One Piece RPG
Gênesis XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Um Destino em Comum
Gênesis Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 06:02

» 10º Capítulo - Parabellum!
Gênesis Emptypor OverLord Hoje à(s) 02:44

» Hey Ya!
Gênesis Emptypor GM.Mirutsu Ontem à(s) 23:12

» The One Above All - Ato 2
Gênesis Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 22:17

» [LB] O Florescer de Utopia III
Gênesis Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:05

» The Hero Rises!
Gênesis Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:57

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Gênesis Emptypor Oni Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
Gênesis Emptypor Oni Ontem à(s) 20:57

» BOOH!
Gênesis Emptypor Oni Ontem à(s) 20:20

» Garfield Henryford
Gênesis Emptypor Sagashi Ontem à(s) 19:54

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Gênesis Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 19:04

» [M.E.P] Kan Kin
Gênesis Emptypor Shideras Ontem à(s) 19:03

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
Gênesis Emptypor Shideras Ontem à(s) 18:58

» Bakemonogatari
Gênesis Emptypor yaTTo Ontem à(s) 18:50

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Gênesis Emptypor Furry Ontem à(s) 18:35

» [M.E.P] Albafica
Gênesis Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:01

» [Mini] Albafica Mino
Gênesis Emptypor Albafica Mino Ontem à(s) 18:00

» Cap.1 Deuses entre nós
Gênesis Emptypor Salazar Merlin Ontem à(s) 17:54

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Gênesis Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Gênesis Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 17:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Gênesis

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Gênesis 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Gênesis   Gênesis EmptySex 10 Ago 2018, 15:57

Gênesis

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Von Schimmer. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Schimmer
Membro
Membro
Schimmer

Créditos : 6
Warn : Gênesis 10010
Masculino Data de inscrição : 11/07/2018

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptySeg 13 Ago 2018, 15:16




'Meu nome é Ozymandias, rei dos reis: Contemplem minhas obras, ó poderosos, e desesperai-vos!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Projeto Gênesis.
Gênesis, o principio, este é o meu. Ramsés foi meu passado mas a todo momento será meu presente, dentro de mim.
"O Corpo estirado no chão cheio de buracos assustava a mim, corria para perto e com minha mão direita inchada e azul como as chamas que acabaram de tentar consumi-la toquei no corpo e virei a face para o meu ver. Ramsés. Achei que não aguentaria vê meu pai morrer mas foi apenas triste. Tudo que caiu foi uma lágrima. Seu jeito heroico fora um tanto quanto displicente. Aquele calor logo faria o corpo começar a feder. Deixei-o com seu amigo oficial da marinha para levar. Afinal, porque só derramei uma lágrima? Aquele homem me criou como um presente divino, deveria ter mais sentimentos. Minha volta para casa foi calada por mais que as pessoas falassem comigo e tentasse me ajudar. No dia seguinte fui honrado com todas as honras de salvar a cidade, afinal quem revelaria um agente do governo? Apenas a Marinha e eu ganhamos prestígios, foi glorioso ouvir os aplausos, deveras melhor meu humor estava e já não me culpava pela morte dele, na verdade havia me acostumado com a ideia pois sentia ele dentro de mim.


Estava escuro e aquele quarto de pedras antigas e úmidas com escrituras a quais o homem não conseguia ler me chamavam a atenção. Dentro de uma caixa com palha e seda havia uma pistola, linda como há tempos não via uma. O que será que ela fazia ali? Em seu lado estava gravado Ozymandias. Em uma carta ao lado estava escrito:
"Eu não miro com a mão;
Aquele que mira com a mão esqueceu o rosto do pai.
Miro com o olho.
Eu não atiro com a mão;
Aquele que atira com a mão esqueceu o rosto do pai.
Atiro com a mente.
Eu não mato com a arma;
Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto do pai.
Mato com o coração."

Peguei então a pistola e guardei aquelas palavras em meu coração. Não conseguia mais me controlar, agia como um espectador e me perguntava o por que. Neste momento fui colocando fogo no local e sai normalmente enquanto alguns gritos ecoavam de dentro da velha casa de pedras e palhas. Alguns homens me aguardavam do lado de fora, todos bem vestidos com trajes sociais.


"Mas que merda..."- Me peguei viajando em meus sonhos outra vez. Levei a mão aos meus olhos e levemente os cocei enquanto imaginava meu falecido pai. Não fui tão sentimental em sua morte mas ele sempre estava de fato dentro de mim, como um pedaço de seu ego e sonhos que encarnaram dentro de mim. Lembrei-me logo de procurar minha mãe então, deveria falar com ela antes de partir em jornada.

Ajeitaria então sua camisa social branca e o seu sobretudo preto com plumas cinzas. Enquanto tentava chegar onde sua mãe estava não parava de passar o dedo pelo anel em seu dedo médio da sua mão esquerda e mexendo suavemente suas asas a qual como de costume estavam a mostra. Não poderia eu deixar de trazer um conforto a pobre mulher viúva, minha mãe, saindo sem avisar, ainda mais com o que tenho em mente - o chamado que grita dentro de mim como um silêncio absoluto enlouquece qualquer mente sã - o que me leva a um sentimento um pouco mais acelerado no coração. Era algo completamente novo me aventurar sozinho e não havia como não partir, já era hora. O mundo estava cada vez menor estagnado treinando cada vez mais já é hora de ascender até os céus, pois de lá Eu estarei no controle.

Caso encontrado minha mãe iria então me dirigir a ela com respeito e carinho, não que diferente de meu pai eu tenha mais sentimentos por ela. Na verdade sei o quão humana ela é e quão divino sou, ela é um mero instrumento posto em meu caminho de ascensão.
"Olá Blair, como você está mãe? Preciso resolver algumas questões hoje sobre me alistar no Governo. Beijo!" - Então procuraria algo por perto de comer caso houvesse e sairia comendo em direção a base militar, caso não apenas sairia após dar um beijo na testa de Blair.
Caso não encontrasse com minha mãe, o que seira estranho mas não improvável, apenas procuraria algo a comer e algo a qual poderia deixar de bilhete a ela com alguma espécie de satisfação como: "Olá, tive de ir a base da Marinha ver pendências sobre me alistar no Governo, logo estarei de volta para conversar sobre." Tentaria então partir para a base, era um caminho familiar e com muitas pessoas pelo caminho a qual poderiam vir a falar comigo. Como de costume seria bem educado e simpático com elas, afinal não ganhei um carisma deles atoa, na verdade ansiava para que viessem me bajular ou fazer algum elogio, mesmo que fosse de longe se encantar comigo.
Caso chegasse na base, procuraria falar com algum marine para me levar até o local, por mais que eu estivesse familiarizado de ir lá, não seria educado adentrar este tipo de local sem supervisão ou permissão.
"Por favor! Olá, como vai? Marinheiro, por gentileza, me leva até o local onde posso conversar com o líder da Chiper Pool aqui por favor! Preciso falar com o governo, na verdade me alistar." - Olhando bem a fundo de seus olhos tentando penetrar sua mente para que me ajude. "Olhe minha mão, sou Von, A Mão de Deus!"- Falaria sorrindo para ele com um ar de gentileza e calmaria. Não só queria me engrandecer como seria de boa ajuda a gentileza e disposição do Marine em me guiar até lá. Caso ele não quisesse me guiar até lá apenas iria andando sozinho até encontrar o responsável para poder falar com ele. Chegando lá iria então bater em alguma porta ou qualquer coisa para sinalizar minha presença e pedir licença para entrar.
"Olá Senhor(a)! Sou o filho de Ramsés, Von, A Mão de Deus. Gostaria de poder me assentar para conversamos um pouco, vim me alistar para servir assim como meu pai! - Falaria feliz e sereno.

Histórico:
 

Objetivos:
 

OFF:
 


____________________________________________________

Minhas Falas Pensamentos Destacados Npc's Falas Lembranças Sonhos

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : Gênesis 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptySeg 13 Ago 2018, 23:32


Primeiro dia...
O primeiro passo de um deus..
Os sonhos. badalada após outra, a visão de seu pai, caído acerta-lhe o peito. Um sacrifício, talvez degrau, mas ainda assim parte dele. Sua mente borbulhante cria e imagina e aos poucos pula de seu pai para ele próprio quase em um futuro , quase uma visão.

Schimmer desperta de seus próprios pensamentos e aterrissa de volta na terra, depois de uma longa passada na lua. Ele ajeita-se e com seu costumeiro traje social e se prepara para seguir em busca de seus objetivos, a divindade. Ele desce, procura pela casa sua mãe e, ao não encontrar, faz uma carta com seu paradeiro.

O célebre sai de casa e com O primeiro passo na rua já é saudado por alguns pedestres e caminhantes, todos com sorrisos, de uma maneira respeitável, quase Santa. Ele próprio gostava disso, respirava esse ar de superior, não só gostava como cultivava com amor isso. Um típico sádico manipulador, mas qual o problema disso?

O celeste segue pela Rua em direção a já conhecida base da marinha, cumprimenta algumas pessoas, sorri a outras e continua. A cidade aos poucos se reerguia, depois do atentado a família da ex-prefeita, a cidade despencara aos chãos e agora aos poucos se levanta. Mesmo de maneira lenta, mas erguendo-se de volta a antiga glória.

Rapidamente Schimmer chega a base da marinha, uma base não muito pomposa, mas que cumpria seu papel de compor 2 mil marinheiros e proteger a cidade, pelo menos o máximo que consegue. O jovem se aproxima de um marinheiro a porta da base, um vigia, um qualquer. Ele, depois de escutar as palavras do mão de Deus, acaba por ficar com uma cara desconcertada, demorando alguns minutos para entender. Assim que o faz ele, simplesmente, convida o jovem a entrar, mais um sim senhor do que qualquer outra coisa. Já dentro o homem leva o jovem a uma porta em uma espécie de escritório, deixando ele diante da porta volta para seu posto.

Schimmer bate na porta e tenta entrar, porém é empatado por um homem de roupas sociais pretas, que o faz esperar do lado de fora, ultrajante. Enquanto espera, o protagonista escuta poucos balbuciados, coisas como algo perigoso para a cidade ou outra coisa.

Assim que entra ele se vê diante de dois homens altos de roupas sociais, dentro de um escritório refinado e luxuoso. Schimmer se apresenta e diz suas intenções. Um deles, sentado atrás da mesa do escritório, o chefe, Olha para ele sorrindo e diz:
- é um prazer saber que a mão de Deus está querendo se alistar. Sou o agente especial Armstrong. Ele diz com um sorriso calmo. Continua agora para seu parceiro ao seu lado – agente Mustang quero que faça o alistamento desse jovem, aproveite e faça da outra garota também, podem ir.

O agente Mustang, aquele que o empatara de entrar outrora, faz uma saudação e sai seguido por Schimmer. Indo até a uma pequena escrivaninha na recepção, entrega para Schimmer uma folha com um formulário de perguntas básicas como nome, idade, altura e habilidades.

Assim que Schimmer termina ele pega a folha e com um olhar de desgosto  diz para o jovem:
-- Agora você vai para o banheiro dessa base e vai limpar direito ele. Ele fica seguindo em direção norte e entrando na primeira porta a esquerda. Assim que chegar lá, encontrará uma garota de cabelos loiros, talvez também da sua idade. Ela também é uma recruta, vocês vão trabalhar juntos. Quero tudo bem limpo e, quando terminarem, mandem algum marinheiro, que passar, ir me chamar.

E assim ele diz essas palavras e sai em direção a algum caminho aleatório.


Status:
 

OFF:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[/quote]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Schimmer
Membro
Membro
Schimmer

Créditos : 6
Warn : Gênesis 10010
Masculino Data de inscrição : 11/07/2018

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptySex 17 Ago 2018, 21:39







'Meu nome é Ozymandias, rei dos reis: Contemplem minhas obras, ó poderosos, e desesperai-vos!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


 

Projeto Gênesis.  

Ultrajante, algo a qual me sentiria por qualquer motivo a qual alguém se sobreposse a mim - insulto a mim, presente a humanidade; heresia contra a própria pessoa por está tentando ser maior do que o Grande dos Grandes, Aquele a qual tudo pertence, EU.

 O agente Mustang havia feito o pior erro que ele poderia cometer, a partir do momento a qual me empatou na porta e o qual me olhou com empatia, teve completa negação da minha parte.
"Você não vai durar muito"
Sutilmente com longos suspiros preenchi a papelada e me dirigi ao banheiro a qual fui mandado ajudar na limpeza, como se eu fosse me sujeitar a tamanha desgraça. Minhas únicas empolgações eram de ferrar com aquele agentezinho de terno e gravata, mas não de maneiras normais, com minhas mãos fazendo o trabalho sujo, não, são divinas demais para tocar em algo assim.

Ramsés era jovem e estava contente, ele segurava um bebê a qual era muito pequeno mas destacavam-se suas asas e beleza. "Contemple-lho o filho do Santíssimo, Deus na terra, Von!" - Ele estava muito contente, era notório que ele acreditava na divindade daquele recém-nascido mais que tudo e firmemente crescia a ideia daquilo nas mentes ao redor. Eles estavam em um lugar onde não havia muitos ao redor, mas era um hospital e muitos próximos a família. Aquele era o início da minha vida com certeza, mais do que isso, um prólogo do Gênesis do Ragnarok deste mundo. - Viajo nesse sonho leve a qual me me recordava várias vezes ultimamente, como parte de minha trajetória até aqui.

Ao entrar no banheiro pude notar uma garota loira, parecia jovem como eu, aparentemente deveria está começando a limpar. Assim que entrado no ambiente, iria logo chamar sua atenção abrindo minhas asas com um leve sorriso se abrindo cada vez mais enquanto tentava bater em algum lugar para sinalizar minha presença. Com o ar mais simpático possível tentaria fazer amizade com a garota a qual achei intrigante.
"Olá! Que encanto uma recruta aqui também comigo. Me chamo Von Schimmer, prazer em conhece-la! Qual seu nome me Lady? Prazer... em conhece-la." - Tentaria me aproximar enquanto falava para despertar um certo encanto nela com minhas palavras e passar a mão ligeiramente em seu cabelo e fazer o elogio. "Me Lady, poderia me contar um pouco sobre você? Gostaria de conhecer bem meus companheiros de trabalho, acredito que poderemos formar uma excepcional dupla se nos entrizarmos bem. Sou filho de um falecido agente daqui. Morávamos na Grand Line mas viemos para cá pra conter futuras ameaças que surgiam, porém em um ato heroico meu pai morreu e como contribuir nisso tudo impedindo da cidade explodir em chamas ganhei toda a fama. Achei uma lástima ele não ter sido homenageado em público, mas fico feliz de receber os méritos em seu nome. Meu pai acredita que fui enviado dos céus para salvar a humanidade. Por isso que muitos me chamam pela cidade como A Mão de Deus. Mas me conte sobre você!" - De todas as maneiras tentava tirar sua devida atenção e se encantar por mim para que minha companhia seja um prazer enquanto ela faz o trabalho desgastante

Evitaria ao máximo ter de me sujeitar aquilo, caso necessário, conversaria com a garota quanto preciso fosse. Vendo ela cansada ou algo do tipo como desmotivada, ajudaria com algum tipo de apoio moral ou uma leve ajudada a limpar. A ideia que tentaria passar pra ela conversando seria de que sou um ser divino, tentando mexer minhas asas e ouvir ela e passar boas palavras como incentivo:
"Pode deixar que essa pequena parte eu limpo"; "Deve ter coisas piores ainda do que isso para fazermos hahaha... Mas pode deixar que como parceiros iniciantes irei sempre está do teu lado pra te levantar quantas vezes forem necessárias, um bom pastor nunca desiste ou abandona uma ovelha!" ; "Creio que logo acabando aqui, podemos fazer algo mais interessante! Vou procurar um marinheiro para ajudar mas creio que não há mais nada o que se fazer."

Caso já acabando ou terminado, procuraria um marinheiro por perto, coisa que deveria ser muito fácil na base da marinha, o encontrando me dirigiria a ele com respeito mas esperando uma admiração e respeito de volta por ser famoso também.
"Opa! Licença Marujo! Sou um novo agente do Governo, Von A Mão de Deus, creio que você me conhece. Então, terminei a tarefa junto a minha companheira ali a qual fomos designados, poderia por gentiliza chamar o Agente Mustang?"

Se estivesse demorando para limpar o banheiro e me entendiando daquilo iria logo tentar chamar um marujo para ajudar: "Licença, Marujo, poderia fazer favor de vir aqui um estante? Olá sou Von, A Mão de Deus, estamos com uma certa dificuldade aqui, compreende? Poderia dar uma força meu querido? Sempre é bom fazer o bem ao próximo né? Naquele dia do incidente na ilha nem liguei para os riscos, como meu pai sempre disse - vim para trazer novos tempos e esperanças ao povo, um messias à trazer a paz." - Tentaria com todo cuidado fazer ele vir a nos ajudar sem se incomodar, afinal eu salvei a vida dele certamente a algum tempo atrás.
O Agente Mustang vindo ver como ficou o nosso serviço e avaliando da maneira que fosse, por mais que imagino que ele olhará com novas desdenhas e se achando superior, tentaria ser o menos debochado falando que foi de grande esforço contribuir para aquilo, mas tentar entrar em sua mente para entender porque ele viria a agir dessa maneira. Me intrigava o jeito daquele homem e precisava aprender mais sobre ele, conhece-lo por completo e saber como ferrar com sua vida.
"Agente Mustang, por que agir assim? Bom, fico feliz por está cooperando e em parceria com o Governo estar me tornando um agente secreto, mas vem cá? O que mexe com você? Olha bem pra mim... Acredito que não estamos aqui por acaso e sei que os céus tem um plano para você por ter traçado meu caminho divino. - Tentaria entender o homem fazendo amizade, mas além disso, entrar em sua mente e me pondo como superior, sem baixar a cabeça em hipótese alguma, mais do que isso, levantando-a sempre. Após o sucesso ou não de ter tentando compreender Mustang, iria querer saber o que há a mais pra se fazer, o que poderia vir a de fato evoluir essa nova aventura me minha vida a qual já queria no fundo me gabar, principalmente para minha mãe.

Histórico:
 


Objetivos:
 

OFF:
 
 


____________________________________________________

Minhas Falas Pensamentos Destacados Npc's Falas Lembranças Sonhos

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : Gênesis 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptyDom 19 Ago 2018, 11:59


A Trama...
Que os fios da Intriga se enrolem...
Blasfêmia! Blasfêmia! Aquelas eram as palavras que pulsava no peito do jovem. E uma certeza, aquele agente pagaria pela humilhação causada. Ele entra no banheiro a esbanjar suas asas, batidas sutis para impressionar a garota dobrada no chão a limpar. Ela olha surpresa para aquele que havia  chegado e se levanta um pouco assustada. Ela escuta atentamente o que Schimmer diz e responde logo em seguida:
-- olá, sou Rose Evans e sou nova na cidade – ela diz um pouco deslocada, continua dizendo – moro a pouco tempo aqui, meus pais se mudaram para cá a alguns dias e, bem, decidi me alistar hoje para o governo. É um prazer conhecê-lo Von.
Ela diz estendendo a mão para ser apertada. Logo em seguida volto ao trabalho, Já Von evita ao máximo participar do “pesado”. De vez em quanto, falava frases e fingia alguma ajuda, Rose não questiona, não parecendo se importar muito. Aos pouco, o banheiro se arruma e o momento da avaliação se aproxima. Von chama um marinheiro, que passa, e pede para que ele chame ao Agente Mustang. Este chega rápido e começa a avaliar o local. Seu olhar é um misto de desprezo e reprovação, porém ele não questiona ou repreende, somente olha para os dois jovens e diz:
-- Sigam-me, já está bom por aqui. Ele diz é se retira sem esperar ou mesmo saber se os dois o seguem. Ele continua, com os dois recrutas atrás, passa por diversas entradas e ruma em direção do que séria a academia do local. Enquanto andam, Schimmer pergunta ao seu superior o porque dele o odiar. O agente para, olha para Rose e diz:
-- Senhora Evans, peço que continue. A porta para a academia é logo a frente, preciso conversar um pouco com o senhor Mão de Deus.
Rose olha para seu superior um pouco assustada e depois para Von com pena, porém não diz nada e continua pelo caminho. Depois dela ter se retirado, Mustang olha para Von com um sorriso sarcástico e diz:
-- sei quem é Você, senhor Von Schimmer, sei sobre o que aconteceu aquele dia, sei sobre sua mãe que saiu para comprar carne, antes de você vir para cá, além de que não foi você quem fez o trabalho no banheiro e, sim, Evans. Ele diz com um sorriso implicante, faz uma pausa e continua – Mas não tema, não estou aqui para te ferrar, pelo contrário, tenho uma proposta, quero que você seja meu subordinado. Não de Amstrong e nem de outro, você será totalmente fiel a mim e fará tudo que eu mando, você tem potencial garoto e posso te fazer crescer. Além que, se estiver perto de mim fica mais fácil de ferrar a minha vida.
Ele termina rindo e espera a resposta do garoto, em seguida, muda totalmente de olhar, voltando ao seu jeito sério.
-- Não conte isso a ninguém, para a sua segurança! Agora, siga-me.
Ele volta a andar, como se nada houvesse acontecido. Seguido por Von, ele entra na academia, um local cheio de equipamentos de ginástica, corrida e tudo que se pudesse imaginar. Evans estava sentada em um banco e se levanta assim que os vê. Depois que os dois recrutas estão lado a lado ele diz:
-- Agora é hora do teste físico, primeiro farão uma corrida na pista, vocês dois vão competir correndo. Em seguida, vocês farão maratonas de treinos, sejam nas máquinas de ginástica ou de academia, até alongamentos. Vocês decidem, porém recomendo que façam de maneira correta.


Status:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Schimmer
Membro
Membro
Schimmer

Créditos : 6
Warn : Gênesis 10010
Masculino Data de inscrição : 11/07/2018

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptySeg 20 Ago 2018, 22:27







'Meu nome é Ozymandias, rei dos reis: Contemplem minhas obras, ó poderosos, e desesperai-vos!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


 

Projeto Gênesis.  

Lealdade, a quem ser leal? Devo algo a eles? Seria então de sua imaginação que eu poderia me submeter a alguma subordinação direto? Que causas ele usa para isso? Hecate, minha mente está dividida entre caminhos, ser astuto ou prorrogar minha arrogância. Se eu um Deus vivo poderia dar tal satisfações a algum humano, porque seria então eu superior a ele?

"A Leve chuva que caia com fortes ventos faziam a embarcação caranguejar como só, quase todos sentiam náuseas a ponto de atrapalhar a viagem. Não fazia ideia de onde estava naquela altura porém próximo de sair da Grand Line era fato. Sempre adorado e carismático conversava com todos e ajudava com o desconforto ao faze-los rir ou se entreter. Blair na época era muito mais séria e protetora, com todos os cuidados todos os dias me ensinava sobre os marujos e como era o mundo de uma Marinheira em meio a tantos homens. Respeito era a base de tudo, nunca fugiu de seus princípios ela, sempre única e por tal coisa sempre admirada e respeitada. Andando pra lá e pra cá ela sempre pedia para eu a acompanhar pra aprender como lidar com eles, principalmente com seu superior, um contra-almirante. Ela era nobre e linda, nunca se sujeitaria a uma subordinação de alguém inferior e isso se enquadrava até mesmo na Marinha. Ela nunca baixou a cabeça para o contra-almirante, porém sempre cumpriu ordens a qual de fato eram importantes e ela concordasse. "Certa vez Von o contra-almirante foi responsável por diversas autonomia de piratas no South Blue e eu sempre tive evidências para usar contra ele. Quando o mesmo mandou-me matar pessoas a qual não queria eu usei isso contra ele, ele nunca mais me pediu uma coisa do tipo. Mas sabe de algo? Sempre espero o melhor das pessoas mas me preparo para o pior. Se quiser ter equilíbrio sempre faça isso Von." - Como pedido, atento a cada detalhe correspondi com um sim. Sabia que deveria ouvir para ser ouvido afinal."

Acompanhando o agente Mustang mais Rose, ouvi atentamente tudo que foi dito e como passatempo fiquei imaginando as possíveis possibilidades daquilo, desde o momento em que me pronunciei ao momento em que pensei em responder o que ele falou. O cara realmente considerou me manipular e usar para conseguir vantagens. Provavelmente ele quer algo: dinheiro? Poder? Vingança? De alguma forma sei que preciso descobrir o que o motiva. A motivação de um homem sempre dirá até onde ele vai por algo, se por dinheiro ele vai até onde o que pagar melhor lhe oferecer, se por poder ele irá até onde sua ganância o sustentar, se por vingança, até onde seu coração pulsar. Minhas asas não paravam quietas enquanto pensava, a situação é um tanto quanto incomodante para mim, porém é necessário agir para mudar o rumo da prosa, é necessário mudanças para inverter a situação de Mustang. Logo imaginária como fazer tal coisa. Vigiar e esperar tudo a descobrir? Montar uma teia de aranhas pela cidade e me informar de cada ponto de seu cotidiano? Talvez seria uma boa mas... teria tempo? Teria eu paciência? No fundo, merecia ele morrer? Acho que ele atrapalharia meus planos, é preciso sua morte de fato. Talvez algum veneno... não, pragmático demais, quero algo engenhoso... talvez forçar ele ao fracasso? Poderia ser interessante mexer com a mente dele a ponto de destruir toda e não se recordar de nada... talvez fazer ele se matar. Partiria do local mudo, sem tentar afirmar verbalmente mas concordando em ficar na minha.
Caminhando normalmente cheguei na parte da academia do QG, o lugar era bem bonito e limpo, uma aparência realmente profissional. Assim que ele explicou a parte física, mentalmente fui tentando me preparar, seria algo chato a qual não curto muito fazer, mas necessário de mais.
Assim que posicionado, tentei visualizar todo o percurso a correr contra a Evans, óbvio que não ligava em ser melhor do que ela, pensava apenas em correr mais do que eu mesmo conseguiria, sei que se eu superar meu limite consigo ser melhor que ela. Após tentar dar uma leve alongada, me preparei e tentei correr assim que permitido com tudo pensando a todo momento - "Um passa de cada vez, uma conquista de cada vez!" - Certeza que com isso na mente eu poderia acreditar que bateria a meta e a muitos custos queria sim provar de que sou capaz e que a vaga é digna de mim e não o contrário. Com muito cuidado tentaria não tropeçar mas com toda euforia, como os cavalos que correm incessantemente até seu então destino. Caso houvesse chego em segundo, não me frustaria mas tentaria me recompor, sei que poderia sim ter feito melhor se treinasse mais então. Tentaria Não me insultar por isso mas manter a compostura e parabenizar Evans de longe.
"Parabéns Evans..." - com um leve sorriso e piscada enquanto tento olhar bem em seus olhos.
Caso houvesse vencido ela e concluído perfeitamente o teste, me gabaria ainda mais tentando batendo as asas bem esplendidamente e me sobrepondo a eles, como algo que eu na verdade queria mais e mais do que aquilo, até porque tudo EU Sou.
"Sou o EU SOU, nada o que fuja do padrão eu prevalecer assim..."
Caso houvesse fracassado, tentaria ainda que meus pés sangrassem e que fosse necessário utilizar minhas asas mais do que tudo para assim não só concluir com um passo, uma batida de asas, de cada vez, mas sim para ganhar. Se fosse pra apelar com tudo iria tentar realmente ir para vencer.
Assim que finalizado isso e por mais que exausto e puto com mais exercícios, iria logo então finalizar o resto para passar pra parte "interessante", aquela a qual triunfo de vez para ter paz em cima de Mustang.
Havia vários tipos de exercícios a serem feitos, observei cuidadosamente um e esperaria Evans ir primeiro para vê seu ritmo e tentar fazer melhor. Assim que pronto após mentalizar com cuidado, partiria então para tentar subir na corda de maneira correta mas rápido, talvez novamente com ajuda das asas, mas assim que descesse iria descer com a aerodinâmica graciosa a qual ela me propõe. Depois tentaria fazer umas abdominais a qual normalmente já fazia e sei que me sairia bem. Não iria medir uma quantidade como 30 ou 80, faria quantas conseguisse sem exigir tudo para conseguir fazer mais, porém sempre mentalizando um número e querendo superar ele e me desafiando a mais novamente. Logo que possível, tentaria fazer umas flexões, no mesmo esquema que as abdominais porém não tão firme e "fácil" como a anterior. Logo depois tentaria fazer uma série de corridas a quais tinha caminhos e jeitos de se fazer, como correr de lado, de frente, fazer flexão e depois correr batendo a mão no joelho. Meu corpo não tão acostumado com isso, certamente já começaria a sentir algo a qual não só não estou acostumado como não gosto. Assim que minhas ideias a quais poucas em relação a isso terminassem, tentaria imitar alguns a qual Evans já passou, mas perseverando tentaria sempre fazer pra me exibir agora além dela.
"Podemos encerrar por aqui?" Nossa, estava exausto de perder tempo e energia com isso, logo perguntaria pra Mustang e assim que finalizado me dirigia a próxima ordenança, desde já analisando cada jeito dele, cada palavra e ação. Imaginando ou tentando sempre que houver possibilidade dele falar ou agir, lendo seu jeito.
Histórico:
 


 

Objetivos:
 




____________________________________________________

Minhas Falas Pensamentos Destacados Npc's Falas Lembranças Sonhos

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : Gênesis 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis EmptyQua 22 Ago 2018, 14:47


A Luta...
Que os fios da Intriga se enrolem...

Lealdade, por acaso, um deus deve ser leal a homens? Essa era a pergunta que martelava na mente de Von. Pergunta que não foi respondida por ele e que deixa o agente Mustang, intrigado. As teias da intriga se desenrolam, Mustang é um homem poderoso e astucioso, isso todos concordam. Qual vale mais? A ajuda de um agente ou o orgulho de um deus?

Von chega a academia e se prepara mentalmente para os exercícios. Essa uma tarefa, para Von, sem muito valor. Os dois competidores se posicionam, se preparam e, com o sinal, correm. Von, com sua doutrina de um passo de cada vez, depois pulos e leves voos ganha velocidade. Já Rose, corre com força e velocidade. Von, mesmo com a ajuda de suas asas acaba por se ultrapassado, por pouco. Ele percebe o físico da mulher, que pelo jeito, era acostumada a lutar e treinar, uma guerreira.

— Parabéns Evans! diz von cordialmente. — Obrigado, você também foi muito bem. Responde Rose com um sorriso meigo.

Logo em seguida, ambos fazem treinamentos diversos. Von sobe uma corda com velocidade espantosa, descendo com velocidade ainda maior. Depois realiza diversas abdominais e flexões. Enquanto isso, Rose vai em direção de um saco de boxe e começa a soca-lo, com socos rápidos e fortes ela faz o saco “sofrer”. Depois faz mais alguns treinos relacionados ao boxe, com certeza esta era uma boxeadora.

Os dois, ainda a fazer os exercícios, são chamados a o centro de um pequeno ringue acolchoado. Lá Mustang estava posicionado, junto de um segundo agente. Quando os dois recrutas chegam ao local, ele começa a explicar.

— vocês passaram pela parte do treinamento físico, estão aprovados, por pouco — ele diz, saboreando cada palavra e continua — agora vocês irão passar pelo teste de combate. Seus adversários serão eu e o agente Rogers. Peguem suas armas na mesinha ao lado do ringue.

O agente espera que os dois peguem suas armas, das inúmeras encima da mesa, em seguida mostra suas manoplas de ferro, com um sinal estranho desenhado. Porém ele guarda sua manopla, somente se posicionando e, com um sorriso, diz:

— O treinamento será simples, nos dois vamos encarar vocês dois. Para que não haja acidentes, as armas ai são sem ponta, com balas fajutas ou sem corte. Será uma luta de teste, façam o melhor.


Ele coloca-se em posição, com as mãos a frente do corpo, pose de boxe. Já Rogers puxa uma espada da cintura e coloca a frente do corpo. Nenhum dos dois faria o primeiro movimento, esperavam pelo movimento dos dois recrutas.


Status:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Gênesis Empty
MensagemAssunto: Re: Gênesis   Gênesis Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Gênesis
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: