One Piece RPG
Melodias de uma pequena mink - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phantom Blood
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 21:29

» [Ficha] Kiryu Yamamura
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:00

» Kiryu Yamamura
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:59

» For Whom the Bell Tolls
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 15:25

» Gato de Convês
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Oni Hoje à(s) 15:19

» Apresentação - 2: Falência ambígua
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 14:55

» V - Into The Void
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 01:15

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 00:56

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 22:53

» Prólogo - A primeira perna é a direita
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:43

» Timbre Mudo
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 13:33

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Jabuloso Ontem à(s) 10:07

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Kylo Ontem à(s) 05:55

» O Legado Bitencourt Act I
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:42

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Kylo Ontem à(s) 02:57

» I - Dançando No Campo Minado
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 00:52

» Conto I: O que Dizem as Raposas?
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 18:58

» The New Terror of Pirates
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 17:07

» Apresentação \o/
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor GM.Kekzy Sex 21 Fev 2020, 15:33

» I - A Match Made In Heaven
Melodias de uma pequena mink - Página 4 Emptypor Teo Sex 21 Fev 2020, 14:33



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Melodias de uma pequena mink

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : Melodias de uma pequena mink - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 EmptyQui 16 Ago 2018, 22:37

Relembrando a primeira mensagem :

Melodias de uma pequena mink

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Anzu Laffey. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Anzu
Civil
Civil


Data de inscrição : 16/05/2017

Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 EmptyTer 06 Nov 2018, 20:30

- Eu sou 80% presunçosa ou seria fofa, eu sempre me esqueço...

Assim que a pequena mink terminou de falar, ela era surpreendida ao ver o casaco da  Penelope vindo em sua direção.

- Minha santa loba o casaco ta vivo!


Reclamaria a loba, antes dela tentar fazer qualquer coisa a escuridão do casaco tomava sua visão, ela começaria se debater tentando se soltar, mas era tarde demais. Logo ela sentia a mão da Penelope sobre sua nuca e empurrou a pequena garota em direção ao chão, fazendo ela cair de cara na neve.

- Usando truque para derrotar uma criança, quanta classe.

Reclamaria a mink, sentindo a neve em sua boca e sentia o joelho esquerdo da mulher sobre suas costas, enquanto o outro joelho ficava sobre o braço direito da garota. Ela sentiria a neve gelada sobre seu rosto, faria o nariz dela e bochecha ficarem vermelho.

A pequena loba ficaria parada no chão, não mostrando qualquer resistência contra a mulher, enquanto ela ouviria o que Penelope tinha a dizer, ela também ouvia a som de algo cortando o vento.

- Igualdade? Já viu seu tamanho? Fora que você é 3 vezes mais pesada do que eu. E não se sinta especial, eu quase sempre não ouço as pessoas.

Diria a pequena mink,  assim que sentia a mulher sair de cima dela. A garota balançaria sua cabeça de um lado para o outro, assim tiraria a neve que estava em seu rosto, logo ela levantaria sua cabeça, vendo a mulher estender a mão para ela. A mink levantaria sua mão e aceitaria a ajuda para se levantar do chão.

- Você lembra o que falei lá na loja.

Assim que a mink se levantou, ainda segurando na mão da mulher, ela puxaria a mão da mulher em direção dela e tentaria dar um beijinho na bochecha da mulher. Em seguida ela soltaria a mão da mesma.

- Certo, vamos.

A garota voltaria a seguir a mulher como se nada tivesse acontecido, ela andaria pela floresta com cuidado, observando tudo em volta com cautela.

Objetivos:
 

Históricos :
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shiro
Pirata
Pirata
Shiro

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink - Página 4 5010
Data de inscrição : 23/04/2015

Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 EmptyDom 11 Nov 2018, 13:31

NARRAÇÃO
#cccc00


Penelope esticou sua mão à garota. Esta segurou-a e aproveitou o impulso que fez para ficar de pé e dei um beijo no rosto da mulher. Ela não esperava aquilo e ficou olhando para a menina de cima, com as sobrancelhas franzidas, não entendendo muito a situação. - Você é estranha… - Comentou, dando uma risada e continuando a caminhar. O vento assobiava como um demônio entre as árvores e lançava mais e mais neve sobre elas.

Ficaram assim por cerca de vinte minutos até a floresta ficar para trás e começarem a subir uma região montanhosa. Fazer isso era difícil com a neve, muitas vezes as garotas deslizaram alguns metros para trás, tanto pelo aspecto escorregadio do chão como pela força do vento, e tiveram que se esforçar mais uma vez para subir o espaço perdido. - De onde você veio garota? Tem família aqui na ilha? - Penelope perguntaria no meio da caminhada, tentando quebrar aquele silêncio que já a incomodava. Na montanha elas ficaram por mais vinte minutos, quanto mais altitude elas conquistavam, mas frio e forte ficava o vento. O cansaço começava a bater e o frio se tornava cada vez mais uma problema.

Chegamos! - Exclamou Penelope, com certo cansaço na voz. Ela parou de frente para o pico mais alto daquela região, para chegar ao cume já não dava mais caminhando mas somente escalando algumas centenas de metros daquela parede de pedra íngreme e traiçoeira. A mulher colocou a mão sobre a superfície da parede e afastou, com certa dificuldade, uma enorme camada de neve dela. Revelou-se então uma enorme porta redonda de madeira congelada, com uma maçaneta de ferro. A mulher abriu a porta e um extenso e mal iluminado corredor circular foi revelado. - Entre. - Disse para a menina, dando seu primeiro passo na direção daquela semi escuridão macabra.

A pequena mink podia sentir uma confortável calor emanando de lá de dentro.



_______________________

ATENÇÃO! Novas condições adicionadas, favor narrar de acordo com elas.


Condição:
 

Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 EmptyDom 18 Nov 2018, 00:20

- Ao meus olhos são vocês os estranhos.

Respondeu a pequena mink assim que foi chamada de estranha. Logo ela soltou a mão da Penelope, em seguida continuaria a caminhar junto com a mesma. A garota abaixa as orelhas ao ouvir o assobio do vento, logo ela notava a neve que caia sobre ela. seguindo para área montanhosa, enquanto a área da floresta ficava para trás.

A pequena mink tinha dificuldade para subir devido a neve que fazia ela deslizar. Ela começaria a se esforçar mais para conseguir subir. Por causa disso ela começaria a ficar cansada, ela colocaria sua a língua para fora e começaria respirar mais rápido, indicando que estava ficando cansada.

- E vim da minha mãe, eu não lembro como foi por que eu era muito pequena, mas minha avó disse que eu chorava muito. E sim tenho minha avó, está de baixo da terra dessa ilha.

Mesmo cansada a garota respondia as perguntas da Penelope de forma debochada, indicando que seu humor não foi embora. A mesma continuava com a língua para fora parecendo um cachorro cansado.  

Logo ela sentia mais frio a medida que subia e ficando mais cansada. Depois de 20 minutos seguindo a Penelope, a garota finalmente parou ao ouvir a mulher dizer que chegaram. A garota começou a observar em volta.

- Aqui não tem nada.


Reclamaria a garota ao ver o pico mais alto daquela região. Mas logo ela era surpreendida ao ver a mulher passar mão na parede tirando a camada de neve, revelando uma porta de madeira.

- Você é cheia de segredos... Não quero nem saber, esses segredos todos vão sumir quando a gente se casar!


Diria a mink enquanto observava a mulher abrindo a porta. Assim que a mulher abriu a porta, a garota via um corredor mal iluminado. Ela ouvia a mulher dizendo para ela entrar.

- Entrar em um corredor macabro com uma mulher estranha ou morrer de frio, quantas opções maravilhosas.

A garota pensaria por um segundo, em seguida seguiria Penelope para dentro do local. Enquanto ela  caminharia pelo corredor ela começaria a sentir o confortável calor. Enquanto ela caminharia atrás da mulher ela perguntaria para a mesma.

- Não é crime levar uma criança para alto montanhoso? Ainda mais para um lugar escuro e desolado?
Objetivos:
 

Históricos :
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shiro
Pirata
Pirata
Shiro

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink - Página 4 5010
Data de inscrição : 23/04/2015

Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 EmptyQua 21 Nov 2018, 11:37

NARRAÇÃO
#cccc00

As maluquices faladas por Anzu foram recebidas por um certo silêncio por parte de Penélope. Ela de vez em quando olhava para a garota com o mesmo olhar confuso ou dava uma risadinha de canto de rosto, mas nada mais do que isso. Em seus olhos davam para ver que ela estava cansada. Quando a mink concordou em entrar no corredor, a mulher adiantou-se alguns passos.

O som dos calçados de ambas ressoavam por aquele corredor redondo e quanto mais elas se aproximavam do seu final, o calor ia aumentando, e aumentando, até o ponto de Penelope tirar seu pesado casaco pois já estava começando a suar. A mink, nesse momento, já estava suando, até porque ela tinha uma proteção natural de pelos que envolvia seu corpo.

Chegaram então no final onde havia outra porta redonda. Dava para ouvir um falatório e burburinho do lado de dentro, Penelope então abriu a porta sem muita cerimônia. As palavras e o burburinho alegre morreram. Todos que estavam lá dentro apontaram suas armas - pistolas, espingardas, lanças, espadas - para as duas meninas que acabaram de chegar, todos os rostos ali estavam sérios. Um sujeito de cabelos negros e em formato de tigela colocou-se de pé, com uma pistola apontada para a cabeça de Anzu e em um tom sério perguntou: - Quem é ela? - E só foi ele terminar a pergunta que o silêncio e a tensão voltaram a imperar no local.

Essa menina aqui matou o Erickson… - Disse Penelope, sorrindo de canto de rosto por conta da expressão de surpresa nos olhos de todos ali presentes. - Então eu trouxe ela para cá, já que ela pode ser de grande ajuda para nossa missão...

O homem então endureceu a expressão, pensativo. - Bem, você não traria ninguém para cá que fosse um inimigo, então acredito no que está falando… - Fez uma pausa - Você nos assustou, poxa! HAHAHA - Gargalhou, batendo na perna. Algumas outras pessoas do local - o que não eram poucas - riram também e logo voltou o burburinho de antes. O cabelo-de-tigela aproximou-se de ambas. - Penelope-Chan, você sabe que precisa fazer a batida secreta para que saibamos que é uma de nós! Vai que era um forasteiro qualquer que achou essa entrada ou até mesmo um agente do governo… - Falou o homem que, apesar de ser menor e mais franzino que Penelope, tratava-a com igualdade. - Me dê os seus casacos aqui… - E ergueu ambas as mãos para as duas que havia acabado de entrar.

Me dê algo quente, Cunney, e eu te contarei toda a situação. - Disse ela ao cabeça de tigela, entregando seu casaco. Anzu, que até nesse momento caminhava na cola da grande mulher, percebeu que o que estava no fim do corredor era uma enorme sala com entradas redondas para outros corredores, como se fosse um grande formigueiro. Nessa sala havia um pequeno bar lotado de bebidas e uma enorme área repleta de cadeiras e mesas redondas, todas ocupadas por sujeitos que utilizavam as mais diversas roupas. Aquilo não era uma taverna, no entanto, já que de vez em quando um dos que estava sentado ia atrás do balcão do bar para pegar uma bebida, não tendo ninguém para servi-los. Do teto pendia seis lamparinas de ferro que iluminavam o lugar. Em cada uma das paredes havia um buraco escavado e dentro desse buraco uma fogueira, talvez fosse dali que viesse o calor que a mink havia sentido desde o começo.

Venha garota. - Disse Penelope em um tom morno para a menina, ela estava muito cansada. A mulherona caminhou até o balcão do bar, onde havia altos bancos vazios perto dele, e ela sentou-se em um, indicando com o dedo para que a menina sentasse em outro na sua frente. Cunney acompanhou-as, só que foi para detrás do balcão, pegou duas canecas e derramou um liquido vermelho e quente dentro delas. - Vinho quente, minhas senhoras! - Anunciou a bebida, fechando a garrafa que havia pego e guardando-a debaixo do balcão. - Err, então Penelope, quem é essa estranha ai? - E Cunney olhou para Anzu com um sorriso no rosto, como se a palavra estranha fosse mais um elogio do que um sinal de aversão.

E Penelope contou toda a situação, desde a morte de Erickson até o ‘acordo’ que ambas chegaram em se ajudar. Cunney ouviu tudo aquilo calado, com a mesma expressão dura de antes, pensando sobre tudo o que sua companheira estava dizendo. Quando ela terminou e deu o último gole no vinho, Cunney deu um tapa sobre a mesa, dando uma suspiro aliviado. - Jesus, que história hein? - E ele olhou para Anzu, dessa vez medindo-a de cima abaixo. - Desculpa mas eu não consigo imaginar você derrotando Erickson… Mas se Penelope falou, deve ser verdade. - Ele pegou a garrafa novamente e encheu uma caneca para si. - Me diga garota, além de matar mafiosos, você tem alguma outra habilidade? - E bebericou do vinho quente, olhando para ela por entre o vapor que saia de sua caneca. - Acharemos um lugar perfeito para você nessa loucura toda, não se preocupe, me conte o que você sabe fazer que irei achar uma tarefa adequada. Mas como Penelope disse, nós somos revolucionários e somos o grupo mais procurado do planeta, a partir do momento que você se envolveu com a gente eu preciso deixar claro que você terá que dançar a nossa música ou… - E então ele fez, da forma mais cafona possível, o sinal de ‘garganta cortada’ com o dedão direito. Penelope até chegou a dar uma risada disso, o vinho quente já havia lhe subido para a cabeça. - Então menina… - Ele deu outro gole na bebida. - No que você é boa?



_______________________


Condição:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Melodias de uma pequena mink
Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: