One Piece RPG
Redenção - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» MINI maximo 12 A procura de um destino
Redenção - Página 5 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:16

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Redenção - Página 5 Emptypor Bijin Ontem à(s) 23:49

» Só mais uma Aventura
Redenção - Página 5 Emptypor Jabuloso Ontem à(s) 23:30

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
Redenção - Página 5 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 23:30

» [Mini-Eizen] Redenção do Espadachim
Redenção - Página 5 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 23:18

» Construindo o Começo
Redenção - Página 5 Emptypor Graeme Ontem à(s) 22:55

» [MINI-JIN WOO] Ocioso de mão cheia
Redenção - Página 5 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 22:30

» Timbre Mudo
Redenção - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 22:30

» I - Conhecendo o mundo
Redenção - Página 5 Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:12

» O vagabundo e o aleijado
Redenção - Página 5 Emptypor Megalinho Ontem à(s) 21:53

» Sem rumo definido
Redenção - Página 5 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 20:13

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Redenção - Página 5 Emptypor Bijin Ontem à(s) 19:53

» Apresentação - 2: Falência ambígua
Redenção - Página 5 Emptypor love.licia Ontem à(s) 17:45

» Phantom Blood
Redenção - Página 5 Emptypor Remenuf Ontem à(s) 17:13

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Redenção - Página 5 Emptypor ADM.Kiodo Ontem à(s) 16:51

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Redenção - Página 5 Emptypor Midnight Ontem à(s) 16:41

» Arco da Queda I: O novo poder da marinha!Avante para a Grand Line!
Redenção - Página 5 Emptypor Noah Ontem à(s) 16:13

» 1º Capítulo - Adeus, Micqueot
Redenção - Página 5 Emptypor Oni Ontem à(s) 15:23

» [FICHA] - Artturi
Redenção - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 14:56

» Artturi Bloodfist
Redenção - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 14:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Redenção

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 70
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyTer 11 Set 2018, 20:32

Relembrando a primeira mensagem :

Redenção

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Shaanti Mochan. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
GM.Furry
Game Master
Game Master


Data de inscrição : 27/03/2015

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptySeg 15 Out 2018, 14:46




Tesouro

20


Sentadas Shaanti ouviu a leitura da pequena, era diferente do que imaginava… Para ser justa não imagina país criando uma trilha de migalhas para sua filha imaginando que estariam mortos.

- Se bem que eles eram caçadores, talvez esperassem ter uma vida curta.

- é…. Talvez… - havia se lembrado o que havia comentado mais cedo. - Tal. - torceu a boca sem jeito. - Não sejam só idiotas que enterram tesouros. - deu um pequeno sorriso com o canto da boca.

Shaanti levantar-se-ia naquele momento, de forma não muito delicada deixando a garota sem apoio, sua cota de carinho e gentileza parecia ter se esgotado.  


- HAHAHAHAHAHAHA, ENTÃO É ISSO. VAMOS CAÇAR TESOUROS, HEHE. - virar-se-ia para a garota e apoiaria ambas as mãos na cintura com os punhos fechados, afastaria as pernas. - Vamos dividir é claro. - daria uma piscada de um olho. - Eu fico com o dinheiro e você com a aventura pirralha. Hehe. - esperava que fosse haver algum protesto, por mais que Emily talvez nem quisesse mesmo o dinheiro esperava o protesto pelo simples fato de que elas eram assim. - HHAHAHAHAA, VAI SER ÓTIMO.- Falaria alto já começando a andar para interromper Emily. - Vamos lá pirralha, anda, anda, não temos o dia todo, comece a ler esse mapa, se tiver dúvidas é só me pedir. Hehe. - coçava o nariz já dando as costas para sair da cabana.

- Pais são todos assim? - ponderava sobre o que nunca teve.

Shaanti esperaria Emily à alguns metros da porta, esperando que a mesma apontasse a direção.


- Ela disse que temos que entrar em alguma coisa, talvez caverna.. Seria bom uma luz, mas… - apalpou as suas economias. - ARRGG, QUE INFERNO TER QUE COMPRAR.

Shaanti teria removido o arpão das costas, estavam adentrando a floresta e por mais que já não fosse a primeira vez que transitavam por ali poderia ainda haver perigos com os quais não tinham se deparado. Permitiria que Emily seguisse a frente, mas andaria próxima ajudando a pirralha no que precisasse.

- Muito cérebro e nenhum corpo pra transportar ele. HAHAHA- Riria se a pirralha estivesse precisando de muita ajuda até ali. - AHNNNNN? VAMO VE SE VOCÊ DIZ ISSO QUANDO MEU CORPO TIVER ACHATANDO TEU CÉREBRO EM PORRADA. - diria como um rosnado feroz, quando e se Emily retrucou novamente lhe chamando de músculos.


Caso durante a caminhada Shaanti percebesse algo potencialmente perigoso interromperia a garota, puxa-lá-ia pela roupa para trás de si e se prostraria em posição defensiva de modo a cobrir a pirralha.

-Shiiii. - sinalizaria pedindo silêncio.

Faria isso até mesmo quando somente suspeitasse ver ou ouvir algo estranho, estaria um pouco, para não dizer muito, paranóica quanto a segurança da pequena, principalmente agora depois do que haviam conversado e por isso estava muito mais cuidadosa com tudo ao seu redor.

- Não reclame… - falaria automáticamente caso Emily reclamasse das constantes paradas. - Não quero ver você mal de novo. - já estaria falando antes mesmo de se dar conta da melosidade. - Prefiro ser eu a me ferir do que te veeee…. - completaria e só então se daria conta de quão superprotetora estaria parecendo. - Hnn, err. NÃO ENTENDA ERRADO PIRRALHA, TEM NADA HAVER COM ISSO, É SÓ PORQUE NÃO FICO CHORANDO POR QUALQUER COISINHA QUE NEM VOCÊ.  - diria como se não tivesse chorado a menos de uma hora atrás. - Até parece que me preocupo…. - todavia não importava o que resolvesse falar já estava mais do que claro o quanto se preocupava.

Mesmo com esses percalços esperava que chegassem ao destino..

- Hnn… Parece mesmo que temos que entrar. - comentaria se esse fosse o caso. - Tem certeza que é aqui pirralha? Não quer que eu verifique o mapa pra confirmar? - diria com um amplo sorriso no rosto completamente convicta de que poderia conferir o mapa.

Caso Emily entregasse o mapa:
- hnnnm, bemmm… - Sacudiu mapa nas mãos, estreitava os olhos e emitia mais sons. - Uhum, aqui, sim, uhum, depois aqui… Certo, e então viramos, ok.. Hnm, hnm, sim, sim. Parece que você acertou pirralha, nada mal pra meio metro de gente. - Não havia entendido nada do mapa e sua face certamente deixaria isso extremamente evidente, ela ou o mapa de cabeça para baixo.

- É QUE EU LEIO MELHOR ASSIM…. - gritaria em resposta. - SATISFEITA? AGORA VAMOS VER ESSA ENTRADA LOGO.   - não estava realmente nervosa, só sem jeito por não saber fazer algo.


”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 


Última edição por GM.Furry em Qua 17 Out 2018, 09:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 107
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQua 17 Out 2018, 04:17




Heavy Metal breakdown - 20




Terminar de ouvir a leitura da pequenina fazia a tritã imaginar que talvez, eles por serem caçadores tivesse imaginado a possibilidade de terem vidas curtas, deixar algo para a pequena se divertir em um futuro não era algo implausivel, ela aliás se corrigia pelo que havia dito antes sobre idiotas enterrarem tesouros, não totalmente mas colocando em pauta que não eram apenas os idiotas. O que fazia Emily dar um sorriso com um ar vitorioso naquele momento aparentemente ela se sentia bem pela própria ideia de caçar um tesouro e encontrar algo que a sua família tivesse deixado. Shaanti pontuava sobre caçar tesouros ser uma boa ideia, entretanto distorcendo a ideia dos lucros.

O que fazia a pequena automaticamente contestar, não era como se fosse uma questão de realmente querer ser rica, tesouros como ouro ou mesmo berries diretamente não eram o foco dela mas a ideia de divisão apresentava era um ponto de discussão. -Hey!! Como assim você fica com os lucros? Sou eu quem faço maior trabalho sabia? Já ouviu a frase… Mente sobre o corpo?- Falava com um ar de deboche naquele momento colocando as mãos na cintura. E um sorriso vitorioso no rosto completavam aquela história. - Você trabalha com os braços e eu com o cérebro aqui… O mais óbvio é que eu fique com a fama, e a maior parte também.- A pequena completava aquilo, enquanto Shaanti a cortava falando alto algo como “vai ser ótimo” e se virando pra sair da cabana. - Ei ainda não terminei, volta aqui morro ambulante.- Falava caminhando atrás da tritã que começava a seguir para o caminho do mapa.

Ela esperava Emily perto da porta apalpando as economias, e tirando arpão das costas e assim que via ela se aproximando avançava também para a mata checando se havia algo perigoso, mas aparentemente estava tudo certo, as duas seguiam e a pequena demonstrava claramente mais dificuldade, e quanto mais avançavam o caminho ficava mais difícil, a partir de um ponto a floresta tinha uma zona mais íngreme, haviam troncos de árvore pelo chão, e de algum modo a terra ali era mais dura, quando pisavam em um devido lugar sentiam que era também mais fácil escorregar. A pequena subia ali quase se matando e finalmente estando no topo. - Espera aí cof cof… - Tossia após engolir um inseto que passava.

Ela cuspia ele no chão após isso, era um mosquitinho que adentrou na boca dela voando em alta velocidade. - Espera aí pneu de trator, preciso de um tempinho aqui.- O que fazia Shaanti a zoar, falando que ela tinha cérebro mas sem um corpo para transportar, e a pequena insistia na ideia anterior já colocando a ideia. - Pois é… Algum de nós dois tem de ter cérebro por aqui não acha? Hihihi- E a tritã fazia aquela velha ameaça vazia, que fazia a pequena rir levemente dos rugidos dela enfurecida com as coisas, atuação não era o forte da sincera azulada no fim das contas.

Ela ouvia algum barulho naquela hora quando voltavam a andar, o que a fazia pegar a pequena para parar por alguns instantes, ela tinha ouvido galhos mexendo, mas no fim das contas era o vento que tinha rolado um dos troncos mais leves, que aparentemente estava seguro apenas por uma fina camada de terra. Depois mais alguns passos e um barulho horrível surgia, era como um grunhido, o que novamente as faziam parar, mas… Era só um guaxinim maluco… É, tá… Muito maluco… Mas no fim das contas a pequena falava. - Ei… Vamos logo… Eu quero chegar no lugar!!- Ela retrucava inicialmente de forma melosa comentando que preferia se machucar a deixar a pequena sofrer novamente como na outra vez que ficou doente. - Eu ouvi umas palavras de carinho, preocupação?- o que faziam ela reagir da forma mais Tsundere possível, arrancando alguns risos da pequena, que já tinha sacado esse comportamento a muito tempo vindo dela.

As duas seguiam por quase uma hora até finalmente chegarem no lugar e encontrarem apenas uma entrada do que parecia uma mina abandonada, poderia se chutar que era ouro ou carvão, alguma dessas duas coisas eram cultivadas ali, ela perguntava a pequena sobre esse caso em específico, se aquele era o lugar certo. - Bom, sim esse aqui é o lugar, deve ter algo para o fundo dessa mina ou algo assim, mas o que está escrito ali?- Ela falava apontando para uma pedra que estava na lateral, ela comentava porque pela distância não dava para ver e estava apagado. Dizia aquilo se aproximando um pouco para ler a coisa mas antes de começar a tritã queria observar o mapa. Emily entregava sem muito problema.

Shaanti começava a olhar ele aos poucos dizendo algumas direções e localizações, enquanto a garotinha a observava vendo que ela bem… Estava lendo o mapa de cabeça pra baixo, e aparentemente não entendia nada, ela segurava o riso esperando ela terminar e por fim dizia.- É… Exatamente por aí… Exceto que… O mapa está ao contrário hahahaha- Ela comentava rindo alto da situação, o que fazia Shaanti retrucar que lia melhor daquele modo. - Mas é claro HAHAHAA claro que dá pra ler melhor assim… Não tenho dúvidas!!!- Ela estava sendo irônica claramente naquele momento, mas antes de entrar ela lia a frase na rocha. -”Só o homem penitente passará”, Hum… parece mais uma frase solta-Ela analisava um pouco isso e não tinha uma conclusão aparente, e dava de ombros para começar a caminhar para dentro da entrada.

A primeira coisa que Shaanti sentia era um vento que aparentemente vinha de dentro da caverna, e para os ouvidos mais atentos algo que parecia o barulho de metal cortando o ar.. Alguma coisa estava estranha ali.

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQua 17 Out 2018, 09:29





Oportunidade

21


Aparentemente ambas haviam voltado ao seu estado de conforto habitual, o sentimento de amor e do que haviam passado a pouco ainda continuava, obviamente, bem vivo dentro de Shaanti, mas a necessidade de tentar esconder seu lado sentimental se fazia mais presente que o restante, embora ninguém possa dizer que ela conseguia ter o mínimo sucesso nisso.

Todavia se divertia daquele modo, talvez aquela fosse a oportunidade de viver uma ‘infância’ que nunca antes havia possuído, ao menos não daquele tipo, a chance de implicar, de falar bobagem entre outras, a chance de se permitir ser alegre e por isso entre os ‘insultos e bravatas’ Shaanti sorria sem deboche ou malícia, apenas sorria, pois seu coração dançava.


- Use o seu tão grande e absurdamente fenomenal cérebro piveta. - dizia ao agarrar a pequena pela gola traseira e ergue-la de modo a afastá-la da entrada. - Que tipo de tolo sai entrando em uma mina sem nem pensar o que pode encontrar. - Arrastaria Emily pelo colarinho para longe da entrada. - Ainda diz que é o cérebro.


Soltaria Emily a alguns metros da entrada.

- Se foi seus pais que deixaram isso… Bem, nem todas as coisas vão ser só siga em frente. A menos que seus pais achassem que você seria uma inútil. - coçava o nariz. - Dúvido que seja o caso…. Vá procurar um galho que sirva de muleta pra você, vai ajudar a caminhar dentro da mina. - Shaanti daria um olhar sério para Emily, algo que estaria deixando claro que dessa vez não era uma daquelas tentativas dissimuladas de fingir saber fazer algo que não sabia.

Ao mandar Emily se afastar seguiria para perto da inscrição.


- Talvez tenha mais coisas. - olhou com atenção, circundaria a pedra limpando sua superfície. - Se é realmente uma caça ao tesouro feita pelos pais dela é provável que tenham posto desafios, porém não creio que seriam algo mortal e sim criativo. - Mesmo sem perceber começava a pensar de maneira mais lógica assim como o velho médico lhe havia instruído. - Mas já fazem muitos anos que essa mina deve estar vazia, ao menos 10 já que duvido que esconderam o tesouro em uma mina ativa. Então pode ter animais… - era uma possibilidade é claro, assim como também desmoronamentos.


- Só o homem penitente passará. - leu a frase e se levantou para procurar por outras. - Uma mina de penitência? Um lugar que mandavam prisioneiros para trabalhar? Ou iss foi escrito depois como parte da caçada e diz que só aquele que estiver arrependido conseguirá prosseguir? - Pense cabeça oca.

Shaanti ergueria o olhar, estudaria a entrada procurando outras marcações .

- Os mineiros não deviam caminhar todo esse percurso todos os dias. Nem deviam sair por aí carregando todo o equipamento só para ter que usar no dia seguinte. - era o mais lógico, então concluiu. - Deve ter alguma construção próximo, um abrigo dormitório, algum galpão. - virar-se-ia para Emily com um sorriso e plantaria as mãos na cintura com um semblante vitorioso, um brilho intenso e fugaz surgiria em seu olhar. . - HAHAHAHA, impresionada por meu intelecto lógico superior? HAHAHAHAHAHAHA. - Talvez de pra subir? - Shaanti avaliaria a inclinação da montanha pensando se seria possível subir alguns metros para enxergar sobre as árvores. - O mapa mostra talvez algo que possa ser considerado um acampamento? Um rio talvez? Eles devem ter se instalado perto de um córrego, precisariam de água para viver. Assim como nós.


Se não fosse possível para Shaanti subir na montanha não o faria, mas caso tivesse julgado possível subiria para avaliar os arredores do alto.


Após descer ou caso não tivesse podido subir entraria alguns poucos metros para dentro da mina, apenas para avaliar a escuridão interior e verificar se haveria algum tipo de armário de ferramentas ali.

- Se eram trabalhadores… Então deviam deixar as ferramentas na entrada. - ao sua visão se acostumar procuraria pelo armário e se o visse sorriria. - Bingo.


Saindo novamente, antes mesmo de verificar o ármario, olharia para Emily.

- Vamos dar uma volta nos arredores pra ver se achamos algo a mais. - diria se já não tivessem localizado alguma construção por outro meio, fosse pela observação, ou pelo mapa.


Caminharia com Emily pela região, ou em direção às construções. Se as mesmas existissem adentrá-las-ia em busca de equipamento. Alguma ferramenta que parecesse em boas condições, capacetes para proteger a cabeça, ao menos a grande e preciosa cabeça de Emily.

- Ponha esse, não queremos afinal que aconteça algo com essa grande e precioso cabeção não é? HAHAHAHAHAHA. - mas a preocupação que sentia era verdadeira. - Não reclame, melhor um cabelo sujo que uma cabeça rachada.

Poria um capacete em si também caso o encontrasse. Shaanti entraria nas construções possíveis, ou ergueria tábuas das que ruíram para verificar se haveriam coisas em estado de uso abaixo delas.


- Sabe o que eu gostaria de tesouro? Hnn hnn, uma armadura. Aham, eu ficaria épica em uma armadura. Uma verdadeira paladina, aquelas pra inspirar histórias… Uhum, escreveriam livros, desses que você lê, sobre mim. - os olhos de Shaanti brilhavam.

Teria procurado outras coisas lá, como mais cordas, picareta, lampiões, óleo, fósforos ou outra fonte de fogo para acender. Evitaria tochas no entanto, mas se encontrasse alguma também levaria consigo. Testaria todas, puxando a corda para ver se não arrebentava, acenderia o lampião para ver se o óleo queimava, bateria a picareta para ver se o cabo não rachava. O que passasse no teste levaria consigo, porém tudo que realmente desejava era de fato uma fonte de iluminação.

>><<


De volta na entrada da mina, ou ainda ali se não tivessem encontrado nada.

- Tome cuidado ali dentro. - diria de costas para Emily, ou lado a lado, mas sem olhá-la. - Sei que é sua primeira aventura, e que nos livros os aventureiros sempre dão um jeito e as coisas são sempre fantásticas. Mas… - Estava preocupada com a pirralha e era difícil mostrar, pois também não queria acabar com a alegria e empolgação da mesma. - Bom, nada. Só se divirta e tome cuidado. - não teve coragem de falar algo que pudesse mudar a visão sonhadora de Emily.


Avançaria com a pequena alguns poucos metros. - Não ande na minha frente, fique do lado ou um pouco mais atrás. - no início procuraria por outras escritas, parando para estudá-las antes de prosseguir, mas de toda forma nesse primeiro momento até sua visão se acostumar não adentrar muito no local, parando inclusive para verificar armários se os houvesse enxergado.




”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 107
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQua 24 Out 2018, 07:02




Heavy Metal breakdown - 21





O sentimento que se passava naquele momento na cabeça da ruiva era justamente o de uma espécie de felicidade, apesar de tentar esconder o afeto que sentia pela pequena não era algo que fosse fácil, e durante todos aqueles momentos ela sorria no meio das trocas de insultos e brincadeiras entre elas, era algo puro de sua parte que a fazia sentir que aquela era sua chance de se divertir como nunca, de buscar algo que ela não teve na sua infância, era a chance de viver uma vida completamente nova.

Ao ver que a pequena ia adentrar no lugar sem pensar muito a tritã a repreendia sobre o ato que aparentemente parecia uma loucura de certo já que ela não havia aparentemente raciocinado e ido pela emoção, fazendo a azulada questionar o comportamento, mas Emily aprendeu bem com a tritã e seu modo de disfarçar. - Eu não ia… É… Eu só estava checando a entrada caminhando mais pra perto.- Falava coçando a parte de trás da cabeça, mas era claro que ela estava mentindo sobre aquilo, era só uma das tiradas pra não acabar na vergonha.

Shaanti questionava o ponto que a frase poderia representar uma ideia muito ambígua que a fazia pensar se a mina seria de prisioneiros ou de algum modo aquilo tinha haver com o desafio. -Isso parece coisa que eu já ouvi, acho que li isso em algum lugar mas não lembro onde… Num caderno acho, alguém tinha escrito e tinha um complemento. Mas agora não me lembro bem- Porém o foco de Shaanti era outro, ela deduzia o que poderia ter ali nos arredores, expondo para a garota sobre o lugar ali perto, poderia ter algum depósito ou galpão ou qualquer coisa do tipo

Mas ela não falava normalmente sobre aquilo aquela voz trazia um ar vitorioso ela sentia orgulho do que estava falando, como se tivesse de fato sido a campeã de um torneio importante seu sorriso brilhava ao demonstrar o ar de campeã e o olhar da vitória., a pequena sorriu levemente de canto falando. - É tem alguma coisa errada...- Ela se aproximava de Shaanti tocando a bochecha dela enquanto se esticava ficando na pontinha dos pés pra conseguir fazer isso. - Está com febre? Doente? Alguma coisa assim? Nunca te vi assim tentando sabe… Pensar... Ela coçava o queixo como se tivesse impressionada começando a dar uma leve gargalhada.

Mas sem demorar muito a pequenina puxava o mapa conferindo melhor a estrutura das coisas, onde ela percebia que tinha ali por perto o que seria um rio que passava para desaguar no grande lago que ficava ao meio da cidade, como uma pequena corrente que o ligava ao mar. Deve ter algum para aquela direção.- Falava a garota apontando para noroeste do lugar em que estavam. Shaanti notava que pela lateral da mina dava para subir tranquilamente o que a fazia escalar com calma a lateral para chegar ao topo, dali dava pra ter uma visão melhor do ambiente.

A maior parte do lugar eram árvores pedras, mas em uma parte mais isolada aparentemente havia uma cabana, onde deveria ser a muito o acampamento deles, ela estava aparentemente tão invadida pela floresta quanto a choupana dos pais de Emily. Ao descer ela procurava por algo como armário, ou ferramentas perto da entrada, na verdade haviam as duas coisas, tanto uma espécie de armário quanto ferramentas enferrujadas jogadas em algumas partes mais adentro da mina a pouca distância da entrada, a mina era bem ampla o que poderia ser interessante para explorar.

Ela finalmente após ver o armário saia indo para fora e convidando a pequena para checarem a construção que fora vista antes, a pequena acenava positivamente com a cabeça seguindo a tritã, ao se aproximar a casa estava bem pior que a anterior, o vento que batia de leve na construção arrancava rangidos altos da casa, que poderiam até assustar quem escutasse de longe, havia mofo por toda a parte de fora, e a madeira que a constitui estava deformada.

A porta da casa estava quebrada e com apenas um encostão de Shaanti desabava caindo ao chão e se partindo em 4 pedaços irregulares, estava completamente podre aparentemente, mas não exalava um odor ruim afinal era madeira velha se decompondo, cheirava apenas a um pouco de mofo, não sendo exagerado o cheiro. Assim que pisava entrando o chão rangia completamente, e parecia que ia quebrar a qualquer momento.

No meio de suas buscas, haviam alguns itens que lhe podiam ser úteis ali, um lampião velho que parecia ainda funcionar, óleo para acender ele, fósforos, mas apenas 8 deles, e o que parecia ser uma corda de coloração verde, média 10m de comprimento e podia ser bem útil, além desses itens uma picareta que tinha pouco ferrugem, essa parecia firme e ainda dava para bater com ela, de todo modo, as coisas iam para o caminho tranquilo apesar de não ter achado nenhum capacete funcional, até haviam alguns mas estavam consumidos pelo mofo e ferrugem, outros com fungos, então eram mais perigosos que de fato ajudariam.

Ela começava a erguer tabuas após tabuas procurando algo ali por dentro, até que achava algo que poderia lhe ser util para a viagem, era uma espécie de mapa mal feito que provavelmente foi desenhado por um dos mineiros e tinha a estrutura da parte inicial da mina, não havia dela inteira, mas ao menos mostrava as bifurcações iniciais, ele estava muito velho, o papel era completamente amarelado, boa parte estava apagada e suja, então era muito difícil de decifrar ou entender.

Pegando tudo que achou útil Shaanti comentava sobre sua ideia de tesouro, vestir uma armadura como uma guerreira e poder ser similar as histórias que a pequena lia, a ideia a fazia ficar reluzente e brilhar naquele momento, a pequena sorria ao ouvir aquilo também parecia a deixar ainda mais empolgada. - Uma armadura cairia muito em em você uma daquelas bem bonitas e sabe talvez que lembrasse escamas ou algo assim, ou quem sabe com um grande coração no centro em? Shaanti a cavaleira da justiça… Soa bem né?- as duas pareciam se perder um pouco naquela ideia e naquele modo de pensar, era algo que empolgava de forma completamente energética.

Após tudo Shaanti voltava para a entrada da mina junto com a pequena dando algumas palavras para com ela, de inicio ela quase desiludiu a pequena ou dizia algo não muito agradável  mas parava percebendo e a pequena obviamente notava isso. Mas?- Dizia questionando sobre a frase, porém a ruiva apenas dizia que se divertisse não era nada, ela sabia que não era o momento para roubar uma visão pura do mundo que ela tinha. A pequena estava caminhando com a escora de madeira sugerida por Shaanti antes.

As duas adentravam enquanto a azul confiante explicava o melhor posicionamento a Emily que estava um tanto impressionada com a segurança que as palavras ali passavam mas ao mesmo tempo já havia visto aquilo outras vezes, era quase como uma memória vivida do que acontecia ali. Adentrando mais a fundo era possível ouvir o barulho do aço que tinham escutado antes, era algo que parecia talvez vir debaixo da terra, e girava cortando o ar, como um pedaço de maçaneta de uma porta quebrado e preso, ou chaves penduradas em frente alguma corrente de vento, algo metálico e barulhento, que passava ar por ela. Nesse início não havia muitas escrituras até que eles estavam de frente a uma estátua, ela era de um homem barbado usando uma toga e com um livro na mão.

Era estranho ter uma coisa como aquelas numa mina mas o que aquilo representava? talvez algum deus que os mineiros acreditassem ou algo desse modo, ou mesmo uma estátua que representasse uma entidade poderosa que regesse o universo,  pela própria imponência e pose que ele apresentava, como se comandasse, mas o rosto ao mesmo tempo apresentava compaixão ou algo do tipo.

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQua 24 Out 2018, 16:39





Anões?

22


O tempo que passaram juntas desde aquele dia certamente havia moldado e influência ambas, não que qualquer uma delas fosse um grande exemplo a ser seguido, todavia da mesma forma que Shaanti aprendia sobre amor, carinho e juventude a pirralha aprendia com Shaanti como ser uma mentirosa horrível. Bom, talvez não possamos chamar isso de uma troca de conhecimentos equivalentes, mas é assim que é. Shaanti aprende com Emily bons hábitos enquanto ensina a garota os ruins.


-Aham, checando a entrada.

O diálogo prosseguia com Shaanti conseguindo mostrar a plenos pulmões o quão incrível era, não só fisicamente, mas também mentalmente.

-Hahahahahaha, tá com inveja pirralha? Eu consigo pensar e ser forte. Hnm, hnm, parece que alguém aqui é superior, Han?? - Shaanti sorria de maneira idiota competindo com uma criança.

Haviam prosseguido dali, Shaanti sentindo-se exuberante em sua “vitória”, a qual poderia receber diferentes nomes de diferentes pessoas, mas para ela era sem dúvida sua vitória ainda mais por não só ter tido o raciocínio como também por ele ter se mostrado correto.

Haviam encontrado de fato a alguma distância um rio e naquela direção as construções que havia julgado lógico existirem.


Tenho que agradecer melhor aquele velho quando voltarmos, hehehe. - a dor de cabeça do aprendizado de lógica estava cada vez mais se pegando na opinião de Shaanti.

Munida com o aproveitável e talvez essencial as garotas voltaram para a entrada da minha para sua primeira caça ao tesouro a juntas.


Escamas é? Sim escamas parecem uma boa, bem ameaçador. Mas o coração? Por que colocaria um coração? Pra marcar um alvo? Nahh, não quero chegar em um lugar e ser chamada de a cavaleira do coração, não, o coração eu passo, escolhe outro símbolo. - embora muito retirasse a ideia do coração ela não impedia Emily de ser ela a escolher o símbolo que carregaria, ao bem da verdade havia ficado contente pela garota ter se empolgado com sua ideia mostrando-lhe verdadeira alegria e por isso mesmo era muito provável que até mesmo cedesse a usar um símbolo de coração se isso fosse fazer Emily feliz.


>>><<<


Homem, homem penitente. Penitente. pensava enquanto seguia o caminho a procura de outros textos.


Espera aí.

Agachar-se-ia pegando os fósforos para acender o lampião que havia encontrado no momento em que chegassem na estátua.

Um padre? - perguntaria com um tom que também induzia uma constatação. - Parece que está abençoando não? - Comentava a tritã sobre a pose na qual a estátua se encontrava e também por causa de suas vestimentas. - Talvez pedissem benção antes de descer mais, ou começar a trabalhar. - concluía levando em conta a posição próxima a entrada da mina onde a estátua havia sido instalada.

Caminharia ao redor da mesma iluminando-a com o lampião.

Ei pirralha, tem um som estranho ou é impressão minha?

Picareta, duas cordas, oleo, lampião, fósforos e arpão.


Shaanti entregaria o restante do óleo, caso tivesse sobrado apor enche o lampião, para Emily, em sua mão carregaria o lampião e a picareta, nas costas ao redor dos ombros as cordas e o arpão, e nos bolsos os fosforos.


Após o período de análise da figura na entrada Shaanti chamaria Emily para prosseguirem. Havia anteriormente entregado para a pequena o velho mapa da mina já que ela própria não possuía qualquer capacidade para ler mapas, atestando isso de maneira bem evidente enquanto “lia” o mapa anterior de cabeça para baixo.

- Vamos indo pirralha, creio que mais a frente descobriremos se essas coisas tem alguma importância. - embora quisesse continuar provando que era inteligente sabia que naquele momento ainda não podia deduzir nada, mas somente esse desejo de se mostrar inteligente que a fazia ficar procurando oportunidades e por consequência prestar atenção em coisas que outrora ignoraria.

Com o lampião a frente seguiria o caminho com.confiança, mas atenção, pois procurava mais coisas para observar. Não tinha pressa, pois poderiam voltar ali mais vezes se fosse necessário, pra ela nem mesmo importava a fundo se haveria ou não tesouro embora pudesse parecer o contrário, mas a verdade era que ao olhar para o lado a, outrora assassina de humanos, enxergava todo o tesouro que podia desejar.


Eu, eu, euu, não tô olhando nada pirralha, ohhh, você vem com essas ideias aí. - esta seria a resposta de Shaanti caso fosse apanhada encarando Emily com uma expressão de estupefata alegria em seu rosto. hnnnn, hnnnn. - limpou a garganta. - Estava pensando, que se precisasse entrar em um buraco pequeno vai ser ótimo o teu tamanho. - falou isso, mas olhando para o outro lado, coçando a cabeça e com um bico espremido na boca, aqueles que se faz ao chupar limão amargo. Hahahahahaha, em frente em frente. Acho que vi algo. - desconversou e seguiu adiante, inclusive havia visto algo…. A sua banca de durona indo pelo ralo, até então já não sobrava quase nada da mesma.


>>><<<

Shaanti avançaria observando as paredes, mostrando a Emily curiosidades que visse que que achasse, na falta de outra palavra, curiosas e prosseguiria até o momento que tivesse que tomar alguma escolha, sendo esta uma bifurcação no caminho, ou qualquer outra coisa que lhe passasse a impressão de que deveria parar para considerar suas opções antes de prosseguir, sendo exemplos destas, outros textos, outras estátuas, ossadas, sons estranhos que parecessem se aproximar, cavernas laterais, ou buracos no chão que parecessem passagens.

Pararia também sempre que Emily pedisse para esperar.







”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 107
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQui 25 Out 2018, 03:53




Heavy Metal breakdown - 22




A ruiva notava que aquela era a troca que as duas faziam, Emily aprendia os maus hábitos, e ela os bons, era como se aos poucos uma fosse complementando o que faltava na outra. Após aquilo o ar de vitória se fazia realmente forte para Shaanti, afinal ela tinha conseguido fazer algumas coisas impressionantes para fazer com que a pequena admirasse suas ações. -Nada mais que sorte de principiante?- Acabou zombando levemente com um sorriso de forma que pareceu um pouco petulante, mas a garota não faria por mal, e isso era claro pelo modo como ela se divertia.

Usar a lógica não parecia a mais fácil das tarefas, na verdade parecia a tritã um belo imã para dor de cabeça, mas ainda assim não poderia deixar de manter a sua pose de durona, afinal se pudesse trazer tanto cérebro quanto músculos havia mesmo de se gabar, perante sua parceira, ou ao menos seria essa a linha do que sairia de sua boca, que era bem menos gentil que seu interior. Quando voltaram a entrada da mina, frente ao que a tritã havia lhe dito, um olhar curioso se mostrou pela parte da garota, Shaanti poderia até não concordar, mas o coração lhe servia muito mais do que as duras escamas as quais ela tentava mostrar e isso era claro, como a pequena pensava e assim ela expressaria- Acho que o coração combina mais com você, você é como… Uma melância! Sim, é a comparação perfeita, durona por fora e molenga por dentro! Mas… Essa é uma parte boa.- teria dito a menina em um tom que poderia talvez até em um momento despertar na garota algum comentário mais ácido, quem afinal estava chamando de molenga? Mas, talvez no final pudesse amolecer um pouco, já que era uma característica boa, apontada por Emily.

Prosseguindo mais um pouco a tritã acenderia o lampião iluminando um pouco a mina, onde tornavam-se visíveis algumas marcas de carrinho sendo arrastado no chão, talvez estivesse chegando a algum lugar com a idéia, mas a estranha estátua chamava a sua atenção, assim como também da pequena que tinha um olhar curioso e inocente sobre o misterioso objeto. - Um padre? É um lugar estranho para uma estátua religiosa, mas talvez ela esconda algum segredo ou pista importante sobre o lugar… Queria saber mais sobre as histórias sobre esse lugar, talvez alguma fosse verdade Concluiria a pequena em um tom pensativo, como se quisesse colaborar na investigação de alguma forma, e eventualmente, quando um som estranho havia acontecido, a pequena pareceu também entrar em alerta aproximando-se um pouco mais da tritã, ainda que se quisesse fazer de forte, o primeiro sinal de perigo na aventura, pareceu não torná-la tão brava assim.- Ouvie é melhor ficarmos perto… Não sabemos muito sobre os perigos…- A garota pareceu por um momento perder a pompa e ficar bem próxima quando isso ocorreu, pelo menos pelos primeiros momentos.

A garota pegaria o óleo a ela entregue e levaria consigo, tentando manter os passos próximos aos de Shantii quando eventualmente começaram a prosseguir, a luz do lampião, ainda que não fosse muito forte frente a escuridão que começava a tomar, quando adentravam mais naquele cenário, era muito útil para algo que a tritã poderia notar primeiro, pela sua altura e por sua posição, haviam Símbolos nas paredes com numerações e algumas com marcações de X sobre sua figura, eram imagens que a muito pareciam de um traço infantil, e estariam espalhadas de ambos os lados do corredor por onde poderiam passar, por um longo período de tempo o mesmo padrão de desenhos se repetiria, e em meio a falta de novidades ou talvez levada pelos sentimentos de aventura que poderiam tê-la também envolvido.

Poderia perceber talvez que apesar de buscarem um tesouro, o maior deles já estava ao seu lado e a feição carinhosa de Shaanti logo poderia ser vista por Emily que estranhando o silêncio eventualmente teria olhado para cima e seus olhos se colocavam de forma que todo o seu rosto formaria um sorriso engraçado, que mesmo que não houvessem palavras, claramente diziam “ eu sei que você gosta de mim”, muito mais fortemente do que qualquer palavra que ela teria dito e frente ao lado mais tsundere da tritã.

A garota apenas começou a rir naquele momento, a deixando manter a pose de durona, o clima de medo aos poucos poderia se desfazer naquele momento em que enfrentavam uma barreira, havia uma grande porta de pedra que parecia pesada demais a frente delas, que elas poderiam ver se levantassem bem o lampião, mas havia ainda mais ali, havia umcirculo misterioso no chão onde pela diferença entre suas alturas, pareciam muito com algo que deveria se pisar ou pressionar para acionar algo, e o mais incrível era, haviam os mesmos simbolos que haviam visto pela caverna a um tempo atrás, teria Shaanti prestado atenção nos detalhes? Emily logo responderia a dúvida da tritã caso ela se perguntasse se o cérebro dessa vez havia feito o seu trabalho - Eu estava concentrada em não te perder no meio do breu…Não prestei atenção- Acabaria dizendo a garota preocupada que talvez não pudessem de fato resolver o enigma naquela situação, obviamente ainda poderiam voltar e conferir, mas havia uma larga distância até que pudessem fazer isso mas, mais uma pergunta poderia surgir, haviam símbolos que não estavam nas paredes.

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyQui 25 Out 2018, 12:45





Quem não tem cabeça deve ter pernas, ou sorte!

23


- Coisa estranha de se ter em uma mina. - movia o lampião iluminando os desenhos no chão. - São os mesmos desenhos que haviam lá trás.

Shaanti movia-se ao redor da figura, mas evitando pisar em qualquer uma das pedras. Por sorte aqueles desenhos haviam sido representados diversas vezes na parede e inicialmente havia prestado atenção, todavia a repetição por fim lhe tirou o interesse e assim sendo, será que lembrava.


- Lembro que alguns desenhos tinha um X e outros números. - Caminhou até a porta fechada a frente. - AHHHHHHHGGGGRRRR, QUEM É O IMBECIL QUE POEM PORTA EM UMA MINA? - poderia ter sido os pais de Emily, mas não associou isso no momento de sua irritação.

Completaria o círculo ao redor da figura, observando os desenhos e também as paredes ao redor a procura de algo que lhe sugerisse o que fazer.


Caso visse símbolos nas paredes conferiria se eram os mesmos dos do chão, mas caso houvesse fendas passaria o dedo pelas bordas das mesmas.


- A parede é cheia de frestas. - comentaria se fosse o caso. E se esse fosse o caso, Shaanti iria averiguar até onde as fendas seguiam tanto em largura quanto em altura.

Não havia decorado a sequência numérica e isso era fato, poderia sim voltar, mas isso só afirmaria que ela era alguém que possuía apenas músculos e não cérebro e por tanto o caminho que lhe restava era estudar o que possuía ali, e pensar de forma estratégica e lógica seus próximos passos, afinal… Queria impressionar.


No caso de ter encontrado fendas nas paredes também as procuraria pelo chão.

- Será que consigo acionar um desses pisos fora do alcance das frestas? - Shaanti podia não saber se havia algum risco, mas talvez tivesse notado um padrão nas fendas que houvessem lhe indicado que estas haviam sido abertas ali e não criadas naturalmente.


Usaria seu arpão, apoiando o cabo na parede próximo ao local onde as fendas terminavam e soltando-o no chão em direção ao círculo para ter noção de até onde elas iam.


- Hnmm. - olhava com curiosidade para sua medição. - Vê? - perguntaria para Emily. - Tem essas frestas dos dois lados ( ou só de X lado) e elas vem até aqui e até aqui (mostraria a altura) e aqui ( a menor altura). O que quer que seja, parecem ter sido feitas por alguém. - Anunciava suas descobertas daquele enigma.

- Acho que precisamos testar. sorriria, pois finalmente sentia seu coração palpitando pela antecipação do perigo. - Você pirralha, pra longe dessas frestas. - Mandaria Emily se afastar não tendo encontrado frestas também, afinal com ou sem elas Shaanti sentia a necessidade de testar o que aconteceria ao acionar um tablado aleatório.


Agachar-se-ia longe do círculo, soltaria no chão junto a uma parede tudo o que carregava e entregaria o lampião para Emily.

- Segura aqui. - Pegaria o galho que a jovem usava de apoio por um momento e iria até próximo ao círculo carregando este galho e a picareta. Buscaria se manter em uma posição possivelmente segura, sendo estar longe das frestas e abaixada.

Pressionaria um dos grandes botões de pedra com a picareta enquanto o galho manteria erguido na diagonal para cima do círculo em uma posição onde seu corpo deveria estar no caso de estar ela mesmo pisando no botão.

- Hehe, sente o frio na barriga? HAHAHAHAHAHA, não consigo não ter a impressão que estou acionando uma armadilha. HAHAHAHAHA.


Caso Emily viesse a sugerir que voltassem para observar os desenhos que Shaanti havia visto na parede mais atrás.


- HEHE, é uma opção, mas…. - estreitou o olhar para frente, apoiou a picareta no símbolo que representava duas bolas.

Esse eu não lembro de ter visto.

- … se fizéssemos isso, não seria uma aventura. - e com essa brilhante frase de ‘despedida’ apertaria o símbolo com a picareta, ou ao menos tentaria. Se apenas uma das mãos não fosse forte o suficiente tentaria bater com a ferramenta, tal qual o seu uso sugestionou, erguendo-a e descendo com força para apertar o tablado aguardando para ver o que aconteceria.


Caso algo surgisse, e fosse ‘mortal’ a guerreira tentaria permanecer imóvel, confiando que havia escolhido uma posição segura via suas deduções.



- HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, SE ISSO É COISA DO SEUS PAIS, HAHAHAHAHAHA. - se Emily perguntasse qual é a graça. - Nada, eles só deviam ter muita fé em você. - Só assim pra mandar ela procurar algo aqui, hahahaha.


Todavia mesmo a batida com a picareta poderia não ser o suficiente e se assim fosse Shaanti usaria de sua destreza e habilidades acrobáticas para uma última tentativa, na qual plantaria bananeira e despencaria com os pés sobre o símbolo tentando deixar os joelhos o mais retos possíveis para que assim ficasse o mais próximo possível do chão, mas isso somente faria se tivesse identificado que as frestas não estavam também grudadas no piso.


Outra possibilidade era que nada acontecesse e se assim fosse prosseguiria para outro teste, tomando as exatas mesmas precauções, mas agora mirando no botão da flecha.


>>><<<

Se estivesse viva e bem, ou ao menos apenas pouco machucada comentaria com Emily.


- Hehe, parece que teremos um caminho bem aventuresco pela frente. - Tudo até aí tinha sido um teste, mas no fim ainda não haviam solucionado o problema. - Lembro de ter visto 4 símbolos numerados, não lembro a ordem. Mas eram aqueles. - apontaria para o coração, ossos, anjo ou o que Shaanti julgava ser um anjo e para a grande flor.


Agora que sabia o que podia acontecer caso apertasse errado, a ruiva ponderaria sobre voltar ou não para averiguar as paredes novamente.


>>><<<

Caso não tivesse reparado em frestas, aberturas ou qualquer coisa que indicasse trabalho nas paredes ou piso a tritão faria os mesmos testes, todavia faria Emily se afastar um pouco mais e deixaria o lampião no chão em um ponto onde fosse possível sua luz alcançar o símbolo almejado. Agiria da mesma forma, porém em pé e pronta para correr/saltar para trás no exato instante que sentisse a picareta empurrando o símbolo para baixo.

”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 107
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptySab 27 Out 2018, 05:51




Heavy Metal breakdown - 23





 Emily ouviria o que Shaanti tinha a dizer inicialmente e com isso ela tentou se lembrar melhor do que havia visto, sendo possível a ver com uma cara de pensativa - Eu só acho que definitivamente não devemos de jeito nenhum pisar em algum dos que tenham um X marcado…- Ainda que parecesse uma constatação óbvia, parecia haver uma preocupação por parte da pequena em relação a tritã, que talvez refletisse a própria segurança também, o barulho claramente ainda havia roubado parte de sua postura corajosa, ainda que o espírito de aventura ainda pudesse existir.  

A pompa voltou pelo comentário de Shaanti que daria a ela a oportunidade de se gabar um pouco pelo próprio intelecto- Se não houvesse uma porta não haveria tesouro ainda né músculos…- Completaria a garota rindo de forma confiante, enquanto Shaanti rodeou o local evitando o círculo, onde não encontraria frestas que coubessem mais do que uma mão, se colocasse as mãos próximas, poderia sentir uma forte passagem de ar, talvez fosse uma passagem de ar improvisada para a parte de dentro daquela porta? Ou teria aquilo ligação com algum dos símbolos que poderiam ser armadilhas?

Emily pareceu interessada e observativa, quanto as frestas, porém como ela mesma não chegaria muito perto naquele momento, aquilo dava a ruiva uma vantagem para que pudesse sugerir o que poderia estar acontecendo naquele momento a pequena. O mesmo não se repetiria com o chão, era levemente irregular em alguns pontos mas não pareceu mais do que o normal para um solo usado para minas, mas algo bem interessante que ela poderia ver próximo da porta seria, mais marcas de carrinho de mineração no chão.

E a sua conclusão poderia fazer muito sentido, quando usou do arpão para medir se ainda não tivesse chegado a conclusão anteriormente- Se elas foram feitas… Isso talvez seja um bom sinal… Ou algo para se atentar.-  Não era muito conclusiva, no entanto era claro o interesse dela pelas frestas ainda mais do que anteriormente e como instruído ela fechou, algo no sorriso da ruiva lhe pertubou um pouco, mas decidiu dar aquele voto de confiança até que… Afastando-se das frestas a garota após seguir as instruções a ela dadas via a garota apertar um botão… Não indicado? Um barulho grande se fez por trás da porta, comos se um mecanismo fosse acionado, mas parecia ser o barulho de alguma pedra pesada passando próxima da porta e se afastando ao fundo, até que um barulho de clique poderia ser ouvido,- Talvez porque seja uma armadilha…

Talvez não para agora, mas devemos tomar cuidado, não é melhor que voltemos para pegar os números corretos?
Diria a garota preocupada, até que um argumento excelente teria sido usado pela ruiva… É de fato se não fugisse dos padrões não seria uma aventura.  Não havia um efeito imediato, mas poderia ter a idéia de que os botões não colocados levantavam mais perguntas do que davam respostas e com a resposta de Shaanti em relação aos simbolos- Pensando melhor… Você me falando sobre os símbolos… Os que parecem ossos cruzados, eu lembro de ter a númeração 1… Então temos um ponto de partida, não sei o que acontecerá se a sequência for errada mas… Acho que desde que  se evite o X… Ficaremos bem… por hora-  Dizia a garota, enquanto observava de mais perto a porta, esperando pela decisão de Shaanti.

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptySab 27 Out 2018, 16:08





Sim eu sei, eu lembro do coração, mas que que tem?

24



O som da pedra se afastando deixava Shaanti menos preocupada do que se fosse se aproximando, isso é claro, se fosse realmente uma pedra.

- Ao menos está indo pra longe, Hehe. Sorteee. - coçava o nariz com o indicador para esconder o largo sorriso.

Após ter apontado os símbolos Emily declarava se lembrar que os ossos eram o número 1 e tal afirmação fez os olhos de Shaanti brilharem, pois lembrava do número do coração… Sim, ela havia prestado atenção mais nesse e sim, havia sido por causa da conversa com Emily sobre adotar o coração como seu símbolo.


- Se os ossos são 1, o coração é dois, restam o anjo e a flor. A flor é o maior, logicamente deve ser alguma espécie de ‘confirmar’, o que me deixa com o anjo sendo o 3. O problema é que os símbolos não marcados podem ser os não testados, então talvez…. Depois da flor ainda tenha mais algum. Tomara que não. - conforme completava seu pensamento o riso escapava da garganta de Shaanti.


- HAHAHAHAHAHAHAHAH. - tomava fôlego e então ainda mais alto . - HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. - a risada era o símbolo de seu brado vitorioso, a arrancada final para esfregar na cara de Emily o seu abençoado intelecto e seu magnífico raciocínio.


Com uma majestosa pose campeã, um olhar brilhante e um sorriso mortal a tritã cantou vitória.


- HAAAa, veja e aprenda com os mestre pirralha, veja e aprenda. - acenava afirmativamente com a cabeça com grande velocidade. - hun hun hun hun, mestres.


Moveu-se para frente do desenho de ossos, contornando por fora do círculo.

- Eu, o grande eu, descobri a sequência. - todavia a grande ela, ainda estava parada em frente aos ossos com o estômago embrulhado. - Os números podem ser só uma armadilha…. Não, não, devem ser só eles. Não vou ter que pisar em mais nenhum. - Suor frio escorria na testa dela. - Só por garantia… De mais dois passos pra trás. Sim sim, mais dois… Hnm, - se a luz do lampião tivesse ficado fraca de mais. - Vem um pra frente. AI, AI, AI TA ÓTIMO. HEHE. - estava nervosa, mas tinha que manter a pose.


Shaanti mover-se-ia rápido após ouvir o estalo do botão, assim que o sentisse clicar saltaria para frente e plantaria uma bananeira sobre o coração, ao sentir o clique tomaria para a direção do anjo ficando mais uma vez em pé e ao ouvir o clique saltaria para cima da flor escorregando de joelhos para um grande pose de vencedora.

Ou para ampliar sua cara de decepção caso nada acontecesse.


>>><<<

Caso desse certo:

- HAAA, CONTEMPLE. HAHAHA COM APENAS UMA INFORMAÇÃO EU FUI CAPAZ DE DEDUZIR O RESTO. Ahn, ahn, nada mal né, nada mal. - só ela entendia porque lhe era tão importante impressionar uma criança, mas a realidade era que não era tanto pra impressioná-la e sim para mostrar que era inteligente…. Talvez a criança no fim fosse ela própria.


Se Emily então perguntasse como ela tinha lembrado.

- Hnm, hnm, que bom que você perguntou. - levantar-se-ia com um brilho no olhar. - Você lembrava que os ossos eram o 1, eu lembrava que o coração era o dois, a flor só podia ser o 4, é só olhar o tamanho dela. - fazia um sinal amplo com os braços. - o que faz o anjo ser o 3. - seu sorriso era brilhante.

Se questionada sobre lembrar o numero do coração.

- A… isso. - o sorriso sumiria, inclinaria o rosto pra baixo e fazendo um bico responderia. - Não tem nada haver, eu só por acaso lembrava que era dois, EU NÃO FIQUEI PRESTANDO ATENÇÃO ESPECIAL NO CORAÇÃO SÓ PORQUE VOCÊ FALOU DE CORAÇÃO ANTES… EU NÃO TAVA TENTANDO TE AGRADAR NEM NADA, TA ME OUVINDO PIRRALHA. - nesse momento já não estava mais falando com o bico e sim agitada tentando enganar a si mesma, afinal, havia prestado atenção no coração justamente por isso. - EU NEM TAVA PENSANDO EM USAR A ARMADURA COM O CORAÇÃO TAMBÉM NÃO. - era provável que Emily nem houvesse falado nada e assim Shaanti só estaria se afundando em revelar que iria muito provavelmente usar uma armadura com coração.


- HNF. chega, vamos em frente, em frente. - começaria a marchar porta a dentro, interrompendo-se em seguida, afinal, estava esquecendo o restante do equipamento.

>>>><<<<

Todavia, caso nada ocorresse após sua exuberante demonstração de fracasso:

- Certeza que os ossos não eram o primeiro…. - falou bem baixinho, mas com altura o suficiente para Emily escutar. - Nada não, não disse nada, tava pensando alto. - resmungou. - Acho que deve faltar apertar algo…. - haviam outros dois símbolos que não eram marcados, talvez um deles ainda precisasse ser acionado.


Levantando-se Shaanti se virou para o símbolo que não sabia descrever, o que parecia uns riscos. O motivo de ter escolhido esse era porque poderia saltar dele para longe evitando algo que talvez tentasse lhe matar.

Spoiler:
 

E assim o faria, saltando para cima do botão e ao sentir o clique saltaria para longe para tentar evitar algum perigo iminente ao seu pescoço.


>>><<<


Em todos os casos, se a porta de algum modo se abrisse e fosse possível para a dupla continuar a tritã pegaria todo o equipamento, organizando-o novamente em seu corpo antes de prosseguir, mais uma vez assumiria o lampião e devolveria o galho para Emily.


- Se a pedra caiu por aqui…. - tentaria iluminar o chão para vez se haveria marcas de impacto. - e se afastou… Quer dizer que é uma descida? Então só temos que nos preocupar com ela se começarmos a subir? - Se identificasse o local da queda tentaria olhar para cima para ver de onde poderia ter saído. - Ou nos preocupar que saia outra. hahahahahaha. - era um comentário completamente desnecessário.


- Bom, não podemos fazer nada quanto a isso, seguimos? - perguntaria para Emily, afinal, era a aventura dela.





”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 107
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptySab 27 Out 2018, 23:51




Heavy Metal breakdown - 24





 

A afirmação de Emily era a última peça que faltou para que ela pudesse montar o quebra cabeça, se os ossos eram o primeiro da sequência, logicamente pelo que ela lembrou e pela diferença do tamanho dos botões, deveriam ser o anjo o terceiro e a flor o quarto item, o sorriso triunfante e a gargalhada da tritã começavam a reverberar pela caverna de forma que pequenos e assustadores ecos começaram a surgir pela caverna, ainda que fosse um gargalhar heróico, por um momento pareceu até mesmo um gargalhar demoníaco, ainda que tivesse pensado em brincar com a amiga, estava tão mais interessada na possibilidade de ela estar certo que por um momento sequer se importou em perder o tempo certo para um comentário esperto, era o melhor se ela estivesse certa.


Mas, seria no momento em que  tentou se exibir que a garota acabou comentando- Veremos, espero que você não coloque a mina abaixo, aquele barulho de pedra não foi legal não… De todo jeito vamos tomar cuidado… Espero que sua solução abra a porta!- completou a pequena após rir um pouquinho, havia sim a fé na parceira e até então, desde que não apertassem o X… Pelo menos até então nada parecia acontecer. Shaanti contornou o circulo e quando pressionou o botão dos ossos um pequeno barulho mecânico começou a percorrer pela parte de cima de suas cabeças e parou sobre a porta, e os mesmos processos também se repetiram ao apertar de cada um dos botões na sequência, algo que ela poderia reparar é, que todos os botões “ errados” subiam, mas  aqueles corretos permaneciam pressionados. Uma coisa diferente então diferente ocorreu quando ela pressionou a flor, diferente dos outros botões o barulho mecânico não parou na porta, mas continuou a seguir até o desconhecido, se distanciando da porta pelo que havia lá do outro lado, se afastando mais e mais, até que o som aos poucos começou a se esvair com a distância, não sendo possível determinar mais do que havia algum tipo de descida do outro lado, antes mesmo que a porta se abrisse, ou pelo menos era o que poderia se deduzir.

No entanto, passariam-se 30 segundos… Um minuto… Dois… Nada aconteceu… Parecia ter sido um fracasso, até que eventualmente a porta começou a se abrir, lentamente em um grande barulho rochoso que se misturou a um barulho mecânico e era nesse momento que na mesma proporção, um sorriso se abriu no rosto de Emily- Você conseguiu! Pera… Tem algo de estranho… Tem algo de estranho… Você acertando… Com lógica?- Dizia a garota olhando com os olhos arregalados, realmente surpresa, mas a resposta de Shaanti, mesmo que em seu modo Tsundere de ser era realmente bonitinha, mesmo o seu jeito durão não era capaz de esconder. A visão que se revelava quando a porta se abria eram de três caminhos, um a frente que se dava a uma descida, por onde confirmariam para onde seguiu o barulho mecânico da confirmação, e outros dois largos caminhos, diferente do primeiro caminho os outros dois pareciam conectados por um trilho estranho, onde haviam pequenos fragmentos de pedra, no  momento em que a tritã colocaria o lampião  para iluminar o caminho, um grande barulho de Click aconteceu um barulho de pedra rolando em alta velocidade começou a acontecer, quase como um sinal para que não dessem aquele passo a mais o botão sem significado que haviam apertado anteriormente havia acionado uma Armadilha.

A pedra atravessaria de um corredor para o outro, atravessando o único caminho a frente do lado esquerdo para o direito e após um tempo, o inverso aconteceria, se quisessem passar deveriam ter um bom timing. O que mais poderia chamar atenção é como havia sido feliz a sua decisão de não pressionar também as flechas, pois com o lampião poderia ver algumas bestas apontadas como um sistema automático ligado a algumas cordas, desconectado da porta naquele momento, pois um mecanismo não as ligou, poderia supor que elas atirariam no momento em que a porta se abrisse se ativadas.- Antes de tudo precisamos  pegar o timing dessa coisa… Acho que ela foi ativada pelo primeiro botão…- Diria a garota enquanto observava o cenário que ali havia, mas ali no caminho central, o que mais chamou atenção foi um barulho que ecoou, junto a um barulho forte que poderia fazer tremer o mais bravo homem, por sorte Shaanti não era homem.

____________________________________________________

Make love, not war


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

2017 Achievements:
 


2018 Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Furry
Game Master
Game Master
GM.Furry

Créditos : 64
Warn : Redenção - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 EmptyDom 28 Out 2018, 20:21




Só espero não ser perseguida por uma pedra gigante.

25


Foi difícil até mesmo para Shaanti conter a surpresa de estar certa.


- OHHHHH, funcionou mesmo… Hurn hurn, quer dizer. HAHAHAHAHAHA é obvio que funcionaria, minha lógica era infalivel.

- Obrigada velho.

Todavia agora se depararam com outro problema, três caminhos possíveis para se seguir. Um reto, pelo qual parecia ter seguido o som do dispositivo acionado e dois laterais por onde havia um trilho de ligação.

Shaanti olhou a pedra vindo e sumindo e depois voltando e decepcionada falou.

- Que armadilha tosca. - realmente essa havia sido sua impressão, ao menos para alguém com boa noção de tempo como ela, aquela era uma armadilha tosca. Esperava apenas mais uma passada da pedra para confirmar se o tempo entre a passada anterior e a atual era menor e se fosse menor comentaria.

- Ela está desacelerando, a cada ida avança menos e volta mais rapido, deve parar depois de um tempo. - todavia caso percebesse que os tempos fossem iguais: - Bom, vamos? - jogaria logo após a passagem da pedra a picareta para o outro lado avaliando o tempo que demorava para cruzar o largo corredor e então aguardou o retorno da pedra.

Colocaria Emily apoiada no seu ombro como um saco de batata, com a cara para frente.

- Aqui, segura, e não derrube. - diria ao entregar o lampião. Pronta? - diria ao notar a nova aproximação da pedra, mas sem se dar ao trabalho de esperar a resposta de Emily mover-se-ia em corrida no momento em que a pedra cruzasse a frente delas, afinal, era óbvio que o maior tempo disponível se daria a partir do momento que a pedra houvesse recém cruzado o corredor.

Saltaria o primeiro trilho, daria alguns passos em sua corrida antes de saltar o segundo. Teria tomado essa atitude tendo percebido que a pedra diminui de velocidade ou no caso de não diminuir também. Somente ajustando a velocidade de corrida para o necessário.

Ao cruzar, o que acreditava não ser difícil mesmo carregando Emily, soltaria a garota no chão e olharia para a pedra novamente com semblante decepcionado.


Abaixando-se recuperaria a picareta ao soltar Emily.

- Será que vale a pena conferir os corredores por onde essa pedra braço?   - perguntaria para sua parceira. - Se bem que…. Podemos conferir eles depois de toda forma. Água? - Alçava a garrafa de água para a pirralha.


Faria um cafune em Emily enquanto a mesma bebesse a água.

- Que bom que pisei nesse botão tosco e não nas flechas né? Hehe. - todavia agora que sabia haver armadilhas a tritã começaria a ser mais cuidadosa no restante do trajeto.

- Isso parece uma masmorra…. Tinha em um dos seus livros não? Ou era catacumba?


Shaati enquanto falava se aproximava um pouco dos trilhos para observá-los. O caminho a frente era uma descida, e esperava não ter que lidar com uma surpresa do tipo: O trilho desloca e a pedra começa correr corredor abaixo.

- Ilumina aqui. - Shaanti estudaria por um momento o trilho, um pensamento de tentar descarrilar a pedra lhe ocorria se percebesse que era possível ter de lidar com uma pedra gigante corredor abaixo.

Observaria também se julgava possível a pedra ter espaço para correr ou se ficaria presa sem poder passar corredor abaixo. Por fim torceria a boca….

- Não pensar era tão mais fácil - resmungou em pensamento. - Bem, acho que devemos continuar. - sorriria para a garota e então sem poder perder a chance de implicar. - A menos que esteja com medo desse som sinistro a frente e queira voltar. Hehehe, eu vou entender se essas perninhas finas ai estiverem tremendo mais que vara verde, tenho certeza que o velho tem um leite quente com biscoitos para você. - O que Shaanti sabia era que sendo a pequena do jeito que era iria acabar por se inflamar e esquecer o medo apenas para provar para a tritã que estava tão pronta para aventura quanto a própria Shaanti. - HAHAHAHAHA, ASSIM QUE SE FALA PIRRALHA, AGORA VAMOS LÁ.   - começaria a descida, agora mais atenta a botões com símbolos estranhos, e a números sequenciais escritos na parede. Também pararia de avançar para decorar qualquer tipo de símbolo que visse, ou para fazer Emily observar junto dela qualquer inscrição ou desenho/estátua.  


Rumavam para o próximo desafio em sua primeira caça ao tesouro juntas.

- Tomara que tenha dinheiro suficiente para um barco bom…. Não quero ter que ensinar o próximo carpinteiro em como se faz um barco decente…. Você lembra o quão ruim era o último né? Ainda não entendo como podia ser ruim ao ponto de não conseguir nem flutuar… É o mínimo que um barco tem que fazer… Hnmmm, tomara que tenha bastante dinheiro, se não vou ter que construir um eu mesma. Claro que seria um ótimo barco, mas prefiro fazer outras coisas. - seguiria  com esse tipo de conversa fiada e ‘simples’ enquanto avançava pelo corredor, afinal, era assim que uma aventura deveria ser não? Alguns momentos de adrenalina junto com outros de conversa fiada e descontração.


- Devíamos ter trazido o bambi… Ao menos teríamos comida se ficarmos com fome.. - ouviria Emily. - Não posso? - responderia tal qual uma criança desiludida ao descobrir que não poderia brincar.


”objetivos”:
 

Histórico:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Redenção - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Redenção   Redenção - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Redenção
Voltar ao Topo 
Página 5 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: