One Piece RPG
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Asger
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 20:40

» Samantha Evergreen
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 20:38

» Buki Bijin
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 20:33

» Rimuru Tempest
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 18:53

» Lotus Chô
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 18:49

» Gallore Strange
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 18:35

» Ling Tian
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 18:27

» Han Dom
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Hoje à(s) 18:11

» [Mini Aventura - Moryn] O Início
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Moryn Hoje à(s) 18:10

» [Kit - Gyro Zeppeli] Blum vai pegar
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Shiro Hoje à(s) 14:42

» Mini Zayel
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Zayel Hoje à(s) 14:11

» [Mini - Inim] O errante
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Visastre Hoje à(s) 13:37

» [Kit - Neferpitou - Hunter x Hunter] v2
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Blum Hoje à(s) 10:51

» [MINI-JuninhoSiq1997] O Inicio
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor JuninhoSiq1997 Hoje à(s) 10:41

» Raksha Ragnarson
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:55

» [Mini - Van] Seguindo conselhos
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Van Ontem à(s) 22:34

» Voltei, arrependido.
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:31

» [M.E.P] Inim
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Khrono Ontem à(s) 21:19

» [MINI - Pepino, o Breve] Rascunho
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor Pepino, o Breve Ontem à(s) 19:40

» [MEP] Seguindo conselhos
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 18:02



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Meursault
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 28/01/2018

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptySex 06 Jul 2018, 03:51

Combate


O velho continuava a dispensar os diversos candidatos enquanto Hurancan se aproximava, a presença do homem parecia causar indiferença no velho, já que ele continuava a reprovar todos que chegavam a sua mesa de forma simples e rápida. Se observasse bem a situação, o espadachim notaria que todos as pessoas que estavam sendo reprovadas eram jovens, provavelmente o mais velho deles devia ter dezessete anos, ou algo próximo disso. Zephyrus esperava alguns instantes antes de chegar a sua vez, o tempo de espera mal pode ser notado, devido a agilidade do processo e a tensão que tomava conta do homem.

Quando ficava diante do velho que organizava todo aquele processo, Hurancan percebia que o homem era um tanto quanto mau humorado, aparentemente não gostava do trabalho que estava fazendo, ou talvez fosse só frustração pelas inúmeras negações, da forma que fosse, mesmo deixando um semblante ranzinza transparecer, ele tinha um certo tom de austeridade. As palavras proferidas pelo espadachim pareciam entrar em um ouvido e sair pelo outro, foi tratado com o mesmo desprezo dos outros candidatos, mas sua negação não foi imediata, o velho rabiscou algo no papel, olhou para um lado, depois para o outro, teve um breve momento de reflexão, como se ponderasse os benéficos da adição do candidato naquela embarcação e finalmente proferiu as palavras que selariam o destino de Zephyrus. - Reprovado! - Dizia o homem, sem nenhum remorso ou explicação.  

Diferentemente dos outros candidatos, Hurancan contestava a decisão do homem, que ouvia calmamente todas as palavras ditas antes de retrucar. - Bem, vocês está certo, meio certo na verdade, você não é tão jovem assim. - A frase era um tanto quanto irônica por vir do velho. - Os outros eram muito novos, mas você? Você é velho demais, mais de trinta anos nesse iceberg devem ter congelado todas as suas juntas, não confio em você para proteger as minhas costas, mas pode provar que eu estou errado se quiser. - O velho se levantava, revelando sua baixa estatura, e gritava para embarcação. - Zambya, desça aqui, seu cão sarnento. - Em questão de instantes, um homem ruivo descia do convés do navio, carregando uma adaga e uma espada. - O que você quer, velho? - O velho acertava um soco na boca do estômago do recém chegado, fazendo com que ele se curvasse de dor. - Parece que eu ainda estou bem jovem, não é? - Pela primeira vez um sorriso surgia no rosto do velho. - De toda forma, esse senhor quer se juntar ao nosso humilde grupo, ele diz que sabe lutar, verifique isso. - Um sorriso arrogante surgia no rosto de Zambya, que crava a espada no gelo. - Pode fazer as honras, se tiver coragem pra isso. - O homem se afastava, dando espaço para Hurancan pegar a espada com segurança.        

Dicas do Bjarkinho, seu amiguinho:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hurancan
Membro
Membro
Hurancan

Créditos : 6
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/06/2018

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptySab 07 Jul 2018, 01:01

 
   Ser chamado de velho por alguém que claramente já estava na terceira idade seria algo inesperado. Ao menos agora sabia que os demais haviam sido reprovados pela falta de experiencia. Além disso, o velho estar dialogando, ao invés de simplesmente manda-lo embora, demonstrava que sua decisão não era imutável. Sua linha de pensamento seria quebrada de novo ao ouvir "você é velho demais":

  Velho demais? Será que esse barbudo tá ficando maluco? Tudo bem que eu já passei a idade desse bando de pirralhos por quase o dobro, mas caramba, são só 30 anos! Além disso, ultimamente eu tenho me sentindo como se tivesse 10 anos a menos de novo.


   Apesar do dialogo interno, Hurancan evitaria interrompe-lo, queria saber qual o ponto de toda argumentação que seu interlocutor queria trazer. Esse objetivo seria logo alcançado. Ao ouvir o velho chamar o outro homem no navio, um pensamento se intrometeria em sua mente.

Por favor, não seja outro velho chato, por favor. Ter que aguentar dois desses numa viagem vai se demonstrar meu primeiro desafio...


  Contudo, sua imaginação seria cortada ao ver que na verdade o outro era, ainda, ruivo. Ao ver as armas, seu humor mudaria. Passaria a ficar mais sério em razão da incerteza da intenção daqueles dois. Não tinha problemas em lutar, mas se queria ser recrutado para um navio, ficar com a imagem de brigão não lhe parecia oportuno. Novamente sua percepção da situação sofreria um forte revertério ao ver que o baixinho socara quem chamara de Zambya. Não conseguiria evitar de rir com a situação, apesar de ser uma risada abafada. O seu sorriso só aumentaria com o término do discurso do baixinho barbudo. Já sabia o que precisava fazer agora.

  O mar é um lugar muito interessante mesmo, nem sai da minha ilha e já encontrei dois malucos. Cada vez mais eu quero navegar.


    A ação de seu oponente, de lhe entregar uma arma, fora até "cordial". Sentiria-se até mal se machucasse um futuro companheiro de viagem, mas a situação não lhe dava muitas opções. O sorriso de seu oponente, ou sequer sua provocação pouco lhe importariam, pareceria que não tinha visto ou ouvido nada.

    Olha, não me leva a mal, tá? Como tu caiu no meio dessa situação, eu vou ter que te machucar um pouco. Mas prometo tentar evitar grandes males já que a gente vai navegar junto.


    Sua atitude faria parecer que nem estava levando a luta a sério, mas em verdade, só não considerava perder uma opção. Hurancan começaria a caminhar em direção a espada, e esticaria seu braço direito para pega-la. Moveria-a como se cortasse o ar, para se acostumar com o balanço e o peso dela. Simultaneamente afastaria-se quatro passos de seu oponente, sem dar-lhe as costas. Após, juntaria um pouco de neve com os pés, até ter um morrinho de pelo menos três dedos.

   
    Sabe, lutar nessa neve as vezes é um saco. Mas é algo que a gente se acostuma a fazer. Cuidado pra não escorregar com a faca na mão.



    Zephyrus giraria a espada em sua mão, passaria a segura-la de cabeça para baixo, de forma com que a lâmina ficasse em paralelo com seu antebraço. Cravaria-a levemente na neve e se abaixaria, ficando em posição semelhante a um corredor na largada, exceto por seu braço direito que se manteria esticado na direção de Zambya por segurar a empunhadura da espada. Sua mão esquerda seria posicionada em cima do morrinho de neve que tinha reunido. Usaria a espada cravada para puxar-se para cima, utilizando-a como um bastão de esqui, passando a correr em direção a seu oponente. Antes da palma de sua mão esquerda perder o contato com o chão, tentaria segurar o máximo de neve possível. Apertaria-a um pouco para deixa-la unida em uma unica unidade enquanto se aproximava de seu alvo. Apenas quando estivesse a pouco mais de dois metros de seu oponente, jogaria a neve acumulada em sua mão esquerda em direção a face de seu oponente.

   Se em qualquer momento seu oponente resolvesse arremessara adaga, só lhe seria possível tentar desviar-se um pouco para que qualquer machucado não fosse grave. Havia resolvido investir no ataque, pois era ele que estava sendo testado, passividade possivelmente não supriria a demanda do homem velho barbudo.




     Se essa efetivamente acertasse-o, de forma a força-lo a fechar os olhos, ou se esse colocasse a mão na frente do rosto de forma a bloquear a própria visão, Hurancan jogaria-se no chão como se intentasse dar um carrinho em seu oponente, mas desviaria levemente para o lado, de forma a não chocar-se com ele. Miraria a lateral da espada, cuja outra lateral estaria encostada em seu antebraço para aumentar o impacto, na canela do homem e, se esse perdesse o equilíbrio com o golpe em razão da velocidade que Hurancan tomara, giraria seu tronco de forma a poder novamente utilizar a espada com bastão de esqui e levantar-se com rapidez. Colocaria o pé em cima de seu oponente para evitar que esse se levantasse e cravaria a espada no chão ao lado dele. Sorrindo.

    Tá bom assim, barbudão? Agora eu queria saber qual nosso destino?

   Se por outro lado, o homem atacasse enquanto Hurancan deslizava no chão, seria forçado a usar a espada para se defender, impossibilitando-o de derrubar seu oponente. Ficaria em uma posição delicada visto que já estaria no chão, contudo uma vez que já estaria em movimento, se seu oponente não lhe impedisse o caminho, haveria apenas uma janela de tempo para seu oponente acerta-lo. Passada essa janela, qualquer ataque de seu oponente colocaria-o em desequilibro, pela necessidade de abaixar-se para atacar. Sabia que nesse caso teria um pouco de tempo para se levantar.
   
   Nesse caso, contudo planejava encerrar a luta de uma forma diferente da esperada: aproveitaria que as posições inverteram-se e estaria mais próximo ao velho.

    Ei velho, se eu fosse um invasor no navio de vocês, poderia simplesmente ir atras de você agora. Tem certeza que só esse que você chama de "cão sarnento" é suficiente pra proteger suas costas? Acho que você poderia usar um pouco mais de velocidade nesse time.  







    Por outro lado, caso o homem optasse por desviar da neve, Zephyrus atacaria seu oponente com um golpe de baixo para cima, visto que segurava a espada de cabeça para baixo. Perderia um pouco de força por fazer um movimento desfavoravel para seu pulso, mas dificultaria a defesa de seu oponente, que se não optasse por desviar novamente seria forçado a defender-se já bastante próximo visto que segurava uma adaga. Se a proximidade fosse suficiente, colocaria a mão esquerda na nuca de Zambya, e puxaria a cabeça dele para sua direção, forçando-a o máximo que conseguisse para baixo. Moveria seu corpo para o lado, de forma a abrir caminho, enquanto cravava novamente a espada no chão para usar de apoio e com sua perna direita chutaria a perna de seu inimigo para desequilibra-lo e joga-lo no chão.

    Já chega, né, velho? Acho que tu pode acreditar em mim agora

   Sua verdadeira expectativa era que Zambya não resolvesse lhe dar uma cabeçada, nesse caso teria de aceitar o golpe e tentar usar a investida de seu oponente a seu favor, aproveitando que seu oponente já criaria um movimento forte. Deixaria-se cair com as costas no chão, mas com a perna esquerda chutaria o tornozelo de seu oponente para trás,  forçando-o ao máximo para que caísse também, visto que manteria a mão na nuca de Zambya, podendo puxar-lhe na queda. Colocaria o joelho direito no tronco de seu oponente para evitar que ele caísse diretamente sobre si. Após o chute, já moveria a perna esquerda para a mesma posição da perna direita: entre si e Zambya. Estaria quase numa posição fetal, mas era provável que assim teria força suficiente para, aproveitando-se do momentum da queda, jogar seu oponente para trás, quase como um golpe caratê.

    Tu não é ruim "cão sarnento", mas acho que já viu que se tu quer defender o velho, eu vou ser útil.


____________________________________________________

Legenda:
 

Links:
 

Lembretes:
 


Última edição por Hurancan em Qua 11 Jul 2018, 23:11, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meursault
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Meursault

Créditos : 4
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 8010
Masculino Data de inscrição : 28/01/2018
Idade : 22
Localização : Loguetown - East Blue

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptySeg 09 Jul 2018, 05:27

~Post NEGADO~



* Então, o post ficou muito bom, você descreveu bem os movimentos que realizou, foi criativo, surpreendeu usando o cenário ao seu favor, contemplou diversas reações do oponente em relação aos seus movimentos, pra resumir: Ofensivamente, foi excelente. O problema no entanto surgiu na parte defensiva do post, os dois aspectos básicos de um post de combate são ataque e defesa e não existe nenhuma possibilidade de defesa no seu post, não adianta acertar seu inimigo se você estiver completamente indefeso. Como seu personagem reagiria se seu oponente tomasse a iniciativa e tentasse encaixar uma estocada no seu peito? Como reagiria se ele arremessasse a adaga? Se ele desviasse das suas tentativas e revidasse com um golpe de cima pra baixo quando você estivesse deslizando no chão? Não precisa considerar todos os casos em todos os momentos, podem ser considerações mais gerais mesmo, mas precisa pelo menos ter algo. Como no seu primeiro post, não precisa alterar nada, só adicionar, a base tá muito boa. *

____________________________________________________


[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 ThWbVxC
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hurancan
Membro
Membro
Hurancan

Créditos : 6
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/06/2018

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptyQua 11 Jul 2018, 23:15

Alterações feitas conforme requerido:
 

____________________________________________________

Legenda:
 

Links:
 

Lembretes:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meursault
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Meursault

Créditos : 4
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 8010
Masculino Data de inscrição : 28/01/2018
Idade : 22
Localização : Loguetown - East Blue

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptyQui 12 Jul 2018, 23:47

Finalização


Zambya ria ao escutar as palavras de Hurancan. - Infelizmente eu não posso prometer as mesmas coisas, mas não me leve a mal, é por uma questão puramente profissional. - O deboche na voz do homem era facilmente notável, era claro que ele estava confortável com a situação, muito provavelmente já tinha feito esse ritual algumas vezes, mas talvez seu excesso de confiança pudesse atrapalhar mais que ajudar. O gatuno agia cordialmente, esperando Zephyrus se acostumar com a arma sem tentar nenhuma ofensiva. - Lutar é sempre um saco, não gosto de ficar arriscando a minha vida por ai. - Com o passar do tempo e os movimentos feitos pelo espadachim, Zambya começava a estranhar um pouco a situação. - Então, a gente pode começar logo ou você ainda vai ficar brincando na neve por muito tempo? - Quando menos esperava, o homem era surpreendido pela estratégia de Hurancan, que avançava com sucesso, arremessando a bola de neve.

A vida ao mar tinha dado certa experiência em combate para o gatuno, além disso, seus reflexos eram admiráveis, assim sendo, o homem era capaz de usar a a adaga, que portava na mão direita, para acertar e destruir a bola de neve antes que ela atingisse o seu rosto. Assim que sua visão ficava livre, Zambya procurava pelo espadachim, sem sucesso, nessa altura, o homem já estava deslizando na neve. Zephyrus acertava em cheio a canela direita de seu adversário, que estava mais pra frente, desequilibrando o homem, mas o espadachim não era capaz de sentir o impacto da segunda canela, o gatuno havia conseguido saltar a outra perna por cima do golpe e caia na neve com o apoio de duas mãos e uma das pernas, um resultado diferente do que Hurancan havia planejado. O movimento de recuperação de espadachim era rápido, mas o seu oponente era mais rápido ainda, assim que consegui se recompor, Zephyrus sentia um objeto frio contra o seu pescoço, pela posição do seu adversário, claramente se tratava da lamina da adaga, sua espada ainda estava com a ponta na neve após ser usada de apoio, em um combate real, aquilo seria a morte. - Isso foi bem sujo. - O gatuno falava como se aquilo fosse uma espécie de repreensão, mas logo mudava o seu semblante. - Adorei isso, ele vem com a gente, velho. - O velho barbudo não demonstrava nada ao escutar a decisão do seu subordinado. - Que seja, ele parece ser o menos pior mesmo. Pode embarcar, novato. - O caminho para o futuro estava livre para Hurancan, literalmente, se subisse por aquela ponte e embarcasse no navio teria as aventuras que tanto desejava, ao menos era isso que esperava.        
     

Dicas do Bjarkinho, seu amiguinho:
 


~FEEDBACK~


Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."

Opinião:

____________________________________________________


[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 ThWbVxC
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hurancan
Membro
Membro
Hurancan

Créditos : 6
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 25/06/2018

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptySex 13 Jul 2018, 23:07

   A habilidade de Zambye espantara Hurancan. Não esperava que com uma arma tão pequena, sua defesa fosse tão fácil. Continuou seu plano até o último momento, contudo ao sentir o frio contra seu pescoço sabia que havia fracassado. Não sentiria medo do que adaga de seu oponente pudesse fazer, sentiria-se apenas fraco e decepcionado. A decepção era tanta que havia sobrepujado a latente curiosidade de Zephyrus sobre qual a extensão das habilidades de Zambya que ele sequer teria visto nessa breve luta.

  Droga. Como ele é rápido! Se ele não me matar, eu vou procurar outro barco. Ou talvez eu me enfie no barco deles a noi...

  Contudo, o pensamento do rapaz era interrompido, ficaria sem reação por um momento, só conseguindo realmente entender que seu fracasso estranhamente se tornava um sucesso quando ouviria a voz do velho barbudo.
 
  Jura?!

  Zephyrus tentaria se acalmar, a felicidade havia tomado conta de si por um momento. Mas não desejava mostrar a surpresa, além disso envergonhava-se por agir como uma criança que recebia um presente em plenos 30 anos. Era melhor para ele não dar a oportunidade que os dois repensassem no assunto.

  Senhores, posso prometer que não se arrependerão disso. Minha lealdade certamente será útil a vocês
 
  Finalmente o mar seria seu. Começaria a imaginar tudo que encontraria: lugares quentes, praias, pessoas incrivelmente fortes, danças exóticas, paisagens de outro mundo. Começava e imaginar quantas habilidades as pessoas de outros lugares teriam. Zambya já havia lhe surpreendido e sequer havia saído de sua terra natal. Em seu amago, uma alvorada começava. Sentiria cada centímetro do seu corpo vibrando com a empolgação. As lutas que poderia travar e quantas pessoas ainda mais fortes que o próprio Zambya que recém o derrotara poderia encontrar. Era como se seu crescimento começasse agora, e sua verdadeira pessoa fosse recém começar a se moldar.
 
    Eu espero vocês no navio então!

    Sem dar muita bola para o bom senso, Hurancan afastaria a lamina de Zambya empurrando seu braço e subiria a rampa do navio como se fosse ele quem decidisse quando zarpariam. No fim, não fazia muita diferença. Hurancan não tinha onde dormir, não tinha mais nada que lhe prendesse naquele porto ou sequer naquela ilha. Com seu pai morto e sua mãe a muito sumida, mesmo o conceito de uma nova família só poderia ser construído atravessando os mares.






Off e Feedback



Primeiro de tudo obrigado pelas dicas, pelo que me ensinou e pelo que me corrigiu. Inclusive, vou seguir essa última sugestão e pegar acrobacia e luta de rua.
Posteriormente, quanto ao feedback: foi bem bom, bem tranquilo aprender como funcionam as coisas no fórum com o Bjarke. Me sanou dúvidas, foi professoral. Me deixou com vontade de jogar mais com as narrações, me surpreendeu nessa breve história.
Pelas razões acima expostas eu defiro eu diria que foi muito bom.

____________________________________________________

Legenda:
 

Links:
 

Lembretes:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meursault
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Meursault

Créditos : 4
Warn : [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 8010
Masculino Data de inscrição : 28/01/2018
Idade : 22
Localização : Loguetown - East Blue

[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 EmptySab 14 Jul 2018, 01:47

~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações: Vou deixar umas últimas dicas em spoiler, dê uma olhada.
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.
Dicas finais:
 

____________________________________________________


[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 ThWbVxC
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*   [MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo* - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI-*Hurancan*] *Desígnios herdados e a beleza desse mundo*
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: