One Piece RPG
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI-*fxgabriell*] *Em busca de justiça*
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor fxgabriell Hoje à(s) 9:14 pm

» Apresentação 4 ~ Falência Articulada
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 8:36 pm

» Supernova
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Shroud Hoje à(s) 6:48 pm

» Do ferro ao aço
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Vincent Hoje à(s) 6:03 pm

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 5:53 pm

» Cap. 2 - The Enemy Within
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor King Hoje à(s) 5:39 pm

» As mil espadas - As mil aranhas
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor jonyorlando Hoje à(s) 5:06 pm

» Unidos por um propósito menor
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Oni Hoje à(s) 4:49 pm

» [MINI-Ballu] Um momento desesperador
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Shroud Hoje à(s) 3:16 pm

» Green Alert! O imortal Renasce! Ressurreição dos Skull Moneys(Parte.1)
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Noah Hoje à(s) 3:14 pm

» [MEP - Haqim]
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Haqim Hoje à(s) 2:36 pm

» [Mini-Radamanto] One Piece - MEP
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Radamanto Hoje à(s) 2:28 pm

» [Mini-Radamanto] One Piece
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Radamanto Hoje à(s) 2:19 pm

» [Mini-Haqim] Maelstrom
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Shroud Hoje à(s) 2:07 pm

» Enuma Elish
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 2:04 pm

» III ~ Uma Loira na Ilha das Aranhas?
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Noelle Hoje à(s) 2:03 pm

» [LB] O Florescer de Utopia III
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor GM.Midnight Hoje à(s) 1:25 pm

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 1:24 pm

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Faktor Hoje à(s) 12:47 pm

» Kit - Vincent Kjellberg -Blum vai pegar
Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Emptypor Blum Hoje à(s) 12:37 pm



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Ato III: Not Fast but Furious

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... , 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptySex Jun 08, 2018 3:58 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Ato III: Not Fast but Furious

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Piratas e Revolucionário Mephisto Redgrave, Yamazaki Raizo, Nerockiel Schwarz, Katherine Silverstone, Ryujin, Siegfried Uller Frey. A qual não possui narrador definido.



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Boreal
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 31/03/2013

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyTer Set 18, 2018 1:51 pm

Os olhos verdes compenetrados seguiam a missão sem falhar nem desviar por nenhum instante. Eles caminhava por entre a visão da frente do navio, e olhando um pouco para os lados, verificando a distância das paredes de pedra vermelha para corrigir a trajetória quando necessário. A cabeça estava travada, o que se moviam eram meus globos oculares somente.

O peito, inflamado, palpitava como uma criança feliz, saltitante ao receber um presente, e ali era, de fato, um presente para o meu coração: um sentimento de liberdade nunca sentido antes, que só podia ser traduzido em uma bela gargalhada ao quanto que mantinha as mãos firmadas no timão. - HAHAHAHAHAHAHA... - E assim mantinha, com aquele semblante alegre, mas com um toque de determinação.

E assim é que se manteria, com força, garra, e a possível ajuda do companheiro Rurik, travando o timão com todas minhas energias até que alcançássemos o topo. E tudo que sobe, desce, é a lei. E, por tal lei, assim se seria, e já não seria mais tanta a preocupação de direcionar o navio, mas manter-nos na embarcação diante do forte solavanco que receberíamos.

Meus pés estariam travados no chão na madeira do Holandês, as pernas bastante flexionadas de forma a concentrar cada vez mais meu centro de gravidade para baixo, forçando-me para não voar longe com a cinética daquela movimentação. Os punhos se manteria travados em todo instante no timão, como um capitão que não abandona seu navio, e tentaria prever o instante da inversão da velocidade para, nesse momento, enrijecer ainda mais os músculos de todo corpo para que me sustentassem.

E, se não me sustentassem, usaria de todas as artimanhas que estivessem a minha disposição para, a princípio, não cair nas águas, mas também manter-me junto do timão a todo instante. Assim, poderia sacar meus machados e enfincá-los na madeira da escuna, me prendendo a eles e usando de apoio para me firmar mais ainda, ou mesmo agarrar algum objeto fixo que estivesse próximo, como o próprio timão, que já segurava desde o início, ou me segurar na amurada do Holandês, ou mesmo agarrar algum companheiro próximo, tomando cuidado para não acabar, de alguma forma, puxando-o para fora junto a mim.

Também, no que fosse possível, caso notasse algum companheiro sendo lançado, e passando perto de meu campo de alcance, eu tentaria me manter fixo com uma das mãos no timão(ou no machado), enquanto com a outra tentaria segurar o indivíduo por qualquer parte que fosse. Até mesmo, se não o alcançasse por pouco, puxaria o martelo e viraria seu cabo na direção da pessoa, para que o segurasse, enquanto travaria a cabeça do martelo ao lado de meu corpo, preso por meu braço.

Independente de qualquer coisa, quando atingisse os alto os olhos brilhariam, como se contemplasse a própria Valhalla, mas possivelmente vendo a extensão do mar da Grand Line, e desenhando em minha mente a destruição e caos que poderia causar naquelas terras. Só restava a vontade de gritar, gritar, gritar, e vocês sabem bem o que. - EEEUUU SOOOOOOOUUU... - O pulmão, cheio de ar por uma inspirada anterior, começaria a se esvaziar no brado bárbaro. - ...SIEEEEEEEGFRIEEEEEEEEEEEEED... - O lendário herói nórdico. - ...UUULLEEEEEEEEEEEEEEEEEEER... - O deus nórdico da caça, da justiça e do inverno. - FREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEY! - O deus nórdico do bem, da alegria e da paz, e aqui está a contradição: O ruivo que leva seu nome como marca do clã virá para acabar com todo o bem, toda alegria, e toda a paz, para impor seu império de discórdia e horror. Para a honra de todo viking, vivo ou morto, desta terra! Para que todos conheçam seu nome, meu nome: SIEGFRIED ULLER FREY!

E assim, com o alcançara das águas novamente, tentaria buscar com os olhos um lugar de terra firme, observando tudo ao redor, além de notar se precisaríamos novamente abrir as velas ou se a própria correnteza seguiria a nos motorizar.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Mercenário
Mercenário
ADM.Ventus

Créditos : 55
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyTer Set 18, 2018 11:00 pm


Era para isso subir mesmo?


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


XVI. Para cima?

Eu ainda não tinha visto de muitas coisas neste mundo, a grande montanha vermelha que parecia subir infinitamente era uma delas, seu topo estava escondido entre aquelas nuvens de chuva fazia parecer que a montanha não tinha fim, a tempestade caia me molhando aos poucos enquanto eu sofria com os solavancos do barco mas ainda assim conseguia me manter firme com meu corpo levemente curvado e o meu centro de gravidade abaixado, eu e a celestial relatamos tudo que víamos assim como o velho Purg o que fez com que nossas vozes se mesclasse com o som da chuva em um cenário conturbado com o Frey respondendo cada informação com uma ordem nova tentando manter o navio inteiro. ~ Isso é loucura... ~ Refleti deixando que os ventos mexessem com as minhas madeixas, a empolgação era de certa grande como se naquele momento nós estivessemos desafiando a natureza resistindo aos seus ventos fortes, ondas turbulentas e chuva incessante, com uma mão eu removia algumas mexas de cabelo de frente de meu rosto em um movimento suave de meus dedos olhando melhor para o cenário em que nós encontrávamos de alguma forma sentindo que cada vez ficávamos mais rápidos até ouvir o alerta de um dos revolucionários. ~Se segurem bem! Estamos subindo!~ Um pouco espantado e surpreso eu não entendia bem algumas daquelas palavras, minha atenção estava focada onde Sieg tinha pedido para eu olhar e por isso não vi necessidade de olhar para as doze horas onde todos basicamente tinham visão, o início daquela frase eu entendia bem “segure-se” okay meu corpo fez isso de imediato com minha mão direita segurando a corda amarrada em minha cintura e a esquerda segurando a amurada próxima de mim mas “subindo” aquilo não fazia o menor sentido. - Como assim subindo... - Diria quase no automático ao ouvir aquele alerta enquanto virava o meu rosto em direção às doze horas para ter a visão que todos ali tinham.

Eu ainda não tinha visto de muitas neste mundo de fato, uma forte correnteza subindo uma montanha vermelha que parecia subir infinitamente era uma delas, estava calmo mas não pude deixar de me espantar com aquela cena sendo tomado brevemente por uma grande surpresa. ~ Isso é mesmo real? ~ Me questionava internamente confiando que os instintos do navegador não permitiriam que a nossa embarcação perdesse o controle no meio daquele trajeto caso contrário… Bem, prefiro nem imaginar, me mantive em silêncio tentando segurar firme no que já tinha citado enquanto mantinha-me com os joelhos flexionados buscando manter o meu corpo abaixado, conforme fossemos subindo eu inclinaria cada vez mais o meu corpo para frente enquanto concentrava todas as minhas forças em me segurar para não cair do navio.

off:
 


- Falas -
~ Pensamentos ~
Objetivos:
 
Histórico:
 
Lista de compras:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vincent
Revolucionário
Revolucionário
Vincent

Créditos : 42
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 9010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2017

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyQui Set 20, 2018 9:09 am

 Eu vou caí

As agitações no navio começavam com a chegada de alguns redemoinhos, que primeiramente fora avisado pelo emo e assim o viking girava o timão buscando evitar o obstáculo, mas acabava o empurrando para outro a qual fora eu quem avisara sobre tal perigo. Cada vez que ficávamos mais próximos era possível ver a água subindo pela montanha, apenas o topo não era visível por conta das nuvens que o encobriam. Estaria nesse momento tremendamente animada, afinal estava vivenciando isto pela primeira vez e era uma situação bastante perigosa ”Você vai morrer nessa tempestade ou então vai acabar caindo no mar” Apesar de desta vez, ela estar um tanto certa não deixaria de me estressar, já que sabia muito bem cuidar de mim mesma sozinha ”Não tem problema, eu estou segurando firme na amurada será difícil cair dentro do mar” explicaria procurando não perder a calma que estava tendo no momento, além disso estava animada demais para perder tempo com bobagens do tipo. Possivelmente poderíamos sentir a inclinação do navio quando começávamos a subir a Reverse Mountain, caso eu pudesse acabar caindo no mar procuraria algum local mais seguro que a amurada para isso não ocorrer, todavia se não corresse risco permaneceria ali agarrando com praticamente toda a força que possuía.

Conforme íamos subindo a montanha começou a ser possível sentir as nuvens de perto, além disso a nossa respiração tornou-se pesada o que transformava algo simples em dificultoso. Assim que o topo da montanha pode ser visto a tempestade se encerrava, faltando apenas a descida para chegarmos até a Grand Line. Mesmo agarrada em algum lugar, procuraria observar tudo o que acontecia - Yey! gritaria demonstrando toda a empolgação que estava sentindo nesse momento - Me espera aí Grand Line continuaria a falar com o mar ou então apenas soltaria as palavras ao ar para quem quisesse ouvir o que estava dizendo. Não havia muito mais o que fazer, visto que eu não poderia simplesmente me soltar da onde estava agarrada para não cair ao mar e consequentemente virar comida dos Reis do Mares ou então me espatifar contra as rochas da montanha ”Você realmente é um pouco louca, afinal até com o mar conversa achando que ele vai responder” o stress se elevaria ao máximo com tais palavras ”Eu sou louca por ainda tentar te ouvir com essas besteiras" mesmo a vontade de esgana-la seja alta não perderia tempo com isso. De toda forma, permaneceria me segurando em algo para não cair e aproveitaria para ver as surpresas que ainda poderiam vir nessa nossa travessia a Reverse Mountain.



Histórico Vincentão:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ato V: Aranhas e mais aranhas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Vincentão em Qua Set 26, 2018 1:06 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 39
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptySex Set 21, 2018 11:31 pm



Ato III: Not Fast but Furious



As emoções divergiam entre surpresa e ânimo com a subida da reverse mountain, todos pareciam bem empolgados com a inclinação que o barco estava tendo, subindo montanha acima de uma forma inacreditável do qual quase nenhuma pessoa sonharia em presenciar algum dia. Todos estavam empolgados com tal atitude e tudo estava encaminhando bem para o grupo, os membros seguravam-se bem em alguma parte do barco, fixando os seus pés no chão com força o suficiente para a madeira ranger, mais do que estava rangendo com a pressão que a água e a inercia exigiam do casco e das juntas do barco. O topo estava chegando cada vez próximo e quando as nuvens sumiam de vista por um momento, era possível ver que a água se colidiam em um ponto específico, as águas que voavam alto transformavam-se em gelo e quebravam-se em meio ao ar, deixando um belo brilho e as nuvens brancas deixando tudo aquilo mais bonito de se ver, era um verdadeiro espetáculo mais belo do que qualquer chafariz que os homens e mulheres já haviam visto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O barco estava reto quando o barco chegava ao topo, chegando a voar por alguns segundos em slow motion até que a gravidade puxassem eles de volta para baixo, começando a descer com uma força ainda maior do que a de antes, a água agora descia montanha abaixo como qualquer montanha normal e era possível ver uma luz em meio as nuvens brancas, como se rodasse por todo o local. O navio dava uma instabilidade com a pressão exercida da água e necessitaria de ajustes para conseguir descer reto, pois o trabalho do timoneiro/navegador nunca acabava em paz. Siegfried gritava o seu nome da maior e forma mais audível possível, onde Rurik gargalhava e era possível ver que Athenas também ria jutno de Mephisto, todo o ambiente e Purg gritando lá de cima: - Mais atenção agora! Estamos descendo! – Por mais que fosse óbvio, ele preferia dizer isso para alertar os mais desatentos, pois aquele não era o momento de eles relaxarem, visto que ainda deveriam descer e possuía um grande perigo através daquilo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Considerações:
 


Ferimentos:
 


Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptySab Set 22, 2018 12:33 am

- VAI SE FODER, SEU VELHOTE, EU NÃO PRECISO DE UM PROFESSOR DE NAVEGAÇÃO, CARALHO. - Franzia a sobrancelha enquanto gritava para Purg no caralho, levantando um dos punhos fechados e balançando-o enquanto falava. Mas, não era aquilo que iria me afetar, enquanto o sorriso determinado e  o olhar compenetrado voltavam a estampar as feições.

As mãos na madeira do timão me conectavam com o navio como se ele fosse uma verdadeira extensão de meu corpo, e era assim que eu deveria tratá-lo para sobreviver aquela montanha, como devidamente havia feito. E agora estávamos próximos do fim, a chegada então para a incrível e temida Grand Line.

Assim, manteria o corrigir da trajetória do navio, girando o timão, vezes com força, vezes com leveza, analisando o momento para o que parecia mais propício, como Navegador que era. Tentaria impedir que o barco virasse em meio a aquilo, ou algo do tipo, mas se acabasse por perceber uma inclinação perigosa, gritaria para o tripulante que estivesse daquele lado. - ACIONE O CANHÃO DESTE LADO! PRECISAMOS IMPOR UMA FORÇA CONTRÁRIA OU IREMOS VIRAR! - Mexeria uma das mãos com o indicador esticado enquanto proferisse tal coisa.

Se em algum momento sentisse a necessidade do princípio motor do vento, ordenaria para os que ali estava próximos, da mesma forma que faria no caso anterior. - DESÇAM AS VELAS! - E, de novo, mexeria uma das mãos enquanto dissesse.

E, como antes, tentaria me manter firme, para assim que fosse possível, começar a direcionar o navio para algum lugar onde pudéssemos atracar. Procuraria por um ponto onde não houvesse muita movimentação próxima, ou coisa do tipo, pois eu já havia ouvido as histórias sobre aquela região, e conhecia que não era um lugar para se brincar.

Encontrando um lugar propício, iria direcionando o navio, enquanto pediria para que recolhessem novamente as velas, caso elas tivessem sido soltas, e soltassem a âncora. Esperaria que Purg descesse até o convés, e então iria diretamente nele. - ESCUTA AQUI, EU SEI QUE VOCÊ É TODO SABIDO DAS COISAS E TAL, MAS EU FUI BEM ENSINADO NAS ARTES DA NAVEGAÇÃO TAMBÉM, MALDITO! NÃO ACHE QUE PODE FICAR ME DANDO ORDENS. - O fitaria de forma intimidadora, fazendo uma pausa dramática. - Agora, se você souber alguma coisa que possa me ajudar a entender melhor desse barco, aí sim eu gostaria de aprender. - Quero dizer, alguma coisa como carpintaria. Gostaria de insistir com Purg caso ele soubesse algo do tipo, e tentaria aprender com o mesmo, demandando o tempo que fosse necessário. Caso ele soubesse algo sobre armadilhas, e não sobre carpintaria, prestaria também, afinal eram os conhecimentos que eu gostaria de adquirir desta vez.

E por ter chego a Grand Line, vale mais um gole da Garrafa de Saquê dada por Mephisto - a única bebida que havia me restado -, oferecendo também para os demais tripulantes.


Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Mercenário
Mercenário
ADM.Ventus

Créditos : 55
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyDom Set 23, 2018 11:55 am


Tudo que sobe uma hora tem que descer


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


XVII. Para baixo?

Mesmo que eu não tenho tanta experiência quanto desejava, nem por isso eu era um idiota qualquer, com meu tempo de vida e experiência tinha aprendido coisas fundamentais como o fogo queima, o vento sopra e tudo que sobe um dia desce e aquela subida era preocupante não sabia se Siegfried era um navegador apto para aquele serviço dado a sua crise emocional na carroça, temia pelo homem perder o controle da embarcação e bater com o casco do navio contra uma das paredes algo que naquela velocidade em que estávamos poderia ou melhor, seria fatal, todos gritavam e falavam coisas que se tornavam sem sentidos para mim em meio as rajadas de vento e o som abrupto da correnteza, meu coração batia acelerado em uma adrenalina que nunca tinha sentido antes, não era medo e nem nada do gênero mas uma certa empolgação, um pico de adrenalina que só alguém em uma montanha russa sentiria e quando finalmente ultrapassamos as nuvens eu pode voltar por um breve momento a contemplar o sol sendo banhado pelos seus raios, a vista dali de cima era maravilhosa em uma beleza que até eu pude reconhecer, estava feliz, um singelo sorriso se formou em meus lábios com um olhar quase inocente e jovial admirando uma beleza que palavras não poderiam descrever, talvez por estar extasiado com a adrenalina e empolgação de chegar na Grand Line eu me tornava mais sensível com algo tão insignificante mas ao ver aqueles pequenos estilhaços de gelo se formarem e quebrarem criando uma leve poeira que refletia o brilho do sol tornando tudo mais belo e mágico, pude sentir meus olhos começarem a lacrimejar formando lágrimas que desejavam rolar pelo meu rosto mas isso não seria algo que iria permitir, levaria um de meus pulsos até o rosto esfregando meus olhos para limpar as lágrimas que se formavam antes que alguém percebesse ainda sentindo o meu corpo flutuar no ar.

Foi quando eu lembrei do conceito básico da vida já que quando jovens é comum que caiamos em algum momento ou outro e digo isso de maneira literal já que tudo que sobe uma hora tem que descer, lembrando de tais sábias palavras eu levei meu olhar para os lados procurando os demais para depois olhar para baixo encarando a queda começando a sentir o meu corpo sendo puxado de volta para a realidade que era “eu não sei voar” ~ Oh merd... ~ Ainda amarrado na corda presa no mastro eu poderia sentir ser puxado para baixo e por isso tentaria usar de meus dotes acrobáticos para girar ainda no ar e tentar pousar no convés com meus joelhos flexionado podendo ou não chegar até mesmo encostar um deles no assoalho para tentar absorver melhor o impacto da queda, assim que sentisse o solo eu sacaria a minha nova katana para cravá-la na madeira do navio buscando me segurar enquanto descíamos naquela velocidade absurda, caso eu já tivesse cravado uma das katanas anteriormente e ao subir eu tenha por algum motivo me desvinculado dela então nesse momento de pouso/queda eu iria sacar minha segunda espada para tentar me prender mais no solo. ~ Firme...! ~ Brandiria em minha cabeça como um urro de força rangendo os meus dentes na tentativa de me manter fixo na embarcação.

Naquele momento eu não tinha como me preocupar com os outros e na verdade ali só poderia ter um ou no máximo dois com quem eu realmente me preocupava, mas naquele momento eu tinha que focar em mim, estaria impotente demais para ajudar alguém então no mínimo eu tinha que esperar que aquelas pessoas seriam hábeis o suficiente para ficar firmes diante de tal situação, tínhamos compartilhado uma viagem longa até ali e por isso dentro de mim eu parecia saber que eles conseguiriam se cuidar ou pelos menos tinha que acreditar, até agora, nesta subida e descida Siegfried teria se mantido firme manejando o timão e gritando ordens eficientes o que poderia me surpreender caso tudo desse certo e quando parasse para pensar poderia até considerar impressionante o fato dele ter sobrevivido até agora, se chegássemos bem no fim daquela descida então eu me levantaria e voltaria a guardar minha ou as minhas katanas na bainha, olharia a minha volta procurando por terra ou um lugar que conseguíssemos aportar em segurança, caso eu notasse algo assim e percebesse que os demais ainda não tinham notado então eu apontaria para a direção do porto ou da baía apropriada para aportarmos. - ...Olhem... - Terminaria fazendo uma pausa para que os demais olhassem para a direção indicada enquanto eu falava em uma tom de voz apenas alto o bastante para que pelo menos a pessoa mais próxima de mim pudesse escutar.


- Falas -
~ Pensamentos ~
Objetivos:
 
Histórico:
 
Lista de compras:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vincent
Revolucionário
Revolucionário
Vincent

Créditos : 42
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 9010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2017

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyDom Set 23, 2018 11:26 pm

 I Believe I Can Fly


A nossa chegada até o topo da Reverse Mountain era um verdadeiro espetáculo, as nuvens cediam espaço revelando as águas da correnteza que se colidiam com as rochas de coloração avermelhada. Aquilo realmente era muito belo, às águas que voavam congelavam e se desfaziam praticamente instantaneamente apenas melhorando toda a visão que tínhamos daquilo, o que me deixava ainda mais empolgada para ver as próximas belezas que a Grand Line teria a mostrar para mim nessa jornada. Ao fim do espetáculo eu provavelmente estaria um pouco emocionada deixando as lágrimas escorrerem por todo o meu rosto sem me importar com que alguém poderia dizer - Estou apenas feliz com tudo isso que está ocorrendo conosco, por isto estou emocionada responderia sem me importar muito em enxugar as lágrimas ”Você realmente deveria desistir dessa vida e seguir para qualquer outro ramo, assim pode conhecer o mundo sem se arriscar” a sua insistência em tentar me convencer de que eu não deveria estar aqui poderia ser louvável, todavia me recusava a admitir tal coisa ”Eu já não disse diversas vezes que essa foi a minha escolha? Então a respeite e me deixe viver em paz com o que optei em fazer” eu definitivamente perco rapidamente a paciência com essa voz irritante.

O barco seguia reto até o topo da montanha e até mesmo saía voando por alguns segundos lentamente, mas logo acabávamos descendo rapidamente por intermédio da gravidade que puxara o navio para baixo. Começávamos agora a descer com uma força maior que anteriormente, o que certamente nos faria chegar com mais velocidade até a Grand Line, a esse ponto estaria mais do que empolgada para chegar logo. Parando para pensar, eu chegava a conclusão de que deveria seguir daqui pra frente sozinha apenas com meu violino e as roupas do corpo, havia adquirido boas memórias com meus companheiros, mas estava na hora de nos separarmos. Esperaria pelo menos até chegar em nosso destino para então decidir para onde iria em seguida, talvez uma ilha alegre onde os moradores poderiam me receber bem ou então alguma outro local dominado pelo governo onde eu pudesse fazer a revolução. De qualquer forma, eu já teria de me decidir para então poder traçar os meus próximos passos e como deveria seguir em frente sozinha pelos perigos da temida Grand Line - Eu vou desbravar o mundo! gritaria para aos céus enquanto permanecia agarrada na amurada do navio.


Histórico Vincentão:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ato V: Aranhas e mais aranhas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Pirata
Pirata
Achiles

Créditos : 39
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptySeg Set 24, 2018 6:34 pm



Ato III: Not Fast but Furious



Siegfried se irritava com o aviso de Purg, apenas o alertando para que prestasse mais cuidado com a descida e o revolucionário preferia ficar quieto a discutir alguma coisa com aquele pirata. O Frey seguia usando das suas capacidades navegativas para instruir a si mesmo como deveria corrigir a embarcação, manuseando para qual direção deveria virar, dosando a força para que não girasse e acabasse matando todos com o impacto que o barco fosse ter ao capotar montanha abaixo. A descida parecia ser mais tranquila do que a subida, onde o controle do timão era o essencial e não tinha mais o que daquilo a não ser segurar em alguma parte do barco, coisa que todos os tripulantes estavam fazendo, segurando da mesma maneira que antes e chegando a se segurar o máximo que pudesse para que continuassem a descer e descer sem escorregarem e acabarem caindo no mar.

O barco ia ficando mais lento conforme iam se aproximando, as nuvens iam ficando para trás e eles conseguiam ver o horizonte com clareza, na frente deles estava um enorme faro, iluminando fortemente o céu para os novos piratas que adentravam aquele mar. Debaixo dele estava uma pequena parcela de ilha, ela era bem alta e parecia ser um bom lugar para aportar, não tendo nenhum homem vendo aquele barco descer até onde viam. Tinha uma pequena praia junto a ilha com a montanha, o que parecia ser uma pequena junção do que poderia ser uma cidade ou apenas uma beleza da natureza. Com a correnteza ficando mais fraca e se espalhando quando chegava a tocar o novo mar, os piratas e revolucionários tinham que abrir as velas novamente para que pudessem ter uma boa velocidade e o barco dava uma boa rangida quando a forte corrente de ar batia sobre o pano e impulsionava a escuna.

Vendo um terreno mais vazio perto daquele Farol o barco poderia atracar, Siegfried começava a se aproximar daquela borda, com Athenas jogando a âncora e atracando o barco. Os revolucionários estavam felizes por terem chegado em segurança e Rurik sorria enquanto dava uma gargalhada estridente chegando a assustar os mais desavisados. Ryujin dizia para todos olharem para o farol e eles olhavam para lá, mas não era uma coisa que deixava todos empolgados, deixando um vazio naquela fala. Assim que Purg descia do caralho, Sieg começava a brigar com ele, sendo que tinha sido apenas um aviso e o grandalhão estava exagerando. - SEU PIRATA GORDO E FRACO! SE UM AVISO É O BASTANTE PARA VOCÊ DUVIDAR DE SUAS CAPACIDADES NÁUTICAS, NÃO SEI COMO SOBREVIVEMOS A ESSA VIAGEM! – Ele estava verdadeiramente irritado com aquilo, chegando a dar o mesmo olhar de intimidação para o grandalhão, mesmo que tivesse menos que a altura dele. - ALGUMA COISA? VOCÊ ACHA QUE VAI SER CAPAZ DE MANTERA MANUNTEÇÃO DESSE BARCO?! MELHORAR ELE?! NÃO SEI NEM PQ TE PERGUNTO, É CLARO QUE VOCÊ NÃO SABE NADA DE CARPINTARIA. – E Siegfried começava a correr atrás do velho como se fosse a bebida mais cara e gostosa que já havia provado, querendo aprender aquela perícia a qualquer custo, com determinação e vontade de aprendê-la e o tamanho dos dois deixaria uma situação like a tom e jerry, com os dois não se entendendo por um tempo até que o velho perdia mais uma vez a paciência e resolvia ensiná-lo, onde começavam o seu caminho

O clima estava agradável, uma temperatura mediana onde não estava frio e nem calor, deixando tudo mais tranquilo para aqueles viajantes, ninguém parecia se aproximar da embarcação, mas era possível ver sombras de pessoas nas cavernas ao longe. Havia uma brisa gelada batendo pelo barco com o vento que vinha do oeste, as ondas batiam no casco e balançavam um pouco da escuna, mas nada que já não fosse de costume para aqueles homens e mulheres. - Fala cara, beleza?! – Dizia Mephisto se aproximando de Ryujin.


Considerações:
 


Ferimentos:
 


Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Ventus
Mercenário
Mercenário
ADM.Ventus

Créditos : 55
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 15/12/2013
Idade : 25

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyTer Set 25, 2018 1:50 am


Vislumbre do passado e a incerteza do futuro


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


XVIII. Eae, vamo fecha?

Tudo que eu conseguia lembrar durante aquela descida rápida e surpreendente era do tempo em que vivia como um servo do clã Ketsueki, podia ser redundante voltar as minhas memórias para aqueles tempos mais uma vez mas durante toda minha vida eu tinha vivido ao lado daqueles samurais caçadores de recompensas um clã de renome com muita experiência e sabedoria, meu mestre em particular, senhor Ketsuo, tinha passado anos como um samurai errante pela Grand Line antes de voltar comigo pra Wars Island em uma história que eu nunca soube graças a minha amnésia, o mestre Ketsuo nunca entrou em detalhes durante o seu tempo na Grand Line mas teve um dia em especial que ele chegou a citar uma detalhe sobre a Grand Line, nesta época ele tinha acabado de ler uma notícia sobre um velho clã de caçadores que tinha sido dizimado ao cruzar o caminho de um Yonkou, ele nunca me contou quem tinha os matado ou quem tinha morrido mas citou algo que durante anos tinha criado na minha cabeça a imagem de como seria a Grand Line.

~INÍCIO DO FLASHBACK~

Eu estava sentado de joelhos no gramado do quintal da casa Ketsueki e o meu mestre estava sentado alguns metros à minha frente na varanda de madeira subindo alguns poucos degraus, com suas pernas cruzadas no assoalho enquanto lia o Seagull Newspaper ele fumava com seu cachimbo durante sua leitura pelas páginas do jornal com uma grande seriedade no olhar, eu não tinha autorização para ler as notícias e por isso ficava como o de costume com a minha cabeça abaixado mirando o meu olhar para a terra esperando ser convocado, naquela época podia se dizer que eu era como um cão fiel às ordens de seu mestre e talvez fosse por isso que o Sr. Ketsuo me valorizasse tanto já que mesmo ele tendo me criado nunca pareceu que o mestre tinha por mim os sentimentos que um pai teria pelo seu filho, pelo menos não um desejado. Eu não tinha problema em ficar horas em silêncio já que tinha sido treinado para isso desenvolvendo uma disciplina e calma invejável, eu era como um máquina, um boneco que só reagia conforme as ordens de meu mestre mas naquele momento algum me surpreendeu. - Hm… Parece que os velhos tigres caíram… - A voz de meu mestre soou de uma maneira que eu nunca tinha visto antes, era como se ele lamentava a sua maneira rígida por alguém mas ao mesmo tempo ele parecia achar graça daquilo, como se não acreditasse na notícia, devido a isso levantei o meu olhar com curiosidade esperando mais alguma informação deixando o interesse estampado em meu semblante enquanto olhava para o mestre que dava mais uma tragada em seu cachimbo.

O samurai já grisalho pela idade soprou um pouco de fumaça contemplando os céus cinzentos de Wars Island naquele dia para depois me olhar nos olhos. - Os mares da Grand Line vivem em constante mudança, às vezes eles dão a entender que a era dos piratas está firme mas depois os marinheiros viram o jogo… Quando você pensa que essa força se fixou aí eles mudam novamente mostrando que os caçadores estão no auge, quando acharam que seriam assim então os revolucionários assumiram a liderança do “jogo”... Hoje tudo indica que os piratas estão prontos para fixar a sua era, mas quem será o próximo? Os agentes, a marinha novamente ou os revolucionários que parece terem ressurgido das cinzas? Aqueles mares estão em constante mudança e por isso a segurança lá já é uma mera ilusão. - Ele me olhava com ferocidade como sempre, não sabia se aquele olhar que ele me direcionava era um olhar de raiva ou rejeição, eu sempre me sentia indesejado perante aqueles olhos e por isso eu ficava um pouco retraído em nossas conversas mas ouvindo tais palavras tudo que eu sentia era curiosidade, não conseguia entender o motivo delas e nem o que poderia gerar tal emoção mas no atual momento de minha vida eu pode sentir mais uma vez o mesmo sentimento que senti quando conversei com meu mestre neste dia.

~FIM DO FLASHBACK~

Voltando para a realidade eu olhava para aquele farol um pouco apreensivo mas ao mesmo tempo curioso, uma empolgação surgia em meu peito me perguntando o que poderia encontrar lá e o que de fato eu conseguiria, mesmo com meu semblante neutro e vago eu não podia evitar de lembrar as falas de meu mestre eu considerava tais palavras buscando dar sentido a elas agora que estava navegando pelos mares da Grand Line e até agora não tinha me faltado surpresas. ~ Qual será a próxima surpresa agora? ~ Mesmo em meio dessa busca interna tais palavras ainda me eram confusas e estranhas, eu dava um leve suspiro fechando brevemente os meus olhos, Siegfried e Purg até chegaram conseguir atrair minha atenção com a leve discussão mas nada que faria alterar o meu semblante ou nada que me desse motivos para interagir com eles, foi quando Mephisto reapareceu me cumprimentando e ao me virar para ele pude ver e perceber somente agora que ele estava só com a celestial e Athena. ~ Onde está Raizo e Ambroise? Aconteceu algo… Mephisto também parece ter se ferido... ~ Refletia enquanto olhava as bandagens feitas no revolucionário durante a rápida pausa em meu raciocínio. - Hmm... - Balbuciava em sincronia com o meu pensamento produzindo o som enquanto o meu olhar inspecionava o tratamento que o revolucionário tinha recebido, o som se estenderia evidenciando que eu estava pensando em algo e meu olhar pelas feridas era óbvio, já fazia ao menos dois dias que tinha começado uma jornada ao lado do revolucionário e mesmo que eu não pertencesse a célula eu podia dizer que me preocupava com ele apesar de não demonstrar muito, a pausa poderia se estender um pouco longa deixando que talvez um silêncio constrangedor nascesse ali mas internamente esse silêncio também servia para eu organizar as palavras que dizer.

- Sim, eu estou bem…. - Buscando colocar o que o crânio da raposa tinha me ensinado em prática, agora eu olharia para os olhos de Mephisto buscando manter o meu semblante neutro e tom de voz estável. - Mas e você? Parece que se feriu… O que rolou com você? - Inclinaria minha cabeça de leve para a esquerda em uma clara curiosidade não só com o bem estar do espadachim como também curioso sobre o que ele tinha feito, eu esperava encontrá-lo com o Sieg já que os dois tinham se dado bem em Wars mas no final ele tinha agido com os outros, talvez se tivesse ido salvá-lo em vez do bárbaro esses ferimentos não teriam acontecido. ~ Não é bem assim… Não tinha como eu saber e Siegfried estaria morto se não fosse por mim... ~ Refleti restabelecendo a minha calma calculista, respirando fundo buscando manter a mesma calma durante a conversa eu escutaria o que Mephisto teria a dizer prestando atenção em todos os detalhes e quando ele terminasse eu continuaria. - Bem você foi com eles e se deu mal apesar do serviço bem feito… Talvez agora devesse experimentar vir comigo para ver o que rola. - Nesse momento eu levaria a minha cabeça para a direita deixando que um sorriso de leve nascesse no fim de meus lábios como se contasse uma piada maliciosa, não era algo do meu feitio mas não tinha volta para uma palavra dita e um gesto feito, estava cansado de vê-lo seguir ordens tediosas como eu segui durante um tempo, talvez fosse isso que eu via nele uma semelhança mesmo em alguém tão diferente de mim ou talvez fosse aquele olhar zombeteiro com um ar de malandragem que me provocava gerando uma curiosidade sobre os sentimentos que um homem poderia sentir pelo outro. Se o Mephisto aceitasse o pedido então eu viraria de costas e seguiria até a passagem entre a murada da embarcação, nesse momento eu provavelmente sentiria o puxão da corda amarrada em minha cintura já que por tudo que era sagrado eu tinha esquecido de desamarrar a desgraçada em minha cintura, se isso rolasse eu ia ruborizar com toda a minha timidez e vergonha vindo a tona, levaria minhas duas mãos até o meu rosto e abaixaria minha cabeça buscando refúgio em meio às minhas madeixas escuras. ~ Eu não acredito que fiz isso depois de tanta pose… Será que alguém viu isso... ~ Eu ficaria parado ali que nem uma estátua no meio de toda a minha vergonha.

Se alguém desamarrar a corda em minha cintura então eu com a cara ainda coberta daria um grande suspiro antes de tirar as mãos de meu rosto e voltar a seguir para a terra firme depois de ouvir qualquer coisa que alguém teria para dizer.


- Falas -
~ Pensamentos ~
Objetivos:
 
Histórico:
 
Lista de compras:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~
Olá Convidado seja bem-vindo(a) ao One Piece RPG.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Boreal
Pirata
Pirata
Boreal

Créditos : 4
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 19

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyTer Set 25, 2018 9:11 pm

"Eu digo para o pirarucú do Rurik que ninguém resiste a minha persuasão. Nem mulheres, nem velhotes malditos." Eu me pegava vangloriando-me de mim mesmo e de minhas habilidades persuasivas novamente, em meio a explicação. De qualquer forma, me concentrando um pouco mais, em meio àquelas terras fantasiosas do Farol, no Holandês, eu aprendia um pouco mais de Carpintaria. Ou melhor, aprendia tudo, porque eu não sabia porra nenhuma. No máximo sabia que o timão gira uma coisa embaixo do barco, mas não fazia nem ideia de como seria esta peça.

Naquela atmosfera agradável, era interessante tirar um segundo para alguns aprendizados e melhorias, mas deveria sempre ficar esperto porque conhecia a fama do Farol, da existência de náufragos, ilhados nestas terras por não terem embarcação, e fazendo de tudo para consegui-las, até roubar um desavisado. Eu é que não seria o desavisado, desgraça.

- É, seu velhote, esse aprendizado foi interessante. - Diria, simulando um olhar esnobe, como um intelectual, caçoando. - Quanto você quer por suas ferramentas de carpintaria? - Encararia, esperando menos de 100.000 berries. Se fosse mais, diria. - Porra seu velho babão ladrão do caralho. Eu dou no máximo 40.000 berries nessa merda... - E seguiria a argumentar, mas tentaria fechar a, no máximo, 60.000, mas tentando pegar por 50.000. Contudo, se o preço já fosse o imaginado por mim, tentaria até dar uma argumentada, mas sem a agressividade da possibilidade anterior.

De qualquer maneira, logo após isso me direcionaria a Rurik, onde quer que estivesse, batendo em suas costas. - É, sardinha ambulante, o Farol. A Grand Line. Quem diria, hein? - Sorriria, como com um olhar esperançoso das aventuras e ações que viveríamos naquele mar. Mas então fecharia o sorriso. - Preciso que tome conta do Holandês Arrombador enquanto irei em uma jornada por uma armadura digna de um Frey. Eu não devo demorar muito. - Colocaria o punho fechado no peito, com um semblante compenetrado. - Não deixe que esses malditos façam... Suas malditices. Você sabe do que estou falando, maldito.

E, sem avisar ninguém mais, deixaria a embarcação e sairia a caminhar pelas terras daquela região. Buscaria passar perto de cavernas, utilizando de minha visão aguçada na penumbra para enxergar o que havia adentro sem necessariamente entrar. Procurava por uma espécie de forja, alguma coisa do tipo, que reconheceria pelos elementos típicos, como o cheiro do aço quente, o barulho de martelos batendo, o calor elevado.

Duvidava que encontraria pessoas tão amigáveis pelo Farol, mas caso encontrasse alguém, sem muita enrolação o/a abordaria perguntando. - Diga-me... Sabe onde existe uma forja por aqui? - Apenas seria um pouco mais intimidador no caso de jovens ou mulheres muito bonitas. De qualquer maneira seguiria minha busca, com o peito ainda exposto, mas a determinação implacável.

Caso, porventura, acabasse por encontrar o que desejava, me aproximaria encarando quem quer que fosse o ferreiro ali, com um semblante neutro, mas as sobrancelhas grossas um pouco abaixadas, como de comum. - Dizem que és ferreiro. - Faria uma pausa. - Quanto quer para me ensinar a forjar e me permitir fazer minha própria armadura?

E assim, pagaria o que fosse, desde que meu orçamento permitisse, para aprender e poder fazer minha proteção depois. Pretendi aprender as artes da Forja, e agregar aquilo ao meu conhecimento.


OFF:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vincent
Revolucionário
Revolucionário
Vincent

Créditos : 42
Warn : Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 9010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2017

Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 EmptyQua Set 26, 2018 1:09 am

 Indiana Jones


A descida da montanha se mostrara um pouco mais tranquila que a subida, com  as nuvens ficando para trás o que estava a nossa frente poderia ser visto com clareza. Um farol iluminava fortemente o céu juntamente dele havia uma pequena ilha com uma praia, onde a embarcação fora aportada pelo Viking. Esse fator somado ao clima agradável me deixavam ainda mais empolgada para desbravar aquele lugar para saber o que havia por ali, eu mal podia por esperar ”Espera aí! Você não acha que vai sair andando por esse lugar desconhecido né? essa forma de falar era o que certamente mais irritava nela, talvez se isso mudasse eu até poderia acabar escutando ela ”Sabe, além de eu não ser mais criança para ficar dando satisfações aos outros sei muito bem cuidar de mim mesma" dessa vez tudo bem, seria um pouco mais agressiva, já que estava ficando como sempre irritada com essa maldita voz. Até que a viagem fora um tanto rápida, mais motivos para que eu não me estressasse com outras coisas atoa, somente com minha “inimiga n°1" a partir deste momento seria como eu a chamaria, até porque isso poderia chegar a um estágio em que começasse a escutar mais que uma voz na minha cabeça.

Antes de tudo, me soltaria da onde estivesse agarrada e por alguns minutos me alongaria pelo o tempo em que eu ficaria em uma mesma posição segurando a amurada. Após isso voltaria até o convés novamente onde procuraria por Athena - Com licença senhora, nós vamos deixar o navio para explorar essa ilha? perguntaria esperançosa para que a mulher confirmasse minhas expectativas. Caso a comandante afirmasse nossa saída dali sorriria animadamente, enquanto me arrumaria para deixar o navio apanhando o meu violino e qualquer outra coisa que fosse necessário para mim, mas se ela negasse isso seria a hora então da minha separação mesmo que isso significasse desobediência a uma superior teria de seguir em frente sozinha - Tudo bem, eu irei então sozinha a partir daqui muito obrigada por tudo até agora agradeceria fazendo uma pequena mesura a mulher e logo seguiria até a amurada para descer da embarcação. Sozinha ou acompanhada pelos outros, sairia em busca de mais informações sobre o médico que está procurando a cura para Áligne o tal Kienzanti - Com licença, você conhece um doutor chamado Kienzanti? questionaria a primeira pessoa que conseguisse abordar na pequena ilha. Se não encontrasse alguém que soubesse buscaria por um local para encontrar a informação e até uma carona para uma ilha próxima ou para a que em estivesse. De toda forma, só encerraria minhas buscas se estivesse cansada ou então se não encontrasse o que procurava naquele pedaço de terra do Farol.
/blockquote>
Histórico Vincentão:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ato V: Aranhas e mais aranhas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato III: Not Fast but Furious   Ato III: Not Fast but Furious - Página 10 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ato III: Not Fast but Furious
Voltar ao Topo 
Página 10 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... , 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: