One Piece RPG
Tchau North Blue - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Dante Hoje à(s) 03:57

» O Legado Bitencourt Act I
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Ineel Hoje à(s) 03:42

» A inconsistência do Mágico
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:59

» Escuridão total sem estrelas
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:08

» Hey Ya!
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 00:39

» As mil espadas - As mil aranhas
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Revescream Hoje à(s) 00:24

» The Victory Promise
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:13

» Cap. 2 - A New Day
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Tonikbelo Ontem à(s) 23:06

» Karatê Cindy
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Oni Ontem à(s) 22:12

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 21:15

» Al mare!
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Oni Ontem à(s) 20:45

» Livro Um: Graduação
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:35

» Arco 4: Segredos enterrados em gelo!
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 19:36

» [Ficha] Song
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 19:08

» Ficha - Alejandro Martínez
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 19:00

» Alejandro Martínez
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:58

» [Ficha] Mika Mizushima (Completa)
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:55

» Mika Mizushima
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 18:52

» The One Above All - Ato 2
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 18:02

» Cap.1 Deuses entre nós
Tchau North Blue - Página 6 Emptypor Thomas Torres Ontem à(s) 17:30



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Tchau North Blue

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Tchau North Blue - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 EmptyQua 26 Set 2018, 16:06

Relembrando a primeira mensagem :

Tchau North Blue

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Calros Lazo. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
PepePepi
Membro
Membro


Data de inscrição : 15/03/2013

Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 EmptyDom 23 Dez 2018, 04:25



Já podemos relaxar?
O médico não ficou feliz com a minha decisão apesar de eu achar ela a mais lógica ali de longe. Conseguimos resolver tudo até com certa facilidade e então me via num barco todo arrebentado, porém que estava saindo daquele local finalmente. Não bastando isso tudo, o homem que eu tenho suspeitas de ser um agente acabou dando um magnífico tiro com canhão e derrubando o mastro do navio pirata do número um. Aquilo pareceu tão fácil que me impressionei com sua precisão por um instante, mas não cheguei a comentar nada. Até porque acabei percebendo que o número cinco me olhava com o mais puro ódio. Eu não tinha salvado o tenente, mas vi o pirata sendo devorado... - Como que os dois acabaram aqui em cima? Eu tenho certeza que ele foi devorado... - O como me parecia ótimo, mas queria uma confirmação ainda. Talvez por causa da minha fala, ou por outros motivos, todos começaram a entender tudo que havia acontecido. Eu inclusive.

Chegar foi até tranquilo, mas a situação em sequência foi tão absurda que eu me perguntava como que acabara tudo bem para mim. Sentia dores nas costelas, talvez elas tenham trincado e colocaria a mão em cima do corte que havia levado mais cedo, precisava tratar disso também. Acabaria ouvindo a pergunta da tenente Ju, mas não responderia na mesma hora, ainda estava processando tudo, os peixes carnívoros, um até mesmo com joias em sua cabeça, o coelho peixe gigante que estava para acabar com o navio do número um e que já havia acabado com o número seis e quase que com o nosso também. Entendia a raiva do número cinco por mim, mesmo não tendo salvo o tenente por conta própria, se não tivesse interferido o pirata teria simplesmente o matado afogado e estaria salvo. Mas a que custo eu fiz isso? Olhando a minha volta via que sobraram tão poucos de nós. Eu salvei um e no calor do momento até mesmo poderia falar que o tenente era mais importante que os outros, mas será que era essa a forma certa de agir? Ao ouvir a pergunta de Yumi iria parar por um instante. - Não diria que foi fácil... - Começaria a responder. - Não me machuquei muito, na verdade estou até bem intacto... mas mesmo assim não foi fácil. - A imagem dos peixes devorando os piratas surgia em minha mente. - Não sei se foi certo pular para salvar o tenente, mas não posso afirmar que seria muito mais útil por aqui. - A única certeza que poderia ter depois de tudo aquilo, era de quão ridiculamente fraco eu era. O pirata era bem mais forte do que eu e só me saíra bem porque ele estava muito ocupado tentando afogar o tenente. Aceitando isso tudo, iria pegar a minha máscara para boca, provavelmente encharcado por ter guardado comigo e a torceria por um instante, depois a sacudiria antes de colocá-la no meu olho direito, não pensaria muito em qual olho havia colocado ela por último, não teria importância naquele momento. - Só sei que preciso ficar bem mais forte se quiser sobreviver a esse inferno. - E dito isso olharia para cima, no ninho de corvos.

Não chegaria a subir ainda, pois estava preocupado com o tenente, foi quando então o médico acabaria aparecendo informando que não havia mais nada para fazer pelo mesmo. - Não temos condições de fazer uma transfusão? Qual o tipo sanguíneo do tenente? Talvez alguém aqui tenha o mesmo tipo. - Se ele falasse que tínhamos fica ao seu critério escolher o meu tipo sanguíneo e o meu fosse compatível com o do tenente, iria me voluntariar no mesmo momento. - Eu posso doar um pouco de sangue sim, eu quase não perdi por causa desse corte aqui. Estou tranquilo. - Falaria mostrando o corte que levei para o médico, seria até bom para o mesmo me tratar depois. Caso nem eu e nem ninguém tivesse o mesmo tipo sanguíneo, ou nem mesmo fosse possível realizar a transfusão, iria simplesmente aceitar e então subiria para o ninho de corvos. Não saberia dizer sem tentar, acho que eles devem ter rolado e caído durante a confusão e nunca mais os acharia, porém não custava tentar. Ao chegar ao ninho de corvos olharia se meus pesos para as pernas estavam por lá. Se estivessem os colocaria de novo, não sei se já havia dado tempo para minhas pernas sentirem qualquer diferença por causa dos pesos, mas pelo menos minha mente ficava mais tranquila.

Independente de achar ou não os pesos, desceria depois para tratar o corte e as costelas que provavelmente estavam trincadas, usaria esse tempo para pensar no que havia pensado até então. Caso já estivesse por lá por causa da transfusão de sangue, pensaria enquanto o médico fazia todos os procedimentos. No mar, apesar de não ter feito, eu tentara matar o pirata, eu sabia que em caso de vida ou morte acabaria pensando em matar o adversário sem hesitar muito, acho que já tinha visto reflexos disso em minha terra natal, mas não pensara que chegaria nesse ponto tão cedo na grand line. Eu havia subestimado demais o local. Said e tantos outros marinheiros simplesmente sumiram na situação, obviamente não precisava perguntar o que havia acontecido com eles. Quanto mais eu refletia, mais surreal me parecia toda a situação. Pulei na água para salvar o tenente, pensava que seria algo rápido e tranquilo, ele perdeu o braço, foi engolido, todos os piratas com exceção do número cinco morreram. Marinheiros morreram e eu só consegui ver tudo. A tenente Ju parecia ter um ataque, ao mesmo tempo que o homem que acho que é um agente estava tranquilo. Aquele tiro de canhão dele matou todos aqueles piratas com toda a certeza, eles não conseguiriam fazer nada contra aquele coelho peixe, se eu fosse forte, será que conseguiria salvar todos por lá? Ou isso é só fantasia? É impossível salvar todos por ser extremamente forte? Bom, não só isso, precisava aprender mais sobre medicina e sobre armas em geral, só saber utilizá-las não era o suficiente, um marinheiro que morreu não tinha uma simples bota, precisava então criar uma, sem desculpas. Uma nova meta era criada em minha mente.

- Obrigado - Diria quando o médico acabasse o tratamento. Havia muitas coisas para fazer. Caso não houvesse ido para o ninho dos corvos por causa da transfusão de sangue, iria então posteriormente ao tratamento e depois desceria. No convés iria traçar meu caminho até o armazém e nele pegaria uma mochila. O timoneiro havia informado que estávamos a poucas horas de Aracne Island, precisava estar preparado. Após pegar a mochila, um pouco de comida e uma garrafa de água, além de uma corda e a poronga. Depois faria várias mochilas de mesmo conteúdo para todos do navio, duvidava muito que o médico e o timoneiro fossem ficar naquele navio após tanta desgraça, além de que, ficar sozinho em uma ilha da grand line agora me parecia loucura. Após isso tudo, iria até a enfermaria e perguntaria para o médico. - Olá, posso pegar esses livros para ler na ilha? - Diria apontando para os cinco livros que estavam lá por causa de mim mesmo e de Elrick.

Com isso concluído, iria subir ao convés e perguntaria para ninguém em específico. - Algo que eu possa fazer para ajudar? - Se não houvesse, iria simplesmente esperar as horas passarem, esperando ver a tal Aracne Island.


Histórico:
 

Ficha para ajudar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : Tchau North Blue - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 EmptyDom 23 Dez 2018, 14:26

- AAhhh você não viu neh? Foi realmente inesperado!! – Respondia Yumi ao ouvir o questionamento de Claros, erguendo as mãos e arregalando os olhos para dar ênfase nas suas palavras. – Primeiro o Coelho pulou causando caos e destruição, mas aí, dois tiros de canhão disparados pelo Número 1 atingiram ele na barriga, e na hora ele vomitou o Tenente e o Número 5, rugindo para os céus e voltando para água. E pensar que nosso inimigo iria nos ajudar. Acho que esse tal de N 1 é meio burro...

Com a chegada do médico, o sargento logo se oferecia para uma transfusão de sangue, mas o doutor apenas suspirava. – A não ser que um de vocês seja doador universal, não adianta. Durante a batalha um dos tiros de canhão atingiu a enfermaria e os documentos que diziam o tipo dele se perderam.

Para surpresa do Doutor, Claros dizia que poderia doar, e assim ambos seguiam para uma enfermaria semidestruída, com um grande rombo na parede e objetos pelo chão. O processo deixava o ruivo se sentindo enfraquecido, e o médico aproveitava para tratar suas feridas, mas logo após o sargento seguia para o ninho de corvos, onde conseguia achar seus pesos. Apenas a luneta havia desaparecido do local.

Em seguida ele ia ao armazém e pegava os itens necessários para a sua missão em Aracne. Mochila, comida, água, corda, poronga. Ele também arrumava as mochilas dos outros seis marinheiros sobreviventes, e passando pela enfermaria, pegava os livros sem muitos problemas.

- Não sobraram muitos, mas deveria pegar um dos antídotos restantes rapaz. Vai precisar. – Dizia o médico naquele momento. Dos quarenta frascos iniciais, apenas quatro restavam, e era provável que o médico já tivesse pego um(s) para si.

De volta ao convés, todos pareciam meio letárgicos, mas ao ouvir a pergunta do rapaz, a Tenente Ju que parecia ter se acalmado olhava para ele como se tivesse despertado – Ah sim, claro. A maioria desses piratas não tem recompensa, é melhor jogar seus corpos no mar. – Ela se referia aos sete ou oito cadáveres de piratas presentes no convés.

Ao ouvir isso, o Numero 5 virava o rosto na direção dela. – E vocês nos chamam de animais!! Mas esses homens tinham famílias, amigos, sonhos! Merecem um tratamento melhor que esse!

- Deviam ter pensado nisso antes de terem embarcado nesse caminho de crimes. Antes de terem causado a morte de tantos dos nossos. – Respondia ela de forma fria e cheia de asco.

O pirata ainda abria a boca para falar mais algo, mas era interrompido ao receber uma coronhada na cabeça por parte do agente. – Calado seu verme imundo! Tem sorte que não dou um tiro na sua cabeça aqui mesmo!

- Kakakakakaka!! Vocês realmente estão se achando por terem conseguido escapar com suas vidinhas miseráveis não é mesmo?! Se considerem SORTUDOS NÃO É MESMO? TOLOS! MEU CHEFE SABE DE TUDO QUE HOUVE, E ESTÁ ESPERANDO VOCÊS COM UM PRESENTE INCRIVEL! SEU PESADELO SÓ COMEÇOU! NENHUM DE VOCÊS VAI SAIR COM VIDA DAQUELA ILHA!! KAKAKAKAKAKAKAKA!

Inicialmente o homem só estava falando com raiva, mas no meio começou a gritar e berrar as palavras, de voz que sua voz parecia com um trovão, ressoando pelos quatro ventos. Perto de Calros haviam dois piratas mortos. O primeiro e mais próximo era um homem que tinha consigo um tapa-olho, luvas com uma qualidade melhor que a sua, e até mesmo botas de combate com um tamanho que se o rapaz reparasse, veria que eram ideias para o marinheiro desaparecido que conhecera mais cedo, o único que disse estar desarmado durante o exame de admissão.

Já o segundo tinha consigo 2.000.000 de berries, e dois itens deveras peculiares, uma concha e um dial (esses três itens foram ganhos pelo player em eventos e já constam em sua ficha).

Enquanto as palavras ominosas ainda ressoavam, ao longe, uma grande sombra se erguia no horizonte. O timoneiro que pegava sua luneta e tentava ver o que era logo gritava – TERRA A VISTA! ESTAMOS CHEGANDO EM ARACNE!!


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant


Última edição por Wild Ragnar em Seg 24 Dez 2018, 21:19, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Tchau North Blue - Página 6 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 EmptyDom 23 Dez 2018, 21:13



Aracne Island
Bem, como o esperado, a única opção que havia era dos dois terem sido engolidos e depois cuspidos, então Yumi acabou simplesmente confirmando aquela informação e não só isso, ele ainda afirmou que o número um nos ajudara. Algo realmente estranho para a situação, mas que não havia muita coisa para falar além daquilo. Seguindo daquele ponto, por sorte, como eu sou doador universal acabei seguindo com o médico para doar meu sangue para o tenente Elrick. A enfermaria estava meio detonada. - Vai acabar tudo bem tenente. - Diria para o mesmo, apesar de não saber se ele me ouvia ou não, após acabar a transfusão e o tratamento. Meio tonto, fui seguindo para pegar diversos itens que achava importante. Talvez por causa da tontura, ou simplesmente por ter esquecido independente disso, mas eu não estava me lembrando dos antídotos. - Muito obrigado, havia me esquecido completamente deles. - Falaria pegando os antídotos.

Subindo ao convés, ouço Ju falando para jogar os corpos no mar por não terem recompensas. Até o número cinco achou aquele fato meio pesado ou frio e com isso começou a gritar sobre o chefe dele já saber de tudo que ocorreu lá. Agacharia próximo dele, não próximo o bastante para que ele pudesse me tocar/chutar ou coisa do tipo. - E como que o seu chefe saberia? - Perguntaria, achei a informação dele meio curiosa. Duvido muito que o número um teria avisado algo naquela confusão e tenho certeza que o número cinco e seis com certeza não tiveram tempo. Com a resposta dele, iria então me atentar ao infeliz que perdera a vida logo ali do lado. Quão errado isso poderia ser? Sentaria do lado do cadáver por um instante. Iria levar a mão até o tapa-olho e o retiraria. Retiraria o meu próprio “tapa-olho” e o guardaria no bolso, se fosse aprender cirurgia no futuro poderia ser uma boa já ficar com uma dessas. - Isso me parece meio errado. - Falaria para ninguém em específico enquanto colocasse o tapa-olho para tapar meu olho direito, igual estava a máscara naquele momento. - Ao mesmo tempo que não me parece. - Poderia muito bem ser eu morto logo ali ou algum marinheiro colega meu. E eles com certeza profanariam os corpos de todos para que pudessem pegar o que desejavam... não era essa uma das principais diferenças entre eles e eu? Mas não seria errado eu deixar a luva e a bota irem pro mar sendo que precisava ser mais forte para salvar outras pessoas? Isso me parece um simples desvio de ética para eu aceitar que eu queria aqueles itens, quero me vingar e para isso preciso ficar forte. Qual era o meu limite nesse desejo de ficar forte? Até onde eu poderia ir? Com um pesar na consciência eu acabaria retirando a luva e as botas do pirata morto. Foi então que reparei em outro corpo. Este, com dinheiro e dois itens incomuns. O dinheiro eu acabaria pegando sem pensar tanto, talvez estivesse em transe ainda pensando no que estava fazendo ser certo ou errado. Os dois itens já me eram mais estranhos, uma concha normal e uma concha diferente... não sei porque, mas ambas chamaram tanto minha atenção que eu acabaria pegando-as sem pensar. Algo no meu interior mandava eu recolher tais itens.

Não sei se debati demais comigo mesmo enquanto pensava sobre aquilo que estava fazendo era certo ou errado, mas o timoneiro acabou gritando que havia visto terra finalmente. Me levantaria e olharia para a temerosa ilha da grand line. Se o que o pirata havia dito fosse verdade, provavelmente teríamos mais números nos esperando por aqui. O número um e seis com certeza haviam morrido, o cinco estava preso. Quem sabe não acharíamos os outros sete naquela ilha e até mesmo o tal chefe deles, o famoso número zero. - Pessoal, eu já preparei a mochila de todos, vou lá buscar elas. - Diria e então faria o trajeto de subir e descer com as mochilas de todos, caso nenhum deles me ajudasse, acabaria fazendo o processo sozinho, mas também não pediria por ajuda no momento. Passaria o tempo refletindo se precisava aumentar o meu “limite” entre o que considerava certo e errado. Nesses momentos seria legal conversar com Elrick ou Said, mas um estava inconsciente e o outro... bem, nem sei dizer o que havia acontecido com ele, só imagino que tenha infelizmente morrido de alguma forma azarada. Mal o conhecia, mas Said havia sido um bom companheiro enquanto isso.

Quando chegássemos no porto e o navio parasse, iria tentar observar o melhor que pudesse da ilha. Sairia do navio e comemoraria em silêncio no piso do píer que eu estava vivo, eu adorava o mar, mas naquele momento, a terra me pareceria muito melhor. Não saberia dizer o que me esperaria naquela ilha que havia chegado, mas estava preparado, eu acho.


Histórico:
 

Ficha para ajudar:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por PepePepi em Ter 25 Dez 2018, 17:01, editado 1 vez(es) (Razão : Só para adicionar os itens que eu recebi em evento/presente e meu personagem ter uma justificativa ingame :feliz:)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : Tchau North Blue - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 EmptySeg 24 Dez 2018, 22:28


- Kakakakakaka! Bem que vocês gostariam de saber não é mesmo? Kakakakakakaka!! Ouça bem ruivo, tudo que vocês precisam entender é que o Zero sabe de tudo. Nada escapa de seu radar, e mais!! Quando ele me libertar, eu virei atrás de você. Vou arrancar essa cabecinha linda de cima dos seus ombros e usar seu crânio para beber seu sangue. Calros, certo? Kakakakaka. Você é um homem morto! Morto me ouviu?? – Frente a aproximação e pergunta do Sargento, o N.5 começava a rir e o ameaçava, com sua saliva voando e batendo no rosto de Lazo.

Talvez isso fosse o que faltava para que o ruivo tomasse sua decisão. Indo até os corpos de dois piratas, ele pegava seus itens, mas antes que pudesse desova-los no mar, vinha o anuncio do timoneiro. Estavam chegando ao seu destino. Indo pegar as mochilas que havia preparado para todos, ao voltar para o convés e repassar os objetos, ele chegava na hora em que o agente começava a falar.

- Inicialmente o Tenente Elrick deveria informa-los disso, mas considerando a situação farei isso eu mesmo. Meu nome é Crow, um Agente a comando do governo mundial e o responsável por essa operação. – Ele não informava sua patente exata, apenas passando os olhos por todos. – Nossa missão é apreender os membros do bando pirata chamado “Números” que se encontrarem na ilha, assim como adquirir o tesouro que eles vieram buscar.

Até o momento temos conhecimento de onze números ao todo que vão do Zero ao Dez, sendo o Zero seu líder. Apesar de ainda não sabermos sua identidade, muitos dos outros números já caíram ou estão prestes a cair.

Números 1, 3, e 6. Participaram da batalha que travamos e pereceram (espera-se). O navio do N.3 já estava destruído antes mesmo que chegássemos.

A Número 9 era uma agente infiltrada, e era ela que estava crucificada na proa do navio do N.6.

Número 5, temos o prazer de sua companhia agora, aqui conosco, já que o capturamos.

Número 4, foi capturado previamente pela marinha graças aos esforços da N.9.

Número 2 e Número 7 foram vistos pela última vez subindo a Reverse Mountain. O número 2 tem outra identidade, o líder dos julgadores que causou caos em Micqueot. Seu objetivo lá era obter o mapa do tesouro que os Números estão atrás, todo resto foi apenas uma bomba de fumaça.

Apesar do nosso estado e das coisas terem saído um pouco do planejamento, com diversas baixas, não há motivos para desistirmos da missão. Apenas o Numero 8 e 10 estão na ilha com seus minions, assim como possivelmente o Número 0.

Sobre a ilha. Aracne é uma ilha infestada por aranhas de todos os tipos e pode ser separada em duas partes, a civilizada e a selvagem. A parte civilizada é controlada pela regente Sapphira, e ela tem controle absoluto sobre as aranhas que estão em sua região. Então não há o que temer quando desembarcarmos. Infelizmente nossa missão nos levará à parte incivilizada, onde o controle da regente não alcança as aranhas.

Já que sofremos muitas baixas, quando desembarcarmos precisamos achar mais algumas pessoas que estejam dispostas a nos acompanhar. Vocês terão três horas para convencer caçadores de recompensa ou cidadãos locais. Podem oferecer ouro, passagem segura para outra ilha, e até mesmo perdão de crimes.


---

Enquanto Crow informava aos marinheiros restantes dos próximos passos, no porto do qual se aproximavam três homens olhavam aquela embarcação destruída se aproximando. – Huh, não esperava por essa. Com a formação enviada por aqueles caras, achei que a Marinha não conseguiria nem mesmo chegar na ilha. – Dizia um deles, com cabelos castanhos e longos.

- Mas estão em péssimo estado, e duvido que hajam muitos sobreviventes. –
Respondia um loiro.

- Bom, parece que no fim vou ter algum trabalho. –
Falava o terceiro, o que aparentava ser o mais velho.

- Certo, certo, mas agora vocês podem sair daqui, tenho que recebê-los conforme as ordens dela. –
Finalizava o loiro fazendo sinal com as mãos para que os outros fossem embora.

---

Mais alguns minutos se passavam desde a explicação de Crow e o navio finalmente chegava no porto de Arcne, atracando. Saindo para o píer, Calros podia ver um homem loiro, e mais impressionante ainda, atrás do homem estava uma aranha com o tamanho de um cavalo, usando uma sela similar à de um.

Ao ver o ruivo que era o primeiro a desembarcar, o homem loiro se aproximava. – Boa tarde, estive esperando por vocês. Vejo que passaram por algumas dificuldades na viagem, se tiverem necessidade de uma estalagem ou de um carpinteiro posso arranjar, meu nome é Nimura, um dos três Conselheiros de Aracne.
FIM DA PARTE 1



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Avaliação Calros

Perdas:
● N/A OK.

Ganhos:
● Perícia Doma OK.
● 1 missão de investigação de cena de crime NEGADO. Nego tem dificuldade de entender o que soldado faz. Soldado é tipo estagiário, não faz nada de importante sozinho. Se tivesse um superior liderando, estaria ok, mas foram 2 soldados fazendo algo considerado importante, e isso não pode.
● Máscara para boca OK.
● Pesos para as pernas OK.
● Promoção para Sargento NEGADO. Missão negada, promoção negada.
● Perícia Anatomia Humana OK.
● Mochila OK.
● Corda OK.
● Garrafa com água OK.
● Comida OK.
● Poronga OK.
● 4 antídotos para picadas de aranha ALTERADO. Esse numero tá muito grande para um simples soldado, a marinha não gastaria tantos recursos assim. Muda para 2.
● 5 livros de medicina - Diagnose, Toxicologia, Botânica, Farmácia, Cirurgia OK.
● Luvas nível 2 NEGADO. Promoção negada, arma negada
● Tapa-olho OK.
● Botas nível 2 NEGADO. Promoção negada, arma negada

Relação de personagens:
● Ele faz OK.

Exp: 8 xp
EdC: 8 xp

Localização: Aracne Island - 2ª rota OK.

Quantidade de posts do(s) Narrador(es):
Alencar - 3
OverLord - 2
Wild Ragnar - 21 OK. 2 créditos (Ragnar)


Feedback Player:
 

Feedback Ragnar:
 

____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Tchau North Blue - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Tchau North Blue   Tchau North Blue - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tchau North Blue
Voltar ao Topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: