One Piece RPG
First Round - Waking the Demon - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Corvus oculum corvi non eruit
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Kallieel Hoje à(s) 12:53

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 12:52

» [Mini] Am I really need do this?!
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Vismonke Nizako Hoje à(s) 12:44

» Escuridão total sem estrelas
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor DanJo Hoje à(s) 11:49

» Navegando por uma nova história. A revolução começa!
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Greny Hoje à(s) 10:41

» Art. 3 - Our memories
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 06:03

» Segundo ato: Revelação
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Padre Hoje à(s) 05:45

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:47

» O Sapo Mágico
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:45

» II - Growing Bonds
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor War Hoje à(s) 01:35

» Sádica em construção
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Hanabi Hoje à(s) 01:16

» Unidos por um propósito menor
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Oni Ontem à(s) 23:06

» Do ferro ao aço
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:54

» [Ficha] Fenrir Seawolf
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:14

» Unidos por um propósito maior
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 22:06

» Terminando assuntos inacabados
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Aokine Daiki Ontem à(s) 22:03

» Enuma Elish
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 21:56

» Seasons: Road to New World
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Volker Ontem à(s) 21:46

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Licia Ontem à(s) 21:07

» Una Regazza Chiamata Pericolo
First Round - Waking the Demon - Página 2 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 21:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 First Round - Waking the Demon

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySab 28 Jul 2018, 00:00

Relembrando a primeira mensagem :

First Round - Waking the Demon

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Niwa Daisuke. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Niwa Daisuke
Civil
Civil


Data de inscrição : 21/07/2010

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySex 03 Ago 2018, 05:21


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon








Engoli em seco no momento que vi Notorious dentro de sua loja, em minha cabeça e pelas palavras que o mesmo havia proferido minutos atrás jurava que ele iria correr cegamente em direção aos bandidos. O que inclusive era o que tinha em mente para fazer após arranjar minhas luvas. Mais uma prova de que eu era apenas um garoto em meio a tudo que estava acontecendo, agindo por impulso e sem pensar nas consequências. Achei que você estivesse sendo morto essa hora —  sussurrei para o irmão de Brown enquanto virava minhas costas para a saída da loja, já com o equipamento em minhas mãos.

Enquanto analisava o terreno num geral, percebi que havíamos demorado tempo demais dentro da loja, ou simplesmente a neve que estava caindo com uma velocidade absurda. A nevasca era iminente. Cumprimentei Brownie com um aperto de mãos rapido — Daisuke… — respondi logo após ele se apresentar, e após uma breve pausa completei — Mas você já deve saber. — O tom presente em minha voz não era nenhum pouco incisivo, mas sim uma vocalização triste e baixa, era no mínimo estranho ter de se apresentar para alguém naquela ilha após tantos traumas e fofocas acontecerem.

Escutei atentamente a história por trás daqueles três bandidos, tive a impressão de já ter ouvido seus nomes, ou algo parecido com os mesmos, mas dei de ombros e segui em frente. Guiado em boa parte do caminho por Brown era perceptível a dificuldade que teríamos em subir aquela montanha. Os perigos que nos esperavam eram diversos, desde o momento em que demos o primeiro passo para fora daquela taverna até chegar ao topo da montanha e confrontar aquele Mink e sua gangue estaríamos correndo risco de morte, isso era sabido tanto por mim quanto pelos irmãos que me acompanhavam.

Tomei a dianteira assim que chegamos à base da montanha, sabia que seria uma tarefa complicada mas deixar um Anão ir na frente seria ainda mais perigoso, não só para ele como para todos nós. Devido a seus pequenos membros, a possibilidade de que o mesmo tropeçasse ou não alcançasse algum apoio seria muito maior e isso poderia pôr em risco toda nossa incursão. Brown não seria uma má ideia de líder neste momento, mas como não conhecia todas suas habilidades não queria confiar tanto assim no rapaz. Vivi praticamente minha vida inteira tendo de desviar de obstáculos em meio às florestas gélidas de Malkiham, era o mais capacitado para subir a montanha de maneira rápida e ‘segura’. Ainda como um comandante devia perceber as incapacidades de meus companheiros de jornada, especialmente S.M.A.L.L, e achar um caminho alternativo para o mesmo.

Precisamos fazer o mínimo de barulho possível conforme subimos esse monte de gelo, não queremos ser pego de surpresa por qualquer tipo de animal, além do eco que pode ficar maior conforme fomos subindo possibilitando dos bandidos nos escutarem. — falei enquanto olhava alternadamente para ambos e com um tom de voz firme. Analisei por alguns minutos a montanha tentando procurar uma rota boa até o topo, afinal, Snopp já estava lá em cima o que confirmava o fato de que havia uma maneira segura de se chegar até lá. Preocupado, engoli em seco, e cerrei meus punhos, sabia que seria uma missão complicada, mas não era nada impossível. Se eu fizer algo de errado, vai ser uma vida a menos e a culpa vai ser somente minha — pensei, a desconfiança em mim mesmo pesava em minha mente. Pisquei meus olhos repetidas vezes tentando afastar esse tipo de pensamento de minha cabeça mas parecia em vão, somente quando meus olhos repousaram sobre os de Notorious foi que consegui tirar esse tipo de coisa de minha cabeça graças. Eu preciso provar pra ele e todos os cidadãos dessa cidade, que eu não sou um demônio, eu não sou alguém que eles devam temer. Eles podem confiar em mim, assim como confiam em seus demais vizinhos.  

O primeiro ponto que percebi foi o fato de existir uma espécie de trilha até uma certa altura da montanha, mas que aparentemente sumia conforme chegava a uma determinada altura, talvez pela dificuldade que as pessoas tiveram de continuar escalando e ao mesmo tempo demarcando o trajeto. Decidi que iríamos por ali. Um atrás do outro, com alguns metros de distância. Sendo que eu estaria na liderança, Notorious vinha em segundo para que pudesse me avisar caso fosse incapaz de subir em algum lugar que fossemos passar e Brown em último para que pudesse servir de apoio para seu irmão em alguns casos específicos, como ser um pezinho em locais que já houvesse um certo solo para se apoiar mas o Anão não tivesse altura suficiente para alcançar o próximo objetivo, por exemplo.

Durante os primeiros trinta minutos de escalada, tudo parecia ocorrer tranquilamente, o caminho estava facilmente demarcado por todo o trajeto, mas foi a partir daí que as coisas começaram a complicar. Alguns saltos eram necessários para chegar de uma rocha até a outra e então ter um caminho mais tranquilo até alturas mais elevadas, o que nos gerou um certo receio e em algumas ocasiões optamos por ir pelos locais mais complicados mas que não nos faziam ter de dar grandes pulos, não podíamos arriscar, existia a possibilidade de em um desses a rocha não estar completamente aderida à estrutura da montanha e acabar por desabar conosco em cima. Por sorte, isso não ocorreu, talvez pelo fato de nenhum de nós ser realmente pesado, eu não era alto e muito menos corpulento, Notorious deveria ser o com maior peso mas sua altura não seguia a mesma lógica, e Brown tinha um corpo aparentemente igual o meu.

Paramos alguns minutos para respirarmos, fiquei focado em procurar boas rotas de subida enquanto o tatuado analisava a fumaça não tão acima de nós, Zopp estava próximo. Notorious parecia ser o mais cansado de nós todos, muito provavelmente devido a não ter um biotipo adequado para trabalhos muito aeróbicos e não precisava ser nenhum tipo de expert para enxergar isso. Continuamos nossa empreitada por mais alguns minutos, sendo enganados por apoios que estavam se soltando da gigante montanha de gelo e rochas, ou por locais que estavam realmente difíceis de manter uma estabilidade graças a água congelada. Até que conseguimos chegar bem próximo do cume da montanha. Notorious e Brown estavam um pouco atrás ainda, mas seguindo meus passos com sucesso. O caminho que utilizaríamos para chegar ao cume era visível e não era de todo complicado, já tínhamos passado por coisa pior desde o final da trilha. A decisão agora era, ir direto para o combate ou esperar alguns minutos para que recuperássemos o fôlego e então partir para a luta.

Enquanto esperava os irmãos chegarem ao mesmo local de apoio que eu, aproveitei para me lembrar do que tinha visto até então. A quantidade de inimigos, as armas que consegui visualizar ainda na taverna, a roupa que estavam utilizando e o porte de seus corpos. Assim que ambos chegaram, já estava decidido do que faria. Tentaria subir primeiro que ambos, de preferência em um momento que os bandidos estivessem desatentos e então chegar em um ponto cego, provavelmente atrás de alguma rocha ou coisa do gênero utilizando-me de minha furtividade, para logo após analisar o local com maior precisão e só então me dar ao luxo de ir em direção aos meus oponentes, já com a ajuda dos donos do Corredor da Morte que seriam indagados a subirem ao ouvir um assobio vindo de mim. Sussurrei as instruções de meu plano para Brownie e pedi para que ele passasse as mesmas para seu irmão.

OFF:
 

Histórico:
 



Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySeg 13 Ago 2018, 16:28


A Caçada...
A neve que cai representa sua vida ou sua morte...
O pequeno grupo pega seu rumo, um caminho desconhecido em busca de bandidos sanguinários. Os três iam em direção de uma violenta luta, que poderia tirar suas vidas, mas que marcaria suas existências com o doce sabor da aventura.  A nuvens negras se espalham pelo céu, o vento começava a sopra de maneira inicial pelas ruas e por aquela ilha gelada. O trio deveria se apressar antes que a neve começasse a cair de verdade.

O anão Small pega sua espada e coloca bem amarrada em suas costas. Já seu irmão, pega de dentro da loja duas pistolas, com alguns pentes de balas.  Eles caminham e vão em direção da planície, quase em busca de um fantasma.  Niwa toma a dianteira do grupo, tendo seus dias em caçadas na floresta e a vagar pelas extremidades da ilha, ele era o mais apropriado para estar na frente nessa caminhada.  Seguido de perto por Small que, para a surpresa do garoto, exibia uma habilidade corporal invejável, até mesmo para pessoas de porte comum.

Antes de subir a montanha, Niwa olha para seus companheiros e lhe fala algumas instruções sobre seguir em silencio. O anão olha para o garoto, lhe dá um olhar sério e desvia o rosto, não reconhecendo a si mesmo por ter de acatar ordens de um garoto. Mano Browne escuta as frases e concorda com um sorriso. Inicia-se a subida, os três avançam de maneira lenta, o vento que aos poucos começava a se intensificar atrapalhava os planos de todos, especialmente os do jovem. O caminho tomado por eles é de uma trilha sinuosa que percorre uma parte da montanha. Esta estava coberta por neve, o que atrapalhava a movimentação.

A montanha era quase como uma qualquer, não muito inclinada e nem escarpada, de fácil escalação até. Não fosse a neve que a cobria completamente e o vento que os empurrava para trás. Os aventureiros seguem na busca, sentindo o frio e o gelo a lhe dar um abraço, cada parte do corpo dele reclamava do frio e gemia pedindo por proteção.

O trio caminha em formação. Até que Niwe, o que os liderava, avista a sua frente, uma grande caverna. Depois de maior observação o grupo percebe que se tratava de uma pequena mina abandonada. A mesma era uma estrutura similar a uma caverna, com grandes pedaços de madeira a tamparem a entrada, pelo menos não completamente, grande parte das madeiras que, outrora era da entrada da mina, estavam jogados no chão. Diversos pregos estavam jogados perto da madeira, a entrada estava descoberta. Enquanto isso, a trilha continuava seguindo em direção do topo da montanha.

O anão olha para Niwan e diz com um tom debochado — E aí? Será que eles entraram por essa mina? Diga sua resposta, “senhor capitão”. Niwa agora detém a escolha de investigar a mina ou continuar na trilha em direção do topo da montanha.

Status:
 

OFF:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niwa Daisuke
Civil
Civil
Niwa Daisuke

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 21
Localização : Malkiham

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySeg 13 Ago 2018, 18:14


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon







O caminho tortuoso que levava até o sinal de fumaça que conseguimos ver quando ainda na loja era um tanto quanto complexo, como uma outra montanha qualquer, no entanto com um bônus de complicação a mais devido a neve incrustada nas rochas tornar aquilo mais perigoso conforme subíamos. O vento congelante que passava pelo meu corpo parecia só ficar mais frio a cada metro que escalavamos, sabia que seria complicado chegar ao cume daquela maneira, sem pelo menos congelar no caminho.

Minha cabeça estava completamente focada em escalar aquilo e liderar os rapazes nessa empreitada, até o momento em que meus olhos focalizaram a abertura da mina abandonada. A concentração tornou-se um turbilhão de sentimentos e pensamentos no mesmo segundo, comecei a refletir rapidamente sobre o que poderia acontecer se entrássemos ali. A fumaça era visível no cume da montanha ainda da loja em que estávamos, não acho que existam outras pessoas além de Zopp e seus capangas nessa montanha - pensei rapidamente enquanto olhava para a caverna e tentava vislumbrar alguma coisa ali dentro - Mas também seria complicado de eles terem escalado toda essa montanha com aquela ventania e as complicações no caminho, devem ter pego alguma espécie de atalho.Talvez essa caverna possa levar até o centro da montanha e lá existir alguma maneira de subir até o cume. - Completei o pensamento enquanto tornava a olhar para S.M.A.L.L, o anão vinha me surpreendendo desde o momento de minha ‘discussão’ com o mesmo, dando de ombros para minhas falas e então deixando com que eu assumisse a liderança nessa escalada, mesmo sabendo que isso poderia custar nossas vidas, ele era realmente diferente de mim, era um verdadeiro adulto enquanto eu não passava de uma criança emburrada.

Após algum tempo sem falar nada o proprietário do Corredor da Morte abriu a boca e soltou algumas palavras, sorri de canto ao ouvir a pequena provocação do homem ao chamar-me de “senhor capitão” e então tornei a passar as instruções: - Se estiverem de acordo, pretendo entrar na caverna. É um risco grande demais continuar subindo esta montanha da maneira que viemos fazendo, assim como também deve ter sido para os bandidos. É capaz que eles tenham alcançado o cume da montanha por algum atalho, que provavelmente deve existir dentro desta caverna... - falei um tanto quanto entusiasmado com o pensamento que havia bolado, não conseguia enxergar nenhuma outra saída que não fosse aquela. Respirei fundo e continuei a falar, agora um pouco mais contido - Ainda assim devemos levar em consideração que os dois que vimos junto de Zopp não sejam os únicos capangas dele e que existam outros por aqui. Seguiremos por dentro da caverna, em silêncio e prontos para um combate. - respirei fundo enquanto concluía minha fala e então lembrei-me das armas que Brownie havia pego na loja e fiz-lhe uma advertência - Brownie, evite disparar suas armas dentro da caverna, é certeza de que o eco será enorme, podendo chamar a atenção de outros caras e até mesmo causar uma avalanche, sejamos cautelosos.

Terminado de passar minhas ordens, esperei com que ambos concordassem com aquilo que havia falado e então iria em direção a parte interna da caverna, tentando analisar o máximo possível do terreno próximo e mais ao centro da mesma, procurando por locais que pudessem servir de esconderijo momentâneo no caso de encontrarmos algum oponente.

Meu coração palpitava mais forte a cada passo que dava rumo ao topo da montanha, sabia que seria um momento que não havia experimentado em minha vida até então, eu não estava sendo o ser mais odiado daquela vila naquele momento e isso já era uma mudança radical.

Malkiham nunca comportou grandes números de marinheiros então deveria ser um alvo fácil para bandidos, se não fosse pelos Caçadores de Recompensas do clã Ant-Bullet aquilo seria quase como um Paraíso de Piratas e Bandidos nos Blues. E nesse momento eu estava a meio passo de ser como um daqueles, que acabaram por se tornar uma espécie de herói para os cidadãos da ilha. É incrível como o mundo dá grandes voltas em um curto espaço de tempo.

OFF:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptyTer 14 Ago 2018, 14:39


Os passos se aproximam
O túnel, princípio de tudo ou do fim?
 - Se estiverem de acordo, pretendo entrar na caverna. É um risco grande demais continuar subindo esta montanha da maneira que viemos fazendo, assim como também deve ter sido para os bandidos. É capaz que eles tenham alcançado o cume da montanha por algum atalho, que provavelmente deve existir dentro desta caverna... Ainda assim, devemos levar em consideração que os dois que vimos junto de Zopp não sejam os únicos capangas dele e que existam outros por aqui. Seguiremos por dentro da caverna, em silêncio e prontos para um combate.

Mano Browne olha para seu irmão em busca de aprovação, Small retribui o olhar com um acenar de cabeça, a aprovação. O anão se aproxima do garoto e diz – muito bem, não vejo problemas no seu plano, vamos adiante. Ele diz já saindo e passando a frente de Niwa, porém ele para e volta seu rosto novamente para o garoto e diz. – Só tome cuidado e não morra, garoto branco. não vou arrastar seu corpo de volta para a cidade.
Por um minuto, quase que Niwa reconhece compaixão naquela máscara de seriedade do anão. Este se afasta e vai na frente, seguido por seu irmão que é parado pelo jovem. Browne escuta o que o garoto e sorrindo responde.
- Pode deixar, sei muito bem o que faço. Já fiz isso muitas vezes com outros piratas, quando ainda era jovem, antes de montar a loja com meu mano.

Eles rumam até a mina, Niwa começa a analisa-la, ele percebe que ela é muito maior do que esperava ou pensava. Depois da entrada a mina continuava seguindo por um longo caminho, sem se ver seu fim. O demônio branco percebe algumas pegadas, recém feitas no chão, talvez de umas três ou quatro pessoas, não havia como saber.  Enquanto Niwa observa o caminho, os dois irmãos fazem duas tochas, usando das madeiras que estavam jogadas, pedaços de panos, talvez de suas próprias roupas, e uma caixa de fósforo que Small havia guardado no bolso.

Browne oferece uma das tochas para Niwa, é escolha dele aceitar ou não. Os três seguem se aprofundado ainda mais no caminho, com a luz das tochas iluminando  o caminho eles progridem e avançam rapidamente. Cada vez mais tendo certeza da presença de outras pessoas, por conta dos sinais deixados, sinais bem claros e extremamente visíveis, talvez visíveis até demais.

Depois de alguns minutos de caminhada eles começam a escutar vozes a conversarem. Uma delas parecia muito familiar aos três, Snoop Zopp.  As vozes estavam perto, seguindo ainda pelo túnel. Como eles agiriam daqui pra frente e como se aproximaram sem serem notados pelos sentidos mink de Zopp?

Status:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niwa Daisuke
Civil
Civil
Niwa Daisuke

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 21
Localização : Malkiham

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptyTer 14 Ago 2018, 23:35


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon







Respirei profundamente enquanto caminhávamos a passos lentos para dentro daquela caverna, meu coração palpitando com força em meu peito era como se fosse sair pela garganta com a tensão que ia se instalando no ar, minha visão focada em cada mínimo detalhe daquele local como um falcão procurando sua presa a dezenas de quilômetros e foi nesse exato momento que por ironia do destino consegui encontrar as pistas que procurava mais cedo antes de subir na montanha, os passos deixados pelos bandidos eram bem visíveis no chão e permitiam que qualquer um soubesse que alguém havia passado por ali a pouco tempo.

Minha cabeça começava a latejar enquanto tentava ao máximo focalizar as coisas naquele breu da mina, respirei fundo e engoli em seco ao caminhar ainda mais devagar após aquelas pegadas, graças aos irmãos minha dor pode começar a ser amenizada devido as tochas que eles fizeram. Neguei a oferta de Brownie quanto a segurar uma das tochas, não queria chamar ainda mais atenção caso avistasse alguém de longe.

Após alguns minutos de caminhadas começamos a ouvir vozes, segurei os dois rapazes pelos ombros para que parassem de ir em direção ao perigo. Assim que consegui identificar a voz de seu líder apontei para as duas tochas que carregavamos e pedi para que os senhores as apagassem. Não podíamos arriscar de sermos vistos e então sermos baleados por aqueles homens que muito provavelmente não ligariam para o risco de um deslizamento na montanha.

Tentei manter a calma enquanto ouvia as vozes dos bandidos, tentando prestar atenção em sua conversa e também distinguir quantas pessoas ali existiam. A análise do terreno se faria necessária se eu quisesse tomar vantagem da escuridão daquele lugar. Zopp não passava de um ser metade humano e metade cachorro, se ele tiver alguma espécie de super-audição será muito difícil de chegarmos até ele sem sermos notados.

Tornei minha atenção para os dois que estavam comigo, pelas palavras que Brownie proferiu momento atrás era possível de supor que eles tinham uma certa experiência em combate desde anos atrás, seria uma boa ideia talvez deixá-los na linha de frente enquanto eu tentava efetivar um golpe surpresa naquele cachorro?

Uma estratégia um tanto quanto estranha passou rapidamente pela minha cabeça e eu não tinha como explicar aquilo para os rapazes de forma verbal, sem que Snopp não me escutasse. Mas não tinha outra escolha, ia precisar confiar nas habilidades dos meus companheiros. Cutuquei os dois para que olhassem com atenção para mim, respirei fundo e então apontei para S.M.A.L.L, abri a boca como se estivesse chamando a atenção por meio de sons e então apontei para que ele fosse em direção às vozes (que eram representadas por outros 3 dedos em uma área imaginária do ar que estava utilizando para explicar), o homem era o menor e provavelmente o mais casca-grossa de nós três talvez ele conseguisse aguentar porrada com pelo menos um ou dois daqueles bandidos, logo após apontei para Brownie e após a discussão ou batalha começar, ele deveria chegar após seu irmão para que servisse como um fator surpresa (levei o dedo que apontava, para o meio da confusão de dedos no ar), o rapaz provavelmente era rápido o bastante para tirar seu irmão de uma enrascada caso fosse necessário e fazer o barulho necessário, especialmente pelas suas armas, para que eu conseguisse executar meu plano. Logo após fazer essa breve explicação de suas ações, apontei para mim mesmo e fiz um meio círculo em volta da área imaginária que ocorreria a luta, e então choquei o dedo que representava a mim mesmo com o dedo que representava um dos inimigos, tudo aquilo era muito claro em minha cabeça, mas dependia da forma como o anão e seu irmão haviam entendido as instruções.

Enquanto esperava a aprovação dos dois quanto aquilo comecei a repassar o plano em minha cabeça: S.M.A.L.L deverá chamar a atenção dos bandidos e lutar contra eles rapidamente, tirando toda a atenção de Snopp Zopp para possíveis barulhos do arredor. Brownie aparecerá em seguida dando a impressão de que seria o ‘resgate’ de seu irmão e provavelmente a sua carta na manga. Tudo isso vai chamar a atenção e causar um caos na zona de combate, que irá gerar o tempo necessário para que eu circunde o local utilizando-me de minha furtividade, somada a escuridão e a desordem do local e então me posicionar de forma estratégica nas costas dos inimigos, deste modo tentaria chegar em curta distância com os mesmos utilizando-me de minha aceleração para acertar um chute frontal com a sola de meu pé no meio da coluna de um deles, de preferência o que estiver com armas de fogo, tentando causar um estrago grande no mesmo e deixá-lo nem que fosse por alguns minutos sem ter como lutar e então começar a ganhar a batalha pelos números ou pela diminuição de armas de longo-alcance que obviamente seriam complicadas de lidar. - pensei rapidamente mas mantendo a minha calma o máximo que me fosse possível naquela situação de vida ou morte, meus olhos não paravam de seguir as vozes daqueles vilões, sabia que se perdesse os mesmos de vista isso iria acabar complicando boa parte de meu plano, especialmente se fossem para um local com mais luz, o que poderia acabar com nosso fator surpresa.

OFF:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySex 17 Ago 2018, 16:38


Começa a Diversão
Que as lutas comecem...
 
O fogo se apaga e só resta a escuridão. O trio, caminha pela penumbra, encostados nas paredes, eles caminham de maneira silenciosa, pelo menos o máximo que conseguem.  O túnel é espaçoso e o chão é reto, sem barreiras e nem empecilhos, fácil de caminhar e, talvez, lutar.  
tunel:
 

Os três caminham, até que veem ao longe, uma fogueira. Circundando-a pelos três bandidos, estes estão sentados, em algumas pedras qualquer, em círculo ao redor do fogo.  Havia bolsas jogadas aos seus lados, três, uma para cada bandido.  Acima deles havia uma pequena passagem que subia até a superfície, com uma escada para subir, luz e neve entrava por ela. O túnel seguia adiante. Pelo jeito os bandidos haviam parado para descansar.

Zopp agora portava uma espada, uma catana com cabo verde, segurando-a na mão, os subordinados estavam com suas armas guardadas. O líder parecia relaxado, porém seus subordinados estavam alertas. Eles conversavam e, pelo rosto de Zopp, ele não gostava do rumo da conversa.  


— Como aquele maldito do 6pac pode me trair!! Esbravejava Zopp — Aquele filho da puta!! Se aliou com aqueles imprestáveis dos marines e debandou meus subordinados!

Por um minuto, ele parece se acalmar. Não estava ligando para muita coisa e nem se estava gritando.  Ele para e olha para seus companheiros e pergunta:

— E como vai as coisas por lá?

— Depois que você foi preso por aquele ataque surpreso da marinha, todos os que eram fieis, fugiram com medo.  Diz o doutor, calmo, porém com ar apreensivo. — O 6Pac declarou quase uma guerra a quem fosse leal a você.

— E como ficou meus homens que me acompanhavam? Eles estão bem?

— Depois do ataque surpresa da marinha e de serem debandados, eles acabaram sem muito rumo, porém eu e o Eazy-B decidimos reuni-los para te ajudar. Eles estavam em uma floresta perto da costa, já mandei mensagem para eles, logo virão para cá.

— Perfeito! Depois que eu matar essa vila imunda, vou atrás dele. Ele pediu guerra e vai ter.

Nesse momento, Small sai das trevas em que estava, com espada em punho. Seguindo o plano de Niwa, ele agiria como distração. O anão, para a surpresa de todos, corria rápido. Os dois atiradores apontam suas armas para ele, porém são negados por seu chefe, que desembainha sua espada e corre em direção do anão. Suas laminas se encontram perto do peito de Zopp, ambos aparentavam ser hábeis espadachins.  Zopp sorrir e diz:
— Ora, se não é o grande caçador de recompensa, “Espada longa”. Ele ri e continua — Perdoe-me mas não acho que tenha tanta chance contra mim, além de que, meus homens estão com suas armas apontadas para você. Cadê seu irmão?

— Bem aqui. Responde Browne, que sai da escuridão. Os pistoleiros que estavam perto um do outro a frente da fogueira, desviam sua atenção de Small para Browne. Aproveitando a oportunidade, Small pula para trás se afastando um pouco mais dos pistoleiros, ele estica a mão e chama Zopp para o combate.

Browne para a surpresa de todos, não portava armas nas mãos e, sim, cartas de baralho. Ele mexe com as cartas e pega a atenção total dos seus oponentes. Movimentando as cartas, ele cria um arco de cartas em pleno ar. Ele continua mexendo as cartas, que voam e se movem nas mãos de Browne, um verdadeiro ilusionista.

Enquanto isso, Niwa tenta se aproximar o máximo que consegue, a luz da chama o impede de circundar os inimigos, se contentando em ficar próximo do Doutor Dri. Este, já cheio dos truques de Browne, engatilha a arma, porém é impedido de fazer qualquer coisa por Niwa, que aparece das sombras dando um chute nele. Esse cai no chão, sentindo a dor nas costelas, mas permanece por pouco tempo incapacitado. Ele levanta, agora com toda a atenção para Niwa, atenção, bala e arma também.

Aproveitando-se da confusão, Browne faz um segundo arco de cartas, porém dessa vez de dentro do movimento de cartas, uma faca sai e voa na direção de Eazy-B, a faca passa cortando seu ombro. Browne corre em direção dele, dando uma clara mensagem para Niwa, “o doutor é seu”.

— cuidado com o mago das cartas — grita Zopp a lutar contra Small. A situação fica assim, Zopp e Small em um duelo de espadas, Eazy-B e Browne lutando e Dr. Dri e Niwa se encarando, com o doutor apontando a arma em direção de Niwa.


Status:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niwa Daisuke
Civil
Civil
Niwa Daisuke

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 21
Localização : Malkiham

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptyDom 19 Ago 2018, 04:43


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon







Simultaneamente a meus passos sorrateiro era possível ouvir a conversa dos bandidos, a cada frase que era expelida pela boca daqueles monstros sabia que se não conseguíssemos resolver a situação ali mesmo, a ilha de Malkiham seria banhada em sangue por esses míseros bandidos. Parei por um segundo e engoli em seco ao ouvir a respeito do restante dos homens do bando de Zopp, que já se encaminhavam para onde estávamos. Não tenho tempo para me preocupar com isso, só tenho de fazer meu trabalho - pensei rapidamente enquanto respirava fundo e tentava manter a calma o máximo que me era possível.

Small começou a travar uma batalha mano-a-mano com Zopp, ambos pareciam lutar de igual para igual mas eu temia que isso poderia pender para um dos lados em poucos minutos, e nada me passava a segurança de que a vantagem ficaria para nosso lado. Brownie fez alguns truques com cartas que pareceram assustar os outros dois capangas, e foi nesse exato momento que saí das trevas com um chute certeiro nas costelas de um dos homens do Mink.

Lutar utilizando-me de minhas não era minha zona de conforto total e talvez por isso eu não conseguisse deixar aquele desgraçado incapacitado no chão. Assim que Dr. Dri se levantou percebi novamente a situação em que me encontrava.

Meu coração estava ligeiramente disparado, minha respiração começou a ficar pesada e rápida pela adrenalina que corria em minhas veias, o som agudo das lâminas de Small e Snopp se chocando ecoava em meus ouvidos com uma altura até que alta, o som das cartas de Brownie sendo embaralhadas e sendo utilizadas como uma espécie de arma ou distração também era distinguível, e o barulho da arma do Doutor sendo engatilhada foi o que me fez gelar a espinha.

Não tinha tempo para pensar. Meus olhos focariam as mãos do homem que combatia, numa tentativa não muito bem planejada de tentar adivinhar por meio da altura em que a arma estava apontada para mim o local alvo de Dr. Dri e então poder ter uma maneira de escapar daquela situação.

Caso conseguisse perceber que a arma apontava para minha cabeça, iria rapidamente flexionar meus joelhos enquanto deixava meu corpo pender para a frente e então impulsionar-me em direção a meu oponente, visando acertá-lo com meu ombro no meio de sua barriga para tentar fazê-lo se curvar e consequentemente fraquejar sua empunhadura da pistola, para então seguir com um soco com meu punho na costela que havia chutado anteriormente, visando terminar de lesioná-las e assim começar a construir uma vantagem clara sob o bandido. Tentando sempre me manter fora da mira de sua pistola e caso houvesse uma possibilidade, tentaria o desarmar.

Se conseguisse reparar que o homem apontava sua arma em direção ao meu tronco, tentaria rapidamente dar alguns saltos rápidos e laterais em direção a mão desocupada de meu oponente, tentando fazer com que o mesmo perde-se um pouco do foco de onde pretendia atirar em mim ou em caso de um disparo, que a bala atingisse apenas de raspão meu corpo devido ao deslocamento. Seguiria então com um avanço rápido em direção a meu inimigo, caso conseguisse chegar próximo a ele, faria um leve agachamento e utilizando-me de minha mão correspondente a que o mesmo segurava a arma, agarraria seu pulso e o impulsionaria para cima tirando a mira de perto de mim e então utilizando de meu outro punho para acertar um uppercut em direção ao queixo de meu oponente, o que se fosse bem executado seria o bastante para deixá-lo tonto ou desacordado por alguns segundos, devido ao contato do ferro de minha manopla com seu queixo, o que geraria tempo o bastante para que eu o desarmasse.

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySeg 20 Ago 2018, 15:06


Começa a Diversão
As lutas continuam...
 Niwa sente cada batida forte no peito, com a respiração acelerada e a adrenalina nos ares. A arma é apontada e engatilhada em direção da cabeça do garoto, ambos se olham e se encaram, em minutos que parecem horas. O demônio branco faz seu movimento, ao ter certeza da intenção do inimigo, ele se abaixa e pula na direção do inimigo. A arma dispara, porém não acerta na cabeça, passa pegando no ombro. A adrenalina impede de Niwa de sentir dor.

Ele pula, arremessando-se contra a barriga do médico, usando de seu ombro bom. O médico imediatamente se curva e recebe um forte soco na região das costelas, ele grita de dor, largando a arma no chão. O médico na tentativa, desesperada, de avistar Niwa acaba por soca-lo no rosto. Niwa cambaleia para trás um pouco tonto, mas ainda pronto para lutar.

Enquanto isso, o espada longa e o cachorro louco, Zopp, lutam em um combate intenso. Suas laminas se cruzam em força e velocidade formidáveis, soltando faíscas e salpicado brilho pela caverna. Small pula e gira com uma velocidade esplendida e acrobacias impressionantes, mesmo para alguém de seu tamanho. Seus golpes são rápidos e sua lamina corta o seu em diversas sequencias que impedem Zopp de pensar ou revidar, porém quando o faz, seus ataques são duros e fortes.  Ele poderia não ser tão rápido quanto Small, mas possui uma força exorbitante.

Browne continua a fazer seus truques com cartas, girando elas em pleno ar. Ele lança algumas de suas cartas, arremessando em direção do seu inimigo que desvia e revida com alguns tiros, não sucedidos. Browne gira suas cartas e as arremessa, o pistoleiro começava a sentir dificuldade de desviar de todas, já sentindo a dor da faca no ombro, além de algumas outras cartas que o haviam cortado ou ficado presas em seu corpo.

O status geral do combate permanecia com Small e Zopp a lutar de espadas, aparentavam estar empatados, porém Small, parecia, cansar-se mais que Zopp. O mago das cartas lutava em um combate de velocidade e pontaria, Eazy-B estava em clara desvantagem, Browne sofrera somente alguns arranhões e pequenas feridas.

Niwa e Dr. Dri permanecem a apenas alguns metros um do outro, Niwa sente um pouco de dor, pela bala que pegara de raspão em seu ombro, sangrava e ele ainda precisava de um tratamento e uma avaliação. O Dr. Pega em suas costelas, que pareciam doer, porém levanta a guarda. Com as mãos a frente do corpo, uma clara posição de boxe, pelo jeito ele também era um lutador.  No centro, entre os dois guerreiros, a arma imponente permanecia jogada no chão, tanto Niwa quanto Dr. Dri percebem a pistola. Como a luta se desenrolara daqui pra frente?


Status:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niwa Daisuke
Civil
Civil
Niwa Daisuke

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 21
Localização : Malkiham

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptySeg 20 Ago 2018, 18:30


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon







A sensação da bala percorrendo meu ombro foi algo que não tinha palavras exatas para descrever aquilo, nunca havia sofrido um tiro em toda minha vida, apenas ameaças pelos homens do vilarejo mas que nunca se efetivaram de verdade.

Cerrei meus dentes enquanto avançava em direção ao médico, acertei o ombro em sua barriga e então larguei um soco potente em suas costelas, o ferro de minhas manoplas acertando diretamente os ossos daquele homem. Não existiria possibilidade alguma dele não ser afetado por aquilo, e tive certeza disso no momento em que a arma foi parar no chão da caverna. Foi nesse mesmo instante que me distrai e fui acertado pelo soco direto de meu oponente.

Cambaleei para trás como resultado de seu golpe, passei minha língua por toda minha boca conferindo se não havia começado um sangramento devido aquilo, juntei a saliva e cuspi no chão em direção a arma de Dri. Voltei minha visão para o meu oponente enquanto passava as costas de minha mão direita em meu nariz e esbocei um sorriso um tanto quanto malicioso no momento que vi a posição de luta do médico. - Então quer dizer que vamos ter um combate justo aqui? - falei para ele enquanto colocava-me em uma posição de luta muito parecida com a dele, no entanto com minha perna esquerda a frente ao contrário do que era usual pela maioria da população.

O fato de ser ambidestro facilitava minha postura de boxeador, pondo-em em uma posição específica para canhotos, o que poderia atrapalhar ligeiramente meu oponente no desenrolar da luta.

Não esperei por uma resposta de meu inimigo e avancei, com a adrenalina correndo por minhas veias e me impulsionando contra o meu inimigo. Durante meu avanço iria tentar chutar a arma para o mais longe que conseguisse dos locais onde estavam havendo os confrontos. Para só então me dirigir ao mano-a-mano.

Com o punho direito cobrindo parcialmente o canto direito de meu rosto, a mão esquerda um pouco mais a frente de meu rosto tentando calcular a distância correta de combate contra aquele homem, minha perna esquerda posicionada um pouco a frente e na diagonal de meu corpo para ter uma estabilidade durante o momento em que estivesse desferindo meus socos e ter um apoio melhor de minhas pernas para não ser desequilibrado em caso de ser acertado por um golpe.

Tomei a dianteira com um soco direto com o punho esquerdo em direção a meu oponente, tinha o intuito de fazê-lo manter a atenção em meus punhos para então acertar um chute rápido de perna direita em sua coxa esquerda o que faria provavelmente com que ele se desequilibrasse rapidamente e me daria a oportunidade de encaixar um forte cruzado de esquerda em seu rosto ao utilizar-me da rotação de meu tronco e com o giro de meus calcanhares.

Se por acaso o inimigo tentasse responder meus golpes com socos estaria preparado para esquivar dos mesmos. Rápidos movimentos de tronco tirariam meu rosto da direção de seus socos retos e me dariam a oportunidade para devolver um soco na parte descoberta de seu rosto até seu braço voltar para a guarda. Caso o médico tentasse desferir socos cruzados em minha cabeça, iria flexionar levemente as pernas sem sair de minha postura, apenas para que seus punhos passassem por cima de minha cabeça e então me possibilitasse acertar um uppercut de direita em seu queixo como resposta, no exato momento que minhas pernas ficassem eretas novamente, utilizando-me do impulso das mesmas para efetivar um soco potente.

OFF:
 

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dan Carter
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Dan Carter

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 15/07/2014
Localização : perto...bem perto

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptyQua 22 Ago 2018, 16:26


Começa a Diversão...
As lutas continuam...
 Niwa cospe no chão, tudo bem, pronto para continuar. Ambos se encaram com as mãos para cima, os minutos sem passam e os dois continuam olhando e se encarando, porém com o garoto em posição canhota, coisa que desconcerta ao seu inimigo. Niwa como um bom guerreiro que é parte para o ataque, o doutor pula em direção da arma na tentativa de reavê-la, porém o máximo que vê e ela ser jogada para o escuro pelo pé do garoto.

— - Então quer dizer que vamos ter um combate justo aqui? Diz o garoto, porém não recebe resposta do homem a sua frente, este permanece totalmente calado.

O garoto fica em posição e lança um soco de mão esquerda, o médico desviar, mas é acertado pelo chute bem colocado na sua coxa. O homem sente o impacto, porém se firma e não cai. Niwa tenta realizar ainda um cruzado de esquerda, porém não é bem sucedido pela não queda do homem, ele move o corpo para o lado, com dificuldades, e desvia do movimento. Aproveitando-se do momento ele desfere um soco na barriga do garoto, que acaba sendo colocado alguns passos para trás.

Ambos se olham, Niwa percebe que aos poucos a dor no ombro aumentava, porém ao olhar para seu inimigo ele percebe que o homem não estava em posição melhor. O homem coloca a mão nas costelas sentindo elas doerem e, pelo jeito, a perna também doem. A idade estava chegando ao mau doutor a sua frente. O homem a sua frente era um homem alto de cabelos já embranquecidos, de físico de aparência forte.

Enquanto isso, a luta continua entre Browne e o pistoleiro de Zopp, neste caso, o segundo leva a pior. O homem estava já ferido e cansado do combate, diversos cortes e feridas se espalham pelo seu corpo. Algumas cartas estão “pregadas” ao redor de seu corpo, sangue escorre e as manchas.

Small e Zopp lutam ferozmente, suas laminas se cortam com força, o anão soa e ofega, aquele combate estava exigindo muito. O pequeno guerreiro estava se esforçando ao máximo e se igualava ao Zopp. Este agora fazia mais golpes e pressionava o anão, com certeza o pobre homem não aguentaria muito mais.

Niwa volta a posição inicial, nesse momento, escuta o som de passos na neve encima dele. Pessoas estavam correndo em direção da entrada encima deles. Não dava para identificar quantos via e nem quem eram, mas chegariam logo. Dri ao escutar os passos é reavivado por eles. Ele corre em direção de Niwa, puxando dessa vez de algum bolso da calça, uma faca. Era uma lamina pequena, de aparência de uma de caça. Ele corre em direção do garoto para um ataque.

— Não! Não será uma luta justa. Diz o doutor sorrindo e rindo


Status:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niwa Daisuke
Civil
Civil
Niwa Daisuke

Créditos : Zero
Warn : First Round - Waking the Demon - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 21
Localização : Malkiham

First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 EmptyQua 22 Ago 2018, 20:38


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


First Round - Waking the Demon







As coisas estavam tensas dentro daquela caverna. Os segundos que passávamos para tomar uma decisão pareciam ser minutos. Minha cabeça tentava formar uma estratégia melhor do que deixar as coisas no mano-a-mano, ao olhar rapidamente para o confronto que envolvia Zopp conseguia perceber que este começara a tomar vantagem sobre meu companheiro menor, em contraste disso a batalha de Brownie parecia estar sob seu controle.

O doutor conseguira esquivar-se de alguns de meus golpes o que lhe deu espaço para contra-atacar, acertando um belo soco em meu estômago que me fez recuar alguns passos, mas não sem antes acertá-lo na perna.

Encarei-o por alguns segundos, tentando não expressar em meu rosto a leve falta de ar que estava sentindo graças ao golpe do maldito. - Parece que seus dias estão contados, Doutor - provoquei no exato momento que vi o homem levar a mão até suas costelas. Meu dois golpes bem executados naquela área pareciam ter surtido um belo efeito, provavelmente não havia conseguido quebrá-las, caso contrário o velho já estaria berrando de dor no chão.

Minha visão é desviada para o topo da caverna no mesmo segundo que ouço os passos sendo dados mais em cima de nós. Sinto minha respiração parando por um segundo, meus dentes se serrando de nervosismo. Não tinha muito tempo para sairmos dali, era muito improvável que aqueles passos fossem dados por pessoas que nos auxiliariam no combate, era quase certeza de que não passavam de mais bandidos.

Volto minha atenção para Dr. Dri, que instantaneamente pega uma faca de seu bolso e avança contra mim. Meus olhos se focam em sua faca enquanto o mesmo avança contra mim, provavelmente cego pela sede de sangue e vitória sobre um jovem. São apenas milésimos de segundos que me separam da vitória ou da morte.

Abri levemente minhas mãos, sabia que não adiantaria somente socar aquele homem se ele ainda estivesse com a faca em mãos e pudesse utilizá-la de forma livre. Investi em direção ao Doutor, para que talvez ele perdesse um pouco da noção do tempo que teria de me esfaquear.

Caso estivesse com sua arma apontada diretamente para mim tentando fincar sua faca em meu corpo, ou com a mesma em riste visando fazer um corte vertical/diagonal, daria alguns passos para o lado no meio de minha investida para então segurar seu pulso e impedi-lo de manusear a arma naquele instante, para então aproveitar-me dos poucos segundos que teria e acertar um soco direto em seu nariz, aproveitando-me da rotação de tronco junto ao peso de meu ombro para potencializar meu golpe, visando nocauteá-lo no momento em que o ferro que encobria meu punho entrasse em contato com sua face. Se de alguma forma ele ainda estivesse acordado após meu murro, aproveitaria para acertar um chute lateral em suas costelas já machucadas, visando quebrá-las e impedi-lo de se movimentar por um bom tempo.

Se o bandido viesse com a lâmina na horizontal, com o braço um pouco para um dos lados de seu corpo ele provavelmente teria a ideia de causar-me um corte na horizontal, então deveria correr em sua direção e quando estivesse chegando próximo ao mesmo, dar um impulso maior e saltar em sua direção com minha cabeça visando acertar seu queixo para então desnorteá-lo por alguns segundos, os quais seriam minha chance para nocauteá-lo com um uppercut de direita. O meu impulso seria dado com o intuito de me aproximar de seu corpo antes do mesmo efetivar o corte na horizontal, fazendo com que apenas seu cotovelo/antebraço atingissem o canto de meu corpo e a faca acertasse o ar, não me ferindo desta maneira.

Histórico:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: First Round - Waking the Demon   First Round - Waking the Demon - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
First Round - Waking the Demon
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: