One Piece RPG
O retorno do Rei! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Livro Um: Graduação
O retorno do Rei! Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
O retorno do Rei! Emptypor Milabbh Hoje à(s) 19:28

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
O retorno do Rei! Emptypor Narrador de Evento Hoje à(s) 19:06

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
O retorno do Rei! Emptypor Kekzy Hoje à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
O retorno do Rei! Emptypor Shiro Hoje à(s) 17:46

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
O retorno do Rei! Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 16:50

» Os 12 Escolhidos, O Filme
O retorno do Rei! Emptypor Ceji Hoje à(s) 16:14

» Kit - Ceji
O retorno do Rei! Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:23

» [ficha] Arthur D.
O retorno do Rei! Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 15:15

» Mini-Aventura
O retorno do Rei! Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
O retorno do Rei! Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
O retorno do Rei! Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
O retorno do Rei! Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
O retorno do Rei! Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
O retorno do Rei! Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
O retorno do Rei! Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Jade Blair
O retorno do Rei! Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
O retorno do Rei! Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
O retorno do Rei! Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
O retorno do Rei! Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O retorno do Rei!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptyQua 12 Set 2018, 01:34

O retorno do Rei!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) revolucionário Raymond King Walker. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptyQua 12 Set 2018, 10:16




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Muito tempo se passou desde a última vez em que Raymond esteve consciente, ele abria os olhos lentamente e a primeira sensação que sentia era de dor, não só no seu corpo, mas nos seus olhos, era como se a luz o deixasse completamente cego e como reação ele fechou os olhos imediatamente fazendo uma leve careta com um pequeno gemido de dor. Depois de mais alguns segundos, ia abrindo os olhos devagar e gradativamente e assim pouco a pouco ia conseguindo enxergar o que tinha em sua volta. - " O que aconteceu? Onde estou...? " - eram as primeiras perguntas que ecoavam em sua mente nesse seu primeiro contato com o mundo exterior, ele estava um pouco lento e não se lembrava de absolutamente nada, era algo realmente frustrante, olhando em volta o Rei Vermelho conseguia notar que ele estava em algum tipo de ala médica, mas não sabia dizer onde, ele não sabia dizer absolutamente nada do que estava acontecendo. Foi então que o flash de uma explosão passou em sua mente e seus olhos arregalaram rapidamente, ele havia se lembrado do que aconteceu momentos antes de perder a consciencia e como reação ou instinto ele se levantou rapidamente, ficando sentado na cama com os olhos arregalados, e agora que ele tinha uma certa visão do seu corpo, podia notar todas as cicatrizes que tinha pelo torso, ombro e braço direito. Ray não estava entendendo nada, ele não estava com amnésia, mas por alguma razão não conseguia se lembrar o que aconteceu, e foi nesse momento que ele se lembrou da coisa mais importante.

- ONDE ESTÃO OS MEUS AMIGOS?! - falou de forma tão alta e forte, que mais parecia um grito.

E então se levantou e tentou correr para frente, porém, no momento em que seus pés tocaram o chão, por ter ficado tanto tempo parado, as suas pernas não conseguiam suportar o peso do seu corpo e assim Ray foi direto ao chão erguendo os braços para não bater o rosto. Nesse momento ele olhou para suas pernas assustado e mexeu levemente os dedos dos pés, ele não perdeu o movimento das pernas, mas ao mesmo tempo não conseguia ficar de pé, aquilo o deixou ainda mais nervoso e assustado, mas ele não estava se importando com as pernas naquela hora, ele queria saber o que aconteceu com os seus amigos. - TIDUS!!! ELSA!!! FRISK!!! OLIVIAAA!!! - ele gritava enquanto ficava no chão olhando em volta, sua respiração estava acelerada, seu corpo suava bastante e seus olhos levemente arregalados, ele estava muito abalado emocionalmente e sentia que as chamas do seu corpo estavam começando a sair, suas mãos estavam se tornando chamas e ele sentia todo o seu corpo tremer e se desfazer aos poucos, aquilo o fez parar pra pensar que ele não podia perder o controle, porque seja lá onde ele estivesse, as pessoas não tinham culpa e se ele continuasse nesse estado mental, poderia incendiar tudo e matar pessoas inocentes. Naquele momento Ray abaixou a cabeça, encostando sua testa no chão, ele rangia os dentes de frustração por não saber o que aconteceu e onde estava os seus companheiros. - " O que aconteceu aqui?! O QUE EU FIZ?! " - ele se questionava mentalmente enquanto estava com o rosto enfiado no chão sem saber o que fazer, pela primeira vez em muito tempo, uma lágrima escorreu de seus olhos, Ray estava chorando. - " Eu preciso me acalmar, tenho que descobrir o que aconteceu... Alguém... Por favor... Me diga o que aconteceu... " - ele continuava chorando em silêncio enquanto tentava se lembrar, mas a única coisa que conseguia era lembrar de flashs com explosões e uma luta acontecendo, e era justamente por isso que ele estava tão frustrado, porque as suas últimas lembranças são terríveis e agora ele acorda em um lugar estranho e sem saber onde estão os seus amigos, obviamente ele pensava apenas no pior.

Quando sentisse que suas pernas estavam começando a responder aos poucos, Ray iria rolar para perto da cama de onde estava e assim usando os seus braços ele se apoiaria na cama e tentaria ficar de pé, uma vez conseguindo isso, daria leves passos se apoiando nas coisas que conseguisse até ter certeza de que conseguia caminhar sozinho. Quando conseguisse, ele iria caminhar lentamente até encontrar alguém que pudesse explicar tudo, no momento as suas prioridades era saber onde ele estava, o que havia acontecido e se os seus amigos estavam bem. Se em algum momento notasse que havia posto fogo em algo, imediatamente iria absorver as chamas para não danificar o local.






Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptyQua 12 Set 2018, 20:54




Abrindo os olhos!


Pela primeira vez em muito tempo duas fendas se abriram em frente a Raymond, fazendo luz penetrar o vazio escuro em que se encontrava. Seus olhos haviam se aberto, e ele conseguia ver uma espécie de ala médica ao seu redor, mas não entendia onde estava. Em frente a cama haviam três medicos, que pareciam muito surpresos em ver o Rei Vermelho acordado. Em seu braço haviam um tipo estranho de planta, com dentes grandes que se encontravam fincados em seu braço esquerdo. A planta parecia fazer um movimento de sucção, como se sugasse algo do braço do revolucionário, e um pequeno tubo fincado no caule da mesma levava um liquido vermelho de volta ao braço direito do Rei Vermelho.

Desesperado, acabou se levantando de sobressalto, o que assustou todos os médicos, que pareciam perplexos demais para dizer qualquer coisa. O homem tentou se levantar, se desvinculando da planta (o que deixou alguns pequenos furos no braço) e do tubinho conectado ao outro braço, mas assim que seus pés tocaram no chão ele desmoronou. Nomes foram chamados ao vento, até que uma mulher apareceu desesperada na porta. - RAYMOND, VOCÊ TA BEM?!? - Gritou Olivia, se jogando para um abraço. Seus seis braços envolveram Raymond, que chorava sem saber o que houve, enquanto a tritã chorava também. - Eu estava tão preocupada. Todos nós estavamos. - E os dois ficaram ali abraçados até um dos médicos tomar a palavras. - É melhor você se deitar novamente. Você acabou de acordar de um coma, suas funções motoras não devem estar 100%. - Advertiu, e Olivia o ajudou a deitar novamente na cama de hospital.

O revolucionário começava a oscilar, se tornando fogo em alguns pontos do corpo, mas ainda tinha capacidade o suficiente para evitar que isso prejudicasse qualquer um ou qualquer coisa a sua volta. - Deve ser muito para você digerir, mas é melhor que preste atenção no que vou falar. - Ela olhou de relance para os médicos, e começou a falar. - Cerca de um mês atrás nós enfrentamos uma dupla de agentes na antiga base da ilha. Conseguimos vencer, mas durante a luta... Você foi ferido gravemente por uma granada de água de um dos agentes. Você estava muito ferido, e foi só quando chegamos aqui, na base do Punho Árido, que descobrimos que a granada carregava um veneno junto, se é que posso chamar de veneno.

Tomando a palavra, o medico de cabelo roxo começou a explicar a parte técnica. - Ela carregava um agente ainda desconhecido que infectava as hemácias e células sanguíneas, desativando-as e fazendo o corpo as considerar como corpos estranhos. Depois que seu sangue inteiro estava infectado, foi difícil manter você vivo. - Em seguida, o medico de cabelos castanhos prosseguiu em seu lugar. - Por sorte uma garota chamada Fertari, aqui do Punho Árido encontrou um registro de uma planta pré-histórica chamada Sangria que se alimentava de sangue e conseguia purificar o sangue que ingeria. O comandante Mark, sabendo disso, enviou um grupo até Little Garden, onde um homem chamado Yan Shui ajudou a encontrar a planta, que foi trazida para cá. - Dizendo isso, apontou para a planta que antes tinha os dentes fincados no braço de Raymond.

- Usamos ela para fazer uma espécie de hemodialise em você, e por sorte os dados sobre ela estavam corretas. De fato ela limpou seu sangue e eliminou o agente maléfico do seu corpo. O problema é que não tínhamos ideia de quanto você podia acordar. Seu corpo passou por um choque intenso, e esteve entre a vida e a morte várias vezes. Você podia acordar hoje, amanhã ou até mesmo daqui a anos. Era impossível saber. - Concluiu novamente o de cabelo roxo. - Tidus, Frisk e os outros tiveram que seguir viagem. Eles receberam uma missão, e como não sabíamos quando você acordaria, eles não podiam ficar esperando. Atualmente eles estão em Pindorama, a 4ª olha da 5ª rota, e ouvi dizer que Axell se juntou novamente ao grupo. - Era muita informação para digerir de uma vez só, e mais do que isso, muita coisa a se fazer para recuperar o mês perdido.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptyQua 12 Set 2018, 22:23




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Ao abrir os olhos pela primeira vez, Raymond entrou em pânico no primeiro momento, ele estava muito confuso devido ao fato da luz literalmente o atordoar. Estava tão fora de si que sequer notou a presença dos médicos naquele primeiro contato com o mundo exterior, sequer notou que havia uma planta com dentes em seu braço, a única coisa que interessava a ele naquele momento era saber o paradeiro dos seus companheiros, a Red Legion e uma vez que estava com isso em mente, tentou sair da cama, mas foi diretamente ao chão devido a suas funções motoras não estarem 100%. Naquele momento Ray ficou de cabeça baixa com leves lágrimas escorrendo de seus olhos, ele tentava se lembrar, mas não conseguia, a única coisa que aparecia em sua mente eram flashs de explosões e fogo para todos os lados, ele estava extremamente frustrado, com medo e nervoso, mas tudo pareceu sumir quando ele escutava uma voz familiar: Olivia. Ao ouvir a voz da tritã, ele ficou em estado de choque, sem reação, apenas ergueu a cabeça devagar para olha-la e ter certeza de que não era sua mente pregando-lhe uma peça. - O... livia... " - dizia com o tom de voz baixo e um tanto aliviado, ver sua companheira bem, trouxe para ele um alívio que não conseguia explicar, o seu corpo que estava faíscando imediatamente se estabilizou e assim ele a abraçou com força. Raymond nunca havia demonstrado tal emoção assim para Olivia, ele a abraçava com força, sentindo o seu cheiro e sua pele, era realmente ela. - Que bom que você está bem... Eu estou tão feliz... - dizia sem nem tentar disfarçar o quão emocionado estava.

Em seguida a tritã o ajudava a voltar para a cama, Ray estava muito mais calmo agora e conseguia olhar as coisas mais claramentes, e foi aí que ele percebeu a presença dos três médicos, que imediatamente explicavam tudo juntamente com Olivia. Enquanto a tritã explicava detalhadamente o que aconteceu, Raymond fechava os seus olhos e de acordo com o que ela falava, ele via como se fosse um filme em sua cabeça, a sua memória com o ocorrido foi voltando pouco a pouco. - Eu me lembro... foi isso que aconteceu... - ele dizia com o tom de voz baixo e claramente abatido, desviando o olhar para baixo um tanto pensativo, e foi aí que ele notou as cicatrizes que havia em seu torso, ombro e braço direito, aquilo o fez arregalar um pouco os olhos, ele ficou surpreso com o que via em seu corpo e como primeira reação, levou sua mão esquerda, passando por todas as cicatrizes levemente com um olhar distante e abatido. - Que patético, olhe como eu fiquei... - dizia com a mesma tonalidade de voz baixa e abatida. Nesse momento um dos médicos começou a explicar detalhadamente o processo da recuperação, enquanto o médico falava, Raymond não o olhou nos olhos, ficava apenas escutando atentamente enquanto mantinha sua mão esquerda em suas cicatrizes. Quando foi citada a planta, ele desviou o olhar para a mesma, notando o quão feia era, mas aquela coisinha feia salvou a sua vida. - Então o Comandante Mark também esteve aqui... - dizia como estava falando desde o começo, mas dessa vez estava encarando a planta presa a seu braço direito. Foi então que Olivia continuou e contou sobre o paradeiro de Tidus, Elsa e Frisk, e que inclusive Axell havia se reunido com eles. Até então Ray havia esquecido desse pequeno detalhe: os seus companheiros. Tudo o que passava na sua cabeça era o quão patético ele tinha sido para deixar que as coisas chegassem nesse ponto. - Um mês em coma... - dizia bem baixo, imperceptível para ouvidos normais. Ray estava muito abatido por se encontrar naquela situação, mas ao mesmo tempo estava aliviado por saber que apenas ele havia se ferido gravemente. Ele permaneceu alguns minutos em silêncio digerindo tudo o que aconteceu, e logo depois ergueu a cabeça, olhando para os três médicos a sua frente por alguns segundos, e logo em seguida abaixava a cabeça levemente como sinal de agradecimento.

- Muito obrigado por não terem desistido de mim e me ajudarem até o fim. Eu sei que vocês não me deviam nada e mesmo assim fizeram isso por mim... Muito obrigado, de verdade. - ele dizia enquanto mantinha sua cabeça em forma de reverencia e os olhos fechados, estava sendo totalmente sincero em suas palavras. Em seguida, ele olhava para Olivia. - Poderia me ajudar a levantar? Queria tentar caminhar um pouco. - quando ela pudesse fazer isso, Ray se levantaria com a ajuda de Olivia e assim iria caminhar lentemente pra fora da ala médica, ele queria ver onde estava e também queria ficar um momento a sós com sua companheira. Quando eles chegassem em algum lugar que tivesse uma boa visão do local e estivessem sozinhos, Ray falaria sem olhar para a tritã. - Eu falhei, Olivia. - ele estava mais sério, finalmente estava se recuperando mentalmente. - Como líder, eu falhei. Não fui capaz de garantir a segurança daqueles que confiavam em mim para lidera-los, pelo contrário... Olhe como eu estou, olha onde eu vim parar... Eu falhei com eles, eu falhei com você... - dessa vez ele dava uma pausa e a olhava, ele não estava necessariamente chorando, mas era nítido que seus olhos estavam prendendo lágrimas. - Me perdoe por isso. Nesse exato momento eu não tenho nem palavras para dizer como me sinto, é uma sensação de impotência, de derrota, de decepção... - ele novamente dava uma pausa e voltava a olhar para o local, seja lá qual fosse. - Mas, sabe? É exatamente por isso que eu não posso desistir, é exatamente por isso que eu tenho que ficar mais forte. É para não passar por esse tipo de situação novamente... Pode ter certeza que essa "derrota" me ensinou muito e eu cresci com isso. Não cometerei esse erro novamente e da próxima vez eu vou assegurar a segurança de vocês. - ele dava uma pequena pausa e em seguida a abraçava novamente. - Obrigado por estar sempre comigo. - dizia da forma mais sincera que conseguia, ele realmente estava feliz em tê-la e em saber o paradeiro dos seus companheiros, e o mais importante, que eles estão bem.

Depois daquele momento que tivesse com Olivia, Ray iria direto ao assunto. - Poderia me levar até o local onde o líder daqui se encontra? - e assim a seguiria para o local onde tivesse o líder. Chegando no destindo, Ray entraria devagar e sem a ajuda de Olivia, caso não precisasse mais, mas se ainda precisasse, entraria com ela mesmo. Uma vez que tivesse cara-a-cara com o líder do local, ele se apresentaria. - O meu nome é Raymond King Walker, sou do Exército Revolucionário. Eu primeiramente queria lhe agradecer por tudo o que fez por mim e por me ajudar na recuperação, eu realmente sou muito grato. - diria fazendo uma leve reverencia com a cabeça, demonstrando respeito.






Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptyQui 13 Set 2018, 18:53



Uma importante ligação!


Raymond ouvia toda a explicação atentamente. Seus amigos agora se encontravam longe e por pouco o próprio não perdeu a sua vida. Sentindo que deveria agradecer os 3 médicos que o trataram, fez uma reverencia. - Não precisa de tudo isso, sério. - Respondeu o de cabelo roxo, meio sem graça. - Você é um companheiro revolucionário, e nós não abandonamos uns aos outros. Além do mais, não só a sua força, como também o haki que você possui são de grande ajuda para o exército revolucionário. Perder alguém tão talentoso seria horrível. - Completou ele. - Se quer nos agradecer, vá e faça o que você precisa fazer. Salve quantas vidas for possível e batalhe por um mundo mais justo. Esse é o objetivo de todos nós.

Olivia ajudou então Raymond a se levantar, e agora ele já sentia que seu corpo tinha mais firmeza, pois mesmo com um pouco de dificuldade, conseguia ficar de pé. Saindo da ala médica, antes que a tritã pudesse dizer qualquer coisa o Rei Vermelho começou a desabafar, e ela se manteve ouvindo atentamente até o final. - Falhou? Se não tivesse sido por você, não sei o que teria nos acontecido. Todos nos ferimos? Sim, mas nenhum ferimento foi grave. O único que realmente se feriu foi você, enfrentando o agente praticamente sozinho para nos proteger. - Olivia parecia mais emotiva, e tentava retrucar as palavras do ruivo. - Quando vimos você naquela cama, morrendo lentamente e sem saber se você sobreviveria, muito menos se iria acordar, foi isso que pensamos também. Que havíamos falhado com você. - Mas, no final, sorriu. - Mesmo com tudo isso, você pensa nos outros antes de você mesmo. Acho que é por isso que eu gosto tanto de você. De todos vocês.

A quantidade extra de braços de Olivia era muito útil para que Raymond pudesse se apoiar, e logo chegaram à sala onde Husani, o líder do Punho Árido se encontrava. Ele estava sentado em uma cadeira de madeira em frente a uma longa mesa cheia de papeis que o Rei Vermelho não sabia o que eram, mas pareciam importantes. - Ah, é você! - Disse Husani, virando-se para ver a chegada de Raymond. - Que bom que está recuperado. Tivemos medo que esse momento não chegasse. - Ficando frente a frente com o revolucionário, estendeu a mão para o cumprimentar. - Fiquei sabendo do que fizeram para deter os planos de Darwishi e, apesar de me entristecer com a morte do rei, agradeço por terem feito isso por Alabasta. Ísis no trono é um passo muito grande para o fim da escravidão e a erradicação do pó de dança, e não consigo nem imaginar o que teria acontecido se Darwishi tivesse tido sucesso.

Olivia, que havia ido até o outro canto da mesa, onde havia um den den mushi, chamou Raymond. - Ray, acabei de avisar para o comandante Mark sobre a sua recuperação. Ele quer falar com você. - Indo até o den den mushi, o Rei Vermelho poderia ouvir a voz conhecida. - É bom saber que você está vivo e bem, Raymond. Sei que precisa descansar, mas não temos tempo. Confio na sua recuperação rápida para uma importante missão. - Disse Mark, sem perder tempo. - Preciso que você vá até a ilha onde o resto da sua equipe se encontra para auxiliá-los. Não sei se essa linha é segura, pois com a coroação de Ísis vários agentes do governo se encontram na ilha, então não posso falar mais do que isso. Tenho certeza que lá eles poderão te informar melhor qual o objetivo de tal missão. Tome cuidado, e boa sorte. - Terminou, desligando em seguida.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptySex 14 Set 2018, 13:52




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Depois de acordar de um longo coma, Raymond a princípio estava um pouco confuso e sentindo uma mescla de sentimentos inesplicável, mas tudo pareceu melhorar depois que Olivia apareceu e o ajudou a esclarecer o que precisava. Apesar de ainda estar se sentindo decepcionado consigo mesmo, o Rei Vermelho sabia que não podia ficar se lamentando e sentindo pena de si mesmo, por mais de uma vez disseram que ele esteve entre a vida e a morte várias vezes, e se ele acordou e se recuperou foi porque a sua missão nesse mundo ainda não tinha acabado. Logo depois de agradecer aos médicos, esses que reagiram de forma simples e humilde, Ray se retirou com sua fiel companheira, Olivia, e assim em um momento único de desabafo, disse tudo o que estava sentindo. Ray não era exatamente o tipo de homem que se abria com facilidade e demonstrava suas emoções como estava fazendo desde que acordou, mas o fato é que desde que ele saiu desse coma e descobriu o que aconteceu, ele ficou um pouco mais sensibilizado e começou a ver as coisas de um outro ângulo, ele percebeu o quão importantes eram os seus amigos em sua vida, e aquele único e curto momento em que pensou que estava sozinho, foi o suficiente para ele perceber o que tinha. Não que ele não desse valor, mas agora ele dava ainda mais valor. Aquele momento que teve com Olivia foi bastante significante em sua vida, ela disse coisas que de certa forma amenizou a dor que ele sentia. - Eu nunca vou ficar a frente de vocês, todos vocês são e sempre serão prioridade máxima para mim, e se eu tiver que morrer lutando para protege-los, usarei até a última gota de vida que restar em mim para fazer. - claramente Ray estava um pouco mais emotivo, mas depois do que ele passou e ainda estava passando, aquilo era mais do que normal.

Logo depois de ter aquele momento com Olivia, ambos se dirigiram até a sala do líder do Punho Árido, naquele momento Ray já estava mais relaxado, estava se recuperando pouco a pouco e se sentia mais seguro de si. Chegando local, o ruivo percebeu que o líder estava em uma mesa aparentemente concentrado e cuidando de assuntos importantes, por um momento ele exitou, mas no fim o que ele precisava fazer era tão importante quanto. Depois de cumprimenta-lo, Ray ouviu tudo o que Husani tinha a dizer, e logo continuou com o diálogo. - Assim que chegamos na ilha, a Comandante Victoria tinha todas as informações necessárias, tudo o que tivemos que fazer foi nos separar e agir ao mesmo tempo em vários pontos da ilha. Por sorte tudo acabou bem no final, e mesmo com a morte do Rei, evitamos que o pior acontecesse. - ele dizia de forma um pouco mais tranquila e centrada, bem o seu estilo, e logo continuava. - Mas quando nós mais precisamos de vocês, estavam aqui para nos socorrer, e por isso sou grato. - ele finalizava enquanto desviava o olhar para Olivia, que havia ido para um canto falar no den den mushi. Ray ainda sentia um certo desconforto em seu corpo, ele estava com muitas cicatrizes e de certa forma aquilo o incomodava um pouco, era como se sua pele estivesse mais esticada ou limitada, ele não sabia se expressar ao certo. Não demorou muito até Olivia se aproximar novamente dizendo a última coisa que Ray esperava naquele momento: Mark estava na linha querendo falar com ele. A princípio o ruivo ficou um pouco surpreso, mas não exitou em pegar o acessório de comunicação. - Comandante. - foi a única coisa que disse para Mark para assim saber que ele estava ouvindo. Ray ouviu tudo o que o seu Comandante tinha a dizer atentamente percebendo que ele estava sendo bem direto devido a não saber se a linha estava grampeada ou não, e estando ciente da situação em que se encontravam, seguiu a mesma linha que Mark. - É bom estar de volta. Eu terei tempo para descansar quando morrer, enquanto eu estiver vivo, pode ter certeza que continuarei lutando. - disse com um leve sorriso no rosto, mas logo em seguida ao falar sobre o resto dos membros da Red Legion, Ray ficou mais sério. - Entendido, vou me preparar e seguir emediatamente. - em seguida, sem dizer nenhuma palavra sequer mais, ele desligou e olhou diretamente para Olivia. - Leve-me até minhas coisas. - disse bem sério e focado a encarando nos olhos. Ele havia voltado. Antes de sair com Olivia, encarou Husani mais uma vez e assentiu com a cabeça, e assim se retiraria com Olivia.

Quando chegasse no local onde estava seus pertences, Raymond imediatamente iria vestir suas roupas, se estivesse com outras, ele as tiraria seja lá onde estivesse e sem se importar se havia gente ou não, ele se despiria e colocaria suas roupas padrão, assim como seus equipamentos e acessórios, e obviamente pegaria a sua garrafa de vinho. Quando tivesse com todos os seus pertences consigo, olharia para Olivia um pouco pensativo. - Agora eu não tenho mais os poderes da Doa Doa do Frisk, tenho que agir de forma cautelosa. - em seguida desviou o olhar, olhando tudo em sua volta a procura de mais alguns acessórios que pudesse usar para se disfarçar. - Preciso de um disfarce. - comentou para ela enquanto continuava olhando em volta. Por ter perícia em disfarce, Ray tinha o que era preciso para literalmente ocultar sua aparência e até mesmo parecer outra pessoa. Ele pegaria tudo o que pudesse para se disfarçar e obviamente disfarçar Olivia também, e assim quando estivesse pronto, iria partir com Olivia até o expresso oceanico.

Tendo total ciencia da situação em que se encontrava: agentes por Alabasta, Ray sabia que era bem provavel que houvessem agentes no expresso, e por isso ele procuraria agir da forma mais natual possível, ele sabia qual era o seu destino: Pindorama. Enquanto estivesse na rua e no expresso, Ray sempre ficaria bem atento e obviamente com seu Haki da Observação bem focado em tudo. Ele pagaria o dinheiro que fosse preciso e assim adentraria no trem, tentando chamar menos atenção possível e agindo de forma natural. Uma vez dentro do trem, ele procuraria ficar em um local mais isolado e evitaria qualquer tipo de diálogo.






Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptySab 15 Set 2018, 18:07



O Expresso Oceânico!


Mark parecia preocupado e apressado ao falar com o Rei Vermelho pelo den den mushi, e não era para menos, já que Alabasta estava infestada com agentes do governo. As ordens foram dadas, mesmo que não tivessem sido muito especificas, mas naquela situação aquilo era o melhor a se fazer. Em seguida o ruivo saiu da sala com Olivia, acenando para Husani como uma espécie de despedida e foi levado pela tritã até o armário na ala médica onde suas coisas estavam. As roupas estavam lavadas e tudo parecia estar em um ótimo estado, como se tivessem cuidado para que estivesse tudo pronto para o momento em que ele acordasse.

Sabendo que não poderia contar com a vantagem da Doa Doa no mi de Frisk, Raymond comentou que precisariam de um disfarce. - Já sei aonde ir. - Respondeu a tritã, levando-o para uma espécie de closet que havia na base, com várias peças de roupas diferentes. - Aqui é onde eles guardam a maioria dos trajes de deserto, mas também tem algumas outras roupas que podemos usar para nos disfarçar. Creio que eles não vão se importar de pegarmos uma peça ou duas. - Assim, o Rei Vermelho montou um disfarce para ambos, de modo que ficaram parecendo andarilhos do deserto.

Em seguida, ambos seguiram para a saída da base do Punho Árido, onde encontraram Husani os esperando. - Vejo que já vão. Não tivemos tempo para nos conhecer, mas pelos seus ideais tenho certeza que são ótimas pessoas. Foi um prazer os ajudar, e obrigado novamente pelo que fizeram por esse país. - Um último aperto de mão e os dois revolucionários partiram para o deserto. O clima era escaldante, e se não fosse por aquela roupa eles provavelmente teriam queimaduras na pele, principalmente Olivia, que estava acostumada com água e umidade. Mesmo que aos trancos e barrancos, chegaram enfim à estação do Expresso Oceânico, que lado da cidade de Nanohana.

O trem que andava sobre a água era impressionante, não importava quantas vezes o visse. Os dois pagaram pela passagem, custando um total de 6.500.000 berries, um preço bem amargo, fazendo os bolsos do ruivo sentirem a falta que Frisk fazia. Felizmente o cobrador não os reconheceu, e aparentemente ninguém do trem, o que era bom. Os dois entraram em uma cabine vazia e se acomodaram. Em pouco o tempo o trem partiu, começando a percorrer a grande extensão de oceano que separava as duas ilhas. O tempo passava e tudo que eles podiam fazer era esperar.

- É melhor você dormir. Precisamos estar bem descansados quando chegarmos em Pindorama. Eu pego o primeiro turno. Daqui a algumas horas eu te acordo e a gente troca. - Sem mais o que fazer, mesmo que não aceitasse a oferta o sono viria rapidamente, fazendo o Rei Vermelho cair no silencio profundo. De início, tudo estava escuro, até que uma luz surgiu e seus olhos se abriram novamente, vendo que ainda estava no trem, mas Olivia tinha sumido. Não só isso, mas as paredes de metal do trem estavam enferrujadas e olhando pela janela ele parecia que tinha parado. O mar estava totalmente negro, e algumas criaturas que pareciam massas retorcidas de cadáveres de monstros marinhos e reis dos marines apareciam vez ou outra na superfície, olhavam para Raymond e sumiam novamente nas profundezas do mar negro.

- Raymond King Walker. - Disse uma pessoa, e só então o ruivo percebeu que havia um homem sentado no banco em frente a ele. - Não se assuste eu sou o comandante Krieger, e vim aqui a pedido de Mark. Você não me conhece, mas o major Dreemurr sim. Fui eu que tirei boa parte do veneno do corpo dele após sua batalha contra Amon em Alabasta. - Comentou, tranquilizando-o. - Sou usuário da Yume Yume no mi, a fruta do sonhar, e atualmente estamos no meu mundo onírico. Pode-se dizer que é a mistura do seu sonho com o meu pesadelo. - Alguma coisa se chocou com o trem semidestruído, mas Krieger pareceu ignorar. - Fui informado que você possui o haki do rei, e Mark me pediu para vir instruí-lo. Está pronto?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptySab 15 Set 2018, 20:22




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Desde que entrou na sala de Husani, Ray vem sentindo uma melhora significtiva, além de já conseguir andar sozinho e recuperar quase todas as suas funções motoras, ele já não sentia tanto incomodo com aquelas cicatrizes em seu corpo, aparentemente estava se acostumando pouco a pouco. Mesmo estando ali por pouco tempo, ele podia sentir o quão forte era o líder do Punho Árido, além de ser uma pessoa muito sábia, ele certamente era um bom sujeito. Depois de um curto diálogo com Mark, Ray imediatamente seguiu Olivia até a ala médica onde haviam os armários com as suas coisas, ao ver que tudo seu estava em seu devido lugar, o Rei Vermelho se preparou adequadamente. E depois de dividir suas preocupações com Olivia, a mesma rapidamente pensou em algo para resolver aquilo, levando o ruivo para um tipo de closed onde haviam muitas variedades e peças de roupas para disfarce. No final Ray conseguiu montar um bom disfarce tanto para ele como para Olivia, e assim ambos estavam prontos. - É isso aí Olivia, vamos ao encontro deles! - ele dizia depois de já estar pronto e com um leve sorriso, claramente estava empolgado com aquilo.

Depois de pegarem tudo o que podiam, ambos os revolucionários se dirigiram até a saída do local, mas para a surpresa de Ray, Husani estava a sua espera. O ruivo parou em frente ao homem, que logo dizia algumas palavras enquanto estendia a mão, Ray a apertou enquanto ouvia tudo com um leve sorriso confiante no canto da boca, e assim que teve espaço, respondeu sem exitar. - Foi um grande prazer ter conseguido fazer alguma coisa para ajudar esse país, e pode ter certeza que vocês ganharam o exército revolucionário como aliado, qualquer problema que tiverem, não exitem em chamar pelo exército porque sempre temos companheiros fieis prontos para socorrer a quem precisar. - ele respondia a altura enquanto continuava segurando firme a mão de Husani, e assim finalmente deixaram o local. A caminhada até o expresso oceânico não foi fácil, apesar de não sentir o calor escaldante que fazia por causa dele ser literalmente o fogo, Ray observou o quão difícil aquilo foi para Olivia, até porque ela era uma tritã, e com certeza aquele tipo de tempo a deixava muito mal. Ao ver a dificuldade de sua companheira, o Rei Vermelho se aproximou, colocando sua mão nas costas dela, tentando de alguma forma amenizar o que sentia. - Seja forte, logo chegaremos ao nosso destino e você poderá descansar um pouco. - Enquanto caminhava, Ray se perguntava o que os seus companheiros de célula estavam fazendo naquele momento, ele ficava tentando imaginar se eles estavam passando por algum tipo de dificuldade, ou se estavam bem, e aquilo o deixava levemente ansioso. - " Aguentem firme, eu estou a caminho! " - refletia enquanto mantinha o seu olhar fixo no horizonte e bem determinado, nada iria o parar.

Depois de algum tempo caminhando Ray já podia ver de longe a estrutura do trem, e assim que notou, adiantou um pouco os passos até chegar. Quando finalmente estava em seu destino, os cuidados tomados pelo revolucionário eram redobrados, ele tentava agir de forma mais natural possível, não tentando se esconder muito, pois aquilo certamente chamaria a atenção. O valor cobrado pelo expresso era algo surreal, e para Ray foi um baque grande, pois ele nunca precisou se preocupar com esse tipo de coisa, com a habilidade do Frisk aquilo parecia ser algo muito simples. - " Ahh que falta você me faz... " - pensava enquanto retirava toda aquela quantia, entregado ao homem que estava cobrando. Depois de pagar o que tinha, Ray imediatamente se dirigiu até uma cabine afastada e fechou a porta, se tivesse. Ele se sentou e então finalmente relaxou um pouco, porém, não mexeu em seu disfarce, pois alguém poderia entrar a qualquer momento.

Algum tempo de viagem havia se passado e Ray ficava em silêncio apenas olhando pela janela e pensando nos seus companheiros, ele estava bastante ansioso, e o mais estranho era que aquilo não era do feitio dele. Foi então que Olivia sugeriu que o mesmo descansasse e assim ambos revesariam a "guarda". Aquilo era realmente uma boa ideia, apesar de ter acordado de um coma, ele precisava estar o mais descansado possível, porque ele não sabia ao certo as circunstâncias em que se encontraria ao chegar no local, então quanto mais descansado e preparado ele tivesse, era melhor. - É uma boa ideia, precisamos estar na nossa melhor forma possível, afinal, não sabemos o que nos espera do outro lado. - dizia enquanto se aconchegava mais na cadeira, cruzando os braços e fechando os olhos.

Ray não sabia quanto tempo ao certo havia se passado, mas de repende ele sentiu uma forte luz em seus olhos e os abriu rapidamente por instinto, tomando um susto e descruzando os braços com os olhos levemente arregalados, a sua primeira reação após isso foi olhar em volta para falar com Olivia, mas a mesma não estava mais ali. - Olivia?! - ele dizia com o tom de voz mais alterado. - One você está?! - continuava em busca da tritã, se levantando rapidamente e olhando pela janela, o trem estava claramente modificado, era como se tivesse passado milhares de anos e o trem estivesse apodrecendo, o mar estava negro com vultos de criaturas. Naquele momento o Rei Vermelho começou a ficar mais assustado. - Mas que diábos está acontecendo aqui?! - ele disse com o tom de voz ainda mais alto, claramente já estava desesperado, foi quando uma coisa ainda mais sinistra aconteceu, ele ouviu uma voz do além chamando o seu nome completo. A sua primeira reação foi fazer ambos os seus braços virarem chamas e contestar. - Quem é você?! Como me conhece?! - ele perguntava ainda com o mesmo estado e em postura de ataque, foi quando o misterioso homem apareceu e foi explicando quem era e o porque estava ali. No primeiro momento Ray continuou em alerta e bem concentrado naquele homem, mas aos poucos ele foi falando e as coisas realmente foram fazendo mais sentido. - O Comandante Mark? - ele dizia de uma forma mais séria e menos desesperada, seus braços haviam voltado ao normal, e assim que Krieger explicou sobre sua Akuma no Mi, Ray olhou para a janela. - Entendo... Por isso as coisas estão assim... Esse mundo é realmente muito estranho. - ele dizia em voz baixa e um pouco pensativo. Agora que tudo havia sido esclarecido, Ray havia voltado a ficar mais relaxado e assim conseguia conversar direito com o Comandante. - Eu despertei esse Haki já faz algum tempo e ele só se manifestou apenas uma vez, que foi quando eu descobri que tenho. Nunca consegui acessa-lo novamente, e pra falar a verdade eu já tinha desistido. - contava um pouco sobre o Haki do Rei para Krieger. - Mas se você realmente puder me ajudar a domina-lo, isso seria ótimo, eu estou aceitando qualquer tipo de ajuda que me deixe mais forte. Então por favor, se você pode me ajudar a domina-lo... Eu te peço! - dizia fechando os olhos e abaixando levemente a cabeça. Quando o treinamento começasse, Ray faria exatamente tudo o que Krieger dissesse, e se esforçaria ao máximo para atender as expectativas e dominar aquele Haki que até então para ele era inacessível.






Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptySab 15 Set 2018, 20:52




O Expresso Oceânico pt.2!


Ao abrir os olhos, a primeira reação de Raymond foi ficar em alerta total. Olivia tinha sumido e todo o ambiente havia se alterado para algo completamente irreal e medonho. Mas o pior foi quando alguém chamou seu nome e uma figura apareceu na sua frente. Se apresentando como comandante Krieger, o Rei Vermelho relaxou ao ver que não se tratava de um inimigo, e que tudo aquilo fazia parte do poder dele. Aquele homem estava ali para instruí-lo no uso do haki do rei, o haki em que apenas algumas pessoas no mundo possuíam. - Sabe, esse meu poder é bem útil. Com ele, consigo me comunicar por uma forma mais eficiente do que o den den mushi, já que não pode ser rastreada, mas para isso é necessário que a pessoa esteja dormindo. Para te ensinar, preciso que se mantenha dormindo, então se sua companheira te acordar, volte a dormir o mais rápido possível para prosseguirmos com o treino.

A partir dali os dois começaram um treino exaustivo para que o ruivo aprendesse a usar aquele haki, e não foi nada fácil, diga-se de passagem. Durante o treino, o revolucionário descobriu as duas características principais da fruta do comandante: o sonho lúcido, que permitia a ele moldar o sonho, modificando aquele mundo, criando objetos e os destruindo e o sonho vivido, que refletia tudo que acontecia ali no mundo real. Krieger cobrou de Raymond até o seu limite e, no final de algumas horas, Raymond finalmente conseguiu usar o haki do rei de forma consciente e útil. - Ótimo. Creio que a partir daqui é com você. Treine sempre para que seu haki possa ser cada vez mais forte. Posso ver porque o comandante Mark tem tantas espectativas em relação ao seu grupo. Espero receber notícias suas em breve. Boa sorte na missão.

Terminadas essas palavras, Krieger bateu palma duas vezes, e no momento que suas mãos se chocaram pela segunda vez o Rei Vermelhos abriu os olhos no reflexo, se vendo novamente no mundo real. - Raymond? Você está bem? - Perguntou a tritã, ao ver que ele acordava como se tivesse acabado de sair de um pesadelo. O Expresso seguia calmamente pelas águas serenas. Um bom tempo já havia se passado de viagem, e talvez logo eles chegassem em Pindorama para reencontrarem seus companheiros. - Bom, agora que você acordou vamos trocar. Vou dormir, então fica de olho e me acorde se precisar. - Assim, ela dormiu, deixando Raymond de guarda.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : O retorno do Rei! 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! EmptySab 15 Set 2018, 22:45




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Depois de pegar no sono, Ray passou por mais uma situação conturbada dentro do "mundo" do Comandante Krieger. A princípio ele não reagiu bem, pois era algo totalmente estranho e assustador, mas na medida que o tempo ia passando e o homem foi se explicando, as coisas começaram a fazer sentido e ambos conseguiram conversar de uma forma mais clara e espontânea. Krieger começou falando um pouco mais sobre sua Akuma no Mi, e a cada informação nova que recebia, Ray ficava ainda mais impressionado com a utilidade daquela akuma. - Mesmo com esse pequeno "contra" que é a pessoa estar domingo para você fazer acontecer, ainda assim é uma Akuma no Mi extremamente útil, com isso você poderia avisar sobre algum evento surpresa que aconteceria em outro local bem facilmente e de forma impercepcível. - fazia um leve comentário ainda impressionado com o poder daquela fruta. Quando o Comandante comentou que se por acaso ele acordasse, teria que dormir imediatamente, Ray apenas assentiu a cabeça e falou de forma determinada. - Entendido! Estou pronto para começar quando quiser! - disse olhando nos olhos daquele homem e assim o treinamento começou.

Raymond não sabia dizer exatamente quanto tempo havia se passado, mas ele sabia dizer exatamente o quão cansado estava. Mesmo estando em um "sonho", tudo o que ele havia passado e ainda estava passado era como se fosse realidade, cada gota de suor que escorria de sua testa o fazia sentir uma sensação de "vida" que não se consegue sentir enquanto dorme. Por muitas vezes durante o treinamento ele se perguntou se realmente estava sonhando. Durante o treino, o Rei Vermelho pode ver um pouco mais a extensão daquela Akuma no Mi, descobrindo a diferença entre o sonho lúcido e o sonho vivido. Era como se ele estivesse perdido no tempo, em uma dimensão alternativa sem saber se realmente estava vivo, e se estava vivo, quanto tempo já havia passado. Depois de muito tempo e suor derramado, o treinamento finalmente chegou ao fim e mesmo dormindo, Ray se sentia exausto, era uma sensaão muito estranha para ele. No final Krieger disse mais algumas palavras, mas antes dele finalizar o sonho, Ray rapidamente o agradeceu. - Esse foi o treinamento mais estranho que eu tive, mas também foi um dos melhores. Você me ajudou a alcançar algo que para mim até então era impossível. Eu tenho certeza que com esse poder eu poderei fazer alguma diferença. Obrigado por tudo! - disse enquanto fazia uma leve reverencia e então tudo ficou escuro.

Não demorou muito até Ray abrir os olhos, ele estava suado e ligeiramente ofegante. Seus olhos estavam levemente arregalados e a primeira coisa que ele viu quando "despertou" foi Olivia, essa que logo se preocupou e perguntou se estava tudo bem. A princípio Ray ficou em silêncio e se recuperando pouco a pouco. - " Foi tudo tão real... Como pode isso?! " - ele refletiu quando finalmente se tocou de que não estava mais sonhando, Olivia estava ali com ele, o trem havia voltado ao normal, o oceano estava também havia voltado, aquilo foi realmente um grande sonho com tema de pesadelo, foi uma experiência inexplicável. - Eu estou bem, não se preocupe. - a respondeu para acalma-la e logo olhou para a janela, que ao julgar de como estava lá fora, dava pra notar que havia se passado muitas horas. - Pode descansar, eu me encarrego do resto, não se preocupe. - disse com um sorriso confiante enquanto encarava a tritã.

Enquanto Olivia estivesse dormindo, Ray pegaria sua garrafa de vinho e tomaria longos goles para enfim saciar o seu vício. Fazia muito tempo que ele não sentia aquele gosto do álcool, o líquido descer pela sua garganta, aquilo era realmente delicioso, em seguida ele pegou o seu Bingo Book para ler um pouco mais sobre a Yume Yume no Mi, a fruta do sonhar. Ele aproveitaria esse tempo que estaria sem fazer nada e assim daria um lida no seu bom e velho livro, leria primeiramente sobre a Yume Yume, em seguida retornaria para a letra "A" e iria ler até a última enquanto degustava o seu bom vinho. Durante todo o tempo que estivesse no trem, Ray ficaria bem atento a tudo e qualquer barulho, se por acaso alguém entrasse na cabine, ele imediatamente iria fingir que estava dormindo, pois se fosse um dos trabalhadores do local, era bem improvável que o acordasse e assim ele evitaria diálogos, pois alguém poderia notar quem era ele.









Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O retorno do Rei! Empty
MensagemAssunto: Re: O retorno do Rei!   O retorno do Rei! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O retorno do Rei!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Alabasta-
Ir para: