One Piece RPG
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» O Ronco do Bárbaro
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Ghastz Hoje à(s) 02:29

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 23:50

» Nox I - Loucura
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Jin Ontem à(s) 23:18

» Unbreakable
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Hooligan Ontem à(s) 22:05

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:42

» I - Pseudopredadores
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Domom Ontem à(s) 21:03

» Galeria Volker ~
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Volker Ontem à(s) 19:27

» Untraveled Road
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Layla Morningstar Ontem à(s) 19:07

» Arthas Mandrake
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Wing Ontem à(s) 18:17

» [Ficha] Coldraz Vermiillion
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Coldraz Ontem à(s) 16:42

» Coldraz Anne Stine
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:59

» Karelina Lawford
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 15:57

» O vagabundo e o aleijado
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Tensei Ontem à(s) 15:32

» [Mini - Polyn] Sorriso afetado.
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Polyn Ontem à(s) 15:09

» Bastardos Inglórios
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Dante Ontem à(s) 14:14

» [Ficha] Mikhail Vermillion
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Homero Ontem à(s) 13:43

» [Mini- Alvin] O garoto e a serpente
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Alvin Stigma Ontem à(s) 13:11

» Latiffa Blackheart
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Sunken Ontem à(s) 12:45

» Gato de Convês
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Ainz Ontem à(s) 09:37

» O Legado Bitencourt Act I
Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:38



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Yggdrasil - O Eixo do Mundo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Reinhardt
Membro
Membro


Data de inscrição : 14/05/2018

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQua 13 Jun 2018, 03:40

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

O trajeto havia me custado algum tempo mas nada que fosse prejudicar meus planos, estes que eram totalmente flexíveis pois a objetividade dele ainda mantinha-se como uma incógnita que somente o tempo viria a desvendar e além do mais durante a passagem de uma cidade para outra meus ouvidos não puderam deixar de captar a conversa de alguns pescadores e antes que venham me julgar dizendo que prestar atenção na conversa alheia é falta de educação era impossível ignorar suas palavras visto que o tom adotado pelos mesmos talvez fosse proposital, como se quisessem espalhar o dizer pelos quatro ventos. Mas o que ouvi era mais do que história de pescador, de fato não era um invenção baseada em suas próprias frustações mas talvez um luz que me guiaria para o sucesso, me opor ao Governo Mundial e consequentemente a Marinha era condição para meu sucesso, porém confronta-los sozinho era suicídio e nessas condições humanas nem mesmo um poderoso deus como eu teria chance, era que havia-me despertado um certo interesse mas que ficaria para depois, assim como a forja. Entretanto tinha gravado aquele nome, Grambos, algo me dizia que teria um impacto futuro em minha missão.    

O mapa do qual o homem da loja anterior havia me auxiliado em encontrar o caminho para Shirotown e logo em sequência não vi dificuldades em localizar sua prefeitura, era um prédio distinto dos demais e suas letras tingidas em negro cessaram todas as dúvidas. Ao seu lado mais um comércio prendia minha atenção, seus produtos eram tudo o que precisava, materiais de forja mas infelizmente meus bolsos estavam vazios e não sentia-me disposto a realizar mais favores em troca de mercadoria, aquele pacote já tinha-me tomado tempo demais, portanto ignorei a existência da mesma e apenas segui com meu trajeto original. A modesta sala de entrada não tinha nada demais que merecesse uma notoriedade de minha parte e tudo que fiz foi me dirigir ao velho senhor que se encontrava ali, seu nariz era enorme e seus cabelos escuros pareciam tingidos visto sua aparência de um idoso, todavia, decidi não comentar nada para que não soasse indelicado, humanos são seres difíceis de se lidar e aprendi isso da pior maneira possível durante minhas viagens.

Nem mesmo precisei dizer algo, minha presença para ele foi o suficiente, ou então a visão do pacote que carregava desencadeou em sua mente o possível cenário fazendo com que desandasse a falar e impedisse que constatasse qualquer coisa —Kashi, não, não é ele — Sussurrei buscando vincular qualquer informação ao tal Grambos, meus ouvidos mantiveram-se atentos a conversa e meus olhos ao balcão onde repousei o pacote, estava entregue. Estava pronto para ir embora mas a reação do homem ao Den Den Mushi pareceu-me um pouco estranha, poucas coisas deixariam um homem tão extasiado como ele havia ficado e num piscar de olhos sua pressa o retirava do ambiente deixando-me para trás com mais dúvidas e questões em aberto. Olhei o mesmo afastar-se da prefeitura mas subitamente voltaria a agarrar o pacote e corri atrás do velho senhor, parecia acontecer algo grande naquela ilha por isso colocaria-me a correr atrás do sujeito, mas não o abordaria para que me esperasse ou me desse atenção, o que desejava era apenas descobrir qual seria o destino final, e o pacote, bem, seu interior ainda era um mistério e não poderia supor o quão valioso seria, por isso decide como melhor opção carrega-lo comigo.     
Read Me:
 

Objetivos:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mitsurugi1
Civil
Civil
Mitsurugi1

Créditos : Zero
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 27
Localização : North Blue

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQui 14 Jun 2018, 15:07

V

_____


Njord via o velho sair apressado, curioso o viajante decide segui-lo para se informar mais do que estava acontecendo, e preocupando-se com a integridade da encomenda, opta por levar o embrulho consigo. O jovem então atravessa a porta, a mesma que a poucos minutos prefeito utilizara, e novamente dava de cara com a ja não tão pacata vila, os civis que antes limitavam-se a cuidar de suas vidas e afazeres, agora agitados se aglomeravam em direção ao porto da cidade, o velho prefeito corria apressado rumo as pequenas docas daquela vila.

Seguindo-o de uma distancia em que dificilmente seria notado pelo prefeito, Njord chega aquela aglomeração de pessoas, não podia ver ainda do que se tratava, mas pelos semblantes de choro, tristeza e indignação dos aldeões, percebia que não era boa coisa. O prefeito abria passagens entre as pernas e cinturas dos civis se apressando a chegar ao outro lado daquela muvuca, e foi chegando mais próximo, no meio dos civis, que o viajante de cabelos negros pode ver do que se tratava, em uma estrutura de madeira, levemente mais alto que o terreno normal, estava posicionado 3 homens sobre ela, sendo um jovem, amarrado em um pequeno pilar de madeira solida, suas vestes estavam rasgadas nas costas, em pé mais ao fundo da plataforma, estava um sujeito bem mais velho, trajando a longa capa da marinha, reservada aos oficiais, aparentava ter por volta dos 40 anos de idade, um homem alto e forte, dono de cabelos e largas costeletas negras, estava com os braços cruzados, ao lado do rapaz amarrado estava um terceiro homem, dono de cabelos brancos como a neve, e com um peculiar parafuso gigante que aparentava atravessar sua cabeça, trajava também a capa dos oficiais da marinha, e em suas mãos brincava com um chicote, entrelaçando-o em seus dedos, no nível normal da rua, posicionados como muro entre os civis e a plataforma, estavam cerca de 5 marinheiros, portando rifles, apontando e berrando ameaças aos civis mais fervorosos que ameaçavam interromper o show que estava por vir.
Marinheiro cabelos negros:
 
Marinheiro cabelos brancos:
 

- MORADORES DE SHIROTOWN... Berrava o homem com chicote, abrindo os braços e um sorriso sádico. - HOJE VOCÊS TESTEMUNHARÃO A JUSTIÇA E O QUE ACONTECE COM AQUELES QUE SE ASSOCIAM A ESCORIA REVOLUCIONÁRIA!! O Segundo homem na plataforma, matinha a face séria, encarando toda a multidão, como se procurasse alguém.

- Por favor senhores, isso é mesmo necessário? Que provas tem contra o garoto? Dizia o baixinho prefeito clamando a favor do rapaz amarrado. - Ja relatamos varias vezes que não temos relações com os revolucionários, não os damos abrigo, nem compactuamos com suas ações...por favor soltem o rapaz!

- Não se intrometa velho, este verme foi identificado por testemunhas do naufrágio do navio mercante, e convenientemente ele vive aqui neste buraco que vocês chamam de cidade... Dizia o homem olhando diretamente ao velho suplicante, que agora voltava a abrir os braços e falar com a "plateia". - A VIDA DESTE SUJEITINHO ESTA NAS MÃOS DE VOCÊS CRETINOS... ASSIM QUE AS CHIBATADAS SE INICIAREM SÓ SE CESSARÃO QUANDO EU OUVIR A LOCALIZAÇÃO DOS REBELDES NESTA ILHA, OU O SOM DO ULTIMO SUSPIRO DESTE MERDINHA...O QUE VIER PRIMEIRO... O homem levava uma das mãos a boca, tentando abafar as gargalhadas que dava, tentava esconder o tão aparente prazer que sentia em tudo aquilo.

Entre a multidão Njord pode ver a revolta entre os aldeões, alguns demonstravam intenções de revelar tal informação aos marinheiros, mas logo eram desencorajado pelos seus iguais, impotentes, restavam-lhes apenas se segurar, e assistir o terror que estava por vir.

Não demorou, para o homem de cabelos brancos retirar a imaculada capa da marinha, revelando embaixo da mesma um braço metálico, cheio de engrenagens e parafusos, revestidos por dezenas de placas de metal, o homem então inicia com a primeira chibatada, estralando em carna em meio a um silencio sepulcral que agora plainava pelo local, logo veio a segunda, e a terceira, sempre acompanhados de um agonizante grito do pobre rapaz, alguns optavam por virar a face, outros por encarar com ódio aqueles marinheiros, outros limitavam a engolir o choro, enquanto outros não eram tão controlados, e no meio deles estava Njord, vendo tudo aquilo, o que se passava a mente do novato? O que ele faria vendo tudo aquilo? Tomaria alguma providencia, ou o seu caminho, julgando não ter relações com aqueles a sua volta?


Jornal semanal da ilha:
 

____________________________________________________

- Fala
*Pensamento*
~Sonho/Ilusão~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQui 14 Jun 2018, 16:29

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

O ambiente outrora de normalidade havia se dissipado dando lugar para uma algazarra, fora do prédio da prefeitura os civis antes atarefados com seu dia-a-dia agora se aglomeravam todos num ponto próximo do porto e pude verificar tal ação seguindo os passos daquele velho senhor que me levaram a presenciar aquela cena. Alguns poucos homens trajavam o branco com detalhes em azul, em suas mãos armas de fogo repousavam prontas para serem usadas contra aqueles em volta que tentassem contestar o ato que ditos Marinheiros praticavam em praça pública, o ponto central de todo aquele ambiente era um jovem amarrado a um pilar, prontamente posicionado para algum tipo de punição que viria a se revelar mais tarde —Revolucionários — pensei comigo mesmo, desde minha chegada na ilha não era a primeira vez que tal nomenclatura fora mencionada e cada vez mais mostrava-se ser um movimento de grande influência na ilha. Indubitavelmente a Marinha era dita como uma inimiga pessoal uma vez que aliava-se ao Governo Mundial, meu principal objetivo de vida e por mais que desejasse me opor a suas ações seria idiotice enfrentar tantos de uma única vez com o agravante de ainda estar desarmado.

As palavras ecoavam e era ali anunciada uma premissa da qual não se poderia impedir, o velho baixinho buscara argumentar em prol do jovem, mas suas palavras foram em vão diante a atitude daqueles homens que diziam-se ser representantes da justiça, a punição já havia sido iniciado e junto a elas gritos de dor. Meus olhos recaíram a figura do homem, tão baixo em meio a multidão quase era impossível localizado mas à mim era impossível ignora-lo. Suspirei. Meu ato seguinte não condizia com minhas atitudes em diversas situações, porém naquele momento senti que precisava me mobilizar, aproximaria-me do então possível prefeito e o puxaria um pouco mais atrás daquele amontoado de espectadores, devido a seu tamanho não deveria ser difícil fazê-lo, mesmo com um pouco de resistência —Shi! — O sopro passava por meus lábios executando um som que solicitava silêncio —Eu não gosto de Marinheiros e parece que eles estão sendo um transtorno para seu povo — iniciei meus dizeres —Eu tenho interesse neste dito...Exército Revolucionário — Surrei a segunda parte para não alarmar os envoltos —Sei que quer ajudar esse garoto, seja ele quem for. Tem alguma informação da localização do líder desse grupo? Poderia ir até eles e buscar auxílio, desarmado contra tantos homens eu poderia fazer algo, caso tivesse munido com meus poderes divinos, mas isso não vem ao caos. Aliás, isto aqui é foi enviado por Jetro. — Apresentaria diante ele a figura do pacote —Espero que seja útil.  

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mitsurugi1
Civil
Civil
Mitsurugi1

Créditos : Zero
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 27
Localização : North Blue

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQui 14 Jun 2018, 21:17

V

____


O Viajante via a triste cena da carne do pobre rapaz sendo surrada a cada nova chibatada, cada grito de terror do rapaz alargava mais o sorriso de seu carrasco. Decidido a ajudar de alguma forma, Njord caminha entre a multidão perplexa, entre empurrões desajeitados, chega ao velho que havia virado o rosto para não ver tal barbárie.

-Os Revolucionários? Eles...eles estão... Dizia o velho recebendo o pacote - ...eles estão acampados em Aurors, fica ao sul da ilha, Grambos não esta na ilha, se for até eles procure por Ramagos é o segundo em comando, veja o que pode ser feito... Aproposito, isso é só uma caneca. Dizia o velho apontando para a embalagem.

As chibatadas continuavam, assim como os gritos cada vez mais fracos do jovem, as pessoas começavam a trocar os semblantes de tristeza por indignação e raiva,quando viram que o rapaz estava no limite de suas forças.

- NO SUL... ELES ESTÃO NO SUL DA ILHA... POR FAVOR POUPEM MEU FILHO! Gritou uma mulher de meia idade do meio da multidão. O homem de cabelos brancos parou imediatamente as chibatadas, sorrindo e contendo suas gargalhadas.

-Ora, ora...finalmente um pouco de juízo. Disse o homem soltando o chicote, e fazendo um sinal para um dos soldados desamarrar o pobre coitado. Obedecendo sem questionar, o soldado liberta o jovem que cai de joelhos, ensopado em seu próprio sangue e com os ossos das costas a mostra. - Mas vermes foram feitos para serem pisados... Disse o homem fazendo um sinal com a cabeça para o soldado a sua frente, que sem exitar, dispara com seu rifle contra a cabeça do rapaz, o som do disparo ecoa por entre os olhares arregalados, e permanece até o corpo cair aos pés do grisalho, que ja colocava seu casaco para partir.

Njord percebera, que o homem de cabelos negros fixara o olhar sobre si, ainda estava com os braços cruzados, mas decide por partir junto com os demais, ainda escoltados pelos soldados, a multidão entrava em fúria, choro e grito marcavam a saída dos marinheiros. Njord faria algo a respeito? Ou partiria em direção ao seu destino?

____________________________________________________

- Fala
*Pensamento*
~Sonho/Ilusão~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptySex 15 Jun 2018, 00:17

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

Atentamente minha atenção era dirigida ao homem de pequeno porte, suas palavras eram claras e diretas ao contrário de sua feição que expressava a dor do mesmo em ver um de seus cidadãos sofrerem em sua presença sem que pudesse fazer algo para ajudar —Certo, irei até eles e farei o possível para chegar o mais rápido possível — minha voz soava com certezas e convicção, o melhor a se fazer ali era ao menos tentar oferecer um porto seguro para aquele sujeito que de uma maneira parecia estar um tanto abalado —Conte comigo mortal, o destino hei de colocar-me na proteção de sua cidade. Suas aflições já não mais existem comigo aqui, o deus Njord — Havia contido um pouco da minha grande diferença para com os humanos em minha chegada, acreditei ser melhor assim e não alarma-los com algo tão grandioso como minha presença em sua terra natal, todavia, pareceu-me importante trazer confiança e paz de espirito a uma mente conturbada. 

Prontamente para seguir meu novo caminho, coloquei-me em pé, porém antes que pudesse dar meu primeiro passo em direção a meu destino, uma voz feminina e carregada de emoções predominantemente entristecidas ecoou pelo ar e fez-se o estopim para o que viria a ocorrer, as incessantes chicotadas que já haviam corroído a carne das costas daquele rapaz haviam finalmente cessado e o autor daquilo retido sua atenção a mulher. Como prometido, a entrega da localização do grupo de revolução havia sido entregue e o garoto poupado da surra, porém não dá morte. Era surpreendente o quanto as coisas poderiam tomar um rumo totalmente averso ao que desejamos, mas o pior fica em conta dos pequenos demônios que vivem dentro dos seres humanos e tomam conta de seu cerne. Dar falsas esperanças a uma mãe era um ato de crueldade do qual nem mesmo poderia aceitar.

A indignação era generalizada. O sangue ali evidenciava o verdadeiro mundo e tingia de vermelho uma terra de deveria ser fértil. Suspirei. Não era comum que me sentisse tocado pelos sentimentos de um desconhecido, cada ano dentro deste corpo vinculava cada vez mais meu espirito a esta condição humana o que me tornava cada vez mais próximo deles e distante dos deuses. Meus olhos cruzaram-se com um daqueles homens, seu cabelos negros e feição fechada não seriam esquecidos por minha mente que o aproximaria muito mais de castigo divino, mas ainda sim, não era a hora —A justiça dos deuses tarda, mas não falha— Vociferei para o prefeito como minha últimas palavras. Não havia o porquê derramar mais sangue naquele local, as pessoas já estavam horrorizadas com tal cena nada podia ser feito a respeito da recente morte, meus impulsos mandavam-me revidar e explodir em raiva por tal injustiça, mas minha mente aparentemente ainda sanada colocava-me no trajeto certo. Apanharia novamente o mapa da ilha que estava dentro da mochila junto a outros pertences e meus olhos caçariam na gravura, ao sul da ilha Aurors.

O sul da ilha. A mulher de fato havia dito a verdade para o marinheiros que neste momento deveriam estar mobilizando-se para uma emboscada, porém ao mapa o local fica dentro da floresta e isso poderia ser um fator de atraso para que o encontrem e levando em conta que minha caminhada de Hirotown para Shirotown levado estimados pouco mais de sessenta minutos minha chegada a Aurors me custaria ainda mais tempo. Restava torcer para que minha chegada fosse anterior a dos marinheiros. De todas as formas, quando tivesse certeza de estar próximo ao local aproximaria-me com extrema cautela observando para detectar as condições do ambiente, buscaria sinais de confronto, caso não, adentraria ali chamando pelo responsável ou líder ali —Olá. Estou procurando Grambos ou Ramagos, é de extrema importância que apareçam, tenho informações úteis — falaria com o tom de voz elevado. Todavia, se percebesse que a marinha havia chego primeiro ao grupo em questão, permaneceria distante em meio as árvores para entender em qual situação estávamos.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mitsurugi1
Civil
Civil
Mitsurugi1

Créditos : Zero
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 27
Localização : North Blue

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptySex 15 Jun 2018, 19:10

VI

____


Njord via os marinheiros embarcando no grande navio ancorado, despedia-se do prefeito com palavras que ao seu ver eram ternas, e trariam conforto ao velho, mas para o pequeno velho suas palavras não passavam de delírios de uma mente perturbada com a cena presenciada. -Só tome cuidado garoto...os marinheiros não polpam os revolucionários, nem mesmo os perturbados... Dizia o velho tristonho, indo em direção a mãe que pranteava sobre o corpo do filho.

O viajante então parte rumo ao sul da ilha, guiando-se pelo eficiente mapa que ganhara. Levou cerca de 30 minutos de caminhada até cruzar novamente  a ponte que unia as duas metades da ilha, e mais 10 minutos para adentrar a densa mata, o andarilho sabia que os desenhos das arvores não eram fieis a realidade, mas a distancia do ponto demarcado como Aurors deveria estar, então manteve-se na mesma direção. Demorou cerca de 30 minutos para Njord perceber que algo estava errado, a esta altura já devia ter visto indícios do acampamento, mas nada, e pensava que, a menos que as arvores daquela floresta fossem muito parecidas uma com a outra, tinha a impressão de passar por determinada arvore pelo menos umas 3 vezes neste curto período.

- EI JONAS...ENCONTROU ALGO POR AI?
- NÃO... ESTE SETOR ESTA LIMPO...

Ouviu a voz vindo de muito perto no meio das arvores, espreitando-se, e escorando atrás de um tronco, Njord teve suas suspeitas confirmadas, quando bateu os olhos em um grupo de 3 soldados da marinha, portavam consigo rifles comuns, e trajavam as mais simples dos uniformes. Antes que tivesse tempo de pensar a respeito, o rapaz pode ouvir um sibilo rápido cortando o ar, até ouvir o som oco de algo perfurando o tronco da arvore muito próximo de sua cabeça, virava os olhos rapidamente e via uma flecha encravada na madeira a menos de 20 cm de seu rosto, seguindo a linha de disparo, pode ver uma jovem, trajando roupas de couro, com folhas presas a cintura e costas, tinha a face coberta com tinta verde e marrom, com o intuito de camuflar-se entre as arvores, mas Njord pode ver os longos cabelos castanhos saindo de dentro do capuz que usava, mantinha ela o tempo todo com o arco mirando na direção do viajante, com um novo projetil pronto a ser disparado.
Arqueira:
 

- Se gritar, ou falar alto o próximo tiro não sera de aviso... Sussurrou a mulher de cima da arvore, alto o suficiente para o rapaz ouvi-la - Esta com os marinheiros? O que eles estão fazendo aqui? O jovem então diz procurar por Grambos ou Ramagos, o que faz a mulher recuar por um instante, ainda apontando o arco ela continua - Grambos e Ramagos são nomes conhecidos devido aos cartazes do governo, diga quem o enviou, ou suas intenções... não costumo poupar a vida de marinheiros! Terminava a mulher esticando mais a corda de seu arco, o que Njord faria a respeito?

Off:
 

____________________________________________________

- Fala
*Pensamento*
~Sonho/Ilusão~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptySab 16 Jun 2018, 14:02

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

Era interessante como as coisas correram desde minha chegada, ao inicio a única coisa que me preocupava era poder me equipar melhor para o destino não tão longínquo que havia projetado em minha mente e assim uma coisa foi levando a outra, até que me encontrasse envolvido numa situação que não me dizia respeito de forma alguma mas minha intuição me obrigara a me envolver, restava-me apenas estar certo a respeito disso. Era estranho que naquela altura ainda não havia conseguido alcançar o acampamento e não precisou de muito para entender que havia me perdido em meio a natureza, levei a destra a minha face escondendo a frustração por conseguir um feito tão ridículo quanto se perder, ainda mais com um mapa a meu dispor.

Porém o tempo de lamentação fora curto e interrompido por vozes que automaticamente me fizeram entrar em guarda, meus joelhos flexionaram e meus punhos fecharam, prontamente para reagir a qualquer coisa. Alguns marinheiros faziam-se presentes, suas roupagens o entregavam e assim como os homens do porto faziam-se armados, isso poderia revelar alguns pontos, ou a marinha também estava perdida naquela floresta ou já haviam encontrado o acampamento e estavam vasculhando o ambiente em busca de possíveis fugitivos de sua emboscada. Era difícil definir qual das alternativas era a verdadeira ainda mais quando problemas se acumulavam, um após o outro.

Meus olhos estreitaram-se para o tronco atrás, uma flecha cravada em seu material. O autor de tal ofensiva não era nenhum marinheiro, pelo contrário, era uma figura prontificada à se esconder no cenário e isso ficava evidente por suas roupas, porém havia se revelado e mais uma vez prontificava-se a realizar mais um dispara, permaneci parado, apenas meus olhos acompanhavam seus movimentos repreensivos para com minha presença —Olhe bem para mim, pareço ser um marinheiro? — Respondi de forma sarcástica —Eles estão buscando o lugar onde o grupo de revolução se encontra, mataram um garoto no porto após a mãe do mesmo ceder a pressão, é uma longa história. Mas o importante é que a marinha está a caminho para uma emboscada, eu vim até aqui para avisa-los, o prefeito de Shirotown me contou onde vocês se reunião mas eu me perdi— Dei de ombros ao admitir a última parte.

—Mas acredito que invés de apontar isso pra mim poderia estar fazendo algo a respeito dos soldados pela floresta, já avistei três — Minhas mãos repousaram em minha cintura enquanto esperava uma reação daquela mulher, ao que aparentava ela também fazia parte do grupo ao qual procurava o que poderia ser considerada muito sorte, pois no lugar da mesma poderia ter me depara com aqueles homens que avistara a pouco —De qualquer forma podemos fazer algo a respeito, posso ajudar vocês a combate-los se necessário, meu nome é Njørd, Deus Entre os Humanos, Primeiro de seu Nome, O Não Queimado, Nascido da Tormenta, Pai dos Dragões, Quebrador de Correntes, Libertador dos Escravos, Protetor de Todos os Mares... — A apresentação fora mais extensa do que costumava ser e mesmo que os inúmeros títulos não fossem verdadeiramente reconhecidos um dia se tornariam reconhecimento de todo o mundo.  
Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mitsurugi1
Civil
Civil
Mitsurugi1

Créditos : Zero
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 27
Localização : North Blue

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptySeg 18 Jun 2018, 11:02

VI

____



Após a extensa apresentação de Daenerys Njord, a mulher ao topo da arvore levava os olhos em cada centímetro do corpo do intruso, a moça contorce levemente os lábios em uma feição de desapontamento, e então baixa o arco, e salta do topo da arvore com uma pirueta no ar, pousando graciosamente a poucos metros de Njord.

- Tsss, você realmente não tem cara de marinheiro, e com certeza não fala como um, deve ter batido forte a cabeça só pode...e pelo que vi esse já é o terceiro grupo deles espalhados pela floresta, se o que diz é realmente verdade, precisamos dar um jeito de avisar o meu pessoal, eles não estão muito próximo de nossa base, mas logo chegarão lá. Olhando-a mais de perto, o jovem de cabelos negros pode ver melhor os suaves traços do rosto da revolucionária, seus olhos castanhos amarelado  como avelãs no outono, as orelhas da moça eram levemente pontiagudas, como se as tivesse limado, não diminuindo em nada sua beleza. - Ficar parado aqui não vai nos ajudar, vamos avisar o resto do pessoal e...

- EI JONAS, ACHEI DOIS AQUI!!! A fala ecoava por meio as centenas de arvores do local, seguidas do som de explosão de pólvora referente a um disparo de rifle, que passava longemente dos dois que conversavam. Não demorou para mais dois marinheiros aparecerem por de trás das folhas, já preparando seus rifles contra Njord e a Moça. A arqueira rapidamente rola para trás de um tronco caído, sacando uma adaga de caça, de um coldre em sua coxa, e joga-a ao ar em direção ao Civil - Prove-me que não cometi um erro ao lhe poupar cara, e não vá se cortar !!!

Iniciava ali um abrir fogo dos marinheiros, Njord se afundava nos problemas locais a cada nova escolha que tomava, ele e a recém conhecida mulher contra 3 soldados da marinha, que munidos de rifles se protegiam atrás dos troncos das arvores, revelando-se apenas quando estavam aptos a um novo disparo. O que ele faria em seguida?

Posição:
 
Njord [Faca]
()()()()()
()()()()()

Revolucionária [Arco]
()()()()()


Marinheiro 1 [Rifle]
()()()()()
Marinheiro 2 [Rifle]
()()()()()
Marinheiro 3 [Rifle]
()()()()()

____________________________________________________

- Fala
*Pensamento*
~Sonho/Ilusão~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyTer 19 Jun 2018, 16:31

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

Baixei minha guarda no momento em que entendi que já não era mais tido como um alvo por parte da mulher que fez o mesmo para logo descer da árvore onde se encontrava para revelar um pouco mais de sua aparência da qual pouco me importava, eu não fazia questão alguma de apreciar seu rosto ou qualquer coisa relativa a seu corpo, não era meu objetivo ou ponto de foco, tampouco iniciar uma resenha envolta disto —Pois bem, não percamos mais tempo... — Antes que pudesse me colocar a procura do grupo gritos foram ouvidos do interior da floresta e estes eram altos o suficiente para alarmar boa parte de qualquer pelas proximidades —Deveríamos ter tomado mais precaução, eles nos notaram — Um tiro ecoou por fora, longe mas dentre as árvores surgiram dois homens vestidos de branco e portando suas armas de fogo, seus dedos prontamente para puxar o gatilho e seus canos apontados para nós. A mulher havia rolado para trás de um tronco caído e eu segui caminho contrário, me esgueirando por um árvore a minha direita. Meu rosto se virou para a arqueira e que obteve o bom senso de me oferecer algo pra o confronto.

Se minha mente não me enganava a nossa frente havia uma clareira onde se localizava um espaço sem troncos, apenas um pequeno campo e por conta disso um avanço para mais perto era muito arriscado, de alguma forma eu precisaria encurtar minha distância, afinal, nada faria com a faca daquele lugar —Hey, consegue me dar cobertura? — Perguntei a mulher —Se nada tiver mudado eles são três, mas não posso andar nesse campo aberto esperando que nada aconteça, apenas aproveite a oportunidade quando eles se mostrarem okay?! — Eu buscaria avançar e com isso obviamente os marinheiros buscariam me alvejar e se mostrarem um pouco mais e com isso esperaria que a mulher aproveitasse para usar seu arco e elimina-los, resumidamente, eu apenas serviria como uma chamariz. Minha investida em direção aos marinheiros não facilitaria as coisas para eles, afinal, não era de meu desejo tomar um tiro, buscaria correr sempre em zigue-zague e realizando rolamentos para frente e os lados caso sentisse a necessidade e quando próximo de uma árvore voltaria a me esconder por trás da mesma —Conseguiu atingir algum deles? Não sei o quão mais vou poder continuar fazendo isso. — Questionei a mulher qual estava encarregada da ofensiva.
Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mitsurugi1
Civil
Civil
Mitsurugi1

Créditos : Zero
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2016
Idade : 27
Localização : North Blue

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQua 20 Jun 2018, 11:14

VI

____



O conflito se iniciara com os disparos da marinha, a jovem rebelde busca proteção, enquanto Njord faz o mesmo, correndo para a proteção de um tronco suficientemente largo para proteger toda extensão de suas costas, os sons dos disparos chocando-se e estilhaçando a madeira a suas costas podia ser ouvido, assim como sentido as vibrações da madeira a intervalos que acompanhavam o disparar e recarregar. O deus arquitetara um plano em que seria a isca, e compartilha a estrategia com a garota que até então estava tão recuada quanto ele.

- O que? Ta falando serio? Qualé cara não to afim de arrastar nenhum cadáver pra casa! Disse a mulher de orelhas pontudas, enquanto Njord esperava tempo suficiente para perceber um padrão de recarga do inimigo, onde aproveitaria da abertura nos poucos segundos para iniciar sua corrida.

E assim se fez, na breve brecha de um disparo a outro, o jovem de capa negra sai de trás da cobertura, munido apenas de uma faca, encarando 3 atiradores distantes, para Njord parecia tudo ficar em câmera lenta, o primeiro deles saia de trás de uma das arvores, e aponta o rifle, como se pudesse prever a linha de tiro, Njord rola para a esquerda, rápido o suficiente para o projetil passar a poucos centímetros de suas costas, a Rebelde também em câmera lenta saia de trás do tronco caído, ja com a flecha preparada a ser disparada. Ao terminar a esquiva, Njord pode perceber o segundo rifle apontado para si, e logo em seguida uma explosão controlada, bem na ponta da arma, o disparo percorria o caminho pelo ar, enquanto o futuro revolucionário saltava para o lado direito, vendo o projetil passar através de sua capa ainda no ar. O cano do terceiro rifle reluziu por um segundo, devido ao reflexo do metal com a luz do sol, revelando sua posição para o alvo, um terceiro disparo era realizado, Njord novamente opta por rolar a esquerda, completando o ciclo de zigue-zague, entretendo, não sendo tão rápido quanto as outras vezes, o disparo encontra seu caminho, e tal caminho era bem através do bíceps esquerdo do viajante, a bala entra e sai pela outra extremidade do corpo do deus, em menos de um segundo, preso a tal forma corpórea, era impossível não sentir a dor do ferimento, mas não impedira de Njord chegar ao outro lado do campo de batalha, novamente cobrindo suas costas atrás de uma arvore. Com uma rápida olhada ao ferimento, podia ver o rubro liquido ensopando a manga de sua vestimenta, e do gritando a moça do outro lado perguntava sobre sua efetividade.

- ACERTEI UM NO PESCOÇO, ESSE NÃO VAI DURAR MUITO, O OUTRO ACERTEI NO BRAÇO, TEM UM DESGRAÇADO ALGUMAS ARVORES ATRÁS DE VOCÊ, FICA ESPERTO! Berrava a mulher a uma distancia de 20 metros. -CALA A BOCA SUA PUTA REBELDE, COLOCA A CARA AI SE TIVER CORAGEM!!! Grita um dos marinheiros de trás das arvores - JONAS, VOCÊ ESTA BEM? FALA COMIGO CARA... Completava uma segunda voz.

Esgueirando-se cuidadosamente sobre o tronco, Njord posiciona um de seus olhos para ver a situação que se encontrava. Um dos marinheiros ainda mantinha o ritmo de disparo, recarregando a cada novo tiro, estava a cerca de quatro arvores de distancia de Njord, o segundo estava bem mais distante, cerca de 10 arvores, tentava continuar os disparos com apenas um dos braços a segurar o comprido rifle. O viajante estava ferido, seu braço esquerdo ardia em dores a cada minimo movimento, o sangue fluia continuamente, dois dos três oponentes ainda estavam de pé, o que Njord faria?

Off:
 
Njord [Faca]
[Sangramento não tratado leve /-50% nos testes com braço esquerdo]
()()()()()
()()()()()

Revolucionária [Arco]
()()()()()



Marinheiro 1 [Rifle]
()()()()()
Marinheiro 2 ()()()()()
[Sangramento não tratado Grave / Incapacitado]
Marinheiro 3 [Rifle]
[Sangramento não tratado Leve / -50% teste com braço direito]
()()()()()

____________________________________________________

- Fala
*Pensamento*
~Sonho/Ilusão~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Reinhardt
Membro
Membro
Reinhardt

Créditos : 2
Warn : Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 9010
Feminino Data de inscrição : 14/05/2018
Idade : 21
Localização : Shells Town

Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 EmptyQui 21 Jun 2018, 17:58

Yggdrasil - O Eixo do Mundo

Era impossível ignorar a dor, a ideia era audaciosa por si só e era esperado que não saísse ileso daquela loucura. As coisas começaram bem, tive a certeza de por um momento enxergar o mundo em câmera lenta, uma pequena amostra de meus poderes divinos talvez? Bem provável. Mas a verdade era que meu braço naquele momento estava quase inutilizável, a dor me impediria de refazer os movimentos já que apenas conseguia me focar naquilo, o sangue escorria pela minha pele cada vez mais e isso acabava por me preocupar. A capa qual vestia já não estava em seu estado intacto e cem por cento, por isso rasgaria uma tira do tecido suficientemente larga e cumprida para para amarrar em volta do ferimento, não tinha condições de receber primeiro-socorros naquele instante mas ao menos poderia buscar estancar o sangramento.

—Hey, eu não acredito que vá conseguir fazer isso de novo — Comentei —Mas fico feliz de saber que você conseguiu ferir alguns deles, mas iremos precisar de outro jeito pra lidar com a situação — Se as informações estivessem corretas o confronto a partir dali estaria mais igual, dois contra dois, sendo que pelo menos um de cada time estava ferido, mas ainda sim acreditava em minhas habilidades para virar a mesa e trazer-nos a vitória. Certificaria-me da amarra em meu braço estar minimamente firme para que pudesse move-lo. Conviver com a dor a partir dali seria uma obrigatoriedade, a faca em minha mão não me abria muitas possibilidades ofensivas e infelizmente minha mente não conseguia matutar outros planos.   

Respirei, inspirei. Meus olhos se fecharam por um instante como se buscasse a visão de uma brecha, mas tão densa como a noite permanecia meu olhar. Abaixaria-me flexionando os joelhos buscando me esconder um pouco mais entre a mata. Como sempre a estratégia era um pouco ousada e continha um grande risco de dar errada, mas no caso de sucesso a recompensa seria certa, ao menos era o que esperava. Busquei recuar um pouco mais da minha localização atual, sempre tentando ter os troncos das árvores como proteção e faria isso até que pudesse estar novamente ao lado da garota —Escuta, preciso que você chame o máximo da atenção desses homens, os ofenda, desafie-os. O importante é que você faça-os esquecer de minha presença por um instante, vou fazer a volta e surpreende-los pelas costas.

Dadas as instruções recuaria ainda mais para assim sumir da visão dos Marinheiros. Era de extrema importância que a mulher cumprisse com êxito sua tarefa, pois era nesse instante que eu estaria fazendo a volta pelos lados do 'fogo cruzado', meus passos seriam cautelosos e meus movimentos descritíveis, tudo que não poderia fazer era chamar a atenção, por isso utilizaria de arbustos e das árvores mais largas para tentar me ocultar. Minha respiração anasalada ruía com o silêncio de minha cabeça e ao momento que pudesse avistar os inimigos buscaria identificar um alvo isolado para assim, num salto, passar a lâmina da faca sob seu pescoço —Hey. Larguem as armas — Exigiria aos demais —Os rifles, jogue-os para mim 

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Yggdrasil - O Eixo do Mundo   Yggdrasil - O Eixo do Mundo - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Yggdrasil - O Eixo do Mundo
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Conomi Island-
Ir para: