínquos:

-Venham,Venham aproximem se aqui
Cantem,escutem, questionem afim
Uma história a muito esquecida por mim
E nesse momento recontada por ti

Sobre um velho e amistoso caçador
A todos conhecido pela sua presa popular
De dentes afiados e garras pontudas
De pelo macio e quente ternura
O bom é velho quadrúpede
De regiões distintas
O bom é velho urso
Atravessando a colina

Mas como dizia denominado forasteiro
Bom urso e urso morto
Urso morto e urso bom
Pois benefícios diversos seu cadáver transmite
E perdas incontáveis sua vida aflige

Roupas,cosméticos e enfeites diversos
Comida e conforto para famílias diversas
Sua morte nos trás alegrias sem fim
Que seus batimentos no peito restringem de vir

Sangue, pavor e medo
Raiva, frustração e desgosto
Fortes emoções reinam
Diante da presença da temível besta de pelo

Mas como dizia denominado forasteiro
Bom urso e urso morto
Urso morto e urso bom
E tendo isso em mente cantamos essa canção

Bom urso e urso morto
Urso morto e urso bom.


E a música continuava se repetindo inúmeras vezes mas independente do ritmo ou da  popularidade que ela transmitia sua atenção  era destinada a uma pessoa diferente, que assim como no início procurava sua interação e era correspondida de maneira nada habitual até mesmo se surpreendendo com o acontecimento dando um leve gritinho de espanto passageiro, seu corpo parecia inquieto e seu rosto aderia cada vez mais uma coloração próxima ao vermelho escaldante até que com um semblante de curiosidade no ar suas palavras pouco a pouco saiam de seus lábios:

-Hey, o que você quer dizer com o paraíso?

Essa pergunta pairava sobre o ar conforme Jean se retirava do recinto com a garota ao colo ,uma multidão a suas costas batendo palmas e assobiando com aprovação, era incerto o que a vida lhe traria podendo ser altos e baixos em diversas escalas, mas mesmo entre o mistério pairando no ar uma coisa era certa e reluzia de maneira encantadora, independente do que lhe atingisse Jean Claude estaria preparado.
Off:
 

~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________

[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Tumblr11[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Transp10
[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Teamfa10


[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Lxqhd10

[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 LeSHb1g


Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini-Jean-Claude] Prólogo   [Mini-Jean-Claude] Prólogo - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini-Jean-Claude] Prólogo
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: