One Piece RPG
O Dragão de Dino Club XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Bellamy Navarro
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:27

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:05

» (Mini) Gyatho
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:43

» Mini - DanJo
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:42

» [Extra] — Elicia's Diary
O Dragão de Dino Club Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:20

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:15

» Retornando para a aventura
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:13

» Começo
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:12

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:38

» Aaron DeWitt
O Dragão de Dino Club Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 20:55

» Apenas UMA Aventura
O Dragão de Dino Club Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 19:08

» [M.E.P] Ichizu
O Dragão de Dino Club Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:38

» [MINI-Ichizu] O Aprendiz de ferreiro
O Dragão de Dino Club Emptypor Ichizu Ontem à(s) 13:37

» Cap I: Veneno de dois Gume
O Dragão de Dino Club Emptypor Noelle Ontem à(s) 13:02

» mini-aventura
O Dragão de Dino Club Emptypor guatemaia Ontem à(s) 09:55



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 O Dragão de Dino Club

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : O Dragão de Dino Club 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 5ª Rota - Pindorama

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptyQui 08 Nov 2018, 01:05

O Dragão de Dino Club

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Jhonnyssauro. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ibn'La-Ahad
Membro
Membro
Ibn'La-Ahad

Créditos : Zero
Warn : O Dragão de Dino Club 10010
Data de inscrição : 08/04/2018

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptySab 17 Nov 2018, 03:40

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
☾ Jhonny ☽
What is better - to be born good, or to overcome your evil nature through great effort?

— OAAAAAAR! — Rugiria o gigante, erguendo-se do leito e espreguiçando a montanha de carne que era. Erguendo-se soberano sobre quase qualquer coisa que ficasse em seu caminho, tomaria a iniciativa de olhar sobre as construções menores e caçar o Quartel-General da Marinha. As mãos descomunais iriam no bolso do sobretudo enquanto ele abalaria o terreno com passos que reinventam o significado de "pesado". PLAC. PLAC. PLAC. PUM. POM. POM. POM.

Os humanos tinham sido uma experiência engraçada pra ele. De fato, entendia-se quase tão bem com eles quanto se dava com a sua própria raça: a de dinossauros. É claro que os lagartões eram mais inteligentes e articulados do que esses macacos evoluídos, no entanto ele não podia negar que os símios sem pelo também eram divertidos. Ouviu muito sobre a grande organização que era a Marinha e agora estava completamente motivado pra fazer parte desse grupo de heróis.

Se tudo fluísse de acordo com os planos até o final do dia ele seria o primeiro dinossauro a vestir um uniforme da Marinha. Não que isso o agradasse, já que gostava do vermelho que cobria o tronco. O longo bigode e os rabos de cavalo paralelos não tremiam com o vento ou o movimento que ele realizava, mantendo-se mais firma até do que a carranca inexpressiva e fechada do dinossauro. Ignoraria os olhares temerosos e condenadores, não por arrogância ou indiferença, mas por ser completamente desconexo ao meio quando se está no foco absoluto de suas tarefas. Assim que enxergasse o Quartel-General ele sairia em apressadamente pra chegar até lá, galgando o intervalo entre ele e o seu sonho com a agilidade que uma águia cruza os céus. Se fosse necessário abordaria as pessoas nas ruas com perguntas como "onde fica o quartel" ou "pra que lado eu devo ir pra me tornar um marinheiro" até que encontrasse a resposta. Cumprimentaria crianças, separaria brigas e ajudaria qualquer pessoa que estivesse carregando mais peso do que deveria. O seu senso de justiça começa na comunidade.

Chegando até lá entraria cuidadosamente evitando quebrar os arredores com seu corpo gigantesco. Os homens que o ensinaram sobre o mundo diziam que qualquer marinheiro entenderia o valor que ele teria na organização. Ele ainda não tinha entendido direito. — Er... oi? — A voz cavernosa ecoaria. — Me chamo Jhonny. Sou um dinossauro e venho do Dino Club — apresentaria para a recepcionista, coçando a parte careca com o indicador enquanto tentava se lembrar de mais detalhes. — Vim pra ser um marinheiro. É isso. Quero acabar com todos os caras malvados. — O semblante pensativo desmancharia-se na faceta congelada, que embora não mostrasse afeto ou bondade, também estava anos luz de distância de qualquer traço maligno. O seu rosto era uma manifestação pura e sombria de sua bondade.

Assinaria sem rodeios o que fosse pedido e acompanharia o provável instrutor pra cumprir rapidamente as exigências do governo. Era hora de realizar o seu grande sonho e Jhonny mal continha a empolgação latente dentro de si. Podia até ser um cara de poucas palavras, mas nessa hora estava passando um texto em sua cabeça. Tornaria-se questão de tempo até que os caras maus conhecessem o novo braço da Marinha da pior maneira.

Atentando-se aos arredores, pessoas com uniforme, transeuntes desocupados ou atarefados, assentiria ruidosamente num cumprimento vil e caloroso. Ao orientador estenderia a mão animalesca num aperto saudável: mostrando firmeza sem necessariamente romper os ligamentos do braço de seu futuro companheiro. — Olá, avaliadorssauro. Sou Jhonny. Jhonnyssauro. — Jhonny olhava as pessoas com a indiferença com que um leão admira os lírios. Obstinado, aceitaria a direção escolhida por quem quer fosse o avaliador e o acompanharia pra iniciar as atividades.


Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gehard
Membro
Membro
Gehard

Créditos : 6
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Masculino Data de inscrição : 26/10/2018
Idade : 18

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptyDom 18 Nov 2018, 22:41



Narração

Era um dia ensolarado em Shells Town, as gaivotas adornavam o céu azul e limpo da cidade, enquanto a brisa marítima trazia o frescor oceânico para a população. O gigante Jhonnyssauro regozijava-se com o frescor que o venho trazia consigo. O dia estava perfeito para o seu tão aguardado dia, o dia da admissão na Marinha. A cidade estava muito agitada, o comércio estava com plenas movimentações, era um dia rotineiro de Shells Town.

Mas de fato, a presença do gigante na cidade, atraía inúmeros olhares curiosos da população em geral, que em sua maioria, mantinham-se acanhados e com medo. O motivo era claro, não era todo o dia que a cidade dava boas vindas para gigantes. À medida que o gigante andejava pelas ruas, o fluxo do trânsito afastava-se, abrindo plena passagem para o gigante.

Durante o seu trajeto, o gigante abordava pessoas para conseguir informações sobre o QG da Marinha. Porém, não conseguia respostas muito claras, o medo por parte dos moradores, impedia o prosseguimento de qualquer conversa. Quaisquer pessoas em quem o gigante parava para conseguir informações, acanhavam-se e se limitavam a gaguejar e arretar os seus passos, não respondendo as indagações de Jhonnyssauro. Mas, isso não seria um problema para o gigante, afinal a base da Marinha era muito visível, utilizando-se somente de um senso de direção comum, Jhonnyssauro chegaria no QG.

E assim o fez. O gigante observaria às grandes muralhas do QG da Marinha, uma estrutura evidentemente imponente que exaltava a força daquela organização. As bandeiras da Marinha hasteadas mantinham-se trêmulas com a orientação do vento, e era possível ouvir o coro do treinamento dos soldados na área interna do QG. O gigante realizou um cuidado minucioso para não danificar nenhuma estrutura da base ao entrar, não queria causar uma má impressão de cara, e assim o fez, apesar da dificuldade.

- M-Mas, o quê?! - O balconista encontrava-se tirando um cochilo durante o expediente, contudo, apesar do cuidado de Jhonnyssauro de entrar no QG da Marinha, o barulho de sua chegada era completamente audível. O marinheiro acordou assutado, deparando-se com um gigante em sua frente, quase tombando da cadeira em que se encontrava. - Que susto! Você não pensou em bater na porta? Ou anunciar que estava chegando? - O marinheiro bufava de impaciência, recompondo-se na cadeira e arrumando a papelada que estava distribuída sob o balcão.

- Dinossauro? Claro, claro e eu sou o almirante Wada. - O marinheiro deixava a ironia em evidência em sua fala, observando o gigante de cima a baixo, e concluindo que a afirmação dele ser um dinossauro não tinha pé nem cabeça. - Eu vou pedir transferência, sério, aqui sempre aparece figurões! - O marinheiro arrumava a papelada sob o balcão, bufando e desabafando, não para o gigante, mas como se fosse para ele mesmo. Um homem com os músculos bem definidos, aproximava-se, ostentando um martelo-de-batalha que apoiava em seu ombro esquerdo. - Transferência, é? - Sua fala era áspera e fria.

- S-Sargento H-Hamaku, senhor! - O balconista era surpreendido, embaralhando-se todo com as papeladas que organizava sob o balcão. O marinheiro afastou-se de suas funções, se erguendo e prestando uma continência para o sargento. - P-Perdão, senhor! N-Não foi o que eu quis dizer! - O pobre marinheiro demonstrava um extremo nervosismo, não durou muito, suas explicações foram encerradas ao meio pelo sargento Hamaku. - Continue com o trabalho, Crowley. - O sargento advertiu o marinheiro, sua passagem não durou muito, afastando-se dali para cumprir outras funções. Momentos antes de sua saída, o sargento observou o gigante, esboçando um sorriso.

Quando Hamaku saiu de vista da área de recepção, Crowley bufava de alívio, ajustando seu corpo na cadeira, demonstrando, mais uma vez, um alívio aparente. - Muito bem, Jhonny. Assine esses papéis e vamos ver se você realmente aguenta a rotina de um marinheiro. - Sem mais delongas, o marinheiro passava os papéis para o gigante responder. Feito isso, o marinheiro acompanharia Jhonny até o interior do QG, mas em uma área aberta, área esta provável, onde ocorria os treinamentos. Havia uma dúzia de marinheiros nessa área, fazendo treinamentos físicos e treinamentos de combate.

Crowley correspondia o aperto de mão do gigante, com cautela, pois Jhonny ainda era visto com um sentimento de apreensão por parte do marinheiro. - Primeiro, Jhonny, vamos lá, eu não sou um avaliadorssauro, ou sei lá o que isso signifique! Meu nome é Crowley, C-R-O-W-L-E-Y, entendeu? - O marinheiro soletrava com extrema paciência o seu nome para Jhonny, enquanto isso, a presença do gigante era notada pela dúzia de marinheiros que frequentavam o local. Os olhares eram intensos. - Mas, vamos lá! Eis aqui a sua grandiosa tarefa de início para poder entrar na Marinha! - O momento era extremamente esperado, finalmente, Jhonny iria cumprir a primeira função para entrar na grandiosa Marinha.

O que esperava por ele? Um teste de combate? Enfrentar notórios piratas? Grandes aventuras? Tudo isso estava entre as possibilidades. E o momento havia chegado, Crowley revelava a primeira grande missão de Jhonny. O marinheiro indicava em um canto afastado e sujo, um balde e uma vassoura. - Quero que você limpe esse pátio todo. Boa sorte, me procure quando acabar! - Crowley dava um sorriso para Jhonny, deixando-o ali para cobrir toda aquela imensa área, sozinho, um desafio difícil, pelo fato de marinheiros ainda estarem frequentando a área, o que contribuía para dispersar ainda mais a sujeira. Frustrante, mas esse era o desafio do gigante.


Crowley:
 

Considerações:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Gehard Belmont


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Gehard em Qui 22 Nov 2018, 20:20, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ibn'La-Ahad
Membro
Membro
Ibn'La-Ahad

Créditos : Zero
Warn : O Dragão de Dino Club 10010
Data de inscrição : 08/04/2018

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptySeg 19 Nov 2018, 19:02

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
☾ Jhonny ☽
What is better - to be born good, or to overcome your evil nature through great effort?

O dragão se agitava enquanto Crowley falava. Transferência? Isso não parecia bom. Se não fosse o bom marinheiro intervir a coisa ficaria feia pra Jhonny. Seria ainda mais difícil angariar fundos pra entrar num navio que o transportasse até sabe-se onde fosse transferido. Coçava incessantemente acima do bigode enquanto os ouvia decidir o seu futuro como se escolhessem a calda que vai em cima do chocolate.

"O Crowleyssauro não gosta de ser o Crowleyssauro. Vou chamá-lo apenas de C-R-O-W-L-E-Y." Decidiu o gigante, ouvindo os lamentos daquele fanfarrão enquanto se dirigiam ao pátio. Vários gatos pingados pelo lugar faziam seus exercícios e se empenhavam na busca de serem guerreiros melhores, ou talvez só gastavam o tempo treinando seus corpos. Quando se deparou com a tarefa, não deixou de se sentir animado: tinha feito muito disso quando estava no navio que vinha até Shells Town. Acontece que, tendo uma vassoura e um balde não tinha muito o que desenrolar. Do alto dos seus seis metros de altura, sentia as engrenagens se movendo dentro do crânio de dinossauro.

Preocupado que os outros pudessem atrapalhar na empreitada, lançou a voz cavernosa para que fosse entendido — O PÁTIO ESTÁ INTERDITADO! PAREM OS TREINOS! — Antes disso jamais conseguiria terminar a tarefa. Não entendia se o C-r-owley tinha agido de má fé com ele. Não era de sua índole fazer do tamanho um artifício, porém estava tão acostumado em ser respeitado - ou temido - pelos humanos por conta da estatura que ocorria sem maiores pretensões sobre.

Sentaria no pátio empoeirado, retiraria o calçado do pé esquerdo e em seguida a meia. Aproximando-a do seu nariz poderia averiguar a condição em que estava. — É, pra mim parece perfeito. — Diria pra si independente do aroma. Agora faria com a outra, sendo que uma ficaria no seu bolso e a outra na lavanderia. Tendo quase quatro vezes o tamanho de um humano comum, sua meia tinha uma área de contato muito maior do que a vassoura e ele sabia disso. Apoiando o pé descalço sobre ela, arrastaria-o sobre toda a extensão do pátio "varrendo a sujeira pra um canto. Repetiria isso diversas vezes até que notasse que estava limpo, se necessário usaria do outro lado pra fazê-lo. Indo até a lavanderia depois de tirar o excesso de sujeira, tiraria-a no tanque e encharcaria a mesma. Dessa vez iria molhar o pátio pra exterminar de vez qualquer resquício que houvesse.

— Cuidado marinheiros, o chão está molhado! Pra sorte de vocês o Dragão de Dino Club está aqui! — Após umedecer a extensão do pátio, passaria desta vez a meia seca sobre o mesmo pra tirar o excesso d'água. Depois de garantir que tudo estivesse nos conformes, iria até Crowley empolgado pra relatar o sucesso da tarefa. — Terminei, Crowleyssau... C-r-o-w-l-e-y! — Batendo uma continência meio torta, esperaria pelo próximo trabalho empolgado enquanto desajustadamente jogaria as meias imundas no Crowley como sinal de dever cumprido.

— E agora Capitão-Comandante-Almirante-Comodoro-General Crowleyssauro, qual é a próxima tarefa? Estou empolgado de seguir sua grande liderança! — Colocaria o pé direito descalço sobre um balcão qualquer pra averiguar o estado deles, arregaçando os dedos e passando a meia entre os vãos. Depois disso pegaria Crowley com as mãos imundas e o levantaria até a altura do próprio peito no abraço caloroso. — Estou muito feliz! Sério! Muito feliz! Vou virar um marinheiro, não é mesmo? — Embora cantarolasse animadamente ele ainda teria a mesma expressão vazia de um dinossauro. Seguiria Crowley assim que o mesmo fosse até o próximo local.

De certo modo o Dragão já tinha seu plano traçado, graças ao seu querido amigo Gary. Segundo Gary, Jhonny precisava se tornar um marinheiro, aprender sobre a corporação e fazer o máximo de missões possíveis pelas ilhas pra progredir dentro do grupo. Jhonny entendia o que a Marinha fazia, mas não tinha a mínima ideia de como funcionava.

Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gehard
Membro
Membro
Gehard

Créditos : 6
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Masculino Data de inscrição : 26/10/2018
Idade : 18

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptyQui 22 Nov 2018, 21:29



Narração

A missão não era o que se esperava da Marinha, era um exercício doméstico bem simples, mas que não soou como um problema para Jhonny. Aliás, o gigante-dinossauro até gostou da ideia e estava pronto para exercer suas primeiras funções para a Marinha. Apesar de manterem-se focados em seus exercícios, os marinheiros estavam intrigados com a presença do gigante, os olhares eram constantes. O gigante parecia não se importar com isso, afinal, era uma pessoa desconhecida e nova no QG da Marinha, e portanto, seria impossível não atrair olhares curiosos.

O pátio estremecia com o grito do gigante, os marinheiros parariam todas as suas funções, atentando-se para Jhonny. O seu pedido era legítimo, não havia como cumprir perfeitamente suas funções, se o pátio continuasse a ser usado durante a sua faxina. - Arf, acabamos de começar.. - Bufava um dos marinheiros, demonstrando uma relutância em atender o pedido do gigante. Mas, não questionavam a demanda do gigante, afinal de contas, era o certo a ser feito. - Vamos, rapazes. Já está quase na hora do almoço. - O marinheiro parava a série de exercícios que estava realizando, assumindo a vanguarda do grupo e guiando os marinheiros presentes para o refeitório do QG.

Agora o trabalho de Jhonny seria muito mais fácil. Em uma pilastra afastada em uma área próxima da entrada que daria até a recepção do QG, Crowley observava tudo. - Grrr! Tá, tanto faz! O pessoal pode até ter saído dali, mas ele vai demorar o dia todo para limpar o pátio! HAHAHAHHAHA! - O marinheiro dava uma gargalhada, o seu plano era dificultar ao máximo os afazeres de Jhonny. O motivo? Era incerto. Talvez na sua admissão na Marinha ele tivesse passado por muitas dificuldades para cumprir essas tarefas, e não queria que ninguém passasse por menos.

Convencido, Crowley esboçava um sorriso de deboche, voltando para a recepção do QG e deixando Jhonny completar o serviço, que para Crowley, demoraria um dia inteiro. O gigante não notava a presença de Crowley, estava focado no cumprimento de sua função e até agora, estava cumprindo-a muito bem. O gigante era inteligente, Crowley nunca teve uma meia do tamanho do Jhonny para limpar o pático, e por isso, Jhonnyssauro conseguiria acabar o serviço de maneira bem mais rápida.

O gigante usara a sua meia para limpar toda a sujeira do pátio, meia esta que, tinha uma área de contato muito maior do que uma vassoura. E por isso, não demorou muito para Jhonny limpar todo o pátio, deixando-o pronto para o uso. O gigante prontamente iria até a recepção do QG, para relatar à Crowley que o serviço havia terminado. Antes que o gigante pudesse falar qualquer coisa, o marinheiro com um sorriso debochado, falaria com o gigante. - Então, você não aguentou o serviço? Veio pedir a ajuda do Grande Crowley? Hahahaha, que pena, não posso ajudá-lo. - O marinheiro pretensioso, viraria o rosto para o gigante.

Mas logo a revelação viria a tona. - V-Você acabou?! - O marinheiro se surpreendeu com a revelação, conferindo o relógio no balcão da mesa de recepção. - Quatro horas e vinte e dois minutos mais rápido que eu...VOCÊ ESTÁ MENTINDO, NÃO É GRANDALHÃO?! - O marinheiro levantava da cadeira, elevando o seu tom de voz e apontando o dedo para o gigante. Crowley não perderia tempo e correria até o pátio de treinamento, deixando o gigante por alguns instantes, sozinho na área da recepção.

Chegando lá, o queixo de Crowley caia. A área estava de fato, impecável. A sua cara de vergonha não conseguia ser escondida, ele não admitia, que um aspirante à Marinha, pudesse realizar tão bem suas funções. Cabisbaixo, retornou até a recepção, aonde estava o gigante. - Hmm, nada mal... Para um amador! - Metido, Crowley cruzaria os braços, guiando o gigante para outra área do QG. - Vamos, Jhonny. Me siga. - Diria o marinheiro, enquanto arquitetava uma tarefa muito mais difícil em sua cabeça para entregar para o gigante.

As bochechas de Crowley coravam quando o gigante o nomeou como "Capitão-Comandante-Almirante-Comodoro-General", ele achava que esse era um título de fato, para um homem como ele. Mas quando o marinheiro notou a aproximação do gigante, para o que seria um abraço, a sua feição mudou de timidez, para terror. - AAAAAAAAAAAA!!!!!!!!! EU VOU MORRER, ME SOLTA! - Crowley gritava de medo, com algumas lágrimas saindo de seus olhos. Não estava sendo dolorido fisicamente, mas o marinheiro era um notório medroso.

- Me coloca no chão, SEU GIGANTE CABEÇA OCA! - Exigiria o marinheiro, e uma vez que seu pedido fosse atendido, arrumaria a posição de seu uniforme da Marinha, deslocado devido o alvoroço. - Humpft! - Resmungava o charlatão, guiando o gigante até o refeitório do QG da Marinha. Ainda estava vazio, mas com a aproximação do horário do almoço, não tardaria para encher rapidamente.

Crowley esboçava um sorriso diabólico quando concebia o seu plano em sua mente. Jhonny havia de limpar todo o refeitório, mas o seu trabalho seria em vão, já que em breve os marinheiros chegariam famintos e bagunçariam toda a área de novo, devido o horário de almoço. Diferente do pátio, pedir para que não entrem estaria fora de cogitação. Afinal, aquela é a área deles se alimentarem e a hora estava se aproximando.

- Muito, bem Jhonny! Se você quer realmente entrar na Marinha, limpe todo o refeitório, todinho, sem nenhuma sujeira! - Crowley falava com convicção, o seu plano em tese, era perfeito. - Se eu chegar aqui e ver o refeitório todo sujo e bagunçado, a sua entrada na Marinha pode estar em risco.. Mas eu torço para que isso não aconteça! - Crowley mentia em se solidarizar com Jhonny, na realidade, queria dificultar ao máximo os afazeres do gigante. - Eu voltarei aqui depois do horário do almoço, boa sorte! HAHAHHAHAH! - O marinheiro daria às costas para o gigante, gargalhando enquanto aproximava-se da saída do refeitório, retornando para a recepção.


Crowley:
 

Considerações:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Gehard Belmont


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ibn'La-Ahad
Membro
Membro
Ibn'La-Ahad

Créditos : Zero
Warn : O Dragão de Dino Club 10010
Data de inscrição : 08/04/2018

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptySab 24 Nov 2018, 23:30

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
☾ Jhonny ☽
What is better - to be born good, or to overcome your evil nature through great effort?

Jhonny não entendia a princípio se era bem quisto ou rejeitado, ele apenas estava. A sua presença era tão perigosa ao equilíbrio do ambiente quanto é um touro raivoso dentro de uma loja de porcelanas. Amava fantasiar o futuro vestindo o azul marinho, mas isso não significava que faria o que bem pedissem. Dentro do refeitório, balançaria os braços desajustadamente sacudindo o mar de sangue das mangas rubras enquanto rugia feito um dragão. Era sua risada, embora ninguém entendesse. As palavras desnecessariamente hostis de Crowley lembravam-no uma fábula sobre um rato que tentava devorar um urso.

— Escuta aqui, pequeno homem. — Trovejaria o gigante, deixando que sua presença se fizesse ainda mais notável — eu não vim aqui pra ficar limpando o que você pede e sim pra bater em caras maus. Pra falar a verdade, você está sendo muito mau comigo. — Estralaria os dedos enquanto encerrava a linha de pensamento e olhava pro insignificante atendente.

Desta vez, abaixando-se lentamente até ficar de cócoras, encararia o fanfarrão enquanto alongava o pescoço. — Podemos ir pra próxima tarefa? — A carranca amarrada e os frígidos olhos descreviam a insatisfação.

O filho de Dino Club não era impuro feito a maioria dos seres humanos, pois não criava situações de desprezo apenas pra se divertir. Ele via a Marinha como algo justo até agora, mas alguém tão imbecil comandando o recrutamento poderia colocar em risco toda a estrutura de justiça. Ele era um honrado dinossauro e jamais permitiria que algum idiota tentasse prejudicar isso.

Lidar com a pressão e injustiça humana tão cedo não estava nos seus planos de forma que expiraria intensamente em desafeto. — Espero que entenda que amassarei seu crânio antes que você use da minha boa vontade de fazer o bem pra construir suas piadas. — Diria tristemente. — Veja, só quero terminar o mais rápido possível o teste pra ajudar as pessoas do bem, okay? Tem malvados lá fora fazendo coisas ruins enquanto você ri da minha cara e se diz um agente da justiça. — Construía bem as suas palavras pra não ser grosseiro demais, mesmo que já tivesse extrapolado a cota. Esperaria que Crowley o levasse a sério e fosse pra próxima tarefa, caso contrário deixaria o Quartel-General carregando uma péssima impressão da Marinha.

Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptySab 01 Dez 2018, 00:02


BAD BLOOD
A alguns anos atrás, se perguntasse ao moradores de Shells Town quem era Harriet Leclerc, ou simplesmente Hella, como havia sido apelidada em sua infância, todos diriam o mesmo, identificariam-a como a filha do sargento Blacky, um homem honrado e justo que se preocupava muito com o bem estar dos civis e frequentemente era visto ajudando a todos, e o fariam com um belo sorriso no rosto. Hoje ao se fazer o mesmo questionamento, as mesmas pessoas reagiriam como se o simples citar daquele nome fosse um pecado, um tabu do qual não se poderia ser quebrado, um tabu que não queriam quebrar. As ações de Blacky tiveram consequências das quais ele não sofreu, porém, todo o fardo recaiu sob os ombros daquela em que ele um dia chamara de filha. Hella se tornou a renegada da ilha, para Shells Town ela era a garota do Sangue Amaldiçoado.

Apesar de todo o sofrimento a ruiva jamais permitiu-se sentir ódio, raiva ou rancor, ela possuía seus valores e eles eram íntegros em sua mente, mas principalmente puros em seu coração. Aquele era um dia diferente dos demais, simplesmente pelo motivo de finalmente ter cicatrizado as feridas que lhe ardiam por tantos anos, a vergonha de aparecer na cidade e ser apontada como um monstro já não existia e o sentimento de incapacidade por muito havia se dissipado; Hella havia estava deixando sua casa que um dia compartilhara com o pai, lá permaneceriam lembranças de um passado que jamais retornaria — Adeus, antigo lar! — Vociferou a Leclerc ao mesmo tempo que dava as costas para aquela construção.   

Hella caminharia para o centro da cidade, pelas mesmas ruas onde um dia correrá brincando com todas as crianças que foram proibidas de ter qualquer contato com a filha do traidor de Shells , seu semblante leve carregaria um sorriso singelo nos lábios e um espírito inabalável, ela havia evitado aquilo por tanto tempo que até mesmo tinha esquecido-se de como fora feliz ali. Aos cidadãos, só lhe restava lançar-lhes um olhar de bondade. Sem rodeios seguiria para o QG da Marinha, contra todas as expectativas ela desejava se alistar. Se ouvisse quaisquer comentários sobre si Hella não se incomodaria, não mostraria uma expressão de desgosto e sequer tomaria satisfações, ela estava centrada em cumprir seu objetivo e isso se limitava em ser parte da justiça da qual tanto acreditava. — Olá senhor soldado, oficial, capitão, almirante, sargento do QG da marinha, eu quero fazer parte disso aqui, sabe?! Vestir o branco e azul, bater continência e essas coisas, como fazemos?! — Perguntaria de maneira divertida para qualquer um que cruzasse seu caminho.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Forest
Membro
Membro
Forest

Créditos : 6
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Masculino Data de inscrição : 16/11/2018
Idade : 23

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptySab 01 Dez 2018, 02:47

“Depois de me alistar na Marinha, será que vou ser enviado para Grand Line logo?” Me perguntaria mentalmente ao caminhar em direção a base dos marinheiros em Shells. Não via a hora de alcançar e conquistar o mais famoso dos mares. "Sim... Um dia serei forte o suficiente pra poder me tornar completamente livre, onde quer que eu esteja!"

De toda forma, provavelmente eu não serei transferido da ilha logo de cara, então não tem problema ter saído sem me despedir. Despedidas são horríveis, com certeza elas ficariam chorando e me pedindo pra não ir. -Hahahah, até parece...- Sussurraria pra mim mesmo, com um leve sorriso no rosto, atento para não tropeçar pelas ruas.

“Elas não são tão sentimentais. Acho que apenas me desejariam sorte…” Hina e Annabeth sempre souberam que eu iria pro mar um dia e os motivos envolvidos, desde então me apoiaram nisso com todo o coração. O bilhete que deixei só diz “Fui pra marinha galera, boa sorte aí.” Parece horrível e completamente sem emoções, mas elas me conhecem e certamente vão compreender que não é bem assim.

Não deveria ter muitas dificuldades para encontrar o Quartel-General depois de morar por anos nesta ilha. Porém, se por algum motivo não encontrasse facilmente, pediria informações as pessoas que cruzassem meu caminho, sorrindo de uma forma simpática: -Olá, você sabe me dizer pra onde fica o Quartel da Marinha?- Obtendo a informação, se julgasse confiável, mudaria minha direção para onde indicaram-me. Se fosse a mesma que eu pretendia seguir, ficaria aliviado por estar no caminho correto e até aceleraria meus passos um pouco, devido a empolgação.

"Merda... deveria ter arranjado alguns cigarros antes de sair." continuaria indo ao QG me lamentando, atento para localizar alguma tabacaria pelo caminho. Caso encontrasse, com uma grande felicidade estampada no rosto entraria no estabelecimento e perguntaria ao atendente por cigarros e fósforos -Oi, você tem um maço de cigarros e uma caixinha de fósforos aí?- Se me custasse um preço justo ou barato, compraria e os guardaria. Independentemente, agradeceria e voltaria a caminhar para o QG. -Muito obrigado, viu? Até mais-

Ao finalmente chegar lá, entraria pela parte principal a procura de algum marinheiro ou recepcionista. Se encontrasse, sem demora me apresentaria. -Oi! Meu nome é Kale e quero entrar para a Marinha! Você pode me ajudar?- Aparentando um pouco de ansiedade e empolgação simultaneamente.


Objetivos:
 


Histórico:
 



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gehard
Membro
Membro
Gehard

Créditos : 6
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Masculino Data de inscrição : 26/10/2018
Idade : 18

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptyDom 02 Dez 2018, 20:41



Narração

Jhonny
A situação não parecia muito normal para Jhonny, que começou a questionar a sua participação naquela situação. Crowley por outro lado, estava com um sorriso cínico que se abria em seu rosto, demonstrando que sua missão era tornar a admissão do gigante na Marinha um verdadeiro inferno. Talvez, Crowley não fosse um covarde, afinal nem mesmo um imponente gigante escapava de suas brincadeiras e tramoias. Não por muito tempo.

A espinha do marinheiro tremeu após o rugido do gigante, o sorriso cínico de seu rosto havia desaparecido. - Hm?! - Crowley voltaria o seu rosto para Jhonny, a sua presença parecia ter ficado maior e mais imponente, fazendo com que o marinheiro retrocedesse alguns passos para trás. - M-Mas, v-você precisa fazer o que eu estou ordenando! - Crowley gaguejava e mantinha-se com um corpo trêmulo, enquanto tentava argumentar com o aspirante a marinheiro.

O marinheiro estava com muito medo do gigante, Jhonny não era um bobão como Crowley imaginava, ele sabia discernir e tomar decisões certas quando está sendo injustiçado. O gigante aos poucos, quebraria o esteriótipo que ronda a Marinha, de que ela é um lugar que todos trabalham pela justiça. De fato, muitos trabalham assim, contudo, a Marinha é um lugar que está repleta de pessoas mesquinhas que querem cumprir os seus próprios objetivos pessoais. Sendo assim, não se interessando por justiça nem por missões da Marinha, e sim, apenas e exclusivamente para aumentar o seu próprio prestígio.

Sim, a Marinha é um lugar repleto de ratos. E Jhonny estava começando a descobrir isso, decepcionado ou não, seu alistamento devia prosseguir. - T-Tá! C-Calma, amigão! Isso foi um t-teste! Sim, claro! P-Parabéns, você passou! - Crowley tentava contornar a situação, não queria levar uma surra do gigante. - Sim, vamos para a próxima tarefa! Ual, você é mesmo incrível Jhonny! Essa pegadinha é uma pegadinha que todos que querem entrar na Marinha acabam caindo, mas você sacou ela de primeira! - Crowley esboçava um sorriso forçado, dando uns três tapinhas amigáveis na perna do gigante.

Ao se virar e manter-se de costas para Jhonny, Crowley massageava suas mãos, os tapinhas haviam o machucado. - Ai... - Bufava consigo mesmo. - Tá bom, me segue. O refeitório vai estar lotado em breve, vamos ser rápidos. - Crowley guiava o gigante para as dependências do Q.G da Marinha, insatisfeito e com uma feição de frustração, exceto quando Jhonny olhava para ele.

Crowley havia guiado o gigante para um enorme campo aberto, nas dependências do Q.G da Marinha. O solo era um pouco arenoso, provavelmente desgastado com a enorme movimentação que ocorre na área. - Ótimo, depois disso você vai ter o seu treinamento de combate. Então a sua tarefa agora é se preparar fisicamente, depois do almoço, você vai ter a sua última tarefa. Então, aproveite bastante esse tempo. - Diria Crowley, um pouco chateado pelo gigante não estar nesse momento limpando o refeitório. Na área, estavam distribuídos inúmeros equipamentos de treino físico, como barras de peso, entre outros.

- Bom treino, amigão! Vou voltar para a recepção. - O marinheiro esboçava um sorriso bem cínico para o gigante, ao dar às costas para ele, o rosto de Crowley se fechava. Resmungando de forma bem baixa para que não fosse audível pelo gigante. - Grrr, eu odeio esse cara! - Resmungava, enquanto se afastava do gigante e retornava para a recepção do Q.G.

Hela

Shells Town não seria mais receptiva como fora uma vez antes com Hela, o seu nome que antes representava orgulho para a cidade, hoje representa desonra e uma profunda ferida que ainda não foi cicatrizada. Porém, finalmente depois de tantos anos, Hela iria enfrentar os seus demônios de uma vez por todas. Era um dia ensolarado, o frescor marítimo que o vento carregava consigo chocava-se contra o seu rosto, fazendo com que seus cabelos ficassem descontrolados ao vento.

Andando pelas ruas de Shells Town, Hela notava que o movimento de moradores estava bastante alto. Seu rosto nem fora notado pela maioria, exceto por certas pessoas, que Hela pode notar seus rostos de desprezo olhando para ela. Enquanto olhavam, cochichavam umas com as outras, observando a garota passar. Sim, eles sabiam quem era ela e o quê ela representava.

O Q.G da Marinha em Shells Town era uma estrutura extremamente imponente, os seus muros altos exaltavam o poder que a Marinha representava. No topo, havia sem dúvidas, o orgulho da marinha: sua bandeira. A bandeira mantinha-se hasteada e trêmula com o balançar do vento, a gaivota estava imponente como sempre. Chegando na no Q.G, Hela podia observar alguns olhares indesejados, o que não impedia o continuar de seu trajeto. Logo, ela encontrava-se na recepção da base.

Crowley, o recepcionista que estava a frente do balcão, entregou um formulário para Hela e uma caneta. O marinheiro estava tão exausto, como se fizesse esse trabalho de forma repetida todos os dias, que nem se deu o trabalho de conversar com a garota. Tá, só preencha esse formulário. - Diria Crowley, entediado. Uma vez que Hela o preenche-se, Crowley tomaria o papel de suas mãos, observando as suas respostas. Não tardou muito para o marinheiro demonstrar-se surpreso com o nome e sobrenome da garota.

- O QUE?!?!?!?!?!?!?!?!??!?!?!?!?!?!??!?!?! - O fanfarrão caia da cadeira em que se encontrava, derrubando inúmeros papéis e documentos. - L-Leclerc? E-Esse é seu sobrenome mesmo? - O marinheiro levantava-se com dificuldade, arrumando os papéis que caíram do balcão. Não conseguia acreditar que aquela diante dele era a filha do traidor de Shells Town. - Você tem muita coragem de aparecer nesse QG! - O rosto de Crowley se fechava, adotando um semblante sério.

Uma filha não pode pagar pelos pecados de seu pai, mas parece, pelo menos para Crowley, que as feridas do antigo sargento Blacky ainda não havia se fechado no Q.G. O marinheiro - Então depois de tudo que os Leclerc fizeram para esse Q.G e para a cidade, você acha que vai conseguir entrar para a Marinha? - Crowley demonstrava um olhar frio para a garota. - Tsc. Isso é coisa para o sargento Hamaku.. - O marinheiro refletia, falando mais consigo mesmo do que para Hela.

- Que seja então, você se resolve depois com ele. Vamos ver se você tem realmente o espírito da Marinha, ou é igual ao seu pai.. - As falas de Crowley eram ásperas e duras, não importava-se se Hela estaria se sentindo bem ou não com aquilo. Dentre os inúmeros papéis distribuídos no balcão da recepção, Crowley retirava uma carta, entregando-a para Hela. - Entregue essa carta para o velho Holgen da loja de armas, no centro da cidade. Quando você voltar o seu futuro nesse Q.G estará decidido, se você não conseguir entrar, ao menos terá feito um serviço em prol da justiça...Tsc. - Crowley, amassava o formulário preenchido por Hela na mão, saindo do balcão e direcionando-se para a área interna do Q.G, apressado.

Kale

Kale iria iniciar a sua jornada para ser um marinheiro. O início de tudo, era Shells Town, a cidade em que fora largado anos atrás. Já a conhecia, portanto, chegar até o Q.G da Marinha seria uma questão de tempo. A cidade estava bem movimentada e o comércio estava tão intenso como nunca, Kale observava tudo isso. Conhecia aquela área bastante, afinal, passou grande parte de sua vida naquela área, após ter sido largado a própria sorte em Shells Town.

Durante o trajeto, aproveitou para sanar o seu vício em tabaco. Estando em uma área comercial, Kale poderia observar uma tabacaria aberta. Ao entrar no estabelecimento foi recepcionado por uma senhora bem idosa, esboçando um sorriso para ele. - Olá, menino. Claro, claro eu tenho o que você procura. - A mulher iria em direção ao balcão da tabacaria, retirando um maço de cigarro em isqueiro. Sempre muito alegre e carismática, a senhora entregou o maço e o isqueiro para Kaile. - Apenas 11B, menino. - Diria, sempre muito alegre.

Após receber o pagamento, a senhora despedia-se. - Volte sempre, menino! - Despedia-se, esboçando um sorriso e voltando para seus afazeres. Com o seu vício agora com combustível para ser sanado, Kaile dirigiria-se para o Q.G da Marinha. Não tardaria muito para Kaile chegar na base da Marinha, conhecendo bem aquela área.

Não tardou muito para Kaile chegar até o Q.G da Marinha, uma enorme e guarnecida base. O aspirante a marinha poderia notar que a base estava um pouco inquieta, com uma movimentação um pouco estranha de marinheiros. Após chegar na recepção do Q.G, Kaile poderia observar um enorme marinheiro na recepção, com uma feição bem infantil e boba.

- Oi..O QG tá bem maluco. Erh.. eu acho..Meu nome é Jeb, oi. - Certamente, aquele marinheiro não sabia muito bem o que estava fazendo ali. - Meu amigo Crowley que fica aqui, ah...Bom, ele pediu pra eu ficar aqui e não fazer nada errado..Er...Eu acho.. - Jeb, esboçava um sorriso para Kaile, não sabia muito o que fazer. - Entrar para a Marinha? Ah, erh.. Certo! Eu..bom, sim! Eu sei o que fazer! - O grandalhão estava perdido, mas parece que ele havia sido orientado passo a passo do que deve ser feito em ocasiões como essa.

Derrubando inúmeros papéis distribuídos ao londo do balcão, Jeb deu um formulário e uma caneta para ser preenchida por Kaile. O marinheiro estava extremamente empolgado, não conseguia esconder a sua euforia. - Sim! Eba! Consegui fazer certinho! - Diria Jeb, após Kaile terminar de preencher o formulário. Após isso, Jeb guiaria o aspirante a marinha em direção ao interior do Q.G.

- Bom.. eh..Eba! Você vai ser meu amigo marinheiro! Olha só, amigo, você eh.. Precisa fazer o que mesmo? - O marinheiro estava pensativo, não lembrava qual era o próximo passo a ser seguido por Kaile. - Ah sim, trabalhados disciplinares! - Jeb guiava Kaile até a lavanderia do Q.G. Não tardaria para os dois chegarem até lá. - Sim, eba! Lavar roupa muito divertido! Você vai gostar muito, amigo! EBAAAAAAAA! - Jeb, dava pequenos pulinhos enquanto voltava de volta para a recepção, extremamente feliz. - Lave todos os uniformes, futuro amigo! Me..encontre na...erh, na recepção! Isso me encontre na recepção quando acabar! - O marinheiro saltava de felicidade, o motivo era incerto. Mas o fato é que a tarefa de Kaile estava estabelecida, talvez não o que ele achava que faria na Marinha.


Crowley:
 

Jeb:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Gehard Belmont


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : O Dragão de Dino Club 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club EmptyDom 02 Dez 2018, 23:12


BAD BLOOD
Naquele momento tudo que a menina sentia era ansiedade e expectativas, todos os últimos anos sozinha naquela pequena casa foram carregados de extremo tédio, até porque a maioria das pessoas não estavam dispostas a trocar duas palavras com Hella, porém ela sequer lembrava-se daquele fato. O dia estava com aquele clima perfeito do qual tanto adorava, um sol brilhante no céu azul, algumas nuvens que tinham algumas formas apenas existentes na cabeça dela e uma brisa leve e refrescante vinda do mar. A Marinha era um edifício como nenhum outro presente em Shells Town, de longe era o mais imponente e chamativo e assim como o centro da cidade o quartel general estava em um movimento frenético, homens de branco corriam por todos os lados e nem tinham tempo para olhar a estranha figura contrastante naquele ambiente, Hella vestia uma jaqueta escura que lhe ficara larga, um suéter marrom e ainda por baixo deste, uma camiseta branca da qual apenas ficavam visíveis suas golas.

Já ali dentro dera os passos necessários até alcançar o que deveria ser algum tipo de recepção, por trás do balcão uma figura bem comum se fazia presente - era incrível como todos os marinheiros pareciam iguais e não apresentavam quase nenhum diferença em si -, diante a apresentação da menina ele se mostrou não estar muito interessado no que ela tinha a dizer, com extrema indiferença havia apanhado uma folha de papel e entregado a ruiva junto a uma caneta — Um formulário? Mas já começamos com burocracia, que chato! — Rabiscou todas as informações necessárias ali, nome, data de nascimento, entre tantas outras coisas que não lhe faziam sentido — Bom, tá tudo aqui, agora eu posso ter um uniforme desses?! — Perguntou ela de forma sincera e inocente.

A reação por parte do marinheiro não era inesperada, mas havia pego Hella de surpresa. Não se segurou em revirar os olhos e bufar, mesmo depois de tanto tempo não entendia o porquê de estar sendo condenada pelos crimes do pai — Isso mesmo, Leclerc — Confirmou ela com um certo orgulho na voz — Os ‘Leclerc’ uma ova, meu pai é apenas metade dessa equação e não equivale ao todo, tá?! — Protestou ela cruzando os braços e fazendo um bico. Ela não importava com os comentários vindo do homem e reagia de maneira natural a aquilo — Pode deixar, vou voltar em menos de dez minutos, pode me esperar. — Concluiu com uma risada ao apanhar a carta. Girou sobre os próprios calcanhares pronta a fazer o caminho inverso de volta para a cidade, em suas pequenas mãos um pedaço de papel endereçado para Holgen da loja de armas, a Leclerc virava e revirava aquilo pensando qual seria o assunto contido. Suspirou. Sabia que o que estava prestes a fazer era um começo muito ruim para quem desejava ser parte da Marinha, mas sua curiosidade lhe afetava como uma doença. Hella se aproximaria próxima de uma parede e olharia para ambos os lados a fim de identificar olhares sobre si, se tudo estivesse o.k ela não faria rodeios para então deslacrar a carta e lê-la do começo ao fim.

Saciando sua curiosidade Hella focaria seus esforços em voltar a carta o mais próximo do estado original, colocaria-a dentro de um bolso e seguiria caminho para a loja de armas da cidade. As mãos ficavam sempre escondidas nos bolsos da jaqueta preta que um dia pertencera a Blacy e isso explicava o porquê de serem muito maiores que ela. Uma vez frente a loja, Hella não faria rodeios ao entrar no lugar, sua mente já construía a cena de escândalo que se formaria ali dentro com sua presença, mas estava pronta para aquilo — Antes que diga qualquer coisa eu tenho uma carta enviada diretamente da Marinha, se não quiser ler eu posso te contar o que está escrito — Estenderia a destra até o homem enquanto seu olhar se desviava para o outro extremo.


Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Reinhardt em Qui 06 Dez 2018, 13:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O Dragão de Dino Club Empty
MensagemAssunto: Re: O Dragão de Dino Club   O Dragão de Dino Club Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Dragão de Dino Club
Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: