One Piece RPG
Que comece a caçada! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Que comece a caçada! Emptypor xRaja Hoje à(s) 01:39

» [ficha] Arthur D.
Que comece a caçada! Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:13

» Arthur Diggory
Que comece a caçada! Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:12

» Cindy Vallar
Que comece a caçada! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:53

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
Que comece a caçada! Emptypor Baskerville Ontem à(s) 22:20

» Jade Blair
Que comece a caçada! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:18

» Blackjack Baskerville
Que comece a caçada! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:17

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Que comece a caçada! Emptypor Licia Ontem à(s) 20:58

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Que comece a caçada! Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:31

» Karatê Cindy
Que comece a caçada! Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:29

» A inconsistência do Mágico
Que comece a caçada! Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 20:03

» Livro Um: Graduação
Que comece a caçada! Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
Que comece a caçada! Emptypor Milabbh Ontem à(s) 19:28

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Que comece a caçada! Emptypor Kekzy Ontem à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
Que comece a caçada! Emptypor Shiro Ontem à(s) 17:46

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Que comece a caçada! Emptypor Ceji Ontem à(s) 16:14

» Kit - Ceji
Que comece a caçada! Emptypor Ceji Ontem à(s) 15:23

» Mini-Aventura
Que comece a caçada! Emptypor Makei Ontem à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Que comece a caçada! Emptypor Ryoma Ontem à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Que comece a caçada! Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 12:34



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Que comece a caçada!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySex 20 Jul 2018, 18:57

Que comece a caçada!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Velko'z. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Velko'z
Membro
Membro
Velko'z

Créditos : 7
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 07/07/2018
Idade : 26

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySab 21 Jul 2018, 11:05

E assim eu começo

Eu caminhava pelas ruas de Porto Branco aleatoriamente e cabisbaixo, focado unicamente em meus pensamentos. Eu literalmente vagava pela cidade quase em transe, estava presntado muito pouco atenção na rua, até porque com a cabeça baixa, meus cabelos negros estavam cobrindo o rosto, algumas memórias corriam em minha mente tão nítidas como se estivessem passando por elas naquele exato momento.

INÍCIO DAS MEMÓRIAS

Em uma tarde, há certo tempo atrás eu, ainda um adolescente, e minha pequena irmã corríamos e brincávamos alegremente próximo à nossa casa no Vilarejo de Frushin. A brincadeira parecia não ter fim, até que a dona Florence, nossa mãe, nos grita para irmos jantar. O jantar foi como de costume, apenas nós três à mesa, tendo em vista que o patriarca de nossa família nos abandonou no dia em que descobriu que Beatrice estava à caminho. O três se tornavam mais próximos cada dia e apesar das dificuldades que passavam, tinham uma vida tranquila e feliz na medida do possível.

A casa da nossa família ficava na parte mais distante do vilarejo, em direção ao Mt. Ballon, e por isso ficava na rota de alguns viajantes que se atreviam a cruzar a montanha. Certo dia alguns desses viajantes vinham correndo, ao fugir da família de Brahka, e acabamos sendo pegos no meio da confusão e por mais incomum que isso fosse, até porque os membros da família das montanhas não vinham até ali e ao perseguirem os viajantes acabaram atacando a nossa casa junto com quem estava mais próximo.

Foram momentos de terror para todos nós que presenciamos aquilo. Todos corriam da melhor forma que podiam porém muitos acabavam sendo pegos e deixavam o rastro de seu sangue no chão. A nossa mãe foi umas das primeiras a serem atingidas pela fúria dos atacantes.

-Corram!! Se salvem! Proteja sua irmã Velko'z! Antes que o eu pudesse voltar para resgatar minha amada mãe, só houve tempo de ver uma espada atravessando o peito da mulher a quem eu tanto amava. As lágrimas apenas escorriam pelo meu rosto, enquanto segurava minha irmã no colo. A ultima memória que tive daquele momento foi a pancada que recebi na cabeça.

Depois de um tempo eu consegui recobrar a consciência, e ainda com a vista turva pode reconhecer o rosto de Beatrice coberto de sangue e poeira. A dor que senti naquele momento estava totalmente fora de qualquer parâmetro. Esse sentimento era o suficiente não para me fazer chorar, mas sim para paralisar totalmente, até respirar era difícil naquela altura.

Ao ser acudido por pessoas que não conseguia identificar, acabei desmaiando novamente. Ao acordar já haviam passado entre 3 e 4 dias. Minha vontade era de fazer justiça, porém não do modo tradicional, eu queria que as autoridades punissem o desgraçados que me causaram tamanha dor.

Eu fui até Porto Branco atrás de alguém que pudesse fazer justiça em nome de minha família, a polícia da cidade simplesmente o ignorou por não se tratar de assuntos da cidade. Ao correr desesperadamente pela cidade e acabou trombando com alguns marinheiros.

-Senhores Marinheiros! Por tudo que é mais sagrado, eu preciso que seja feita justiça. - eu dizia em sua súplica ao Marinheiros.

-Sai daqui moleque. Estamos de folga. Vai plantar alguns nabos por aí. - exclamou um dos marinheiros visivelmente embriagado, antes mesmo que eu pudesse contar a minha história, e saíram rindo do meu rosto choroso e desesperado.

Foi aí que eu, aquele adolescente que acreditava que o mundo era um lugar justo, apesar de algumas poucas pessoas, ví a real face envolta na sujeira que se apresentava. "Não é possível que esse mundo está tão podre, minha família morreu e nada será feito? As coisas não ficarão assim por muito tempo." - o motivo de ter sobrevivido ficou claro em minha mente, pois um pensamento, um ideal na verdade, estava se formando para mim.

FIM DAS MEMÓRIAS

Eu ainda estava me sentindo triste por reviver aqueles momentos, e ao voltar a realidade busquei em seus bolsos por algum cigarro, cachimbo, charuto ou qualquer coisa que pudesse ser tragado naquele momento. "Já fazem alguns anos, mas está na hora de eu começar aquilo que tanto me preparei para fazer. Trazer justiça com minha próprias mãos, já que este sistema podre não funciona".

Aquele adolescente crédulo de minhas memórias já não existia mais, tanto que agora eu estava fisicamente mais forte, havia desenvolvido o hábito de andar sem camisa pelas ruas de Porto Branco, para onde havia me mudado e começado a trabalhar como ferreiro. Talvez o hábito de não usar a parte de cima das roupas fosse para mostrar para mim mesmo a tatuagem tribal que fiz em homenagem as duas mulheres que mais havia amado na minha vida.

Caso eu tivesse encontrado algo para fumar, o faria enquanto me encaminharia para ir a uma loja para comprar um machado ou martelo, pois o meu único foco agora era começar minha jornada como caçador de recompensas e limpar a sujeira dos oceanos desde que aquilo me trouxesse verdadeiramente paz ao fazer justiça ao redor do mundo. Se meus bolsos estivessem vazios eu iria procurar algum lugar para comprar um cigarro, ou o que estive disponível, para me aliviar de meu vício e depois voltaria para o plano original.
-----------------------------------------------------------
Ao narrador, peço desculpas por ter usado o início de minha MINI aqui, é porque eu queria muito que esse fosse o começo do meu char, apesar de ter feito algumas modificações.

Histórico:
 

____________________________________________________



-FALA - "PENSAMENTO"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenway
Pirata
Pirata
Kenway

Créditos : 29
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 25/11/2016
Idade : 20

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySex 27 Jul 2018, 02:23

Post 01
Em Dawn Island o céu estava claro e limpo como de costume, havia no entanto, em meio a todos os seus habitantes, um jovem cuja mente se encontrava enegrecida pelas tristes memórias do passado. Flashbacks que hora ou outra acabavam por torturar o Velko’z, que se via pronto para dar o primeiro passo para sua grande jornada. Deixando seus flashbacks de lado, o aspirante a caçador, ainda em seu quartinho na casa do velho Ludovic, caçou em seus bolsos uma forma de saciar seu vício, tudo que encontrou no entanto fora um maço amassado com um último cigarro dentro, cujo qual ele acendeu com o resquício de gás que ainda tinha num isqueiro velho qualquer, por hora seria o suficiente, mas com certeza ele seria obrigado a comprar mais muito em breve.

Saindo do cômodo, se deparou com a casa que já lhe era familiar, pequena mas bem cuidada, era a residência do casal que lhe deixou morar por ali em troca dele ser o assistente do homem da casa, o ferreiro Ludovic, que trabalhava em sua oficina que ficava anexa a própria construção onde morava, sua mulher, Lucifernandis mantinha uma loja de conveniência logo ao lado, que não andava muita movimentada mas a senhora simplesmente gostava de passar horas a fio no balcão.

Indo para o exterior da casa, percebia-se que era manhã ainda, cerca de oito horas, mas o som do ferro batendo já podia ser escutado provindo da oficina do barulhento porém gentil Ludovic. Velko’z foi então até onde ficava a forja, na intenção de se armar e quem sabe conseguir seus cigarros ou charutos com a esposa do ferreiro. Não tardou até que o velho o notasse — Dando as caras por aqui tão cedo hã? É hoje o grande dia não é?! — exclamou o até então chefe do jovem, que já sabia de seus planos futuros por ter jogado conversa fora anteriormente talvez.


OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ficha
Spoiler:
 

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG!
Links para ajuda
:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Velko'z
Membro
Membro
Velko'z

Créditos : 7
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 07/07/2018
Idade : 26

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySab 28 Jul 2018, 10:54

~A PARTE MAIS DIFÍCIL É O ADEUS~

O dia mal havia amanhecido e eu já estava tendo pesadelos, e o pior é que dessa vez ele vieram comigo acordado. Apesar de serem memórias dolorosas, aquilo não me deixava deprimido, pelo menos não mais, mas simplesmente me mostrava a direção certa a seguir. Depois de revirar meus bolsos, pude achar o que um dia já foi chamado de cigarro e o que restava de um isqueiro.

Eu o tragava da melhor maneira que eu conseguia, com a fumaça preenchendo o quarto e deixando minha mente mais relaxada, já morava ali há tanto tempo que os donos daquele lugar já haviam acostumado com meu vício tanto quanto o possível, o cheiro que tinha ali já parecia que o quarto fumava por si só.

"Quem diria que eu ia conseguir ficar tanto tempo aqui, o velho Ludovic e a senhora Lucifernandis me ajudaram de uma maneira que ele nem podem imaginar." Minha gratidão para com aquele casal era imensa, tendo em vista a oportunidade de amadurecer tudo o que vinha sentido e concentrar meus pensamentos no meu real objetivo, não haviam palavras que pudessem expressar realmente como eu me sentia.

Depois de sair do quarto e ir até a forja, passei por vários cômodos da casa, e um sentimento de nostalgia me vinha a tona, pois muitos foram os momentos dentro daquelas paredes. Eu já havia passado por muito sofrimento, mas se houve um lugar que amenizou minha dor e até me trouxe certa alegria, foi ali, naquela casa com aquelas pessoas. Quando cheguei na forja o velho Ludovic me abordou, brincando com o fato de tão cedo e eu já estar de pé.

-Bom dia meu velho! Isso mesmo, hoje é o dia que vou partir na minha nova jornada. Vou precisar de uma dessas armas capengas que você tem aqui. O tom da conversa, por minha parte, seria totalmente de brincadeira. Não queria deixar um momento melancólico como minha última lembrança daquele lugar e nem deles comigo. Eu já sabendo como funcionavam os preços do velho Ludovic, já iria pegando o dinheiro e deixando em cima de algum lugar para que ele pudesse pegar depois, e caso ele tentasse recusar eu diria. -Nem pense em dizer não. Eu já te dei muito prejuízo e além do mais, suas costas já não estão mais como já foram um dia, então você não se pode dar ao luxo de fazer uma arma e não ser pago por ela.

Mas depois de pensar por um momento eu diria: -Sabe de uma coisa, vou ali falar com a sua esposa antes de ver isso, preciso de um maço de cigarros e um isqueiro novo, o pouco que fumei hoje mal deu pro gosto. E então eu iria ver a dona Lucifernadis na lojinha que eles mantinham do outro lado da casa, tanto para me despedir quanto para comprar os dois itens que faltavam em meus bolsos. Também não deixaria que ela me desse aquilo sem que eu pagasse, caso essa fosse sua intenção e diria: -Não é justo vocês me darem isso, vocês já trabalharam uma vida toda, eu ainda tenho muito tempo pra conseguir dinheiro, ainda mais ser formos ver o caminho que estou querendo.

Assim que estivesse com os itens que fui na loja pegar retornaria a forja e iria procurar algo que estivesse do meu agrado dentre as opções que ali haviam, estaria focando em machados, martelos ou clavas que estivessem a disposição para eu escolher. Sabia da qualidade das armas dali, mas ainda assim olharia com atenção para todas elas, vendo com qual iria me "identificar".

-Bom, acho que é isso. Queria agradecer a tudo que vocês fizeram por um jovem idiota como eu. Foi muito mais do que a maioria teria feito. Iria utilizar dessas palavras para me despedir daquele casal e se fosse possível os abraçaria também, para após isso pegar as minhas coisas e sair porta à fora dizendo: - Vocês foram o mais próximo de uma família que eu tive depois que tudo aconteceu, vocês amenizaram a minha dor como eu não imaginei ser possível. Mas não se preocupem, vocês ainda vão me ver muito, é só ficar de olho nos jornais.

Quando saisse dali, iria respirar fundo, pois com certeza teria sido um momento muito forte para todos ali. Com tudo pronto, iria buscar duas coisas, a primeira seria um lugar para me informar sobre esse ramo que queria seguir, pois apesar de isso fazer parte dos meus planos há muito tempo eu nunca havia me informado se havia algum lugar para me registrar ou se era apenas capturar alguém com uma recompensa e entregar à alguma autoridade que eu já seria considerado um Caçador.

Já a segunda seria buscar por um navio que me permitisse sair daquele lugar. No caminho até essas duas situações eu estaria olhando as ruas com atenção, pois sabia que as ruas eram violentas para os desatentos.
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________



-FALA - "PENSAMENTO"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenway
Pirata
Pirata
Kenway

Créditos : 29
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 25/11/2016
Idade : 20

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySeg 30 Jul 2018, 18:13

Post 02



Primeiros Passos



O jovem aspirante a caçador de recompensas podia não ser muito vivido, muito experiente ou muito sábio, mas sabia muito bem que despedidas eram sempre doídas e, portanto, preferia fazer sua parte para facilitar tudo, mantendo o tom amistoso e amigável na tentativa de empurrar a melancolia para o canto da sala. Ludovic franziu a testa e, logo em seguida, gargalhou alto o suficiente para toda a vizinhança ouvir, batendo na lombar de Velko’z já que sua altura não o permitia bater nas costas. — Minhas costas? Ruins?! Não me faça rir garoto, você será reconhecido como ichiban e eu ainda estarei longe de me aposentar, anote minhas palavras! — a partir dali Ludovic voltou ao trabalho, com um sorriso no rosto e apenas afirmando com a cabeça para o que o seu hóspede falava.

Do outro lado, o sino tocava conforme nosso protagonista adentrava a lojinha de Lucifernandis, que não era lá muito espaçosa e tampouco movimentada, porém o que lhe faltava em clientes lhe sobrava em organização e variedade de itens. A senhora se encontrava sentada, distraída e absorta na leitura de alguma revista boba, até que a presença daquele que era como um filho ou um neto para ela estava próxima o suficiente para literalmente lhe fazer sombra e roubar sua atenção. Dando um “pulinho” ao notar Velko’z, a dona riu sem graça, deu bom dia para o rapaz e lhe entregou os itens desejados.

Ah, como adivinhou que eu queria lhe entregar de presente? — disse a moça, um pouco sem graça — Ao menos me deixe dar-lhe um desconto! Maço de cigarros e isqueiro ambos por vinte mil, e nada de retrucar hein. — finalizou a dona do estabelecimento, empurrando para seu cliente os itens e esticando a palma da mão aberta, esperando o dinheiro que, de um jeito ou de outro, Velko’z fora obrigado a entregar. — Já já eu apareço lá para nos despedirmos apropriadamente querido — disse em um tom carinhoso com um leve pesar na voz

De volta onde Ludovic se encontrava, Vel se deparava com um arsenal incrível de armas que lhe seriam adequadas ao seu estilo de combate, eram todas simples, sem muitos adornos ou com características especiais, mas de qualidade notável que apenas um ferreiro poderia reconhecer. Haviam ali machadinhas, machado de batalha, machado persa, machado viking, machado celta, machado de cabeça dupla, tacapes, martelo de guerra (ambos de cabeça dupla e única) e clava, tudo isso, é claro, do tamanho digno de um bárbaro.

Quando terminou de escolher, pegando a arma e deixando suas últimas economias a vista do ferreiro, Lucifernandis chegou por ali e a despedida fora feita, Ludovic, pego de surpresa, apenas cruzou os braços, fechou os olhos e concordou com tudo que Vel disse, se prestasse bastante atenção, seria possível ver indícios de lágrimas nos cantos dos olhos. No entanto, o choro se fez inevitável quando a senhora fora abraçada pelo bárbaro, Luci quase que imediatamente se desmanchou em lágrimas de alegria e tristeza enquanto abraçava o grandalhão o mais forte que podia. Terminado a longa demonstração de afeto, o ferreiro socou a perna do garoto e disse em alto e bom som — E vê se não morre caçando os caras maus, pirralho! — disse, em tom alegre e um pouco bravo — É, e não se esqueça de nós quando estiver famoso e rico — brincou Lucifernandis, enquanto Vel saía pelas portas da forja.

Agora Velko’z tinha dois objetivos em mente: caçar informação e sair da ilha. Para buscar informação foi até o centro, onde a movimentação era maior, e lá descobriu que era tão simples quanto parece: você entrega um criminoso, assina alguns papéis e pronto, será um Caçador de Recompensas. Descobriu também que, apesar de não ter um QG em Dawn Island, havia por ali alguns selvagens que eram do interesse da marinha, muito provavelmente da mesma laia de bandidos que assassinou sua família. Para obter a recompensa por eles, seria necessário derrotá-los e levá-los capturados para uma ilha com Marinha, ou simplesmente matar e levar apenas a cabeça. No entanto ficou sabendo também que em outras ilhas encontraria criminosos com recompensas mais gordas.


OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ficha
Spoiler:
 

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG!
Links para ajuda
:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Velko'z
Membro
Membro
Velko'z

Créditos : 7
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 07/07/2018
Idade : 26

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptyTer 31 Jul 2018, 01:04

~MOSTRAR O OUTRO LADO~



Quando fui para a loja de dona Lucifernandis, acabamos por negociar os cigarros e o isqueiro por 20.000, como já havia deixado os 30.000 da arma com o velho, todas as minhas economias haviam por fim retornado para quem me ajudou a consegui-las. Ludovic manteve-se alegre ao responder bem a minha brincadeira, mas quando retornei e olhei bem as armas, acabei por escolher o machado com lâmina dupla. Tudo aquilo que estava guardado em meu peito acabou saindo quando nos abraçamos.

Minha primeira caçada estava sendo saber como funcionava exatamente tudo isso de caçador, e quando cheguei ao centro para me informar, resolver isso foi fácil. A burocracia era mínima e a possibilidade estava à minha frente. "Então ainda há alguns selvagens que estão causando problemas por aqui." Eu não podia sair da ilha sabendo que havia algo que estivesse ao meu alcance para resolver. A questão ali não era vingança pela minha família, mas sim trazer justiça para aqueles que não a conseguem sozinhos.

"Parece que meus primeiros passo estão mais próximos do que nós pensávamos meu velho, quem diria que eu poderia fazer algo por este lugar antes de sair daqui." Era o que eu estava pensando enquanto via aquele anúncio e lembrava das últimas palavras de Ludovic para mim. Eu iria atrás de informações mais completas sobre aqueles bandidos, como o local onde eu poderia encontra-los e o que pudesse mais descobrir.

Assim que conseguisse essas informações eu iria até o local começar a caçada, iria começar a prestar atenção olhando atentamente durante todo o caminho, pois imaginava que pudessem haver armadilhas ou emboscadas. Caso eu chegasse e já fosse atacado tentaria bloquear com a lâmina do machado se algo fosse disparado em minha direção, mas se o ataque fosse de curta distância em forma de estocada, eu iria desviar para o lado do braço onde vinha o golpe e realizaria meu ataque visando o pescoço do atacante. Se os possíveis ataques viessem na horizontal ou na vertical eu simplesmente saltaria para trás no intuio, além de desviar, para tomar impulso em um contra ataque vertical de meu machado.

Se na hora que eu chegasse e visse que tinha alguém sendo atacado, teria foco total para proteger a pessoa. Se fosse necessário, evitaria atacar desde que isso significasse proteger algum necessitado. Mas caso fosse possível manteria a mesma linha de abrodagem.
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________



-FALA - "PENSAMENTO"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenway
Pirata
Pirata
Kenway

Créditos : 29
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 25/11/2016
Idade : 20

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptyQui 02 Ago 2018, 01:56

Post 03

O Trio Selvagem


O mundo é dos fortes, isso é um fato consumado. Há aqueles que permanecem em sua rotina pacata e escolhem ser apenas mais um ser nesse vasto universo, mas há outros que enxergam mais que a simplicidade de suas vidas, que querem poder, querem fazer a diferença e estar no topo do mundo.

E para alcançar tal objetivo é necessário não apenas ter força de vontade ou ser apto fisicamente, é preciso também agarrar as oportunidades que surgem, não deixar as chances passarem e saber o que fazer quando for a hora certa. Velko’z era um bom exemplo disso, notou que aquela situação deveria ser agarrada ali e agora, era a chance dele de provar, principalmente para si mesmo, que aqueles seriam os primeiros passos de uma grande jornada.

O ferreiro foi de loja em loja, vasculhou aqui e ali por um tempo, reuniu informações através de boatos e cartazes de procurado e no fim obteve alguns fatos concretos: se tratava de um pequeno grupo de três bandidos, selvagens e bárbaros saqueadores que ao invés de se manter na montanha com o restante, resolveram dar as caras e reclamar algum tipo de liberdade. Em suma, eram mal vistos até mesmo pela escória da ilha, com certeza o pior tipo de gente possível. Foram vistos por último acampando próximo a estação Apple de zeppeli a jato.

O caminho até onde os relatos levaram Vel foi tranquilo, sem armadilhas ou empecilho algum, afinal, não era um território definido dos selvagens. Chegando lá, avistou já de certa distância, um trio que batia com a descrição indo em direção a estação de zeppeli, estavam um tanto quanto longes e o caçador poderia facilmente alcançá-los antes deles chegarem na estação, eles pareciam estar saindo de um acampamento improvisado.

Dentre os três elementos, havia um da mesma altura que o Velko’z, portando uma marreta pesada, havia outro um pouco mais baixo que o primeiro com um tacape de madeira e o último era relativamente baixo, cerca de 1,75 de altura, e tinha em sua cintura uma funda. Eram todos semelhantes, cabelos longos, bem peludos pelo seu corpo todo e pele morena, o que mais se diferenciava era o menor, não só pelo seu tamanho mas também por ser menos parrudo e musculoso que os outros dois.


OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ficha
Spoiler:
 

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG!
Links para ajuda
:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Velko'z
Membro
Membro
Velko'z

Créditos : 7
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 07/07/2018
Idade : 26

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptyQui 02 Ago 2018, 23:35

~SANGUE E AÇO~

Eu estava começando a me colocar numa situação da qual não haveria retorno, as portas de um mundo totalmente diferente estavam se abrindo para mim e eu precisava mostrar do que era capaz para saber se conseguiria me manter nele ou não. "Eu nunca matei ninguém na minha vida, mas se não for um inocente eu tenho certeza que consigo" Esse pensamento vinha e voltava em minha cabeça enquanto buscava por informações no comércio local sobre os três bandidos que estavam aterrorizando a vizinhança.

Depois de finalmente descobrir o paradeiro deles, percebi que se tratavam de um trio de malfeitores e segui em direção do local onde eles supostamente estariam. Minha cautela durante o caminho foi em vão, pois o caminho estava limpo de qualquer coisa que tivesse a intenção de parar visitantes. Quando cheguei, pude notar que dois deles pareciam ter um estilo de luta parecido com o meu e o terceiro tinha uma espécie de atiradeira, eles eram de tamanho e físicos distintos entre si sendo o maior do mesmo porte que eu.

O grupo seguia em direção aos zepelins e se encontrava a uma certa distância de mim, porém não o suficiente para estarem fora de alcance. "Se eu deixar o menor livre, terei problemas com ele dando cobertura para os outros dois." Com esse pensamento em foco eu avançaria em direção ao trio, indo na direção do menor, tirando o máximo de vantagem de minha Aceleração para pegá-los de surpresa.

Durante meu avanço, manteria minha visão focada no selvagem com a atiradeira, pois se fosse percebido antes de alcança-los e ele tentasse me alvejar eu tentaria me esquivar com saltos laterais sem parar minha corrida e caso o disparo fosse preciso o suficiente para que eu não pudesse evita-lo que fosse arremessado em mim, tentaria bloqueá-lo com meu machado antes de me atingir diretamente.

Tendo sido visto, ao me aproximar, já contava que todos os três estariam preparados, assim sendo iria fazer uma finta, fingindo que atacaria o atirador com um corte em diagonal de baixo para cima, mas na hora de realizar o golpe me moveria para atacar o maior com o mesmo movimento, só mudando o alvo. Acertando ou não continuaria avançando contra o mesmo selvagem, aproveitando de meu posicionamento para tentar atingir seu rosto com o cabo do machado após realizar o primeiro golpe.

Se conseguisse me aproximar sem ser percebido teria como alvo o selvagem menor e faria meu ataque com um movimento em diagonal, de cima para baixo, visando também cortar o cinto que prendia sua arma, para impedir que ele a pegasse antes de usa-la. Sendo meu primeiro golpe bem sucedido, ou não, me aproveitaria da proximidade para dar mais um passo a frente em direção de minha presa e faria o movimento contrário ao inicial, subindo o machado novamente contra o corpo do bandido.

Se minha primeira investida não surtisse efeito iria aproveitar da altura em que estivesse a lâmina do machado para realizar um corte horizontal, tentando atingir a cabeça do selvagem "mediano" e pegando-o de surpresa devido a mudança repentina de alvo e tentando inutiliza-lo o mais rápido possível. Durante todo o combate me manteria atento, utilizando de minha visão apurada, para tentar me colocar numa posição onde o meu alvo ficasse entre mim e os outros dois, me dando "cobertura" das investidas dos outros e ficando no 1x1 a maior parte do tempo que conseguisse.
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________



-FALA - "PENSAMENTO"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenway
Pirata
Pirata
Kenway

Créditos : 29
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 25/11/2016
Idade : 20

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptySeg 06 Ago 2018, 17:04

Post 03


Desvantagem


Encarando a situação por pouco mais que alguns segundos, Vel já tinha um plano de ação em mente, isto é: se livrar primeiro do atirador. Para isso, partiu o mais rápido possível na direção do trio, mais especificamente mirando no homem com a funda na cintura. Apesar dos outros dois estarem distraídos, o menor notou a presença do bárbaro por estar mais atrás, mas já era tarde e, apesar de ter se virado para encarar seu agressor e saltado para trás, evitando danos, o golpe de Velko’z cortou seu cinto, fazendo com que sua arma caísse. E, é claro, o homem que brandia um machado não parou por aí, e saltou para cima do selvagem, executando outro golpe que, dessa vez, o feriu gravemente.

Os outros bandidos, no entanto, não foram lerdos em reagir, e o homem com o tacape alvejou as costelas do aspirante a caçador antes que esse pudesse reagir, infligindo uma intensa dor que provavelmente o atrapalharia no combate futuramente. O selvagem com o machado ainda tentou cortar o protagonista na altura de seu peito, mas falhou quando o homem esquivou-se saltando para trás.

Haha, mais um cara da cidade se achando huh? Você pode ter derrubado o Krug, mas não vai conseguir ganhar no dois contra um, certo Trug? — falou o maior deles — Certo Grug — respondeu o com o tacape. Eles então andaram lentamente na direção de Velko’z, cada um seguindo por um flanco e o rodeando, como predadores que encurralam sua presa


OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Ficha
Spoiler:
 

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG!
Links para ajuda
:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Kenway em Sex 10 Ago 2018, 15:53, editado 1 vez(es) (Razão : Errinho bobo de português)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Velko'z
Membro
Membro
Velko'z

Créditos : 7
Warn : Que comece a caçada! 10010
Masculino Data de inscrição : 07/07/2018
Idade : 26

Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! EmptyQua 08 Ago 2018, 15:05

~CORTAR OU SER CORTADO~

Eu havia tentado uma abordagem muito arriscada, ela poderia ter dado muito errado, pois o selvagem menor havia me notado, mas como eu sempre consegui correr mais do que aparentava acabei chegando antes de ser interceptado no caminho. Meu primeiro movimento não atingiu o homem, mas cumpriu seu objetivo que foi impossibilitar que o mesmo sacasse sua arma para me atacar, com a abertura criada com isso consegui cortar meu inimigo mais facilmente.

Quando o primeiro inimigo já estava no chão, acabei sendo atingido pelo tacape do selvagem de tamanho intermediário e no fim consegui desviar do golpe do maior. Após esse primeiro embate os sobreviventes conversavam entre si, demonstrando bastante confiança de que que seria uma presa fácil. -Até que para um bando de selvagens idiotas, vocês até que sabem brigar. Eu diria isso para tentar ganhar mais algum tempo para respirar fundo e tentar sentir menos dor nas minhas costelas, para então completar: -Vamos ver qual vai ser o próximo nome idiota que vou colocar na minha lista de caçados.

Os dois agora tentavam me cercar, como se eu fosse um animal encurralado. "Se eles acham que um animal encurralado é mais fácil de abater, não poderiam estar mais enganados." Eu avançaria novamente, mas dessa vez iria me aproveitar que os dois estavam em posições opostas e correria o mais rápido que eu pudesse em direção à Krug, tendo em vista que seu colega por ser maior deveria ser mais lento e consequentemente demoraria mais ao tentar auxiliar do que se fosse ao contrário. Assim que chegasse à menos de 3 metros daquele selvagem mediano, utilizaria de minha técnica BALANÇO TEMERÁRIO no mesmo para tentar acabar com ele o quanto antes. A menos que meu alvo morresse com o uso da técnica, eu iria continuar meu ataque tentando atingi-lo no abdômen com a cabeça do machado para tentar debilita-lo, para concluir meu serviço com aquele bandido lançando um ataque em horizontal, visando o pescoço dele.

Durante todo o meu movimento, tentaria manter minha atenção dividida da melhor maneira possível entre aqueles dois, para caso eu seja atacado possa me esquivar. Se o ataque vier horizontalmente, tentaria saltar para trás e tentaria desferir um golpe na mão que empunhasse a arma, no intuito de fazer o atacante larga-la. Minha intenção era acabar com o menor antes que o outro chegasse, caso não conseguisse tentaria manter a proximidade do selvagem com tacape, mantendo uma distancia do outro.
Balanço Temerário:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

off:
 

____________________________________________________



-FALA - "PENSAMENTO"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Que comece a caçada! Empty
MensagemAssunto: Re: Que comece a caçada!   Que comece a caçada! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Que comece a caçada!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: