One Piece RPG
O grito da Justiça - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Akira Suzuki
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Ceji Hoje à(s) 17:38

» ~ RESET ~
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 17:38

» [M.E.P] Nash
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor TsubasaNash Hoje à(s) 13:40

» [Kit - Garou]
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Ainz Hoje à(s) 12:06

» V - Into The Void
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:03

» Mini - DanJo
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor DanJo Hoje à(s) 02:51

» Crisbella Rhode
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 02:48

» A Aparição de Mais Um Meio a Tantos
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Wave Hoje à(s) 00:53

» O vagabundo e o aleijado
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 00:40

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:16

» O Legado Bitencourt Act I
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Faktor Ontem à(s) 22:16

» Apenas UMA Aventura
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Van Ontem à(s) 17:49

» Bellamy Navarro
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Greny Ontem à(s) 12:43

» Unbreakable
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor Ainz Ontem à(s) 11:55

» (Mini) Gyatho
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
O grito da Justiça - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 O grito da Justiça

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador


Data de inscrição : 15/07/2014

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptySeg 03 Set 2018, 16:22


A luta acaba...
catem os pedaços!!!

Nesse momento o que sinto é minha própria impossibilidade. Conseguia lembrar de cada noite que passara a lançar socos em troncos e a lutar, incansavelmente eu lutei, pelos meus desejos objetivos e sonhos. Era como se ainda sentia os dias de frio e calor, chuva ou sol, enquanto eu treinava e estudava. Eu não tivera tão grande necessidade e nem conseguira dar a ajuda devida. Não sei o que meu mestre pensaria se soubesse dessa luta. Isso não vai ficar assim, lutarei e daqui pra frente darei meu melhor e terei minha revanche.

Início o tratamento de Farrer e, depois de concluído, me dirijo para Freya. Escuto as palavras do nosso sargento e o máximo que consigo fazer é dar-lhe um meio sorriso, o ápice de um homem ferido. Ao terminar os tratamentos, recebo um bom agradecimento, com ele deixo-me tomar pela vermelhidão. Essa garota tá brincando comigo.

Me reúno com os outros para escutar as palavras de nosso líder. As surpresas, queixas. Não abaixo a guarda, por precaução guardo esse nome na cabeça, um possível desempate em mente. Nosso sargento pega quatro caixas, dá as ordem e marcha. Pegaria, como ele mandou, alguma das caixas, dependendo do número que sobrou. Uma divisão entre mim e Freya. Iria logo em seguida, acompanhando a M’ont Dor. Dessa vez, usaria de toma minha força de vontade para me manter atento, com o rancor, orgulho e raiva a me ajudar no combate a distração. Queria de todas as maneiras fazer de meu trabalho perfeito.

Tentaria perceber alguma outra presença inimiga e, talvez, alguma pista das tão famigeradas inimigas. Estaria pronto para lutar e, caso necessário, lutar ou obedecer ordens.


Status:
 



Voltar ao Topo Ir em baixo
Sasaki Kojiro
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sasaki Kojiro

Créditos : 6
Warn : O grito da Justiça - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 24

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptySex 07 Set 2018, 14:59


VIII - NARRAÇÃO
DAN CARTER

Carter relembrava dos seus dias fervorosos em intensos treinamentos. Se sentia insuficiente diante da situação que vivera. Aquela derrota havia abalado a sua estrutura, o tornando um pouco amargo e mais agressivo, algo que poderia pesar em um combate futuro. O jovem, vendo a atual situação da mulher e querendo poupá-la, agarrou as duas caixas que sobravam e as colocou no suporte de suas costas. Caminhou com a cabeça erguida, revelando uma feição anti-social, o que de certa forma fazia Freya manter distância, buscando não intervir nos pensamentos do rapaz.

O Sargento, que assumia a liderança do trio caminhava calado, algo fora do normal. Ele observava as casas rústicas pintadas de azul e branco, cores predominantes da ilha. O fogo das lâmpadas de querosene presente no topo dos postes de ferro tremiam, fazendo movimentar as sombras desproporcionais dos marinheiros que caminhavam em um silêncio oculto. Um ser de estatura mediana e sem camisa surge dentre uma das várias vielas trazendo um certo pânico para os jovens. O senhor, ou rapaz, caminhava sem equilíbrio, chocando uma perna contra a outra carregando algo que viria a ser uma garrafa, de bebida alcoólica talvez. Cruzou o caminho pelos marinheiros que estavam em alerta sem fazer gesto nenhum, muito menos esboço, apenas passou soluçando e falando algo indecifrável. Foi observado com atenção até perder-se entre a escuridão do final da rua.

— Não estamos tão próximos do bar e ainda assim aparecem bêbados vagando, que tristeza. — M’ont Dor falava retornando ao ritmo da caminhada. Os jovens o seguiram como de costume. Observando as costas do grande sujeito os jovens podiam notar a grande presença de músculos desenhados por de baixo da camisa. Os punhos do Sargento eram grandes, possuindo em suas extremidades uma inúmera quantidade de cicatrizes. Ele era realmente forte e assustador. Não se tem muita informação sobre M’ont Dor, mas algo sempre foi pregado por ele, algo de certa forma empírico: Ele levava a doutrina de um guerreiro samurai antigo que matava os seus inimigos com apenas um único golpe. Não finalizar um oponente com apenas uma investida era considerado uma derrota para ele.

— Sargento, porque você não nos acompanhou na escolta desde o início? — A jovem Freya perguntou com certo receio, mas estava disposta a “comprar briga”. O ser colossal demorou um certo período para tragar a pergunta e logo respondeu colocando uma falsa alegria em suas palavras arrastadas.— Essa não era a minha tarefa. Eu tenho assuntos mais valorosos que resolver. Muitas coisas andam ocorrendo na ilha ultimamente e sem a presença do nosso Sargento da Frota, Hamaku Thor, tenho eu que ficar encarregado dos assuntos mais peculiares. Não consigo dormir direito já fazem 3 dias. Meu intestino está desregulado, como vocês podem ter notado mais cedo! RARARARA. Portanto não posso ficar encarregado de resolver assuntos nos quais oficiais são convocados. Espero que o nosso Sargento volte logo da sua peregrinação, não vejo a hora de voltar a dormir as minhas 14 horas diárias. — O Sargento concluía a frase dobrando o pescoço voltando a face para Freya, disponibilizando assim um sorriso largo.

Carter observou a cena com a estranheza de sempre ao se preocupar com o seu redor. O jovem estava em alerta máximo. Seu sangue bombeava além do normal enaltecendo as suas artérias tanto nos braços como no pescoço. Ele estava um pouco tenso. A caminhada se estendia e no ponto onde o trio se encontrava podiam ver no horizonte, cerca de 30 metros mais á frente, uma espécie de mansão, uma casa realmente luxuosa com traços vitorianos. M’ont Dor ergueu a cabeça e mordeu a mandíbula, as coisas poderiam ficar sérias dali em diante.


Histórico:
 

Mapa da Cidade:
 

OFF:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : O grito da Justiça - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptyTer 06 Ago 2019, 10:32


A luta acaba...
catem os pedaços!!!

Respiro fundo deixando que o ar entrasse bem pelo peito, pisco duas vezes e relaxo. Por enquanto não precisaria mais dessa posição de cão de caça, o combate havia passado. Andando tentaria ficar do lado de Freya, em seguida lhe daria um sorriso, um sinal claro que estava tudo bem.

Olho ao redor, casas pintadas, lamparinas a fumegarem em um pouco de luz. Aquilo era a paz, tão frágil, uma linha fina que está sempre a ponto de se romper. Era aquela fina linha que permitia que pessoas normais pudessem levantar cedo, trabalhar e no fim do dia abraçar sua família. Nós somos os grandes responsáveis por manter essa linha inteira, intacta diante dos constantes ataques de pessoas que só pensam em si.

Me deixo perder um pouco nos pensamentos, olhando as cores diversas da cidade que mesmo a noite ainda emanam a vida. Isso é o que penso, até ver um homem tropeçar e sair a cambalear com sua garrafa na mão. Bem, isso é vida, de certa forma.

Parando para pensar era estranho a forma que fomos atacados, aquelas mulheres eram combatentes excepcionais, além de saberem exatamente o local em que iriamos passar, coisa que me soava estranho. Elas poderão ser grandes problemas no futuro, o melhor seria conte-las antes que causem mais alguma confusão. Porém, não foi o ataque que me deixou mais confuso, mas sim a reação de Toloreu. Ele é um oficial experiente e mesmo assim permaneceu parado sem agir, mesmo diante de um dos seus subordinados feridos.

Me aproximo do Sargento, bem a tempo de escutar ele falando o quanto era ruim está sozinho no comando da ilha. Realmente aquele era um peso grande demais para um só homem, mesmo assim, ele tem comprido seu papel, já que as bandidas recuaram somente com sua presença.

Me aproximo e pergunto:
— Senhor, o que houve com o oficial Toloreu? Ele ficou sem reação diante do inimigo. Aquilo foi estranho.

Digo de maneira cordial, intrigas contra superiores não costumam serem aceitas de bom grade. Mas mesmo assim a atitude dele foi extremamente ruim, principalmente para um líder e isso me fazia estar de sobre alerta. A forma como as bandidas nos atacaram, quase pressentindo a nossa presença e a falta de reação de nosso superior me fazia pensar.

Assim que chegássemos no local marcado cuidaria de colocar as caixas onde fosse pedido, colocá-las-ia com certo prazer. Finalmente missão comprida. Mentira, minhas costas doem. Depois de terminada a missão permaneceria atento a conversa que poderia ser feita. Gostaria de saber um pouco mais daquelas mulheres e talvez esse seja um ótimo lugar para isso. Por último, assim que terminasse de colocar a caixa no lugar, daria um outro sorriso para Freya, gentileza. Enfim, estaria pronto para obedecer alguma ordem dada. Caso recebesse outra missão prontamente a i

Status:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Noelle
Soldado
Soldado
Noelle

Créditos : 29
Warn : O grito da Justiça - Página 3 9010
Feminino Data de inscrição : 02/12/2012

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptySab 10 Ago 2019, 14:40


~ NARRAÇÃO ~ Dan Carter


Logo que sua missão havia sido praticamente concluída, Carter que estava preso em seus pensamentos lembrou do ocorrido com o seu líder de grupo, e aquilo vinha o incomodando ao ponto de questionar o sargento encarregado sobre tal ocorrido. O oficial coçou o canto da cabeça por um instante para então começar a dialogar com o soldado Carter. - Bem, realmente pode ter sido uma atitude estranha. Não sei dizer se foi medo ou ele simplesmente não teve interesse em ajudar vocês, também pode ter ocorrido dele acreditar que seriam capazes de resolver a situação sozinhos... Seja como for, depois falarei com ele a respeito. - E depois de tal conversa prosseguiram até o local aonde tiveram de deixar as caixas. Todos pareciam de certa forma exaustos, mas conseguiram finalizar o objetivo, principalmente os marinheiros com sua missão. Dan sorrio para Freya ao terminar seu trabalho, obtendo em resposta um sorriso igual da mulher, esta que depois de alongar os braços começou a falar com ele. - Não querendo fugir do trabalho pesado mas, gostaria que a próxima missão não fosse tão árdua, e você?- Disse Freya olhando diretamente para Carter. Naquele momento, uma das mulheres responsáveis pelo local onde foi deixado as caixas chegou com alguns copos de limonada em uma bandeija. - Limonada? - Ofereceu, e Freya pegou um copo para si. Enquanto os outros arrumavam as caixas, uma delas caiu se quebrando no chão, e além dos couros havia algo mais em seu conteúdo, um livro intitulado: A arte da estrategia. Uma das mulheres o viu e falou - Isso não devia estar aqui, vou jogar fora... - Disse ela.          


off:
 
Historico do Player:
 

____________________________________________________

"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar."

- Martin Luther King
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : O grito da Justiça - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptyTer 13 Ago 2019, 11:23


Missão concluída...
Passos para novas aventuras!!!

Sorrio, de verdade estou alegre como a muito não estive. Além de conseguir me alistar ainda cumpro minha missão. Isso é bom, sinto como se um peso tivesse sido tirado de minhas costas, literalmente e metaforicamente. Com missão quase concluída sinto refugar no peito o coração, ele bombeia loucamente, dessa vez não de medo, mas de pura alegria com pingos de nervosismo. Porém, sorrio. Quase como nunca antes.

Antes de chegarmos a casa me aproximo para conversar com nosso superior e demonstrar meus medos, algo que é simplesmente jogado de lado. Não insisto e somente balanço a cabeça de maneira afirmativa. Volto ao meu lugar ao lado de Freya. O resto da viagem é feita em silêncio. Acho que não sou o único ansioso para que tudo termine.

Ao chegarmos no local, para minha surpresa, tudo decorre de maneira corriqueira. As caixas são colocadas em seu devido lugar como tantas outras vezes. Assim que as coloco sinto os braços doloridos gritarem, alongo-os um pouco em uma tentativa de tirar a dormência. Vejo Freya se aproximando e escuto com atenção ela dizer:
- Não querendo fugir do trabalho pesado, mas, gostaria que a próxima missão não fosse tão árdua, e você?
Sorrio e calmamente respondo:
- Verdade, quem sabe dessa vez algo mais simples. Bem, o que vamos fazer agora?

Olho ao redor, como era a casa e tudo, minha curiosidade batendo. Em segundos me assusto um pouco ao ser arrancado de meus pensamentos. - Limonada!
Aceito e bebo. E fico ao aguardo de mais ordens. Isso até o momento que uma das caixas caem. Me viro rápido para ver o que tinha acontecido. No meio da bagunça dos conteúdos espalhados vejo um livro, que, pelo rumo da conversa, iria ao lixo.
Me aproximo da mulher que falou e digo:
- Com licença, posso ficar com ele? – Digo com um sorriso gentil – me parece muito interessante.

Caso ela me dê agradeceria com um obrigado. Com o livro embaixo do braço esperaria as ordens do Sargento, enquanto espero folearia o livro olhando os detalhes, virando as páginas e ele todo. Assim que recebesse ordens me atentaria em cumpri-las ou quem sabe ir para a base descansar. Enfim, seja qual forem as ordens as acataria.


Status:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Noelle
Soldado
Soldado
Noelle

Créditos : 29
Warn : O grito da Justiça - Página 3 9010
Feminino Data de inscrição : 02/12/2012

O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 EmptyQua 14 Ago 2019, 15:44


~ NARRAÇÃO ~ Dan Carter


A mulher chamada Freya ao escutar aquela resposta e depois uma pergunta vindas de Carter então resolveu falar. - Resolvido! Vamos procurar algo simples. - Disse e depois sorrio ao concordar com o outro soldado. - Devemos aguardar terminarem de guardar todas as caixas devidamente e esperar ouvir o que o sargento vai falar. - Concluiu ela que depois levou um leve susto com a queda da caixa, depois ficou observando aquela cena até ficar de pé e ir ajudar no recolhimento do que havia ficado espalhado no chão. Enquanto isso Carter resolveu pedir para a mulher segurando o livro se ele o poderia ver, prontamente ela concordou sem fazer muita questão. -Tudo bem, pode ficar com ele. - Disse aquela mulher que juntamente de Freya arrumaram o que foi quebrado. Nesse meio-tempo o jovem soldado começou uma leitura daquele livro, e enquanto o fazia o tempo passou rapidamente. Descobriu em sua leitura varias coisas referentes de como fazer estrategias e ser um bom estrategista, e para uma pessoa com tamanha genialidade tudo pareceu fácil de compreender... Sua curiosidade também o levou a reparar na casa que estavam sendo deixadas as mercadorias, esta que tem um andar e uma escadinha feita pelo lado de fora, uma casa revestida de concreto e madeira com um enorme galpão por dentro... Coincidentemente, o sargento surgiu novamente para Carter assim que havia finalizado seu livro, ele chamou Freya para ficar ao lado dele e assim começou seu dialogo. - Muito bem. Chegou nossa hora de retornar, vamos para o Quartel e enquanto eu estiver fazendo o relatório da missão, vocês dois vão ficar livres pelo resto do dia. Mas me procurem meia-noite que entregarei uma nova missão para vocês, já que Freya me falou que querem uma missão menos estressante. Estamos entendidos? - Disse o sargento dando um enfase maior no seu "entendidos" e em resposta recebeu uma continência de Freya. Quando Dan também o houvesse feito, ele se retiraria marchando para o Quartel com os dois soldados.              

Historico do Player:
 

____________________________________________________

"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar."

- Martin Luther King
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O grito da Justiça - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O grito da Justiça   O grito da Justiça - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O grito da Justiça
Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: